Sermões

Assunto 13: O Evangelho Segundo MATEUS

[Capítulo 12-2] (Mateus 12:9-37) Você Quer Saber o Que é a Blasfêmia Contra o Espírito Santo?

(Mateus 12:9-37)
“Partindo dali, entrou na sinagoga deles, e estava ali um homem que tinha uma das mãos ressequidas. Eles, para o acusarem, o interrogaram: é lícito curar no sábado? Ele lhes respondeu: qual de vós será o homem que, tendo uma ovelha, e, no sábado ela cair numa cova, não vai apanhá-la e tirá-la de lá? Quanto mais vale um homem do que uma ovelha? Logo, é lícito fazer bem nos sábados. Então disse àquele homem: estende a tua mão. Ele a estendeu, e ficou sã como a outra. Os fariseus, tendo saído, formaram conselho contra ele, para o matarem. Jesus, sabendo isso, retirou-se dali. Acompanhou-o uma grande multidão, e ele curou a todos, recomendando-lhes rigorosamente que não o manifestassem. Para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta Isaías:
Aqui está o meu servo, que escolhi,
O meu amado, em quem minha alma se compraz.
Porei sobre ele o meu Espírito,
E anunciará juízo aos gentios.
Nao contenderá nem clamará,
Nem alguém ouvirá pelas ruas a sua voz.
Não esmagará o caniço quebrado
E não apagará a mecha que fumega,
Até que faça triunfar o juízo.
E no seu nome os gentios esperarão.
Trouxeram-lhe então um endemoninhado cego e mudo, e ele o curou, de tal forma que o cego e mudo falava e via. E toda a multidão se admirava e dizia: não é este o filho de Davi? Mas os fariseus, ouvindo isto, diziam: este não expulsa os demônios senão pelo poder de Belzebu, príncipe dos demônios. Jesus, porém, conhecendo os seus pensamentos, disse-lhes: todo reino dividido contra si mesmo acabará em ruína, e toda cidade, ou casa, dividida contra si mesma, não subsistirá. E, se Satanás expulsa a Satanás, está dividido contra si mesmo. Como, pois, subsistirá o seu reino? Se eu expulso os demônios pelo poder de Belzebu, por quem os expulsam então os vossos filhos? Portanto eles mesmos serão os vossos juízes. Mas, se eu expulso os demônios pelo Espírito de Deus, certamente é chegado a vós o reino de Deus. Ou, como pode alguém entrar na casa do valente e roubar os seus bens, se primeiro não amarrá-lo, saqueando então a sua casa? Quem não é por mim, é contra mim, e quem comigo não ajunta, espalha. Portanto eu vos digo: todo pecado e blasfêmia se perdoará aos homens, mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada. Se alguém disser alguma palavra contra o filho do Homem, isso lhe será perdoado, mas se alguém falar contra o Espírito Santo, isso não lhe será perdoado, nem neste mundo nem no futuro. Ou fazei a árvore boa e o seu fruto bom, ou fazei a árvore má e o seu fruto mau, pois pelo fruto se conhece a árvore. Raça de víboras, como podeis vós dizer boas coisas, sendo maus? Pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca. O homem bom tirar boas coisas do seu bom tesouro, e o homem mau do mau tesouro tira coisas más. Mas eu vos digo que de toda palavra frívola que os homens proferirem hão de dar conta no dia do juízo. Pois pelas tuas palavras serás justificado e pelas tuas palavras serás condenado.”
 
 
Qual é o Pecado de Falar Alguma Palavra Contra o Filho do Homem?
 
De Mateus 12:9 em diante, nós vemos uma controvérsia surgindo, provocada pela cura de um doente por Jesus no Sábado. Antes desse evento, nós vimos como os discípulos de Jesus foram acusados pelos fariseus de colher espigas de milho no Sábado e comê-las. Mas apesar dessa crítica, Jesus foi em frente e curou muitos doentes até mesmo no Sábado.
O senhor curou um homem que tinha a mão ressequida, e Ele também curou um endemoninhado no mesmo dia, um homem que era surdo e mudo. Por causa disso, Ele passou a ser tratado como chefe dos demônios pelos fariseus, que O acusaram assim: “este não expulsa os demônios senão pelo poder de Belzebu, príncipe dos demônios.” Os fariseus eram de fato homens tolos, porque eles não reconheceram o ministério de Jesus, assim como não entenderam que o Filho de Deus veio a essa terra como um homem e curou as enfermidades tanto do corpo quanto da alma. Foi por isso que os fariseus acusaram Jesus de estar possuído por demônios.
Entretanto, nosso Senhor disse aos fariseus: “se eu expulso os demônios pelo Espírito de Deus, certamente é chegado a vós o reino de Deus,” e Ele continuou dizendo: “Portanto eu vos digo: todo pecado e blasfêmia se perdoará aos homens, mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada. Se alguém disser alguma palavra contra o filho do Homem, isso lhe será perdoado, mas se alguém falar contra o Espírito Santo, isso não lhe será perdoado, nem neste mundo nem no futuro” (Mateus 12:31-32). Jesus disse que todos os pecados de todo mundo seriam perdoados, mas a blasfêmia contra o Espírito Santo não seria perdoada. O tema comum que está sob cada um desses versos é que “se alguém blasfemar contra o Espírito Santo e se colocar contra Ele, ele não será perdoado neste mundo, nem será perdoado no mundo futuro.”
O que, então, é a blasfêmia contra o Espírito Santo? Nós precisamos ter um entendimento claro do que é esse pecado de blasfêmia contra o Espírito Santo, e devemos ter certeza para não cometermos esse pecado.
Jesus o nosso Salvador é o Filho de Deus. Esse Jesus veio a essa terra no corpo de um homem e salvou de uma maneira perfeita todos os pecadores dos seus pecados e da destruição, mas nós temos a chance de crer nEle como nosso Salvador ou rejeitá-Lo. É possível que alguém diga: “eu não reconheço Jesus como o Filho de Deus.” E também é possível que ele não creia nEle. Alguém pode inventar algo sobre o Seu nascimento e acusá-Lo. Além disso, existem também aqueles que, por não crerem em Jesus, não hesitam em blasfemar contra Ele. Esses pecados são o pecado de falar contra o Filho do homem usando de palavras. Entretanto, mesmo todos esses pecados podem ser perdoados se alguém deixar seu modo de vida pecador, passar a reconhecer Jesus como Filho de Deus, e crer no evangelho da água e do Espírito.
 
