Estudo sobre o Tabernáculo

Os Sermões em Assuntos Importantes por Rev. Paul C. Jong

 

O Véu Que Foi Rasgado < Mateus 27:50-53 >

< Mateus 27:50-53 >

“E Jesus, clamando outra vez com grande voz, rendeu o espírito. E eis que o véu do templo se rasgou em dois, de alto a baixo; e tremeu a terra, e fenderam-se as pedras. E abriram-se os sepulcros, e muitos corpos de santos que dormiam foram ressuscitados. E, saindo dos sepulcros, depois da ressurreição dele, entraram na cidade santa, e apareceram a muitos”.


O Santo dos Santos era o lugar onde Deus habitava. E só o Sumo Sacerdote podia entrar no Santo dos Santos uma vez por ano, no Dia de Expiação, levando o sangue do bode de sacrifício para a remissão dos pecados dos Israelitas. Ele fazia assim porque o Santo dos Santos do Tabernáculo, a Casa de Deus, era um santo Lugar onde ele não podia entrar a menos que tomasse o sangue do sacrifício, o sangue das ofertas em cujas cabeças suas mãos foram impostas, para desfazer as iniquidades dos pecadores. Colocado de forma diferente, nem mesmo o Sumo Sacerdote podia evitar a condenação de Deus a menos que ele recebesse a remissão de seus pecados oferecendo uma oferta de sacrifício por si mesmo antes de entrar em Sua presença.

Quando o véu do Templo foi rasgado? Foi rasgado quando Jesus derramou o Seu sangue e morreu na Cruz. Por que Ele devia derramar o Seu sangue na Cruz para morrer? Porque Jesus, o Filho de Deus, veio esta terra na semelhança de homem, tomou todas as iniquidades dos pecadores sendo batizado por João Batista no Rio Jordão. E porque Jesus tomou todos os pecados do mundo com o Seu batismo, Ele podia colocar fim na condenação dos pecados somente se derramasse o Seu sangue na Cruz e morresse. Por isto é que o véu que separava o Santo dos Santos do Santo Lugar na Casa de Deus foi rasgado. Isto significa que a parede de pecados que separava Deus da humanidade caiu de uma vez por todas.

Em outras palavras, pelo batismo que Jesus recebeu e o sangue que Ele derramou na Cruz, Ele fez todos os pecados desaparecerem. Com o batismo e sangue de Jesus Cristo, Deus Pai eliminou todos os nossos pecados de uma vez por todas e nos abriu o caminho para o Céu, de forma que, agora, uma pessoa pode entrar no Céu crendo no batismo e morte de Jesus. 

Quando Jesus morreu na Cruz, caiu escuridão onde estava por três horas. Tendo carregado todos os pecados do mundo pelo Seu batismo no Rio Jordão, Jesus foi crucificado, e, próximo de Sua morte, clamou, “Eli, Eli, lamá sabactâni?”, que significa, “Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?”. (Mateus 27:46). Ele então disse as Suas últimas palavras, “Está consumado!”. E morreu, então. E em três dias Ele ressuscitou de entre os mortos, testemunhou por 40 dias, e ascendeu ao Céu diante dos olhos de Seus muitos discípulos e seguidores.


O Pai Realmente Abandonou a Jesus?

A dor que Jesus sofreu foi tão intensa que Ele sentiu como se o Seu Pai Lhe tivesse abandonado. O sofrimento da condenação de pecados foi muito grande. Por Jesus Cristo ter tomado todos os pecados do mundo sendo batizado por João Batista, é verdade que Ele foi momentaneamente evitado pelo Pai quando carregava na Cruz a condenação de pecados. Deus Pai tinha que castigar a qualquer um que tivesse pecados, e porque todos os pecados do mundo passaram para Jesus, Ele teve que ser perfurado e derramou o Seu sangue na Cruz como o castigo por esses pecados. 

Por ter Jesus, que é o próprio Deus em Sua essência, tomado todos os pecados da humanidade, quando foi batizado, ocasião em que todos os pecados do mundo foram lançados sobre o Seu próprio corpo Santo, foi evitado por Deus Pai por um momento, para sofrer à morte na Cruz pagando o salário por todos os nossos pecados, dando, assim, uma perfeita salvação para toda a humanidade, livrando-a de todos os seus pecados. Por isto é que Jesus teve que ser sujeito ao extremo sofrimento da condenação de pecados, e por que Deus Pai virou o Seu rosto de Seu Filho brevemente.

Mas isto não significa que Jesus foi abandonado pelo Pai para sempre. Antes, só significa que Jesus teve que aguentar a condenação delegada pelos nossos pecados. Ele teve que ser abandonado pelo Pai só momentaneamente. Mas por que Jesus gritou em Sua dor, “Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?”. Foi porque Jesus sofreu a agonia extrema dos nossos pecados para que nós fossemos salvos da condenação dos pecados. Nós tínhamos sido aquelas pessoas que tinham que ser abandonadas por Deus devido aos nossos pecados, mas Jesus tomou todos os nossos pecados, sofreu a dor da condenação de cada pecado na Cruz, e, além disso, foi até abandonado pelo Pai durante algum tempo por nossa causa.

Como você já deve saber foi depois da construção do Templo durante o reinado do rei Salomão, que o Tabernáculo foi substituído pelo Templo. Mas o fundamento do sistema de Tabernáculo foi ainda aplicado ao Templo exatamente como ele foi aplicado antes de sua construção. Então existia também um véu que separava o Santo dos Santos do Santo Lugar do Templo. E bem no momento quando o nosso Senhor Jesus gritou na Cruz, “Eli, Eli, lamá sabactâni?”, este véu do Templo foi rasgado. A verdade dita sobre este evento é que o Senhor Jesus limpou todos os nossos pecados com o batismo que Ele recebeu e o sangue precioso que Ele derramou na Cruz, e a entrada do Céu, agora, estaria aberta, de forma que todo aquele que crê pode entrar nele. Agora, crendo no evangelho da água e do Espírito, nós estamos habilitados a poder entrar no Céu pela fé.

Pela revelação do sistema do Tabernáculo, as pessoas do Antigo Testamento também criam em Jesus que viria como o Messias, eles também criam que seriam redimidos de todos os seus pecados e se tornariam os filhos de Deus. No Novo Testamento, toda a justiça de Deus para a remissão de pecados foi de uma vez por todas cumprida quando nosso Senhor Jesus foi realmente batizado no Rio Jordão e morto na Cruz. A razão por que nós temos corações gratos, tendo ouvido e crido no evangelho da remissão de pecados que o Senhor Jesus nos deu, é porque nós temos o evangelho da água e do Espírito.

