Sermons

Assunto 13: O Evangelho Segundo MATEUS

[Capítulo 25-2] Ponha Seu Coração no Evangelho da Água e do Espírito (Mateus 25:1-13)

Ponha Seu Coração no Evangelho da Água e do Espírito
(Mateus 25:1-13)
“Então o reino dos céus será semelhante a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, saíram ao encontro do noivo. Cinco eram insensatas e cinco, prudentes. As insensatas, ao tomarem as suas lâmpadas, não levaram azeite consigo. Mas as prudentes levaram azeite em suas vasilhas, com as suas lâmpadas. Demorando o noivo, todas elas acabaram cochilando e dormindo. Mas, à meia-noite ouviu-se um grito: ‘Aí vem o noivo, saí ao seu encontro.’ Então todas aquelas virgens se levantaram e prepararam as suas lâmpadas. E as insensatas disseram às prudentes: Dai-nos do vosso azeite; as nossas lâmpadas se apagam. Mas as prudentes responderam: Não seja o caso que nos falte a nós e a vós. Ide antes aos que o vendem, e comprai-o. E, tendo elas ido comprá-lo, chegou o noivo. As virgens que estavam preparadas entraram com ele para as bodas. E fechou-se a porta. Mais tarde, chegaram também as outras virgens, dizendo: Senhor, senhor, abre-nos a porta! Mas ele respondeu: Em verdade vos digo que não vos conheço. Portanto vigiai, porque não sabeis o dia nem a hora em que o Filho do homem há de vir.”
 
 
Eu espero que vocês estejam com suas bíblias abertas na mensagem de hoje. Essa passagem bíblica nos fala de uma história sobre a segunda vinda do Senhor, história da qual não faremos parte. Ela nos diz que quando o Senhor voltar a esta terra, haverá dez virgens, cinco delas insensatas e cinco prudentes. Então vemos nessa parábola que as cinco virgens insensatas pegaram suas lâmpadas, mas sem azeite algum, e as outras se certificaram que suas lâmpadas estavam cheias de azeite. Elas repousaram e dormiram enquanto esperavam pelo noivo, que demorou muito para chegar. Mas quando finalmente elas ouviram o chamado: “Aí vem o noivo, saí ao seu encontro!” imediatamente se levantaram e prepararam suas lâmpadas.
Então, as virgens insensatas disseram para as prudentes: “Dai-nos do vosso azeite; as nossas lâmpadas se apagam.” As virgens prudentes responderam: “Não seja o caso que nos falte a nós e a vós. Ide antes aos que o vendem, e comprai-o.” Quando elas saíram e foram procurar para comprar ‘esse azeite’, o noivo veio e foi para as bodas com aquelas que já estavam preparadas esperando. Quando elas retornaram, a porta já estava fechada. Essas virgens insensatas voltaram mais tarde, e gritaram: “Senhor, Senhor, abre-nos a porta!” E o Senhor respondeu: “Em verdade vos digo que não vos conheço. Portanto vigiai, porque não sabeis o dia nem a hora em que o Filho do homem há de vir.” Mesmo a porta estando bem fechada, essas virgens insensatas clamaram ao Senhor: “Senhor, Senhor, abre-nos a porta!”
As virgens insensatas citadas aqui se referem aos religiosos que, de maneira firme e obstinada, se agarram as suas falsas crenças religiosas, mesmo já tendo ouvido sobre o verdadeiro evangelho. Eles continuam se dedicando a essa falsa fé. Então, realmente os vemos sair para comprar azeite para suas lâmpadas, quando voltam e começam a bater à porta e gritam para que a porta se abra para eles, mesmo após o Senhor já ter vindo e recebido as virgens prudentes, mas a porta dos Céus permanece totalmente fechada.
Se você realmente deseja saber qual é a verdadeira fé, deve saber que é crer no Senhor que nos salvou completa e perfeitamente ao levar todos os nossos pecados através de Seu batismo, que derramou Seu sangue na cruz ao receber o julgamento por esses pecados e depois ressuscitou. Mesmo esse evangelho sendo verdadeiro e totalmente mostrado na bíblia, os cristãos legalistas, por outro lado, continuam tentando fazer coisas virtuosas por si próprios.
Então, qual é a fé verdadeira? A fé real é crer que o Senhor já acabou com todos os nossos pecados. Qual é a verdadeira crença? A crença real é acreditar que Ele já eliminou todos os nossos pecados. Definitivamente não é receber o perdão por nossos pecados diários e tentar não pecar dia após dia; uma pessoa que recebeu a remissão de pecados crendo que o Senhor já fez tudo, que Ele já acabou com todos os nossos pecados através do evangelho da água e do Espírito, é alguém que tem a fé verdadeira.
Nessa parábola há virgens insensatas e virgens prudentes, cinco de cada. As insensatas eram tão tolas que continuavam fazendo as coisas por si próprias. Elas continuavam fazendo coisas para receber a remissão de pecados e o reconhecimento de sua fé perante Deus. Mas as prudentes não eram assim. Elas prepararam o azeite primeiro e quietas continuaram com a obra pela fé. Há um ditado no cristianismo que diz assim: “Um crente religioso corre rápido, mas o crente fiel vence a corrida.” Dessa forma, nós os verdadeiros crentes fiéis estamos pregando esse evangelho por todo o mundo pela fé.
Mas infelizmente um grande número de cristãos desse mundo ainda não nasceu de novo, não crê, e ainda rejeita esse evangelho, que é tão claramente mostrado na bíblia que diz que o Senhor veio a esta terra e acabou com todo o pecado, mas eles continuam ‘fazendo’ tudo por si mesmos, colocando sua própria justiça na frente, e fazendo isso eles pretendem agradar ao Senhor com a sua vontade. Mas louvado seja o Senhor que é O cabeça e o Salvador e que nos ama muito. O que podemos fazer nessa terra para agradá-Lo?
