Mahubiri

Assunto 24: Sermões para Aqueles que são Nossos Colaboradores

[24-16] Para aqueles que desejam saber: “Que bem farei, para conseguir a vida eterna?” (Mateus 19:16-26)

(Mateus 19:16-26)
“E eis que, aproximando-se dele um jovem, disse-lhe: Bom Mestre, que bem farei, para conseguir a vida eterna? E ele disse-lhe: Por que me chamas bom? Não há bom, senão um só que é Deus. Se queres, porém, entrar na vida, guarda os mandamentos. Disse-lhe ele: Quais? E Jesus disse: Não matarás, não cometerás adultério, não furtarás, não dirás falso testemunho; honra teu pai e tua mãe, e amarás o teu próximo como a ti mesmo. Disse-lhe o jovem: Tudo isso tenho guardado desde a minha mocidade; que me falta ainda? Disse-lhe Jesus: Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens, dá-o aos pobres e terás um tesouro no céu; e vem e segue-me. E o jovem, ouvindo essa palavra, retirou-se triste, porque possuía muitas propriedades. Disse, então, Jesus aos seus discípulos: Em verdade vos digo que é difícil entrar um rico no Reino dos céus. E outra vez vos digo que é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no Reino de Deus. Os seus discípulos, ouvindo isso, admiraram-se muito, dizendo: Quem poderá, pois, salvar-se? E Jesus, olhando para eles, disse-lhes: Aos homens é isso impossível, mas a Deus tudo é possível.”
 
 
Meu chamado é para pregar a todos os cristãos do mundo a fim de que possam receber a remissão dos seus pecados pessoais de uma vez por todas. E até o fim continuarei pregando o evangelho da água e do Espírito, o único evangelho verdadeiro escrito na Bíblia que pode trazer a remissão de todos os pecados, tanto do pecado original como dos pessoais, a todos que crerem nele. Na verdade, é para trazer essa total remissão de pecados que estamos pregando o evangelho da água e do Espírito em todo o mundo agora. Daqui a algum tempo teremos muitos visitantes no nosso website dos Estados Unidos. Por que você acha que isso está acontecendo? O que pode explicar essa tendência? É porque a maioria dos cristãos americanos é apenas nominal, pois não busca realmente a Deus com um coração sincero.
Outro problema com eles é que mesmo quando encontram um maravilhoso evangelho como este da água e do Espírito, eles não o apresentam a outros. O ideal seria que todos que lessem um de nossos livros o compartilhasse pelo menos com aqueles mais chegados a ele, mas infelizmente isso não acontece. Outro exemplo também: seria muito melhor se todos os visitantes de nosso website o compartilhasse com os seus contatos, mas novamente, não é isso o que acontece. Se cada um compartilhasse essa informação com ao menos dez pessoas, isso faria uma enorme diferença. Ironicamente, essa relutância para compartilhar as boas novas vem da maioria de pastores e obreiros. Por que isso acontece? Porque eles só querem pegar trechos dos nossos livros e usá-los em seus próprios sermões. Melhor dizendo, eles pegam nossos livros e os usam como fonte de referência. Porém, o mais importante para nós é divulgar nosso website o máximo possível.
Há pouco tempo publicamos outro livro em inglês cujo título é A sabedoria do evangelho primitivo. Eu não tenho dúvidas de que muitos receberão a remissão de pecados e nascerão de novo ao ler esse livro. Há mais dois livros que estão sendo preparados agora. Um deles provisoriamente, cujo título é de Você ainda está Sofrendo por causa dos seus pecados pessoais? Depois deste vem o A mudança da Lei.
 
 

