Sermões

Assunto 13: O Evangelho Segundo MATEUS

[Capítulo 13-7] (Mateus 13:53-58) Maria Com Certeza Não é Divina

(Mateus 13:53-58)
“Quando Jesus acabou de proferir estas parábolas, retirou-se dali. E, chegando à sua terra, ensinava na sinagoga deles, de sorte que se admiravam, e diziam: donde veio a este a sabedoria, e estes poderes miraculosos? Não é este o filho do carpinteiro? E não se chama sua mãe Maria, e seus irmãos Tiago, José, Simão e Judas? Não estão entre nós todas as suas irmãs? Donde, pois, lhe veio tudo isso? E escandalizavam-se nele. Jesus, porém, lhes disse: não há profeta sem honra a não ser na sua terra e na sua casa. E não fez ali muitos milagres, por causa da incredulidade deles.”
 
 
A cidade natal de Jesus Cristo é Nazaré. Jesus retornou a Sua cidade natal e ensinou a Palavra de Deus numa sinagoga judaica. Todos que O ouviram ficam abismados e ofendidos com Ele, dizendo: “donde veio a este a sabedoria, e estes poderes miraculosos? Não é este o filho do carpinteiro? Não estão entre nós todas as suas irmãs? Donde, pois, lhe veio tudo isso?”
Quando Jesus retornou a Sua cidade natal e começou a pregar a Palavra de Deus ali, aqueles que ouviram Sua Palavra não creram nela mesmo tendo ficado maravilhados. Por que isso aconteceu? Porque este lugar era sua cidade natal. A razão pela qual eles não creram no que Jesus disse foi porque Ele era da sua própria cidade natal. Por isso toda a multidão se agitou, dizendo: “Pelo que eu sei, Ele não tem estudo, nem sabe coisa alguma. Como então Ele pode dizer estas coisas?” Isto porque eles ignoraram e não creram na Palavra de Jesus.
Existem lições que nós devemos tirar e aprender dessa passagem, e também há uma necessidade de que reafirmemos nossa fé nestas lições.
Nós não devemos deificar e idolatrar Maria. Pelo fato de existir organizações religiosas neste mundo que têm idolatrado Maria, eu vou deixar bem claro aqui que é um erro deificá-la.
Nós geralmente consideramos a Igreja Católica uma classe do Cristianismo. No mundo inteiro, há mais católicos do que protestantes. A razão pela qual eu citei de repente a Igreja católica aqui foi porque nenhuma outra além da Igreja Católica é a representante das organizações religiosas que têm deificado e idolatrado Maria.
Por que os católicos idolatram Maria? Eles fazem isso porque crêem que a virgem Maria deu à luz somente a Jesus até a sua morte. Eles a exaltam como a “Rainha do Céu.” Eles também a chamam de “Mãe de Deus.” Pelo fato de Jesus ser o verdadeiro Deus, isso parece literalmente plausível, mas uma idéia tremendamente perigosa se esconde debaixo dela. Uma vez que eles começaram a adorar Maria, eles continuaram a intensificar essa prática incessantemente.
Por último, os católicos passaram a chamá-la de “Maria Imaculada.” Colocando de uma forma diferente, isso quer dizer que ela nasceu sem pecado, e não cometeu nenhum pecado durante sua vida inteira. Por isso, eles até discutem dizendo que ela não deu à luz a nenhum outro filho de José, seu marido, depois de ter concebido Jesus. Se a sua afirmação é verdadeira, de onde vêm os irmãos e irmãs de Jesus citados na passagem das Escrituras aqui?
Essas idéias biblicamente insanas foram consolidadas por questões igualmente não-bíblicas, como a suposta aparição de Maria em Fátima, Portugal, no ínicio do século 20. Eu quero mostrar aqui uma passagem extraída de um documento católico:
“Quinze anos depois da aparição de Fátima, Maria apareceu a crianças na Bélgica, em Banneaux e Beauraing. Estas são as últimas aparições de Maria que receberam total aprovação de Roma. Nossa Senhora apareceu a cinco crianças em Beauraing: Fernando, Gilberto, Alberto, André, e Gilberto num total de 32 aparições desde 19 de Novembro de 1932 até 3 de Janeiro de 1993. Em 21 de Dezembro de 1932, Nossa Senhora se identificou assim a estas crianças: ‘eu sou a Virgem Imaculada.’ As crianças viram um coração de outro no meio do peito de Maria. Em 3 de Janeiro de 1933, ela disse a André: ‘eu sou a Mãe de Deus, a Rainha do Céu. Ore sempre!’”
O que você acha disso? Os católicos agora acreditam que Maria ressuscitou enquanto estava dormindo, e que ela ascendeu aos Céus assim como seu Filho fez. Todas essas doutrinas têm como alvo a deificação de Maria, tentando igualar sua posição a do seu Filho. Mas nada pode resistir à verdade!
 
 
Nós Não Devemos Idolatrar Maria
 
Maria era uma judia que nasceu numa tribo de Judá. Ela era uma simples jovem da tribo de Judá. José, seu marido, também era um homem da tribo de Judá.
