Bài giảng

Assunto 25: CANTARES DE SALOMÃO

[25-9] Deus nos ama como amou a Sulamita (Cantares de Salomão 6:1-4)

Deus nos ama como amou a Sulamita(Cantares de Salomão 6:1-4)
“Para onde foi o teu amado,
Ó mais formosa entre as mulheres?
Para onde se retirou o teu amado,
Para que o busquemos contigo?
O meu amado desceu ao seu jardim,
Aos canteiros de bálsamo,
Para apascentar nos jardins
E para colher os lírios.
Eu sou do meu amado,
E o meu amado é meu;
Ele apascenta entre os lírios.
Formosa és, meu amor, como Tirza,
Aprazível como Jerusalém,
Terrível como um exército com bandeiras!”
 
 
É com imensa alegria que eu recebo todos vocês! Eu espero que o inverno chegue logo ao fim e comece a primavera. Ainda é possível comprar flores no inverno, mas espero que a primavera chegue logo. Eu mal posso esperar para que a neve derreta, o tempo fique quente e as flores floresçam no campo.
Está escrito em Cantares de Salomão 6:1-3: “Para onde foi o teu amado, ó mais formosa entre as mulheres? Para onde se retirou o teu amado, para que o busquemos contigo? O meu amado desceu ao seu jardim, aos canteiros de bálsamo, para apascentar nos jardins e para colher os lírios. Eu sou do meu amado, e o meu amado é meu; ele apascenta entre os lírios”.
Este texto demonstra o grande amor de Deus pela Sulamita, que fazia parte do seu povo. Também significa que ele nos ama, pois somos seu povo. O Senhor se alegra quando seu povo trabalha na sua vinha.
E a Bíblia continua dizendo em Cantares de Salomão 6:4-6: “Formosa és, meu amor, como Tirza, aprazível como Jerusalém, terrível como um exército com bandeiras. Desvia de mim os teus olhos, porque eles me dominam. O teu cabelo é como o rebanho das cabras que aparecem em Gileade. Os teus dentes são como o rebanho de ovelhas que sobem do lavadouro, e das quais todas produzem gêmeos, e não há estéril entre elas”. É assim que o Senhor se agrada dos obreiros que trabalham na sua vinha, na Igreja de Deus.
 
 

