Sermões

Assunto 13: O Evangelho Segundo MATEUS

[Capítulo 23] Hipócritas e Condutores Cegos (Mateus 23:1-33)

Hipócritas e Condutores Cegos
(Mateus 23:1-33)
“Então falou Jesus às multidões e aos discípulos: Os escribas e fariseus estão assentados na cadeira de Moisés. Portanto observai e fazei tudo o que vos disserem. Mas não procedais de conformidade com as suas obras, pois dizem e não fazem. Atam fardos pesados e difíceis de suportar, e os põem nos ombros dos homens; eles, porém, nem com o dedo querem movê-los. Tudo o que fazem é a fim de serem vistos pelos homens: Alargam os seus filactérios, e encompridam as franjas das suas vestes; amam os primeiros lugares nas ceias, as primeiras cadeiras nas sinagogas, as saudações nas praças e o serem chamados Rabi pelos homens. Vós, porém, não sereis chamados Rabi, pois um só é o vosso Mestre, e vós todos sois irmãos. E a ninguém na terra chameis vosso pai, pois um só é o vosso Pai, aquele que está nos céus. Nem sereis chamados mestres, pois um só é o vosso Mestre, o Cristo. O maior dentre vós será vosso servo. Pois quem a si mesmo se exaltar será humilhado, e quem a si mesmo se humilhar será exaltado. Mas ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Fechais o reino dos céus aos homens. Vós mesmos não entrais, nem deixais entrar aos que estão entrando. Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Devorais as casas das viúvas, sob pretexto de prolongadas orações. Por isso sofrereis mais rigoroso juízo. Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Percorreis o mar e a terra para fazer um prosélito, e depois de o terdes feito, o tornais filho do inferno duas vezes mais do que vós. Ai de vós, condutores cegos! que dizeis: Aquele que jurar pelo templo, isso nada é; mas o que jurar pelo ouro do templo, esse é devedor. Insensatos e cegos! Qual é maior: o ouro, ou o templo, que santifica o ouro? Também dizeis: Aquele que jurar pelo altar, isso nada é; mas aquele que jurar pela oferta que está sobre o altar, esse é devedor. Insensatos e cegos! Qual é maior: a oferta, ou o altar que santifica a oferta? Portanto, o que jurar pelo altar jura por ele e por tudo o que sobre ele está. E o que jurar pelo templo, jura por ele e por aquele que nele habita. E o que jurar pelo céu, jura pelo trono de Deus e por aquele que está assentado no trono. Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Dais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho, mas negligenciais o mais importante da lei, a justiça, a misericórdia e a fé. Devíeis, porém, fazer estas coisas, sem omitir aquelas. Condutores cegos! que coais um mosquito e engolis um camelo. Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Limpais o exterior do copo e do prato, mas o interior está cheio de rapina e de intemperança. Fariseu cego! Limpa primeiro o interior do copo e do prato, para que também o exterior fique limpo. Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas por dentro estão cheios de ossos de mortos, e de toda imundícia. Assim também vós exteriormente pareceis justos aos homens, mas interiormente estais cheios de hipocrisia e de iniqüidade. Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Edificais os sepulcros dos profetas, adornais os monumentos dos justos e dizeis: Se estivéssemos vivos no tempo de nossos pais, não teríamos sido cúmplices seus no derramar o sangue dos profetas. Assim, vós mesmos testificais que sois filhos dos que mataram os profetas. Enchei vós, pois, a medida de vossos pais. Serpentes, raça de víboras! como escapareis da condenação do inferno?”
 
 
Hoje nomearemos a irmã Nong-suk Cha como diaconisa. É o meu desejo e oração que ela sirva ao Senhor fielmente conosco. E eu espero que mais tarde, todos possam ser nomeados como diácono ou diaconisa, e possam servir ao Senhor como ela. Se esperarem no Senhor, todos serão nomeados como servos de Deus no devido tempo, de acordo com a sua fé.
 
 

Por que Jesus não Gostava dos Fariseus?

 
Assim como lemos há pouco, o capítulo 23 de Mateus descreve a ira que os escribas e os fariseus enfrentaram. Ele descreve a vida de fé errada que eles estavam levando, e as maldades que estavam cometendo. Jesus abominava demais a vida que os escribas e fariseus levavam. Apesar de Jesus amar a todos quando estava nesta terra, Ele realmente detestava o tipo de vida deles. Por que Jesus não gostava deles? Não era por causa deles em si, mas porque eles impediam que os outros cressem em Deus. A passagem bíblica de hoje mostra claramente porque Jesus abominava tanto os fariseus.
O motivo dessa ira está no versículo 2. Os escribas e fariseus estavam assentados na cadeira de Moisés e mandavam os israelitas fazerem o que eles quisessem, mas eles mesmos não faziam nada do que diziam. Então Jesus disse: “Não façam o que eles fazem mas façam o que eles dizem” Os escribas e fariseus eram típicos hipócritas, atormentando os israelitas com seu fardo pesado. A maneira como essas pessoas enganavam os outros e levavam suas vidas está descrito muito bem nos versículos 5-7: “Tudo o que fazem é a fim de serem vistos pelos homens: Alargam os seus filactérios, e encompridam as franjas das suas vestes; amam os primeiros lugares nas ceias, as primeiras cadeiras nas sinagogas, as saudações nas praças e o serem chamados Rabi pelos homens”.
Filactérios aqui se referem a duas pequenas caixas quadradas de couro contendo tiras de pergaminho inscritas com versos da Palavra de Deus. Uma delas era para ser usada na testa e a outra no braço esquerdo. Os judeus do tempo de Jesus usavam essas caixas todo o tempo para lembrar da presença constante de Deus, e da necessidade de tê-Lo em sua mente. Provavelmente essa tradição vem de Deuteronômio 6:8, que diz: “Também as atarás na tua mão por sinal, e te serão por faixa entre os teus olhos”. A prática foi disseminada pelos legalistas para manter esse mandamento ao pé da letra.
Contudo, com o passar do tempo, os filactérios se tornaram grandes demais para os escribas e fariseus. E tudo o que eles queriam era mostrar sua vida piedosa. As orlas de suas vestes eram para cobrir seus rostos quando eles se deparavam com coisas impuras. Elas também eram grandes de forma a mostrar a todo o povo judeu que eles eram diferentes, e para fazê-los parecer mais santos que os outros. Tudo isso era feito para ostentar sua vida religiosa.
Essas pessoas também se sentavam nos lugares de honra em todas as festas. Os fariseus eram os líderes religiosos daquele tempo, e os escribas eram os políticos. Eles também exerciam a função de líderes religiosos. Assim como há pastores envolvidos em política hoje em dia, os escribas também eram líderes políticos e religiosos. Quando havia uma grande reunião, tanto nas sinagogas quanto fora, essas pessoas adoravam sentar nos melhores lugares, serem saudados nas praças, e serem chamados de “Rabi” ou mestre pelos outros. Eles intencionalmente usavam vestes distintas dos demais e amavam andar no meio da multidão. Eles adoravam ouvir os outros os chamando dizendo: “Nosso estimado Rabi, nós estamos honrados com sua presença”. Eles gostavam de ser chamados de “Rabi”, o que, no nosso jeito de falar, equivale aos títulos de líder da denominação, do sínodo ou de uma igreja.
