उपदेश

Assunto 24: Sermões para Aqueles que são Nossos Colaboradores

[24-49] Quem é o povo espiritual que foi desposado pelo Senhor (Gênesis 24:47-67)

(Gênesis 24:47-67)
“Então, lhe perguntei e disse: De quem és filha? E ela disse: Filha de Betuel, filho de Naor, que lhe gerou Milca. Então, eu pus o pendente no seu rosto e as pulseiras sobre as suas mãos. E, inclinando-me, adorei ao SENHOR e bendisse ao SENHOR, Deus do meu senhor Abraão, que me havia encaminhado pelo caminho da verdade, para tomar a filha do irmão de meu senhor para seu filho. Agora, pois, se vós haveis de mostrar beneficência e verdade a meu senhor, fazei-mo saber; e, se não, também mo fazei saber, para que eu olhe à mão direita ou à esquerda. Então, responderam Labão e Betuel e disseram: Do SENHOR procedeu este negócio; não podemos falar-te mal ou bem. Eis que Rebeca está diante da tua face; toma-a e vai-te; seja a mulher do filho de teu senhor, como tem dito o SENHOR. E aconteceu que o servo de Abraão, ouvindo as suas palavras, inclinou-se à terra diante do SENHOR; e tirou o servo vasos de prata, e vasos de ouro, e vestes e deu-os a Rebeca; também deu coisas preciosas a seu irmão e a sua mãe. Então, comeram, e beberam, ele e os varões que com ele estavam, e passaram a noite. E levantaram-se pela manhã, e disse: Deixai-me ir a meu senhor. Então, disseram seu irmão e sua mãe: Fique a donzela conosco alguns dias ou pelo menos dez dias; e depois irá. Ele, porém, lhes disse: Não me detenhais, pois o SENHOR tem prosperado o meu caminho; deixai-me partir, para que eu volte a meu senhor. E disseram: Chamemos a donzela e perguntemos-lho. E chamaram Rebeca e disseram-lhe: Irás tu com este varão? Ela respondeu: Irei. Então, despediram Rebeca, sua irmã, e a sua ama, e o servo de Abraão, e os seus varões. E abençoaram Rebeca e disseram-lhe: Ó nossa irmã, sejas tu em milhares de milhares, e que a tua semente possua a porta de seus aborrecedores! E Rebeca se levantou com as suas moças, e subiram sobre os camelos e seguiram o varão; e tomou aquele servo a Rebeca e partiu. Ora, Isaque vinha do caminho do poço de Laai-Roi, porque habitava na terra do Sul. E Isaque saíra a orar no campo, sobre a tarde; e levantou os olhos, e olhou e eis que os camelos vinham. Rebeca também levantou os olhos, e viu a Isaque, e lançou-se do camelo, e disse ao servo: Quem é aquele varão que vem pelo campo ao nosso encontro? E o servo disse: Este é meu senhor. Então, tomou ela o véu e cobriu-se. E o servo contou a Isaque todas as coisas que fizera. E Isaque trouxe-a para a tenda de sua mãe, Sara, e tomou a Rebeca, e foi-lhe por mulher, e amou-a. Assim, Isaque foi consolado depois da morte de sua mãe.”
 
 
Hoje vamos ler uma passagem das Escrituras que se encontra em Gênesis 24. E embora o texto acima seja apenas parte do capítulo, não teremos problema para entender todo o relato.
 
 

