Sermões

Assunto 22: O Evangelho segundo LUCAS

[Capítulo 19-10] (Lucas 19:28-40) O Senhor Precisa de Você

(Lucas 19:28-40)
“E, dito isso, ia caminhando adiante, subindo para Jerusalém. E aconteceu que, chegando perto de Betfagé e de Betânia, ao monte chamado das Oliveiras, mandou dois dos seus discípulos, dizendo: Ide à aldeia que está defronte e aí, ao entrardes, achareis preso um jumentinho em que nenhum homem ainda montou; soltai-o e trazei-o. E, se alguém vos perguntar: Por que o soltais? Assim lhe direis: Porque o Senhor precisa dele. E, indo os que haviam sido mandados, acharam como lhes dissera. E, quando soltaram o jumentinho, seus donos lhes disseram: Por que soltais o jumentinho? E eles responderam: O Senhor precisa dele. E trouxeram-no a Jesus; e, lançando sobre o jumentinho as suas vestes, puseram Jesus em cima. E, indo ele, estendiam no caminho as suas vestes. E, quando já chegava perto da descida do monte das Oliveiras, toda a multidão dos discípulos, regozijando-se, começou a dar louvores a Deus em alta voz, por todas as maravilhas que tinham visto, dizendo: Bendito o Rei que vem em nome do Senhor! Paz no céu e glória nas alturas! E disseram-lhe dentre a multidão alguns dos fariseus: Mestre, repreende os teus discípulos. E, respondendo ele, disse-lhes: Digo-vos que, se estes se calarem, as próprias pedras clamarão”.
 
 
Quem Deseja Nos Usar?
 
O texto bíblico deste capítulo que lemos acima relata o que Jesus disse depois da parábola das minas no caminho para Jerusalém, onde iria ser crucificado. Está escrito: “E aconteceu que, chegando perto de Betfagé e de Betânia, ao monte chamado das Oliveiras, mandou dois dos seus discípulos, dizendo: Ide à aldeia que está defronte e aí, ao entrardes, achareis preso um jumentinho em que nenhum homem ainda montou; soltai-o e trazei-o. E, se alguém vos perguntar: Por que o soltais? Assim lhe direis: Porque o Senhor precisa dele.” Nesse texto o Senhor manda os discípulos buscar um jumentinho e dizer a quem os interpelasse: “O Senhor precisa dele”. Vamos nos concentrar nesta parte e meditar na vontade do Senhor que é revelada aqui.
Nosso Senhor disse aos discípulos para ir até a aldeia e trazer um jumentinho que estava preso, e se alguém perguntasse algo a respeito, ele mandou-lhes responder assim: “Porque o Senhor precisa dele”. Se analisarmos friamente, é impossível entender o que Jesus diz aqui. É fácil ficarmos surpresos sobre o porquê de Jesus ter dito aos discípulos para soltar e trazer o jumentinho de alguém, e dizer apenas a quem perguntasse que o Senhor o usaria. O que você pensaria se alguém lhe dissesse isso? Você acharia que isso não faz sentido algum. No entanto, enquanto que para muitas pessoas o ato de Jesus parecia não fazer sentido algum, se você o ouvisse com ouvidos espirituais e o visse pelos olhos da fé, isso faria todo sentido para você. Em suma, o texto bíblico deste capítulo mostra que aqueles que nosso Deus chamou para ser seus obreiros são iguais ao jumentinho que nunca tinha servido ao mundo, embora estivesse preso a ele. É claro que às vezes Deus chama para ser seus obreiros pessoas que já serviram ao mundo por muito tempo.
