Sermones

Assunto 16: O Evangelho Segundo JOÃO

[Capítulo 5-1] O Senhor Visita o Tanque de Betesda (João 5:1-9)

O Senhor Visita o Tanque de Betesda
(João 5:1-9)
“Jesus respondeu-lhes: Em verdade, em verdade vos digo que o Filho por si mesmo não pode fazer coisa alguma; ele só pode fazer o que vê o Pai fazendo, porque tudo o que o Pai faz, o Filho o faz igualmente. Porque o Pai ama o Filho, e lhe mostra tudo o que faz. E lhe mostrará maiores obras do que estas, para que vos maravilheis. Pois assim como o Pai ressuscita e vivifica os mortos, assim também o Filho vivifica aqueles a quem quer. O Pai a ninguém julga, mas deu ao Filho todo o juízo, para que todos honrem o Filho, como honram o Pai. Quem não honra o Filho não honra o Pai que o enviou. Em verdade, em verdade vos digo que quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida. Em verdade, em verdade vos digo que vem a hora, e já chegou, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus, e os que a ouvirem viverão. Assim como o Pai tem a vida em si mesmo, assim também concedeu ao Filho ter a vida em si mesmo. E lhe deu autoridade para julgar, porque é o Filho do homem. Não vos maravilheis disto, pois vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz e sairão: Os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida, e os que praticaram o mal, para a ressurreição da condenação”.
 
 
Como vão vocês essa semana? Na passagem bíblica deste capítulo, vemos Jesus indo ao tanque de Betesda. O nome do tanque, “Betesda”, significa ‘casa de misericórdia’. À beira do tanque de Betesda que ficava junto à Porta das Ovelhas em Jerusalém, uma multidão de pessoas enfermas esperavam o mover das águas.
Segundo uma lenda, um anjo descia em certo tempo e movia as águas do tanque de Betesda, e aquele que conseguisse entrar na água primeiro ficaria curado da sua enfermidade. Por isso que pessoas com todo tipo de enfermidades esperavam o que as águas ali se movessem.
Havia ali um homem esperando o mover das águas que estava doente por 38 anos. E esse homem pensou: “Mesmo que as água se movam eu não conseguirei entrar, e por mais que eu tente, é claro que os outros entrarão antes de mim”, e deitou em sua cama ali sem nenhuma esperança. Já que ele mal podia se mexer, é claro que outras pessoas doentes como cegos, coxos, paralíticos, que também estavam ali esperando o mover das águas, entrariam antes dele. Por isso ele havia perdido toda a esperança, mas ainda tendo um pequeno fio de esperança de que pudesse receber a graça de Deus, ele ia ao tanque todos os dias carregando sua cama e esperava. E já tinha 38 anos que ele fazia isso.
 
