Sermões

Assunto 16: O Evangelho Segundo JOÃO

[Capítulo 5-2] (João 5:10-29) Nós Jamais Devemos Voltar ao Judaísmo

(João 5:10-29)
“Então os judeus disseram ao homem que tinha sido curado: É sábado, e a lei não permite que carregues a tua esteira. Ele respondeu: O homem que me curou, me disse: Toma a tua esteira, e anda. Então lhe perguntaram: Quem é o homem que mandou que tomasses a tua esteira, e andasses? O homem que fora curado não sabia quem era, pois Jesus se tinha retirado por entre a multidão que havia naquele lugar. Mais tarde Jesus o encontrou no templo, e disse: Olha, agora já estás curado. Não peques mais, para que não te suceda coisa pior. O homem partiu e anunciou aos judeus que Jesus era quem o tinha curado. Assim, porque Jesus fazia estas coisas no sábado, os judeus o perseguiram. Jesus lhes disse: Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também. Por este motivo os judeus ainda mais procuravam matá-lo; não só quebrava o sábado, mas também dizia que Deus era seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus. Jesus respondeu-lhes: Em verdade, em verdade vos digo que o Filho por si mesmo não pode fazer coisa alguma; ele só pode fazer o que vê o Pai fazendo, porque tudo o que o Pai faz, o Filho o faz igualmente. Porque o Pai ama o Filho, e lhe mostra tudo o que faz. E lhe mostrará maiores obras do que estas, para que vos maravilheis. Pois assim como o Pai ressuscita e vivifica os mortos, assim também o Filho vivifica aqueles a quem quer. O Pai a ninguém julga, mas deu ao Filho todo o juízo, para que todos honrem o Filho, como honram o Pai. Quem não honra o Filho não honra o Pai que o enviou. Em verdade, em verdade vos digo que quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida. Em verdade, em verdade vos digo que vem a hora, e já chegou, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus, e os que a ouvirem viverão. Assim como o Pai tem a vida em si mesmo, assim também concedeu ao Filho ter a vida em si mesmo. E lhe deu autoridade para julgar, porque é o Filho do homem. Não vos maravilheis disto, pois vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz e sairão: Os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida, e os que praticaram o mal, para a ressurreição da condenação.”
 
 
Um Certo Homem que Tinha uma Enfermidade Havia Trinta e Oito Anos
 
Na passagem bíblica acima, podemos ver a história de um homem que tinha uma enfermidade havia 38 anos e foi curado por Jesus. Jesus disse àquele homem enfermo: “Olha, agora já estás curado. Não peques mais, para que não te suceda coisa pior” (João 5:14). Eu penso que todos nós temos que saber o que Jesus quis dizer exatamente ao falar para não pecarmos mais, para que não aconteça coisa pior conosco.
O que Jesus quis dizer com essa Palavra é que nós não devemos ter uma fé enganosa novamente. Se nós recebemos a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito, temos sempre que tomar cuidado com os falsos mestres. Temos sempre que ter cuidado e ficar atentos a eles, pois eles dizem que mesmo se alguém recebeu a remissão de pecados, ele deve continuar recebendo a remissão de pecados fazendo orações de arrependimento. Nós recebemos a remissão de pecados pela fé no evangelho da água e do Espírito que apaga todos os pecados do nosso coração. Jesus levou todos os pecados deste mundo e os apagou totalmente para sempre. Jesus é a videira verdadeira. Na Verdade, Jesus com Sua Palavra curou de uma vez por todas um homem que estava enfermo 38 anos. Foi assim que Ele acabou com os pecados de todos os povos do mundo no rio Jordão e na Cruz de uma vez por todas também.
Entre todos aqueles que crêem em Jesus, existem os que receberam a remissão de pecados de uma vez por todas e os que não a receberam. As pessoas que receberam a remissão de pecados de uma vez por todas crendo no evangelho da água e do Espírito levam uma vida de fé muito feliz, porque elas são gratas pela remissão de pecados que Jesus lhes concedeu. Da mesma forma, elas não têm medo do juízo por causa dos seus pecados, nem do inferno. Por isso que elas vivem felizes tendo um coração sem pecado.
 
