Sermões

Assunto 16: O Evangelho Segundo JOÃO

[Capítulo 1-8] (João 1:29-31) Nós Não Teríamos Como Ser Mais Felizes

(João 1:29-31)
“No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! Este é aquele do qual eu disse: Após mim vem um homem que tem a primazia, porque era primeiro do que eu. Eu mesmo não o conhecia, mas para que ele fosse manifestado a Israel, vim, por isso, batizando com água.”
 
 
Você está muito cansado, não está? Eu estou esgotado. Mas eu sei que nós estamos muito cansados porque todos os dias trabalhamos duro para servir a justiça de Deus. Todos nós temos problemas, mas servimos ao Senhor apesar deles.
Durante essa semana, nós conseguimos converter algumas almas que são mais preciosas que todo universo no nosso culto evangelístico. Eu tenho certeza que essas almas foram salvas nestes dias por causa de toda obra que foi feita nesses cultos evangelísticos. Eu sou grato a todos aqueles que de alguma forma trabalharam neste evento, trazendo pessoas, distribuindo folhetos, orando, participando dos cultos, e daí por diante. Nós não temos como agradecer, até porque nós ganhamos muitas almas que são mais preciosas do que todo o universo. O culto evangelístico é algo que vale realmente a pena fazer! Nós também agradecemos muito ao Senhor quando recebemos boas notícias das pessoas que leram a nossa série de crescimento espiritual. Nós ficamos mesmo muito gratos.
Seria bem mais fácil para nós pregar o evangelho da água e do Espírito se não houvesse falsos mestres neste mundo. Hoje, pregar o evangelho da água e do Espírito é muito difícil porque há muitos cristãos que se opõem à Verdade da salvação. Além disso, pregar o evangelho da água e do Espírito estes dias está mais difícil do que nunca por causa daqueles que pregam os pseudo-evangelhos que se parecem muito com o verdadeiro evangelho. E eles fazem as pessoas ficarem confusas com seus falsos evangelhos. Ai dos falsos mestres, porque o Senhor disse: “Melhor fora que lhe pusessem ao pescoço uma pedra de moinho, e fosse lançado ao mar, do que fazer tropeçar um destes pequeninos”.
Aqueles que ainda não nasceram de novo livres dos seus pecados não podem distinguir o verdadeiro evangelho do falso. Por essa razão é que eles acabam sendo enganados pelos falsos pregadores. Eles são simplesmente a presa desses predadores, os lobos espirituais. Alguém me disse que um pastor na nossa cidade tinha planos de angariar na sua igreja uma oferta de 10 milhões de dólares para construir um enorme templo. Até agora esse pastor já conseguiu 4 milhões de dólares. Sua igreja tem cerca de 500 membros; qualquer dia ele vai acabar pedindo que os membros vendam suas casas para conseguir os 10 milhões de dólares.
Para ser sincero, aqueles que pregam falsos evangelhos parecidos com o evangelho da água e do Espírito estão usando seu ministério com a intenção de extorquir dinheiro dos seus membros. É por isso que eles dizem que cada pessoa em sua igreja representa dinheiro. É como os motoristas de táxi que dizem que todas as pessoas esperando condução representam dinheiro. Eles são muito diferentes dos servos de Deus que pregam o evangelho da água e do Espírito. Para aqueles que receberam a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito, cada alma é mais preciosa do que todo universo. Mas para aqueles que ainda não nasceram de novo, elas são vistas como dinheiro. É por isso que nós temos que agradecer a Deus por nos ter feito soldados que podem pregar o evangelho da água e do Espírito.
João disse quando viu Jesus: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” (João 1:29). A coisa mais feliz que aconteceu na minha vida religiosa foi quando eu entendi que nosso Senhor levou os nossos pecados de uma vez por todas quando foi batizado por João Batista e derramou o Seu sangue na Cruz. Eu não tive palavras que expressassem minha alegria quando eu compreendi a Verdade do evangelho da água e do Espírito. Nada mais em minha vida espiritual me deu mais prazer do que o evangelho da água e do Espírito. Até hoje eu ainda me lembro da alegria que eu senti quando eu encontrei o evangelho da água e do Espírito.