 
Certo Dia Jesus Cristo Foi ao Tanque de Betesda
 
Vamos parar e pensar por um instante. Se alguém buscar a felicidade humana, ele vai conseguir tudo que se esforçar para ter? Alguém fica rico por viver corretamente? De onde vêm nossas bênçãos? A bênçãos de uma pessoa depende do poder de quem? Se alguém fizer orações de arrependimento em nome de Jesus Cristo, ele receberá a purificação completa de todos os seus pecados de uma vez por todas? Antes de tudo, devemos meditar se os pecadores recebem a remissão dos seus pecados e vivem felizes com as bênçãos de Deus dependendo Dele ou do seu próprio poder. A Bíblia diz: “Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam. Se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela” (Salmo 127:1).
À beira do tanque de Betesda, uma multidão de enfermos se reunia em pequenos grupos aqui e ali. Jesus veio ao tanque de Bestesda e a quem Ele concedeu a graça da salvação? Ao homem que estava enfermo por 38 anos. Jesus disse a este homem que há 38 anos não podia mais andar: “Você que ser curado?” “Sim, mas não há ninguém que me leve até o tanque. Aquele homem estava enfermo por 38 anos e confessou que não podia fazer nada por si mesmo. Então, ao ver a esperança em seu coração, Jesus disse: “Levante, tome sua cama e ande”.
Na mesma hora, aquele homem que estava enfermo por 38 anos pôde ficar de pé, pôs a sua cama nos ombros e começou a andar. Havia muitas pessoas enfermas junto ao tanque naquela época, mas apenas aquele homem que estava enfermo por 38 anos pôde andar. Todos os outros devem ter ficado com muita inveja dele. Eles ficaram boquiabertos pois não sabiam como aquele homem que estava enfermo por 38 anos havia ficado curado sem entrar no tanque, o tanque de Betesda onde aquele que entrasse primeiro quando as águas se moviam é que ficava curado.
Eles estavam buscando ser curados das suas enfermidades através da fé que possuíam. Mas um Homem chamado Jesus veio e disse ao homem que estava enfermo por 38 anos, e sem a mínima esperança de ser curado: “Você quer ser curado?” No que o homem respondeu: “Sim, eu quero ser curado”, ele ouviu estas palavras: “Levante, tome sua cama e ande”, e sua doença foi totalmente curada. E isso foi algo de fato surpreendente. Ao ouvir estas simples palavras de Jesus: “Levante, tome sua cama e ande”, aquele homem que estava enfermo pôde levantar e caminhar.
O mesmo acontece quando recebemos a salvação. Para recebermos a remissão dos nossos pecados, isso não depende dos nossos próprios esforços. Isso depende de quem então? A purificação dos nossos pecados depende exclusivamente do nosso Senhor. Depende totalmente do evangelho da água e do Espírito, que é a Palavra da salvação que o Filho de Deus nos deu.
Os enfermos que estavam à beira do tanque de Betesda confiavam nas suas próprias forças para serem curados. Um cego entre eles poderia até pensar: “Eu posso ser cego mas ouço melhor do que qualquer um aqui. Por isso, eu posso ouvir o mover das águas bem mais rápido do que qualquer um. Eu consigo medir a distância ouvindo todo tipo de som. Eu vou conseguir entrar no tanque primeiro”. Alguns coxos poderiam pensar: “Eu posso ser coxo, mais uma das minhas pernas é mais forte do que a de qualquer um outro. Eu também tenho olhos e ouvidos muito bons. Mesmo mancando de uma perna, eu vou entrar no tanque primeiro! Não importa como, a única coisa que eu tenho a fazer é entrar no tanque bem rápido!”
Com certeza havia um paralítico naquele lugar também. E ele provavelmente deve ter pensado: “Eu posso até não me levantar, mais eu tenho dois braços fortes. Com esses braços eu posso entrar no tanque mais rápido do que qualquer um aqui”. Assim, as pessoas vinham para a beira do tanque dia após dia. Alguém muito fraco por causa da sua doença deve ter pensado: “Eu posso não ter mais forças, mas minha mente é muito ativa. Por isso que eu cheguei primeiro do que todo mundo e peguei um lugar bem na frente. Quando as águas se moverem, tudo que eu tenho a fazer é entrar, e assim eu serei o primeiro”. O que todos estes enfermos junto ao tanque de Betesda tinham em comum é que eles diziam: ‘Eu vou conseguir’ e confiavam na suas próprias forças, na sua própria força de vontade.
Porém, se meditarmos sobre isso, será que o ser humano é capaz de receber as bênçãos de Deus através do seu próprio esforço? Nunca, seria a resposta a esta pergunta. O que a Bíblia Sagrada, que é a Palavra de Deus, nos fala? Por mais que nos esforcemos e tentemos bastante, jamais poderemos receber a remissão de pecados pelas nossas próprias forças. A Bíblia nos diz: “Toda boa dádiva e todo dom perfeito é lá do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação” (Tiago 1:17). Depende exclusivamente da graça da salvação de Deus as pessoas receberem a remissão dos seus pecados. Portanto, se nós quisermos receber mesmo as bênçãos de Deus, temos que buscá-las no evangelho da água e do Espírito que Deus nos deu. Por quê? Porque primeiro temos que receber a remissão dos nossos pecados para depois nos tornarmos filhos de Deus, a fim de recebermos todas as Suas bênçãos.
 
