خطبات

Assunto 16: O Evangelho Segundo JOÃO

[Capítulo 10-1] Fique Firme na Fé e Não Deixe de Crer em Jesus Cristo como Seu Salvador (João 10:1-6)

Fique Firme na Fé e Não Deixe de Crer em Jesus Cristo como Seu Salvador
(João 10:1-6)
“Na verdade, na verdade vos digo que aquele que não entra pela porta no curral das ovelhas, mas sobe por outra parte, é ladrão e salteador. Aquele, porém, que entra pela porta é o pastor das ovelhas. A este o porteiro abre, e as ovelhas ouvem a sua voz, e chama pelo nome às suas ovelhas e as traz para fora. E, quando tira para fora as suas ovelhas, vai adiante delas, e as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz. Mas, de modo nenhum, seguirão o estranho; antes, fugirão dele, porque não conhecem a voz dos estranhos. Jesus disse-lhes esta parábola, mas eles não entenderam o que era que lhes dizia”.
 
 

Jesus, Aquele que Realizou o Ato de Justiça

 
No evangelho de João capítulo 9, Jesus curou os olhos de um cego e levantou uma grande discussão religiosa sobre isso. O homem que teve seus olhos curados disse aos fariseus que achava estranho eles não saberem de onde Jesus tinha vindo. Está escrito no evangelho de João capítulo 9 versículo 30: “O homem respondeu e disse-lhes: Nisto, pois, está a maravilha: que vós não saibais de onde ele é e me abrisse os olhos”. Todos nós temos que saber de onde veio Jesus. Nós nascemos de nossos pais; nossos pais nasceram de Adão e Eva, que são nossos ancestrais humanos; e Adão e Eva nasceram do Deus triuno.
De onde veio Jesus então? Jesus Cristo veio do céu a este mundo como o Filho de Deus segundo a vontade do Pai para salvar os pecadores do pecado. Depois que o cego teve seus olhos curados, os fariseus o interrogaram e perguntaram como aquilo tinha acontecido. Ele então lhes disse que seus olhos foram curados depois que ele teve um encontro com Jesus e lavou seus olhos no tanque de Siloé. Ouvindo isso, os fariseus procuraram encontrar algo errado em Jesus perguntando-lhe por que ele tinha feito aquilo no sábado, já que era um homem justo. Eles disseram isso porque o cego foi curado no sábado, e as Escrituras dizem que os judeus não podiam fazer obra alguma no sábado. Os judeus tinham autoridade para excluir todos que trabalhassem no sábado. Isso significa que, segundo a lei judaica, eles excluíam e isolavam todos que violassem a lei trabalhando no sábado. Foi por isso que os judeus disseram a Jesus que, se ele fosse um homem santo, ele não poderia ter dito ao cego para ir se lavar no tanque de Siloé no sábado.
Os fariseus então foram até os pais do cego e perguntaram a eles como os olhos do seu filho foram abertos e como ele passou a enxergar. Eles disseram que foi errado curar seus olhos no sábado e que seus pais também estavam errados por deixá-lo sozinho neste dia. Além disso, eles insistiam que Jesus era culpado por ter aberto os olhos do cego no sábado e por ter quebrado a lei judaica. Os pais do cego ficaram numa situação difícil porque também eram judeus e sabiam que o fato de seu filho ter sido curado no sábado era uma violação à lei. Por isso que eles disseram: “A única coisa que sabemos é que nosso filho nasceu cego, mas agora pode ver”, pois não queriam ser acusados de ter violado a lei. Eles disseram: “Mas como agora vê não sabemos; ou quem lhe tenha aberto os olhos não sabemos; tem idade; perguntai-lho a ele mesmo, e ele falará por si mesmo”.
Os fariseus foram até seu filho mais uma vez então e lhe perguntaram como seus olhos foram abertos no sábado. Eles disseram que Jesus com certeza era um pecador que não fazia a vontade de Deus, pois curou os olhos de um cego no sábado.
 
 
O Significado Espiritual do Sábado
 
Este incidente é até engraçado quando o analisamos hoje, mas foi algo muito sério na época em que Jesus, os fariseus e o cego viviam, cerca de 2000 anos atrás. Os judeus não faziam absolutamente nada entre o pôr-do-sol de sexta-feira e o pôr-do-sol de sábado, pois criam que a lei os mandava guardar o sábado para o santificar. A sua tradição oral diz o seguinte: “Andar nem que seja alguns metros com uma agulha presa à roupa no sábado é uma violação da lei”.
