Sermons

Assunto 24: Sermões para Aqueles que são Nossos Colaboradores

[24-30] “Sai-te da tua terra, e da tua parentela, e da casa de teu pai” (Gênesis 12:1-4)

(Gênesis 12:1-4)
“Ora, o SENHOR disse a Abrão:
Sai-te da tua terra,
Da tua parentela
E da casa de teu pai,
Para a terra que eu te mostrarei.
E far-te-ei uma grande nação,
E abençoar-te-ei
E engrandecerei o teu nome;
E tu serás uma bênção.
E abençoarei os que te abençoarem,
E amaldiçoarei os que te amaldiçoarem;
E em ti serão benditas todas as famílias da terra.
Assim partiu Abrão como o Senhor lhe tinha dito, e foi Ló com ele; e era Abrão da idade de setenta e cinco anos quando saiu de Harã.”
 
 
Em todos os lugares pessoas estão recebendo a remissão de pecados ao ouvir o evangelho que estamos pregando. Então, já que estamos na igreja, eu acho que devemos ter um coração justo perante Deus. Por isso que eu tenho pregado sobre nosso coração sempre que posso.
Deus nos deu muitas coisas e nos abençoou com elas. Nós tínhamos muitas necessidades, mas oramos ao Senhor e ele supriu todas elas. Quando pedimos coisas materiais, ele nos dá coisas materiais, e quando oramos por almas, ele nos envia almas. Assim, Deus tem suprido nosso coração e nossas necessidades. Isso me leva a pensar no que devemos buscar em Deus e pedir a ele todos os dias. E como ele nos enche de bens materiais para que nosso coração seja abençoado por ele e nossa preciosa fé seja passada aos nossos descendentes, temos que ser aqueles que proclamam as bênçãos do Senhor.
 
 

A linhagem da verdadeira fé

 
Encontramos em Gênesis 11:10 o início da lista dos descendentes de Sem. Os três filhos de Noé eram Sem, Cão e Jafé, e destes três, foi Sem quem recebeu as maiores bênçãos de Deus. Podemos dizer isso porque a linhagem da fé de Sem foi tão abençoada que até Jesus Cristo nasceu dela.
“Estas são as gerações de Sem: Sem era da idade de cem anos e gerou a Arfaxade, dois anos depois do dilúvio. E viveu Sem, depois que gerou a Arfaxade, quinhentos anos, e gerou filhos e filhas. E viveu Arfaxade trinta e cinco anos, e gerou a Selá. E viveu Arfaxade depois que gerou a Selá, quatrocentos e três anos, e gerou filhos e filhas. E viveu Selá trinta anos, e gerou a Éber; E viveu Selá, depois que gerou a Éber, quatrocentos e três anos, e gerou filhos e filhas.
E viveu Éber trinta e quatro anos, e gerou a Pelegue. E viveu Éber, depois que gerou a Pelegue, quatrocentos e trinta anos, e gerou filhos e filhas.
E viveu Pelegue trinta anos, e gerou a Reú. E viveu Pelegue, depois que gerou a Reú, duzentos e nove anos, e gerou filhos e filhas. E viveu Reú trinta e dois anos, e gerou a Serugue.
E viveu Reú, depois que gerou a Serugue, duzentos e sete anos, e gerou filhos e filhas.
E viveu Serugue trinta anos, e gerou a Naor.
E viveu Serugue, depois que gerou a Naor, duzentos anos, e gerou filhos e filhas.
E viveu Naor vinte e nove anos, e gerou a Terá.
E viveu Naor, depois que gerou a Terá, cento e dezenove anos, e gerou filhos e filhas.
E viveu Terá setenta anos, e gerou a Abrão, a Naor, e a Harã” (Gênesis 11:10-26).
Terá nasceu da linhagem de Sem e foi o pai de Abraão. Sem era filho de Noé, e a linhagem de Abraão começa em Noé. Terá teve filhos e viveu em Harã. Ele deixou Ur dos Caldeus e viveu em Harã setenta anos até morrer. E depois que Terá morreu, Deus chamou Abraão e lhe disse: “Sai-te da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei.” Segundo a tradição, Terá era comerciante e vendia ídolos. Por isso que a primeira coisa que Deus fez foi chamar Abraão e o mandou sair da sua terra e deixar a casa de seu pai, que adorava ídolos. E Abraão obedeceu à ordem de Deus e foi para a terra que ele lhe mandou.
 
