Sermões

Assunto 13: O Evangelho Segundo MATEUS

[Capítulo 9-4] (Mateus 9:35-38) Os Obreiros de Deus

(Mateus 9:35-38)
“E percorria Jesus todas as cidades e aldeias, ensinando nas sinagogas, pregando o evangelho do reino e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo. Vendo ele as multidões, tinha grande compaixão delas, porque andavam cansadas e abatidas, como ovelhas que não têm pastor. Então disse aos seus discípulos: a seara é realmente grande, mas os ceifeiros são poucos. Rogai, pois, ao Senhor da seara que envie ceifeiros para sua ceara.
 
 
Todo nós, que nos tornamos justos, oramos a Deus e fazemos a Sua obra. Nós oramos a Ele assim: “Senhor, há muito para se colher, mas os obreiros são poucos. Por favor, levante mais obreiros para que possamos anunciar o Seu evangelho.” Hoje, na verdade, vamos começar a lição das Escrituras orando juntos.
“Senhor amado, a época das tribulações de fato já começou nesses dias atuais, e muitos pecadores estão perdidos e se desviando por causa dos seus pecados. Senhor, pedimos a Ti que nos capacite a pregar o evangelho da água e do Espírito que possa salvar dos seus pecados todas essas almas perdidas. Senhor amado, envie Seus obreiros que venham salvar essas almas e que venham testemunhar do Seu evangelho a elas. Pedimos a Ti que encontres esses obreiros e os envie a nós.”
“Nosso Deus e Pai, oramos para que Tu nos dê forças para salvar os pecadores. Embora estejamos em número pequeno, faça com que esse ano seja o ano que iremos testemunhar do Seu verdadeiro evangelho nesses tempos do fim, e pedimos a Ti que trabalhes no meio dos justos a fim de que muitos servos da Sua justiça possam se levantar e dar testemunho do Seu evangelho. Encontre esses obreiros e os envie a nós. Oramos a Ti que continues salvando almas, e ungindo-as como Seus obreiros. A todos os justos que já nasceram de novo, inspire seus corações a servir a Ti e faça deles Seus obreiros, para que através desses Seus servos, Seu evangelho seja testemunhado a todos neste mundo, Sua Palavra também seja testemunhada, e Sua vontade da mesma forma seja cumprida.”
 
 
Somente os Justos Podem Se Tornar Servos de Deus
 
Quem dentre os justos pode se tornar obreiro de Deus? Primeiro de tudo, são aqueles que definitivamente crêem no evangelho da água e do Espírito, na Palavra do nosso Senhor, e cujas almas nasceram de novo desse evangelho, que podem se tornar os obreiros do evangelho de Deus. Aqueles que podem pregar o evangelho da água e do Espírito a outros são os justos que nasceram de novo por primeiro crer no Senhor e no verdadeiro evangelho. Somente eles podem pregar o evangelho da água e do Espírito.
Nós podemos ter a certeza dessa verdade em Atos 1:8, que declara: “mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda Judéia e Samaria, e até os confins da terra.”
Somente quando alguém recebe a remissão dos seus pecados e o Espírito Santo entra em seu coração é que ele por crer no evangelho da água e do Espírito pode ser tornar um obreiro de Deus. Quando cremos na perfeita Palavra desse evangelho da água e do Espírito e assim somos remidos de todos os nossos pecados, nós recebemos o dom do Espírito Santo em nossos corações (Atos 2:38). Se alguém pode testemunhar que seus pecados foram apagados e que ele agora não tem pecado em seu coração, esse é o fato que evidencia que o Espírito Santo entrou em seu coração. Porque o Espírito Santo em nossos corações confirma nosso testemunho é que nós podemos agora nos tornar justos crendo no evangelho da água e do Espírito.
Nosso Senhor disse: “E sereis minhas testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda Judéia e Samaria, e até os confins da terra.” Isto significa que Ele fará dos crentes no evangelho da água e do Espírito Suas testemunhas no mundo inteiro. Portanto, quando os justos negam a si mesmos, confiando no Senhor e obedecendo a Ele, o Senhor mesmo então confia a eles a Sua obra. Pelo fato do Espírito Santo habitar nos nascidos de novo que receberam a remissão de pecados por crerem no evangelho da água e do Espírito, o Espírito Santo guia cada um de seus passos. Assim os justos que foram remidos dos seus pecados pregam o evangelho da água e do Espírito em cada oportunidade que eles têm.
