Sermões

Assunto 21: O Evangelho segundo MARCOS

[Capítulo 11-3] (Marcos 11:11-14, 20-24) Viva pela Fé para Agradar a Deus

(Marcos 11:11-14)
“E Jesus entrou em Jerusalém, no templo, e, tendo visto tudo em redor, como fosse já tarde, saiu para Betânia com os doze. E, no dia seguinte, quando saíram de Betânia, teve fome. E, vendo de longe uma figueira que tinha folhas, foi ver se nela acharia alguma coisa; e, chegando a ela, não achou senão folhas, porque não era tempo de figos. E Jesus, falando, disse à figueira: Nunca mais coma alguém fruto de ti. E os seus discípulos ouviram isto”.
 
(Marcos 11:20-24)
“E eles, passando pela manhã, viram que a figueira se tinha secado desde as raízes. E Pedro, lembrando-se, disse-lhe: Mestre, eis que a figueira, que tu amaldiçoaste, se secou. E Jesus, respondendo, disse-lhes: Tende fé em Deus; Porque em verdade vos digo que qualquer que disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar em seu coração, mas crer que se fará aquilo que diz, tudo o que disser lhe será feito. Por isso vos digo que todas as coisas que pedirdes, orando, crede receber, e tê-las-eis”.
 
 
Está escrito no texto bíblico acima: “E eles, passando pela manhã, viram que a figueira se tinha secado desde as raízes. E Pedro, lembrando-se, disse-lhe: Mestre, eis que a figueira, que tu amaldiçoaste, se secou. E Jesus, respondendo, disse-lhes: Tende fé em Deus; Porque em verdade vos digo que qualquer que disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar em seu coração, mas crer que se fará aquilo que diz, tudo o que disser lhe será feito. Por isso vos digo que todas as coisas que pedirdes, orando, crede receber, e tê-las-eis” (Marcos 11:20-24). Como diz o texto, Deus quer que tenhamos fé nele. O que Deus quer de todos nós é que nosso coração tenha fé nele.
Nós podemos ser abençoados ou rejeitados por Deus, dependendo se temos fé nele em nosso coração ou não. Se nosso coração tem fé em Deus, não seremos apenas salvos de todos os nossos pecados, mas também libertos do diabo; os sonhos que temos se realizarão e receberemos todas as bênçãos do Senhor. Deus requer que nós e todos neste mundo tenham fé nele. A questão mais importante aqui então é se temos fé em Deus ou não.
 
 
Porque o Senhor Amaldiçoou a Figueira
 
Quando o Senhor saiu de Betânia e foi para Jerusalém, ele viu de longe uma figueira. E como estava com fome, foi até ela para pegar alguns figos. Mas quando chegou perto da figueira, ele não encontrou nenhum fruto. A Bíblia diz que a figueira não tinha nenhum fruto “porque não era tempo de figos” (Marcos 11:13). Ainda assim, nosso Senhor disse a ela: “Nunca mais coma alguém fruto de ti” (Marcos 11:14).
Você deve achar que o Senhor cometeu um erro aqui, pois não sabia que não era tempo da figueira dar frutos. As figueiras geralmente dão frutos do meio do verão até o fim do outono. Seu fruto é muito nutritivo e delicioso. As figueiras são muito comuns em países como Israel e Japão. Nós não vemos muitas figueiras na Coreia, pois alguns coreanos não as veem como bons olhos, e por isso não as cultivam. As folhas da figueira são grandes e largas, com formato de uma mão.
Voltando o texto deste capítulo, quando o Senhor chegou perto da figueira, ele viu que não tinha nenhum fruto. Ele então a amaldiçoou dizendo: “Nunca mais coma alguém fruto de ti” (Marcos 11:14). Depois, provavelmente na manhã seguinte, os discípulos viram que a figueira tinha secado desde a raiz.
O que Deus quer que tenhamos no coração? Ele quer que nosso coração tenha fé na sua justiça. Nosso coração tem que ter fé na justiça de Deus. Deus nos disse que ele amaldiçoaria todos que não tivessem fé na sua justiça, assim como ele fez com a figueira do texto bíblico acima. O Senhor nos salvou por meio da justiça de Deus, e nos diz que ele amaldiçoará todos que se recusarem a crer na sua salvação. Isso quer dizer que o fato de sermos abençoados depende de termos fé no coração na justiça de Deus ou não.
Nós somos mesmo abençoados por Deus quando cremos na sua justiça. O que todos nós temos que entender aqui é que é indispensável termos a fé que crê que Jesus salvou a todos nós dos nossos pecados vindo essa terra num corpo carnal, levando sobre si os pecados do mundo ao ser batizado por João Batista e derramando seu sangue até morrer na cruz. Nós só podemos ser salvos e receber a vida eterna quando temos essa fé. O evangelho da água e do Espírito que Deus nos deu é o que nos torna seus filhos.
 