 
O Que, Então, é a “Blasfêmia de Falar Contra o Espírito Santo”?
 
Deixa eu te dar a resposta certa primeiro. A blasfêmia contra o Espírito Santo é não crer mas blasfemar contra as obras da salvação que Jesus cumpriu por nós – isto é, se recusar a crer que Jesus veio a essa terra no corpo de um homem, e que Ele salvou a humanidade do pecado, foi batizado por João Batista e derramou Seu sangue. Aqueles que negam ou se recusam a crer nessa Verdade estão cometendo o pecado de blasfêmia contra o Espírito Santo, e por isso jamais serão perdoados. Devemos compreender então como é terrível esse pecado de blasfêmia contra o Espírito Santo. Quando nosso Senhor estava nessa terra, Ele cumpriu Suas obras com o evangelho da água e do Espírito; qualquer um cujo coração não crê naquilo que Ele fez por nós, e ao invés disso se coloca contra Ele, está comentendo o terrível pecado de blasfemar contra o Espírito Santo. Por essa razão, aqueles que se recusam a crer no evangelho da água e do Espírito cometerão para sempre esse pecado de blasfemar contra o Espírito Santo.
Nosso Senhor Jesus nasceu nessa terra no corpo de um homem através do corpo de uma mulher chamada Maria. Quando Ele fez 30 anos, Ele foi batizado no rio Jordão por João Batista, o representante da humanidade, e por meio desse batismo Ele recebeu todos os pecados da humanidade de uma vez por todas. Ele então foi à Cruz e morreu crucificado, cumprindo assim toda a justiça. Ao fazer todas estas coisas, Ele purificou todos os pecados deste mundo.
Quando Ele foi ser batizado, Ele disse a João: “deixa por agora, pois assim nos convém cumprir toda a justiça” (Mateus 3:15). Foi porque Jesus aceitou os pecados de toda a humanidade quando foi batizado por João Batista que aqueles que crêem podem ser lavados de todos os seus pecados. Foi porque Jesus veio como o Salvador dos pecadores que Ele levou todos os pecados que tínhamos no mundo ao ser batizado por João Batista. Sendo assim, esse Jesus que foi batizado por João Batista levou sobre Si todos os pecados do mundo, foi crucificado, e assim cumpriu toda a justiça de Deus de uma vez por todas. Esse é o evangelho da água e do Espírito que Deus nos deu.
Eu disse que “não crer nesse verdadeiro evangelho” é o próprio pecado de blasfêmia contra o Espírito Santo. A razão para isso é que a salvação da humanidade dos seus pecados realizada pelo Deus Triuno foi alcançada através do evangelho da água e do Espírito, e portanto não crer nesse evangelho se constitue uma blasfêmia contra o Espírito Santo. Assim sendo, aqueles que não crêem no evangelho da água e do Espírito que nós hoje pregamos, mas se colocam contra ele, são aqueles que cometem esse pecado de blasfêmia contra o Espírito Santo. A Blasfêmia contra o Espírito Santo está no pecado de não crer no que o Deus Triuno fez por nós. Este pecado está relacionado ao tipo de pecado que não crê no evangelho da água e do Espírito, e portanto às piores obras. Esse pecado é um pecado mortal que não pode ser perdoado neste mundo, nem no mundo vindouro.
Em Jesus Cristo, Deus Pai planejou a salvação da humanidade dos seus pecados antes da fundação do mundo, e fez com que Jesus cumprisse esse plano. E como Jesus Cristo o Filho de Deus nasceu nessa terra, e como Ele foi batizado por João Batista aceitando todos os pecados do mundo ao ser crucificado, Ele se tornou o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. Como esse Cordeiro de Deus que levou os pecados do mundo, Jesus Cristo nos salvou por meio do evangelho da água e do Espírito.
Hoje, mesmo entre aqueles que confessam crer em Jesus como seu Salvador, ainda nos deparamos com muitos que cometem o pecado de blasfêmia contra o Espírito Santo. Eles são tão teimosos e tolos que têm coragem de resusar o evangelho da água e do Espírito mesmo depois que ouvem este verdadeiro evangelho. Mas se eles não crêem na Verdade desse evangelho porque não o conhecem ou ainda não o ouviram, então eles ainda têm uma chance de ser salvos. Os pecados que as pessoas cometem na sua ignorância em relação a Verdade da Salvação não pertencem ao pecado de blasfêmia contra o Espírito Santo nem é um pecado para a morte (1 João 5:16). Por crerem no evangelho da água e do Espírito, todos os pecadores podem receber a remissão de todos os seus pecados pela fé.
Porém aqueles que não crêem no evangelho da água e do Espírito mesmo quando o conhecem não podem ser perdoados de todos os seus pecados, porque eles cometem o pecado da blasfêmia contra o Espírito Santo. Isso acontece porque apenas o evangelho da água e do Espírito tem o poder de purificar todos os seus pecados. Se alguém não crê mas rejeita o que Jesus Cristo o Filho de Deus fez por nós quando Ele veio a essa terra – isto é, o fato que Ele levou os pecados do mundo ao ser batizado por João e ao derramar Seu sangue na Cruz – e se alguém não somente rejeitar mas também impedir que outros creiam se colocando contra o verdadeiro evangelho “mesmo depois de ter ouvido a verdade,” ele então está cometendo o pecado de blasfêmia contra o Espírito Santo que não pode ser perdoado neste mundo nem no mundo vindouro. Resumindo, a blasfêmia contra o Espírito Santo é o pecado que por livre vontade rejeita e nega o verdadeiro evangelho mesmo depois de ter tido conhecimento da Verdade do evangelho da água e do Espírito (Hebreus 6:4-8, 10:26-29).
 