Qual é a origem dessa tribo? Judá era um dos doze filhos de Jacó, e Deus prometeu a ele: “o cetro não se arredará de Judá, nem o bastão de autoridade de entre os seus pés, até que venha Siló, e a ele obedecerão os povos.” De acordo com essa promessa, Jesus Cristo nasceu nessa terra como o Rei dos reis da tribo de Judá.
Devemos compreender então que Maria é alguém que de forma alguma deve ser idolatrada. Ela foi apenas uma mulher que recebeu uma graça especial de Deus e foi usada por Ele como um precioso instrumento para Sua obra da salvação. Assim sendo, quando olhamos para a fé de Maria, ela é de fato é uma mulher muito abençoada e devemos todo respeito a ela, mas dizer que essa Maria deve ser honrada e exaltada mais do que Jesus porque de algum modo ela nasceu sem pecado, e porque também ela é a Rainha do Céu, é simplesmente um produto da ignorância gerado por idéias tolas.
Os católicos chamam Maria de “a Intercessora das suas orações.” Eles dizem que uma vez que Maria é intercessora entre Deus e os homens, quando as pessoas oram a ela, ela fala a favor deles com Deus Pai. E eles dizem que é muito mais eficaz rezar para Maria. Isto surgiu dos seus pensamentos carnais, que falar com a mãe do Rei é mais eficaz do que pedir ao seu Filho. Então todos os dias, eles rezam o rosário. Mas você deve considerar muito bem se suas orações são realmente levadas a Deus Pai se você rezar para Maria.
Na verdade, Maria deu à luz a muitos filhos. Nós podemos ver na passagem das Escrituras aqui que além de Jesus, ela concebeu seis ou mais filhos. Jesus tinha que nascer de forma especial pelo corpo da virgem Maria. Deus ter nascido pelo corpo da virgem Maria foi algo que Jesus tinha que cumprir sem falhar para salvar a todos do pecado. Foi porque Jesus, o próprio Deus, não tinha pecado que Ele nasceu do corpo da virgem Maria.
Entretanto, os outros filhos de Maria, isto é, os irmãos e irmãs carnais de Jesus, nasceram neste mundo por uma concepção normal. Tiago, que escreveu a Epístola de Tiago, era irmão de Jesus, e José, Simão, e Judas também eram irmãos carnais de Jesus. A não ser Jesus, todos os filhos de José e Maria nasceram neste mundo através de uma concepção normal. É mentira afirmar que Maria não deu à luz a ninguém mais além de Jesus, e é também uma mentira e um erro afirmar que Maria nasceu sem pecado. Isso é completamente absurdo.
Por isso, não devemos idolatrar Maria. Não devemos adorar a virgem Maria como Deus, muito menos pensar que ela é a mãe ou esposa de Deus. Os católicos rezam a Ave Maria assim: “Ave Maria cheia de graça, o Senhor é convosco; bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, mãe de Deus, rogai por nós os pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém.” Eu vi uma vez num canal católico como eles faziam a oração a Maria: um homem recitava a primeira parte da oração, e depois os outros respondiam dizendo o restante dela. Eu não tenho palavras para dizer como eu fiquei profundamente triste quando eu vi isso.
Eles oram assim, mas Maria não é cheia de graça como Deus. Mas que absurdo dizer que Maria é cheia de graça! Maria foi apenas uma mulher a quem a graça de Deus foi concedida. Assim como você e eu recebemos a graça de Deus, também Maria a recebeu pelo amor de Deus. Foi porque Deus usou o corpo de Maria como Seu instrumento que ela foi abençoada. Foi somente porque Maria aceitou a graça de Deus pela fé, concebeu e deu à luz a Jesus, que ela recebeu a graça e o amor de Deus; se ela não tivesse dado à luz a Jesus, ela não teria sido diferente. Mas apesar disso, as pessoas ainda pensam nela de uma maneira carnal, idolatrando-a, construindo estátuas para ela, e pedindo ajuda a ela diante dessas estátuas. Nada poderia ser mais triste.
No Catolicismo, muitos casos de aparições de Maria têm sido reportados. Alguns afirmam até que viram sair lágrimas de sangue dos olhos da estátua. Se a estátua sangra, é somente macha de ferrugem, porque vaza água dentro da estátua e faz com que os metais dentro dela enferrugem. Ao idolatrar isso, os católicos criam uma atmosfera como se Maria estivesse viva ainda, mas na realidade essa conversa é completamente uma farsa.
É claro que estas palavras podem ofender aqueles que idolatram e adoram Maria, mas essa é a verdade. Eles afirmam que Maria nunca deu à luz a ninguém a não ser a Jesus. Mas está escrito bem claro na Palavra que Maria deu à luz a muitos filhos. Isso então significa que a Bíblia é mentirosa? Ou significa que a nossa Bíblia é diferente da Bíblia deles? Essa passagem na Bíblia deles é a mesma na nossa, mesmo que eles tenham sete livros a mais chamados “Apócrifos.”