 
Agora que Fomos Salvos de Todos os Pecados Deste Mundo, Temos que Viver pela Fé
 
Deus deseja ardentemente que creiamos na sua justiça e a preguemos de todo o coração. Nosso Senhor diz em Marcos 11:22-24: “Tende fé em Deus; Porque em verdade vos digo que qualquer que disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar em seu coração, mas crer que se fará aquilo que diz, tudo o que disser lhe será feito. Por isso vos digo que todas as coisas que pedirdes, orando, crede receber, e tê-las-eis”.
Orar a Deus é buscar sua ajuda. É fazer com que nossos mais sinceros desejos sejam conhecidos dele. E já que o desejo do nosso coração é viver para o Senhor, todos nós temos que orar a Deus assim: “Senhor, eu quero ter uma vida de retidão. Eu quero viver como sua testemunha. Eu quero servir à sua justiça e receber suas bênçãos durante toda a minha vida”. Quando fazemos com que Deus conheça os desejos do nosso coração e pedimos sua ajuda, ele nos ouve e responde todas as nossas orações. Deus se agrada muito em responder tudo que pedimos a ele quando cremos na sua justiça e a pregamos.
Agora que fomos salvos de todos os nossos pecados pela fé, como devemos viver para o resto de nossa vida? Como devemos viver pela fé agora que fomos libertos de todos os pecados do mundo? A resposta é simples e óbvia: todos nós temos que viver pela fé. Mas para fazermos isso, temos que ouvir sua Palavra em sua igreja, pois a Bíblia diz que “a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus” (Romanos 10:17). Por isso, é muito importante estar na Igreja de Deus e ouvir sua Palavra. Só então teremos fé em Deus. Embora tenhamos sido salvos de todos os nossos pecados, não saberemos o que fazer se não ouvirmos e entendermos a justa Palavra de Deus. O Senhor nos disse: “Buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça” (Mateus 6:33). Portanto, todos nós temos que buscar primeiro o reino de Deus e a sua justiça. Mas só podemos levar uma vida assim quando oramos para que o evangelho da água e do Espírito se pregado no mundo inteiro.
Você quer mesmo receber as bênçãos de Deus, fazendo a obra do evangelho que agrada a ele? Ore primeiro então para o reino de Deus e a sua justiça. O Senhor nos diz claramente aqui: “Por isso vos digo que todas as coisas que pedirdes, orando, crede receber, e tê-las-eis” (Marcos 11:24). O Senhor está nos dizendo que receberemos tudo que pedirmos a ele em oração.
 
 
O Que Deus Quer de Nós?
 
Deus não quer que pareçamos muito justos e santos para os outros só por fora. Ele não quer que frequentemos a igreja apenas como uma formalidade e não se importa com o cargo que ocupamos nela ou com que seminário fizemos. Ele não dá importância alguma a essas coisas superficiais.
O que Deus procura então? Para ser bem direto, Deus só quer saber se nosso coração tem fé na sua justiça ou não. O próprio Senhor cumpriu a obra da salvação com a água e seu sangue para nos libertar de todos os nossos pecados. Portanto, o principal aqui é perguntarmos a nós mesmos se cremos de fato que o Senhor purificou todos os nossos pecados de uma vez por todas. Melhor dizendo, o Senhor está nos perguntando se realmente recebemos a remissão de todos os pecados do nosso coração e nos tornamos justos crendo no evangelho da água e do Espírito. O problema, contudo, é que muitos cristãos ainda têm pecado no coração, embora confessem crer em Jesus. Seu coração ainda continua pecaminoso. E estes cristãos, aos olhos de Deus, não são santos, pois ainda há pecado no seu coração, embora confessem crer em Jesus.
Para Deus não importa quanto tempo você é cristão, como é grande a igreja que você faz parte ou o quanto você já fez sua obra. Deus só quer saber se você nasceu de novo crendo no evangelho da água e do Espírito, que é a justiça de Deus, e se você tem vivido para anunciá-la. Isso porque se não você não crer no evangelho da água e do Espírito, será impossível você receber a remissão de pecados e também ser liberto das garras de Satanás, por mais que você tenha uma vida de retidão. Os que são assim continuam sendo pecadores, não importa quanto tempo frequentam a igreja ou o quanto professem crer em Jesus fervorosamente. Esses cristãos nominais eram pecadores antes de crer em Jesus como seu Salvador e continuarão sendo mesmo depois de crer nele. Tudo que espera por ele no futuro são as maldições de Deus.
Se você é um cristão assim, você então tem que crer no evangelho da água e do Espírito, o verdadeiro evangelho pelo qual o Senhor nos salvou. Se você crer na Palavra da salvação que Deus trouxe ao seu coração, você já se tornou filho de Deus. Agora, se por outro lado, você já crê no evangelho da água e do Espírito de coração, você já se tornou um justo. Todos que creem no evangelho da água e do Espírito não têm nenhum pecado no coração. Não importa o quanto alguém conhece a Bíblia, porque se ele não crê no evangelho da água e do Espírito em seu coração, ele ainda é pecador. Nós somos os verdadeiros cristãos que creem que Jesus veio pelo evangelho da água e do Espírito para salvar pecadores como nós de todos os nossos pecados. O Senhor veio não para salvar os justos, mas os pecadores; e nós cremos nessa salvação que é a justiça de Deus.
A justiça de Deus é o próprio fato de ele ter levado todos os nossos pecados ao ser batizado por João Batista e condenado na cruz em nosso lugar. Assim, da maneira mais correta, nosso Senhor nos salvou de todos os nossos pecados. Ele aceitou todos os pecados do homem ao ser batizado por João Batista, o representante de toda a humanidade, derramou seu sangue na cruz por nós e ressuscitou dos mortos. Por isso, o Senhor agora está assentado à direita do trono de Deus.
O principal para nós então é se cremos ou não de todo o nosso coração que o Senhor nos salvou assim. Se você crer no evangelho da água e do Espírito de coração, você será salvo, mas se não crer neste verdadeiro evangelho, você continuará sendo pecador. Por mais que você tenha conhecimento bíblico e finja levar uma vida santa, se você não crer em Jesus Cristo, que veio pela água e pelo sangue, você é como a figueira infrutífera do texto deste capítulo, que não tem fruto, somente folhas.
 