  
Nascer de Novo da Água e do Espírito, Essa é a Verdade que Nós Devemos Acreditar?
 
Em João 3, Jesus disse a Nicodemos: “quando alguém nasce de novo da água e do Espírito, ele pode entrar no Reino de Deus e ver o Pai também. Mas a não ser que alguém nasça de novo, ele não pode entrar nem ver o Reino dos Céus.”
Foi para libertar os pecadores das suas iniquidades que Deus Pai enviou Seu Filho Jesus Cristo a essa terra para cumprir a Sua vontade: Deus Pai fez Jesus Cristo ser batizado para que Ele levasse todos os pecados do mundo, e permitir que Ele morresse na Cruz enquanto carregava todos os pecados do mundo, ressuscitando dos mortos, e ascendendo aos Céus. Depois de completar os ministérios desse evangelho da água e do Espírito, nosso Senhor ascendeu aos Céus, e depois disso Deus permitiu que o Espírito Santo fosse enviado aos coraçãos daqueles que crêem nEle. Agora, o Espírito Santo habita em nós, e nos guia para sempre.
Assim, nosso Senhor deu a Palavra do evangelho da água e do Espírito a todos os pecadores, e libertou todos os crentes dos seus pecados. Ao fazer isso, Ele concedeu a nós o dom do Espírito Santo, junto com a remissão dos nossos pecados, e aos corações daqueles que crêem na Palavra do evangelho da água e do Espírito. Todos esses ministérios da verdade são os ministérios da água e do Espírito, e eles são a verdade da remissão de pecados que estão reunidos nesta Verdade do evangelho da água e do Espírito.
Sendo assim, as pessoas devem entender que a não ser que elas creiam no poder do evangelho da água e do Espírito, elas não poderão receber a remissão dos seus pecados, nem escapar de blasfemar contra o Espírito Santo. Mas elas devem evitar isso pela fé. Porque as pessoas não crêem na Palavra do evangelho da água e do Espírito e a desobedecem é que elas não conseguem receber a remissão dos seus pecados para sempre. Isso porque o Espírito Santo e Jesus são também Deus para nós assim como o Pai. Como esse Deus Triuno veio até nós através dos ministérios do Pai, do Filho, e do Espírito Santo, Ele ainda é o mesmo, o nosso único Deus. Pelo fato de Deus ter planejado nossa salvação para nos libertar dos nossos pecados, e por Ele ter cumprido e completado Suas Obras como Ele havia planejado para apagar todos os nossos pecados, qualquer um que rejeite essas obras da salvação depois de ouvi-las está comentendo blasfêmia contra o Espírito Santo, e ele nunca, jamais poderá ser liberto dos seus pecados.
O evangelho de Mateus registrou o que um discípulo de Jesus chamado Mateus viu e ouviu quando ele O seguiu por todos os lugares. Para que vejamos os ministérios que Jesus realizou, nós precisamos ler os Quatro Evangelhos primeiro. Ao Ler estes Quatro Evangelhos, uma vez eu me lembrei de como a Palavra de Deus é totalmente maravilhosa. Eu pensei: “A Palavra dos Quatro Evangelhos é de fato a magnífica verdade. Não é apenas o que Jesus fez que está registrado nela, por isso somente quando eu tento entendê-la baseado na Verdade do evangelho da água e do Espírito é que eu posso entender o que Jesus realmente quis dizer.”
A menos que alguém conheça e creia na Verdade do evangelho da água e do Espírito, ele nunca entenderá a vontade de Deus. Jesus disse a Nicodemos que apenas os nascidos de novo poderiam entrar no Reino de Deus e vê-lo. Isso significa que a menos que alguém nasça de novo por crer na Palavra do evangelho da água e do Espírito, ele não poderá entrar no Reino de Deus. A todos neste mundo, eu continuarei pregando esse evangelho da água e do Espírito, para explicar que tipo de pecado é a blasfêmia contra o Espírito Santo.
Nosso Senhor veio a essa terra e realmente levou todos os pecados do mundo ao ser batizado pelos nossos pecados. Por meio desse batismo, Jesus aceitou todos os nossos pecados, não deixando nenhum para trás, e os purificando a todos. De uma vez por todas, Ele carregou até a Cruz todos os pecados de todos aqueles que crêem nEle, não deixando para trás nem o menor de todos eles. Ele então foi condenado em nosso lugar ao ser crucificado uma só vez, ressuscitou dentre os mortos, e se tornou assim nosso eterno Salvador de uma vez por todas. Entretanto, aqueles que não crêem na Verdade desse evangelho da água e do Espírito mesmo depois de ouvi-la, acabam para sempre caindo em pecado e blasfemando contra o Espírito Santo.
 
