Sermões

Assunto 16: O Evangelho Segundo JOÃO

[Capítulo 4-8] (João 4:13-42) Jesus Cristo que Nos Deu a Vida Eterna

(João 4:13-42)
“Respondeu Jesus: Todo aquele que beber desta água tornará a ter sede, mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede. Deveras, a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que jorre para a vida eterna. Disse-lhe a mulher: Senhor, dá-me dessa água para que eu não mais tenha sede, nem precise vir aqui tirá-la. Disse-lhe Jesus: Vai, chama o teu marido, e vem cá. Respondeu ela: Não tenho marido. Disse-lhe Jesus: Tens razão em dizer que não tens marido, pois já tiveste cinco maridos, e o que agora tens não é teu marido. Isto disseste com verdade. Disse-lhe a mulher: Senhor, vejo que és profeta. Nossos pais adoraram neste monte, mas vós, os judeus, dizeis que é em Jerusalém o lugar onde se deve adorar. Disse-lhe Jesus: Mulher, crê-me, a hora vem em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o Pai. Vós, os samaritanos, adorais o que não conheceis; nós adoramos o que conhecemos, pois a salvação vem dos judeus. Mas vem a hora, e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade, pois o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade. Disse-lhe a mulher: Eu sei que o Messias (chamado Cristo) vem. Quando ele vier, nos explicará tudo. Disse-lhe Jesus: Eu o sou, eu que falo contigo. Nesta altura chegaram os seus discípulos, e maravilharam-se de encontrá-lo falando com uma mulher. Mas nenhum deles perguntou: Que queres? ou: Por que falas com ela? Então, deixando o seu cântaro, a mulher foi à cidade e disse ao povo: Vinde, vede um homem que me disse tudo o que tenho feito. Poderia ser este o Cristo? Saíram da cidade e foram ter com ele. Nesse ínterim, os discípulos lhe rogavam: Rabi, come. Mas ele lhes disse: Uma comida tenho para comer, que vós não conheceis. Então os discípulos diziam uns aos outros: Será que alguém lhe trouxe comida? Jesus lhes disse: A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou, e realizar a sua obra. Não dizeis: Ainda há quatro meses até à ceifa? Eu vos digo: Erguei os vossos olhos, e vede os campos! Já estão brancos para a ceifa. O ceifeiro recebe desde já o seu salário, desde já ceifa a colheita para a vida eterna, e assim se regozijam tanto o semeador como o ceifeiro. Pois é verdadeiro o ditado: Um é o semeador, e outro é o ceifeiro. Eu vos enviei a ceifar onde não trabalhastes. Outros trabalharam, e vós entrastes no seu trabalho. Muitos dos samaritanos daquela cidade creram nele, por causa do testemunho da mulher: Disse-me tudo o que tenho feito. Vindo ter com ele os samaritanos, rogaram-lhe que permanecesse com eles, e ficou ali dois dias. E por causa das suas palavras, muitos mais creram nele. Diziam à mulher: Já não é pelo teu dito que nós cremos; agora nós mesmos o ouvimos falar, e sabemos que este é verdadeiramente o Salvador do mundo”.
 
 
Vocês estão de parabéns pelo trabalho duro da semana passada. Eu nem vi a semana passar. Ela de fato passou tão rápido que eu nem sei o que fiz. É algo muito cansativo fazer um encontro de avivamento, e outras coisas me cansaram tanto também que eu espero que nosso Senhor venha logo. Quando eu penso em mim, eu desejo que o Senhor venha logo, mas, por outro lado, eu espero que Ele não venha tão cedo quando penso nas pessoas que ainda não nasceram de novo. Isso é algo muito cansativo realmente, como está escrito: “Todas as coisas são canseiras, mais do que ninguém o pode declarar” (Eclesiastes 1:8). O mundo nos cansa muito e nosso coração também fica muito cansado de tanto que trabalhamos. Eu tive tanto trabalho essa semana que parece que eu vivi um ano inteiro em uma semana. Eu quero muito que o Senhor volte logo a este mundo, e o mais rápido possível, para que eu possa viver de um modo tranqüilo e confortável num lindo lugar. É isso que eu desejo realmente. Portanto, eu quero pregar o evangelho o mais rápido possível para que o Senhor venha logo. Nós temos que pregar o evangelho o mais rápido que pudermos a fim de que o Senhor venha logo.
