Sermões

Assunto 22: O Evangelho segundo LUCAS

[Capítulo 2-10] (Lucas 2:25-35) Jesus Cristo Veio para Salvar Toda a Humanidade

(Lucas 2:25-35)
“Havia em Jerusalém um homem cujo nome era Simeão; e este homem era justo e temente a Deus, esperando a consolação de Israel; e o Espírito Santo estava sobre ele. E fora-lhe revelado, pelo Espírito Santo, que ele não morreria antes de ter visto o Cristo do Senhor. E pelo Espírito foi ao templo e, quando os pais trouxeram o menino Jesus, para com ele procederem segundo o uso da lei. Ele, então, o tomou em seus braços, e louvou a Deus, e disse:
‘Agora, Senhor, despedes em paz o teu servo,
Segundo a tua palavra;
Pois já os meus olhos viram a tua salvação,
A qual tu preparaste perante a face de todos os povos;
Luz para iluminar as nações,
E para glória de teu povo Israel.’
E José, e sua mãe, se maravilharam das coisas que dele se diziam. E Simeão os abençoou, e disse a Maria, sua mãe: “Eis que este é posto para queda e elevação de muitos em Israel, e para sinal que é contraditado (E uma espada traspassará também a tua própria alma); para que se manifestem os pensamentos de muitos corações”.
 
 
O Natal já está chegando. E foi no dia de Natal que Jesus Cristo, o Filho de Deus, deixou seu trono de glória e veio a essa terra para salvar todos os pecadores. Embora os cristãos em todo o mundo se alegrem porque o Senhor veio a essa terra para salvá-los, eu tenho sentido que ultimamente eles não têm se alegrado tanto assim.
O Natal é comemorado em todo o mundo desde a véspera. Pelo que eu me lembro, no último Natal estava muito frio. E parece que este Natal será tão frio como no ano passado, já que nevou muito ontem à noite. Hoje, muitos pecadores que não têm um desejo sincero no coração de crer em Jesus, servi-lo e receber a remissão de pecados consideram o Natal só como um feriado para eles se divertirem e descansarem. Mas a verdade, como vocês sabem muito bem, é que o Natal é um dia de muita alegria. Entretanto, algo que entristece meu coração é ver como as pessoas gostam do Natal, mas não conhecem seu significado.
Mais de dois mil anos já se passaram desde que Jesus veio a essa terra. E ninguém sabe até quando este mundo existirá. Mas quando olhamos para os muitos sinais no mundo hoje e para a Palavra de Deus, que é a Bíblia, podemos ver que o fim da humanidade é iminente. Já se passaram mais de dois mil anos desde a primeira vinda do Senhor, e hoje vivemos dias em que sua volta é iminente. Dentro deste assunto, e antes de falar do texto bíblico deste capítulo, eu quero aproveitar essa chance para explicar como as pessoas deste mundo mudarão e a que os justos devem estar atentos.
Eu tenho andado muito irritado e impaciente ultimamente. E depois de pensar bastante, eu descobri por que estou assim: muitos hoje não reconhecem seus pecados quando os cometem, e talvez isso seja porque o fim do mundo está próximo. Muitos têm caído em pecado, cristãos e ímpios, e arruinado sua vida. E muitos cristãos estão caminhando para a destruição porque não têm dado valor à sua vida de fé.