 
Foi num Sábado que Aquele Homem Enfermo Há 38 Anos foi Curado
 
Quando aquele homem que estava enfermo há 38 anos se levantou as pessoas devem ter dado graças a Jesus e O adorado. E ao cumprimentarem o homem por ele ter sido curado, eles perguntaram: “Quem foi que te curou dessa enfermidade que você tinha há 38 anos?” E quando ele respondeu: “Foi Jesus que me curou”, eles devem ter louvado ao Senhor e pedido a Ele que curasse suas enfermidades também.
Entretanto, os escribas e fariseus disseram a ele: “Por que você foi curado no Sábado? Já que você estava preso a essa cama por 38 anos, por que você teve que levantar logo no dia de Sábado? A semana tem seis dias úteis e você teve que se levantar depois de 38 anos enfermo logo no Sábado? Está certo você ser curado, tomar sua cama e andar no Sábado que é um dia sagrado?” Pelo fato daquele homem ter sido curado da sua enfermidade no Sábado, houve uma discussão se estava certo ou não curar neste dia.
Nós sabemos como os escribas e fariseus que reagiram daquela maneira estavam presos às tradições religiosas. Seja como for, se alguém foi curado no Sábado, ou se aconteceu um milagre enquanto alguém estava comendo, ou se alguém foi curado no banheiro, o mais importante é que um homem que jazia numa cama há 38 anos foi curado da sua enfermidade. Não é verdade? Claro que é. Tudo foi resolvido quando aquele homem que estava enfermo há 38 anos encontrou Jesus e foi curado pelas Suas palavras. Com relação a este acontecimento também, do que adianta alguém dizer: “Por que você está andando num dia de Sábado? Quem foi que te curou?”
“Então lhe perguntaram: Quem é o homem que mandou que tomasses a tua esteira, e andasses? O homem que fora curado não sabia quem era, pois Jesus se tinha retirado por entre a multidão que havia naquele lugar. Mais tarde Jesus o encontrou no templo, e disse: Olha, agora já estás curado. Não peques mais, para que não te suceda coisa pior. O homem partiu e anunciou aos judeus que Jesus era quem o tinha curado” (João 5:12-15).
Por causa deste milagre, os líderes religiosos começaram a perseguir Jesus. Jesus disse: “Meu Pai trabalha até agora, e por isso Eu trabalho também”. Jesus chamou Deus de Seu Pai. Mas por causa dessas palavras os judeus procuravam matá-Lo. “O que? Você está dizendo que Deus é Seu Pai? Já que é assim, você está dizendo que você é Filho de Deus?” E por Jesus ter quebrado a lei do Sábado e ter dito que Deus era Seu Pai, eles começaram a persegui-Lo ainda mais. Mas sem medo algum, Jesus disse: “Porque o Pai ama o Filho, e lhe mostra tudo o que faz. E lhe mostrará maiores obras do que estas, para que vos maravilheis. Pois assim como o Pai ressuscita e vivifica os mortos, assim também o Filho vivifica aqueles a quem quer” (João 5:20-21).
Para fazer a vontade de Seu Pai, Jesus ressuscitou dentre os mortos. Jesus salva e concede a vida àqueles que a desejam. Nosso Senhor veio a essa terra e teve um ministério de cura. E em todas as curas operadas por Ele, vemos que este ministério foi exercido por Ele para curar a alma de todas as pessoas. Se você admitir que o Senhor é o seu Salvador e crer no evangelho da água e do Espírito, Ele irá purificar todos os seus pecados. O Senhor concede a remissão de pecados e a vida eterna aos que estavam mortos por causa dos seus pecados. Assim como Deus Pai nos salvou e nos deu a vida eterna, nosso Senhor Jesus Cristo veio a essa terra e salvou a todos que quis salvar dando a eles a remissão de pecados. E foi para fazer isso que Ele teve que purificar todos os pecados do mundo.
Os judeus não crêem em seu coração que Jesus é o Filho de Deus. Mas Jesus é realmente o Filho de Deus, o nosso Salvador. Jesus também é o verdadeiro Deus para todo aquele que Nele crê. Ele é Deus e o Filho de Deus. Nós recebemos a graça da salvação e podemos receber a remissão de todos os nossos pecados quando reconhecemos e cremos em Jesus como nosso Salvador.
Nós cremos que Jesus é o Filho de Deus e o Salvador que remiu todos os seres humanos para salvá-los dos seus pecados. Nós cremos que Jesus nos salvou do pecado e da morte. Nós cremos que Jesus veio a essa terra para purificar os pecados de todos com o evangelho da água e do Espírito. A fim de salvar pecadores como aquele homem que estava enfermo por 38 anos, Jesus veio a este mundo, foi batizado aos 30 anos de idade, e naquela hora levou todos os pecados do homem por completo. Depois, Ele foi condenado por causa dos nossos pecados em nosso lugar derramando Seu sangue na Cruz. Ao fazer isso, o fato é que o Senhor apagou todos os nossos pecados. Nós que somos iguais aquele homem que estava enfermo há 38 anos, recebemos a graça da salvação crendo em Jesus, que para nós é Filho de Deus e o verdadeiro Salvador, o nosso Salvador.
