Sermões

Assunto 27: Cartas de Deus para nós na era do coronavírus

[27-1] Não Pertencemos a este Mundo, mas ao Céu (Apocalipse 4)

(Apocalipse 4)
“Depois destas coisas, olhei, e eis não somente uma porta aberta no céu, como também a primeira voz que ouvi, como de trombeta ao falar comigo, dizendo: Sobe para aqui, e te mostrarei o que deve acontecer depois destas coisas.
Imediatamente, eu me achei em espírito, e eis armado no céu um trono, e, no trono, alguém sentado; e esse que se acha assentado é semelhante, no aspecto, a pedra de jaspe e de sardônio, e, ao redor do trono, há um arco-íris semelhante, no aspecto, a esmeralda. Ao redor do trono, há também vinte e quatro tronos, e assentados neles, vinte e quatro anciãos vestidos de branco, em cujas cabeças estão coroas de ouro. Do trono saem relâmpagos, vozes e trovões, e, diante do trono, ardem sete tochas de fogo, que são os sete Espíritos de Deus. Há diante do trono um como que mar de vidro, semelhante ao cristal, e também, no meio do trono e à volta do trono, quatro seres viventes cheios de olhos por diante e por detrás. O primeiro ser vivente é semelhante a leão, o segundo, semelhante a novilho, o terceiro tem o rosto como de homem, e o quarto ser vivente é semelhante à águia quando está voando. E os quatro seres viventes, tendo cada um deles, respectivamente, seis asas, estão cheios de olhos, ao redor e por dentro; não têm descanso, nem de dia nem de noite, proclamando: Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus, o Todo-Poderoso, aquele que era, que é e que há de vir. Quando esses seres viventes derem glória, honra e ações de graças ao que se encontra sentado no trono, ao que vive pelos séculos dos séculos, os vinte e quatro anciãos prostrar-se-ão diante daquele que se encontra sentado no trono, adorarão o que vive pelos séculos dos séculos e depositarão as suas coroas diante do trono, proclamando: Tu és digno, Senhor e Deus nosso, de receber a glória, a honra e o poder, porque todas as coisas tu criaste, sim, por causa da tua vontade vieram a existir e foram criadas.”
 

Ouvi dizer que, recentemente, os visitantes do nosso site têm baixado muitos de nossos e-books em dois idiomas. Quando introduzimos os livros em dois idiomas pela primeira vez, havia no máximo algumas pessoas baixando-os, mas estou feliz em saber que só ontem, quatorze pessoas os baixaram. Os países ao redor do mundo têm seus próprios idiomas e reunimos livros em dois idiomas para que as pessoas possam lê-los enquanto comparam o texto entre dois idiomas ao mesmo tempo. Como esses livros são muito populares entre pessoas de todo o mundo, gostaria que publicássemos mais livros em duas línguas nos dias que virão. Na verdade, existem muitas pessoas no mundo que usam dois ou mais idiomas. Também há muitos países onde os filhos e os pais da mesma família falam idiomas diferentes, então acho que nossos e-books em dois idiomas serão muito úteis para essas famílias. Quanto mais publicarmos e-books em dois idiomas, mais pessoas ao redor do mundo irão baixá-los e mais enriquecidas suas almas ficarão graças à Palavra do evangelho da água e do Espírito. Não posso falar de todos os casos aqui, mas algumas pessoas baixaram dezenas de e-books, então tenho grandes expectativas. Afinal, o que essas pessoas fariam depois de baixar nossos e-books? Elas os compartilharão com muito mais pessoas. Essas pessoas também verão seus corações transformados. É por isso que trabalhamos ainda mais, agradecendo ao Senhor Jesus por Sua obra justa.
Acabamos de ler Apocalipse capítulo 4. Há algum tempo, fomos abençoados por compartilhar a mensagem que o Apóstolo João tinha para as Sete Igrejas da Ásia. O Apóstolo João, que escreveu o livro do Apocalipse, é um discípulo de Jesus que também escreveu o Evangelho de João, um dos quatro evangelhos canônicos, e 1ª, 2ª e 3ª Epístolas de João, também.
Ele foi o discípulo mais amado de Jesus e, no final de sua vida, foi perseguido pelo imperador romano e exilado na Ilha de Patmos. Por ser a terra natal do Apóstolo João, Israel, governada por Roma naquela época, era muito comum que aqueles que desafiavam o governo romano fossem presos e suportassem o sofrimento. O Apóstolo João desafiou Roma recusando-se a participar do culto ao imperador, e assim os oficiais romanos o exilaram na Ilha de Patmos e o mantiveram prisioneiro lá. Mas, enquanto estava exilado na Ilha de Patmos, o Apóstolo João pôde compartilhar uma profunda comunhão com Jesus, e então esse sofrimento foi uma bênção para ele, e foi aqui que ele escreveu o livro do Apocalipse. Foi nesta ilha que Deus mostrou ao Apóstolo João o que aconteceria no futuro. Assim, embora os justos também enfrentem dificuldades de vez em quando, Deus trabalha em todas as coisas para garantir que eles sejam abençoados e nessas dificuldades.
É pela providência de Deus que Sua revelação mostrada ao Apóstolo João foi passada para nós hoje. Quando lemos a carta do Apocalipse que o Apóstolo João escreveu com uma compreensão clara de sua formação, podemos ficar tranquilos sabendo como Deus nos guiará. O sofrimento que suportamos é o que nos ajuda ainda mais a seguir o Senhor Jesus.
 
