Sermões

Assunto 19: A Epístola do Apóstolo Paulo aos EFÉSIOS

[Capítulo 1-2] (Efésios 1:1-6) Nós Fomos Salvos pelo Amor e Sacrifício de Deus

(Efésios 1:1-6)
“Paulo, apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de Deus, aos santos que estão em Éfeso, e fiéis em Cristo Jesus: A vós outros graça, e paz da parte de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo. Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestiais em Cristo. Pois nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis diante dele. Em amor nos predestinou para sermos filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito da sua vontade, para louvor e glória da sua graça, a qual nos deu gratuitamente no Amado.”
 
 
Com o Natal às portas, alguns de vocês devem estar se perguntando por que eu estou pregando sobre a epístola de Efésios ao invés de falar sobre o Natal. Amanhã é véspera de Natal e depois de amanhã é Natal, e nestes dois dias eu vou pregar sobre o nascimento de Cristo. Mas antes de falar sobre o significado do Natal, eu quero falar sobre a vontade de Deus em Efésios 1:1-6.
Eu costumava enviar cartões de Natal e dar presentes, mas hoje em dia eu não tenho muito tempo para fazer isso. E além de andar muito ocupado, minha saúde não está boa, e isso está me preocupando muito. Por essa razão, eu peço a vocês que me entendam e espero que mesmo não podendo trocar presentes de Natal este ano, vocês celebrem o nascimento do Senhor com muita alegria.
Ao longo da passagem bíblica deste capítulo, eu quero examinar com vocês o verdadeiro sentido do Natal e o que isso significa para nós. Está escrito na passagem que lemos juntos: “Pois nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis diante dele. Em amor nos predestinou para sermos filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito da sua vontade” (Efésios 1:4-5). Natal significa vislumbrar a maravilhosa graça de Jesus e ser grato por ela. Nós jamais devemos deturpar o dia do Natal e transformá-lo num dia de prazer carnal, como fazem os ímpios. Hoje, então, eu quero que todos nós analisemos na Palavra de Deus o verdadeiro sentido do nascimento de Cristo.
O verdadeiro sentido do nascimento de Cristo nessa terra se encontra no fato de que o Senhor nos fez Seus filhos e nos abençoou nos salvando de todos os nossos pecados para que vivêssemos no Céu. Seria um grande erro não vislumbrarmos o amor de Deus quando celebramos o nascimento de Cristo. Eu assisti a um culto de adoração no canal cristão recentemente, e vi os membros da igreja tomados de emoção e agradecendo a Deus em meio às lágrimas. Contudo, eu acho que não são essas demonstrações de emoção que importam para Deus, mas sim conhecer Sua justiça que veio através do evangelho da água e do Espírito, crer nela e ser salvo dando ação de graças.
Cada um de nós tem gostos diferentes. Alguns possuem o mesmo gosto, uns gostam de dinheiro, outros de animais, jóias, e até mesmo roupas, mas todos preferem algo em especial. De tudo isso, roupas e jóias são objetos que não possuem vida e só satisfazem o desejo individual de cada um.
No entanto, há muitas pessoas que gostam de coisas vivas. O ator que fez o filme Tarzan convivia com leões e tigres. Mas por que ele vivia assim? Uma vez ele quase se afogou enquanto filmava uma cena de Tarzan. Ao se ferir e caiu no rio enquanto fazia a cena, um leão pulou no rio e o salvou. Depois disso, ele passou a viver com estes animais e a se comunicar com eles daí por diante. Ele passou a amar estes animais em sua vida, e não apenas nos filmes. E já que o leão o livrou de se afogar, ele passou a cuidar destes animais e a viver com eles desde então, embora isso lhe desse muitas despesas.
Alguns amam os cães. Havia um homem que amava muito seu cão, mas um dia um ladrão entrou em sua casa. E quando o ladrão ia apunhalá-lo, seu cão saltou na sua frente e recebeu a facada em seu lugar. Nós vemos essas histórias nos livros e na televisão. É por isso que algumas pessoas amam seus animais, porque eles são leais aos seus donos. Algumas pessoas adotam cães que foram abandonados e estão doentes e cuidam deles. E estes cães passam a gostar tanto do seu novo dono que o segue por toda parte e o obedece.
Uma vez eu vi na televisão um cão que tinha um caroço no peito por causa de um câncer, e por isso nem conseguia comer sozinho. Seu dono então tentava alimentá-lo com a mão, mas o cão olhava para ele e não conseguia comer. Ele ficou com pena do seu cão e o levou ao veterinário para ser operado.
Como foi que Jesus Cristo nos amou e nos salvou então? O Senhor não se sacrificou para nos abençoar e para fazer com que entrássemos no Reino dos Céus? Ele não nos amou para fazer de nós Seus filhos? Ele não nos deu as bênçãos espirituais nas regiões celestiais e nos salvou? Ele não livrou a todos nós da destruição e do inferno?
Nosso Salvador Jesus Cristo se sacrificou para nos salvar de todos os nossos pecados. Ele se sacrificou para nos salvar porque nos amou, assim como algumas pessoas amam tanto seus animais que fazem tudo para curá-los quando eles ficam doentes. Em outras palavras, Deus, nosso Criador, amou tanto Suas criaturas que quando estávamos enfrentando a morte, Ele mesmo veio a essa terra num corpo carnal e nos salvou quando foi batizado e derramou Seu sangue por nós. Portanto, todos nós temos que nos lembrar do sacrifício do Senhor e desfrutar do Natal.
Os ímpios deste mundo adoram vários deuses e crêem que há muitos seres divinos. Alguns deles adoram praticamente tudo como um ser divino, de demônios a deuses criados pelo homem, árvores, rochas, montanhas, rios, o sol, alguns seres imaginários como dragões e daí por diante. Mas só um único e verdadeiro Deus criou o universo e tudo que nele há, e este Deus nos salvou de todos os nossos pecados e da destruição ao se sacrificar por nós. O Senhor salvou Suas criaturas de uma vez por todas com o evangelho da água e do Espírito.
Se você pensar nessa salvação em termos carnais, você acabará se esquecendo de tudo isso. Mas jamais devemos nos esquecer do amor do Senhor que nos salvou, porque Ele amou tanto Suas criaturas que se sacrificou para salvá-las. Quais são os benefícios espirituais que nós recebemos por crermos no sacrifício do Senhor? Já que o Senhor nos amou e se sacrificou por nós nessa terra, todos nós que cremos no evangelho da água e do Espírito fomos salvos de todos os nossos pecados. Algumas pessoas fazem tudo para salvar seus animais quando eles ficam doentes, independente do quanto custe. Do mesmo modo, nosso Criador amou tanto Suas criaturas que quando nos desviamos Ele enviou Seu Filho a essa terra e nos salvou ao sacrificá-Lo.
 