Todavia, Jesus disse: “Vós, porém, não sereis chamados Rabi, pois um só é o vosso Mestre, e vós todos sois irmãos” (Mateus 23:8). Isso é mesmo verdade. Nosso verdadeiro mestre é somente Jesus, mesmo que digamos na igreja: “Esse e aquele é o líder”. Independentemente de quem foi escolhido por Deus primeiro ou depois, todos nós somos iguais diante do nosso Salvador Jesus Cristo.
Qualquer diferença que exista entre nós, se deve ao fato de Deus ter nos dado diferentes dons e talentos para fazer a Sua obra. Embora Deus levante certas pessoas para liderar a igreja e ensinar a Palavra, o Pastor líder é somente Jesus Cristo, e é debaixo de Sua direção que somos nomeados pastores, evangelistas, diáconos e mestres segundo a tarefa dada a nós. A única coisa que nos diferencia é a obra que Deus nos deu.
O único que é digno de ser chamado Mestre é Jesus Cristo. Então, através da bíblia, nós devemos aprender o que Jesus nosso mestre, está dizendo. O que quer que esteja na bíblia nós devemos aceitar e seguir, deixando de lado todo o nosso pensamento. Independentemente se essa pessoa é um pastor ou leigo na fé, todos devem seguir o que a Palavra diz.
Jesus disse no versículo 9: “E a ninguém na terra chameis vosso pai, pois um só é o vosso Pai, aquele que está nos céus”. Às vezes, certas coisas que são ditas pelo Senhor podem nos deixar perplexos, humanamente falando. Afinal de contas Ele disse aqui: “E a ninguém na terra chameis vosso pai”. Mas mesmo assim, isso está certo. Já que nascemos de pais carnais, eles são nossos pais terrenos. Mas por outro lado, porque nascemos de novo quando cremos na verdadeira Palavra de Deus, Ele, que é o nosso Pai eterno, nos fez nascer espiritualmente. Nossos pais carnais nos deram nossos corpos, mas nosso Pai espiritual é Deus. Por isso nós chamamos Deus de nosso Pai. Podemos exaltar Seu nome e pedir por qualquer coisa, dizendo: “Pai, muito obrigado. Por favor, conceda-me essas coisas”.
Não pode haver dois pais. O que acontece quando existem dois pais? Não fica um pouco estranho? É claro que é seu dever moral chamar seu pai carnal de pai. Porque foi ele que te deu a vida e você deve chamá-lo de pai. Apesar disso, nosso verdadeiro Pai espiritual é o Pai de Jesus Cristo. Nós precisamos entender isso muito bem, e deixando de lado nossos pensamentos, devemos crer na Palavra.
Sob todos os aspectos, a Palavra de Deus está correta. Não há erro algum na bíblia. Diante da Palavra de Deus, ninguém permanece com seus próprios argumentos e nem pode refutá-la com seu conhecimento. Sob o ponto de vista carnal e espiritual, a bíblia não está correta em cada palavra? Eu tenho meus pais. Eu também tenho pais adotivos que me educaram. Mas quem é o Pai verdadeiro da minha alma? É Deus Pai. Isso não quer dizer, é claro, que eu deveria ignorar meus pais carnais. Enquanto eu os honro como eu posso, eu sei muito bem que o meu Pai verdadeiro é Deus. Não é verdade?
Está escrito: “Nem sereis chamados mestres, pois um só é o vosso Mestre, o Cristo” (Mateus 23:10). O verdadeiro líder é Cristo. Cristo aqui é Jesus, e Jesus é o próprio Deus. Esse Deus veio como nosso Salvador e nos libertou do pecado; Ele veio como Profeta e nos ensinou todas as coisas. Ele também veio como o Sumo Sacerdote dos Céus e remiu nossos pecados, se tornando nosso verdadeiro líder. Ele não é outro senão Jesus.
Devemos crer na palavra de Jesus e segui-la. Jesus disse que aquele que se exaltar será humilhado, e aquele que se humilhar será exaltado. Pois somente Deus é grande e nobre, por isso todos devem humilhar a si mesmos. Todos devem humildemente seguir o Senhor que é exaltado.
 
 
Os Religiosos São Maus aos Olhos de Deus
 
Do versículo 13 em diante, nosso Senhor descreve que tipo de pecado os escribas e fariseus estavam cometendo, que tipo de engano eles estavam cometendo e que tipo de hipocrisia eles estavam praticando: “Mas ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Fechais o reino dos céus aos homens. Vós mesmos não entrais, nem deixais entrar aos que estão entrando” (Mateus 23:13). Esse foi o maior pecado pecado que eles cometeram.
Os escribas e fariseus se tornaram religiosos. Fazendo uma analogia com o cristianismo atual, eles são como aqueles que formaram no seminário, receberam uma boa educação, incluindo o doutorado, e agora exercem seu ministério em suas igrejas como conselheiros, por exemplo. São essas pessoas que cerraram as portas dos Céus para os outros não entrarem. Mesmo que eles digam para os outros crerem em Jesus, dizendo a eles como nascer de novo, eles mesmos selaram a resposta. Isso significa que hoje eles escondem da igreja o caminho para os Céus. Eles não somente deixam de entrar, mas impedem os outros de entrarem nos Céus também.
O versículo 15 diz: “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Percorreis o mar e a terra para fazer um prosélito, e depois de o terdes feito, o tornais filho do inferno duas vezes mais do que vós”. Os fariseus e os escribas desobedeciam a Deus completamente. Isso impedia que a igreja cresse na palavra de Jesus Cristo. Eles faziam com que as pessoas fossem duas vezes mais filhos do inferno do que eles.
A teologia cristã desse mundo não é nada mais que o resultado do esforço humano de interpretar a Palavra de Deus sob a ideologia humana. A teologia trata de interpretar a bíblia através da ciência secular e da letra. Há teólogos da Crítica Maior que seguem a escola teológica chamada Nova Teologia. O termo “Crítica Maior” foi usado pela primeira vez no século 19 pelo estudioso bíblico alemão Eichhorn. Sobre a bíblia, os defensores da Crítica Maior dizem: “Cada palavra da bíblia é a Palavra de Deus? Não, ela contém a palavra do diabo, a palavra do homem e a Palavra de Deus também”. Isto é “o estudo dos recursos e dos métodos literários empregado pelos autores bíblicos”. Por exemplo, eles discutem sobre o tempo de vida de Moisés para verificar se o Pentateuco foi realmente escrito por ele ou não.