 

“Vou te mostrar coisas que devem acontecer”


Na Ilha de Patmos, Deus mostrou ao Apóstolo João como este mundo será transformado. Cansado do exílio, o Apóstolo João orava a Deus e, enquanto orava, era guiado pelo Espírito de Deus e podia ouvir e ver a Revelação do Céu. Está escrito: “...e te mostrarei o que deve acontecer depois destas coisas”. (Apocalipse 4: 1). 
Em Apocalipse 4: 1-11, Deus está falando do domínio celestial que o Apóstolo João, movido pelo Espírito Santo, viu com seus olhos e coração. Lá, ele viu o Trono de Deus, vinte e quatro anciãos sentados em seus tronos com coroas de ouro em suas cabeças e quatro criaturas vivas com seis asas cada e cheias de olhos ao redor. Dia e noite, essas criaturas vivas diziam sem descanso:
“Santo, Santo, Santo
É o Senhor Deus, o Todo-Poderoso,
Aquele que era, que é e que há de vir!”. (Apocalipse 4: 8). Onde a Bíblia diz aqui, “Aquele. . . que há de vir ”, está falando de Jesus Cristo. Refere-se ao Salvador que veio pela água e pelo Espírito e que salvou todos nós, seres humanos, dos pecados deste mundo.
Quando toda a raça humana caiu nos pecados deste mundo e estava destinada a perecer, o Senhor veio a essa Terra e salvou a humanidade de seus pecados de uma vez por todas com o evangelho da água e do sangue. Este Senhor é Jesus Cristo. Tendo completado toda esta obra, Jesus apareceu diante de Seus discípulos depois de ressuscitar dos mortos e disse: “Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra”. (Mateus 28:18). O Senhor é o Governante do Céu e da Terra. Ele não é apenas o Salvador dos pecadores, mas também o Governante para reinar sobre Satanás e os justos. É muito importante para nós termos uma compreensão clara do reinado de Jesus, e com essa compreensão viver pela fé até o dia em que encontraremos o Senhor.
Nos tempos antigos do Antigo Testamento, as orações eram oferecidas apenas ao Senhor Deus, mas nos tempos do Novo Testamento, sabemos que nossas orações são respondidas quando oramos a Jesus Cristo também, que é o próprio Deus. Jesus Cristo disse que Ele deu todas essas bênçãos a nós, os crentes, no evangelho da água, do sangue e do Espírito.
No capítulo 4 de Apocalipse, o Senhor está nos mostrando como Ele reina e governa sobre tudo, desde o domínio celestial até o domínio terrestre. Todos os seres humanos devem inclinar suas cabeças perante a exaltação de Jesus Cristo e Seu poder, louvá-Lo e adorá-Lo. Porque nós temos o amor de Deus, podemos adorá-Lo pela fé.
Jesus Cristo é de fato digno do louvor de todas as Suas criaturas e anjos. Nos velhos tempos, os nomes revelados por Deus eram vários, incluindo Yahweh, que significa "Eu Sou Quem Eu Sou", e Elohim (אֱלהִים), que significa Deus Todo-Poderoso. Jesus Cristo é o próprio Deus que criou todas as coisas no Céu e na Terra, e que reina e governa sobre todas as Suas criaturas. Isso é o que a passagem bíblica de hoje mostra a todos nós. Está dizendo aos crentes no evangelho da água e do Espírito que Jesus é o próprio Deus digno de nosso louvor e adoração. Ele não carece de nada para adorá-Lo, pois Ele nos salvou por meio do evangelho da água e do sangue, e Sua Honra e Glória são ilimitadas.
Quando o Senhor retornar a esta Terra, Ele levará os justos que ainda estão vivendo neste mundo para o Seu Reino - isto é, o Reino dos Céus - enquanto Ele julgará todos aqueles que não acreditaram que Jesus Cristo é o verdadeiro Governante e ficaram contra Ele sem terem crido. Essas pessoas serão julgadas apropriadamente por seus atos e incredulidade.
Jesus Cristo pode nos levar ao Reino dos Céus porque Ele tem o poder de salvar você e eu de todos os pecados deste mundo de uma vez por todas. Porque Ele levou os pecados do mundo de uma vez por todas com o batismo que recebeu de João Batista aos 30 anos, e porque Ele pagou o salário por todos os nossos pecados de uma vez por todas derramando Seu sangue na Cruz, Ele pode nos tornar perfeitos. Ele completará Sua obra de salvação, ressuscitando todos aqueles nesta Terra que creram nesta Verdade. Agora, nosso Senhor Jesus Cristo está sentado em Seu Trono celestial e espera por nós, tendo preparado o Reino dos Céus para todo o Seu povo.
Jesus é o Governante de todas as coisas no Céu e na Terra, Ele é o Senhor do Céu e da Terra. Jesus Cristo não é apenas o Salvador da humanidade, mas, também, o verdadeiro Deus que deve receber honra e glória de todos os crentes.
Devemos acreditar que Jesus é nosso verdadeiro Governante. É apropriado que Jesus Cristo seja glorificado por meio de nós, os crentes no evangelho da água e do Espírito, pois Ele fez a obra justa de Deus nesta Terra por nós. Hoje em dia, todos nós que cremos no evangelho da água e do Espírito nos tornamos Seu povo e agora somos Seus servos e Sua alegria. O Senhor veio a este mundo em busca de pecadores, Ele os salvou pela água e pelo Espírito, e Ele ama e abençoa todos nós que cremos nesta Verdade.
 
