Sermões

Assunto 14: A Primeira Epístola de JOÃO

[Capítulo 4-3] (1 João 4:16-21) Temos que Permanecer no Amor de Deus

(1 João 4:16-21)
“E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus tem por nós. Deus é amor. Quem está em amor está em Deus, e Deus nele. Nisto é aperfeiçoado em nós o amor, para que no dia do juízo tenhamos confiança; porque, qual ele é, somos nós também neste mundo. No amor não há medo. Antes o perfeito amor lança fora o medo, porque o medo produz tormento. Aquele que teme não é aperfeiçoado em amor. Nós o amamos porque ele nos amou primeiro. Se alguém disser: Eu amo a Deus, e odiar a seu irmão, é mentiroso. Pois aquele que não ama a seu irmão, a quem viu, como pode amar a Deus, a quem não viu? E dele temos este mandamento, que quem ama a Deus, ame também a seu irmão.”
 
 
Deus é Amor
 
Eu agradeço muito a Deus pelo fato da seleção de futebol da Coréia ter ido às semifinais da Copa do Mundo em 2002. Esse acontecimento foi grande o suficiente para fazer meu país conhecido no mundo todo. E eu tenho certeza que isso ajudará muito o nosso ministério. Eu realmente dou graças a Deus por isso, e também creio que dessa forma Deus vai abençoar cada passo que nós dermos em nossos ministérios.
Agora a pouco, nós lemos 1 João 4:16-21. 1 João 4:16 declara: “E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus tem por nós. Deus é amor. Quem está em amor está em Deus, e Deus nele.” E para confirmar, está escrito que “quem está em amor está em Deus.” Essa frase quer dizer que as pessoas, que sabem e crêem que são libertas de todos os pecados deste mundo pela Palavra do evangelho da água e do Espírito, vivem com Deus. Nós podemos permanecer em Deus crendo no amor de Deus por meio da salvação conferida a nós na Palavra do evangelho da água e do Espírito.
Embora todos os cristãos saibam muito bem que Deus é amor, muito poucos sabem que Deus completou o Seu amor através do evangelho da água e do Espírito. Hoje em dia, os cristãos sabem muito bem que Deus é amor. Nós podemos ver muitos panfletos que dizem: “Deus é amor” ou “Deus ama você.” Mas infelizmente, a maioria dos cristãos não conhece a verdadeira essência do amor de Deus. E eles se tornam apenas emotivos quando tentam conceitualizar isso.
Eles não conseguem fugir de uma vida de dilemas porque não aceitam o verdadeiro amor de Deus que veio até nós pela Palavra do evangelho da água e do Espírito. Eles sofrem de uma obsessão onde precisam amar a Deus e as outras pessoas, mas eles nem mesmo conhecem a essência “do amor” nem sabem como amar. Por isso, para conhecer o amor de Deus definitivamente, eles primeiro têm que se tornar crentes autênticos conhecendo o verdadeiro Deus Salvador, que veio pela água e pelo Espírito.
O Apóstolo João, um dos doze discípulos de Jesus, foi quem mais entendeu o amor de Jesus. É por isso que nós freqüentemente o chamamos de “o Apóstolo do amor.” Isso porque o Apóstolo João acreditou que Deus é amor. O tema deixado por João, o amado discípulo de Jesus, é: “amados, amemos uns aos outros porque Deus é amor.” Ele disse nessa afirmação direta tudo aquilo que nós queremos pregar aos santos e aos servos de Deus.
Embora os cristãos religiosos afirmem sem reservas que Deus é amor, na verdade, eles não têm fé na palavra do evangelho da água e do Espírito, que os capacita a permanecer no amor de Deus. E já que eles não permanecem no evangelho da água e do Espírito, eles são excluídos do amor de Deus. Este é o principal problema dos cristãos hoje. Mas é um consolo para nós, que diferentemente deles, permanecemos no amor de Deus através da nossa fé na Palavra do evangelho da água e do Espírito. E como conseqüência, Deus também permanece em nós, e nós por outro lado podemos cumprir o mandamento de Deus de “amarmos uns aos outros” (João 15:12).
Se você é um cristão verdadeiro, você tem que conhecer o amor de Deus de uma forma mais que abstrata. Aqueles que conhecem e crêem em Jesus como seu Salvador devem conhecer o amor de Deus de forma concreta por meio da remissão de pecados que foi cumprida através da Palavra do evangelho da água e do Espírito. Nós temos que nos tornar verdadeiros cristãos desse verdadeiro evangelho a fim de conhecermos o amor de Deus profundamente. Neste verdadeiro evangelho, o amor de Deus se manifesta de forma concreta e em detalhes. Se nós quisermos conhecer o Deus de amor, nosso conhecimento tem que vir do autêntico amor de Deus por nós que é revelado na Palavra do evangelho da água e do Espírito. Somente então poderemos guiar outras pessoas ao verdadeiro amor de Deus.
Todo cristão pode se tornar justo, purificado de todos os seus pecados, se ele conhecer e crer na Palavra do evangelho da água e do Espírito. Somente os crentes no evangelho da água e do Espírito podem compartilhar o amor de Deus. Por esse motivo, um verdadeiro discípulo de Jesus Cristo deve primeiro conhecer o amor de Deus através do evangelho da água e do Espírito.
Nos dias de hoje, cristãos evangélicos enfatizam apenas o sangue da Cruz. Todavia, eles têm mais pecados do que amor de Deus em seu coração, porque eles não têm o conhecimento do evangelho da água e do Espírito. A não ser que eles recebam a remissão de pecados através da Palavra do evangelho da água e do Espírito, eles serão incapazes de amar as outras almas. E nem poderão cuidar dos santos nascidos de novo e aceitá-los em seu coração. Uma pessoa não pode receber a Deus, o Senhor da salvação, sem o seu coração crer primeiro no evangelho da água e do Espírito. Somente depois de crer em Jesus Cristo, que veio pelo evangelho da água e do Espírito, é que você pode receber o amor de Deus no seu coração e compartilhar o amor de Deus com os outros. Nós podemos compartilhar o amor de Deus somente através da nossa fé no evangelho da água e do Espírito.
 