Quando o Senhor disse: “Soltem o jumentinho e o tragam para mim. E se o dono ou alguém perguntar alguma coisa, digam que o Senhor precisa dele”, os discípulos o obedeceram prontamente. Você não está surpreso com estes discípulos do Senhor? É claro, Jesus é seu Mestre. Ele era seu Mestre e Deus. Mas mesmo assim, como alguém pode simplesmente ir a uma cidade estranha e trazer um jumentinho só porque ele lhe disse para fazê-lo? Ainda assim os discípulos obedeceram ao Senhor e trouxeram o jumentinho exatamente como ele mandou. Está escrito claramente na Palavra de Deus: “E, indo os que haviam sido mandados, acharam como lhes dissera. E, quando soltaram o jumentinho, seus donos lhes disseram: Por que soltais o jumentinho? E eles responderam: O Senhor precisa dele. E trouxeram-no a Jesus”. Esta não é uma história inventada. É a descrição exata do que realmente aconteceu.
Se você estivesse no lugar dos discípulos, você teria feito o que eles fizeram? Se eu dissesse a você: “Vá até este lugar e lá você verá dois carros. Traga-os para mim”, algum de vocês faria isso? Você tem certeza que diria isso quando o pegasse: “O Senhor precisa dele?” Se eu lhe pedisse para fazer isso, provavelmente você me diria: “Eu sei que cremos em Deus e não temos pecado, mas como você, sendo um pastor, me pede para lhe trazer algo que pertence a outra pessoa? Eu não posso segui-lo. Agora sabemos que você não é um pastor, mas um ladrão. Peça-nos algo razoável e não algo sem sentido algum. Isso já é demais!” Deste modo, você teria resistido e rejeitado o meu pedido.
A Bíblia revela a justiça de Deus, mas há muitas coisas nela que o ser humano é simplesmente incapaz de entender. No entanto, já que você passa a crer na justiça de Jesus e leva sua vida de fé nesta igreja, não pense que você simplesmente passa a crer e segue aquilo que faz sentido para você. O que quer que o Senhor diga, você deve crer nisso de todo o coração, mesmo que esteja além da sua compreensão humana. A Palavra de Deus que lemos hoje também é de difícil entendimento para a mente humana, mas ainda assim ela está certa.
Veja o jumentinho que aparece no texto bíblico deste capítulo e que ainda não tinha sido montado; ele era apenas um jovem jumento. Assim que crescesse mais um pouco, ele iria levar carga em seus lombos para o resto da sua vida. Mas se este jumentinho serviu o Senhor ao invés de levar apenas carga, ele deve ter ficado muito mais confortável e feliz do que carregar o fardo deste mundo. Então, em outras palavras, este jumentinho que foi chamado pelo Senhor ganhou na loteria. Se ele tivesse ficado onde estava, ele teria carregado o pesado fardo do mundo pelo resto da sua vida, mas como o Senhor disse que precisaria dele e mandou seus discípulos trazê-lo, o jumentinho acabou sendo usado por ele. Na verdade, o Senhor entrou montado nele em Jerusalém. O povo daquela época entoou louvores em alta voz: “Hosana ao filho de Davi! Bendito é o que vem no nome do Senhor! Hosana nas alturas!”
Amados irmãos, Deus confiou sua justa obra a vocês e a mim. E ele chama os que, igual ao jumentinho, não serviram a este mundo e ainda têm um coração puro para ser usado na sua obra. Ele chama os puros coração para servi-lo e fazer sua obra para o resto da sua vida. Melhor dizendo, o jumentinho do texto bíblico deste capítulo se refere justamente a todos nós. Se alguém está muito presa aos afazeres do mundo, o Senhor não pode usá-lo livremente. O jumento é uma criatura teimosa e cabeça dura por natureza. Por isso o Senhor disse: “Soltem-no das amarras e tragam-no aqui. Eu irei usá-lo”.
 
 
Aqueles que São Usados pelo Senhor Não Estão Presos às Coisas deste Mundo
 
Antes de o Senhor usar os justos, ele sem dúvida os liberta das amarras do mundo que os prendem como dinheiro, pessoas e outras coisas mais. Então, para que sejamos usados pelo Senhor, devemos primeiro nos libertar de tudo aquilo que nos prende ao mundo. Há por acaso alguma coisa que prende o seu coração às coisas do mundo? Devemos nos lembrar que se estamos presos a alguma coisa além da obra do Senhor, então não podemos ser usados para a sua obra.