Como eles não conseguem encontrar nenhum erro na bíblia, eles acabam fazendo de tudo para achar alguma falha nela. Eles dizem que o que o próprio Jesus disse é a Palavra de Deus. Contudo, eles dizem que o que os discípulos disseram são simplesmente palavras humanas, e o que Satanás disse são só palavras dele mesmo. O que eles discutem é que nem toda palavra da bíblia é a Palavra de Deus. Eles estudam e ensinam teologia segundo seus próprios pensamentos. Eles estão sempre procurando alguma contradição na bíblia para ensiná-la depois. É como se eles estivessem determinados a fazar com que as pessoas não creiam mais em Jesus.
Todavia, não há contradição alguma na bíblia. A bíblia parece estar cheia de contradições quando alguém que não nasceu de novo a interpreta. O pensamento humano e a Palavra de Deus são incompatíveis. Para alguém que tenta ler a bíblia sob o ponto de vista ético deste mundo, tanto o Antigo como o Novo Testamento não terão nenhum sentido, como mostramos no exemplo: “E a ninguém na terra chameis vosso pai, pois um só é o vosso Pai, aquele que está nos céus”.
Se você estiver procurando falhas na bíblia, acabará encontrando muitas coisas que não fazem sentido algum. Por exemplo, Jesus disse na passagem bíblica de hoje para não chamar seu pai de “pai”, nem seu mestre de “mestre”. Isso não é contraditório com a ordem social das coisas? Por isso é que os críticos que lêem a bíblia, dizem que ela não tem sentido algum. Após reunirem as pessoas, pregarem Jesus para elas, convertê-las ao cristianismo e convencê-las a irem para a igreja, esses líderes cristãos dizem: “A bíblia não é a Palavra de Deus”. Fazendo isso, eles fazem com que os outros não creiam nela, e os tornam duas vezes mais filhos do inferno, mesmo depois de crerem em Jesus. Por isso é que primeiro as pessoas vêm para a igreja crendo em Jesus, e depois acabam se tornando incrédulas. Uma vez que deixam de crer, elas nunca mais crerão em Deus novamente.
Em países como a Alemanha, o governo paga o salário dos pastores e as pessoas pagam uma taxa religiosa. Assim como nós somos obrigados a pagar várias taxas, na Alemanha, a vida religiosa é taxada. Como os cidadãos pagam outras taxas, eles têm que pagar a taxa religiosa também, e o governo usa esse dinheiro para pagar os pastores. Em troca do seu salário, os pastores ensinam a bíblia nas igrejas. O que eles fazem por dinheiro é somente um rito formal, como ensinar a bíblia, realizar um casamento e fazer um funeral. E eles escrevem o nome dos seus clientes no livro ministerial após realizar as cerimônias.
Como funcionários públicos trabalham num cartório com livros oficiais, eles também anotam tudo sobre seus membros, desde a data de nascimento, do batismo até da morte. Os pastores na Alemanha trabalham como servidores públicos. Eles não podem fazer nada. Desde Dietrich Bonhoeffer, o famoso teólogo que resistiu ao regime de Hitler, a Alemanha nunca mais teve um outro teólogo renomado. Por muitas razões, o cristianismo dali acabou. Os pastores daquele país têm que obedecer às ordens do governo.
Assim como Jesus disse que os fariseus estavam fazendo os outros duas vezes mais filhos do inferno do que eles mesmos, os pastores de hoje que estudaram a chamada Nova Teologia, ensinam tanto engano que negam a infalibilidade da Palavra de Deus. Como causa disso, não somente eles não crêem na bíblia, mas fazem com que outros não creiam também e sejam levados ao inferno. Isso é o que esses escribas e fariseus faziam.
 
 

Toda a Religião Possui a Verdade?

 
Os pluralistas religiosos das igrejas dizem: “Toda religião leva a Deus” Eles argumentam: “Toda religião oferece a salvação. Você não é salvo somente por crer em Jesus. Não importa em que religião você crê; se você tiver mesmo fé, você poderá alcançar a salvação através que qualquer religião”. Há um ditado na Coréia que diz: “Só o ignorante é valente”, o que parece se adequar a essas pessoas. Essa declaração foi feita por um deão do seminário metodista da Coréia. Embora ele fosse tido pelo mundo como sendo um “teólogo de mente aberta”, ele foi seriamente denunciado por seus colegas por sua visão controvertida. Eles o condenaram e exigiram sua renúncia.
Durante um tempo, os pastores dessa Igreja Metodista ficaram muito envergonhados por terem estudado com esse teólogo. Em sua hipocrisia, eles ensinaram à igreja a crer segundo a palavra de Jesus, fingindo nunca terem aprendido os ensinamentos daquele teólogo. Contudo, um jovem pastor defendeu o teólogo num jornal religioso, repetindo o que havia aprendido, e dizendo que a pessoa em questão era um grande teólogo, e que a salvação podia ser encontrada em qualquer religião. Mas ele foi duramente criticado.
Há alguém aqui que veio da Igreja Metodista? Há algumas décadas atrás na Coréia, os presbiterianos costumavam desprezar os metodistas. Mas na provínvia de Gang-won, a Igreja Metodista é muito influente. A Igreja Metodista dali se orgulha de ter construído um templo enorme e se orgulha muito dele. Isso mostra somente o seu exterior, pois seu interior é vazio.
Enquanto aparentemente a Igreja Metodista parece ser muito influente na província de Gang-won, nas províncias ao sul da Coréia, ela não tem influência alguma. A Igreja Presbiteriana tem alguma influência ali, mas a Igreja Metodista é menosprezada, considerada como uma religião banal que mal lembra o cristianismo. Essas diferenças denominacionais já acabaram.
Você nasceu de novo? Se nasceu, não importa se é metodista ou presbiteriano, você deve deixar de lado o rótulo denominacional. Já que foi salvo por crer em Jesus, você é um verdadeiro santo, independente das diferenças denominacionais.
O quão francamente Jesus falou? Os “condutores cegos” mencionados no versículo 16 se referem aos líderes religiosos do mundo. Quando um de seus membros se compromete a fazer uma oferta, eles dizem que ele tem que manter a promessa. Mas quando essa pessoa quer fazer uma contribuição a uma determinada instituição de caridade, eles ensinam que não temos obrigação de cumprir esse voto, se for algo custoso demais. Eles dizem que o que quer que for prometido a ser ofertado para a igreja, tem que ser mantido. Mas tudo o mais que for prometido, pode ser ignorado. Considerando isso, o que eles pensam que é maior para Jesus; o templo é que santifica o ouro ou o próprio ouro é santo? Essas pessoas consideram o ouro maior do que o templo. Por isso Jesus os chamou de cegos. Para aqueles que não conhecem a bíblia pois estão muito ocupados para ver o que está diante de seus olhos, o que os aguarda é a ira de Deus.