 
Eu Também Alcancei um Entendimento do Amor de Deus Depois que Eu Aceitei o Verdadeiro Evangelho
 
Eu passei a conhecer o amor de Deus verdadeiramente depois que eu compreendi e cri no evangelho da água e do Espírito. O amor de Deus era “o amor da verdade” (2 Tessalonicenses 2:10) que veio a nós pelo evangelho da água e do Espírito. Antes, eu conhecia o amor de Deus apenas de forma abstrata. Eu achava que Deus no seu amor por nós havia realizado nossa salvação somente na Cruz. Parecia que eu tinha um conhecimento seguro do significado do “amor da Verdade” mas isso era uma falsa impressão.
Contudo, porque meu coração ainda estava cheio de pecados, eu não podia testemunhar de maneira eficaz o verdadeiro amor de Deus através do Espírito Santo. Eu tinha que inventar um amor artificial ao invés de compartilhar o verdadeiro amor de Deus, porque eu só conhecia o sangue de Jesus na Cruz. Eu estava agonizando em minha luta.
Porém, o verdadeiro amor de Deus foi derramado sobre mim quando eu encontrei meu Senhor através do evangelho da água e do Espírito. Eu pude sentir o amor de Deus fluindo do meu coração. Eu entendi que Deus nos presenteou com “o amor da Verdade” só depois do meu encontro com o evangelho da água e do Espírito.
Os pecados em meu coração se foram e eu me tornei um servo da justiça de Deus porque eu conheci e cri na Palavra do evangelho da água e do Espírito. Uma coisa certa é que eu passei a conhecer o amor de Deus através do evangelho da água e do Espírito. Eu me tornei um evangelista do amor de Deus depois que eu recebi o amor de Deus em meu coração. O fato de eu ter me tornado um doador do amor de Deus é a prova de que o evangelho da água e do Espírito mudou tudo dentro de mim. Eu creio que esse é o próprio testemunho de cada um de vocês, que nasceram de novo por meio desse lindo evangelho da água e do Espírito.
 