 

Depois que cremos no evangelho da água e do Espírito, também temos que deixar nossa terra, nossa parentela e a casa do nosso pai

 
Deus não podia deixar que Abraão continuasse vivendo na terra de seu pai porque ele seria a fonte de todas as bênçãos. Seu plano era fundar a nação de Israel através dele e enviar Jesus através desta nação. Esta é a primeira coisa que o Senhor diz ao santos nascidos de novo. Ele nos manda deixar nossa terra, nossa parentela e a casa do nosso pai. Depois que nascemos de novo, a primeira coisa que Deus nos diz é que devemos deixar nossa terra, nossa parentela e a casa do nosso pai. Sun Myung Moon, o fundador coreano e líder da Igreja da Unificação, criou muitas comunidades religiosas em todos os lugares, manipulou e coagiu seus seguidores a morar ali. Mas Deus criou comunidades assim para vivermos ali em família? Não, de modo algum! Deus nos diz que devemos deixar a mentalidade que tínhamos antes de nascer de novo, onde buscávamos satisfazer os desejos da carne e seguíamos os caminhos deste mundo com o único desejo de prosperar. Antes de nascermos de novo, nós só buscávamos os desejos carnais. Só que mudamos muito depois que nascemos de novo através do evangelho da água e do Espírito. A primeira coisa que o Senhor nos disse depois que nos chamou foi que devíamos deixar os caminhos que seguíamos antes em nossa vida, que nos levava a buscar as coisas carnais. Efésios 4.22 diz que devemos “nos despojar do velho homem, que se corrompe pelas concupiscências do engano.” Deus nos diz o que não devemos fazer depois que nascemos de novo. Ele nos diz: – Façam de tudo para nunca mais andar como antes. Vão para uma igreja verdadeira, ouçam a Palavra, proclamem o verdadeiro evangelho, participem de estudos bíblicos e vão para a terra que eu lhes mandar. Ele nos leva a um novo caminho, onde jamais estivemos antes. Depois de nascer de novo, você verá como Deus o levará por um novo caminho e mudará seus hábitos e sua maneira de pensar.
Antes de nascermos de novo, só estávamos interessados em como podíamos ser prósperos e bem sucedidos carnalmente. Eu quero contar meu testemunho a vocês, embora vocês já o tenham ouvido muitas vezes. A primeira coisa que eu pensei quando nasci de novo foi “como poderia servir ao evangelho nessa terra e levar uma vida confortável.” Meu propósito era servir ao evangelho, é claro. Só que meu maior desejo era ter uma vida estabilizada. Então vários pensamentos passavam pela minha cabeça de como eu poderia servir ao Senhor nessa terra de um modo que fosse aprazível à minha carne também. E foi isso que eu busquei primeiro para ter estabilidade em minha vida. Mas o Senhor me disse para deixar este pensamento de lado, pois se eu continuasse com os mesmos pensamentos que tinha antes, eu não poderia entrar no novo mundo que ele me levaria e receber as bênçãos que ele tinha para mim. Por isso que o Senhor me disse para deixar de lado meus pensamentos para que pudesse fazer parte do novo mundo que ele me faria entrar.
Além de Abraão, Terá também gerou Naor e Harã. Mas destes três irmãos, Deus escolheu Abraão para deixar sua terra e a casa de seu pai. Ele fez isso para dar grandes bênçãos a Abraão e torná-lo o patriarca e fundador de uma nação. Só que ele tinha que confiar no Senhor, que apagou todos os seus pecados, e rejeitar seus próprios desejos, ou seja, a vida que tinha na casa de seu pai. Esta era a vontade do Senhor. Ao invés de pensar somente nas coisas materiais deste mundo e desejar as coisas carnais, ele tinha que rejeitar sua mentalidade materialista e crer em Jesus Cristo, na sua Palavra e no evangelho pelo qual ele tirou todos os pecados do mundo. E isso não se aplica somente a Abraão, pois todos nós que nascemos de novo pelo evangelho da água e do Espírito devemos ter isso no coração. O Senhor está dizendo aqui que embora não possamos viver sem bens materiais, não devemos buscar apenas isso, mas seguir os seus passos. Amados irmãos, vocês creem nisso? O Senhor, que nos ama tanto, nos diz: – Saia da sua terra, da sua parentela, da casa de seu pai e deixe seus desejos carnais – a fim de que possamos viver pela fé e proclamar a todos a verdade do evangelho que tira os pecados do mundo do seu coração. Agora então, precisamos ter no coração a verdade do evangelho e continuar nossa jornada espiritual.
 
