Sermões

Assunto 22: O Evangelho segundo LUCAS

[Capítulo 11-3] (Lucas 11:42-54) Ai do Vós, Fariseus Espirituais!

(Lucas 11:42-54)
“Mas ai de vós, fariseus, que dizimais a hortelã, e a arruda, e toda hortaliça e desprezais o Juízo e o amor de Deus! Importava fazer essas coisas e não deixar as outras. Ai de vós, fariseus, que amais os primeiros assentos nas sinagogas e as saudações nas praças! Ai de vós, escribas e fariseus hipócritas, que sois como as sepulturas que não aparecem, e os homens que sobre elas andam não o sabem! E, respondendo um dos doutores da lei, disse-lhe: ‘Mestre, quando dizes isso também nos afrontas a nós.’ E ele lhe disse: Ai de vós também, doutores da lei, que carregais os homens com cargas difíceis de transportar, e vós mesmos nem ainda com um dos vossos dedos tocais essas cargas! Ai de vós que edificais os sepulcros dos profetas, e vossos pais os mataram! Bem testificais, pois, que consentis nas obras de vossos pais; porque eles os mataram, e vós edificais os seus sepulcros. Por isso, diz também a sabedoria de Deus: Profetas e apóstolos lhes mandarei; e eles matarão uns e perseguirão outros; para que desta geração seja requerido o sangue de todos os profetas que, desde a fundação do mundo, foi derramado; desde o sangue de Abel até ao sangue de Zacarias, que foi morto entre o altar e o templo; assim, vos digo, será requerido desta geração. Ai de vós, doutores da lei, que tirastes a chave da ciência! Vós mesmos não entrastes e impedistes os que entravam. E, dizendo-lhes ele isso, começaram os escribas e os fariseus a apertá-lo fortemente e a fazê-lo falar acerca de muitas coisas, armando-lhe ciladas, a fim de apanharem da sua boca alguma coisa para o acusarem”.
 
 
Sobre Quem Virá a Ira de Deus?
 
Nós estamos vivendo agora os últimos dias. Podemos até dizer que nesta era sairá o último trem. Quando olhamos como está o coração das pessoas e o mundo hoje em dia, vemos que tudo que o Senhor profetizou está acontecendo justamente como ele disse. Tanto do ponto de vista histórico como bíblico, podemos ver que estamos vivendo os últimos dias. É muito difícil encontrar alguém de coração puro hoje em dia, pois estamos no fim dos tempos e isso tem se manifestado muito mais agora do que antes. Por isso que Satanás hoje tem coberto o mundo com tantas trevas, e a verdade é tida como inverdade e o que é verdadeiro é tido como falso.
Vamos pensar em como era duas ou três décadas atrás. Naquela época, quando uma nova igreja era plantada nalguma região, os diáconos, diaconisas, presbíteros e leigos de outras igrejas a visitavam e diziam palavras motivadoras como: “Deus abençoa sua obra de fé. Será que podemos fazer alguma coisa para ajudar sua igreja?” Mas como é hoje em dia? As pessoas não gostam quando uma nova igreja é aberta perto de sua casa. E quando veem alguém indo para o seminário teológico, elas pensam: “Esta não é aquela faculdade que alguém vai quando não consegue entrar para outra faculdade ou seu negócio não dá certo? Seu sustento estará garantido quando eles acabarem o seminário e viveram pastores. Eles terão carro, casa, escola para os seus filhos, despesas de viagem, dinheiro para comprar livros e muitas outras coisas que a igreja lhes dará.” Na verdade, as igrejas deste mundo são exatamente como as empresas deste mundo. As pessoas hoje não querem mais que igrejas sejam plantadas. Mas tem uma coisa que elas não sabem. Elas não sabem que há uma Igreja de Deus neste mundo.
Uma irmã deu o testemunho da sua conversão num culto de avivamento. Sabe o que ela disse? Ela disse que cria em Jesus e o seguia fielmente, mas se decepcionou depois de servi-lo por tanto tempo. Ela disse que achava que Deus tivesse morrido ou a abandonado. E ela passou a ter inveja daqueles que criam fielmente em Jesus. Mas ela também pensava assim: “No fim todos serão como eu. O que eles fazem que eu não fiz? Eu fazia tudo que eles fazem, como expulsar demônios, falar em línguas, curar os enfermos com imposição de mãos”. E ela dizia que todos seriam como ela no fim, por mais que cressem fervorosamente. Esta irmã confessou que no fim já não tinha mais a alegria de crer em Jesus. Mas não é só esta irmã que passou por isso nestes últimos dias. Na verdade, vemos muitas pessoas atualmente que creram em Jesus mas se decepcionaram.
