Sermões

Assunto 23: A Epístola aos HEBREUS

[Capítulo 1-1] As Aulas da Escola de Missões (Hebreus 1:1-3)

As Aulas da Escola de Missões(Hebreus 1:1-3)
“Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo. O qual, sendo o resplendor da sua glória, e a expresta imagem da sua pessoa, e sustentando todas as coisas pela Palavra do seu poder, havendo feito por si mesmo a purificação dos nossos pecados, assentou-se à destra da majestade nas alturas.”
 
 
Nós não estamos apenas aprendendo a Palavra de Deus em nossa Escola de Missões, mas também a servir ao evangelho segundo a ordem que Jesus Cristo estabeleceu em sua igreja. Nós aprendemos como orar, praticamos para termos uma fé firme e obedecer à ordem de Deus nesta Escola de Missões. E aqui também podemos preencher os espaços vazios do nosso coração com a verdade da Palavra de Deus. Através destes cursos de treinamento, podemos nos manter firmes e adquirir a habilidade de lutar contra o inimigo depois de nascermos de novo como verdadeiros servos de Deus.
Eu dou graças a Deus por nos dar esta escola missionária. Também dou graças a ele por nos dar a oportunidade de servir ao Senhor e de ser treinados por ele. Eu estou sempre pregando o evangelho com este tipo de sentimento tanto dentro do nosso país como fora dele. Vocês não precisam anotar todo o conteúdo do sermão que estou pregando agora. Só precisam ficar atentos às partes que eu repetir porque eu as considero importantes. E seria bom para vocês ouvir várias vezes as partes dos meus sermões que vocês tiverem dúvidas.
Neste período aqui na Escola de Missões, eu quero falar sobre o que o Senhor quer nos dizer com sua Palavra no livro de Hebreus. O livro de Hebreus é uma epístola aos hebreus escrita por um servo de Deus. Isso ocorreu durante a época patrística, quando os israelitas foram dispersos por todo mundo conhecido da época devido à perseguição dos romanos. Por causa disso, eles não encontram nenhum líder espiritual, então um servo de Deus escreveu esta epístola. Fora os quatro evangelhos e o livro de Atos, todos os livros do Novo Testamento fazem parte de uma coleção de epístolas que algum servo de Deus enviou aos irmãos que viviam nesta época. E a primeria coisa que você precisa entender é o contexto histórico.
 
 

Deus Falou Conosco Muitas Vezes e de Muitas Maneiras

 
Hoje eu vou falar com vocês principalmente sobre Hebreus 1:1-3. Está escrito: “Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo. O qual, sendo o resplendor da sua glória, e a expressa imagem da sua pessoa, e sustentando todas as coisas pela Palavra do seu poder, havendo feito por si mesmo a purificação dos nossos pecados, assentou-se à destra da majestade nas alturas”.
Na época do Antigo Testamento, os profetas receberam a Palavra de Deus e a transmitiram aos israelitas, como está muito bem registrado. No Antigo Testamento, quando lemos o livro de Gênesis, podemos ver que ele é formado por relatos sobre a criação dos céus e da terra, o nascimento dos doze Filhos de Jacó, que são os descendentes de Abraão, e o processo de saída do Egito. E o livro de Êxodo fala dos israelitas que viveram como escravos no Egito quatrocentos anos até sua saída do Egito até a terra de Canaã. O livro de Levítico fala sobre o sistema sacrificial, e o livro de Deuteronômio trata da jornada do povo de Deus ao entrar na terra de Canaã. Deus fala sobre isso em diversas partes.
Deus fala sobre Jesus Cristo em várias partes e de muitas formas através de profetas como Moisés, Ezequiel, Daniel, Isaías, dentre outros. As Escrituras nos dizem que Deus queria revelar Jesus Cristo ao seu povo, os israelitas, várias vezes, de diversas formas no passado.