Como pode Maria ser a santa Mãe de Deus? Ela é apenas uma simples mulher. Exatamente como nós, Maria é somente um ser humano. Então rezar para ela é completamente inútil. Aqueles que têm a mente carnal compreendem tão mal a Maria que a adoraram e a idolatram, e colocam sua fé nela. Mas esta Maria, que os católicos reverenciam como a Rainha do Céu até esse momento, não foi ninguém mais do que uma simples mulher assim como está escrito na Palavra. Maria não foi essa grande mulher como é mencionada por todos, mas ela foi apenas uma mulher de fé. Mas as gerações seguintes ainda a adoram e a idolatram dessa maneira. Isso foi um plano do diabo. Ele ainda está dizendo às pessoas: “creia em Jesus, mas também creia em Maria,” para que elas não recebam a remissão de pecados não importa o quanto elas creiam em Jesus. Ele faz isso porque ninguém pode ser salvo se adicionar ou tirar algo da Palavra de Deus.
É por isso que hoje eu estou tratando desse assunto tão seriamente e tentando pregar a Palavra da verdade. São aos detalhes espirituais que devemos prestar atenção.
Não existe nada mais que precisamos conhecer a não ser essa fé no evangelho da água e do Espírito. Afastados dessa fé, todas as nossas obras malígnas, como distorcer a Verdade, e idolatrar seres humanos dessa forma com nossos pensamentos carnais, apenas faz de nós inimigos de Deus, e portanto não devemos tolerar estas coisas. Um vez que a Igreja Católica escondeu o fato de que Maria deu à luz a muitos outros filhos além de Jesus Cristo, os católicos estão realmente rezando para Maria e assim se afastando cada vez mais. Pelo fato deles não crerem na Palavra mas seguirem seus conceitos criados por homens é que todos eles estão perecendo assim.
Porém se eu e você que seguimos com nossa vida de fé, não crermos baseados na Palavra de Deus, nós, da mesma forma, enfrentaremos essas consequências. O que a Palavra aprova é aprovado, e se a Palavra diz que Deus nos salvou com a água e o Espírito, então Ele de fato nos salvou com a água e o Espírito; nós não devemos interpretar isso de modo absurdo baseados nos nossos pensamentos carnais. Nós não devemos idolatrar ou menosprezar ninguém fora do que diz a Bíblia. Nossa vida de fé deve estar firmada na Palavra.
Nós estamos pregando o evangelho da Palavra. Na verdade, nós devemos concentrar toda nossa energia agora para pregar esse evangelho. Meus amados cooperadores, conforme nós pregamos o evangelho da água e do Espírito, que tarefa foi confiada a cada um de nós na nossa obra? Nós estamos concentrando todos os nossos esforços a essa obra? A menos que nós devotemos toda nossa energia a essa obra, algumas questões absurdas podem surgir e nos deixar exaustos. Vocês são os obreiros do evangelho, e as testemunhas que estão pregando o evangelho no mundo inteiro. Esse tempo agora é o mais oportuno para pregarmos o evangelho. E se nós não o pregarmos agora, nós colocaremos nossa vida em risco para pregá-lo mais tarde, e o que é pior, não podemos esperar que ele seja tão eficaz quanto hoje.
Num tempo tão favorável para se pregar o evangelho, se nós não nos dedicarmos a essa missão, então nós, também, caíremos nestes mesmos erros carnais. Para nós não seguirmos esses exemplos, cada um de nós deve ser fiel à obra que nos foi designada e seguirmos com o evangelho.
Meus amados cooperadores, a porta agora se abrirá em todo o mundo. Ela vai abrir com certeza. As nações fechadas se abrirão e nós poderemos pregar o evangelho nos quatro cantos da terra. Nós poderemos enviar livros cristãos aos países onde o evangelho da água e do Espírito ainda não foi pregado e compartilhá-lo com as pessoas, e também poderemos imprimir esses livros diretamente nesses países. Através dos nossos cooperadores em todo o mundo que receberam a remissão de pecados e agora trabalham para nós, podemos imprimir nossos livros cristãos no mesmo local e distribui-los diretamente. O evangelho será pregado em todo os lugares em pouco tempo.
E nós continuaremos a publicar novos livros no nosso website. E enquanto continuarmos a publicar nossas séries de crescimento espiritual como este livro de Mateus, a obra de Deus será realizada com sucesso. Nós devemos fazer essa obra pela fé e continuarmos a viver nossa vida espiritual pela fé.
Eu creio que agora é a hora dos nossos santos e dos nossos ministros no mundo inteiro serem ousados e ambiciosos. E eu creio que nosso próposito deve ser claro. Nós não devemos concentrar nossa atenção no fato de sermos ou não aprovados pelos outros. Ao contrário, devemos pensar agora se estamos sendo fiéis ou não no cumprimento da obra que Deus nos confiou, e se o evangelho da água e do Espírito está ou não alcançando o mundo inteiro. Devemos perguntar a nós mesmos se realmente estamos dedicando ou não toda a nossa força e os nossos esforços a essa obra. É a isso que nós devemos estar atentos. Nunca esqueça o fato de que Satanás está tentando nos fazer ter pensamentos carnais e nos destruir. Nem pense que nós viveríamos assim por dez mil anos. O mundo vai acabar mais cedo ou mais tarde.
A causa da completa ruína da Igreja Ortodoxa Russa é uma grande lição para nós. Seus líderes discutiram por muitos anos assuntos banais como o que os sacerdotes deveriam usar no púlpito, isto é, se suas vestes deveriam ser azuis, vermelhas ou pretas. Quando eles estavam brigando entre si por causa dessas questões absurdas, sabe o que aconteceu na Rússia? A Revolução Comunista explodiu, e os comunistas prenderam todos os religiosos e os mataram. Quando os cristãos estavam com a cabeça em outro lugar e interessados nestes assuntos banais, Satanás enviou um vento devastador sobre eles.