Não se surpreenda se você passar por lutas e dificuldades então. Vivemos dias em que a verdade não é respeitada e tida como inverdade. Mas não era assim há duas décadas. Naqueles dias, quando alguém pregava a verdade, as pessoas pensavam: “Será que isso é mesmo verdade?” e procuravam a veracidade daquilo na Palavra de Deus. E as pessoas recebiam com entusiasmo o que os pastores pregavam e diziam: “Puxa, isso é verdade mesmo. O que ele está pregando é mesmo a verdade”. Mas aqueles que recebiam a verdade assim não existem mais e Satanás está trabalhando no seu coração agora. Vivemos hoje em dia um tempo em que as pessoas que creem na justiça de Deus são consideradas anormais. E este fenômeno é uma das características do fim dos tempos, como Deus falou.
 
 
“Caiu! Caiu a Grande Babilônia”
 
No livro de Apocalipse, Deus fala sobre a destruição do mundo. E quando lemos a Palavra, podemos ver como os comerciantes espirituais deste mundo irão lamentar no fim. E isso acontecerá porque eles acumularam riquezas fazendo negócio em nome de Jesus. Mas no dia que Deus disser que toda a sua riqueza será tirada quando ele os julgar, estes que fizeram da igreja um negócio neste mundo serão envergonhados.
O que acontecerá com este mundo se Deus o destruir como ele disse? Há muitos arranha-céus no centro de Seul, não é verdade? Mas todos eles cairiam se fossem atingidos por um terrível terremoto. Se Deus agitar a terra uma vez que seja, todos os edifícios e arranha-céus virão ao chão e tudo virará um inferno. O que eu quero dizer é que o mundo em pouco tempo vai virar um inferno.
Como o Senhor nos verá no fim dos tempos? Ele amará ainda mais aqueles que o amam, enquanto que odiará ainda mais aqueles que o odeiam. Você e eu estamos vivendo estes dias. Vivemos numa época em que os que seguem o Senhor o seguirão até o fim, mas os que se opõem à sua justiça também farão isso até o fim. E é assim mesmo. Aqueles que são contra a justiça de Deus fazem isso porque na verdade não sabem o que estão fazendo.
Lucas 11:42 diz: “Mas ai de vós, fariseus, que dizimais a hortelã, e a arruda, e toda hortaliça e desprezais o Juízo e o amor de Deus! Importava fazer essas coisas e não deixar as outras. Ai de vós, fariseus”. Isso nos mostra que o juízo de Deus está preparado para eles. Você acha que este mundo não será julgado? Este mundo será julgado sim, assim como haverá um julgamento para todas as pessoas. A Bíblia diz: “E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo, depois disso, o juízo” (Hebreus 9:27). O mundo todo será julgado, isto é, Deus julgará a todos um por um. E quem especificamente será julgado por Deus? A Bíblia diz: “Ai de vós, fariseus!” Isso quer dizer que os fariseus espirituais serão julgados pela justiça de Deus.
 
 
Os Fariseus São Hipócritas que Parecem Sábios em Sua Aparência
 
Os fariseus creem que Jesus Cristo veio a este mundo e na sua ressurreição. Eles também creem nos anjos, na vida após a morte, no céu e no inferno, e fazem tudo para crer na Palavra de Deus exatamente como está escrito. No entanto, só há uma coisa que eles não creem. Eles não creem na justiça de Jesus Cristo. Eles creem em tudo que está escrito na Bíblia, menos nisso. Estes são os fariseus espirituais.
E o que o Senhor diz a estes fariseus? Ele disse: “Ai de vós, fariseus!” O que isso significa? Significa que a ira de Deus virá sobre nós se formos como estes fariseus. A justiça de Deus virá sobre estes apenas uma vez, não duas. O Senhor acabará com eles para sempre quando julgá-los. O Senhor os lançará no fogo eterno e dirá: “Vocês, fariseus, vão para o inferno e sofram para sempre!” E isso vai mesmo acontecer. De fato a ira de Deus e seu juízo virá sobre os fariseus espirituais.
Mas quem são os fariseus espirituais hoje? Aqueles que não creem que Jesus Cristo é o seu Salvador que apagou todos os seus pecados de uma vez com o evangelho da água e do Espírito, apesar de crerem em Deus; aqueles que não creem na perfeita redenção do Senhor; aqueles que creem em Deus mas ainda têm pecado no coração. São estes os fariseus espirituais. Os fariseus de antigamente e seu versão moderna são todos iguais. Você acha que os fariseus de antigamente são de alguma forma diferentes? Não, não são. Só que os fariseus antigamente pareciam mais santos e justos do que os de hoje. Os fariseus do passado não chegavam perto de algo impuro e nem olhavam para isso. Mas como são os fariseus de hoje? Eles não somente desejam as coisas impuras, mas também gostam de estar em lugares assim.
Os fariseus de antes e de hoje têm algo em comum: todos eles são contra a justiça de Jesus Cristo. Os fariseus do passado não criam em Jesus como seu Salvador. E assim como eles o rejeitaram e entregaram para ser pregado na cruz, muitos dos fariseus de hoje também não creem na justiça de Jesus Cristo, embora confessem que creem nele. Eles perseguem os filhos de Deus que se tornaram justos ao receber a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito.