Se você encontrar uma oportunidade de pregar o evangelho a alguém, é claro que você pode ficar nervoso ou temeroso com isso. Mas no fim é o Espírito Santo realmente que trabalha na sua vida. O Espírito Santo te dá as palavras certas para você dizer no momento certo: “pois não sois vós que falareis, mas o Espírito de vosso Pai é quem fala em vós.” Sendo assim, está mais do que certo confiarmos no Espírito Santo, para pregarmos o evangelho com ousadia em cada oportunidade que tivermos, e para fazermos a obra do nosso Senhor. Confiemos todos que o Espírito Santo de fato trabalha em nossos corações!
Ao contrário, qualquer um que não crê no evangelho da água e do Espírito não está qualificado para se tornar um obreiro de Deus. E por quê? Porque pecadores não podem dar testemunho da justiça de Deus, e porque ninguém pode ser purificado dos seus pecados a não ser pelo evangelho da água e do Espírito, porque o Senhor levou sobre Si todos os pecados através do batismo que Ele recebeu. Por esse motivo, todos os pecadores cujos corações ainda têm pecado não podem ser usados pelo Espírito Santo como Seus instrumentos.
Se alguém afirmar que se tornou obreiro de Deus sem antes crer na Palavra do evangelho da água e do Espírito, ele é alguém que se tornou um obreiro por conta própria – é um falso obreiro por conta disso – e é alguém que realmente não foi chamado por Deus para se tonrar Seu legítimo obreiro. Por mais que os pecadores trabalhem duro na obra de Deus – para ser mais específico, pensando que estão fazendo a Sua obra – tudo isso é em vão.
Nós vemos muitas dessas pessoas ao nosso redor. Existem muito pecadores na terra que sofrem com tais ilusões estranhas. Uma das suas principais características é que mesmo quando eles se esquecem do evangelho da água e do Espírito, eles ainda assim se dedicam muito ao que estão fazendo. Por essa razão, eu às vezes desejo que nossos santos nascidos de novo fossem tão dedicados ao verdadeiro evangelho como essas pessoas são.
 
 
A Segunda Qualidade para Ser um Obreiro de Deus: Amar o Evangelho da Água e do Espírito
 
Eu disse a vocês que a primeira qualidade de um obreiro de Deus é crer no evangelho da água e do Espírito. Em outras palavras, apenas os justos podem ser chamados de obreiros de Deus. Porém você deve saber que todos os nascidos de novo são chamados como Seus obreiros. Entre os justos, somente aqueles que têm compaixão pelas almas dos pecadores e cujos corações desejam salvá-las é que podem se tornar obreiros do evangelho de Deus. Essa é a segunda qualidade para se tornar Seu obreiro. Eles não precisam particularmente ter dons, nem ser desembaraçados, e muito menos ter algo que seja no mínimo notável, mas os justos cujos corações desejam que cada alma seja salva são qualificados como obreiros de Deus.
Entre os justos, há aqueles que amam as outras almas, e ainda que eles mesmos não tenham nenhum poder, ainda assim desejam que os outros sejam salvos; e porque essas almas precisam ser salvas, eles se levantam para enfrentar o desafio apesar das suas limitações, e estão dispostos a fazer qualquer coisa para salvar essas almas. São exatamente essas pessoas justas, que amam as outras almas, que são qualificadas para se tornar obreiros de Deus.
Existe entre vocês, contudo, alguém que diz: “sim, eu tenho um coração assim, mas eu ainda sou muito incapaz para me tornar um obreiro de Deus”? Mas isso não pode ser um motivo para que você seja desqualificado como um dos Seus Obreiros; qualquer coisa que falte em você pode ser acrescentado pela fé e ensinado pela Igreja de Deus.