Em todo o caso, os judeus criam que os que guardavam a lei eram aqueles que faziam a vontade de Deus piamente. Então, o fato de Jesus curar pessoas no sábado se tornou um grande problema, pois era uma violação da lei religiosa da época. Jesus cuspiu no chão, fez lodo com sua saliva, passou nos olhos do cego e mandou que ele se lavasse no tanque de Siloé. E quando o cego fez o que Jesus mandou e lavou seus olhos no tanque de Siloé, seus olhos foram curados. Jesus certamente fez uma obra maravilhosa, mas, aos olhos dos judeus, foi algo errado porque violou a lei. Infelizmente isso aconteceu porque aquele dia era sábado.
O sábado para os judeus começava no pôr-do-sol de sexta-feira e acabava no pôr-do-sol de sábado. Hoje é domingo, então, o sábado acabou para eles ontem à noite. O Adventismo do Sétimo Dia é uma religião que guarda o sábado literalmente. Ainda há muitas igrejas adventistas do sétimo dia na província de Kangwon, na Coreia. Mas elas tiveram culto ontem, sábado. Eles não adoram ao Senhor no domingo, que é o dia do Senhor. Eles se acham superiores por adorarem a Deus no sábado e dizem: “Vocês não sabem que o Senhor abençoa muito mais quem guarda o sábado, segundo o Antigo Testamento, e que vocês só vão entrar no reino dos céus se crerem em Jesus e guardarem o sábado literalmente?”
Mas isso, na verdade, está errado. Nós temos que ver o mandamento do sábado como algo espiritual. A palavra sábado significa descansar em conforto. Analisando-a espiritualmente, ela quer dizer que o Senhor apagou todos os nossos pecados. Isso significa que o Senhor apagou todos os nossos pecados de uma vez por todas com a verdade do evangelho da água e do Espírito e trouxe ao nosso coração o verdadeiro descanso. Em outras palavras, significa que Deus apagou todos os nossos pecados e nos permitiu entrar no reino dos céus. Este é o verdadeiro significado do sábado que o Senhor nos deu.
Literalmente, o sábado vai do início da noite de sexta até o sábado à noite. E é nisso que erram aqueles que dizem que temos que guardar o sábado à risca: há uma diferença de tempo em cada país segundo sua posição longitudinal. Por exemplo, hoje é sábado aqui na Coreia, mas a diferença de horário faz com que já seja domingo nos Estados Unidos. É por isso que o sábado não pode ser guardado literalmente. Insistir em guardar o sábado é uma grande perda de tempo. Os adventistas podem até insistir em guardar o sábado, mas quando analisarem isso por um outro ponto de vista, eles entenderão que Deus nos deu o sábado não como eles pensam, mas com um outro significado, que é a remissão dos nossos pecados.
Em todo o caso, o homem que passou a enxergar depois de ter sido cego sua vida inteira disse aos fariseus que aquilo era algo muito estranho. Mas ele disse que era estranho porque não sabia de onde Jesus tinha vindo, embora ele tenha curado seus olhos. Vamos falar sobre isso por um minuto. Você já viu algum milagre neste mundo onde um homem cego de nascença passou a enxergar? Algumas pessoas dizem que já viram os olhos de pessoas cegas se abrirem quando algum pregador ou avivalista impôs as mãos sobre elas. Mas, falando sério, será que os olhos dessas pessoas foram abertos mesmo? Ou será que a visão fraca das pessoas melhorou a ponto de elas conseguirem ler a Bíblia depois de uma oração ou imposição de mãos? Eu só estou perguntando se elas ainda tinham alguma visão e esta ficou um pouco melhor.
Há alguns pastores que dizem que sentem o Espírito Santo entrando pela janela durante o culto. Aí eles mandam as pessoas bater palmas para dar as boas vindas ao Espírito Santo que está chegando e por aí vai. Eles também dizem que o Espírito Santo está curando muitos naquele momento. Há muitas pessoas neste mundo que seguem os líderes pentecostais que agem assim.
Quando lemos o capítulo 2 do livro de Atos, vemos que 50 dias depois da morte de Jesus na cruz, o Espírito Santo veio sobre seus discípulos como em línguas de fogo enquanto eles oravam. Eles foram cheios do Espírito Santo naquele momento então, e começaram a pregar o evangelho com intrepidez. É por isso que o dia de Pentecostes diz respeito ao Espírito Santo para muitos cristãos. E é por isso que alguns pastores pentecostais dizem durante o culto que o Espírito Santo está entrando pela janela e pedem a igreja para bater palmas para ele. Às vezes eles dizem até que têm poder para trazer um morto de volta à vida. Eu não sei se você já viu um pastor assim. Mas mesmo que você nunca tenha visto isso, você já deve visto um cartaz anunciando algo assim; ou até mesmo um outdoor com fotos destes homens curando pessoas.