 
A Diferença Entre os Religiosos e os Crentes no Evangelho da Água e do Espírito
 
O que as pessoas que nasceram de novo por crerem no evangelho da água e do Espírito têm que se preocupar, é com o fato de não voltarem às doutrinas cristãs daqueles que ainda não nasceram de novo. As comunidades cristãs deste mundo estão cheias de falsos profetas. E assim como Ismael perseguiu Isaque, tem vezes em que aqueles que não nasceram de novo perseguem os que nasceram de novo no evangelho da água e do Espírito. Aqueles que não nasceram de novo consideram as doutrinas das suas denominações mais importantes do que a Palavra da Verdade, a fim que possam perseguir os que crêem e pregam o evangelho da água e do Espírito.
No mundo atual há muitos hipócritas que consideram a doutrina do sábado mais importante do que o evangelho da água e do Espírito, que é a Palavra de Deus, como aqueles que disseram que Jesus estava errado por curar no sábado aquele homem que estava enfermo 38 anos. Eles disseram que era um pecado aquele homem que estava enfermo 38 anos andar no dia de sábado. As doutrinas cristãs são tão importantes assim para você? Se não são, então é a fé no evangelho da água e do Espírito que é mais importante para você? Para nós, a remissão de pecados, que pode ser conseguida de vez uma por todas crendo no evangelho da água e do Espírito, é a mais importante das doutrinas cristãs. Isso porque, se ainda houver pecado no coração de alguém, por mais que ele se apegue a uma doutrina, será difícil ele orar ao Senhor; ele certamente será julgado, irá para o inferno e será destruído. Se alguém receber a remissão de pecados crendo na Palavra da Verdade do Senhor, ele irá para o Céu, para o Reino do Senhor, apesar das imperfeições que ele tiver.
As pessoas de fé que crêem no evangelho da água e do Espírito não consideram as doutrinas cristãs tão importantes. Ao invés disso, elas consideram importante a fé na Palavra do evangelho da água e do Espírito. Por isso, nós temos que saber muito bem qual é o propósito da Palavra da Verdade, se nós recebemos a remissão dos nossos pecados porque cremos em Jesus, se nós estamos prontos para ir para o Céu a qualquer hora; se a Palavra do novo nascimento é uma prova que habita em nosso coração, e se essa Palavra que prova que recebemos a salvação é de fato a Palavra de Deus que apaga todos os nossos pecados. Nós também temos que ser guiados pela Palavra ao invés de vivermos presos às doutrinas.
Esse relato de como Jesus curou um homem que estava enfermo 38 anos significa que os pecadores têm que receber a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito. Jesus curou aquele homem que estava enfermo 38 anos no sábado, e as palavras que Jesus lhe disse naquela hora foram essas: “Toma a tua esteira, e anda” (João 5:11). Então aquele homem foi curado da sua enfermidade, levantou da sua cama e começou a caminhar.
Contudo, os judeus estavam mais preocupados em Jesus guardar a lei do sábado do que Ele salvar um pecador dos seus pecados. Jesus ter curado aquele homem no sábado trouxe um grande problema para os judeus, porque eles consideravam a guarda do sábado algo muito importante. Os Judeus conheciam o Antigo Testamento e também sabiam que o Messias viria, mas eles nunca imaginaram que Jesus era o próprio Messias que viria. Por essa razão, segundo as leis do Antigo Testamento, eles de forma alguma trabalhavam no sábado (e o sábado ia do pôr-do-sol da sexta-feira até o pôr-do-sol do sábado). Eles só repousavam e não prestavam culto a Deus, deixavam de lado todo o seu trabalho, qualquer que ele fosse.
Todavia, no Novo Testamento, Jesus, o Senhor do sábado, concedeu a remissão de pecados a todo mundo levando cada um deles ao ser batizado e ao derramar Seu sangue na Cruz. Essa foi a paz que o Senhor deu a cada um de nós, pecadores. O Senhor deu descanso a nós, pecadores, quando veio a essa terra. Jesus concedeu aos pecadores a salvação de todos os seus pecados. Assim, Jesus se tornou o Senhor do sábado.
Jesus trouxe a verdadeira paz ao coração dos pecadores e nos deu a remissão de pecados. O Senhor trouxe o verdadeiro descanso àqueles que crêem na Verdade de que Ele apagou os pecados do mundo através do evangelho da água e do Espírito. Jesus se tornou o Senhor e o Salvador que salvou de todos os seus pecados todos os pecadores. Portanto, Jesus é o Senhor do sábado que deu descanso a todo aquele que Nele crê. O Senhor é o verdadeiro Salvador dos pecadores, o Senhor da paz e o Senhor do sábado. O sábado foi criado neste mundo para que o Senhor nele se manifestasse e nos desse a verdadeira paz, isto é, a remissão de pecados.
Jesus curou um homem enfermo no sábado. Os judeus que não conheciam a verdadeira salvação de Jesus disseram que Ele havia violado a Lei de Deus, assim como o homem que foi curado daquela terrível doença a havia violado também. Por isso os judeus fizeram de Jesus um alvo da sua perseguição. Se Jesus tivesse curado aquele homem qualquer outro dia que não fosse o sábado, isso não teria tido problema algum, mas por ter curado aquele homem justamente no sábado foi que Jesus se tornou o alvo da perseguição dos judeus. E o homem que foi curado também se tornou um problema. Jesus era visto por eles como um pecador.
Mas o que Jesus fez no sábado foi dar a verdadeira paz àquele homem. Jesus disse àquele homem: “Toma a tua esteira, e anda”. Na verdade, era mais importante para Jesus libertar aquele homem da sua enfermidade do que guardar o sábado. Jesus mostrou àquele homem enfermo há 38 anos um sábado verdadeiro e espiritual, o dia em que ele recebeu o verdadeiro descanso em seu coração, e a remissão dos seus pecados. Era algo tão importante assim para um homem enfermo há 38 anos guardar a Lei do sábado, a observando desde o pôr-do-sol de sexta-feira até o pôr-do-sol do sábado? Ou era mais importante levantar daquela cama, onde ele viva deitado 38 anos por causa da sua enfermidade, e crer na Palavra de Deus? O dia em que ele foi curado era mais importante do que isso?
Você guarda o sábado em seu coração? A verdade é que o sábado não se refere a um dia qualquer da semana. O sábado verdadeiro significa a salvação de todos os nossos pecados por crermos de coração na Palavra da Verdade da salvação. Uma pessoa que recebeu a remissão de todos os seus pecados de uma vez todas tem a verdadeira paz. Entre aqueles que crêem em Jesus, há os que receberam a verdadeira paz em seu coração e os que vão à igreja sem ter essa paz. Nós devemos desfrutar da verdadeira paz aceitando Jesus em nosso coração, recebendo a remissão de todos os nossos pecados crendo no evangelho da água e do Espírito. O verdadeiro sábado está em crer que o Senhor nos salvou de todos os nossos pecados.
Aquele homem pôde levantar do seu leito de enfermidade, onde ele estava prostrado há 38 anos, ao receber poder por crer na Palavra de Jesus como ela é. A Palavra de Jesus curou aquele homem enfermo. Aquele homem que estava enfermo por 38 anos se levantou e levou sua cama de uma vez por todas quando ouviu a Palavra do Senhor, e ele testificou aos outros que sua enfermidade tinha sido curada por Jesus.
Amados irmãos, o ponto principal da passagem bíblica desse capítulo está no fato dos judeus, que diziam crer em Deus, terem acusado Jesus de ter curado a enfermidade de um homem que estava enfermo por 38 anos no sábado. Mas o homem foi curado porque creu na Palavra de Jesus. A acusação dos judeus era porque Ele tinha curado a enfermidade de um homem no sábado, mandado ele se levantar do seu leito e ir embora. Eles diziam que o homem enfermo e Jesus deveriam descansar no sábado. Mesmo assim, eles estavam impressionados como um Homem pôde curar uma enfermidade e o enfermo se levantar e sair andando.
No entanto, amados irmãos, se vocês e eu estivéssemos enfermos, não seria importante sermos curados da enfermidade independente do dia da semana que acontecesse a cura, se num sábado ou qualquer outro dia da semana? Uma pessoa de bom senso não pensaria assim? Independente de qual dia da semana seja a cura, o mais importante é que a pessoa seja curada. Por isso, que lei pode dizer que não se deve curar no sábado? Nós sabemos que está escrito no Antigo Testamento: “Lembra-te do dia do sábado, para o santificar. Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra, mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus. Não farás nenhum trabalho, nem tu, nem o teu filho, nem a tua filha, nem o teu escravo, nem a tua escrava, nem o teu animal, nem o estrangeiro que está dentro das tuas portas” (Êxodo 20:8-10). Mas temos que entender que Deus nos disse para guardarmos o sábado segundo esse estatuto porque Ele tinha um propósito nisso.
 