Meus amados irmãos, os justos que têm esse coração carinhoso que ama o evangelho da água e do Espírito e as outras almas precisam ser treinados em todos as coisas, desde de como fazer para lidar com uma alma, até quanto conhecer a Palavra. Se nosso coração de fato desejar servir ao evangelho de Deus e anunciá-lo, tudo que nós precisamos fazer é somente aprender todas as habilidades através da fé. Sendo assim, o que é necessário para você se tornar um obreiro de Deus é basicamente esse coração que deseja servir ao evangelho da água e do Espírito, que ama as outras almas, e que quer se dedicar a Deus. Somente quando nossos corações desejarem servir ao evangelho é que poderemos fazer a obra de Deus em suas várias maneiras.
Não é fácil salvar vidas, física ou espiritualmente, e uma disciplina de fé apropriada é totalmente necessário para isso. Antes que um médico se torne um especialista, ele precisa passar por um extenso período de treinamento como residente. Mesmo assim, antes dos justos se tornarem obreiros de Deus experientes, eles também precisam passar por um período de aprendizagem. Meus amados irmãos, nós precisamos nos submeter ao ensino até que nos tornemos obreiros experientes na pregação do evangelho da água e do Espírito.
Quando os obreiros internos encontram as almas, elas geralmente se tornam o objeto de pesquisa na pregação do evangelho. Da mesma forma, muitas vezes quando alguém está para receber a remissão dos seus pecados ele é impedido de fazer isso, e acaba indo para casa com o coração apenas ferido, só porque aquele que testemunhou do evangelho para ele não foi instruído o suficiente. Essa questão é particularmente mais relevante quando a abordamos no treinamento que é dado na nossa Escola de Missões que pertence a Igreja de Deus. Quando as pessoas encontram obreiros imaturos de Deus, é muito possível que até mesmo aqueles que já estão quase recebendo a remissão de pecados não consigam fazê-lo. Até mesmo aqueles que já abriram a porta dos seus corações podem acabar fechando-as novamente.
Eu disse que aqueles cujos corações amam as outras almas é que são qualificados para se tornar obreiros do evangelho. Mas eles precisam ser cheios da Palavra de Deus para servir ao evangelho e para guiar as almas. Os obreiros de Deus podem ter comunhão espiritual com aqueles que eles estão tentando salvar somente quando eles ouvem suficientemente a Palavra de Deus e têm em si mesmos um conhecimento espiritual da Palavra e uma fé poderosa nela.
Entretanto, esse treinamento não pode ser obtido por si próprio. Devemos estar dentro da Igreja de Deus e ouvir a Palavra espiritual que o Espírito Santo fala aos Seus obreiros através da Igreja. Mesmo que alguém alcance conhecimento por si mesmo na Palavra de Deus, isso não pode em si torná-la uma espada espiritual. Apenas quando ouvimos e aprendemos a Palavra através da Igreja de Deus é que nosso conhecimento da Palavra pode se tornar uma arma espiritual. Aí então quando mal tocamos os outros com essa arma espiritual, eles virão a ser salvos dos seus pecados e curados da sua doença espiritual do pecado.
A questão aqui é se existe ou não um amor ardendo em nossos corações pelo evangelho da água e do Espírito. Mesmo que nós não tenhamos dons especiais, tudo que nós precisamos para sermos qualificados para nos tornarmos obreiros de Deus é um coração que ama o evangelho. Então a questão a ser perguntada aqui é esta: “nossos corações amam as outras almas, ou eles amam o mundo?” São os justos que têm esse coração cheio de amor pelas outras almas que estão qualificados para se tornar obreiros do evangelho da água e do Espírito.
 
 
Até Agora, Deus Está Procurando Obreiros para Sua Ceara
 
Até agora, neste exato momento, Deus está procurando por obreiros para enviá-los para a colheita das almas perdidas. Você não tem que ser um perito em Teologia e em questões doutrinárias. Você não tem que ser bom em lidar com assuntos deste mundo também. Se você ensinar bem o evangelho da água e do Espírito aos pecadores que ainda não receberam a remissão dos seus pecados, você vai destruir desta maneira, com a Palavra de Deus, as armadilhas malígnas de Satanás que aprisionam essas almas; e se você ajudar essas almas a receber a remissão dos seus pecados por ouvir e crer na Palavra do evangelho de Deus da Verdade, então você será realmente um bom obreiro de Deus. Deus até agora está procurando por tais obreiros para Sua colheita. Você nem mesmo precisa ser bom em alimentar as almas. Deus mesmo, através dos líderes da Sua Igreja, vai cuidar de alimentar todas essas almas.
