សេចក្តីអធិប្បាយ

Assunto 13: O Evangelho Segundo MATEUS

[Capítulo 25-7] O Que é Feito aos Justos da Igreja do Senhor, é Feito ao Próprio Senhor (Mateus 25:31-46)

O Que é Feito aos Justos da Igreja do Senhor, é Feito ao Próprio Senhor
(Mateus 25:31-46)
“Quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória. Todas as nações se reunirão diante dele, e ele apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas. Ele porá as ovelhas à sua direita e os bodes à sua esquerda. Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo. Pois tive fome, e me destes de comer; tive sede e me destes de beber; era forasteiro e me hospedastes; estava nu, e me vestistes; estive enfermo, e me visitastes; preso e fostes ver-me. Então perguntarão os justos: Senhor, quando te vimos com fome e te demos de comer? ou com sede e te demos de beber? E quando te vimos forasteiro e te hospedamos? ou nu e te vestimos? E quando te vimos enfermo, ou preso e fomos ver-te? Ao que lhes responderá o Rei: Em verdade vos digo que, quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes. Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos. Pois tive fome e não me destes de comer; tive sede e não me destes de beber; fui forasteiro e não me recolhestes; estive nu e não me vestistes; enfermo e preso e não me visitastes. Então eles também lhe responderão: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou preso, e não te servimos? Então lhes responderá: Em verdade vos digo que, todas as vezes que o deixastes de fazer a um destes pequeninos, foi a mim que o deixastes de fazer. E irão estes para o castigo eterno, mas os justos para a vida eterna.”
 
 