Vocês também estão cansados? Vocês têm que me dizer quando estiverem cansados. Nós estamos realmente cansados, mas vivemos para a justiça de Deus porque o Senhor salvou a cada um de nós. Como poderíamos viver se não fosse a justiça de Deus? Como diz uma canção popular da Coréia: “♫Bebam, cantem e dancem, ♪mas seu coração está cheio de tristeza. ♫Ei, vamos partir para o mar, ♪pescar uma baleia”, nós podemos até beber, cantar, dançar e fazer de tudo, mas não há alegria se não estivermos no Senhor.
Eu fico espantado de ver como as pessoas que não crêem no evangelho da água e do Espírito vivem até terem cabelos brancos. Eu fico tão espantado de vê-las vivendo assim que eu fico pensando que elas devem ter algum método secreto que eu não conheço. O que eu quero dizer é que prazer, que alegria, que sentido tem sua vida neste mundo? Por mais que bebamos, cantemos e busquemos os prazeres da vida, nosso coração se encherá de sofrimento e tristeza. Nada além do Senhor pode satisfazer o nosso coração. Só o Senhor pode satisfazer o nosso coração e nos fazer felizes; somente Ele pode nos dar todas as bênçãos, todas as coisas boas, um sentido de viver.
Todas as coisas fora o evangelho da justiça e a salvação que nosso Senhor nos deu são inúteis, não valem nada. Eu fico pensando como seria minha vida se eu não cresse na justiça do Senhor. Eu morreria ainda jovem se não cresse na justiça do Senhor. Mas eu tenho uma vida plena hoje porque eu encontrei a justiça do Senhor, embora este mundo seja estressante. Eu sou feliz hoje e tenho esperança de entrar no Céu porque tive um encontro com o Senhor e Ele agora vive em mim. Nós só podemos suportar as lutas e as dificuldades deste mundo sem esperança porque o Senhor habita em nós. Ninguém seria mais digno de pena do que os justos se eles não tivessem o Senhor.
 
 
Sobre a Mulher Samaritana
 
Hoje eu quero falar sobre a mulher samaritana do capítulo 4 do evangelho de João. E o título dessa mensagem que eu vou pregar é “Nosso Senhor nos Deu a Vida”. Há muito tempo, havia uma mulher num vilarejo em Samaria chamado Sicar. Um dia essa mulher foi tirar água num poço que havia deste os dias de Jacó. As pessoas naqueles dias costumavam descansar ao meio-dia porque esse horário era muito quente, porém ela pegou sua jarra e foi tirar água justamente na hora que todos estavam tirando um cochilo.
Jesus estava sentando no poço de Jacó quando a mulher chegou. Ele disse a ela então: “Dá-me de beber”. No que ela respondeu: “Como, sendo tu judeu, me pedes de beber a mim, que sou mulher samaritana?” E o Senhor disse: “Se conheceras o dom de Deus, e quem é o que te pede: Dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria água viva”. No que a mulher então lhe perguntou: “Senhor, tu não tens com que tirá-la, e o poço é fundo. Onde tens a água viva?” E Jesus lhe respondeu: “Todo aquele que beber desta água tornará a ter sede, mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede. Deveras, a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que jorre para a vida eterna”. Jesus e aquela mulher tiveram essa rápida conversa junto ao poço.
De fato, todo organismo vivo morre sem água. A razão de os cientistas estarem tentando descobrir se há água em Marte ou algum organismo vivo é provar que pode haver vida ali se isso for comprovado. É por isso que eles estão procurando água e organismo vivos ali. Mas, na verdade, não existe água fora do planeta terra, por mais que haja vestígios de água em outros lugares. A água é um elemento essencial para a vida de todo ser vivente, não somente para os seres humanos.
