خطبات

Assunto 25: CANTARES DE SALOMÃO

[25-7] Com quem o Senhor trabalha? (Cantares de Salomão 5:1-16)

Com quem o Senhor trabalha?(Cantares de Salomão 5:1-16)
“Já entrei no meu jardim, minha irmã, minha esposa;
Colhi a minha mirra com a minha especiaria,
Comi o meu favo com o meu mel,
Bebi o meu vinho com o meu leite;
Comei, amigos, bebei abundantemente, ó amados.
Eu dormia, mas o meu coração velava;
E eis a voz do meu amado que está batendo:
Abre-me, minha irmã, meu amor,
Pomba minha, imaculada minha,
Porque a minha cabeça está cheia de orvalho,
Os meus cabelos das gotas da noite.
Já despi a minha roupa;
Como a tornarei a vestir?
Já lavei os meus pés;
Como os tornarei a sujar?
O meu amado pôs a sua mão
Pela fresta da porta,
E as minhas entranhas estremeceram por amor dele.
Eu me levantei para abrir ao meu amado,
E as minhas mãos gotejavam mirra,
E os meus dedos mirra com doce aroma,
Sobre as aldravas da fechadura.
Eu abri ao meu amado,
Mas já o meu amado tinha se retirado, e tinha ido;
A minha alma desfaleceu quando ele falou;
Busquei-o e não o achei,
Chamei-o e não me respondeu.
Acharam-me os guardas que rondavam pela cidade;
espancaram-me, feriram-me,
Tiraram-me o manto os guardas dos muros.
Conjuro-vos, ó filhas de Jerusalém,
Que, se achardes o meu amado,
Lhe digais que estou enferma de amor.
Que é o teu amado
Mais do que outro amado,
Ó tu, a mais formosa entre as mulheres?
Que é o teu amado mais do que outro amado,
Que tanto nos conjuras?
O meu amado é branco e rosado;
Ele é o primeiro entre dez mil.
A sua cabeça é como o ouro mais apurado,
Os seus cabelos são crespos,
Pretos como o corvo.
Os seus olhos são como os das pombas
Junto às correntes das águas,
Lavados em leite,
Postos em engaste.
As suas faces são como um canteiro de bálsamo,
Como flores perfumadas;
Os seus lábios são como lírios
Gotejando mirra com doce aroma.
As suas mãos são como anéis de ouro engastados de
berilo;
O seu ventre como alvo marfim, coberto de safiras.
As suas pernas como colunas de mármore,
Colocadas sobre bases de ouro puro;
O seu aspecto como o Líbano,
Excelente como os cedros.
A sua boca é muitíssimo suave;
Sim, ele é totalmente desejável.
Tal é o meu amado,
E tal o meu amigo,
Ó filhas de Jerusalém”.
 
 
Sejam todos muito bem-vindos! Amanhã o diácono Minsoo e sua esposa, que estavam fazendo a obra na igreja de Seul, chegarão para trabalhar conosco. Deus nos salvou de todos os pecados do mundo com o evangelho da água e do Espírito, e todos nós sabemos que precisamos fazer sua obra confiando em sua justiça. Portanto, temos que nos dedicar a esta obra, confiando que Deus abençoará até o trabalho que pela fé temos feito em outros países. O texto bíblico deste capítulo se encontra em Cantares de Salomão capítulo 5.
 
 

Com quem nosso Senhor trabalha hoje?