  
Como Foi Grande o Amor de Jesus Cristo ao Se Sacrificar para Nos Salvar!
 
Quando alguém que tem um cão o vê doente, ele o leva ao veterinário e não poupa despesas para curá-lo, e sua atitude demonstra o quando ele o ama. Em relação ao cão, podemos dizer que ele alcançou uma tremenda misericórdia do seu dono. Mas isso é tudo que ele pode fazer por ele. Alguém que ama muito seu cão gasta tudo que tem e faz todo o possível para cuidar dele, mas nenhum deles abriria mão da sua vida para salvar seu cão. O Senhor Jesus, pelo contrário, nos amou tanto que se tornou Homem para nos salvar de todos os pecados. Em outras palavras, Ele por vontade própria deixou Sua posição de glória no Céu para nos salvar. Por isso que é algo maravilhoso quando o ser humano O adora. Como poderia então ser algo trivial recebermos de Deus o Seu amor? O amor de Deus é grandioso. Ele de fato não tem limites. Você e eu recebemos o infinito amor de Deus pela fé. O próprio Deus nos salvou da destruição ao se tornar homem e se sacrificar por nós. Como alguém pode dizer então que este amor é pequeno? Deus nos amou tanto que nos salvou de todos os nossos pecados.
Se olharmos para este amor e esta salvação com os olhos espirituais, veremos mudanças tremendas em nossa vida. Mas se pensarmos no amor do Senhor de modo carnal, não haverá nenhuma mudança significante em nós. O que o amor de Deus fez em nossa alma? O que acontece com nossa alma agora que recebemos o amor de Deus? O que aconteceu com todos nós que morremos para os pecados do nosso coração? Jesus Cristo se sacrificou por todos nós nessa terra, e por isso fomos salvos de todos os nossos pecados e recebemos a vida eterna. Nossa alma morreu para os pecados e nós recebemos uma nova vida graças ao sacrifício do Senhor.
Que bênção maravilhosa é este amor de Deus! Todos nós não iríamos morrer por causa dos nossos pecados? E todos nós não estávamos sofrendo muito por causa deles? Nós também não costumávamos julgar a condenar a nós mesmos? Nós não éramos escravos de Satanás e estávamos mortos por causa dos nossos pecados, condenados a ter uma vida amaldiçoada até o fim? Mas apesar disso tudo, o Filho de Deus veio a essa terra e realizou a obra da salvação se sacrificando para nos libertar de todos os pecados do mundo. Em Seu amor por nós, o Senhor apagou todos os pecados do nosso coração e nos deu uma vida nova e eterna. Este é o verdadeiro significado do Natal.
Se fôssemos celebrar o Natal sem entender seu significado, achando que todo mundo deveria se alegrar porque o Salvador nasceu nessa terra, nós na verdade estaríamos ocultando o verdadeiro significado do Natal. Assim, o Senhor ficaria muito decepcionado conosco. Se deixarmos o significado do Natal se perder assim, nosso coração não se alegrará também. Então, como seríamos diferentes daqueles que não crêem no Senhor? Por mais que nós estivéssemos mais ocupados que os ímpios e sofrêssemos mais do que eles, não seríamos melhores do que eles.
Mas o que é melhor em nós do que aqueles que não crêem na justiça do Senhor é que fomos salvos de todos os nossos pecados graças ao amor de Deus. E é por este motivo que nós participaremos da primeira ressurreição do Senhor e também entraremos no Céu. Nós fomos libertos não apenas de todos os pecados do mundo, mas da condenação e da destruição também. Embora estivéssemos sofrendo de uma enfermidade mortal por causa do pecado, nós fomos curados pelo amor de Deus. Que bênção maravilhosa essa! Portanto, neste Natal, não devemos nos esquecer que recebemos o amor de Deus.
Embora você e eu não possamos encontrar algo de bom em nós, foi pela justiça de Deus que nós recebemos o amor de Deus graças e gora temos valor. Melhor dizendo, já que fomos vestidos da graça de Deus, nós sabemos que somos preciosos para Ele e nos orgulhamos do que somos agora. Nós podemos até não ser ricos nessa terra, porém nós fomos espiritualmente abençoados tendo nossa condição de filhos de Deus restaurada. É por isso que há honra e valor em nossa existência agora. E é por isso também que somos gratos ao Senhor neste Natal.
Vamos analisar o amor de Deus mais atentamente agora em Efésios 1:1-6. Ao explicar o amor de Deus como é pregado na Bíblia, o apostolo Paulo começa dizendo: “A vós outros graça, e paz da parte de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo” (Efésios 1:2). E Paulo então começa a explicá-lo mais detalhadamente dos versículos 3 ao 6.
 