Será que eles curaram os olhos dessas pessoas realmente? Eu só acredito nos milagres e maravilhas realizados por Jesus, que é Deus. Eu não creio nos falsos milagres destes cristãos pecadores que ainda não nasceram de novo. Eu vejo pessoas caindo para trás quando pastores pentecostais impõem as mãos sobre elas e falam em línguas. Depois disso, elas se levantam e dizem que conseguem ler a Bíblia sem os óculos. Eu sei disso porque vi uma fita que mostra essas coisas estranhas. Eu vi uma pessoa que não era totalmente cega, mas usava óculos por causa de um problema de visão, dizer que podia enxergar depois que o Espírito Santo a curou. Um homem disse que suas pernas ficaram firmes e ele foi curado depois que recebeu oração e imposição de mãos. Ele levantou de repente e começou a correr adorando a Deus. Mas será que essas coisas são verdade? Os cristãos coreanos creem nisso porque são emotivos, não inteligentes.
Houve um pastor de fora que veio fazer uma campanha de avivamento na cidade de Choonchun. E a propaganda do evento dizia que até a perna que ficou curta por causa de um acidente voltaria a crescer quando o pastor impusesse as mãos sobre ela. Para simplificar, o que eles estavam dizendo é que a perna mais curta vai ficaria do tamanho da perna normal quando o pastor impusesse as mãos sobre ela. Mas será que isso pode mesmo acontecer? A psicoterapia explica isso. Naturalmente, casos de depressão simples podem ser curados com certas formas de psicoterapia. Por exemplo, vamos dizer que eu faça um show aqui e diga que o Senhor vai curar muitos enfermos nesse lugar. Então eu começo a dizer: “Fogo! Fogo! Fogo do Espírito Santo!”, mexo com a emoção da multidão e gero muito comoção em todos. Isso acontece porque existe algo entre as pessoas chamado de psicologia das multidões. E quando essa psicologia das multidões é acionada, eu digo: “Eu quero que vocês ponham a mão no local da sua enfermidade”. Então, vocês começam a pensar que a doença foi curada quando eu oro a Deus. É assim que as pessoas que têm dor de cabeça, de estômago ou algum problema na coluna são auto-hipnotizadas segundo a psicologia das multidões e pensam que foram curadas quando o pastor orou por elas. E quando eles mandam essas pessoas que dizem que foram curadas ficar de pé, muitos se levantam e começam a bater palmas. O pior é que aqueles que não foram curados assumem a culpa por nada ter acontecido com eles dizendo que não foram curados porque não tiveram fé o suficiente. Isso é uma piada.
O cego cujos olhos foram abertos perguntou aos fariseus se eles sabiam de onde vinha Jesus. Jesus é o verdadeiro Salvador e o Deus que veio do céu como Filho do Pai. Mas os fariseus não sabiam de onde ele tinha vindo. Foi por isso que o cego foi interrogado por eles depois que seus olhos foram curados. Ele então disse aos fariseus: “Eu creio nele. Vocês também creem?” Aí eles enfatizaram o fato de serem discípulos de Moisés e disseram: “Seja você seu discípulo. Nós somos discípulos de Moisés”.
Vocês vão para o inferno se forem discípulos de Moisés. Moisés apenas viu a terra de Cannã, mas não pôde cruzar o rio Jordão. Isso foi tudo que Moisés pôde fazer. Moisés pode até nos levar a Jesus, mas não pode nos levar para o céu. Só Jesus pode nos levar para o céu. O cego acabou sendo expulso então, pois disse que era discípulo de Jesus. Ser excluído naqueles dias significava ser expulso da comunidade judaica.
Jesus ouviu dizer que o cego havia sido expulso e lhe perguntou: “Crês tu no Filho de Deus?” O cego respondeu que cria nele sim, mas perguntou a Jesus quem ele era, no que Jesus respondeu: “Tu já o tens visto, e é aquele que fala contigo”. Então ele disse: “Senhor, eu creio”, e se prostrou diante dele.