Por que eu sou tão feliz assim? Meu coração está feliz porque Jesus apagou todos os meus pecados de uma vez por todas ao ser batizado. Nosso Senhor por Sua graça nos livrou da condenação do pecado através do Seu batismo. Não há nada melhor que alguém possa fazer do que crer no evangelho da água e do Espírito. Como é que pode haver um evangelho mais maravilhoso do que este?
Nós não conhecíamos a verdadeira felicidade antes de encontrarmos o evangelho da água e do Espírito. Por isso, não há uma salvação mais maravilhosa do que aquela encontrada quando conhecemos e cremos no poder do evangelho da água e do Espírito. Quando nós ouvimos o evangelho da água e do Espírito a primeira vez, nós passamos a entender que essa é a verdade mais pura e simples. E com o passar do tempo, nós nos sentimos mais felizes ainda quando nos reunimos na Igreja de Deus para ouvir a Verdade do evangelho. Não existe realmente um evangelho mais maravilhoso para nós do que o evangelho da água e do Espírito. Não existe evangelho mais maravilhoso senão o que traz as boas novas que o Senhor levou todos os pecados deste mundo quando foi batizado por João Batista, nos salvando assim dos pecados do mundo.
Nós somos realmente felizes por cauda deste evangelho da água e do Espírito. Onde é que poderia haver notícias mais maravilhosas para nós que éramos pecadores? O sorriso brota do fundo do coração daqueles que receberam a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito. Se não há pecados em nosso coração, a alegria brota naturalmente e nos traz a paz. Se não temos pecados em nosso coração, o sorriso brota dele naturalmente porque ele está cheio de alegria. Isso acontece com vocês ou não? Sim, eu tenho certeza que isso é o que mesmo acontece com todos vocês.
Nós não temos como expressar nossa gratidão e felicidade por não termos mais pecados. Existe um filme muito famoso chamado “A Noviça Rebelde”. Eu me lembro que a história desse filme e suas músicas me alegravam muito e tocavam meu coração quando eu o assistia. Mas a alegria deste mundo não dura muito tempo.
A adoração que prestamos a Deus pela fé é maior do que os prazeres deste mundo. A alegria da salvação que o nosso Senhor nos deu apagando todos os nossos pecados é tão grande que não pode ser comparada com a alegria deste mundo. Você pode passar suas férias na praia de Waikiki no Havaí montando uma barraca debaixo de um coqueiro, tendo uma vista linda e belas garotas, mas no coração dos nascidos de novo existe uma alegria muito maior, uma alegria maior do que qualquer coisa deste mundo. A bênção de nascer de novo pelo evangelho da água e do Espírito não pode ser comparada com nenhuma outra bênção neste mundo. Quando estava prestes a ser batizado por João Batista, Jesus disse: “Deixa por agora, pois assim nos convém cumprir toda a justiça” (Mateus 3:15). E no outro dia João testemunhou: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” (João 1:29). Se esses versículos não estivessem escritos na Bíblia, todas as pessoas na terra morreriam sem nenhuma esperança. Nós recebemos a salvação quando cremos na promessa da salvação que nosso Senhor apagou todos os nossos pecados levando-os com Seu batismo e ao derramar Seu sangue. Com certeza nós tínhamos pecados antes de crermos no evangelho da água e do Espírito, mas agora eles foram apagados.
Acreditem as pessoas ou não no evangelho da água e do Espírito, o Senhor já apagou todos os pecados deste mundo. Nós recebemos a remissão de pecados pelo poder do evangelho da água e do Espírito que o Senhor nos deu, pois Ele levou os pecados do mundo e de uma vez por todas cumpriu a justiça de Deus. Nós temos a esperança verdadeira de que o evangelho da água e do Espírito está neste mundo. Embora haja muitos neste mundo que ainda não receberam a remissão de pecados, eles podem ser purificados se ouvirem esse evangelho da água e do Espírito e o aceitarem em seu coração. É por isso que ainda há esperança.
