דרשות

Assunto 13: O Evangelho Segundo MATEUS

[Capítulo 16-2] A Fé de Negar a Si Mesmo (Mateus 16:21-27)

A Fé de Negar a Si Mesmo
(Mateus 16:21-27)
“Desde então começou Jesus a mostrar aos discípulos que era necessário ir a Jerusalém, padecer muito dos anciãos, dos principais sacerdotes e dos escribas, ser morto e ressurgir no terceiro dia. Pedro tomou-o de parte e começou a repreendê-lo, dizendo: Senhor, tem compaixão de ti. Isso de modo nenhum te acontecerá. Ele, porém, voltando-se, disse a Pedro: Para trás de mim, Satanás! Tu me serves de pedra de tropeço; não compreendes as coisas que são de Deus, e, sim, as que são dos homens. Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me. Pois aquele que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, mas quem perder a sua vida por amor de mim, achá-la-á. O que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma? ou que dará o homem em troca da sua alma? Pois o Filho do homem virá na glória de seu Pai, com os seus anjos, e então recompensará a cada um segundo as suas obras.”
 
 
Baseado no texto bíblico de hoje, vamos refletir juntos sobre o assunto de como os justos nascidos de novo devem negar a si mesmos. Não faz muito tempo que alguns de vocês receberam a remissão de pecados, outros já a receberam faz poucos anos e outro tanto a recebeu recentemente. Já que nós os justos seguimos ao Senhor após termos sido remidos de todos os nossos pecados e também justificados, por muitas vezes devemos negar a nós mesmos no nosso dia-a-dia. Para aqueles que foram salvos recentemente, negar a si mesmo é ainda algo distante, mas os outros santos que receberam a remissão de pecados há mais tempo entendem a cada dia que devem negar a si mesmos na Igreja de Deus.
A Palavra diz que ninguém pode seguir ao Senhor senão negar a si mesmo. Essa Palavra está realmente gravada no coração dos justos e eles passam a refletir como devem negar a si mesmos e seguir ao Senhor. Embora os justos tenham que deixar muitas coisas, isso é muito difícil porque ao mesmo tempo eles têm que lutar para negar a si mesmos. A Palavra do Senhor manda que os justos que receberam a remissão de pecados neguem a si mesmos, e é nessa Palavra que eles devem meditar de dia e de noite.
É difícil para você negar a si mesmo? Você não se depara sempre com esse problema? O Senhor disse: “Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me”. Jesus não nos disse para O seguirmos de qualquer maneira, mas Ele nos disse para primeiro negarmos a nós mesmos. É extremamente difícil para nós negar a nós mesmos. Na verdade, nós cristãos temos que negar a nós mesmos a vida toda porque o Senhor espera isso de nós.
Quando seguimos ao Senhor, é uma luta negarmos a nós mesmos. Meus irmãos e irmãs também estão lutando muito com isso. E mesmo assim, eu continuo negando a mim mesmo e seguindo ao Senhor, pois eu não posso segui-Lo se não negar a mim mesmo. O que o Senhor disse não é algo que deveria ficar somente nessas palavras, como se isso fosse alguma lição escolar ou sábias palavras de admoestação. Pelo contrário, essa é a Palavra de Deus que nós devemos praticar em nossa vida diária. O Senhor disse essa Palavra porque não podemos segui-Lo a não ser que neguemos a nós mesmos. Mesmo se alguém recebeu a remissão de pecados, a não ser que negue a si mesmo, ele não poderá seguir ao Senhor. Então, aquele que quer seguir o Senhor deve negar a si mesmo. Quando os justos negam a si mesmos, eles não devem fazê-lo somente quando tudo está bem, mas fazê-lo em tempos difíceis também. Negar a si mesmo quando é difícil seguir ao Senhor e até quando se passa por muitas dificuldades, isso é verdadeira autonegação.
Nós precisamos considerar algumas coisas quando vamos negar a nós mesmos. Primeira coisa: nós devemos negar nossa fraqueza. O Senhor dos justos apagou todos os seus pecados. Ele tirou completamente todo pecado dos justos e os salvou a todos. Contudo, apesar de o Senhor ter salvado os justos, nós freqüentemente nos decepcionamos na carne porque não conseguimos viver segundo a vontade de Deus. Nós somos muito fracos. Embora o Senhor tenha apagado todos os nossos pecados, quando nos sentimos incapazes de viver de uma forma bondosa, somos levados pela nossa fraqueza e acabamos perdendo a coragem de seguir ao Senhor. Freqüentemente nos encontramos muito fracos e trôpegos e com nossa auto-estima ferida, aí nós entendemos que nossas falhas não são poucas, mas que somos totalmente imperfeitos. Nós nos enfraquecemos e pensamos: “Como alguém como eu pode seguir ao Senhor? Como eu posso servi-Lo?” Então, mesmo após recebermos a remissão de nossos pecados, se não tomarmos cuidado, ainda nos sentiremos como se ainda estivéssemos com pecado. Quando você se olha e vê como é fraco, você pode achar que Deus não tem mais nada o que fazer com você. Em outras palavras, porque você e eu vemos o quanto somos realmente fracos, nós podemos colocar em dúvida a nossa salvação, pensando: “Eu realmente recebi a remissão de meus pecados?”
 
 

Algumas Pessoas Justas Tropeçam em Seus Pensamentos Tão Freqüentemente que Acabam se Sentindo Culpadas

