Sermões

Assunto 13: O Evangelho Segundo MATEUS

[Capítulo 22-1] (Mateus 22:1-14) Somente Aqueles que Usarem as Vestes da Água e do Sangue é que Poderão Participar das Bodas dos Céus

(Mateus 22:1-14)
“Jesus tornou a falar-lhes em parábolas e disse: O reino dos céus é semelhante a um rei que celebrou as bodas de seu filho. Enviou os seus servos para chamar os convidados para as bodas, mas estes não quiseram vir. Depois enviou outros servos, recomendando: Dizei aos convidados que já preparei o meu jantar: Meus bois e cevados já foram mortos, e tudo está pronto. Vinde às bodas. Porém eles, não fazendo caso, foram, um para o seu campo, outro para o seu negócio. O restante, apoderando-se dos servos, os maltrataram e mataram. O rei ficou com muita raiva. Enviou o seu exército e destruiu aqueles homicidas e incendiou a sua cidade. Então disse aos seus servos: O banquete, na verdade, está preparado, mas os convidados não eram dignos. Ide às encruzilhadas e convidai para as bodas a todos os que encontrardes. E, saindo os servos pelos caminhos, ajuntaram todos quantos encontraram, tanto maus como bons, e a sala do banquete se encheu de convidados. Mas quando o rei entrou para ver os convidados, notou ali um homem que não estava trajado com vestes de núpcias. Perguntou-lhe: Amigo, como entraste aqui sem veste nupcial? Ele, porém, ficou calado. Disse então o rei aos servos: Amarrai-o de pés e mãos, e lançai-o para fora, nas trevas, onde haverá pranto e ranger de dentes. Pois muitos são chamados, mas poucos escolhidos.’”
 
 
O Acampamento de Verão para Treinamento de Discípulos começa no dia 13 de agosto. Ontem eu visitei o Centro de Treinamento de Discípulos (CTD) em In-Jae, e foi realmente uma bênção. Nesse ano, muitas flores foram plantadas no jardim frontal do vão central, e uma piscina também foi construída ali. O vale foi inundado pelas recentes chuvas que caíram, e água subiu ao nível da ponte que foi construída na entrada do centro de treinamento.
E também o som das rochas rolando da encosta, parecia um trovão vindo do céu. Então, eu estava pensando: “Isso é o som de rochas rolando ou de um trovão? Isso não se parece com o som de muitas águas descendo, então será que é de um trovão rasgando o céu?” Quando eu fui até a ponte, a quantidade de água era muito grande. Voltando do CTD, eu vi as colunas centrais da Ponte Livingstone submersas pela metade sob a água. É bem verdade que essas chuvas recentes têm sido muito fortes. O CTD não sofreu nenhum prejuízo, apesar da chuva forte, tudo graças a Deus. O único problema foi que não pudemos terminar os preparativos para o Acampamento de Verão para Treinamento de Discípulos, mas não houve nenhum outro prejuízo.
Sem muita coisa para fazer nesses dias, eu acho que os alunos da escola missionária estão entediados, por isso acho que vou mandá-los trabalhar no CTD em In-Jae por alguns dias. Será bom para os nossos alunos da escola missionária irem lá para limpar um pouco o local, e fazer alguns preparativos para o Acampamento de Verão também. Quando alguém vai lá para trabalhar, é impossível se sentir entediado. Eu esperava ter que ficar lá por uma semana e fazer alguma coisa, mas porque há muito trabalho para se fazer aqui, eu não tive outra escolha a não ser voltar para cá. Você não imagina como é bom ficar no CTD em In-Jae.
É bom quando está chovendo, mas é melhor ainda quando não está chovendo. Quando eu estava lá, choveu torrencialmente, e foi uma visão incomparável das cidades. Nas cidades a chuva cai nos telhados, nas estradas e nos carros. Quando vemos um respingo de chuva escorrer pela janela, ficamos tristes e quase deprimidos. Mas olhando-a do CTD, a chuva cai nas árvores da montanha e uma neblina é formada no ar. Eu gosto muito desse cenário.
Quando eu era jovem, eu morava numa casa pré-fabricada coberta com um telhado feito de telhas de asfalto. Era muito comum depois da guerra da Coréia nos anos 50, as pessoas construírem suas casas com tábuas de madeira revestidas de telhas feitas em casa, para fazer o telhado. As pessoas faziam telhas espalhando asfalto num papelão enrugado e espargindo areia sobre eles. Então, elas as prendiam no telhado feito de tábuas de madeira, e assim, a casa pré-fabricada estava pronta.
Quando chovia, um estrondo podia ser ouvido claramente vindo do teto. E quando isso acontecia, eu me divertia ouvindo o ruído vindo do telhado. Até hoje eu ainda gosto muito do barulho da chuva. Sempre que chovia, o telhado vazava porque havia brecha nas telhas, e por isso nós tínhamos que espalhar pelo chão, baldes, bacias e outras coisas. Cada uma delas fazia um som diferente, aí você pode imaginar como esse som era interessante. Quando uma goteira caía em algum deles fazia um som assim, ‘plop’, e quando caía em outro fazia um som assim, ‘pop’. Pelo que eu me lembro o som variava de acordo com o recipiente em que a goteira caía.