O versículo 23 diz: “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Dais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho, mas negligenciais o mais importante da lei, a justiça, a misericórdia e a fé”. Os escribas e fariseus negligenciaram a fé, o amor e a justiça. Eles davam o dízimo de cada hortelã, do endro e do cominho. Tanto os nascidos de novo quanto os que não nasceram de novo levam uma vida igual. Então, qual a diferança entre alguém que nasceu de novo de alguém que não nasceu de novo? Os nascidos de novo crêem na Palavra de Deus, amam as pessoas e seguem a justiça de Deus. Os que não nasceram de novo consideram suas ações legalistas mais importantes do que o evangelho através do qual Deus nos salvou. Eles amam mais a lei do que a Deus.
Jesus curou um homem no sábado que estava sofrendo com uma doença por 38 anos. Vendo isto, os escribas e fariseus O denunciaram e O chamaram de pecador, dizendo: “Por que Você curou esse homem no sábado? Você quebrou a lei. Você é um pecador!” Se um animal está preso numa armadilha, é certo salvá-lo mesmo no sábado? Essas pessoas consideravam a lei mais importante que tudo. Elas disseram que Deus falou para elas nunca trabalharem no sábado. Já que é contra a lei salvar o animal, elas iriam simplesmente abandoná-lo à própria sorte, dizendo: “Deus nos disse para não fazermos nada no sábado não importa o que aconteça. Então não iremos quebrar a lei”.
Os legalistas só enfatizavam os “sim” e os “não” da lei. Os escribas e fariseus só explicavam a lei. Até hoje isso é muito comum. Agora mesmo, muitos cristãos não estão dando ouvidos às vozes dos servos de Deus que clamam: “Jesus nos salvou do pecado. Ele fez tudo exatamente como está na bíblia”. Ao invés disso, eles dão ênfase somente as doutrinas de suas próprias denominações, e eles consideram essas doutrinas mais importantes que a Palavra de Deus. Eles pensam que são os defensores da lei.
Eles discutem tanto sobre seus méritos e atos legalistas que acabam negligenciando a justiça, a misericórdia e a fé, que são os verdadeiros preceitos da lei. Em outras palavras, eles abandonaram o evangelho que é alcançado por crer na justiça de Deus, o caminho da salvação. Eles não negligenciaram somente o evangelho de Jesus Cristo que permite que todos recebam a salvação pela fé, mas quando encontram um nascido de novo que crê na Palavra, eles o acusam de heresia. Eles falam como se já nos conhecessem e ainda acrescentam mentiras.
Se alguém crê de forma diferente da deles, eles não demoram a proferir insultos pessoais a essa pessoa. Eles espalham calúnias dizendo que nossas reuniões são armadilhas mortais, e nos acusam de sermos “a seita da salvação”, que é uma das denominações evangélicas da Coréia. Mas a seita da salvação nem prega esse evangelho da Verdade. Seus adeptos são evangélicos e se parecem conosco, mas sua fé é totalmente diferente da nossa.
Ainda hoje há escribas e fariseus. Todos os cristãos que não nasceram de novo são a versão moderna dos escribas e fariseus. Os líderes cristãos que não nasceram de novo são escribas e fariseus. Dá nojo só de ouvi-los. Quando eles louvam, eles não louvam de coração, mas eles enfeitam seu louvor de uma maneira tão superficial que é desagradável ouvi-los.
Seus coristas cantam alto, fazendo parecer que foram salvos, mas só exteriormente. Quando o maestro ergue seus braços bruscamente, os coristam pegam seus hinários e cantam até perder a voz. Quando um louvor é cantado assim, não fica parecendo que a igreja é fervorosa? Realmente embrulha meu estômago ao ver o que os escribas e fariseus fazem. Somente sua voz é bela, somente em seu exterior é que são santos justos e crentes fiéis. Seu pecado permanece em seu coração, e somente sua voz é encantadora. É difícil tolerar sua voz abominável.
Eu tenho pregado em tantos encontros de avivamento que parece que minha voz está bem afinada. Mas minha voz não é nada se comparada às vozes dos mentirosos. Sua voz parece santa e suas pregações fluentes. Contudo, eu realmente odeio a melodia santa em sua voz, enquanto seu coração está cheio de pecado. Aqueles que dizem crer em Jesus só com seus lábios, O louvam só com a voz santa, pois seu coração permanece com pecado.
Mesmo que haja pecado em seu coração, seus rituais de adoração são grandiosos e santos. Eles não têm o evangelho de Jesus. Eles falam eloqüentemente, mas quando pregam a Palavra, eles o fazem com a lógica, de uma maneira sistemática e errônea. Eles não pregam realmente a Palavra de Deus. A versão moderna dos escribas e fariseus, os líderes cristãos que pregam a Palavra, os avivalistas e os bispos, são legalistas hipócritas. Nossa época está cheia de legalistas. São essas pessoas que Jesus amaldiçoou.
Na passagem bíblica de hoje, foi o próprio Jesus que falou, não os discípulos. Porque Jesus conhece o coração humano, Ele repreendeu e condenou os legalistas que, mesmo fielmente oferecendo o dízimo de sua renda, consideravam a lei mais importante que o evangelho e a Palavra do Novo e Antigo Testamentos.
 
 
Você não Está Coando um Mosquito e Engolindo um Camelo?
 
No versículo 24 está escrito: “Condutores cegos! que coais um mosquito e engolis um camelo”. Os condutores cegos aqui se referem aos escribas e fariseus. A grande providência de Deus é a nossa salvação. A salvação que vem da água e do Espírito é a Verdade que noz faz filhos de Deus. Contudo, os cristãos legalistas ignoram esse evangelho da remissão de pecados, a grande Verdade que noz faz nascer de novo e nos torna filhos de Deus. Eles enfatizam o “Vamos viver honesta e justamente”.
Na Coréia há uma igreja que se chama “Igreja da Piedade Filial”. Dizem que o pastor dessa igreja colocou esse nome, porque ele ganhou um prêmio por sua devoção de filho, mesmo após crer em Jesus. Quando se tornou um pastor, ele queria ensinar sua igreja a honrar seus pais. Aparentemente, ninguém que vai nessa igreja se tornou um filho melhor, mesmo que fosse um filho terrível. Aquele que vai nessa igreja pode aprender como honrar devidamente os seus pais. É claro que a devoção filial é boa. Mas é certo coar um mosquito e engolir um camelo? Não, não está certo se prender a detalhes ínfimos, enquanto deixa de lado a grande providência de Deus propriamente dita, que é o que realmente importa.
Os falsos profetas estão prontos para usurpar as ofertas da igreja. Muitos pastores dizem: “Vamos construir um novo templo”, e então fogem com a oferta sofrida dada pela igreja. Muitos dos fiéis tomam cuidado quando uma igreja está construção porque eles têm medo que o pastor possa roubar o dinheiro da obra. Um certo pastor que eu conheço, após enganar sua igreja, preparou tudo e fugiu com sua família para os Estados Unidos. Os membros de sua igreja foram pegos de surpresa, pois foram todos enganados.