Eles odeiam muito os justos. Mas Deus diz aos fariseus de hoje: “Vão em frente e odeiem meus filhos enquanto vocês estão neste mundo, pois minha ira virá sobre vocês”. Todos os fariseus espirituais das igrejas cristãs hoje em dia precisam se arrepender e voltar para o evangelho da água e do Espírito. E já que ainda há pecado no seu coração, eles têm que se arrepender perante Deus e se tornar sem pecado crendo no evangelho da água e do Espírito. É assim que os fariseus espirituais têm que se arrepender.
Vamos ver agora como os fariseus espirituais vivem. Está escrito: “Dizimais a hortelã, e a arruda, e toda hortaliça e desprezais o Juízo e o amor de Deus! Importava fazer essas coisas e não deixar as outras”. O que isso quer dizer? Que os fariseus servem ao Senhor com coisas materiais. Os fariseus naquela época procuravam ser perfeitos em tudo. O dízimo da hortelã, da arruda e de toda hortaliça aqui significa todas as coisas materiais. Eles davam tudo isso com fartura ao Senhor. Eles tiravam a décima parte de tudo que tinham, davam ao Senhor e diziam: “Isso pertence a Deus. E isso também é de Deus”. Eles eram mesmo zelosos quanto a isso. E eles também guardavam o sábado rigorosamente. Eles separavam este dia em especial e diziam: “Este dia da semana pertence a Deus”. Eu não sei como era seu coração, mas aparentemente eles eram muito zelosos. Mas o que Deus disse sobre isso? Ele disse: “Eles fazem isso muito bem, porém desprezam meu amor e minha justiça”.
O que é a justiça de Deus? É o evangelho da água e do Espírito. Ele é o amor de Deus que há em sua Igreja e pelo qual ele nos salvou vindo a este mundo, sendo batizado, derramando seu sangue na cruz e ressuscitando dos mortos. Ele cumpriu todas as profecias das Escrituras exatamente como tinha que ser feito, segundo a verdadeira justiça de Deus. Mas os fariseus espirituais não criam no amor de Deus e na sua justiça. Foi por isso que nosso Senhor repreendeu duramente sua justiça.
Os fariseus pediram a Jesus que se juntasse a eles numa refeição e ele aceitou. Mas eles estranharam o fato de ele não ter lavado as mãos antes de comer. Eles então chamaram sua atenção e o repreenderam por não ter lavado as mãos antes de comer. Se você convida alguém para comer, seu convidado é quem decide lavar as mãos ou não, mas os fariseus queriam que Jesus fizesse o que eles queriam. Na verdade, o que Jesus fez na presença dos fariseus não tinha nada de errado, mas eles o criticaram por não lavar as mãos antes de comer. Estes fariseus eram mesmo maliciosos.
Mas nosso Senhor disse a eles: “Por que vocês estão me criticando por causa de coisas externas? Ai de vós, fariseus! Vocês fariseus se preocupam com a aparência dos copos e dos pratos, mas estão cheios de malícia e ganância por dentro. Seus tolos! Aquele que fez o exterior também não fez o exterior? Continuem dando esmolas como vocês fazem, pois isso é a única coisa pura que há em vocês”. Eles nunca teriam criticado o Senhor por não lavar as mãos antes de comer se realmente amassem a Deus. Assim eram os fariseus quando estavam com o Senhor.
E como são os fariseus modernos? Os fariseus modernos julgam uma igreja pelo tamanho dos seus templos e os sermões pregados na Igreja de Deus sem nem mesmo analisar o seu conteúdo. Eles arrumam confusão até por coisas simples como estas. Eles não se importam com o que deveriam, ao contrário, só se importam com o que não deveriam. Eles se importam se um pastor fala bem ou não, se sua aparência é boa ou não, e se os bancos da sua igreja são confortáveis ou não.
Aqueles que se importam com isso não têm muito que fazer. Quem conhece bem a verdade não se importa com as coisas externas. Mas e os fariseus? Eles só se importam com as coisas externas porque não conhecem nada da justiça de Deus. Eles só se importam com coisas externas como tudo que diz respeito à sua denominação, como os fariseus nos dias de Jesus que se importavam se alguém tinha lavado as mãos ou não antes de comer. É por isso que eles parecem tão tolos e repreensíveis aos olhos dos que creem na justiça de Deus.
Jesus olhou para os fariseus e disse: “Ai de vós, hipócritas!” Nosso Senhor viu o que os fariseus faziam e disse que a ira de Deus viria sobre eles. O mesmo acontece com os fariseus de hoje. Eles tinham que ser melhores por dentro, mas só agem segundo suas denominações e só se importam se suas igrejas são pequenas ou grandes, embora tenham muito pouco dentro delas, embora não tenham recebido a remissão de pecados, e embora estejam cheios de pecados. Eu não entendo por que os fariseus atuais se preocupam tanto com os outros se não passam de uma versão moderna dos fariseus. Estes são os fariseus espirituais.