Jesus disse: “Todo aquele que beber desta água tornará a ter sede, mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede. Deveras, a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que jorre para a vida eterna”. Somente se bebermos da água que o Senhor nos dá é que teremos a vida eterna. O Senhor veio para nos dar a vida e no-la deu de fato. O Senhor nos deu a vida realmente quando teve um encontro conosco.
A mulher samaritana foi tirar água ao meio-dia, quando todos estavam cochilando. Para matar sua sede, ele não tinha outra escolha senão tirar água do poço diversas vezes. E já que ela tinha que tirar água do poço ao meio-dia, devia ser muito cansativo para ela fazer isso sempre. Aquela mulher se sentia envergonhada diante das outras pessoas, diante de Deus, e não podia estar nos lugares onde todos se reuniam. Mas por causa de Jesus, ele pôde beber a água que nunca mais a deixaria ter sede.
Você também pode receber a vida eterna se você tiver um encontro com o Senhor, reconhecendo que Ele é o Salvador e crendo na Palavra que Ele nos falou. Nós bebemos a água que sacia nossa sede para sempre, a água que o Senhor nos deu. E para ser sincero, nós também sofríamos sempre tendo sede quando éramos como a mulher samaritana. Nós buscávamos saciar nossa sede através da religião, mas ela continuava. Nós também tínhamos vergonha dos outros por causa dos nossos pecados, como a mulher samaritana que ia pegar água enquanto todos dormiam porque se sentia envergonhada. Nós tínhamos sede por causa do pecado e iríamos morrer por causa dele também. Mas nosso Senhor nos deu a vida, assim como Ele a deu àquela mulher.
Quando Jesus disse à mulher que lhe daria uma água que faria com que ela nunca mais tivesse sede, ela disse a Ele com toda alegria: “Senhor, dá-me dessa água para que eu não mais tenha sede, nem precise vir aqui tirá-la”. O que o Senhor disse a ela foi algo maravilhoso, pois ela já estava cansada de sempre ter que tirar água. Então, Jesus disse a ela: “Vai, chama o teu marido, e vem cá”, mas ela disse que não tinha marido. E por saber tudo sobre ela, Jesus disse: “Tens razão em dizer que não tens marido, pois já tiveste cinco maridos, e o que agora tens não é teu marido. Isto disseste com verdade”. Como disse Jesus, ela tinha tido cinco maridos e estava vivendo com outro homem porque ainda não se sentia realizada. Mas até mesmo o homem com quem ela estava vivendo naquela época não podia fazê-la sentir-se realizada. A verdadeira realização não está nas coisas que as pessoas dependem e crêem. Nossa alma ainda se sente vazia mesmo quando estudamos muito, casamos, temos dinheiro e desfrutamos dos prazeres da vida. A sede que nós sentimos é algo contínuo.
Não há nada deste mundo que possa nos satisfazer. Nós temos alguma satisfação em viver aqui? As coisas deste mundo nos trazem alguma satisfação? Ganhar dinheiro nos dá alguma satisfação? Há alguma satisfação nas coisas do mundo? Beber e comer coisas deliciosas nos traz satisfação? O divertimento nos traz alguma satisfação? Não há satisfação em nada disso. Nada deste mundo pode satisfazer você e a mim.
As pessoas desejam as coisas deste mundo e as buscam achando que encontrarão satisfação nelas, mas no fim acabam descobrindo que isso é inútil. As coisas do mundo não trazem a verdadeira satisfação. Há alguma satisfação em si na obra que fazemos na Igreja dos nascidos de novo? Não, não há. Nós só temos satisfação no Senhor, porque a obra em si não nos traz nenhuma satisfação. Não há nada que possa encher nossa alma, nosso coração, de satisfação. Este é o ensinamento principal dessa Palavra.
A mulher samaritana viu que Jesus não era um homem comum depois de ver como Ele descobriu o que estava em seu coração. A princípio, ela pensou que Jesus fosse um profeta. Porém, seus olhos se abriram enquanto ela conversava com o Senhor e ela percebeu: “Uau, Ele é o Messias! O Salvador!” Aquela mulher entendeu quem era Jesus quando bebeu a água viva da salvação. Aí então, ela pegou sua jarra e foi correndo para a vila a fim de dar testemunho de Jesus.