Aqueles que crêem em Jesus Cristo, o Filho de Deus, recebem a salvação não somente por uma vida de 38 anos de pecado, mas também dos pecados da sua vida inteira. O fato é que todo aquele que reconhecer que estava destinado ao inferno por causa dos seus pecados, e crer no evangelho da água e do Espírito, receberá a salvação dos seus pecados. Não importa quem seja, todo aquele que Jesus levou seus pecados ao ser batizado no rio Jordão será salvo de todos eles, receberá a vida eterna e também será salvo do terrível juízo de Deus.
Quando nosso Senhor Jesus Cristo esteve nessa terra, Ele veio como um homem comum sem ter nenhum atrativo. Jesus, o nosso Salvador, nasceu em um estábulo. A família de José e Maria, os pais carnais de Jesus, não era rica, e por esse motivo Ele nunca freqüentou uma escola secular. E na época em que Jesus Cristo nasceu nessa terra, a nação de Israel era uma colônia do Império Romano. Jesus era como a raiz de uma terra seca. Ele era muito magro e não tinha nada demais em Sua aparência. Ele não tinha parecer nem formosura. Tanto que Jesus era desprezado pelas pessoas por causa disso (Isaías 53:2-3).
Mesmo assim, Jesus levou todos os pecados do homem ao ser batizado por João Batista aos 30 anos, purificou a todos levando seus pecados no mundo de uma vez por todas, curou todas as enfermidades quando pronunciava as palavras: “Seja curado, pois esta é a Minha vontade”, e ao realizar um milagre com cinco pães e dois peixinhos, Ele alimentou milhares de pessoas e ainda sobrou alimento.
Nosso Senhor deu a remissão de pecados a todo aquele que O encontrou. Foi por isso que Ele disse à mulher que foi apanhada no ato de adultério: “Mulher, Eu não te condeno. Você acaba de receber a remissão dos seus pecados”. Naquela ocasião, as pessoas já estavam com as pedras nas mãos para apedrejar aquela mulher. Nosso Senhor disse que os escribas e fariseus eram os representantes religiosos do povo. “Aquele que dentre vós está sem pecado, seja o primeiro a lhe atirar uma pedra”. Quando Jesus disse isso, até aqueles que não criam Nele ficaram com peso na consciência e foram saindo um a um, começando dos mais velhos até os mais jovens. Eles jogaram foras as pedras e foram embora.
Jesus disse então à mulher apanhada no ato de adultério: “Mulher, nem eu te condeno, vai e não peques mais. E Me segue também. Quem Me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida”. Quem crê em Jesus, isto é, quem crê que Ele nos salvou de todos os nossos pecados, através do batismo que recebeu e do seu sangue derramado, nunca mais se tornará um pecador. Ele viverá para sempre como um justo.
Jesus levou sobre Si todos os pecados da humanidade pelo Seu batismo, e morreu em nosso lugar na Cruz por causa de todos os nossos pecados. Assim, Ele salvou toda a humanidade do pecado. Jesus jamais cometeu algum pecado quando estava nessa terra. Embora nenhum pecado pudesse ser encontrado Nele, Ele levou todos os pecados do homem ao ser batizado, e depois então morreu na Cruz por causa desses pecados. Jesus se tornou o Salvador daqueles que crêem, o Salvador de toda a humanidade, ao suportar sobre Si todos os pecados que nós cometemos no mundo a vida inteira, ao morrer na Cruz e ao ressuscitar.
Quando Jesus recebeu a sentença de morte naquela época, havia um criminoso deplorável que foi preso por Pôncio Pilatos, chamado Barrabás. Assim como nós, ele estava condenado a ir para o inferno. Barrabás estava no corredor da morte somente esperando ser crucificado perante todo o povo. Porém, ele foi solto por causa de Jesus. Isso nos mostra que Jesus teve que ser batizado e crucificado para salvar pecadores deploráveis como nós. Se Jesus Cristo não tivesse vindo a este mundo, nós que somos como Barrabás nunca escaparíamos da morte. Jesus deu a vida a nós, deploráveis pecadores, morrendo em nosso lugar na Cruz enquanto levava todos os pecados do homem através do Seu batismo.
Ao morrer na Cruz, Ele disse: “Está consumado!” (João 19:30). Meus amados irmãos, você e eu recebemos a salvação dos nossos pecados crendo em quem? É crendo em que homem grandioso que nós recebemos a salvação dos nossos pecados? Meus amados irmãos, nós podemos receber a salvação dos nossos pecados pela fé porque Jesus Cristo veio a essa terra e realizou uma grande obra. Nós podemos receber a salvação dos nossos pecados crendo em Jesus Cristo porque nosso Senhor levou todos os pecados que cometemos nossa vida toda através do Seu batismo. Você e eu recebemos a salvação dos nossos pecados crendo na Palavra dita por Jesus Cristo, na obra da salvação que Ele realizou, no ministério da água e do sangue. Portanto, Jesus Cristo nos salvou dos nossos pecados. Jesus Cristo também tem o mesmo poder de Deus Pai, e Ele deu a vida àqueles que O querem. E Deus deu a vida eterna a todo aquele que crê em Jesus Cristo. Aleluia!
 