A pergunta feita pelo jovem no texto bíblico deste capítulo

 
Está escrito no texto bíblico deste capítulo: “E eis que, aproximando-se dele um jovem, disse-lhe: Bom Mestre, que bem farei, para conseguir a vida eterna?” (Mateus 19:16). Vendo esta pergunta por outro ângulo, o que ele estava perguntando era: “Que boa ação devo fazer para alcançar a salvação?” Então o Senhor respondeu o que ele tinha que fazer para obter a vida eterna: “Se queres, porém, entrar na vida, guarda os mandamentos” (Mateus 19:17). O jovem então perguntou que mandamentos deveria cumprir, ao que Jesus respondeu: “Não matarás, não cometerás adultério, não furtarás, não dirás falso testemunho; honra teu pai e tua mãe, e amarás o teu próximo como a ti mesmo” (Mateus 19:18-19). E o diálogo continua: “Disse-lhe o jovem: Tudo isso tenho guardado desde a minha mocidade; que me falta ainda? Disse-lhe Jesus: Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens, dá-o aos pobres e terás um tesouro no céu; e vem e segue-me. E o jovem, ouvindo essa palavra, retirou-se triste, porque possuía muitas propriedades” (Mateus 19:20-22).
O Senhor disse ao jovem que dizia guardar todos os mandamentos de Deus que ele deveria vender todas as suas posses, dá-las aos pobres, e voltar para segui-lo. Mas o jovem do texto bíblico não entendeu realmente o que o Senhor estava lhe dizendo. Quando Jesus lhe para vender todas as suas posses e dá-las aos pobres, o que ele estava querendo dizer é que, ao invés de guardar todos os mandamentos de Deus conforme disse que fazia, ele na verdade estava falhando em cumpri-los. Melhor dizendo, isso é o que Jesus lhe disse: “Você ama mesmo os pobres? Você ama realmente o seu próximo como a ti mesmo? Se você ama seu próximo como a ti mesmo, então deve vender tudo que possui e dar a eles. Será que você não ama seu próximo apenas em palavras, e não com sinceridade? Você não acha que ser gentil com seu semelhante e não fazer-lhe mal é o verdadeiro significado do amor? Mas o verdadeiro amor não é apenas não fazer mal. Pelo contrário, ele requer que você venda tudo que possui e dê aos pobres. É isso o que realmente significa amar alguém. Honrar seus pais também é mais do que dizer a eles que os respeita. Melhor dizendo, se você realmente honra seus pais, você deve dar a eles seu tesouro mais precioso. Mas não é isso que você tem feito. Se você quer mesmo ser perfeito, então deve vender tudo que possui e dar aos outros.”
A Bíblia diz que o jovem foi embora decepcionado quando ouviu isso. Ele saiu turbado porque sabia que não conseguiria fazer o que o Senhor lhe disse. O que foi que o jovem perguntou primeiro ao Senhor? “Bom Mestre, que bem farei, para conseguir a vida eterna?” (Mateus 19:16). Primeiro, quando o jovem foi até Jesus, ele estava muito orgulhoso de si mesmo. Foi por isso que quando o Senhor lhe disse que deveria guardar todos os mandamentos para obter a vida eterna, ele perguntou pretensiosamente quais eram esses mandamentos. E quando o Senhor disse todos os mandamentos, o jovem ficou mais orgulhoso ainda dizendo que guardava todos eles. Foi para mostrar o orgulho daquele jovem que o Senhor lhe disse para vender tudo que possuía, dar aos pobres e segui-lo.
Melhor dizendo, era uma pergunta retórica que o Senhor estava fazendo, se ele de fato guardava todos os mandamentos de Deus. Muitos cristãos acham que simplesmente por guardar os mandamentos não serão rejeitados por suas ações. Então, se não matarem ninguém, eles acham que estarão guardando o mandamento que proíbe matar. Mas o verdadeiro sentido dos mandamentos do Senhor é cuidar e amar uns dos outros de coração. O capítulo 1 de João resume os mandamentos do Senhor com o amor. E amar alguém é dar a ele seu maior tesouro.
Como foi dito antes, a maioria dos cristãos tende a guardar a lei de Deus e seus mandamentos somente no papel, mas eles não devem guardados apenas em ações, mas também no coração. Por exemplo, você pode achar que já que não roubou ninguém, guardou o mandamento que proíbe roubar, mas Deus diz que aquele que cobiçar o que é do outro já roubou. O que o Senhor quer é que você não apenas guarde os mandamentos ao pé da letra, mas que os guarde tanto em suas ações como na intenção do coração. E quem pode fazer isso? Isso está além do que o homem pode fazer. E foi exatamente por isso que o jovem do texto bíblico deste capítulo saiu triste. Ele foi perguntar ao Senhor que boa ação deveria praticar para receber a vida eterna, mas quando ouviu o que o Senhor lhe disse, saiu desesperado porque sabia que não conseguiria fazer aquilo. Então, quando o Senhor lhe disse para vender tudo que possuía, dar aos pobres e segui-lo, o jovem simplesmente voltou para casa, sabendo que nunca conseguiria fazer o que ele havia dito. Ele na verdade não guardava os mandamentos de Deus, muito menos obedecendo à sua Palavra. Foi por isso que saiu desanimado.
 