O servo de Abraão foi buscar uma esposa para Isaque

 
Isaque chegou à idade de se casar e era desejo de Abraão que ele se casasse. Então ele disse ao seu servo mais antigo: “Eu vou deixar a terra de Canaã e quero que você vá a terra em que eu vivia e traga uma esposa para meu filho Isaque.” Abraão chamou o servo em que mais confiava, o mais antigo e fiel dentre todos os seus servos, e o levou a fazer um juramente em nome de Deus. Depois mandou que ele trouxesse uma esposa para seu filho. Só que essa esposa não podia ser das filhas dos cananeus, mas dos descendentes direto de sua família, a qual ele tinha deixado há muito tempo.
O servo fiel seguir as ordens de Abraão. Carregou os camelos do seu senhor com sacos de presentes e viajou para sua terra natal. E para ser sincero, ele não sabia nada a respeito da terra natal de Abraão. Mas como seu senhor o mandou para lá, ele confiou em Deus para cumprir tudo que ele havia dito. Ele creu em Deus.
Depois de uma longa viagem, ele chegou à terra natal de Abraão. Mas não seria uma tarefa fácil encontrar uma esposa para Isaque naquela terra grande. Quando encontrou um poço, ele queria beber água para saciar sua sede. Só que não tinha como tirar água do poço. Então uma jovem apareceu e ele pediu a ela que lhe desse água. Ele então ficou observando a jovem, pois além de lhe dar água, deu-a para seus camelos também. Ao ver isso, o antigo servo lembrou do que havia pedido a Deus em oração: “Eu saberei que a moça que der água para saciar minha sede e dos meus animais será a esposa que tu escolheste para Isaque.” Quando alguém tem sede, é natural que alguém lhe dê água. Mas ninguém tem obrigação para fazer isso com os animais também. Mas a jovem deu água ao servo e aos seus animais. E tudo aconteceu exatamente como ele havia pedido a Deus.
Então o servo de Abraão se sentiu grato a Deus em seu coração e disse: “Deus fez com que eu encontrasse essa jovem” e então pediu a ela: “De quem você é filha?” No que ela respondeu: “Eu sou Rebeca, filha de Betuel, filho de Naor, que lhe gerou Milca.” Naor era irmão de Abraão. Eles eram filhos do mesmo pai. Deus então fez com que o servo de Abraão encontrasse uma moça da sua família, para que Isaque casasse uma descendente direta da casa de seu pai. Encontramos na Bíblia muitos casos de casamentos consanguíneos. O casamento entre Abraão e Sara é um desses exemplos. Por que Deus fez com que o povo da fé se casasse com alguém da sua parentela? Para que sua fé fosse protegida. Se eles tivessem cônjuges gentios, sua fé não duraria muito tempo. Podemos ver assim que há um sentido profundo em tudo que Deus faz. O povo israelita naturalmente não faz mais isso hoje em dia, mas nos dias do Antigo Testamento eles só se casavam com seus descendentes diretos.
O servo de Abraão ficou tão feliz por ter encontrado uma esposa para Isaque que deu a Rebeca uma argola e dois braceletes de ouro. Ela então o convidou para ir à sua casa, pois lá havia bastante alimento para ele e seus animais. E ao chegar na casa de Rebeca, sua família recebeu muito bem ao servo de Abraão, como ela havia dito. Ele então disse à sua família: “Antes de comermos, deixe-me contar por que estou aqui. Eu fiz esta longa viagem para cumprir o desejo do meu senhor.” Ele então explicou tudo que tinha acontecido ao longo da sua viagem até aquele momento. Betual, filho de Naor, ouviu atentamente, tudo que o servo disse a respeito de seu senhor Abraão, irmão, de Naor, seu pai. Ele ia mandar servir a refeição quando o servo de Abraão disse: “Eu preciso de uma resposta definitiva. Quero levar sua filha para que ela seja nora do meu senhor. Preciso que vocês me deem uma resposta definitiva sobre isso.” E ao ouvir isso, Betuel disse: “Não podemos responder por ela” e sugeriu que trouxessem Rebeca e deixassem que ela decidisse. Eles então deixaram Rebeca a par de tudo e ela disse que iria com o servo. E assim que ela consentiu ir com o servo de Abraão, ele disse: “Vamos partir imediatamente então.”
Quando lemos a Bíblia, vemos que há muitas coisas que nossa mente humana não consegue entender. O texto bíblico deste capítulo é uma delas. Vemos aqui um homem totalmente estranho pedir para levar Receba para que ela fosse nora do seu senhor. E quando ela concordou, o servo disse que eles deveriam partir imediatamente. Como era de se esperar, Betuel ficou muito surpreso com aquilo e disse ‘não’ a princípio. Ele disse que não a deixaria ir antes de passar dez dias com sua família. Mas o servo de Abraão sugeriu que perguntassem a Rebeca o que ela achava. E qual foi sua resposta? Ele disse que iria com ele imediatamente. Sua família não pôde fazer mais nada então, deu suas bênçãos a Rebeca e a deixou partir. Foi assim que Isaque, filho de Abraão, encontrou sua esposa, Rebeca. Este é um resumo do texto bíblico deste capítulo.
 