 

Quando a verdadeira fé nascerá em nosso coração?

 
Deus disse que Abraão seria a fonte de todas as bênçãos. A fonte de todas as bênçãos é Jesus Cristo. Mas, por outro lado, Deus disse a Abraão que ele seria a fonte de todas as bênçãos. Ele disse isso a Abraão e prometeu que “abençoaria os que o abençoassem, e amaldiçoaria os que o amaldiçoassem.” Na verdade, Jesus Cristo é a fonte de todas as bênçãos, mas como Abraão também o é, todos nós também podemos ser a fonte de todas as bênçãos. Mas como isso pode acontecer conosco?
Se quisermos ser a fonte de todas as bênçãos, precisamos ter Jesus Cristo em nosso coração. Não devemos buscar prosperidade material ou as coisas carnais deste mundo que satisfazem o desejo do nosso coração. E quando Jesus Cristo entrar em nosso coração, poderemos ser a fonte de todas as bênçãos. Quando tivermos Jesus Cristo em nosso coração, as pessoas receberão a remissão de pecados e voltarão ao caminho da verdadeira fé. Quando tivermos um coração justo assim, veremos muitos receber a remissão de pecados. Como dizem as Escrituras: “Na verdade, na verdade vos digo que, se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas se morrer, dá muito fruto” (João 12:24). Então, se nos sacrificarmos, tivermos no coração a Palavra da verdade e o evangelho de Jesus Cristo que tira os pecados do mundo, ele será conhecido por muitos através de nós. Nós seremos um canal de bênçãos para que muitos recebam de Deus a bênção da remissão de pecados.
O que acontecerá se o coração dos nascidos de novo cometer algum erro? E se o coração dos crentes for dominado pelo materialismo? A consequência é muito grande quando os santos nascidos de novo têm pensamentos errados em seu coração? Como diz a Bíblia: “Um pouco de fermento leveda toda a massa” (Gálatas 5:9). Então, se os santos nascidos de novo buscaram os desejos carnais, eles levarão milhares de pessoas para quem estão pregando à destruição. E se isso acontecer, não somente deixaremos de ser a fonte de todas as bênçãos, mas também pregaremos um evangelho corrompido. Se tivermos apenas ganância material no coração e consideramos este mundo visível mais valioso do que Deus, sem perceber, pregaremos um falso evangelho.
Houve muitos patriarcas da fé na antiguidade. Além de Abraão, vemos Noé e outros homens de fé na Bíblia. Mas podemos ver também que muitos deles não tinham a verdadeira fé no coração e, por isso, foram retirados da sua geração. Por que isso aconteceu? Porque eles creram no que seus mestres espirituais lhes ensinaram, e não na Palavra de Deus. Eles não tinham Jesus Cristo no coração, somente as coisas carnais deste mundo. Seu propósito de vida era ter bens materiais neste mundo, e por isso acabaram sendo retirados do caminho da fé.
Como então podemos ter um coração que seja a fonte de todas as bênçãos? Poderemos ser a fonte de todas as bênçãos se rejeitarmos as coisas carnais que há em nosso coração e substituí-las pela Palavra do Senhor. Um coração que é fonte de todas as bênçãos é aquele que é cheio da Palavra de Jesus Cristo, que apagou todos os nossos pecados. Amados irmãos, eu tenho certeza que vocês receberam a remissão de pecados. Mas será que vocês sempre meditam em como Jesus Cristo apagou todos os seus pecados? Ou o que ocupa sua mente e coração são as coisas do mundo e da carne, não a Palavra da verdade, e eles o levam a buscar estas coisas? Depois que recebemos a remissão de pecados, as tentações da carne sempre estão ao nosso redor. Mas se cairmos nestas tentações, não mais seremos fonte de todas as bênçãos.
O Senhor diz no livro de Ageu, no Antigo Testamento: “Minha é a prata, e meu é o ouro” (Ageu 2:8). Isso porque foi ele quem criou tudo debaixo dos céus. Então, se precisarmos de alguma coisa, nosso Senhor nos dará tudo nessa terra. Há alguém entre os irmãos na fé que passa necessidade em sua vida? Não. Os que têm Jesus Cristo em seu coração são fiéis e sábios, e por isso Deus abençoa a obra de suas mãos. Por isso que não há como eles viverem na pobreza. No entanto, os que não têm Jesus Cristo em seu coração, se afastam dele e buscam o mundo e acabam levando uma vida miserável. E podemos ver muitos exemplos assim na Bíblia, seja onde for que a lermos.
Por exemplo, vemos essa tragédia na vida de Ló, sobrinho de Abraão. Ele não pôde mais viver junto a Abraão porque possuía muitos bens. Então deixou seu tio e partiu para a terra de Sodoma e Gomorra. Ele fez isso porque levantou seus olhos e viu as verdes pastagens da planície do Jordão, que parecia farta e linda como o Jardim do Éden. Só que mais tarde ele ficou totalmente arruinado. Ló perdeu tudo que tinha e mal conseguiu salvar sua própria vida. Sua esposa, ao olhar para trás com saudade de Sodoma e Gomorra, se tornou uma estátua de sal. Tudo isso aconteceu por causa da ganância carnal.
Abraão, por sua vez, seguiu fielmente a Palavra do Senhor Deus. E o resultado foi que ele recebeu todas as suas bênçãos, foi chamado amigo de Deus e se tornou fonte de todas as bênçãos para seus descendentes. Como Abraão, se tivermos no coração a Palavra da verdade na qual Jesus Cristo apagou todos os nossos pecados, seremos levados a um mundo infinitamente lindo e receberemos todas as bênçãos do Senhor. Isso porque o Senhor habita em nosso coração, fala conosco e nos guia. Portanto, precisamos ter cuidado com tudo que deseja nossa carne e receber a graça de Deus.
 