Todo aquele que não conhece o evangelho da água e do Espírito e não crê nele ainda não foi salvo do pecado. Porém não temos que nos preocupar com as mentiras destes pecadores. Na verdade, temos que ter pena deles, pois somos aqueles que se tornaram justos crendo na justiça de Deus. Do que adianta os pecadores ficarem se preocupando com a vida dos outros todos os dias? Vale a pena ficar se preocupando com a alma dos outros quando a sua mesmo vai arder no fogo? Eles deveriam se preocupar primeiro com o fogo que está reservado para si mesmos, com o problema do seu pecado que não pode ser resolvido assim. É disso que nosso Senhor está falando. Ele disse isso clara e abertamente. A Palavra do nosso Deus diz que nenhum pecador pode escapar do fogo do seu juízo.
No entanto, sabemos que “vocês podem ir em frente e continuar dizendo tudo isso. Mas vocês serão lançados para sempre no fogo que nunca se apaga”. Eu não quero que eles sejam lançados neste fogo. Mas eles serão julgados pela justiça de Deus se não aceitarem o evangelho da água e do Espírito. Eles precisam se arrepender do mal e voltar para Deus. E eles serão destruídos se não deixarem o mal. Mas não queremos que eles sejam condenados por Deus. Eu desejo em meu coração que todos neste mundo alcancem a verdadeira salvação crendo no evangelho da água e do Espírito. Mas eu também desejo que Deus faça o que quiser com eles, caso eles não recebam a remissão de pecados por não conhecerem a sua justiça.
E não sou eu apenas que desejo isso. O Deus Espírito Santo que habita dentro de nós também espera para julgá-los. “Ai de vós, fariseus!” significa que Deus julgará a todos que não aceitarem sua misericórdia, a rejeitarem, e no fim ficarem do lado de Satanás. O amor é mais forte do que a morte, e o ciúme, duro como a sepultura (Cânticos dos cânticos 8:6). O amor é mais forte do que a morte. O Senhor foi batizado por João Batista e pendurado na cruz por amor. Foi assim que ele pôde salvar os que creem na justiça de Deus. E qual a outra coisa que é mais forte do que a morte? O ciúme. O ciúme é duro como a sepultura, mais tenebroso do que o hades e pronto para iniciar um grande incêndio. O amor é mais forte do que as trevas do hades.
Os fariseus insultaram o Senhor sem cessar quando ele estava neste mundo. E todos os santos sofrem com os insultos dos fariseus modernos também. Com diz a Palavra de Deus, o ciúme dos fariseus é duro como a sepultura. Está escrito: “As suas brasas são brasas de fogo”. Mas o que Deus disse a estes fariseus? Ele disse que trará sobre eles seu juízo de uma vez por todas.
E é isso mesmo. Nosso Deus de justiça disse que pegará Satanás, o julgará e o lançará no fogo que nunca se apaga. Está escrito que Deus condenará Satanás, que se levantou contra ele, por toda a eternidade, e aqueles que estiverem do seu lado e fizerem sua vontade. O Senhor foi batizado por João Batista e entregou sua vida para nos salvar do pecado porque nos amou muito. E como o amor do nosso Senhor é maior do que a morte, seu poder é mais forte do que morte também. E já que seu amor é tão perfeito, sua ira é perfeita também. É disso que o Senhor está falando no texto bíblico deste capítulo. É por isso que eu me compadeço de muitas almas e faço todo o possível para guiá-las à verdadeira fé. Contudo, eu entrego ao juízo de Deus aqueles que se opõem à justiça de Deus até o fim. E eu digo: “Ai de vós, fariseus! Vão em frente e continuem fazendo isso. Um dia vocês serão julgados. Apesar de acharem que viverão para sempre, vocês terão um encontro com o Senhor quando chegar a hora. Vocês vão se arrepender para sempre de terem dito que não creem na justiça de Deus”.
 
 
Por que os Fariseus não Querem Entender e Amar a Justiça de Deus?
 
Apesar de dizerem que amam a Deus, eles na verdade não o amam. Os fariseus espirituais não buscam a glória de Deus. Eles buscam o tempo todo a glória dos homens. Esta é a verdade. Jesus diz no capítulo 6 do evangelho de João: “Como vocês dizem que creem mas recebem honra um dos outros e não buscam a honra de Deus?” Como é que alguém assim pode crer na justiça de Deus? Eles têm que crer em Deus crendo no que ele disse sobre a sua justiça. Só que eles dão muito valor ao que eles mesmos dizem, ao que dizem as doutrinas da sua denominação, e ao que dizem as principais denominações. É por isso que eles não entendem a justiça de Deus encontrada na Bíblia. Como é que essa gente pode conhecer e justiça e o amor de Deus e crer neles? Eles não podem crer nisso porque não entendem. E eles não conhecem a justiça de Deus também porque não amam a Deus em seu coração. Aqueles que têm um coração que ama a Deus digam “amém” e creiam na Palavra da justiça de Deus em seu coração, não importa o que os outros digam, já que o correto é o que a Bíblia diz a respeito da justiça de Deus. Não importa o que sua denominação diz estar certo ou não, pois aqueles que buscam a glória de Deus e creem na sua justiça de coração se unem àqueles que creem nisso também.