Deus chama os que estão como o jumentinho do texto bíblico deste capítulo e os faz seus obreiros para ser usados em seu ministério. Foi para isso que o Senhor trouxe estes jumentinhos – isto é, as pessoas do mundo – para fazê-las crescer. É claro que os que se dizem donos destes jumentinhos pensam isso porque davam alimento a eles, e por isso resistem quando o Senhor, através de seus discípulos, liberta-os de todas as amarras para usá-los. Eles dizem: “Por que você está tentando levar meu jumentinho sem minha permissão?” No entanto, o Senhor tem uma resposta simples para esta pergunta: “Diga-lhes que o Senhor precisa dele”.
Quando Deus nos chamou para ser seus instrumentos, todos nós estávamos presos ao mundo. Com toda certeza havia amarras que nos prendiam, sejam nossos familiares, outras pessoas ou alguns afazeres do mundo. No entanto, Deus nos libertou destas amarras. Quando o Senhor está prestes a nos dar a verdadeira liberdade e nos usar, os primeiros que se opõem a isso são nossos antigos donos, dizendo: “Por que você está tirando o que é meu?” Mas o Senhor tem uma resposta simples para isso: “Eu preciso dele. O que mais precisa ser dito já que vou mesmo usá-los?”
No texto bíblico deste capítulo, os discípulos soltam um jumentinho e o levam para o Senhor; e o Senhor o usou. É assim que Deus também nos chama. Quais são as amarras que nos prendem então? Nós estávamos presos aos afazeres do mundo. Quando o Senhor procura nos usar, só tem uma coisa que podemos dizer às pessoas do mundo que se opõem a isso, àqueles que não nos entendem: “O Senhor precisa de mim”. Esta é a resposta certa. Deus confiou sua preciosa obra a nós. Então não temos mais nada a dizer além disso.
Lemos no texto bíblico deste capítulo que nosso Senhor mandou os discípulos buscar um jumentinho que estava preso. Com isso, na verdade, ele estava fazendo uma analogia para explicar como ele chama os seus obreiros. Isso mostra que muitos dos futuros obreiros de Deus estão presos às coisas do mundo. Mesmo se quiséssemos, será que poderíamos mesmo servir ao mundo? Temos que nos perguntar constantemente o que é melhor para nós, servir ao mundo ou à justiça Deus. E se alguém duvidar se fomos chamados por Deus, não diremos nada além disso: “Deus precisa de mim. Eu servirei à sua justiça. Eu farei a obra de Deus”. O Senhor não disse aos discípulos para trazer um jumentinho livre, mas um que estava preso. É este jumentinho preso que o Senhor quer usar.
Na verdade, o Senhor liberta jumentos infelizes presos às coisas do mundo e os usa como servos. O que estes jumentos simbolizam? Eles simbolizam os obreiros de Deus. No tempo em que não havia automóvel, os jumentos eram importantes meios de transporte. Eles carregavam cargas pesadas em ambos os lados. Espiritualmente falando, estes jumentos se referem aos obreiros de Deus. Eles se referem justamente a mim e a você. Antes de você e eu sermos usados pelo Senhor, nós também estávamos presos ao mundo, como este jumentinho. Mas através de seus discípulos nosso Senhor nos libertou de todas as amarras que nos prendiam. Ele entrou em Jerusalém montado no jumentinho. Do mesmo modo, o Senhor nos guia e nos usa como seus instrumentos para fazer sua obra e cumprir sua vontade. No Antigo Testamento já tinha sido profetizado que Jesus montaria um jumentinho em sinal de humildade:
“Alegra-te muito, ó filha de Sião;
Exulta, ó filha de Jerusalém!
Eis aí te vem o teu Rei,
Justo e salvador,
Humilde, montado em jumento,
Num jumentinho, cria de jumenta” (Zacarias 9:9).