 
Nosso coração está ligado ao do Senhor porque cremos no evangelho da água e do Espírito. E a Bíblia diz que ele faz a obra através de nós que recebemos a remissão de pecados por crermos neste evangelho. Vamos ler Cantares de Salomão 5:1 agora: “Já entrei no meu jardim, minha irmã, minha esposa; colhi a minha mirra com a minha especiaria, comi o meu favo com o meu mel, bebi o meu vinho com o meu leite”.
O Senhor está dizendo que nos salvou com seu amor, e que é através de pessoas como nós que todos neste mundo são libertos dos seus pecados. Em outras palavras, a ordem de Deus é que seus servos preguem o evangelho da água e do Espírito a todos neste mundo para que sejam salvos através dele. É muito importante entendermos isso.
O que precisamos entender aqui é que Deus faz sua obra através daqueles que o amam, que receberam o amor da sua salvação. Não há nenhuma frase ou sequer uma palavra sobre Jesus Cristo em Cantares de Salomão, que está no Antigo Testamento. Mas quando lemos a Palavra de Deus neste livro, vemos como Deus ama seus servos. Cantares de Salomão foi escrito de uma forma que nos leva a entender muito bem o relacionamento que temos com o Senhor. Por isso que quando meditamos em Cantares de Salomão, somos muito fortalecidos espiritualmente.
Nosso Senhor confia sua obra àqueles que receberam a remissão de pecados. Por isso que os servos de Deus fazem sua obra confiando em sua justiça. E eles também fazem a obra de Deus cheios do Espírito Santo. Mas o que Deus quer realizar nesta terra através dos seus servos? Seu desejo é que todos recebam a remissão de pecados através do evangelho da água e do Espírito para que possa confiar a eles sua obra.
 
 

Por causa das bênçãos que Deus nos deu...

 
Está escrito no texto bíblico deste capítulo: “Colhi a minha mirra com a minha especiaria, comi o meu favo com o meu mel, bebi o meu vinho com o meu leite”. Este texto fala dos obreiros de Deus que creem no evangelho da água e do Espírito e receberam a remissão de pecados. A mirra se refere à oração, significa que devemos fazer a obra sem cessar e concentrar nossos esforços em pregar o imutável evangelho da água e do Espírito e a Palavra de Deus. A especiaria se refere às nossas orações; o favo de mel, à Palavra de Deus; o vinho, à Palavra da vida; e o leite, ao pão de Deus. Isso quer dizer que o Senhor trabalha através do que creem no evangelho da água e do Espírito. Não são todos que querem fazer a obra de Deus que podem fazê-la. Isso só é possível aos que creem no amor de Deus e na sua Palavra.
Hoje temos feito a obra de Deus, mas não poderíamos fazer isso se antes não tivéssemos sido salvos de todos os nossos pecados. Ninguém pode fazer a obra de Deus se não for salvo de todos os seus pecados. Afinal de contas, como alguém que não foi salvo poderia fazer sua obra? Se alguém não foi purificado de todos os seus pecados e ainda tentar fazer a obra de Deus, isso é algo que ele nem deveria pensar em fazer. Nenhum pecador pode fazer a obra de Deus, justamente porque a obra é de Deus, e não do homem. Os que quiserem fazer a obra de Deus segundo seus desejos carnais serão amaldiçoados por ele. Quando alguém que não é aprovado por Deus tenta fazer sua obra, isso é um sério pecado e faz com que ele seja punido severamente. Portanto, quando eu pecador tento fazer a obra de Deus, na verdade eu estou fazendo minha própria obra.
Só quem recebeu a remissão de pecados pode fazer a obra de Deus e, naturalmente, pregar junto o evangelho da água e do Espírito. Mas por quê? Porque só quem recebeu o amor do Senhor e foi salvo por ele pode dar testemunho da verdadeira salvação que ele concede ao homem. Só podemos ser testemunhas que pregam a justiça do Senhor porque cremos no evangelho da água e do Espírito. E fazer a obra do Senhor é justamente cumprir o papel de testemunha do evangelho da sua justiça.
Então, o que estamos fazendo agora – ou seja, pregando o evangelho da água e do Espírito – é justamente a obra de Deus. E o Senhor cumpre sua vontade através daqueles que fazem sua obra. Por meio dos seus obreiros, muitos neste mundo hoje têm conhecido o evangelho da água e do Espírito. E como resultado, pessoas no mundo inteiro estão sendo salvas crendo no evangelho da água e do Espírito, como nós fomos, e também sendo abençoados para fazer a obra do Deus em sua vida.
Podemos ver com isso então que a obra de Deus que estamos fazendo agora é de fato a obra da justiça aprovada por ele. E como temos este entendimento agora, somos fortalecidos para enfrentar todos os desafios. Mas, infelizmente, muitos cristãos hoje em dia estão enganados e querem fazer a obra de Deus sem crer na sua justiça. E ao invés de glorificar a Deus assim, eles estão na verdade blasfemando contra seu nome e sua glória. Portanto, para agradarmos a Deus, é imprescindível crermos no evangelho da água e do Espírito primeiro e só depois fazermos sua obra.
 