Nós vivemos uma vida feliz porque temos o evangelho de Deus e somos guiados pelo Espírito Santo. Os que receberam a remissão de pecados vivem louvando a Deus porque são felizes por serem justos. Este é evangelho pelo qual nosso Senhor apagou todos os pecados do homem ao ser batizado por João no rio Jordão (Mateus 3:15). Por que Jesus apagou os nossos pecados? Porque Ele nos amou muito. O Senhor veio a essa terra e nos salvou completamente dos pecados do mundo ao ser batizado por João no rio Jordão porque Ele nos amou demais a nós que vivíamos nessa terra. Jesus Cristo purificou os pecados deste mundo de uma vez por todas ao levá-los através do batismo que Ele recebeu de João Batista segundo a vontade de Deus Pai.
Há muitas pessoas neste mundo que não sabem que Jesus é Deus. Mesmo entre os cristãos, existem muitos que não O conhecem realmente. Algumas seitas cristãs em particular nem dizem que Jesus é Deus. Eles negam a natureza divina de Jesus. Até mesmo alguns santos da minha igreja não entendem perfeitamente essa verdade. Quando eles me ouvem dizer: “Jesus é Deus”, eles dizem que conseguem entender que Jesus é o Filho de Deus, mas não que Jesus é Deus. Mas tudo bem. Isso acontece porque eles ainda não aprenderam. É normal que com o tempo eles aprendam, saibam e creiam que Jesus é Deus e o Filho de Deus. Deus Pai e Jesus Cristo Seu Filho são onipotentes, oniscientes e onipresentes, eternos, soberanos, o Deus Todo-Poderoso. Ele é o Deus que criou esse universo infinito.
Por que Jesus Cristo sendo Deus veio até nós? Foi porque Ele nos amou e quis estar conosco. Jesus não pode ter uma verdadeira comunhão com os pecadores. Então, para termos comunhão com Deus, nós temos que nos tornar crentes no evangelho da água e do Espírito. Deus enviou Seu Filho a essa terra tendo aparência humana porque ele amou muito o mundo. Jesus veio até nós através do corpo de um ser humano. Está escrito em João 1:14: “O Verbo se fez carne, e habitou entre nós”. Jesus veio a este mundo em carne apesar de ser Deus em Sua essência. Jesus Cristo é o próprio Deus que criou este infinito universo.
O Deus Criador teve que vir como nosso Salvador. Deus o Salvador veio a essa terra tendo um corpo como o nosso, sofreu com as mesmas dores e tristezas que nós, foi batizado por João Batista e salvou os crentes no evangelho da água e do Espírito ressuscitando dos mortos depois de ter morrido na Cruz. O Senhor se tornou nosso Salvador, nosso Verdadeiro Deus. É por isso que nós chamamos Jesus de nosso Senhor e Salvador.
Jesus é realmente Deus (1 João 5:20). Por essa razão, nós vivemos revestidos e sentindo o amor de Deus em Jesus crendo Nele como nosso Senhor e Salvador. Jesus levou os pecados deste mundo de uma vez por todas ao ser batizado por João, foi levado à Cruz e recebeu a condenação que era nossa por causa dos nossos pecados. Nós os crentes no evangelho da água e do Espírito agora nos tornamos justos por causa do Senhor. Nós podemos fazer parte do povo de Deus quando somos salvos de todos os nossos pecados crendo de coração em Jesus Cristo. Nós somos totalmente salvos por causa do amor de Deus.
Portanto, como é que deve ser o verdadeiro conteúdo dos sermões dos pregadores cristãos? As pessoas que receberam a remissão de pecados dizem que Jesus levou os pecados do mundo ao ser batizado, e que Ele apagou todos os pecados através da Sua morte e ressurreição. Tudo que nós temos que pregar é que o Senhor apagou nossos pecados de uma vez por todas com o evangelho da água e do Espírito e se tornou nosso eterno Salvador.