Se seu marido a ouvisse dizer: “Eu não tenho marido”, seu orgulho seria ferido. Ele provavelmente diria algo assim: “O que? Você disse que não tem marido embora eu esteja aqui? Eu me sinto um lixo. Eu estou muito chateado”. Por que ela disse que o homem que vivia com ela não era seu marido? Porque ela não tinha a verdadeira satisfação em seu coração, embora seu marido cuidasse bem dela e a amasse. Nós também somos assim. As coisas do mundo nos trazem a verdadeira satisfação? Com certeza as coisas do mundo não nos trazem a verdadeira satisfação. Assim como a mulher disse que seu atual marido não era de fato seu marido, nosso cônjuge, dinheiro, prestígio, poder ou uma boa situação não traz a verdadeira satisfação ao nosso coração. Você se sentiria realizado se tivesse uma dessas coisas ou tudo isso? Você pode até pensar: “Eu quero ser uma pessoa assim. Eu quero me sentir realizado mesmo com poucas coisas deste mundo. Eu quero ser alguém realizado e feliz nem que seja um pouquinho”.
Dizem que as pessoas simples são sempre felizes. Eu também gostaria de ser simples às vezes para não ter nenhuma preocupação. Mas eu não sei realmente o quanto uma pessoa simples é feliz. Alguém que é simples deve sorrir e mostrar os seus dentes sujos quando alguém lhe dá algo para comer; seu coração com certeza não é feliz, mas ele demonstra isso dos pés à cabeça. É por isso que às vezes eu gostaria de ser alguém assim, porque no mundo real não há satisfação realmente. Mas eu não gostaria de ser alguém que vive assim para sempre. O que eu quero mesmo é viver tendo satisfação em meu coração.
Você se sente mesmo realizado? Você se sentiria assim se tivesse poder? Você se sentiria realizado com dinheiro e poder? Você se sente realizado com sua família? A mulher samaritana não se sentia realizada. E eu sei que você também não se sente assim. Eu também não me sinto. O cônjuge, os filhos, a honra, o dinheiro, a riqueza, o poder e todas essas coisas não podem nos dar a verdadeira satisfação.
Mas eu não estou dizendo que você deve crer no niilismo e desistir da sua vida porque você não se sente realizado neste mundo. Eu estou apenas te dizendo a verdade nua e crua. Nós podemos nos sentir totalmente realizados se não for no Senhor? Não, não podemos. Como podemos nos sentir realizados então? Só Jesus pode nos fazer sentir totalmente realizados.
A mulher samaritana do texto bíblico foi tirar água do poço com a cabeça coberta ao meio-dia, enquanto as outras pessoas estavam cochilando, pois se sentia envergonhada. Ela jogou o balde no poço, puxou a água, tomou um pouco e derramou o restante na sua jarra. Quando voltasse para casa, ela lavaria a louça, faria pão, lavaria a roupa e outras coisas também. Ela precisava de água todos os dias, por isso que ela ia sempre tirar água do poço. Era assim que ela viva todo dia. A vida dessa mulher era dura e ela não tinha satisfação alguma no coração. E se não fosse pelo Senhor, também não teríamos nenhuma satisfação, como essa mulher.
Enquanto eu faço muitas coisas para fazer missões com vocês no mundo inteiro, eu fico satisfeito quando tudo vai bem, mas quando as coisas não vão bem, eu fico estressado. Mas não importa o que aconteça, eu sou feliz porque estou trabalhando para o Senhor. E isso acontece porque muitas almas são salvas por estarmos fazendo essa obra. Todavia, tudo isso não nos traz satisfação, senso de estabilidade, paz ou reconhecimento como o Senhor. Você e eu temos que meditar nessa Palavra para ver em que estamos buscando ter satisfação.
Nós temos que ver novamente se podemos ficar satisfeitos com as coisas do mundo. Aqueles que não pensam nisso não entendem que as coisas do mundo não lhes darão satisfação e, por isso, as buscam. Nós temos que meditar sobre as coisas espirituais e buscá-las se quisermos ter a verdadeira satisfação.