 

Que Tempo é Este que Estamos Vivendo Agora?

 
Este é o tempo em que podemos ouvir a voz do Pai do Filho de Deus. O Senhor disse: “Em verdade, em verdade vos digo que vem a hora, e já chegou, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus, e os que a ouvirem viverão. Assim como o Pai tem a vida em si mesmo, assim também concedeu ao Filho ter a vida em si mesmo. E lhe deu autoridade para julgar, porque é o Filho do homem. Não vos maravilheis disto, pois vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz e sairão” (João 5:25-28).
Amados irmãos, vocês receberam a remissão de todos os seus pecados ao ouvir o evangelho de Jesus Cristo? Aqueles que ouvem a voz do Filho de Deus viverão. A Verdade é que ninguém recebe a salvação fazendo boas obras ou levando uma vida justa. Nós temos que crer que no fato de que a remissão de pecados depende exclusivamente de Jesus, que nos salva dos nossos pecados, não das nossas próprias obras. É impossível alguém receber a salvação por mais que se esforce ao máximo para guardar a Lei. Isso porque a linha final que foi desenhada por Deus com Sua Lei para que sejamos aceitos por Ele, jamais poderá ser alcançada homem algum.
Nós só recebemos a salvação ouvindo a voz do Filho de Deus. Nós recebemos a salvação crendo na Verdade que Jesus Cristo levou todos os pecados que você e eu cometemos a vida inteira; recebemos a salvação crendo de coração na salvação realizada pelo Senhor ao ser batizado no rio Jordão; e somos livres de ser destruídos crendo que Jesus recebeu na Cruz toda a condenação, isto é, Ele recebeu toda a condenação em nosso lugar. Alguém só pode receber a salvação através da remissão de pecados pela fé depois de ouvir a Palavra da Verdade pelos servos de Deus.
 


Como é que as Pessoas Hoje em Dia Recebem a Salvação dos Seus Pecados?

 
Está escrito: “De sorte que a fé vem pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus” (Romanos 10:17). Você tem que crer e conhecer essa Palavra. Nós podemos receber a salvação dos nossos pecados crendo na Palavra do evangelho da água e do Espírito, que declara que Jesus Cristo apagou todos os nossos pecados. A maneira pela qual toda a humanidade pode receber a salvação é ouvindo a voz do Filho de Deus, isto é, a Palavra do Senhor. A voz do Filho de Deus está gravada nas Sagradas Escrituras. A verdade é que todo aquele que crê nessa Palavra ouviu e aceitou a voz de Deus, e também recebeu a vida eterna ao alcançar a remissão de pecados. Você e eu recebemos a salvação dos nossos pecados quando cremos no evangelho da água e do Espírito. Todos nessa terra têm que ouvir a voz de Deus para receber a salvação dos seus pecados. Se alguém ouve e crê na Palavra de Deus, ele receberá a salvação dos seus pecados então e nascerá de novo recebendo a vida eterna. Do mesmo modo que Lázaro voltou à vida ainda enrolado em seus trajes mortuários quando nosso Senhor disse: “Lázaro, vem para fora!”, a alma daqueles que ouvem e crêem no evangelho da água e do Espírito não morrem também, mas vivem.
Nosso Senhor é Deus. Nosso Deus é o Senhor da vida. “No princípio criou Deus os céus e a terra. A terra era sem forma e vazia; havia trevas sobre a face do abismo, e o Espírito de Deus pairava sobre a face das águas” (Gênesis 1:1-2). Nosso Senhor é o Deus da Palavra. Deus disse: “Haja luz” e houve luz. Esse Deus onipotente que criou todo universo e tudo que nele há com Sua Palavra não é outro senão o nosso Senhor. Quando veio a essa terra e foi batizado no rio Jordão, o Senhor salvou todos os descendentes de Adão dos seus pecados, das armadilhas de Satanás e da morte trazida por ele.
Quando Jesus foi batizado, Ele disse a João Batista: “Deixa por agora, pois assim nos convém cumprir toda a justiça” (Mateus 3:15). Aqui, a frase, “deixa por agora,” é ‘οϋτως γάρ’ (hoo’-tos gar) no grego, e significa ‘apenas desse jeito’, ‘o mais adequado’, ou ‘não há outra maneira melhor do que essa’. Já que o desejo de Jesus era apagar todos os pecados das pessoas, ele tinha que vir a essa terra e ser batizado por João Batista, que é o representante de toda a humanidade. Isso quer dizer que Jesus foi batizado da maneira mais adequada a fim de levar todos os pecados do homem. E ao fazer isso, Ele pôde completar a obra da justiça em favor do homem. Assim, nós tivemos a tábua do nosso coração purificada de todos os nossos pecados.
 