Essa Verdade da salvação está gravada em seu coração? Mesmo que o preguemos para sempre, o evangelho da água e do Espírito nunca acabará, e nós temos que crer nisso porque esta é a Verdade que apagou todos os pecados. A Palavra do evangelho da água e do Espírito é a Verdade da salvação que é sempre boa quando a ouvimos. Este evangelho da água e do Espírito é de fato um evangelho abençoado, é o amor de Deus e também a Verdade da salvação. Sendo assim, aquele que ouve essa Palavra do evangelho recebe grandes bênçãos no coração.
Quando nós ouvimos o evangelho da água e do Espírito, temos que lançar fora nossos pensamentos e idéias fixas. Está escrito em Colossenses: “Tende cuidado para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas” (Colossenses 2:8). Nós não devemos ser enganados por meio de filosofias e vãs sutilezas. Nós temos que lançar fora nosso pensamento humano e crer na Palavra do evangelho da água e do Espírito segundo essa exortação.
Você já viu na Bíblia que Jesus levou os pecados do mundo através do batismo que Ele recebeu de João. Jesus veio a este mundo como o Cordeiro de Deus. Quando o sumo sacerdote impunha suas mãos sobre a cabeça do cordeiro do sacrifício, todos os pecados eram passados para ele. O cordeiro do sacrifício era morto então no lugar do pecados do povo. Da mesma forma, Jesus Cristo entregou Seu corpo como uma oferta espiritual queimada a Deus. Jesus remiu todos os nossos pecados “da mesma forma que a imposição de mãos do Antigo Testamento”, sendo batizado por João (Mateus 3:13-17).
As pessoas consideram a filosofia uma forma nobre de pensar e a respeitam muito. Elas a consideram essencial para que o homem tenha habilidade para pensar. É por isso que há um ditado que diz: “O homem é uma cana pensante”. Todavia, se você caminhar pelas ruas da Coréia, você vai encontrar muitos centros filosóficos. Centros filosóficos são lugares onde as pessoas comuns não têm coragem nem de se aproximar. Mas os centros filosóficos no nosso país são de fato lugares onde os videntes ganham a vida. Estes lugares são na verdade lugares irracionais, mas isso nos dá a certeza de que as pessoas dão muita importância à filosofia do mundo sem razão.
Mas a filosofia não tem nada de especial. A filosofia é apenas um sistema de pensamentos humanos. Mas Gênesis 6:5 diz: “Viu o Senhor que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra, e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era má continuamente”. Portanto, tudo que vem do pensamento do homem é falso, e o meio evangelho que foi criado e vem do pensamento humano nunca será igual ao verdadeiro evangelho da água e do Espírito, por mais que ele esteja orgulhoso da sua história e tradição. Por mais que nós creiamos no meio evangelho, nossos pecados não serão apagados. O que há demais no meio evangelho? Nada.
Somente a Verdade e o evangelho da água e do Espírito afirmam que Jesus levou os pecados do mundo através do batismo que Ele recebeu de João. João 1:29 é a prova concreta disso. Portanto, é uma bobagem substituir o evangelho da água e do Espírito pelo meio evangelho, a fim de consolar o coração com coisas humanas procurando adaptar a salvação aos nossos próprios pensamentos. Do que adianta eles estudarem teologia por 10 anos para ter seu ministério, e depois estudar ainda mais no exterior? Quando eles vão preparar um sermão, eles não vão reunindo aos poucos partes dos livros de filosofia, literatura, teologia, comentários, a própria Bíblia, e todos os dicionários que foram espalhados pela sua sala ao longo dos anos? Como isso deve ser trabalhoso! Esses sermões levam sofrimento às pessoas hoje em dia, ao invés conceder a remissão de pecados.
Nós temos que lançar fora essa fé filosófica que vem do pensamento humano. Aqui está o evangelho da água e do Espírito que afirma que Jesus apagou todos os nossos pecados. “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” (João 1:29). Nós recebemos a remissão de pecados em nosso coração na verdade quando cremos na evidência bíblica de acordo com a passagem de Mateus 3:15 e João 1:29.