 

Jesus Cristo tem toda autoridade no Céu e na Terra


À medida que o fim se aproxima, é absolutamente necessário que você e eu tenhamos o conhecimento adequado de Jesus Cristo, nosso verdadeiro Governante e o próprio Deus, e confiemos Nele e o sigamos pela fé. Todos nós devemos, portanto, orar a este Deus. Devemos viver em paz, confiando todas as nossas coisas a Jesus Cristo, nosso Governante. E agora, à medida que o fim se aproxima, devemos exaltar Jesus, nosso Governante, e Sua justiça ainda mais em nossas vidas.
O livro do Apocalipse está nos mostrando como nós, tendo sido salvos pelo Senhor, viveremos de agora em diante na Glória com Deus. A justiça de Jesus Cristo trouxe a verdadeira salvação para todos nós que agora cremos no evangelho da água e do Espírito, e nos abençoou por vivermos crendo que Jesus Cristo é nosso Deus. Todos nós devemos perceber o quão maravilhoso é termos nosso Governante neste fim dos tempos.
Algumas pessoas podem afirmar que creem em Jesus como seu Salvador, mas, na realidade, não reconhecem que Jesus Cristo é o Governante do Céu e da Terra. Portanto, a fé deles nada mais é do que apenas acreditar em suas próprias mentes. Aqueles que creem em Jesus apenas como uma questão de sua própria piedade religiosa pensam que Deus o Pai é um grande Deus, mas eles não sabem que Jesus Cristo é o próprio Deus que é digno de receber honra, glória, ação de graças e louvor de todos. Como resultado, eles estão ignorando a obra de Jesus Cristo e Seu reinado. Esta é uma grande tragédia. Por conta própria, eles pensam erroneamente que Jesus Cristo não tem a mesma autoridade de Deus Pai nem o mesmo poder. Nenhum de nós deve interpretar mal e crer mal em Jesus Cristo, o Governante de tudo. Nunca devemos nos permitir cometer um erro tão grave.
Portanto, devemos reconhecer que Jesus Cristo, que veio a nós pelo evangelho da água e do Espírito, é o verdadeiro Governante de todos nós, nosso Rei, nosso Sumo Sacerdote e nosso verdadeiro Profeta. É necessário que entendamos o que significa quando a Bíblia diz: "Porque dele, e por meio dele, e para ele são todas as coisas". (Romanos 11:36). Devemos entender que este Deus que fez todas as coisas no Céu e na Terra não apenas salvou você e eu de todos os pecados deste mundo de uma vez por todas com o evangelho da água e do Espírito, mas Ele também é o verdadeiro Deus para nós, os crentes. Em outras palavras, Jesus Cristo é o Governante do Céu e da Terra.
Deus, o Governante, julgará os pecados daqueles que desprezam Sua autoridade, mas recompensará aqueles que obedecem a Sua autoridade e Verdade. Em ambos os Testamentos, Deus falou conosco como o Criador que fez todas as coisas no Universo e nos mostrou que o Senhor é o Juiz e Governante que condenará os pecados dos anjos caídos. Porque o Governante é justo e justo, Deus também nos mostrou que Ele julgará os pecados daqueles que não desejam Sua misericórdia. Este Deus justo salvou a nós, que não somos mais do que criaturas humildes e desprezíveis, de todos os pecados do mundo de uma vez por todas, e tudo isso por causa da Sua grande misericórdia. É por isso que aqueles de nós que agora se apegam à misericórdia de Deus e creem no evangelho da água e do Espírito chamam a este Deus de nosso Salvador e Governante.
Jesus Cristo é o verdadeiro Governante e Deus para todos nós. Portanto, Ele deseja receber toda a glória de nós. Devemos corresponder às suas expectativas. Jesus Cristo é o próprio Deus que é digno de ser glorificado por nós, pois Ele é o Deus que nos salvou dos pecados do mundo. Este Deus continua sendo nosso Governante nesta era presente também. Devemos trabalhar incansavelmente para manifestar a misericórdia de Deus a todos os pecadores que anseiam por ela até o dia em que estivermos em Sua presença. Assim, é pela fé que aqueles que acreditam na justiça do Governante podem glorificá-Lo em suas vidas.
O Deus em quem cremos não quer apenas vencer os oponentes que se opõem à Sua justiça, mas quer vencê-los com Seu amor misericordioso e justiça. Deus deseja que os pecadores sejam salvos por meio de Sua misericórdia.
É por esta razão que o livro do Apocalipse está nos mostrando que Jesus Cristo é digno de ser adorado pelos anjos e pelos anciãos. Está escrito: “Os vinte e quatro anciãos prostrar-se-ão diante daquele que se encontra sentado no trono, adorarão o que vive pelos séculos dos séculos e depositarão as suas coroas diante do trono, proclamando: 
_ Tu és digno, Senhor e Deus nosso,
de receber a glória, a honra e o poder, 
porque todas as coisas tu criaste,
sim, por causa da tua vontade vieram a existir e foram criadas”. (Apocalipse 4: 10-11).
Todos nós que agora cremos no evangelho da água e do Espírito sabemos quão exaltado é o Senhor, e com esse entendimento nos submetemos a Ele em obediência. Isso porque o Altíssimo não é apenas nosso verdadeiro Salvador, mas também nosso verdadeiro Governante.
 