Adão e Eva, os antepassados de toda a humanidade, pecaram depois que foram criados e moravam no jardim do Éden. Depois eles se vestiram de folhas de figueira. Aí, Deus apareceu a eles, fez túnicas de pele de animal e os vestiu adequadamente. Este episódio fala da verdade de como Deus concede a remissão de pecados aos pecadores.
Como então os hebreus, o povo de Deus, receberam a remissão dos seus pecados? Com que fé eles puderam receber este imenso dom da salvação? Precisamos meditar se eles receberam a remissão de pecados porque guardaram sua própria justiça apenas, ou se receberam a salvação somente porque creram na justiça de Deus. Eles foram salvos de fato porque creram na justiça de Deus, a qual os salvou de todos os seus pecados. Deus os salvou com sua justiça porque sabia que eles não tinham justiça alguma em si mesmos. Portanto, as Escrituras contém a palavra que fala sobre a queda do homem e o evangelho da água e do Espírito, que o Senhor deu para a remissão dos nossos pecados.
No livro de Levítico, podemos ver pessoas oferecendo sacrifícios no Tabernáculo. Enquanto os israelitas viveram no deserto, eles não conheciam seus pecados porque não tinham a lei de Deus, embora os cometessem sempre. Naquela época, Deus chamou Moisés ao monte Sinai e lhe deu as duas tábuas da lei. Deus também lhe mostrou em detalhes com o seria o Tabernaculo quando lhe entregou a lei e o mandou construí-lo. Isso aconteceu para fazer com que os israelitas reconhecessem seus pecados através da lei e recebessem a remissão de todos eles ofertando estes sacrifícios segundo o sistema sacrificial que Deus estabeleceu. Assim, podemos ver que o Senhor falou com eles de várias formas sobre a remissão de pecados. E ele também falou como os israelitas passariam a crer nele e superariam aquela situação difícil. A coisa mais importante é que podemos entender como recebemos a remissão dos nossos pecados e devemos viver pela fé através desta Palavra de Deus.
Está escrito que Deus falou da Palavra várias vezes e de diversas formas aos pais da fé, e também fala conosco pelo seu Filho nestes últimos dias. Deus no passado falou aos israelitas pelos seus servos, mas como ele fala hoje? Como ele fala com todos nós que vivemos atutalmente? Deus fala conosco por Jesus Cristo, seu Filho, nestes últimos dias.
O livro de Hebreus, no Novo Testamento, data de 1900 anos atrás. E até as pessoas daquele tempo sabiam que Deus falou com elas através de Jesus Cristo. Por isso, como você, eu, e todas as pessoas que vivem hoje podemos conhecer e crer na vontade de Deus que nos foi passada? Nós conseguimos entendê-la porque Deus nos falou da sua justiça através de Jesus Cristo, seu Filho.
Vocês não precisam tentar compreender algo novo através das aulas desta Escola de Missões ou tentar ajustar toda Palavra de Deus aos pensamentos que vocês tiveram até hoje. Na Igreja de Deus, não basta apenas conhecer a Palavra de Deus, mas sua fé na Palavra precisa crescer. Devemos, portanto, crer no evangelho da água e do Espírito e aprender como ser regenerados como obreiros fiéis de Deus. No entanto, vocês precisam ouvir atentamente o que eu digo e tomar cuidado para não acabar cedendo à sua maneira carnal de pensar. E vocês devem gravar a Palavra de Deus em seu coração. Se a Palavra de Deus estiver bem gravada em seu coração, ela nunca sairá dele.