A tendência deste século tem influenciado nossa cultura, e ao vermos como as pessoas se vestem e pensam hoje em dia, tudo indica que o mundo está mesmo próximo do fim. Apesar de termos sido salvos pelo Senhor e nascido de novo, já que o mundo está caminhando nessa direção, se aceitarmos as coisas deste mundo sem passá-las pelo filtro que são os ensinamentos de Deus, nós acabaremos destruídos, arrastados por esta imensa onda de pecados. Pode ser até que entremos no céu no mundo vindouro, mas antes seremos afligidos pelo sofrimento deste mundo atual e pelos servos do diabo.
Como o diabo sabe que seus dias estão contados, ele está semeando a maldade no coração das pessoas muito mais agora. O mundo inteiro está indo rumo ao precipício da destruição por causa das ciladas do diabo. Em tempo como estes, os justos têm que tomar muito mais cuidado para que seu coração não se desvie da fé correta. Embora até os justos estejam envolvidos com negócios deste mundo para ganhar a vida, eles precisam ter a Palavra de Deus como prioridade em sua vida. Se nós ficarmos à toa, nossa natureza humana fará com que tenhamos pensamentos carnais, e assim pecaremos até sem perceber. No entanto, os que meditam sempre na Palavra de Deus e buscam viver de acordo com ela não terão nem tempo de querer pecar. Já que vivemos numa era de confusão, nós que nascemos de novo por termos recebido a salvação de Deus temos que ficar firmes, pois só assim o mundo conseguirá ir na direção correta.
Como os justos que receberam a remissão de pecados do Senhor, temos que crer em Deus de todo coração e nos entregar totalmente a ele em obediência à sua Palavra. Temos que levar uma verdadeira vida de fé e fazer tudo segundo a vontade do Senhor. Deste modo, prosperaremos não somente neste mundo, mas também no reino dos céus que Deus nos deu.
Como eu disse antes, como este presente século está muito confuso, meu coração também não está em paz. O mundo era muito diferente alguns anos atrás. E embora percamos algumas coisas materiais enquanto vivemos aqui, nosso vida será muito próspera e abençoada graças ao poder da salvação que nosso Senhor nos concedeu.
Mas como estamos agora? Se a obra de Satanás continuar nos abalando, isso acabará com nossa fé e com nossa vida, pois assim não daremos mais importância ao Senhor. Então, neste Natal, vamos rejeitar essa tendência mundana que hoje em dia só busca os bens materiais, e, por outro lado, meditar muito no seu verdadeiro significado, ou seja, que Jesus veio a essa terra num corpo carnal para nos salvar. E quando nosso coração for novamente restaurado, vamos nos dedicar com todas as nossas forças para viver o resto da nossa vida pela fé.
 