Deus ama as pessoas e os obreiros que trabalham em sua igreja

 
O texto bíblico deste capítulo nos ensina que precisamos entender bem, enquanto levamos uma vida de fé, o quanto Deus nos ama. Nosso Deus olha para a fé que temos no coração, e não para nossa aparência. Ele não julga seus obreiros baseado na sua aparência exterior. E o que ele olha na verdade é a fé que há em nosso coração. O fato de Deus ter amado a Sulamita significa que ele ama a todos que trabalham na sua vinha. De todos os membros da Igreja de Deus, só recebem seu maravilhoso amor aqueles que de fato estão trabalhando na sua vinha.
Mas por que os obreiros da fé que estão trabalhando na vinha do Senhor às vezes se sentem cansados e desanimados? Porque eles não sabem realmente como o Rei os ama. Até os obreiros de Deus certas vezes dão ouvidos às palavras de Satanás, embora isso aconteça somente porque eles não sabem realmente quem é Jesus e, por esta razão, não creem nele por completo. Eles ficam desanimados porque não sabem o quanto o Noivo os ama. Se não conhecermos bem o coração de Deus, acabaremos desejando o que não devemos e indo para o mundo. E isso só trará tormento à nossa vida.
Só nos sentimos envergonhados perante Deus quando não temos fé. E isso acontece quando não temos consciência do quanto ele nos ama. Todos nós sabemos que Deus odeia o pecado. Então, temos que viver pela fé no evangelho da água e do Espírito e fazer sua vontade. Precisamos mesmo entender o amor de Deus e confiar neste amor.
Deus odeia a maldade. E quando todos nós entendermos esta verdade, poderemos servir ao Senhor crendo no evangelho da água e do Espírito que ele nos deu. Deus odeia tanto o pecado e a iniquidade que remiu todos eles; e isso em si já mostra o quanto ele nos amou. Apesar de sermos muito falhos em nossos atos, poderemos levar uma vida de retidão se confiarmos na justiça do Senhor.
Quando conhecermos o coração de Deus, saberemos o que ele gosta e odeia. E então faremos sua vontade pela fé e aos poucos começaremos a levar uma vida de retidão. É imprescindível entendermos que o desejo do Senhor é que compreendamos o quanto ele nos ama. Vocês sabem realmente o quanto Deus os ama? Vocês sentem o amor de Deus a todo o momento em sua vida? Eu estou pregando sobre o amor de Deus para que vocês vivam na sua igreja em comunhão. Também estou pregando sobre a fé na justiça de Deus para que façam parte da sua igreja.
Vocês creem de coração que Deus ama os justos como amou a Sulamita? Vocês creem mesmo no amor de Deus de todo o coração, e que o Rei ama os crentes no evangelho da água e do Espírito como amou a Sulamita que trabalhava na sua vinha? E embora sua pele fosse queimada do sol por tanto trabalhar na vinha, ainda assim ele a amava.
O rei Salomão não tinha menos do que 60 rainhas e 80 concubinas, mas a única mulher que ele realmente amava era a Sulamita. Isso significa que são os obreiros da sua igreja quem ele mais ama. Assim como Deus amou mais a Sulamita, ele também ama os obreiros que creem no evangelho da água e do Espírito e estão fielmente fazendo sua obra. Hoje levamos uma vida de fé na Igreja de Deus porque fomos salvos crendo no evangelho da água e do Espírito. E apesar de termos muitas falhas, estamos fazendo a obra para salvar muitas almas dos pecados do mundo.
Assim como Deus amou a Sulamita, ele ama todos os seus obreiros que trabalham duro na pregação do evangelho da água e do Espírito. É assim que Deus nos ama. A Sulamita hoje somos nós, pois estamos levando uma vida de fé como ela. E também estamos queimados de sol porque trabalhamos na vinha do Senhor.