Talvez porque eu morei em um lugar como esse, é que a visão da natureza que eu tenho no CTD em In-Jae, me parece tão linda. A água descendo do rio no vale também é uma bela vista. A água do CTD em In-Jae é de primeira. Nós pedimos às autoridades para testar a qualidade da água do CTD em In-Jae. O rio do vale e o poço que usamos para beber água, foram qualificados com água pura de primeira. Porque não há poluição ali, a água é muito pura. Quando eu vou para o CTD em In-Jae, meu coração fica tranqüilo, descansado e em paz. O saudoso cheiro de terra, e o refrescante som das águas me trazem à memória os dias da minha juventude. E a água do riacho é tão límpida, que alguém pode se sentir culpado só de molhar o pé nela.
Também, nossos amados santos do CTD em In-Jae plantaram tanto milho, que há pés de milho em todo o lugar. Quando você vier ao próximo Centro de Treinamento de Discípulos, haverá muito milho para você comer. Queridos irmãos, por favor venham ao próximo Centro de Treinamento de Discípulos. E tragam seus familiares também. O milho é cozido logo após sair do pé, e fica macio e gostoso. Nossos queridos obreiros e santos do CTD em In-Jae plantaram muito milho para receber você aqui. A colheita no CTD foi muito boa, e quando os santos e os servos de Deus vierem nos visitar, todos nós poderemos comer juntos.
Estamos vivendo na era das calamidades. Em breve, o dia da sete trombetas vai chegar, e quando o som da última trombeta soar, o Senhor nos trará dos mortos e seremos arrebatados para irmos nos encontrar com Ele. Eu tenho plena certeza que o Senhor virá novamente. Eu vivo esperando somente esse dia chegar. Nesses dias, o evangelho será pregado amplamente através de livros de papel e eletrônicos. Agradeço a Deus por derramar Sua graça para que possamos pregar amplamente o evangelho. Eu sei que isso só foi possível porque enfrentamos as dificuldades servindo ao Senhor, e Ele nos ajudará a passar por elas. Eu também creio que o Senhor nos abençoará e nos ajudará até o fim dos tempos.
Recentemente, tem havido muitos pedidos de livros vindos de vários países através do nosso site. Há muitas boas notícias também. Eu acredito que podemos pregar o evangelho a 2/3 da população mundial através da internet em poucos anos. Eu considero esse ministério de internet como algo muito precioso. Eu acredito que trabalhando assim, é mais eficaz do que enviar dez mil missionários. De agora em diante, eu irei dar suporte a esse ministério com todos os nossos recursos financeiros.
Como eu disse muitas vezes, não há muito tempo para pregarmos o evangelho em paz. Contudo, o Senhor não virá antes dos dias dos desastres naturais e das calamidades das sete trombetas. A alegação de que veremos a segunda vinda do Senhor e o arrebatamento sem passarmos pela tribulação, é errada e antibíblica. Esse é um ponto de vista egoísta. Os que acreditam nisso são teimosos. Havia pessoas assim em nossa igreja, mas eles foram embora por si próprios.
Para aqueles que crêem dessa forma errada, e tem seu pensamento cauterizado, não importa o quanto preguemos a Palavra de Deus para eles, é simplesmente inútil. Eles estão tentando derrubar esse evangelho. Eles têm dito me acusando: “Esse homem fala que o fim do mundo está próximo, ele é um mentiroso. O evangelho da água e do Espírito que ele prega é falso também”. Eles tentaram causar confusão na Igreja. Eles tentaram juntar seus seguidores e criar uma igreja à parte, mas felizmente, nós tomamos conta deles, pois o seu plano foi descoberto a tempo.
Eu pregava no livro de Apocalipse, mas sinceramente não esperava que alguém pudesse crer naquilo. Eu falei sobre o livro de Apocalipse porque as pessoas não sabem muito bem sobre os últimos dias. Mas nós temos que interpretar a Palavra de Deus exatamente como ela é para responder à pergunta: “De uma vez por todas, quando Jesus virá?” Se um pregador de púlpito fechar a bíblia e falar segundo seu próprio entendimento, ele é um falso pregador. Quando abrimos a bíblia, devemos falar sobre seu fundamento. Preocupado em haver dessas pessoas entre nossos pastores, eu preguei em detalhes sobre essas coisas. Além disso, nós publicamos os livros sobre o Apocalipse para que os servos e os santos de Deus em todo o mundo tivessem o devido conhecimento sobre a Palavra. Se a pessoa crê ou não nas palavras do livro de Apocalipse, isso é com a fé de cada um.
Nos últimos dias da tribulação, haverá os tormentos das sete trombetas e das sete taças. Somente quando o dia das sete trombetas chegar, é que o Senhor virá. Sem as calamidades das sete trombetas, o Senhor não pode voltar. Está escrito na bíblia que quando a última trombeta soar, os santos serão arrebatados. Portanto, as pessoas não devem interpretar a bíblia sob seu próprio ponto de vista. Aqueles que criaram confusão recentemente e deixaram a Igreja de Deus, não entenderam bem as minhas pregações.
