Проповеди

Assunto 16: O Evangelho Segundo JOÃO

[Capítulo 3-3] O que Nos Faz Nascer de Novo? (João 3:1-15)

O que Nos Faz Nascer de Novo?
(João 3:1-15)
“Havia entre os fariseus um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus. Este foi ter de noite com Jesus, e disse: Rabi, sabemos que és Mestre, vindo de Deus. Pois ninguém poderia fazer estes sinais miraculosos que tu fazes, se Deus não fosse com ele. Jesus respondeu: Em verdade, em verdade te digo que quem não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. Perguntou-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Poderá voltar ao ventre da sua mãe, e nascer? Jesus respondeu: Em verdade, em verdade, te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne, é carne, mas o que é nascido do Espírito, é espírito. Não te maravilhes de eu te dizer: Necessário vos é nascer de novo. O vento sopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai. Assim é todo aquele que é nascido do Espírito. Nicodemos perguntou: Como pode ser isso? Jesus respondeu: Tu és mestre em Israel, e não compreendes estas coisas? Em verdade, em verdade te digo que nós dizemos o que sabemos, e testificamos do que vimos; contudo, não aceitais o nosso testemunho. Se vos falei de coisas terrestres, e não crestes, como crereis, se vos falar das celestiais? Ninguém subiu ao céu, senão o que desceu do céu - o Filho do homem [que está no céu]. Assim como Moisés levantou a serpente no deserto, da mesma forma importa que o Filho do homem seja levantado, para que todo aquele que nele crê tenha a vida eterna.”
 
 
Alguém Tem que Voltar ao Ventre da Sua Mãe para Nascer de Novo?
 
O Senhor disse a Nicodemos: “Aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus” (João 3:5). Nicodemos perguntou a Jesus então: “Como pode um homem nascer, sendo velho?” Nicodemos era fariseu e um líder entre os judeus. Mas ele não entendeu o que Jesus lhe disse por causa da sua visão carnal. Como resultado, ele pensou que alguém tinha que voltar ao ventre de sua mãe para nascer de novo.
Todos nascem neste mundo e morrem uma só vez, pois esta é a lei que Deus estabeleceu para todo ser humano. Depois da morte, todas as pessoas sem exceção têm que enfrentar o juízo de Deus por causa dos seus pecados. Todo ser humano nasce em pecado neste mundo por causa dos seus pais carnais, e portanto, eles irão enfrentar a condenação por causa dos seus pecados quando morrerem se não tiverem a remissão deles. Sendo assim, todos nós temos que crer no evangelho da água e do Espírito e nascer de novo antes de morrermos.
Algum tempo atrás eu vi um programa interessante na televisão falando sobre os caranguejos, explicando como eles saem dos ovos e se espalham. Cada larva recebe uma nova vida depois de se transformar em um novo ser. Por exemplo, uma larva se transforma numa cigarra. Do mesmo modo, é crendo no evangelho da água e do Espírito que nós seres humanos nascemos de novo sendo justos e livres do pecado.
Está escrito em 1 Timóteo 2:3-4: “Pois isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador, o qual deseja que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade”. Deste modo, nunca foi a vontade de Deus que nós nascêssemos neste mundo e depois morrêssemos sem nascer de novo. Não é a vontade de Deus que as pessoas nasçam como pecadores e depois morram da mesma forma. Assim como a larva se torna uma cigarra, todos nós também temos que nascer de novo crendo no evangelho da água e do Espírito. Através do evangelho da água e do Espírito, todos nós nascemos de novo e saímos da posição de pecadores para sermos justos.
Neste mundo existem os que nasceram de novo crendo no evangelho da água e do Espírito e também os que fracassaram neste sentido. Segundo a passagem bíblica deste capítulo, este homem chamado Nicodemos não conhecia o evangelho da água e do Espírito.
Nicodemos disse a Jesus: “Rabi, sabemos que és Mestre, vindo de Deus” (João 3:2). Ele fingiu conhecer Jesus, mas Ele lhe disse: “Aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus”, e com essas palavras Ele deixou uma dúvida no coração de Nicodemos. Jesus continuou dizendo a ele: “O que é nascido da carne, é carne, mas o que é nascido do Espírito, é espírito. Não te maravilhes de eu te dizer: Necessário vos é nascer de novo”. Ele quis dizer com isso que, assim como o vento sopra onde quer e não sabemos de onde ele vem, assim é alguém que não nasce de novo livre dos seus pecados e é incapaz de reconhecer os que receberam a remissão dos seus pecados por crerem no evangelho da água e do Espírito. Ao dizer isso àqueles que não nasceram de novo, nosso Senhor quer ensiná-los a Verdade sobre o que é de fato nascer de novo pelo evangelho da água e do Espírito.
Mas Nicodemos perguntou a Jesus: “Como um homem pode nascer de novo?” e Jesus o respondeu: “Como é que você sendo mestre em Israel não compreende estas coisas? Alguém só pode entrar no Reino de Deus se nascer de novo da água e do Espírito, e isso vale para todos”. Em outras palavras, todo mundo deve entrar no Reino de Deus crendo na Palavra do evangelho da água e do Espírito.
Todos nós temos que nos lembrar o que Jesus disse a Nicodemos. E Ele disse isso a todos nós também: “Se vos falei de coisas terrestres, e não crestes, como crereis, se vos falar das celestiais?” Jesus quis nos ensinar como nascer de novo através do verdadeiro evangelho da água e do Espírito.
 
 

Os Conceitos Errados que Muitas Pessoas Têm Sobre Como Nascer de Novo

 
Várias pessoas têm muitos conceitos errados sobre como nascer de novo. Elas querem encontrar a Jesus em visões e sonhos, ou em suas orações, e crêem erradamente que podem nascer de novo quando O encontram dessa maneira. É por isso que elas costumam a dizer coisas estranhas. Dizendo que viram Jesus em suas visões enquanto estavam jejuando, elas afirmam que agora nasceram de novo. Também existem aqueles que acreditam que podem nascer de novo quando sonham. Alguns afirmam que enquanto sonhavam tiveram uma visão de Jesus com os Seus pés acorrentados e sangrando muito, que Ele os chamava pelo nome e dizia a eles para amá-Lo. Ao afirmarem que Jesus disse a eles: “Eu morri por vocês desse jeito. Vocês conseguem ver isso agora? Vocês têm que construiu uma igreja aqui”, eles dizem que nasceram de novo então, e que é por isso que eles construíram uma igreja.
É assim que alguns fazem falsas afirmações sobre como nascer de novo. Da mesma forma, Eles também passam por experiências enganosas. Alguns dizem que quando eles estão fazendo suas orações de arrependimento, algo que aquece vem do alto sobre eles. Assim como é dito que o Espírito Santo veio como fogo, eles dizem que algo como fogo veio sobre eles e os envolveu da ponta da cabeça à planta dos pés. Eles dizem que foi aí que o Espírito Santo veio sobre eles.
Outros afirmam ainda que enquanto estavam orando eles tiveram uma visão, e nessa visão eles lembravam de todos os pecados que haviam cometido, desde quando eram crianças e desobedeciam a seus pais, e que todos eles apareceram na sua frente como se estivessem vendo um filme. Então eles dizem que bateram no peito e lamentaram, confessando cada um dos seus pecados em suas orações de arrependimento. Eles dizem que quando acabaram de fazer suas orações de arrependimento, dois dias já havia se passado. Inventando histórias incríveis assim e dizendo que o que parecia um momento na verdade eram dois dias, eles dizem que naquela hora foram remidos de todos os seus pecados e nasceram de novo.
Alguns dizem que enquanto estavam orando os Céus se abriram e Jesus apareceu para eles, dizendo: “Eu amo vocês”, e entrou no seu coração. Eles dizem que foi então que nasceram de novo. De qualquer forma, quando essas pessoas falam sobre as experiências místicas que elas tiveram de várias formas, elas sempre afirmam que nasceram de novo através delas. Mas este tipo de fé não é o que está baseado na Palavra do evangelho da água e do Espírito. Essas pessoas acararam tendo uma fé falsa.
Entretanto, Jesus deixa bem claro na passagem Bíblica deste capítulo que somente crendo no evangelho da água e do Espírito é que alguém pode nascer de novo. Mas as pessoas não conhecem a Palavra de Deus da água e do Espírito, e por isso desejam tanto ter alguma experiência mística. E elas estão convencidas que de alguma forma podem nascer de novo por meio dessas experiências. Mas esta não é a Palavra da Verdade que a Bíblia fala sobre nascer de novo.
Algumas pessoas dizem que quando fazem suas orações de arrependimento o Espírito Santo vem sobre elas e as leva ao arrependimento. Mas este não é o Espírito de Deus. É o espírito do diabo. A Bíblia diz que Satanás é o nosso acusador. Acusar é apontar os pecados de alguém e culpá-lo diante dos outros. O diabo diz às pessoas: “Você pecou, não foi? É claro que você pecou!” Isso é acusar. O diabo sempre aponta nossos pecados, os mostra para nos envergonhar, faz com que ele condene os pecadores e os destrói com seus próprios pecados. Todo aquele então que impede alguém de entender que é pelo evangelho da água e do Espírito que ele pode receber a remissão de pecados, e também fica apontando seus pecados, isso nada mais é do que obra do diabo.
Deus também aponta o pecado das pessoas, mas Ele as ensina através da Lei o que ele é realmente. Além disso, Ele também as leva a conhecer as boas novas de Jesus que tirou todos os seus pecados com a água, o sangue e o Espírito. Assim sendo, se alguém afirma que nasceu de novo sem a Palavra do evangelho da água e do Espírito, esse testemunho então é tudo mentira.
 
