Sermões

Assunto 24: Sermões para Aqueles que são Nossos Colaboradores

[24-57] (Gênesis 26:1-11) Não perca a fé na justiça de Deus

(Gênesis 26:1-11)
“E havia fome na terra, além da primeira fome, que foi nos dias de Abraão; por isso, foi-se Isaque a Abimeleque, rei dos filisteus, em Gerar. E apareceu-lhe o SENHOR e disse: Não desças ao Egito. Habita na terra que eu te disser; peregrina nesta terra, e serei contigo e te abençoarei; porque a ti e à tua semente darei todas estas terras e confirmarei o juramento que tenho jurado a Abraão, teu pai. E multiplicarei a tua semente como as estrelas dos céus e darei à tua semente todas estas terras. E em tua semente serão benditas todas as nações da terra, porquanto Abraão obedeceu à minha voz e guardou o meu mandado, os meus preceitos, os meus estatutos e as minhas leis. Assim, habitou Isaque em Gerar. E, perguntando-lhe os varões daquele lugar acerca de sua mulher, disse: É minha irmã; porque temia dizer: É minha mulher; para que porventura (dizia ele) me não matem os varões daquele lugar por amor de Rebeca; porque era formosa à vista. E aconteceu que, como ele esteve ali muito tempo, Abimeleque, rei dos filisteus, olhou por uma janela e viu, e eis que Isaque estava brincando com Rebeca, sua mulher. Então, chamou Abimeleque a Isaque e disse: Eis que, na verdade, é tua mulher; como, pois, disseste: É minha irmã? E disse-lhe Isaque: Porque eu dizia: Para que eu porventura não morra por causa dela. E disse Abimeleque: Que é isto que nos fizeste? Facilmente se teria deitado alguém deste povo com a tua mulher, e tu terias trazido sobre nós um delito. E mandou Abimeleque a todo o povo, dizendo: Qualquer que tocar neste varão ou em sua mulher certamente morrerá.”
 
 
O texto bíblico acima fala de Isaque, filho de Abraão. Deus aparece a Isaque e fala com ele. Há muitos casos na Bíblia onde o povo da fé sofreu com a fome. Abraão foi para o Egito por causa da fome, assim como Noemi e Ló foram para Moabe por causa de uma terrível escassez. Como vimos hoje em Gênesis 26, Isaque foi para as terras de Abimeleque por causa da fome.
 
 
Deus disse que não devemos ir para a terra do Egito
 
Gênesis 26:2-3 diz assim: “E apareceu-lhe o SENHOR e disse: Não desças ao Egito. Habita na terra que eu te disser; peregrina nesta terra, e serei contigo e te abençoarei; porque a ti e à tua semente darei todas estas terras e confirmarei o juramento que tenho jurado a Abraão, teu pai.”
Isaque habitava em Gerar, mas eu não sei onde ficava esta região exatamente. Mas independente disso, eu tenho certeza que a Palavra de Deus que nos adverte a não ir para a terra do Egito por causa da fome também se refere a todos os seus servos hoje em dia. Nosso Senhor disse o seguinte de modo bem claro a todos os nossos antepassados na fé: “Por mais que haja uma grande fome, fiquem na terra de Canaã e não vão para o Egito. Se vocês me obedecerem, eu cumprirei todas as promessas que fiz a Abraão, o pai da fé. Meus amados servos, por mais que haja uma terrível fome, jamais vão para a terra do Egito. Habitem na terra que eu lhes mostrei.”
Eu cheguei à seguinte conclusão enquanto lia este texto: “Deus disse que Abraão obedeceu a todos os seus mandamentos, estatutos e leis. Ora, mas ele não entregou sua esposa? Será que isso também tinha a ver com obedecer aos estatutos e mandamentos de Deus?” Só que Deus não olhou para os atos carnais de Abraão. Ele disse a Abraão para guardar seus mandamentos, estatutos e leis porque conhecia a fé com que ele cria nele e obedecia aos mandamentos que ele havia lhe dado. Abraão não guardou todos os caminhos de Deus, isso é certo. E até mesmo o próprio Deus não poderia dizer isso se olhasse apenas para os atos de Abraão. O importante aqui é que embora Abraão tenha vacilado algumas vezes, seu coração tinha uma fé perfeita na justiça de Deus, o que o levou a buscá-lo sempre.
 
 
Os justos devem fazer a vontade de Deus, e não olhar para sua situação atual
 
Ao olharmos para o que estamos vivendo agora, nós que somos justos podemos até pensar: “O que Deus quer nos dizer? Qual é sua vontade para nós?” E ao fazermos isso, temos que nos dedicar para descobrir qual é a vontade de Deus. E quando a descobrirmos, devemos crer nela e a obedecermos de todo o coração. Para seguirmos a justiça de Deus, primeiro temos que entender o que sua Palavra quer dizer realmente ao invés de nos preocuparmos apenas com nossas obras. Por mais que procuremos viver pela fé, às vezes fraquejamos porque somos influenciados pelas dificuldades e lutas que passamos. E há situações em que até nós perdemos o sentido da razão. Mesmo assim não podemos ser guiados pela nossa mente ou coração. Temos que guardar o que o Senhor nos diz e guardar a fé crendo na sua justiça.
Lemos agora há pouco que Deus disse a Isaque: “Habita na terra que eu te disser. Se você fizer isso, eu lhe darei todas as terras e bênçãos que jurei ao teu pai Abraão.” Temos que dar ouvidos a Deus quando ele fala conosco sobre suas bênçãos. Só assim poderemos viver pela fé seguindo sua Palavra, como fez Abraão, a fé que nos leva a crer na perfeita justiça de Deus.
Vamos ver como foi a vida de Abraão, Isaque e Jacó, nossos pais na fé. A bênção de Deus veio sobre estes homens quando eles habitaram na terra da promessa e creram na sua Palavra profética. Acima vemos Deus falando com Isaque; ele disse a Isaque para não descer ao Egito por causa da fome. E temos que entender o que Deus quer falar conosco com esta Palavra hoje. Isso mesmo. Não podemos permitir que nosso coração habite na terra do Egito só porque estamos passando por uma situação difícil. Esta não é a vontade de Deus. Quando houve fome na terra a segunda vez, Isaque decidiu ir para o Egito, mas Deus apareceu e lhe disse para não ir para aquela terra.
Não devemos seguir o exemplo de Isaque. Com certeza haverá momentos em que teremos dificuldades, que a igreja passará por lutas e nosso coração ficará oprimido por causa disso. É nessas horas que devemos ouvir o que Deus tem a nos dizer. E também temos que prestar atenção ao que ele diz à sua igreja. Mas o que ele diz a nós e à sua igreja em momentos difíceis? Que não devemos descer ao Egito. Meu desejo sincero é que vocês conheçam a vontade de Deus pela sua Palavra e vivam pela fé desfrutando do poder que há na sua vontade.
 
