Sermões

Assunto 23: A Epístola aos HEBREUS

[Capítulo 3-2] (Hebreus 3:1-19) A Justiça no Jesus Cristo nos Vestiu com sua Abençoada Salvação

(Hebreus 3:1-19)
“Por isso, irmãos santos, participantes da vocação celestial, considerai a Jesus Cristo, apóstolo e sumo sacerdote da nossa confissão, sendo fiel ao que o constituiu, como também o foi Moisés em toda a sua casa. Porque ele é tido por digno de tanto maior glória do que Moisés, quanto maior honra do que a casa tem aquele que a edificou. Porque toda a casa é edificada por alguém, mas o que edificou todas as coisas é Deus. E, na verdade, Moisés foi fiel em toda a sua casa, como servo, para testemunho das coisas que se haviam de anunciar; mas Cristo, como Filho, sobre a sua própria casa; a qual casa somos nós, se tão somente conservarmos firme a confiança e a glória da esperança até ao fim. Portanto, como diz o Espírito Santo:
“Se ouvirdes hoje a sua voz,
Não endureçais os vossos corações,
Como na provocação,
No dia da tentação no deserto.
Onde vossos pais me tentaram, me provaram,
E viram por quarenta anos as minhas obras.
Por isso me indignei contra esta geração,
E disse: Estes sempre erram em seu coração,
E não conheceram os meus caminhos.
Assim jurei na minha ira,
Que não entrarão no meu repouso”.
Vede, irmãos, que nunca haja em qualquer de vós um coração mau e infiel, para se apartar do Deus vivo. Antes, exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama Hoje, para que nenhum de vós se endureça pelo engano do pecado; porque nos tornamos participantes de Cristo, se retivermos firmemente o princípio da nossa confiança até ao fim. Enquanto se diz:
‘Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações, como na provocação’.
Porque, havendo-a alguns ouvido, o provocaram; mas não todos os que saíram do Egito por meio de Moisés. Mas com quem se indignou por quarenta anos? Não foi porventura com os que pecaram, cujos corpos caíram no deserto? E a quem jurou que não entrariam no seu repouso, senão aos que foram desobedientes? E vemos que não puderam entrar por causa da sua incredulidade”.
 
 
Nosso Deus Falou Conosco Sobre a Superioridade de Jesus Cristo em Várias Vezes e de Várias Formas
 
Está escrito em Hebreus 2:1-3: “Portanto, convém-nos atentar com mais diligência para as coisas que já temos ouvido, para que em tempo algum nos desviemos delas. Porque, se a palavra falada pelos anjos permaneceu firme, e toda a transgressão e desobediência recebeu a justa retribuição, como escaparemos nós, se não atentarmos para uma tão grande salvação, a qual, começando a ser anunciada pelo Senhor, foi-nos depois confirmada pelos que a ouviram”. Esse texto nos exorta a não negligenciarmos a Palavra do evangelho da água e do Espírito que ouvimos e cremos até hoje.
Hoje, tanto vocês como eu que cremos no evangelho da água e do Espírito recebemos a remissão de pecados em nosso coração, e agora vivemos muito abençoados tanto no corpo como no espírito. O Jesus Cristo em quem cremos abençoou a nós, crentes do evangelho da água e do Espírito. Ele é o único Salvador que nos libertou de todos os pecados do mundo. Por isso, se o nosso pensamento está mesmo na justiça do Senhor, então não podemos pensar em nada mais que na sua vontade. Ao vir a essa terra em forma humana para nos salvar de todos os pecados deste mundo, nosso Senhor nos deu uma nova vida ao ser batizado por João Batista, morrendo na cruz e ressuscitando dos mortos. Já que nós cremos no evangelho da água e do Espírito recebemos uma nova vida, nunca podemos nos esquecer da justiça de Jesus Cristo.