O que acontece quando esses pastores fogem para outro país? Se não houvesse tratado de extradição entre a Coréia e os Estados Unidos, eles não poderiam ser pegos uma vez que estão lá. Mas não é esse o caso. A Coréia assinou um tratado de extradição com os Estados Unidos, mas antes disso, não havia como trazer os criminosos de lá. Há muitos pastores entre esses vigaristas.
E também quando os membros de sua igreja ouvem a Palavra da Verdade e recebem a remissão de pecados, esses líderes religiosos hipócritas os envenenam para matar sua alma recém-nascida. Eles dizem: “Essa igreja é herética”. Na realidade, todos eles estão cegos. Tudo o que eles sabem é o que sua denominação diz. Seus pensamentos e palavras são unilaterais.
Jesus disse no versículo 25: “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Limpais o exterior do copo e do prato, mas o interior está cheio de rapina e de intemperança”. Os escribas e fariseus limpam o exterior do copo e do prato. Mas por dentro, eles estão cheios de ambição e intemperança. Ao invés de seu coração estar cheio de fé na Palavra de Deus, ele está cheio é de pecado. Apesar disso, esses pastores que não nasceram de novo, dizem: “Eu nasci de novo”. E ainda dizem: “Apesar de haver pecado em meu coração, eu sou um homem justo”. Se alguém não tem a Palavra de Deus em seu coração, mas só pecado, então ele é um pecador. Por isso eles só são bonitos por fora. Por essa razão Jesus os repreendeu, dizendo: “Limpais o exterior do copo e do prato, mas o interior está cheio de rapina e de intemperança”.
O versículo 26 diz: “Fariseu cego! Limpa primeiro o interior do copo e do prato, para que também o exterior fique limpo”. Você primeiro deve receber a remissão dos seus pecados. Uma vez que você receba a remissão de pecados através da Palavra de Deus, suas ações também mudarão. Mas em todo lugar, muitos tentam melhorar suas próprias ações, sem receberem a remissão de pecados. Deus não hesita em chamar essas pessoas de sepulcros caiados. Ele disse que apesar de seu exterior parecer limpo, por dentro eles estão cheios de ossos de mortos e de toda a imundícia.
Jesus volta a dizer no versículo 28: “Assim também vós exteriormente pareceis justos aos homens, mas interiormente estais cheios de hipocrisia e de iniqüidade”. Isso foi dito dos escribas e fariseus hipócritas. Quando oram, eles fazem exteriormente orações maravilhosas. Quando comem, o fazem cheios de etiqueta. Quando falam, não o fazem grosseiramente, mas eles querem parecer o mais santo possível. Quando são convidados para uma refeição, eles não agradecem sinceramente ao anfitrião, mas fingem com voz suave: “A comida estava muito boa. Você é um ótimo cozinheiro. Muito obrigado”. Eles falam sempre de maneira agradável, nunca usam uma linguagem vulgar.
Eles não dizem a verdade àqueles que estão destinados a ir para o inferno. Quando ficam muito irritados com alguém, eles sorriem falsamente e falam suavemente, dizendo: “Eu vou orar por você”. O quanto isso é arrogante? Mesmo que eles falem de uma maneira que os faz parecer eloqüentes por fora, mas por dentro eles estão cheios de ossos de mortos e imundícia. Eles estão cheios de hipocrisia e ilegalidade.
Você sabe quantas pessoas estão indo para o inferno, tudo porque deram ouvidos a falsas palavras de pastores fraudulentos? Cheios de hipocrisia e ilegalidade, esses pastores distorcem constantemente a verdade e, sem necessidade enfeitam seu exterior, pregando falsas doutrinas. Isso tem levado a muitos a uma morte espiritual. Que eles são “cheios de ossos de mortos” significa que eles mataram muitas pessoas. Um assassino não é somente alguém que matou outro fisicamente. Todos os pastores que não nasceram de novo matam as almas. Você deve tomar cuidado com esses pastores. Se for enganado por eles, você acabará morrendo espiritualmente sem que reste esperança alguma.
A bíblia diz que essas pessoas adornam os monumentos dos profetas. Particularmente, eles relembram os mártires de suas próprias denominações. Por exemplo, dentre os cristãos renomados da Coréia que foram reconhecidos por seu sacrifício estão o Rev. Gicheol Ju, o Rev. Namsun Ju e o Rev. Yanghun Sohn. Um deles, de forma abnegada, tomou conta dos leprosos, enquanto um outro pastor tomou o assassino de seu próprio filho como seu filho adotivo. Por causa disso, os líderes de muitas denominações na Coréia continuam relembrando esses pastores, e tentam estabelecer sua própria justiça, dizendo: “Nossa igreja é uma igreja fiel. Seguir os passos de nossos predecessores na fé, nos faz fiéis também. Por isso nossa igreja é a verdadeira igreja ortodoxa”.
Embora eles digam que nunca cometeram nenhum ato enganoso, e dizem que nunca o farão, mesmo se forem forçados a isso, nosso Senhor diz a eles: “Malfeitores são seus antepassados. Sua raça de víboras! Como escapareis da condenação do inferno?” O final dos escribas e fariseus é o inferno. Eles acabarão sofrendo a condenação do inferno. Jesus os julgará e dirá: “Vocês têm pecado? Se tiverem, vocês irão para o inferno. Vocês eram hipócritas. Mesmo tendo pecado em seu coração, vocês disseram aos outros para receberem a remissão de pecados”. O final daqueles que praticam a hipocrisia é a condenação no fogo do inferno. Esse é o julgamento que esses hipócritas irão enfrentar.
Quantos escribas e fariseus há mesmo em nossa época atual? Há muitos. Os escribas e fariseus são líderes religiosos extremamente poderosos cujo número é muito grande. Os discípulos de Jesus e os justos não podiam nem desfrutar de suas posições. Quando os discípulos pregavam a Palavra que aprenderam de Jesus, os escribas e fariseus os tratavam como sendo ninguém. Eles diziam: “Vão embora! Vocês não são daqui!” O próprio Jesus era completamente desprezado e tratado como mendigo.
Se Jesus era convidado para uma festa, os fariseus iam até Ele para tentaram intimidá-Lo e persuadirem-No a sair, dizendo: “O que Você está fazendo aqui? Saia daqui agora!” Já que eles eram muito influentes na comunidade religiosa e política daquela época, você pode imaginar como eles deviam ser arrogantes. Não surpreende que eles não conseguiam ver nada além de humildade quando olhavam para Jesus e Seus discípulos.
Como eles acusavam os discípulos de Jesus quando os viam comer, dizendo: “Esses homens são melhores que os cães? Eles estão comendo sem lavar as mãos!” O próprio Jesus era criticado. É impossível descrever o quanto Jesus era humilhado pelos escribas e fariseus. Os Seus discípulos o eram ainda mais. Eles eram tratados com total desprezo, piores que mendigos, menos que seres humanos. Já que esses escribas e fariseus enfatizavam tanto a lei, eles não conseguiam ficar calados quando viam os discípulos de Jesus comendo sem lavar suas mãos. Se você comia bem, não importava se tinha lavado as mãos ou não.