 
Para Quem a Bíblia Diz que Foram Dadas as Bênçãos Espirituais nas Regiões Celestiais?
 
Em Efésios 1:3, o Senhor nos explica para quem foram dadas as bênçãos espirituais nas regiões celestiais, dizendo: “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestiais em Cristo”. Está escrito claramente aqui que o Pai de Jesus Cristo nos deu todas as bênçãos espirituais nas regiões celestiais. Mas através de quem a Bíblia nos diz que Ele nos deu essas bênçãos celestiais? Ela nos diz que o Pai nos deu todas as bênçãos celestiais através do Seu Filho. Paulo escreve aqui que “o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo” nos abençoou, e isso significa que Ele nos salvou através do Seu Filho. Deus salvou a nossa alma e o nosso espírito de todos os pecados do mundo, e é pela justiça de Jesus Cristo que Ele nos libertou. Em outras palavras, Deus apagou todos os pecados do nosso coração e tornou nossa alma sem pecado ao enviar Seu Filho Jesus Cristo a essa terra encarnado como um homem, quando O fez aceitar todos os pecados da humanidade ao ser batizado por João Batista e O sacrificou por causa do Seu amor por nós. Por Deus ter nos amado tanto assim, Ele adotou como Seus filhos todo aquele que crê no evangelho da água e do Espírito.
É assim que recebemos todas as bênçãos espirituais nas regiões celestiais. O próprio Deus salvou nossa alma de todos os nossos pecados ao ser batizado por João Batista, morrer na cruz e ressuscitar dentre os mortos. Então, já que o Senhor nos salvou de todos os nossos pecados ao nos amar e se sacrificar por nós, nós nos tornamos filhos de Deus e recebemos todas as bênçãos espirituais nas regiões celestiais crendo nesta salvação.
Embora Jesus tenha vindo a terra como nosso Salvador e apagado todos os pecados do nosso coração ao se sacrificar por nós, muitas pessoas não crêem nisso. E elas não conhecem o verdadeiro significado do Natal. Essas pessoas ainda não estão prontas para celebrar o verdadeiro significado do nascimento de Cristo, que se resume no sacrifício que o Senhor fez por nós.
Foi em Cristo Jesus que o Pai nos salvou. Ele nos salvou de todos os pecados do nosso coração e da nossa alma através da justiça de Deus. E como eu disse antes, não foi nossa carne que foi transformada, mas sim nosso coração que foi salvo de todos os nossos pecados e da condenação. O nosso coração foi totalmente purificado e transformado. Deus transformou nosso coração por completo através de Jesus Cristo.
Jesus, o Filho de Deus, nasceu na terra através do corpo da virgem Maria como foi prometido, e Ele é o nosso Rei. Ele é o Rei dos reis. O próprio Rei salvou Seu povo pessoalmente ao sacrificar Seu corpo por ele. Jesus, nosso Rei, nos salvou ao ser batizado, levando todos os nossos pecados sobre Seu corpo, entregando-o para ser crucificado, derramando Seu sangue na cruz e se sacrificando por todos nós. Este é o todo-poderoso sacrifício de Deus. É o sacrifício do Deus Todo-Poderoso. E foi através desse sacrifício maravilhoso que Deus nos salvou em Seu amor.
O apóstolo Paulo diz aqui que Deus nos salvou em Cristo, ao invés de dizer que foi em Jesus. E é muito importante que entendamos o que ele disse. Se nós lermos a bíblia com atenção, entenderemos na mesma hora que o evangelho da água e do Espírito é a grande verdade da salvação. Antes de nascer de novo, quando eu cria apenas no sangue da cruz, eu não podia entender a vontade do Pai mesmo quando lia essa passagem em Efésios. Era simplesmente impossível entender por que Deus disse que Ele nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestiais em Cristo, e não em Jesus. Eu achava então que alguém se tornaria Cristo se cresse em Jesus. Mas o fato de Deus ter nos abençoado “em Cristo” significa que, a fim de apagar os pecados da nossa alma e do nosso coração, Jesus Cristo, o Filho de Deus, veio a essa terra encarnado como um homem, levou todos os nossos pecados ao ser batizado por João Batista, morreu crucificado em nosso lugar, ressuscitou dos mortos, e assim se tornou nosso Salvador. Sendo assim, é em Cristo que todo ser humano pode receber todas as bênçãos espirituais nas regiões celestiais. Somente em Jesus Cristo é que todos podem ser abençoados pela fé.
 