Por isso que o escritor da epístola aos Hebreus disse aos irmãos da sua época: “Como poderíamos ignorar a Palavra de Deus na qual ouvimos e não crer nela?” Existe alguém entre nós aqui que ainda não crê no evangelho da água e do Espírito? Quando pensamos no poder do evangelho da água e do Espírito que nosso Senhor nos deu, vemos como é grandiosa sua graça. Não há nada mais poderoso que o evangelho da água e do Espírito dado pelo Senhor, não há vida mais linda do que aquela que serve a este evangelho, e não há investimento melhor que este. Por isso que podemos colocar toda nossa confiança no evangelho da água e do Espírito e dedicar toda nossa vida ao seu serviço.
Todos os apóstolos que pregavam a Palavra de Deus no início da Igreja Primitiva criam no evangelho da água e do Espírito. Afinal de contas, quando a tribulação vinha para os cristãos que viviam em Israel, eles eram espalhados por todo o mundo e o que sustentava seu coração em meio a todas estas dificuldades era sua fé inabalável no batismo de Jesus e em seu sangue na cruz. É assim que quem crê no evangelho da água e do Espírito consegue suportar todo tipo de dificuldade que enfrenta.
Ultimamente, pessoas do mundo todo estão nos enviando seu testemunho de salvação, dizendo que alcançaram foram salvos crendo no evangelho da água e do Espírito. Em cada um desses testemunhos de salvação, uma nítida confissão de fé é feita para testificar do evangelho da salvação e da obra de expiação que o nosso Senhor fez por nós. Por isso, tanto os pregadores como os ouvintes do evangelho da água e do Espírito são levados a agradecer a Deus do fundo do seu coração. Podemos ver e experimentar o poder de Deus, pois a salvação que nosso Senhor nos deu através do evangelho da água e do Espírito é muito preciosa e seu poder, tremendo.
Nós cremos no evangelho da água e do Espírito. Cremos que o Senhor nos tornou justos ao ser batizado por João Batista para apagar todos os nossos pecados, derramou seu sangue na cruz até a morte e ressuscitou dos mortos ao terceiro dia, depois de ter sido sepultado em uma tumba. Por ter apagado todos os nossos pecados, Jesus Cristo está agora assentado à destra do trono de Deus e certamente voltará para nos levar com ele. Isso acontecerá no fim da era do cavalo amarelo (Apocalipse 6:8). Portanto, todos nós que cremos nisso temos uma esperança verdadeira.
O problema é ainda há muitas pessoas hoje em dia que não creem no evangelho da água e do Espírito de todo coração, mesmo o conhecendo. É claro que será muito difícil alguém entender totalmente a verdade do evangelho da água e do Espírito assim que o ouvir a primeira vez. Mas se continuarem ouvindo este evangelho repetidamente, eles começarão a entender seu poder. E assim que reconhecerem sua natureza pecaminosa perante Deus, eles saberão que o evangelho da água e do Espírito é a única verdade da salvação. Portanto, precisamos pregar incessantemente o evangelho da água e do Espírito por todo o mundo, para que cada ser humano entenda como este evangelho é abençoado e cheio de graça.
Aos olhos de Deus, Todos nós estávamos destinados à destruição por causa dos nossos pecados. Mas, mesmo assim, o Senhor nos vestiu com a graça da verdadeira salvação através do evangelho da água e do Espírito. E até hoje esta graça de Deus está trabalhando em nosso coração e na nossa alma; e é por isso que o poder e as bênçãos de Deus estão na vida de todo aquele que crê no evangelho da água e do Espírito. Se não tivéssemos a graça do evangelho da água e do Espírito em nosso coração, não poderíamos fugir dos nossos pecados nem nos libertar deles. Como éramos na verdade pecadores aos olhos de Deus, fomos levados a admitir que não tínhamos outra alternativa senão sermos lançados no inferno por causa dos nossos pecados. Porém, como agora cremos no evangelho da água e do Espírito, podemos entrar no reino de Deus; isso porque recebemos a remissão dos nossos pecados através da fé no evangelho da água e do Espírito.