Este não é o caso do Cristianismo hoje em dia? Cada denominação não está declarando ser a única e melhor denominação? Na Coréia, havia um grupo herético chamado Igreja da Vida Eterna, cujo fundador recentemente foi preso e condenado à morte por assassinar diversos seguidores que deixaram a seita. O fundador dessa seita dizia que uma pessoa poderia receber a vida eterna se ela guardasse os 318 mandamentos da sua própria lei. Um dos seus credos principais baseava-se num mandamento estranho que afirmava que um homem recebia a vida eterna se não dormisse com sua esposa. Comparados ao 613 mandamentos da Lei dada por Deus, os 318 mandamentos dessa lei eram em números metade da verdadeira Lei, mas mesmo assim, alguém seria realmente capaz de guardar pelo menos um deles? Isto é simplesmente impossível, até mesmo para o mais dedicado seguidor da seita. Porque todos nós somos deficientes, o que é necessário é o evangelho de poder que salva pecadores deficientes, não mandamentos estranhos criados por um homem.
Meu amados irmãos, eu aconselho vocês a examinar a si mesmos. Vocês não são deficientes? Claro que são. Como, então, foi possível a vocês receber a remissão de pecados? Vocês foram salvos somente porque creram no evangelho da água e do Espírito. Se vocês crêem realmente no evangelho da água e do Espírito, vocês então passarão suas deficiências a Jesus Cristo também.
“O que eu posso fazer? Eu pelo menos creio no evangelho da água e do Espírito. O Senhor veio a essa terra, foi batizado, morreu na Cruz, ressuscitou dentre os mortos, e desta forma me salvou através do evangelho da água e do Espírito. Eu acredito nisso. Eu agora sou justo, porque o Senhor apagou todos os meus pecados. Embora eu seja deficiente, Deus confiou a mim Sua obra, e eu vou cumpri-la fielmente antes de ir para Ele.” Esta é a fé espiritual.
Meus amados irmãos, nós devemos viver com esse pensamento espiritual e por essa fé. Ao invés de ficarmos falando da vida dos outros, é muito mais benéfico para nós examinar a nós mesmos, admitir nossas deficiências, e meditar no evangelho do Senhor. Lembrem-se de que quando vocês estão apontando o dedo para alguém, três dedos na verdade estão apontando para vocês. Devemos lembrar da passagem da Bíblia: “se vós, porém, vos mordeis e devorais uns aos outros, vede também não vos consumais uns aos outros.” (Gálatas 5:15) e entender que ficar discutindo quem fez certo ou quem fez errado é como mordermos uns aos outros e machucarmos e matarmos uns aos outros. Se nós ficarmos atormentando uns aos outros, de que maneira poderemos sobreviver como um todo?
Ao ler a passagem das Escrituras aqui, eu gostaria de dizer algumas palavras específicas a alguns cristãos que têm adorado Maria e crido nela ao invés de crer em Deus Pai e na divindade de Jesus: “Pare com esse absurdo agora!” Eu quero que eles entendam que eles estão vivendo sua vida de fé na carne, e que agora eles retornem para a realidade, para a vida espiritual de fé. Me entristece profundamente ver que as pessoas criaram religiões estranhas por dar lugar abertamente aos seus próprios pensamentos e estão caminhando rumo à destruição.
Nós devemos crer na Verdade declarada na Bíblia apenas como ela é. Já que a Palavra diz que Deus apagou todos os nossos pecados com o evangelho da água e do Espírito, devemos crer corretamente, assim como ela declara. E o objetivo da nossa fé é nascer de novo e assim entrar no Reino dos Céus. Isso é verdade ou não? Claro que é. Nós nos tornamos justos só porque houve uma mudança emocional em nossos corações? Foi porque cremos no evangelho da água e do Espírito que nos tornamos justos.
Meus amados irmãos, se alguém tentar mudar o evangelho da água e do Espírito, ele está inquestionavelmente errado. Mas entre os justos, pode haver alguns maus, mesmo que eles não tentem mudar o verdadeiro evangelho. Se existe alguém entre os nascidos de novo que não serve ao verdadeiro evangelho e tenta viver com virtude para ganhar uma boa reputação, ele é mau diante de Deus. Vamos imaginar aqui que há alguém entre nós que não faz nada errado e vive piamente. Mas essa pessoa não serve ao evangelho. Essa pessoa então é uma boa pessoa? Não, ela não é. Não importa quão piamente ela possa viver, se ela não serve ao evangelho e não vive para o evangelho, ela então é uma pessoa maligna. Ela é a mais maligna de todas as pessoas que não fez nada certo.