Sozinhos, nós não podíamos ser livres dos pecados, mas por causa da verdade de salvação que Deus nos deu pela água e pelo Espírito, nós podemos ser redimidos de nossos pecados crendo nesta verdade. Crendo no evangelho da água e do Espírito que Jesus nos deu, nossos pecados desapareceram e nós agora somos capazes de entrar no Reino do Céu pela fé. Dado isto, como nós não poderíamos agradecer a Deus? Nós só podemos Lhe agradecer, para nós, agora, sabemos que a barreira do Céu foi quebrada de cima para baixo no momento em que o nosso Senhor Jesus morreu. Esta é a notícia mais alegre e feliz que nos diz que o nosso Senhor Jesus tomou todos os pecados da humanidade pelo batismo que Ele recebeu no Rio Jordão, suportando a condenação de pecados com o Seu sangue derramado na Cruz, e, assim, libertando dos pecados todos aqueles que creem.

O fato de que o véu do Templo foi rasgado de cima para baixo quando Jesus morreu na Cruz nos ensina a verdade de que, agora, nesta idade, quem foi limpo dos pecados crendo no evangelho da água e do sangue pode entrar no Céu. Esta é a evidência definitiva da verdade de salvação que o Senhor Jesus permitiu para nós. Porque éramos pecadores, existia uma parede de pecados que nos barrava, incapacitando-nos de estar diante de Deus, mas com o Seu batismo e sangue, Jesus fez esta parede de pecados desaparecer de uma vez por todas. Deus ter rasgado o véu do Templo de cima para baixo significa que qualquer um que crê no batismo pelo qual o Filho de Deus tomou todas as iniquidades dos pecadores e no sangue da Cruz pode, agora, estar perfeitamente limpo de seus pecados, e, assim, entrar no Céu desimpedido. Deus nos salvou dos nossos pecados com isto. 

Jesus rasgou o véu do Templo de cima para baixo como a evidência desta obra de salvação que Ele cumpriu. Então, Hebreus 10:19-22 afirma, “Tendo, pois, irmãos, ousadia para entrar no Santuário, pelo sangue de Jesus, Pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne, E tendo um grande sacerdote sobre a casa de Deus, Cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé; tendo os corações purificados da má consciência, e o corpo lavado com água limpa”. 

Quando Jesus morreu na Cruz, a entrada do Santo dos Santos foi aberta completamente quando o seu véu foi rasgado, e esta porta aberta do Santo dos Santos aqui é a Palavra do Deus do evangelho que abriu um novo e vivo caminho para o Céu. Aqui, a Bíblia nos diz novamente que todos os pecados de nossos corações e corpos foram eliminados por Seu batismo (a água pura) e Seu sangue, e, então, nós podemos ser limpos por nossa garantia de fé em Sua salvação perfeita. 

Por isto, eu dou toda a minha gratidão a Deus. Nós não podíamos entrar no Céu não importando o quanto tentássemos, mas, para tais pessoas como nós, Jesus lhes salvou de todos os seus pecados com estes atos justos cumpridos em Seu batismo e Sua morte na Cruz, e Ele escancarou as portas do Céu, de forma que só quem crê no evangelho da água e do Espírito pode entrar no Céu. Agora ficou possível para nós sermos limpos de nossos pecados e entrar no Céu pela fé que crê no evangelho da água e do Espírito.

Porque o Senhor Jesus abriu o portão do Céu para nós sendo batizado e crucificado, nós somos agora capazes de limpar os nossos pecados e entrar no Céu crendo nesta verdade. Como nós, então, não poderíamos agradecer a Deus? Nós podemos Lhe agradecer suficientemente por Seu amor de sacrifício? A porta de véu do Santo dos Santos foi rasgada por meio do batismo que Jesus recebeu tomando os nossos pecados e da oferta de sacrifício do Seu próprio corpo, que Ele fez para ser vicariamente condenado por todos os nossos pecados. 


Existe Só Uma maneira para entrar no Céu

Por cremos no batismo de Jesus Cristo e no sangue da Cruz, nós entraremos no Céu. Não existe nenhum outro caminho para entrar no Céu, somente crendo neste evangelho de verdade poderemos entrar. Somente crendo no que Jesus fez por nós poderemos entrar no Céu. E foi por isso que Deus fez tais obras para quem crê no evangelho da água e do sangue de Jesus.

Os cristãos não podem entrar no Céu por seus próprios esforços, devoção, ou outros modos tais como tentativas hipócritas. Deus determinou que só quem fosse limpo de seus pecados crendo no batismo que Jesus recebeu e Sua morte pode entrar no Céu. Quem crê nesta verdade são as pessoas que creem que Jesus é o Filho de Deus, o próprio Deus, e o Salvador perpétuo que os salvou dos seus pecados por Seu batismo e morte. Foi para tais pessoas que Deus permitiu a lavagem dos pecados. Só pela fé no batismo que Jesus recebeu e o Seu sofrimento de morte na Cruz, se pode ser salvo.

Nós precisamos de dinheiro para entrar no Céu? Se isto fosse o caso, nós estaríamos atingindo à nossa salvação pagando por ela, e esta não pode ser a salvação que recebemos livremente do Senhor Jesus. Para nós entrarmos no Céu, nós não precisamos de nada mais além da fé que crê no evangelho da água e do Espírito. Em outras palavras, para entrar no Céu, nenhum pagamento, ato, ou esforço próprio de nossa parte é necessário. Nada que for de caráter humano é necessário para entrar no Céu. Para nós sermos qualificados para entrar no Céu, Deus não demanda qualquer esforço, ato, vontade, compensação, ou bondade de nós mesmos. 

Só existe uma coisa que é absolutamente necessária para entrarmos no Céu, que é a fé que crê no batismo do lavar de pecados que Jesus Cristo recebeu no Rio Jordão e o sacrifício que Ele fez derramando o Seu sangue na Cruz para a nossa própria remissão de pecados. Não existe nenhum outro modo. A única coisa que nós precisamos é da fé que crê no evangelho do batismo e do sangue de Jesus. Para nós recebermos a remissão de pecados e entrar no Céu, devemos crer exclusivamente no evangelho da água e do Espírito que Jesus cumpriu totalmente.

Jesus Cristo, o Senhor Deus de Amor, cumpriu perfeitamente a nossa salvação pelo evangelho da água e do Espírito. Por ter o Senhor Jesus completado a salvação com a remissão de pecados, os pecadores precisam apenas crer neste evangelho verdadeiro e suficiente. Só com esta fé eles podem ser salvos de todos os seus pecados. Nosso Senhor Jesus redimiu todos os nossos pecados, se tínhamos muitos ou só alguns pecados, não importa, Ele nos habilitou a entrar no Céu, mas só pela fé deste lindo e puro evangelho. 

Jesus Cristo abriu a porta do Céu, de forma que os pecadores possam entrar crendo no evangelho da água e do Espírito, esta é a graça de salvação que é verdadeiramente especial. “O Senhor Jesus foi batizado para levar todos os meus pecados e morrer na Cruz em meu lugar! Ele limpou os meus pecados e abriu a porta do Céu para mim! Ele me amou tanto que foi batizado, derramou o Seu sangue, e cumpriu a minha remissão de pecados com isto!”. Deste modo, quando você crer na verdade de salvação, você entrará no Céu pela fé.