 
De que forma Deus confia sua obra a nós?
 
Vemos que o Senhor leva seus servos a confiar nele e orar com fé quando trabalha com eles. E para ficar mais claro, lembre-se de que o Senhor opera através da fé dos seus servos. Quando oramos e fazemos a obra do Senhor confiando na sua justiça, vemos como as coisas acontecem naturalmente. Vamos ler o versículo agora: “Eu dormia, mas o meu coração velava; e eis a voz do meu amado que está batendo: ‘Abre-me, minha irmã, meu amor, pomba minha, imaculada minha, porque a minha cabeça está cheia de orvalho, os meus cabelos das gotas da noite’” (Cantares de Salomão 5:2).
Este texto nos mostra que o Senhor não trabalha com qualquer um. Ao contrário, ele só faz isso quando entregamos a ele nosso coração, enfrentamos os desafios pela fé, e cremos que ele de fato trabalha em nossa vida. O Senhor ouve nosso clamor e renova nossas forças espirituais sempre que buscamos a ele em oração. Que obra o Senhor quer que seus servos façam então? Ele quer que façamos a imutável e eterna obra da salvação.
Por isso que o Senhor veio a esta terra, levou todos os nossos pecados de uma vez por todas ao ser batizado por João Batista, derramou seu sangue na cruz, ressuscitou dos mortos e de uma vez salvou todos que creem. Então temos que orar ao Senhor de todo o coração e com fé quando formos fazer a obra de Deus. Nosso Senhor trabalha em nossa vida quando deixamos tudo bem claro para ele e pedimos sua ajuda, assim como as crianças pedem ajuda aos seus pais quando precisam.
O Senhor ouve a oração dos seus servos e trabalha na sua vida quando eles pregam a salvação imutável e eterna. E os servos de Deus fazem a obra para salvar almas porque o Senhor já salvou as pessoas de todos os seus pecados. Por isso que devemos fazer a obra de Deus. E todos nós devemos fazê-la pela fé. Mas apesar de tudo que fizemos até agora, ainda há muito para fazer na obra de Deus.
Eu não sei como vocês me veem, mas da minha parte quero ajudá-los a fazer a obra da justiça e dar muitos frutos para a salvação. E eu quero ajudá-los a fazer isso de uma forma que não venha causar-lhes nenhum esgotamento físico. Melhor dizendo, eu quero levá-los a fazer a obra de Deus. Quando uma guerra é travada, o exército é dividido em batalhões que exercem variadas funções: algumas tropas combatem na linha de frente, outras dão apoio logístico na retaguarda. E minha responsabilidade é justamente dar apoio logístico a vocês, a fim de garantir que vocês não deixem de compartilhar o pão da vida.
Algo muito importante é buscarmos a ajuda de Deus quando fazemos sua obra. E algo totalmente indispensável para nós é fazer a obra pela fé, confiando em Deus por completo. Precisamos crer que Deus é nosso Noivo e Pastor, que sempre nos ajuda. E não há como expressar como é importante crermos de coração em Deus e na sua justiça. Se confiarmos no Senhor, ele estará sempre conosco em tudo que fizermos para Deus. Mas ele não nos ajudará se não confiarmos nele. Por isso que é tão importante crermos em Deus e na sua justiça quando fazemos sua obra. Todos nós temos que glorificar o Senhor com nossa fé.
 
 
Como nosso amado Senhor é comparado às pessoas deste mundo?
 