Quando o assunto se refere ao recebimento da salvação, nós temos que crer que Deus salvou de maneira perfeita os verdadeiros crentes, ou seja, nós. A verdadeira salvação é crer que o Senhor deu a nós uma nova vida ao levar sobre Si os seus e os meus pecados e os purificou através de Seu batismo, recebeu o julgamento, morreu e ressuscitou. Não há nada que agrade mais ao Senhor do que uma alma perdida receber a verdadeira salvação pela fé. O que é ‘insensatez’ na fé cristã? A ‘Insensatez’ diz que não cremos na mensagem desse evangelho da água e do Espírito e que não queremos resolver tudo pela fé na verdade, mas que tentamos receber a nossa própria salvação.
Por que esses ‘cristãos’ são tidos como pessoas insensatas? Nós saberemos isso lendo o versículo 3 que diz: “As insensatas, ao tomarem as suas lâmpadas, não levaram azeite consigo.” Aqui diz que as insensatas tinham lâmpadas mas esqueceram de enchê-las com azeite. Por que temos que ter azeite? Ao colocar o azeite no reservatório, ele permite que a lâmpada se acenda. Portanto, essa parábola é fácil de entender porque ela diz que as insensatas trouxeram suas lâmpadas, mas sem azeite algum nelas. Da mesma forma, os cristãos insensatos vão à igreja religiosamente, mas o Espírito Santo não está em seus corações. Eles não podem receber a remissão e a purificação de seus pecados pelo evangelho da água e do Espírito, pois o rejeitaram.
O Espírito Santo nos governa, guarda e guia, nos ensina a compreender a Palavra e nos abençoa. O Espírito Santo nos defende de Satanás e nos ajuda nas nossas fraquezas, pois vive em nós. É insensato os cristãos não terem o Espírito Santo em seu coração, não virem a igreja, e ainda não poderem receber a purificação de seus pecados só porque não crêem no evangelho da água e do Espírito. O Espírito Santo não pode morar no coração dessas pessoas, porque elas não conseguem receber a purificação de seus pecados, e nem resolver seus problemas com o pecado pela fé. O Espírito Santo só pode habitar em corações sem pecado. Então, como persistem na falsa fé, eles se tornam pessoas insensatas, sem azeite em suas lâmpadas.
Alguém com uma lâmpada sem azeite é aquele que vai a igreja mas não tem o Espírito Santo, e alguém sem o Espírito Santo não faz parte do povo de Deus. Como alguém pode fazer parte do povo de Deus se ele não tem o Espírito Santo? Quando esse tipo de pessoa passa por dificuldades e sofrimentos, eles não podem ser revestidos com a misericórdia de Deus porque não pertencem a Ele.
Podemos ver nessa parábola que as virgens insensatas traziam suas lâmpadas com elas, mas não o azeite. Isso nos mostra que elas criam em Jesus e pertenciam a alguma denominação cristã, mas não puderam receber a verdadeira salvação. Por que isso? Porque elas estavam vivendo uma falsa vida religiosa desprovida da verdadeira fé, e não estavam revestidas do poder do evangelho que o Senhor deu. Apesar de crerem em Deus, elas tentavam receber sua salvação fazendo coisas por sua própria força.
Deixe-me dar um exemplo, vamos dizer que uma grande onda se chocou contra um enorme navio e acidentalmente você foi lançado para fora e de repente se vê em meio a vasto e frio oceano. Seria possível ter se segurado no navio mesmo se você fosse a pessoa mais forte do mundo? Se você conhece navios, não há lugar algum para se segurar exceto fugir para não ser sugado pelas enormes hélices.
Não há maneira de ser levado de novo a bordo a não ser que alguém ajude você. Da mesma forma, você recebe a salvação através de alguém que do navio te puxa a bordo de novo. Eu não sei se você já esteve em um navio antes. Mas não importa o tamanho do navio, uma vez lançado ao mar, estou certo que seria impossível você voltar a bordo. Isso seria muito difícil mesmo, e você iria se esforçar muito até que alguém ajudasse você. No caso de um grande navio, é completamente impossível você conseguir voltar a bordo por si mesmo. Só seria possível se alguém no deque jogasse uma corda ou um salva-vidas para te puxar de volta. Os cristãos legalistas são espiritualmente cegos e não compreendem que o que estão fazendo é errado, mas ao invés disso eles seguem ‘seu próprio jeito de receber a salvação’ enquanto vivem uma falsa vida religiosa.
Em Gênesis 40, há uma história sobre o copeiro e o padeiro do rei do Egito, que foram confinados na prisão. E cada um deles teve um sonho. Em seus sonhos, eles eram reintegrados aos seus postos e mais uma vez podiam ir diante de Faraó. O padeiro colocou sobre sua cabeça três cestos brancos com todo o tipo de manjares, e foi diante do rei. E o copeiro pegava as uvas e as espremia no copo de Faraó, e entregava o copo na mão de Faraó. Depois o padeiro morreu, mas o copeiro voltou para o seu cargo.
Se continuarmos tentando agradar o Senhor com nossos pensamentos e força, será impossível viver uma vida de fé correta. Não poderemos levar uma vida de fé correta se fizermos isso. Se ignorarmos esse evangelho e tentarmos levar uma vida de fé através de nossos próprios pensamentos e teimosia, isso acabará com nossa vida espiritual. Quando um falso médico abre a barriga de uma pessoa a fim de curá-la ao invés de tratar a doença, a vida desse paciente fica em perigo. Da mesma forma, se mentirosos que crêem ‘somente no sangue de Jesus’ dizem não ter pecado e pregam essa inverdade, eles serão destruídos junto com aqueles que acreditaram em seus falsos ensinamentos.
Devemos crer na verdade bíblica que diz que Jesus nos salvou através da água e do Espírito e refletirmos também sobre esse assunto. Eu realmente creio no evangelho da água e do Espírito, ou creio em Jesus pensando que posso receber a remissão de meus pecados através somente do sangue na cruz? Temos que perguntar a nós mesmos essas questões. E também incluir essas outras questões: “Onde está o meu coração? Em que confio? No que eu acredito?” Se você não crê no evangelho da água e do Espírito, e se esse evangelho não está em seu coração, você ainda não foi realmente salvo.
