Sermons

Assunto 10: O Apocalipse (Comentários sobre o Apocalipse)

[Capítulo 5-2] O Cordeiro que está Sentado no Trono (Apocalipse 5:1-14)

O Cordeiro que está Sentado no Trono
( Apocalipse 5:1-14 )

Nós acabamos de ler Apocalipse 5, onde a Palavra de Deus nos fala que o Senhor Jesus é Aquele que irá salvar e julgar a humanidade no fim dos tempos. Quem é este Senhor Jesus em quem nós cremos? A Palavra nos fala que Jesus Cristo é o Salvador para aqueles que creem Nele, o Juiz de toda a humanidade e o Rei dos reis.
Nós frequentemente pensamos em Jesus como um Senhor limitado, mas Ele é o Juiz de toda a criação.
O Senhor Jesus nos libertou de todos os pecados, julgamento e destruição, nos dando o evangelho da água e do Espírito. O Senhor Jesus, portanto, se tornou o nosso verdadeiro Salvador e verdadeiro Deus. Ao mesmo tempo, nosso Senhor Jesus é o Rei e o Juiz de toda a humanidade. Hoje, vamos despertar nossos gratos corações para o Senhor Jesus em quem nós cremos e em quem confiamos.
Do verso 1 em diante, nós vemos que na mão direita Daquele que está sentado no Trono havia um livro e que o Cordeiro – Jesus Cristo – tomou este livro. Também vemos no último verso que o Senhor Jesus sentou neste Trono. Esta Palavra nos fala que o Senhor Jesus em breve será o Juiz de toda a humanidade, tanto dos crentes como dos não crentes. Nós podemos conhecer e crer que Jesus é Deus, que se tornou o Juiz de todos.
Nosso Senhor Jesus não limita Suas recompensas e punições apenas para nós que somos nascidos de novo, mas Ele é o verdadeiro Juiz e Rei dos reis para toda a humanidade e todas as coisas no Universo. As pessoas frequentemente dizem que nós entramos no século 21 e que este pode ser o tempo do retorno do Senhor Jesus. Quando dizemos que o retorno do Senhor Jesus é iminente, também queremos dizer que a destruição do mundo também é iminente.
O que nós podemos perceber da Palavra aqui é que o Senhor Jesus tem a autoridade para ser o Juiz de todos. Nosso Senhor Jesus veio a esta Terra em carne humana e com 30 anos levou todos os pecados da humanidade sobre Si com Seu batismo. E sendo crucificado, Ele foi julgado por todos os pecados da humanidade.
Apenas Deus Pai pode receber honra e adoração de toda a humanidade e de todas as criaturas no Céu e na Terra. Mas ao Filho de Deus, Jesus Cristo, foi dado o direito de receber a honra e a adoração junto com o Pai por obedecer e cumprir a vontade de Deus Pai. Cristo, portanto, pôde herdar do Pai toda a Sua jurisdição.
A Jesus Cristo foi dado o direito de julgar toda a humanidade e ela é salva e julgada por Ele. É muito benéfico para nós conhecermos quem exatamente é o Senhor Jesus que nos salvou. Este conhecimento é essencial para guardarmos uma fé forte no fim dos tempos. Quando cremos no Senhor Jesus, com um claro conhecimento do tipo de poder que Ele tem, este conhecimento torna-se uma grande força para nós.
O Senhor Jesus que nos salvou é Aquele que tem a autoridade para julgar todos, pela bondade ou maldade. Nós devemos saber e crer que o Senhor Jesus é digno de receber a mesma adoração que o Deus Pai. A passagem nos fala que nosso Senhor Jesus veio a esta Terra e foi morto, e com o Seu sangue Ele libertou os homens de toda tribo, língua, povo e nação, para Deus, e que os tornou reis e sacerdotes na presença de nosso Deus para reinar sobre a Terra.
A passagem nos fala que havia uma voz de anjos no Céu, que era de milhões de milhões e milhares de milhares, louvando e adorando ao Senhor Jesus em grande voz: “Digno é o Cordeiro que foi morto de receber o poder, e riqueza, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e louvor”. João continua com seu testemunho do que ele via e ouvia no verso 13: “Então, ouvi que toda criatura que há no céu e sobre a terra, debaixo da terra e sobre o mar, e tudo o que neles há, estava dizendo: Àquele que está sentado no trono e ao Cordeiro, seja o louvor, e a honra, e a glória, e o domínio pelos séculos dos séculos”. Para quem todas estas criaturas dão toda a Glória? É para o Cordeiro que senta no Trono que todo louvor, honra, Glória e poder são dados, para todo o sempre.
Glória, louvor e adoração da humanidade costumam ser reservadas apenas para Deus, o Pai de Jesus Cristo. Mas, porque Jesus Cristo agora tem a mesma autoridade do Pai, por vir a esta Terra e libertar a humanidade de seus pecados, destruição e julgamento, por esta salvação de perdão, a Ele foi dada toda a Glória junto com Deus Pai e se tornou nosso Salvador digno de toda adoração.
Só de pensar nisto, que o Senhor que se senta no Trono, que é o Senhor e o Juiz de todos, é o nosso Salvador Jesus traz-nos uma grande Glória que enche os nossos corações. É verdade que o Senhor Jesus é o Rei dos reis, o Deus da criação por quem tudo no Universo foi criado.
Porque o nosso Senhor Jesus é o Deus da criação, que veio a esta Terra e nos salvou pela Sua água e sangue, Ele é digno que toda a humanidade e tudo neste Universo se ajoelhe diante do Seu Trono e lhe dê toda a adoração, louvor, Glória e honra. A nossa fé é grandemente fortalecida e os nossos corações são grandemente encorajados pelo conhecimento de que este Senhor é Aquele que se senta no Trono da Glória como Juiz de todos.
Algumas pessoas pensam em Jesus apenas como um dos quatro grandes sábios, mas o Senhor Jesus não é de forma alguma um homem. Ele é o nosso Deus, que nos criou e nos salvou. Nós nunca podemos, portanto, comparar o Senhor da nossa criação com meros seres humanos. Nem Sócrates, nem Confúcio, nem Buda, nem qualquer outro ser humano pode ser comparado ao nosso Senhor. Jesus só viveu como homem durante 33 anos para nos salvar, mas Sua substância é a mesma de Deus. Esta pode não ser a melhor metáfora, mas assim como seres humanos geram seres humanos, Jesus Cristo é Deus, pois Ele é Filho do Deus Pai.
Jesus é, portanto, o próprio Deus, o nosso Deus da criação. O Senhor Jesus veio a esta Terra para nos salvar. Porque Ele nos salvou, Ele é digno de receber de nós toda a Glória, e devemos crer firmemente nos nossos corações que Jesus não é uma criatura, mas o Criador. Como somos alegres e gratos!
 