 
Jesus Levou Todos os Nossos Pecados Através do Batismo que Recebeu de João Batista
 
Hoje à tarde eu vi um filme chamado Ben Hur na TV. Esse filme mostra o nascimento de Jesus Cristo, o Filho de Deus, e como ele nasceu nessa terra num corpo carnal através da virgem Maria. Quando o menino Jesus nasce, três sábios do oriente vão ao seu encontro guiados por uma estrela, e lhe dão de presente ouro, incenso e mirra. Os pastores do campo também vão ver Jesus e tocam suas trombetas para celebrar o nascimento do Filho de Deus.
O personagem principal do filme é um nobre judeu que vivia nos tempos de Jesus chamado Ben Hur, quando Israel era colônia do Império Romano. Ben Hur tem um amigo de infância chamado Messala, um cidadão romano que volta a Israel como tribuno do exército de Roma. Ben Hur fica feliz com a volta de seu amigo e o convida para jantar em sua casa. Sua irmã é apaixonada por Messala, mas já que é tribuno do exército romano, ele não pode mais ver a irmã de seu amigo como ele via antes. Mas embora Messala tenha perdido o interesse pela irmã de Ben Hur, ele ainda considera muito seu amigo.
Pouco tempo depois, quando a família de Ben Hur está no telhado vendo o desfile do novo governador romano, uma das telhas cai e acerta seu cavalo, fazendo-o cair. Após assumir a culpa pelo incidente, Ben Hur é enviado às galés como escravo, enquanto sua família vai para a prisão. E é justamente Messala, o amigo de Ben Hur, que o envia para a escravidão. Só que Ben Hur acredita em Deus, enquanto que seu amigo acredita nos deuses romanos, e isso faz toda a diferença no filme.
Quando Ben Hur está quase morrendo de sede a caminho das galés, um homem se aproxima dele e lhe dá água. Este homem é Jesus Cristo. Naquela época, Jesus já estava nessa terra. Melhor dizendo, a história de Ben Hur acontece na época de Jesus. Bem, depois de passar três anos nas galés, Ben Hur salva o comandante romano do navio durante uma batalha, e depois é adotado como seu filho. Ben Hur então é libertado da escravidão e acaba voltando a Judeia. No fim do filme, Ben Hur consegue sua vingança derrotando Messala numa corrida de bigas, onde Messala morre esmagado pelos cavalos.
Antes disso, a mãe e a irmã de Ben Hur ficam leprosas por passarem muito tempo presas numa cela úmida e escura. Mas elas são curadas da lepra quando veem Jesus sendo crucificado. Isso nos mostra que Jesus apagou todos os pecados do homem quando veio a essa terra, foi batizado por João Batista aos 30 anos e morreu na cruz aos 33 anos. A lepra geralmente é um símbolo do pecado na Bíblia. E o fato de a mãe e a irmã de Ben Hur terem sido curadas no momento em que Jesus morreu significa que ele remiu todos os seus pecados através do seu batismo e do seu sangue na cruz.
Este filme é baseado num romance homônimo de Lee Wallace, e seu autor deu a ele o subtítulo de “Um Conto de Cristo”. A história do motivo que levou Lee Wallace a escrever Ben Hur é muito interessante. Ele antes tinha tentado de todas as formas provar que Jesus Cristo não passava de um produto da imaginação humana, defendendo o argumento de que ele não era uma pessoa real e que os que criam nele estavam todos enganados. Para provar isso, Wallace começou a fazer muitas investigações, mas depois de encontrar muitas provas históricas e arqueológicas, ele acabou tendo que dobrar seus joelhos e confessar: “Jesus, tu és mesmo meu Salvador e meu Senhor”. E ao invés de provar que Jesus Cristo era um personagem fictício, Wallace escreveu seu romance Ben Hur, que se passa nos dias de Jesus, para mostrar que ele apagou todos os pecados do homem e é o verdadeiro Salvador de todos nós. Em outras palavras, através da história de um nobre judeu que se volta contra o domínio colonial do Império Romano, Wallace busca contar a história de Jesus Cristo e declarar que ele é o Salvador de toda a humanidade.
Amados irmãos, Jesus Cristo é mesmo o nosso Salvador. O próprio Deus veio a essa terra como nosso Salvador. Jesus Cristo é o próprio Deus. O nome Jesus significa Salvador, e o nome Cristo significa Reis dos reis. Isso quer dizer então que o próprio Deus, o Rei dos reis e Criador de todo o universo veio a essa terra encarnado como um homem. O Rei dos reis e o próprio Deus vieram pessoalmente a essa terra como nosso Salvador. E ele nos salvou pela água e pelo sangue. Mas como o Senhor fez isso? Ele fez isso ao ser batizado aos 30 anos, derramando seu sangue na cruz, entregando sua vida e nos resgatando pelo preço do seu próprio sangue.
Jesus purificou todos os nossos pecados ao ser batizado por João Batista. Ele levou todos os nossos pecados de uma vez por todas ao ser batizado e os purificou de um modo perfeito. Foi por isso que ele teve que morrer crucificado. Na hora da crucificação, um soldado o estocou com uma lança para ver se ele estava mesmo morto (João 19:34). Com isso, a Bíblia nos ensina que o Senhor nos salvou com a água e seu sangue.
Jesus, o Filho de Deus, veio mesmo a essa terra e nos salvou não apenas com palavras, mas, na verdade, levando os nossos pecados quando foi batizado. O Senhor nos salvou não apenas com palavras, mas nos tornou justos levando sobre si todos os nossos pecados ao ser batizado. Por ter tirado todos os pecados do homem, ele foi condenado em nosso lugar para pagar o salário por todos estes pecados com sua própria vida. A Bíblia diz que pudemos ser libertos de todos os nossos pecados porque Jesus Cristo foi batizado por João Batista e morreu crucificado. Os que creem nessa verdade são os que creem na Palavra do evangelho da água e do Espírito totalmente. E só estes que creem na Palavra de Deus exatamente como ela é podem ser libertos dos pecados do mundo.
 