 

Temos que crer na justiça de Deus e segui-lo

 
O que aprendemos no texto bíblico deste capítulo? Que o fato de Rebeca ter acreditado num estranho e o seguido diz respeito à história da nossa vida espiritual. Mas isso não é apenas uma história, pois nos fala da vida espiritual dos nossos pais na fé e da providência de Deus.
Vemos aqui uma moca chamada Rebeca dizendo que iria com o servo de Abraão. Mas como ela pôde fazer isso? É claro que, humanamente falando, não é fácil entender, mas vemos ao longo do relato que se trata de como devemos crer no Senhor se segui-lo.
Por que a jovem Rebeca foi embora com um homem que ela não conhecia? O servo de Abraão deu a ela uma argola e um par de braceletes de ouro depois que ela lhe deu água e aos seus camelos. Depois ele foi até sua casa e sua família aceitou que ela se casasse com Isaque. Ele então abriu seu tesouro e lhe deu jóias de ouro, de prata e vestes finas. E também deu coisas preciosas ao seu irmão e à sua mãe. Rebeca deve ter pensado: “Um homem rico assim; isso é muito bom.”
Há muito tempo em Israel, se um homem quisesse desposar uma mulher, ele tinha que juntar muitos tesouros. Ninguém casava só pela aparência. Quando um homem queria desposar uma mulher e tirá-la de casa, ele tinha que pagar um dote à família dela. Ele tinha que fazer isso e adorná-la dos pés à cabeça. Além disse, deveria ter uma casa para que pudessem viver juntos e muitas riquezas.
Aos olhos carnais, parece que Rebeca foi com o servo de Abraão por causa das suas riquezas. E quanto a nós? Já temos vivido nesta terra por bastante tempo e um dia tivemos um encontro com o Senhor. Nosso Senhor nos encontrou, nos deu o dom da água do batismo, do sangue da cruz e do Espírito Santo que tirou todos os nossos pecados. Depois nos disse para segui-lo.
Amados irmãos, o que significa tudo isso? Que assim como Rebeca seguiu o servo de Abraão por causa do seu tesouro, nós também seguimos o Senhor por causa do dom que ele nos deu. Na verdade, o Senhor que nos encontrou nos deu a bênção da remissão de pecados através do evangelho da água e do Espírito. Ele apagou todos os nossos pecados e nos deu a honra de sermos filhos de Deus. Também enviou o Espírito Santo para habitar em nosso coração. Ele nos deu sua proteção e suas bênçãos e preparou o céu para nós. Quando o Senhor nos disser: “Sigam-me” temos que deixar o lugar em que vivemos até hoje, não olhar para e segui-lo, como fez Rebeca. Já que o Senhor é nosso Noivo e nos deu muitos tesouros, não devemos pensar duas vezes e segui-lo imediatamente.
Sempre que leio o texto bíblico deste capítulo eu fico imaginando como a família de Rebeca deve ter ficado surpresa quando ele disse que seguiria o servo de Abraão imediatamente. Pense nisso! Você seguiria imediatamente alguém que acabou de conhecer? O servo de Abraão passou apenas uma noite na casa de Rebeca e na manhã seguinte partiu com ela. Enfim, Receba seguiu com o servo para se casar com um homem que nunca tinha visto. Mas ela deu ouvidos ao que ele disse: “Meu senhor tem muito mais riquezas que estas” e viu o bom caráter dos outros servos que o acompanhavam.
 