Discernimento

 
Nosso Senhor disse que nos últimos dias quando Ele viesse a esta terra novamente com Seus anjos, Ele se sentaria em Seu trono branco de glória, reuniria todas as nações da terra e as separaria como um pastor separa as ovelhas dos bodes, colocando as ovelhas à direita e os bodes à esquerda. E Ele disse que faria com que os da Sua direita herdassem o Reino preparado para eles ou em outras palavras, herdassem o Céu. O motivo de Ele os recompensar com o Céu nós encontramos no que Ele disse: “Pois tive fome, e me destes de comer; estava nu, e me vestistes; estive enfermo, e me visitastes.”
Isso significa que nosso Senhor considera todas as coisas feitas ao povo de Deus como feitas a Si próprio. E Ele declara que as coisas que não foram feitas ao povo justo não foram feitas a Ele também. Então, Ele diz aos justos: “Quando Eu estava com fome, quando Eu estava com sede, quando Eu estava na prisão, quando Eu estava doente, todos vocês Me visitaram e tomaram conta de Mim, por isso irão receber uma recompensa.” E para os da esquerda, Ele disse: “Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos. Pois tive fome e não me destes de comer; tive sede e não me destes de beber; fui forasteiro e não me recolhestes; estive nu e não me vestistes; enfermo e preso e não me visitastes”.
No versículo 44, os que estavam à esquerda perguntaram: “Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou preso, e não te servimos?” Esses bodes da esquerda, os que crêem segundo seus próprios desejos, perguntam-Lhe descontentes: “Quando não Te servimos Senhor? Quando não tomamos conta de Ti? Nós fizemos tudo isso. Nós fizemos tudo por Ti. Quando não Te demos de beber quando Tu estavas sedento e não fomos Te visitar quando estavas preso? Nós fizemos tudo isso. Quando não o fizemos?” Na verdade, esses bodes da esquerda tentaram servir a Deus da sua própria maneira, mas o Senhor nada tinha a ver com eles porque eles não fizeram essas coisas aos justos; eles fizeram isso aos pecadores que faziam a sua própria vontade.
As coisas feitas ao Senhor são as mesmas feitas aos Seus filhos, os irmãos e irmãs da Igreja de Deus e aos servos de Deus. Já que os bodes fizeram essas coisas aos pecadores e não ao Senhor nem aos justos, tudo isso foi em vão. Nos últimos dias o Senhor julgará segundo o que Ele mesmo disse: “Em verdade vos digo que, todas as vezes que o deixastes de fazer a um destes pequeninos, foi a mim que o deixastes de fazer.”
Nós sentimos nosso coração renovado quando vemos essas palavras. Certamente o Senhor separará as ovelhas dos bodes quando vier a esta terra. O Senhor porá os justos à Sua direita e os pecadores à Sua esquerda, assim como um pastor separa as ovelhas dos bodes. E Ele os julgará. Ele dirá aos justos: “Quando Eu estava faminto e necessitado, você Me deu comida, e você veio Me visitar quando Eu estava na prisão e doente.” Então os justos perguntarão: “Quando Te fizemos isso, Senhor?” Assim que dissermos que não Lhe fizemos essas coisas, Ele dirá: “O que vocês fizeram aos justos foi feito a Mim, então vocês merecem herdar o Reino preparado para vocês desde a fundação do mundo”, e Ele nos dará essa recompensa. Dessa forma, Ele dará a vida eterna aos justos e sentenciará ao fogo eterno os pecadores.
Nós que nascemos de novo devemos reconhecer a Igreja de Deus e saber que o que fazemos nela (isto é, servir a igreja, cuidar das almas, se unir a igreja para servir aos irmãos e irmãs, e fazer a vontade do Senhor) é feito ao Senhor. Nós temos que ter esse tipo de fé. A obra que fazemos agora junto com a Igreja de Deus é feita ao Senhor. E Ele considera a obra que a Igreja de Deus faz aos justos como a obra feita a Ele mesmo e ainda os recompensa. Nós agora estamos unidos com a Igreja de Deus, cuidando dos justos, nos interessando por eles e orando por eles. Freqüentemente nós dizemos uns para os outros para se unirem com a igreja. E essas palavras são muito importantes. As doações que vocês fizeram para o Reino do Senhor devem ser usadas para a salvação das almas e em beneficio do povo de Deus.
Isso porque todas as coisas que você faz pelo Senhor são feitas para Ele. Então, temos que discernir qual é a Igreja de Deus e se você encontrá-la deve unir-se a ela. O Senhor diz: “O que for feito pelos justos é feito por Mim. O que é feito a pelo menos um justo é feito por Mim. Tudo o que fizermos nessa igreja nascida de novo será feito ao Senhor. Na verdade, as coisas que fazemos nessa igreja para servir ao Senhor não são feitas aos outros. Elas são feitas ao Senhor. Cuidar do povo de Deus é feito ao Senhor.
 
 

Qual Foi a Obra que o Senhor Fez?