 
O Espírito Santo Vem Sobre que Tipo de Pessoas?
 
Assim como é explicado claramente em Mateus 3:13-17 e em Atos 2:38, é através do evangelho da água e do Espírito que alguém nasce de novo, e ele só recebe o dom do Espírito Santo quando é salvo de todos os seus pecados. O Senhor disse em João 3:14-15: “Assim como Moisés levantou a serpente no deserto, da mesma forma importa que o Filho do homem seja levantado, para que todo aquele que nele crê tenha a vida eterna”. Quando o povo de Israel foi picado pelas serpentes venenosas no deserto e estava morrendo, eles ficaram curados quando olharam para a serpente de bronze que foi colocada em uma haste, assim como o general Naamã que foi curado da sua lepra no rio Jordão. Quando Jesus nos disse isso, Ele nos deu esperança da nossa salvação.
Voltando para Números 21, nós vemos que quando o povo de Israel estava passando por uma região chamada Edom indo em direção à terra prometida, sua alma se sentiu desencorajada e eles começaram a falar contra Deus e contra Moisés. Eles acusaram a Deus, dizendo: “Não havia outro lugar para nos matar e por isso Tu nos trouxeste aqui para morrermos nesse deserto? Nosso Deus, Deus dos nossos antepassados, Deus de Abraão, Deus de Jacó! Se Tu és realmente o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, por que nos trouxeste a este deserto onde não há água nem comida, para congelarmos à noite e morrermos de calor durante o dia?”
Quando o povo de Israel falou contra Deus, Ele enviou serpentes venenosas entre eles, e como habitavam em tendas, eles foram picados por essas serpentes. Ao ser picado por elas, o povo de Israel começou a morrer. Moisés então orou muito a Deus por eles. O povo de Israel também confessou seus erros e pediu a Deus que o salvasse. Tendo ouvido a oração de Moisés, Deus disse: “Faze uma serpente, e põe-na sobre uma haste. Todo aquele que for mordido, e olhar para ela, viverá”.
Na verdade, os israelitas que creram em Moisés, o servo de Deus – isto é, aqueles que olharam para a serpente de bronze – foram realmente salvos do seu veneno. Este incidente também está registrado no Novo Testamento, como está escrito em João 3:14-15: “Assim como Moisés levantou a serpente no deserto, da mesma forma importa que o Filho do homem seja levantado, para que todo aquele que nele crê tenha a vida eterna”. Isso significa que Jesus, depois de ser batizado para levar todos os pecados da humanidade, teria que morrer crucificado para pagar o preço por todos os nossos pecados.
Assim como Moisés levantou a serpente de bronze no deserto no Antigo Testamento, Jesus também foi levantado no madeiro para salvar os crentes de todos os seus pecados depois de ter sido batizado por João Batista, a fim de aceitar todos os pecados do mundo que era como o veneno das serpentes. Jesus disse que quando levasse sobre Si os pecados do mundo ao ser batizado por João Batista e morresse crucificado, Ele libertaria de todos os seus pecados aqueles que cressem nessa Verdade.
Entender a Palavra do evangelho da água e do Espírito escrito na Bíblia é o mesmo que encontrar uma foto escondida. É o mesmo que resolver um complicado quebra-cabeça. Muitas crianças gostam de brincar com quebra-cabeça. Uma grande figura é cortada em vários pedaços diferentes, e quando cada pedaço é colocado junto à figura original, ela aparece. Mas se um simples pedaço se perder ou for colocado no lugar errado, a figura original não será montada corretamente. Mas conforme a criança vai juntando os pedaços um de cada vez, ela passa a ver qual é o desenho da figura.
Da mesma forma, a Bíblia também é dividida em Antigo e Novo Testamentos, mas quando todas as peças da Palavra são juntadas, o que surge no final é a Palavra do evangelho da água e do Espírito. A Palavra que torna possível nascermos de novo é o próprio evangelho da água e do Espírito. A Palavra de Deus é a Verdade que nos leva a nascer de novo livres de todos os nossos pecados pelo batismo de Jesus e Seu sangue na Cruz.
Nós temos que examinar mais uma vez cada parte da Palavra que no leva a nascer de novo. Nós temos que ter um entendimento definitivo do que significa a Palavra da água e do Espírito escrita em João 3.
Jesus disse: “Assim como Moisés levantou a serpente no deserto, da mesma forma importa que o Filho do homem seja levantado” (João 3:14). Por que então Jesus teve ser batizado por João antes de ser crucificado? Ele disse que foi por causa dos nossos pecados. Jesus pôde levar todos os pecados do mundo sobre Si ao ser pregado na Cruz porque aceitou todos eles ao ser batizado por João Batista antes de ser crucificado.
Isso então significa que Jesus foi crucificado como castigo pelos nossos pecados? Sim, foi exatamente por causa disso que Ele foi crucificado. Jesus foi crucificado porque Ele levou todos os pecados do homem e, como conseqüência, sofreu o castigo da morte na Cruz por todos os pecadores do mundo. Ao aceitar os pecados do homem de uma vez por todas através do batismo de João Batista, Ele teve que ser crucificado segundo a Lei de Deus que declarava que o salário do pecado era a morte.
Quando disse que seria levantado e crucificado, Jesus falava da condenação do pecado que há Palavra da “água e do Espírito”. Em outras palavras, para que todos nasçam de novo livres dos seus pecados e se tornem filhos de Deus, eles têm que entender e crer que o batismo que Jesus recebeu de João e a Sua crucificação apagaram todos os nossos pecados de modo perfeito. É pelo do evangelho da água e do Espírito que alguém nasce de novo livre dos seus pecados.
O Espírito aqui se refere ao próprio Jesus, que é Deus. Ele nos fala que Jesus é o Filho de Deus e o verdadeiro Salvador que veio para salvar os pecadores de todos os seus pecados. Jesus foi concebido pela virgem Maria e se tornou um Homem. Ele aceitou todos os nossos pecados ao ser batizado por João Batista, o representante da humanidade, no rio Jordão (Mateus 3:13-17), morreu na Cruz ao mesmo tempo em que levava os pecados do mundo, ressuscitou dos mortos, e ao fazer isso nos livrou de todos os nossos pecados e se tornou nosso verdadeiro Salvador. Para salvar os pecadores dos seus pecados, o próprio Deus levou sobre Si os pecados do homem ao ser batizado por João, e os livrou de receber o castigo do pecado recebendo toda a condenação pelos nossos pecados na Cruz – através destes atos de justiça, Ele nos salvou de uma vez por todas. Todos os atos da salvação realizados por Jesus mostram claramente que Ele é mesmo o Salvador que salvou os pecadores dos seus pecados. Na Palavra do evangelho da “água e do Espírito”, a água diz respeito ao batismo que Jesus recebeu, e o Espírito declara que Jesus é realmente nosso Salvador.
Jesus foi batizado por João para aceitar os pecados do homem e para que também pudesse ser crucificado. Melhor dizendo, a verdade é que Jesus não poderia ser crucificado se não tivesse sido batizado por João. Jesus teve que ser levantado da terra e crucificado justamente porque Ele havia levado todos os pecados do homem de uma vez por todas ao ser batizado por João Batista no rio Jordão. Deste modo, Ele cumpriu a justiça de Deus de uma vez por todas. Foi assim que Ele pôde trazer a salvação de todos os pecados do mundo àqueles que crêem na Verdade do evangelho da água e do Espírito de uma vez só. Jesus purificou todos os nossos pecados de uma vez por todas ao ser batizado e foi condenado por todos estes pecados na Cruz. Sendo assim, é crendo no batismo da água que Jesus recebeu e no sangue que Ele derramou na Cruz que nós somos salvos de todos os nossos pecados.
Falando com Nicodemos sobre o nascer de novo, Jesus disse: “Assim como Moisés levantou a serpente no deserto” (João 3:14). A serpente simboliza aqueles que são contra Deus. A serpente levantada numa haste tem dois significados. Um é que Deus julgou os pecados do homem, e o outro é que o Jesus mesmo foi condenado por causa de todos eles.
Jesus é o Salvador de toda humanidade. Ele veio a essa terra como um homem, e quando tinha 30 anos de idade levou os pecados do mundo ao ser batizado por João Batista no rio Jordão, como o primeiro ato da Sua vida pública dedicada à salvação do homem. Ao fazer isso, Ele nos salvou de todos os pecados do mundo, onde Satanás reinava, acusava e destruía. Quando foi batizado, em outras palavras, Jesus levou todos os pecados deste mundo que Satanás havia plantado no coração do homem. Jesus levou todos os pecados do homem sobre Seu próprio corpo pelo Seu batismo e sendo pregado na Cruz, onde, na verdade, somente os pecadores deveriam ser crucificados.
Ao fazer isso, Jesus se tornou o eterno Salvador que dá a remissão de pecados a todas as gerações que vierem a crer e confiar no Seu batismo e no Seu sangue na Cruz. Foi porque Jesus foi batizado e levou todos os pecados do mundo através do Seu batismo que Ele pôde ser crucificado. E como os nossos pecados foram passados a Jesus, Ele foi levantado dessa terra e morreu na Cruz para que aqueles que entendessem isso com fé fossem salvos de todos os seus pecados.
Por que nós somos gratos a Deus? O ser humano é tão incapaz que não tem como evitar de cometer muitos pecados enquanto vive neste mundo. E nós não éramos incapazes só no nosso passado, mas nós o somos no presente e continuaremos sendo no futuro até o dia da nossa morte. Mas apesar disso, Jesus o Salvador nasceu de Maria como um homem, e ao ser batizado por João Batista no rio Jordão, Ele aceitou e também purificou todos os pecados que cometemos nossa vida inteira, desde o nosso nascimento até a nossa morte – como isso é maravilhoso e digno de gratidão!
Para se nascer de novo, tanto a água pela qual Jesus foi batizado, quando o sangue que Ele derramou na Cruz são absolutamente indispensáveis. Melhor dizendo, é crendo neste Jesus que foi batizado e crucificado para ser condenado pelo pecado que alguém pode nascer de novo pela fé. Esta é a fé que nos leva a nascer de novo pelo evangelho da água, do sangue e do Espírito (1 João 5:6-8). Todos nós temos que voltar para o evangelho da água e do Espírito.
 