A Bíblia é a Palavra falada por Deus. Um bom sermão é aquele que explica fielmente a Palavra da fé várias vezes para que vocês possam ter a fé necessária nela. Deus nos fala a verdade através de seu Filho. Ele disse que nos daria a remissão dos nossos pecados por seu Filho mesmo sendo nós pecadores nascidos de pecadores. Assim como o sistema sacrificial descrito no livro de Levítico no Antigo Testamento, Jesus Cristo veio a este mundo e nos deu a remissão de todos os nossos pecados de uma só vez tanto pelo batismo que recebeu de João Batista como pelo sangue que derramou na cruz. E o Senhor nos disse para pregarmos este evangelho da verdade ao mundo todo. E ele também nos disse para vivermos pela fé. Está escrito: “Não prendais a um jugo desigual com os infiéis” (2 Coríntios 6:14). O Senhor nos disse claramente para não nos misturarmos com os que não nasceram de novo, não nos unirmos com pecadores e não trabalharmos com eles. Pelo contrário, ele nos disse para ficar juntos com o povo de fé a fim de expandirmos o reino de Deus.
A oração do Senhor diz: “Seja feita tua vontade assim na terra como no céu”. Deus escolheu muitos do seu povo dentre as pessoas do mundo para dar-lhes o seu reino e viver com eles eternamente. Portanto, Deus planejou esta obra em Jesus Cristo, e o início deste plano foi enviar seu Filho como o Salvador do mundo para apagar todos os pecados. Então, nestes últimos dias, devemos lembrar que Deus enviou seu Filho a nós. Este mesmo Jesus Cristo é o Senhor de todo o universo e tudo que há nele também foi obra de suas mãos.
Deus enviou seu Filho Jesus Cristo a este mundo e permitiu que ele recebesse o batismo de João Batista para a remissão de todos os nossos pecados; e este Jesus enfrentou a morte na cruz e nos salvou de uma vez por todas ao ressuscitar dos mortos. Ele deu a remissão de pecados a todos os que creem no evangelho da água e do Espírito e fez deles o verdadeiro povo do reino de Deus. O Senhor controla a história do mundo conforme seu propósito. E ele também diz aos justos para viver pela sua justiça e guardar a fé e o verdadeiro evangelho.
O evangelho da água e do Espírito é uma coisa linda. Ele nos abençoa para que possamos levar uma vida eterna vitoriosa. Tudo isso porque o Senhor do evangelho da água e do Espírito é o próprio Jesus Cristo. Deus enviou seu Filho e fez de nós, crentes no evangelho da água e do Espírito, seu próprio povo. Não é um tremendo plano da salvação este?
Então, não devemos apenas acenar nossa cabeça quando lemos as Escrituras porque há muitas lições que Deus quer nos ensinar em sua Palavra. Jamais podemos esquecer que Deus falou conosco por seu Filho. Então, devemos receber a remissão de pecados crendo na justiça de Jesus Cristo e viver pela fé na Igreja de Deus. Somente assim conseguiremos ouvir a voz de Deus, crer nela e segui-la. Mas ao invés de nos exaltarmos por causa da nossa justiça na Igreja de Deus, devemos nos tornar pessoas de fé que creem e seguem a justiça de Deus e dão toda glória a ele.
Os que são imaturos espiritualmente na Igreja de Deus acham que são grande coisa e que chegaram a um certo nível de entendimento das Escrituras, e acabam ignorando as outras pessoas quando elas não sabem o mesmo que eles. Mas estes são imaturos espiritualmente. Espiritualmente, estes que ficam se gabando por causa de seu conhecimento e acham que só eles estão certos, na verdade estão em um nível de fé bem inferior. Há muitos que exibem sua própria justiça, embora tenham sido salvos porque ouviram o evangelho da água e do Espírito na Igreja de Deus. Mas estes irmãos têm um longo caminho a percorrer. Estas pessoas não compreendem a Palavra de Deus da maneira correta como ela nos foi passada por Jesus. Ao invés de fazermos isso, devemos crer e nos exaltar da salvação que Deus cumpriu através de seu Filho. O Senhor não nos permite receber a remissão de pecados quando nos exaltamos por causa da nossa própria justiça.