O Senhor disse: “Soltem o jumentinho e tragam-no aqui; e digam que o Senhor precisa dele”. E então ele usou este jumentinho que foi trazido a ele. Quando somos usados por Deus e servimos à sua justiça, não há nada mais a dizer senão: “Eu estou sendo usado pelo Senhor porque ele disse que precisava de mim”. Embora as pessoas do mundo não entendam isso, é algo que podemos dizer àqueles que se tornaram justos. É isso o que todos nós temos que dizer de fato e sem dúvida alguma. Não é preciso dar nenhum outro tipo de explicação. Não há mais o que dizer senão: “O Senhor disse que precisava de nós e que nos usaria. Nós serviremos à justiça do Senhor de agora em diante”. Quando Deus nos chama, os outros podem ir contra a vontade dele quando dizemos a eles: “O Senhor disse que precisava de mim”.
Somos literalmente usados por Deus como seus instrumentos. E quando resistimos a este chamado por teimosia, acabamos não sendo usados por Deus. E se ficarmos presos ao mundo novamente, não teremos como deixar de servir a ele. Mas se atendermos ao justo chamado do Senhor, seremos então usados por ele como seu precioso instrumento. Se obedecermos ao chamado do Senhor e o seguirmos pela fé, certamente seremos usados por Deus para sua justiça.
Se buscamos dedicar toda a nossa vida ao serviço da justiça de Deus perante ele, as pessoas do mundo talvez questionem a acertada escolha da nossa fé. Em situações assim, devemos falar corajosamente perante todos que querem que fiquemos presos às coisas do mundo. Assim como os discípulos disseram: “O Senhor precisa dele”, também devemos abrir nossa boca e gritar: “O Senhor quer me usar. Ele me chamou através de seus servos”. Não resta mais nada a dizer. O que mais precisa ser dito quando o próprio Deus quer nos usar? É assim que Deus chama seus obreiros.
Nenhum de nós sabe quem Deus quer chamar agora. Estas coisas não acontecem porque queremos que aconteça. Pelo contrário, Deus faz sua obra segundo sua vontade de qualquer jeito. E para cumprir sua justa vontade, ele chama os jumentos espirituais presos ao mundo. Por isso, devemos entender que estes jumentinhos somos nós mesmos e nos submeter ao chamado do Senhor em obediência.
Na verdade, o próprio chamado já é uma gloriosa honra para estes jumentos espirituais chamados pelo Senhor. Afinal, só por dar ao Senhor uma carona, ele ouviu o povo louvando: “Hosana àquele que vem em nome de Cristo, o Rei que vem em nome do Senhor! Paz na terra e glória nas alturas!” Quando alguém daria hosana ao receber um jumentinho? O jumentinho só foi saudado porque estava sendo usado por Jesus; se ele estivesse sozinho na rua, ele teria sido facilmente apedrejado e maltratado. Vemos então que este jumentinho foi mesmo muito abençoado.
Amados irmãos, do mesmo modo o Senhor nos chamou e nos fez seus obreiros para cumprir a sua justiça quando ainda estávamos presos ao mundo. E ele nos fez seu povo. Na verdade, cada pessoa nasceu humilde como este jumento. Está escrito no Antigo Testamento que para salvar o primogênito da jumenta, um cordeiro tinha que ser morto e oferecido como sacrifício: “Porém todo primogênito da jumenta resgatarás com cordeiro; se o não resgatares, será desnucado; mas todo primogênito do homem entre teus filhos resgatarás” (Êxodo 13:13). Desde o momento que nascemos neste mundo somos pecadores e merecíamos morrer por causa deste pecado. todos nós nascemos como pecadores teimosos e obstinados. Mas Jesus Cristo tomou sobre si todos os nossos pecados de uma vez por todas, sacrificou a si mesmo por eles e assim nos salvou de modo perfeito. É por isso que estamos sendo usados agora como preciosos instrumentos de Deus.
O mundo não nos trata de uma forma tão branda assim. Ele nos questiona querendo saber por que fomos libertos das amarras que nos prendiam a ele. Mesmo assim este mundo não pode fazer nada além de nos deixar partir, pois o Senhor disse que nos usaria. Não resta mais nada a ser dito, já que o Senhor disse que nos usaria para a sua obra. Se o Senhor diz que vai nos usar, então seremos usados por ele da melhor forma.