 
Os líderes estão mesmo tomando conta de você na igreja, mas isso não é cuidar de você somente; eles estão fazendo essa obra pelo Senhor. Você também cuida da igreja, supre as suas necessidades e cuida dos irmãos e irmãs, mas na verdade essas coisas são feitas ao Senhor. Depois de receber a salvação, você tem que decidir unir seu coração com a Igreja de Deus ao reconhecê-la e discernir onde você tem que servir, a quem deve servir e com quem deve se unir para fazer essa obra. Eu acho que a pessoa que decide fazer isso, escolheu um caminho muito abençoado.
Irmãos e irmãs, se alguém que recebeu a salvação for à igreja dos pecadores, der oferta e for fiel até a morte, isso será inútil. Se você se tornou mesmo um justo, você tem que se unir com a Igreja de Deus. Depois de nascer de novo, primeiro você é mais cuidado pela igreja do que serve ao evangelho. Contudo, não importa o quanto você seja fraco ou imperfeito, você tem mais oportunidade para poder servir ao Senhor se estiver na igreja. É realmente uma grande bênção para você poder servir a igreja dos justos. Assim que podemos servir ao Senhor, isso se torna uma grande bênção para nós. O Senhor disse que faria isso nos últimos dias e isso é exatamente o que Ele está fazendo.
Nós nascemos de novo e vivemos pela fé agora. Então quando você faz algo pequeno aos irmãos e irmãs na igreja, você está fazendo isso ao Senhor. Você não está fazendo isso aos outros. Tudo é feito a vocês e ao Senhor. Sim, é mesmo. Tudo o que é feito na igreja não é nossa obra pessoal mas é a obra do Senhor, e já que eu creio que o que é feito aos irmãos e irmãs também é feito ao Senhor, eu não tenho nenhuma vontade de receber o louvor das pessoas. Não é preciso receber o reconhecimento delas. Quando eu faço isso pelo Senhor, Ele me dá uma recompensa, e já que eu pertenço ao povo de Deus, é natural eu fazer coisas por Seu povo para que ele possa prosperar. Não se trata de receber recompensa ou não; é próprio dos justos nascidos de novo trabalharem pelos justos. Você e eu não fazemos isso pelos pecadores; nós esperamos que os justos se dêem bem, e é certo pensarmos assim. Portanto, você e eu somos mesmo um povo abençoado.
Aqueles que receberam a remissão de seus pecados e cujo coração está impuro e odeiam se sujeitar estão prontos para deixar a Igreja de Deus. E eles vão às igrejas erradas, ofertam lá, e fazem coisas absurdas fazendo todos os chamarem de “diácono”. Você tem que saber como é estúpido fazer isso. Isso é mesmo estúpido. Eu não posso descrever como isso é estúpido. Não é errado ser alguém que não trabalha para a sua própria família, ou leva uma vida de fé que não é para o Senhor?
Há dois tipos de pessoas nesse mundo. Existem as ovelhas e existem os bodes. Existem os que nasceram de novo, existem os que não nasceram de novo. E também há dois tipos de igreja. Existe a igreja dos justos, e existe a igreja dos pecadores. E há dois tipos de serviço no cristianismo. Um serve a Deus e o outro serve ao diabo.
Deus dá a vida eterna aos justos e Ele dá o fogo eterno aos que servem ao diabo, ou em outras palavras, aos pecadores. Ele dá aos justos a vida eterna. Se olharmos a passagem bíblica de hoje, veremos que tudo que foi feito na igreja foi na verdade feito ao Senhor. Quando você cuida das almas na igreja e prega o evangelho para elas, essas coisas também são todas feitas ao Senhor. Fazer isso é fazer a vontade do Senhor. É bom para uma alma receber a remissão dos seus pecados. Alguém pode pensar que isso não significa nada para o Senhor, mas o recebimento da remissão de pecados é, na verdade, fazer também a Sua vontade. Então, trabalhar pelo evangelho é servir ao Senhor. Pregar o evangelho e fazer a obra de Deus é tudo feito pelo Senhor. Nós temos que saber com é abençoado o caminho no qual entramos e como é abençoada a vida que vivemos. Eu sou muito grato a Deus por nos permitir fazer a Sua obra, nos permitir viver na igreja e viver para o evangelho.
Verdadeiramente, se tivéssemos errado só um pouquinho o alvo, poderíamos ter servido ao diabo até irmos para o fogo eterno, então como nós somos sortudos, hein? Que sorte é servirmos ao Senhor e fazermos todas as coisas a Seu serviço. Não é uma sorte e uma bênção o que quer que façamos não ser pelas pessoas, mas sim pelo Senhor? Aonde mais podemos ir para fazer esse tipo de obra?
Como agem as pessoas do mundo? Elas não tratam dos outros como um fim; elas os tratam como um meio. Se elas podem tirar algum proveito deles, elas os tratam bem, mas se elas não puderam ganhar nada com eles, elas os tratam friamente e acabam seu relacionamento com eles. Mas os nascidos de novo não agem assim. Apesar de os nascidos de novo também terem uma natureza egoísta, mas como eles receberam o Espírito em seu coração, seu desejo é proteger os mais fracos quando os encontram, e confortar aqueles que estão com a alma ferida, além de ajudá-los a receber a salvação quando vêem essas pessoas oprimidas pelo pecado.
Irmãos, eu espero que vocês entendam que todo o trabalho que fazemos na igreja é para Deus. Ter uma vida de fé, pregar o evangelho e servir à igreja, tudo isso é para o Senhor. É isso que você e eu devemos fazer. Mas nós não fazemos isso para as pessoas. O Senhor colocou os justos à Sua destra e disse: “Vocês Me serviram e Me visitaram.” O que mais agrada a Deus é a pregação do evangelho. Ele nos diz: “Vocês lutaram contra os mentirosos por Mim e trabalharam para Mim. Então, entrem e herdem o Reino de Deus que Eu preparei para vocês antes da fundação do mundo.” No último dia, Ele nos dará este Reino. Nós entraremos nesse Reino e viveremos ali depois que o herdarmos. Isso parece um conto de fadas, mas como é que nós podemos negar isso já que cremos?
Está escrito: “Ora, a fé é a certeza das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se vêem” (Hebreus 11:1). Se você crê que isso é verdade, isso se cumprirá então. Nós agora estamos tendo um encontro de avivamento cujo tema é: “A Remissão de Pecados Somente pela Palavra”. Algum tempo atrás, nós usávamos este tema. E isso é verdade. O Senhor disse que devemos herdar o Reino que Ele preparou para os justos antes da fundação do mundo. E este Reino é o Céu. É o Reino dos Céus. Há uma santa cidade preparada para os justos e para o povo de Deus. Essa cidade é o Céu.
 