Todos vocês sabem que morremos em Cristo, não sabem? É obvio que alguns de vocês, que estão cheios de sua própria justiça, talvez não conheçam muito bem esta verdade. Porém, o Senhor tirou até os pecados destas pessoas através do batismo que recebeu de João Batista, e ele foi pregado na cruz até morrer por todos que têm sua própria justiça. Portanto, nós que cremos na justiça de Deus nos tornamos novas criaturas em Cristo, e o Senhor também nos ressuscitou e apagou toda maldição do pecado para nos fazer viver no novo mundo. Então, embora sejamos seres imperfeitos, devemos crer no evangelho da água e do Espírito, pelo qual o Senhor nos salvou dos pecados do mundo, e também seguir o Senhor com esta fé. Quanto mais vivemos para o evangelho da água e do Espírito, mais nos tornamos gratos por ele. No entanto, os que não anseiam o ministério da pregação do evangelho da água e do Espírito com sinceridade, mas só fingem fazê-lo, estão no caminho errado.
Quem é a pessoa mais humilde na Igreja de Deus? É aquele que sabe que o Senhor fez tudo por ele, não importa o quanto viva bem. Deus nos deu sua graça para servirmos ao seu evangelho, e não para nos exaltarmos humanamente e sermos arrogantes. Não devemos viver como se tivéssemos alcançado algo com nossas próprias forças quando servimos ao evangelho da água e do Espírito. Por exemplo, se Deus nos desse uma faca, ele nos daria isso para que a usássemos em uma boa causa, e não para ferirmos alguém com ela.
Vocês entraram agora na Escola de Missões, e sua primeira tarefa é conhecer a linha espiritual seguida pela Igreja de Deus. há vários tipos de pessoa na Igreja de Deus. Há vários tipos de pastores e suas personalidades são diferentes. No entanto, tudo que eles buscam é pregar o evangelho da água e do Espírito. Devemos todos viver em união com a fé que crê na justiça do Senhor, embora nossas personalidades sejam diferentes, pois Deus nos fez levar uma vida de fé depois de nos salvar pela Palavra dada por seu Filho. Devemos exaltar a justiça de Deus pela fé e cuidar da pregação da água e do Espírito, orar e trabalhar duro para cumprir esta missão em todo o mundo ao invés de vivermos só para nós mesmos. O Senhor disse: “Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas”. Eu estou certo que Deus suprirá todas as nossas necessidades se exaltarmos sua justiça e vivermos para fazer sua vontade, como diz o texto acima.
Devemos viver por esta fé. Mas os que ainda não são assim precisam ser muito treinados. Então, vocês também devem aprender estas coisas enquanto estiverem nesta Escola de Missões. Como as pessoas ainda não tem seu coração firmado na vontade do Senhor, elas acabam se afastando dela mesmo depois de terem chegado perto de fazê-la.
Deus falou conosco através de seu Filho nestes últimos dias. Isso não é incrível? Precisamos conhecer a justiça de Jesus Cristo, reconhecer que ele é o próprio Deus e conhecer o Deus que o enviou. No entanto, precisamos saber que Jesus é o Deus de amor e também o Deus da ira, assim como entender que ele nos disse como devemos viver. Se tivermos esta fé, conseguiremos viver pela justiça de Jesus Cristo e também saber o que ele, que é o nosso Salvador, está nos dizendo e crer nisso. Devemos viver pela fé que põe a justiça de Jesus Cristo no centro do nosso coração e nos leva a segui-lo por esta fé. Você não pode buscar apenas coisas como ter visões enquanto ora. Ao contrário, você tem que entender a obra da salvação que Jesus Cristo fez por toda a humanidade. E precisamos aceitá-la em nosso coração.
A Bíblia é a própria Palavra de Deus. Por isso, devemos receber a Palavra de Deus exatamente como ela está na Bíblia. Deus trabalha através destas pessoas de fé. Para nos tornarmos alguém de fé, devemos viver unidos na Igreja de Deus e ver se em nós existe algo do mundo misturado com a nossa fé que nos impede de crer e seguir a vontade de Deus. E se existir algo além da Palavra de Deus em nosso coração, devemos tirá-la completamente.