 
Os justos devem viver pela fé, como disse Deus
 
Amados irmãos, se vivermos em paz e confiantes na terra de Canaã como nos mandou Deus, ou seja, se vivermos em paz na Igreja de Deus, ele nos dará todas as bênçãos que prometeu a Abraão. Vocês precisam ter fé nisso. Creiam que isso com certeza vai acontecer. Vocês não podem esquecer que a vontade de Deus vai se cumprir.
Lemos em Gênesis 26:7: “E, perguntando-lhe os varões daquele lugar acerca de sua mulher, disse: É minha irmã; porque temia dizer: É minha mulher; para que porventura (dizia ele) me não matem os varões daquele lugar por amor de Rebeca; porque era formosa à vista”.
O que este texto quer dizer? Alguns filisteus perguntaram a Isaque sobre sua esposa. E ele mentiu ao rei dizendo que ela era sua irmã. E ela era mesmo sua meia-irmã (Gênesis 20:12). Na verdade, Isaque era primo em segundo grau da sua esposa Rebeca. Então ela era como se fosse mesmo sua irmã. Só que eles eram casados. No entanto, temendo ser morto por causa da beleza de sua esposa, Isaque disse que ela era sua irmã, e não sua esposa. O rei Abimeleque e seus súditos cobiçavam Rebeca, mas um dia o rei olhou pela janela e viu Isaque tendo um momento íntimo com ela.
O texto seguinte é difícil de entender. O rei Abimeleque não era inimigo da nação de Israel? O que ele disse depois que viu Isaque na intimidade com Rebeca? Está escrito em Gênesis 26:10: “E disse Abimeleque: Que é isto que nos fizeste? Facilmente se teria deitado alguém deste povo com a tua mulher, e tu terias trazido sobre nós um delito.” Embora fosse um pecador, Abimeleque disse que Isaque quase havia trazido culpa sobre ele. Ele era um poço de pecados por natureza e tudo que fazia era pecar, mas disse a Isaque: “Que é isto que nos fizeste? Facilmente se teria deitado alguém deste povo com a tua mulher, e tu terias trazido sobre nós um delito.”
Se Abimeleque fosse um homem santo e cresse em Deus, suas palavras certamente não fariam nenhum sentido. Mas ele não cria em Deus e cometia todo tipo de pecado todos os dias. Nada mais natural então do que ele acusar Isaque, que tinha a bênção de Deus. Em outras palavras, sua acusação foi ridícula.
Então Abimeleque fez um decreto real que dizia: “Qualquer que tocar neste varão ou em sua mulher certamente morrerá” (Gênesis 26:11). Amados irmãos, há uma coisa aqui que precisamos entender muito bem: as palavras ditas por Abimeleque é o mesmo que Deus nos diz hoje em dia. Isso mesmo. Deus nos ensina algo espiritual através deste relato. Melhor dizendo, vemos aqui que todos que tocassem Isaque ou sua esposa morreriam por causa do seu pecado.
 