 

A Vida que Proclama o Evangelho é Uma Vida Espiritual

 
Irmãos, preguem o evangelho do Senhor, façam a Sua vontade, e anunciem o evangelho em meio aos seus familiares também. Preguem o evangelho porque é isso que deixa o Senhor mais feliz. Pregar o evangelho deve ser o propósito da nossa vida depois que recebemos a salvação. Deus nos guarda enquanto vivemos neste mundo para salvar o máximo de almas que pudermos, a fim de que elas possam entrar na santa cidade. Portanto, você e eu temos que fazer a vontade de Deus e a obra do Senhor para agradá-Lo, ou seja, temos que anunciar o evangelho aos nossos familiares e também àqueles que não têm nenhum parentesco conosco. Já que o Senhor quer que salvemos muitas almas, nós temos que pregar o evangelho até mesmo para aqueles que não têm nada a ver conosco. Pregar o evangelho é a maior e a mais abençoada obra que podemos fazer. A pregação do evangelho é a obra na qual o Senhor mais nos recompensa. É a obra de repatriar o povo de Deus que foi tomado pelo diabo. É por isso que Deus olha para Sua obra como a tarefa mais importante que existe e concede muitas bênçãos àqueles que vivem para o evangelho.
Irmãos, nós temos que pregar o evangelho, salvar almas, e nos dedicar à essa missão valiosa enquanto estivermos vivendo nessa terra. Sempre que tivermos uma oportunidade, temos que pregar o evangelho para as pessoas. Nós temos que salvar almas. Se não fizermos essa obra para salvarmos as almas, nossa vida não terá sentido algum. E já que essa é uma obra muito preciosa, a razão da nossa vida deve ser pregar o evangelho para que ela tenha algum valor. Enquanto Deus permitir que vivamos nessa terra, vamos pregar o evangelho para quantas pessoas pudermos.
Eu acho que não existe nada mais maligno do que não pregar o evangelho enquanto podemos. Aquele que recebeu um talento não o enterrou no solo e depois o deu ao Senhor quando Ele voltou, dizendo: “Aqui está?” Mas o Senhor o condenou dizendo: “Joguem esse servo inútil nas trevas exteriores. Ali haverá choro e ranger de dentes”. Receber um talento e enterrá-lo no solo é o mesmo que receber a salvação somente para si e jamais mostrar que você a recebeu. Alguém assim é um cisco no olho de Deus.
Irmãos, por mais que sejamos fracos fisicamente, devemos ter um propósito muito claro em nossa vida. Você e eu temos que viver para o evangelho. Nós temos que tomar a decisão em nossa vida “de vivermos para pregar o evangelho, para a Igreja de Deus, e em prol de todas as almas deste mundo”. Na verdade, você e eu somos fisicamente fracos, mas Deus nos guia pelo caminho abençoado dos justos. E Ele preparou uma vida justa para nós a fim de que nossa vida valha a pena. Não há palavras para expressar o fato de Deus ter nos dado a igreja, portanto vamos fazer a obra nela e desempenhar nosso papel para que possamos ter uma vida perfeita, e assim preparemos tudo para que o evangelho seja pregado.
Nós temos a vida mais abençoada que existe. Agora, se eu tivesse buscado meus próprios interesses depois de ter sido salvo, eu estaria junto com a minha família cuidando de um grande centro de recuperação. Eu teria me tornado líder ou diretor desse centro de recuperação, comeria e viveria muito bem, tirando o dinheiro das pessoas impondo minhas mãos sobre elas. Mas esse é um tipo de vida amaldiçoado. Uma vida que não trabalha para salvar os outros depois de receber a salvação é uma vida amaldiçoada. Se alguém não viver para salvar almas, sua vida é amaldiçoada. O Deus que guiou Abraão também guia a você e a mim para que possamos viver para o Senhor. Deus nos salvou e nos colocou em Sua igreja para que fizéssemos a obra do evangelho do Senhor. Eu não tenho como explicar o quanto estou certo de que isso é uma bênção; eu só creio que Deus nos deu grandes bênçãos.
 