O que Deus perde se nós pecarmos, e qual o benefício que Ele tem se não pecarmos? Se nós pecarmos, somente nós então é que seremos julgados e punidos. Deus não é influenciado ou guiado por nós, mas Ele é o único Deus onisciente e onipotente que pode fazer todas as coisas conforme Sua vontade. Ele é o Juiz. Nós não devemos portanto pensar nEle como um Ser qualquer, como se Ele fosse como nós. Somos nós que precisamos dEle. Foi porque nós tivemos uma vida virtuosa que fomos justificados? Não, absolutamente não! Foi porque cremos nEle que nós recebemos a remissão dos nossos pecados. Foi porque Ele apagou os nossos pecados com o evangelho da água e do Espírito que nós fomos salvos. E foi porque nós cremos nisto é que somos justos agora. Viver virtuosamente não significa que há mais mudanças espirituais em nós.
Quando servimos ao evangelho, somos espiritualmente transformados e nossa fé cresce. Se não servimos ao evangelho, então não há nenhum benefício para nós, nem de forma alguma nos tornaremos melhores. Se o evangelho da água e do Espírito for tirado de nós, não há boa fé nisso, muito menos, por outro lado, há fé alguma.
Vamos supor aqui que você desista do seu esforço em servir ao evangelho e ao invés disso você se dedique aos seus próprios assuntos carnais. O que acontecerá então? Você em pouco tempo será corrompido. Seu coração vai apodrecer rapidamente, assim com um rato morto fervilhando de vermes. Quando seu coração então apodrecer e morrer, o cheiro de podre vai se espalhar. Seu corpo, seus atos, sua mente e seus pensamentos vão ficar com um cheio nojento. Você concorda? E a mesma coisa serve para mim também. Eu, da mesma forma, vou feder com um cheiro terrível se eu não servir a este evangelho. Se eu não tivesse nascido de novo, eu não poderia ajudar as pessoas deste mundo. A menos que nós sirvamos ao evangelho, nós nos tornaremos pessoas assim.
 
 
Nossa Fé Não Deve Ser Carnal, Mas Espiritual
 
Nós não devemos viver nossa vida de fé na carne. Deduzir que Maria é a esposa de Deus Pai porque ela deu à luz a Jesus é uma lógica carnal. Como isto poderia ser uma lógica espiritual? Pode alguém desprezar Jesus só porque Ele é da Sua cidade natal?
Ninguém deve idolatrar Maria, nem rejeitar a Jesus simplesmente porque Ele não é da mesma cidade natal que ele. Jesus é o Filho de Deus, Ele é na Sua essência o próprio Deus, e o nosso Salvador. Mas apesar disso, havia rabinos judeus – isto é, mestres – que ouviram Sua Palavra e O ignoraram. Não importa quão grandes esses mestres possam ter sido, eles não podiam falar como Jesus. Eles não podiam revelar os mistérios da salvação. Mas apesar disso eles ainda se colocaram contra o evangelho da água e do Espírito e se recusaram a crer. E pelo fato deles não terem crido, Jesus não realizou nenhum sinal ou milagre ali.
O mesmo se aplica a mim e a você também. Se você não crer nesta Palavra de Deus, o Senhor não trabalhará no seu coração. Quando você e eu cremos na Palavra de Deus de todo coração é que o Senhor trabalha em nossos corações. O Senhor controla firmemente nossos corações, Ele os enche, faz com que O sirvamos, evita que caiamos em tentação e nos capacita a segui-Lo nos guiando com Sua Palavra quando nós estamos firmes na nossa fé.
Sendo assim, não devemos viver nossa vida de fé na carne, mas nós devemos vivê-la pela fé. Nossa vida de fé deve estar firmada na Palavra. Nós devemos firmar nossa vida de fé na Palavra em todo o tempo. Não podemos relaxar com nossa vida de fé. “Já que eu cresci tanto assim, eu agora posso ter minha própria opinião e cuidar de mim mesmo sem a Palavra de Deus.” Pensar assim é errado.
Nós devemos sempre viver nossa vida de fé firmados na Palavra. Não podemos esquecer do evangelho da água e do Espírito, mas devemos nos firmar na Palavra, devemos fazer da pregação do evangelho da água e do Espírito nosso propósito, e devemos continuar marchando nesse propósito. Somente assim poderemos evitar de sermos confundidos por questões absurdas e perdermos nosso tempo. E somente assim poderemos viver nossas vidas adequadamente como servos, sendo guiados pelo Senhor e amados por Ele ainda mais, e crescendo no corpo e no espírito. Por isso, não devemos viver nossas vidas na carne.
Quantos parentes Jesus teve na carne? Somente seus irmãos eram sete. Isso quer dizer que Maria teve pelo menos sete filhos. É muito possível que ela tenha tido mais filhos, mas esse é o número mínimo de filhos que ela teve.
É porque muitas pessoas hoje em dia pensam em Jesus em termos humanos e crêem nEle da mesma maneira humana que sua fé não tem raízes. “Jesus morreu na Cruz por mim. Como isso deve ter sido doloroso! Eu creio!” Crer nEle assim é ter uma fé carnal. Nosso Senhor disse que Ele veio pela água e pelo Espírito, e que Ele apagou todos os nossos pecados com a água e o Espírito. Não devemos nós então crer corretamente, como Ele nos disse?
Ao invés de simpatizarmos com Seu sofrimento, nós não devemos aceitar a salvação que Jesus já realizou por nós exatamente como ela é, e da mesma forma não devemos nos apegar e crer na Palavra, exatamente como ela é? Não seja tão pretencioso mostrando sua simpatia por Jesus. Quem deve simpatizar com quem aqui? É Deus Pai e Jesus que devem mostrar compaixão por nós, não nós – estamos nós, afinal de contas, em posição de simpatizar com Jesus? Os mendigos ou sem-teto estão em posição de ter pena de nós?