Se alguém diz que tentou muito levar uma vida de fé segundo a Palavra de Deus, não ouvindo, crendo ou até mesmo rejeitando o Seu evangelho da água e do Espírito, então ele tem vivido uma falsa vida religiosa até agora. E se continuar indo por esse caminho, ele servirá a Deus em vão, toda sua força será consumida devido a todos os problemas e dificuldades que irá passar, e a estrada adiante dele se tornará um de seus muitos problemas e sofrimentos. Ele não poderá desfrutar da paz de espírito porque não tem o Espírito Santo em seu coração. Hoje podemos ver pessoas levando esse tipo de vida religiosa falsa.
Eles se tornam pessoas dignas de pena que pedem a todo o tempo para o Senhor lhes abrir as portas dos Céus, mesmo após Ele as ter fechado. Então a pergunta se repete: Você realmente tem o tipo de fé certa em seu coração? Hoje como eu falei, encontramos dois tipos de evangelho no mundo: Há o evangelho da água e do Espírito e o evangelho que crê somente no sangue da cruz – como o único sacrifício de expiação pelo pecado. A pergunta que precisamos fazer a nós mesmos é em qual dos dois nós cremos. Aquele no qual você crê, é nele que está a sua fé.
As teorias geralmente não combinam umas com as outras. Isso significa que podemos guardar algum tipo de conhecimento que contenha uma informação conflitante. Mas a Verdade, o assunto da fé, é exclusiva. Se você primeiro crer em algo como sendo a verdade, você pode não aprender outras coisas, mesmo que se prove que aquilo é verdade. Há dois evangelhos hoje em dia, um é verdadeiro e o outro é falso, e temos que decidir em qual nós creremos. Qual nós deixaremos entrar em nosso coração? Então não temos mais nenhuma questão para discutir; o evangelho da água e do Espírito é a verdade bíblica definitiva.
Hoje no mundo muitos cristãos estão vivendo uma vida religiosa falsa. Jesus disse que havia dez virgens, cinco prudentes e cinco insensatas. As virgens insensatas foram procurar azeite para comprar. O significado dessa parábola é que elas estavam fazendo coisas para conseguir sua própria salvação. Na bíblia, a palavra azeite significa Espírito Santo. Então, precisamos fazer essa pergunta: É possível comprar o Espírito Santo? Não tem como alguém comprar o Espírito Santo. Diga-me: É possível comprar o Espírito Santo com dinheiro? No livro de Atos, houve um homem que tentou comprar o Espírito Santo. Após ele ver Paulo e Filipe fazerem milagres, ele pensou que também poderia ter esse extraordinário poder, então decidiu comprar esse poder com dinheiro. Isso seria possível? Definitivamente não!
O Espírito Santo jamais pode ser comprado com dinheiro, e nem por viver dignamente ou fazer muita oração. Através de muitas orações de arrependimento, seria possível receber o Espírito Santo, e Ele ouviria e responderia essas orações? Ele habitaria em seu coração se você fosse alegre? Se você continuar vivendo uma falsa vida religiosa como tem feito a vida toda? Por crer em Jesus há muito tempo? Por falar em línguas e servir ao Senhor tão bem como você tem feito? Por crer somente no sangue da cruz - como o único sacrifício de expiação por nossos pecados?
A resposta para essa pergunta é um grande Não! Precisamos ter um único conhecimento bíblico de que o Espírito Santo entrará em nosso coração somente se tivermos fé no evangelho da água e do Espírito, ou em outras palavras, somente se crermos que todos os nossos pecados foram transferidos para Jesus e que fomos purificados por termos fé em Seu batismo e ressuscitados com Ele pela fé. Você deve crer em todo o ato de justiça que o Senhor fez por nós.
Há muitas pessoas entre os cristãos hoje que são iguais as virgens insensatas. Elas são como essas noivas, que não têm a mínima idéia da exigência de seu noivo. Essa parábola nos diz claramente que o Senhor virá para levar as noivas que possuem azeite em suas lâmpadas, e que não são como as insensatas. Os que conhecem o evangelho da água e do Espírito o pregarão até o dia que o Senhor voltar; e são fiéis mesmo nas pequenas coisas, esses são como as noivas prudentes que têm suas lâmpadas cheias de azeite e aqueles os quais o Senhor receberá.
Na parábola dos talentos o Senhor disse ao servo que ganhou cinco talentos e fez outros cinco: “Sobre o pouco foste fiel, sobre o muito te colocarei” (Mateus 25:23). Isso nos diz que hoje, pregar o evangelho é algo simples. É pouco dar a alguém somente aquilo que recebi de Deus. Contudo, o servo que recebeu um talento não fez o que lhe mandaram. Ele só guardou o que recebeu. “Eu cuidei bem dele. Eu o enterrei no chão. Eu fiz isso porque o conhecia bem, aqui está ele.” Esse tipo de pessoa não é fiel na obra de Deus e não poderá entrar no Reino dos Céus quando o noivo voltar, ele é como as virgens insensatas.
Irmãos e irmãs, é muito importante todos nós crermos no evangelho da água e do Espírito. O que as virgens prudentes fizeram? Elas guardaram azeite extra em jarros e o carregaram junto com as lâmpadas. Isso nos diz que elas guardaram para si mesmas o evangelho da água e do Espírito, o qual Deus deu a elas. Elas trabalharam unidas na igreja servindo ao Senhor.
Antes de eu ter nascido de novo, eu cri por dez anos somente no sangue da cruz como o único sacrifício de expiação pelo pecado, enquanto ainda havia pecado em meu coração. Você acha que durante esse tempo eu cria em Jesus de qualquer maneira, assim como aqueles cristãos legalistas? Deixe-me dizer que eu realmente cria em Jesus. Você acha então que eu tinha pouco conhecimento da bíblia?
Pelo contrário, eu tinha tanto conhecimento quanto os chamados pregadores da bíblia de hoje, só não tinha o conhecimento do evangelho da água e do Espírito. Não por não conhecer a bíblia, eu tinha um conhecimento teológico, mas infelizmente, não havia uma fé correta em meu coração. Obviamente, havia pecados em meu coração. Primeiro eu pensava que já tinha recebido a remissão dos meus pecados, mas se tornou evidente que ainda havia pecados em meu coração. Na verdade, para ser franco, havia pecados em meu coração porque eu não conhecia o evangelho da água e do Espírito. Mas diferentemente de todos que rejeitam esse evangelho, eu buscava ao Senhor do meu próprio jeito e resolvi nunca desistir.