O que está escrito sobre Jesus ter levado os pecados deste mundo à Cruz de uma vez por todas depois de ter sido batizado por João é a pura verdade. Não há nada a dizer a não ser crer, já que a Palavra de Deus afirma que Jesus levou todos os nossos pecados de uma vez por todas quando foi batizado por João Batista. É realmente uma bobagem não crermos na Verdade do evangelho da água e do Espírito devido nossos pensamentos carnais e filosóficos. A Vontade e os atos de Deus dizem que Ele nos salvou com o evangelho da água e do Espírito. Nós seremos burros e ignorantes se não crermos neste verdadeiro evangelho em nossos pensamentos.
Meus amados irmãos, se nosso país entrar em guerra e você for capturado, o que você vai dizer aos seus inimigos? Se eu fosse um prisioneiro, como é que eu poderia dizer isso ao meu inimigo: “Eu sou o comandante de uma unidade em meu batalhão! Você não pode ver isso em mim? O que é isso, por que você não está engraxando minhas botas? Vocês jovens não tem vergonha alguma”. O que aconteceria se alguém ousasse falar dessa maneira? Ele seria morto.
“Apesar de ser comandante de um batalhão ou de uma divisão do exército, você até agora não entendeu a situação. Acorda homem! Você agora foi capturado pelos seus inimigos, entendeu? Vê se entende, seu filho da mãe! Eu poderia te dar um tiro com meu fuzil ou minha pistola agora. Você faz tanto barulho e parece estar fora de si, não distinguindo o que está limpo ou sujo, quem são seus amigos ou seus inimigos”. Se a situação chegasse a esse ponto, a Convenção de Genebra, que busca respeitar os direitos humanos dos prisioneiros de guerra, não valeria de nada. O prisioneiro não tem poder algum e os seus inimigos o colocam no esgoto com água até o pescoço sem nada para comer.
Meus amados irmãos, se a Bíblia diz que Jesus levou os pecados do mundo ao ser batizado por João, isso é verdade então. Sendo prisioneiro do pecado, o que um pecador poderia dizer contra a Verdade do evangelho da água e do Espírito e contra Deus? Já que está escrito na Bíblia que Jesus levou os pecados do mundo ao ser batizado, nós simplesmente temos que crer nisso ao invés de ficarmos dizendo coisas sem sentido. Nós seres humanos não temos do que nos orgulhar diante de Jesus, por mais que sejamos inteligentes ou por maior que seja nosso conhecimento. Você tem algo do que se orgulhar?
Nós não podemos nos exaltar diante de Jesus mesmo que tenhamos milhares de doutorados. Mas existem muitas pessoas ridículas no meio cristão. A formação acadêmica e o currículo de alguns pastores mostram que eles estudaram em diversas escolas de teologia. Eles estudaram aqui e ali, mas se formaram apenas em uma escola. Seu histórico mostra que eles cursaram algumas matérias aqui e ali, mas eles ainda não conhecem essa Verdade de que Jesus levou os pecados do mundo. Eles pecam todos os dias por não saberem disso. E mesmo que Jesus já tendo levado os pecados do mundo, eles ainda pecam porque não conhecem o verdadeiro evangelho. Por isso eles acabam se tornando escravos do pecado. Sua fascinação pela filosofia do mundo por não conhecerem a Verdade do evangelho da água e do Espírito é uma grande bobagem.
A filosofia e a teologia nasceram do pensamento humano, e portanto, não passam de refugo. O apóstolo Paulo também considerou a filosofia do mundo como refugo (Filipenses 3:8). Aqueles que fazem estudos no campo da filosofia sabem muito bem disso. Aqueles que estudam neste mundo devem ver os estudos seculares como algo maravilhoso; todavia, aqueles que estudam bem as matérias seculares sabem bem que há limites para o conhecimento humano. Então, como disse alguém certa vez: “Quanto mais eu aprendo, mais eu fico confuso”.