 

O Evangelho da Água e do Espírito é a Grande Verdade da Salvação

 
Nicodemos perguntou a Jesus: “Como pode um homem nascer de novo? Ele teria que entrar no ventre de sua mãe duas vezes?” Jesus então lhe respondeu, dizendo: “Para que alguém nasça de novo, ele tem que nascer da água e do Espírito”. Nós temos que crer que o batismo que Jesus recebeu nas águas foi a maneira pela qual Ele purificou todos os nossos pecados; nós também temos que crer que foi por Jesus ter sido batizado que Ele morreu crucificado; e temos que crer que somente tendo fé na Sua ressurreição é que podemos entrar no Reino de Deus e vê-Lo.
Para nos explicar como podemos receber a remissão dos nossos pecados e nascer de novo, Jesus falou primeiro sobre a “água”. Ele mencionou a água primeiro porque antes da Sua crucificação, pela qual Ele foi condenado pelo pecado, houve o Seu batismo nas águas, o método pelo qual Ele levou sobre Si todos os pecados do mundo.
Quando Jesus foi ser batizado por João Batista, Ele lhe disse: “Deixa por agora, pois assim nos convém cumprir toda a justiça” (Mateus 3:15). Aqui a palavra “pois” quer dizer: 1) adequado; 2) apropriado; 3) não há outra maneira além dessa. O batismo que Jesus recebeu de João Batista foi um modelo da “imposição de mãos”. Como você deve saber, a imposição de mãos do sumo sacerdote sobre a cabeça do bode era para passar os pecados do povo de Israel de uma só vez para o sacrifício. Sendo assim, quando as mãos de João, o representante de toda a humanidade, foram impostas sobre a cabeça de Jesus, os pecados do mundo foram transferidos ao Seu corpo de uma vez por todas. Então, no dia seguinte após o batismo de Jesus, João Batista disse ao vê-Lo vindo em sua direção: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” (João 1:29).
Para que os seres humanos, que são todos pecadores, entrem no Reino de Deus crendo em Jesus, eles primeiro têm que receber a remissão dos seus pecados e nascer de novo. Os pecadores jamais poderão entrar no Seu Reino. Eles têm que ser salvos crendo que, assim como Moisés levantou a serpente no deserto, Jesus foi levantado na Cruz e condenado pelos seus pecados, pois Ele levou todos os pecados do homem no rio Jordão quando foi batizado. Eles têm que vencer o diabo que os acusa e zomba deles por causa dos seus pecados colocando sua fé na Verdade, que Jesus foi batizado por João, que Ele lavou todos os seus pecados e derramou Seu sangue morrendo em seu lugar. Agora, é por meio da nossa fé no evangelho da água e do Espírito que podemos ter a verdadeira fé que nos leva a nascer de novo livres de todos os nossos pecados. A fim de que uma pessoa venha a nascer de novo, ela tem que crer no batismo de Jesus e no Seu sangue na Cruz.
Como eu disse no começo, ninguém pode nascer de novo tendo algum tipo de visão, fazendo orações de arrependimento ou sendo voluntário em algum trabalho comunitário. Não é por seu próprio esforço que alguém nasce de novo. Quando cremos no batismo de Jesus e no Seu sangue na Cruz é que nascemos de novo livres dos nossos pecados.
Para que viéssemos a nascer de novo, Deus nos manteve cativos debaixo da Lei por algum tempo, e nos fez pecadores quando éramos dominados por Satanás. Mas quando nós ainda éramos pecadores, o próprio Deus veio como Salvador de todos os pecadores encarnado à imagem do homem para nos fazer Seu próprio povo, o povo de Deus. Então, Ele levou sobre Si todos os pecados do homem ao ser batizado por João Batista no rio Jordão, e depois levou todos os pecados do mundo à Cruz, onde derramou Seu sangue no lugar de todos os pecadores deste mundo. Ele foi condenado a pagar o salário do pecado em nosso lugar e dessa forma nos salvou de uma vez por todas. O batismo pelo qual Jesus levou sobre Si os nossos pecados foi um ato da remissão de pecados que Ele realizou para purificar o coração dos crentes dos seus pecados. Com esses atos de justiça, Ele fez nascer de novo todo aquele que crê que Ele é o próprio Deus e que Ele foi condenado na Cruz.
Jesus não foi crucificado à toa. A fim de que nascêssemos de novo e para fazer com que nosso velho homem morresse e fosse renovado mais uma vez crendo em Deus, o Senhor foi batizado por João, morreu crucificado e ressuscitou dentre os mortos. Nascer de novo da água e do Espírito é o que significa exatamente essa Palavra. É crer nessa Palavra que nos diz que nosso Senhor foi batizado por João e morreu na Cruz a fim de apagar todos os nossos pecados. É essa Verdade que faz de nós novas criaturas purificando todos os pecados da nossa alma e do nosso coração, e da mesma forma não nos deixa faltar nada, já que nos tornamos povo de Deus.
A Palavra da água e do sangue de Jesus é a única Verdade sobre nascer de novo. Jesus disse isso claramente a Nicodemos: “O que faz com que os pecadores nasçam de novo é a fé na Palavra evangelho da água e do Espírito”. Jesus foi batizado e por isso Ele pôde morrer na Cruz, e por crermos no evangelho da água e do Espírito é que nascemos de novo livres de todos os nossos pecados e também recebemos a vida eterna.
 