Mas os israelitas tinham um jeito próprio de comer. Eles tinham que lavar suas mãos antes de se sentarem para comer. Havia muitas regras de comportamento, incluindo lavar as mãos e os pés ao entrar na casa de alguém. Mesmo entre as pessoas iletradas e educadas, havia uma segregação social muito grande em Israel. Dependendo se alguém guardava a lei ou não, isso determinava se ele era uma pessoa decente ou vulgar.
Também na Coréia, antigamente, se alguém não soubesse usar corretamente os pauzinhos para comer, ele era considerado uma pessoa de pouca educação. Quando eu era criança, era censurado todo o tempo por não saber usar direito os pauzinhos. Cumprimentar os idosos da vizinhança, também era uma virtude importante que todo jovem de família digna da Coréia deveria fazer. Se eu não cumprimentasse os anciãos do vilarejo educadamente, eu era considerado um mal-educado. Mas quando eu os cumprimentava com educação, eu era tratado como uma criança bem educada. Os coreanos costumam julgar os outros pela sua aparência. Israel e Coréia compartilham de muitos costumes idênticos. Eles não passavam sangue nos umbrais das portas na Páscoa? Na Coréia, quando o solstício de inverno chegava, as pessoas preparavam sopa de feijão vermelho e os espalhavam em volta. Há muitos costumes parecidos entre as duas nações. Os coreanos abatiam vacas quando o Ano Novo chegava. Em Israel, quando o Dia da Expiação chegava, as pessoas matavam bois e ovelhas.
Talvez seja por causa disso que as pessoas digam que os coreanos são descendentes da tribo de Dã. Na bíblia, lemos que a tribo de Dã tomou a região norte da terra de Canaã, mas depois não se fala mais neles. Algumas pessoas dizem que como a tribo de Dã ficou cansada de lutar contra os filisteus, eles se mudaram para o leste e hoje são os coreanos. Eles dizem que foi assim que o Rei Dã, o predecessor dos coreanos, surgiu. Há vinte anos atrás, havia muitas pessoas que concordavam que havia uma grande possibilidade dos coreanos serem descendentes da tribo de Dã.
Nós lemos na passagem bíblica de hoje que Jesus repreendeu os escribas e fariseus sem nenhuma hesitação. Se hoje Jesus estivesse na terra, nós poderíamos dizer que todos os religiosos desse mundo são os escribas e fariseus. Embora os cegos espirituais não possam discernir entre uma pessoa justa e um pecador, os que verdadeiramente nasceram de novo sabem isso quando escutam alguém dando testemunho da sua salvação. Em outras palavras, a não ser que você seja um cego espiritual, você poderá dizer se alguém nasceu de novo ou não.
Por outro lado, os religiosos cegos deste mundo, que são iguais aos fariseus do tempo de Jesus, não sabem se alguém nasceu de novo ou não. Eles também dizem que são pessoas justas, quando eles mesmos não nasceram de novo. Qualquer que tenha pecado em seu coração não é uma pessoa justa. Eles dizem essas coisas porque são cegos, e dizem que só podem sentir aquilo que podem tocar.
O cristianismo atual está cheio de escribas e fariseus. Assim como o mundo estava cheio deles no tempo de Jesus, também está cheio deles hoje em dia. Somente os doze discípulos e um pequeno número de seguidores de Jesus é que concordavam com Ele. Os escribas, os fariseus, os líderes políticos daquele tempo e todo o povo judeu estavam contra Jesus.
Por isso Jesus sofreu tanto nesta terra. Ele estava tão decepcionado com os escribas e fariseus, que levou todo o capítulo 23 repreendendo-os. Tais críticas poderiam ser dirigidas aos fariseus atuais da mesma forma sincera que era feita antes. Os escribas e fariseus de hoje também querem sentar-se nos primeiros lugares, serem cumprimentados nas praças, gostam de ser chamados mestres e também alargam suas mangas. Em suas igrejas, eles agem como mestres. Os santos vêm por último.
Na Coréia, se alguém crê em Jesus, essa pessoa é chamada de santa e de maneira alguma é chamada de mestre. Na verdade, o posto de mestre é mais importante que o de diácono. Os professores da escola dominical têm cargos altos. O trabalho desses professores é instruir as pessoas, assim como o meu. Mas a função de um diácono é servir a igreja como servo. Na Coréia, o diaconato é considerado um cargo honroso. Mas na realidade, quando alguém é nomeado diácono, isso significa que ele se tornou um obreiro e servo de Deus. Você deve entender bem isso e servir ao evangelho e a igreja fielmente naquilo que foi chamado.
Na Coréia, alguns cristãos se orgulham tanto de ser diáconos que agem como se estivessem numa posição de poder, dizendo: “Eu sou um diácono, mas você é o quê?” Isso quer dizer que: “Eu fui nomeado para viver como um servo pelo resto da minha vida. Eu fui escolhido para ser um servo do Senhor”. Sem perceberem eles dizem: “Eu sou um diácono ordenado, mas você é somente um diácono temporário”.
Hoje em dia há até diáconos suspensos. As igrejas do mundo nomeiam diáconos uma vez por ano. Mas como o conselho tem o direito de nomeá-lo, também tem o direito de suspendê-lo de sua função. Então se os pastores e presbíteros do conselho decidirem tirar alguém do diaconato por qualquer razão, então essa pessoa não será mais um diácono. Ele fica então como leigo. Contudo, no boletim da igreja ele é classificado como um diácono suspenso. Há vários tipos de ministério numa igreja. Há desde diáconos suspensos, presbíteros na ativa, presbíteros suspensos, pastores aposentados, pastores suspensos, pastores colaboradores a diretores do conselho. Há muitas secretarias na igreja.
Queridos irmãos, os religiosos do mundo são os escribas e fariseus. Esses escribas e fariseus do mundo atual não poderão evitar a condenação do inferno. Eles serão lançados nele. Todos os que os seguem também serão lançados no inferno. Eu não posso dizer outra coisa deles. Tudo o que eu falei sobre a passagem bíblica de hoje foi só a ponta do iceberg. Para nos aprofundarmos nesse assunto, eu levaria o dia inteiro e mesmo assim esse tempo seria pouco. Se você segue os escribas e fariseus, inevitavelmente você acabará no inferno.
Antes de eu nascer de novo, eu levava uma vida de fé diligente por dez anos. Mas as pessoas que me ensinaram eram todas escribas e fariseus, que não sabiam nada sobre nascer de novo. Eles só me ensinaram a guardar a lei. Eles eram tão presunçosos e costumavam se gabar o tempo todo. Os predecessores de nossa fé eram o Rev, Gicheol Ju e o Rev. Sangdon Han. Nossa denominação é a mais fiel do mundo todo. Nós éramos descendentes dos mártires. E mesmo sendo em pequeno número, nossa denominação é extraordinária. Nos somos a denominação Ko-sin da Igreja Presbiteriana da Coréia.