 
Jamais devemos nos misturar com quem não crê na justiça de Deus
 
O que isso significa? Aqueles que não creem no evangelho da água e do Espírito e não receberam a remissão de pecados com certeza são pecadores. Muitos deles, entretanto, dizem que são descendentes de Abraão, ou seja, que receberam a remissão de pecados. Só que aqueles que não receberam a remissão de pecados ainda são pecadores e precisam ser salvos dos seus pecados. Mas o que acontece quando estes pecadores que não receberam a remissão de pecados tentam levar uma vida de fé juntos com os justos? Embora isso pareça engraçado, aqueles que receberam a remissão de pecados não podem pregar com os falsos cristãos. O que a Igreja de Deus deve fazer, ao contrário, é pregar o evangelho da remissão de pecados para esses falsos crentes que ainda não nasceram de novo. Mas a verdade é que não fazemos isso. Eu sei que estas palavras são duras, mas vocês estão me entendendo.
É isso mesmo. Por mais que alguém comece a frequentar nossa igreja e creia no evangelho da água e do Espírito, ele ainda precisa confessar que é pecador. Mas se um pecador como este se envolver com alguém da Igreja de Deus e ambos formarem uma família, isso será um grande problema. Se um nascido de novo formar uma família com uma pessoa carnal que ainda não nasceu de novo, ele perderá a oportunidade de pregar o evangelho da água e do Espírito mais tarde. Por quê? Porque os pecadores não entendem que somos descendentes de Abraão. Se Abimeleque tivesse dormido com a esposa de Isaque, haveria muitos problemas espirituais, pois Isaque era descendente de Abraão. Por isso que se aqueles que ainda não receberam a remissão de pecados fossem descendentes de Abraão, eles jamais teriam um coração quebrantado para ouvir o evangelho da água e do Espírito e receber a remissão de pecados. O que estou dizendo é que se aqueles que não creem no evangelho da água e do Espírito se casarem com quem nasceu de novo, eles perderão para sempre a oportunidade de receber de Deus a remissão de pecados.
Como vemos no texto bíblico deste capítulo, Abimeleque, rei dos filisteus, disse: “Qualquer que tocar neste varão ou em sua mulher certamente morrerá.” Isso significa então que os santos da Igreja de Deus não devem se misturar com quem não recebeu a remissão de pecados, assim como os justos jamais devem aceitar a fé desses pecadores. O que a Bíblia está nos dizendo aqui é que quem crê no evangelho da água e do Espírito e recebeu a remissão de pecados jamais deve se misturar espiritualmente com quem não a recebeu. Deus disse que se isso acontecer, os justos com certeza morrerão. E quando isso acontece, tudo que há em nós perece, isto é, o corpo e o espírito.
O rei dos filisteus era inimigo da nação de Israel. Não faz sentido algum então ele ter ficado do lado de Isaque. Mas a Bíblia diz que foi justamente isso o que ele fez. Através da boca de um filisteu Deus declarou que apenas os descendentes de Abraão são seu povo. E o que precisamos entender aqui é que “se somos descendentes de Abraão, devemos viver na terra que Deus nos preparou e jamais viver entre as pessoas deste mundo.” Isso significa que devemos guardar nossa fé na justiça de Deus. O que Deus está nos dizendo é que nós que recebemos a remissão de pecados jamais devemos reconhecer a fé desses cristãos pecadores, por mais que eles sejam bons para nós. É isso mesmo. Se nós que cremos no evangelho da água e do Espírito nos misturarmos com quem não recebeu a remissão de pecados, no fim acabaremos perecendo.
Deus está nos dizendo aqui que quem crê no evangelho da água e do Espírito pode trazer culpa sobre os pecadores. Se levarmos uma vida de fé com os que ainda não receberam a remissão de pecados, traremos culpa sobre eles e com certeza os levaremos à morte. Por isso que eu clamo a vocês que não se misturem com quem ainda não nasceu de novo espiritualmente. Se cremos realmente no evangelho da água e do Espírito e somos descendentes espirituais de Abraão, como seus descendentes então, temos que viver pela fé crendo no Deus justo, por mais que de tempos em tempos passemos por lutas. Se fizermos isso, Deus certamente trará sobre nós as bênçãos que prometeu a Abraão. Ele nos fez a seguinte promessa: “Eu amaldiçoarei todos que lhes amaldiçoarem, e abençoarei todos que lhes abençoarem. Eu farei com que seus descendentes sejam como as estrelas do céu.” Isso quer dizer que se fizermos parte da Igreja de Deus tendo a fé de Abraão, Deus fará com que muitos descendentes da fé surjam neste mundo. Foi isso o que Deus nos disse.
Precisamos entender que podemos impedir que as pessoas recebam a remissão de pecados por causa da sua ignorância espiritual. Jamais devemos trazer culpa sobre eles. O que estou dizendo é que não devemos reconhecer sua fé e muito menos levar uma vida de fé com eles. Jamais devemos dizer: “Eles não são diferentes de nós. Eles são como nós, e por isso estão certos também.” Se acharmos que sua fé é igual à nossa, isso é o mesmo que reconhecer que sua vida pecaminosa não faz diferença. Mas a verdade é que eles com toda a certeza vão para o inferno por causa dos seus pecados. Não se esqueçam disso, amados irmãos.
Por mais que quem não recebeu a remissão de pecados tente pregar este verdadeiro evangelho conosco, jamais devemos nos enganar. A fé que possuímos é muito diferente da fé de um pecador. Deus viu uma fé como a nossa em Abraão e mandou que ele guardasse seus estatutos e mandamentos. Isso significa que ele obedeceu à justiça de Deus pela fé, não com seus próprios atos. Nós que cremos na justiça de Jesus Cristo e recebemos a verdadeira remissão de pecados somos os descendentes espirituais de Abraão, pois temos a mesma fé que ele. Sendo assim, não podemos reconhecer a fé e a salvação falsas que os falsos religiosos deste mundo propagam e pregam. Deus disse que devemos guardar nossa fé no evangelho da água e do Espírito até o fim. Somente se guardarmos esta fé é que o Senhor derramará sobre nós as bênçãos que prometeu a Abraão.
 