 
Tudo Isso Foi Cumprido Segundo o Plano de Deus
 
Ninguém deve pensar que nascer de novo livre dos seus pecados depende do seu esforço. Isso é algo que Deus realizou e nos concedeu segundo o Seu plano, e não é algo que temos que lutar para conseguir. A fim de que nascêssemos de novo livres dos nossos pecados, e para fazer de nós Seus filhos à Sua semelhança, Deus planejou vir a essa terra como um homem, recebeu o batismo de João em Seu corpo, foi condenado e crucificado até a morte, e através de tudo isso Ele fez com que nascêssemos mais uma vez.
Meus amados irmãos, a bênção de nascer de novo livre dos pecado é o dom de Deus aos crentes no evangelho da água e do Espírito, que declara que o Salvador mesmo levou sobre Si os pecados cometidos por todos neste mundo, e que Ele foi crucificado. O batismo que Jesus recebeu de João Batista foi o batismo que purificou os pecados do homem, e Seu sangue na Cruz foi o salário pago pelos nossos pecados.
Nós somos muito gratos pelo batismo de Jesus, pela Sua crucificação, pela Sua ressurreição e também pela Sua segunda vinda. Deus nos escolheu e nos predestinou em Cristo antes da fundação do mundo, e foi para nos tornar Seus filhos que Ele criou o homem no sexto dia depois de ter criado todo universo e tudo que nele há.
Quando Deus nos fez nascer neste mundo, o Seu plano era que nós recebêssemos a vida eterna como Seus filhos. Foi por isso que Deus criou o homem no sexto dia da criação dos Céus e da terra. Seu plano era fazer com que aqueles que cressem em toda a Palavra dita por Deus nascessem de novo da água e do Espírito, e assim se tornasse Seu povo. Essa foi a razão pela qual Deus nos deu o evangelho da água e do Espírito através do Seu Filho, para que nós seres humanos pudéssemos nascer livres dos nossos pecados.
Até mesmo o menor de todos os insetos deste mundo não desaparece assim que nasce, mas se transforma numa borboleta com lindas asas. Nós também temos que nascer como justos crendo no evangelho da água e do Espírito. Jesus veio para nos dar o evangelho da água e do Espírito e libertar dos pecados do mundo todo aquele que crê nessa Verdade. Ele foi batizado em nosso lugar, levou todos os nossos pecados sobre Si, morreu na Cruz em nosso lugar e ressuscitou dos mortos. Ao fazer tudo isso, Jesus pagou todo o salário pelos nossos pecados com Seu próprio batismo e crucificação, e também tornou possível aos crentes nascer de novo para terem uma nova vida.
 
 

Por que Jesus Foi Crucificado?