Mas o que dizem os fariseus espirituais? Eles teimam em guardar as doutrinas das suas denominações. É assim que o budismo geralmente se refere ao inferno. Eles dizem que o inferno é um lugar onde a língua das pessoas será pregada se elas fizerem algo errado. Este é o inferno segundo o budismo. Eu não sei se o Senhor fará isso ou não, mas o sofrimento dos fariseus será pior do que ter a língua pregada. O Senhor nos mostrou tamanho amor quando entregou sua vida, quando foi batizado por João Batista e teve seu corpo pregado na cruz para nos salvar dos pecados do mundo. Como é que pode eles não aceitarem o amor de Deus e ainda dizer: “O senhor tirou o pecado original, não meus pecados pessoais? Por isso ainda somos pecadores”. Mas Deus diz para eles: “Está bem, já que vocês pensam assim, vocês não respeitam meu amor nem minha justiça. Venham aqui. Creiam no meu amor que é o evangelho da água e do Espírito. Conheçam-no e creiam nele. No fim eu farei os que me rejeitam provar da minha ira, assim como farei com aqueles que são servos de Satanás e sempre perseguem meu povo. Anjos! Peguem estas pessoas e lancem-nas no fogo que nunca se apaga”. Assim como existe o céu e a terra, com certeza no fim veremos que também há o inferno.
Os fariseus modernos só reconhecem como o Cristianismo tradicional as chamadas ‘quatro grandes denominações’ ou ‘as cinco grandes denominações’. Mas, espiritualmente falando, como são estas denominações? Elas só creem em superstição. Elas tornaram o Cristianismo uma religião supersticiosa. É por isso que eles semeiam o espiritismo coração dos cristãos. Eles então precisam ler nossos livros sobre o evangelho da água e do Espírito. Tanto os pastores como os fariseus precisam lê-los. Eles nos julgam e dizem que tudo que dizemos não tem base alguma, mas nós estamos pregando o evangelho da água e do Espírito baseados nas Escrituras. Não queremos edificar nossa própria denominação, e sim que todos neste mundo conheçam o evangelho da água e do Espírito. Nós queremos abençoá-los para que eles sejam obreiros da justiça de Deus. Este é o nosso propósito. Mas alguns dizem que nossa fé não é aquela que crê no evangelho da água e do Espírito. Mas quando pedimos a eles para pregar um sermão com o evangelho da água e do Espírito, ninguém consegue fazer isso. Os pastores hoje em dia só pregam sermões buscando coisas carnais. Muitos só estão interessados em como receber bênçãos neste mundo, ter uma vida melhor, prosperar em seu negócio e evitar toda dificuldade.
Eu tive comunhão com um certo homem por algum tempo. Ele tinha uma loja e fiquei feliz porque ele vinha regularmente aos cultos de domingo antes de eu pregar o evangelho para ele. Mas ele ficou preocupado porque seu negócio não ia bem desde que ele aceitou Jesus. Muitos tentam encontrar um modo de ter um negócio e servir a Jesus. E de alguma maneira eles conseguem conciliar sua fé e suas bênçãos materiais. Por exemplo, eles dizem: “Você ficará rico se crer em Jesus. Tudo dará certo para você se você crer em Jesus”. Os fariseus espirituais dizem que tudo vai dar certo se crermos em Jesus. Eles dizem: “Você tem que fazer parte de uma denominação tradicional se quiser ficar rico. Você será amaldiçoado se crer em heresias”. Mas isso está errado.
Por que eles não pregam que os santos têm dificuldades porque vivem para a justiça de Deus e pela fé, e que os santos que passam por lutas são pessoas abençoadas? Por que crer no evangelho da água e do Espírito é heresia? Na verdade, não são as denominações tradicionais que enganam os cristãos e os fazem se desviar, enganando-os prometendo bênçãos materiais e exaltando seu poder? Pessoas astutas enganam as ovelhas de Deus e não dizem que elas serão destruídas, embora estejam prestes a morrer e ser destruídas por causa do pecado que há em seu coração. Essa gente diz: “Eu quero que vocês façam tudo para ficar ricos. Eu quero que vocês façam orações de arrependimento por seus pecados. Só assim eles serão remidos”.
Eu quero que todos que dizem isso entendam o evangelho da água e do Espírito o mais rápido possível. Eu quero que eles voltem para o evangelho da água e do Espírito. Eu quero que eles voltem o quanto antes. Caso contrário, todas estas almas serão ceifadas com um só golpe da foice afiada que vemos no livro de Apocalipse 14. Deus trará de volta todos que morreram no mar. Não podemos esconder nada de Deus. Até os cadáveres serão todos restaurados. Deus fará isso trazendo todos eles de volta à vida e julgará os que creem e os que não creem.