 

Irmãos, Vocês Estão Vivendo Uma Vida Abençoada?

 
Às vezes sofremos por causa das nossas fraquezas. Isso acontece por causa das nossas fraquezas individuais. Contudo, o Senhor é tão grandioso que Ele nos salvou completamente até mesmo dessa fraqueza para que pudéssemos viver servindo-O adequadamente apesar de nossas imperfeições, e Ele abriu o caminho para nós vivermos uma vida justa. Esta é a Igreja, a Igreja de Deus. Somente quando estamos na Igreja de Deus, somente quando vivemos unidos com a igreja é que Deus permite que vivamos essa vida justa e abençoada. Se somente pensarmos em viver para o Senhor e o evangelho, Deus nos dá a igreja e a Sua Palavra a fim de que vivamos para o Senhor, e Ele também dá a todos as condições para servi-Lo. Eu sou muito grato mesmo por isso.
Eu creio que vocês realmente são um povo abençoado. Eu creio que eu também sou uma pessoa abençoada. Algumas pessoas me amaldiçoaram e meus amigos me rejeitam e me chamam de tolo. Eles dizem: “Você é um idiota. Você é mesmo um idiota. Por quê? Você jogou fora tudo o que tinha. Disse que odiava tudo aquilo, saindo para abrir uma igreja do jeito que você queria. Por que você é chamado de alguns nomes e é perseguido, se você não é nem um idiota e nem um doente mental, como você pôde fazer o que fez?”
Mas eu não sou um idiota. Já que esse é um caminho abençoado, já que é nesse caminho que recebo as bênçãos de Deus, já que é esse caminho que abençoa outras pessoas, já que é essa obra que compartilha as bênçãos, eu o escolhi. Às vezes aqueles que têm o evangelho também me chamam de alguns nomes. Eles dizem: “Esse cara é um idiota e um tolo,” e eles olham para mim e dizem: “Eu não sei por que ele está fazendo isso. Eu não sei por que ele diz que irá fazer o que diz a Palavra e ministra em sua igreja tão insistentemente. Se ele continuar ministrando dessa maneira tão rígida assim, as pessoas não ficarão lá. E elas não doarão muito dinheiro. E as pessoas das outras denominações realmente irão odiá-lo se ele pregar dessa forma”.
As pessoas da nossa igreja que receberam a remissão dos seus pecados há pouco tempo também me odeiam. As pessoas na igreja não compreendem e perguntam por que eu faço aqueles que receberam recentemente a remissão de pecados saírem da igreja e pararem de vir só por que eu berro quando prego. Já que todos nós servimos ao Senhor, e não às pessoas, é o bastante para mim fazer somente o que Ele diz e o que O deixa feliz. Agradar a Ele é o suficiente. Se você simplesmente O deixar feliz, não importa se as outras pessoas gostem ou entendam você. Por quê? Porque não são elas que me darão a vida eterna. Por isso é que eu não espero mesmo a sua recompensa. E na verdade elas são pessoas que querem tirar algum proveito de mim, e se elas acharem que não vão conseguir, elas um dia me abandonarão. Já que você e eu não fazemos as coisas pelas pessoas nem as servimos, nós somos muito abençoados.
 