A princípio, eu deveria até ter desistido, mas eu tinha esperança de que o Senhor me salvaria, e foi por isso que eu cri no que Ele havia feito. Mas minha salvação não foi completa porque eu não conhecia a Verdade e, ao contrário, buscava o Senhor com minhas próprias forças. Eu cria mesmo em Jesus, mas minha salvação não era completa. É por isso que eu digo a vocês que a salvação não pode ser alcançada crendo apenas no sangue da cruz. E podem acreditar, essas palavras não são minhas. Elas são definitivamente as palavras da bíblia.
Para ser sincero, aqueles que crêem no sangue da cruz dessa forma, e dizem que receberam a remissão de pecados são muito entusiasmados e não conseguem se conter de tanta emoção. Mas conforme o tempo passa, eles acabam descobrindo que tudo aquilo era fogo de palha. A bíblia nos diz que temos que tirar o fermento de tudo que for oferecido a Deus. E ela ainda diz que nós não devemos comer pão com fermento. Agora, se você misturar fermento à massa, ela crescerá muito. Contudo, apesar de sua aparência externa parecer maior, isso não é nada, pois se o pão com fermento não for comido rápido, ele estragará e não servirá mais para ser comido. Nós temos que entender que Deus não aceita pão com fermento.
Por outro lado, o pão sem fermento continua o mesmo e não estraga mesmo com o passar do tempo. O pão sem fermento não estraga com facilidade. Como este exemplo que eu dei aqui, eu achava que cria em Jesus corretamente crendo apenas no sangue da cruz. Eu tinha certeza que havia recebido a remissão dos meus pecados como muitos que criam assim também. Mas conforme o tempo passou e eu continuei com as mesmas dificuldades e problemas, minha fé enfraqueceu e acabou sumindo. O problema é que sempre que eu pecava, eu me tornava ainda mais pecador diante de Deus. Então, nós podemos ver que essa fé que nos faz pecar e nos torna mais pecadores ainda, não é para a salvação.
Estes dois tipos de fé, a fé no evangelho da água e do Espírito e aquele que crê somente no sangue da cruz, são muito diferentes. Aparentemente, a diferença entre eles parece ser mínima, mas no fundo ela é muito grande. Assim como nós não conseguimos ver nada se colocarmos uma folha de papel na nossa frente, na verdade, a pequena diferença que parece haver entre estes dois evangelhos é muito grande.
Antes de conhecer este maravilhoso evangelho da água e do Espírito, meu coração estava cheio de pecados, por mais que eu cresse em Jesus. Eu então me tornei um grande pecador depois que aceitei Jesus, e continuei assim por muito tempo. Eu procurava ser como os cristãos que falavam em línguas, tinham visões, eram fiéis e muito dedicados, e buscava tudo isso, mas infelizmente eu continuei sendo um pecador diante de Deus.
Eu continuava sendo um pecador porque pecava todos os dias. Durante os primeiros anos como cristão, meu coração ficava em paz sempre que eu fazia orações de arrependimento depois que pecava. Mas depois de algum tempo eu pecava de novo e continuava fazendo orações de arrependimento como antes. Deste modo, eu ficava em paz no meu coração porque acreditava que os pecados pelos quais eu tinha orado haviam sido apagados.
Eu continuei nessa situação por três anos, e no quinto ano meus pecados continuavam em meu coração, mesmo depois que eu fazia orações de arrependimento. Eu acabei ficando muito, muito decepcionado mesmo. Por mais que eu tentasse, os pecados do meu coração não desapareciam.
Naqueles dias um espírito maligno me visitou. Eu não pude ver o demônio com meus olhos, mas ele falou no meu ouvido: “Ei, você! Você pecou, não foi? Eu sei que você pecou.” A agonia era muito grande, pois eu estava sofrendo porque meu coração ainda estava cheio de pecados, embora eu fizesse inúmeras orações de arrependimento. Irmãos, eu peço a vocês que pensem sobre isso por alguns momentos. Não havia ninguém lá, eu não podia ver ninguém. Mas com toda certeza eu ouvi uma voz que não era a minha. Ela dizia: “Ei, você! Você pecou, não foi? Eu sei que você pecou.” Será que eu estava ficando maluco? Parece que uma flechada mortal havia atingido meu coração. Eu cria em Jesus como meu Salvador e no sangue da cruz, mas a verdade é que meus pecados não desapareciam.
Eu fazia orações de arrependimento, cria na Palavra, no sangue da cruz, e reconhecia toda a Palavra de Deus. Mas meus pecados estavam gravados na tábua do meu coração como se isso tivesse sido feito com um estilete de ferro e com ponta de diamante (Jeremias 17:1). Eu desejava tanto viver sem pecado, mas infelizmente a verdade era que eu tinha pecado e com isso eu me sentia envergonhado de olhar as pessoas. “Como me parecia diante delas?” Se alguém me olhasse, eu ficava envergonhado de olhar para os Céus. Existe um poeta coreano que dizia que preferia viver em direção ao céu uma vida sem vergonha alguma. Eu acho que ele se sentia assim porque também tinha pecados.
Antes de eu realmente nascer de novo, eu tinha muitos problemas de consciência por causa dos meus pecados, mesmo já crendo em Jesus. Então eu tentei de todas as formas possíveis, resolver o meu problema de pecado. Eu fui tão longe que até decidi cometer suicídio. E é porque passei por essa experiência, que eu posso estar aqui falando essas coisas para vocês. E também posso ensiná-los a discernir se sua fé é a correta ou não, se estão levando sua vida de fé por puro emocionalismo, ou tendo mesmo experiências espirituais.
E também posso falar aos que estão envolvidos em uma fé legalista, o que significa crer em Deus e no evangelho da água e do Espírito, para que passem a ter uma vida de fé adequada e se dêem totalmente a Deus.
Quando eu não conhecia o evangelho da água e do Espírito, havia muitos pecados em meu coração. Contudo, quando eu li a seguinte passagem: “‘Deixa por agora, pois assim nos convém cumprir toda a justiça.’ Então João consentiu” (Mateus 3:15), eu vim a compreender através desse poderoso ato e palavra de Jesus, que Ele foi ao rio Jordão cumprir toda a justiça ao ser batizado.
