คำสอน

Assunto 16: O Evangelho Segundo JOÃO

[Capítulo 12-1] Invista Seu Dinheiro Numa Causa que Vale a Pena (João 12:1-8)

Invista Seu Dinheiro Numa Causa que Vale a Pena
(João 12:1-8)
“Foi, pois, Jesus seis dias antes da páscoa a Betânia, onde estava Lázaro, o que falecera, e a quem ressuscitara dentre os mortos. Fizeram-lhe, pois, ali uma ceia, e Marta servia, e Lázaro era um dos que estavam à mesa com ele. Então Maria, tomando um arrátel de unguento de nardo puro, de muito preço, ungiu os pés de Jesus, e enxugou-lhe os pés com os seus cabelos; e encheu-se a casa do cheiro do unguento. Então, um dos seus discípulos, Judas Iscariotes, filho de Simão, o que havia de traí-lo, disse:’Por que não se vendeu este unguento por trezentos dinheiros e não se deu aos pobres?’Ora, ele disse isto, não pelo cuidado que tivesse dos pobres, mas porque era ladrão e tinha a bolsa, e tirava o que ali se lançava. Disse, pois, Jesus: ‘Deixai-a; para o dia da minha sepultura guardou isto; porque os pobres sempre os tendes convosco, mas a mim nem sempre me tendes.”
 
 

Jesus Elogiou Maria por Tê-lo Ungido com o Unguento e Repreendeu Judas por Criticá-la

 
Jesus ressuscitou Lázaro, irmão de Marta e Maria, dos mortos. Elas ficaram tão gratas a Jesus que deram uma festa para honrá-lo. Além disso, Maria levou um perfume de nardo puro muito caro, ungiu os pés de Jesus e os secou com seus cabelos. Sua casa então foi tomada por aquela fragrância.
Judas, um dos discípulos de Jesus, não gostou do que Maria fez. Ele então a criticou e disse: “Como é que você tem coragem de gastar um perfume tão caro?” O perfume que Maria derramou nos pés de Jesus era muito caro, o salário anual de um trabalhador comum. Judas achou aquilo um desperdício, e como ele percebeu que Jesus ficou ali sentado e não repreendeu Maria, ele mesmo resolveu fazer isso.
Judas disse a Maria: “Por que você desperdiçou um perfume tão caro assim, já que ele poderia ser vendido por trezentos denários para dar aos pobres?” E quando Judas disse isso, Lázaro e os outros discípulos de Jesus não disseram nada. Eles ficaram calados porque o que Judas disse fazia sentido. Mas apesar de ter sido criticada por ele, Maria não se importou. É claro que ela sabia muito bem que se o perfume fosse vendido e o dinheiro dado aos pobres, isso ajudaria e alimentaria muitos deles. Mas com seu gesto, ela preparou Jesus para o seu sepultamento, pois sabia que ele morreria na cruz por seus pecados. Melhor dizendo, ela estava expressando sua gratidão a ele por isso.
Judas foi um homem que, depois de seguir Jesus e tê-lo como seu mestre, acabou traindo-o por dinheiro. Naqueles dias, o dinheiro do perfume que Maria ungiu Jesus dava para comprar um campo de 7 a 10 mil metros quadrados. Foi por isso que Judas, que não conhecia a graça de Deus, pensou que sua atitude tinha sido um desperdício de dinheiro. Ele não pôde entender o que Maria tinha em mente quando ungiu os pés de Jesus com aquele perfume. Maria estava disposta a oferecer a Jesus tudo que tinha porque sabia que ele era o Messias e o Salvador. E já que ela sabia que ele tinha tirado todos os seus pecados e morreria na cruz, foi uma grande alegria para ela ter ungido Jesus com aquele perfume caríssimo.
Embora Judas fosse discípulo de Jesus, ele não acreditava que ele era o Filho de Deus. Ele só achava que Jesus era alguém que se destacava no meio dos outros, e foi por isso que ele o seguiu. E até o fim ele chamou Jesus de “Rabi” ao invés de “Senhor” (Mateus 26:25, 49). Judas não entendeu que Jesus era o Filho de Deus e seu Salvador, Aquele que podia salvá-lo de todos os seus pecados com o evangelho da agua e do Espírito. E foi por isso que ele acabou traindo-o por trinta moedas de prata.
Mas Jesus o repreendeu por ter criticado Maria. Ele disse: “Deixai-a; para o dia da minha sepultura guardou isto; porque os pobres sempre os tendes convosco, mas a mim nem sempre me tendes”. Assim, ao invés de repreender Maria, o Senhor a elogiou.
 