 

O que deve ir bem em nossa vida primeiro?

 
Amados irmãos, o que deve ir bem em nossa vida primeiro? Está escrito: “Amado, desejo que te vá bem em todas as coisas, e que tenhas saúde, assim como bem vai a tua alma” (3 João 1:2). É a fé em nosso coração ou nossa carne que deve ir bem? Se alguém tem um coração reto diante de Deus, crê no evangelho de Jesus Cristo e ama o evangelho da água e do Espírito e nunca se esquece que o Senhor apagou todos os seus pecados, é linda a fé que há em seu coração. Nós não somos pessoas de fé por causa de algo que fizemos ou realizamos, mas porque cremos na verdade de que Jesus Cristo apagou todos os nossos pecados. Foi assim que nos tornamos fonte de todas as bênçãos graças ao Senhor. Deus disse que se crermos em Jesus Cristo, ele nos glorificará (Provérbios 4:8). Portanto, é o coração dos nascidos de novo que deve ir bem primeiro, pois se ele se desviar, eles serão como Ló.
Como deve ter sido difícil para Abraão deixar sua terra, sua parentela e a casa de seu pai depois de ter vivido tanto tempo ali! No entanto, ao escolher o caminho mais difícil, o da obediência a Deus, Abraão se tornou o pai da fé e a fonte de todas as bênçãos. E nós também não devemos buscar o que satisfaz nossa carne, mas o caminho por onde iremos bem.
Amados irmãos, vocês já receberam a remissão de todos os seus pecados? Jesus Cristo já tirou todos os seus pecados de uma vez por todas ao ser batizado por João Batista. Recebam Jesus Cristo em seu coração! É bom e benéfico para o nosso coração ‘correr atrás’ desse lindo mundo espiritual, e não do mundo físico. É bom para o nosso coração buscar a dimensão da verdade do evangelho. E nossa alma irá bem quando lutarmos com todas as nossas forças para proclamar este lindo evangelho da verdade, com o qual o Senhor apagou os pecados do mundo, a todos que não o conhecem. Se nosso coração permanecer na verdade e guardarmos dentro dele a Palavra de Deus, assim como o Senhor, nos tornamos fonte de todas as bênçãos. A primeira coisa, e mais importante, que Deus requer de nós, como fez com Abraão, é que saiamos da nossa terra, da nossa parentela e da casa do nosso pai. Ele nos disse que devemos deixar os pensamentos carnais e buscar o que é bom para o nosso coração. Sendo assim, nós que somos cristãos temos que deixar nossos pensamentos carnais, pois isso é muito importante. Temos que receber Jesus Cristo em nossa alma, buscar em primeiro lugar o que é bom para ela e fazer sempre isso. É disso que o Senhor está falando.
Amados irmãos, vocês querem mesmo que sua alma vá bem? Ou vocês querem que sua carne vá bem, mesmo que isso leve sua alma a perecer? Vocês acham que serão felizes se sua carne for bem saciada, se tiverem honra e riquezas, e realizarem seus maiores sonhos, mesmo tendo um coração imundo que exala um fedor horrível? Ou vocês desejam acima de tudo ter um lindo coração no reino de Deus e ir bem nessa terra com a ajuda dele? Eis o que o apóstolo João disse sobre isso: “Desejo que te vá bem em todas as coisas, e que tenhas saúde, assim como bem vai a tua alma” (3 João 1:2). Acima de tudo, o que deve ir bem é a nossa alma. O que o apóstolo João mais priorizou é que nosso coração seja reto diante de Deus, que creiamos na verdade de Jesus Cristo e o sigamos. Assim, todas as áreas da nossa vida também irão bem. Amados irmãos, vocês precisam priorizar as coisas em seu coração. Vocês precisam definir o que devem buscar e cuidar acima de tudo.