 
Curar as Enfermidades do Corpo Não é o Objetivo Final de Deus
 
Ouça atentamente o que o Senhor declarou aos mentirosos em Mateus 7. Ele disse que quando muito disserem a ele: “Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitos milagres?” Ele então lhes dirá: “Nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade!”
Qual foi a maior obra que Jesus realizou quando Ele veio a nós seres humanos, e qual foi o maior propósito dessa obra? Foi o Seu ato de justiça que tornou os nossos pecados brancos como a neve com o evangelho da água e do Espírito para nos fazer filhos de Deus. Esta é a vontade de Deus. E a fé que crê nisso é a fé que está de acordo com a vontade de Deus. A vontade de Deus é purificar todos os pecados da humanidade e apagá-los com o evangelho da água e do Espírito, não somente curar as enfermidades do corpo. Afinal de contas, o que há de tão especial em se curar a doença física de alguém?
Algum tempo atrás, alguém de fora veio à Coréia para testar a autenticidade da fé daqueles que afirmavam ser capazes de expulsar demônios em nome de Jesus e realizar sinais e maravilhas. Colocando um milhão de dólares como prêmio, ele prometeu dar esse dinheiro a qualquer um que de fato pudesse demonstrar seu poder sobrenatural. Ele fez essa promessa publicamente num programa de televisão. Ele havia feito isso nos Estados Unidos e na Inglaterra também, e então ele veio à Coréia para fazer a mesma coisa.
Quando esse homem veio à Coréia e desafiou todos aqueles que afirmavam ter poder sobrenatural a provar o que eles diziam, ele estava dizendo a eles diretamente: “Apareçam! Vamos colocar um ponto final neste assunto de uma vez por todas em público. Se vocês realmente podem curar os doentes e abrir os olhos aos cegos impondo suas mãos sobre eles, eu darei a vocês um milhão de dólares na mesma hora!” Porém as pessoas que afirmavam que realizavam muitos milagres ficaram completamente em silêncio. No fim, ninguém aceitou o desafio.
Você crê no poder do evangelho da água e do Espírito? você crê nele? O único e verdadeiro evangelho que nosso Senhor falou é o evangelho da água e do Espírito. Contudo, muitos cristãos hoje afirmam que poderão ir para o Céu contanto que creiam em Jesus como seu Salvador, mesmo que eles não conheçam o evangelho da água e do Espírito. Tal fé vem de um evangelho inventado pela mente humana.
O que a Bíblia fala é sobre o poder do evangelho da água e do Espírito, e portanto se alguém diz que recebeu a remissão de pecados em seu coração, mesmo ele não tendo conhecido este evangelho da água e do Espírito, ele apenas está mentindo diante de Deus então. A prova disso é o fato dos seus pecados permanecerem intactos em seus corações. Tais pessoas, não importa o quanto elas declarem ser capazes de curar as doenças do corpo com o poder de Deus, são todas falsos profetas. É claro, eles podem fazer isso se eles quiserem, e as pessoas podem até pensar que suas obras são as do Espírito Santo. Todavia, Deus mesmo jamais aprovará sua fé, mas os chamará de hipócritas. Porque seus pecados ainda permanecem em seus corações, o que eles fazem não é a obra do Espírito Santo, mas a obra de Satanás.
De acordo com a passagem das Escrituras aqui, o que é pecado de blasfêmia contra o Espírito Santo, e o que é se colocar contra Deus, ambos são discutidos nessa passagem? Se Algúem blasfema contra o Espírito Santo e se coloca contra Ele, não pode ser perdoado. Esse pecado imperdoável é o seguinte: o próprio Deus, nosso Senhor, veio a essa terra, e ao ser batizado por João Batista no rio Jordão, aceitou todos os nossos pecados, todos os inúmeros pecados que cometemos por toda nossa vida, tantos quanto as estrelas do céu, tão extensos como a névoa pela manhã, e tão abundantes como as nuvens do céu. Ele então foi crucificado e derramou Seu sangue até morrer, ressuscitou dentre os mortos, e assim salvou a todos nós. O pecado de não crer nessa Verdade é o próprio pecado de blasfêmia contra o Espírito Santo.
Então ao ser batizado por João batista, e levando assim os pecados do mundo, ao ser crucificado e derramando Seu sangue até a morte, e ao ressuscitar dentre os mortos, Jesus de uma maneira perfeita nos tornou filhos de Deus por crermos nisso. Aqueles que crêem no batismo, morte, e ressurreição de Jesus são os que Deus chama de Seus próprios filhos. E como prova que Jesus salvou todos aqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito, Ele nos deu o dom do Espírito Santo. Mas antes de conceder a remissão de pecados, nosso Senhor jamais concede esse dom do Espírito Santo ao coração de ninguém.
Como Jesus Cristo o Filho de Deus veio a essa terra e cumpriu os ministérios do evangelho da água e do Espírito, se nós não crermos no que Ele fez por nós, mas ao invés disso O desobedecermos blasfemando contra Suas obras ou nos colocando contra Ele, então Ele nos tornará incapazes de receber a remissão dos nossos pecados para sempre. É por isso que nosso Senhor disse: “por que você não crê, já que Eu vim a essa terra para te mostrar o caminho da justiça?” Quando Jesus foi batizado por João Batista, Ele levou todos os pecados do mundo. E ao ser crucificado e tendo derramado Seu sangue na Cruz, Ele cumpriu toda a justiça de Deus.
Está escrito em Mateus 3:15, “deixa por agora, pois assim nos convém cumprir toda a justiça.” Aqui, A palavra ‘assim’ é ‘ou{tως ga;r’ em grego, e significa ‘apenas dessa forma,’ ‘mais adequadamente,’ ou ‘não há outra maneira além dessa.’ E as palavras “toda a justiça” em grego são ‘πάσαν δικαιοσύνην,’ a condição mais justa onde não há nenhum defeito. Essas palavras significam que Jesus levou sobre Si de modo irreversível e muito corretamente os pecados da humanidade por meio do batismo que Ele recebeu de João Batista, e que Jesus nos concedeu a justiça perfeita através do Seu batismo.
Ele está dizendo: “se, ao invés disso, você não crer mas rejeitar a Verdade do evangelho da água e do Espírito, onde Eu apaguei todos os seus pecados, o salvei dos seus pecados, e fiz de você filho de Deus, você será para sempre então incapaz de receber a remissão dos seus pecados. Então nunca, jamais cometa esse pecado de não crer nessa Verdade ou se colocar contra ela.”
 