As pessoas crerem em Jesus como o seu Salvador não é algo tão difícil, mas é, de fato, bastante fácil, porque tudo o que eles têm que fazer é só aceitar em seus corações os fatos já realizados por Jesus quando Ele veio a esta terra, e crer neles. Por Jesus ter eliminado todos os nossos pecados e nos libertado deles pelo Seu batismo, que recebeu de João Batista, no Rio Jordão, e pelo Seu sangue derramado na Cruz, e pelo Seu Espírito, quando nós crermos realmente dentro dos nossos corações em Jesus Cristo, todos nós seremos salvos.

“E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”. (João 8:32). Se os nossos pecados forem grandes ou pequenos, não faz diferença, sendo batizado e derramando o Seu sangue, Jesus fez que todos desaparecessem. É crendo neste evangelho da água e do Espírito, a verdade que nos liberta dos pecados, que nós podemos receber a nossa salvação eterna e encontrar a liberdade desta salvação verdadeira. 

Cumprindo o evangelho da água e do Espírito, nosso Senhor Jesus escancarou a porta do Céu. Nosso Senhor Jesus veio a esta terra, foi batizado, morto na Cruz, e ressuscitou de entre os mortos no terceiro dia, o evangelho da água e do Espírito, nos leva para perto de Deus, e Ele tem nos habilitado para fazermos do Céu a nossa habitação futura. Agora, se você quiser entrar no Céu, como também ser livre dos pecados e se tornar um filho de Deus, então, você deve receber a sua remissão de pecados crendo no batismo de Jesus e no sangue da Cruz. Esta é a fé que habilitará você para receber a remissão de pecados e ser direcionado para dentro do Céu.

Nosso Senhor Jesus conhece tudo sobre nós. Ele sabe quando e como nós nascemos, sabe tudo sobre os pecados que nós cometemos e ainda estamos cometendo. Ele também sabe muito bem que não importa o quão intensamente nós tentemos, nós não podemos fazer com que os nossos pecados desapareçam sozinhos. Foi porque nos conhecia tão bem que o Senhor Jesus, Ele próprio, eliminou todos os nossos pecados com o Seu batismo e o Seu sangue de morte na Cruz.


Por que Jesus Veio a Esta Terra?

O nome Jesus quer dizer Salvador. Jesus nasceu nesta terra porque a nossa salvação de pecados não seria realizável por nenhum ser humano, mas somente viria pelo poder de Deus. Com isto, o nascimento do Senhor Jesus requeria um propósito claro. Isto é, para salvar a humanidade de todos os seus pecados, Jesus Cristo nasceu nesta terra pelo corpo de uma virgem. Em outras palavras, Jesus nasceu pelo corpo de uma mulher por causa dos pecadores que herdaram o pecado devido à transgressão de Adão e Eva. Para se tornar o Salvador que salva todos os pecadores deste mundo de todas as suas iniquidades, o Senhor Jesus veio para este mundo, concebido no corpo de um virgem pelo poder de Deus.

Nosso Senhor Jesus nasceu nesta terra pelo corpo de Sua própria criação, de forma que Ele próprio pôde se tornar a nossa oferta pura. E quando o tempo veio, passo por passo, Ele prosseguiu com o Seu plano para nos trazer à Sua perfeita salvação. Quando o nosso Senhor Jesus chegou aos 30 anos, Ele foi batizado no Rio Jordão. Para alcançar o propósito de Seu nascimento nesta terra, Jesus Cristo teve que aceitar os pecados do mundo inteiro sendo batizado, e foi para cumprir este propósito que Ele foi batizado por João Batista (Mateus 3:13-17). 

Quando se passaram três anos desde que Jesus aceitou os pecados do mundo por Seu batismo, Ele foi crucificado. Foi por ser batizado e ter tomado os pecados do mundo que o Senhor Jesus foi vicariamente condenado por nossos pecados. Com o batismo dado por João Batista e o Seu sangue vertido na Cruz, o Senhor Jesus fez todos os pecados desaparecerem, e Ele tem habilitado assim àqueles que creem para serem salvos dos seus pecados de uma vida inteira. 

Não importa em que nível de ignorância as pessoas se achem, em que fraquezas eles estão presos, e o quanto pecadores eles podem ser, Deus nos têm habilitado como participantes do evangelho da água e do Espírito a entrar no Céu, o Reino do Senhor Jesus. Foi para pagar o salário dos pecados que Jesus foi batizado no Rio Jordão e derramou o Seu sangue na Cruz. Por causa da salvação que Jesus Cristo cumpriu pagando o salário de todos os nossos pecados com o sacrifício de Si mesmo, aqueles entre nós que creem, podem agora ser lavados de seus pecados só com a fé no evangelho da água e do Espírito. Isto é a verdade fundamental do Cristianismo e o centro da remissão de pecados.

O Senhor Jesus veio a este mundo para se tornar o Salvador de todos os pecadores. E o Senhor Jesus realmente salvou a todos nós dos pecados. Para que pudessem entrar no Céu crendo em Suas obras, nosso Senhor Jesus habilitou a todos os pecadores, não importando quem fossem ou o que são, pela verdadeira fé, todos estão plenamente habilitados. 

Isto é o amor do Senhor Jesus. Foi porque o nosso Senhor Jesus nos amou tanto que Ele foi batizado e derramou o Seu sangue para nos salvar. Para libertar dos pecados, àqueles a quem Ele tanto amou, e com o Seu próprio corpo em dolorido sacrifício, nosso Senhor Jesus cumpriu a salvação sendo batizado e derramando o Seu sangue. Nós tínhamos sido pecadores que continuariam pecando até o dia da morte. Atormentados pelos nossos pecados, não fora o Senhor Jesus, mais adiante, estaríamos perdidos e condenados ao inferno, mas nós nos mantivemos porque mudamos o nosso caminho para a direção Deus. Para salvar tais pessoas como nós, o Senhor Jesus teve que realizar as obras de salvação que nos habilitaram a estarmos unidos com Ele.

Nosso Senhor Jesus nos salvou quando ainda éramos pecadores, e o fez com o amor de Deus. Para salvar a cada um de nós quando ainda éramos pecadores, de nossas iniquidades, Ele completou a justiça e o amor de Deus recebendo o Seu batismo e derramando o Seu sangue. Nós que cremos neste lindo evangelho somos tão gratos pelo que o Senhor Jesus fez por nós que as palavras simplesmente nos faltam para expressarmos a Ele toda a nossa gratidão com a fé, pela qual, nos prostramos diante Dele. A verdade da remissão de pecados que o nosso Senhor Jesus Cristo nos deu é um amor tão nobre, tão grande, e tão absoluto, que nenhuma palavra de lógica, razão, ou palavra de doçura ou poesia a poderia descrever. 