Nosso Senhor Jesus que Pode Completar o Plano de Deus


Ninguém, a não ser o Senhor Jesus, pode abrir o livro selado com os sete selos. Este livro selado com sete selos é o livro da Promessa de Deus. Deus criou todas as coisas no Universo, incluindo nós, em Jesus Cristo. Mesmo antes da criação, Deus preparou um plano em Jesus Cristo para nos fazer Seus filhos. Nosso Senhor Jesus recebeu este livro selado para cumprir o propósito do Deus da Criação e Seu plano para nos salvar e julgar toda a humanidade.
A Palavra de Deus nos diz: “Ora, nem no céu, nem sobre a terra, nem debaixo da terra, ninguém podia abrir o livro, nem mesmo olhar para ele”. Não havia ninguém, em outras palavras, que podia finalmente cumprir o plano de Deus. Apenas Jesus pode fazer isso. Por quê? Porque Deus planejou tudo através do Seu Filho.
Isto também significa que o Senhor Jesus tem a autoridade de julgamento para abrir o livro selado com os sete selos, o plano de Deus Pai. Com esta autoridade, Jesus completou todos os aspectos do plano do Deus Triúno, levando sobre Si todos os nossos pecados com Seu batismo e nos salvando, sendo punido por estes pecados na Cruz em nosso lugar. O Senhor Jesus nos fez Seus sacerdotes diante de Deus, nos libertando do pecado através do Seu sacrifício e o preço de Sua própria vida.
Jesus Cristo também fez aqueles que creem em Sua salvação reinarem com Ele. Como a Palavra de Deus nos fala, “Nós reinaremos na Terra”. Quando o Senhor Jesus realmente retornar a esta Terra, Ele irá conquistar todas as coisas novamente e trazer o Reino Milenar para sua realização na Terra.