Como eu estava pregando no livro de Apocalipse, desde aquele tempo em diante eles ficaram embaraçados. O seu líder tentou criar uma revolta na Igreja, me acusando de falso profeta, e que não haveria nenhum arrebatamento em junho do próximo ano. Mas minhas pregações no livro de Apocalipse foram de encontro ao pensamento daquela pessoa. Ele começou a ficar angustiado e não ouvia mais as pregações. Então, ele e seus seguidores falaram dos meus defeitos para outros pastores. Mas os servos de Deus e os santos o repreenderam por isso.
Quando o Senhor voltar, tudo o que devemos fazer é ir com Ele. Até isso acontecer, devemos viver para quê? Nós devemos viver para a pregação do evangelho. É assim ou não é? Sim, esse é o nosso dever. Até quando nós devemos continuar pregando o evangelho? Isso é o que importa. Após terminarmos de pregar o evangelho até os confins do mundo, o Senhor virá. Então nossos esforços chegarão ao fim.
Contudo, é certo um fazendeiro esperar pelo outono sem ter preparado e semeado a terra? O fazendeiro tem que esperar a passagem do verão e a chegada do outono para cultivar o campo com a chegada da primavera, plantar as sementes, regar, esperar germinar, tirar as ervas daninhas, replantar e assim por diante. Continuando tomando conta do campo, as frutas irão nascer quando o outono chegar. Então, o fazendeiro deve primeiro preparar uns sacos para o armazenamento, e as ferramentas para a debulha. Então, quando o outono chegar, o fazendeiro deve colher a produção. Assim, se alguém for esperar pelo outono sem ter terminado seu serviço, ele se tornará um mendigo. Se nós formos esperar o dia da vinda do Senhor sem pregar o evangelho, então Jesus nunca virá. Mas Ele virá atrasado e nos repreenderá chamando-nos de servos preguiçosos, nos lançando no lugar de trevas.
As pessoas pensam que é bom ser um líder. Ser um líder de uma reunião e estar em altas posições, é algo que as pessoas deveriam entender ser extremamente desconfortável. Os líderes ficam muito cansados fisicamente. Há muitas coisas com o que se preocupar, se responsabilizar, e dar atenção. Se há alguém em nosso meio que deseja estar nessa posição e busca o reconhecimento pessoal, essa pessoa deve nos deixar o mais rápido possível. Deve sair da Igreja de Deus e se juntar a pessoas iguais a ela, reinar sobre essas pessoas fazendo-as concordarem consigo, e ser bem gentil com elas. Ele tem que agir como um rei lá, porque em nossa reunião ninguém reina sobre as pessoas. Nós não temos esse privilégio.
Aqui na Igreja de Deus, ninguém pode dizer: “Vocês são meus servos e eu sou o seu rei”. Se alguém dissesse isso, eu creio que vocês tirariam seus sapatos e jogariam nele. Você e eu somos aqueles que vivemos para o Senhor e para o evangelho. Há alguém entre nós que faz algo para alguma outra pessoa? Não, não há. Não é fácil lidar com cada um de vocês, mas porque o Espírito Santo habita nos que crêem no evangelho, essas arbitrariedades não são toleradas.
Os santos da Igreja de Seul dizem que tem sido muito difícil para eles até agora. Um determinado santo disse que porque o pastor o odiava muito, ele resolveu oferecer a esse pastor um envelope cheio de dinheiro. Após dar ao pastor o envelope cheio de dinheiro, o santo disse que o pastor começou a tratá-lo muito bem. Por favor não dê envelopes cheios de dinheiro aos nossos pastores. Não teria problema se você o fizesse para mostrar gratidão ao seu pastor. Mas seria um sério problema se você desse dinheiro a um de nossos pastores só pelo fato dele o odiar. A Igreja de Deus é uma organização política? Nós somos candidatos eleitorais a Assembléia Nacional? Nossa reunião é o lugar onde as pessoas dão envelopes de dinheiro a alguém de uma alta posição em troca de nomeação ao partido? Não é mesmo.
Diziam que o pastor que deixou a igreja recentemente, deveria ser o líder da igreja. Mas quando o escritório central pediu a sua ajuda, ela não colaborou. Uma vez, nossa igreja missionária de Chung-ju precisava comprar um computador, e porque é mais barato em Seul, eu pedi a ajuda de um de nossos pastores da igreja de Seul. Eu telefonei para ele e disse: “O Pastor auxiliar Ahn da igreja de Chung-ju irá para Seul, por favor encontre uma loja onde ele possa comprar um computador bom e barato. Quando ele chegar aí, por favor leve-o e ajude-o a comprar o computador”.