 
A Relação Entre a Lei e os Nossos Pecados
 
Nós precisamos considerar aqui a razão pela qual Deus deu a Lei a nós seres humanos. Por que Deus deu a Lei ao povo de Israel no Antigo Testamento, e por que Ele deu a Palavra da Lei ao cristãos de hoje? Ele nos deu a Lei para que ela tivesse o papel de um espelho, para que você e eu possamos reconhecer nossa natureza pecaminosa e conheçamos os pecados que se encontram em nossos corações. Nosso Senhor ordenou a todos nós que não matássemos, e isso significa que nós temos um coração homicida. Em Marcos 7, Jesus disse que do coração do homem procedem os maus pensamentos, os adultérios, as prostituições, os homicídios, os furtos, a avareza, as maldades, o engano, a lascívia, a inveja, a blasfêmia, a soberba, e a loucura, e que os seres humanos cometem esses pecados desde o seu nascimento.
Davi, depois de ter sido repreendido pelo profeta por ter se deitado com Bate-Seba, esposa de Urias, confessou assim no Salmo 51 o seu pecado:
“Contra ti, contra ti somente pequei,
E fiz o que era mal diante de teus olhos,
De modo que és justicado quando falas,
E puro quando julgas.
Certamente em iniquidade fui formado,
E em pecado me concebeu a minha mãe” (Salmo 51:4-5).
Essa passagem quer dizer: “eu fui concebido em pecado e nasci em iniquidade. Mas Senhor, embora eu seja um homem que não pode evitar de pecar a minha vida inteira, se Tu dizes que Tu apagastes todos os meus pecados, então eu não tenho pecado, e se Tu dizes que eu tenho pecado, então todos os meus pecados permanecem intactos.”
Em Romanos 3:20, o Senhor diz: “pela lei vem o conhecimento do pecado.” A razão pela qual Deus nos deu a Lei é para que passemos a conhecer nossos pecados.
O povo de Israel saiu do Egito guiado por Moisés. Conforme eles seguiram Moisés por um mês até a terra de Canaã, eles chegaram ao deserto de Sin, que está entre Elim e Sinai. Então toda a congregação dos filhos de Israel murmurou contra Moisés e Arão no deserto, e como eles desobedeceram a vontade de Deus, eles sofreram muito nesse deserto. Quando eles chegaram ao deserto do Sinai no terceiro mês depois de terem saído do Egito, Deus falou a Moisés do Monte Sinai, e deu a ele as duas tábuas da Lei. E Ele fez com que Moisés lesse a Lei para o povo de Israel. Estes mandamentos de Deus e os estatutos que eles deveriam guardar continham 613 cláusulas.
Por que Deus deu a Lei ao povo de Israel por meio de Moisés? Os israelitas haviam se esquecido de Deus durante os 400 anos de escravidão no Egito. Eles de fato não conheciam o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó. Então ao dar a Palavra da Lei, Deus deu condições ao Seu povo de reconhecê-Lo e conhecê-Lo. Em outras palavras, Deus deu a Lei para que o povo de Israel conhecesse seus pecados.
O que mais Deus concedeu logo após ter dado a Lei? Ele estabeleceu o sistema sacrificial do Tabernáculo. Quando um pecador cometia iniquidades e reconhecia seu pecado diante da Lei, ele primeiro tinha que trazer um animal ao Tabernáculo para ser purificado desse pecado. Ele passava seus pecados a essa oferta do sacrifício impondo suas mãos sobre sua cabeça, cortava sua cabeça para derramar seu sangue, e então dava esse sangue aos sacerdotes. Os sacerdotes então colocavam esse sangue nas quatro pontas do altar de ofertas queimadas, cortavam sua carne em pedaços, colocavam sua gordura no fogo em cima do altar de bronze, e a oferecia como oferta queimada. Deus então aceitava essa oferta com prazer. A Bíblia diz que a Deus agradava aceitar tais ofertas somente quando quando elas eram oferecidas segundo o sistema sacrificial que Ele havia estabelecido.
Para fazer do povo de Israel Seu próprio povo, Deus primeiro teve que fazê-los conhecer Seus pecados, e quando eles entenderam seus pecados, Deus concedeu a eles o sistema sacrificial para que eles fossem purificados de todos os seus pecados e se tornassem Seu povo. Os cordeiros sacrificiais levavam e apagavam todos os seus pecados quando eles impunham suas mãos sobre a cabeça dos cordeiros e eles eram mortos em seu lugar. Assim sendo, quando conhecemos nossa pecaminosidade diante da Lei, nós também podemos receber a remissão de pecados crendo no Cordeiro de Deus que apagou todos os nossos pecados. Essa é a vontade do Espírito de Deus.
 