 
Um Homem Chamado Simeão
 
Está escrito no texto bíblico deste capítulo que “havia em Jerusalém um homem cujo nome era Simeão; e este homem era justo e temente a Deus, esperando a consolação de Israel”. Oito dias após Maria dar à luz ao menino Jesus, ela o levou ao templo. Maria era virgem, mas deu à luz a Jesus Cristo segundo o plano de Deus. E quando ela o levou ao templo, havia um homem de fé em Jerusalém chamado Simeão. Este homem esperava a vinda do Salvador. E havia sido profetizado a ele pelo Espírito Santo que ele não morreria antes de ver o Senhor chegar a essa terra.
Então, quando Maria e José foram oferecer sacrifício de acordo com a exigência da lei, Simeão pegou o menino Jesus em seus braços e louvou a Deus dizendo:
“Agora, Senhor, despedes em paz o teu servo,
Segundo a tua palavra;
Pois já os meus olhos viram a tua salvação,
A qual tu preparaste perante a face de todos os povos;
Luz para iluminar as nações,
E para glória de teu povo Israel”.
Quando Simeão pegou Jesus no colo, ele reconheceu que aquela criança era o Salvador de toda a humanidade. Ele estava esperando o nascimento de Jesus e tinha certeza que Deus iria cumprir sua promessa. Foi por isso que Simeão disse quando viu o menino Jesus: “Os meus olhos viram a tua salvação”. A encarnação de Jesus nessa terra marca o começo da salvação de todos os pecadores. O nome Jesus significa o “Salvador”.
Mas por que Jesus veio a este mundo num corpo carnal e nasceu numa pequena cidade de Israel chamada Belém? Para salvar todo ser humano, que tinha se tornado pecador, dos seus pecados. Por isso que Simeão, ao ver que Jesus havia nascido nessa terra como um simples ser humano para salvar o homem do pecado, disse: “Os meus olhos viram a tua salvação”.
Hoje, nem eu e você não podemos ver Jesus com nossos próprios olhos. Isso porque Jesus ressuscitou dos mortos e foi assunto aos céus, e agora está assentado à destra do trono de Deus. Mas quando ele nasceu, um homem o viu pessoalmente. Embora Jesus fosse apenas um bebê naquela ocasião, Simeão viu com seus próprios olhos que ele era o Salvador de todos os pecadores. Melhor dizendo, Simeão testemunhou que o próprio Deus tinha vindo a essa terra num corpo carnal para salvar toda a humanidade.
Simeão também disse que Jesus foi preparado “perante a face de todos os povos”. O que ele quis dizer com isso foi que Jesus era um vaso preparado para a salvação de todo pecador no mundo inteiro. De fato, Jesus é o Salvador que veio a essa terra para salvar dos seus pecados todos os pecadores deste mundo. Ele teve que vir a este mundo para salvar todos os pecadores dos seus pecados; e de fato os livrou de todos os seus pecados e iniquidades. Amados irmãos, nós não podemos ver Jesus com nossos próprios olhos, como fez Simeão quando viu Jesus e disse: “Os meus olhos viram a tua salvação”. E até hoje é possível receber a remissão de pecados, mas só os que têm a fé que crê que Jesus Cristo veio a essa terra para se tornar nossa propiciação e apagar todos os nossos pecados.
O que todos os pecadores deste mundo têm que fazer então para receber a remissão de pecados? A salvação só pode ser recebida por aqueles que buscam o Senhor com seus lábios e cantam no Natal: “♬Alegre-se o mundo! ♪O Senhor chegou!” Só podemos ver a luz da salvação do Senhor se crermos de coração em Jesus Cristo, que é o Rei dos reis, o próprio Deus e Salvador de todos os pecadores. Em outras palavras, temos que crer de coração que o Salvador Jesus Cristo veio a este mundo encarnado como um homem. Temos que crer que Jesus veio num corpo carnal para salvar a humanidade, e que o Salvador remiu todos os pecados deste mundo da maneira correta, sendo batizado por João Batista no rio Jordão. Só então poderemos dizer com toda convicção, como Simeão, que também vimos a salvação do Senhor.
Nosso Senhor, o Salvador dos pecadores, levou sobre si todos os pecados dos pecadores deste mundo ao ser batizado no rio Jordão, e morreu crucificado derramando seu precioso sangue para pagar o preço por estes pecados. Por isso que todos os pecadores dessa terra podem ser salvos. Temos que ver esta graça e senti-la com os olhos do nosso coração, e não com nossos olhos espirituais. Se não vermos com os olhos da fé a Jesus Cristo, que nos salvou por ser o Salvador dos pecadores, o Natal que está chegando será um dia totalmente sem sentido para nós. Por outro lado, se tivermos a verdadeira fé no coração, não seremos mais pecadores, por mais que tenhamos pecado; ao contrário, seremos os justos salvos pelo Senhor. Assim que viu o menino Jesus, Simeão teve fé e disse: “Os meus olhos viram a tua salvação”. Como Simeão, apenas quando crermos que o Senhor veio a essa terra e apagou todos os nossos pecados é que poderemos dizer que recebemos a sua salvação. Jesus salvou todos os pecadores. E todos nós temos que aceitar essa verdade no fundo do nosso coração e meditar nela mais uma vez. Só então poderemos nos alegrar com o nascimento de Jesus Cristo.
Está escrito: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16). Foi assim que Deus amou todos os pecadores deste mundo. E para salvar todos os pecadores que estavam destinados ao inferno – ou seja, para salvar os pecadores que estavam condenados ao inferno por causa de seus pecados – o próprio Deus veio a essa terra encarnado como um homem. E ao fazer isso, ele tornou possível a todos que creem nele receber a vida eterna e a remissão de pecados. Ele permitiu que todo crente estivesse com ele para sempre no seu reino ao invés de perecer.
 