Há cerca de 2.000 anos, nenhum de nós havia nascido. Passados são mais ou menos 2.000 anos em que o véu do Templo terrestre e do Templo divino do Reino de Deus foram abertos. Nós não estávamos nem mesmo nos úteros de nossas mães naquele tempo, mas o nosso Senhor Jesus já sabia tudo sobre nós. Ele sabia que você nasceria, e que todos vocês viveriam às suas vidas de acordo com as suas próprias personalidades individuais e humanas. E o Senhor Jesus não amou só a mim, mas Ele amou a você e a todos os demais. O Senhor Jesus nos amou tanto que Ele habilitou a todos os pecadores para entrarem no Céu crendo no evangelho da água, do sangue e do Espírito, que Jesus Cristo cumpriu por nós. Pela água e pelo Espírito (o batismo de Jesus e Seu sangue na Cruz), Jesus completou a nossa salvação de pecados.

O véu do Templo ter sido rasgado de cima para baixo é um verdadeiro e surpreendente evento. Como este véu do Santo dos Santos podia ser rasgado, só porque Jesus morreu na Cruz? Este véu era como hoje são os tapetes. Foi tecido muito espesso e robusto. Na Palestina, até hoje nós podemos encontrar tais véus espessos tecidos como tapetes. Eles são tecidos tão firmemente que seriam necessários quatro cavalos presos em cada uma das suas pontas puxando em sentidos opostos para poder despedaçá-lo. Quão forte é um cavalo? Mesmo o véu que era tão forte e que teria exigido quatro cavalos para rasgá-lo, foi rasgado de cima para baixo quando Jesus morreu na Cruz.

Por que o véu foi rasgado? Foi rasgado porque Jesus Cristo limpou todos os pecados que estavam nos corações da humanidade. Foi rasgado porque Jesus Cristo cumpriu todas as Suas obras justas sendo batizado e crucificado à morte. Aceitando os pecados do mundo pelo Seu batismo e sendo condenado na Cruz, Jesus abriu a porta para quem crer entrar no Céu. Tudo o que você tem que fazer agora é só crer. O Senhor Jesus abriu a porta do Céu de forma que você pode entrar por ela apenas crendo.


O Batismo e o Sangue de Jesus são Essenciais Para a Nossa Salvação?

Foi de acordo com o esquema de salvação, planejado antes mesmo dos tempos do Antigo Testamento, que as mãos foram impostas sobre a cabeça de Jesus, sendo essa uma cerimônia reservada só para as ofertas de sacrifícios. E como na lei de salvação fixada por Deus, para que a oferta de sacrifício pudesse aceitar todos os pecados com a imposição de mãos e sua posterior morte, Jesus Cristo veio como a própria oferta de sacrifício para nos salvar, e nos salvou assim para sempre. E foi assim que Ele pôde desfazer todos os nossos pecados somente recebendo o Seu batismo, que era uma forma de impor as mãos. Por isso, é que para entrar no Santo dos Santos, até o Sumo Sacerdote tinha que tomar com ele o sangue da oferta de sacrifício que carregava os pecados por meio da imposição de mãos.

Por que, então, o Sumo Sacerdote tinha que entrar neste lugar com o sangue? Porque a vida da carne está no sangue. Deus deu instruções ao Sumo Sacerdote para fazer expiação por sua própria alma antes dele entrar em Sua presença. (Levítico 17:11). Todas as pessoas tinham que morrer pelos seus pecados, mas porque Jesus tomou sobre Si mesmo a todos os pecados da humanidade quando foi batizado no Rio Jordão (todos os pecados foram passados para Jesus com o Seu batismo), e ainda carregou Nele próprio a todos estes pecados, sem exceção, teve que ser crucificado, e, assim, com o sangue que Ele derramou, nos salvou dando a Sua própria vida. Isto nos diz que, quando os pecadores forem diante de Deus, eles devem, com muita certeza, tomar com eles a fé que crê na água e no sangue de Jesus. Só quando suficientemente crermos na água do batismo de Jesus e no sangue que Ele derramou, poderemos escapar da condenação pelos nossos pecados.

Depois que Jesus limpou todos os pecados, de forma que ninguém mais tinha que dar orações de arrependimento, ou jejuns, ou ofertas para receber a remissão de pecados, agora, nós também não temos que dar orações de arrependimento, nem temos que ser castigados pelos nossos pecados, porque Jesus já deu a oferta da remissão de pecados e já sofreu a condenação. Tudo que nós temos que fazer é só crer com os nossos corações na salvação manifestada nos fios, azul, púrpura e escarlate. 

Tudo o que temos que fazer é crer no batismo que Jesus Cristo recebeu com o fio azul que foi usado para o Tabernáculo do Antigo Testamento, e crer no sangue que o Senhor Jesus derramou na Cruz com o seu fio escarlate. E a verdade de que Jesus Cristo é o Rei em Sua essência fundamental é manifestada no fio púrpura usado para a porta do Tabernáculo. Como tal, se nós formos lavados de nossos pecados crendo na remissão de pecados manifestada com os fios, azul, púrpura e escarlate, e crermos que toda a nossa condenação já foi eliminada, então, nós poderemos agora entrar no Reino do Céu. Este evangelho é o grande evangelho da água e do Espírito.


Por que o Véu do Templo Rasgou-se Quando 

Jesus Morreu na Cruz? Vamos Considerar Isto 

Mais uma Vez

His Cross

Os fios, azul, púrpura e escarlate manifestados no Antigo Testamento é o evangelho que contém todas as bênçãos para se receber a remissão de pecados e entrar no Reino do Céu, mas isso é para os que creem! O véu foi rasgado quando Jesus foi batizado e morto na Cruz. Para quem crê em Jesus, esta é a verdade do evangelho da água e do Espírito dada pelo próprio Deus. “Ah, porque Jesus foi batizado por João Batista em meu lugar Ele teve que derramar o Seu sangue morrendo na Cruz, pagando, assim, o inteiro salário da morte, o salário de pecados”. Morrendo na Cruz, Jesus disse, “Está consumado”, e foi neste momento que Ele abriu o caminho para nós entrarmos no Reino do Céu.

Jesus veio a esta terra para salvar àqueles que estavam separados de Deus pela barreira de pecados que eles não podiam evitar, mas que se mantinha construída como um muro de separação. Esta foi a própria vontade de Jesus, mas, ao mesmo tempo, também foi uma ordem de Deus Pai movido por Seu amor por nós. Obedecendo à ordem do Pai, Jesus recebeu o batismo que passou todos os pecados do mundo para o Seu próprio corpo. Foi porque Jesus carregou os pecados do mundo com o Seu batismo que Ele foi à Cruz, e sendo crucificado, derramou o Seu sangue e morreu; depois, ressuscitou de entre os mortos ao terceiro dia e completou a Sua obra de salvação. Estes são os ministérios manifestados nos fios, azul, púrpura e escarlate, sendo a remissão de pecados que liberta os pecadores de suas iniquidades, e, também, o complemento do sistema de sacrifício.