 
Nessa Época Atual, Deus Nos Deu o Evangelho da Água e do Espírito
 
O Cristianismo deve retornar agora à fé que crê no evangelho da água e do Espírito que nos foi dado pelo nosso Deus. Qualquer um que rejeite ou negue a Jesus Cristo sem compreendê-Lo através do verdadeiro evangelho nunca poderá ser perdoado. E aqueles que não crêem no evangelho da água e do Espírito e se colocam contra ele, mesmo que eles saibam quem é Jesus, e como Ele se tornou nosso Salvador ao levar sobre Si os pecados da humanidade através do Seu batismo e derramando Seu sangue na Cruz, estão todos cometendo o pecado de blasfêmia contra o Espírito Santo. Por isso, qualquer um que confesse crer em Jesus deve crer no evangelho da água e do Espírito. Rejeitar esse evangelho é o mesmo que perecer.
Nosso Senhor veio a essa terra, levou sobre Si nossos pecados através do Seu batismo, aceitou a condenação pelos nossos pecados, e assim tornou nossos pecados brancos como a neve, e fez de nós povo de Deus. Agora, todos aqueles que rejeitam o evangelho da água e do Espírito mesmo depois de ouvi-lo estão se colocando contra Deus. E se tornam para sempre incapazes de receber a remissão dos seus pecados.
Se nós não crermos no evangelho da água e do Espírito, mas seguirmos os sinais e maravilhas, então isso em si mesmo será desobediência à vontade de Deus. Deus permitirá que sinais e maravilhas aconteçam a nós quando precisarmos deles. Mas eles não significam todos os ministérios do Espírito Santo. Muitos cristãos pensam de maneira errada que eles podem ter a convicção de que o Espírito Santo habita neles ao experimentar fenômenos extraordinários no seu corpo – por exemplo, sentir um calor ou um movimento repentino em seu corpo. Entretanto, o Espírito Santo não trabalha assim.
Tais fenômenos chamativos, que não tem nada a ver com a remissão de pecados, com certeza são obras de Satanás. O Espírito Santo trabalha calmamente de acordo com a Palavra de Deus nos corações dos crentes no evangelho da água e do Espírito.
Meus amados irmãos em Cristo, nessa época atual, com o evangelho da água e do Espírito, estamos curando os corações de todas as pessoas da doença do pecado. A muito tempo atrás, nossos irmãos uma vez visitaram um hospital para testemunhar do evangelho. No terceiro andar, onde ficava a ala principal, eles encontraram uma mulher chorando num quarto. Quando eles saudaram os pacientes no quarto, todos ali disseram a eles para pregar o evangelho àquela mulher que estava chorando. Então nossos irmãos perguntaram a essa paciente: “por que você está chorando tanto? Seu coração está magoado?” Mas mesmo assim, a mulher continuava chorando.
Então, nossos irmãos entenderam que ela havia passado por sérios problemas espirituais, isto é, por uma situação de possessão demoníaca. Eles oraram por ela silenciosamente então: “Senhor amado, por favor toque o coração dessa mulher, cuide dele e o cure. Enxugue suas lágrimas e traga paz ao seu coração.” Quando ela ficou mais calma, os irmãos perguntaram porque ela estava chorando tanto.
Ela então disse a eles: “eu chorava tanto em casa que fui internada para um tratamento psiquiátrico. Mas mesmo depois de ser internada, eu continuei chorando por vários dias, e então meu médico me disse: ‘por favor, não chore tanto assim!’ Então eu disse a ele: ‘se você ao menos me enviar para a ala principal, ao invés de me colocar aqui nessa ala psiquiátrica, eu paro de chorar.’ Foi assim que eu cheguei aqui.”
Nossos irmãos conversaram com ela sobre o pecado, as vaidades da nossa vida, a salvação misericordiosa de Deus, e sobre a vida eterna que o Senhor nos concedeu. Depois de orarem por ela, eles deram a ela um livro de pregações que continha o evangelho da água e do Espírito e sairam do quarto. Porém quando alguns deles voltaram ao hospital no outro dia, eles viram algo maravilhoso. A mulher disse a eles que embora ela não pudesse entender totalmente o que o livro estava dizendo, quando ela começou a lê-lo sua mente começou a clarear. Ela disse: “quando eu leio outros livros, eu tenho uma dor de cabeça terrível. Mas quando eu leio esse livro, eu me sinto feliz e minha mente fica calma o dia inteiro.”
Nosso irmãos explicaram a ela o poder do evangelho da água e do Espírito novamente. Ele então recebeu a remissão de todos os seus pecados por ouvir e crer no evangelho da água e do Espírito. Depois de receber alimento espiritual por alguns meses, ela testemunhou como estava feliz por sair do hospital, como seu problema mental foi totalmente curado, e como ela foi curada daquela doença que havia lhe trazido tanta tribulação e feito ela chorar por noites inteiras.