Eu espero que chegue logo o dia do juízo descrito no livro de Apocalipse. Mas isso acontecerá segundo a vontade de Deus, e tudo que temos a fazer até lá é pregar o evangelho da água e do Espírito. Nós nos alegramos porque temos algo importante para fazer, já que cremos na justiça de Deus. Para ser sincero, não seria injusto se não houvesse julgamento para aqueles que não creem na justiça de Deus? O povo da fé que morreu sendo perseguido no mundo ou martirizado dirá perante Deus: “Deus, quando irás julgar aqueles que são contra a fé? Quando tu irás julgá-los?” Nós também somos muito perseguidos como eles neste mundo. Mas há um consolo para os nascidos de novo, pois cremos de coração que o juízo da justiça de Deus virá certamente sobre quem nos persegue. Eu estou certo ou não? Nós que somos servos da justiça de Deus queremos evangelizar todo o mundo com o evangelho da água e do Espírito.
 
 
Aqueles que Amam o Evangelho da Água e do Espírito Odeiam a Injustiça
 
O que é errado é errado, e o que é certo é certo. E a fé não é simplesmente crer numa meia verdade. É claro que eu quero que todos creiam no evangelho da água e do Espírito, porém creio que quem der as costas para a justiça de Deus e for contra ela irá para o inferno. Alguém assim merece receber o justo juízo de Deus. Obviamente devemos dizer: “Senhor, seu juízo é correto, justo e perfeito”. No entanto, a misericórdia de Deus vem antes da sua justiça. Tudo que o Senhor fez é certo. Mas ele está deixando as coisas acontecerem até o fim, quando ele finalmente julgará todos que não voltaram para ele. Os fariseus deste mundo têm que entender bem que o juízo do Senhor que virá sobre eles no fim será terrível.
Você e eu temos compaixão das almas que não creem na justiça de Deus porque sabemos como será terrível o juízo de Deus. E já que sabemos como este juízo será terrível para estas pessoas, precisamos ter compaixão delas e pregar o evangelho da água e do Espírito do Senhor pela fé na sua justiça. Vocês estão entendendo?
Os fariseus gostavam de se assentar nos lugares mais altos nas sinagogas e nas praças. Eles pareciam muito inteligentes. Mas os fariseus espirituais de agora são piores. Eles parecem inteligentes também e adoram se assentar nos lugares altos nas igrejas e nas praças. Eles criam várias associações para ocupar altos cargos entre si mesmos. Eles adoram altos cargos e ser respeitados pelas pessoas.
Era assim quando o Senhor veio a este mundo. Os fariseus criavam todo tipo de organizações para ter direito a privilégios. Eles adoravam ser reverenciados nas praças. Eles criavam organizações para orar pela prosperidade e salvação da nação, pelo mundo e por missões, e daí por diante. Eles assumiam posições privilegiadas como presidentes, vice-presidentes, secretários gerais e faziam parte do quadro de diretores destas organizações. Outros fariseus que não conseguiam fazer parte destas organizações se reuniam e criavam uma para si. Havia tantas organizações que nem dá para citas todos os nomes. Mas quando uma delas fazia uma conferência, todos participavam – um deles como presidente, outro como vice-presidente, outros como responsáveis pelas orações, outros como pregadores e etc.
Nada disso que acontece hoje tem a ver com a Igreja de Deus. Isso não passa de eventos onde os pastores se reúnem em seu próprio benefício. Nenhum pregador pode pregar nestes eventos de avivamento se não fizer parte da sua organização, e nem pode fazer parte dela se não pagar a mensalidade. Isso é tão engraçado. Como os fariseus do passado, os fariseus atuais adoram ser saudados nas praças e ter altos cargos. Fisicamente eles parecem pessoas de fé. O que eu estou dizendo é que eles parecem ser fiéis a Deus, tendo altos cargos no Cristianismo e fazendo boas obras. Mas enquanto os fariseus parecem servos fiéis, como os justos parecem? Parece que somos pessoas que não têm fé em Deus. Que grande contradição!
Mas o Senhor deixou bem claro que julgará os fariseus. É por isso que tem que haver alguém que pregue a Palavra do Senhor estes dias. Mas não é fácil falar sobre isso. Temos que dizer então: “Do que você está falando, da tradição? A tradição verdadeira é pregar a Palavra de Deus de modo correto, seja qual for a ocasião”. O Senhor gosta muito dos que agradam seu coração. Ele habita no nosso coração como o Espírito agora e como a Palavra porque ascendeu aos céus. O Senhor não tem boca nem pés. Portanto, ele procura por pessoas que falem por ele. Ele procura pessoas que preguem o evangelho da justiça de Deus abertamente para os fariseus.
O que o Senhor faria se vivesse hoje em dia? Eu acho que ele se uniria ao seu povo que está pregando o evangelho da água e do Espírito para pregar este evangelho com eles. Eu acho que o Senhor não deixaria quieto nenhum dos fariseus espirituais se ainda estivesse aqui. Ele iria por todos os lugares, por tudo o mundo para guiar todos eles ao Cristianismo com seu chicote. O Senhor nunca ficaria parado sem fazer nada.