O mais importante é se cremos no Filho de Deus e se ele é o Salvador que veio a este mundo como Filho de Deus. A fé que compreende isso é muito importante. De onde veio Jesus Cristo? Ele veio do Pai. O homem que era cego de nascença e teve seus olhos curados creu que Jesus era o Salvador. E Jesus concluindo disse: “Se fôsseis cegos, não teríeis pecado; mas como agora dizeis: Vemos, por isso, o vosso pecado permanence”(João 9:41). Isso significa que muitas pessoas que dizem que veem são cegas porque não creem em Jesus, mas aqueles que reconhecem que são pecadores poderão ver e receber a salvação crendo nele. Jesus terminou suas palavras assim e nos deu a “Parábola do Bom Pastor” no capítulo 10 de João.
 
 
Jesus é a Porta das Ovelhas
 
Jesus disse em João 10:1: “Em verdade, em verdade vos digo: o que não entra pela porta no aprisco das ovelhas, mas sobe por outra parte, esse é ladrão e salteador”. Embora esteja falando dele mesmo nessa parábola, Jesus diz que aqueles que não entram pela porta de onde estão as ovelhas, mas pulam a cerca, são ladrões e salteadores. Aquele que entra pela porta é o pastor das ovelhas. João 10:3 afirma: “A este o porteiro abre, e as ovelhas ouvem a sua voz, e chama pelo nome às suas ovelhas e as traz para fora”. Jesus diz que ele é a porta e o porteiro das ovelhas. Isso significa que ele é a porta do reino dos céus. E ele também disse: “Eu sou o caminho, a verdade, e a vida”; portanto, ninguém pode entrar no reino dos céus se antes não passar por ele, pois ele é a porta do reino de Deus. Ninguém pode se tornar filho de Deus se não for por Jesus. E todos só podem entrar no reino de Deus depois de serem purificados dos seus pecados por Jesus e se tornarem filhos de Deus.
Jesus é a porta e o porteiro das ovelhas. E todos que não pertencem a ele não podem entrar por essa porta. Ninguém pode entrar pela porta do reino dos céus se não for por Jesus, não importa qual seja sua religião ou quantas boas obra ele fez. Já que Jesus é o porteiro do céu, como alguém pode entrar lá sem passar por ele? É por isso que precisamos ter uma relação de intimidade com Jesus. Essa relação significa que temos que passar pela experiência da remissão de pecados através de Jesus Cristo. Só aqueles que têm essa experiência com Jesus entendem e creem que ele de fato levou todos os seus pecados, morreu em seu lugar, lhes deu a vida, os salvou, e, por isso, podem entrar pela porta do reino dos céus.
O texto bíblico de João 10:6 diz assim: “Jesus disse-lhes esta parábola, mas eles não entenderam o que era que lhes dizia”. Os fariseus não entenderam. Eles não entenderam o que Jesus estava dizendo, a obra que ele fez para abrir os olhos do cego, a razão pela qual ele disse que não julgaria a mulher apanhada em adultério. Eles não entenderam porque sua mente era carnal. Mas tudo isso é fácil de entender quando lemos a Palavra no evangelho de João capítulo 10, dos versículos 1 ao 6.
Um aprisco geralmente é feito com estacas fincadas no chão e tem uma porta. Uma cerca é feita ao redor com essas estacas para que os lobos ou outros animais selvagens não possam entrar. A porta é usada pelo dono das ovelhas para entrar e sair com elas. As ovelhas não podem viver juntas de nenhum outro animal. Elas se vivem juntas para não ser devoradas pelos lobos, raposas ou cães selvagens, pois não têm força para enfrentá-los. Às vezes o pastor coloca um cão pastor junto às ovelhas para cuidar delas. Mas ele não as machuca, pois é treinado para isso. As ovelhas têm que ser protegidas por causa de algumas características especiais. É isso que a Palavra está dizendo. Como isso é simples!
João 10:1 diz assim: “Na verdade, na verdade vos digo que aquele que não entra pela porta no curral das ovelhas, mas sobe por outra parte, é ladrão e salteador”. O Senhor sempre fala com mansidão, mas aqui ele é bem direto ao usar as palavras “ladrão e salteador” para identificar os falsos líderes. Isso não está claro aqui? E ele também diz que aquele que entra para porta é o pastor das ovelhas. O Senhor veio a este mundo por nós, foi pregado na cruz e morreu sobre ela depois de tirar todos os pecados do mundo ao ser batizado por João Batista e entrar pela porta dos céus ao ressuscitar dos mortos. Jesus veio a este mundo e levou sobre si todos os nossos pecados ao ser batizado por João Batista, pregou a Palavra do evangelho por três anos, foi pregado na cruz no topo do monte chamado Gólgota, e disse: “Está consumado!” ao morrer na cruz. Naquele momento, o véu do templo se rasgou em dois de cima abaixo. Este véu era bordado com querubins e feito de tecido azul, púrpura e carmesim de linho fino retorcido. Sua costura era tão forte que nem mesmo quatro cavalos poderiam rasgá-lo se o puxassem pelas pontas. Mas ele se rasgou em dois quando Jesus morreu na cruz.