 

Podemos rejeitar tudo neste mundo e seguir o Senhor pela fé na justiça de Deus

 
E isso para nós hoje em dia também. Como podemos deixar tudo de um dia para o outro e seguir o Senhor? Há muitos entre nós que não conseguem fazer isso e outros que sim. Eu deixei tudo que tinha e segui o Senhor na mesma hora que tive um encontro com ele. O Senhor apagou todos os meus pecados. Ele me salvou ao me dar a remissão de pecados e a glória celestial. Além disso, ele me deu a justiça de Deus e o privilégio de ser seu filho. Ele também me deu uma vida na qual posso servi-lo e fazer sua boa obra. Existe alguma razão para eu não segui-lo então?
Para ser sincero, antes de conhecer o Senhor eu não tinha nada mais do que três refeições ao dia. Eu não podia fazer nada útil porque não conhecia a justiça de Deus naquela época. No entanto, o Senhor veio a esta terra para salvar alguém como eu, foi batizado no rio Jordão por mim e apagou todos os meus pecados. Ele foi pregado na cruz e condenado por meus pecados. Por que então perderia tempo pensando na minha vida neste mundo? E eu tenho certeza que você é assim também. Jamais se esqueçam que a fé e espiritualidade verdadeiras é a capacidade de rejeitar tudo neste mundo e seguir o Senhor e seu evangelho.
O que acontece quando um homem e uma mulher se casam? A família da noiva diz que ela é uma moça maravilhosa, e a família do noivo diz que está perdendo um filho. Há sempre uma disputa envolvida.
E quanto a nós? Às vezes não pensamos assim quando seguimos o Senhor? “Apesar de seguirmos o Senhor, ele nos deixa em falta e somos melhores do que ele.” Vamos pensar seriamente nisso. Quem é maior, Deus ou nós? A balança pesa muito mais a favor dele, não é verdade? Apesar disso, Deus, que é o nosso Noivo, deu a nós, que somos sua noiva, tudo que queremos e precisamos. Ele nos deu ouro, prata, muitos presentes de casamento e nos adornou com todo tipo de coisas preciosas. Ele na verdade apagou todos os nossos pecados e foi condenado por nós. Também nos deu o poder de nos tornarmos filhos de Deus, o Espírito Santo e o reino dos céus. Ele nos ungiu com graça para que pudéssemos levar uma vida de retidão nesta terra. Também se tornou nosso Pastor para nos guiar pelo caminho certo. Nós não precisamos ou temos falta de nada. O Senhor assumiu a responsabilidade por tudo em nossa vida e nos deu tudo que precisamos. Portanto, não temos com o que nos preocupar. Assim como Rebeca seguiu o servo de Abraão sem hesitar, também devemos seguir o Senhor confiando nele de todo o coração.
Vemos no texto bíblico deste capítulo que Receba foi mesmo com o servo de Abraão. Ela pode até parecer infantil e imprudente, mas quando vemos como ela foi decidida, cremos que havia fé em seu coração. Rebeca deve ter pensado assim: “Se este servo me honra e me trata tão bem assim, eu fico imaginando como seu senhor deve ser poderoso?” Ela viu como o servo era fiel e imaginou que seu senhor devia ser um homem muito poderoso. E Abraão era mesmo um dos homens mais ricos da sua época. Seu filho Isaque também era muito rico. Ele podia muito bem prover e dar a ela tudo que quisesse. Como Isaque era rico, ele preparou tudo e enviou seus servos com muitos presentes valiosos. Rebeca imaginou então que ele seria um homem como qualquer homem que ela já tinha visto.
Nosso Senhor é assim também. Ele proveu tudo que você e eu precisamos e nos ungiu com sua infinita graça. Jesus nasceu nesta terra, foi batizado, morreu na cruz, ressuscitou dos mortos, voltou para o céu, nos enviou o Espírito Santo e tem cuidado sempre de nós. Foi assim que ele nos abençoou. Na verdade, nosso Senhor nos deu um presente de casamento que nunca perecerá. E esse presente é a verdade da água, do sangue e do Espírito. Então devemos segui-lo sem pensar duas vezes. Não há razão alguma para hesitarmos em segui-lo.
 