Deus ama todos nós que pregamos o evangelho da água e do Espírito no mundo todo, como está escrito em Cantares de Salomão 6:5-7: “Desvia de mim os teus olhos, porque eles me dominam. O teu cabelo é como o rebanho das cabras que aparecem em Gileade. Os teus dentes são como o rebanho de ovelhas que sobem do lavadouro, e das quais todas produzem gêmeos, e não há estéril entre elas. Como um pedaço de romã, assim são as tuas faces entre os teus cabelos”.
Quem é a mulher mencionada neste texto? Ela não faz alusão a cada um de nós? Isso quer dizer, em outras palavras, que Deus ama todos os obreiros que confiam no evangelho da água e do Espírito e estão fazendo sua obra. Mas apesar de Deus nos amar tanto assim, temos a mania de olhar para nossos erros e falhas e desanimar por causa disso. É muito importante entendermos que todos que procuram estar na presença de Deus, mas confiando nas suas obras, cairão em depressão espiritual.
Alguns tropeçam e caem por causa das suas fraquezas e falta de fé, pois não sabem o quanto Deus os ama. Mas e você? Você anda deprimido? Seu coração ainda está em Deus? Se está, você precisa começar a viver pela fé na sua justiça. Assim como o brilho da lua, o calor do sol e a beleza das flâmulas de um exército, temos que viver pela fé. E quem tem uma vida linda assim? Nós mesmos. Apesar de termos falhas, somos o exército de Deus. Então, o que precisamos entender muito bem aqui é que o Senhor amou a Sulamita apesar das suas falhas. E esta é a prova de o Senhor realmente nos ama.
Se você está passando por algum problema espiritual na sua vida de fé, o problema está em você então, não em Deus. A Sulamita sabia o quanto o rei Salomão a amava, mas certa vez ela tentou deixá-lo. Só que ela não teve coragem de fazer isso justamente porque conhecia o coração do rei. Ela era a mulher mais feliz do mundo. Mas se tentasse ganhar o coração do rei mudando a cor da sua pele, isso seria a prova de que ela de fato não conhecia o coração de Salomão. Do mesmo modo, quando os obreiros de Deus não conhecem o desejo do rei, cedo ou tarde acabam deixando o trabalho na vinha. E se não souberem o quanto Deus, o seu rei, os ama, eles acabarão deixando a vinha para sempre.
Por isso que é indispensável entendermos qual o propósito de Deus para nós, pois só assim não deixaremos a igreja e estaremos com Deus para sempre. Enquanto souberem qual o propósito de Deus para sua vida, os servos de Deus jamais deixarão de fazer sua obra e as trevas que rondam seu coração se dissiparão. O rei Salomão amava a Sulamita como ela era, não importa como os outros a vissem ou o que pensassem dela. As pessoas olhavam para ela com olhar de desprezo por causa da sua pele escura. Mas não importa o que dissessem da Sulamita, o rei Salomão a amava de todo o coração. Embora as pessoas a insultassem por ser morena, Salomão achava linda a cor da sua pele.
O rei Salomão amou a Sulamita, que cuidava da sua vinha. Não há como descrever seu amor por ela. Mas ela teria sérios problemas se não soubesse o quanto Salomão a amava. E conosco é a mesma coisa. Quando olhamos para o nosso coração e analisamos nossos atos, vemos que há muito pouca virtude neles. É claro que quando ouvimos a Palavra de Deus, decidimos viver segundo ela, mas será que isso é mesmo possível? De modo algum, pois com o passar do tempo, descobrimos que somos mais falhos do que pensávamos. E alguns de nós ficam até desesperados quando veem como seus atos são imperfeitos. Mas apesar disso, Deus nos ama muito. Ele nos vê claramente, como o sol da manhã. Ele nos vê como seu povo, brilhante como o sol e terrível como um exército com bandeiras.
 