 
Jesus foi crucificado pois levou sobre Si todos os nossos pecados de uma vez por todas ao ser batizado por João Batista no rio Jordão. Mesmo assim os cristãos religiosos do mundo não sabem que Jesus foi batizado por João e crucificado para apagar os pecados deste mundo pela Verdade do evangelho da água e do Espírito. Todavia, eles têm que entender a Palavra do evangelho da água e do Espírito claramente para descobrirem “quem, onde, quando, como e porque” este evangelho foi cumprido. A Palavra de Deus não é mentirosa, muito menos superstição. Por mais que os heréticos tentem encontrar, não há nenhuma falha no que nosso Senhor fez para nos salvar. Sua Palavra resolve qualquer questão e tira toda dúvida da mente humana.
Por que você tem nascer neste mundo? Por que nascemos como seres humanos? Qual a razão e com que propósito Deus criou o homem? Qual a razão de Jesus Cristo ter vindo a essa terra? Foi para que Deus nos fizesse nascer de novo livres dos nossos pecados, nos desse uma nova vida, e fizesse de nós Seus filhos sem pecado algum que Jesus Cristo veio a essa terra, foi batizado, morreu na Cruz e assim salvou todos os pecadores dos seus pecados e transgressões. Nós temos que crer nesta Verdade.
Meus amados irmãos, nós temos que reconhecer que não podemos nascer de novo fazendo orações de arrependimento, nem pelo nosso próprio esforço. Nós temos que entender que nosso esforço não tem nada a ver com a Verdade que nos leva a ser redimidos de todos os nossos pecados. Para que nasçamos de novo, nós temos que entender que este Jesus Cristo que foi levantado na Cruz primeiro levou todos os nossos pecados através do Seu batismo no rio Jordão. Nós temos que crer nesta Verdade com todo nosso coração, que para morrer em nosso lugar, pagar o salário do pecado com a própria morte, e para cumprir a vontade do Pai em obediência à Sua Palavra, Jesus foi batizado, derramou Seu sangue no lugar dos pecadores e pagou o salário do pecados por eles.
É necessário mais alguma coisa para nascermos de novo? Não há nada que precisemos fazer a não ser crer somente neste Jesus que veio através do evangelho da água e do Espírito. Nós temos que fazer orações de arrependimento, subir num monte para orar, jejuar, ajudar os pobres, ir para o campo missionário, ou passar pelo martírio para nascermos de novo? Não, nós não precisamos de nada disso. “Eu tenho que dar dinheiro para Deus ou construir para Ele uma grande igreja? Deus gosta de dinheiro?” Em relação a isso, Deus disse: “Minha é a prata, e meu é o ouro, diz o Senhor dos Exércitos” (Ageu 2:8). Nosso Deus é o Senhor da criação que criou os céus e a terra. Por que Ele precisaria de ouro então?
Ele quer de nós boas obras? Ele quer que façamos sons totalmente estranhos gritando “aleuluia-luialuialuia” tentando falar em línguas? Deus se agrada mais quando lembramos dos nossos pecados, fazemos uma lista deles e pedimos a Ele em lágrimas que nos perdoe? Não! O que Deus quer de nós é que tenhamos fé no Seu Filho que veio pelo batismo das águas e pelo Seu sangue na Cruz! A vontade do Pai é que creiamos em Jesus Cristo como nosso Salvador, e que Ele nos deu o dom de nascer de novo através do evangelho da água e do Espírito que Jesus completou.
Deus nunca exige algo de nós senão pela fé no evangelho da água e do Espírito. Até mesmo os ricos deste mundo não pedem nada a ninguém. Por que Deus então pediria alguma coisa para o homem? O que Deus quer de você e de mim? Ele nos pede para estar sempre nos cultos, para sermos dedicados e para darmos de oferta nossos bens materiais, para fazermos orações de arrependimento chorando e lembrando dos nossos pecados várias e várias vezes? Mesmo sem nos preocuparmos com estas coisas as rugas já aparecem em nosso rosto. Então por que o Senhor iria se agradar de nos ver para baixo, clamando por Seu nome todos os dias tristes e sofrendo por causa dos nossos pecados? Deus é assim realmente? É claro que não! Jesus, o próprio Deus, é o Salvador que foi batizado e derramou Seu sangue na Cruz por nós, e Ele é o Deus que fez com que nós nascêssemos de novo.
Jesus é o nosso Salvador. Ele é Aquele que nos fez nascer de novo neste mundo. Nosso Senhor renovou o coração de todos os crentes com o evangelho da água e do Espírito, como está escrito em 2 Coríntios 5:17: “Portanto, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram, tudo se fez novo”. Um dia Deus renovará também o corpo dos crentes do evangelho da água e do Espírito. O próprio Deus veio como nosso Salvador, e através do batismo que Ele recebeu e do Seu sangue derramado na Cruz, Ele nos permitiu nascer de novo. Nós temos que crer no batismo e no sangue de Jesus. Ele foi batizado para levar sobre Si nossas iniqüidades. Ele sofreu por causa das nossas culpas. Ele foi ferido a fim de levar nossos pecados através do batismo que recebeu de João.
Jesus Cristo foi crucificado porque levou sobre Si mesmo os pecados deste mundo ao ser batizado por João, por você e por mim. Foi para fazer com que aqueles que cressem em Jesus nascessem de novo, e fazer deles filhos de Deus, para que não tivéssemos mais pecados, que nascêssemos de novo justos – foi por tudo isso que Jesus foi batizado por João e derramou Seu sangue por nós. Jesus Cristo não foi crucificado para se gabar da Sua compaixão por nós. Todos nós temos que entender e crer que Jesus só foi crucificado porque Ele foi batizado. Os crentes no evangelho da água e do Espírito nasceram de novo livres dos seus pecados porque Jesus nos salvou de uma forma perfeita de todos eles através do Seu batismo e do Seu sangue derramado na Cruz.
Assim como disse o apóstolo Paulo: “Estou crucificado com Cristo” (Gálatas 2:20), Jesus Cristo foi crucificado para nos fazer nascer de novo, para ser condenado pelos nossos pecados, para fazer com que nosso velho homem morresse e nascêssemos de novo como novas criaturas – foi por causa de tudo isso que Ele foi batizado nas águas do rio Jordão. Todos nós temos que crer que Jesus derramou Seu sangue por nós só depois de ter sido batizado.
Você consegue entender a grande Verdade de se nascer de novo através do evangelho da água e do Espírito? Ou você crê que pode nascer de novo se fizer orações de arrependimento todos os dias? Isso simplesmente não é verdade. Todo aquele que afirma que seus pecados podem ser apagados somente com suas orações de arrependimento é alguém que ainda não nasceu de novo.
Em João 10:10 está escrito: “O ladrão só vem para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham em abundância”. Todo aquele que só faz orações de arrependimento e não fala do evangelho da água e do Espírito é ladrão e enganador. Mas aquele que prega o evangelho da água e do Espírito é um verdadeiro servo de Deus.
Meus amados irmãos, Deus nos deu o evangelho da água e do Espírito para nos fazer nascer de novo, a fim de que nos tornássemos seus filhos, para nos fazer justos e sem pecados, e para que sejamos Seu próprio povo que desfrutará de tudo que Ele possui e viverá eternamente ao Seu lado.
Aqueles de nós que crêem no batismo de Jesus e no Seu sangue agora foram salvos dos seus pecados por causa da Sua providência. Você aceita em seu coração que Deus nos fez nascer de novo pelo evangelho da água e do Espírito para que Ele nos faça viver para sempre como Seus filhos? Você crê realmente que a Palavra do batismo de Jesus e do Seu sangue é a Palavra de salvação que nos faz nascer de novo?
O que é nascer de novo? Quando cremos que Jesus levou todos os nossos pecados com Seu batismo, nosso coração se torna justo e nascemos de novo como povo de Deus. Crer nesta Verdade, que Jesus levou sobre Si todas as iniqüidades dos pecadores com Seu batismo e foi crucificado até a morte em nosso lugar para resolver o problema dos nossos pecados, e crer que Ele ressuscitou dos mortos ao terceiro dia e assim deu vida aos crentes – esta é a própria fé que nos leva a nascer de novo.
Esta, meus amados irmãos, é exatamente a Verdade sobre como nascer de novo da água e do Espírito. Crer na Palavra que nos faz nascer de novo da água e do Espírito é o mesmo que crer que Jesus é o próprio Deus que foi crucificado para purificar os pecados do homem. O sangue de Jesus na Cruz significa o castigo pelo pecado, e Seu batismo significa a purificação dos nossos pecados. A ressurreição de Jesus nos deu uma nova vida.
 
 

Qual é o Sinal que Nos Prova que Jesus Purificou Todos os Nossos Pecados?