É o Senhor que traz refrigério ao nosso coração, sempre nos satisfaz, manifesta Sua obra em nossa vida e nos dá todas as bênçãos celestiais. Existe alguém ou algo mais que traz o refrigério ao nosso coração? Não, não existe. Só Jesus pode te guiar à vida eterna, ao abençoado caminho que nos concede a salvação do pecado. Só Jesus pode dar a nós e a todos neste mundo a verdadeira satisfação física e espiritual. Aqueles que tiveram um encontro com Jesus se alegram quando pensam Nele. Então, pense em Jesus e entenda que as coisas do mundo não nos trazem a verdadeira satisfação. Deixe de lado os seus pensamentos por um momento e apenas pense em Jesus. Você se alegrará quando pensar na graça da salvação e na bênção que o Senhor te deu. Você se sentirá realizado quando pensar na salvação e na bênção do Senhor. Você se sentirá realizado quando pensar na graça e na bênção da salvação.
O Senhor apagou todos os nossos pecados de uma vez por todas com o evangelho da água e do Espírito. Ele tornou nossos pecados alvos como a neve e fez de nós povo de Deus. Como podemos descansar não crendo no Senhor, sem bebermos a água que faz com que nunca mais tenhamos sede, a água que o Senhor nos deu através do Seu batismo, do Seu sangue e da Sua vida? Quando você lembrar que o Senhor te deu a salvação pelo evangelho da água e do Espírito, seu coração descansará, você terá paz e as coisas que te desagradam te satisfarão. E por mais que a situação seja difícil, você ficará satisfeito quando pensar no Senhor. O Senhor é mesmo um rio de bênçãos.
 
 
Nós Temos que Entender que Não Podemos Ter Satisfação Alguma nas Coisas do Mundo
 
Nós temos que entender que, por mais que busquemos as coisas do mundo, não há nenhuma satisfação nelas de fato. É por isso que eu quero que vocês creiam no Senhor, pois assim vocês entenderão que as coisas do mundo são passageiras, que só precisamos delas enquanto estamos aqui, e que o que nós precisamos para toda a eternidade é o Senhor nosso Deus. Nós temos relação íntima com o Senhor? Nós sentamos à mesa com Ele? Eu fico pensando se nossa relação como servos e Mestre tem sido íntima. O Senhor é mesmo o nosso Mestre eterno que nos dá o descanso eterno. Mas não estamos deixando o Senhor de lado para buscar satisfação nas coisas deste mundo? Não é assim que temos ficado satisfeitos realmente? Nós não estamos cuidando da nossa zona de conforto como se todas as coisas do mundo nos dessem satisfação, e não o Senhor? A verdade é que temos que mudar nossa maneira de pensar. Por mais fracos e imperfeitos que sejamos, o Senhor se tornou nosso Mestre ao nos salvar. E é Ele que nos dá a verdadeira satisfação e todas as bênçãos.
Você acha que o Senhor é somente um acessório que você usa quando quer e joga fora quando não precisa mais dele? Eu não quero que você veja o Senhor como um simples objeto. O mundo é um acessório, não o Senhor. As coisas do mundo é que usamos temporariamente quando queremos e jogamos fora quando não precisamos mais delas. O Senhor nos deu a eterna salvação. Ele nos deu a água viva que faz com que nunca mais tenhamos sede.
O Senhor apagou todos os nossos pecados. Ele veio a este mundo e levou sobre si todos os nossos pecados ao ser batizado no rio Jordão. Ele ressuscitou dentre os mortos e hoje está vivo assentado à direita do trono do Pai. Deste modo, Ele se tornou o verdadeiro Deus daqueles que crêem Nele, seu verdadeiro Salvador, sua garantia definitiva da salvação. E agora que o Senhor nos salvou, Ele quer habitar no nosso coração como o nosso Mestre. Isso significa que o Senhor que habitar no nosso coração como nosso Mestre, não como um convidado. Agora, reconheça então o Senhor como Mestre do seu coração e na sua maneira de pensar.