O Senhor disse quando veio a este mundo: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim”. Jesus nasceu neste mundo para levar nossos pecados sobre si. Ele levou todos os pecados do mundo ao ser batizado por João Batista, morreu na cruz e ressuscitou dos mortos para nos salvar de todos os nossos pecados. Jesus Cristo entrou no reino dos céus, onde Deus Pai está, ao receber o batismo de João Batista, ao morrer na cruz e ressuscitar ao terceiro dia. Sendo assim, todos que agora creem em Jesus como o Salvador que apagou seus pecados podem entrar no lugar em que Deus habita, como fez Jesus.
Jesus também é o porteiro do reino dos céus. Ele se tornou a porta dos céus em pessoa, e fez isso para que pudéssemos receber a remissão de pecados e entrar no céu se crermos no evangelho da água e do Espírito. Ele disse: “E, quando tira para fora as suas ovelhas, vai adiante delas, e as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz. Mas, de modo nenhum, seguirão o estranho; antes, fugirão dele, porque não conhecem a voz dos estranhos”.
Toda ovelha conhece muito bem seu dono. Há muitos israelitas que ainda se dedicam à criação de ovelhas, e seu rebanho sempre segue o pastor quando ele vai à frente delas. Algo muito interessante é que todos os animais, sejam eles cavalos, bodes ou ovelhas, seguem seu dono quando ele vai à frente deles tocando uma flauta. Aí ficamos pensando se todos seguem mesmo seu dono ou algum deles acaba se desviando do caminho. Mas eu pude ver isso com meus próprios olhos e eles de fato seguem o pastor, pois morrerão se não fizerem isso. Um turista colocou as roupas e o chapéu do pastor e foi à frente das ovelhas tocando a flauta, como se fosse seu dono, mas elas não o seguiram.
Jesus usou essa ilustração porque ele conhece bem as características das ovelhas. Quem conhece Jesus realmente o segue. Aqueles que sabem que Jesus é o seu Senhor, que ele é o Filho do Deus do céu, que ele é o nosso Salvador e que ele completou o evangelho da água e do Espírito, o seguem. Mas aqueles que não conhecem a Jesus não o seguem, pois ele não é o seu Salvador.
A Palavra em João capítulo 10, versículos 4 e 5, diz que cremos em Jesus com o coração e o seguimos se de fato cremos que o Senhor é o Filho do Deus do céu, se cremos que ele é o nosso Salvador, e se cremos que ele apagou todos os nossos pecados com o evangelho da água e do Espírito. É por isso que quem faz parte da Igreja de Deus ouve a Palavra de Deus, faz a obra que o agrada e se alegra com sua Palavra. Mas aqueles que não fazem parte dela, que não entendem Jesus corretamente, não o seguem.
Na primeira metade deste sermão, eu preguei sobre como receber a salvação crendo em Jesus e que ele é o Filho do Deus do céu. A partir de agora, eu vou completar meu sermão falando sobre como podemos realmente seguir ao Senhor pela fé.
 
 

Como Nossa Fé Tem que Estar Preparada para Seguir a Jesus?

 
Se nossa fé nos leva a seguir ao Senhor, só podemos fazer isso através do evangelho da água e do Espírito e nada mais. Nós precisamos ter a fé que crê no evangelho da água e do Espírito se quisermos receber a salvação do Senhor e entrar no céu. Nós só poderemos entrar no céu se crermos no evangelho da água e do Espírito.
Romanos 7:4-6 diz assim: “Assim, meus irmãos, também vós estais mortos para a lei pelo corpo de Cristo, para que sejais doutro, daquele que ressuscitou de entre os mortos, a fim de que demos fruto para Deus. Porque, quando estávamos na carne, as paixões dos pecados, que são pela lei, operavam em nossos membros para darem fruto para a morte. Mas, agora, estamos livres da lei, pois morremos para aquilo em que estávamos retidos; para que sirvamos em novidade de espírito, e não na velhice da letra”.
Se você e eu quisermos receber a salvação do pecado crendo no Senhor, então temos que crer no evangelho da água e do Espírito. E se quisermos seguir o Senhor, temos que segui-lo somente pela fé. Se olharmos para nossa condição física, nunca poderemos seguir ao Senhor. Isso porque somos muito fracos e acabamos sempre caindo. Fisicamente falando, nós jamais conseguiríamos seguir ao Senhor. E quando olhamos para nós mesmos, é difícil dizer que somos pessoas que receberam a salvação, pois somos fracos e temos muitas falhas. Isso acontece porque cedemos sempre ao pecado e às nossas fraquezas.