 
Jesus foi batizado por João Batista para levar os pecados deste mundo (Mateus 3:15). Está escrito em 1 Pedro 3:21 “que também agora, por uma verdadeira figura - o batismo - vos salva, o qual não é o despojamento da imundícia da carne, mas a indagação de uma boa consciência para com Deus, por meio da ressurreição de Jesus Cristo”.
Antes deste versículo, o apóstolo Pedro falou do dilúvio nos tempos de Noé. Portanto, ele quis dizer que o batismo tirou todos os pecados do mundo assim como o dilúvio nos tempos de Noé limpou toda a sujeira daquele mundo. É por isso que a Bíblia afirma claramente aqui que há uma verdadeira figura que nos salva – o batismo por meio da ressurreição de Jesus Cristo.
Qual é a verdadeira figura que prova que o Salvador veio a este mundo como um homem, purificou nossos pecados e nos tornou justos? É o batismo que Jesus recebeu de João! Qual é a prova que temos da salvação que nos faz nascer de novo? Está escrito na Palavra que Jesus purificou nossos pecados através do Seu batismo e do Seu sangue na Cruz.
É por isso que está escrito em 1 João 5:6-8: “Este é aquele que veio por água e sangue, isto é, Jesus Cristo. Ele não veio só pela água, mas pela água e pelo sangue. E o Espírito é o que dá testemunho, porque o Espírito é a verdade. Pois três são os que dão testemunho no céu: o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são um. E três são os que dão testemunho na terra: o Espírito, a água e o sangue; e estes três concordam”.
O próprio Deus veio a essa terra, purificou todos os pecados dos crentes com a água do Seu batismo, e depois morreu na Cruz para pagar o salário dos nossos pecados. Deus nos deu uma nova vida, e também a todo aquele que crê na Verdade do evangelho da água e do Espírito. Deus nos deu o evangelho da água e do Espírito como o dom da salvação.
“Que também agora, por uma verdadeira figura - o batismo - vos salva, o qual não é o despojamento da imundícia da carne, mas a indagação de uma boa consciência para com Deus, por meio da ressurreição de Jesus Cristo” (1 Pedro 3:21). O batismo de Jesus é a Palavra que nos fez nascer de novo livres dos nossos pecados, e é a prova da salvação pela qual Ele levou sobre Si nossos pecados no rio Jordão. Jesus Cristo morreu na Cruz como castigo pelos nossos pecados. E Sua ressurreição foi para dar uma nova vida aos crentes. O Senhor é o Salvador que nos salvou para sempre dos nossos pecados com a Palavra do batismo e o sangue que faz com que os pecadores possam nascer de novo.
Quando cremos nisso, que Jesus foi batizado, derramou Seu sangue, morreu na Cruz e ressuscitou dos mortos é que nossa alma pode ter uma nova vida e viver para todo sempre. O evangelho da água e do Espírito, portanto, fez com que nós tivéssemos uma boa consciência diante de Deus. Ele nos deu coragem para não hesitarmos em buscar a Deus. Se Jesus não tivesse sido batizado nem levantado na Cruz, como é que nós poderíamos receber a remissão de pecados e ter coragem de chegar diante de Deus Pai? Em outras palavras, sem o batismo e Seu sangue derramado nós jamais teríamos coragem de estar na presença de Deus. Por Jesus Cristo ter levado sobre Si todos os nossos pecados e tê-los purificado a todos no nosso coração ao ser batizado por João Batista, por Ele ter morrido na Cruz e ressuscitado dos mortos no terceiro dia, e por crermos nesta Palavra de Deus, a Verdade sobre a expiação pela água e pelo sangue, é que fomos salvos de uma vez por todas a fim de que não falte nada em nossa consciência para chamarmos a Deus de nosso Pai. Deste modo, Jesus permitiu que chegássemos com coragem diante de Deus Pai por causa dessa fé. Agora, porque Jesus foi crucificado, nós podemos ser crucificados até a morte com Cristo, e nossa alma e nosso espírito podem ressuscitar também. Esta é a Verdade sobre como nascer de novo. Todos vocês têm que aceitar esta Verdade em seu coração.
Você e eu nascemos neste mundo uma vez e morremos uma só vez também. Mas é só isso que faz parte da vida? Não! Existe, acima de tudo, uma vida eterna para cada um de nós. Há várias formas de vida que nascem de novo neste mundo. E já que até mesmo uma larva nasce de novo como uma cigarra ou como uma borboleta, por que Deus não permitiria que nós que somos senhores de toda criação nascêssemos de novo pelo evangelho da água e do Espírito? Deus nos fez nascer de novo livres dos nossos pecados quando nos fez aceitar o batismo de Jesus e o Seu sangue.
Meus amados irmãos, crer no batismo de Jesus e no Seu sangue nada mais é do que nascer de novo. Vamos voltar para Gálatas agora. Gálatas 3:27 diz: “Pois todos vós que fostes batizados em Cristo, vos revestistes de Cristo”. As palavras “todos vós” aqui quer dizer “todo aquele”. Em outras palavras, nosso Senhor disse que todo aquele que foi batizado em Cristo foi revestido Dele. Ser batizado com Cristo significa se unir a Jesus crendo que Ele levou todos os pecados do nosso velho homem com Seu batismo. E você então? Você foi batizado em Cristo? Se foi, você foi então vestido com as vestes da salvação junto com Cristo. Os crentes dessa Verdade agora se tornarão filhos de Deus. Esta é a Palavra da Verdade e a Palavra sobre como nascer de novo.
Vamos ver juntos Romanos 8:1-2 também. “Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito, porque a lei do espírito de vida, em Cristo Jesus, livrou-me da lei do pecado e da morte”. Exatamente como diz esta passagem, você deve crer que Jesus realmente deu uma nova vida aos crentes, e que Ele permitiu que você nascesse de novo da água e do Espírito. Meus amados irmãos, vocês crêem no evangelho da água e do Espírito? Se crêem, vocês então foram batizados por Jesus e O receberam pela fé.
Vocês foram revestidos por Jesus Cristo quando foram batizados Nele? Está escrito: “Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus” (Romanos 8:1). Meus amados irmãos, os que crêem no evangelho da água e do Espírito nunca mais podem ter pecados. Eles se tornaram totalmente justos pela fé. Eles nasceram de novo em definitivo, porque o evangelho da água e do Espírito limpou todos os seus pecados de modo perfeito. “Porque a lei do espírito de vida, em Cristo Jesus, livrou-me da lei do pecado e da morte” (Romanos 8:2). Qual foi a maneira que Jesus usou para nos salvar? O Senhor nos salvou através do Seu batismo e do Seu sangue na Cruz. Ele nos salvou dos pecados do mundo com Sua nova lei chamada lei do Espírito de Deus. Foi através dessa lei do Espírito, essa lei de Deus, que o Senhor nos deu a vida e nos salvou da lei do pecado e da morte, da maldição da Lei, e de todos os pecados que vêm da fraqueza, da ignorância, da incapacidade e da maldade humana. Não foi através da nossa própria bondade que Deus nos salvou, mas pelo evangelho da água e do Espírito, a lei da salvação de Deus que nos concede a vida. O próprio Deus veio como nosso Salvador e nos deu Seu batismo e Seu sangue, e também salvou a todos que aceitaram em seu coração essa remissão de pecados dada por Ele.
Meus amados irmãos, eu tenho certeza que vocês agora crêem no evangelho da água e do Espírito. Sendo assim, vocês ainda têm pecados? Não! Existe alguma condenação esperando por vocês por causa dos seus pecados? Não! existe qualquer tipo de condenação? Nenhuma mesmo. Mas se vocês por acaso pecarem de novo, vocês estarão mesmo pecando? Não! Vocês já morreram e receberam uma nova vida no evangelho da água e do Espírito. Vocês já receberam o batismo espiritual da salvação pela fé em Jesus Cristo? Vocês foram realmente batizados em Cristo pela fé? Se foram, vocês então vieram para Jesus Cristo crendo na água e no Seu sangue. Por outro lado, aquele que não crê na água do batismo de Jesus Cristo e no Seu sangue é alguém que não está Nele.
Vamos ler juntos Romanos 8:3-4: “Pois o que era impossível à lei, visto que estava enferma pela carne, Deus, enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado na carne, para que a justiça da lei se cumprisse em nós, que não andamos segundo a carne, mas segundo o Espírito”. Nós podemos guardar a Lei de Deus em nossa carne? Claro que não! Com certeza, nós seres humanos nunca poderíamos guardar a Lei de Deus por causa da fraqueza da nossa carne. Essa é justamente a razão de Deus ter enviado Seu Filho Jesus Cristo para satisfazer a justa exigência da Lei. E nós nunca poderíamos satisfazer esta exigência da Lei por causa da fraqueza da nossa carne. A Lei declara que o salário do pecado é a morte. Aquele que tem pecado em seu coração tem que morrer. Em outras palavras, todo pecador tem que ser lançado no inferno, condenado à morte eterna. Mas o Filho de Deus nosso Senhor resolveu este problema do pecado e da morte de que fala a Lei. Nosso Senhor mesmo veio a nós então e cuidou não somente dos nossos pecados, mas também das conseqüências do pecado e até mesmo da própria morte. E para apagar os nossos pecados, Ele foi batizado por João.
Deus disse: “Pois o que era impossível à lei, visto que estava enferma pela carne, Deus, enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado na carne” (Romanos 8:3). Quando se diz aqui que “Ele condenou o pecado na carne”, o que significa isso? Significa que Deus transferiu nossos pecados para Jesus Cristo que veio num corpo carnal. Deus Pai fez com que Seu Filho Jesus fosse batizado segundo a lei que estabelecia que os pecados fossem passados a Ele. O batismo de Jesus foi ministrado do mesmo modo que a imposição de mãos do Antigo Testamento.
Jesus levou todos os pecados deste mundo através do Seu batismo, como está escrito: “Deus, enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado na carne” (Romanos 8:3). Jesus aceitou receber todos os pecados do mundo sobre Seu próprio corpo através do Seu batismo. Jesus Cristo fez isso para receber a condenação pelos nossos pecados, porque nós nunca, jamais poderíamos cumprir toda Lei de Deus enquanto estivéssemos vivos. “Ele condenou o pecado na carne” quer dizer que Deus transferiu todos os pecados para Jesus Cristo especificamente pela Sua Lei por meio do Seu batismo, todos os pecados que cometemos por não conseguirmos guardar esta Lei.
Deus Pai enviou Seu Filho como Salvador da humanidade e o Fez aceitar nossos pecados por meio de João Batista. Jesus por outro lado não buscou o conforto carnal, mas foi batizado por João no rio Jordão em obediência à vontade de Deus Pai, e segundo a Sua vontade entregou Seu corpo na Cruz. Jesus por livre e espontânea vontade entregou Sua vida para que nós pudéssemos nascer de novo livres dos nossos pecados. Fazendo isso, Ele cumpriu todas as exigências da Lei e os mandamentos dados por Deus Pai.
Deus nos disse para reconhecermos nossos pecados por meio da Lei, e para depois recebermos a remissão dos nossos pecados. Deus nos deu a lei da salvação que livra o homem do pecado porque a Lei de Deus foi dada ao homem uma só vez, e por Ele não poder repetir este mandamento.
Deus ordenou a todos: “Não terás outros deuses diante de mim” (Êxodo 20:3). Mas o homem foi tão fraco que acabou adorando outros deuses. Cada um deles tinha seu próprio ídolo, isto é, algo mais valioso do que o próprio Deus. Mas Deus ordenou também: “Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão” (Êxodo 20:7). Mesmo assim as pessoas ainda tomam o nome de Deus em vão. E Deus novamente ordenou: “Guardai o Sábado. Honrem seus pais. Não matem. Não adulterem. Não roubem. Não dêem falso testemunho. Não cobicem. E se não conseguirmos guardar um que seja destes mandamentos, nós morreremos. Todo aquele que quebrar um destes mandamentos morrerá”.
Entretanto, o homem é fraco em sua carne e é incapaz de viver segundo a Lei de Deus, mesmo sabendo que esta Lei é justa e desejando viver segundo ela. Mas embora o homem não consiga guardar esta Lei por causa da fraqueza da sua carne, isso não significa que Deus de alguma forma vai desculpá-lo. Portanto, quando seu pecado é consumado, ele deve morrer. Todo aquele que não guarda a Lei deve morrer perante Deus. “Tu tens que morrer, pois quebraste a Lei de Deus”. Já que Deus nos deu Seus mandamentos, eles têm que ser cumpridos de qualquer jeito. O que está escrito em Romanos 6:23, que “o salário do pecado é a morte”, tem que ser impreterivelmente cumprido por Deus. E já que todo homem é um ser incapaz, toda a raça humana caiu e eles se tornaram pecadores que têm que morrer perante Deus. É por isso que a Bíblia afirma: “Pelo que, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram” (Romanos 5:12).
 