 

Quem é o verdadeiro Governante?


Há muito tempo, certos anjos desafiaram a autoridade de Deus, mas Deus não queria destruir esses oponentes com Seu poder e, em vez disso, queria vencê-los com Sua retidão, misericórdia e justiça. E a vontade de Deus, nosso Governante, era para aqueles de nós que creem na Sua justiça e amam receber as verdadeiras bênçãos. O Governante da humanidade queria conceder Seu amor misericordioso não aos anjos, mas a nós, seres humanos.
Jesus Cristo, nosso Governante, concedeu Sua justiça aos descendentes de Adão que, tendo caído na tentação de Satanás, se levantaram contra Deus; e Jesus teve o prazer de revelar essa bênção por meio do evangelho da água e do Espírito, um presente de Deus. Ele teve o prazer de salvar para sempre os crentes no evangelho da água e do Espírito de todos os seus pecados do mundo. Ele queria que os seres humanos fossem salvos de todos os seus pecados de desobediência por meio do amor justo de Deus. É por isso que Deus abençoou aqueles entre as Suas criaturas que reconhecem seus pecados e creem na Sua justiça para se tornarem Seus verdadeiros filhos.
Mesmo agora, muitas pessoas estão se levantando contra a justiça de Deus, assim como os anjos que se rebelaram contra Ele há muito, muito tempo. Portanto, o Deus Soberano procurou punir os anjos caídos pelo pecado de permanecerem contra a Sua vontade. No entanto, Deus tratou os seres humanos de maneira diferente desses anjos. Em vez de puni-los, Ele teve o prazer de revelar Sua verdadeira Graça da salvação à humanidade. Essa Graça da salvação é revelada no evangelho da água e do Espírito que Jesus Cristo nos deu. Porque Deus manifestou Seu amor justo neste evangelho, todo aquele que crê nele pode ver a Glória de Deus.
Agora, portanto, todos nós devemos crer na salvação que nosso misericordioso Deus nos deu, de acordo com Seu amor e justiça. Todas as criaturas devem crer e confessar que somente Jesus Cristo é o Salvador que nos libertou dos pecados do mundo. Jesus Cristo, nosso Governante, libertou toda a raça humana dos pecados do mundo. Se Ele não tivesse feito isso, todos nós teríamos permanecido como inimigos de Deus e contra a Sua justiça.
Devemos, portanto, crer no amor do Governante que nos tornou justos e alcançar nossa salvação por esta fé. E com esta fé devemos agradecer ao Senhor. Nosso Deus Soberano nos tornou sem pecados, e devemos agradecer a nosso Senhor, que é nosso Mestre e Salvador, por não ter lidado conosco como Ele tratou com os anjos caídos. Assim, à medida que continuamos com nossas vidas, é justo que louvemos a Deus com nossa fé sincera. Fomos feitos à imagem de Deus, nosso Governante, e esse Deus Soberano veio a esta Terra para nos salvar de uma vez por todas de todos os nossos pecados. É por isso que devemos crer em Sua salvação e confiar em Seu governo sobre nossas vidas. Afinal, visto que nosso Salvador nos libertou dos pecados do mundo, como não seríamos governados por este Deus?