No filme “Super homem,” podemos ver um homem que resolve todo tipo de problemas por si mesmo. Porém Deus não está à procura de um simples super obreiro. Ao contrário, Deus está procurando por muitos obreiros que sejam cada um fiel ao seu chamado, que preguem o evangelho da água e do Espírito, e vivam pela fé.
Os líderes da Igreja, que são seus pastores, e os obreiros do evangelho têm diferentes tarefas determinadas para cada um deles. Tudo que os obreiros têm a fazer é serem fiéis às suas determinadas tarefas, porém os líderes têm que fazer muito mais do que isso, porque eles têm que supervisionar os obreiros também. Ao falar que a ceara é grande mas muito poucos são os ceifeiros, Deus está nos dizendo para orarmos a Ele que nos envie mais obreiros para a colheita. Tendo dito isso, nosso Senhor também disse: “você que está orando também deve ir.” Aqueles que oram a Deus para enviar Seus obreiros estão pedindo isso exatamente porque seus corações anseiam por fazer a obra de Deus. Eles oram por isso porque eles têm compaixão por todas as almas perdidas. É por isso que Deus está nos dizendo que aquele que está orando por isso deve ele mesmo ir junto com Seus obreiros. É isso que Deus está no dizendo.
O que todos nós precisamos entender aqui é que os obreiros de Deus não caem do céu. Primeiro, precisamos orar a Deus que mande Seus trabalhadores, e segundo, nós mesmos, que estamos orando por isso, devemos ir junto com esses trabalhadores. Deus então confiará aos Seus trabalhadores almas para a colheita.
 
 
Nossa Era Precisa Ainda Mais de Obreiros de Deus
 
Nossa era precisa ainda mais de obreiros de Deus. Devemos orar a Deus e pedir a Ele que envie Seus obreiros. E nós mesmos, que estamos orando, devemos ir com Seus obreiros, também. Dizer amém no final das nossas orações não é o fim de tudo. Meus amados irmãos, os justos que estão orando por isso devem primeiro sair aos campos como obreiros de Deus. Porque o desejo do nosso coração está na obra do Senhor é que temos que orar assim, e é por conhecermos a Sua obra que nós devemos orar por essa missão. Aqueles cuja fé precede a dos outros não somente oram mas eles mesmos saem aos campos para fazer a obra de Deus. E quando eles realmente fazem a obra de Deus, ainda conseguem outros trabalhadores de Deus. Meus amados irmãos, essa era precisa dos obreiros de Deus desesperadamente. Ainda há muitas pessoas na Igreja de Deus que são mais do que qualificadas para se tornarem Seus trabalhadores.
Meus amados irmãos, vamos orar a Deus: “Senhor, por favor salve todas essas almas. Elas têm que ser salvas dos seus pecados antes que seja tarde demais, antes da Sua volta. Livra-os das mãos dos mentirosos, Senhor. Assim como o Senhor me salvou, por favor salve essas almas também.” É assim que nós devemos orar. E nós mesmos devemos nos tornar obreiros de Deus e seguir para Sua colheita nos campos.
Deus quer que nós saiamos e proclamemos o evangelho da água e do Espírito. A obra de Deus será feita se ficarmos somente sentados aqui sem fazer nada? Não fique apenas sentado aí pensando no que você poderia estar fazendo, mas levante-se em nome de Jesus e vá para o campo. Esta é a maneira de você se tornar um obreiro de Deus. Ainda existem muitos homens e mulheres justos neste mundo que são chamados para se tornar obreiros de Deus.