 
Deus Nos Deu o Verdadeiro Descanso
 
Se nós lermos o livro de Gênesis começando pelo capítulo 2 versículo 1, está escrito: “Assim os céus, a terra e todo o seu exército foram acabados. Havendo Deus acabado no sétimo dia a obra que fizera, descansou nesse dia de toda a obra que tinha feito. E abençoou Deus o sétimo dia, e o santificou, porque nele descansou de toda a obra de criação que fizera” (Gênesis 2:1-3).
Se olharmos atentamente para essa passagem, está escrito que Deus criou o homem e tudo que há nos céus e na terra em seis dias, e que Deus completou a obra da criação no sétimo dia e descansou, ou seja, Ele descansou totalmente. Isso quer dizer que Deus não trabalhou no sétimo dia. Por isso está escrito que Ele abençoou o sétimo dia e o santificou.
Essa passagem significa que Deus nos deu o Seu descanso a fim de que os pecadores recebessem do Senhor a remissão de pecados e tivessem descanso no seu corpo e no seu espírito. Foi por isso que Deus abençoou o sábado e o santificou. Isso quer dizer que no sétimo dia, depois de ter criado tudo no céu e na terra, Deus mesmo apagou todos os pecados do homem através de Jesus para que todos pudessem descansar e para que Ele nos desse o Reino dos Céus. O fato de o nosso Deus nos ter dado o sábado é o mesmo que Ele nos ter dado a remissão de pecados. Isso significa que, por saber que Satanás, o diabo, enganaria e atormentaria os que caíssem em pecado, nosso Deus apagou todos os pecados deste mundo e fez com que nós tivéssemos descanso no corpo e no espírito. Para ser mais direto, o que dá o verdadeiro descanso e a remissão de pecados às pessoas é o evangelho da água e do Espírito.
As pessoas podem até guardar o sábado ao interpretar de modo literal o que Deus disse, mas como você entende o que Deus quis dizer quando Ele mandou guardar o sábado? Eu sei que Ele quis que nós crêssemos que o Senhor apagou nossos pecados e que guardássemos a fé que crê nisso. Mas isso não significa que nós temos que guardar o sábado como uma formalidade.
Nós não devemos guardar o sábado literalmente. Mas nós podemos guardá-lo espiritualmente com o evangelho da água e do Espírito. Existem muitas igrejas adventistas na Coréia, principalmente na Província de Gangwon. A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, os Adventistas do Sétimo Dia e os cristãos da Igreja Adventista são todos da mesma denominação. Essas pessoas trabalham no domingo, o dia do Senhor, mas não trabalham no sábado. Entretanto, por causa da rotação da terra, existe uma diferença no horário da Coréia em relação a outros lugares como os Estados Unidos e a Europa. Quando é dia na Coréia, é noite nesses países. Portanto, pode ser sábado aqui na Coréia, mas não nesses lugares. Caso um adventista viajasse dos Estados Unidos no domingo de manhã só para guardar o sábado, ele estaria transgredindo-o da mesma maneira por causa do fuso horário. De todo modo ele estaria viajando no dia de sábado.
Onde então podemos encontrar a razão pela qual o Senhor, que é o Deus do verdadeiro descanso, estabeleceu o sábado? De onde vem o verdadeiro descanso que o Senhor concedeu aos pecadores? A razão de o sábado existir é para que, pela vontade de Deus, nós possamos conhecer a Sua salvação pela remissão de pecados, pela qual o Senhor salvou os pecadores levando todos os seus pecados com Seu batismo e Seu sangue derramado.
Todavia, as pessoas guardam o sábado simplesmente pelo fato do sábado existir. Não foi essa a verdadeira intenção do Senhor ao nos dar o sábado. Nosso Senhor nos deu o sábado a fim de que guardássemos o evangelho da remissão de pecados que nos salvou de todos os nossos pecados. Deus não considera o dia de sábado tão importante assim.
O fato de Deus nos ter dado o sábado significa que “Ele vai remir todos os nossos pecados”. A palavra “sábado” é “sabbath” em hebraico e significa “dia de descanso”. Também significa “Eu apaguei todos os seus pecados. Eu os salvei dos seus pecados para que vocês tivessem descanso. Eu os aceitei como Meus filhos. Ao resolver o problema com o pecado, que os impedia de ter paz, Eu dei a vocês o verdadeiro descanso”. O que o Senhor quis dizer quando nos mandou guardar o sábado, portanto, é que deveríamos desfrutar do descanso por não termos mais pecado e nunca mais nos tornarmos pecadores sendo enganados pelo diabo, pois nós nos tornamos justos porque o Senhor apagou todos os nossos pecados. Isso também quer dizer que nunca mais devemos ser enganados por Satanás.
Mesmo vivendo nos tempos do Novo Testamento, tem gente que insiste em guardar o sábado literalmente. Eles acham isso algo tão importante que continuam afirmando que se uma pessoa não guarda o dia de sábado ela não tem fé, crê em Jesus de maneira errado, e que guardar o sábado é essencial para a salvação. Todas essas pessoas têm sua fé no próprio dia de sábado, e não na Palavra da Verdade de Jesus. Na época dos apóstolos em Israel, dentre aqueles que criam em Deus, havia os que afirmavam ser judeus ortodoxos. Essas pessoas diziam que sua doutrina principal era guardar o sábado e, portanto, elas se opuseram à salvação crendo em Jesus mas mantendo a guarda do sábado. Isso era algo muito errado.
Jesus curou um homem que estava enfermo num leito por 38 anos com Sua Palavra. Quando Jesus disse: “Toma a tua esteira, e anda” (João 5:11), aquele homem enfermo havia 38 anos ficou curado e andou. Sua doença foi curada pela simples Palavra da Verdade do Senhor. A palavra do Senhor tem esse poder. Nosso Senhor salvou todos os pecadores de uma vez por todas apagando todos os seus pecados da mesma maneira.
 
 
Levante e Ande Agora
 
O princípio pelo qual aquele homem que estava enfermo 38 anos foi curado é o mesmo pelo qual um homem recebe a remissão de pecados crendo em Jesus e ouvindo o evangelho da Verdade, depois de ter vivido 38 anos como pecador. Por mais profundo e antigo que o pecado seja no coração de uma pessoa, ela pode descansar recebendo a remissão de pecados de uma vez por todas ouvindo a Verdade do evangelho da água e do Espírito, pela qual o Senhor apagou todos os pecados deste mundo. O Senhor é o Salvador de todos os pecadores, e é Ele que concede a graça da salvação a cada um deles.
A remissão de pecados acontece na vida de um pecador no momento que ele ouve a Palavra de Deus e crê nela. É assim também que a paz entra no seu coração. A cura daquele homem que estava enfermo 38 anos aconteceu quando ele ouviu a Palavra do Senhor e creu nela. Se uma pessoa ficar curada no sábado então, isso é um pecado só porque os judeus teimam em guardar a doutrina do sábado? O homem que estava enfermo 38 anos levantou, andou e seguiu seu caminho. Então é pecado para Deus ser curado no dia de sábado? Aquele homem deixou de ser um doente quando Jesus o encontrou. A minha pergunta é essa: uma pessoa tem que permanecer na cama só porque ela foi curada no sábado? Deus se alegraria vendo isso? A vontade de Deus de fato não é essa. Onde na Bíblia ouvimos dizer que pela lei judaica uma pessoa que foi curada não pode levantar no dia de sábado? Por acaso alguma doutrina cristã fala disso? As doutrinas cristãs foram criadas pelo ser humano. Elas foram inventadas pelo homem para satisfazer seus próprios interesses.
Por causa disso, muitas pessoas têm dito que seguem a Lei de Deus. Mas a lei do sábado significa para nós crer na verdade da salvação que o Senhor nos deu por meio do evangelho da água e do Espírito e guardar a fé. E Ele fez isso não para que guardássemos o sábado literalmente, mas ao contrário, para que guardássemos dentro do coração o fato do Senhor ter nos dado a salvação nos livrando dos pecados do mundo. Portanto, nós temos que crer no evangelho da água e do Espírito de Deus que nos deu a remissão de pecados e trouxe o verdadeiro descanso ao nosso coração. Também temos que guardar a Verdade do evangelho em nosso coração. Em outras palavras, isso significa que o justo que nasceu de novo por crer no evangelho da água e do Espírito tem que crer no Senhor que apagou todos os seus pecados e defender sua fé. Nosso Senhor disse claramente aos pecadores: “Eu levei todos os seus pecados e os salvei de todos eles”. Nós cremos que o Senhor nos deu o verdadeiro descanso.
Nós temos que entender qual foi o propósito de Deus em estabelecer o dia de sábado. O Senhor nos deu o sábado a fim de que tivéssemos paz e descanso em nosso coração por toda a eternidade apagando todos os nossos pecados com o evangelho da água e do Espírito. Nós temos que conhecer o propósito de Deus ter nos salvado e crer nele de coração.
Na passagem bíblica deste capítulo, os judeus diziam que ninguém poderia ser curado no sábado, e mesmo que se isso acontecesse, o enfermo teria que ficar na cama o dia todo, pois o Judaísmo estabeleceu que o mais importante era guardar a lei literalmente. Nós teríamos crido nisso se tivéssemos cedido ao Judaísmo. Muitas denominações cristãs também têm uma fé errada assim.
Tem gente que diz também: “Você diz que Jesus apagou os pecados do mundo levando-os através do Seu batismo, mas Ele só levou o pecado original. É por isso que é preciso fazer orações de arrependimento diariamente para receber a remissão de pecados”. Essa fé está correta? O Senhor purificou todos os pecados do homem de uma vez por todas com o evangelho da água e do Espírito. É algo inventado pela mente humana dizer que alguém recebe a remissão de pecados, que todas as pessoas cometem enquanto estão vivas, fazendo todos os dias orações de arrependimento. Mas mesmo assim as denominações cristãs deste mundo geralmente acham que as pessoas têm que receber a remissão de pecados implorando todos os dias por ela, porque elas estão freqüentemente cometendo pecados. As orações de arrependimento parecem com os atos de autocrítica feitos na sociedade comunista. E isso não é diferente do Judaísmo que é mostrado na passagem bíblica deste capítulo.
Eu já cri em Jesus como o meu Salvador sem conhecer a Verdade do evangelho da água e do Espírito dado por Ele. No entanto, eu recebi a remissão de todos os meus pecados de uma vez por todas ao ouvir e conhecer muito bem o evangelho da água e do Espírito, que é a Palavra de Deus, e crendo nele pela fé. Eu tenho certeza que você também recebeu essa graça dada pelo Senhor. Por isso, depois de termos recebido a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito, nós nunca mais devemos permanecer na tradição do Judaísmo. Já que nós recebemos a remissão de pecados, se continuarmos fazendo orações de arrependimento dia e noite, dizendo algo assim: “Amado Deus, Eu pequei novamente. Por favor, me perdoe. Eu realmente recebi a remissão de pecados, mas por favor, meu Deus, perdoe-me por causa desses pecados”, isso quer dizer que nossa fé está errada.
Se ficarmos tentando ser purificados dos nossos pecados todos os dias com nossas orações de arrependimento, mesmo depois de termos crido no evangelho da água e do Espírito, isso é o mesmo que trair a Jesus. Essa é a mesma fé dos seguidores do budismo e das seitas pagãs. Alguém que recebeu a remissão de todos os seus pecados por crer no evangelho da água e do Espírito, não tem que ficar buscando ser purificado dos seus pecados através de orações de arrependimento. Se um pecador recebeu a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito, ele deve abandonar então sua antiga fé nas orações de arrependimento totalmente e começar a desfrutar de uma nova vida de fé. Nós temos que crer no evangelho da água e do Espírito, ir para a Igreja de Deus, ter comunhão com os justos que crêem em Jesus corretamente, compartilhar da liberdade com os justos, louvar a Deus e dar graças a Ele, e servir ao evangelho que nos permite retornar para a glória de Deus.
Se dissermos todos os dias que somos pecadores, mesmo depois de termos crido em Jesus, do que adiantará então nós crermos em Jesus como nosso Salvador? As pessoas que crêem corretamente em Jesus são os justos que receberam a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito. Mas se alguém continua pecador mesmo depois de crer em Jesus, isso significa que ele não conhece a salvação da Verdade e tem uma fé errada. Nós não precisamos desagradar o Senhor por não conhecermos o evangelho da Verdade. O Senhor diz na Bíblia: “Depois de receber a remissão de pecados, toma tua cama e anda”, assim como está escrito na Bíblia também: “Pelo que
Saí do meu deles,
Apartai-vos, diz o Senhor.
Não toqueis nada imundo,
E eu os receberei” (2 Coríntios 6:17).
O apóstolo Paulo pertencia ao Judaísmo antes de receber a remissão dos seus pecados. Ele teve um encontro com Jesus a caminho de Damasco. E o Senhor lhe disse: “Saulo, Saulo, por que me persegues? Dura coisa é para ti recalcitrares contra os aguilhões. Como é que pode você estar me perseguindo?”
“Quem és Tu, Senhor”
“Eu sou Jesus, a quem tu persegues”.
“Tu deves ser o Filho de Deus então, o nosso Salvador”.
Paulo era chamado de Saulo antes de ter um encontro com Jesus, mas depois de encontrá-Lo seu nome mudou para Paulo, quando ele fez sua primeira viagem missionária. Paulo, quando ainda era Saulo, ficou chocado quando teve um encontro com o Senhor ressurreto. Então, ele chegou a seguinte conclusão: “O que eu sabia estava errado e eu cria de modo errado também”. Paulo passou a entender que sua fé estava totalmente errada.
Os adeptos do Judaísmo criam de uma maneira tão falsa que perseguiam aqueles que tinham fé em Jesus. Mas o que é exatamente esse Judaísmo que estamos falando nesse capítulo? A fé do Judaísmo é igual à fé que hoje crê na lei do sábado, que declara que as pessoas têm que guardar o sábado para receber a salvação. Deste modo, os cristãos de hoje que têm pecado em seu coração são como aqueles que crêem no Judaísmo, ao invés de crerem em Jesus como seu Salvador. A verdade é que Deus desprezou terrivelmente o Judaísmo por ele ser uma religião da lei e da falta de fé, que tem uma fé falsa em Jesus. Foi por isso que Jesus se referiu ao Judaísmo como sendo “a sinagoga de Satanás” (Apocalipse 3:9).
Se você deseja crer em Jesus, você tem que crer que Ele é o Salvador da Verdade que apagou todos os seus pecados. Por crerem em Jesus de modo errado, muitos não podem receber a remissão de pecados. Eles afirmam que mesmo tendo recebido a remissão do pecado original, seus pecados pessoais ainda continuam no seu coração. Por isso que eles continuam fazendo orações de arrependimento, crendo que poderão se santificar e ser perdoados pelos pecados que cometem diariamente. Essa é a fé do falso Cristianismo.
 