 
Não devemos ser indecisos quanto a seguir o Senhor
 
Por não entendemos bem algumas coisas que acontecem conosco, às vezes pensamos que somos os únicos que estão seguindo o Senhor. Mas isso não é verdade. Se entendermos bem a graça com que o Senhor nos ungiu, veremos que isso é muito maior do que nossas perdas e, deixando todo o orgulho de lado, seremos muito gratos a ele e teremos a certeza de que é digno de nos guiar. E na verdade o Senhor é o único capacitado para fazer isso. Todos que acham que estão tendo muitas perdas ao seguir o Senhor Jesus Cristo não o conhecem bem. Ele é o nosso verdadeiro Salvador, aquele que nos purificou de um modo perfeito de todos os nossos pecados. Ele é o Noivo que nos adornou com todo tipo de presentes valiosos para que nada faltasse a nós como filhos de Deus.
Não devemos pensar de modo algum então que estamos sendo prejudicados. Eu sigo o Senhor sem nenhuma reserva no coração. Se conhecermos bem o amor do Senhor e crermos na verdade da água e do Espírito, não hesitaremos em segui-lo. Já que sabemos que devemos seguir o Senhor, devemos fazer isso com toda a coragem. Na verdade, Jesus nos deu tudo que precisamos, derramou sobre nós sua graça e jamais deixa de cuidar de nós. Ele sempre nos dá mais do que recebe de nós. Não há então que nos impeça de seguir Jesus Cristo, nosso Noivo. É isso o que o texto bíblico deste capítulo nos ensina.
 
 

Quem é servo de Deus tem que fazer o que ele manda

 
O servo de Abraão, que partiu para encontrar uma esposa adequada para Isaque, já era idoso. No entanto, cumpriu ao pé da letra tudo que Abraão lhe mandou fazer. E como ele orou para que tudo saísse como desejava seu senhor, Deus enviou uma moça que seria a futura nora de Abraão e tirou todas as barreiras para que ele a encontrasse. E tudo foi tão fácil assim porque essa era a vontade de Deus. É assim que os servos de Deus fazem o que seu senhor manda, por mais que a tarefa seja difícil ou até mesmo impossível. A obrigação dos servos que são fiéis é ter total obediência ao seu senhor. O velho servo de Abraão cumpriu fielmente sua tarefa com servo, e por isso Deus o abençoou e lhe concedeu o que tanto desejava. Assim era a fé daquele velho servo, o que o levou a cumpriu sua tarefa.
E assim deve ser conosco. Já que somos servos de Deus, temos que fazer tudo que nosso Senhor mandar. Atualmente estamos anunciando as bênçãos do Senhor em todo o mundo, segundo a vontade de Deus. Mas e se as pessoas não foram receptivas ao evangelho que estamos pregando? Se elas não crerem depois que pregarmos, não há mais nada que possamos fazer por elas. Mas só porque elas não aceitaram temos que distorcer o evangelho do Senhor e usar meios humanos para pregá-lo? Não podemos fazer isso. De modo algum podemos distorcer o evangelho ou fazer algo que o Senhor não nos mandou.
O verdadeiro servo é aquele que só faz aquilo que seu senhor mandou. Ele faz exatamente o que seu senhor mandou. Há muito tempo atrás, os servos fiéis de alguém da nobreza até colocam sua vida em risco para cumprir sua tarefa. Isso quer dizer que eles faziam tudo que fossem mandados. Você e eu somos filhos de Deus e seus servos. Portanto, temos que fazer o que o Senhor mandar e jamais mudar alguma parte do evangelho só porque as pessoas do mundo não querem aceitar o evangelho da água e do Espírito que estamos pregando. Em quem elas creram se pregarmos um evangelho distorcido? Elas podem até crer nesse falso evangelho por algum tempo, mas depois acabarão se desviando. Mas como estamos pregando o verdadeiro evangelho do Senhor exatamente como ele é, muitos estão ouvindo-o e crendo nele. Embora nossos olhos não vejam muitas pessoas crendo nesse verdadeiro evangelho, do ponto de vista espiritual muitos estão crendo nele. De fato há muitas pessoas recebendo nossos livros missionários. E elas estão crendo no evangelho da água e do Espírito. Deus disse a Abraão, nosso pai na fé, que faria com que seus descendentes fossem tão numerosos como as estrelas do céu; e eu creio que ele faria exatamente isso.
Algumas pessoas perguntam: “Há tanta gente que nunca ouviu o evangelho da água e do Espírito. Se esse evangelho é verdadeiro então, o que vai acontecer com aqueles que jamais o ouviram?” Isso é entre eles e Deus, pois cada um dará conta de si mesmo.
Nosso coração está em paz. Quem quiser nos deixar irá embora, e quem quiser se unir a nós trabalhará conosco para sempre. O que eu quero dizer é que não adianta querer segurar dissuadir os que querem nos deixar, dizendo: “Não vá. Por favor, não vá!” Quem quer nos deixar simplesmente pode ir. Quem não crê no evangelho da justiça de Deus pode voltar para o mundo.
Amados irmãos, vamos dizer que há entre os irmãos que fazem a obra conosco alguém que não crê no evangelho da justiça e decide seguir seu caminho e expor nossas falhas. Judas Iscariotes agiu assim. Ele seguiu Jesus mas quis expor suas falhas. Pense bem e veja quem são aqueles dentre seus amigos e familiares que adoram pegar um erro seu. Mas não seria melhor se essas pessoas se afastassem ao invés de estar com você? Eu fico enojado só de pensar nisso. Não precisamos conviver com esse tipo de gente.
 