 

O Batismo de Jesus e Seu Sangue Cumpriram Todas as Exigências da Lei

 
No entanto, Deus não poderia deixar o homem morrer porque Ele amou muito o homem. Então, por causa do Seu amor por nós, Ele enviou Seu único Filho a essa terra para nos livrar dos nossos pecados. Ao enviar Seu Filho, Deus cumpriu todas a exigências da Lei e recebeu todas as suas maldições ao ser levantado no madeiro, nos salvando a todos desta forma. Foi para cumprir as exigências da Lei que Deus enviou Jesus Cristo a essa terra. Através do Seu Filho, Deus pôde cumprir o propósito do Seu amor por nós, assim como as exigências da Lei que Ele mesmo havia estabelecido. A maneira de realizar esta missão começou com o batismo do nosso Senhor, quando Ele aceitou os pecados do homem de uma só vez e os levou sobre Seu próprio corpo ao ser batizado por João. Então, ao entregar Seu corpo na Cruz, Ele foi condenado por causa do pecado em nosso lugar, foi crucificado e derramou Seu sangue até a morte. Ao fazer isso, Jesus pagou o salário do pecado exigido pela Lei cujo preço era a morte, e assim cumpriu a lei do espírito da vida que nos salva dos pecados do mundo.
A vontade de Deus era nos dar a remissão dos nossos pecados e a vida eterna em Jesus Cristo através do evangelho da água e do Espírito. Este batismo e o sangue da Cruz pelo qual Deus nos deu vida novamente são o próprio evangelho da água e do Espírito. A fim de cumprir a lei da salvação por nós, nosso Senhor carregou sobre Seus ombros nossos pecados ao ser batizado por João, foi crucificado até a morte, ressuscitou dos mortos, e assim deu vida novamente a todo aquele que crê em Jesus Cristo. Esta é a Verdade sobre como nascer de novo. Jesus cumpriu todas as exigências da Lei de Deus ao derramar Seu sangue na Cruz, suportando o tempo todo os pecados deste mundo pelo batismo que recebeu de João.
Nós temos certeza que o evangelho da água e do Espírito é a única Verdade da salvação escrita na Bíblia. Sendo assim, nós temos que crer de todo coração no evangelho da água e do Espírito, através do qual Deus nos fez nascer de novo livres dos nossos pecados. Não importa o que haja em nosso pensamento, mas nós temos que crer que o evangelho da água e do Espírito é a grande Verdade da salvação. Deus, em outras palavras, fez com que o Espírito de todo aquele que crê no batismo de Jesus nas águas e no Seu sangue nasçam de novo por meio deste batismo e do Espírito.
Meus amados irmãos, todos nós seres humanos nascemos como pecadores sem exceção. Por isso, precisamos entender que se morrermos como estamos, sem nascer de novo, tudo que nos espera então é a nossa destruição. Esta é a hora de todos os pecadores nascerem de novo. Se nós queremos nascer de novo livres dos nossos pecados, temos que crer no evangelho, que Jesus Cristo nos salvou através da água e do Sangue que Ele nos deu. Nós temos que crer, em suma, no evangelho da água e do Espírito. Nós temos que crer que o Senhor levou os nossos pecados com Seu batismo, purificou nosso coração de uma vez por todas e tirou o pecado do mundo. Nós temos que crer que Jesus Cristo morreu na Cruz em nosso lugar para pagar o salário por todos os nossos pecados.
Nós temos que crer na lei do amor de Deus. A vontade de Deus realmente é que nós sejamos salvos dos nossos pecados. Enviar Seu Filho e passar nossos pecados a Ele, fazê-Lo morrer em nosso lugar, ressuscitá-Lo, fazendo assim com que todo aquele que Nele crê nasça de novo, tudo com o propósito de nos salvar dos nossos pecados – nada além disso é o amor de Deus. Nós temos que entender esta vontade do nosso Deus e crer no Seu amor.
É pela nossa fé no evangelho da água e do Espírito que nascemos de novo livres dos nossos pecados. Se crermos no evangelho da água e do Espírito, nós então nasceremos de novo e entraremos no Reino de Deus, mas se não crermos nele, nós então seremos condenados por causa dos nossos pecados e seremos lançados no fogo eterno do inferno. A não ser que nós creiamos que Deus nos ama, só o que nos resta é maldições e uma agonia que nunca acaba. Portanto, somente quando você e eu cremos no evangelho da água e do Espírito é que podemos receber uma nova vida.
Quando nós nos tornamos filhos de Deus e oramos a Ele, nossas orações são sempre respondidas. Então, se queremos ser ajudados e abençoados por Deus, temos que crer no evangelho da água e do Espírito. Somente então poderemos receber a vida eterna e entrar no Reino dos Céus. Isso é nascer de novo e nos traz bênçãos tremendas que nos são dadas por Deus. Eis aqui a razão pela qual todos nós temos que nascer de novo.
Deus nos fez nascer de novo por causa do Seu amor. Mas através do que Ele fez isso? Ele nos fez nascer de novo através do evangelho da água e do Espírito. O próprio Senhor Deus veio à semelhança de um homem carnal, levou os pecados do homem sobre seu corpo ao ser batizado, foi condenado por nós derramando Seu próprio sangue, e Seu corpo ressuscitou dos mortos. Através de tudo isso Ele nos mostrou o caminho para sermos salvos pela fé. Em outras palavras, o próprio Deus veio a essa terra e fez com que todo aquele que crê no evangelho da água e do Espírito que Ele cumpriu nascesse de novo. Nosso Senhor deu a todos nós, crentes no evangelho da água e do Espírito, o dom de nascer de novo e o direito de nos tornarmos filhos de Deus. Essa é a única maneira de nascer de novo.
Os cristãos legalistas ainda dão demasiada importância às obras humanas como condição para alguém nascer de novo. No entanto, todos nós temos que entender agora que nascer de novo não tem absolutamente nada a ver com nossas obras. Nós temos que entender muito bem que é totalmente por meio da fé no evangelho da água e do Espírito que nós podemos nascer de novo, e que nascer de novo nada mais é do que uma questão de fé. Nós não devemos nunca mais ser enganados pelos legalistas novamente. Não é pela nossa obediência à Lei nem pela nossa vida religiosa piedosa que podemos nascer de novo. De fato, nossos atos de justiça são como um trapo de imundícia (Isaías 64:6). Foi o nosso Deus mesmo que nos amou tanto que se fez homem; foi Deus mesmo que apagou todos os nossos pecados, aceitou esses pecados ao ser batizado pelo representante da humanidade no rio Jordão; foi Deus mesmo que foi crucificado para cumprir a Lei que afirma que o salário do pecado é a morte; e foi Deus mesmo que deste modo nos livrou do pecado e da morte. Nosso Senhor nos livrou do velho homem, morreu em nosso lugar, nos fez nascer de novo e receber uma nova vida para vivermos para Ele.
Jesus Cristo agora está assentado à direita do trono de Deus Pai. Quando chegar a hora, nosso Senhor virá para levar o Seu povo que espera ansiosamente por Ele sem pecado. (Hebreus 9:28). Essas pessoas são aquelas que se tornaram a noiva de Jesus Cristo. São aqueles que se tornaram justos crendo no evangelho da água e do Espírito. Por isso, eles são justos. Eles são aqueles que receberão a Deus com alegria, sem nenhum medo. Nós damos graças a Deus por essa Verdade. Já que tudo que fizemos foi crer no evangelho do batismo e do sangue dado por Deus, e agora temos tudo para chamar a Deus de nosso Pai, não há como agradecer a Ele por tudo isso.
Qual é então o entendimento que temos de Deus agora? Que tipo de Deus Ele é para nós? Nós entendemos que Ele é o Deus de misericórdia que nos ama. Nós O conhecemos como o Deus do amor. Nós O conhecemos como o Deus que nos fez nascer de novo da água e do sangue e nos deu uma nova vida. Antes, nós até podíamos conhecê-Lo como o Deus terrível, o Deus assustador, e como o Deus do juízo, mas agora que nós nascemos de novo da água e do Espírito, sabemos que Ele não é assim. Quando Jesus veio a este mundo como um Homem, Ele foi condenado pelos nossos pecados e nos permitiu nascer de novo. Por que nós então temeríamos a Deus já que Ele fez de nós Seus próprios filhos enquanto viveu nessa terra?
 