Qualquer reunião onde não seja pregado o correto evangelho da água e do Espírito, onde não conhecem esta verdade, não pode ser chamado de Igreja de Deus. Ela será apenas um ajuntamento de almas mortas como uma pilha de cabeças ocas. Muitos seminários teológicos no mundo não ensinam o evangelho da água e do Espírito, que é a justiça de Deus. Eles estão se perdendo porque só ensinam os conteúdos que copiaram das filosofias do mundo e não pregam o evangelho da água e do Espírito, que é a verdade da salvação. No entanto, a Igreja de Deus é diferente deles. Nós pregamos a verdade da salvação para as pessoas deste mundo.
 
 

Deus Pai Falou Conosco Através do Filho

 
Temos que saber que esta é a própria Palavra de Deus que nos salva e fala conosco todos os dias, e devemos obedecer a esta Palavra com uma fé sincera. Só assim esta verdadeira fé se manifestará dentro do nosso coração. Quando seguimos a Jesus com a verdadeira fé, toda Palavra de Deus descrita na Bíblia trabalha em nosso coração e nos leva a fazer a obra de Deus, a fim de que a preguemos pela fé. Sendo assim, devemos receber a Palavra de Deus pela fé.
Está escrito no livro de Hebreus 1:2: “A nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo”. ‘Tudo’ se refere a todas as coisas do universo. Ele se refere a todas as coisas visíveis e invisíveis. Agora, o primeiro mundo está prestes a passar e existe um novo mundo que há de vir. Foi o próprio Jesus Cristo que trouxe o Reino Milenial à existência e o deu aos crentes. Isso significa que Deus fez de Jesus Cristo o herdeiro de todas as coisas.
Deus deu seu Filho para toda humanidade e ele fez para nós um novo mundo, um novo universo, uma nova terra, um lugar lindo diferente deste mundo o qual podemos ver hoje com nossos próprios olhos. Deus nos deu Jesus Cristo e nos fez seus Filhos para que pudéssemos receber a remissão de pecados através dele, a fim de desfrutarmos da vida eterna neste novo mundo. O segundo mundo só é real para nós por causa da justiça de Jesus Cristo. Deus fez um novo mundo para nós que recebemos a remissão de pecados crendo na justiça de Jesus Cristo, o Salvador. O Senhor criou o novo mundo. As Escrituras dizem, “a quem constituiu herdeiro de tudo”, e isso significa que Deus criou o mundo e fez seu Filho Jesus Cristo governá-lo. Também está escrito, “por quem fez também o mundo”, e este texto mostra que o Senhor Jesus fez não somente este mundo visível, mas também um outro mundo que é invisível aos nossos olhos. Estes dois mundos foram feitos para nós, crentes na justiça de Deus. Através de quem isso foi possível? Isso foi possível através de Jesus Cristo. Jesus é o nosso Deus, nosso Senhor e o nosso Salvador que apagou todos os nossos pecados e transgressões de uma vez por todas.
Deus criou o céu e o inferno. Deus trouxe a existência tanto o inferno como o céu. Por que Deus criou o inferno? Por que Deus não fez o homem apenas para obedecê-lo e o impediu de desobedecê-lo desde o princípio? Eu acho que muitos questionam isso.
O mundo que Deus fez pela primeira vez tinha seres espirituais. Mas um anjo chamado Lúcifer se rebelou contra Deus. Este anjo tinha livre arbítrio. Ao invés de criar um ser espiritual igual a um robô que o servisse incondicionalmente, Deus preferiu dar livre arbítrio a este ser e um caráter para que ele que pudesse servi-lo com respeito, embora isso também permitiu que ele se voltasse contra Deus. Lúcifer, que também foi criado, queria ser exaltado e acabou sendo expulso do céu quando se rebelou contra Deus por suas próprias razões. Melhor dizendo, Deus queria ser o ser mais majestoso a quem todas as criaturas pudessem admirar com seu livre arbítrio. Foi por isso que ele deu este livre arbítrio a todo ser humano.