 
Aquele que Permanece na Verdade do Amor de Deus pela Fé Não Tem Nenhum Medo
 
1 João 4:17 declara: “Nisto é aperfeiçoado em nós o amor, para que no dia do juízo tenhamos confiança; porque, qual ele é, somos nós também neste mundo.”
Aqueles nos quais o amor de Deus é perfeito não têm medo do Dia do Juízo de Deus porque crêem no evangelho da água e do Espírito. E assim como Deus será ousado no Dia do Juízo, aqueles que receberam o amor de Deus devem ser ousados também naquele dia.
Vamos todos ler juntos 1 João 4:18. Está escrito: “No amor não há medo. Antes o perfeito amor lança fora o medo, porque o medo produz tormento. Aquele que teme não é aperfeiçoado em amor.”
Aqueles cristãos, que ainda não receberam o verdadeiro amor de Deus no evangelho da água e do Espírito, com certeza têm pecado em seus corações. Aquele que não permanece no amor de Deus está sempre com medo de Deus. Esse medo é causado pelos pecados que uma pessoa tem em seu coração.
Aqueles que têm pecado em seus corações receberão na verdade um julgamento de acordo com os seus pecados. A única maneira de evitar o juízo de Deus é crendo no evangelho da água e do Espírito. Por essa razão, se alguém de fato recebeu a remissão de pecados, diante de Deus isso se tornou um fator muito importante. Se nós não recebermos a remissão dos nossos pecados através do evangelho da água e do Espírito, nossa alma irá perecer para sempre.
Não há medo no coração de uma pessoa que foi revestida com o amor de Deus no evangelho da água e do Espírito. Ao contrário, um coração cheio de gratidão foi despertado diante de Deus. Por outro lado, uma pessoa que ainda não foi revestida com o amor do evangelho da água e do Espírito, tem medo em seu coração. Então, nós temos que entender que, se alguém tem medo de Deus em seu coração, ele ainda não foi salvo de todos os seus pecados.
Agora, nós temos que chegar a um entendimento sobre o amor de Deus em nós. Deus nos amou através da Palavra do evangelho da água e do Espírito. Nosso Senhor veio a essa terra e levou os pecados deste mundo de uma vez por todas ao receber o batismo de João Batista. E Ele apagou todos os pecados ao suportar o juízo na Cruz e ressuscitar dos mortos. Deus nos fez Seus filhos ao nos dar a Palavra do evangelho da água e do Espírito.
Como é o coração daqueles que não crêem no evangelho da água e do Espírito? Eles praticamente vivem com medo de Deus porque os pecados do seu coração ainda não foram removidos e o juízo por causa dos seus pecados espera por eles. Entretanto, aqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito não têm medo de Deus, porque eles receberam a remissão total de pecados pelo poder do evangelho e foram revestidos com o amor de Deus. E por isso, eles dedicam suas vidas a anunciar o amor de Deus porque sua intimidade com Deus é muito grande.
Seria algo incomum um cachorro ter medo do seu dono. É algo natural esperar que um cachorro, que é amado pelo seu dono, seja fiel a ele. Meu cachorro late para os estranhos em minha casa. E como a ilustração sugere, ele mantém guarda contra os estranhos e não contra o seu dono. O seu dono é o alvo da sua intimidade.
Por que nós teríamos medo de Deus se Ele nos cobriu com o amor da Sua salvação? Nós temos medo de Deus porque há pecado em nós, algo que Deus odeia. Isto é, aquele que tem medo de Deus ainda não recebeu a remissão de pecados de Deus. Uma pessoa assim não é alguém que crê no evangelho da água e do Espírito. Pessoas assim não receberam a verdadeira salvação que está no evangelho da água e do Espírito. Elas dizem que foram salvas por crer em Jesus Cristo através de doutrinas do Cristianismo feitas por homens ao invés de crer na Palavra do evangelho da água e do Espírito.
Nós temos que entender o que o Apóstolo João está tentando trazer à luz a nós aqui. Nós temos que experimentar o amor da Deus por meio da nossa fé no evangelho da água e do Espírito. Uma pessoa revestida do amor de Deus pode entender as palavras do Apóstolo João. Ele anuncia que uma pessoa que não conhece e não crê na Verdade do evangelho da água e do Espírito ainda vive sob o domínio do pecado. É por isso que ele diz: “No amor não há medo. Antes o perfeito amor lança fora o medo, porque o medo produz tormento. Aquele que teme não é aperfeiçoado em amor” (1 João 4:18).