  
Nós Só Podemos Receber Todas as Bênçãos Espirituais nas Regiões Celestiais Se Entendermos Corretamente como Cristo, o Próprio Deus, Foi Sacrificado por Nós Pecadores e Crermos Nisso
 
Como exatamente Deus salvou os crentes? Ele nos salvou ao vir a essa terra encarnado como um homem, levou todos os nossos pecados ao ser batizado por João Batista, que era o representante de toda humanidade, e entregou Seu corpo para ser crucificado. Este é o amor que Deus demonstrou a todos nós. É por isso que nós louvamos a Deus, somos gratos a Ele e nos alegramos de todo o nosso coração.
Nenhum de nós jamais deve considerar o nascimento de Jesus de qualquer maneira ou celebrá-lo sem entender de fato seu verdadeiro significado. Ao contrário, temos que agradecer a Deus de todo coração, de todo o nosso entendimento, de toda a nossa alma, porque Cristo nos amou e se sacrificou por nós para nos salvar. Você e eu não temos mais pecado no coração só porque Jesus se sacrificou por nós. Mas ninguém pode dizer que não tem mais pecado crendo em qualquer evangelho. Nós sabemos que nosso coração não tem mais pecado, apesar de sabermos também que isso só é possível àqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito do Senhor. Se alguém disser que não tem pecado, mesmo que ele creia no amor de Deus, os seus pecados ainda estão intactos no seu coração. Por outro lado, nós cremos em Jesus e no Seu evangelho da água e do Espírito, e é por isso que não há mais pecado em nosso coração, embora muita coisa não tenha mudado em nós fisicamente.
Nós devemos ver como algo natural nosso coração não ter mais pecado, mas não devemos relaxar por causar disso. Pelo contrário, nós temos que nos lembrar sempre que o Senhor foi batizado por João Batista para levar todos os nossos pecados e pagou o salário de todos eles com Seu próprio sangue para que não houvesse mais pecado em nosso coração. Foi assim que o Filho de Deus nos salvou se sacrificando por nós. Ele apagou todos os pecados do nosso coração. Como é que não podemos dar valor a tudo isso então? Como é que não podemos dar valor a um amor tão maravilhoso como este?
Não é só porque cremos em Jesus que nosso coração não tem mais pecado. Ao contrário, foi por Jesus ter se sacrificado por nós, como é revelado no evangelho da água e do Espírito, que nos tornamos sem pecado crendo nessa verdade. Jamais devemos ver a graça de Deus apenas como uma doutrina cristã. Além disso, temos que celebrar o nascimento de Jesus pela fé.
Nosso Senhor disse durante a última ceia: “Tomai deste pão e comei-o, pois este é o Meu corpo. Tomai deste vinho e bebei-o, pois este é o Meu sangue. Fazei isso em memória de Mim até que Eu volte”. O Senhor nos disse que devemos crer e nos lembrar que Ele veio a essa terra e nos salvou com a água e com o sangue. Ele nos manda guardar a graça da salvação no nosso coração para que jamais nos esqueçamos dela. Portanto, jamais devemos nos esquecer que nosso coração não tem mais pecado por causa do amor do nosso Senhor e do sacrifício que Ele fez por nós.
Você nunca deve desprezar o amor do Senhor. E você não deve pensar que se tornou justo só porque crê no evangelho da água e do Espírito. Ao contrário, você tem que entender que o Senhor se sacrificou por você, e que por isso você recebeu o amor do Deus Todo-Poderoso. É por isso que eu peço a você que se lembre sempre do evangelho da água e do Espírito. Eu peço a você que ore ao Senhor até o dia da Sua volta. Isso é o certo a fazer.
Você tem que saber como ser grato por aquilo que de fato tem que agradecer, porque são pessoas assim que realmente conhecem a graça de Deus. A lealdade é algo muito valorizado até mesmo no mundo. Servos fiéis que perderam sua vida pelo seu rei são lembrados por gerações. Então, já que o Senhor se sacrificou e tornou nosso coração e nossa alma sem pecado, como é que não podemos nos lembrar disso? Como é que nós podemos nos esquecer tão facilmente dessa salvação e não nos lembrarmos de dar graças ao Senhor por ela? A graça de Deus tem que ser valorizada para sempre em nosso coração. E é com essa disposição que devemos celebrar o Natal.