Se você quiser receber a salvação de todos os seus pecados e espera ter a fé dos justos perante Deus, você precisa ter a fé de que o Senhor veio a essa terra e apagou todos os seus pecados com o batismo que recebeu de João Batista e seu sangue na cruz. Você precisa ter a fé que crê totalmente no evangelho da água e do Espírito se quiser entrar no reino dos céus, pois assim você não cometerá nenhum pecado porque quer, embora sua carne seja fraca. É por isso que você precisa do evangelho da água e do Espírito para seguir o Senhor. Nós nunca conseguiríamos seguir ao Senhor se olhássemos para nossa carne. Não conseguiríamos fazer isso mesmo se quiséssemos, pois somos fracos e acabamos cedendo às nossas falhas. Portanto, temos que seguir o Senhor com a fé que crê nele totalmente.
Romanos 7:4 diz assim: “Daquele que ressuscitou de entre os mortos”, e isso quer dizer que podemos fazer a obra de Deus se formos a Jesus Cristo e recebermos a salvação crendo nele. Apesar das nossas falhas, nós podemos fazer a obra de Deus indo até Jesus pela fé que crê no evangelho da água e do Espírito. Por mais que queiramos seguir Jesus, e ele nos diga como fazê-lo, não poderemos fazer isso se não tivermos fé. Nós podemos seguir Jesus sem fé? Não. Apesar de nossa carne ser fraca, cremos que Jesus Cristo apagou todos os nossos pecados ao ser batizado, que ele nos confiou a obra da justiça e nos deu habilidade e fé para fazermos essa obra. Embora não sejamos capacitados para fazer a obra da justiça por nós mesmos, Jesus apagou todos os nossos pecados com o evangelho da água e do Espírito para que pudéssemos produzir frutos para Deus. E nós podemos fazer isso crendo na justiça de Deus. Mas isso só é possível pela fé. Mesmo depois de recebermos a salvação do pecado, a única maneira de seguirmos o Senhor é pela fé. Não podemos segui-lo sem a fé que crê em Deus. Do mesmo modo, ninguém pode receber a salvação sem fé. Portanto, a fé é um elemento mais essencial do que qualquer um outro.
A Bíblia diz assim: “Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa” (Atos 16:31). Creia na Palavra de Deus. Deus falou muito sobre a fé e nos perguntou: “Você crê no Filho do homem? Você crê no Filho de Deus? Você crê que o Filho de Deus veio a este mundo em carne? Que tudo seja conforme a sua fé!” A fé nos leva a receber a salvação, a seguir a Deus, nos torna obreiros de Deus e faz com que produzamos frutos. Você crê nisso? Então, nós temos que seguir o Senhor com fé. Quando seguimos o Senhor sem fé, olhamos para nossas fraquezas e falhas, para o nosso eu que é mais incapaz do que os outros, e começamos a duvidar se podemos ou não fazer a obra de Deus, já que não conseguimos nem cuidar de nós mesmos. Mas se olharmos só para nós mesmos, nós acabaremos indo por um caminho de destruição. Isso porque acabaremos voltando para o lamaçal do pecado. Você entende isso? É isso o que acontece.
Romanos 8:6 diz assim: “Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz”. Muitas vezes nos tornamos reféns dos nossos próprios pensamentos. Mas o que acontece quando as pessoas que não nasceram de novo são consumidas pelos seus pensamentos carnais? Elas não param de pensar como pode não haver pecado, já que cometem pecados todos os dias. É por isso que elas ficam perguntando: “Ainda há pecado em nós, não há?” Isso acontece porque elas só conseguem olhar para si mesmas. Já que não conhecem a vontade de Deus e não sabem o que o Senhor do céu fez, elas perguntam: “Como pode não haver pecado em nós? Todos que dizem que não têm pecado são heréticos. Não há um justo, nem um sequer. Como é que vocês dizem que são justos diante de Deus então?” Essas pessoas agem assim porque são escravas do seu próprio pensamento.
A Bíblia diz claramente que “a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz”. A inclinação do Espírito nos leva a pensar nas coisas que Deus fez. Embora sejamos seres que não podem evitar o inferno por causa das nossas imperfeições, o Filho de Deus veio a este mundo e levou sobre si todos os nossos pecados de uma vez por todas ao ser batizado por João Batista. Depois então, ele levou estes pecados até a cruz, morreu sobre ela e ressuscitou dos mortos ao terceiro dia. Por fim, Jesus subiu aos céus e acabou com todos os nossos pecados.