 
Deus prometeu abençoar Jacó
 
Amados irmãos, vemos no texto bíblico deste capítulo o que aconteceu depois que Jacó recebeu de seu pai a oração da bênção. Depois de ser abençoado por seu pai, Jacó despertou a ira do seu irmão Esaú e teve que fugir para a casa do seu tio. E o interessante aqui é que quando os justos fogem, eles geralmente vão para a casa dos parentes de sua mãe. De todo modo, Jacó dormiu no deserto quando estava a caminho da casa de seu tio. Ele pegou uma pedra para usar como travesseiro e pegou no sono. Então sonhou com uma escada que ia da terra ao céu. E no topo desta escada, ele viu anjos subindo e descendo.
Deus apareceu para Jacó em seu sonho e falou com ele. Em Gênesis 28:13-16 está escrito: “E eis que o Senhor estava em cima dela, e disse: Eu sou o Senhor Deus de Abraão teu pai, e o Deus de Isaque; esta terra, em que estás deitado, darei a ti e à tua descendência; e a tua descendência será como o pó da terra, e estender-se-á ao ocidente, e ao oriente, e ao norte, e ao sul, e em ti e na tua descendência serão benditas todas as famílias da terra; e eis que estou contigo, e te guardarei por onde quer que fores, e te farei tornar a esta terra; porque não te deixarei, até que haja cumprido o que te tenho falado. Acordando, pois, Jacó do seu sono, disse: Na verdade o Senhor está neste lugar; e eu não o sabia.” Foi assim que nosso Deus disse que abençoaria Jacó. Ele prometeu que seus descendentes seriam como o pó da terra, que estaria com ele e o protegeria. E o texto continua: “Então levantou-se Jacó pela manhã de madrugada, e tomou a pedra que tinha posto por seu travesseiro, e a pôs por coluna, e derramou azeite em cima dela. E chamou o nome daquele lugar Betel; o nome porém daquela cidade antes era Luz.” (Gênesis 28:18-19). A palavra Betel aqui significa “casa de Deus”.
Lemos também em Gênesis 28:20-22: “E Jacó fez um voto, dizendo: Se Deus for comigo, e me guardar nesta viagem que faço, e me der pão para comer, e vestes para vestir; e eu em paz tornar à casa de meu pai, o Senhor me será por Deus; e esta pedra que tenho posto por coluna será casa de Deus; e de tudo quanto me deres, certamente te darei o dízimo.”
Deus apareceu a Jacó em sonho e lhe disse em pessoa que seria seu Deus. E tudo que Jacó tinha que fazer daí por diante era crer na sua Palavra. Só para vocês saberem, assim como Deus falava com o povo da fé através de sonhos no Antigo Testamento, ele fala conosco hoje através da sua Palavra. O mesmo Deus que falou com nossos pais na fé durante o Antigo Testamento falou com Jacó em sonho e fez uma promessa: “Eu lhe darei todas as bênçãos que concedi a Abraão. Aonde quer que você for, eu o guardarei e o trarei de volta a esta terra, pois não o deixarei até que tenha cumprido tudo que lhe disse.” Já que Deus falou com Jacó assim, tudo que ele tinha a fazer era ser grato a Deus, dizer “amém” e aceitar tudo pela fé. Se ele vivesse pela fé, todas as bênçãos que Deus prometeu seriam suas. Se os justos esperarem com fé que as bênçãos de Deus se cumpram, todas as promessas que ele fez a Jacó com certeza se realizarão em sua vida.
Mas o que foi que Jacó fez então? Ele fez um voto a Deus com intuito de barganhar com ele: “Se fizeres mesmo isso por mim, eu construirei aqui uma igreja.” Mas que oração foi esta? Ela nos mostra que a fé de Jacó na Palavra de Deus ainda era falha. Portanto, nós que somos justos precisamos ter a fé que nos leva a crer em Deus e na sua Palavra de todo o coração.
 
 
Se esperarmos o cumprimento da Palavra de Deus, todas as suas promessas de Deus com certeza se cumprirão em nossa vida
 