 

Nós Temos que Ouvir a Voz de Deus Através do Evangelho da Água e do Espírito

 
Você tem que crer no evangelho da água e do Espírito para receber a remissão de pecados, para que sua alma possa viver e para receber a vida eterna. Todo aquele que crê no evangelho da água e do Espírito consegue receber a salvação dos seus pecados. Somente através do evangelho da água e do Espírito é que todos podem se tornar filhos de Deus, estar vivos por terem recebido a remissão de pecados e alcançar a vida eterna.
As pessoas não conhecem as coisas do Espírito muito bem. O que são as coisas do Espírito? Existem as coisas da carne e as coisas do Espírito. Enquanto que as coisas da carne são para cometer pecado, as coisas do Espírito são para salvar almas. As coisas do Espírito são as obras de Deus, que permite as pessoas, não importa quem, ouvir a voz de Deus e receber a salvação pela fé. O Senhor disse: “A inclinação da carne é morte, mas a inclinação do Espírito é vida e paz” (Romanos 8:6). Você e eu temos que ouvir a voz de Deus e fazer as obras do Espírito.
Assim como você e eu honramos e respeitamos a Deus Pai, também temos que honrar e respeitar a Jesus Cristo. Temos que servi-Lo e respeitá-Lo pregando a Sua Palavra. A verdade é que quando nós pregamos o evangelho da água e do Espírito, aqueles que quase foram destruídos pelos seus pecados podem voltar à vida. Quando nós formos pregar o evangelho pelo qual Jesus Cristo nos salvou, todo mundo tem que ouvir a Palavra com seus ouvidos e crer com seu coração. E neste momento as almas que estavam mortas voltarão à vida.
Amados irmãos, até agora há muitas vidas que se sentem aprisionadas. Nós não devemos achar que somente aqueles que cometem os pecados da carne e são julgados segundo as leis do mundo é que estão aprisionados. Até mesmo entre aqueles que seguem sua vida como se nada estivesse errado, há vidas que estão aprisionadas pelo pecado. Se alguém tem pecado, ele o aprisiona com as suas cadeias e faz isso para que ele não possa evitar o castigo por causa do seu pecado.
Pode até parecer que as pessoas estão seguindo suas vidas normalmente, mas sua alma está agonizando, aprisionada pelo pecado. E há muitos que estão esperando pelo dia em que serão libertos desta prisão. Eles só estão esperando pelas boas novas da salvação de Jesus. Nós temos que pregar para essas pessoas essas maravilhosas e alegres boas novas da salvação de Jesus Cristo. Todo aquele que ouvir a voz de Deus receberá a vida com certeza.
Amados irmãos, nós fomos libertos da prisão do pecado e recebemos a vida eterna porque cremos no evangelho da água e do Espírito. Mas nós recebemos essa graça porque havia algum mérito em nós, por menos que seja? Não, não foi por causa disso. Por mais que eu procure, eu não consigo encontrar o mínimo que seja de bondade em nós que recebemos a remissão de pecados e também naqueles que não a receberam. Mesmo assim, nosso Senhor veio a essa terra e salvou você e a mim que somos falhos e imperfeitos. Jesus salvou os espíritos que estavam na prisão e os libertou através do evangelho da água e do Espírito (1 Pedro 3:19).