 
Seu Coração Tem Mesmo Fé no Evangelho da Água e do Espírito?
 
Você crê mesmo neste evangelho da verdade de todo o seu coração? Deus quer que toda figueira dê fruto. Em outras palavras, Deus quer que nosso coração tenha fé no evangelho da água e do Espírito, que é a sua Palavra. O Senhor está nos perguntando se temos fé ou não. Será que nós, os verdadeiros crentes na sua Palavra, ainda temos pecado? Não, não temos.
Como foi que o Senhor nos salvou de todos os nossos pecados então? Ele nos salvou ao vir a essa terra, levando todos eles de uma vez por todas ao ser batizado por João Batista na forma de imposição de mãos, como era feito no Antigo Testamento, e sendo condenado na cruz em nosso lugar. Nosso coração só fica totalmente livre do pecado quando cremos nessa verdade. A purificação é resultado e fruto da verdadeira fé. E esta é justamente a fé que o Senhor quer de nós. O profeta Isaías disse: “Ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades” (Isaías 53:5). Apesar de Jesus Cristo nunca ter cometido nenhum pecado, ele teve que morrer na cruz porque levou todos os nossos pecados quando foi batizado no rio Jordão.
Qual é a grande verdade da salvação? O evangelho declara que a verdade é que nosso Senhor nos salvou pela água, pelo sangue e pelo Espírito. Você crê nessa verdade de todo o seu coração? A Bíblia diz claramente que “com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação” (Romanos 10:10). Mas só podemos ter essa verdadeira fé se crermos de todo o nosso coração no evangelho da água e do Espírito; e é essa fé que determina se vamos receber a salvação ou enfrentar a condenação eterna. Nossa fé não pode ser como a figueira que não tinha nada além de folhas, mas sim sincera e de todo o coração. A questão então, em outras palavras, é se cremos ou não de todo o nosso coração no evangelho da água e do Espírito. Nós só podemos ser salvos se crermos de todo o coração no evangelho da água e do Espírito; caso contrário, jamais poderemos receber a salvação.
Sempre que meu coração fica angustiado por causa das provas e lutas, eu procuro fazer a vontade de Deus. Então, eu entendo que o Senhor está me dizendo para pregar o evangelho da água e do Espírito mesmo em meio às dificuldades. Porém, eu não prego o evangelho da água e do Espírito com minhas próprias forças, nem é por causa do meu trabalho duro que as pessoas recebem a remissão de pecados. Eu também sei que não estou fazendo a obra de Deus graças à ajuda de alguém. É claro que há muitos obreiros trabalhando duro comigo para pregar o evangelho, mas sei que Deus fez o plano da salvação para que todos neste mundo cressem no evangelho da água e do Espírito e fossem salvos. É por isso que temos pregado o evangelho onde podemos, tanto no nosso país como no exterior, pois cremos que é segundo a obra e o plano de Deus que nós podemos pregar este evangelho todos os dias.
A primeira coisa que você tem que fazer quando for salvo de todos os seus pecados crendo no evangelho da água e do Espírito é se unir à Igreja de Deus pela fé. Você tem que estar pronto para seguir a orientação de Deus, mesmo que alguns ensinamentos da Igreja sejam diferentes do que você esperava ou aprendeu antes. Mas para isso, você precisa fazer parte da Igreja de coração. Todos nós temos que ser obreiros da justiça de Deus. Já que recebemos a remissão de pecados ao ouvir o evangelho da água e do Espírito, temos que procurar ser estes obreiros que pregam este verdadeiro evangelho às pessoas.
 