Assim como o livro do Apocalipse nos mostra Jesus Cristo sentado no Trono de Deus, todos nós que agora fomos salvos pela fé também viveremos em Seu Reino. Todos aqueles que creem no que Deus fez nesta Terra também receberão a Glória de viver no Céu com Jesus. Esta bênção gloriosa é a bênção de Deus concedida a todo aquele que crê na misericórdia do Governante. Somos os abençoados que se sentarão no Trono do Céu com nosso Governante e viverão para sempre. Todo aquele que crê no justo amor de Deus, o Governante dos justos, viverá com Ele para sempre em Seu Reino. Você nunca deve esquecer que Deus abençoou Seu povo para desfrutar riquezas e glórias eternas. Portanto, a Deus, nosso Salvador e Governante, damos toda a gratidão, honra e glória. E para fazer isso, devemos viver nossa fé no Senhor.
Por meio do Governante do Céu, o Apóstolo João nos mostrou quem receberia as bênçãos do Céu. Ele também nos mostrou quais bênçãos aguardam aqueles de nós que foram salvos por crer em Jesus Cristo. Nós já somos gratos porque o Senhor nos salvou dos pecados do mundo de uma vez por todas com o evangelho da água e do Espírito. No entanto, como se isso não bastasse, também viveremos para sempre com nosso Governante no Reino dos Céus, portanto, não podemos deixar de dar graças e glórias a Deus.
Acreditando que Jesus Cristo é nosso Deus, todos nós podemos agora glorificá-Lo em nossas vidas. Porque Deus deu bênçãos celestiais a todos nós, devemos confiar e dedicar o resto de nossas vidas ao nosso Deus Soberano. Não temos escolha a não ser viver uma vida de fé e serviço como Deus planejou para nós.
 
 

O Senhor Voltará a esta Terra


Deus mostrou ao Apóstolo João este retrato no livro do Apocalipse porque ele e muitos outros cristãos na época estavam enfrentando forte perseguição dos inimigos de Deus. Então, mesmo durante aqueles dias da Igreja Primitiva, os seguidores do Senhor estavam esperando por Seu retorno. Embora agora estejamos vivendo no século 21, devemos nos lembrar de que também estamos aguardando a segunda vinda de nosso Senhor.
Estamos agora em 2021, mas é dito que em 2035, a queima de combustível fóssil e os motores de combustão interna serão proibidos. O que impulsionará os veículos então? Eles serão alimentados por fontes alternativas de energias ambientalmente limpas, como energia elétrica ou hidrogênio. Eventualmente, veículos capazes de voar como drones serão comercializados. Em 2055, avanços tecnológicos suficientes terão sido feitos para que um litro de hidrogênio substitua pilhas de carvão ou óleo.
Tudo se tornará cada vez mais materialista. Uma nova era está chegando, quando a dignidade humana será perdida e os computadores, a Internet e a inteligência artificial (IA) assumirão tudo. Quando chegar esse momento, a vida humana será desvalorizada insensivelmente, enquanto que a IA será elevada. Aqueles que controlam a IA irão dominar o resto, mais e mais pessoas irão se posicionar contra os crentes na justiça de Deus, e então o Senhor nosso Governante virá e levará os crentes embora.
O Soberano Senhor retornará a esta Terra. Sou infinitamente grato pelo Senhor ter me salvado de todos os meus pecados, mas, às vezes, ainda luto para manter a paz de espírito, por isso anseio pelo domínio celestial que Deus preparou para mim. Eu acredito de todo o meu coração que Jesus Cristo criou todas as coisas no Céu e na Terra, que Ele governa e reina sobre todas elas, e que Ele tem comando sobre todas as coisas. 
 
