Sermões

Assunto 8: O Espírito Santo

[8-1] O Espírito Santo atua dentro da Palavra da Promessa de Deus (Atos 1:4-8)

O Espírito Santo atua dentro da Palavra da Promessa de Deus
( Atos 1:4-8 )
“E, comendo com eles, determinou-lhes que não se ausentassem de Jerusalém, mas que esperassem a promessa do Pai, a qual, disse ele, de mim ouvistes.
Porque João, na verdade, batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo, não muito depois destes dias. Então, os que estavam reunidos lhe perguntaram: Senhor, será este o tempo em que restaures o reino a Israel? Respondeu-lhes: Não vos compete conhecer tempos ou épocas que o Pai reservou pela sua exclusiva autoridade; mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria e até aos confins da terra”.
 

O Espírito Santo é um dom de Deus ou é dado devido aos nossos esforços pessoais?
É um dom dado à pessoa que recebe o perdão de seus pecados, e contém o significado do cumprimento das promessas de Deus.

Uma vez eu tive a experiência de receber chamas de algo como o Espírito Santo por meio da oração, mas estas chamas não duraram muito, e logo morreram diante dos pecados acumulados. Contudo, agora eu quero mostrar a verdade sobre o Espírito Santo, que habitará em nós para a eternidade, não por meio do falso espírito facilmente extinto pelo pecado, mas por meio do verdadeiro evangelho. O Espírito Santo que eu irei apresentar a você por meio desta mensagem não é algo que você possa receber por meio de orações, mas apenas por meio da fé no evangelho da água e do Espírito.
Eu quero levá-lo a receber a habitação 1do Espírito Santo por meio deste livro. Você irá perceber que o Espírito Santo inspira a mensagem que eu estou lhe entregando. Você pode aprender sobre a morada do Espírito Santo e recebê-Lo por meio deste livro. Se este livro não for suficiente, eu o aconselho a ler os dois livros publicados por mim anteriormente. Você irá receber a perfeita fé perante Deus por meio destes livros.
 
1O Espírito Santo habita nos corações dos nascidos de novo, que foram perdoados de todos os pecados crendo no evangelho da água e do Espírito. Uma vez que Ele vem sobre um santo, Ele reside nele para sempre, e nunca o deixa enquanto ele crê no evangelho. Ele dá convicção aos santos, os leva a conhecer a vontade de Deus na Bíblia, os fortalece para superar as tentações e dificuldades inerentes a este mundo, e permite a eles colher os frutos do Espírito em abundância. Deus glorifica o corpo dos santos como um templo de Deus por meio da morada do Espírito Santo (Atos 2:38-39, João 14:16, 16:8-10, 1 Coríntios 3:16, 6:19, Gálatas 5:22-23).
 