 
Jesus é o Salvador que Há Muito Foi Escolhido para Salvar Todos os Pecadores
 
Jesus purificou os pecados de todos os pecadores de uma vez por todas. Ele nasceu nessa terra há mais de dois mil anos, antes de você e eu nascermos, levou todos os nossos pecados, foi condenado em nosso lugar, e assim se tornou o Salvador dos pecadores. Você crê nesse Jesus? Já que você e eu éramos pecadores e não podíamos receber a salvação do Senhor, Jesus nasceu nessa terra há dois mil anos para nos salvar de todos os nossos pecados. E depois de aceitar todos os nossos pecados ao ser batizado no rio Jordão, ele foi condenado e crucificado em nosso lugar. Você crê nisso? É isso que significa ter fé.
Está escrito no texto bíblico deste capítulo: “A qual tu preparaste perante a face de todos os povos; luz para iluminar as nações,” e isso significa que Jesus é o Salvador não apenas do povo de Israel, mas de todo pecador que há no mundo todo. Jesus é o Salvador que trouxe a remissão de pecados a toda humanidade. E essa salvação da remissão de pecados não se refere apenas ao povo de Israel. Ela é mundial, universal. O Senhor é o Salvador universal que livra a todos neste mundo de todos os seus pecados.
A Bíblia diz que o Senhor é “a luz que trouxe revelação aos gentios”. O Senhor salvou não apenas o povo de Israel, mas os gentios também, assim como a todos no mundo inteiro. Naqueles dias, todos eram gentios, menos o povo de Israel. Os gentios não sabiam da existência de Deus nem conheciam Aquele que os havia criado. Eles não conheciam a lei de Deus nem seu amor. No entanto, amados irmãos, graças ao Deus que criou os céus e a terra, no mundo inteiro hoje todos podem ser salvos através da salvação trazida por Cristo Jesus.
Em sua misericórdia, Deus, o próprio Criador, veio a essa terra em favor do homem que havia criado, tendo misericórdia dele, pois o destino de todos eles era morrer por causa de seus pecados. Simeão falou a verdade ao dizer que “o Salvador foi preparado perante a face de todos os povos, uma luz para trazer revelação aos gentios. Todos os gentios também receberão a remissão de pecados por crer em Jesus Cristo”.
O mundo todo está alegre com a chegada do Natal. Todos no mundo civilizado, até nos países islâmicos e budistas, celebram o nascimento de Jesus. Como podemos ver, o calendário de todo o mundo ocidental é baseado no nascimento de Jesus Cristo; e é por isso que todos se alegram quando chega o Natal. Mas por que todos usam o calendário ocidental para se lembrar do nascimento de Jesus? Por que Jesus Cristo veio não somente para salvar os pecadores dos seus pecados, mas para continuar salvando todos os pecadores; é por isso que Cristo é o nosso Salvador.
A salvação de Jesus é universal. Pecadores em todas as partes do mundo receberam a remissão de pecados ao aceitar em seu coração a salvação dada por Jesus. O poder que Jesus possui de nos salvar de todos os nossos pecados certamente é universal. Por esse motivo, toda a humanidade precisa ouvir a verdade da salvação que brilha sobre todos os pecadores dessa terra. Jesus é o Salvador de todos os pecadores. Isso significa que todo pecador pode ser salvos de todos os seus pecados ao crer na salvação de Jesus, o Salvador da humanidade.
No entanto, podemos ver que o sentido do Natal mudou muito hoje em dia. O sentido de uma mensagem muda muito quando passa por muitas pessoas. Do mesmo modo, eu acho que o sentido do nascimento de Jesus também mudou muito nestes dois mil anos. E eu digo isso porque muitos hoje em dia têm o Natal como um dia para se alegrar, e não como um dia para adorar a Deus e receber a remissão de pecados
No entanto, só descobriremos o verdadeiro significado do Natal quando meditamos no fato de Jesus ser o Salvador dos pecadores. Deus revelou este verdadeiro significado a Simeão, e ele o revelou a todos dizendo: “Deus é o nosso Salvador que veio a essa terra encarnado como um homem”. Mas como as pessoas estão muito mudadas hoje, elas não dão importância ao profundo significado espiritual desta mensagem; ao contrário, só querem se divertir e trocar presente no Natal.
É muito importante entendermos bem disso, deixarmos nossos pensamentos confusos e compreendermos o verdadeiro significado do Natal. O próprio Deus veio pessoalmente a essa terra num corpo carnal para salvar os pecadores. E ao ser tornar Homem, ele salvou o homem de todos os seus pecados. É por isso que louvamos a Deus todo Natal e cantamos: “Alegre-se o mundo! O Senhor chegou! Que a terra receba o seu rei!”
Jesus, o próprio Deus, veio a essa terra num corpo carnal. Ele viveu como todos neste mundo e passou pelas mesmas limitações físicas e sofrimentos que todos passam. Mas uma coisa que o distinguia de todo ser humano é que ele jamais pecou. Embora em sua aparência Jesus fosse Homem, em sua essência ele era o próprio Deus. Então, ele conhecia o homem muito bem, assim como também conhecia Deus. Jesus Cristo é o Filho de Deus que veio a essa terra como o Salvador de todos os pecadores deste mundo e o próprio Deus.
 
 
Jesus Levou os Pecados de Todos os Pecadores da Forma Mais Adequada ao Vir como o Filho de Deus e Salvador do Homem
 