 

Deus nos ama apesar das nossas falhas

 
Somos muito amados por Deus. E na sua igreja, até os servos que fazem as mínimas tarefas são exaltados por ele. E nós sabemos qual seu propósito em nossa vida. A Bíblia diz que Deus vê seus obreiros como um exército com bandeiras. Os obreiros de Deus são fabulosos aos seus olhos. E para enfatizar isso ainda mais, eu quero dizer que é indispensável entendermos muito bem em nossa vida de fé que Deus é o Deus de amor. E ele não ama somente quem faz parte da Igreja de Deus, mas a todos neste mundo. Ele ama muito os justos, apesar dos seus atos e das suas falhas.
A pele da Sulamita era queimada de sol. E apesar de ser morena como as tendas de Quedar e desprezada pelas pessoas, ela era linda aos olhos do Senhor. A vinha do rei tinha muitos trabalhadores, e muitos deles zombavam da Sulamita que lá também trabalhava. No entanto, o rei Salomão era só sorrisos quando ela olhava para ele.
Somos o povo de Deus, e apesar de ainda termos muitas falhas, ninguém neste mundo é mais amado do que nós, pois somos justos. O rei Salomão tinha 60 rainhas e 80 concubinas, mas seu grande amor era a Sulamita. Isso quer dizer que os filhos de Deus são quem ele mais ama, por mais que as pessoas deste mundo os desprezem. Não há ninguém mais amado por Deus neste mundo do que seu povo. Deus ama muito os justos, independente da sua aparência.
Se coloque no lugar de Deus e pense nisso. Deus salvou seu povo sacrificando seu próprio Filho. Isso não demonstra então como ela ama a quem salvou? Já que o preço para sermos filhos de Deus foi a vida do seu próprio Filho, quem ele amaria mais do que nós? Os filhos de Deus especiais que há nesta terra são justamente os crentes no evangelho da água e do Espírito. Embora bilhões de pessoas vivam neste mundo, Deus ama mais aqueles que foram salvos por seu Filho. E não importa o que as pessoas digam, ninguém neste mundo é mais amado por Deus do que seus filhos. Não há ninguém mais amado neste mundo do que os filhos de Deus.
Deus ama seus filhos mais do que todos, principalmente os que foram salvos pela sua graça, não pelas obras. Por exemplo, vamos dizer que você se sacrificou para salvar alguém. Quando pensar nesta pessoa então, você não vai se lembrar do grande amor que teve por ela? Afinal de contas, você não se sacrificaria tanto por ela se não a amasse. Quem você amaria mais neste mundo então? Com certeza aquele por quem você sacrificou tudo neste mundo para salvar.
Muitos que vivem nesta terra ainda não nasceram de novo. Não há nada diferente em nós que agrade as pessoas, mas mesmo assim Deus nos ama. E ele diz quando nos vê: “Vocês são meu povo, minha Noiva, meus amados. Eu me alegro muito em vocês. Vocês são minha vida, mais valiosos do que tudo.” Já que Deus nos salvou de todos os nossos pecados com a água e o sangue do seu próprio Filho ao sacrificá-lo por nós, não há ninguém que ele ame mais neste mundo do que seus filhos. Eu creio de todo o meu coração que Deus nos ama apesar de todas as falhas que temos. Não há ninguém nesta terra mais amado por Deus do que nós. Ninguém neste mundo é mais amado por ele do que seu povo. E dos que ele mais se agrada são aqueles que trabalham na sua vinha. Deus não ama ninguém mais do que nós.
Por mais que sejamos imperfeitos, ainda assim Deus nos ama; por mais que sejamos morenos como as tendas de Quedar, ainda assim ele nos ama; por mais que sejamos cheios de falhas, ainda assim ele nos ama. E cremos em Deus de todo o nosso coração, sempre, pois fomos salvos de todos os nossos pecados crendo no evangelho da água e do Espírito. Portanto, nossa fé é perfeita. E é justamente por isso que Deus ama tanto aqueles que nasceram de novo. Deus ama você, ele me ama. E temos que viver pela fé reconhecendo o amor Deus por nós. Já que fomos salvos e agora somos filhos de Deus, temos que entender esta verdade profunda, a infinitude do seu amor por nós, e viver pela fé.
 
 