Abraão foi para a terra de Canaã como Deus lhe disse. Mas quando houve fome ali, ele não o consultou e decidiu ir para a terra do Egito. E com medo de que o povo ali o matasse por causa da beleza de sua esposa Sara, ele mentiu dizendo que ela era sua irmã. Só que os homens do Egito, assim como o rei, ficaram encantados com a beleza da esposa de Abraão. Eles lhe perguntaram quem era ela, e quando Abraão disse que era irmã, os servos de faraó a levaram até ele. Mas Deus não permitiu que faraó pusesse as mãos nela. Vamos ler Gênesis 12:17: “Feriu, porém, o Senhor a Faraó e a sua casa, com grandes pragas, por causa de Sarai, mulher de Abrão.” Depois que Sara foi levada para a corte de faraó, grandes pragas assolaram a casa do rei do Egito. E quando ele descobriu atônito que ela era esposa de Abraão, os enviou embora da sua corte e disse:
– O que é isso que você me fez? Pegue sua esposa e vá embora. Mas faraó não mandou embora de mãos vazias, pois deu muitas provisões a Abraão antes de ele partir. Abraão fez algo errado sem dúvida, mas acabou ficando rico por ter mentido. Ele deve ter sido o único homem que ‘vendeu’ sua esposa e acabou se tornando rico, apesar da sua atitude vergonhosa. Quem mais recebeu uma fortuna nessa terra por vender sua esposa? Somente Abraão e Isaque. Tal pai, tal filho – Isaque fez a mesma coisa mais tarde.
A Bíblia sempre se refere à igreja como esposa. Como Abraão mentiu dizendo que sua esposa era sua irmã e recebeu uma riqueza por isso, assim são os santos nascidos de novo que escondem que fazem parte da Igreja de Deus por medo da perseguição e para serem bem sucedidos neste mundo. Mas os santos precisam entender que recebemos muito neste mundo por causa da igreja e também somos protegidos por causa dela. Alguns de nós que desejam ir bem espiritualmente às vezes enfrentam dificuldades físicas porque fazem parte da Igreja de Deus. Alguns dizem até que não fazem parte dela quando as pessoas acusam nossa igreja de ser herética. Alguns dizem que a Palavra de Deus pregada em nossa igreja é correta, mas como parece ser heresia, eles param de frequentá-la. Mas você precisa entender que todos que de fato receberam a remissão de pecados ganham muitas coisas e estão protegidos na Igreja de Deus.
Amados irmãos, antes de tudo, nosso coração precisa ir bem diante de Deus. O seu e o meu coração precisa ir bem diante de Deus. Se estamos indo bem na carne, mas não no espírito, tudo está errado então. Então, a primeira coisa que devemos analisar com sinceridade depois que nascemos de novo é se temos um coração justo diante de Deus. Nosso coração precisa buscar a Deus espiritualmente, ser grato a Jesus Cristo por ter apagado todos os nossos pecados e trabalhar duro para pregar o evangelho, buscando sempre esse lindo reino espiritual. Quando orarmos por nossos propósitos espirituais e guardarmos no coração a Palavra da verdade de Jesus Cristo, na qual ele apagou todos os nossos pecados, nossa alma irá bem e Deus abençoará nosso coração.