É claro que nosso Senhor é muito mais do que elas, pois ele é mais poderoso, confiável, justo, misericordioso do que as pessoas mais amadas deste mundo. Vamos ler agora Cantares de Salomão 5:9: “Que é o teu amado mais do que outro amado, ó tu, a mais formosa entre as mulheres? Que é o teu amado mais do que outro amado, que tanto nos conjuras?”
Na verdade, Jesus Cristo, o Pai e o Espírito Santo, em quem cremos, são o único e verdadeiro Deus, que não podem ser comparados a nenhum falso deus deste mundo. E ele é o Salvador dos crentes no evangelho da água e do Espírito. É isso que a Palavra diz em Cantares de Salomão 5. A questão então é a seguinte: quando comparamos nosso amado Deus com os falsos deuses amados pelas pessoas deste mundo, quem é melhor? Estes falsos deuses adorados por estas pessoas não podem ser comparados com nosso Senhor. Os deuses que estas pessoas creem e adoram não são o verdadeiro Deus. Nosso Senhor, por sua vez, é o Salvador que livrou o homem de todos os pecados do mundo.
Ao se sacrificar para resolver o problema dos nossos pecados, nosso Deus deu a verdadeira salvação a todos nós que cremos neste sacrifício. O amor de Deus será eterno e imutável para nós se não o trairmos. Além disso, nosso Senhor nos ama de uma forma plena e perfeita. Se ele não pudesse nos dar sua maravilhosa graça, ele seria um enganador que finge nos amar e no fim nos trairia. Mas nosso Senhor tem mesmo um coração misericordioso e poder para nos dar a salvação para sempre. E o Senhor amará para sempre os que creem no evangelho da água e do Espírito. Este é o nosso Senhor.
Está escrito em Cantares de Salomão 5:9: “Que é o teu amado mais do que outro amado, ó tu, a mais formosa entre as mulheres? Que é o teu amado mais do que outro amado, que tanto nos conjuras?” Amados irmãos, nós amamos Jesus Cristo de coração, e ele é o Deus trino que não pode ser comparado com nenhum dos falsos deuses. Na terra ou no céu, neste mundo efêmero ou no reino eterno, não há outro maior do que o Senhor. Não há Deus mais perfeito ou exaltado do que nosso Senhor. E ninguém é mais fiel do que ele. Nenhum outro então merece nosso amor, só o Senhor. Por isso que estamos pregando a justiça de Jesus àqueles que não conhecem a verdade. Nosso Deus é o Deus soberano que pode libertar de todos os pecados aqueles que ainda não foram redimidos. E é ao Senhor que confiamos estas almas perdidas.
Nós oramos ao Senhor pela alma dos nossos familiares e por muitas outras neste mundo. Também buscamos sua ajuda em oração. Nosso amado Deus é realmente todo-poderoso. Ele ama a todos nós e todos que são servos de Deus amam o Senhor.
Vamos ler agora Cantares de Salomão 5:10-16: “O meu amado é branco e rosado; ele é o primeiro entre dez mil. A sua cabeça é como o ouro mais apurado, os seus cabelos são crespos, pretos como o corvo. Os seus olhos são como os das pombas junto às correntes das águas, lavados em leite, postos em engaste. As suas faces são como um canteiro de bálsamo, como flores perfumadas; os seus lábios são como lírios gotejando mirra com doce aroma. As suas mãos são como anéis de ouro engastados de berilo; o seu ventre como alvo marfim, coberto de safiras. As suas pernas como colunas de mármore, colocadas sobre bases de ouro puro; o seu aspecto como o Líbano, excelente como os cedros. A sua boca é muitíssimo suave; sim, ele é totalmente desejável. Tal é o meu amado, e tal o meu amigo, ó filhas de Jerusalém!” Podemos interpretar este texto como algo que o Senhor diz quando vê aqueles que creem no evangelho da água e do Espírito e servem a ele. Mas, na verdade, é assim que vemos o Senhor.
 