Deus está nos dizendo para que oremos a Ele que nos envie Seus obreiros e para nós mesmos irmos. Você crê nisso? Amém. Agora não me venha com desculpas, dizendo que você é incapaz demais para sair ao campo, ou com qualquer outra coisa que você arrume como desculpa só para ficar sentado. Qualquer coisa que falte a você pode ser conseguido com ensinamento. O que é realmente importante é que você ame o evangelho da água e do Espírito e seja capaz de enxergar a condição das outras almas, e que você creia na chegada dos tempos do fim e no tempo das tribulações como profetizado na Palavra de Deus – são esses que têm essa fé que estão faltando. E são essas pessoas que devem se levantar como obreiros de Deus. Os obreiros sábios de Deus devem se levantar. Nos tempos do fim também, nós precisamos de obreiros que possam liderar o povo de Deus e alimentá-los com o pão da vida nesses tempos.
  
 
Durante o Dilúvio nos Dias de Noé, Todos Aqueles que Só Comiam e Bebiam Pereceram no Fim
 
Todos os pecadores estão na estrada da perdição. É nossa responsabilidade livrá-los dos mentirosos. Nós precisamos de tais obreiros que possam levar essas almas a receber a remissão de pecados pregando para elas o verdadeiro evangelho e alimentando-as com a Palavra de Deus que é apropriada para esses tempos.
Você vai colocar sua mente nas coisas dessa terra que no fim irão perecer, como se você fosse viver por mil anos? Este mundo não vai durar para sempre.
Alguns anos atrás, um terremoto devastou a cidade de Kobe no Japão. Como seus moradores construíam suas casas e continuavam suas vidas, nenhum deles esperava ser acometido por um desastre de tamanha magnitude. Eles haviam decorado suas casas, plantado belas árvores em volta da cidade, e enfeitado a paisagem, todos desejando viver uma vida feliz pelos anos que viriam. Mas um terremoto veio sobre eles e a cidade de Kobe foi devastada num piscar de olhos.
Que garantia temos que nossos lares não serão destruídos por um terremoto como o que destruiu Kobe? Não pense que você está seguro dos terremotos, só porque isso ainda não aconteceu. Todos nós estamos vivendo sob a mesma condição. Não pense você que a possibilidade de uma guerra nuclear não tem mais importância para você, agora que a guerra fria acabou. Pelo contrário, está mais perto de nós do que jamais esteve antes. O que estou tentando dizer aqui é que você não deve estar tão conformado e satisfeito ignorando esses perigos e continue completamente insensível a eles, como se você fosse um porco no chiqueiro. Ao contrário, como o sábio Socrátes, você deve saber de onde veio e para onde você vai, porque você vive, e qual o propósito de você viver, e você deve viver sua vida se preparando para um dia estar diante de Deus.
Meus amados irmãos, não vamos colocar nossa fé nessa terra, como se fôssemos viver aqui por mil anos. Se os justos têm o suficiente para comer e para beber, se suas necessidades básicas são todas supridas, então vocês, como homens e mulheres justos que estão vivendo às portas dos tempos do fim, devem estar à frente como os obreiros do evangelho. Se vocês de fato acreditam nos avisos de Deus sobre os Últimos dias, vocês então se levantarão e trabalharão para Ele, assim como Noé construiu sua arca da salvação. Nós precisamos de obreiros de Deus que trabalhem conosco e se coloquem do lado de Deus, não do lado das pessoas deste mundo que zombam e ficam rindo de nós.
Em nossa Igreja, há muitos obreiros. Deus tem enviado muitos. Eu tenho sempre orado a Deus para nos enviar obreiros, e assim Deus tem respondido minhas orações e de fato enviado muito trabalhadores. Meus amados irmãos, agora é a hora de vocês responderem ao chamado de Deus. Deus está chamando vocês como Seus obreiros. Responda humildemente ao Seu chamado, dizendo: “Sim, Senhor. Embora eu não tenha dons e seja muito incapaz, eu vou obedecer. Envia-me, Senhor.” São esses obreiros que Deus está chamando.
Existe alguém entre os justos que acha que não pode se tornar um obreiro de Deus por causa das suas fraquezas? Você ama o Senhor com todo o seu coração? Você ama o evangelho da água e do Espírito? Você crê que essa era está perto dos tempos da Grande tribulação? Você deve então atender ao chamado de Deus.