 
A Perfeita Expiação de Deus
 
Deixe-me te contar uma história. Havia um homem idoso que passou a viver sozinho depois de enviar seus filhos para a cidade. Esse homem era muito velho e não podia trabalhar. Sua única alegria era a bebida. Ele gostava tanto de tomar uma cachacinha que não ficava um dia sem tomá-la. E por isso ele estava sempre tomando sua cachaça. Mas um homem que mora no interior não é rico, e por beber muito, ele ficou com muitas dívidas. Um dia ele estava bebendo e a dona do bar brigou com ele, dizendo que ele teria que pagar o que devia. Então seu filho, que tinha vindo visitar seu pai depois de muito tempo, chegou na hora que ela estava pegando seu pai pelo colarinho e humilhando-o. E seu filho ficou chocado com tudo aquilo.
“Ei! Por que é que a senhora está agarrando meu pai pelo colarinho? Por que é que a senhora está humilhando-o assim em público?” Então, aproveitando a oportunidade, a dona do bar disse: “Ele tem que pagar o que deve para depois beber? Ele não paga nenhuma conta. Hoje mesmo ele já esteve aqui com todos os seus amigos, pagou bebida para todo mundo e tentou pendurar a conta. Por isso que eu estou fazendo este escândalo pegado-o pelo colarinho. Já que você é filho dele, pague a sua conta. Você sabe quando ele me deve?”
Seu filho, que havia prosperado muito em sua vida, sentiu seu coração muito triste depois que ouviu tudo aquilo. Então ele disse: “Quanto meu pai está devendo? Solte o colarinho dele e me diga quando é. Pai, por favor, vá para casa. Eu sou seu filho, e assim que eu tiver cuidado disso eu vou para casa também. E então, quanto é a dívida dele?”
No interior da Coréia, a bebida geralmente é paga com arroz, e a dona do bar disse que a dívida era de 200 sacos de arroz. 200 sacos de arroz significavam 10 anos de trabalho para um fazendeiro comum. E ela teve o cuidado de anotar no seu caderninho tudo que seu pai bebeu e a data certinha. Seu pai, que era bom de coração, convidava todo mundo que passava e dizia: Ei você, venha cá”, e pagava bebida para todo mundo. Amados irmãos, vocês podem imaginar como sua dívida ficou grande.
Mesmo assim, seu filho pagou tudinho. Ele perguntou: “Quanto vale 200 sacos de arroz?” e pagou a dívida com todo prazer. Depois disso ele disse à dona do bar: “Reunir os amigos para beber é a única alegria que meu pai tem na velhice. Então, quando meu pai vier aqui com seus amigos, sirva tudo que ele quiser”, e pagou adiantado a conta dando muito dinheiro a ela.
Depois disso, se seu pai voltasse ao bar para beber com seus amigos, a conta teria que ser anotada no caderninho? Não, não teria. Toda a despesa já não estaria paga quando seu pai fosse beber no bar, mesmo ele não sabendo disso? Sim, estaria. Mas depois de um tempo o filho iria dizer assim: “Eu não disse nada ao meu pai para ele não ficar bebendo muito. Mas agora é hora de contar a verdade ao meu pai porque seu coração ficou pesado por causa das dívidas. Por isso eu tenho que dizer a ele que deixei um bom dinheiro adiantado para pagar suas dívidas no futuro. Eu também tenho que falar para o meu pai parar de ficar bebendo tanto. E eu também tenho que dizer a ele que já dei a dona do bar 200 milhões de won (200 mil dólares)”.
Depois de pensar nisso tudo, o filho chamou seu pai e lhe disse: “Você tem bebido muito ultimamente, não tem, pai? Não filho, eu comecei a beber faz 5 meses, mas estou preocupado. Eu acho que vou me dar mal de novo. De alguma maneira, vão acabar me pegando pelo colarinho de novo”.
“Não se preocupe, pai. Eu já dei muito dinheiro adiantado para que você possa beber sua vida inteira. Mas tente não beber tudo de uma vez”.
“Verdade? Quanto foi que você pagou”
“Bem, eu dei a dona do bar 200 milhões de won”.
“Não acredito! 200 milhões de won?”
Sabendo que seu pai continuaria bebendo, seu filho deu a dona do bar dinheiro suficiente para que ele bebesse sua vida inteira. Na verdade, o pai sempre teria no coração essa dívida com o seu filho, já que ele não teria como pagar os 200 milhões de won que ele havia dado à dona do bar. Mas ele não devia nada na verdade. Ele passou 5 meses pensando em seu coração: “Eu sou devedor, eu sou devedor”, e por isso, sempre que ele passava pelo bar ele abaixava a cabeça. Mas seu pai não era mais um devedor.
 