 

Irmãos e Irmãs, Vocês Estão Realmente Vivendo para o Senhor?

 
Recentemente nós imprimimos 3.000 cópias do nosso novo livro, e isso custou cerca de 3.200 dólares. Esse foi só o custo da impressão, e é claro, houve várias despesas que não estavam no orçamento. Já que o nosso departamento de literatura faz sozinho todo o trabalho desde o desenho da capa até toda edição do conteúdo e impressão, se nós déssemos tudo isso aos nossos obreiros que trabalham de fora, haveria muito mais despesas. De qualquer modo, nós usamos essa pequena quantia de dinheiro e fizemos 3.000 cópias dos nossos livros. Se tivermos 3.000 livros, nós podemos compartilhá-los com 3.000 estrangeiros nos países de língua inglesa no mundo todo. Nós podemos compartilhar esses livros com todos, quer creiam em Jesus ou não.
Essa não é mesmo uma obra abençoada? Deus nos permite viver para poder servir ao Senhor. O Senhor nos permitiu vivermos essa vida abençoada. Então, por que alguém abandonaria esse tipo de vida? Se vivermos esse tipo de vida, nossa própria vida se tornará abundante, e nós receberemos amor do Senhor. Então às vezes somos mal interpretados e chamados de alguns nomes por nossos familiares, amigos, pelas pessoas ao nosso redor, e pelos pecadores para que vivamos uma vida abençoada depois de recebermos a salvação.
Mas nós não nos importamos. Por quê? É porque essa vida é a vida correta. E também depois de morrermos, o Senhor nos trará de volta à vida para pôr os justos ou ovelhas à Sua direita e os pecadores ou bodes à Sua esquerda. Irmãos, vocês crêem que o Senhor os colocará à Sua direita se vocês estiverem vivos ou talvez mortos, cochilando ou acordados? Sim, estou certo que crêem. O que o Senhor nos dirá naquele dia? Ele nos dirá para entrarmos no Reino que está preparado para nós desde a fundação do mundo. E Ele dirá a você e a mim: “Eu tive fome e Me deste de comer; Eu estive doente e foste Me visitar; Eu estava preso e fostes Me ver”. Então o que nós diremos a Ele? Nós perguntaremos: “Senhor, quando Te visitamos ou demos comida quando estavas faminto?” O Senhor dirá: “O que vocês fizeram ao menos aos que receberam a salvação enquanto estavam nessa terra, vocês fizeram a Mim. O que vocês fazem às pessoas e à Igreja de Deus também é feito para Mim.”
Vocês não ficam impressionados quando ouvem dEle essas palavras? Nós poderíamos até dizer: “Não, nós não fizemos nada para Ti, Senhor.” Mas nós realmente fizemos essas coisas ao Senhor. Se nós fizemos algo pelo menos a esses pequeninos ou ao maior deles, tudo o que fizermos pelos irmãos e irmãs através do amor, e espiritualmente intervir em suas vidas, isso é feito ao Senhor. O Senhor diz: “Se você viver esse tipo de vida, você receberá o Meu amor, Eu terei mais e mais glória e vocês receberão mais bênçãos.” Toda a obra que estamos fazendo é feita para o Senhor. Nós ainda não morremos e ainda não estamos à direita do trono do Senhor, mas estamos vivendo uma vida abençoada para Deus pela fé. Vivemos pela fé uma vida que alegra ao Senhor.
Nós despertamos para o fato de que: “Oh, a nossa igreja é a Igreja de Deus! O Senhor é o nosso Rei e a Palavra de Deus é vida para nós. Deus espera que busquemos e vivamos segundo a Sua Palavra, apesar de sermos imperfeitos. Esse tipo de vida deixa o Senhor feliz”. Uma vida que busca por esse despertamento de fé é uma vida abençoada. Às vezes você e eu temos dificuldades e momentos difíceis por causa da nossa situação pessoal, nossa ganância, e nossas fraquezas. Contudo, devemos viver para o Senhor unindo-nos com a igreja. Se vivermos para o Senhor nosso futuro é garantido e o Senhor recebe toda a glória. As pessoas recebem a salvação. Se você não vive para o Senhor, isso é se opor a Ele. Nós temos que crer que cada coisa que fazemos é para o Senhor.