O que Jesus disse sobre os fariseus? Ele disse que eles são como sepulturas que não aparecem. Eles parecem fiéis e que creem tanto, mas são como sepulturas que não aparecem. O que é uma sepultura que não aparece? É uma sepultura muito bonita por fora. Como são as sepulturas nos países ocidentais? São lugares escavados com uma lápide e grama por cima. É uma sepultura, mas na verdade não parece uma. Os cemitérios no ocidente que vemos nos filmes são muito bonitos. Uma sepultura deve parecer com uma sepultura, mas as que vemos nos filmes são muito mais bonitas.
A aparência dos fariseus era assim. Eles pareciam ser fiéis a Deus em tudo; parecia que eles eram os únicos fiéis em tudo; parecia que eles conheciam tudo sobre Deus; e parecia que eles eram os únicos que amavam a Deus. Mas o Senhor disse: “Sois como as sepulturas que não aparecem, e os homens que sobre elas andam não o sabem!”
Nós tivemos cultos de avivamento na nossa igreja em Seul, mas isso não acabou com o fim do evento. Quando um culto destes dá certo, seu resultado dura por semanas. Muita gente começa a vir à nossa igreja e recebe a remissão de pecados. Esta é a verdadeira evangelização que leva as pessoas a receber a purificação em seu coração.
O que há de errado nos missionários fariseus? Quando perguntamos: “Você tem pecado?”, eles respondem: “Sim, eu tenho”.
E a conversa continua assim:
Nós perguntamos: “Jesus levou todos os seus pecados ou não?”
Eles respondem: “Ele levou meus pecados, mas ainda restam nossos pecados pessoais”.
“Então vocês ainda têm pecado no coração”.
“Sim, temos”.
“Como vocês podem testemunhar de Jesus a outras pessoas se ainda têm pecado no coração?”
“Eu vou para o céu porque creio em Jesus e confio na minha salvação”.
“O que você está dizendo é que vai para o céu mesmo tendo pecado? Isso é tão estranho”.
E não são somente os evangelistas mórmons, mas todos os missionários fariseus de todas as denominações dizem isso. Os missionários das chamadas igrejas históricas dos Estados Unidos diziam isso quando vinham para o nosso país, a Coreia. Eles estão gerando pessoas religiosas que creem em Jesus. Há uma igreja chamada “Igreja Religiosa” em Seul, na Coreia. E quase todos vocês devem saber o nome do pastor-presidente desta igreja.
O Cristianismo é mesmo uma religião? Provavelmente eles não sabem a diferença entre as palavras “religião” e “fé”. Como pode o Cristianismo ser uma religião? Religião é um sistema de crenças que leva o homem a crer em Deus e a segui-lo sem saber o que o Senhor fez. Eu não sei como eles podem dizer estas coisas quando confessam que creem no Senhor. Os missionários da Coreia que foram para outros países não são diferentes. Você já ouviu dizer que os missionários coreanos que foram para outros países estão brigando entre si? Por que eles estão brigando? Por causa dos membros da igreja. Eles não passam de fariseus. Embora ajam assim, os fariseus modernos ocupam altos cargos nas igrejas cristãs. O que acontecia antes está acontecendo agora. Eu quero ratificar isso novamente: não são heréticas as igrejas Presbiteriana, Batista, Metodista, do Evangelho Pleno e a Igreja da Santidade? Sim, todas elas são.
O que é heresia segundo a visão de Deus? Todo cristão que tem pecado perante ele é herético. Mas aqueles que não fazem parte de uma denominação e parecem ser nada, além dos que seguem ao Senhor mesmo em meio às adversidades são os verdadeiros filhos de Deus e seu povo. Os fariseus nos dias de Jesus na verdade procuravam matar o povo de Deus. Os falsos profetas mataram os verdadeiros servos de Deus. E o mesmo acontece hoje. Foi por isso que o Senhor disse: “Bem testificais, pois, que consentis nas obras de vossos pais; porque eles os mataram, e vós edificais os seus sepulcros”. E o que isso quer dizer? Que hoje em dia é ainda pior.
Antigamente eles matavam um aqui e outro ali em raras ocasiões. Mas hoje eles estão levando muitos servos de Deus para o túmulo. Eles estão enchendo muito túmulos. A Bíblia diz: “Bem testificais, pois, que consentis nas obras de vossos pais; porque eles os mataram, e vós edificais os seus sepulcros. Por isso, diz também a sabedoria de Deus: ‘Profetas e apóstolos lhes mandarei; e eles matarão uns e perseguirão outros;’ para que desta geração seja requerido o sangue de todos os profetas que, desde a fundação do mundo, foi derramado; desde o sangue de Abel até ao sangue de Zacarias, que foi morto entre o altar e o templo; assim, vos digo, será requerido desta geração. Ai de vós, doutores da lei, que tirastes a chave da ciência! Vós mesmos não entrastes e impedistes os que entravam”.