Eu vejo o quando Deus nos ama

 
Eu sei que Deus me ama muito e creio nisso. E por mais que eu seja cheio de falhas, ainda assim Deus me toma em seus braços e me ama. Deus ama todos nós, independente das nossas fraquezas. E meu desejo é que todos vocês creiam em Deus de coração por toda a sua vida e nunca se desesperem por causa das suas fraquezas. Vocês precisam entender como Deus ama todos os seus obreiros, como ele nos ama de coração, e viver pela fé confiando neste amor. Entendam bem, eu não estou pedindo a vocês que amem a Deus, e sim como ele os ama. Ele nos ama apesar de sermos como as tendas de Quedar. Deus nos ama apesar das nossas falhas, reveladas em nosso caráter e em nossos atos.
Vocês confiam mesmo no amor de Deus? Ele quer que entendamos o quanto ele nos ama, não importa o que façamos. Embora seja muito difícil viver neste mundo tão cruel, vocês podem superar todas as dificuldades crendo no amor de Deus. Por isso que precisamos entender o amor que Deus tem no coração por nós. Deus amou muito a Sulamita. E Cantares de Salomão fala deste amor. Ele foi escrito com o único propósito de nos ensinar como Deus nos ama.
Os principais personagens de Cantares é Salomão e a Sulamita; os outros são apenas coadjuvantes. Ao longo de todo o livro a Sulamita é exaltada, comparada ao que há de mais belo. Não há poesia que retrate o amor de forma mais linda e maravilhosa do que Cantares de Salomão. E ele foi escrito para nos mostrar o quanto Deus nos ama. Cantares de Salomão é sobre o amor de Deus. E se não houvesse este livro na Bíblia, poderíamos cair em desespero depois de sermos salvos.
Todos nós passamos por muitas lutas e provações. Mas nossas forças são renovadas quando lemos Cantares de Salomão, pois entendemos como Deus nos ama, apesar das nossas falhas. Como seu amor não exige perfeição, ele nos ama apesar das nossas falhas, incondicionalmente. Por isso que regozijamos quando entendemos como Deus ama seu povo, o adoramos e somos gratos a ele em Cristo Jesus.
É tão maravilhoso saber que Deus nos ama apesar da imperfeição dos nossos atos. Somos muito abençoados quando entendemos o quanto Deus nos ama. Eu não conheço bênção maior do que esta, ou seja, saber o quanto Deus nos ama de coração. Mas e você? Você sabe o quanto Deus o ama de coração? Se sabe, as lutas que você passa não significam nada então, porque mesmo que elas não acabem, você tem certeza do quanto Deus o ama.
Às vezes ficamos desesperados porque não sabemos o quanto Deus nos ama e pensamos assim: “Deus não me ama. Como ele pode amar alguém tão horrível como eu? Nem eu me amo.”
Dar lugar a pensamentos como este é o mesmo que se enforcar como fez Judas. Você se venderia para o mundo por um preço tão ínfimo, como fez Judas ao vender Jesus por trinta moedas de prata? Você se venderia e diria: “Eu iria para o mundo por apenas trinta moedas de prata.”
Judas traiu Jesus e se vendeu porque não conhecia o coração do seu Mestre e Salvador. Ele não tinha motivo algum para ser amaldiçoado, mas o foi porque não conhecia o coração de Deus. Não há como expressar como Deus nos ama. Ele nos ama mais do que a todos neste mundo. Ele nos ama apesar das nossas falhas. Palavras não podem descrever o quanto ele nos ama. Assim como Deus amou a Sulamita de todo o coração, ele ama todos nós que nascemos de novo. Ninguém é mais amado por Deus do que nós. O problema, contudo, é que os justos às vezes esquecem o amor de Deus e ficam de um lado para o outro. Alguns irmãos só são felizes quando são bem tratados na igreja, mas quando são chamados a atenção, ficam com raiva e até ameaçam sair da igreja. Isso porque sua fé ainda é imatura.
Nós adoramos a Deus sob o mesmo teto porque em seu amor ele nos uniu como um só corpo. E amamos uns aos outros porque Deus nos ama. Deus ama todos nós mais do que qualquer um neste mundo. Temos que entender então como o Senhor nos ama de coração e crer nisso. Devemos viver pela fé na justiça de Deus e jamais ficar desesperados.
Você não poderá levar uma vida de fé se não conhecer o amor do Senhor. Sem fé você sempre viverá desesperado. Mas se você tiver uma fé inabalável no amor de Deus, sua vida de fé nunca irá estagnar, pois você sempre trabalhará na sua vinha, será feliz e desfrutará do seu amor eterno e das suas bênçãos em sua vida.
Todos nós temos que entender como Deus nos ama de coração. E precisamos crer neste amor. Sabendo disso então, você crê no coração amoroso de Deus? Você crê que Deus o ama como amou a Sulamita? Não há como descrever como é importante que todos nós creiamos nisso.
Somos muito gratos a Deus por seu amor. E é por isso que temos uma grande dívida com ele, confiamos tudo a ele, cremos que ele suprirá todas as nossas necessidades, que ele fará tudo por nós, e que ele nos ama apesar das nossas falhas. Nós recebemos o abundante amor de Deus. Sendo assim, não podemos esquecer o quanto somos abençoados em nossa vida.