Amados irmãos, esta é a coisa mais importante que eu quero pedir a vocês: guardem seu coração. O que estou dizendo é que vocês devem guardar no coração que Jesus Cristo apagou todos os seus pecados. E aonde quer que vocês forem, meditem na Palavra na qual Jesus Cristo apagou todos os seus pecados, sejam gratos a ele por isso e preguem este evangelho a todos ao seu redor. E é o Espírito Santo quem revelará como e para quem vocês devem pregar. Esta é a obra do Espírito Santo. Por isso, não devemos nos preocupar com as outras coisas. Depois que nascemos de novo, nossa vida é um presente, um brinde. Assim como ganhamos algo a mais quando compramos alguma coisa em promoção, a vida que temos agora também é um ‘brinde’, por assim dizer.
Não devemos nos preocupar com o que havemos de comer ou beber enquanto vivermos nessa terra. Deus nos disse que não precisamos nos preocupar com isso porque proveria tudo para nós (Mateus 6:31-33). Ele cuida do gramado em que caminhamos e dos pardais que voam no céu. O que mais não fará então por aqueles que nasceram de novo no Senhor? No passado ficamos pensando no que iríamos comer ou beber, mas agora temos o evangelho no coração e estamos nos esforçando para proclamá-lo. Não importa o que façamos nessa terra, não podemos deixar de ter Jesus em nosso coração. Se vivermos assim, Deus cuidará de tudo para nós e seremos envolvidos por sua graça em nossa vida. Temos que entender que Deus cuida de nós e nos dá sua graça até nas mínimas coisas que dizem respeito à nossa vida, até aquelas que nem percebemos. Se nosso coração for justo e estiver firme no evangelho, o Senhor nos abençoará de todas as formas e nos protegerá. Contudo, se nosso coração estiver errado e buscar as coisas do mundo, sua fama e sua riqueza, como Jesus poderia nos abençoar em nossa vida e derramar seu amor sobre nós? Deus nos abençoa em todas as coisas quando olha para nós, vê que Jesus Cristo habita em todas as áreas do nosso coração e fazemos tudo para pregar o evangelho. E ele age assim porque foi exatamente o que prometeu fazer. Eu espero que vocês creiam nisso.
Amados irmãos, antes de tudo, nosso coração precisa ir bem diante de Deus. Após recebermos a remissão de pecados, esta é a primeira coisa que devemos fazer e dar atenção. Se orarmos e pedirmos a ajuda de Deus em todas as áreas da nossa vida, tudo irá bem e de uma forma maravilhosa. Isso porque Deus é aquele que traz tudo à existência. Mas se nosso coração estiver errado, nada dará certo. Deus está nos mostrando através de Abraão de devemos estar atentos a isso. Podemos ver este profundo desejo do Senhor no texto bíblico em que ele diz: “Sai-te da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai.”
Crê-se que o pai de Abraão fabricava ídolos de pedra e de madeira e os comercializava. E apesar de Deus dizer de modo bem claro que não devemos adorar ídolos, Terá os fabricava, servia a ele e ainda buscava riqueza vendendo-os. E ficar numa terra de idolatria não faria bem algum a Abraão. Deus mandou Abraão sair da casa de seu pai porque queria abençoá-lo. Se nosso coração estiver cheio de desejos materiais, não conheceremos o reino espiritual de Deus e a plenitude de bênçãos que há em seu evangelho. Por isso que o Senhor diz aos que nasceram de novo que eles devem deixar sua terra, sua parentela e a casa de seu pai. Mas Deus não está dizendo que devemos nos mudar literalmente da casa de nossos pais, e sim que devemos rejeitar os desejos carnais que antes tínhamos no coração e a ganância pelas coisas materiais. Hoje vivemos num mundo material, ou seja, numa dimensão física. Mas devemos ter Deus no coração, segui-lo e ter comunhão com ele. Só assim seremos levados a um novo mundo que o Senhor preparou e receberemos toda a graça que ele tem a nos dar.
 