Mesmo depois de termos recebido a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito, nós ainda cedemos aos nossos pensamentos carnais. Isso acontece por causa da nossa inclinação carnal que nos leva a desanimar. E quando nossa visão se torna pequena, nós começamos a pensar em desistir. Aí acabamos morrendo quando damos lugar às nossas fraquezas. A inclinação da carne é morte. Quando damos lugar à inclinação da carne, acabamos cedendo às nossas fraquezas e começamos a questionar se o evangelho da água e do Espírito está correto, se nosso trabalho é mais importante do que a obra de Deus, se podemos simplesmente ignorar a verdade em certas situações que vivemos, se o Senhor realmente nos salvou sem se importar por sermos fracos, imperfeitos e miseráveis. Isso tudo no fim acaba nos levando à destruição.
Vamos voltar atrás então e buscar a inclinação do Espírito. A inclinação do Espírito nos leva a pensar no que Deus fez. O que Deus Pai e Jesus fizeram por mim e por você? João 3: 16 diz que “Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eternal”. O Filho de Deus nos salvou vindo a este mundo e levando todos os nossos pecados quando foi batizado e ressuscitou dos mortos, depois de levar nossos pecados até a cruz e morrer sobre ela derramando seu sangue. Ele levou todos os nossos pecados sobre si quando foi batizado. O fato de Jesus ter sido batizado significa que os pecados do homem foram passados para ele. Isso significa também que nossos pecados foram passados para ele. Ele derramou seu sangue na cruz e morreu sobre ela. Ele levou nossos pecados sobre seu corpo ao ser batizado, nos trouxe de volta da morte física e espiritual e nos deu uma nova vida ao derramar seu sangue na cruz, como disse que faria. E já que ele entregou seu corpo segundo a lei, isso significa que ele capacitou todo aquele que crê nele a fazer a obra da justiça de Deus.
Agora, temos que fazer a obra espiritual pela fé. Mas para fazermos isso, temos que buscar a inclinação do Espírito pela fé. Nós recebemos a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito, por isso, não podemos permitir que nossa fé fique estagnada. Nós sempre temos pensamentos carnais e espirituais. E esses pensamentos nos vêm à mente o tempo todo, dia após dia, de várias formas. Nós pensamos em coisas carnais num momento, e no outro já estamos pensando em coisas espirituais. Em outras palavras, nós pensamos na obra de Deus num momento, e no outro estamos pensando em coisas carnais. Até mesmo aquele que crê no evangelho da água e do Espírito não pensa nas coisas espirituais ou na obra de Deus o tempo todo. Até mesmo quando fazem a obra de Deus, os justos podem se prender a programas de televisão; algumas irmãs podem prestar atenção demais aos galãs da televisão e achar que isso é normal. Até alguns pastores ficam com os olhos fixos na televisão quando veem uma atriz bonita. E quando eu pergunto se eles gostaram tanto assim da atriz, eles dizem que só estão olhando. Mas, na verdade, eles deram lugar aos pensamentos carnais.
Mas será que a pessoa que está te perguntando isso agora também não cede aos seus pensamentos carnais? Claro que sim. Todos estão propensos a ceder aos seus pensamentos carnais. Eu só estou comparando-nos uns com os outros para tentar mostrar que fé é mais forte. Só existe um ser que é totalmente justo, e ele é Deus. Os seres humanos podem fazer comparações, embora todos sejam iguais aos olhos de Deus. Mas nos comparamos uns com os outros, dizendo que um é melhor do que o outro, quando pensamentos carnais e espirituais vêm e vão em nossa mente. Nós somos seres que podem ter uma mente carnal mesmo depois de recebermos uma mente espiritual. É por isso que só podemos fazer a obra de Deus pela fé, dando prova de que fomos salvos do pecado pela fé que crê no evangelho da água e do Espírito que Deus nos deu. Nós só podemos desfrutar das bênçãos físicas e espirituais pela fé. Nós temos que ser firmes e fortes pela fé, por mais que sejamos imperfeitos.