O céu, o inferno e também este mundo no qual vivemos hoje foram todos criados por Deus através de Jesus Cristo. O inferno também é um lugar eterno que Deus criou, não um lugar que desaparecerá depois de existir por um tempo. Deus também fez o céu e tudo que há neste universo. Deus os fez através de Jesus Cristo, nosso Salvador. Devemos crer em todos estes fatos. Deus é o Senhor da criação. Ele existia antes do tempo existir e existirá eternamente. Ele é o Deus que existe eternamente, sem começo nem fim. Nós viemos ao mundo pelo ventre de nossa mãe e estamos neste mundo por um tempo, trabalhamos duro para viver e no fim morreremos de velhice ou de doença. Mas Jesus Cristo é aquele que nos criou. Jesus Cristo é o mesmo que deu a nossa mãe o poder de nos conceber em seu ventre.
A palavra “Jesus” significa Salvador e a palavra “Cristo” denota rei. Por que ele chamou a si mesmo de Jesus Cristo? Deus veio a este mundo como nosso Salvador, mas foi chamado de Jesus Cristo porque foi ungido como Rei e Profeta, e também assumiu a função de Sumo Sacerdote.
Jesus Cristo, em quem cremos, é diferente de todos os deuses feitos por homens deste mundo. Devemos saber que Jesus Cristo é totalmente diferente dos seres feitos por homens e chamados de divinos. O mesmo Deus em quem cremos é o único ser divino e o Altíssimo. O Deus trino está vivo e todas as três pessoas da trindade é o mesmo Deus para nós. Precisamos entender bem isso, e devemos crer nisso de todo o nosso coração. Precisamos aceitar isso em nosso coração assim como é, e não apenas crer por obrigação.
Vamos ler juntos Hebreus 1:3: “O qual, sendo o resplendor da sua glória, e a expressa imagem da sua pessoa”. Conhecer Jesus Cristo é o mesmo que conhecer a Deus. Quando conhecemos e cremos em Jesus Cristo da forma certa, isso é como ver Deus com nossos próprios olhos. O texto acima diz que Jesus Cristo é o resplendor da glória de Deus. Jesus Cristo nasceu neste mundo através do corpo da virgem Maria para ser revestido da forma humana. E ele foi batizado por João Batista para levar todos os pecados do mundo em seu próprio corpo quando completou 30 anos. O Senhor morreu crucificado levando sobre si todos os pecados do mundo aos 33 anos, ressuscitou dos mortos e se tornou o Deus de todos os que creem nisso. Quando vemos as profecias sobre Jesus Cristo antes de seu nascimento e durante seus 33 anos de vida, não há sequer uma vírgula ou um til que não coincida um com o outro. Nós cometemos muitos pecados e ainda continuaremos pecando porque somos falhos. Mas Jesus Cristo não tinha mácula alguma, e por isso pôde ser a oferta de sacrifício por toda a humanidade.
Há muitas pessoas hoje em Israel que se chamam “Jesus”. Também vemos que há muitos que blasfemam contra a existência do próprio Jesus dizendo que ele era uma marionete. No entanto, quanto mais as pessoas investigam para descobrir isso, mas elas têm que reconhecer que Jesus é o Cristo. No final, todos terão que dobrar seus joelhos perante Jesus Cristo. Eles buscarão o perdão dele, dizendo: “Senhor Jesus Cristo, tu és mesmo Deus. Eu sinto muito por ter ficado contra Deus”. Muitas pessoas neste mundo tentaram investigar se Jesus era uma pessoa de verdade. Mas a verdade é que Jesus é o verdadeiro Filho de Deus que realmente veio a nós. Os mentirosos que se denominavam deuses estão em seus túmulos, mas Jesus não está em túmulo algum. Por quê? Porque ele ressuscitou dos mortos. O Senhor ressuscitou dos mortos porque é o Criador de todo o universo, e a morte não pôde prendê-lo, pois ele é o Senhor da ressurreição. Jesus é a mesma pessoa que criou todas as coisas no universo.