 

Aqueles que agora pertencem a Deus têm esperança para o futuro

 
Está escrito em João 18:36: “O meu reino não é deste mundo”. Quando Jesus disse aqui que Seu Reino não é deste mundo, significa que o Senhor não é deste mundo. Isso também significa que também não pertencemos a este mundo. A quem pertencemos então? Nós, os crentes no justo amor de Deus, pertencemos a Jesus Cristo, nosso Governante, e não a Satanás, Seu inimigo.
Nada no Céu ou na Terra - na verdade, nada em todo o Universo – corresponde ao nosso Senhor Soberano, assim como a Oração do Senhor diz:
"Pai nosso, que estás nos céus, 
Santificado seja o teu nome; 
Venha o teu reino;
Faça-se a tua vontade, 
Assim na terra como no céu”. (Mateus 6:9-10). Isso significa que Deus está acima de todas as criaturas e reina sobre elas. O mesmo se aplica a nós também, pois o Senhor disse: “Porque vocês não são deste mundo, serão odiados por aqueles que são deste mundo. Saibam isto claramente: assim como eu não sou deste mundo, vocês também não são deste mundo”.
O Senhor também nos disse: "Sabendo que vocês são seres espirituais pertencentes ao Céu, tomem suas posições espirituais contra aqueles que se opõem a Deus nesta Terra". O Senhor nos disse para acreditar que Ele é o Governante que virá para nos levar embora. Enquanto vivemos nesta Terra, todos nós devemos suportar o trabalho terreno. Quanto tempo precisamos para trabalhar nesta Terra? Precisamos fazer isso até anunciar o evangelho da água e do Espírito às pessoas em todo o mundo.
Nós, os crentes no evangelho da água e do Espírito, não somos deste mundo. Aqueles que pertencem ao Senhor viverão onde nosso Senhor está, pois eles não têm pecados. Assim como o Senhor ressuscitou dos mortos, nós também ressuscitaremos dos mortos; e assim como o Senhor é honrado, nós também seremos glorificados juntamente com Ele. Afinal, nós os crentes no evangelho da água e do Espírito devemos ser servidos pelos anjos. Receberemos essas bênçãos precisamente porque somos filhos de Deus.
Neste exato momento, em seu coração deve haver fé em nosso Soberano Senhor, pois somos de Deus, e não de Satanás, embora estejamos vivendo neste mundo. Aqueles que ainda pertencem a Satanás não têm absolutamente nenhuma esperança. Quando este mundo for destruído, eles também serão destruídos junto com o mundo, assim como aqueles que se opõem a Deus.
Em contraste, não somos deste mundo e, em vez disso, pertencemos a Jesus Cristo, nosso Governante, e, portanto, temos a esperança de entrar e viver no Reino dos Céus. Portanto, peço a todos que reconheçam quem realmente somos, vivam pela fé na Palavra de Deus e confiem que entraremos em Seu Reino quando Jesus Cristo, nosso Governante, retornar. Assim como está escrito no Novo Testamento, iremos e ficaremos na presença de Deus.
Nós, os justos, estamos vivendo neste mundo, e quando o fim dos tempos chegar e as tribulações vierem em nosso caminho, a Palavra da Verdade que lemos e ouvimos em nossas vidas diárias será a nossa força, capacitando-nos para lutar e prevalecer sobre nossos inimigos espirituais. Porque a Palavra do nosso Governante opera no coração de todos nós que cremos no evangelho da água e do Espírito, quando chegar a hora de travarmos nossa guerra espiritual, derrotaremos todos os nossos inimigos. Essa vitória não virá lutando com nossos punhos. Em vez disso, é pela nossa fé na Palavra de Deus que nós, os justos crentes no evangelho da água e do Espírito, tomaremos posição e prevaleceremos sobre Satanás e todos aqueles que pertencem a ele. Se formos martirizados por nossos inimigos espirituais, o Senhor nos levará ao Reino dos Céus, pois pertencemos ao nosso Governante. Somente confiando em nosso Senhor Soberano podemos encontrar esperança para o futuro.
O Senhor certamente retornará a este mundo como o Governante. Aquele que há de vir, Jesus Cristo, é o Rei dos reis. Ele agora está sentado em Seu Trono Branco. Quando nos voltamos para o capítulo 21 de Apocalipse, vemos que é nosso Senhor quem executará o julgamento do grande Trono Branco. Deus, o Pai, levantou Seu Filho como o Juiz da justiça. Ele confiou o julgamento dos pecadores a Seu Filho. Isso significa que Jesus Cristo, o próprio Deus, reina sobre todas as coisas neste mundo. E quando o dia do julgamento chegar, nós, os crentes na justiça do Senhor, descansaremos para sempre com Ele no Reino dos Céus.
Portanto, é absolutamente importante para nós levarmos nossas vidas de fé com uma compreensão clara de quem é nosso Senhor. Claro, o Senhor é o Salvador que nos libertou de nossos pecados, mas se nosso entendimento for limitado apenas a isso, não seremos capazes de lutar pela fé na batalha que se aproxima contra o Diabo. Somente quando todos nós compreendermos totalmente a autoridade e o poder de Jesus Cristo poderemos enfrentar Satanás. Como Jesus Cristo nos levantou para enfrentar Satanás, devemos confiar Nele como nosso Governante, segui-Lo pela fé e ser vitoriosos. Deus é glorificado quando Seu povo se opõe a Satanás dessa maneira.
 
