Mahubiri

Assunto 10: O Apocalipse (Comentários sobre o Apocalipse)

[Capítulo 2-8] Carta à Igreja de Tiatira (Apocalipse 2:18-29)

Carta à Igreja de Tiatira
( Apocalipse 2:18-29 )
“Ao anjo da igreja em Tiatira escreve: Estas coisas diz o Filho de Deus, que tem os olhos como chama de fogo e os pés semelhantes ao bronze polido: Conheço as tuas obras, o teu amor, a tua fé, o teu serviço, a tua perseverança e as tuas últimas obras, mais numerosas do que as primeiras. Tenho, porém, contra ti o tolerares que essa mulher, Jezabel, que a si mesma se declara profetisa, não somente ensine, mas ainda seduza os meus servos a praticarem a prostituição e a comerem coisas sacrificadas aos ídolos. Dei-lhe tempo para que se arrependesse; ela, todavia, não quer arrepender-se da sua prostituição.
Eis que a prostro de cama, bem como em grande tribulação os que com ela adulteram, caso não se arrependam das obras que ela incita. Matarei os seus filhos, e todas as igrejas conhecerão que eu sou aquele que sonda mentes e corações, e vos darei a cada um segundo as vossas obras. Digo, todavia, a vós outros, os demais de Tiatira, a tantos quantos não têm essa doutrina e que não conheceram, como eles dizem, as coisas profundas de Satanás: Outra carga não jogarei sobre vós; tão somente conservai o que tendes, até que eu venha. Ao vencedor, que guardar até ao fim as minhas obras, eu lhe darei autoridade sobre as nações, e com cetro de ferro as regerá e as reduzirá a pedaços como se fossem objetos de barro;
assim como também eu recebi de meu Pai, dar-lhe-ei ainda a estrela da manhã. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas”.
 

Exegese

Versículo 18: “Ao anjo da igreja em Tiatira escreve: Estas coisas diz o Filho de Deus, que tem os olhos como chama de fogo e os pés semelhantes ao bronze polido:”. 
O erro da Igreja de Tiatira foi permitir os ensinamentos de Jezabel dentro da Igreja. Jezabel, esposa do Rei Acabe, trouxe idolatria para Israel e seduziu o seu povo para cometer imoralidade sexual e comer as ofertas sacrificadas a ídolos. Pela descrição de Jesus como tendo “olhos como chama de fogo”, Deus está advertindo que Ele irá reprovar e julgar aqueles que têm a fé errada em Suas Igrejas.

Versículo 19: “Conheço as tuas obras, o teu amor, a tua fé, o teu serviço, a tua perseverança e as tuas últimas obras, mais numerosas do que as primeiras”.
Ao mesmo tempo, Deus disse ao Seu servo da Igreja de Tiatira e aos seus santos que suas obras eram melhores que antes.

Versículo 20: “Tenho, porém, contra ti o tolerares que essa mulher, Jezabel, que a si mesma se declara profetisa, não somente ensine, mas ainda seduza os meus servos a praticarem a prostituição e a comerem coisas sacrificadas aos ídolos”. 
O problema da Igreja de Tiatira era que aceitava os ensinamentos de uma falsa profetisa. Aceitando uma charlatã, falsas profetisas como Jezabel, dentro da Igreja e seguindo os seus ensinamentos, os corações dos santos acabaram buscando a luxúria da sua carne. Como resultado, a temível ira de Deus estava para ser derramada sobre eles. 
A verdadeira Igreja de Deus não chama aqueles que não creem no evangelho da água e do Espírito de santos e nem coloca essas pessoas que não têm o Espírito Santo em seus corações em cargos de liderança na Igreja. Eles nunca podem ser aceitos e tolerados na verdadeira Igreja de Deus, porque aqueles sem o Espírito Santo buscam a carne e o mundo em vez de Deus.

Versículo 21: “Dei-lhe tempo para que se arrependesse; ela, todavia, não quer arrepender-se da sua prostituição”.
A passagem nos fala que aquelas pessoas carnais que não receberam o Espírito Santo não podem reconhecer e ouvir a voz do Espírito Santo. É por isso que a falsa profetisa não podia se arrepender da sua imoralidade sexual. Como resultado, ela foi atingida pela espada do Espírito Santo e foi destruída tanto na carne quanto no espírito.
Na verdadeira Igreja de Deus, apenas aqueles que creem na Palavra do evangelho da água e do Espírito podem ser estabelecidos como servos de Deus. Aqueles que não creem nesse evangelho não podem, mesmo que sejam excelentes pastores à luz do mundo, tornar-se líderes fiéis que guiam os filhos de Deus em Sua direção. Nós devemos, portanto, discernir os falsos profetas e tirá-los das nossas Igrejas. Só assim a Igreja de Deus poderá sobreviver a todos os truques de Satanás e seguir ao Senhor Jesus espiritualmente.