Assim, o Pastor Ahn marcou de chegar na igreja de Seul às nove horas da manhã. Mas quando ele chegou, disse que as portas da igreja estavam fechadas e o pastor estava dormindo. Quando o Pastor Ahn bateu na porta da igreja, a esposa do outro pastor que ainda estava sonolenta disse: “Meu marido trabalhou até tarde na noite passada, por isso ele ainda está dormindo. Então vá e compre isso sozinho”.
Era a sua primeira visita a Seul, e o pastor auxiliar foi andando e perguntando até achar o caminho para o shopping da região de Yong-san, que é famoso por vender equipamentos eletrônicos baratos. Mas como ele não estava com muita sorte, todas as lojas estavam fechadas. Ele me disse que iria voltar para Chung-ju sem ter comprado o computador, e que estava muito chateado com o outro pastor. Como ele morava em Seul, ele poderia ter dado todas as informações só com um simples telefonema. O pastor da igreja de Chung-ju poderia ter comprado um computador indo direto lá, mas porque o pastor era um colega em nossa organização missionária, ele confiou nele e pediu a sua ajuda. Mas ele ficou realmente impressionado com o tratamento que recebeu.
A mãe do pastor que deixou a igreja, estava dirigindo o Centro de In-Jae, e eu descobri a verdade depois, que essa mulher tinha feito coisas terríveis diante de Deus enquanto estava trabalhando ali. Uma vez, alguns membros da família da irmã Eun-young Hwang foram ao CTD em In-Jae vê-la.
Quando eles foram lá, eles viram as pimentas que plantamos e perguntaram se podiam levar algumas. Mas a mulher que estava dirigindo o CTD em In-Jae disse a eles: “Compre-as primeiro e depois pode levá-las”. Vender uma caixa de pimentas por cinco dólares para a família de uma pessoa que trabalha lá! Você pode imaginar como eles devem ter ficado constrangidos? Não somente isso; quando a irmã Eun-young Hwang mandou algum dinheiro para sua mãe por conta do seu aniversário, a mulher pegou para ela e não o entregou à mãe da irmã Hwang.
Isso é somente a ponta do iceberg de tudo o que eles estavam fazendo dentro da igreja. Como eu não posso falar mal deles? Eu devo ficar calado e não dizer nada? Eles são o tipo de pessoa que vêem à Igreja de Deus e ainda dizem que o evangelho da água e do Espírito não é a Verdade. Eles não sabem como servir aos queridos irmãos e agem em beneficio próprio, porque não crêem realmente no evangelho da água e do Espírito.
Há alguém entre nós que diga que o evangelho da água e do Espírito não é a Verdade? O ser humano comete pecado todos os dias, devido a sua fraqueza. Se não fosse pelo evangelho da água e do Espírito, como o homem ficaria sem pecado? Como podemos dizer que não temos pecado? O evangelho da água e do Espírito é a nossa vida. Essa é a verdade, como uma pérola preciosa que não pode ser trocada por coisa alguma. Por isso é que a bíblia nos fala sobre aqueles que a encontraram, e foram vender tudo o que tinham para comprá-la, pois sabiam que era algo muito precioso (Mateus 13:45-46). Mesmo assim, eles jogaram fora o evangelho da água e do Espírito e foram para o mundo. É como jogar bolinha de gude com diamantes, sem saber que é uma pedra preciosa. É o mesmo que acontecia quando as crianças nativas trocavam os diamantes por um simples chocolate dado pelos exploradores.
Através da passagem bíblica de hoje, Deus nos fala justamente sobre essas coisas. Deus fala sobre aqueles que entrarão no Reino dos Céus. Que tipo de pessoa entrará no Reino dos Céus? Há muito tempo atrás, um rei muito próspero deu um banquete no casamento de seu filho, preparou tudo e convidou muitas pessoas. Como o rei convidou a muitos para a festa, eles puderam participar dela pois estavam trajando vestes nupciais.
Assim como as pessoas desfrutam da hospitalidade e de honra quando vão às bodas trajando as vestes nupciais, a nossa entrada nos Céus será assim também. É Deus quem convida as pessoas para o Seu Reino. Deus convida as pessoas dizendo que aquele que crê que Jesus nos salvou pelo evangelho da água e do Espírito, pode entrar nos Céus. Independentemente de quem seja, aquele que crê no evangelho da água e do Espírito de coração, já está com as vestes pela fé, e pode entrar nos Céus. Isso significa que mesmo que a pessoa tenha recebido o convite para os Céus, somente aqueles que estiverem preparados com as vestes pela fé, é que poderão entrar lá.
Por outro lado, os que não estiverem com as vestes, não poderão entrar nos Céus. Queridos irmãos, quando recebemos um convite para irmos a uma festa, nós temos que estar vestidos com trajes formais. Se formos com uma roupa social ou terno não importa, pois ninguém lá estará vestido com roupa esporte ou bermuda. Mesmo nos eventos do mundo nós temos que mostrar respeito. Quando formos convidados para o Reino dos Céus, como poderemos ir sem estarmos com traje social?