Meus amados irmãos, no evangelho da água e do Espírito, existe o poder para apagar os pecados das pessoas. Sempre que sua mente estiver intranquila, você deve tentar ouvir também as pregações que falam do evangelho da água e do Espírito gravadas em fita, ou ler os livros que contém esse evangelho. Sua mente então se acalmará. Enquanto você medita sobre como o Senhor levou sobre Si todos os nossos pecados e como Ele os purificou a todos quando veio a essa terra, sua mente vai recuperar a serenidade, e a paz retornará ao seu coração.
A Bíblia diz que o Espírito Santo veio como um dom aos corações daqueles que receberão a remissão dos seus pecados. Está escrito em Atos 2:38, “arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados. E recebereis o dom do Espírito Santo.” Então, você tem que saber que o Espírito Santo vem aos corações daqueles que recebem a remissão dos seus pecados. Mas ao contrário, se você acredita que o Espírito Santo viria até você apenas através das suas orações e jejuns, então você está apenas seguindo uma fé completamente fútil.
Se você realmente entender o evangelho da água e do Espírito e crer nele corretamente, você receberá a remissão dos seus pecados na mesma hora que você crer nele. Você receberá uma nova fé nesta Verdade, e experimentará a transformação no seu coração automaticamente, e seus atos e suas obras de pregar o evangelho da água e do Espírito também te seguirão no tempo devido. Mas se nós ao invés disso tentarmos ser bons por meio dos nossos atos sem nem mesmo entender o evangelho da água e do Espírito, será ainda muito mais difícil para nós conseguir isso. Você pode até pensar que de alguma maneira é bom para você só ir à igreja e dar o maior número de dízimos possível, mesmo que isso faça você ter dívidas. Mas isso de forma alguma pode trazer algum benefício para sua alma, porque não é isso que significa ter a verdadeira fé.
Aqueles que não conhecem o evangelho da água e do Espírito têm pecado em seus corações. E eles não têm a mínima idéia de como resolver o problema dos seus pecados. Por esse motivo eles clamam a Deus, fazem suas orações de arrependimento, jejuam, praticam obras de penitência, ou tentam fazer boas obras por si mesmos. Enganadores, falsos pastores lhes dizem que eles devem orar a Deus pelos seus pecados, e continuam insistindo para que eles tenham uma fé cega no Seu perdão incondicional. Mas falando francamente, tudo isso é para compensar o sentimento de culpa que há em seus corações.
Porém sem aprender o evangelho da água e do Espírito, como pode alguém ser liberto dos seus pecados? Verdadeiros pastores estão sempre pregando o evangelho da água e do Espírito para que sua igreja possa ter uma fé poderosa na Verdade do evangelho. Uma vez que eles passem a crer no verdadeiro evangelho, cada questão espiritual se resolve por si mesma, e os crentes então passam a servir a Deus e a dar graças a Ele.
Meus amados cristãos, vocês sabem o que está por trás do falar línguas estranhas? Os falsos profetas na verdade treinam aqueles que não falam em línguas, como se alguém pudesse de alguma forma aprender a falar em línguas. Eles ensinam seus seguidores como enrolar a língua, forçando-os a continuar tentando uma vez atrás da outra, gritando ‘Aleluia’ mais e mais. Uma vez que as pessoas continuem fazendo isso, suas línguas ficam completamente enroladas no final, e eles não conseguem pronunciar nada certo. Baseados nessa pronúncia errada, os falsos pastores afirmam então que os seus alunos receberam agora o dom de falar em línguas. Mas isso nada mais é do que uma mentira. Qualquer um que tenha fingido orar em línguas sabe muito bem que tudo isso é uma mentira, e que isso não é resultado da obra do Espírito Santo. Ele sabe que isso não passa de um produto artificial da sua própria ilusão, onde ele de fato somente finge falar em línguas.