Nós cremos em Deus de coração, mas às vezes somos abalados e acabamos ficando fracos. Mas por que razão você acha que nosso coração fica tão fraco assim? Simplesmente porque nossa fé enfraquece. Amados irmãos, Deus nos salvou de todos os nossos pecados com sua justiça. Então precisamos ter fé na Palavra de Deus, pois ela nos promete que ele nos guiará ao caminho certo se fizermos parte de sua Igreja. Se esperarmos que as promessas de Deus se cumpram tendo fé na sua Palavra, ele cumprirá todas elas em nossa vida. Vocês creem nisso?
No entanto, nossa fé desfalece quando a situação muda para pior. Mas isso não é a verdadeira fé. E se isso acontece é porque nossa fé é fraca como a de Jacó, que tentou barganhar com Deus. Só que a promessa que Deus fez a Jacó foi incondicional. Então, tudo que ele tinha a fazer era crer na sua Palavra e dizer “amém”, pois pela sua fé tudo se cumpriria. Mas ele disse: “Se Deus me trouxer de volta a este lugar, bem aqui, eu vou construir uma casa para ele.” A verdade é que se Jacó fosse mesmo um homem de Deus e tivesse fé na sua Palavra, ele nunca teria feito tal voto. Já que Deus disse que estaria com Jacó e o levaria de volta àquele lugar, ele iria fazer isso com toda a certeza. Já que Deus disse que multiplicaria seus descendentes, isso aconteceria na vida de Jacó se ele esperasse com paciência e com fé. Esta é a verdadeira fé na Palavra de Deus.
Amados irmãos, o que Satanás faz para enfraquecer nosso coração? Ele nos faz olhar somente para o que está o nosso redor. Veja o exemplo de Ló, sobrinho de Abraão. Quando ele viu as ricas pastagens ao sul, ele deixou a terra de Deus, foi para as bandas de Sodoma e pensou: “Puxa, vai ser bom habitar naquela região.” Amados irmãos, jamais devemos seguir as tendências deste mundo sem fé no coração. Só temos que seguir a Deus e a sua Palavra com fé na sua justiça. O que estou dizendo é que devemos seguir o Senhor Deus e a sua Palavra crendo de todo o coração na sua justiça. Amados irmãos, temos levado uma vida de fé crendo no evangelho da água e do Espírito, que é a justiça de Deus. Agora podemos ter uma verdadeira vida de fé porque recebemos a remissão de pecados e fomos salvos de todos eles. E Deus fala com aqueles que vivem assim. Ele nos diz: “Não desçam para o Egito por causa da fome; fiquem na terra que prometi a Abraão.”
O que isso quer dizer? Deus está nos dizendo aqui que devemos habitar na terra que ele prometeu a Abraão, pois é ali que ele fará pessoalmente com que sua Palavra profética se cumpra em nossa vida. E já que ele nos disse isso, temos que viver pela fé e crer. Se ficarmos na Igreja de Deus pela fé e crermos na sua justiça, ele nos dará todas as bênçãos que prometeu, inclusive a valiosa tarefa de pregar este verdadeiro evangelho em todo o mundo através de nós. Temos que entender muito bem a vontade de Deus.
É natural que nosso coração não tenha paz, nem mesmo um dia, quando a situação é difícil. Se apenas num mês muitas coisas acontecem, quanto mais em um ano, e nosso coração desfalece por causa disso. Mas é aí que nossa fé na Palavra de Deus deve ser mais forte. Se estivermos firmes na Igreja de Deus com fé na sua justiça e sendo um só coração com ela, Deus nos dará todas as bênçãos que desejamos e realizará sua obra através da nossa vida. Vocês creem nisso, amados irmãos?
Durante meu ministério na Igreja de Deus, houve vezes em que meu coração desfaleceu muito devido à mudança de alguma situação. E nestas ocasiões meu coração enfraquecia e eu pensava: “Será que devo continuar fazendo isso deste jeito?” Porém, mesmo em dias difíceis como estes eu encontrava respostas na Palavra de Deus perguntando a mim mesmo: “O que Deus quer me ensinar com isso tudo? O que foi que ele disse aos pais da fé quando eles passaram por isso?” Assim eu alcançava sabedoria, tomava as decisões certas e meu coração encontrava descanso na Palavra de Deus. No fim, isso me levava a ter paz no coração.
Deus fala conosco, seus santos e servos. Foi ele quem nos salvou de todos os nossos pecados e nos concede todas as suas bênçãos. Mas para isso, ele requer algo de nós e nos diz: “Aconteça o que acontecer, mesmo que uma grande fome assole a igreja, não vão para o Egito. Se vocês não forem para o Egito e ficarem onde eu estou mandando, ou seja, se vocês não saírem da Igreja de Deus, eu cumprirei todas as promessas que fiz a vocês, com toda a certeza.” Portanto, amados irmãos, todos nós temos que dar ouvidos a esta Palavra e crer nela com toda a confiança do nosso coração.
Queridos irmãos, o que acontecerá se nossa situação piorar? Será que devemos pensar assim? “Será que não há outro jeito além de crer no evangelho da água e do Espírito? Deve haver outro jeito além de crer na justiça de Deus.” Se fizerem isso, vocês começarão a olhar para outras igrejas cristãs, seu coração se afastará da presença de Deus e vocês morrerão. E vocês acham que se isso acontecer vocês poderão levar uma vida de fé em outra lugar melhor do que na Igreja de Deus? Será que as pregações que vocês ouvirão serão melhores do que as que ouvem aqui? E a Palavra de Deus e a liderança que terão, será que serão melhores também? Não, isso jamais será assim. Se vocês estiverem num lugar onde a liderança segue a Palavra de Deus, seja onde for, será o mesmo que aqui. Mas se nada ali for segundo a Palavra e eles usarem métodos e estratégias humanos, este lugar será muito diferente de nós, com toda a certeza. Agora, se eles seguirem a Palavra de Deus como nós, então eles também são descendentes de Abraão, espiritualmente falando.
Embora estejam levando uma vida de fé na Igreja de Deus, você podem querer ir para outra denominação se sua situação piorar e começar uma nova vida de fé ali. Só que vocês não podem se esquecer de algo muito importante, que jamais devem deixar a terra que o Senhor lhes mandou habitar. Os justos jamais devem deixar a Igreja de Deus e ir para o Egito. O que estou dizendo é que embora seu coração sofra por causa das dificuldades e vocês queiram ir para outro lugar a fim de ter algum descanso, vocês não devem fazer isso. Temos que habitar pela fé na terra que Deus nos prometeu.
Mas onde é esta terra então? Antigamente, nos dias do Antigo Testamento, este lugar era a terra de Canaã. Mas hoje em dia a terra de Canaã, espiritualmente falando, é a Igreja de Deus. Em outras palavras, se habitarmos na terra de Canaã, ou seja, se permanecermos na Igreja de Deus, Deus certamente cumprirá a promessa a nós que somos justos. Vocês creem nisso? Por isso que é muito importante crer na Palavra de Deus e viver pela fé. Este é o tema central do que Deus nos ensina no livro de Gênesis 26. E ele deixa bem claro algumas coisas para nós nestes capítulos, como por exemplo: (1) não faça com que as pessoas neste mundo venham a pecar; (2) se você é descendente de Abraão e possui a verdadeira fé, não se misture com as pessoas deste mundo que têm uma fé falsa; (3) não reconheça a fé deles; (4) leve-os um a um a Jesus Cristo para que eles possam crer na sua justiça e receber a remissão de pecados; (5) e façam com que eles se tornem parte do povo de Deus. Tudo isso é possível se permanecermos na Igreja de Deus.
 