Muitos cristãos estão tentando receber o Espírito Santo como Ele desceu nos discípulos de Jesus no dia de Pentecostes. Algumas pessoas têm ganhado grandes somas de dinheiro explorando este método, fingindo que o Espírito Santo é algo que pode ser obtido por meio de esforço humano. Esses cristãos querem ter visões, realizar milagres, ouvir a própria voz de Jesus, falar em línguas, curar doenças e expulsar demônios. Contudo, eles têm pecados em seus corações e estão sob a influência de espíritos demoníacos. (Efésios 2:1-2). Mesmo agora, muitas pessoas continuam vivendo sem saber que estão sob o poder de espíritos demoníacos. É por isso que Satanás ilude e engana as pessoas usando todos os tipos de métodos como maravilhas e milagres que realmente são apenas ilusões.
Jesus ordenou aos Seus discípulos que “não se ausentassem de Jerusalém, mas que esperassem a promessa do Pai”. (Atos 1:4). O recebimento do Espírito Santo relevado em Atos não foi por meio de “experiência”, “devoção” ou “orações de arrependimento”, mas por meio da “esperança na promessa de Deus” de dar o Espírito Santo a eles. O que nós devemos aprender nesta passagem é que a habitação do Espírito Santo não acontece por meio das orações desesperadas dos homens. É um dom de Deus, que só pode ser obtido por meio da fé completa no belo evangelho da água e do Espírito, que o Deus Pai e Jesus Cristo deram à humanidade. A verdadeira habitação do Espírito Santo acontece por meio da fé no evangelho que Jesus Cristo nos deu. Deus nos deu a verdade da água e do Espírito para que nós pudéssemos receber a habitação do Espírito Santo. (João 3:3-5).
A frase, “a promessa do Espírito Santo”, aparece muitas vezes no Novo Testamento. Pedro também disse em seu sermão (Atos 2:38-39) sobre o batismo do Espírito Santo no Dia do Pentecostes: “é promessa de Deus dar o Espírito Santo para aqueles que receberam o perdão dos pecados como resultado da crença no belo evangelho”.
A habitação do Espírito Santo é um dom dado para aqueles que recebem o perdão de seus pecados, e contém o significado do cumprimento da promessa de Deus. O Espírito Santo no Novo Testamento não é algo que pode ser obtido por meio do compromisso entre Deus e os homens, mas é um dom prometido por Deus. Portanto, a habitação do Espírito Santo, como revelado em Atos, não é algo que pode ser obtido por meio de oração. (Atos 8:19-20).
O Espírito Santo vem somente sobre aqueles que creem no evangelho da água e do Espírito que Jesus nos deu. Jesus prometeu aos Seus discípulos enviar o Espírito Santo para que eles pudessem ter a habitação do Espírito Santo. “Porque João, na verdade, batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo, não muito depois destes dias”. (Atos 1:5). Então Seus discípulos esperavam pelo cumprimento da promessa de Deus.
Olhando a crença daqueles que na Bíblia receberam o Espírito Santo, nós percebemos que isso não aconteceu por seus próprios esforços, mas pela vontade de Deus. A habitação do Espírito Santo que veio sobre os discípulos em Atos não aconteceu com base em esforços humanos ou cumprimentos espirituais.
A vinda do Espírito Santo sobre Seus discípulos, como está escrito em Atos, brevemente aconteceu. Foi como Jesus disse: “não muito depois destes dias”. Esta foi a primeira bênção no tempo da Igreja primitiva. Olhando as Escrituras, podemos ver que a promessa de Deus não foi cumprida por meio de jejuns, orações ou sacrifícios pessoais, mas por meio da fé em Jesus. Depois da ascensão de Jesus, os crentes receberam o perdão dos pecados e a habitação do Espírito Santo ao mesmo tempo.
 


O Espírito Santo veio subitamente do Céu sobre os discípulos de Jesus!

 
“Ao cumprir-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar”. (Atos 2:1). Os discípulos de Jesus se reuniram e esperaram pelo cumprimento da promessa de Deus de lhes enviar o Espírito Santo. E o Espírito Santo finalmente veio sobre eles.
“De repente, veio do céu um som, como de um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam assentados.
E apareceram, distribuídas entre eles, línguas, como de fogo, e pousou uma sobre cada um deles. Todos ficaram cheios do Espírito Santo e passaram a falar em outras línguas, segundo o Espírito lhes concedia que falassem”. (Atos 2:2-4).
O Espírito Santo veio sobre eles “de repente, veio do céu”. Aqui a palavra “de repente” significa que não aconteceu por meio da vontade humana. Além disso, a frase, “veio do céu”, explica de onde o Espírito Santo veio, e também mostra a ideia de que a habitação do Espírito Santo não pode ser obtida por meio da vontade ou esforço humano. A frase, “veio do céu”, mostra que o Espírito Santo não pode ser obtido por meio de orações, dizer isso é uma afirmação fraudulenta.
Em outras palavras, dizer que o Espírito Santo veio repentinamente do Céu significa que a habitação do Espírito Santo não acontece por meio de atuações terrenas, como falar em línguas ou sacrifícios pessoais. Os discípulos de Jesus primeiro falaram em línguas, para depois pregarem o belo evangelho para as pessoas de todas as Nações. A razão para isso foi permiti-los pregar o evangelho para as pessoas de línguas estrangeiras em suas próprias línguas por meio da ajuda do Espírito Santo. As pessoas de todas as Nações ouviram os discípulos falando em suas próprias línguas pátrias, apesar da maioria dos discípulos serem da Galileia.
“E apareceram, distribuídas entre eles, línguas, como de fogo, e pousou uma sobre cada um deles. Todos ficaram cheios do Espírito Santo e passaram a falar em outras línguas, segundo o Espírito lhes concedia que falassem”. (Atos 2:3-4). Aqui nós devemos prestar atenção especial na frase que diz que o Espírito Santo “pousou uma sobre cada um deles”. Os discípulos, esperando pela vinda do Espírito Santo em um lugar, já criam no evangelho de ser nascido de novo da água e do Espírito.
Muitos cristãos hoje em dia entendem erradamente esta parte da passagem crendo que a vinda do Espírito Santo ocorre por meio de sons e ventos soprados impetuosamente enquanto estão orando. Contudo, isso é um entendimento errado, que advém da ignorância e confusão, sobre o Espírito Santo. O Espírito Santo, hoje, realmente faz esses sons quando vem sobre as pessoas? Não, Ele não faz.
O que as pessoas hoje ouvem com seus ouvidos são sons que Satanás faz enquanto destrói suas almas. Ele produz esses sons usando ilusões, mímicas e falsos milagres, e, com esforço, vai imergindo as pessoas em confusão fingindo ser o Espírito Santo. As pessoas confundem isso com as evidências da vinda do Espírito Santo, e também pensam que o Espírito Santo vem com um som do tipo “suihhhh” semelhante o de um vento impetuoso. Eles estão sendo iludidos por demônios. A vinda do Espírito Santo, como retratada em Atos, foi alcançada apenas por meio da fé no belo evangelho.
 