É necessário que se levantem muitos obreiros que possam dedicar suas vidas por completo para servir ao Senhor, e que possam servi-Lo também com seus bens materiais. Meus amados irmãos, vocês querem trabalhar com a Igreja de Deus? Então, vamos todos fazer a obra de Deus juntos. A obra do Senhor nunca, jamais é em vão. Se nós fizermos só um pouquinho, e se nós tentarmos só um pouquinho, nós podemos ganhar, pela fé, muitas almas que são muito mais preciosas do que todo o mundo. E quando essas almas crescerem e elas mesmas forem pregar para outras almas, ainda mais almas serão ganhas. Essa obra espiritual trará a você ainda mais satisfação, muito e muito mais, do que qualquer obra que você fizer nessa terra.
Diante de Deus, os servos mais sábios nos últimos dias, os santos mais sábios nos últimos dias das tribulações, não são nenhuns outros senão aqueles que anunciam o evangelho da água e do Espírito a todo ser humano, que foi criado à imagem e à semelhança de Deus. E eles são aqueles que alimentam as almas com o alimento espiritual. Eles as alimentam com o evangelho da água e do Espírito, a Palavra que alimenta, a Palavra da verdade. São estes santos que são sábios. E nosso Senhor está procurando por tais santos nestes últimos dias.
Especialmente nesses tempos agora, quando a vinda do nosso Senhor está próxima, Ele está procurando por essas almas. Deus está procurando por obreiros que atendam ao Seu chamado. Quando nosso Senhor voltar e ver os obreiros que estão fazendo Sua obra com fidelidade, Ele irá nos reputar como “servos bons e fiéis,” confiará a nós outras obras, nos dará grandes recompensas, e derramará Sua graça sobre nós.
Todavia, se alguém disser, mesmo sabendo que o fim está próximo: “Mas ainda vai levar um bom tempo para que o Senhor realmente volte. As pessoas ficam dizendo o tempo todo que a volta do Senhor é iminente, mas ainda não aconteceu, então eu tenho certeza que a Sua vinda ainda vai demorar,” e se ele der anteção aos seus amigos e somente beber e comer, mesmo o Senhor estando perto, quando nosso Senhor de fato voltar, Ele chamará esse servo mal e lhe dará sua porção junto com a dos hipócritas. O Senhor disse: “Assim será na consumação do século. Virão os anjos e separarão os maus dentre os justos, e os lançarão na fornalha de fogo, onde haverá pranto e ranger de dentes” (Mateus 13:49-50). Ele com certeza vai separar os maus dos justos e lançá-los fora do Reino de Deus.
Essa não é a minha palavra, mas a própria Palavra de Deus. Vamos todos juntos para Mateus 24:44-51 para vermos isso: “Por isso estás vós também apercebidos, porque o Filho do homem há de vir à hora em que não penseis. Quem é, pois, o servo fiel e prudente a quem o Senhor constituiu sobre sua casa, para o sustento a seu tempo? Bem-aventurado aquele servo a quem o Senhor, quando vier, achar servindo assim. Em verdade lhe digo que confiará todos os seus bens. Porém, se aquele servo for mal e disser consigo: o meu senhor tarde virá, e começar a espancar os seus conservos, e a comer e a beber com os ébrios, virá o senhor daquele servo num dia em que o não espera, e à hora em que ele não sabe, e castigá-lo-á, e lhe dará a sorte dos hipócritas. Ali haverá choro e ranger de dentes.”
Nosso Senhor definiu ‘um servo fiel e prudente’ como aquele que fielmente alimenta Seu povo com o alimento espiritual no tempo devido quando o Senhor o coloca como mordomo sobre tudo em Sua casa. Bem-aventurados os servos cujo Senhor, quando voltar, encontrá-los alimentando Seu rebanho com a Palavra de Deus. O Senhor dará o Paraíso para tais servos bons e fieis.