Todos aqueles que crêem em Jesus apenas na carne têm que acordar. Até agora, eles crêem somente no sangue de Jesus, dizendo: “Como deve ter sido doloroso! Já que Ele morreu por mim, eu creio nEle.” Porém essa fé não é nada mais do que uma fé emocional que surge por se sentir pena. É uma crença absurda alguém crer em Jesus como se Ele fosse fazer uma favor para ele. É uma fé arrogante que diz: “Tudo bem, eu agora vou reconhecer. Eu vou reconhecer que Tu me salvaste.”
Como isso é errado! É um grande insulto a honra do nosso Senhor. É uma blasfêmia que ofende a Ele, porque alguém que precisa da misericórdia de Deus está, não reconhecendo seu próprio lugar, concordando em crer nEle como se estivesse fazendo um favor.
O que nos faz ter uma relação correta com Deus é a fé. O que é a fé verdadeira? Olhando para a obra da salvação através da qual Deus no salvou com a água e o Espírito, não temos como aceitar a verdade desse amor sem sermos gratos. E por essa Verdade do evangelho fazer sentido para nós quando a entendemos com a nossa razão, não temos como não adorar a Deus e confessar a Ele: “eu creio no que Tu fizeste por mim. Eu creio na Tua obra da justiça.” A fé não é nada mais do que isso. Olhar com reverência para o que Deus fez por nós e crer nisto é ter fé. Uma religião, ao contrário, é algo criado pelo pensamento humano.
Ao invés de ficar preso à sua própria deficiência, você deveria meditar na Palavra onde o Senhor apagou todos os seus pecados com o evangelho da água e do Espírito, e crer nessa Verdade. Seus pecados não foram passados a Jesus quando Ele foi batizado no rio Jordão e se levantou das águas? Nosso Senhor, ao levar sobre Si nossos pecados através do Seu batismo, morreu na Cruz, ressuscitou dentre os mortos, e nos salvou de uma forma perfeita.
Se nossos pecados foram passados a Jesus, então agora nós não temos mais pecado. Você ainda tem pecado então, ou você não tem pecado? É claro que você não tem pecado. E Jesus também foi condenado por todos os nossos pecados. Foi assim que Ele limpou nossos corações. Nós devemos marchar agora colocando nossa fé no nosso Senhor. Embora você e eu sejamos deficientes em nossa carne, a Verdade é que o Senhor apagou todos os nossos pecados. Portanto, pela fé nossos corações podem ser limpos, e pela fé podemos viver uma vida espiritual de fé em prol das obras que agradam ao Senhor. Tudo que cabe a nós é ter nossas forças renovadas para prosseguirmos no caminho da fé.
Devemos viver nossa vida de fé em espírito. Nós ainda não crescemos totalmente, nem somos completamente maduros. Devemos continuar seguindo para o alvo como o Apóstolo Paulo declarou: “não que já a tenha alcançado, ou que seja perfeito, mas prossigo para alcançar aquilo para o que fui alcançado por Jesus Cristo. Irmãos, não julgo que o haja alcançado. Mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que para trás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus” (Filipenses 3:12-14).
Do mesmo modo, eu gostaria de dizer a todos vocês e aos nossos obreiros em todo mundo: “Não reclamem disso ou daquilo. Sejam fiéis ao que foi confiado a vocês agora. Se vocês puderem separar algum tempo para fazer essa obra, vocês então devem examinar a si mesmos e ficar firmes na sua fé novamente. Que direito vocês têm de falar do que os outros estão fazendo, se eles estão fazendo bem ou mal? Sejam mais inteligentes se vocês tiverem mais tempo. Nós ainda estamos muito longe da meta de alcançar o prêmio da soberana vocação em Cristo Jesus.”
Vocês podem se tornar santos o suficiente se colocando diante de Deus com sua própria justiça? Vocês podem alcançar tal santidade não comentendo erros nas suas conversas e no seu comportamento? Nunca! Santo é servir ao Senhor; não é fingindo que somos santos por nós mesmos que nos tornaremos santos. É somente por causa do evangelho que nos tornamos santos. É porque o evangelho apagou todos os nossos pecados que nós fomos santificados.
Para ser sincero, nós não oramos muito quando nos reunimos. Nós oramos pela pregação do evangelho em todo o mundo, e por todas as coisas que nós fazemos para servir ao evangelho fiel e efetivamente. Então nós, os servos de Deus, temos prazer em conversar uns com os outros alegremente. Já que nós nos encontramos depois do trabalho duro, nós temos apenas uma refeição saborosa e restauramos nossas forças. E se ainda temos algum tempo sobrando, nós vamos jogar futebol. Nós nos sentimos revigorados quando fazemos isso, e cada um volta para suas atividades fazendo o melhor para servir ao evangelho da Verdade. Então voltar para casa e cuidar da nossa família e fazer o que nos foi designado com as nossas forças renovadas é algo espiritual para nós. Existe algo especial nisso tudo? O que mais há para fazermos, além de cuidarmos fiel e cuidadosamente da obra que Deus confiou a nós?