Foi porque Jesus cumpriu a salvação com os Seus ministérios que a porta do Céu, a qual nenhum homem podia entrar até agora, foi aberta para nós. Isto demonstra que a porta de salvação já não será mais aberta pela imposição de mãos ou com o sangue de animais que eram usados para oferta de sacrifício no Antigo Testamento, mas que, agora, está aberta pela fé que crê no batismo que Jesus Cristo recebeu e o sangue que Ele derramou na Cruz. O véu que foi rasgado manifesta à conclusão da perfeita salvação, que Deus tem, agora, habilitado a qualquer um que conhece e verdadeiramente crê no evangelho da água e do Espírito, integralmente cumprido pelo Senhor Jesus, para entrar no Céu. Este é o motivo por que o véu do Templo teve que ser rasgado.

Você deve entrar no Reino do Céu com a fé que crê no batismo de Jesus e o sangue da Cruz. Jesus Cristo não tinha nenhum pecado na totalidade de sua vida, mas veio a esta terra em forma de carne e foi batizado por João Batista aceitando voluntariamente a todos os nossos pecados. (Mateus 3:15). Além disso, por nossa causa, Ele renunciou a vida de Seu próprio corpo, que foi oferecido para pagar o salário pelos nossos pecados, se tornando, assim, a oferta de expiação eterna que nós devemos tomar conosco quando nós formos diante de Deus. Então, todos nós devemos crer neste sangue que Jesus derramou depois de ser batizado como a nossa salvação. Para libertar toda a humanidade dos seus pecados e os fazer o próprio povo de Deus, Jesus Cristo abriu à porta do Céu rasgando o Seu próprio corpo.

Quando olhamos para Jesus nos salvando, devemos saber que Ele não apenas derramou o Seu sangue na Cruz. Três anos antes de morrer na Cruz, Ele já havia tomado todos os nossos pecados sendo batizado no Rio Jordão. Então, Jesus, foi batizado por João Batista por causa da humanidade inteira e, por isso, foi crucificado pelos soldados romanos. Antes mesmo de nós nascermos neste mundo, Jesus Cristo já tinha limpado todos os nossos pecados sendo batizado e derramando o Seu sangue. 

Jesus Cristo ter sido batizado por João Batista foi o método de salvação que Ele teve que cumprir com absoluta certeza a fim de tomar os nossos pecados, todos de uma vez só, antecipadamente. E o sangue que Ele derramou foi o pagamento do salário de todos os pecados. Por ser Jesus o próprio Deus, o batismo que Ele recebeu e o sangue que Ele derramou na Cruz puderam, certamente, constituir a nossa salvação de pecados. Este foi o sacrifício perfeito que o nosso Senhor Jesus fez para a salvação da humanidade inteira. Você crê que a Palavra do evangelho da água e do Espírito limpou os nossos pecados e nos libertou de todos os nossos pecados e condenação?


Pelo Batismo de Jesus e pelo Sangue da

Cruz, Todos os Pecados da Humanidade, Agora, 

Estão Lavados

Foi para lavar os pecados da humanidade que Jesus Cristo foi batizado por João Batista. Se nós olharmos para o ministério de salvação do Senhor Jesus Cristo e omitirmos o Seu batismo de Sua vida pública, a salvação da humanidade planejada em Jesus Cristo antes mesmo da fundação do mundo se tornaria em uma grande mentira. Antes mesmo da fundação do mundo o Senhor Jesus já estava se preparando para ser batizado, tomar os pecados da humanidade e derramar o Seu sangue na rude Cruz.

Por isso, é que o Senhor Jesus Cristo foi batizado por João Batista, o representante de toda a humanidade, e, assim, aceitou todos os pecados. (Mateus 11:11-12; Mateus 3:15). Jesus lavar as iniquidades dos pecadores sendo batizado foi o método de salvação escolhido pelo Pai. Jesus aceitou as iniquidades dos pecadores e os limpou, e, em vez de nós morrermos pelos nossos pecados, Ele morreu vicariamente em nosso lugar, e, fazendo assim, Ele libertou a quem crê nisto de todos os seus pecados e condenação. Por este método (o método de ser batizado), Jesus Cristo pôde aceitar todos os pecados da humanidade sobre Ele mesmo e ainda suportar toda a condenação de pecados derramando o Seu sangue na Cruz. “Deixa por agora, porque assim nos convém cumprir toda a justiça”. (Mateus 3:15). Jesus ter sido batizado no Rio Jordão, significa que Ele aceitou todos os pecados de todos os pecadores.

Irmãos e irmãs, vocês seriam incapazes de crer que Jesus Cristo veio a esta terra há 2.000 anos, e que Ele foi visto pelos próprios olhos de muitos homens daquela época? Conhecendo tudo sobre as nossas insuficiências, Deus já havia planejado à nossa salvação com a água e com o sangue antes mesmo da fundação do mundo, e Deus enviou Seu Filho Jesus Cristo e João Batista a esta terra de acordo com este plano, Ele cumpriu a salvação por nós. Para nos permitir perceber e conhecer toda essa verdade, Deus fez que os Seus servos escrevessem a Sua Palavra. Por Sua Palavra escrita, Deus revelou tudo sobre o plano de salvação e sua realização para a humanidade inteira. Ele está agora permitindo a quem quer que seja, pela Sua Palavra escrita, conhecer a verdade de que Jesus foi batizado por João Batista no Rio Jordão, e ser livre de todos os seus pecados. 

Todos nós devemos, agora, crer no batismo que Jesus Cristo recebeu e no sangue que Ele derramou na Cruz como a nossa própria salvação. Entretanto, como nós não vemos isto com os nossos olhos da carne, nós devemos crer em nossos corações. A fé verdadeira virá para nós quando a nossa fé estiver baseada em Sua Palavra. O Senhor Jesus disse para Tomé, “Bem-aventurados os que não viram e creram”. (João 20:29). Jesus salvou a você e eu com o batismo que Ele recebeu e o sangue que Ele derramou. Deus está permitindo a qualquer um que nisto crer, entrar no Céu. 

Foi por isto que Deus rasgou o véu do Templo quando Jesus morreu na Cruz. Jesus derrubou a parede dos pecados que impedia a humanidade estar diante de Deus. O que Jesus fez foi mais do que suficiente para derrubar toda a parede de pecados. Ele fez isto possível para que nós pudéssemos entrar no Céu, absolutamente desimpedidos crendo apenas neste maravilhoso evangelho da água e do Espírito com o coração. Eu agradeço ao nosso Senhor Jesus por nos dar esta verdade, de forma que nós podemos todos verdadeiramente entrar no Céu se tão somente crermos em nossos corações.