Por outro lado, Ele define um servo mal como aquele que não crê na Sua volta iminente, e assim não teme seu Senhor, começa a bater nos seus empregados, e come e bebe com os bêbados. Mas o Senhor certamente virá no dia em que ele não estiver esperando e na hora que ele não estiver atento, e irá dividi-lo ao meio e dará sua porção junto com a dos hipócritas. E o servo mal será lançado nas trevas; ali haverá choro e ranger de dentes.
Não existe ninguém que seja mais maligno diante do nosso Deus do que aquele, que mesmo tendo nascido de novo, não tem cuidado das outras almas, mas ao invés disso se mistura com os do mundo, bebendo e comendo com eles, sendo contaminado por eles. Aqueles que não vivem para o evangelho mesmo tendo recebido a remissão de pecados são mais malignos do que aqueles que não receberam a remissão de pecados. O Senhor irá dividi-los ao meio. O senhor dirá a eles: “Saiam daqui! Eu não preciso de vocês. Vocês merecem ser lançados no inferno. Pessoas malignas como vocês não podem viver comigo.” Ele então lançará todos fora.
Meus amados irmãos, uma vez que os pecadores recebem a remissão de pecados e se tornam justos, a razão pela qual eles devem viver é o evangelho da água e do Espírito. Você crê que os tempos da Grande Tribulação estão perto de nós? Se você crê, então você tem que saber que certamente serão levantados muitos obreiros de Deus que colocarão de lado as coisas do mundo. São estas pessoas que se tornarão obreiros de Deus. Por terem se tornado servos de Deus sábios é que eles crêem que o fim dos tempos está próximo, e colocam de lado as coisas do mundo, negam a si mesmos, e se apegam mais a Deus.
Porém eu não estou dizendo aqui que você deve deixar todas as suas obrigações no mundo agora. Dentre os nascidos de novo, somente aqueles que querem dedicar suas vidas inteiramente à obra de Deus devem fazer isso. Se o justo verdadeiramente crê na Palavra, então ele crê que o início das tormentas é agora que a fome e os terremotos são abundantes, quando nações se colocam contra nações e declaram estado de guerra umas as outras. E se eles verdadeiramente crêem na Sua iminente volta, eles voluntariamente vão se tornar obreiros de Deus que anunciam o evangelho nestes últimos tempos.
Você tem essa fé? Então você deve se dispor das suas ligações com o mundo. Busque conselho com seu líder espiritual e então se desfaça das suas coisas do mundo. Mas você deve fazer isso pela fé porque “tudo que não provém da fé é pecado” (Romanos 14:23).
Meus amados irmãos, mesmo que seus corações desejem viver para o Senhor, e vocês tenham bens materias e seu corpo físico para cuidar, vocês ainda estão hesitantes, pensando, “mas eu ainda preciso dos meus bens materiais, ainda mais agora que os tempos do fim estão chegando, já que eu tenho que me preparar para esses tempos.” Mas vocês nunca devem se apegar aos seus bens materiais. Separem alguma coisa para usar, e então entreguem o restante ao Senhor.
Você pode pensar: “Eu acho que o Reverendo Jong nunca diria algo assim. Como é que ele pode dizer isso assim de forma tão direta?” Mas meus amados irmãos, mesmo assim eu ainda os exorto a dar seus tesouros ao Senhor. Deus irá aceitá-los com alegria. E Ele irá usá-los como Seus preciosos instrumentos. Geralmente, isto não é algo que eu digo a vocês. Mas se vocês me pedissem para dizer-lhes honestamente o que realmente está em meu coração, eu então diria: “disponham-se das suas possessões no mundo.” Mas eu também colocaria uma pré-condição aqui, isto é, que somente aqueles que queiram servir o Senhor devem fazer isso.
Aqueles de vocês, que têm seus empregos, trabalhem corretamente. Os justos que não forem para os campos da colheita como obreiros de tempo integral do evangelho devem trabalhar de forma correta nos seus empregos e manter o ministério com aquilo que eles produzem. Vocês devem apoiar a Igreja com quanto mais ajuda material possível para que ela possa anunciar o evangelho. Seja fiel a essa obra em toda sua vida, porque está escrito: “Sê fiel até a morte, e dar-te-ei a coroa da vida” (Apocalipse 2:10).