Meu objetivo aqui não é discutir sobre nossos méritos e deméritos perante Deus, mas afirmar que se não tivermos a graça do Senhor em nossa vida apenas por um dia sequer, não teremos forças para viver no caminho digno dos filhos de Deus. E é somente por crermos no evangelho da água e do Espírito do nosso Senhor que recebemos a remissão de pecados. Melhor dizendo, era algo inevitável sermos condenados e mandados para o inferno pelos nossos pecados, ma mesmo assim pudemos ser salvos graças ao evangelho da água e do Espírito.
 
 
Graças a Este Verdadeiro Evangelho, Todos Nós Podemos Fazer o que Nosso Senhor Quer que Façamos
 
Atualmente, nos dias do Novo Testamento, seria difícil conseguirmos viver como verdadeiros cristãos sem crer no evangelho da água e do Espírito. Na verdade, é exatamente porque cremos no evangelho da água e do Espírito que todos nós podemos fazer o que agrada ao Senhor. Os pecadores só podem viver pela fé depois que nascem de novo e creem no evangelho da água e do Espírito. Melhor dizendo, é natural para nós que cremos no evangelho da água e do Espírito pregar e servir este verdadeiro evangelho. Agora que recebemos a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito, servir a obra do Senhor é fazer sua vontade em nossa vida.
Embora estivéssemos destinados a ir para o inferno por causa dos nossos pecados, nosso Senhor nos salvou de todos eles de uma vez por todas através do evangelho da água e do Espírito. Por isso, já que cremos na justiça do nosso Senhor e somos muito gratos a ele, nós queremos fazer sua obra para agradá-lo. E agora sua obra se tornou nossa própria alegria e bênção. Estamos todos dispostos a abrir mão da nossa teimosia se isso agradar nosso Senhor.
Há uma música popular na Coreia que diz: “Eu posso fazer tudo que te agrada”. Nós pensamos o mesmo com relação ao Senhor. Como nós recebemos a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito que o Senhor nos deu de graça, só nos resta segui-lo. Só nos resta honrar o Senhor e fazer tudo o que lhe agrada.
Já que recebemos a remissão de pecados, vivemos agora para pregar o evangelho da água e do Espírito, que é justiça do Senhor; e somos muito felizes por viver assim. O problema, contudo, é que ainda há diversas pessoas na Igreja de Deus que não sentem alegria ao pregar o evangelho. Meu coração fica angustiado quando vejo estas pessoas. Como podemos não crer no evangelho da água e do Espírito? Como podemos não crer em Deus, já que ele nos ama tanto? É simplesmente natural trabalharmos por aquele que nos ama, mesmo até a morte.
Você consegue se recusar a fazer algum trabalho por aqueles que lhe amam? Você está disposto a rejeitar qualquer pedido feito por alguém que lhe ama? Não, estou certo que você não faria isso. Todos são levados a realizar os desejos daqueles a que amam. Este é o poder do amor. Seguindo esta mesma linha de pensamento, se estamos fazendo o que agrada ao Senhor agora que recebemos a remissão de pecados, então isso mostra claramente que o que fazemos é por amor a ele.
 
 
Deus nos Disse para Meditarmos Sobre Jesus, O Apóstolo e Sumo Sacerdote da Nossa Confissão
 
Hebreus 3:1 diz: “Por isso, irmãos santos, participantes da vocação celestial, considerai a Jesus Cristo”. Mas e você? Você realmente medita sobre Jesus Cristo, que lhe deu o evangelho da água e do Espírito? Se você realmente busca conhecer a justiça de Deus, então quanto mais pensa nela, mais você é levado a agradecer a ele por sua graça e amor.