Eu meditei nessa passagem: “Ah, sim. Toda a justiça foi cumprida. Todos os pecados do mundo foram transferidos para Jesus. João Batista transferiu todos os pecados para Jesus. Jesus levou de uma vez por todas, todos os pecados do homem através de João Batista. E Ele recebeu o julgamento pelo pecado na cruz. Ele verdadeiramente se tornou nosso Salvador e Deus vivo ao ressuscitar dos mortos.” Por essas palavras, eu vim a saber que o Senhor recebeu todos os seus e os meus pecados quando foi batizado.
Quando Jesus recebeu o batismo de João Batista, todos os pecados do mundo foram transferidos para Ele. Através dessas palavras, eu vim a reconhecer: “É mesmo. Jesus já levou todos os meus pecados. Ele recebeu o julgamento por esses pecados. Não há pecado no homem então. Deus nos tornou Seus filhos. Jesus verdadeiramente se tornou o nosso Salvador.” Depois disso, os pecados que havia em meu coração, isto é, todos os pecados que estavam gravados em meu coração, foram totalmente purificados. Dali em diante, eu podia olhar as pessoas sem vergonha, encará-las sem mágoa, e fazer o que é certo. E a minha vida ganhou um sentido. Eu fiquei muito grato e feliz dali em diante. Nós agora somos felizes no Senhor, orando sem cessar, e sendo gratos a Ele por todas as coisas.
Uma vida religiosa e uma vida de fé são opostas. Há um grande número de pessoas no mundo todo vivendo uma falsa vida religiosa. No Paquistão, um de nossos colaboradores fiéis cria nesse evangelho e o pregava a muitas pessoas onde ele morava. Fomos informados que as pessoas para as quais ele pregou foram verdadeiramente salvas, creram nesse evangelho e receberam a salvação de seus pecados. Enquanto estava pregando esse evangelho, ele se deparou com alguns líderes cristãos e começou a pregar esse maravilhoso evangelho para eles. Primeiro eles se alegraram em ouvi-lo, e até comentaram que essa era uma ‘doutrina’ maravilhosa. Mas depois ficaram irritados e responderam furiosamente.
Como eles ficaram irados com essas palavras e tiveram atitudes arrogantes, nosso irmão respondeu-lhes: “Esse evangelho da água e do Espírito não é uma doutrina! É a verdade definitiva!” Esse irmão era jovem e os que estavam conversando com ele eram mais velhos, eram doutores em teologia e pastores. Eles disseram para o nosso jovem irmão: “Você não é doutor, e é jovem sem nenhuma formação teológica. Como pode querer nos ensinar a Palavra?” Ele então respondeu: “Eu sou jovem e não tenho mesmo muita formação, mas isso não é uma doutrina cristã. Isso não é nem alguma doutrina especial. Essa é a verdade. Aos seus olhos eu sou leigo em teologia, mas eu creio que é certo que todos os nossos pecados tenham sido eliminados através do evangelho da água e do Espírito, pois a Palavra de Deus é a Verdade.”
A diferença entre ter uma vida de fé que crê no evangelho da água e do Espírito e uma vida religiosa que busca o próprio entusiasmo é a mesma entre as virgens prudentes e as insensatas. As virgens insensatas representam aqueles que continuam vivendo uma falsa vida religiosa, e pensam que a salvação e a perfeição diante de Deus são alcançadas por sua própria força. Os que insistem em sair para comprar azeite são pessoas desprovidas do Espírito Santo.
Que os irmãos e irmãs não pensem que podem comprar o Espírito Santo fazendo alguma coisa. Muito menos pensem que podem receber o Espírito Santo por levar uma vida de fé íntegra ou mesmo indo à igreja.
As pessoas dizem que você pode nascer de novo em sonho, enquanto ora, após ouvir um sermão, ou de várias outras formas, mas o fato é que você só pode nascer de novo crendo no evangelho da água e do Espírito. O apóstolo Pedro disse que você nasce de novo não de uma semente corruptível, mas de uma semente incorruptível, que é a Palavra de Deus, a qual vive e é eterna (1 Pedro 1:23). Ele também disse: “Que também agora, por uma verdadeira figura - o batismo vos salva” (1 Pedro 3:21). O Senhor veio a esta terra como nosso Salvador, morreu na cruz, e ressuscitou dos mortos ao levar todos os pecados da humanidade através de Seu batismo dado por João Batista aos 30 anos de idade, e por esse justo ato, Ele verdadeiramente pôde se tornar esse Salvador.
Que tipo de coração é o seu? E que tipo de fé é a sua? Por acaso, você não crê somente no sangue da cruz? E quando ouviu sobre o evangelho da água e do Espírito, você não só juntou isso com todas as coisas que já cria antes? Você crê que Jesus o salvou somente pelo do sangue da cruz? Se agora você crê que Jesus é o seu Salvador, você não deveria denunciar e descartar da sua vida o evangelho imperfeito? Você quando o ouviu, aceitou mesmo o verdadeiro evangelho da água e do Espírito que o salvou totalmente? Mais uma vez você tem que pensar sobre esse assunto importante. Se você tem crido somente no sangue da cruz até agora, você já tem o conhecimento que essa crença é errada. E em seu coração você tem que crer na verdade de que somente o evangelho da água e do Espírito é o evangelho definitivo e verdadeiramente crer nele.
Está escrito na bíblia: “Portanto, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram, tudo se fez novo” (2 Coríntios 5:17). Sua falsa fé religiosa é coisa do passado, e sua vida de fé após conhecer o evangelho da água e do Espírito é nova e verdadeira. Assim como o Senhor disse para não pôr vinho novo em odres velhos, da mesma forma você não pode permitir que o evangelho da água e do Espíritoe sua antiga crença estejam juntos em seu coração.
Não há como crer no evangelho da água e do Espírito e somente no sangue da cruz ao mesmo tempo. Os novos salvos são os que têm a fé correta diante de Deus, como está escrito: “Portanto, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram, tudo se fez novo” (2 Coríntios 5:17).