Quão grande é este evento, que Jesus Cristo nasceu nesta terra no corpo de uma simples criatura para salvar os pecadores? É um evento verdadeiramente notável, até quando comparado à Sua criação do mundo. É só um assunto claro que o Senhor Deus, o Criador que fez todas as coisas, criou as Suas criaturas, mas que o Criador se tornou como uma criatura e tomou os pecados do mundo sendo batizado e crucificado, não pode ser qualquer outra coisa exceto o grande evento da salvação. 

Como o próprio Criador podia se tornar como uma de Suas criaturas? Ainda Jesus Cristo, o próprio Deus, se humilhou de tal forma que Ele foi batizado por João Batista, o representante da humanidade, no Rio Jordão. Que evento surpreendente é este?! Mas isto não é o fim, para Jesus se humilhar completamente, sendo obediente até a Sua morte, suportou o sofrimento cruel e incontável na Cruz, derramou o Seu sangue e morreu. Todas estas coisas não podem ser outra coisa senão o amor de Deus e a Sua misericórdia em Grande Graça.

Todos os pecados da humanidade estavam completamente limpos de uma vez por todas com o batismo do Senhor Jesus e o Seu sangue derramado na Cruz. E tendo rasgado o véu do Templo, Jesus Cristo ressuscitou de entre os mortos ao terceiro dia, e agora pode ser encontrado por todo aquele que crê nesta verdade. Como isto, a obra do Senhor Jesus, que salvou os pecadores, é um acontecimento ainda maior do que a Sua obra da criação que fez este universo e todas as coisas que nele há. O nascimento de Jesus Cristo, Seu batismo, Sua morte na Cruz, Sua ressurreição, Sua ascensão e Seu retorno, e nos ter feito Seus próprios filhos, são as obras de amor de Deus.

Nosso Senhor Jesus salvou você e eu de todos os nossos pecados. Nosso Senhor Jesus libertou você e eu de uma vez por todas de todos os pecados do mundo pelo evangelho da água e do Espírito. Nós podemos então ser justos pela fé e agradecer a Deus. Deus tem derramado sobre nós as suas bênçãos de salvação em abundância. Você crê? 

Irmãos e irmãs, vocês e eu tínhamos sido as pessoas que não podiam evitar os pecados e logo seríamos lançados dentro do inferno. Nós tínhamos sido as pessoas que não podiam para de pecar, e, por isso, seríamos todos destruídos pelos nossos pecados e viveríamos as nossas vidas em tristezas, mas o Senhor Jesus nos salvou dos pecados com a salvação que Ele planejou antes mesmo da fundação do mundo. Nós não tínhamos nenhumas outras escolhas, a não ser viver às nossas vidas no meio de nossos pecados, lamentando, ressentindo, e amaldiçoando o nosso destino, mas Deus permitiu a tais pessoas como nós poder entrar no Reino do Céu, o Senhor Jesus nos libertou de todos os nossos pecados. Nosso Senhor Jesus, deste modo, se tornou o Senhor e Deus absoluto de nossa salvação.

Jesus Cristo nos deu o evangelho da água e do Espírito, e Ele também garantiu a nossa remissão de pecados. O próprio Jesus Cristo se tornou o Senhor da salvação dos homens. Jesus tomou todos os pecados do mundo em nosso lugar, morreu em nosso lugar, e, assim, se tornou o nosso Salvador perfeito. 


Você Crê no Batismo que Jesus Cristo Recebeu 

E no Sangue Que Ele Derramou?

A nossa libertação dos pecados somente se cumpre quando cremos no batismo que Jesus recebeu e no sangue da Cruz. Para que os pecadores sejam salvos crendo em Jesus Cristo como o Salvador, eles devem ter a certeza de considerar o Seu batismo e Cruz em ordem sequencial, e devem crer que seja pela união destes dois atos que a salvação perfeita é totalmente cumprida. 

De alguma forma, você não está crendo que Jesus foi batizado e morto na Cruz? Você não está ignorando o batismo que Jesus Cristo recebeu por João Batista e se recusando a crer nisto? A justiça de Deus foi cumprida porque o batismo que Jesus Cristo recebeu foi o processo pelo qual Ele tomou sobre Si todas as iniquidades dos pecadores, e a morte que Ele sofreu derramando o Seu sangue precioso foi a condenação de nossos pecados. Como tal, quando você e eu professamos crer em Jesus, nós devemos acreditar em ambos os seus dois atos, no Seu batismo e no Seu sangue vertido na Cruz como a nossa perfeita e completa salvação.

Deus escreveu sobre a necessidade do batismo e da morte de Jesus Cristo em Sua Palavra, apesar de haver muitas pessoas que ainda insistam que precisam crer somente no sangue da Cruz para serem salvos, está escrito. Se você for um deles, você deveria reaver seriamente a sua convicção, mudar, e crer nestes dois atos essenciais. Se você não fizer assim, mas crer apenas no sangue derramado na Cruz, você estará tornando o ministério Santo na vida pública de nosso Senhor Jesus em vão. Se acontecer de ter tal fé, então, você deve mudar desta fé falha e ter a fé verdadeira que é falada ao longo da Bíblia. Sem o Seu batismo, que relevância a Sua morte na Cruz teria para nós? Se Jesus Cristo não tivesse sido batizado por João Batista, a Sua morte não teria tido nada a ver com os nossos pecados.

Irmãos e irmãs, se vocês fossem apagar seus nomes de uma conta, vocês não teriam que realmente trazer o dinheiro para pagar o credor? Os devedores devem pagar com dinheiro o valor correspondente às suas dívidas, e só então eles podem apagar os seus nomes das listas de devedores. Como isto, para pagar o salário de nossos pecados, Jesus aceitou todos os nossos pecados e iniquidades com o Seu batismo e os eliminou totalmente derramando o Seu precioso sangue. 

Pelo batismo que O Senhor Jesus recebeu, Ele realmente levou todos os nossos pecados, e por isto é que Ele pôde ser condenado por todos os nossos pecados derramando o Seu sangue. Para saldar uma dívida, o bom senso diz que se deve levar o valor que corresponde ao pagamento desta dívida. Se os devedores não levam o dinheiro, mas só reivindicam ter saldado às suas dívidas e pedem que seus nomes sejam apagados das contas e listas de devedores, seus nomes realmente seriam apagados? Não importando o quão seriamente eles cressem que seus nomes seriam apagados, o fato do assunto é que seus nomes ainda permaneceriam registrados nas contas e nas listas de devedores.

Como os devedores somente podem ser livres de suas dívidas quando as mesmas forem realmente saldadas, para nós pecadores recebermos a remissão de pecados, nós devemos ter em nossos corações a fé que crê que nossos pecados foram passados sobre Jesus pelo Seu batismo que Ele recebeu. Nós mesmos não podíamos executar esse batismo que transferiu todos os nossos pecados sobre a cabeça de Jesus.