Como Jesus é o Sumo Sacerdote do reino dos céus, ele apagou todos os nossos pecados de uma vez por todas com o batismo que recebeu de João Batista e o sangue que derramou na cruz. João Batista, sendo o sacerdote da terra, passou todos os pecados da humanidade para Jesus, o Cordeiro de Deus; e Jesus vindo a essa terra em forma humana como o Sumo Sacerdote celestial, levou todos os pecados do seu povo ao ser batizado, morreu na cruz, ressuscitou dos mortos, e assim nos salvou de uma vez por todas. Como podemos não reconhecer o que Jesus fez por nós como nosso sumo sacerdote? Já que o Senhor fez tamanha obra da salvação para apagar todos os nossos pecados, como podemos não pensar em sua graça?
Eu sou muito feliz porque a graça do Senhor está sempre em meu coração. Apesar de não conhecer a justiça do Senhor antes, agora eu a compreendo através do evangelho da água e do Espírito; e por isso eu passei a compreender realmente o amor do Senhor e crer nela.
Mas e você? Você consegue viver sem lembrar do profundo amor que Deus e seu Filho mostraram a você através do evangelho da água e do Espírito? Pense no sacrifício de Jesus, que é a justiça de Deus. Pense como Jesus nos salvou vindo a essa terra como nosso Sumo Sacerdote celestial, levando todos os nossos pecados em seu próprio corpo ao ser batizado, morrendo na cruz e ressuscitando dos mortos. Diante de tudo isso, como podemos não crer na verdade do evangelho da água e do Espírito e pregá-lo? Como podemos não agradecer a Deus por sua graça? Na verdade, já que conhecemos o evangelho da água e do Espírito e cremos nele, só nos resta admirar profundamente o amor de Jesus. Afinal de contas, quando nosso Senhor veio a essa terra como o Sumo Sacerdote celestial, ele apagou todos os pecados de toda a humanidade de uma vez por todas. Como podemos nos esquecer então desta salvação do Senhor em nossa vida? Mas ao invés de esquecê-la, podemos agora viver para a glória de Jesus em todas as coisas.
 
 
A Graça da Salvação do Senhor Brilha Cada Vez Mais em Cada Um de Nós Quando Reconhecemos Como Somos Maus
 
Enquanto Moisés trabalhava como servo na casa de Deus, Jesus trabalhava como Senhor na casa do Pai. Esta obra foi feita por Jesus, o Filho de Deus, para nos dar a salvação ao vir a essa terra como homem para cumprir a vontade do Pai, ser batizado por João Batista, morrer na cruz e ressuscitar dos mortos ao terceiro dia. Foi assim que Jesus cumpriu a vontade do Pai. A obra da justiça que Jesus fez por você e por mim é totalmente diferente da que Moisés fez como servo na casa de Deus. E graças à justa obra da salvação do Senhor, todos nós que cremos na justiça de Jesus Cristo recebemos a remissão de pecados e, portanto, só nos resta pregar a graça do Senhor para o resto da vida.
Nós sabemos que nunca é tão fácil reconhecer quem realmente somos em nossa vida. Mas devemos olhar para nós mesmos de forma objetiva. Devemos olhar e ver como somos todos inúteis. E este autoreconhecimento não é alcançado até falharmos em viver pela lei seguidas vezes e depois cairmos novamente em pecado. Só depois disso conseguimos admirar a justiça de Jesus que veio a essa terra como nosso Sumo Sacerdote para salvar pessoas como nós.
As dificuldades que aparecem na nossa caminhada ao longo da vida são oportunidades para encontramos a justiça de Deus. Nossas angústias humanas nos dão as melhores oportunidades para compreender e crer no evangelho da salvação, pelo qual o Senhor nos salvou de todos os pecados do mundo. Nós sabemos que Deus permite que essas tribulações surjam em nossa vida para nos levar a ter fé em sua justiça e fazê-la crescer ainda mais forte. Portanto, todos nós devemos encontrar nosso Salvador através das nossas lutas e vencê-las pela fé.
Nós amamos o Senhor. O que nos resta é amar o Senhor, que veio a nós pelo evangelho da água e do Espírito. E não importa o quanto o sirvamos, tudo que fizermos por ele não pode se comparar à obra da salvação que ele realizou por nós. É uma alegria tão grande para nós conhecer e servir a justiça do Senhor que queremos que todos também saibam a bênção que é servir o Senhor. E é justamente por isso que estamos pregando o evangelho da água e do Espírito de forma incansável.