 
Todos têm suas próprias fraquezas e, por causa disso, alguns tropeçam em seus pensamentos tão freqüentemente que acabam se sentindo culpados. Todos nós temos certas vulnerabilidades que nós mesmos nos surpreendemos ao encará-las. Aqueles cuja fraqueza é o dinheiro se surpreendem ao encontrar aqueles cuja fraqueza é o sexo oposto, e que se sentem atraídos, assim que encontram alguém atraente – todos têm seu calcanhar de Aquiles. Por isso é que nós vacilamos assim que nos deparamos com elas. Já que isso acontece sempre, toda vez que nos deparamos com nossas fraquezas, nós ficamos desesperados imaginando como poderemos algum dia seguir ao Senhor já que somos tão fracos.
Por isso, nós devemos negar nossas fraquezas, dizendo: “Mesmo eu sendo fraco, o Senhor já me salvou. Ele apagou todos os meus pecados”. Somente quando negarmos nossas fraquezas é que poderemos confiar nEle e segui-Lo. Mesmo se cometemos muitos pecados por causa da nossa fraqueza, é possível termos pecado? Não, isso não é possível, já que o Senhor apagou todos os nossos inúmeros pecados. Ele nos salvou perfeitamente de nossos pecados.
A salvação não é algo que foi feita pelo homem, mas sim algo que o próprio Senhor fez para nós. Já que o Senhor mesmo já cumpriu nossa salvação por Ele próprio, não há motivo para que os justos fiquem estagnados em sua própria fraqueza. Pelo contrário, a coisa certa a fazer é negarmos a nós mesmos e olharmos somente para o Senhor, que apagou todos os nossos pecados e nos salvou. Se nós não negarmos nossa fraqueza mesmo crendo nesse evangelho, nos sentiremos como se o Senhor tivesse se afastado de nós. Contudo, uma coisa que nós temos que entender é que se o nosso Senhor toma conta até dos pardais, certamente cuidará de nós também. Até mesmo um pardal não cai no chão sem a permissão do Senhor. Então, Ele não cuidaria de nós, Seu povo justo, que é feito conforme Sua própria imagem? O Senhor não somente apagou as nossas fraquezas, mas Ele também apagou todos os nossos pecados e transgressões.
A nossa salvação alcançada pela remissão de pecados, foi cumprida por Jesus através de Seu batismo e sangue, e veio inteiramente pela graça de Deus. E é quando nós cremos no batismo e no sangue de Jesus, que alcançamos nossa salvação da remissão de pecados. Todas as justas pessoas aqui sentadas devem entender isso claramente. Mesmo que agora estejamos todos sentados aqui em paz, muitos de vocês acabarão deixando o Senhor quando muitas de suas fraquezas forem expostas, não permitindo que neguem a si mesmos.
Por isso é que eu estou falando essas coisas. A não ser que neguemos a nós mesmos, não poderemos seguir o Senhor até o fim. Como nós, os justos, continuamos com nossa vida de fé, mesmo que muitas das nossas fraquezas forem reveladas e descobrirmos nossas imperfeições, ainda assim devemos negar todas elas e seguirmos o Senhor. Confie nEle e creia: “Mesmo que eu seja imperfeito, o Senhor me salvou com Seu amor”. Somente assim podemos evitar de perder a nossa salvação. Por isso o Senhor disse: “Ninguém pode Me seguir se não negar a si mesmo”. Isso se aplica a todos que querem seguir o Senhor, mesmo sendo pastores, leigos, e se trabalham na igreja ou não. Em outras palavras, todos os santos nascidos de novo, e até mesmo o ser humano no mundo todo, deve negar a si mesmo se quiser seguir ao nosso Senhor.
Quando negamos a nós mesmos, também negamos nossa própria justiça. Jesus está nos dizendo para negarmos nossa justiça e amor próprio. Já que todos nós temos amor próprio, nós amamos a nós mesmos, nós pensamos que estamos certos e ficamos na defensiva, mas esse amor próprio é algo que precisa ser negado. Precisamos subir o nível da nossa fé para um patamar maior. Não foram poucas as vezes que vocês ouviram para negarem-se a si mesmos. Vocês têm ouvido isso na igreja todos os dias até seus ouvidos ficarem doloridos. Se vocês ainda não conseguem negar a si mesmos e enfrentam uma luta tão grande que estão pensando em deixar a igreja, então vocês precisam reconhecer que o nível de sua fé está estagnado tal qual a de um bebê que ainda não desmamou. Nós podemos seguir o Senhor somente se negarmos a nós mesmos, por isso é de suma importância que neguemos a nós mesmos custe o que custar.
Porque eu mesmo sou fraco, às vezes eu oro o seguinte: “Senhor, parece que eu não vou conseguir segui-Lo. Eu acho que deveria desistir da minha vida de fé. Meu coração está atormentado e sofrendo muito, Senhor”. Mas isso é porque eu estou muito sobrecarregado. Se isso fosse por causa de algo além do meu próprio trabalho, então eu diria a mim mesmo com a coragem de um leão: “Você quer continuar com isso? Então vamos tentar”. Quando eu faço algo bom, ou estou certo, eu guardo para mim mesmo, mas quando eu faço algo errado e vejo como sou imperfeito, eu penso: “Oh, não! Eu deveria parar de seguir o Senhor. Eu simplesmente acho que não sou útil para a igreja”. É como se tivesse algo me torturando. Em momentos como esse quando não consigo negar a mim mesmo, Deus me diz: “Isso, é o que você é por natureza. Mas mesmo você sendo assim tão fraco e imperfeito, Eu te salvei e sou Eu que estou trabalhando através de você. Você pensa que está fazendo a minha obra sozinho? Você apagou o pecado das pessoas? É você que está guiando a Igreja? Não, Eu estou guiando a Igreja. Não se engane.”
O Senhor disse: “Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me”. O Senhor nos disse para negarmos a nós mesmos e segui-Lo. Mesmo eu sendo imperfeito, eu admito meus defeitos para Deus, dizendo: “Senhor, Você está certo. Eu sou imperfeito. Eu admito isso para Você.” Então eu afirmo isso para mim mesmo e digo: “O Senhor me salvou perfeitamente. Porque Ele me fez perfeito, se eu segui-Lo, então Ele fará Sua obra através de mim, mesmo eu sendo imperfeito”.
Nossos santos também podem seguir o Senhor, somente se negarem a si mesmos. Entendendo isso perfeitamente, eles podem negar a si mesmos. Não diga a si mesmo: “Eu sou tão imperfeito que não posso seguir o Senhor”. Ao invés disso, negue suas fraquezas e olhe para o Senhor, dizendo: “Senhor, mesmo eu sendo tão imperfeito, Você me aperfeiçoou. Tudo o que eu preciso fazer é segui-Lo. Você tem cuidado de minhas necessidades. Mesmo eu sendo imperfeito, Você me fez completo. Por favor fique comigo e me guie. Por favor tome conta de tudo”. Então somente assim, você poderá continuar seguindo o Senhor.
 