Já que nosso coração e nossa alma não tem pecado, você e eu entraremos no Reino dos Céus e lá viveremos. Todos nós iremos para o Reino dos Céus muito em breve e viveremos lá para sempre. Mas enquanto vivemos nessa terra, nós estamos servindo à justiça de Deus. Um dia, contudo, quando o Senhor voltar e O encontrarmos, todos nós entraremos no Reino dos Céus e viveremos lá para sempre. Assim como Deus disse na passagem bíblica deste capítulo que Ele nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestiais em Cristo, todos nós que cremos no evangelho da água e do Espírito seremos abençoados para entrarmos e vivermos para sempre no Reino dos Céus. Uma vida gloriosa no Reino dos Céus espera por todos nós; e nossa bênção não é nenhuma outra senão esta.
Se tudo que tivéssemos fosse nossa vida nessa terra, nós não poderíamos dizer que somos abençoados por Deus. Mas Deus se sacrificou para que pudéssemos entrar no Reino dos Céus e morar lá. Para apagar todos os nossos pecados, o Filho de Deus levou todos eles com Seu batismo e se sacrificando na cruz para pagar seu preço. Foi assim que Ele nos abençoou com todas as bênçãos celestiais nas regiões celestiais. E é por isso que devemos ser gratos a Ele tendo fé na justiça de Deus.
Quando lemos Efésios 1:4-5, vemos o apóstolo Paulo nos explicando que Deus planejou e cumpriu Seu plano para fazer de nós Seus filhos, a fim de que pudéssemos entrar no Reino dos Céus. Vamos ver essa passagem agora: “Pois nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis diante dele. Em amor nos predestinou para sermos filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito da sua vontade” (Efésios 1:4-5). Como a Bíblia deixa bem claro aqui, Deus nos escolheu em Cristo antes da fundação do mundo. Todo ser humano foi criado à imagem de Deus, e está escrito de maneira bem clara aqui que o Pai planejou nos fazer Seus filhos e nos abençoou para que vivêssemos no Reino dos Céus.
O que significa exatamente Deus ter nos escolhido antes da fundação do mundo em Cristo? O que a Bíblia está tentando nos ensinar aqui? Significa que Deus nos salvou por meio do sacrifício de Jesus Cristo e Sua obra expiatória. Antes de criar todo o universo e até mesmo eu e você, Deus já tinha planejado nos fazer Seus filhos. E através do sacrifício do Seu Filho, Ele cumpriu Seu plano fazendo com que todos que cressem no evangelho da água e do Espírito não tivessem mais pecado no coração.
Nós fomos salvos e nos tornamos filhos de Deus porque Jesus Cristo, nosso Deus, se sacrificou para nos salvar. Você e eu fomos salvos de todos os nossos pecados só porque o Filho de Deus se sacrificou. É por isso que Deus diz na passagem bíblica deste capítulo que Ele nos escolheu em Cristo.
O fato de Deus ter nos escolhido não significa que Ele de algum modo escolheu alguns mas não outros, como dizem os teólogos; ao contrário, o verdadeiro significado disso é que Ele nos escolheu em Cristo. Todo ser humano foi destituído da glória de Deus, pois todos pecaram. No entanto, quando Deus nos criou, Ele já sabia que cairíamos em pecado por causa da nossa fraqueza, e, por isso, realizou o plano da salvação para que todos que cressem no evangelho da água e do Espírito, que manifesta a justiça de Deus cumprida pelo Seu Filho em amor e sacrifício, se tornassem Seus filhos. É por isso que todos que crêem no amor de Cristo, na Sua justiça, no Seu sacrifício e no evangelho da água e do Espírito, são escolhidos por Deus, não os que não crêem. Por isso, estes ímpios serão condenados pelo Senhor por causa dos seus pecados.
Deus tinha um plano em nossa vida antes de criar todo o universo. Sabendo que o homem cairia em pecado por causa da sua fraqueza, Ele enviou Seu Filho a essa terra para aceitar todos os seus pecados ao ser batizado e se sacrificar por eles ao ser crucificado, a fim de que os que cressem nos atos de justiça do Seu Filho jamais tivessem pecado no coração e se tornassem filhos de Deus sem culpa alguma. Este foi o plano de Deus para nós.
 