Um irmão que estava na prisão me enviou algumas cartas, e sempre que eu as lia eu via a grande bênção que é viver em liberdade. Nós podemos ir aonde quisermos, mas quem está preso não pode ir aonde seu coração deseja. “Querido pastor, como vai? Os pássaros vêm e se sentam entre as barras da janela da minha cela. Eles cantam um pouco e depois vão embora. O mundo parece um lugar muito lindo para aqueles que podem viver livres como os pássaros”. Enquanto eu lia a sua carta, eu pude ver que essa liberdade que nos desfrutamos sem prestar atenção nela é mesmo uma grande bênção. Isso significa que a liberdade que desfrutamos merecidamente seria uma grande bênção para aqueles que estão atrás das grades. Há inúmeras pessoas que estão na prisão do pecado porque não receberam a remissão de pecados. E aqueles que não possuem a liberdade espiritual desejam ardentemente receber a remissão de pecados. Nós temos que entender como é precioso para nós, que não temos como não cometer pecados, receber a salvação dos nossos pecados. O fato de que eu ter recebido a salvação e ter sido liberto da prisão do pecado, crendo em Jesus que me salvou com o evangelho da água e do Espírito, é algo que me deixa muito grato e maravilhado. Nosso Senhor disse: “Porque o Pai ama o Filho, e lhe mostra tudo o que faz. E lhe mostrará maiores obras do que estas, para que vos maravilheis” (João 5:20). E por mais que eu pense nessa grande obra da salvação que o Senhor realizou, eu sempre vou achá-la maravilhosa. O que eu estou dizendo aqui é como os pecados de pessoas como você e eu podem desaparecer.
O Senhor disse: “Não há homem justo sobre a terra, que faça o bem e nunca peque” (Eclesiastes 7:20). Nós sempre fazemos boas obras porque somos justos? Só porque nós somos justos, isso significa que não cometemos pecados? Embora não pequemos o tempo todo, às vezes nós praticamos o mal e nem sempre fazemos boas obras. Muitas vezes odiamos, brigamos, ofendemos as pessoas e somos invejosos. Mas mesmo assim nós somos justos. Nos não temos pecado. E isso é que é tão maravilhoso. É maravilhoso saber que Jesus purificou de modo perfeito todos nós que íamos para o inferno, e o fato de que nós que éramos pecadores agora vivermos para fazer a boa obra de Deus também é algo maravilhoso. Todas as obras que o Senhor fez por nós são realmente maravilhosas, e o mais maravilhoso foi o fato de Deus ter nos dado a remissão de pecados.
Deus criou os céus e a terra com a Sua Palavra. E esse é o exemplo de uma obra magnífica. Deus nos fez nascer na carne e também no Espírito. A obra mais maravilhosa realizada por Deus foi ter nos feito justos e Seus filhos, apagando todos os nossos pecados. Não há obras mais extraordinárias do que as realizadas pelo Senhor. Você crê no evangelho da água e do Espírito pelo qual Deus salvou você e a mim? A Obra de Deus que apagou todos os nossos pecados é tão maravilhosa que, por mais que eu pense nela, eu jamais poderia contar todas as obras que Jeová fez por mim. Isso porque é realmente impossível nos tornamos justos se olharmos pelo lado carnal.
 
 
Você Tem Certeza que Nunca Mais Vai Pecar?
 