 
Uma Vez Salvo, Seu Maior Problema é Estar Ligado a Você Mesmo
 
Quando vocês tentam seguir ao Senhor após serem salvos, o maior obstáculo de todos são vocês mesmos. O maior problema é você e eu mesmo. Vocês concordam que o maior problema de seguir o Senhor é nada mais do que vocês mesmos? Temos que negar não somente nossas próprias fraquezas, imperfeições, nossa própria justiça mas também nosso amor próprio. Antes de mais nada, para seguirmos o Senhor não devemos estar presos à nossa fraqueza. Ao invés disso, nós devemos seguir o Senhor com a seguinte fé: “O Senhor me tirou da cova dos meus pecados. Ele me fez perfeito. Mesmo eu sendo imperfeito, o Senhor trabalha através de mim. É através de mim que Ele cumpre a Sua vontade”. Nós devemos seguir o Senhor, confiando que Ele nos aceitou. Se o Senhor levou todos os nossos pecados, então nós somos aqueles que o Senhor aceitou. Não importa o quanto sejamos imperfeitos, se Deus nos aceitou, então nós somos o Seu povo amado que foi salvo. Você crê nisso? Apesar disso, às vezes você ainda não pensa em desistir da sua vida de fé, só por causa da sua fraqueza? Algumas pessoas têm desistido de sua vida de fé porque são incapazes de negar suas fraquezas. Essas são as pessoas que acabam deixando a igreja.
Vocês acham que aqueles que desistiram de sua vida de fé e deixaram a igreja mesmo após terem sido salvos, fizeram isso porque acharam que não eram tão bons para a Igreja? Não, não foi por isso. Noventa e nove por cento delas fizeram isso justamente porque elas acharam que eram imperfeitas demais. Na minha pregação de ontem sobre a fé legalista, eu disse a vocês que Deus já conhece nossas imperfeições. E é porque o Senhor conhece nossas imperfeições que Ele nos disse: “Negue a si mesmo e Me siga”, para que não O deixemos por causa dos nossos defeitos. Todos nós devemos entender isso claramente e viver pela fé.
A bíblia diz: “Lâmpada para os meus pés é a tua palavra, e luz para o meu caminho” (Salmos 119:105). Esse texto deve ser nossa carne e sangue, e praticado verdadeiramente em nosso dia a dia. Essa Palavra não é para ser somente memorizada e entendida, mas é para ser vivida a cada dia. Somente assim nós podemos realmente entender o que ela significa. Qualquer um pode memorizar as passagens bíblicas. Nós temos crianças em nossa escola dominical que podem facilmente memorizar até mesmo a palavra da remissão de pecados. Quando as crianças da escola dominical recitam: “Se alguém deseja vir após Mim, negue a si mesmo, tome a sua cruz e siga-Me”, os professores mandam              que elas memorizem a passagem, e as recompensa com uma pequena lembrança. Na realidade, é completamente inútil memorizar as passagens bíblicas somente.
Mais importante do que memorizar as passagens bíblicas, é você saber como negar a si mesmo. Você somente pode seguir o Senhor se verdadeiramente negar a si mesmo e não limitar isso a um mero conhecimento. Você compreende isso? Você nega a si mesmo? As irmãs negam a si mesmas? Todos vocês devem negar a si mesmos. É porque você negou a si mesmo que você pôde seguir o Senhor até hoje. Eu sei muito bem que você pode facilmente deixar o Senhor, mas se você nega a si mesmo em todo o tempo é por isso que pode segui-Lo. Nos dias que virão, nós devemos continuar negando a nós mesmos e seguirmos o Senhor. Porque fomos salvos, nós devemos seguir o Senhor a qualquer preço, se morrermos ou vivermos. Por isso nós devemos negar a nós mesmos.
 
 

Nós Devemos Negar Nossos Pensamentos Carnais Mas Isso Requer Sacrifício

 
Levar uma vida de fé não é tão fácil. Isso requer negar a si mesmo, algo que é muito difícil de praticar. Você tem que entender isso devidamente. Os nossos pastores compreendem isso? Nós podemos seguir o Senhor somente se negarmos a nós mesmos. Não podemos seguir o Senhor a não ser que neguemos a nós mesmos. Vocês pensam que nossos pastores são especiais somente porque lhes foram dados talentos? Não, não é por causa disso. Para os nossos pastores e líderes da igreja seguirem o Senhor, eles têm que negar a si mesmos mais ainda. Ninguém pode seguir o Senhor se não negar a si mesmo. Por isso o Senhor disse que aquele que quiser segui-Lo, tem que negar a si mesmo primeiro.
Há uma música na Coréia que diz: “Quem disse que o amor é lindo?” Você pode também pensar agora: “Quem disse que seguir o Senhor é lindo? O que tem de tão maravilhoso sobre seguir o Senhor, já que isso requer que eu me sacrifique e negue a mim mesmo?” Mais difícil do que ganhar o mundo e até mesmo vencer o mundo, é lutar contra si mesmo e negar a si mesmo, e aqueles que fazem isso são verdadeiros guerreiros. Negar a si mesmo é realmente lindo.
É imprescindível negar a si mesmo para seguir o Senhor. Enquanto você não tem que negar a si mesmo no que se refere aos assuntos seculares, negar a si mesmo é indispensável para seguirmos o Senhor. Com relação aos assuntos do mundo, você pode lutar até o fim e vencer seus desafios se você for muito persistente, mas seguir o Senhor não é algo que você possa conseguir com suas próprias forças. Não importa o quanto nós estejamos determinados, será totalmente inútil. Somente quando negamos a nós mesmos é que podemos seguir o Senhor.
Olhe para Pedro. Como ele tinha força de vontade. Pedro tinha tanta força de vontade que quando Jesus disse: “Eu deve ir a Jerusalém, passar por muitos sofrimentos com os anciãos e sumo sacerdotes, ser morto e ressuscitar ao terceiro dia”, ele disse a Jesus: “Longe de Ti essas coisas, Senhor!” Mesmo Pedro dizendo: “Senhor, eu Te seguirei até a morte. Por favor, não faça isso”, quando o Senhor foi preso pelos homens enviados pelos anciãos e sumo sacerdotes, ele saiu de cena. Pedro ainda negou a Jesus três vezes aquela noite. Na verdade, aqueles que têm vontade própria não podem seguir o Senhor. Não são as pessoas com vontade própria que seguem o Senhor mas são aquelas que sabem como negar a si mesmas. E essas pessoas são realmente as mais fortes.
 
 
Não é tão Fácil Seguir ao Senhor
 
Uma vez que entendemos como negarmos a nós mesmos, é muito fácil seguir o Senhor. Contudo, para aqueles que não sabem como negar a si mesmos, é um inferno seguir o Senhor. Todos vocês devem compreender isso. Quando um pecador é salvo de seus pecados, ele deve primeiro aprender como negar a si mesmo o mais rápido possível. Somente assim ele pode levar uma vida de fé feliz, andando em pastos verdejantes, segurando a mão do Senhor e fazendo a Sua obra junto com Ele.
Não faz muito tempo que alguns de vocês foram salvos. Mas vocês não estão excluídos de negarem a si mesmos. Todos devem negar a si mesmos. Não é verdade que temos muito de nossos próprios pensamentos, nossa própria justiça e nossa própria fraqueza crescendo em nós? Todas essas coisas devem ser negadas. Nós devemos nos agarrar ao Senhor e segui-Lo, dizendo: “Se essa é a vontade do Senhor, mesmo que eu pense diferente, eu estou errado e o Senhor está certo. Minha fraqueza não é nada. Mesmo eu sendo fraco, o Senhor me salvou. Eu creio em Ti, Senhor”. Para fazer isso, você deve saber como negar a si mesmo.
 