 
Assim é a Remissão de Pecados
 
O Senhor apagou nossos pecados exatamente desse jeito. Sabendo que o ser humano pecaria sua vida inteira, Deus Pai enviou logo o Senhor para levar os pecados do mundo, e fez com que Ele fosse condenado por todos os nossos pecados na Cruz de uma vez por todas. Ao fazer isso, Ele libertou o nosso coração para que ele nunca mais ficasse preso ao pecado. Nós somos gratos a Deus Pai por ter nos libertado do pecado enviando Jesus Cristo. O Senhor libertou dos nossos pecados todos nós que cremos Nele. Não foi, amados irmãos? Vocês crêem em Jesus como seu Salvador? Jesus levou todos os seus pecados? Seus pecados foram passados a Jesus. Meus amados irmãos, Jesus foi condenado na Cruz levando todos os seus e os meus pecados depois de ter sido batizado por João Batista. E então Ele morreu depois de dizer que tudo estava consumado. O Senhor completou nossa salvação. Ele nos salvou de todos os nossos pecados para que nada mais pudesse nos condenar.
Os judeus também dizem que crêem em Deus. Mas eles dizem que ninguém pode ser curado e levar seu leito no dia de sábado. Os adventistas dizem que é preciso guardar o sábado para ser salvo. Entretanto, essas são leis que as pessoas criaram sem entender a Palavra de Deus. São leis estabelecidas pelas denominações. Mas Deus não estabeleceu essas leis. Deus nos diz que os pecadores podem ser libertos e receber a salvação de todos os seus pecados crendo em Jesus em qualquer hora. Deus está dizendo: “Em qualquer hora, receba a bênção da salvação em seu coração e seja liberto. Depois disso, pregue o evangelho a sua família, leve-os a receber a remissão de pecados e se a tornar filhos de Deus”. Essa é a essência da salvação de Deus.
Já que você recebeu a remissão dos seus pecados ao ouvir o evangelho da água e do Espírito, deve ter havido uma igreja que pregou este evangelho para você então. A igreja que prega o evangelho da grande Verdade é a verdadeira igreja, mas nem todas as igrejas são a Igreja de Deus. As pessoas hoje em dia crêem em Jesus de modo correto? Nós podemos ver que não é bem assim. Quando nós perguntamos: “Vocês receberam a remissão dos seus pecados? Vocês crêem em Jesus? Vocês têm certeza que vão entrar no Céu?” nós podemos ver que muitos cristãos respondem: “Nós vamos saber quando chegarmos lá”.
“Então vocês têm pecados?”
“Como é que o coração de alguém pode não ter pecados? É claro que eu tenho pecados, porque eu peco todos os dias”.
“A questão não é essa. Não pode haver pecado no coração de todo aquele que crê em Jesus corretamente. Como é que você pode ter pecado então? Você não recebeu a remissão dos seus pecados quando passou a crer em Jesus? Se você de fato recebeu a remissão de pecados, como é que pode você ainda ter pecado?”
“Mesmo assim, eu tenho pecado. Já que eu sou imperfeito e peco todos os dias, como é pode não haver pecado em mim?”
“Como é que você crê em Jesus então? Jesus levou todos os seus pecados?”
“Ele realmente os levou a todos”.
“Nesse caso, você não tem que ter mais pecados”.
“Mas eu tenho pecados porque estou sempre pecando”.
Há pessoas que se contradizem assim mesmo. No começo, elas dizem que Jesus levou todos os seus pecados, mas quando são questionadas, elas perguntam como é que pode não existir mais pecado. E a conversa com esses cristãos continua.
“Se Jesus levou mesmo todos os pecados, eu então não tenho pecado, mas mesmo assim eu ainda sou pecador. Jesus só levou meu pecado original, mas não meus pecados pessoais”.
“Como é que você então pode receber a remissão dos seus pecados pessoais?”
“Eu recebo a remissão dos meus pecados pessoais quando oro e me arrependo todos os dias”.
Há muitos cristãos que têm esse tipo de fé. Jesus levou todos os pecados do mundo no rio Jordão. Então, como é que pode alguém ainda ter pecado? Não existe pecado naqueles que crêem em Jesus, que levou todos os pecados do mundo quando foi batizado no rio Jordão.
Amados irmãos, assim como aqueles que crêem no canto budista “Namo Avalokitesvara Bodhisattva”, que eles fazem por pecarem todos os dias, fazer orações de arrependimento todos os dias também significa que a pessoa ainda não recebeu a salvação dos seus pecados. Amados irmãos, se a fé de alguém sucumbir depois dele começar a crer em Jesus, pelo fato dele ter cometido pecado na sua fraqueza humana, essa então não é a verdadeira fé. Isso não é fé, mas ao contrário, é apenas uma atitude religiosa que alguém adota para confiar em Deus.
 