 
Quem faz a obra de Deus é mesmo lindo e valioso
 
Os justos são abençoados por Deus a seu tempo. E todos nós que somos filhos de Deus estamos fazendo a obra juntos. Todos nós temos feito a obra de Deus sem cessar, e quanto mais o tempo passa, eu vejo como somos abençoados. Somos abençoados por passar tanto tempo trabalhando assim e servindo até hoje ao evangelho de Deus, e não ao homem. Além disso, é uma bênção maravilhosa de Deus podermos fazer sua obra agora e não nos preocupar apenas em suprir nossas necessidades. Ao olharmos para as pessoas deste mundo, podemos ver que estão se esforçando apenas para suprir suas necessidades e sobreviver. E mesmo que algumas delas sejam ricas e pertençam à classe alta, ainda assim sua vida é miserável.
Eu recentemente organizei um encontro de avivamento em Seul, e num daqueles dias eu acordei bem cedo, por volta das quatro ou cinco da manhã. E já que não consegui mais dormir, eu saí para dar uma volta e vi algumas pessoas com pressa àquela hora. Com toda certeza Seul merece a reputação que tem de grande metrópole. Todas aquelas pessoas não estavam na rua tão cedo por qualquer motivo; elas estavam voltando para casa depois de trabalhar à noite ou indo para o trabalho. Então eu percebi como somos felizes por fazermos a boa obra de Deus sem termos que nos preocupar com nossas necessidades.
É mais fácil entender algo quando fazemos uma comparação. Alunos, trabalhadores e empresários trabalham duro para suprir as necessidades que têm na vida. E a competição é ferrenha. E muitos são competitivos assim para não ficar para trás, fracassar ou até mesmo virar um sem-teto. Nós, ao contrário, temos todas as nossas necessidades supridas, a fim de que nos concentremos somente na boa obra do Senhor e encontremos uma forma de pregar o evangelho para quanto mais pessoas pudermos. É uma grande bênção poder viver para fazer a obra de Deus e não ter que se preocupar com mais nada. A vida que temos hoje é maravilhosa e muito abençoada.
Alguns de vocês podem até não concordar, achando que é duro fazer a obra de Deus. Mas se vocês tivessem que trabalhar para sobreviver, com certeza enfrentariam muitas dificuldades. Em outras palavras, viver neste mundo em si já é uma grande luta. Vocês estão passando por lutas agora? Eu tenho certeza que muitos de vocês estão, achando que a obra do Senhor é muito dura. Só que, a meu ver, todos trabalham duro assim.
 
 

Eu não pude deixar de fazer a obra do Senhor depois que encontrei sua justiça e nasci de novo por crer no evangelho da água e do Espírito