 
Todos Nós Temos que Entender que Nossa Salvação Foi Realizada Segundo o Plano de Deus
 
Entre os cristãos que há no mundo hoje, os presbiterianos dizem que todos aqueles que crêem nas suas doutrinas são os escolhidos, mais ninguém. Mas isso é um absurdo. Eles crêem numa doutrina totalmente sem sentido que é conhecida como a Doutrina da Eleição Incondicional.
Todavia, mais importante do que uma doutrina como essa é o que diz a Bíblia. A Bíblia não foi escrita de acordo com o conhecimento humano. Paulo diz na passagem bíblica deste capítulo que ele, um apóstolo de Jesus Cristo pela vontade de Deus, escreveu sua epístola aos santos de Éfeso que eram fiéis a Cristo. O apóstolo Paulo era alguém que foi salvo de todos os seus pecados por crer no evangelho da água e do Espírito, que é a justiça de Cristo, e o Espírito Santo habitava no seu coração. Isso significa que foi o Espírito Santo que habitava no coração de Paulo que o inspirou a escrever aos santos da igreja de Éfeso.
Se dependesse de nós, nós escreveríamos apenas que Deus nos salvou em Jesus antes da fundação do mundo, mas não foi só isso que o apóstolo Paulo escreveu. Mas o que ele escreveu então? Ele escreveu que Deus “nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis diante dele” (Efésios 1:4). Paulo diz claramente que Deus nos salvou “nele [em Cristo] antes da fundação do mundo”.
O significado bíblico da palavra “Cristo” é o Ungido (Daniel 9:24-26), e há três tipos de pessoas que são ungidas na Bíblia: os reis, profetas e sacerdotes. O nome “Cristo”, portanto, significa que Jesus veio a essa terra encarnado como homem a fim de salvar o homem de todos os seus pecados como o Rei dos reis e seu Criador. Também significa que Jesus cumpriu a função de Sumo Sacerdote ao ser batizado por João Batista para levar todos os pecados do homem e morrer na cruz para pagar o salário por eles; tudo isso para nos salvar de um modo perfeito. Tendo recebido a função de Sumo Sacerdote, Jesus aceitou todos os pecados do povo de Deus deste mundo sobre Seu próprio corpo ao ser batizado por João Batista; aí então Ele pagou o preço por cada um destes pecados ao morrer na cruz e cumpriu Sua função sacerdotal para salvar todos os crentes dos seus pecados. Deste modo, Jesus ofereceu Seu corpo a Deus a fim de apagar todos os nossos pecados.
Foi por isso que o apóstolo Paul enfatizou várias vezes no capítulo 1 de Efésios que nós fomos salvos “em Cristo”. Então, todo aquele que entende essa verdade e crê nela com certeza será salvo de todos os seus pecados, porque a Bíblia é a Palavra de Deus escrita pela inspiração do Espírito Santo. E todos que receberam a remissão de pecados agora crendo no evangelho da água e do Espírito conhecem essa verdade graças ao Espírito Santo que habita em seu coração.
Antes de entender o evangelho da água e do Espírito, eu fazia de tudo para explicar a epístola aos Efésios em minhas pregações. Mas eu não sabia o que significava de fato o que a Bíblia dizia sobre Deus ter me salvado “em Cristo”. Só depois que eu compreendi o evangelho da água e do Espírito foi que eu pude entender que Deus me salvou “em Cristo”. Deus nos escolheu em Cristo, nos amou, nos tornou sem pecado e nos levará para o Seu Reino em Cristo. Ele adota como Seus filhos todos que crêem na salvação que Ele nos deu em Cristo. Deus salvou a todos que crêem em Cristo através do sacrifício que Seu filho fez nessa terra ao ser batizado por João Batista para aceitar todos os pecados do mundo e derramar Seu sangue na cruz. Foi para salvar Seu povo dos seus pecados que o Deus Criador se tornou Homem por algum tempo e se sacrificou como a nossa propiciação. Através do Seu batismo, o Filho de Deus aceitou todos os pecados do homem sobre Seu corpo. Aí então, Ele foi condenado por todos eles ao derramar Seu sangue na cruz e morrer crucificado. Deste modo, o Senhor pagou o salário dos nossos pecados ao se sacrificar por nós e nos livrou através do Seu sacrifício e do Seu amor. Ele tornou sem pecado todos nós que cremos no evangelho da água e do Espírito agora. Foi o Senhor que acabou com todos os nossos pecados.
 