Onde está seu coração? Ele está no lugar dos pecadores ou no lugar dos justos? Ele está no lugar dos que crêem no evangelho da água e do Espírito? Ou ele está no lugar dos que crêem somente no sangue da cruz? O que determina onde está seu coração é se você recebeu a salvação ou não. É muito importante saber onde está seu coração. E quanto ao seu coração? E quanto ao das pessoas do mundo? Tragicamente hoje em dia, o coração das pessoas está no lugar dos que crêem somente no sangue da cruz – como o único e completo sacrifício de expiação pelo pecado.
Por mais que tentem, eles não conseguem agradar a Deus nem receber as Suas bênçãos tendo uma fé como essa. A partir daí, eles não apenas mudam seus paradigmas, mas também deixam de crer na verdade e de confiar nela. Essa é a única verdade. E esta é perfeita, mas a antiga é imperfeita. Mas essa é a confissão que eles deveriam fazer: “Eu vou crer no evangelho da água e do Espírito a partir de agora porque ele é perfeito.” Seu coração tem que deixar o lugar imperfeito em que está e ir para o lugar perfeito.
Mateus 25 fala sobre isso. Você tem que crer na salvação que o Senhor já realizou por todos nós através do evangelho da água e do Espírito. Nós temos que crer na salvação que já foi realizada no passado. Ela declara que todos os nossos pecados já foram tirados e que todos podem ser completamente salvos crendo apenas no evangelho da água e do Espírito. Não é certo fazermos de tudo para recebermos a salvação hoje em dia. Nós temos que crer que todos os nossos pecados já foram remidos há muito tempo atrás. Nós temos que crer no Salvador Jesus Cristo que nos salvou vindo a essa terra, recebendo todos os nossos pecados quando foi batizado por João Batista, cuidando assim de todos eles, morrendo e ressuscitando dos mortos. Nós temos que crer na salvação que Jesus já realizou por completo.
Aqueles que ainda não receberam a salvação devem orar assim: “Senhor, eu ainda não recebi a remissão de pecados. Por favor, me salve.” Eles têm que reconhecer que precisam ter o evangelho da Verdade em seu coração e orar com sinceridade para que Deus os salve. E eles têm que mudar o rumo de seu coração para o evangelho da água e do Espírito. Eles também têm que reconhecer que Jesus já tirou todos os seus pecados quando foi batizado, derramou Seu sangue na cruz, ressuscitou dos mortos e cumpriu esse ato de justiça para os salvar.
Aqueles que crêem nisso e escolhem fazer parte da Igreja de Deus, são aqueles que compraram azeite para suas lâmpadas. Humanamente falando, às vezes nós parecemos desprezíveis e imundos quando fazemos a obra do Senhor, porque apesar de termos nascido de novo crendo na verdade, ainda somos fracos. Apesar disso, o certo a fazer é anunciarmos o Reino de Deus e seguirmos o Espírito Santo com humildade de coração, termos paz e amarmos uns aos outros com o único propósito de servir ao Senhor, pois assim seremos abençoados. Estes santos são o verdadeiro povo de Deus, prudentes como as virgens.
Adão e Eva se esconderam entre as árvores do Jardim do Éden por terem caído em pecado, mas o Senhor chamou Adão e perguntou: “Onde estás?” (Gênesis 3:9). Assim como está na bíblia, essa pergunta serve para nós: onde está seu coração? Está com os pecadores? Está com os justos? O evangelho da água e do Espírito está no seu coração? Seu coração tem se apegado a ele para a salvação ou somente no sangue da cruz?
Todo ser humano é valioso, mas quem são os tolos? São aquelas pessoas que, infelizmente, fecham seu coração e negam a verdade, como todos neste mundo fazem hoje em dia.
É algo frustrante para nós encontrarmos pessoas assim. Há um grande número de igrejas no mundo que estão servindo a Deus cheias de superstições, fazendo muito barulho como os ‘xamãs’ e buscando apenas bens materiais. Se você por acaso conversar com eles, nem que seja por pouco tempo, você verá que seu nível de hipocrisia é tão grande que isso vai te deixar até enjoado. Eles fingem ser puros diante dos justos, embora tenham trazidos sobre si pecados que os tornaram mais sujos que um chiqueiro. Eles são tão desprezíveis que ficamos com vontade de expulsá-los da nossa frente e dizer: “Sai da minha frente! E não fale comigo antes de purificar os seus pecados imundos.” Sua fé nem é fé. Eles nem reconhecem a Palavra de Deus, ao contrário, só fazem confusão falando em línguas, se gabam por falarem em línguas, por expulsarem demônios, e enganam as pessoas com isso. Mas eu digo a você que tudo isso que eles estão fazendo é uma grande farsa aos olhos de Deus.
Algum tempo atrás, um ex-mágico chamado James Randi veio à Coréia e apareceu num programa de TV chamado “O desafio paranormal de James Randi.” Ele declarou: “Não existe nenhum poder paranormal que não possa ser cientificamente explicado.” Ele disse que testaria e desafiaria todos neste mundo que diziam fazer sinais e milagres, e daria 1 milhão de dólares a quem fizesse isso de verdade. Existe um grande número destes falsos profetas na Coréia, que dizem que podem curar doenças com ‘imposição de mãos.’ James Randi disse que se algum deles de fato curasse a enfermidade de alguém, ele lhe daria 1 milhão de dólares. Esse programa de TV lançou o desafio por todo o nosso país e logo descobrimos que ninguém tinha esses poderes paranormais. De fato, nem uma só pessoa assim foi encontrada no mundo todo. Então, ficou provado que todos que afirmam isso são realmente uma fraude.
Um homem ridículo grudava moedas no seu peito, mas aquilo também era uma fraude. Descobriram que sua pele era muito oleosa e transpirava muito, e por isso as moedas ficavam grudadas no seu peito. Assim, ficou provado que não há uma simples pessoa neste planeta que tenha realmente esse tipo de poder. No fim, James Randi ficou com 1 milhão de dólares, já que ninguém pode provar que podia fazer algo sobrenatural. Todos que afirmam que podem realizar sinais e milagres estão mentindo descaradamente. A verdade é que são os demônios que fazem isso através deles.