 

A Prova de que Nós Nascemos de Novo Crendo no Evangelho da Água e do Espírito

 
Quando uma larva se transforma numa mariposa, ela voa livremente no céu. Todos vocês sabem o que é uma mariposa, não sabem? Às vezes quando levantamos nosso dedo para o céu, uma mariposa vem e pousa na ponta dele. Imagine uma mariposa conversando com as larvas. “Oi gente. Vocês crêem que vão nascer duas vezes? Vocês crêem que um dia serão uma mariposa como eu?” Algumas larvas dirão que crêem e outras dirão que não sabem. Mas a mariposa diz às larvas: “Vocês têm que crer. Vocês também mudarão assim. Um dia vocês também serão como eu. Vamos nos encontrar depois então quando vocês forem com eu. Tchau”.
Você já viu uma cigarra no verão? No verão as cigarras cantam nas árvores. Fazendo mais bonito o verão com sua bela canção, as cigarras louvam a Deus. Como você acha que essas cigarras se tornam o que são? As larvas que saem do solo é que se transformam em cigarras. Uma cigarra poderia dizer para as larvas: “Olhem para mim. Eu nasci como vocês. Saiam do chão e subam numa árvore. Sejam grandes cigarras como eu sou. Eu estou muito feliz com minha nova aparência”.
Uma mariposa ou uma cigarra não tem mais nada a ver com um larva. Elas agora se tornaram insetos que livremente voam no céu. Da mesma forma, nós éramos pecadores antes de nascermos de novo. Mas agora nós nos tornamos totalmente sem pecado crendo no evangelho da água e do Espírito. O próprio fato de não termos mais pecados em nosso coração é a prova evidente de que realmente nascemos de novo.
Nós somos os crentes nascidos de novo no evangelho da água e do Espírito, que é constituído pelo batismo e o Sangue de Jesus. Os que crêem em Deus, que nos fez nascer de novo, vivem pregando o evangelho da água e do Espírito enquanto vivem nessa terra. Conforme continuamos vivendo nessa terra, nós damos esse testemunho: “Eu nasci de novo! Eu agora não tenho pecado! Minha salvação não vem pelos meus próprios atos. Ela vem pela minha fé. Eu a alcancei pela minha fé no evangelho da água e do Espírito. Jesus Cristo me fez nascer de novo da água e do sangue. A Verdade da água, do sangue e do Espírito é a Verdade sobre o nascer de novo”. Nós vivemos, em outras palavras, dando testemunho do evangelho da água e do Espírito.
A fim de fazer com que você e eu nascêssemos de novo, nosso Senhor veio a essa terra, viveu e trabalhou por 33 anos. Nos Seus 33 anos nessa terra e através do evangelho da água e do Espírito, nosso Senhor remiu todos aqueles que estavam sob a maldição da Lei por causa de todos os seus pecados. Quando veio a essa terra, Jesus foi batizado com 30 anos, morreu na Cruz aos 33, ressuscitou dentre os mortos ao terceiro dia, deu testemunho da Sua ressurreição por 40 dias e subiu aos Céus. E Ele agora está assentado à direita do trono de Deus Pai. Nosso Senhor nos permitiu ver, assim como seres tão pequenos como as cigarras e mariposas, o que é de fato nascer de novo. Nosso Senhor está dizendo a cada pecador em todo o mundo: “Procurem Meus filhos que nasceram de novo da água e do Espírito. Creiam nas palavras dos Meus servos e vocês também nascerão de novo. Eu tornei possível a vocês nascer de novo da água e do Espírito”.
Jesus Cristo nosso Salvador está assentado agora à direita do trono de Deus Pai. Jesus agora não precisa mais ser batizado nem crucificado, nem derramar Seu sangue nem sofrer por nós. Isso porque Ele já fez todas estas coisas e cumpriu totalmente o evangelho da água e do Espírito. Ele não precisa mais voltar para limpar nossos pecados nem ser batizado novamente, muito menos morrer na Cruz ou ressuscitar mais uma vez. E por quê? Porque Jesus já foi batizado por João, já foi crucificado, já ressuscitou dos mortos, subiu aos Céus e assim completou toda nossa salvação com perfeição, a fim de que tudo que Ele tem a fazer agora é voltar a essa terra para levar os crentes no devido tempo. Até o dia do Senhor voltar e julgar os não-crentes com fogo, Ele não precisa fazer mais nada para nos dar a salvação. Tudo que Ele está fazendo agora é estar com aqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito, o evangelho da Verdade que Ele já cumpriu. E a estes, Ele dá o dom da vida eterna. Ele enviou o Espírito Santo ao nosso coração e o selou com Ele.
Nosso Senhor apagou todos os nossos pecados com o evangelho da água e do Espírito. Nosso Senhor reconhece e aprova, portanto, a fé de todo aquele que crê no evangelho da água e do Espírito. Deus aprova sua fé como sendo a correta, dizendo: “Vocês são justos. Vocês não têm pecados”. Deus na verdade selou Seu povo justo com o Espírito Santo.
Na Obra de Deus não há nenhum sentimento carnal. No entanto, quando alguém é remido dos seus pecados crendo no evangelho da água e do Espírito e o Espírito Santo vem ao seu coração, ele recebe então a verdadeira paz de espírito, e não apenas emoções vazias e efêmeras. Os justos não têm pecado. Então, quando você creu no evangelho da água e do Espírito, não houve de fato muitas mudanças em suas emoções.
Jesus fez com que nós que cremos no Seu batismo e no Seu sangue nascêssemos duas vezes. Ele nos exaltou, falando espiritualmente, e nos fez pregar o evangelho da água e do Espírito. E Ele também nos deu a vida eterna a fim de que quando chegasse a hora, nós viéssemos a viver no Reino de Deus Pai.
Àqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito Ele fez nascer de novo livres dos seus pecados. Você agora aceita o evangelho da água e do Espírito em seu coração? O que crê no evangelho da água e do Espírito é totalmente grato a Ele. Aquele que aceita o evangelho da água e do Espírito é abençoado por nascer de novo livre de todos os seus pecados diante de Deus.
O evangelho da água e do Espírito é a Palavra das bênçãos que nos fazem de uma vez por todas nascer de novo pela fé.