Deus nos chama de repente quando estamos ocupados com as coisas do mundo. O chamado de Deus surge de repente. Enquanto líamos o texto bíblico deste capítulo eu pude perceber que, embora os discípulos de Jesus fossem simples e o ele mesmo tenha falado de modo simples, sua Palavra se cumpriu exatamente como ele disse porque era a verdade. O Senhor disse: “Vão, soltem o jumentinho e o tragam para mim. E se alguém perguntar por que vocês estão levando-o, diga-lhes que o Senhor irá usá-lo”.
Foi por causa de Jesus Cristo então que os que estavam com ele foram saudados; não por causa do jumentinho. Isso é algo óbvio. As pessoas tinham visto e ouvido como Jesus tinha ressuscitado os mortos, curado o enfermo e feito o milagre dos cinco pães e dois peixinhos, e quando elas louvaram ao Senhor, os discípulos de Jesus também foram louvados. Por isso o jumentinho que levava o Senhor até Jerusalém também foi saudado. Na verdade, haverá várias ocasiões em que os que servem ao Senhor serão louvados pelos outros. Mas nunca podemos ficar orgulhosos por causa disso. Como servos de Deus, devemos estar prontos para servir a Jesus ao invés de tentar ser servidos ou louvados pelos outros.
Do mesmo modo, quando somos usados pelo Senhor, às vezes somos honrados graças ao ele. No entanto, devemos prestar atenção ao que o Senhor disse: “Diga-lhes que o Senhor precisa dele”. Quando Deus nos chama, devemos responder ao seu chamado independente de como ele nos use. Quando você é chamado por Deus, alguns podem se opor a você dizendo: “Por que você quer fazer a obra de Deus ao invés de servir ao mundo e cuidar da sua própria vida?” Em momentos assim, você deve dizer com ousadia: “Deus disse que me usará para fazer sua obra. Então eu devo fazer esta obra”. Lembre-se bem disso. Lembre-se que quando Deus nos chama, devemos dizer claramente e com ousadia o que ele nos disse para falar às pessoas deste mundo. Devemos dizer que o Senhor precisa de nós.
Eu imagino o que você e eu estaríamos fazendo agora se não tivéssemos encontrado Deus, recebido a remissão de pecados e sido usados por ele. Mesmo se tivéssemos ganhado algum dinheiro, em que o gastaríamos? Provavelmente não teríamos prosperado de nenhuma maneira, já que isso não teria sentido algum.
No texto bíblico deste capítulo os discípulos de Jesus disseram: “O Senhor precisa dele”, trouxeram o jumentinho e depois ele o levou Jesus nos lombos até Jerusalém. O que isso significa? Significa que este jumentinho foi, na verdade, usado por Deus para salvar as almas perdidas. Dessa forma, se Deus diz que nos usará como seus obreiros para salvar as almas perdidas, também devemos responder a este chamado pela fé. Embora vários pensamentos possam surgir em nossa mente e talvez haja coisas que não entendamos, o próprio Deus quer nos usar. Por que hesitarmos então? Devemos ter fé e obedecer ao chamado de Deus, porque ele quer nos usar, e dizer com ousadia ao mundo: “O Senhor quer me usar”. Devemos deixar tudo aquilo que nos prende ao mundo e dedicar toda nossa vida à obra de Deus.
Queridos irmãos, nós somos as colunas de Jesus Cristo. Todos nós somos colunas do Senhor, não somente os nossos pastores, mas todos os irmãos e irmãs também. Nós que nascemos de novo não devemos esquecer que Jesus Cristo é a Rosa de Sarom, que somos as colunas que sustentam o Senhor e que temos um papel fundamental para cumprir. As colunas são fundamentais para sustentar a flor do evangelho para que ela floresça completamente. Havia três cálices com formato de amêndoas em cada hástea do candelabro no Tabernáculo, e cada cálice era sustentado por maçanetas para que as lâmpadas brilhassem ali dentro (Êxodo 25:31-39 – ARA). Na verdade, Jesus é a luz e nós somos as maçanetas que sustentam o evangelho da água e do Espírito.