 
Por mais que sua situação esteja difícil, os justos nunca devem deixar a Igreja de Deus
 
Amados irmãos, o que Deus está nos dizendo no texto bíblico deste capítulo? Que jamais devemos deixar a Igreja de Deus porque estamos passando por momentos difíceis. Vocês estão entendendo, amados irmãos? Se ficarmos na Igreja de Deus, ele nos guiará pelo caminho certo. Há momentos em que vacilamos, pois somos seres humanos, mas é no relacionamento entre Deus e o homem que encontramos a verdadeira fé. E o que deve ser inabalável em nossa vida de fé é nosso relacionamento com Deus. Podemos construir um relacionamento de fé com Deus quando buscamos a Palavra da sua justiça, cremos no que ele nos prometeu, nas bênçãos que ele nos dará, e em tudo que ele cumprirá em nossa vida. Nossa situação pode até mudar, mas devemos manter nosso relacionamento com Deus e buscar a justiça do Senhor pela fé. Vocês estão entendendo, amados irmãos?
Deus prometeu que salvaria todos os pecadores e os abençoaria através de nós. Foi esta a promessa que ele fez: “Eu usarei vocês para salvar muitas pessoas. Esta foi a promessa que fiz a vocês, e eu a cumprirei com certeza.” Já que Deus disse isso, tudo que temos a fazer é seguir o Senhor com paciência e fé. Se seguirmos a justiça de Deus, sua vontade será cumprida. Se você se deixar levar pelas circunstâncias e pensar assim: “Este é o melhor lugar para eu estar ou existe outro?” é o mesmo que se deixar levar por elas. Mas isso não é seguir a Deus de todo o coração. A verdadeira fé é confiar na Palavra da justiça de Deus apesar da situação difícil, e permanecer na sua igreja tendo comunhão com ele no verdadeiro evangelho.
Passaremos por momentos difíceis ao longo da nossa vida de fé? Nesses momentos vocês não recorrem a soluções humanas pensando o que podem fazer para ajudar? Vocês não pensam assim quando passam por dificuldades, embora isso não se concretize em seu coração? Só que a verdadeira fé não é buscar soluções humanas. Tudo que Deus prometeu vai se realizar quando crermos no que ele falou, nos lembrarmos da sua Palavra, nos apegarmos à sua promessa e esperarmos com paciência e fé. Mas se buscarmos soluções humanas, isso nos levará à destruição. Não somos abençoados porque fazemos algo bom. A vontade de Deus com certeza vai se realizar se crermos na sua Palavra, esperarmos com paciência e buscarmos a justiça de Deus pela fé. Está escrito em Gênesis capítulo 1: “E disse Deus: Haja luz; e houve luz” (Gênesis 1:3). A luz passou a existir quando Deus falou. E se crermos na Palavra do Deus onipotente e nos apegarmos a ela pela fé, ela com certeza se cumprirá em nossa vida. Crer nisso é ter a verdadeira fé.
A fé começa quando cremos na Palavra de Deus. E isso é muito importante. No início é muito difícil seguir a justiça de Deus com base na fé. Mas quando nos apegamos à Palavra da justiça de Deus, ela nos leva a ficar firmes mesmo em meio às lutas e crer de coração que venceremos todas as batalhas que travarmos em nossa vida. Quando nos apegamos à Palavra de Deus, ela mesma começa a governar nossa vida e trazer à existência bênçãos sobre nós. Portanto, todos nós precisamos crer na Palavra de justiça de Deus e ter esta fé. O que eu estou dizendo é que já que fazemos parte da Igreja de Deus, precisamos ter a fé que nos leva a seguir a justiça do Senhor de todas as formas. Também precisamos ter a fé que nos leva a fazer parte da Igreja de Deus. A verdade é que precisamos destes dois tipos de fé. Quem crê na justiça de Deus se tornará naquilo que ele crê, mas quem não crê se desviará por causa dos problemas e irá para o mundo.
Seja qual for a situação que estivermos passando, Deus nos guiará pelo caminho certo na Igreja de Deus se tivermos fé na sua justiça. Mas o que acontecerá se nos deixarmos levar pelas circunstâncias ao invés de crermos na justiça de Deus? Isso nos levará a perder a fé e passarmos por muitas lutas e decepções. Amados irmãos, vocês creem na Palavra de Deus de coração? Assim como Deus prometeu a Abraão, muitos povos e nações receberão as bênçãos da salvação e desfrutarão delas através de nós que cremos no evangelho da sua justiça. Vocês creem que Deus fará com que nossos descendentes sejam tão numerosos como as estrelas do céu? Se creem, tudo que vocês têm a fazer agora é guardar esta fé e esperar com paciência. Se pregarmos a Palavra de Deus com fé e continuarmos crendo na promessa apesar das lutas que passamos, tudo se cumprirá segundo a nossa fé, com toda a certeza.
Há muitos casos em que a fé dos irmãos começa a enfraquecer. E quando isso acontece? Quando eles não se apegam à Palavra da água e do Espírito, pela qual Deus nos salvou, e às bênçãos que Deus prometeu dar aos que fossem salvos. E quando sua fé enfraquece, eles só conseguem olhar para as circunstâncias e acabam indo para o mundo quando a situação piora. Além disso, eles ficam tristes e decepcionados quando se deixam levar pelas circunstâncias. E a verdade é que há muitos irmãos passando por isso. Quem não se apega ao evangelho da água e do Espírito, que é a justiça de Deus, não entende que toda a Palavra de Deus foi dada especificamente para ele. E com a mesma Palavra que Deus falou a Isaque, e não outro, que Deus fala conosco hoje. E ele fala mesmo conosco, sem dúvida alguma. Então, se crermos nesta Palavra, teremos a certeza de que as promessas se cumprirão em nossa vida e confessaremos: “Seja qual for a minha situação, Deus cumprirá tudo que me prometeu se eu não sair da Igreja de Deus.” E se tivermos fé de que a vontade de Deus será realizada, conseguiremos esperar com paciência. Por este motivo, se entendermos bem a vontade de Deus, mesmo em meio às dificuldades esperaremos com paciência. Mas o que acontecerá se não entendermos a vontade de Deus? Buscaremos várias formas de resolver nossos problemas e não confiaremos mais na Palavra de Deus. E buscamos mesmo soluções humanas porque não nos apegamos à Palavra de Deus e cremos nela. E quem é o representante dessa gente? Ló, sobrinho de Abraão. E qual foi o seu fim? Por não crer na Palavra de Deus e nas suas promessas, ele buscou soluções humanas e no fim foi amaldiçoado por ter deixado a justiça de Deus.
É isso mesmo. Se vivermos segundo as circunstâncias, seremos levados por elas. Mas se crermos na Palavra de Deus, a situação difícil com certeza vai mudar. Isso porque a Palavra de Deus é nosso estandarte, nossa rocha. E se crermos de fato nela, toda situação adversa se tornará favorável, e no fim teremos uma vida abençoada. Mas o que aconteceria se buscássemos meios humanos para mudar nossa situação sem conhecermos a verdade? Se fizéssemos isso e não buscássemos a Palavra de Deus, a situação poderia até mudar em pouco tempo, mas com o passar do tempo nos veríamos presos a ela novamente.
 