Mesmo tendo sido convidados, Deus verifica se estamos trajando vestes nupciais. Ele faz isso porque dentre os que forem às bodas, aqueles que estiverem com as vestes nupciais poderão comer, beber, se alegrar e ficar o tempo que quiserem. Contudo, Deus pega aqueles que foram as bodas sem as vestes nupciais e os lança na escuridão. Está escrito no versículo 13: “Disse então o rei aos servos: Amarrai-o de pés e mãos, e lançai-o para fora, nas trevas, onde haverá pranto e ranger de dentes”.
Amados irmãos, se queremos ir para os Céus, que tipo de vestimenta nós temos que vestir? O Senhor preparou uma veste que nos permitirá entrar nos Céus, mas que tipo de veste é essa? É o evangelho da água e do Espírito. O Senhor nos salvou ao vir a esta terra, levando todos os nossos pecados pelo Seu batismo no rio Jordão, tirando os pecados do mundo, derramando Seu sangue ao ser pregado na cruz, e ressuscitando no terceiro dia. Crer nesse evangelho é justamente o que significa pôr as vestes. Que vestes são essas que nos permitem entrar nos Céus? É o que o nosso Salvador Jesus, o filho de Deus, fez ao vir a esta terra, levando todos os nossos pecados ao receber o batismo por nós, e morrendo na cruz em nosso lugar. Quem estiver com essas vestes poderá entrar nos Céus com certeza.
Somente aqueles que estiverem limpos, ou seja, sem pecado, é que poderão entrar no Reino dos Céus. Somente os que estiverem absolutamente limpos é que poderão entrar nos Céus. Estar com as vestes significa crer no batismo que Jesus recebeu ao vir a esta terra, em Seu sangue que foi derramado na cruz, e crer no Senhor ressuscitado, como o Salvador do mundo.
Nós devemos crer no gesto honroso de Jesus nascer nessa terra em forma de homem, no gesto honroso de ter recebido o batismo, no gesto honroso de ter levado os pecados do mundo, no gesto honroso de ter morrido na cruz, e no gesto honroso de ter ressuscitado dos mortos. Sentado à direita do trono de Deus Pai, Ele julgará cada pecador que se recusou a crer nesses gestos honrosos. Crer que o próprio Senhor se tornou no Deus da salvação para todos os que crêem em Sua obra, é justamente o significado de estar com as vestes.
Essas vestes são importantes. Os que estiverem sem pecado poderão ir justamente porque essa é a festa do Reino dos Céus, e esses que irão terão que estar com as vestes nupciais indubitavelmente. O quanto essas vestes que o Senhor fez para mim e para você, é boa? É muito melhor do que você imagina. Nós adoramos a Deus: “Falando entre vós em salmos, e hinos, e cânticos espirituais; cantando e salmodiando ao Senhor no vosso coração” (Efésios 5:19). Nós louvamos ao Senhor que nos fez sem pecado pelo evangelho da água e do Espírito. Falando uns aos outros em salmos, hinos e cânticos espirituais com sua letra em nosso coração, e cantando hinos de louvor em união com outros santos. Nós damos graças e adoração, cantando hinos de louvor. Isso é oferecer sacrifício de louvor a Deus (Hebreus 13:15).
O quanto as vestes com as quais Deus nos vestiu são limpas e agradáveis? É porque Deus nos vestiu com essas vestes que podemos entrar nos Céus. Os que não colocaram as vestes são tão ignorantes como aqueles que relutam em vesti-las. Como podemos nos preparar para entrar no Reino dos Céus? Podemos nos preparar somente pela fé. Devemos pôr as vestes que o Senhor preparou para todos nós, para que possamos entrar nos Céus, pela fé. Essa é a fé que nos faz receber a salvação e que nos torna filhos de Deus. Isso é justamente o que é a bênção. Apesar de eu poder pregar sobre vários assuntos na passagem bíblica de hoje, é de suma importância eu pregar sobre as vestes com as quais o nosso Senhor quer nos vestir. As vestes com as quais Jesus Cristo, que veio pela água e pelo Espírito, nos vestiu, é uma bênção para nós. Você crê nisso?
O Senhor fez tudo isso para que tivéssemos fé nas obras que Ele fez por nós. Quando refletimos nesse evangelho e em nossas vidas, nós devemos verdadeiramente dar graças ao Senhor. Independentemente se estamos bem ou não, podemos dar graças ao Senhor em qualquer tempo. Porque estamos com as vestes pela fé, podemos ir diante de Deus independente se Ele nos chama ou não, fazendo sempre com alegria a obra que Ele nos confiou.
Devemos ser gratos ao Senhor e prestar-Lhe adoração de coração, pois estamos na graça da salvação pela fé. O louvor brota naturalmente porque o nosso coração está cheio de alegria. Desejamos estar juntos e em comunhão, e também queremos poder terminar toda a obra que o Senhor confiou a nós. Podemos fazer a obra que o Senhor nos confiou, porque Ele nos salvou, e nós recebemos essa salvação. Mesmo que não tenhamos tanta capacidade para fazer algumas coisas, nós a fazemos, pois através delas nos unimos uns aos outros. Isso é realmente muito bom. Onde você encontraria algo melhor que isso?