Nós nos sentimos totalmente realizados quando tratamos o Senhor como nosso Mestre. Não busque se sentir realizado nas coisas do mundo. Não procure saciar sua sede com as coisas do mundo, como aquela mulher que ia tirar água do poço todo dia. Meu desejo é que você creia que o Senhor é quem nos faz totalmente realizados e refresca nossa garganta; eu quero que você entenda que o Senhor habita no coração dos salvos.
Nós temos que ver muito bem se são as coisas do mundo que nos deixam realizados ou o Senhor. Temos que entender isso muito bem e viver pela fé de modo correto. Você tem que entender, reconhecer e confessar sempre que é o Senhor quem nos realiza por completo. Você tem que confessar com fé que o Senhor é Aquele que te realizará no futuro também. Assim como confessou o apóstolo Pedro: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo”, nós também temos que confessar: “O Senhor é o meu Mestre que me realiza por completo”.
Os que tiveram um encontro com o Senhor se sentem realizados como aqueles que encontram água no deserto. Todos os dias nós ficamos insatisfeitos porque tentamos nos satisfazer com as coisas do mundo. No entanto, aqueles que tiveram um encontro com o Senhor têm plena alegria tanto no corpo quanto na alma, mesmo vivendo neste mundo que é como um deserto. Você está insatisfeito porque não conhece o Senhor que veio por você. Isso porque você não entende e não reconhece que o Senhor é precioso, e também não crê que Ele te salvou. Se você deixar o Senhor de lado e procurar se satisfazer com as coisas vazias deste mundo, embora o amado Senhor tenha vindo para ter um encontro com você, você vai sempre se irritar por nada e seus dias serão terríveis. É por isso que você anda de um lado para outro tentando se satisfazer com várias coisas. Contudo, é assim que devemos viver? Devemos buscar as coisas do mundo para nos sentirmos realizados com elas, haja vista que o Senhor já entrou no nosso coração, que Ele já nos deu um rio de água viva que saciou nossa sede para sempre, que Ele já habita no nosso coração como o nosso Senhor? Não podemos ser assim. Nós seremos miseráveis no corpo e na alma se vivermos assim.
Vocês são aqueles que receberam a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito. Nós pegamos isso ou aquilo deste mundo quando o Senhor nos permite. Mas tudo isso são coisas descartáveis. O Senhor é quem nos dá a eterna satisfação. Ele nos dá a verdadeira satisfação e habita no nosso coração. Eu desejo muito que vocês creiam no Senhor e vivam pela fé Nele. Meu desejo é que vocês se sintam realizados no Senhor somente.
Depois de reconhecer que o Senhor não era um homem comum, a mulher samaritana lhe disse: “Nossos pais adoraram neste monte, mas vós, os judeus, dizeis que é em Jerusalém o lugar onde se deve adorar”. E Jesus lhe disse: “Mulher, crê-me, a hora vem em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o Pai. Vós, os samaritanos, adorais o que não conheceis; nós adoramos o que conhecemos, pois a salvação vem dos judeus. Mas vem a hora, e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade, pois o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade”. Era isso o que Jesus queria dizer: “O lugar de adoração não é tão importante para o verdadeiro adorador. Ele adora a qualquer hora, em qualquer lugar. Você só poderá ser um verdadeiro adorador quando tiver o Espírito em seu coração puro, depois de receber a remissão de pecados. Se adorarmos ao Pai crendo no Senhor de coração e crendo na Palavra que diz que Deus é eterno, isso fará de nós verdadeiros adoradores. Em outras palavras, apenas os nascidos de novo podem prestar a verdadeira adoração. Chegou a hora”. A mulher deixou sua jarra de água então e tudo o mais, correu para a vila e disse: “Vinde, vede um homem que me disse tudo o que tenho feito. Poderia ser este o Cristo?” Ela deu testemunho de que havia encontrado o Senhor e ouvido a Palavra de Deus.