 
Por que a fé na justiça de Deus vem em primeiro lugar?
 
Precisamos entender que em primeiro lugar na nossa vida de fé vem a Palavra de Deus, a fé nela e nas suas promessas. Quando temos fé nas promessas que Deus faz nas Escrituras, nos tornamos pessoas abastadas como Abraão e geramos descendentes da fé tão numerosos como as estrelas do céu. Vocês creem nisso, amados irmãos?
É isso mesmo. Primeiro temos que crer na Palavra de Deus. Não importa o que o mundo e as pessoas digam, se cremos firmemente na Palavra de Deus todos os dias, por mais que alguém nos ataque de repente com todas as suas forças, nunca poderemos ser derrotados porque cremos na Palavra. E mesmo que tempestades venham sobre nós, já que somos o povo da fé jamais seremos destruídos. Por isso que lemos nas Escrituras que Jesus, além de ser a justiça de Deus, é a nossa rocha. Temos que crer na Palavra da justiça de Deus. Quando os santos e servos de Deus creem na sua Palavra e se apegam firmemente a ela pela fé, todas as promessas que Deus fez a Abraão e suas obras se cumprem em nossa vida. Se todos vocês se apegarem firmemente à Palavra de Deus pela fé, todas as promessas se cumprirão em sua vida. E assim como o texto bíblico deste capítulo nos mostra, sua situação vai mudar.
Mas o que aconteceria se não crêssemos na Palavra de Deus? Tentaríamos mudar a situação usando nossa própria sabedoria. Mas assim continuaríamos presos a ela e no fim perderíamos a fé. Por isso que devemos ter fé e nos apegar à Palavra de Deus assim que somos salvos. E precisamos mesmo desta fé para crermos na Palavra de Deus e esperarmos com paciência que a vontade de Deus se cumpra.
Está escrito: “Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem” (Hebreus 11:1). Esta é a definição que o livro de Hebreus nos dá sobre a fé. Se crermos na Palavra de Deus e tivermos fé e esperança nas promessas que ele nos fez, todas se concretizarão diante dos nossos olhos, apesar de podermos vê-las agora. E eu creio nesta Palavra, com certeza. Por mais que alguém diga o contrário e tempestades venham sobre mim, se é isso o que a Bíblia diz, então eu creio na Palavra como ela é. O que estou dizendo é que quando leio a Bíblia, eu sei que o que Deus diz é exatamente para mim. Muitos cristãos fazem jejum de silêncio como se fosse um ritual, algo bem religioso. Mas nós que somos santos e justos, só precisamos crer nas promessas que Deus nos faz em sua Palavra. Ele é o meu Deus, o nosso Deus. A Palavra de Deus fala direto conosco sobre suas promessas para nós. E, além disso, ela também fala da Igreja de Deus da qual fazemos parte.
Amados irmãos, a situação da Igreja de Deus está muito difícil hoje em dia. Mas como podemos superar tudo isso? Com certeza não é por meios humanos. Somente pela fé na justiça de Deus é que podemos superar as dificuldades. Apenas esta fé nos leva a vencer e superar todos os nossos desafios. Amados irmãos, vocês querem ter uma vida plena de fé? Só basta crer na Palavra de Deus e esperar com paciência. E continuem fazendo a obra que o Senhor lhes confiou e seguindo a visão da igreja. Já que vocês fazem parte da Igreja de Deus, continuem olhando firme para o Senhor. Se vocês crerem na Palavra de todo o coração, ela se concretizará em sua vida. E é Deus que fará isso acontecer, pois é isso justamente que significa levar uma vida de fé. Mas se os salvos tentarem fazer as coisas do seu jeito através de meios humanos, eles ficarão em dúvida e dirão: “Será que eu devo fazer isso desta maneira ou de outra?” Não podemos agir assim e usar os meios humanos. Precisamos ter a fé correta.
Amados irmãos, vocês creem na Palavra de Deus, não creem? Se crermos realmente na Palavra de Deus e não formos para o Egito, eu creio que Deus realizará em nossa vida todas as obras que prometeu a Abraão. E todos podem ter esta fé. Vocês creem nesta verdade, amados irmãos? Mas embora isso seja verdade, vocês não têm ideia de quantas pessoas sofrem por não ter fé. Temos fé quando passamos a crer. Se vocês crerem, Deus trabalhará em sua vida, mas se vocês não crerem, ele não poderá fazer isso. Seu coração estará seguro se vocês tiverem fé na Palavra. E esta fé se concretizará em nossa vida e se tornará realidade. Por outro lado, vocês terão muitas lutas se não crerem na Palavra. Todos os dias vocês reclamarão da vida e dirão: “Não sei por que recebi a salvação! Como pode a vida de um santo ser tão dura e difícil?”