 

O que nós devemos, como crentes no Evangelho da Água e do Espírito, fazer na época da pandemia do Corona vírus?


Os pecadores não sabem que Jesus Cristo retornará a esta Terra. Mas nós, os justos, sabemos disso muito bem pelos sinais dos tempos atuais. O mundo está passando por mudanças tremendas a uma velocidade estonteante. No entanto, ainda está longe de os inimigos atingirem o controle total sobre o mundo. Para que isso aconteça, praticamente todas as leis deste mundo teriam que ser revogadas. Todas as pessoas do mundo poderão se vacinar contra o corona vírus? Na Coreia do Sul, espera-se que a vacinação seja concluída no final do outono. Diz-se que o Canadá terá vacinado todo o seu povo até setembro. Os Estados Unidos também estão agindo rapidamente com a vacinação.
Vivendo em tempos tão incomuns, como os crentes no evangelho da água e do Espírito devem lidar com a pandemia? Devemos obviamente usar máscaras e tomar todas as precauções contra a doença. O vírus se espalhou por todos os lados. Quando o vírus entra no corpo de uma pessoa, ele fica muito ativo por três dias. Em algumas outras pessoas, o vírus aparentemente permanece inativo. Portanto, nós, os crentes, também devemos ter muito cuidado. Não é fácil suportar as adversidades com paciência, mas em tempos como este precisamos estar ainda mais calmos e tomar todas as medidas de precaução contra a doença, como usar máscaras, lavar as mãos com frequência e usar desinfetantes (álcool 70º líquido ou gel) sempre que necessário. Manter as mãos limpas é muito importante, pois tocamos nossos narizes e lábios habitualmente, mesmo sem perceber. Isso não seria um problema se desinfetantes fossem usados, mas se nossas mãos fossem expostas ao vírus, isso levaria à infecção imediatamente. Também é muito importante usar máscaras diligentemente. Como às vezes se diz, até sermos vacinados, a segunda melhor proteção contra o corona vírus é usar uma máscara. Embora as máscaras não sejam necessárias quando estamos em casa com nossa família, devemos usá-las sempre que estivermos com alguém fora de casa. Precisamos ser muito cautelosos.
Vivendo nesta era, devemos crer em Jesus Cristo e em Sua Palavra de promessa. Quando essa terrível pandemia de corona vírus acabar, provavelmente haverá outra doença. Os impostos também aumentarão muito. Haverá mais regulamentos impostos às empresas. Mesmo assim, não nos desesperemos. Em vez disso, tomemos todas as medidas de precaução diligentemente, para que possamos continuar a dedicar nossas vidas à pregação do evangelho da água e do Espírito por todo o mundo. Não baixe a guarda para não apenas se infectar, mas também acabar infectando seus irmãos na fé. Estamos vigilantes sobre o corona vírus não apenas porque queremos nos proteger, mas também porque queremos proteger aqueles que nos rodeiam. A doença é tão contagiosa que, se você for infectado, não terminará aí e, em vez disso, é provável que muitas pessoas ao seu redor também sejam infectadas.
Quando um funcionário de um hospital universitário se infectou com o vírus, ele acabou espalhando o vírus para quase todos os seus familiares e seus pacientes no hospital. Como resultado, todo o hospital foi virado de cabeça para baixo. Com a pandemia se estendendo por um ano, muitas pessoas se tornaram complacentes demais. Mas devemos suportar essas dificuldades com paciência. Devemos pregar o evangelho da água e do Espírito em todo o mundo. Ainda existem muitos lugares onde o evangelho não alcançou. Precisamos de mais tempo.