Mas por um intermediário chamado João Batista, nós podemos transferir todos os nossos pecados para Ele. Jesus quando foi batizado por João Batista carregou todos os pecados do mundo, foi à Cruz, derramou o Seu sangue e morreu. Crendo em Seu batismo, o antítipo e pagamento da salvação, pelo qual Jesus Cristo tomou os nossos pecados e nos salvou, nós podemos receber a prova de nossa salvação. Crendo no que o nosso Senhor Jesus fez por nós em nossos corações, nós somos capazes de receber, agora, a remissão de pecados. Por quê? Porque pelo Seu batismo e sangue, nosso Senhor Jesus nos deu uma nova vida eterna.

Quando Jesus Cristo morreu na Cruz, o véu do Santo dos Santos foi rasgado em dois pedaços, a terra tremeu, pedras rolaram, tumbas foram abertas, e muitos corpos dos santos que adormeciam se levantaram. Por estes acontecimentos, Deus mostrou que Ele levantaria a esses que creem em Sua palavra, e que Jesus veio e desfez todos os pecados da humanidade. Ele mostrou que Jesus Cristo realmente ressuscitou de entre os mortos, e que quem cresse em Jesus realmente seria trazido à vida. Jesus não somente nos salvou dos nossos pecados, mas Ele também deu uma nova vida para nós que estávamos espiritualmente mortos. Foi para nos dar uma nova vida que Jesus foi batizado e morreu na Cruz. E isto vale para sempre. Eu dou as minhas verdadeiras gratidões a Ele com toda a fé que tenho.

O lugar onde quem já recebeu a remissão de pecados viverá é o Céu. Então, creia que quem já recebeu a remissão de pecados nesta terra entrará no Céu e viverá lá eternamente. O céu pertence a quem já recebeu a remissão de pecados. Crer no evangelho da água e do Espírito e nascer de novo não são duas coisas separadas, mas são ambas as mesmas coisas. 

Se alguém crer na Palavra do evangelho da água e do Espírito, esta pessoa nasce de novo no momento que crê. Quando os pecadores recebem a remissão de pecados, eles se tornam os próprios filhos de Deus, e para Seus filhos, Deus dá o Céu como um presente. Embora em nossa carne nós não tenhamos nenhuma obra própria, olhando só para uma coisa, a nossa fé que crê no Salvador, nosso Senhor Jesus nos deu à Sua remissão de pecados e o Céu que é o Seu presente para nós.

O fato de que o nosso Senhor Jesus veio a esta terra, foi batizado e derramou o Seu sangue, é totalmente a verdade. Quando Jesus Cristo morreu na Cruz, Ele já havia tomado os pecados do mundo com o Seu batismo. Antes de Jesus ser crucificado e de ter sido batizado por João Batista, antecipadamente, Ele já tinha levado os pecados do mundo. Então, foi porque Jesus carregou todos os pecados do mundo sendo batizado que Ele teve que suportar o castigo da Lei pagando o salário de pecados para ser morto. Para Jesus salvar humanidade dos seus pecados, Ele teve que morrer na Cruz levando os pecados do mundo que Ele tomou com Seu batismo.

Quando Jesus foi crucificado, as pessoas que o pregaram na Cruz não foram os judeus, mas foram os soldados romanos. Jesus Cristo foi crucificado por soldados Gentios. Derramando todo o Seu sangue por causa de nossos pecados, Jesus clamou, “Está consumado!”. Com o Seu último fôlego. E bem neste momento, o véu do Templo foi rasgado em duas partes de cima para baixo. Além disso, a Bíblia também nos diz que a terra tremeu, as pedras foram divididas, e os sepulcros foram abertos; e que muitos corpos dos santos que adormeciam também se levantaram. (Mateus 27:51-52). Quando o centurião e os soldados romanos viram o que aconteceu quando Jesus Cristo morreu na Cruz, eles confessaram, “Verdadeiramente este era Filho de Deus”. (Mateus 27:54). Deus fez as bocas destes soldados Gentios testemunharem, que “Jesus Cristo era o Filho do Deus vivo”.

Agora, quem deve testemunhar o evangelho verdadeiro ao longo do mundo não são nenhuns outros senão nós mesmos, os crentes do evangelho da água e do Espírito. É pelo evangelho da água e do Espírito que todos serão mudados. Quando as pessoas recebem a remissão de pecados de Jesus Cristo, eles são espiritualmente transformados e sem mesmo clamarem, o Espírito Santo vem habitar em seus corações. E os corações dos nascidos de novo, os justos, são renovados diariamente. E na Igreja de Deus eles constantemente podem ouvir a Palavra do evangelho da água e do Espírito. Eles vêm para ouvir a Palavra, louvar a Jesus, e como eles louvam, eles experimentam que as letras cantadas nos louvores vão sendo gravadas em seus corações, e, assim, seus corações se renovam diariamente. Os justos têm os seus corações continuamente transformados, e eles podem sentir tais mudanças tangíveis neles mesmos.

E vendo as nossas próprias mudanças, que nos tem feito justos, os incrédulos vêm para testemunharmos, “Eles estão verdadeiramente salvos. Eles são cristãos reais, povo de Deus”. Como isto, a nossa remissão de pecados é um tanto quanto a nossa salvação que é provada sem a nossa ajuda. O centurião romano e os soldados também testemunharam esta verdade, que Jesus Cristo, que é o Filho de Deus, salvou os pecadores dos pecados do mundo quando Ele foi crucificado. Como isto, o próprio Deus avança o testemunho para quem crê na verdade de que Jesus Cristo nos salvou de todos os nossos pecados com a água e o sangue.


O Evangelho da Água e do Espírito Que Faz 

Até o Diabo se Render

O evangelho da água e do Espírito é a salvação pela qual até o Diabo se rendeu. Quando Jesus disse, “Está consumado” em Sua morte, o Diabo poderia ter dito, “Ah! Isto é uma humilhação, mas não existe nada que eu posso fazer sobre isto! Ele está certo. Não existe mais nenhum pecado neste mundo. Todo mundo está agora completamente sem pecados, sem qualquer exceção! Está torturando meu coração, mas eu não posso fazer absolutamente nada sobre isto!”. 

Em outras palavras, o próprio Diabo não podia evitar, mas também reconheceu esta salvação que Jesus cumpriu. Mas ele ainda hoje tenta dificultar quem recebeu a remissão de pecados de viver as suas vidas de fé. Como quem crê no evangelho da água e do Espírito, cumprido por Jesus, são os filhos de Deus, eles tentam viver para Ele. Mas, para o Diabo, isto só significa que existem menos servos seus que são escravizados para pecar, então, ele tenta impedir os servos de Deus de propagarem esta verdade no mundo inteiro. 

Se quem recebeu a remissão de pecados continuasse a propagar o evangelho da água e do Espírito, existiriam muito mais pessoas redimidas de seus pecados. Isto é por que Satanás afunda seus dentes nas fraquezas das pessoas e não as deixam ir, dificultando-as de forma que faz até algumas delas se sentirem frustradas por estar servindo a Jesus Cristo. 