Se você não servir ao Senhor, nem ao evangelho, como você poderia fazer outra coisa então que o tornasse santo? Você se tornaria santo se expandisse sua mente meditando profundamente sentado no fundo de uma caverna? Ao invés de se tornar santo, você ficaria ainda mais sujo. Se alguém só quer saber de si mesmo e só fica sentado sem fazer nada, então apenas pensamentos mundanos e inúteis vêm a sua mente.
Meus amados cooperadores, nós ainda não pregamos o evangelho totalmente. Isso está muito longe. Eu sei que é muito difícil para vocês. Eu creio que Deus os fortalecerá. Deus fará com que sirvamos ainda mais ao evangelho. Algumas vezes, nós ficamos atribulados com alguma coisa do passado. Mas nós não devemos ficar presos às coisas que já fizemos. Ao invés disso, nós devemos prosseguir para o alvo pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus. Paulo também tentou esquecer das coisas que ficaram para trás e avançou para o alvo pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus. Vocês também devem prosseguir com o que foi confiado a cada um de vocês, e se dedicar de todo coração e com todas as suas forças para fazer essa obra. Isto é que é sábio.
Jesus disse: “não há profeta sem honra a não ser na sua terra e na sua casa.” Você, da mesma forma, não terá honra em sua casa. Se os membros da sua família ainda não nasceram de novo, então você será frequentemente perseguido. Por você não ser compatível espiritualmente com eles é que existe esse conflito entre você e os membros da sua família. Porque nós os nascidos de novo continuamos com nossa vida de fé e vivemos para o evangelho, as nossas próprias opiniões e estilo de vida são diferentes das pessoas do mundo. Há incompatilidades demais entre os nascido de novo e aqueles que ainda não nasceram de novo.
 
 
Nós Temos que Pregar o Evangelho da Água e do Espírito na Europa Também
 
Eu creio que nós temos que pregar o evangelho na Europa com mais energia também. Embora nós estejamos publicando nossos livros em quase todos os países de língua européia, há algumas pessoas que ainda não estão aceitando esse verdadeiro evangelho na Europa. Muitas pessoas em todo o mundo têm pedido os nossos livros, mas tais pedidos vindos da Europa são muito raros. Nossos livros não entraram em grande quantidade nem mesmo em um simples país da Europa, mas como em breve uma porta será aberta para isso, nós agora estamos nos preparando para isso. Em pouco tempo, nós vamos ouvir as notícias de que a verdade do evangelho da água e do Espírito está sendo anunciada na Europa mais do que nos Estados Unidos.
Eu creio que o evangelho logo será pregado no Japão também. Recentemente, um dos nossos títulos em Inglês foi traduzido para o Japonês. Mesmo tendo levado muito tempo para esse livro sair, qualquer japonês que busca a verdade será capaz de entender imediatamente lendo nosso livro que esta é a Verdade.
No meu sermão anterior eu falei sobre os quatro campos do coração, e o que precisamos considerar agora é: “eu sou joio ou trigo?” “Eu estava à beira do caminho quando eu ouvi o evangelho? Eu ouvi esse evangelho quando eu levava uma vida religiosa? Ou eu era um campo pedregoso que aceitou o verdadeiro evangelho por um certo tempo mas não cri nele com meu coração? Quando esse evangelho foi pregado a mim, eu apenas disse que acreditava, e mesmo estando cheio de pecados por dentro, poucos deles foram revelados, e eu ainda não os admiti? Ou eu sou um campo pedregoso agora? Mesmo tendo crido na Verdade do evangelho, pelo fato de eu ainda amar muito o mundo, eu não estou apenas seguindo o Senhor com meu coração dividido? Ou eu sou um campo bom? Eu creio realmente que o Senhor me salvou, mesmo que eu não consiga deixar de ser deficiente assim? E eu sou um verdadeiro grão de trigo na presença do Senhor?” São estas coisas que devemos perguntar a nós mesmos.
No meu sermão anterior eu expliquei uma série de parábolas de Jesus em Mateus 13. Você se lembra dessa Palavra? Ou você a esqueceu totalmente? A propósito, você sabe realmente se você é joio ou o verdadeiro trigo, certo? E você também sabe qual o estágio que nós alcançamos na nossa vida de fé, certo? Nós estávamos basicamente à beira do caminho ou no campo pedregoso. Os que não conseguiram se apegar à Palavra ainda são um campo pedregoso. Nos apegando à Palavra de Deus é que passamos a admitir que somos as sementes do maligno. E nos apegando à Palavra do evangelho da água e do Espírito, e porque o Senhor apagou os nossos pecados, é que nos tornamos justos e somos trazidos à vida ao invés de morrer.
“Embora eu tenha recebido a remissão dos meus pecados, eu não estou apenas tentando ter sucesso neste mundo, incapaz de deixar meu desejo por este mundo? Eu não estou usando o nome de Jesus em favor da minha prosperidade neste mundo?” Precisamos pensar sobre estas coisas. Precisamos examinar a nós mesmos e ver se somos algum desses três tipos de campo: cujo coração não se interessa pelo evangelho da água e do Espírito, nem em servi-lo, mas está interessado somente em se tornar rico; e enganado pela fama deste mundo e pelos prazeres da carne, todo nosso interesse reside nestas coisas. Precisamos entender também que todos esses três campos foram rejeitados pelo Senhor, admitir que somos esses campos, e crer no evangelho da água e do Espírito.