 
Os Justos Devem Negar Sempre a Sua Própria Justiça
 
Os justos devem negar a sua justiça. Enquanto levamos nossa vida de fé na igreja, servindo esse evangelho, servindo o Senhor, servindo nossos irmãos e irmãs, e servindo às outras pessoas, nós temos visto muitas pessoas nascidas de novo deixando o Senhor por causa de sua própria justiça. Eles nos dizem: “O que eu penso e falo está certo, então porque você não aceita o que eu estou falando? Por que você trabalha desse jeito? Como você pode fazer isso?” Mas isso não é nada além do que sua própria justiça. Então eles acabam deixando a igreja e dizendo: “Esse não é o meu jeito de fazer as coisas; eu simplesmente não entendo porque eles estão fazendo isso. Como pode os chamados líderes, serem tão patéticos? Eu não posso trabalhar com essas pessoas.” A justica própria deve ser totalmente negada. Os justos que têm muito de sua própria justiça devem negar a si mesmos.
Mesmo se estivéssemos certos, que mérito haveria nisso? Pois, na verdade, nós não temos mérito algum. Nós podemos estar mais certos do que Deus que nos salvou com Seu amor ao apagar todos os pecados das pessoas desse mundo? Não importa o quanto  estejamos certos, não há nada mais certo de que Deus ter salvo o homem do pecado. Os homens discutem para ver quem é o melhor entre eles, mas, na verdade, todos são farinha do mesmo saco. Além do mais, alguém pode ser até melhor que outro em alguma área, mas  comparado a Deus ele não é nada.  
Apesar disso, algumas pessoas justas se enganam pensando que são melhores do que alguns irmãos e irmãs da fé, mesmo caminhando junto com eles. Às vezes eles não agüentam os outros e dizem: “Eu não consigo me adaptar a eles”. Isso acontece porque eles se acham justos demais, se achando superiores a todos, a ponto de não tolerá-los. Já que eles são tão justos, eles acabam perturbando os outros e já que não conseguem agüentá-los, eles mesmos acabam ficam perturbados – como isso é vergonhoso e errado diante de Deus. A justiça própria também deve ser negada.
Apesar disso, algumas pessoas justas se enganam pensando que são melhores do que alguns irmãos e irmãs da fé, mesmo caminhando junto com eles. Às vezes eles não agüentam os outros e dizem: “Eu simplesmente não sou compatível com eles”. É porque eles são muito justos, ..... . Já que eles são tão justos, eles acabam perturbando os outros e já que eles não conseguem agüentá-los, eles mesmos ficam perturbados – como isso é vergonhoso e errado diante de Deus. A justiça própria também deve ser negada.
 
 
Algumas Pessoas Justas Têm Tanta Justiça Própria que Acabam Deixando o Senhor
 
Alguns deixam a igreja pensando que são melhores do que os outros, dizendo: “Eu não posso ficar com essas pessoas. É melhor eu ficar sozinho. Como eu já recebi a remissão de todos os meus pecados, eu vou levar a minha vida de fé sozinho”. Repetindo, não há nada mais tolo do que lutar entre nós mesmos sobre quem é melhor do que o outro, quando todos nós somos justos. É claro que se formos nos comparar com os outros, é verdade que alguns de nós somos melhores ou piores do que os outros em certas áreas, mas isso é aceitável somente se essa comparação for feita sob padrões humanos, ou sob um conceito relativo e não sob um padrão absoluto. Além disso, não importa o quanto sejamos merecedores, nós podemos estar mais certos do que o Senhor? Não, é claro que não; o Senhor está mais certo que todos. O fato de o Senhor ter levado os pecados de todos nesse mundo, foi punido por todos e salvou a todos de seus pecados – só isso é a maior justiça que existe. Então, é tolice nós sermos orgulhosos e olharmos para os outros ou para outra coisa qualquer.
Por isso é que os justos devem deixar de lado sua justiça e servir o evangelho. É a coisa certa a fazer. É próprio do justo negar a si mesmo e trabalhar junto para servir ao Senhor. O que é realmente certo para você fazer é negar a si mesmo, negar sua própria justiça e seguir o Senhor.
 
 
Alguns de Seus Pensamentos Carnais Podem Estar Certos?
 
Você tem alguma justiça? Quando você olha para si mesmo baseado em padrões humanos, há muita coisa certa. Contudo, o que quer que façam os justos, quer comam ou bebam, eles devem fazer tudo para a glória de Deus. Por isso cada pessoa justa não importando quanta justiça ela possa ter, deve saber como deixá-la de lado, já que isso não tem nenhuma utilidade para o evangelho, e não traz nenhum beneficio para o mesmo.
Nós os justos, devemos negar a nossa própria justiça. Mesmo os justos cometem erros e todos nós temos uma certa fraqueza. Apesar disso, algumas pessoas ainda dizem “eu sou diferente de qualquer um outro. Eu posso servir o Senhor melhor do que ninguém”. Mas mesmo se fôssemos servir o Senhor melhor, nós poderíamos realmente servi-Lo em completa perfeição? Não, isso é humanamente impossível. Nós devemos entender que cometemos os mesmos erros que foram cometidos pelos nossos amados justos e fomos julgados por eles também. Os sábios são aqueles que entendem que os erros das outras pessoas também são seus erros. Resumindo, aqueles que negam a si mesmos são os sábios.
De alguma forma, há entre vocês alguém que é tão soberbo que está pensando em ir por um outro caminho fora da igreja, dizendo a si mesmo: “Já que amo o Senhor mais do que essas pessoas, eu vou me desligar da igreja e servir a Deus sozinho!” Eu nunca tive esses pensamentos, nem uma vez. Porque eu sei muito bem que eu sou imperfeito por natureza, e porque admito que seria um absurdo para mim ser arrogante. Contudo, quando eu olho para os nossos obreiros, há poucas pessoas justas que são soberbas, como se elas estivessem servindo ao evangelho sozinhas. Aqueles que são soberbos verdadeiramente servem ao evangelho? Não, eles não servem mesmo ao evangelho. Mesmo que eles pareçam servir o evangelho na igreja de Deus, eles só confiam em sua própria justiça e não se importam com ele.
Os justos devem deixar de lado a sua justiça. Eles também devem negar a si mesmos e se unir ao evangelho. Para servir ao evangelho fielmente nós devemos estar unidos. Ao invés de pregarmos o evangelho sozinhos, nós devemos unir nossas forças. Por isso é tão importante negarmos a nós mesmos e encararmos nossa própria justiça. Você também tem a sua própria justiça, certo? Você de vez em quando não deseja seguir em frente no seu próprio caminho, para estabelecer a sua própria justiça? Estou certo de que você tem essa vontade de vez em quando. Mas você tem que negar isso. Você tem que negar a si mesmo. Nós devemos negar a nós mesmos se isso é benéfico para a pregação do evangelho. Se isso é para o bem do evangelho, o que é que nós não podemos fazer? Se isso é para o bem do evangelho, então nós devemos desistir de tudo, desde a nossa vontade, até nossos próprios pensamentos. Se você é realmente uma pessoa justa, então você deve pensar primeiro no que vai fazer e se isso será bom para a pregação do evangelho, e tomar a decisão de servi-lo. Se realmente nos tornamos os santos salvos e servos de Deus, então nós devemos pensar sobre o que é que devemos fazer para beneficiar ainda mais o evangelho.
Independente de qualquer circuntância, os justos devem negar a si mesmos e à sua própria justiça. Quando alguém vem para a igreja servir o evangelho e encontra dificuldades de adaptação, isso não tem nenhuma importância. Nós devemos negar a nós mesmos. E é porque temos negado a nós mesmos até esse dia, que nós estamos de pé aqui neste lugar. Se vocês não tivessem negado a si mesmos, então todos vocês já deveriam ter deixado a igreja tempos atrás e não haveria mais ninguém aqui. Contudo, porque vocês têm negado seus pensamentos até hoje, vocês estão aqui comigo neste lugar. Somente se vocês continuarem negando os seus pensamentos no futuro é que vocês ainda estarão sentados aqui. Se vocês não tivessem negado a si mesmos, vocês não poderiam estar sentados aqui agora. É porque todos os justos que estão sentados aqui na igreja têm negado a si mesmos, que eles podem continuar fielmente cumprindo com suas tarefas em seus respectivos postos. Como disse o Senhor: “Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo”, aquele que quiser seguir o Senhor deve negar primeiro a si mesmo para então segui-Lo.
 