Os corações incitantes das pessoas dizem para eles, “Mate a Jesus!”, o Diabo fez com que o crucificassem até a morte. Mas só que quando o Diabo pensou que tudo tinha terminado, Jesus Cristo, crucificado e morrendo, gritou bem alto, “Está consumado!”. Satanás ficou chocado diante disso. Longe de ser contrariado, tomando todos os nossos pecados por Seu batismo no Rio Jordão e morrendo na Cruz, Jesus, justamente cumpriu a salvação que libertou a humanidade dos pecados e da condenação. O Diabo era inconsciente desta sabedoria de Deus. Ele pensou que tudo estaria resolvido se tão somente matasse a Jesus na Cruz, mas isto não foi o caso. Depois de tomar os pecados do mundo por Seu batismo, Jesus completou a remissão dos pecadores renunciando ao Seu próprio corpo na Cruz e morrendo.

Com a morte do Seu corpo, Jesus Cristo já saldou a todo o salário de pecados. Como tal, o pecado não pode mais ser achado nas pessoas. Por quê? Porque de acordo como a Lei declara, o salário de pecados é pago com a morte. E Jesus já morreu no lugar dos pecadores. Nós devemos crer que foi porque Jesus tomou todas as iniquidades dos pecadores no Rio Jordão que Ele pôde morrer vicariamente substituindo os pecadores. 

“Está consumado!”. Isto é o que Jesus Cristo gritou na Cruz com o Seu último fôlego. Porque Jesus morreu, o Diabo não pode mais nos dizer, “Você tem pecados, não é?”. Por causa do nascimento de Jesus, do Seu batismo, da Sua morte na Cruz, do Seu sangue e da Sua ressurreição, o Diabo sofreu a esmagadora derrota diante de Jesus Cristo. Entretanto, o Diabo tenta distanciar a nossa relação com Deus nos fazendo pecar o tempo todo, mas no fim, por causa da sabedoria de Jesus, o Filho de Deus, e do Seu lavar de pecados e condenação, o Diabo, em última instância, não podendo evitar, estava totalmente derrotado diante de Jesus Cristo.

Quando você crê no batismo de Jesus e no sangue da Cruz, você ainda tem pecados? Claro que não! Dizer que não temos nenhum pecado é algo que não pode ser dito com a consciência da carne. Mas crendo no batismo e no sangue de Jesus, nós somos, agora, capazes de declarar corajosamente que nós somos sem pecados. Você crê na verdade de que Jesus tomou os nossos pecados sendo batizado no Rio Jordão, e que morreu na Cruz em nosso lugar, e assim nos salvou? Pela nossa fé nesta verdade, nós podemos dizer agora que nós não temos nenhum pecado. E, de fato, não pode haver nenhum pecado em todos os nossos corações, nem mesmo tão pequenos quanto um centavo. Isto é por que corações gratos surgiram em nós diante de Deus, dando-Lhe a nossa gratidão com a fé.

“Deus, a minha fé pode não ser grande, mas até com uma fé que é tão pequena quanto um grão de mostarda, eu ainda dou-Lhe a minha gratidão. Eu fui alguém que não podia nem possuir o Seu grande amor, mas o Senhor ainda assim entrou em meu coração, e, então, com a minha fé, que crê no evangelho da água e do Espírito, eu agora guardo o Seu amor em meu coração. Meu coração é grato a Ti diariamente, porque o Senhor mora em meu coração e está comigo. Para dar este coração, eu dou toda a minha gratidão ao Senhor”. Como isto, nosso Senhor Jesus nos deu corações gratos. E nosso Senhor Jesus nos abençoa diariamente. 

Então, não somente eu, mas também todo o mundo que ouve e crê na verdade de Sua salvação perfeita, todos nós, claramente, não temos nenhum pecado em todos os nossos corações. Porque nós cremos na verdade da água e do Espírito, nós recebemos a bênção de salvação, de próprios filhos de Deus. E Deus, totalmente, quer que todos percebam que não existe nenhum outro modo para serem salvos de todos os seus pecados sem crer no nascimento de Jesus Cristo, no Seu batismo e no Seu sangue, sem retornar a Ele e crer nesta verdade.

Atos 4:12 declara, “E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos”. Nós cremos em Jesus como o nosso Salvador. Aos que creem nisto, corações gratos surgem. Nós então temos corações que são gratos ao Senhor Jesus. Nosso Senhor Jesus nos deu uma perfeita salvação, e Ele também nos deu corações gratos. O Senhor Jesus nos deu à vida eterna. Nós não podemos jamais recusar, mas glorificaremos ao Senhor Jesus com a nossa gratidão por nos dar todas estas bênçãos abundantes.

Ainda que a nossa fé seja tão pequena quanto um grão de mostarda, se nós crermos em tudo o que Jesus fez por nós, dentro de nossos corações, nós poderemos todos ser salvos. Eu peço a todos vocês para perceberem que não existe nada a mais que possamos fazer para a nossa salvação, mas somente crer e conhecer esta salvação que Deus nos deu livremente, e crer nisto. É porque a remissão de pecados não pode ser atingida por nossos próprios esforços que Deus tem, literalmente, eliminado todos os nossos pecados. Ele ofereceu esta salvação para todos que cressem! Agora, tudo o que permanece para nós fazermos é receber a remissão de pecados pela fé, tão somente.

Existe um ditado na Coréia que diz, “Se você gosta muito de coisas grátis, você ficará pobre”. No linguajar inglês, seu equivalente poderia ser, “Não existe nenhuma coisa como um almoço grátis”. Certamente isto é uma verdade; nada na vida nos vem gratuitamente. E nós somos hábeis em ridicularizar àqueles que foram receber um presente se dar nada em troca. Todavia, ser salvo e ir para o Céu são alcançados crendo no evangelho da água e do Espírito, e tudo é totalmente grátis! A pobreza de receber coisas grátis pode nos trazer uma má aparência na carne, mas a pobreza espiritual para receber um presente de Deus é uma bênção diante Dele. Eu oro para que vocês todos percebam que Deus se regozija muito ao ver os nossos corações sem pecados, e vendo isto, Ele nos abraça em Seus braços.

Nós somos acariciados pela graça livre de Deus. E nós que não podemos evitar pecar, agradecemos ao Senhor Jesus: Nosso Senhor Jesus veio a esta terra, recebeu o Seu batismo da água, derramou o Seu sangue na Cruz, e, assim, nos abriu à porta do Céu. Rasgando o véu do Santo dos Santos de cima para baixo, Ele tem permitido a qualquer um que nasceu de novo crendo no evangelho da água e do Espírito entrar no Reino do Céu. Vocês também devem entrar no Céu crendo neste evangelho da água e do Espírito em seus corações. 

Eu agradeço ao nosso Senhor Jesus por ter sido batizado, derramado o Seu sangue, ressuscitado de entre os mortos, e pela Sua graça que nos abriu à porta da remissão de pecados para todos nós que cremos.

Voltar para a Lista