Se você não consegue reconhecer os escribas e fariseus dos dias atuais à sua volta, iguais aos da passagem bíblica de hoje, então você está cego. Você provavelmente se tornou em um escriba ou um fariseu. Jesus o julgará, dizendo: “Você é um fariseu, e não poderá escapar da condenação do inferno”. Se você não consegue discernir o que está bem na frente dos seus olhos, o que você é, além de uma pessoa cega? Essa flor púrpura é uma íris e a flor rosa aqui é uma azaléia. Essas duas flores são totalmente diferentes. A íris é púrpura, mas a azaléia é rosa.
Se você não vê a diferença, é porque você é daltônico. Se não consegue distinguir aqueles que nasceram de novo dos que não nasceram de novo, significa que você também é um escriba e um fariseu. Não há dúvida que você pertence a esse grupo de pessoas. Você acabará seguindo-os porque não tem discernimento de nada, mesmo quando ouve a Palavra dos servos de Deus. E não pode evitar de seguir suas palavras enganosas.
Mesmo se não conhece a Palavra, você ainda pode reconhecer alguém só de olhar o seu exterior e seus atos. Mas porque você não tem discernimento espiritual nenhum, você acabará se tornando um fariseu, dizendo para si mesmo: “Não, eu devia estar enganado”. O que acontecerá quando você se juntar a essas pessoas? Você acabará como elas e pregará como elas.
Essas situações são muito comuns nas comunidades cristãs atuais. É importante que você perceba o quanto Jesus detestava os escribas e fariseus. É absolutamente necessário você compreender que quando Jesus disse aos discípulos para se acautelarem dos escribas e fariseus, Ele também estava falando para todos nós hoje em dia. Apesar disso, se alguém ainda quer se juntar com as versões modernas dos escribas e fariseus, mesmo após ter recebido a remissão de pecados, então juntem-se a eles.
Os que consideram os escribas e fariseus como colegas, mesmo após receber a remissão de pecados, se juntarão a eles e levarão a mesma vida de fé que a deles. Esses devem ir até eles e aprender com eles, dar seu dinheiro a eles, e aprender a ser hipócrita e como simular vozes santas. Mas quando esses hipócritas forem lançados no inferno, eles também serão junto com eles. O que Jesus disse àqueles que ficaram com os fariseus após nascerem de novo? Ele disse a eles: “Eu irei mostrá-los a sua parte com os hipócritas”. Em outras palavras, os que seguirem os mestres espiritualmente cegos, Jesus irá tratá-los da mesma forma que aos demais.
Por isso é que eu não me associo com essas pessoas. Mesmo eu não sendo perfeito, com relação à minha fé, eu sou um homem perfeitamente justo. Eu sou um servo de Deus. Mesmo que eu possa coar um mosquito, eu não engulo um camelo. Isso significa que eu não fico enrolando quando há algum assunto importante a ser tratado. Como qualquer outra pessoa, eu também tenho boas e más qualidades. Mas independente disso, eu sou um homem justo porque creio em Jesus. Então eu nunca me juntarei com esses hipócritas.
Quando alguém diz que eu me pareço com esse pastor, eu fico realmente ofendido. Eu considero um insulto quando sou comparado a outro pastor que não nasceu de novo, não importa o quanto ele seja bonito. Sinto como se dentro de mim eu gritasse: “Pare, por favor! Não me trate como o outro pastor. Não que eu me considere melhor que ninguém, mas por favor, nunca me compare com essa pessoa”. Alguns dizem que meus ensinamentos relembram os da Seita da Salvação. Deixe-me esclarecer que eu não tenho absolutamente nada a ver com a Seita da Salvação.
Mesmo que eu fale parecido com eles. Você sabe como os cristãos da Seita da Salvação falam suavemente? Um homem como eu não dura um dia lá, porque eu sou muito rude e falo muito francamente. Eu teria que ter o caráter de Maquiavel para sobreviver às suas reuniões, e isso é algo que eu destesto. Por que eu precisaria ser aprovado por alguém quando o que eu realmente preciso fazer é conhecer a Deus, crer nEle e segui-Lo?
Eu estou muito feliz em pregar a Palavra para os nossos amados santos reunidos aqui hoje. Você se tornou uma pessoa justa. Contudo, se você tentar viver sob os ensinamentos dos escribas e fariseus, você então se tornará como eles e perecerá com eles. Quando Jesus voltar a esta terra, Ele perguntará: “Quem são os seus amigos?” Se você disser: “Os meus amigos são os escribas e fariseus”, então Jesus o lançará no inferno, dizendo: “Então você se juntará aos seus amigos”. Jesus abomina o fato de você andar de mãos dadas com os escribas e fariseus, e ainda continuar sendo amigo deles após já ter nascido de novo. Devido a isso, como você irá levar uma vida de fé com essas pessoas que Jesus detesta tanto?
Eu não sou convidado por muitas dessas pessoas, especialmente após ter nascido de novo. Mesmo dentre esses que não nasceram de novo, são poucos os que ainda gostam de mim. Às vezes eles me convidam para ir em sua casa passar a noite, jantar e conversar. Provavelmente eles fazem isso porque acham que podem tirar algum beneficio em sentar-se para me ouvir.
Quando aceito o convite e me sento com eles, é muito difícil falar da Verdade face a face. Se eu fizer isso, a outra pessoa não aceitará a Palavra de Deus e seu orgulho ficará ferido, por isso eu me desligo do início ao fim. Então é quase impossível falar para ele sobre o quanto sua crença está errada. Ao invés disso, eu só o convido para um dos encontros de avivamento da igreja, dizendo: “Nós teremos um encontro de avivamento em breve. Você gostaria de ir? Eu gostaria muito de vê-lo lá”.
Quando ele vai ao encontro de avivamento, eu não hesito em mostrar todas as crenças erradas em minha pregação. Isso é para o bem da pessoa. Eu explico em detalhes sobre o que é o evangelho; o que é a salvação, no que se deve crer para se tornar uma pessoa justa, e como nós devemos viver após nos tornarmos justos. Eu uso esses encontros de avivamento para ser direto com essa pessoa, porque quando eu prego a Palavra de Deus do púlpito, ele não vai considerar isso um ataque pessoal, e poderá aceitar tudo como uma lição generalizada.
Quando eu fico atrás desse púlpito, eu sou uma figura pública, então eu não prego opiniões pessoais. Não há nada pessoal em trazer ensinamentos ao púlpito da Igreja de Deus, independentemente de quem esteja aqui. Aquele que está aqui, está diante da Palavra de Deus, e deve pregar o que Deus realmente quer falar. É por isso que eu falo tudo nos mínimos detalhes. Às vezes, os rostos das pessoas mudam de cor. Depois ficam azul e vermelho e abaixam sua cabeça, mas quando a pregação está quase no fim, seus rostos se iluminam de alegria.