 
Nós Devemos Negar Nosso Amor a Nós Mesmos
 
Todos amam mais a si mesmos. Acima de tudo no mundo, a pessoa ama mais a si mesma. Então, quando nós passamos por lutas enquanto seguimos o Senhor, às vezes somos tentados a pensar somente em garantir o nosso próprio bem estar. Quando diz respeito ao nosso bem estar, de vez em quando pensamos: “Eu devo salvar primeiro o meu próprio pescoço”. Isso também deve ser negado, já que não podemos seguir o Senhor se amamos mais a nós mesmos e cuidamos apenas da nossa própria vida.
Aqueles que fizeram bem pouco para servir ao Senhor pensam até em desistir de sua vida de fé para poupar a si mesmos, pensando: “Me disseram que seria maravilhoso ser salvo, mas pensando bem, agora eu vejo que isso não é verdade”. É claro que eles amam o Senhor e gostam do evangelho, mas o problema é que eles amam mais a si mesmos. Já que eles pensam que ficarão arruinados se forem servir e seguir esse evangelho, eles são tentados a desistir de sua vida de fé a fim de garantir seu bem estar.
O maior inimigo que impede que os justos sigam a Deus é o amor a si mesmo. Isso se aplica a todos de igual forma. Por isso o Senhor ordena que nos odiemos, dizendo que poderemos segui-Lo, somente se negarmos até o nosso amor próprio. Por outro lado, aqueles que não nasceram de novo ainda dizem que nós devemos amar a nós mesmos, certo? É claro, é verdade que devemos amar a nós mesmos. Mas se realmente queremos amar a nós mesmos, devemos então negar a nossa carne para que nossa alma vá para o céu. Contudo, o problema para muitas pessoas é que eles amam mais a sua carne do que a sua alma, por isso eles não hesitam em abrir mão de seu próprio espírito pela sua carne.
Já que nascemos de novo, nós precisamos odiar a nossa carne quando ela vem atrapalhar a obra do Senhor. Em outras palavras, quando queremos seguir a Deus nós devemos negar nosso amor próprio. Somente quando negarmos o amor que temos por nós mesmos é que podemos seguir o Senhor. Nossos pensamentos carnais estão sempre mudando, e a não ser que neguemos esses pensamentos, não poderemos seguir o Senhor. Afinal de contas, como poderemos seguir o Senhor sem negarmos a nós mesmos?
A fim de nos salvar o Senhor requer de nós algo tremendamente difícil, pois nada poderia ser mais difícil do que negar a si mesmo. Já os justos devem negar seus pensamentos, negar o que gostam, e ainda negar o amor a si mesmo, nós vemos como é difícil viver como pessoas justas. O Senhor nos remiu de todos os nossos pecados e prometeu nos levar para o céu no futuro. Antes de sermos recebidos no céu, nós ainda devemos negar a nós mesmos e sofrer muitas coisas enquanto levamos nossa vida de fé nessa terra. Se eu fosse pregar o evangelho à classe dos novos convertidos nesse acampamento para treinamento de discípulos e também ensinar na mesma hora que eles devem negar a si mesmos, então muitos dos alunos voltariam para as suas casas sem nem serem salvos. Por isso é que a aula para os novos convertidos é dada separada da aula para os mais antigos.
Para aqueles que estão conhecendo o Senhor pela primeira vez, eu tento ficar longe da comida difícil ou gordurosa, mas ao invés disso os levo à salvação alimentando-os com comida leve que eles podem digerir. Se eles souberem assim que são salvos como é dificil viver para o Senhor, quem iria querer ser salvo? Por outro lado, eu e você já nos tornamos justos e recebemos a remissão de nossos pecados, então o que podemos fazer? Você voltaria atrás na sua salvação? Não, não há agora outro caminho a não ser seguir o Senhor.
Quando negamos a nós mesmos pelo evangelho, há uma recompensa pela qual se vale a pena lutar. Quando os justos negam a si mesmos e seguem o Senhor, muitas coisas valem a pena serem feitas. Em outras palavras, as almas salvas e crescentes na fé são muito mais importantes do qualquer coisa debaixo do céu. O reino de Deus cresce e nós passamos a viver confiando em Deus. O próprio Deus toma conta de nós e resolve os nossos problemas, nos ajuda, nos abençoa e nos guia. Assim, quantas bênçãos incríveis Deus já nos deu? Por isso é que tudo vale a pena por negarmos a nós mesmos. Se simplesmente negarmos a nós mesmos, Deus certamente nos dará recompensas ilimitadas, então por isso vale a pena fazer o sacrificio.
Nós os justos devemos considerar os três requisitos seguintes para negarmos a nós mesmos: devemos negar nossa fraqueza, nossa própria justiça e nosso amor próprio. Feito isso, seremos mais do que capazes de seguir o Senhor. Contudo, se você tentar negar seu amor próprio sem Deus, você terá então pouco sucesso e seguirá apenas uma vida religiosa que mais se adeque a você. Podemos negar a nós mesmos somente se o fizermos pensando na obra do Senhor. De fato, se não pensarmos na obra do Senhor, então não haverá nada o que negar também. Será bom para nós vivermos da maneira que quisermos, dizendo: “Bem, isso é o que eu sou, então eu vou viver da maneira que eu quiser”.
Pelo contrário, quando nós pensamos na obra do Senhor, nós temos a tendência de pensar: “Eu não devo fazer isso a não ser que a vontade do Senhor seja essa. Deus ficará desapontado comigo se eu fizer isso”. Em outras palavras, quando pensamos nas coisas de Deus e na Sua obra, negamos a nós mesmos, dizendo: “Eu não devo ser assim. Mesmo que tenha sido assim que eu nasci e o que eu sou por natureza, quando eu penso no evangelho, sei que eu não devo ser assim”. É por pensarmos na obra do Senhor que podemos negar a nós mesmos.