 
Como os Santos que Foram Salvos Devem Viver?
 
Como devemos viver a partir de agora que fomos salvos de todos os nossos pecados por crermos no evangelho da água e do Espírito? Embora tenhamos sido salvos do pecado e nos tornado totalmente puros, ainda nos preocupamos com o modo que devemos viver neste mundo. Antes, quando nós tínhamos pecados, costumávamos confessá-los a Deus e pedir seu perdão, mas agora que não temos mais pecado, não precisamos mais fazer orações de arrependimento. Por essa razão, só devemos nos preocupar agora com a maneira que devemos viver neste mundo. Mas antes de nos preocuparmos com isso, primeiro temos que buscar o reino de Deus e a sua justiça.
O que mais agrada a Deus então? Deus se agrada quando servimos ao evangelho da água e do Espírito. Como devemos servir ao evangelho da água e do Espírito então? Para servirmos ao evangelho, primeiro temos que fazer parte da Igreja de coração e unir nossas forças. É bem provável que você tenha feito orações de arrependimento todos os dias até agora tentando em vão ser salvo dos seus pecados. Mas daqui em diante, você tem que confiar no evangelho da água e do Espírito e fazer a obra de Deus em sua vida. Essa é a vida que todo irmão e irmã devem viver. Nosso Senhor venceu o mundo. Ele derrotou o diabo. Então, nós também podemos derrotar o diabo se crermos na justiça do Senhor. Nem o diabo pode nos resistir. Já que cremos na justiça de Deus, Satanás não pode tocar na nossa vida. E até se ele tentar nos prejudicar fazendo ameaças, nós sempre resistiremos a ele pela fé no evangelho da água e do Espírito e o repreenderemos dizendo: “Satanás, eu te ordeno em nome de Jesus que você fique longe de mim”.
O Senhor disse: “A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos” (Tiago 5:16). Quando nós, que cremos na justiça de Deus, oramos a ele fervorosamente, sempre vemos sua obra sendo feita diante dos nossos olhos por causa da nossa fé. Como vocês desejam viver? Eu estou certo que todos vocês querem viver para agradar a Deus. Vocês querem viver para pregar o evangelho da água e do Espírito? Vocês querem dedicar toda a sua vida à pregação do evangelho? Se querem, vocês devem guardar sua fé a todo custo.
Todos nós temos que defender nossa fé que agrada ao Senhor. E também temos que orar pela fé, pedindo ao Senhor que nos permita ter uma vida que valha a pena, embora não a mereçamos. Deus responderá tudo que pedirmos a ele em oração, se for da sua vontade. Ele responderá toda oração que fizermos se crermos que sua vontade é perfeita. A Palavra de Deus afirma que se nossa fé for pequena como um grão de mostarda, diremos a um monte que se lance no mar e ele fará.
Mas e você? Você tem no coração essa fé que Deus quer, do tamanho de um grão de mostarda? Nosso Senhor disse que se tivermos uma fé do tamanho de um grão de mostarda, nós poderemos até mover montanhas enormes. O grão de mostarda é tão pequeno que é difícil de se ver e é levado até mesmo por uma brisa suave. Um grão de mostarda é muito pequeno. No entanto, mesmo se nossa fé for desse tamanho, Deus concederá o desejo do nosso coração quando orarmos para que ele cumpra sua vontade em nossa vida, e não a nossa.
Embora minha fé seja imperfeita, eu creio na justiça do Senhor. Então, se orarmos a Deus de coração por uma boa causa, mesmo que não sintamos nada demais, ele com certeza responderá todas as nossas orações e tornará realidade todos os nossos sonhos. E essa fé é totalmente indispensável a todos os santos. Já que fomos salvos pela fé, de agora em diante temos que viver por ela segundo a vontade de Deus. Todos nós temos que viver para agradar a Deus e orar para que ele nos abençoe, pois assim ele nos ajudará a ter esse tipo de vida. Nós temos que crer em Deus e esperar sua resposta tendo fé. Você crê em Deus? Se crê, tenha um sonho que vale a pena em seu coração antes de tudo. Fazer a obra de Deus não é algo que acontece de acordo com as circunstâncias, mas sim do que fazemos pela fé.
A Bíblia diz que “a fé é a certeza das coisas que se esperam” (Hebreus 11:1). Isso significa então que se você tem uma fé sincera no coração, você pode pedir algo a Deus pela fé em suas orações e esperar com paciência, pois ele certamente fará o que você espera.