Eles continuam dizendo: “Eu vou curar sua enfermidade”, mas, na verdade, nenhuma cura acontece. Todos que eram chamados de milagreiros em nosso país e eram renomados por terem o dom de curar foram convidados para este programa de TV, a fim de demonstrarem sua técnica para que todos vissem, mas ficou provado que todos eles eram uma fraude e estavam mentindo. No fim, eles mesmos reconheceram diante de todos que haviam fracassado.
Os cristãos que crêem somente no sangue da cruz não passam de meros religiosos. Todos eles são tolos. Eles estão tentando receber a salvação por seu próprio esforço. A verdade bíblica é que o Senhor já nos salvou há muito tempo, mas eles não crêem nas Escrituras. E é por isso que eles ficam fazendo sempre suas pobres orações de arrependimento achando que seus pecados serão tirados se eles fizerem isso. A verdadeira fé é crer que nossos pecados já foram tirados através do completo ato de justiça de Jesus. De fato, fé é crer segundo a Verdade; a verdadeira fé não é achar que podemos mudar a nós mesmos por meio da autodisciplina. Fazer isso não é a Verdade. Mas para ser sincero, é fácil ter a verdadeira fé.
Irmãos, vamos dizer que há uma linda flor na sua frente. Ela é conhecida pelo nome de ‘gladíolo.’ Fé é o mesmo que crermos que o nome dessa flor é de fato ‘gladíolo’ e aceitarmos isso dizendo: “Ah, o nome dessa flor é ‘gladíolo.’ Fé é crer na Verdade como ela é. Portanto, ter fé não é difícil. Fé é saber e crer que o Senhor nos salvou do pecado com o evangelho da água e do Espírito. Isso é correto ou não? É difícil de entender isso. Você crê nisso de coração? Você sabe que Jesus te salvou com o evangelho da água e do Espírito? Você crê nisso?
Se você quer seguir ao Senhor, você tem que negar seus pensamentos e seus desejos. Mas ainda há pessoas teimosas e tolas que se apegam a sua fé errada. Elas não querem deixar seu mau caminho e reconhecer que este evangelho é a verdade definitiva. Depois de ouvirem essa verdade, elas ficam perguntando como foi que elas ficaram tanto tempo cativas do falso evangelho e foram enganadas por tanto tempo. Então elas dizem: “Eu tenho andado assim até hoje porque fui enganado. Eles não poderiam ter feito isso comigo! Mas agora eu vejo que eu cri de modo errado todo este tempo.” É assim que você tem que confessar que andou por um caminho de fé errado até hoje, e negar a si mesmo. Você tem que confessar: “Eu cri de modo errado minha vida toda e não entendia a bíblia.” A bíblia diz: “Enquanto me calei, envelheceram os meus ossos pelo meu bramido o dia todo. Pois de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de estio” (Salmos 32:3-4). Davi disse que a mão do Senhor era pesada sobre ele porque ele não confessava seu pecado. Você tem que deixar seu caminho e reconhecer que cria de forma errada, entendia de forma errada, e que agora passou a entender corretamente. E você tem que se apegar à verdade pela fé.
O lugar onde está seu coração é algo muito importante. As batidas do coração não podem ser vistas pelo olho humano, mas elas cumprem a sua função. O coração do homem está sempre batendo, embora não possamos ver isso com os nossos olhos. Não é maravilhoso ver como a fé muda e a salvação é determinada por onde está o nosso coração? É por isso que seu coração tem que estar no evangelho da água e do Espírito, pois só assim você será aprovado por Deus. Somente quando nós caminhamos em direção a essa verdade, é que a obra de Jesus que apagou os nossos pecados tem um efeito real dentro de nós. Isso é verdade ou não? Se nos recusarmos a entregar nosso coração ao Senhor que nos deu o evangelho da água e do Espírito, nenhuma obra mais será feita em nosso coração então.
A obra só será feita no nosso coração se nós buscarmos o evangelho da água e do Espírito. O Senhor só fará a obra em nós se decidirmos buscar de coração o evangelho da verdade, e fizermos essa confissão: “Até agora, eu cria de modo errado e entendia tudo errado também, mas agora meu coração deseja buscar a verdade do evangelho.” Deste modo, o Espírito Santo entrará no seu coração. E mesmo que no primeiro momento não haja uma sensação de alívio no seu coração, daí por diante você será filho de Deus. E isso só é possível porque não há mais pecados no seu coração, pois o evangelho da água e do Espírito já apagou todos eles.
Eu vou pregar este evangelho no mundo todo. Os cristãos e as igrejas do nosso país também têm que ter o coração no evangelho da água e do Espírito. Há muitos que conhecem este evangelho, mas ainda não o aceitaram no seu coração. Eu acho que isso é porque o evangelho da água e do Espírito é estranho para eles.
A propósito, as pessoas mais demoníacas no Cristianismo são aquelas que crêem que somente o sangue de Jesus foi o sacrifício completo para expiação dos pecados e dizem que não têm pecado. Como os seus pecados podem ser apagados se elas crêem apenas no sangue da cruz? Deus disse claramente que alguém só pode entrar no Seu Reino se nascer de novo através do evangelho da água e do Espírito. O Senhor mesmo disse em 1 João 5: “Este é aquele que veio por água e sangue, isto é, Jesus Cristo. Ele não veio só pela água, mas pela água e pelo sangue. E o Espírito é o que dá testemunho, porque o Espírito é a verdade. Pois três são os que dão testemunho no céu: o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são um. E três são os que dão testemunho na terra: o Espírito, a água e o sangue; e estes três concordam” (1 João 5). Deus Pai, o Filho e o Espírito Santo são o mesmo Deus. Deus Pai enviou Seu único Filho a essa terra, transferiu os pecados do homem para Ele por meio de João Batista, fez com que Ele recebesse nossos pecados, derramasse Seu sangue para expiar todos eles sendo condenado em nosso lugar, ressuscitasse dos mortos e se tornasse nosso verdadeiro Deus e Salvador.