Deus nos chama assim que recebemos a remissão de pecados, quando ainda estamos presos ao mundo. Ele nos chama para sua igreja, dizendo que precisa de nós. Deste modo, ele faz com que o sirvamos de várias maneiras, com nosso dinheiro, nossas orações e nosso corpo, tudo com a finalidade de pregar a Palavra e anunciar o evangelho. Foi assim que Deus nos chamou, e é assim que ele nos usa.
No entanto, se há alguma coisa que ainda nos prende ao mundo, não podemos estar na sua presença. Isso significa que a não ser que soltemos nossas amarras, não podemos ser usados por Deus. Então, através de seus discípulos Deus nos libertou de tudo aquilo que nos prendia. Amados irmãos, não é verdade que muitos de nós ainda estão preso ao mundo? Será que vocês ainda não estão presos ao dinheiro? Será que vocês ainda não estão presos aos relacionamentos terrenos? Assim como o jumentinho, o ser humano também nasceu para servir a alguém. Vocês precisam entender isso muito bem. Já que nascemos neste mundo, devemos servir a alguém. E já que é assim, se o nosso destino é estar ligado a algo, não é melhor nós estarmos presos à obra de Deus e servi-lo ao invés de servir ao mundo, assim como o jumentinho do texto bíblico deste capítulo que foi abençoado por carregar Jesus em seus lombos ao invés de carregar o fardo do mundo?
Se não servirmos à obra de Deus, será inevitável não servirmos às coisas do mundo, embora tenhamos nascido de novo crendo no evangelho da água e do Espírito. Se acabarmos servindo às coisas do mundo assim, o fardo será cem vezes mais pesado. O Senhor disse: “Meu jugo é suave, e o meu fardo é leve”. O que ele está nos dizendo é que sua obra é leve. E quanto aos afazeres do mundo? Assim como um jumento serve a seu dono, cada um de nós deve decidir se servirá ao mundo ou a Deus. Seja quem for, somos obrigados a servir um deles. Se não servimos à justiça de Deus, iremos servir ao mundo; mas se não servirmos ao mundo, então devemos servir a Deus. E é mais difícil servir ao mundo. Não está bem claro a opção que devemos fazer aqui? Devemos ser libertos da nossa servidão a este mundo. Isso significa que embora vivamos neste mundo, não devemos servi-lo.
Queridos irmãos, quem é o nosso Senhor? Não é o Rei dos reis, o Senhor de todas as coisas e o nosso sumo sacerdote? Devemos servir a Deus que é o nosso Mestre. Nós somos iguais ao jumentinho, mas a quem devemos servir se pudermos escolher? Devemos servir ao Deus Todo-Poderoso. Afinal, por que deveríamos carregar a imundície do mundo e sofrer tendo seu fardo pesado sobre nós? Embora sejamos jumentinhos, por que deveríamos carregar esta imundície e esta baboseira toda? As pessoas do mundo nem nos oferecem um banho. Mas Deus nos dará um banho. Quando o jumentinho estiver andando no campo, ele mandará chuva e o lavará por inteiro.
Amados irmãos, todos nós devemos servir a alguém e estamos presos a algo desde quando nascemos neste mundo. Já que é assim, devemos servir somente ao Senhor então. As pessoas do mundo não nos compreendem quando servimos a Deus. Elas devem olhar para nós e pensar que estamos loucos. O que devemos dizer a elas quando isso acontecer é o seguinte: “O Senhor disse que me usaria. Ele me disse que precisaria de mim na sua obra”. Isso está claro para você?
Embora você e eu tenhamos nascido para viver como um humilde jumentinho, como é maravilhoso nós agora vivermos como jumentinhos que servem ao Senhor! Você não concorda? O que nos resta dizer é: “Meus pecados desapareceram graças ao Senhor. O Senhor disse: ‘Eu preciso de você’”. Devemos revelar esta verdade e confessá-la claramente diante de Deus e das pessoas do mundo.