 

Foi Mais Importante Ungir os Pés de Jesus com Perfume do que Ajudar os Pobres

 
O que é foi importante, ajudar os pobres uma vez ou ungir os pés de Jesus com perfume para o dia do seu sepultamento? É claro que o mais importante foi ungir os pés de Jesus. O que é mais importante, enviar milhares de sacos de farinha para a Somália ou oferecer o pouco que você tiver ao Senhor para que o evangelho da água e do Espírito seja pregado? É mais importante investir no ministério da pregação do evangelho da água e do Espírito. Nós temos que nos lembrar sempre que o dinheiro gasto na obra de Deus é muito mais importante do que o dinheiro que é gasto em qualquer outra causa neste mundo.
Maria deu o que tinha para Jesus, e muito mais, ela deu para o evangelho da água e do Espírito. A Bíblia diz que quando Maria ungiu os pés de Jesus não menos do que com um arrátel de unguento de nardo puro e secou seus pés com seus cabelos, o ambiente foi tomado por aquela fragrância. Com isso podemos entender que as ofertas que damos para a pregação do evangelho da água e do Espírito podem levar muitos a receber a remissão de pecados. Isso porque assim como aquele ambiente foi tomado pela fragrância do perfume, assim será o evangelho da água e do Espírito pregado em todo o mundo. Portanto, temos que servir ao evangelho crendo que as ofertas que damos para sua causa irá longe para ajudar as pessoas a receber a remissão de pecados.
O Senhor elogiou Maria pelo o que ela fez. Ele disse que seu gesto seria lembrado onde quer que esse evangelho fosse pregado. Maria sabia que Jesus iria morrer na cruz, e foi por isso que ela levou seu tesouro mais precioso e preparou o Senhor para o seu sepultamento. Jesus disse que devemos nos lembrar do gesto de Maria, que ofereceu seu tesouro em prol do evangelho. O evangelho da água e do Espírito só é anunciado por causa de pessoas como Maria – ou seja, por aqueles que oferecem seu melhor em prol do evangelho do Senhor. Eu creio que o evangelho da água e do Espírito só está sendo pregado porque há muitos santos como Maria.
Jesus disse: “Eu estou no Pai, e o Pai está em mim”. Tudo está em Jesus. Nele está a salvação, a justiça de Deus, a criação deste mundo; tudo que há no universo está em Jesus. Jesus se tornou nosso Salvador quando ainda éramos pecadores. Por isso, temos que oferecer nosso melhor para ele. Temos que investir nossos bens na pregação do evangelho da água e do Espírito assim como todos os nossos dons, forças e habilidades. Anunciar o evangelho da água e do Espírito é a obra mais valiosa dessa terra, e o dinheiro que é investido no evangelho de Deus é o dinheiro investido na causa mais importante deste mundo. Doar nossos bens materiais neste mundo para a obra do evangelho da água e do Espírito é o mesmo que servir ao próprio Deus.
Quando Jesus voltar em sua glória com todos os seus santos anjos, ele se sentará no seu trono de glória e julgará todas as nações. Ele reunirá todos os povos diante dele e separará uns dos outros, como o pastor que separa as ovelhas dos bodes. E ele colocará os justos do seu lado direito, e os pecadores do seu lado esquerdo (Mateus 25:31-33). Ele então dirá aos justos à sua direita: “Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me; estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e fostes ver-me” (Mateus 25:34-36).
Os justos à sua direita não entenderão nada e perguntarão: “Senhor, quando foi que cuidamos de ti?” E Jesus então lhes dirá: “O que vocês fizeram aos nascidos de novo que creem em mim, vocês fizeram para mim”.
 
 
A Obra Mais Valiosa que Existe é Doar Nossos Bens Materiais para a Pregação do Evangelho de Deus
 