Independentemente de quem seja, é muito infantil buscar a própria glória e brigar por uma posição dentro da igreja. É bom estar numa alta posição dentro da igreja? Não é mesmo. Bom mesmo é ter algo para comer e vestir e poder fazer a justa obra. Por isso o apóstolo Paulo disse: “Tendo, porém, sustento, e com que nos cobrirmos, estejamos com isso contentes” (I Timóteo 6:8). Sou muito grato a Deus pois Ele tem tomado conta de nossas necessidades com relação ao que comer, vestir, morar e ainda por nos ter dado o coração para fazermos a justa obra. Se pudéssemos somente viver para o Senhor, com Ele tomando conta de nós, ficaríamos doentes menos freqüentemente; e se pudéssemos somente viver para o evangelho sem nos preocuparmos com o que comer, vestir e morar, nós ficaríamos contentes.
Não precisaríamos desejar coisa alguma. E não somente isso, não precisaríamos perder a paciência com aqueles que se opõem a nós desnecessariamente. As pessoas não querem ter tudo por pura ganância? Deus nos disse para buscarmos primeiro Seu Reino e a Sua justiça. Estamos contentes em levarmos nossa vida pregando o evangelho para o Reino de Deus. Deus proverá tudo para nós se continuarmos a viver pela fé e sermos gratos. Eu sou grato só por isso.
Há aqueles que se opõem ao evangelho da água e do Espírito através de e-mails, sem dizer quem são e no que crêem. Se eles fossem tão corajosos, eles se revelariam e fariam o que cressem estar certo. Mas há pessoas se escondendo atrás de um computador, dizendo o que não faz sentido algum. Deus não deixará impune os que se opõem aos que crêem no evangelho da água e do Espírito. Eu creio que Deus nos vingará duas vezes mais duramente, do que a aflição que eles causam a nós. Só pedimos a Deus que Ele nos permita ver com nossos próprios olhos e ouvir o que Ele fará com eles. Eles não têm nada a ver conosco. A propósito, nós não os encontraremos quando formos para os Céus.
Essas pessoas só falam sobre o sangue da cruz. Então, eu vou direto ao ponto e pergunto: “Como você trata dos pecados que cometeu hoje?” Alguns me respondem dizendo: “Jesus levou completamente esses pecados morrendo em meu lugar na cruz”. Contudo, isto não está certo. Se fosse esse o caso, que necessidade teria de Deus ter instituído o cerimonial de sacrifício no Antigo Testamento? As pessoas hoje não seriam tiradas dos Céus por terem pecado em seu coração, por crer somente no sangue da cruz, e assim não teriam suas vestes prontas? Por isso Jesus disse: “Pois muitos são chamados, mas poucos escolhidos” (Mateus 22:14).
Recebemos a salvação porque Deus nos escolheu em Jesus Cristo. Não recebemos a salvação só porque dizemos: “Eu creio” incondicionalmente, sem termos fé no evangelho da Verdade. Estamos em Cristo pela fé. Nós podemos colocar as vestes por crermos que Jesus nos salvou pela água e pelo sangue segundo o cerimonial de sacrifício, como sendo a salvação prometida a nós. Jesus nos salvou em Sua vontade que foi planejada antes mesmo da criação.
Recebemos a salvação pela fé, porque Deus nos salvou perfeitamente. Nós podemos ser salvos por praticar o asceticismo? As pessoas alcançam a santidade e a pureza por ficarem de pé em frente a um muro por 10 anos? Na Coréia havia um famoso monge budista cujo nome budista era Sung-chul. Ele se disciplinou por 10 anos a ir para um pequeno quarto, encarando uma parede sem deitar-se no chão. Por toda a sua vida ele remendou e vestiu somente um pedaço de roupa e viveu sua vida como se tivesse transcendido a luxúria humana. Ele foi honrado por muitos budistas que disseram: “Ele é um Buda vivo”.
Todavia, quanto estava para morrer, ele deixou um poema que dizia: “Por eu ter enganado muitos homens e mulheres durante toda a minha vida, meus pecados encheram os céus, mais altos que o Monte Sumi (Monte Sumi é uma montanha lendária que é considerada a mais alta do mundo – comentário do autor). O meu próprio corpo caíra em um poço sem fundo do inferno, e meu remorso se dividia em dez milhares de garfos entrelaçados”. Isso confirma que o pecado está em seu coração, e esse poema é uma confissão honesta de que o pecado nunca vai embora só pela disciplina de alguém. As pessoas o chamavam de Buda vivo, mas ele sabia que era um hipócrita e que cairia num poço sem fundo do inferno. Ele próprio pretendia ser santo, mas na verdade, ele mesmo acabou confessando que tinha enganado muitos homens e mulheres.