Nosso Senhor ama a todos. Nós também amamos uns aos outros. Contudo, às vezes para garantir que a vontade do Senhor se cumpra, não podemos expressar o nosso amor pelos outros e temos que abrir mão da nossa simpatia. A Sua vontade só se cumpre se fizermos isso. Se tentarmos ser agradáveis e acabarmos tolerando algo com que deveríamos agir com firmeza, então isso freqüentemente irá impedir que a vontade do Senhor se cumpra. Portanto, às vezes não podemos ser tão agradáveis, pois a vontade do Senhor deve se cumprir.
Em outras palavras, nós devemos negar nosso amor carnal. Isso é algo muito penoso para os justos. Afinal de contas, como pode algum justo não gostar de outro? Nós temos muitos irmãos e irmãs solteiros aqui conosco; vamos dizer que um irmão realmente gostasse de uma de nossas irmãs e estivesse apaixonado por ela. Já que esse irmão ama a irmã, ele gostaria de fazer muitas coisas por ela. Contudo, se isso não fosse para o bem do evangelho, então ele deveria até abrir mão desse amor. Isso é negar a si mesmo. Isso é que é negar a si mesmo segundo a vontade do Senhor.
O Senhor falou sobre as situações que aconteceriam conosco atualmente. Se a Palavra de Deus não fornecesse instruções para a nossa vida mas somente hipóteses, então não teríamos mais nada a aprender como salvos. Assim como negar a nós mesmos é essencial para alcançar a nossa salvação, isso também é necessário para levarmos nossa vida de fé devidamente. Uma vida de fé se refere a seguir o Senhor. Porque fé se trata de seguir o Senhor, nós devemos abrir mão do nosso amor próprio e fazer isso sempre que necessário para que se cumpra a vontade dEle na igreja. Nós só precisamos negar a nós mesmos se estivermos preocupados com a nossa própria obra, mas se a nossa preocupação é com a obra do Senhor, então devemos negar a nós mesmos. Não é porque você não se ama que você faz isso, mas é para garantir o cumprimento da vontade do Senhor. É de suma importância que entendamos isso mesmo que saibamos que o nosso coração esteja doendo.
“Uau, aquele homem é tão sem coração! Como ele pode ser tão mau? Ele é tão ocupado e egoísta!” Eu sei que é assim que muitos de vocês pensam sobre outros santos ou sobre os pastores da igreja. Há certos problemas em seu relacionamento com os santos que os fazem ficar desapontados e irritados uns com os outros, impedindo que se compreendam mutuamente. Nesses momentos você tem que entender porque os servos de Deus fizeram isso a você.
Como eu sirvo o evangelho, eu não sou diferente de ninguém; há momentos que eu penso na obra de Deus e há momentos também que eu penso na obra do homem. Meu propósito principal é servir ao Senhor pregando o evangelho. Contudo, quando nosso trabalho é focado exclusivamente na pregação do evangelho, algumas pessoas ficam muito cansadas e fracas. Eu sei muito bem que se nós continuarmos fazendo a obra dessa maneira, algumas pessoas inevitavelmente irão sofrer. Mas eu creio que elas também se alegrarão no final quando verem a obra do Senhor cumprida, pois Ele também trabalha em nosso coração. Se isso agrada o Senhor, o Espírito Santo dentro delas também se alegra mesmo que elas estejam sofrendo.
Por exemplo, várias vezes a igreja levanta ofertas para missões. Quem da igreja pede as ofertas? São os santos que pedem para a igreja fazer a contribuição. Então quando o anúncio da oferta é feito, alguns santos não gostam já que eles têm que ofertar a Deus o que eles tem guardado para si mesmos. Para ofertar, nós temos que desistir do nosso planejamento de gastar dinheiro com qualquer outra coisa. O que dói de imediato? Dói logo na nossa carne.
 
 
Se Você Está Mais Atento ao Homem do que a Deus, Você Jamais Poderá Servi-Lo
 
Pedro amou tanto a Jesus que ele chegou muito perto de cometer um erro desastroso. Jesus era um ser espiritual. Seria um grande erro pensar que o que Ele faz é tratar somente com assuntos humanos. Assim, quando levamos em conta a obra de Deus, nós devemos pensar mais espiritualmente do que carnalmente. O que quer que façamos, nós temos que fazer tudo pela obra de Deus. Esse pedido é descrito na passagem que diz: “Todas as coisas são lícitas, mas nem todas convêm” (I Coríntios 10:23). Isso significa que mesmo que tudo me seja permitido, às vezes nós temos que negar nosso amor próprio pelo bem do evangelho.
Então, como nós podemos buscar os interesses do evangelho? Eu creio de todo o coração que se você se preocupar com o evangelho, Deus irá usar todo e cada um de Seus preciosos instrumentos para o abençoar. Apesar disso, muitos justos não têm essa fé em seu coração e não podem negar a si mesmos, e é justamente por isso que eles sofrem.
É porque amamos a nós mesmos que não podemos servir o Senhor e nem segui-Lo. É porque amamos a nós mesmos que freqüentemente fracassamos. Se contudo, nós oferecermos toda nossa vida a Deus, perguntando: “Senhor, eu quero viver para Você para sempre. Eu quero que Você seja responsável por tudo em minha vida”, então o Senhor não poderá evitar de ser responsável por nossa vida. Uma vez que seguimos somente a vontade de Deus, dizendo a Ele: “Senhor, eu quero que Você tome conta da minha família e de tudo o mais”, então a partir daí a nossa obra se torna a obra de Deus.
Você provavelmente tem visto algumas pessoas se entregando completamente a obra de Deus, certo? Esses irmãos, irmãs e os servos de Deus, são as pessoas mais corajosas. Por isso que o Senhor tem Se responsabilizado por elas. De Sua parte, Ele não pode Se recusar em ajudá-las. Quando o Senhor olha para essas pessoas, Ele diz: “Já que eles estão Me seguindo e confiando em Mim, se eles ficarem arruinados Eu serei acusado de não tê-los ajudado. Eu me sinto responsável por eles. Eu preciso ajudá-los”. Amados irmãos, eu os aconselho a deixar que o Senhor seja responsável por vocês. É sábio de sua parte, fazê-Lo Se sentir responsável por sua vida.
 