Vocês trabalham para o Senhor? Trabalham, não trabalham? Sim, nós trabalhamos para o Senhor. Essa é a fé correta. Essa é a crença certa. Nossas irmãs fazem isso, não fazem? E eu acho que viver esse tipo de vida é uma bênção, é mesmo uma bênção. Apesar de sermos imperfeitos, nós pregamos o evangelho para as almas e queremos viver uma vida que as apóia para trabalhar pelo evangelho também. Essa vida de viver pelo evangelho e para salvar não somente a nós mesmos, mas todos os pecadores do mundo, também é uma vida abençoada. A pessoa que nasceu nesse mundo e vive a vida mais abençoada é alguém que faz a obra de salvar as almas com a igreja e vive para o povo de Deus unido com ele. Deus nos deu esse tipo de vida. Haverá o tempo em que já teremos feito a obra de pregar o evangelho e o Senhor dirá: “Eu estava com fome e Me destes de comer; Eu estava na prisão e fostes Me visitar. Tudo o que fizestes a um destes pequeninos, fizestes a Mim.” Esse é o tempo que marca o julgamento final.
Nosso Senhor disse que a pessoa que prega o evangelho irá “resplandecer como o sol” (Mateus 13:43). E no Antigo Testamento também está escrito que aquele que ajuda outros a receber a remissão de seus pecados e faz deles justos refulgirão como as estrelas (Daniel 12:3). Aqueles que são fiéis ao Senhor são descritos como aqueles que “resplandecerão como o sol” no Novo Testamento “refulgirão como as estrelas” no Antigo Testamento. Isso significa que os justos refulgirão para sempre. O Senhor dá esse tipo de recompensa aos que trabalham pelo evangelho.
Deus permite que você e eu vivamos esse tipo de vida. Eu espero que você creia nisso e viva pela fé. E espero que você viva pela salvação das almas. Não importa o quanto você trate bem as pessoas, isso não durará muito. Vamos dizer que você encha a barriga de um mendigo. Depois de usar o banheiro uma só vez isso acaba logo. Mas se você pregar o evangelho às pessoas e ajudá-las a receber a salvação, isso refulgirá para sempre. Isso é algo que será relembrado.
A mulher de má reputação na vizinhança veio até Jesus, trouxe um vaso de alabastro com precioso bálsamo, e o derramou sobre Sua cabeça. Ela quebrou o vaso com bálsamo e ungiu Jesus com todo ele. Jesus disse que o que a mulher fez serial um memorial a ela onde quer que o evangelho fosse pregado (Mateus 26:13). Essa mulher viveu a vida mais abençoada de todas. Ela quebrou o vaso e O ungiu. O vaso era tudo o que ela tinha na vida. Então isso significa que ela quebrou a si mesma e serviu ao Senhor. Ela viveu para Ele depois de receber a remissão de pecados do Senhor.

Não devemos olhar somente para nossas fraquezas físicas; devemos viver negando a nós mesmo pelo evangelho. E devemos entender que essa geração é a do fim dos tempos, discernir o que é espiritual e o que é físico, e nos tornar pessoas que usam nossas forças mais nas coisas espirituais. Devemos levar em conta que Deus nos deu bênçãos e sermos gratos por elas, crer que Ele nos deu uma vida muito abençoada e ir para o Senhor depois de viver o restante de nossas vidas abençoadas.