Os cristãos de hoje são assim. Eles não têm prazer em fingir ser santos? Como as pessoas têm pecado em seu coração, elas podem se tornar santas somente por fingirem ser santas? Se alguém orasse somente na hora do culto, e estivesse vivendo uma vida íntegra e honesta, essa pessoa seria santa? O Senhor nos salvou ao vir a esta terra, ao receber o batismo e morrer na cruz. Nos tornamos santos ao ter fé nisso.
Esse é motivo da alegria daqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito quando se encontram uns com os outros. Eles não têm que ser hipócritas com relação a ser santos uns com os outros. Quando há algo gostoso para comer, os justos competem para tentar comer mais que os outros. Ao ver a dor e a carência dos outros, nos confortamos mutuamente pela fé. Somos daqueles que cometem pecado a cada dia por causa da fraqueza. O que é que nos faz justos e sem pecado? São as vestes. São as vestes do Senhor que nos salvaram pela água e pelo sangue.
Se lermos a passagem bíblica de hoje, está escrito: “Ajuntaram todos quantos encontraram, tanto maus como bons”. Foi dito aos servos para convidarem a todos, independente de quem fosse. Mas não importa o quanto a pessoa fosse virtuosa, aqueles que não estivessem com as vestes eram lançados fora. Mesmo que alguém fosse mau no mundo, mas se estivesse devidamente vestido com suas vestes, ele não seria lançado fora. As pessoas não irão às bodas nos Céus pelos padrões de bom ou mau do mundo. O fator principal que define se a pessoa vai ou não às bodas, é se ela crê ou não que Deus a salvou. Essa fé é o que importa.
Crer em Jesus é crer que Ele nos salvou ao vir a esta terra, recebeu o batismo e morreu na cruz. Só porque nós nascemos de novo por crermos no evangelho, nós vivemos uma vida santa? Após começarmos a crer no evangelho, não havia nada para mudarmos. Se apenas uma coisa mudou, significa que colocamos as vestes da fé, sem nenhum pecado em nossa coração. Nada mudou em nossas ações após começarmos a ter fé. Há também aqueles cujas ações ficaram piores após terem nascido de novo. Por isso é que os nascidos de novo precisam da igreja. Os justos têm que fazer obras justas. Há ainda muitas pessoas cujo temperamento ficou muito pior após terem nascido de novo. Se nós não servirmos ao Senhor após termos nascido de novo, nós nos tornaremos pessoas estranhas. Por isso é que os justos precisam da igreja.
Não vamos prosseguir com nossa própria justiça. Ao invés disso, você e eu devemos crer na justiça de Deus e sermos gratos por ela. Vamos dar graças ao Senhor que nos deu as vestes. Amados irmãos, vocês são gratos? Se vocês não são gratos ao Senhor e não crêem no evangelho após ouvi-lo tanta vezes, então não há nada que eu possa fazer. Para recebermos a salvação, não há nada mais que possamos fazer a não ser ter fé na obra que Jesus fez. O ser humano é tão falho, como ele pode se tornar Deus? O ser humano é apenas um ser humano. Por isso é que Deus nos salvou ao vir a esta terra em carne, levou todos os nossos pecados em Seu batismo, morreu na cruz, e recebeu o julgamento em nosso lugar. Ele amou esse mundo demais. Isso é exatamente o que o amor de Deus é, e isso é, sem dúvida, a justa obra de Deus.
Ao crermos nisso, podemos colocar as vestes da salvação. Ao vestirmos as vestes da salvação, nos tornamos a noiva de Cristo. Agora, quando o Noivo vier, nós iremos com Ele. Por que o Noivo vem a esta terra? Ele vem para levar Sua noiva. Se a noiva não estiver nesta terra, então porque o Noivo deveria vir? Para levar a noiva, o noivo vestiu-a com toda sorte de belas coisas. O Noivo enviou tudo para que Sua noiva não precisasse de nada, somente estar preparada para a perfeição absoluta. O Senhor nos deu tudo ou não? Ele deu tudo para nós. O Senhor nos fez para sermos absolutamente perfeitos. Isso é o que as vestes são, e isso é o que amor de Deus é.
Eu vou pregar assim até o fim dos tempos. Devemos continuar vivendo com nosso coração cheio da graça de Deus. E também devemos continuar vivendo ouvindo sobre o amor de Deus, mesmo que já tenhamos ouvido muito sobre isso, sermos gratos a Ele e considerarmos essas coisas. Os animais que não ruminam são impuros (Levítico 11:7). Os porcos ruminam ou não? Eles não ruminam. E as vacas? As vacas ruminam. Uma vaca come muita grama, e enquanto descansa em um lugar ensolarado, ela regurgita o que foi engolido e volta a mastigá-lo como se fosse um pedaço de chiclete, triturando aquilo várias vezes na boca. Porque as vacas têm quatro estômagos, elas armazenam a comida mastigada e a vomitam de volta.