A obra da justiça que agora estamos fazendo para pregar o evangelho da água e do Espírito vale muito a pena. Palavras não conseguem expressar como somos gratos por podermos viver assim por aquele que nos amou tão profundamente. O evangelho da água e do Espírito é tão maravilhoso que nunca para de nos impressionar, e todos que servem a este maravilhoso evangelho são pessoas maravilhosas. Mesmo que não pareçamos ser tão maravilhosos assim por fora, quando olhamos sob a ótica do Senhor, vemos que estamos realmente levando uma vida mais linda e feliz. Mas temos como propósito de vida pregar o evangelho da água e do Espírito. Somos tão felizes em viver esta vida que a dedicamos ao nosso amado Senhor. E somos muito gratos por ele nos abençoar para fazermos sua obra, nos fazer viver com alegria e levar uma vida que vale a pena. Palavras não conseguem descrever como somos gratos pelo Senhor nos permitir levar uma vida tão abençoada assim.
Amados irmãos, Jesus Cristo apagou todos os nossos pecados vindo do reino dos céus a essa terra como nosso Sumo Sacerdote, sendo batizado, morrendo na cruz e ressuscitando dos mortos, e, deste modo, nos salvou de todos os nossos pecados e libertou da maldição eterna do inferno. Então, nunca devemos esquecer de Jesus Cristo. Como podemos não crer então na graça do evangelho da água e do Espírito que Jesus Cristo nos deu e deixá-la de lado? Jamais devemos permitir que isso aconteça.
Mas você acha que já que agora foi salvo de todos os seus pecados por crer no evangelho da água e do Espírito, isso é o fim da história e você não terá que viver pela fé? Se você pensa assim, então em breve se afastará de Jesus Cristo. Você foi salvo de todos os seus pecados crendo no evangelho da água e do Espírito, mas se não mostrar sua alegria aos outros, você acabará vivendo uma vida esquisita. Este mundo acha que os crentes do evangelho da água e do Espírito são esquisitos, mas aos olhos de Deus, será muito mais esquisito se você tentar viver fingindo que não crê neste evangelho.
Para nos libertar de todos os pecados do mundo e do inferno, o Senhor veio a essa terra num corpo carnal; ele levou todos os nossos pecados ao ser batizado por João Batista, nos salvou de toda condenação ao morrer crucificado, e ressuscitou ao terceiro dia. Embora Jesus Cristo esteja agora assentado à destra do trono de Deus, ele virá novamente algum dia para nos buscar. Quem é esquisito então? Não são aqueles que não reconhecem isso e creem nesta verdade, já que Jesus veio a essa terra como nosso Salvador para nos libertar através do evangelho da água e do Espírito? Não são as pessoas deste mundo que deveriam olhar para nós como estranhos por crermos no evangelho da água e do Espírito, mas nós é que deveríamos olhar para elas assim.
Aqui entre nós, todo aquele que não crê no evangelho da água e do Espírito de todo o coração, mesmo estando na igreja, é mesmo esquisito. Estas pessoas não conhecem a si mesmas e ignoram o fato de que são fracas e más aos olhos de Deus. O Novo Testamento enumera doze tipos de pecado que procedem do coração do homem, como está escrito em Marcos 7:21-22: “Porque do interior do coração dos homens saem os maus pensamentos, os adultérios, as fornicações, os homicídios, os furtos, a avareza, as maldades, o engano, a dissolução, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura”. Porém, a Bíblia também fala em Romanos 6:23: “Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor”. E este dom que Jesus Cristo deu a todos nós é que ele apagou todos os nossos pecados com o evangelho da água e do Espírito e nos garantiu a salvação e a vida eterna.