 
Naqueles dias eu tinha um emprego secular e saía de casa às seis da manhã para o trabalho. Para isso, eu tinha que acordar às cinco da manhã. Eu precisava pelo menos de uma hora para tomar meu café e me preparar para ir trabalhar. E eu trabalhava até às oito da noite, mais de doze horas por dia. E neste emprego eu ganhava apenas quarenta dólares por dia. Isso foi há vinte anos. Naquela época eu não estava satisfeito com o que ganhava no meu trabalho. Eu não achava justo o salário que recebia por trabalhar tanto. Tanto que fiquei decepcionado de trabalhar para os outros.
Então eu percebi que seria melhor começar meu próprio negócio. Eu pensei em tudo, desde a licença que precisaria para abrir minha primeira loja e em como expandir o negócio e torná-lo uma franquia. Eu pensei que seria fácil ganhar dinheiro se abrisse meu próprio negócio. Não porque eu era ganancioso e queria fazer fortuna, mas porque eu queria servir ao evangelho do Senhor. Eu queria ganhar dinheiro antes de fazer isso.
No entanto, eu acabei descobrindo que a ideia de ganhar dinheiro para servir ao Senhor era apenas uma ilusão. Apesar disso, tudo começou a dar certo quando Deus abriu uma porta para mim, e graças a isso eu tenho servido ao evangelho da água e do Espírito até hoje. Não é tão fácil ganhar dinheiro. Na verdade, é muito difícil. Mas somos abençoados porque não temos que nos preocupar em colocar comida na mesa ou ter um lugar para morar. Isso porque o Senhor nos abençoou para que sirvamos ao evangelho da água e do Espírito.
Você está preocupado em suprir suas necessidades como alimentação e moradia? Tudo isso será suprido naturalmente se você fizer a obra de Deus. Deus nos disse que tudo que fizermos, seja comermos ou bebermos, deve ser para sua glória. Ele também nos disse que não devemos nos preocupar com nada. E é assim que temos vivido, pois esta Palavra tem se cumprido em nossa vida. Se compararmos de vez em quando nossa vida com a de outras pessoas enquanto fazemos a obra de Deus, veremos que somos muito abençoados. Isso porque o Senhor está acima de todas as coisas. E ele é mesmo glorioso. Ele é o Senhor de todo o universo.
Você entende como funciona o universo? Os cientistas dizem que as estrelas que vemos hoje no começo não eram um corpo sólido, mas que elas se materializaram por causa de uma grande quantidade de gás. E elas continuam se fragmentando até hoje. Então o universo está cheio de fragmentos de estrelas que não existem mais, embora ainda haja muitas em sua órbita que ocupam seu lugar no universo.
Eu ficava maravilhado com isso e ao mesmo tempo intrigado, embora não fosse astrônomo. E havia outra coisa que me intrigava também, embora fosse algo da Terra. Em muitas partes do mundo, principalmente na Coreia e nos países asiáticos, as pessoas reverenciam seus ancestrais. Em nações confucionistas, as pessoas cuidam muito bem das sepulturas dos seus ancestrais. E quando era criança eu ficava intrigado porque o número de túmulos era bem menos do que as pessoas que haviam morrido até hoje. Isso era algo que me intrigava muito. Mas um dia, quando passei por um monte perto de um cemitério público, eu encontrei a resposta.
Alguns dos túmulos do cemitério estavam largados, demonstrando que haviam sido abandonados já muito tempo. Muitos deles haviam sido tomados pelo mato, pois estavam abandonados. Então eu entendi que embora as pessoas reverenciassem seus ancestrais e até fizessem oferendas a eles, os mais antigos acabam sendo esquecidos. Depois de duas ou três gerações, eles eram esquecidos e seus túmulos, abandonados. Como resultado, os túmulos mais antigos eram deixados de lado e depois acabavam desaparecendo. E isso explica por que não havia necessidade de muitos cemitérios. Hoje a cremação se tornou algo comum, e isso faz com que haja menos necessidade de mais espaços nos cemitérios.
Foi assim que obtive resposta de algo que me intrigava tanto. Isso era algo que eu queria entender desde a minha infância. Na minha mente de criança, o mundo devia ser cheio de cemitérios, já que sempre morriam pessoas e elas precisavam ser enterradas em algum lugar. E embora não fosse bem assim, isso me levava a pensar. Vocês já pensaram em algo que lhes intrigasse tanto assim? Eu não sei quanto a vocês, mas eu pensava. Tanto que as pessoas me achavam estranho porque eu ficava levantando estas questões. Enfim, hoje eu sei a resposta para o que me intrigava: há muitos cemitérios abandonados neste mundo.
Amados irmãos, nosso Senhor é o único e verdadeiro Deus, soberano e que não pode ser comparado com nenhum dos falsos deuses adorados pelas pessoas deste mundo. Somos amados pelo Senhor, e fazemos sua obra porque somos sua Noiva. Por isso que não me canso de dizer como sou feliz. Nós somos tão abençoados que palavras não podem expressar como somos felizes. Às vezes ouvimos palavras que nos deprimem neste mundo. Mas mesmo assim somos felizes porque o Senhor está conosco. Embora este mundo seja um lugar deprimente, nada pode tirar nossa esperança porque o Senhor está conosco.
A economia global recentemente passou por uma grande recessão e teve sua pior crise em mais de oitenta anos. Apesar disso, nós continuamos pregando o evangelho. E, na verdade, foi graças ao Senhor que pudemos fazer isso. Temos muito mais a agradecer a Deus do que reclamar ou nos decepcionar com ele.
Então vamos orar juntos para terminar: “Senhor, fortaleça nossa fé e nos abençoe. E nos guarde em tudo que fizermos para apoiar o ministério do evangelho. Nós oramos em nome de Jesus, amém!”