Assim sendo, se a Bíblia diz que Jesus levou os pecados do mundo, isso é a pura verdade. Não há nada mais a dizer sobre isso. Quem foi que deu testemunho que Jesus levou os pecados do mundo? João Batista passou os pecados a Jesus e nos deu seu testemunho assim: “Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo! Ele é o Messias que havia de vir e o Salvador que levou todos os pecados da humanidade. Jesus é o nosso Salvador. Creiam Nele. Jesus levou todos os nossos pecados”.
O que eu estou dizendo é que João Batista testificou isso. Mas é claro que ainda existem pessoas que pedem perdão a Deus todo dia pelos seus pecados porque eles ainda continuam em seu coração. Não foi João Batista que disse estas palavras que os chocaram? “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” Se levarmos em consideração a situação daquela época, veremos que isso foi algo que os chocou muito. Na verdade, estas palavras queriam dizer que Jesus era o Messias. Significavam que Ele era o Salvador ou Deus, por assim dizer. Quando João Batista testificou que “Aquele era exatamente o Messias que havia sido profetizado por Isaías no Antigo Testamento”, todos ficaram chocados e duvidaram, dizendo: “Este é o Prometido então? Mas por que Ele é tão maltrapilho? Ele parece alguém do interior. É esse o Salvador, que parece uma raiz arrancada da terra?”
Quando nós lemos a passagem de Isaías abaixo, fica bem evidente que a aparência de Jesus não era nada agradável.
“Quem deu crédito à nossa pregação,
E a quem se manifestou o braço do Senhor?
Ele foi subindo como renovo perante ele,
E como raiz de uma terra seca.
Não tinha parecer nem formosura;
E, olhando nós para ele,
Nenhuma beleza víamos, para que o desejássemos” (Isaías 53:1-2).
É natural pensarmos que Jesus era bonito, mas a Bíblia diz que não havia beleza Nele para que o desejássemos. Porém, as palavras da Sua boca eram muito valiosas. Elas eram raras e preciosas. A glória e o valor de Jesus não têm comparação.
Meus amados irmãos, como são maravilhosas as palavras que João testemunhou: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” Elas declaram que “Jesus apagou todos os pecados da humanidade”. Nós também anunciamos as mesmas palavras de João Batista porque elas são as boas novas. No Entanto, há muitas pessoas que não crêem nesse maravilhoso testemunho. Algumas pessoas só defendem as doutrinas da sua denominação, porém sem conhecê-las ou aprender sobre elas de modo correto. Elas não crêem no evangelho da água e do Espírito mesmo ele sendo a Palavra que foi escrita por Deus.
É decepcionante saber que alguns cristãos hoje não crêem no evangelho da água e do Espírito por causa da sua ignorância em relação a ele. E eles não podem mesmo conhecer e crer no evangelho da água e do Espírito porque só crêem na religião do seu corpo, do seu poder, das suas próprias forças e emoções. Os líderes cristãos deste mundo vivem apenas exaltando a si mesmos, mas eles na verdade não têm nada do que se exaltar. Eles ficam orgulhosos de repreender os espíritos malignos e expulsá-los das pessoas endemoninhadas. Contudo, eles ficam mudos quando alguém pede que eles interpretem a Palavra de Deus, como o texto que diz: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!”
Meus amados irmãos, por mais que você seja inteligente e talentoso, você só poderá ser salvo se receber a remissão dos seus pecados e crer na Palavra das Escrituras que diz: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” Por que é tão difícil de você acreditar que João Batista passou os pecados do mundo a Jesus e depois deu testemunho que Ele era o Cordeiro de Deus que tiraria o pecado do mundo? Assim como os sacrifícios do Antigo Testamento envolviam a passagem dos pecados pela imposição de mãos, Jesus foi batizado e desta forma apagou todos os pecados das pessoas. O que mais nós podemos dizer então em relação ao testemunho de João? Você ainda estaria vivendo como um pecador se não cresse nesta Palavra.