Está escrito que Jesus Cristo é o resplendor da glória de Deus. O amor de Jesus Cristo é mesmo insondável. Como ele sofreu para nos livrar do inferno! Os fariseus que aparecem na Bíblia eram inimigos de Jesus e seus descendentes ainda se opõem a ele no Cristianismo de hoje. Adão e Eva não creram na Palavra de Deus e ficaram do lado do diabo, e por causa disso, todo ser humano se tornou pecador, sem exceção. Contudo, Jesus livrou todos estes pecadores dos seus pecados de uma só vez pelo evangelho da água e do Espírito. Este Jesus é o verdadeiro Salvador e Deus. Só nos resta então reconhecer Jesus como Rei e servi-lo, já que entendemos como ele é majestoso, como é imenso amor que ele nos concedeu e como ele é perfeito.
Vocês não podem esquecer isso. Vocês também servem a este evangelho da água e do Espírito como eu sirvo. Somos todos pessoas preciosas que servem a este evangelho. Então, devemos olhar uns para os outros como obreiros preciosos, e não como concorrentes. Mas não devemos servir ao evangelho apenas. Ao contrário, devemos amar nossos amados irmãos que estão servindo o evangelho junto conosco. Nós que servimos ao evangelho da água e do Espírito somos verdadeiramente muito importantes. Não que por nós mesmos sejamos importantes, mas o Espírito Santo que habita em nós e Jesus Cristo é que são importantes. Jesus Cristo deu a nós, obreiros fiéis, o necessário para vivermos para ele. Mas nós o usamos para a pregação do evangelho ao invés de usá-lo para satisfazer nossos desejos carnais.
A Escola de Missões é diferente de todas as escolas deste mundo. Esta é a escola de Jesus Cristo. Nós vivemos por Jesus Cristo, para Jesus Cristo e com Jesus Cristo. E estamos sempre pregando o evangelho por Jesus Cristo porque esta Escola de Missões é o lugar onde você é ensinado a ter fé para viver por ele.
Jesus Cristo é o esplendor da glória de Deus e a imagem revelada dele. Precisamos conhecer Jesus, crer nele como Deus através da Bíblia, e saber que Deus é um ser grandioso. O texto bíblico deste capítulo diz: “E sustentando todas as coisas pela Palavra do seu poder, havendo feito por si mesmo a purificação dos nossos pecados, assentou-se à destra da majestade nas alturas”. A Palavra de Deus tem um poder incrível. No livro de Gênesis capítulo 1 versículo 3 Deus diz: “E disse Deus: Haja luz; e houve luz”. A partir deste texto, podemos ver que este Deus é mesmo Jesus Cristo, que apagou todos os nossos pecados vindo a este mundo, sendo batizado, morrendo na cruz e ressuscitando dos mortos. Houve luz quando ele disse: “Haja luz”, então o sol e a lua passaram a existir quando ele disse: “Haja um grande luminar e um pequeno luminar”, e muitos tipos de árvores e ervas surgiram na terra quando ele disse: “Produza a terra erva verde, erva que dê semente, árvore frutífera que dê fruto segundo a sua espécie, cuja semente está nela sobre a terra”. Coisas começaram a existir sem que Deus movesse suas mãos, ele apenas disse que houvesse estas coisas. Nós temos que usar nossas mãos para fazer todo tipo de trabalho. Porém, todas as coisas passaram a existir só pela Palavra de Deus. Ele é o Deus que tem este imenso poder. A Bíblia diz que Deus sustenta todas as coisas com sua Palavra de poder. Todas as coisas ainda existem e se movimentam como foi criação porque a Palavra dita naquele tempo ainda é eficaz. As estrelas e outros corpos celestes ainda existem até hoje em seu lugar no espaço pelo poder da gravidade. Isso só é possível porque a Palavra de Deus é eficaz até o dia de hoje.