O que você e eu devemos esperar de Deus? Todos nós devemos esperar o melhor de Deus. Todos que foram salvos devem sonhar em Deus. José era um sonhador. Um dia, José sonhou que onze molhos se levantavam e se inclinavam diante do seu molho. E ele contou seu sonho a seu pai e aos seus irmãos. Seus irmãos se ofenderam com o sonho e disseram: “Será que ele está dizendo que vamos nos inclinar diante dele, mesmo sendo ele menor que nós?” Eles então venderam José para mercadores e não disseram nada ao seu pai.
Mas o que aconteceu com o sonho de José? Ele se tornou mesmo realidade? Ele aconteceu exatamente como José havia sonhado. Muito tempo depois, José veio a se tornar governador de toda a terra do Egito. E quando uma terrível fome assolou o Egito e todas as regiões ao redor, os irmãos de José foram até lá para comprar sementes e acabaram se curvando diante dele, pois ele era o governador do Egito. Seu sonho então se tornou realidade.
Assim como José, todos que foram salvos devem ter um grande sonho. Quando eu nasci de novo, eu sonhava pregar o evangelho no mundo todo. Mas antes de nascer de novo, eu cria apenas no sangue de Jesus, e, por isso, não deixei de ser pecador. Mas quando eu conheci o evangelho da água e do Espírito na Palavra de Deus, eu cri nele de todo o meu coração. Depois de nascer de novo então, a única coisa que eu pedia a Deus em minhas orações era que ele me permitisse pregar o evangelho. Então, eu disse a Deus em minhas orações: “Senhor, ninguém neste mundo conhece este evangelho da água e do Espírito. Dê-me forças e prepare tudo para que eu possa pregá-lo no mundo inteiro”.
Mas como eu pude ter orado assim se tinha acabado de ser salvo? Que fé ou poder eu tinha naquela época? Mesmo assim, eu ambicionei coisas tão grandes no Senhor que, assim que fui salvo, a primeira coisa que eu pedi a Deus foi que ele me permitisse pregar o evangelho no mundo inteiro. E Deus tornou meu sonho realidade.
Mas e você? Qual foi a primeira coisa que você desejou quando foi salvo dos seus pecados crendo no evangelho da água e do Espírito? Você desejou fazer a obra de Deus, receber suas bênçãos e viver por uma causa linda e que valia a pena? Ou você só desejou ter uma vida confortável para satisfazer sua própria carne? Qual é o sonho que você tem no coração hoje?
Você deve ter um sonho lindo e que vale a pena, por mais que ache difícil ele se tornar realidade devido às circunstâncias. Você tem que crer em Deus da maneira correta e ter fé diante dele. Quem não tem mais sonhos está morto. Todos que foram salvos têm que confiar em Deus e buscar sua ajuda ao invés de ficar olhando para as circunstâncias. Eles têm que pedir a Deus que torne seus sonhos realidade, orando assim a ele: “Senhor, eu tenho certeza que sou um homem justo, pois creio em ti. Me abençoe, Senhor, para que eu possa servir ao evangelho da água e do Espírito de todo o meu coração”. Aí então, você será abençoado tanto física como espiritualmente.
Que obra você quer fazer para resto de sua vida? Você quer viver para pregar o evangelho da água e do Espírito? Não diga que você vai pregar o evangelho da água e do Espírito só se a situação permitir. Diga a Deus o quanto você quer viver para ele. E ore a ele pedindo sua ajuda. Peça a Deus que te ajude a viver da maneira que você deseja viver. Eu creio que ele com toda certeza te responderá. A fé é justamente isso.
A fé que nosso Senhor está falando no texto bíblico deste capítulo não é outra senão esta. Nosso Senhor quer que todos nós tenhamos essa fé em nosso coração. Mas se, ao contrário, fizermos parte da igreja como um formalismo e só pedirmos a Deus prosperidade em nossas orações, nós acabaremos sendo como a figueira infrutífera, que não possui nada mais do que lindas folhas, e nossa fé será uma fé morta. Os frequentadores de igreja que têm pecado no coração perecerão; na verdade, se você frequenta a igreja mas ainda não recebeu a remissão de pecados, você acabará sendo condenado. Você pode até acabar ficando endemoninhado se frequentar a igreja mas não crer no evangelho da água e do Espírito.
 