Seja quem for, a obra mais valiosa que ele pode fazer é doar seus bens materiais e a si mesmo para o Senhor. Jesus disse que onde quer que este evangelho fosse pregado, o gesto de Maria ungindo seus pés com aquele perfume deveria ser lembrado. Melhor dizendo, Jesus disse que as pessoas devem ser encorajadas a ter gestos como aquele. O importante não é se sua oferta ao Senhor é grande ou pequena. O mais importante é o fato de você ofertar a si mesmo totalmente à obra de Deus e pregar o evangelho da água e do Espírito doando seu melhor. O dinheiro que você oferta a Deus é gasto no evangelho. Ele tem sido gasto numa causa muito importante para salvar inúmeras almas no mundo inteiro que ainda não receberam a remissão de pecados.
Maria doou o que tinha de melhor ao Senhor, e toda a casa foi tomada por aquela fragrância por causa do seu gesto. Do mesmo modo, quando os santos nascidos de novo doam o que têm de melhor para que o evangelho da água e do Espírito seja pregado, é por causa dessa oferta que o mundo fica cheio do conhecimento do verdadeiro evangelho, como as águas cobrem o mar (Isaías 11:9). Vocês creem nisso, meus amados irmãos? Nós temos que usar nossos bens materiais de maneira correta. Temos que entender que quando nossos bens materiais são investidos na obra de Deus é que o que temos de melhor é usado da maneira mais importante, valiosa e significante. Esses bens não devem ser usados para nós mesmos ou em qualquer causa efêmera deste mundo, mas para Deus. Isso porque pregar o evangelho de Deus é a obra mais importante deste mundo.
E para nós, não é apenas importante oferecer o que temos de melhor ao Senhor, mas também saber como usar de modo apropriado tudo que ofertamos a ele. Nós temos que empregar nossos recursos principalmente na pregação do evangelho da água e do Espírito. Suas valiosas ofertas são usadas para financiar nosso ministério de literatura em todo mundo e para fundar novas igrejas na Coreia. Elas estão sendo usadas na causa mais importante que existe, ou seja, levar vida a todas as almas deste mundo. Não é essa então a causa mais importante para você investir seu dinheiro? Afinal de contas, o que poderia ser mais importante do que salvar todas as almas deste mundo?
Você tem doado seus bens materiais para a obra mais importante que existe. De fato, você esta espalhando a mais pura e maravilhosa fragrância do evangelho no mundo inteiro. E suas ofertas são ainda mais valiosas porque você poderia gastá-las facilmente consigo mesmo, mas está ofertando-as a Deus. Eu estou certo que você não se importa por não ter muito para ofertar ao Senhor. Eu tenho certeza que você faz sempre o possível para dar seu melhor a Deus. E suas valiosas ofertas estão sendo usadas agora na pregação do evangelho da água e do Espírito; essa é a obra mais importante que existe. Assim como toda a casa foi tomada por aquela fragrância quando Maria derramou aquele perfume nos pés de Jesus, o evangelho da água e do Espírito está sendo anunciado no mundo inteiro por causa das valiosas ofertas que você tem dado a Deus. Essas ofertas que usamos na pregação do evangelho são um tesouro inestimável.
O livro de Provérbios diz a respeito da mulher virtuosa:
“ Mulher virtuosa quem a achará?
O seu valor muito excede ao de rubis.
O coração do seu marido está nela confiado;
assim ele não necessitará de despojo.
Ela só lhe faz bem, e não mal,
todos os dias da sua vida.
Busca lã e linho,
e trabalha de boa vontade com suas mãos.
Como o navio mercante,
ela traz de longe o seu pão.
Levanta-se, mesmo à noite,
para dar de comer aos da casa,
e distribuir a tarefa das servas.
Examina uma propriedade e adquire-a;
planta uma vinha com o fruto de suas mãos.
Cinge os seus lombos de força,
e fortalece os seus braços.
Vê que é boa a sua mercadoria;
e a sua lâmpada não se apaga de noite.
Estende as suas mãos ao fuso,
e suas mãos pegam na roca” (Provérbios 31:10-18).
Também está escrito: “Seu marido é conhecido nas portas, e assenta-se entre os anciãos da terra” (Provérbios 31:23). O que essa passagem quer dizer? Ela quer dizer que quando a mulher virtuosa faz uma boa obra, ela vai até a porta da cidade e dá todo crédito ao seu marido dizendo: “Eu só pude fazer isso tudo tão bem assim porque meu marido me ensinou”. O Senhor, que é o nosso Noivo, quer que sejamos como a mulher virtuosa para ele. A mulher virtuosa aqui se refere a cada um de nós que recebeu a remissão de pecados e trabalha na pregação do evangelho no mundo inteiro.
Nossos bens materiais têm que ser usados em prol do evangelho da água e do Espírito. Todos nós temos que entender muito bem que o melhor que temos precisa ser usado na causa mais importante que existe, e que a maneira certa de fazermos isso é usarmos nossos bens na obra de Deus.

Eu sou muito grato ao Senhor que nos salvou e nos capacitou para usarmos o melhor que temos em prol do seu verdadeiro evangelho.