Jesus Cristo é o Deus da minha e da sua salvação. E é por isso que eu vou continuar lutando contra os mentirosos deste mundo que afirmam que não têm mais pecado porque crêem somente no sangue de Jesus na cruz. “Seus tolos! A história do Cristianismo tem aproximadamente 2000 anos. Por acaso já houve alguém (exceto os irmãos da Igreja Primitiva) que se tornou realmente sem pecado por crer somente no sangue da cruz? Nunca! Nunca houve ninguém. Jamais houve alguém no mundo, no presente ou no passado, cujos pecados tenham sido remidos crendo-se apenas no sangue da cruz. Só depois que o evangelho da água e do Espírito começou a ser pregado pela primeira vez no mundo inteiro, é que as pessoas puderam dizer com a consciência tranqüila que não tinham mais pecado.
Se todos nós pudéssemos receber a remissão de pecados crendo apenas no sangue da cruz, não nos restaria mais nada a fazer então. Mas a coisa não é bem assim e, infelizmente, todos neste mundo de uma maneira ou de outra crêem neste falso evangelho.
Não há ninguém que não crê que Jesus purificou todos os seus pecados derramando Seu precioso sangue. O mundo todo pensa assim. Mas e você e eu? Eu creio que muitos dentre nós creram por muito tempo somente no sangue da cruz, mas após terem ouvido e crido no verdadeiro evangelho, seu coração mudou e eles passaram a ter fé no evangelho da água e do Espírito. Contudo, eles precisam confessar que sua antiga fé estava errada assim: “Estava tudo errado. O evangelho da água e do Espírito é a verdade! O Senhor me salvou por meio deste evangelho da água e do Espírito. Ele me libertou do pecado ao ser batizado e ao derramar Seu sangue na cruz. Ele tirou todos os meus pecados em Seu batismo e me salvou com Seu sangue na cruz.” O coração deles precisa mudar e eles têm que fazer essa confissão.
Você e eu temos que crer no evangelho da água e do Espírito de todo o nosso coração. Se você creu até hoje apenas no sangue da cruz, e não no evangelho da água e do Espírito, você tem que reconhecer que sua fé estava errada e crer apenas que o evangelho da água e do Espírito é a verdade absoluta. Se você já tomou uma decisão e pensa que “a salvação não vem apenas através do sangue da cruz”, então você sabe que aquele evangelho enganoso jamais poderia ser o verdadeiro. E já que você crê em seu coração que “o evangelho da água e do Espírito é o evangelho da verdade”, você pela fé já se tornou filho de Deus e foi totalmente aprovado por Ele. Quando você se torna filho de Deus pela fé, o Espírito Santo caminha com você, Deus te orienta em todas as coisas e você é transformado com o nascer do sol.
Eu sou grato a Deus pelo Senhor ter nos salvado e nos tornado sábios. Eu creio que nos tornamos sábios por meio do evangelho da água e do Espírito. Você crê nisso? Se você quiser levar uma vida de fé, você terá que caminhar sempre com o evangelho da água e do Espírito. Há muito trabalho a ser feito depois que cremos na verdade e no evangelho da água e do Espírito. Isso porque ainda há muitas pessoas neste mundo que não ouviram a verdade e, por isso, não têm fé nela.
Se todos neste mundo já soubessem disso e cressem no evangelho da água e do Espírito, nós não precisaríamos lutar tanto e desperdiçar nossas forças explicando agora algo que já é verdade por mais de 2000 anos. Se isso tivesse acontecido, quem você acha que seriam os melhores cristãos, eles ou nós? É claro que aqueles que tivessem crido antes por todos esses anos no evangelho da água e do Espírito, seriam melhores cristãos do que nós. No entanto, já que eles creram somente no sangue da cruz, não há ninguém entre eles que seja justo.
Meus irmãos, vocês conhecem alguém em outro país que recebeu totalmente a remissão de pecados segundo a Palavra de Deus antes de ler nossos livros? Num certo país, as pessoas ensinavam que os pecados eram remidos crendo-se somente no sangue da cruz. Mas assim que nossos livros chegaram lá, eles começaram a lê-los e passaram a ter a fé correta. E todos eles confessam que só agora se tornaram a verdadeira igreja. Nos Estados Unidos, um de nossos obreiros que recebeu a remissão de pecados, disse que leu nosso segundo livro que fala sobre o Tabernáculo e aprendeu que só quem crê no evangelho da água e do Espírito é que pode entrar no Santo dos Santos. Vocês têm que entender que só podemos entrar no Santíssimo Lugar, onde a presença de Deus se manifesta, porque nos tornamos santos e sem pecado crendo no evangelho da água e do Espírito. Não há palavras que possam descrever como eu sou grato ao Senhor e como Ele é bom. Por isso, grandes são as obras que temos que fazer.
Nós estamos trabalhando muito duro no nosso ministério de literatura. O objetivo dos dez primeiros livros da nossa série de livros cristãos é trazer à luz o evangelho de vários ângulos e diversas formas. Do décimo primeiro livro em diante, nosso objetivo é produzir um crescimento espiritual naqueles que já nasceram de novo através do evangelho da água e do Espírito. Nós já fizemos muita coisa até agora. Mas os campos já estão brancos e grande é a colheita que temos que fazer.
O conhecimento da verdade tem sido anunciado por nós agora, e daqui por diante o evangelho da água e do Espírito será pregado de diferentes formas, fazendo essas importantes perguntas àqueles que já leram nossos livros ou ainda estão lendo-os: “Sua fé está certa ou errada? É errado você crer no sangue da cruz como o sacrifício completo para a expiação de pecados? Você tem que crer na verdade bíblica absoluta, isto é, no evangelho da água e do Espírito.”
Você pode ver então que há muito trabalho a ser feito. Estamos vivendo um momento importante porque essa é a hora da colheita. E é tempo de unirmos nossas forças e usarmos nossas finanças para fazermos essa colheita.
Meus irmãos, vocês crêem nisso também? Deus está nos chamando como Seus obreiros. Se seu coração estiver neste evangelho da Verdade e se vocês estiverem diante de Deus pela fé, Ele cuidará de vocês, os abençoará e confiará a vocês a Sua obra.

Eu sou grato a Deus por nos ter feito Seus obreiros. Aleluia!