Não há medo algum no amor de Deus porque o amor de Deus lança fora todo medo que há em nós. Nosso Senhor apagou todos os nossos pecados através do evangelho da água e do Espírito. O juízo de Deus recai sobre nós por causa dos pecado do nosso coração, mas nosso Senhor lançou fora todos os nossos medos através do evangelho da água e do Espírito. Nós podemos ser isentos de todo o juízo pelos nossos pecados ao sermos purificados dos nossos pecados através da fé nesta Verdade do evangelho. Sendo assim, aqueles de nós que crêem nesta Verdade do evangelho se tornam ousados por causa da sua fé neste evangelho. O crente no evangelho da água e do Espírito pode ter o coração ousado de um leão. No passado, nós morríamos de medo com o simples estrondo de um trovão. Contudo, um justo não tem medo, assim como o Espírito Santo testemunha dos justos: “Fogem os ímpios sem que ninguém os persiga, mas os justos são ousados como o leão” (Provérbios 28:1).
Não importa como Deus derramar Sua ira ao julgar todos os nossos pecados, nós que cremos no evangelho da água e do Espírito não devemos temer a ira de Deus. Isso porque o perfeito amor de Deus lançou fora todos os temores do nosso coração. Todos os temores são causados pela expectativa do juízo. Qualquer um que não crê no evangelho da água e do Espírito com certeza receberá o juízo de Deus. Todavia, aquele que crê realmente na Palavra do evangelho da água e do Espírito não teme o juízo de Deus pois essa pessoa permanece no amor de Deus.
1 João 4:19 afirma: “Nós o amamos porque ele nos amou primeiro.” Deus nos amou primeiro ou nós O amamos primeiro? Porque Deus nos amou primeiro através da Verdade do evangelho da água e do Espírito é que fomos salvos de todos os nossos pecados. Nós fomos revestidos do amor de Deus através da nossa fé no evangelho da água e do Espírito.
O que teria acontecido se Deus não tivesse nos amado através do amor da Verdade, que é o evangelho da água e do Espírito? O que aconteceria conosco, se o evangelho da água e do Espírito não fosse a única Verdade? Se isso acontecesse, não haveria nenhuma maneira de vivermos livres do pecado. No entanto, nós fomos cobertos pelo amor de Deus por meio da nossa fé no evangelho da água e do Espírito. Deus nos adotou como Seus filhos nos purificando de todo o pecado através da Verdade do evangelho da água e do Espírito. Deus nos cobriu com Seu infindável amor, a fim de que fôssemos Seus justos obreiros nessa terra.
1 João 4:20 continua dizendo: “Se alguém disser: Eu amo a Deus, e odiar a seu irmão, é mentiroso. Pois aquele que não ama a seu irmão, a quem viu, como pode amar a Deus, a quem não viu?”
Um crente no evangelho da água e do Espírito ama até mesmo aqueles que têm muitas falhas. Ainda assim, os que nasceram de novo recentemente através do evangelho da água e do Espírito algumas vezes criticam seus superiores ou mentores na fé. Porém, quando alguém é maduro espiritualmente, ele passa a amar a todos em Cristo, não importa se ele tem afinidade com os outros ou não.
Uma pessoa revestida do amor de Deus pratica o amor que é diferente do amor entre sexos opostos. Deus é amor. O amor de Deus é o amor ágape. Esse amor ágape que Deus derrama sobre nós é aquele absoluto e incondicional sacrifício que não requer nada em troca.
“O primeiro deve servir ao último” na Igreja de Deus. Nosso Senhor mesmo disse que “quem dentre vós quiser ser o primeiro, seja vosso escravo – tal como o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos” (Mateus 20:27-28).
Jesus nos ama. Deus nutre nossa fé ao nos adotar como Seus filhos e nos cobrindo com Seu amor. A nós foi dado o poder de amar os outros enquanto crescemos na nossa fé no evangelho da água e do Espírito. Em especial, nossos irmãos, que também receberam a remissão de pecados, amam uns aos outros. E eu também amo todos vocês. Vocês também não me amam? Por causa do nosso Senhor, nós somos capazes de amar uns aos outros no evangelho da água e do Espírito.
Finalmente, podemos ler em 1 João 4:21, “E dele temos este mandamento, que quem ama a Deus, ame também a seu irmão.”
O mandamento de Deus é para que nós amemos uns aos outros. Antes de termos nascido de novo, nós tínhamos que guardar os 613 códigos da Lei, mas nós não conseguíamos por causa da nossa fraqueza. O Senhor disse na Bíblia: “Como eu amei a vós, assim também deveis amar uns aos outros” (João 13:34; 15:12). O mandamento de Deus para nós é que amemos uns aos outros como Ele nos amou.
Nós fomos abençoados com o conhecimento do amor de Deus, que também fez de nós Seus filhos. Nós temos que saber que Deus derramou Seu amor em nossos corações. Nós temos que conhecer realmente a essência do amor de Deus e praticar esse amor uns com os outros. Nós temos que entender e aceitar uns aos outros mesmo que alguém seja contra o evangelho da água e do Espírito. E nós também temos que prover a eles a Palavra de Deus para o seu crescimento espiritual. Nós temos que entender o amor de Deus que foi gravado em nossos corações e não nos esquecermos de amar uns aos outros.
Deus verdadeiramente é amor. Nós temos que permanecer no amor de Deus crendo na Verdade do amor de Deus. Vamos dar graças a Deus por Ele ter nos libertado de todos os nossos pecados.