 
Essa Obra da Salvação Foi Planejada por Deus Antes da Fundação do Mundo
 
Antes de criar o mundo e tudo que nele há, Deus já tinha planejado nos fazer Seus filhos através do sacrifício e do amor do Seu Filho. Em outras palavras, Ele decidiu escolher todo aquele que cresse na justiça de Cristo.
Quando lemos sobre Jacó e Esaú no Antigo Testamento, vemos que Esaú confiava em suas próprias forças e não ouviu atentamente o ensinamento de seus pais. Mas Jacó, ao contrário, foi obediente e ouvia sua mãe. O que aconteceu com ele então? Ele recebeu todas as bênçãos da progenitura, embora não fosse o filho mais velho. Por causa de quem ele foi abençoado desse jeito? Por causa da sua mãe, porque Jacó acreditou quando sua mãe lhe disse que ele receberia as bênçãos de Deus. Amados irmãos, a verdade é que somos fracos fisicamente e que nosso coração também é muito frágil. Mas ainda assim nós podemos receber as bênçãos de Deus crendo na Sua Palavra.
Desde que nascemos, todos nós fomos destinados a ser lançados no inferno. Nós nascemos com esse destino devido aos nossos pecados, os pecados que herdamos de nossos pais. E foi justamente por isso que Deus decidiu adotar todo aquele que crê na Sua justiça. Essa é a verdade do evangelho da água e do Espírito.
Muitos cristãos hoje em dia tendem a pensar que é fácil e simples crer em Jesus. Por exemplo, falsos pastores geralmente dizem o seguinte quando eles pregam na sua igreja: “Vocês são pecadores. Por isso, vocês teriam que ser destruídos. Contudo, Deus nos amou tanto que construiu uma ponte entre o Céu e o inferno com a cruz. E já que o Senhor morreu crucificado pelos seus pecados, vocês agora podem se tornar Seus filhos se vocês aceitarem Jesus como seu Salvador em seu coração, por mais que ainda tenham muitos pecados. Vocês querem receber Jesus como seu Salvador então? Vocês reconhecem diante de Deus que são pecadores? Então repitam comigo essa oração: ‘Senhor, eu sou um pecador. Mas eu creio que Tu morreste crucificado por mim. E eu creio em Ti também. Eu quero Te aceitar como meu Salvador agora. Por favor, entre no meu coração. Amém!” É assim que a maioria dos cristãos acha que se tornam filhos de Deus.
Entretanto, não é tão fácil assim se tornar filho de Deus, só porque o Senhor sofreu muito nessa terra para nos salvar. O fato de Deus ter nos salvado em Cristo significa que Jesus se tornou nossa propiciação para nos livrar de todos os pecados do mundo. O Senhor esteve nessa terra por 33 anos como o nosso Cordeiro sacrificial para que nós não tivéssemos mais pecados. Depois de ser concebido no corpo da virgem Maria, o Senhor veio a essa terra encarnado como um homem para cumprir Sua função de Sumo Sacerdote celestial. Sua vida nessa terra foi cheia de sofrimento desde que Ele nasceu, pois Ele não apenas veio ao mundo num estábulo, mas também teve que escapar das mãos assassinas do rei Herodes. Logo depois que nasceu, Jesus foi visitado por três homens sábios do oriente que vieram adorá-Lo, mas sua tranqüilidade não durou muito tempo, pois Ele teve que fugir para o Egito para escapar do rei Herodes.
Depois de alguns anos, Jesus voltou a viver em Nazaré e trabalhou junto com seu pai como carpinteiro. Aos 30 anos então, Ele começou Sua vida pública, porém, antes de tudo, Ele foi ao rio Jordão e aceitou todos os pecados do homem ao ser batizado por João Batista. E depois de fazer isso, o Senhor foi crucificado. No entanto, depois de ser condenado pelos nossos pecados em Sua crucificação, Ele ressuscitou dos mortos três dias após ter sido sepultado. Foi assim que Jesus se tornou o Salvador de todos que crêem nessa verdade. E agora, todo ser humano no mundo inteiro pode se tornar filho de Deus crendo no evangelho da água e do Espírito.
  
 
Quantos Sacrifícios o Senhor Fez Nessa Terra para Nos Salvar de Todos os Nossos Pecados?
 