 
Satanás, Nosso Inimigo
 
Eu quero contar para vocês meu testemunho, de como eu era endemoninhado antes. No passado, quando eu não conhecia o evangelho da água e do Espírito, eu era possuído por um demônio. Esse demônio sussurrava em meus ouvidos e me acusava sem parar por causa dos meus pecados. Eu odiava aquilo, mas não conseguia me livrar daquele demônio. Ele me seguia aonde quer que eu fosse e me atormentava sempre com as mesmas acusações. E até mesmo quando eu ordenava que aquele demônio me deixasse, isso não funcionava. Ele era tão astuto que sempre que eu cometia algum pecado por causa da minha fraqueza, ele me acusava por isso. Eu fiquei tão mal que já não aguentava mais tudo aquilo; tanto que eu tinha medo de ficar perto das pessoas e nem conseguia mais orar a Deus. Eu estava totalmente arrasado. O demônio então tentou me levar ao suicídio. Ele ficava sussurrando no meu ouvido que seria melhor morrer do que levar uma vida miserável daquela.
Ninguém conhecia meus pecados e minhas fraquezas, nem as pessoas mais próximas a mim. Quem os conhecia então? Eu os conhecia muito bem, mas o diabo também os conhecia. Por isso, ele tentou me levar à loucura me acusando dos meus pecados. E quando eu ouvi o evangelho da água e do Espírito, o diabo me visitou e me atormentou. Um dia então, eu decidi lutar. Eu decidi que lutaria contra o diabo de todas as formas, não importa o que acontecesse comigo. Antes, eu costumava reconhecer meus pecados sempre que era acusado por Satanás. Eu reconhecia todas as acusações que ele fazia contra mim, mas um dia eu me recusei a aceitá-las. E embora eu não pudesse ver Satanás, ele estava em minha mente e me enlouquecendo. Então, eu fui a um monte perto da minha casa e resolvi acertar as contas com ele de uma vez por todas. Lá, eu disse a ele: “Hoje, nós vamos acabar essa disputa de uma vez por todas. Se eu perder, eu vou pular daqui e me matar, mas se você perder, você vai ficar longe de mim para sempre e nunca mais me atormentar. Jesus foi batizado por João Batista para levar meus pecados, e ele derramou seu sangue na cruz por mim. Ele foi condenado e morreu por todos os meus pecados em meu lugar. Sendo assim, eu não tenho mais pecado. Eu te ordeno então em nome de Jesus, para trás de mim, Satanás!”
Naquele momento, Satanás se rendeu e me deixou. Eu cri na Palavra do Senhor que diz que ele apagou todos os meus pecados com a água e seu sangue. E assim eu recebi a remissão dos meus pecados. Já que eu cri nessa Palavra, nenhum demônio poderia fazer mais nada comigo. Não havia mais nenhum pecado em meu coração.
Quem entrou no meu coração sem pecado então? O Espírito Santo entrou no meu coração e passou a habitar aqui. E o Espírito Santo sempre testifica do evangelho em mim, dizendo: “Sim, você não tem mesmo mais nenhum pecado. Jesus foi batizado por você, condenado por você, e crucificado por você. Todos os seus pecados foram passados para ele quando ele foi batizado. Portanto, você não tem mais nenhum pecado”. Deste modo, o Espírito Santo entrou no meu coração e dá testemunho do evangelho confirmando que minha fé está correta.
Depois que nascemos de novo, é muito chato ouvir os sermões ou ler algo escrito por alguém que não nasceu de novo. Se não vigiarmos, isso pode até nos confundir. Embora Satanás não possa mais entrar no nosso coração, ele pode nos oprimir por fora. É por isso que a Igreja de Deus é indispensável para nós. Nós só podemos resistir a Satanás e vencê-lo porque nossa fé é edificada na Igreja de Deus. Apesar de termos nascido de novo, Satanás tenta nos enganar com falsos profetas, a fim de que não nos alimentemos da verdadeira Palavra de Deus. O diabo tenta fazer isso conosco. Mas embora ele não possa nos levar para o inferno, ele pode nos tirar da igreja, nos causar muitos problemas e nos fazer sofrer muito.
É por isso que precisamos estar sempre na Igreja de Deus, onde o povo de Deus nascido de novo se reúne para adorá-lo. Na Igreja de Deus, todo líder, todo pastor, todo evangelista e todos os irmãos são crentes nascidos de novo. Sempre que alguém que ainda não nasceu de novo vem à nossa igreja, o evangelho da água e do Espírito é pregado para ele, a fim de que ele também possa nascer de novo. Por essa razão, a Igreja de Deus é indispensável a todos nós que nascemos de novo. E nós temos que pregar o evangelho da água e do Espírito para nossos familiares e orar a Deus para que os salve também. O próprio Deus irá nos usar para isso. Tudo que temos a fazer é pregar o evangelho da água e do Espírito para eles.
Amados irmãos, agora que vocês nasceram de novo crendo na Palavra, se vocês continuarem na Igreja de Deus e ouvirem atentamente a Palavra, sua fé crescerá e vocês não serão apenas libertos da opressão de Satanás, mas também receberão as bênçãos de Deus em sua vida. E conforme sua alma for edificada na Palavra de Deus na sua santa igreja e vocês entregarem sua vida totalmente a Deus para ser guiados por ele e fazer sua obra, vocês receberão suas abundantes bênçãos e serão libertos do jugo de Satanás.