 

O único desejo de Deus é que o evangelho da água e do Espírito seja pregado

 
Eu sou um servo de Deus e não há mais nada que queira fazer. Eu só quero pregar o evangelho da água e do Espírito no mundo inteiro. Nós estamos pregando o evangelho do Senhor pela internet e através do nosso ministério de literatura, ou seja, através de livros impressos e e-books. Mais de quinze mil pessoas por dia estão tendo contato com o verdadeiro evangelho. Isso é incrível. Mas eu quero que o número de acessos ao nosso website aumente um pouco mais, embora o atual já seja tremendo. Eu creio que nossos livros chegarão às mãos daqueles que realmente precisam deles a fim de que eles recebam a remissão de pecados.
Há pouco tempo um brasileiro que era de uma igreja pentecostal nos enviou seu testemunho de salvação, dizendo que compreendeu a verdade do evangelho e recebeu a remissão de pecados. O pastor da sua antiga igreja só considerava batizado com o Espírito Santo quem falava em línguas, mas para ele aquilo parecia um lugar cheio de feiticeiros possuídos por espíritos malignos. Ele encontrou em nossos livros algo muito diferente do que cria antes. Ele então os leu duas vezes e recebeu a remissão de pecados crendo na única verdade. Aleluia!
Nossa existência de modo algum é algo pífio onde nossa alma um dia fica doente e morremos. Ao contrário, nossa vida é importante, valiosa e abençoada porque nela recebemos a eterna glória do nosso Senhor. Você e eu podemos confiar em Deus. Naturalmente há um medo em nosso coração de que o evangelho do Senhor não seja pregado a todos, mas creio que ele continuará sendo anunciado com toda dedicação.
Se um servo tomar para si o que seu senhor lhe confiou, ele então é um ladrão. Alguém assim acredita que pode tomar qualquer coisa para si, mesmo não sendo dele. Alguém que decide tomar para si algo que não pertence a ele não é um ladrão? O verdadeiro servo é aquele que vive para o seu senhor e cuida muito bem de tudo que ele lhe confiou. Por isso que o website da Missão Nova Vida é tudo para nós. E nosso Senhor não deixará que ninguém o tome de nós como se fosse seu.
Espiritualmente falando, todos nós somos como Rebeca. Deus enviou Jesus Cristo a esta terra e nos adornou com o evangelho da água e do Espírito. Também nos glorificou e nos mandou segui-lo. E em resposta à voz do Senhor, temos que dizer agora: “Eu o seguirei.” Rebeca deixou sua família que tanto amava e foi ao encontro do seu noivo Isaque. Ela foi ao encontro do seu futuro marido, gerou seus filhos, serviu a ele e também agiu como a senhora dos seus servos. Será que ela quis voltar para a casa de seus pais? Não. Se vivermos pela fé como Rebeca, nunca mais vamos querer voltar para a vida que tínhamos antes. Nosso desejo é seguir o Senhor, que nos glorificou e não nos deixa faltar nada. Eu sou muito grato ao Senhor.