Nós cremos na Palavra de Deus. Nós não existíamos no tempo que Jesus Cristo estava neste mundo, mas cremos nele através de sua Palavra. Nossos pecados foram totalmente apagados porque cremos e aceitamos esta Bíblia como sendo a Palavra de Deus. Nossos pecados foram todos apagados porque aceitamos a Palavra da verdade. Está escrito que ele faz a obra de apagar todos os nossos pecados pela Palavra de poder e também de nos purificar. Ele está assentado à destra da majestade nas alturas. “Ele” aqui está se referindo exatamente a Jesus Cristo. Toda a Bíblia fala de Jesus Cristo. Ele está assentado à destra do Pai e aguarda o dia de voltar a este mundo. Agora, o Senhor está aguardando o Reino Milenial para se revelar. Deus fará novos céus e nova terra e nos permitirá viver ali para sempre.
Como lemos no livro de Hebreus, podemos ver que ele contém muitas verdades impressionantes. Eu ensinei a Palavra no livro de Gênesis durante a última Escola de Missões, mas vou ensinar a Palavra no livro de Hebreus nesta classe. Então, sobre quem queremos aprender e quem queremos conhecer quando estudamos a Palavra de Deus nesta Escola de Missões? Estudaremos este livro porque queremos conhecer Jesus Cristo e aprender sua Palavra. Por quem fomos chamados a esta Escola de Missões e por quem fomos chamados de obreiros de Deus? Por Jesus Cristo. Por isso, a quem, nós que fomos chamados de soldados de Jesus Cristo, devemos agradar? Sem dúvida alguma, devemos agradar a Jesus Cristo. Devemos fazer aquilo que ele quer que seja feito; também devemos detestar o que ele detesta. Se somos falhos ao seguir Jesus Cristo, então pela fé devemos reafirmar que ele nos deu a remissão de todos os nossos pecados. Só poderemos seguir Jesus quando tivermos esta fé.
Eu não tenho nada do que me exaltar até hoje, embora esteja servindo ao evangelho. Eu só estou pregando o evangelho para vocês porque o Senhor me deu a Palavra primeiro. E servir a este evangelho é a minha alegria. Eu também quero que vocês sejam iguais a mim. Que outra alegria há no mundo além de servir ao Senhor? As pessoas nascem do ventre de suas mães e vão para a escola, servem ao país, se casam, têm filhos e morrem de velhice ou doença depois de levar uma vida comum assim. A vida é assim. Que outras coisas podemos ter se vivermos só para nós mesmos ao invés de servirmos ao Senhor? Nada! Já que todos são seres humanos, elas não passam de escravos da vida que não realizarão seus sonhos, mas sua ganância pelas coisas materiais sempre aumentará.
No fim das contas, o que resta da vida é um monte de poeira. E isso significa que uma vida assim não teve propósito algum. A vida se resume em nascer e morrer em vão. Viver sem ser para o Senhor é uma vida sem sentido. Percebemos isso quando olhamos a vida dos nossos antepassados; a vida sem Jesus Cristo é apenas uma concha vazia; não é nada. E este tipo de vida torna a pessoa cansada da agitação deste mundo, depois ela adoece e morre. A única coisa que faz sentido para nós é viver para Jesus Cristo. Somente quando vivermos por Jesus Cristo é que seremos abençoados e prósperos. Por outro lado, aquele que não vive para o Senhor tem uma vida verdadeiramente amaldiçoada.
Portanto, devemos agradar o Senhor que nos chamou. Devemos agradar a Jesus Cristo que nos alistou como seus soldados. O Senhor que nos alistou derramará muitas bênçãos sobre nós se o agradarmos. Se der tudo para o Senhor, receberemos muito muitas coisas dele e seremos ainda mais prósperos. Viveremos com mais riqueza se vivermos para o evangelho do Senhor. Este é o segredo de levar uma boa vida de fé. Eu vou terminar este sermão com a esperança de que viveremos todos para Jesus Cristo.