Quando pensamos no estado em que vivíamos antes de crer na justiça de Jesus Cristo, sabemos que seria quase impossível não sermos lançados no inferno. Éramos todos pecadores que mereciam ser condenados por Deus por causa dos nossos pecados. No entanto, quando o homem caiu em pecado, o Senhor veio a essa terra para nos salvar de todos os pecados do mundo; e ele de fato nos libertou com o evangelho da água e do Espírito. Se você ainda não crê no evangelho da água e do Espírito apesar de tudo isso, então isso quer dizer que você é alguém sem esperança e que desconhece sua própria maldade. Pessoas assim, que não reconhecem que são pecadores condenados ao inferno, continuarão vivendo como pecadores até que realmente sejam lançados no inferno.
Como todos nascem como descendentes de Adão, todos são pecadores. Já que é assim, não estamos todos destinados a ir para o inferno? Todos nós éramos de fato pecadores destinados a ir para o inferno, sem exceção. Apesar disso, Jesus Cristo veio à nossa procura e nos salvou de todos os nossos pecados de uma vez por todas com o evangelho da água e do Espírito. Independente de que tipo de pessoa éramos, todos nós fomos salvos por ouvirmos e crermos neste evangelho da água e do Espírito de todo o nosso coração. Portanto, a salvação não faz acepção de pessoas, então todos podem ser salvos crendo no evangelho da água e do Espírito.
Todos nós igualmente fomos salvos por crermos no mesmo evangelho da água e do Espírito. Todos aqui não foram salvos apesar de serem pecadores terríveis? Algum irmão aqui alcançou sua salvação sem ser um pecador totalmente vil que ia direto para o inferno? Não, não há nada que nos diferencie um dos outros, pois todos nós éramos pecadores vis e iríamos para o inferno. Embora tenhamos pecado de formas diferentes, isso não muda o fato de que cada um de nós era um pecador. Nos separar em diferentes classes de pecadores é algo sem sentido algum. Se você comete uma fraude, então você é um fraudador, não importa se a fraude é grande ou pequena. Na verdade, somos todos fraudadores, ladrões e adúlteros destinados a ir para o inferno por causa dos nossos pecados, não é verdade? É claro que é. O problema, obviamente, é que leva um longo tempo para uma pessoa entender isso, assim como levou muito tempo para eu reconhecer que também era um vil pecador.
Todo pecador precisa entender que a salvação só pode ser alcançada crendo na justiça de Cristo. Todos nós devemos entender que não há nada que nos diferencie um dos outros no que se refere à salvação, e que fomos igualmente salvos por crermos no mesmo evangelho da água e do Espírito.
Até os monges budistas sabem sobre a crucificação de Jesus. Eles também sabem que Jesus demonstrou um amor tremendo ao homem. Porém, eles não conhecem a justiça de Deus, que Jesus cumpriu através do evangelho da água e do Espírito. E quanto aos cristãos de hoje? Eles conhecem o evangelho da água e do Espírito creem nele? Não, não creem. Muitos cristãos não conhecem a justiça de Jesus que veio a essa terra pelo evangelho da água e do Espírito. Milhares de cristãos dizem que levam uma vida de fé, mas não conhecem a verdade da salvação, que Jesus levou todos os nossos pecados ao ser batizado por João Batista e nos salvou ao morrer crucificado. Eu também não sabia que era um monte de pecado durante os dez anos que cri em Jesus como meu Salvador. Mas agora sei muito bem que era um vil pecador, aceitei o evangelho da água e do Espírito e creio neste verdadeiro evangelho. Do mesmo modo, os que de fato receberam a remissão de pecados foram salvos porque conheceram e admitiram todos os seus pecados, e creram no evangelho da água e do Espírito, que é a justiça de Deus.
Várias pessoas continuam perdidas, se esforçando para ter algum valor. Por isso que o cristianismo tem a responsabilidade crucial de pregar o evangelho da água e do Espírito. Precisamos ter compaixão dos que não creem na justiça de Deus e ensinar o evangelho da água e do Espírito para eles. Agora mesmo, há muitos neste mundo que desejam crer no Cristianismo. Então, se os cristãos de hoje compreendessem isso e pregassem o evangelho da água e do Espírito, inúmeras pessoas receberiam a remissão de pecados, sem dúvida alguma.