Nós temos que admitir: “meu coração deseja este mundo e não conhece meus próprios pecados. Isso não está certo. Eu estou cometendo um erro agora.” E temos que crer na Palavra do evangelho da água e do Espírito. Então, nós nos tornaremos bons campos, aceitando a Palavra, dando bons frutos, e nós nos tornaremos o grão verdadeiro. Quando nós reconhecemos que somos maus e que iremos para o inferno se tivermos pecado, e quando aceitamos o evangelho da água e do Espírito também, é que nos tornamos bons campos. É assim que podemos ser trigo e bons campos diante de Deus e produzir a trinta, a sessenta, e a cem por um. Tais pessoas serão honradas por Deus e serão confiadas a elas obras ainda maiores. E elas serão ainda mais fiéis quando forem perseguidas, e por essa razão, o Senhor lhes concederá bênçãos ainda maiores. Não há dúvida alguma quanto a isso.
Quando Pedro disse a Jesus: “nós tudo deixamos, e te seguimos,” Jesus respondeu dizendo assim: “em verdade vos digo que ninguém há, que tenha deixado sua casa, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou campos, por amor de mim e do evangelho, que não receba cem vezes tanto, já no presente, em casas, irmãos, irmãs, mães, filhos e campos, com perseguições, e no mundo por vir a vida eterna.”
Quando nós servimos ao evangelho da água e do Espírito, o Senhor nunca nos concede as bênçãos da fé sem perseguições. Nosso Senhor quer que nós sejamos purificados dos resíduos carnais dos nossos corações antes que Ele nos abençoe segundo a vontade do Seu coração. Quando Ele pensa: “este é fiel a Mim, e não irá se desviar mesmo que Eu o abençoe,” Ele concede bênçãos materiais a ele também. Deus primeiro nos dá uma fé poderosa, e então nos concede outras bênçãos seguidas da bênção da fé.
Nós devemos então pensar sobre essas coisas: tendo uma fé enraizada, devemos nos apegar à Palavra que ouvimos, ter pensamentos espirituais, crer na Palavra de Deus, e pensar de que maneira devemos viver. Devemos sujeitar nossos corações a Deus ao invés de pensar que já somos perfeitos. Nós devemos remover os resíduos carnais da nossa mente quando Deus nos levar a fazer isso. E devemos seguir o Senhor com corações limpos, sem deixar que eles sejam dominados pelas nossas deficiências abalando assim a nossa fé. Quando nós oramos ao Senhor, nos apegamos à Palavra, e O servimos pela fé, Ele nos confia várias tarefas. E quando Deus vê isso funcionando, Ele então nos abençoa muito, direta ou indiretamente.
Vamos nos tornar aqueles que são espirituais. Essa é a chave da questão. Não há nada mais. Há pessoas que nasceram de novo a mais de 10 anos ou mais, mas isso não significa que elas já são perfeitas. Elas devem prosseguir para o alvo pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus (Filipenses 3:14). Há períodos após períodos, e nós precisamos continuar seguindo em frente até que o Senhor esteja satisfeito.
Tudo que nos resta a fazer é pregar o evangelho da água e do Espírito no mundo inteiro. É inaceitável que nos tornemos abstáculos à pregação do evangelho da água e do Espírito. Se apenas esse evangelho for pregado, então está tudo bem se formos incapazes. Mas se nós cremos somente no evangelho da água e do Espírito, vivemos para este evangelho, nos apegamos à Palavra de Deus pela fé em nossos corações e a seguimos pela fé, então Deus, da mesma forma, dirá que está tudo bem.
Todavia, se nós nos envolvermos com coisas fúteis, e discutirmos uns com os outros por coisas sem importância, Deus então não poderá tolerar isso. Tudo que não tem a ver com a pregação do evangelho é perda de tempo. Devemos fazer tudo em favor da pregação do evangelho da água e do Espírito, como está escrito: “portanto, quer comais, quer bebais, ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus” (1 Coríntios 10:31).
E eu devo dizer que os católicos no mundo inteiro devem despertar e ser sensatos. Gostem eles ou não de ouvir isso, o que precisa ser dito tem que ser dito. Eles precisam saber que Maria deu à luz a seis filhos além de Jesus. É obrigação dos profetas fazê-los entender a verdade da Palavra, e dizer: “tudo em que cremos era falso. Estava tudo errado.” Maria foi uma mulher comum, mas ela passou a ser abençoada quando creu na Palavra de Deus. Nós também desejamos ter essa fé poderosa, porque essa é a coisa mais abençoada para todos os santos nascidos de novo.
Mesmo que as pessoas nos ouçam ou não, nós os profetas desse tempo temos que pregar para a eles a Palavra de Deus corretamente, porque está escrito:
“Pois os lábios do sacerdote devem guardar o conhecimento, e da sua boca devem os homens procurar a instrução, porque ele é o mensageiro do Senhor dos Exércitos” (Malaquias 2:7).
Vamos agradecer a Deus e dedicar nossas forças para servir ao evangelho. Vamos todos viver pela fé espiritual. Aleluia!