Só que se vocês, depois de terem sido salvos, continuarem frequentando uma igreja cujos membros ainda não nasceram de novo, lendo algum livro de alguém que ainda não nasceu de novo ou ouvindo sermões pregados por falsos profetas, vocês ficarão confusão e passarão por grandes lutas. Sua mente ficará confusa, assim como a terra era sem forma e vazia e as trevas que havia sobre a face das águas quando Deus criou o universo (Gênesis 1:2). Vocês então não conseguirão discernir luz e trevas.
Vocês já nasceram de novo crendo no evangelho da água e do Espírito? Vocês creem mesmo neste evangelho? Já que cremos no evangelho da água e do Espírito, todos nós temos que ter lindos sonhos no Senhor e pedir a ele que nos ajuda a levar uma vida de retidão. E temos que crer também que Deus responderá todos os nossos pedidos e orações. Se crermos em Deus, tudo acontecerá exatamente como crermos. É claro que nem todas as nossas orações serão respondidas de imediato, mas se confiarmos em Deus e esperarmos com paciência, ele responderá todas as nossas orações no seu tempo. Se tivermos sonhos valiosos em nosso coração e pedirmos que Deus realize estes sonhos confiando que ele nos responderá, ele certamente fará isso no seu tempo. Pode levar um mês, alguns meses ou até mesmo um ano, mas Deus com certeza nos responderá. É assim que ele trabalha em nossa vida.
Muitos falsos profetas que ainda não nasceram de novo dizem que se você ofertar muito dinheiro a Deus, você será abençoado por ele e ficará rico. Mas isso não passa de mentira. Se você não crer em Deus de todo o seu coração, você não tem nada a ver com ele. Você deve crer em Deus com sinceridade de coração.
Como você crê em Deus então? Você crê de todo o seu coração que Jesus Cristo é o Salvador que te libertou com a água e seu sangue? Quando cremos neste Salvador de coração, Deus nos visita para ver se há frutos da salvação em nós, assim como Jesus procurou algo para comer na figueira. É nessa hora que podemos mostrar a ele nossa fé dizendo: “Aqui está, Senhor. Eu conheço a sua Palavra e creio nela de todo o meu coração. Aqui está a minha fé”. Aí o Senhor nos dirá: “Eu vejo que você possui a fé que o salvou, mas você tem a fé que crê que eu respondo todas as suas orações?” Então poderemos dizer a ele: “Sim, Senhor. Eu tenho essa fé em ti, embora ela seja pequena como um grão de mostarda”. E assim poderemos oferecer nossa fé como fruto a ele.
Uma figueira não dá apenas um fruto. Em cada galho ela dá frutos. Mas ao contrário das outras árvores, que dão frutos depois de desabrocharem, as figueiras dão frutos direto dos seus brotos, antes que eles brotem. Embora o figo pareça uma fruta, ele é na verdade uma infrutescência com vários gomos dentro. Nós podemos ver várias sementes quando um figo cai e se abre. Então, quando comemos um figo, na verdade estamos comendo uma infrutescência com muitos gomos.
Havia uma grande figueira atrás de nossa igreja. E se você pegasse um ramo e plantasse no seu quintal, ele cresceria e se tornaria uma grande árvore. É muito fácil plantar uma figueira; tudo que você tem a fazer é quebrar um ramo e plantá-lo no seu quintal que você terá uma figueira. Figos não são apenas doces e deliciosos, mas frutas que crescem até o fim do outono. Por isso, você pode desfrutar dessa árvore várias vezes. Eu estou tentando ensinar uma lição aqui: que você precisa renovar sua fé constantemente. Você deve sempre desejar algo no coração, fazer este desejo conhecido de Deus, pedir sua ajuda e crer que ele responderá suas orações e realizará seu desejo. E você jamais deve perder sua fé.
Nós veremos todos os nossos sonhos sendo cumpridos por Deus. Todos nós seremos abençoados por ele. Toda vida de fé deve ser assim. Embora você tenha nascido de novo, não pense que este é o fim de sua busca pela verdade em sua vida. Afinal, você deve sempre ter um sonho no coração. Eu tenho certeza que todos nós temos um desejo ou outro, seja ele material ou espiritual. E também estou certo de que todos nós desejamos levar uma vida de retidão e receber muitas bênçãos do Senhor. Conte seus sonhos para Deus. Ore a ele e peça sua ajuda. Creia que ele tornará seu sonho realidade e viva pela fé na sua Igreja. Assim, ele suprirá todas as suas necessidades no seu tempo.
Há pessoas de vários níveis aqui no culto hoje, e eu peço a todos vocês que tenham um sonho. Deus se agrada quando temos fé nele em nosso coração. Portanto, temos que confiar em Deus, orar a ele e crer que nossas orações serão respondidas. E quando tivermos essa fé inabalável de que Deus com certeza responderá nossas orações, ele se alegrará e certamente fará isso por causa da nossa fé. Vocês creem nisso? Eu também creio.
Como vocês querem viver para o resto de sua vida? Vocês querem servir a Deus como seus justos obreiros? Se querem, vocês não podem mais servir ao diabo ou às pessoas do mundo a partir de agora, mas seu desejo deve ser servir a Deus, pregar seu evangelho e receber as bênçãos físicas e espirituais que ele tem para seus servos. Vocês querem ter uma vida assim? Se seu coração deseja ter esse tipo de vida, Deus com certeza te abençoará para que vocês vivam assim.
Orem a Deus e façam com que ele conheça todas as suas petições, pois assim ele tornará realidade todos os seus sonhos e desejos. Leve a Deus em oração todos os desejos do seu coração. Deste modo, vocês conseguirão ter o tipo de vida que tanto desejam viver pela fé. Aleluia! Louvado seja Deus!