 
 
Às Vezes Seu Coração Fica Inflamado Por Sua Própria Ganância
 
Se nosso coração vive inflamado, é por causa das nossas falhas, e nunca porque a graça do nosso Senhor que apagou todos os nossos pecados é imperfeita. Se alguns de nós ainda não receberam a perfeita salvação do Senhor, é porque eles não creem na justiça de Deus. E se procurarmos satisfazer nossa própria ganância, isso inflamará ainda mais nosso coração.
O fato de nosso coração às vezes fica inflamado não significa que o Senhor não apagou os nossos pecados. Pelo contrário, o Senhor apagou nossos pecados com seu batismo e seu sangue na cruz por completo. Portanto, se você crê no evangelho da água e do Espírito, você pode ser liberto de todos os seus pecados e desfrutar da paz dada por Deus. Você pode descansar na justiça de Deus.
Todos nós devemos meditar profundamente sobre a justiça de Jesus e crer nela de todo coração. Jesus não é apenas nosso Criador, mas também o Salvador que veio a essa terra como homem para nos salvar. Ao ser batizado por João Batista com trinta anos, ele levou todos os nossos pecados e os apagou completamente; e ao ser crucificado e derramando seu sangue até a morte três anos depois, ele foi condenado por todos estes pecados por nós.
Quem nos trouxe a remissão dos pecados? Foi o próprio Jesus Cristo nos deu a remissão de pecados. Foi isso que ele fez por nós, e é por isso que devemos crer nele. Somente crendo na justiça de Jesus Cristo é que podemos de fato agradecer pela obra da salvação que ele fez por nós para apagar todos os nossos pecados. Todos nós devemos enaltecer e agradecer pela justiça de Deus e seu Filho Jesus Cristo. Nosso coração deve ser cheio da fé no evangelho da água e do Espírito.
Já que cremos na justiça de Deus, o Pai requereu o salário do pecado de seu Filho ao invés de nós. Porque cremos na justiça de Jesus é que fomos salvos, e até hoje seguimos a vontade do Senhor pela fé. O Senhor ama a todos nós, e este amor contém sua profunda vontade de levar a salvação a todo ser humano. É por isso que estamos trabalhando tanto pelo Senhor, porque cremos nele e o amamos. Nós não temos outro propósito a não ser espalhar o amor do Senhor por todo o mundo. É só por causa do amor do Senhor que eu posso servir à sua justiça com toda dedicação até hoje. Só depois de encontrar o evangelho da água e do Espírito dado por Deus foi que todos os meus pecados foram apagados do meu coração. E só assim eu compreendi a verdade da salvação e exatamente como o Senhor me salvou.
Está escrito em Mateus 3:15-17: “Jesus, porém, respondendo, disse-lhe: Deixa por agora, porque assim nos convém cumprir toda a justiça. Então ele o permitiu.
E, sendo Jesus batizado, saiu logo da água, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba e vindo sobre ele. E eis que uma voz dos céus dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo’”. Quando li esta passagem, a verdade da salvação finalmente chegou até mim e eu percebi o seguinte: “Ah! O Senhor levou todos os meus pecados ao ser batizado por João Batista! Depois ele morreu crucificado pelos meus pecados e ressuscitou dos mortos após ser enterrado numa sepultura. Ele me salvou perfeitamente assim. O Senhor levou todos os pecados do homem através do seu batismo. Todo pecado do homem agora acabou, e eu não tenho mais pecado algum! O Senhor não apenas me salvou de todos os meus pecados, mas também libertou toda a humanidade!” Depois que eu compreendi esta verdade da salvação pela fé, ficou absolutamente claro que só me restava agradecer a Deus.