 
Os Justos Devem Primeiro Negar Seus Pensamentos Carnais Antes de Querer Receber as Preciosas Bênçãos de Deus em Suas Vidas
 
Uma vez que os justos se libertem do desejo de amarem a si mesmos, passam a olhar para Deus e aprendem a negar a si mesmos pela fé, vai ser muito mais fácil eles levarem sua vida de fé. Eles podem andar com o Senhor e viver com Ele em todo o lugar, nos bons e nos maus momentos, nas bênçãos e nas dificuldades também. Nós podemos viver assim só se negarmos a nós mesmos. Por isso é uma bênção muito grande negarmos a nós mesmos. E por isso que é tão difícil fazê-lo, porque quando negamos a nós mesmos, as preciosas bênçãos de Deus são derramadas sobre nós. Isso não tem preço, justamente porque é muito difícil de se fazer.
No entanto, aqueles que receberam a remissão de seus pecados e desejam seguir o Senhor, devem negar a si mesmos. Somente alguém que nega a si mesmo é que pode seguir o Senhor. Aquele que não nega a si mesmo verá sua vida de fé se acabar. Você compreende isso? Se você quer acabar com sua vida de fé significa que você não nega a si mesmo.
Se nós queremos realmente seguir o Senhor, então o Espírito Santo que mora em nosso coração irá nos guiar mais ainda. Queridos irmãos, ouçam e obedeçam à voz do Espírito Santo e neguem o desejo do seu coração de amar a si mesmo. Neguem suas fraquezas e a sua própria justiça. Neguem seu amor próprio. O Senhor então irá guiá-los. Se nós seguirmos o Senhor, Ele certamente resolverá todos os nossos problemas e tomará conta de nós.
Se nós estamos juntos no mesmo barco com o Senhor, então Ele resolverá todos os nossos problemas, pois os nossos problemas se tornarão os problemas do Senhor, e os Seus problemas se tornarão os nossos problemas. Nós iremos viver em um lugar abençoado com o Senhor, serviremos a Ele alegremente em Seu exército para sempre, seremos abençoados por Ele, receberemos glória dEle e alcançaremos preciosas bênçãos dEle, sem sofrimento. Em outras palavras, nossas vidas se farão preciosas por Ele. Não é através da nossa própria força que encontraremos prosperidade, mas nossa prosperidade vem das bênçãos de Deus. Mesmo que às vezes enfrentemos dificuldades por causa da graça de Deus, é por causa do Seu amor que nossa vida é completa.
Nós devemos negar a nós mesmos. Vocês, irmãs, compreendem isso? Já que todos vocês entenderam isso muito bem, não há nada mais que eu possa ensinar. Mas porque vocês tendem a esquecer suas lições muito rápido, eu ainda tenho que ensiná-las a vocês novamente.
Nesse ano vamos amar menos a nós mesmos e negar mais o nosso ego e a nossa própria justiça. E também neste ano vamos negar nossa fraqueza e crer que Deus nos salvou, apesar dela. Vamos alegrar o coração do Senhor e descansar em Seus braços. É o meu sincero desejo e oração que todos nós possamos agradar o Senhor por negarmos a nós mesmos. Há somente uma razão pela qual eu tenho podido seguir o Senhor até hoje, no último ano e neste também, e é porque eu tenho negado a mim mesmo. É por causa desse simples fato que eu tenho podido seguir ao Senhor. E o fato de eu negar a mim mesmo não é pelo meu próprio esforço, mas não pude evitar de fazê-lo pela obra de Deus. Eu não posso evitar de negar a mim mesmo porque essa obra é muito preciosa, porque Ele ama tanto as pessoas, porque Ele deu a elas tão tremenda salvação e porque ele as faz tão felizes. Eu não tenho outra escolha a não ser negar a mim mesmo; e se eu tivesse me negado em parte por minha própria vontade, e de outra parte pela força, dificilmente eu teria conseguido viver uma vida de fé até agora. Deus me ajudou a chegar até onde eu estou agora. E eu quero que o Senhor continue a me ajudar no futuro também.
Jesus disse: “Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo”. O que Ele disse depois? Ele disse: “Tome a sua cruz e siga-me”. Está certo. Cada um de nós deve tomar a sua própria cruz – não somente a cruz dos outros mas a nossa própria cruz. Seguir o Senhor mesmo em meio às lutas é tomar a sua cruz. Não seria maravilhoso se somente boas coisas acontecessem a nós assim que fomos salvos? Não seria maravilhoso se nada de ruim nos acontecesse, mas somente coisas boas, ou se tivéssemos somente tarefas fáceis de fazer com o Senhor tirando todas as difíceis do nosso caminho? Não seria incrível se não tivéssemos problema algum?
Mas nós temos tanto problemas como dificuldades. Mas porque a Palavra do Senhor é a Verdade, ela se cumpre exatamente como está escrito. O Senhor nos disse: “Dos seus pecados eu não me lembrarei mais; Eu irei purificá-los e vocês ficarão alvos como a neve”; e Ele realmente purificou todos os seus pecados segundo Sua promessa. Então, nos tornamos sem pecado por crermos na Palavra de todo o coração, e já que o Senhor nos mandou tomar a nossa própria cruz e segui-Lo, é porque temos uma cruz e devemos carregá-la. A Palavra do Senhor se cumpre assim como está escrito, pois ela é a Verdade. Aos que O seguem, Ele permitiu enfrentar seus problemas individuais. Todos nós devemos então tomar nossa própria cruz.
Eu creio sem duvidar que o Senhor me salvou. Então, é somente uma questão de segui-Lo. Mas porque eu ainda continuo enfrentando problemas tanto na minha vida como na minha família, são essas as coisas que às vezes me deixam sobrecarregado. Se eu tivesse somente que seguir o Senhor sem nenhuma luta, com certeza meu trabalho já estaria muito adiantado. Todavia, enquanto sigo o Senhor, eu tenho passado por muitas lutas, não somente pelo nome do Senhor, mas também por causa dos meus problemas particulares; e eu destesto isso. Então, às vezes eu penso: “Se não fosse por esse problema, eu poderia estar servindo ao Senhor muito melhor!”