Essa é a obra do Espírito Santo? Quando o Espírito Santo é, por definição, santo, como poderia Ele entrar num coração pecaminoso? Quando nosso Senhor veio a essa terra, Ele falhou em apagar todos os nossos pecados ao ser batizado e derramando Seu sangue? Ele realmente apagou todos os nossos pecados, mas muitas pessoas, mesmo tendo a Palavra da Bíblia bem na sua frente, ainda não conhecem a Verdade do evangelho da água e do Espírito, nem crêem nela – é por isso que elas ainda estão perdidas em seus pecados. Alguns cristãos fazem realmente coisas do arco da velha e enganam os outros e a si mesmos, mas você deve conhecer a Palavra muito bem, ficar livre desses mentirosos, e crer no evangelho da água e do Espírito.
Ninguém deve cometer o pecado de blasfemar contra o Espírito Santo. Esse pecado de blasfêmia contra o Espírito Santo é o pecado de não crer no evangelho da água e do Espírito mesmo depois de ouvi-lo. Também é o mesmo pecado rejeitar e atrapalhar aqueles que estão pregando a Verdade que nosso Senhor veio a essa terra e de uma forma concreta apagou os pecados de todo o mundo, de todo ser humano neste mundo, sendo batizado, derramando Seu sangue na Cruz, e ressuscitando dentre os mortos. Nenhum outro ato se constitue o ato de se levantar contra Deus, e todas estas pessoas nunca serão remidas dos seus pecados, porque não crendo no evangelho da água e do Espírito, elas desobedecem o Espírito Santo. Então nunca, jamais devemos nos levantar contra o evangelho da água e do Espírito.
Sendo assim, muitas pessoas no mundo inteiro conhecem o evangelho da água e do Espírito, crêem nele, e estão seguindo o Espírito Santo de maneira apropriada. Muitos deles vieram se unir a nós como cooperadores voluntários em prol desse lindo evangelho. Eles estão totalmente conscientes de como foram enganados pelos mentirosos, e estão determinados a não serem enganados nunca mais. Porém para muitos deles, a Igreja de Deus não pode ser encontrada onde eles moram, e por causa disso eles não sabem o que fazer. Por isso, é tempo de vocês que crêem no evangelho da água e do Espírito se reunir para juntos adorar o Senhor. Deus com certeza então guiará todos vocês.
Tenham bom ânimo! Nós vamos suprir vocês com o pão da vida incessantemente. É por isso que eu comecei a escrever essa série de crescimento espiritual recentemente. Antes de mais nada, eu gostaria de explicar a vocês no mundo inteiro o que é exatamente cada capítulo do Evangelho de Mateus que estamos falando a vocês. Eu continuarei com essa preciosa tarefa de escrever livros com pregações de cada um dos livros da Bíblia. E eu quero ter nossos livros que contém o evangelho da água e do Espírito traduzidos em todas as línguas do mundo, para compartilhá-los com todos neste mundo inteiro e para alimentar todos os crentes. Isso não é algo que eu possa fazer por mim mesmo, mas é algo que todos nós devemos fazer juntos com nossos associados.
Para aqueles que ainda não conhecem o evangelho da água e do Espírito, nós devemos ser como o atalaia que toca a trombeta. O que você acha que o verdadeiro atalaia fazia diante de Deus? O profeta Isaías disse:
“Nos últimos dias se firmará
O monte da casa do Senhor no cume dos montes,
E se engrandecerá por cima dos outeiros;
Concorrerão a ele todas as nações” (Isaías 2:2).
Acontecerá que muitas pessoas virão a conhecer o evangelho da água e do Espírito, e entenderão que esse evangelho é a única verdade. Eles retornarão para Deus, saltando de gratidão como uma corsa, pregando o evangelho da água e do Espírito com júbilo em seus lábios, servindo ao Senhor com alegria, e O adorando pela Sua transbordante graça. Se o Senhor disse que é isso que acontecerá nos últimos dias, então isso certamente acontecerá sem nenhuma dúvida. E Deus está trabalhando através de nós agora para fazer com que essas coisas aconteçam.
O Senhor disse: “então conhecereis a verdade e a verdade vos libertará.” Aqui, a verdade nada mais é do que o evangelho da água e do Espírito, isto é, o evangelho da nossa salvação (Efésios 1:13). Viver uma vida de fé sem ao menos saber o que a Verdade do evangelho da água e do Espírito está dizendo não é viver uma verdadeira vida de fé. Se alguém se dedica à religião chamada Cristianismo sem pelo menos conhecer o evangelho da água e do Espírito, ele está inconscientemente comentedo idolatria.
Em todo o mundo, há muitos associados da nossa Missão que crêem no evangelho da água e do Espírito. E eu agradeço a Deus por nos ensinar a Verdade do evangelho da água e do Espírito. Todos nós devemos agradecer nosso Senhor por nos capacitar para não cometermos o pecado de blasfêmia contra o Espírito Santo, por permitir que creiamos no evangelho da água e do Espírito, e por ter nos salvado para sempre de todos os nossos pecados.
Aleluia!