 
Nós Somos Seres Humanos Imperfeitos Perante Deus
 
Nós recebemos a remissão de pecados crendo em Jesus que apagou todos os pecados do homem, que é imperfeito de todas as formas. Embora sejamos imperfeitos, Deus é perfeito. Foi por isso que Ele nos salvou de modo perfeito purificando todos os pecados que cometemos em nossa imperfeição. Crer nisso é o mesmo que ter a verdadeira fé.
Aquele homem, que creu em Jesus e pediu a Sua ajuda, foi curado por Ele de uma enfermidade que ele tinha havia 38 anos. Isso quer dizer que ele recebeu a remissão de pecados de uma vez por todas. O Senhor está nos falando sobre a perfeita remissão de pecados através do relato da cura deste homem que foi curado e que estava enfermo havia 38 anos: Ele se levantou da cama depois de ser curado de uma doença terrível.
Depois de recebermos a remissão de pecados, nós nunca mais devemos andar com aqueles que ainda não a receberam. Isso significa que não podemos levar uma vida de fé junto com eles. Nós podemos até fazer outras coisas com eles, mas não ter uma vida de fé juntos. Vocês entendem isso? Amados irmãos, os justos e os pecadores não se dão bem juntos. Aqueles que têm uma fé que afirma que eles ainda têm pecado, apesar deles crerem em Jesus, e aqueles que receberam a perfeita remissão de pecados não podem viver juntos.
Em João capítulo 5, versículos 14-15, está escrito: “Mais tarde Jesus o encontrou no templo, e disse: Olha, agora já estás curado. Não peques mais, para que não te suceda coisa pior. O homem partiu e anunciou aos judeus que Jesus era quem o tinha curado”. Jesus disse: “Olha, agora já estás curado. Não peques mais, para que não te suceda coisa pior”. (João 5:14). Amados irmãos, o que vocês acham que isso quer dizer? Por que Jesus disse: “Olha, agora já estás curado. Não peques mais, para que não te suceda coisa pior” depois de ter curado aquele homem que estava enfermo 38 anos?
A enfermidade da carne que assolou aquele homem por 38 anos vinha do pecado. E ele foi liberto da sua enfermidade porque Jesus perdoou seus pecados. Jesus então disse a ele: “Olha, agora já estás curado. Não peques mais, para que não te suceda coisa pior” (João 5:14). Mas Jesus não está dizendo isso só porque acha que ele não vai mais cometer nenhum pecado.
Amados irmãos, nosso Deus nos salvou de modo perfeito apagando todos os nossos pecados. Mas mesmo tendo recebido a remissão de pecados, nós devemos ficar tentando recebê-la novamente sempre que pecarmos? Claro que não. Tudo que nós devemos fazer é confirmar que recebemos a remissão até desses pecados, crendo no evangelho da água e do Espírito. Se você fizer isso, o evangelho da Verdade purificará seu coração. Você e eu temos que nos tornar crentes recebendo de uma vez por todas a remissão dos nossos pecados, e não devemos ir para o inferno por causa da falta de fé. Ao invés disso, nós temos que nos lembrar sempre do evangelho da água e do Espírito e meditar sobre a remissão de todos os pecados que recebemos, até mesmo aqueles que cometeremos todos os dias por causa da nossa imperfeição. Meu desejo é que todos vocês tenham esse tipo de fé em sua vida.
Amados irmãos, o Senhor deixou registrado na Bíblia esse versículo: “Olha, agora já estás curado. Não peques mais, para que não te suceda coisa pior” (João 5:14). Foi Jesus que curou um homem que estava enfermo 38 anos quem disse isso. Sem dúvida nosso Senhor curou aquele homem que estava enfermo 38 anos. Jesus com certeza estava falando conosco da remissão de pecados através do seu ministério de cura. Dessa forma, Deus usa as coisas dessa terra para nos explicar sobre as coisas espirituais e sobre o Seu Reino.
Alguém poderia até dizer: “Já que eu recebi a remissão de pecados então, eu não posso sair por aí totalmente nu?”, por eu ter dito antes que “eu agora não tenho mais pecado pela fé em Jesus, porque meus pecados do passado já foram perdoados”. E ele poderia continuar dizendo até: “Já que é assim, não tem problema algum se eu andar nu por aí”. Mas é uma ignorância dizer isso. Imagine se todo mundo pensasse desse jeito? Mas ele não andaria por aí nu se não tivesse pecado realmente.
Meus amados irmãos, uma pessoa que recebeu a remissão de pecados pode ter vivido se metendo em confusão no passado, mas a partir do momento que recebe a remissão de pecados, ela não pode mais fazer isso. Aqueles que receberam a remissão de pecados e têm o Espírito Santo em seu coração, por crerem no evangelho da água e do Espírito rejeitam o pecado muito mais. Aqueles que têm o Espírito Santo em seu coração e receberam a remissão de pecados não cometem pecados imundos, porque eles sabem que isso entristece o Espírito Santo. Vocês podem entender isso?
Amados irmãos, vocês querem ir a uma boate para dançar com quem vocês amam a noite inteira? Se seu coração não se sentir mal, vão então. No entanto, se vocês forem a um lugar assim, o Espírito Santo em vocês se sentirá mal. Meus amados irmãos, se vocês receberam de fato a remissão de pecados, seu coração vai se sentir mal se vocês pecarem em sua fraqueza. Por esse mal estar em seu coração, vocês não continuarão mais fazendo isso.
Aqui, o Senhor está dizendo ao homem que foi curado: “Você recebeu a remissão de pecados, então nunca mais deixe de ter fé novamente”. Para que coisas piores não aconteçam, Ele está nos dizendo para não pecarmos novamente tendo uma fé falsa. Que tipo de pecado seria pior que esse? Isso significa que os nascidos de novo não devem mais fazer parte de uma igreja que não prega o evangelho da água e do Espírito. É algo terrível para as pessoas que receberam a remissão de pecados, depois de terem freqüentado a Igreja de Deus por algum tempo, voltar para a igreja dos pecadores. Os pastores dessas igrejas até que as recebem muito bem, mas dizem que elas têm que receber a remissão de pecados todos os dias fazendo orações de arrependimento e se santificar todos os dias também, pois elas estão sempre cometendo pecados. Se alguém voltar a ter sua vida de fé guiada por um pastor desses, enfermidades muito piores virão sobre ele e sua vida de fé será totalmente arruinada. E isso seria a mesma coisa que trair Jesus.
Deus Pai apagou todos os nossos pecados através do Seu Filho. Por Deus ter nos amado tanto, a ponto de sacrificar Seu Filho, Ele apagou todos os nossos pecados por completo. Meus amados irmãos, se depois de terem recebido a remissão dos seus pecados vocês forem enganados pelas pessoas que dizem que é preciso receber a remissão de pecados todos os dias e se unirem a elas, sua fé acabará desaparecendo.
“Jesus querido, eu pequei hoje também. Por favor, me perdoe. Jesus apagou todos os meus pecados mais eu pequei de novo. Por favor, me perdoe”. Não seria algo ilógico pedirmos a Jesus que nos perdoasse novamente, já que Ele já pagou todas as nossas dívidas? Meus amados irmãos, de fato é algo muito estranho pagar uma dívida que já foi paga. Nós recebemos a remissão de pecados pela nossa fé em Jesus. Nós já recebemos a remissão pelos pecados que cometeremos nossa vida inteira. Sendo assim, não é algo normal pedirmos perdão pelos nossos pecados novamente fazendo orações de arrependimento.
 