E aqueles que quiserem dedicar suas vidas inteiramente ao ministério e viver totalmente para esse evangelho, deixem que os diáconos cuidem dos seus bens materiais, e dediquem-se por completo a pregar a Palavra e anunciar o evangelho. Se vocês querem se tornar tais obreiros, peçam aconselhamento ao seus líderes espirituais, e se for possível, deixem seus negócios no mundo. Quando eu me refiro aos ‘seus líderes espirituais,’ eu tenho certeza que vocês não os confundirão com os pastores deste mundo, que não crêem no evangelho da água e do Espírito, e por isso, ainda não nasceram de novo.
Se vocês me perguntarem: “qual é a melhor maneira de eu viver?” Isto é algo que eu quero dizer-lhes com sinceridade, pois é algo que beneficiará vocês imensamente. E eu creio que tais pessoas serão totalmente guiadas pelo Senhor, e serão aqueles que viverão a vida mais frutífera e plena nesses tempos do fim.
É na Palavra de Deus que eu creio e confio. Eu não posso confiar em mim mesmo. Então eu jamais confio em mim mesmo, mas ao invés disso eu nego a mim mesmo.
Meus amados irmãos, esses tempos que estamos vivendo não são os tempos das tribulações? Eles são realmente. Isso significa que estamos nos aproximando agora da inevitável definição deste mundo. Devemos viver de acordo com esses tempos. Nós os santos nascidos de novo devemos nos adptar as condições desses tempos.
Todos dizem que entramos na era da globalização. Mas só porque já deixamos para trás as coisas velhas não significa que nos adaptamos a essa nova era de globalização. Agora que a proteção ambiental se tornou um assunto de suma importância, separar nosso lixo para ser reciclado não significa viver uma nova vida. Apenas quando você vive para o evangelho é que você se torna uma nova pessoa adaptada a este mundo. Quando os tempos mudarem e a era das tribulações chegarem até nós, não devemos colocar nossos corações neste mundo como antes, como se fôssemos viver por mil anos.
Nós temos que nos tornar os trabalhadores da colheita. É tempo de você deixar suas obrigações no mundo. Repetindo, eu não estou dizendo aqui que você deve fazer isso. Ao contrário, eu estou exortando somente aqueles que realmente amam as outras almas e anseiam por dedicar suas vidas por completo a obra do Senhor a dispor das suas relações com o mundo. Porque quando alguém faz isso e serve ao Senhor, sua vida se torna verdadeiramente mais digna e muito frutífera.
Meus amados irmãos, não se preocupem com os seus filhos. Seus filhos não passarão fome só porque vocês servem ao Senhor. Não fiquem preocupados de maneira nenhuma. Deixa eu colocar isso bem claro aqui: eu não estou dizendo aqui para vocês abandonarem seus próprios filhos e suas casas. Ao contrário, eu estou dizendo a vocês que primeiro sirvam ao Senhor e cuidem da Igreja de Deus. Eu estou pedindo a vocês, em outras palavras, que vivam para o evangelho nesses tempos de tribulação até o dia do Senhor voltar. Nosso Senhor também nos exorta com encorajamento, dizendo: “Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas” (Mateus 6:33). Eu creio que se vocês realmente crerem que não estamos entrando nos tempos da tribulação, muitos trabalhadores surgirão entre vocês.
Deus está procurando por servos prudentes e fiéis. Ele está à procura dos obreiros que pregarão o evangelho fielmente. Jesus disse: “A seara é realmente grande, mas os ceifeiros são poucos.” É por isso que nosso Senhor nos disse para orarmos por esses servos, e que nós mesmos, que estamos orando por isso, saiamos aos campos para a colheita.
Eu agradeço demais ao Senhor. Eu agradeço demais ao Senhor dos justos que nos capacita a discernir o tempo de tudo, que ensina e guia a todos nós, para que sirvamos ao evangelho nesses tempos do fim. Oremos ao Senhor para que Ele envie Seus obreiros. Vamos pedir a Ele que nos permita trabalhar junto com eles.
Vamos orar sem cessar para que Ele nos envie esses obreiros, e vamos fazer Sua obra pela fé. Aleluia!