Os fariseus acham que possuem a chave da ciência. Mas eles sabem que todos que creem em Jesus podem ser salvos. O fato de eles terem a chave da ciência significa que eles sabem que todos podem se tornar justos crendo em Jesus. Mas como é isso? Eles sabem isso, só que não creem. O que eles dizem quando pregam está certo. Eles dizem que Jesus tirou os pecados do mundo. No entanto pregam isso baseados no seu próprio conhecimento. Por isso que o Senhor disse: “Tirastes a chave da ciência! Vós mesmos não entrastes e impedistes os que entravam”. Como dizem estas palavras, eles não creem na verdade e impedem as pessoas de crer nelas. Está entendendo? Os fariseus de hoje são como os fariseus do passado quando os comparamos.
Algo maravilhoso é quando alguém que era atormentado pelo pecado encontra uma pessoa que crê em Jesus de maneira correta, passa a crer nele, recebe a remissão de pecados e a vida eterna, e se torna um justo crendo na justiça de Deus. É maravilhoso quando todos os seus pecados são tirados do seu coração pela justiça de Deus e ele se torna filho de Jesus. É maravilhoso quando alguém crê em Jesus e tem paz no coração, quando não há mais pecado dentro dele, quando não há mais juízo para ele. Por que uma fé é considerada ortodoxa se as pessoas creem em Jesus mas ainda têm pecado no coração? A fé ortodoxa é aquela na qual as pessoas não têm mais pecados depois que creem em Jesus. Por que a fé ortodoxa seria a fé que as pessoas creem em Jesus mas ainda têm pecado? Os fariseus sabem que não terão mais pecado se crerem em Jesus, mas eles não podem levar outras pessoas à verdade porque eles mesmos não creem nela, mesmo a conhecendo. Deus olha para estes fariseus e diz: “Ai de vós, hipócritas!” Isso quer dizer que a ira de Deus virá sobre estes fariseus. Quando virmos aqueles que estão sob o domínio dos fariseus, temos que fazer de tudo para libertá-los deles. Nós temos que libertá-los porque eles estão numa concha vazia. Temos que libertá-los porque sua maneira de pensar está errada. Todos que estão debaixo das doutrinas cristãs são fariseus.
Quem são os saduceus, que são semelhantes aos fariseus? São os cobradores de impostos. E eles podem ser divididos em dois grupos. Os fariseus são aqueles que não creem na Palavra e impedem as pessoas de conhecê-la, embora a conheçam bem. Os saduceus creem em toda a Palavra. Só que eles querem ter poder político neste mundo. Essa gente usa o Cristianismo como uma religião para ter poder neste mundo. Eles procuram controlar as pessoas com a religião e a usam para ter poder. Os saduceus são semelhantes aos fariseus.
Mas os verdadeiros coletores de impostos, os verdadeiros pecadores, precisam ter um encontro com o Senhor e crer na sua justiça. Quem recebeu realmente a remissão de pecados e segue o Senhor agora de modo algum é um fariseu. Os fariseus são os que procuram andar bem vestidos e dizem crer, mas na verdade não negam a si mesmos diante de Deus; são aqueles que não negam seus pensamentos e não creem no Senhor de coração. Os saduceus, por sua vez, são aqueles que usam o Senhor para ter poder neste mundo. Mas os justos são aqueles que se alegram pelo Senhor ter apagado seus pecados e são gratos a ele por isso; aqueles que creem em Jesus e buscam andar pelo caminho da fé, pelo caminho da justiça. E somente os justos são aprovados por Deus.
Amados irmãos, o Senhor disse que sua ira virá logo sobre este mundo, embora ainda vivamos aqui. E como este dia está tão perto, precisamos fazer de tudo para livrar a todos da ira de Deus antes que ela venha, apesar de não sabermos quando isso vai acontecer. Nós temos que crer em Deus. Temos que ter compaixão das almas perante ele.
Mas há algo que não podemos esquecer. Temos que ter compaixão daqueles que merecem compaixão e lutar contra aqueles contra quem precisamos lutar. Não podemos ser como os outros, como folhas levadas pelo vento. E também temos que lutar contra os que são contra Deus, apesar de conhecerem a verdade. Temos que lutar contra eles. Nem tentem conversar com eles. Nós não estamos lutando contra armas humanas ou a força física. Ignorem todos eles. É assim que os enfrentamos. E isso é mais assustador ainda.
Nós precisamos ter compaixão das almas perdidas e orar por elas. Temos que ajudá-las para que elas recebam a remissão de pecados como nós, orar e pregar a verdade da fé que está oculta na fé que temos. Amados irmãos, hoje estudamos sobre a ira que virá sobre os fariseus. O Senhor disse: “Ai de vós, fariseus!”
A ira de Deus está reservada para os fariseus. Vocês creem nisso? Não fiquem tristes porque vocês estão sofrendo agora e o mundo não os reconhece. Aquele que há de vir virá em breve. Eu creio que o Senhor um dia enxugará nossas lágrimas, nos recompensará, nos aprovará e nos ajudará se crermos nele e o seguirmos. Embora sejamos um pouco menor do que os anjos agora, um dia seremos maiores do que eles. Eu creio que haverá recompensa para todos que sofrem e são perseguidos por causa do Senhor.
Eu sou grato a Deus.