Embora vivamos neste mundo e tenhamos pensamentos carnais e espirituais por ainda vivermos neste corpo, temos que nos dedicar mais à obra de Deus e deixar de lado os pensamentos carnais. Além disso, temos que cultivar em nossa mente os pensamentos espirituais e torná-los um sinal em nossa vida. Ao contrário, será difícil seguirmos a Deus, mesmo que tenhamos recebido a salvação. Os que receberam a remissão de pecados devem se dedicar ainda mais à obra espiritual. Eles têm que procurar fazer sempre a obra de Deus. Nós temos que valorizar a salvação que Deus nos deu e viver pela fé. Isso fará com que estejamos cada vez mais firmes. Nós podemos ser fortalecidos e libertos de nós mesmos pela fé, apesar de sermos fracos. Romanos 7:6 diz que “agora, estamos livres da lei, pois morremos para aquilo em que estávamos retidos; para que sirvamos em novidade de espírito, e não na velhice da letra”. Não servir na velhice da letra significa que não devemos crer na Palavra ou entendê-la literalmente.
Nós temos que ser libertos da maldição da lei e das nossas fraquezas crendo na justiça de Deus. E também só podemos ser libertos da maldição de Deus pela fé. Nós ficamos livres das nossas fraquezas, da lei e do juízo de Deus quando cremos no evangelho da água e do Espírito e no Senhor. É por isso que nós que cremos na justiça de Deus podemos ter uma nova vida. A Bíblia diz que “se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo”. Nós temos que nos dedicar à obra espiritual, ou seja, à obra de Deus, e reconhecer o que ele fez por nós. Portanto, é possível seguirmos sempre ao Senhor sem medo algum de não termos mais pensamentos espirituais.
O Senhor disse em João 10:4: “E, quando tira para fora as suas ovelhas, vai adiante delas, e as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz”. O Senhor não vai à nossa frente? Ele apagou todos os nossos pecados quando veio a este mundo, foi batizado e morreu na cruz. O Senhor não veio a este mundo então e realizou a nossa salvação de modo perfeito? O Senhor veio a este mundo, foi batizado e derramou seu sangue para apagar todos os pecados da nossa alma e nos dar a salvação. Ele não nos salvou de todos os nossos pecados então? É por isso que só podemos seguir ao Senhor pela fé que temos nele. Nós podemos seguir o Senhor pela fé crendo no evangelho da água e do Espírito, por mais que ainda tenhamos nossas falhas. Nós só recebemos a salvação do nosso Salvador Jesus Cristo e nos tornamos seus seguidores quando cremos no amor de Deus e na salvação que ele nos deu.
Nós temos que ouvir este evangelho mesmo que tenhamos recebido a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito, pois temos a tendência de ceder aos pensamentos carnais. É por isso que temos que meditar sempre no evangelho da água e do Espírito. Nós temos que crer no evangelho da água e do Espírito e confirmar nossa fé nele fazendo todas essas cosias. Nosso coração é purificado quando vamos para a Igreja de Deus e ali ouvimos o evangelho da água e do Espírito através da Palavra de Deus. É bem verdade que nossos pecados foram apagados quando recebemos a remissão de pecados, mas temos que meditar sempre no evangelho da água e do Espírito se quisermos manter nosso coração puro.
A mente fica impura quando é tomada por pensamentos carnais. É por isso que precisamos do evangelho da água e do Espírito ainda mais. Para concluir, você e eu temos que ficar firmes confiando no Senhor e crendo nele, embora sejamos fracos. Para isso, temos que meditar sempre no evangelho da água e do Espírito. Nós sempre poderemos seguir o Senhor pela fé no evangelho da água e do Espírito e na Palavra de Deus. Deus abençoou os nascidos de novo que são fracos como nós. Nosso Deus abençoou a nós que somos seu povo e vivemos na sua presença. Por isso, temos que ser o povo que confia sempre na justiça de Deus, mesmo sabendo que somos fracos. Até agora temos buscado as coisas carnais e nos dedicado a elas, mas a partir de agora temos procurar fazer a obra de Deus e nos dedicar mais a ela. Você entende isso?
Aqueles que têm muitos pensamentos carnais não podem fazer muito a obra de Deus. A obra de Deus tem que ser confiada àqueles que têm uma mente espiritual, pois eles a farão de modo eficaz e abençoado. Nem todos podem fazer a obra de Deus. Nem todos podem fazer a obra de pregar o evangelho da água e do Espírito em todo o mundo. Nós temos que buscar o Senhor e segui-lo ainda mais crendo na sua Palavra.
Nós sempre acabamos cedendo às nossas fraquezas, e é por isso que temos que pensar cada vez mais nas coisas espirituais. Nós temos que permanecer firmes crendo em Jesus Cristo por meio do evangelho da água e do Espírito. Meu desejo é que vocês busquem ao Senhor que se tornou nosso Pastor e o sigam.