A fé de Pedro - (1 Pedro 3:21) -  era perfeita o suficiente para lhe permitir receber o Espírito Santo

 
Ao narrar o evento do primeiro Pentecostes em Atos 2, Deus quis enfatizar a verdade de que o Espírito Santo veio sobre eles porque já acreditavam no evangelho da água e do Espírito, mas as pessoas normalmente pensam em “Pentecostes” como um tempo em que o Espírito Santo vinha do Céu com alguns sinais sobrenaturais entre clamores tumultuosos.
É por isso que nos dias de hoje em encontros de avivamento, se crê que uma pessoa pode receber o Espírito Santo por meio de orações frenéticas, jejuns, ou imposição de mãos. Fenômenos como a possessão por demônios, desmaios, ficar em transe por muitos dias ou tremer incontrolavelmente não são obras do Espírito Santo.
O Espírito Santo é um ser racional e não desrespeita a personalidade do homem. Não se comporta com insolência em relação ao homem porque Ele é a Pessoa de Deus que possui inteligência, emoção e vontade. Ele vem sobre as pessoas apenas quando elas creem nas Palavras do evangelho da água e do Espírito. (Atos 2:38).
Pedro testemunhou que o Espírito Santo havia descido sobre os discípulos como uma predição do profeta Joel. Foi o cumprimento da promessa de Deus, que disse que o Espírito Santo desceria sobre aqueles que recebessem a remissão de seus pecados. Em outras palavras, a habitação do Espírito Santo é dada para aqueles que creem na verdade de que Jesus foi batizado por João e crucificado a fim de salvar toda humanidade de seus pecados. O sermão de Pedro, juntamente com a profecia de Joel, mostra-nos que precisamos saber por que Jesus foi batizado e por que nós temos que crer nisso. Conhecer esta verdade leva os cristãos a receberem o Espírito Santo.
Você crê no belo evangelho que Pedro testemunhou? (1 Pedro 3:21). Ou você ainda tem crenças inúteis e supersticiosas, irrelevantes para o belo evangelho? Você tenta receber o Espírito Santo por meio de seus próprios esforços sem considerar os planos de Deus? Ainda que alguém creia em Deus e ofereça orações de arrependimento na esperança de lavar os seus pecados, não há outro caminho para receber a habitação do Espírito Santo além de crer no evangelho da água e do Espírito.
Você ainda está esperando pela habitação do Espírito Santo, apesar de não conhecer o evangelho da água e do Espírito? Você conhece o verdadeiro significado do batismo de Jesus e Sua morte na Cruz, que possibilita a habitação do Espírito Santo em seu coração? Você deve saber que a habitação do Espírito Santo só é possível quando se crê no evangelho da água e do Espírito. A verdadeira habitação do Espírito Santo só pode ser permitida para aqueles que acreditam no belo evangelho da água e do Espírito. Nós agradecemos a Deus por nos dar o Seu evangelho da água e do Espírito, que nos permite receber o Espírito Santo.