 
Há Muitos Hospícios Sendo Construídos Hoje em Dia
 
Disseram que no pátio de um certo hospício, um paciente amarrou uma linha numa escova de dente e saiu puxando pelo chão. O médico de plantão viu o paciente e perguntou: “Você está levando seu cãozinho para passear?” O paciente respondeu então: “Bom, isso não é um cãozinho. É uma escova de dente”. Aquele médico deve ter se virado e pensado: ‘A mente desse paciente parece estar perfeita’, mas disseram que o paciente falou quando ele se foi: “Que cara burro! Ele está enganado. Como pode isso ser uma escova de dente? É um cãozinho”. E disseram que ele continuou puxando a escova de dente.
Amados irmãos, se uma pessoa que já recebeu a remissão de pecados hoje em dia por crer em Jesus tentasse recebê-la novamente, ela não estaria tendo os mesmos sintomas daquele paciente louco? Aqueles que receberam a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito foram remidos dos pecados que eles cometem a vida inteira. Então, como é que alguém pode dizer novamente: “Por favor, perdoe-me por esses pecados”.
Jesus levou nossos pecados todos, derramou Seu sangue e morreu naquela Cruz terrível e maldita. Ele teve seu corpo pregado e seu sangue tirado do Seu corpo por Ele ter recebido o batismo para salvar os pecadores. Jesus, que jamais cometeu um único pecado, teve que levar todos os nossos pecados ao ser batizado, ao ser condenado, derramando Seu sangue na Cruz e morrendo em nosso lugar. Portanto, devemos tornar algo vão a morte de Jesus Cristo? Devemos tornar algo vão a Verdade de que Jesus Cristo nos salvou? Amados irmãos, nós não podemos crer dessa maneira para não tornarmos algo vão a obra de Jesus Cristo.
Amados irmãos, vocês não sabem o quanto o Senhor nos ama. Sendo assim, não devemos trair o Senhor. Isso significa que não devemos trair nosso Deus. O Senhor apagou todos os nossos pecados para nos levar para o Céu. O Senhor apagou todos os nossos pecados por completo para nos libertar deles e trazer paz ao nosso coração. Por isso, amados irmãos, devemos trair a vontade do Senhor e a Sua salvação?
Tem um ditado que diz: “Uma vez soldado, sempre um soldado”. O fato é que uma vez que recebemos a remissão de pecados, ela permanece para sempre. Com toda certeza, nós recebemos a remissão de pecados pela água e pelo Espírito. Nós recebemos a remissão de pecados pela Palavra do batismo de Jesus e pelo Espírito Santo, ou seja, pelo evangelho da água e do Espírito. Aqueles que crêem nisso não têm pecado. Os que têm a prova de que o Espírito Santo habita em seu coração são aqueles que não têm pecado.
Está escrito: “Portanto vos quero fazer compreender que ninguém que fala pelo Espírito de Deus diz: Jesus é anátema! e ninguém pode dizer: Jesus é o Senhor! senão pelo Espírito Santo” (1 Coríntios 12:3). Ninguém pode dizer que Jesus é o Senhor, que é justo ou que não tem pecado se não crer no batismo e no sangue de Jesus. É pelo Espírito Santo e crendo na Palavra de Deus que podemos dizer que não temos pecado.
Meus amados irmãos, ainda resta algum pecado depois de recebermos a salvação? Não, não resta. Se você de fato recebeu a salvação crendo no evangelho da água e do Espírito, não vai haver mais nenhum tipo de pecado em seu coração. No entanto, se você receber a graça da salvação de forma errada, você será um pecador mesmo depois de crer em Jesus, e você também viverá como pecador sua vida toda. Se esse é o seu caso, você tem que receber a remissão de pecados novamente crendo no evangelho da água e do Espírito.
Está escrito em João capítulo 5, versículo 18: “Por este motivo os judeus ainda mais procuravam matá-lo; não só quebrava o sábado, mas também dizia que Deus era seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus”. Os judeus queriam matar Jesus. Mas por que eles queriam fazer isso? Porque Jesus quebrou a lei do sábado. Porque Jesus não somente violou sua lei religiosa como também se igualou a Deus dizendo que Ele era mesmo o Seu Pai. Foi por isso que eles queriam matá-Lo.
Amados irmãos, aqueles que estão levando uma vida de fé hoje e receberam a salvação crendo no evangelho da água e do Espírito estão na mesma situação que Jesus aqui. Meus amados irmãos, nós violamos as leis dos cristãos deste mundo ou não? Nós cremos na Palavra de Deus, não nas suas doutrinas. Nós cremos em Deus e pertencemos a Deus, não às pessoas deste mundo. Assim como Jesus disse que Deus era mesmo Seu Pai e Se considerava igual a Ele, nós também chamamos a Deus de Pai porque somos Seus filhos. É por isso que as pessoas nos perseguem e nos atacam. Mas só porque elas nos atacam isso não significa que somos atacados facilmente.
No que diz respeito aos cães, existem vira-latas e cães de raça. Mas há um ditado que diz que até mesmo os vira-latas se dão bem quanto estão em casa. Contudo, quando um cão de raça late para um vira-lata querendo dizer: “quem é você, afinal de contas? Eu vou te morder. Arr!” ele mete o rabo entre as pernas e sai correndo choramingando. Há outro ditado também que diz que um trem segue o seu caminho mesmo quando um vira-lata late para ele.
Nós perguntamos a um cristão que é como um vira-lata: “Você crê em Jesus? Você tem pecado?”
“É claro que sim”.
“Já que é assim então, você irá para o inferno. A Palavra diz que o salário do pecado é a morte”.
“Nesse caso, eu terei que ir para o inferno. Mas isso não é o mesmo que vai acontecer com você?”
“E então, você tem pecado?”
“Eu recebi a remissão de pecados, por isso não tenho mais nenhum pecado”.
“Então você quer dizer que nunca mais vai pecar?”
“Não, eu peco todos os dias”.
“Se você peca, como é que você não tem pecado então?”
“Você tem pecado então”.
“É claro que eu tenho pecado”.
“Você recebeu a remissão de pecados ou não?”
“Sim, eu recebi”.
“Mas como é que você pode ser um filho de Deus se ainda tem pecado? Você crê que Jesus morreu na Cruz por você, mas ainda tem pecado porque não crê que os seus pecados foram passados a Jesus quando Ele foi batizado. Se Jesus não tivesse levado seus pecados, do que adiantaria ele ter morrido nem se fosse mil vezes na Cruz?”
Amados irmãos, se algo não tem nada a ver com vocês, isso não serve para nada. Vamos dizer que uma pessoa que não tem nenhuma relação com vocês por acaso ganhou milhões e bilhões de dólares. O que isso tem a ver com vocês? Vocês crêem em Jesus ou não? Portanto, se há algum pecado em seu coração, o que Jesus teria a ver com vocês? Outras pessoas que receberam a remissão de pecados podem até ir para o Céu, mas o que isso vai adiantar se vocês mesmos não forem para o Céu? Isso não é verdade? Portanto, nós temos que receber a remissão de pecados dando ouvidos ao legítimo evangelho e crendo nele de coração. Amados irmãos, os pecados dentro do seu coração têm que sair de lá para que vocês entrem no Céu.
Nós às vezes viajamos. Nós viajamos tanto no nosso país quando para o exterior, e quando se viaja de trem ou de avião é preciso ter uma passagem. Você pode estar mal vestido ou todo rasgado, contanto que tenha uma passagem. Se você tiver uma passagem você pode até se hospedar num hotel, e se estiver usando uma gravata borboleta pode até andar de avião. No entanto, por mais importante que você seja, se você não tiver uma passagem você será colocado para fora. Mesmo se você for um mendigo, se você comprar uma passagem no guichê e for até o portão de embarque, ninguém poderá te colocar para fora. Mas se você for um cavalheiro e não tiver uma passagem, eles te colocarão para fora.
Amados irmãos, por mais que você tenha tido fé em Jesus por muito tempo, se você é pecador você tem pecado em seu coração. Todavia, se você crer em Jesus um dia que seja, você se tornará um justo se receber a remissão de pecados em seu coração. O justo tem uma passagem para receber a remissão de pecados em seu coração, mas o pecador não tem essa passagem ainda. Que tipo de passagem nos permite entrar no Reino dos Céus? Essa passagem para nós é o mesmo que recebermos a remissão de pecados crendo que todos os nossos pecados foram passados a Jesus quando João Batista O batizou, e que Jesus recebeu toda a condenação morrendo em nosso lugar na Cruz derramando Seu sangue. Vocês conseguem entender isso?
Quando Jesus estava nessa terra, Ele chamou mesmo Deus de Seu Pai. O filho de um ser humano não é um ser humano também? Sim, é. O filhote de um cão é um cãozinho ou não? Claro que é. Depois de considerar isso, as pessoas chegaram a conclusão de que se Deus Pai era mesmo o Pai de Jesus, Ele então devia ser Deus também.