  
Deus concede bênçãos àqueles cujo coração é reto perante ele
 
Apesar de vivermos neste mundo, não buscamos somente as coisas materiais aqui. Por que Deus disse a Abraão: “Sai-te da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei?” Foi para abençoar Abraão que Deus disse:
“E far-te-ei uma grande nação,
E abençoar-te-ei
E engrandecerei o teu nome;
E tu serás uma bênção.”
Mas isso não diz respeito somente a Abraão. Todo aquele que nasceu de novo pelo evangelho da água e do Espírito aceitando pela fé a Palavra de Deus também receberá essas bênçãos. Aqueles que têm Jesus Cristo no coração e vivem assim pela fé serão conhecidos no mundo inteiro. Seu nome será muito conhecido; eles serão ricos, assim como a fonte de todas as bênçãos. E todos que os conhecerem serão abençoados também. Se você rejeitar as coisas carnais, crer em Jesus Cristo, que apagou todos os seus pecados, ser grato ao evangelho e pregá-lo em constante oração, o Senhor lhe dará as mesmas bênçãos que deu a Abraão.
Há muitos neste mundo que dizem que nossa igreja é boa e correta. Apesar de não fazermos nada de mais, apenas pregamos o evangelho e temos Jesus Cristo no coração, o Senhor nos tornou uma grande igreja. Nem todos podem ter seu nome conhecido assim. Isso só é possível àqueles cujo coração pertence totalmente ao Senhor. Estes serão conhecidos como “justos e retos em sua geração” (Gênesis 6:9). Nosso Senhor nos tornou grandes e a fonte de todas as bênçãos. Sendo assim, se crermos que Jesus Cristo apagou todos os nossos pecados, buscarmos o Senhor crendo nisso de fato e pregarmos este evangelho, muitos serão abençoados por meio de nós. E assim seremos fonte de todas as bênçãos, como foi Abraão.
Então, a primeira coisa que deve ir bem é o nosso coração. Precisamos sempre crer que Jesus Cristo apagou todos os pecados do nosso coração. E temos que perseverar na pregação desse evangelho que nos salvou e orar por ele. É assim que nosso coração irá bem e receberá as bênçãos de Deus. É assim também que receberemos todas as bênçãos que Abraão recebeu. Eu peço a vocês que conheçam essa verdade e a busquem pela fé ao longo de toda a sua vida, como fez Abraão. E minha oração e esperança é que as bênçãos que foram dadas a Abraão sejam derramadas sobre vocês também!