Deus planejou nossa salvação em Cristo antecipadamente. E para cumprir Seu plano, Jesus veio a essa terra encarnado como um homem, levou todos os pecados do homem ao ser batizado por João Batista e morreu na cruz. E todas estas coisas que Cristo fez por nós, desde a Sua encarnação à Sua morte na cruz para tirar nossos pecados, foram os sacrifícios que Ele fez para nos salvar.
O próprio fato de Jesus ter aceitado todos os pecados do mundo sobre Seu corpo através do batismo já é um sacrifício, assim como também foi um sacrifício Ele ter sofrido nas mãos dos soldados romanos, ter sido cuspido no rosto, humilhado e recebido quarenta chibatadas menos uma, o que fez com que o Seu corpo ficasse banhado em sangue. Os soldados colocaram uma coroa de espinhos em Sua cabeça e bateram nela com uma cana. Por isso, o rosto de Jesus ficou coberto de sangue. Depois Ele foi crucificado tendo Suas mãos e Seus pés pregados na cruz. E quando deu Seu último suspiro, Jesus disse: “Está consumado!” (João 19:30). Portanto, o Senhor nos salvou de todos os nossos pecados pela água e pelo Espírito sacrificando a si mesmo por nós. Além disso, Jesus ressuscitou dos mortos três dias depois de ser sepultado como havia prometido. Em suma, o próprio Deus salvou você e a mim se sacrificando por nós.
Eu creio neste sacrifício de todo o meu coração. Eu creio que Jesus Cristo apagou todos os pecados do meu coração com Seu batismo e crucificação. Mas e você? Você também crê no sacrifício do Senhor? São os crentes na verdade do evangelho da água e do Espírito quem Deus escolheu. Ele nos escolheu como Seus próprios filhos. Creia na justiça de Deus e não ache que Sua obra da salvação foi em vão. Já que o Senhor te salvou e se sacrificou por você assim, nada seria mais ingrato do que você se recusar a crer Nele e achar que sua obra da salvação foi em vão.
Até mesmo nas tradições do mundo, todos os filhos que rejeitam seus pais e ignoram todo o sacrifício que eles fizeram por eles são considerados filhos desnaturados. O pior ato de traição que um filho pode cometer é se recusar a aceitar o amor de seus pais. Do mesmo modo, se nós rejeitarmos o amor do Senhor, já que somos suas criaturas, nós estaremos pecando da forma mais terrível que existe. Jamais devemos permitir que isso aconteça. Longe disso, todos nós temos que aceitar o amor e o sacrifício de Jesus Cristo pela fé, adorar a Deus e ser gratos a Ele. Nós temos que aceitar o amor de Jesus Cristo para que possamos entrar no Reino dos Céus e desfrutar da glória eterna com Cristo.
É assim que Deus demonstra Seu amor por nós através do sacrifício do Seu Filho; e este é o maior amor de todos. Como é lindo, perfeito e misericordioso o amor de Deus! Quem neste mundo poderia se sacrificar por nós e nos salvar assim? Foi Deus, o próprio Criador, que cumpriu totalmente a função de Sumo Sacerdote para salvar todo ser humano do pecado. Não há nenhum outro que tenha nos amado tanto assim a não ser o Deus Todo-Poderoso da trindade. Jesus Cristo nos deu Seu amor e cumpriu Sua função como Sumo Sacerdote de modo perfeito. É por isso que a Bíblia diz que “Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16). Você e eu recebemos a remissão de pecados pela fé no evangelho da água e do Espírito e fomos revestidos do amor incomparável de Deus.
Você já foi revestido do amor do evangelho da água e do Espírito pela fé? Primeira Coríntios capítulo 13 fala muito sobre o amor e o explica de várias formas. Não está escrito lá que o amor é bondoso e não maltrata? (NVI) Por acaso nosso Senhor já nos maltratou? Não, ao invés de nos maltratar, nosso Senhor foi tão bondoso que veio a essa terra pessoalmente para resolver nossos problemas com o pecado. E quando veio a essa terra para resolver nossos problemas com o pecado, ele cuidou deles por completo. Quando não tínhamos alegria no coração e estamos todos esgotados por causa dos nossos pecados, nosso Senhor veio à nossa procura por meio do evangelho da água e do Espírito. Foi assim que Deus amou a todos nós. E é por isso que nós cremos nesse amor e damos graças a Deus.
Como nós podemos nos esquecer do amor de Deus agora que fomos vestidos com ele? Como podemos rejeitá-lo, não ser gratos por ele ou não exaltar a justiça de Deus com salmos, cânticos e hinos?
Um poeta escreveu este hino:
“Por acaso podemos mudar a cor do oceano?
Os céus foram feitos de papel?
Todo animal que caça é uma ave de rapina?
Todo homem é um escritor por natureza,
Que consegue descrever o amor de Deus
Ou fazer se secar o oceano?
Nenhum pergaminho poderia descrever
Toda a imensidão dos céus”.
Amados irmãos, Jesus nos tornou sem pecado ao ser batizado por João Batista e aceitar todos os nossos pecados de uma vez por todas. Ele entregou Sua vida por nós na cruz e foi condenado por todos os nossos pecados. E já que nós cremos no Seu sacrifício e no Seu amor, como poderíamos deixar de ser gratos ao Deus triuno?
Nós somos muitos gratos ao nosso Deus. Não há palavras que possam expressar como nós somos gratos. E é justamente por isso que nós estamos servindo ao evangelho da água e do Espírito em retorno ao amor de Deus. E por todos nós sermos muito gratos por este amor, nós servimos ao evangelho da água e do Espírito de todo coração. Além disso, todo aquele que foi salvo por crer no evangelho da água e do Espírito entrará no Reino de Deus junto conosco.
Agora que recebemos a remissão de pecados por crermos no evangelho da água e do Espírito, é muito importante termos um entendimento grande e profundo do amor do nosso Senhor. Afinal, quem poderia imaginar que o Senhor nos amaria tanto assim? Portanto, todos nós devemos ser gratos a Deus pelo Seu abundante amor.