Não, você não tem. Você tem certeza que nunca mais vai fazer as obras da carne? Não, você não tem. Embora vivamos cometendo pecados todo dia, o fato de Jesus já ter nos salvado de uma forma perfeita demonstra a grandeza do poder de Deus. A verdade é que o próprio Deus veio a essa terra e fez a obra do Espírito. Quando eu leio este versículo bíblico que diz que “No princípio criou Deus os céus e a terra”, eu começo a pensar: “Desde o momento em que Deus criou o homem, o Seu plano devia ser que ele nascesse na carne e depois no espírito, para que depois Ele pusesse em seu coração o Espírito Santo e os ressuscitasse, a fim de que eles se tornassem seres que viveriam por toda a eternidade. Seu desejo deve ter sido fazer de nós Seus filhos sem pecado nos salvando com o evangelho da água e do Espírito, a fim de que vivêssemos para sempre no Paraíso. Essa foi a intenção de Deus”.
Eu creio que o bom desejo de Deus foi esse. A razão pela qual Deus nos criou, assim como os céus e a terra, foi para que nascêssemos em carne aqui nessa terra e depois nascêssemos de novo crendo na salvação de Jesus Cristo, assim como as crisálidas se tornam cigarras e as lagartas, insetos. Ao nos dar o evangelho da água e do Espírito, o Senhor fez com que todos aqueles que crêem Nele se tornassem justos e filhos de Deus. Assim como as mariposas voam no céu após a metamorfose, Deus faz com que aqueles que nasceram de novo crendo no evangelho da água e do Espírito se tornem Seus Filhos e vivam para sempre com Ele nos Céus.
Eu creio nisso. Nós vimos, ouvimos, e cremos nas obras maravilhosas feitas por Deus. E embora eu não saiba quando, este mundo acabará num futuro bem próximo. Quando nosso Senhor voltar, aqueles que estão nos túmulos ouvirão Sua voz. E assim como o Senhor chamou Lázaro para que ele saísse do túmulo, Ele fará o mesmo com toda os homens. Assim como Ele disse: “Os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida, e os que praticaram o mal, para a ressurreição da condenação”, naquele dia todos sairão do seu túmulo. Naquele dia em que muitos serão trazidos de volta à vida, aqueles que receberam a remissão de pecados pela fé por ter ouvido e crido na voz de Deus ressuscitarão para vida eterna e viverão felizes ao Seu lado. Por outro lado, os que não creram no evangelho da água e do Espírito pelo qual Deus nos salvou irão ressuscitar para condenação e serão lançados no lado de fogo. Enquanto os filhos de Deus viverão neste mundo em eterna alegria, os filhos da ira terão como castigo eterno o sofrimento no inferno.
Nosso Senhor salvou você e a mim. Nosso Senhor salvou a todos no mundo inteiro. Nosso Senhor quer que todos ouçam a voz de Deus, e é por isso que Ele quer que nós preguemos a Palavra de Deus em todo lugar. Somente quando nós fizermos a obra do Espírito e tivermos pensamentos espirituais guiando nossa vida, é que a Palavra de Deus será realmente pregada em todo lugar.
Nós glorificamos a Deus que nos salvou de todos os nossos pecados. Embora sejamos falhos, nós somos aqueles que alcançaram a graça de Deus e receberam a vida eterna. Nós não sabemos quanto vamos viver, mas o meu desejo é que nos esforcemos para fazer a obra espiritual. Vamos fazer com que todos ouçam a voz de Deus. Vamos continuar pregando o evangelho da água e do Espírito.
Pouco tempo atrás num culto de avivamento na Igreja de Daejeon, algumas almas ouviram a Palavra, vieram à frente e receberam a remissão de pecados. Assim como aquele homem que estava enfermo por 38 anos ouviu a voz de Jesus e foi curado de uma vez por todas, todo aquele que reconhecer que é falho e buscar a Deus ouvirá o evangelho da água e do Espírito e receberá a remissão de pecados. Nós temos sempre que fazer a obra para que essas pessoas ouçam a voz de Deus.
A obra que o Senhor fez para nos salvar do pecados é justamente a obra mais maravilhosa de Deus. O Senhor veio a essa terra na semelhança do corpo de um homem, foi batizado, morreu na Cruz em nosso lugar e ressuscitou. Essa foi a obra mais maravilhosa de Deus. Quando o Senhor veio a essa terra como homem, Ele nasceu numa manjedoura. E nosso Senhor foi batizado aos 30 anos e condenado à Cruz a fim de salvar a nossa vida tão vil. Este é o evangelho da água e do Espírito. Este é o evangelho da Verdade que nos libertou da prisão, da sepultura, do juízo, do pecado e da maldição. Amados irmãos, vocês crêem nisso?
Antes de nascermos de novo, todos éramos como aquele homem que tinha uma enfermidade por 38 anos. Mas Deus nos salvou com o evangelho da água e do Espírito. Nós temos que dar graças ao Senhor que nos salvou. Nós somos muito gratos ao Senhor que nos permitiu ouvir e crer no evangelho da água e do Espírito, a fim de que fôssemos libertos da prisão do pecado e curados do pecado que nos impedia de andar de cabeça erguida.
Nós jamais devemos deixar de sermos gratos e de pregar o evangelho da água e do Espírito até o fim.