Versículo 22: “Eis que a prostro de cama, bem como em grande tribulação os que com ela adulteram, caso não se arrependam das obras que ela incita”. 
Esta passagem nos diz que se um servo de Deus não discernir e expor os mentirosos, o próprio Deus encontrará aqueles que cometem adultério espiritual e os lançará em grande tribulação. Os santos e servos de Deus devem perceber que o próprio Deus mantém Suas Igrejas limpas e as conduz ao caminho certo.
Não há lugar para falsos profetas na verdadeira Igreja de Deus. Havendo falsos profetas, o próprio Deus os encontra e os julga. Quando a confusão for trazida à Igreja de Deus por esses falsos profetas, Deus certamente os punirá com grandes tribulações.

Versículo 23: “Matarei os seus filhos, e todas as igrejas conhecerão que eu sou aquele que sonda mentes e corações, e vos darei a cada um segundo as vossas obras”. 
Deus expulsa os falsos profetas de Sua Igreja, para que todos saibam que Ele guarda a Sua própria Igreja. Os santos descobrirão que Deus toma conta de sua Igreja e que recompensa as suas boas obras da fé.

Versículo 24: “Digo, todavia, a vós outros, os demais de Tiatira, a tantos quantos não têm essa doutrina e que não conheceram, como eles dizem, as coisas profundas de Satanás: Outra carga não jogarei sobre vós”. 
Isto significa que aqueles que já se tornaram santos de Deus, pela fé em Seu evangelho da água e do Espírito, devem se apegar à sua fé até o fim do mundo. Aqueles que creem neste evangelho não têm outro caminho, senão viver as suas vidas unindo os seus corações com a Igreja e com os santos de Deus, devendo defender a sua fé até o final. A verdadeira Igreja de Deus deve não só pregar o evangelho da água e do Espírito, mas também revelar os mentirosos com a fé no evangelho.

Versículo 25: “Tão somente conservai o que tendes, até que eu venha”. 
Os crentes nunca devem perder a sua fé no evangelho da água e do Espírito e devem guardá-la até o dia do retorno do nosso Senhor Jesus. Há um grande poder e autoridade no evangelho da água e do Espírito que é mais que suficiente para vencer a Satanás. Os santos podem agradar a Deus com essa fé. Se os santos vivem pela fé no evangelho da água e do Espírito e permanecem na verdadeira Igreja de Deus, podem vencer e triunfar, mesmo no fim dos tempos.

Versículo 26: “Ao vencedor, que guardar até ao fim as minhas obras, eu lhe darei autoridade sobre as nações”. 
Os santos podem vencer todos os seus inimigos crendo no evangelho da água e do Espírito que Deus deu a eles. Esta batalha da fé é uma batalha que sempre nos dá a vitória. Todos os santos assim lutarão contra o Anticristo e serão martirizados no fim dos tempos e, como resultado, receberão o poder de reinar com o Senhor Jesus.

Versículo 27-28a: “E com cetro de ferro as regerá e as reduzirá a pedaços como se fossem objetos de barro;
assim como também eu recebi de meu Pai”. 
O Senhor Jesus dará aos santos martirizados Sua autoridade para reinar. Aqueles que vencerem reinarão com um poder, como o versículo descreve, que é forte como uma vara de ferro que pode quebrar em pedaços os vasos do oleiro.

Versículo 28b: “Dar-lhe-ei ainda a estrela da manhã”. 
Aqueles que lutam contra os inimigos crendo no evangelho da água e do Espírito recebem a bênção de conhecer a verdade da Palavra de Deus.

Versículo 29: “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas”.
Todos os santos podem ouvir a voz do Espírito Santo vindo através da Igreja de Deus, porque o Espírito fala a todos os santos por meio dos servos de Deus. Os santos devem reconhecer o que ouvem através da Igreja de Deus como Sua voz.