As vacas vivem na grama. Mas hoje em dia, as pessoas para fazer com que elas cresçam rápido, dizem para alimentá-las com ração animal. Eles dizem que é por isso que a doença da vaca louca apareceu. O cérebro da vaca infectada se contrai e desmancha, levando à sua morte. Elas têm que ser alimentadas da maneira como Deus mandou. Mas porque as pessoas ignoraram essa prática, essas horríveis doenças apareceram. Se as pessoas não seguem a ordem natural das coisas, elas ficarão assim. Assim, há aqueles que não seguem a Palavra de Deus, apesar de ouvi-la sempre. Esses são daqueles que pegaram a doença da vaca louca, espiritualmente falando.
A bíblia somente fala das coisas que fazem bem ao nosso espírito. A bíblia nos fala sobre o amor de Deus e de como o Senhor apagou os nossos pecados. Se não ouvirmos a Palavra de Deus, não poderemos viver. Por isso é que o Espírito Santo me faz pregar sobre esse evangelho da água e do Espírito o tempo todo. Somente quando fazemos isso, é que podemos meditar nesse evangelho. Somente quando meditamos nesse evangelho da água e do Espírito, é que a nossa fé se torna cada vez mais firme. E também o vazio do nosso coração, e os pensamentos impuros são removidos. Quando passamos a compreender o fato de que “O Senhor verdadeiramente nos amou”, nos tornamos gratos por essa fé. Porque nos tornamos gratos, nós começamos a servir ao Senhor. Além disso, porque somos filhos de Deus que vivemos para o Senhor, nós recebemos Suas bênçãos. Isso acontece naturalmente.
Entre vocês há pessoas que me conhecem há 10 anos. Desde quando nos conhecemos até hoje, se há uma coisa na qual eu não mudei é o fato de eu estar pregando este evangelho da água e do Espírito até hoje. Deve haver os que dizem: “Esse homem é estranho. Parece que isso é tudo o que ele sabe. Outros pastores falam sobre ‘como pode haver água acima do firmamento’e ‘por que a vida das pessoas é encurtada?’ Mas por que esse Pastor Paul C. Jong só prega sobre o evangelho da água e do Espírito?” Eu conheço bem sobre as coisas que os pastores desse mundo pregam. Contudo, é melhor não falar sobre coisas desnecessárias. Eu não falo sobre elas, e compartilho muito mais da Palavra com vocês, que é o que importa.
Eu oro para que você creia que é Deus quem te põe as vestes. Estamos pregando o evangelho para as pessoas porque nós recebemos o amor de Deus e a salvação pela Sua graça. Nós primeiro acreditamos nisto e depois o pregamos para as pessoas. Estamos vivendo na graça de Deus. Essa é a verdade de viver pela fé. Se alguém tentar renovar sua fé, mas despreza o evangelho de Deus, e numa hora crê de um jeito e na outra crê de outro jeito, não conseguirá ter uma fé adequada dessa maneira.
Fé é crer de acordo com a direção do Espírito Santo. Queridos irmãos, vocês crêem nisso? Fé é crer plenamente no que Deus nos deu da maneira como isso se apresenta. Ir para retiros espirituais num monte, gerar um emocionalismo, chorar e gritar não é fé. Nós devemos entender claramente o propósito da nossa vida. O propósito da nossa vida é crer no evangelho da água e do Espírito, agradecer a Deus por ele e pregá-lo às pessoas. Temos que fazer isso porque ainda há um grande número de pessoas que não conhecem a verdade.
Se dermos uma olhada na seção de pedidos de livros do site da Missão Nova Vida, podemos ver que há pessoas do mundo todo pedindo nossos livros gratuitos. Países como Estados Unidos, México, Filipinas, Malásia, Austrália, Siri Lanka, Índia, Brasil, França, Alemanha, Chile, Argentina, Peru, Guatemala, Bélgica, Paquistão, Japão, Itália, República Dominicana, Grã-Bretanha, Canadá, El Salvador, Espanha, Rússia e etc. Mesmo do Leste Europeu, cuja história cristã vem de centena de anos, eles nos mandam o parecer sobre nossos livros. Uma pessoa disse que estudou teologia e trabalhou como pastor por 50 anos. Mas após ler os volumes 1, 2 e 3 dos nossos livros em inglês, ele confessou que sua vida foi inteiramente transformada, e que experimentou uma mudança total de seu coração. Ele confessou que após ler os nossos livros, seus problemas com o pecado foram resolvidos, e que ele começou a entender o que é receber o Espírito Santo.
Amados irmãos, crer no que Deus nos deu e pregar isso, é a vida que nós, a noiva do Senhor, devemos ter. E quanto a você, por favor não diga: “Eu sou tão falho que não posso seguir ao Senhor” ou “Eu sou tão inteligente que não tenho mais nada que ouvir na igreja”. Há somente dois caminhos para aqueles que puseram em seu coração viver para o evangelho: bater-se com a Palavra até entender que há algo de errado consigo mesmo, ou trabalhar tanto para o evangelho, até fazer com que sua própria justiça seja despedaçada. Fazendo isso, essa pessoa entenderá o quanto esse evangelho é bom e maravilhoso. Ela entenderá o quanto o evangelho é maravilhoso, porque ele é totalmente gratuito.
Eu dou graças a Deus por nos vestir com as vestes da Sua justiça. Aleluia!