Eu creio que Deus cumprirá em nossa vida todas as promessas que fez a Abraão se não formos para o Egito, por mais que passemos por dificuldades. E assim não traremos culpa sobre as pessoas deste mundo. Vocês creem nisso? Se fizermos isso, com certeza seremos abençoados por Deus. Pensem nisso. Já que cremos na Palavra de Deus de todo o coração, nossa situação vai mudar ou não? Deus não fará com que ela mude totalmente? Nossa vida também não vai mudar com tudo isso? E depois disso nosso coração será fortalecido ou não? Nosso coração jamais fraquejará se tivermos fé. E quando vierem as lutas e adversidades, saberemos como enfrentá-las crendo que Deus tem o melhor para nós. Tudo de fato será melhor se pensarmos assim pela fé, e nunca mais ela ou nós fraquejaremos. Podemos até ficar balançados por um momento se um problema surgir de repente, mas se nos apegarmos bem à Palavra, poderemos dizer com toda a coragem: “O vento pode soprar, mas tudo acontecerá segundo a Palavra. Então eu aceito o desafio.” E se continuarmos agindo assim, o vento vai mudar para outra direção e as coisas começarão a dar certo. Tudo vai mudar.
Amados irmãos, vejam como tudo começou na vida de Abraão, nosso pai na fé. Ele sempre creu na Palavra de Deus e se apegou a ela mesmo quando não tinha ideia para onde estava indo. Por isso que chamamos Abraão de nosso pai na fé. Embora tenha passado por muitas dificuldades ao longo da sua vida, Abraão manteve firme sua fé até o fim. Por isso que Deus vive dizendo que ele é o pai da fé. Além disso, Deus abençoou Isaque por causa da fidelidade do seu pai e disse: “E multiplicarei a tua descendência como as estrelas dos céus, e darei à tua descendência todas estas terras; e por meio dela serão benditas todas as nações da terra; porquanto Abraão obedeceu à minha voz, e guardou o meu mandado, os meus preceitos, os meus estatutos, e as minhas leis” (Gênesis 26.4-5). Abraão é citado aqui como um homem de fé porque se apegou à Palavra. E embora tivesse fraquejado em alguns momentos, seu coração nunca se desviou da fé, ou seja, da Palavra.
E nós também devemos ser assim. Nossos problemas podem ser resolvidos de várias formas, mas apenas se crermos na Palavra de Deus em todas as circunstâncias. Se fizermos isso, ele nos concederá suas bênçãos e trabalhará de um modo maravilhoso em nossa vida. E ele nos dirá: “Vocês são mesmo o povo da fé e merecem ser aprovados por mim.” Quando nossa fé for reconhecida por Deus, nossa situação vai mudar, ele cumprirá em nossa vida as promessas que há em sua Palavra e fará sua obra através de nós. Vocês creem nisso, amados irmãos?
Eu já disse várias vezes que a fé na justiça de Deus deve vir primeiro. Não importa no que cremos, pois a fé na Palavra de Deus é mais importante e deve vir primeiro. Se tivermos fé na Palavra de Deus, nossa situação vai mudar e ele trabalhará em nós segundo nossa fé. Deus nos disse hoje: “Não tragam culpa sobre ninguém.” E a verdade é que a Igreja de Deus não deve mesmo trazer culpa sobre os que não receberam a remissão de pecados. E não podemos deixá-los ir para o inferno. Por mais que nossa situação seja difícil, temos que habitar com paciência na terra que Deus mandou junto com seus filhos, na terra que ele prometeu a Abraão, ou seja, na Igreja de Deus. Se ficarmos na terra que Deus nos mandou e obedecermos à sua Palavra como fez Abraão, ele com certeza fará com que nossos frutos espirituais sejam tão numerosos como as estrelas do céu, assim como prometeu que faria aos descendentes do nosso pai na fé. Portanto, temos que crer na promessa e nos apegar a ela. Precisamos crer que o Deus de Abraão também é o nosso Deus, o seu e o meu Deus. Também devemos crer que a Palavra profética que ele deu a Abraão, Isaque e Jacó é a mesma que ele nos deu. O Deus que trabalhou através da vida de Abraão é o mesmo Deus que trabalha através de nós. Vocês creem nisso, amados irmãos? Temos que fazer a obra pela fé.
Nossa denominação tem sido pioneira em toda a Coreia, mas o que estamos passando por causa disso? Nossa situação não é difícil? Nossos pastores, evangelistas e suas esposas estão enfrentando muitas adversidades. Embora nossa fé seja bem clara, as coisas estão sempre mudando e parecem mais difíceis. Mesmo assim, se guardarmos a fé na Palavra de Deus e nossa liderança esperar com paciência e fé, Deus vai mudar toda a situação. É assim que todos nós temos que viver pela fé na Palavra de Deus.
Se crermos na Palavra de Deus e nos apegarmos a ela, continuaremos firmes na Igreja de Deus e seremos fortalecidos por ela. As dificuldades nos fazem sofrer, mas a fé leva a continuar vivendo. Foi a fé que salvou os servos de Deus e santos. É esta fé que mudará nossa situação, com toda a certeza. É claro que isso não vai acontecer de uma hora para a outra, mas assim como leva tempo para os filhos crescerem, todos os santos que receberam a salvação e os servos de Deus também precisam de tempo para que sua fé seja fortalecida. Mas se esperarmos com paciência na Igreja de Deus, nossa alma amadurecerá durante esse tempo. Se não formos para a terra do Egito, ou seja, enquanto permanecermos na igreja pela fé e não procurarmos soluções humanas, nossos frutos espirituais crescerão. Deus fará com que eles cresçam. E é por causa dele que eles crescerão.
Deus é o meu e o seu Deus. Ele é o nosso Deus. E eu sou grato a ele por ser o nosso Deus. Eu sou muito grato a ele.