Como não somos super-heróis, é fisicamente impossível terminar este trabalho de uma vez. É um milagre incrível que possamos realizar nosso ministério de literatura até hoje. A irmã Minoo não está se sentindo bem atualmente por exaustão. Eu também experimentei isso. Publicar não é uma tarefa fácil; há um limite para o quanto podemos nos esforçar. Quando atingirmos esse limite, devemos fazer uma pausa e descansar. Embora devamos trabalhar duro para cumprir nosso ministério de literatura, também é importante cuidarmos de nossa saúde e descansar quando estivermos exaustos. Porque há muito que fazer quando se trata da obra de Deus, se tentarmos adiar o descanso até terminarmos tudo, nossa saúde vai sofrer. Só quem fez muito da obra de Deus sabe disso. Sempre que nos sentimos oprimidos pelo trabalho, precisamos fazer os ajustes adequados à nossa carga de trabalho. Não há remédio para o excesso de trabalho, não importa quais remédios maravilhosos você tome, a menos que você descanse o suficiente. Todo o resto é ineficaz. Estou muito atento às minhas condições de saúde e dou uma pequena pausa quando fico muito estressado. Os glóbulos brancos são as células do sistema imunológico que protegem o corpo contra infecções, e os glóbulos brancos saudáveis têm formato redondo. Mas, quando uma pessoa fica muito cansada, os glóbulos brancos de seu corpo perdem a forma arredondada e ficam irregulares. O sangue fica muito mais viscoso e, como resultado, não circula com tanta facilidade. Quando a viscosidade do sangue fica muito alta, pode levar à morte. Pode causar um coágulo sanguíneo no cérebro e desencadear um derrame mortal ou colocar muito estresse no coração. Portanto, é importante para nós gerenciarmos nossa carga de trabalho de forma adequada. Vamos todos cuidar bem de nossa saúde para que possamos pregar o evangelho da água e do Espírito no mundo todo e continuar salvando vidas por muito, muito tempo. Ainda estamos longe de pregar o evangelho da água e do Espírito em todo o mundo.
O coração das pessoas está tão endurecido no fim dos tempos que se recusam a aceitar o evangelho da água e do Espírito. É por isso que nosso ministério de literatura é indispensável. Poucas pessoas pensam em sua morte espiritual. Aqueles cujos corações estão endurecidos precisam enfrentar algumas dificuldades reais antes que seja tarde demais. Se isso é o que é necessário para que seus corações sejam quebrantados diante do Senhor e para que eles alcancem a salvação crendo no evangelho da água e do Espírito que estamos pregando por meio do nosso ministério de literatura, então seria uma bênção maravilhosa.
Visto que a pandemia do corona vírus continua cobrando seu preço, é ainda mais importante para nós pregarmos fielmente o evangelho da água e do Espírito. Devemos usar todos os meios, sejam eles e-books, livros impressos, livros em dois idiomas ou livros em áudio, e devemos torná-los o mais amplamente disponíveis possível. Você pode se perguntar quando o evangelho seria pregado em todos os cantos do mundo dessa forma, mas você estaria errado em questionar isso. Depois, Deus está nos animando com nosso trabalho. Devemos ter fé em nosso Governante. O Senhor Todo-Poderoso nos salvou com o evangelho da água e do Espírito, e devemos confiar Nele como nosso Governante.
Devemos confiar que Deus está nos abençoando e protegendo. Estou muito grato por isso. Tenho trabalhado muito e devotado minha vida inteira à nossa Igreja, fazendo tudo que posso para garantir seu futuro financeiro. Às vezes me pergunto: “Por que estou fazendo todo esse trabalho? No final, deixarei tudo para trás e irei estar com Deus, então por quem estou trabalhando tanto?”. Mas esses pensamentos são passageiros. Devo garantir que nossa Igreja tenha uma base financeira sólida muito depois de eu partir, para que suas necessidades sejam atendidas até o fim do mundo. Edifícios são necessários. Pense em quanto espaço precisamos para nosso Ministério. Quando compramos os prédios que estamos usando agora, eles pareciam todos decadentes e decrépitos, mas agora são indispensáveis para nós. O que teríamos feito sem esses edifícios? O que teria acontecido se não tivéssemos preparado o campo assim? O que teria acontecido se não tivéssemos cultivado as safras? Devemos nos preparar à nossa maneira.
O Senhor em quem acreditamos está agora sentado no Trono do Céu como o Juiz, o Salvador, o Governante e o Comandante. Percebendo e crendo nisso, vamos todos servir ao Senhor por esta fé até o dia em que O encontrarmos. Isso conclui o sermão de hoje; Espero vê-lo novamente na próxima vez.