O Senhor sabe de todas as coisas. Ela sabe tudo que você e eu fazemos. Deus nos conhece desde o ventre de nossa mãe. Ele nos conhece desde antes de nascermos neste mundo. Nós não podemos esconder nada Dele. O que eu quero dizer é que Deus sabe de todas as coisas.
A mulher samaritana teve um encontro com o Senhor. Ele reconheceu que Ele era o Filho de Deus e o Salvador, e creu Nele. Você e eu que agora fazemos parte da Igreja do Novo Testamento precisamos crer que fomos salvos pela obras de justiça de Jesus Cristo, que foi batizado no rio Jordão, morreu na cruz em nosso lugar e ressuscitou dos mortos ao terceiro dia.
Aquela mulher teve um encontro real com o Senhor que tudo conhecia, reconheceu o Salvador e creu Nele de coração. Ela então largou sua jarra d´água e correu para dar testemunho a todos na sua cidade. Por esse motivo, muitos ouviram o seu testemunho, creram em Jesus e foram em busca Dele. Muitos ouviram a Palavra de Jesus por meio daquela mulher e creram. Deste modo, eles receberam a remissão de pecados através da pregação do evangelho da água e do Espírito dos evangelistas daquela época. Aqueles que receberam a remissão de pecados ouviram a Palavra de Deus e sua fé se tornou firme e constante nela. Jesus é o Salvador deste mundo, o Deus da salvação.
Nossa vida antes era como daquela mulher. Nós vivíamos ocupados com as coisas do mundo, e não para glorificarmos a Deus. Nós só nos sentimos satisfeitos hoje por causa do Senhor. Jamais poderemos nos sentir satisfeitos se não for no Senhor. Nada mais pode nos satisfazer. Eu quero que vocês busquem o Senhor novamente.
Alguém só pode se sentir realizado em sua vida se tiver um encontro com o Senhor. Nós temos que nos lembrar que o Senhor faz com que todos que têm um encontro com Ele se sintam realizados. Nós devemos crer nisso. Mesmo que alguém seja um desconhecido ou muito importante, todos só podem se sentir realizados no Senhor. Quem pode nos realizar além do Senhor? Quem mais além do Senhor te deu graça e bênçãos? Alguém mais? Não, não foi. Eu também não em sinto realizado se não for no Senhor. Mesmo tendo recebido a salvação, não importa o que eu faça, eu poderia me sentir realizado sem o Senhor? Eu me sentiria plenamente realizado em tudo que eu fizesse? Quem nos faz sentir completamente realizados? Jesus Cristo.
É por isso que devemos viver para sermos realizados pelo Senhor. Você e eu temos que entender que só vivemos até hoje graças a Jesus, e que até este mundo só existe até hoje graças a Jesus. Mas não são apenas os cristãos que precisam de Jesus, mas todo universo precisa dele. Quando o Senhor diz: “Pare!” a Terra pára e todos os corpos celestes que há no universo se calam. Se Jesus tirasse Seu poder do mundo e de todo universo e não cuidasse deles, tudo acabaria, pois foi Ele quem criou todas as coisas. É por isso que nossa vida depende totalmente do Senhor. Você tem que entender como Jesus faz com que você se sinta realizado em sua vida, pois Ele te salvou.
Eu quero resumir meu sermão e terminá-lo agora. Nosso Senhor nos realizou totalmente, não é verdade? Sim, o Senhor realmente nos realizou por completo. Você vai se entregar por completo ao Senhor Jesus quando entender que é Ele que faz com que você se sinta totalmente realizado. Embora desejemos as coisas do mundo às vezes, nós sempre acabamos voltando para o Senhor. Ele é quem nos faz sentir plenamente realizados.
Depois de ter tido um encontro com o Senhor, aquela mulher deve ter tido um vida linda, dando testemunho do evangelho e honrando a Deus, pois foi plenamente realizada. O Senhor nos abençoa para que possamos ter uma vida como a da mulher samaritana. Eu quero que você grave isso no coração e se sinta realizado para o resto da sua vida servindo ao evangelho.
Eu tenho certeza que o Senhor nos dará muitas bênçãos. Eu sou muito grato ao Senhor.