Eles admitem para mim: “Primeiro, eu fiquei muito incomodado e embaraçado em ouvir sua pregação, mas agora eu compreendo que você não estava me repreendendo. Você pregou a Palavra para me ensinar o que é certo”. Uma vez que eles entendem que minha admoestação veio do meu amor por eles, eles recebem a remissão de pecados, e a partir daí passam a ter comunhão conosco. Mesmo sendo uma pessoa justa, não importa o quanto você esteja fraco, e o quanto seus pensamentos o deixaram fraco, você realmente pode se submeter aos hipócritas, como os escribas e fariseus e levar uma vida de fé como a deles? Como você pode ir lá ouvir às suas pregações? Isso não te deixa doente?
Quer louvando ou orando, eu realmente gosto de ouvir vocês cantando. Será que isso é porque nós somos da mesma igreja? É claro que não. É porque o seu louvor vem direto do coração, enquanto os outros louvam com vozes artificiais, fazendo parecer algo que não são. É por isso que o seu louvor soa diferente do deles. Fé, meus caros irmãos, é algo que emana do seu coração, não é algo que você pode criar com sua própria vontade.
Agora que você recebeu a remissão de pecados, não se submeta aos escribas e fariseus. Eles irão levá-lo direto para o inferno. Não há nenhum outro lugar melhor para ir do que nas suas reuniões? Lembre de como você não podia nascer de novo quando estava com eles, e de como você quase foi para o inferno? Sabendo disso, como você continua ainda tendo relação com essas pessoas que queriam te levar para o inferno?
Jesus disse na passagem bíblica de hoje para não chamar ninguém nesse mundo de pai. Considerando que o Senhor disse para não chamar quem te gerou de pai, como você pode chamar alguém que o estava levando para o inferno de seu líder ou pastor? Isso é inconcebível! Me parece que você ainda está muito ligado a eles. Ao contrário de você eu estou bem desligado deles, e tenho o bom senso de nunca aprovar seus atos.
Deixe-me te contar uma pequena história. Após nascer de novo, eu estava andando de ônibus da cidade de Jinhae a Busan. Eu vi um homem sentado no ônibus, que foi meu professor no passado. Para ser mais específico, ele era o pastor que tentava me levar para o inferno. No primeiro momento, eu fiquei feliz em vê-lo, e eu o cumprimentei cordialmente e disse: “Reverendo! Como estou surpreso em vê-lo aqui! É bom vê-lo de novo”.
Contudo, após apertarmos as mãos, eu me lembrei de tudo o que ele me fez. Eu pensei: “Eu quase fui para o inferno por causa desse homem enganoso!” Depois que me lembrei disso, todos os meus sentimentos bons por ele desapareceram. Mesmo que esse pastor tenha sido um bom homem, por causa de seus ensinos enganosos, eu quase fui para o inferno. Por isso eu me afastei dele. Independente de como ele parecia bom por fora, eu não podia mais ser cordial porque eu quase fui para o inferno por causa dele. Mas já que a viagem até Busan levaria algum tempo, eu tentei conversar um pouco com ele.
“Você tem viajado?”
“Sim, eu estou justamente voltando de um encontro de avivamento que dirigi”.
“Onde era o encontro?”
“No lugar tal em Daegu”.
“Oh, eu conheço aquele lugar muito bem. É um grande lugar de oração. Então você dirigiu um encontro de avivameento ali? Quantas pessoas havia lá?”
“Havia aproximadamente 3.000 pessoas”.
“Verdade? Deve ter sido muito bom, Reverendo”.
“Sim, foi maravilhoso. Eu convidei os doentes para virem à frente e impus as mãos sobre eles, e alguns deles foram curados. Demônios foram expulsos. Deus fez grandes coisas naquele dia”.
Eu não pude evitar de ficar mais enojado ainda em ouvir aquilo. O que importa para a salvação de alguém se a pessoa é curada e os demônios expulsos? Que bem faz expulsar demônio de alguém que ainda não recebeu a remissão de pecados? Eles simplesmente voltarão para ele de novo.
Eu perguntei-lhe novamente: “Reverendo, você pregou sobre nascer de novo?”
“Claro que sim. Eu preguei que alguém nasce de novo através do sangue de Jesus”.
Eu então fiquei mais revoltado ainda. Eu perguntei isso só para testá-lo, mas como eu esperava, suas respostas foram o sinal. Curar alguém e expulsar demônios por imposição de mãos não era o Jesus queria. O que o Senhor realmente queria é que as pessoas nascessem de novo da água e do Espírito. As pessoas confiam em Jesus somente quando ficam doentes, e crêem nEle somente quando estão sofrendo, ou possessas de demônios. Por isso Deus permite que essas coisas aconteçam; para que elas ouçam a Palavra de Deus e nasçam de novo da água e do Espírito.
Mas já que esse pastor não conhecia a vontade de Deus, ele continuava sendo hipócrita. Eu não consegui mais ficar sentado ao seu lado, então disse a ele: “Eu não estou me sentindo bem. Eu gostaria de dormir um pouco já que não dormi muito na noite passada. Me desculpe por deixá-lo sozinho, Reverendo, mas se você não se importa, eu gostaria de voltar para o meu lugar e dormir um pouco. Só você ocupa esses dois assentos. Vou tentar dormir um pouco ali atrás”. Após me despedir, voltei para meu assento e fiquei lá.
Primeiro eu pensei em ensinar-lhe uma lição sobre nascer de novo. Eu estava quase dizendo: “Reverendo, você não é nem mesmo um pastor!” Mas logo mudei de idéia. Já que ele tinha sido um conselheiro de uma grande denominação e ter me ensinado tudo o que sei, eu pensei que ele não iria aceitar a Palavra verdadeira mesmo se eu a ensinasse. Ao invés disso, eu resolvi não tem qualquer relacionamento espiritual com ele. Eu não o desprezei por causa da sua ignorância.
Queridos irmãos, nós podemos reconhecer os bons pastores dos falsos mestres? Os seus antigos mestres podiam levá-lo a nascer de novo? Alguém só pode nascer de novo quando encontra os que crêem na Palavra de Deus, que a pregam exatamente como ela é. Aquele que não crê nessa Palavra não pode pregá-la, nem pode ajudar ninguém a nascer de novo.
Nós devemos conhecer a Verdade sobre nascer de novo da água e do Espírito. Nós devemos crer nela, e viver nossa vida segundo sua orientação. Se algum pastor não consegue discernir essa Verdade, então ele é uma fraude. Se você não consegue reconhecer os falsos profetas dos servos de Deus, então esse é o seu fracasso. Assim como Jesus odiava os escribas e fariseus daquele tempo, então nós também odiamos os escribas e fariseus de hoje.