Os testemunhas de Jeová dizem que Jesus é Filho de Deus mas que Ele não é Deus. Foi por isso que uma vez eu perguntei a um testemunha de Jeová: “Você crê que Deus é o Pai de Jesus? Se você crê, você crê que Jesus é o Filho de Deus? Se você crê, já que o Pai é Deus, não é verdade que Seu Filho é Deus também?” Mas então o testemunha de Jeová disse: “Jesus ser Deus é um pouco diferente”. Eu perguntei então: “Há dois cachorros no meu quintal. Um deles é macho e outro é fêmea. Eles tiveram filhotes. Esses filhotes são cachorros ou não? Sim, eles são. Eles são filhotes de cachorro ou não? Todos eles são. Então, a única diferença é que um é o pai e eles são os filhos. Isso não é verdade? Ele disse então: “Eles são parentes.” Aí eu perguntei a ele de novo: “Jesus então não é Deus?” E ele ficou sem ter o que dizer.
Amados irmãos, vocês têm que entender realmente que não tem lógica alguma o que dizem os testemunhas de Jeová. Existem pais e filhos. Ora, se os pais são seres humanos, os seus filhos serão seres humanos também ou não? Claro que serão. Não é verdade que o Filho de Deus é Deus e não um ser humano? Jesus veio em forma de ser humano, mas com certeza Ele era o Deus Todo Poderoso. Nós não temos nenhuma razão sequer para não crer que Jesus não é Deus.
Jesus é Deus. “Pois assim como o Pai ressuscita e vivifica os mortos, assim também o Filho vivifica aqueles a quem quer. O Pai a ninguém julga, mas deu ao Filho todo o juízo, para que todos honrem o Filho, como honram o Pai. Quem não honra o Filho não honra o Pai que o enviou” (João 5:21-23).
Deus Pai enviou Seu Filho a essa terra para nos salvar. E Ele também deu ao Seu Filho poder para julgar todas as coisas. E foi Jesus mesmo que criou todas as coisas nos céus e na terra. A Bíblia diz com certeza que Deus Pai supervisionou tudo que Seu Filho criou com Sua Palavra. Deus também disse que Ele deu ao Seu Filho o poder de julgar, assim como a autoridade para conceder a salvação.
Já que é assim, as palavras dos testemunhas de Jeová não tem sentido algum. “Eu creio em Deus Pai. E eu creio que o Filho de Deus Pai, Jesus, também é Deus, nosso Salvador e nosso Criador. E eu também creio que Ele se tornou o nosso Salvador. Quando eu disse isso ao testemunha de Jeová, seus olhos se arregalaram e ele disse: “Como poderia haver dois deuses, já que só pode haver um Deus?”
Deus é um Deus triuno: o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Nosso Deus são três Pessoas, mas todos os três são o mesmo Deus. O Espírito Santo é Deus. O Filho de Deus é Deus, assim como Deus Pai também é Deus. Para nós, essas três entidades divinas são o mesmo Deus, apesar de que Deus se divide em três Pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo.
É algo muito importante essa questão se Jesus é Deus ou não. Mas a resposta para essa questão é que Jesus é Deus. Os testemunhas de Jeová negam de todo jeito que Jesus é Deus, e quando eu disse a um deles: “Eu creio no Filho de Deus e no Pai. Eles são o mesmo Deus. E é assim que eu creio,” ele veio com argumentos que Jesus não é Deus, e eu com argumentos que Jesus é Deus. Mas no final ele ficou sem palavras e não pôde dizer mais nada. Qual é o objetivo dos testemunhas de Jeová? Eles querem fazer com que creiamos somente em Deus mas não em Jesus. E eles querem que vamos à casa das pessoas 3 vezes por semana para pregarmos isso. É exatamente isso que eles fazem com a intenção de dizer às pessoas que não creiam que Jesus é o Salvador que apagou todos os nossos pecados.
Eu digo a vocês abertamente que Jesus é o meu Salvador e o meu Deus. E eu também creio que o Pai de Jesus é o meu Pai. Entretanto, entre aqueles que confessam crer em Jesus, há muitos que odeiam alguém que afirma que se tornou justo por crer em Jesus. Os que nasceram de novo crendo no evangelho da água e do Espírito são os justos. Eles chamam Deus de Pai. Deus chama de justos os que crêem Nele e no evangelho da água e do Espírito. Você e eu realmente nos tornamos justos quando recebemos a remissão de pecados crendo em Jesus e no evangelho da água e do Espírito. Os religiosos deste mundo são pecadores por mais que creiam em Jesus por 100 anos, mas nós nos tornamos justos no momento em que passamos a crer. Por isso que eles ficam surpresos e nos perseguem. Assim como Jesus foi perseguido quando disse que Deus era Seu Pai, as pessoas nos olham com ódio porque somos filhos de Deus.
Mas por que elas fazem isso? Porque o que habita nelas são espíritos malignos. Mas é o Espírito Santo que habita nos que receberam a remissão de pecados. Elas não gostam de nós porque os espíritos malignos não podem ser um com o Espírito Santo. Mas nós somos tolerantes e não somos rudes com elas. Nós oramos, e se as pessoas não sabem orar, nós as ensinamos. Nós pregamos este evangelho da Verdade para que as pessoas recebam a remissão de pecados.
Amados irmãos, pela nossa fé em Jesus Cristo agora nós temos Deus como nosso Pai. Nós nos tornamos Seus filhos. Nós somos participantes da natureza divina (2 Pedro 1:4). Para ser bem claro, nós nos tornamos filho de Deus. E para ser mais claro ainda, nós nos tornamos deuses (João 10:34-35). Vocês entendem isso? Isso acontecerá quando nós nascermos de novo depois da nossa morte carnal.
Está escrito no evangelho de João capítulo 5, versículos 24 e 25: “Em verdade, em verdade vos digo que quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida. Em verdade, em verdade vos digo que vem a hora, e já chegou, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus, e os que a ouvirem viverão”.
O que essas palavras querem dizer: “Vem a hora, e já chegou, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus” (João 5:25)? Nossa alma estava morta por causa dos nossos pecados. Na Primeira Epístola de Pedro está escrito que o evangelho foi pregado aos espíritos em prisão, e esses espíritos em prisão se referem àqueles que ainda estão presos ao pecado.
Jesus nos diz claramente aqui: “Vem a hora, e já chegou, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus, e os que a ouvirem viverão” (João 5:25). Meus amados irmãos, antes de recebermos a remissão de pecados, nós estávamos mortos. Mas nós ouvimos a Palavra que dizia que o Filho de Deus apagou todos os nossos pecados por completo. Amados irmãos, nossa alma voltou à vida naquele momento ou não? Nós voltamos a viver pela Palavra do Filho de Deus.
No capítulo 5 do evangelho de João, dos versículos 26 ao 29, está escrito: “Assim como o Pai tem a vida em si mesmo, assim também concedeu ao Filho ter a vida em si mesmo. E lhe deu autoridade para julgar, porque é o Filho do homem. Não vos maravilheis disto, pois vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz e sairão: Os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida, e os que praticaram o mal, para a ressurreição da condenação”. Deus aprisionou todas as pessoas dessa terra. Isso quer dizer que Ele aprisionou sua alma. Alguns dizem que as almas das pessoas vagam por essa terra, mas na verdade essas não são as almas dos nossos ancestrais. Ao contrário, é Satanás e seus anjos que aparecem em nome dos nossos ancestrais. Satanás é o diabo. É por isso que temos que resistir a ele dizendo: “Nós te ordenamos em nome de Jesus: para trás de nós, Satanás!” sempre que formos tentados por ele. Mas se você der lugar a Satanás, ele vai fazer o que quiser com você. Temos que dizer: “Nós te ordenamos em nome de Jesus: vai-te agora, Satanás!” Satanás odeia e tem medo do nome de Jesus porque este é exatamente o nome de Deus. Satanás só pode ter medo de Jesus, pois Ele se tornou o nosso Salvador.
Quando vier o fim do mundo, Deus trará à vida aqueles que estão nas sepulturas e “os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida” (João 5:29). Isso quer dizer que Deus trará de volta à vida os que receberam a remissão de pecados para dar-lhes a vida eterna. E está escrito que depois disso “os que praticaram o mal sairão para a ressurreição da condenação” (João 5:29). Condenação! Amados irmãos, se alguém morrer sem crer em Jesus e sem receber a remissão dos seus pecados, essa pessoa não poderá evitar a condenação. Por isso, nós temos que crer no evangelho da água e do Espírito, receber a remissão de pecados e anunciar o evangelho enquanto vivermos nessa terra. Quando fizermos isso, nenhum espírito maligno poderá nos tocar, seja ele qual for. Tudo que temos que fazer é repreender os espíritos malignos, porque se nós ficarmos com medo deles será pior para nós no futuro. “Eu ordeno em nome de Jesus: vai-te Satanás! Senhor amado, guarda-me”. Por isso, somente quando expulsarmos tudo que vem contra nossa vida de surpresa é que tudo isso acabará. E assim o Senhor guiará o nosso coração com Sua Palavra, Sua paz e Seu gozo. Vocês entendem isso?
Depois de recebermos a remissão de pecados, nós jamais devemos voltar ao Judaísmo. O mais correto que nós temos que fazer agora é vivermos segundo a vontade de Deus, afastados da congregação dos pecadores. O mais correto que vocês têm que fazer agora é vocês virem para a Igreja que Deus edificou e passarem o resto da sua vida vivendo pela fé.