A nossa mente tem paz agora porque nosso Senhor levou os pecados deste mundo pelo Seu batismo e apagou todos os nossos pecados de uma vez por todas na Cruz. É por isso que a nossa mente está em paz e não tem pecado. Todavia, há muitos cristãos que ainda têm pecado porque não crêem na Palavra do evangelho da água e do Espírito. E eles não têm certeza se serão salvos do pecado ou não; há sempre uma insegurança em seu coração e eles acabam se cansando de ter que mostrar suas boas obras toda hora.
Algumas pessoas vão para o inferno mesmo crendo em Jesus de todo o seu coração, e algumas pessoas vão para o Céu porque crêem em Jesus segundo a Verdade. Na verdade, parece que tem muitos cristãos que vão para o Céu, mas isso não é bem assim. Eles sabem que têm pecados e que serão destruídos por causa deles, e por isso eles tentam evitar sua destruição fazendo boas obras do seu próprio jeito. Eles acham que vão para o Céu se levarem uma vida justa, mas irão mesmo para o inferno.
Deus Pai deu Seu Filho para ser o Salvador do mundo, e determinou que ninguém fosse salvo do seu pecado sem ter fé no batismo que Jesus recebeu e no Seu sangue na Cruz. Nós vamos para o Céu por causa de Jesus e do evangelho da água e do Espírito. E mesmo se levarmos uma vida justa neste mundo, se não crermos em Jesus que veio pelo evangelho da água e do Espírito, nós não poderemos ser salvos da destruição e iremos para o inferno. No início todos estavam destinados a ir para o inferno por causa dos pecados do seu coração, mas há pessoas que vão para o Céu por causa da salvação que Jesus lhe deu.
Se um cristão não conhecer o caminho da salvação, ele irá para o inferno, por mais fervorosamente que ele creia em Jesus. Se as pessoas recebessem a salvação levando uma vida justa, muitas pessoas neste mundo que estão vivendo de forma ética e generosa iriam para o Céu. Entretanto, apesar dessas falsas esperanças, a lei de salvação que dá a salvação é o evangelho da água e do Espírito. As pessoas deste mundo que conhecem filosofia, que são talentosas e inteligentes irão para o inferno por causa dos seus pecados e por não conhecerem o evangelho da água e do Espírito.
Eu sou muito grato ao Senhor por Ele ter apagado nossos pecados com Seu batismo e Seu sangue na Cruz. Eu sou muito grato a Ele. Se o Senhor nos perguntasse do que somos mais agradecidos, nós não teríamos outra coisa a dizer senão que somos gratos por nosso Senhor ter apagado nossos pecados. E eu quero muito proclamar isso para sempre. Você também quer demonstrar o quanto você está grato e alegre pelo Senhor ter apagado todos os seus pecados? Eu tenho certeza que sim. Não pense em outra coisa a não ser nisso; vamos sempre lembrar alegremente pela fé que nosso Senhor apagou todos os nossos pecados deste mundo. Uma pessoa que age assim com certeza é muito sábia.
O que é mais valioso do que o evangelho da água e do Espírito? Nós podemos fazer a obra de Deus de bom grado tendo fé neste evangelho. Nós podemos pregar e servir a este verdadeiro evangelho, fazer boas obras e viver em prol dos outros quando em nosso coração cremos no evangelho da água e do Espírito. Nós temos que viver tendo uma fé correta que nos permite receber a remissão de pecados. Nós podemos fazer boas obras com a fé no coração que é grata ao Senhor por Ele ter apagado nossos pecados. Nós temos que fazer tudo que o Senhor deseja. Temos que ser gratos ao Senhor pela fé. Temos que guardar sempre a fé no coração e sermos gratos ao Senhor Jesus Cristo por Ele ter apagado nossos pecados. Você crê nisso agora?
Aqueles que não têm o evangelho da água e do Espírito em seu coração até agora têm que crer Nele antes do dia da volta do Senhor.
Nós que temos este lindo evangelho no coração vivemos dando graças ao Senhor por Ele ter tirado os pecados do mundo ao ser batizado por João Batista no rio Jordão. Por causa deste seu ato de justiça, nós somos justos mesmo sendo muito fracos e incapazes de viver sem cometer pecados. Aleluia!