Jesus disse a João Batista: “Deixa por agora, porque assim nos convém cumprir toda a justiça” (Mateus 3:15). Jesus abaixou sua cabeça perante João Batista e lhe disse para batizá-lo. E como vocês sabem muito bem, ao dizer a João Batista para batizá-lo, Jesus queria que ele impusesse suas mãos sobre sua cabeça, o mergulhasse nas águas e depois o levantasse. É assim que vocês devem crer que todos os seus pecados são apagados. A Palavra “assim” aqui significa o método mais conveniente e adequado. Jesus veio para nos salvar, e ele de fato salvou todos os pecadores da forma mais conveniente e adequada. Em outras palavras, embora todos nós pecadores estivéssemos condenados, Jesus foi crucificado em nosso lugar, e assim nos salvou a todos. Todos os nossos pecados foram passados para Jesus quando ele foi batizado.
Que pecados foram passados para Jesus? Todos os nossos pecados foram passados para Jesus e ele tirou todos eles. É por isso que o chamamos de Jesus Cristo. O próprio nome Jesus significa “Salvador”, e isso mostra que ele é o Salvador de todos os pecadores. Já que dizemos que cremos em Jesus, nós temos que crer que o Senhor é o nosso Salvador.
Depois de ser batizado no rio Jordão, nosso Senhor foi castigado na cruz. Mas ele ressuscitou dos mortos ao terceiro dia e agora está assentado à destra do trono do Pai como Juiz. De lá, ele exorta todos os pecadores para que eles sejam salvos o mais rápido possível crendo nele.
Simeão diz no texto bíblico deste capítulo:
“A qual tu preparaste perante a face de todos os povos;
Luz para iluminar as nações,
E para glória de teu povo Israel”. Esse texto traz uma exortação para que creiamos que Jesus veio a essa terra para salvar os pecadores. Ele nos diz que devemos crer em Jesus para que, deste modo, não tenhamos mais pecado – ou seja, nos tornemos justos. De fato, Jesus é a glória dos que receberam a remissão de pecados. Ele é o Salvador dos pecadores, a bênção e a glória dos justos que receberam a remissão de pecados. Jesus Cristo é a glória dos que creem nele. Ele é a verdadeira alegria dos crentes e o verdadeiro Salvador dos pecadores. Eu exorto todos vocês a crer nessa verdade.
Quando Simeão viu o menino Jesus, ele disse que estava vendo a salvação de Deus. E com essa mesma fé, nós também temos que ver a salvação do Senhor. Mas e vocês? Vocês já viram essa salvação? É claro que sim!
Amados irmãos, eu exorto todos vocês a se lembrar do verdadeiro significado do Natal e aceitar isso em se coração com toda sinceridade. Vocês têm que aceitar em seu coração que o próprio Deus veio a essa terra para salvar os pecadores; e ele de fato nos salvou a todos. Além disso, vocês têm que ser gratos ao Senhor pela sua salvação. Nós devemos sim celebrar o nascimento de Jesus como nossos parentes e levar uma vida de fé, mas jamais devemos desperdiçar nossa curta vida com coisas inúteis; ao contrário, devemos ser fiéis à obra do Senhor e nos afastar de tudo que é pecaminoso.
Nunca diga que vocês estão buscando viver para o Senhor quando, na verdade, vocês não estão sendo fiéis nem zelosos na sua vida de fé. A pecaminosidade do mundo está tão profunda que quando ela te leva a cair, é impossível sair disso. Quando eu digo que jamais levaria uma vida desregrada, alguns não entendem isso e se ofendem com minhas palavras de exortação. Mas eu exorto vocês porque as pessoas estão se desviando e eu não posso fazer vista grossa a isso. No entanto, se seu coração não está preparado para ouvir minhas palavras de exortação, eu não posso fazer mais nada por vocês.
Algo essencial é que vocês estejam muito atentos hoje em dia, pois atualmente o mundo está cheio de maldade e pecado. Quanto mais a volta do Senhor se aproxima, mais difícil é nos reunirmos para termos comunhão. Por isso, sempre que nos reunimos, temos que orar e aprender a Palavra juntos. Quando não estamos juntos, temos que levar uma vida de fé dentro do que fomos chamados; e quando estivermos juntos na igreja, temos que fazer a obra de Deus e levar uma vida de retidão. É por isso que nossa mente, nosso coração e nosso corpo devem se dedicar à boa obra e completar fielmente nossa vocação. Já que somos o povo da fé, todos nós temos que levar uma vida de fé.
Eu estou muito feliz porque hoje é Natal. E do fundo do nosso coração, temos que dar graças ao Senhor por ter levado nossos pecados, além de entender o verdadeiro significado do seu sacrifício. Também temos que ter misericórdia e perdoar todos que erraram conosco. Isso significa que já que o Senhor apagou todos os nossos pecados e derramou sua graça sobre nós, temos que compartilhar sua graça com os outros também. Acima de tudo, nenhum de nós deve cair em pecado e perecer. Se nós cairmos em pecado, a morte nos visitará sem compaixão, seremos lançados no inferno e sofreremos para sempre.
Portanto, neste dia de Natal, vamos meditar na graça do Senhor mais uma vez. Vamos dar graças ao Senhor do fundo do nosso coração e desfrutar da alegria do seu nascimento com todos ao nosso redor.