Por que então eu enfrento esses problemas? Eu gostaria de poder perguntar ao Senhor porque eu passo por essas provas e porque há tanto sofrimento em minha família, no meu trabalho e em tudo que é relacionado comigo, quando na verdade tudo o que eu quero é servir a Ele e segui-Lo fielmente. Apesar disso o Senhor diz firmemente: “Me siga em meio a essas provas”. Esse, meus amados irmãos, é o mandamento do Senhor.
Quando os justos seguem o Senhor, nem tudo o que acontece é bom. Mesmo quando nos encontramos em meio às lutas, é a vontade de Deus que ainda O sigamos. Se isso é o que Deus quer para nós, então não temos outra alternativa a não ser segui-Lo em meio às lutas. É impossível seguirmos ao Senhor totalmente livres de dificuldades, e sem nenhum sofrimento sequer. Tentar fazer isso significa que nós não queremos negar a nós mesmos e assim, desobedeceremos a Palavra do Senhor. Mesmo sendo difícil, se for a vontade de Deus que tomemos a nossa cruz e O sigamos, e se foi isso que Ele nos disse, então nós devemos negar até os nossos pensamentos. Ainda que fosse bom não termos dificuldades, deveríamos estar determinados a negar a nós mesmos e seguir o Senhor mesmo em meio às nossas lutas. Seguir ao Senhor assim é viver de acordo com a Sua vontade. Mesmo quando enfrentamos lutas, devemos negar a nós mesmos, negar nossos pensamentos e seguirmos ao Senhor. É assim que podemos viver uma vida de fé adequada.
Todos os nascidos de novo estão enfrentando muitas dificuldades. E não é somente um certo número de pessoas que enfrentam dificuldades. Se olharmos para cada um nós, todos nós estamos enfrentando algum tipo de dificuldade. Todos nós temos uma cruz para carregar, não temos? É claro que temos. Não é porque os solteiros estão sozinhos que eles não têm uma cruz para carregar. Cada um tem uma cruz para carregar.
Se há alguém que não tem uma cruz agora, em breve ele também terá sua própria cruz para carregar. Isso é justamente o que a Palavra disse, e aqueles que estão sem uma cruz, no futuro certamente a terão. Todavia, mesmo em meio às lutas, nós os justos nunca devemos trair o Senhor nem rejeitar o evangelho, e menos ainda nos afastarmos da igreja, mas seguirmos O sempre. Se realmente queremos seguir o Senhor, nós devemos negar a nós mesmos.
Alguns de nossos amados santos compram flores caras e as colocam em um arranjo, pondo-as ao lado do púlpito toda semana. Se arranjos florais são feitos só porque alguém gosta de fazê-los, então isso é um hobby para elas. Mas se os arranjos florais são feitos para agradar ao Senhor, mesmo que eles ainda não saibam bem como fazê-lo e não tenham nenhum interesse nisso, então isso não é somente um hobby, mas é algo que eles fazem para servir e seguir ao Senhor. O que quer que seja feito para o Senhor, mesmo que não se encaixe na preferência de alguém, essa é a maneira correta de segui-Lo.
Eu me casei após conhecer o Senhor. Em meu pensamento às vezes passa a idéia de que há muitas coisas que não posso fazer porque eu sou casado, mas eu tenho certeza que o casamento é benéfico para a pregação do evangelho. Já que nossas irmãs têm muitos assuntos que elas não acham adequado discutirem comigo, elas podem conversar com minha esposa. O que elas não podem conversar comigo, elas podem conversar com minha esposa. Então eu fico pensando: “Oh, então Deus me deu uma esposa para que nós possamos trabalhar juntos ao invés de eu servi-Lo sozinho. Eu estou muito feliz por ser casado”. Como a bíblia diz que todas as coisas cooperam juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, isso foi exatamente o que me aconteceu.
Seguir o Senhor mesmo em meio a dificuldades é o verdadeiro significado de segui-Lo. Se você está levando sua vida de fé em muito conforto e segundo suas próprias vontades, sem necessidade de mudar seus pensamentos e de negar a si mesmo, então você deve saber que você não está vivendo sua vida de fé da maneira certa. A coisa certa para você fazer é negar a si mesmo, negar seu amor próprio, negar sua fraqueza, negar sua justiça e seguir o Senhor pela fé, crendo que isso é a coisa certa a fazer mesmo em meio às lutas. Nós devemos concentrar nossa energia em negarmos a nós mesmos. Então vamos negar a nós mesmos. Vamos continuar praticando o negar-se a si mesmo da melhor forma possível. Exercício é indispensável para nós. Até o negar-se a si mesmo deve ser exercitado regularmente. Começando desde as pequenas para as grandes coisas, nós temos que nos exercitar, pois se de repente precisarmos negar a nós mesmos, será muito difícil fazê-lo.
Se você acha que é impossível negar a si mesmo, então continue quieto na igreja. Então você virá a negar a si mesmo. Se você não pode se submeter a essa Palavra com sua própria força, então continue ainda na igreja. Eu lamento dizer isso, mas isso é a verdade. Se você ficar quieto na igreja, dizendo: “Façam o que quiserem comigo”, então o Senhor falará com você, te ensinará, tirará toda amarra do seu coração, lhe dará a habilidade de negar-se a si mesmo, te fortalecerá, te ajudará e o abençoará. Nosso Senhor te capacitará a fazer todas as coisas.
Acima de tudo, você precisa lembrar que o nascido de novo deve sempre negar a si mesmo. Eu os aconselho a seguirem o Senhor pela fé, lembrando que o negar a si mesmo é um requisito indispensável para a sua vida de fé, e que é somente negando a si mesmo que você pode seguir ao Senhor. O Senhor cuidará de tudo o mais que faltar. Mesmo sendo incapazes, o Senhor é capaz de fazer tudo. Vocês estão felizes, queridos irmãos? Vocês estão felizes mesmo tendo que negar a si mesmos? É o meu mais sincero desejo e oração que todos estejam realmente felizes para seguir ao Senhor, mesmo nas lutas. Vamos terminar o nosso culto matinal com a canção “Eu Estou Verdadeiramente Feliz”.
Vamos sempre negar a nós mesmos pelo resto das nossas vidas.