Quando finalmente encontrei o Senhor assim, eu fui chamado para fazer sua boa obra. Uma nova responsabilidade foi-me dada: fazer o evangelho da água e do Espírito conhecido em todo o mundo. Pregar o evangelho no mundo inteiro não é uma tarefa só minha, mas é uma tarefa primordial a ser compartilhada por todos os justos que vivem nessa terra. Depois que cri no evangelho da água e do Espírito e recebi a remissão de pecados em meu coração, eu compreendi que muitas pessoas desconhecem este evangelho. Desde os teólogos aos reformadores religiosos, não havia ninguém que conhecesse o evangelho da água e do Espírito. Então eu vi como era importante pregar o verdadeiro evangelho em todo o mundo. E eu comecei a orar a Deus, pedindo: “Senhor Deus, me ajude a pregar o evangelho da água e do Espírito em todo o mundo”.
Eu ansiava tanto pregar a Palavra de Deus que não conseguia parar de pensar nisso até quando ia dormir. Na verdade, eu fui tomado por um forte desejo de pregar o evangelho da água e do Espírito. E minha mente ficou absorvida não apenas por este evangelho, mas também pela Palavra de Deus que eu havia lido. Eu estava tão ansioso para pregar este evangelho que comecei a pregá-lo para qualquer um que passasse por mim. Foi assim que comecei a servir ao evangelho da água e do Espírito, e até hoje tenho trabalhado fielmente junto com você.
É debaixo da direção do Espírito Santo que temos trabalhado tanto para pregar o evangelho da água e do Espírito em todo o mundo. E é o Espírito Santo quem aumenta nosso anseio de pregar este evangelho. Por esta razão é que temos servido ao evangelho da água e do Espírito até hoje com todo nosso coração sob a direção do Espírito Santo; e é por isso também que este verdadeiro evangelho está sendo pregado em todo o mundo.
Nós estamos pregando a Palavra de Deus através do nosso ministério de literatura, dedicando nosso corpo e coração a esta causa nobre. É o amor do Senhor que nos torna estes fiéis obreiros de Deus. E só conseguimos levar à frente nosso ministério de literatura porque amamos o Senhor. Esse ministério de literatura começou porque sabíamos que isso agradaria a Deus. A partir do momento que cremos no evangelho da água e do Espírito e recebemos a remissão de pecados, recebemos a tarefa de pregar o evangelho da água e do Espírito em todo o mundo através do nosso ministério de literatura. Por isso que estamos trabalhando tanto hoje para pregar este lindo evangelho.
Amados irmãos, a Igreja de Deus na qual estamos é o belíssimo reino de Deus. Todos vocês que são da Igreja de Deus estão no reino espiritual mais lindo de todos. A igreja de Deus é realmente maravilhosa.
Dê uma olhada nos testemunhos de salvação enviados a nós do mundo todo. Em média, recebemos pelo menos 10 desses testemunhos de salvação a cada dia. Isso significa que 10 a 20 pessoas são salvas todos os dias. E o fato de 10 a 20 almas do mundo todo estar recebendo a remissão de pecados todos os dias é um avanço memorável. Se não bastasse isso, provavelmente há muito mais pessoas recebendo a remissão de pecados do que nós sabemos, pois nem todos os leitores que a receberam nos enviam seus testemunhos de salvação.
Se há outros neste mundo que creem no evangelho da água e do Espírito e estão pregando-o como nós, eu fico feliz em aplaudi-los de pé. Mas infelizmente ninguém mais neste mundo está pregando o evangelho da água e do Espírito, até onde sabemos. Mas estou certo que vários colaboradores em breve se levantarão em cada país e em cada grupo étnico para pregar este verdadeiro evangelho junto conosco.
Vocês e eu somos os únicos pregadores do evangelho da água e do Espírito em todo o mundo; por isso, somos as pessoas mais abençoadas que existem. Nós somos muito felizes por crermos no evangelho da água e do Espírito e o pregarmos. Quem mais neste mundo poderia ter uma vida tão justa e feliz como esta? Eu sou muito grato a Deus por nos levar a pregar o evangelho da água e do Espírito.