 
Por este motivo o Senhor nos deu uma parábola
 
Depois que o jovem se foi, o Senhor se voltou para seus discípulos e disse: “Em verdade vos digo que é difícil entrar um rico no Reino dos céus. E outra vez vos digo que é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no Reino de Deus” (Mateus 19:23-24).
Jesus disse que é mais fácil um camelo passar pelo fundo de uma agulha do que um rico entrar no reino dos céus. Os discípulos ficaram chocados quando ouviram isso. Já que é fisicamente impossível algum camelo passar pelo fundo de uma agulha, isso só significa então que é ainda mais impossível um rico entrar no reino dos céus. Quem pode então entrar no reino dos céus? Os discípulos ficaram totalmente atônitos com isso. Afinal de contas, isso mostrava que eles também não poderiam entrar no reino dos céus. Por isso perguntaram a Jesus quem poderia ser salvo então. E Jesus lhe disse: “Aos homens é isso impossível, mas a Deus tudo é possível” (Mateus 19:26).
O que Deus fez por nós? Ele salvou a nós que somos crentes e nos deu a vida eterna ao apagar todos os nossos pecados com o evangelho da água e do Espírito. Foi por isso que Jesus disse que a Deus tudo é possível.
No início do texto bíblico deste capítulo, o jovem pergunta a Jesus: “Bom Mestre, que bem farei, para conseguir a vida eterna?” (Mateus 19:16). No que ele responde: “Por que me chamas bom? Não há bom, senão um só que é Deus” (Mateus 19:17). Melhor dizendo, embora o jovem estivesse insinuando que era capaz de fazer boas obras, o Senhor disse que ninguém além de Deus é bom.
Naturalmente, todo ser humano é uma raça de malignos. E já que todos são maus, como alguém pode ousar perguntar o que de bom pode fazer para ter a vida eterna? Todavia, o jovem do texto bíblico deste capítulo estava convencido que poderia obter a vida eterna fazendo o bem, e certo que era capaz de conseguir isso. Por isso que o Senhor disse que ele de modo algum conseguiria guardar todos os mandamentos, mesmo se quisesse. Então o Senhor disse que ele deveria vender tudo que possuía, dar aos pobres e segui-lo.
O ser humano é simplesmente incapaz de fazer algo bom. É claro que há muitos religiosos neste mundo tentando amar seu próximo como a si mesmo. Porém, por mais que muitos deles digam que praticam o amor, eles estão mentindo. Quantos deles realmente desejam vender todos os seus bens, dar aos pobres e seguir o Senhor? Alguns até querem fazer isso, mas não com sinceridade.
O jovem do texto bíblico deste capítulo fingiu ser virtuoso diante do Senhor e pensou que conseguiria guardar todos os mandamentos de Deus, mas na verdade não conseguia guardar um mandamento sequer. Com quem podemos comparar este jovem? Podemos compará-lo com os cristãos pecadores de hoje que pecam todos os dias. Melhor dizendo, o jovem do texto bíblico deste capítulo é igual aos cristãos pecadores de hoje que acham que podem ser salvos se não pecarem, embora não consigam ficar um dia sem fazer isso. Como raça de malignos, todo ser humano peca desde a hora que nasce neste mundo. Apesar disso, muitos cristãos hoje em dia estão tentando entrar no reino dos céus confiando em suas próprias orações de arrependimento. Mas como estes cristãos equivocados podem ser salvos e receber a vida eterna se continuam tentando purificar seus pecados com suas orações de arrependimento?
Por acaso alguém pode ser purificado de todos os seus pecados pessoais fazendo orações de arrependimento? Não, isso é impossível. Mesmo assim os cristãos do mundo todo estão tentando em vão purificar todos os pecados que cometem dia após dias fazendo suas próprias orações de arrependimento. Essa crença errada está baseada na sua interpretação de 1 João 1:9 que diz: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.” Por isso que muitos cristãos têm interpretado mal este texto e acabam colocando sua fé em suas próprias orações de arrependimento. Por causa disso, inúmeros cristãos têm perdido sua alma. Eles acham que quando a Bíblia diz: “Se confessarmos os nossos pecados”, isso se refere a fazer orações de arrependimento. Melhor dizendo, eles creem erroneamente que o Senhor purificará seus pecados se simplesmente fizerem orações de arrependimento. Confiando na sua própria mente, eles dizem: “Lembrem-se como Jesus lavou os pés de Pedro. Isso também tem a ver com orações de arrependimento. Jesus não disse a Pedro: ‘Aquele que está lavado não necessita de lavar senão os pés’?” Como prova da má interpretação da Palavra de Deus, muitos cristãos estão tentando purificar seus pecados diários com orações de arrependimento. Eles acham que quando Jesus lavou os pés de Pedro, ele queria ensiná-los a purificar seus pecados pessoais todos os dias. Mas esta interpretação é muito falha. Por isso que muitos cristãos acham, creem e agem de forma errada.
É possível receber a total remissão de pecados crendo em Jesus segundo a fé da maioria dos cristãos? Nós seríamos salvos se fôssemos purificados de todos os nossos pecados diários? Não, claro que não! É como um homem rico tentar entrar no reino dos céus. Como disse o Senhor, é mais difícil uma pessoa assim entrar no reino dos céus do que um camelo passar pelo fundo de uma agulha. Assim como os ímpios sempre pecam, todos os cristãos também pecam todos os dias. Mas, para eles, tentar ser purificados dos seus pecados diários através de orações de arrependimento é o mesmo que um camelo tentar passar pelo fundo de uma agulha. Muitos cristãos hoje em dia tentam ser purificados de seus pecados cumprindo a Palavra de Deus, mas alguém pode realmente ser salvo de todos os seus pecados assim? Não, ninguém pode receber a salvação desta forma. Então isso quer dizer que a salvação está além do alcance de todos? Não, não é bem assim que acontece, pois o Senhor disse: “Aos homens é isso impossível, mas a Deus tudo é possível” (Mateus 19:26). Melhor dizendo, ninguém pode alcançar a salvação confiando em seu próprio esforço, mas todos podem ser salvos confiando em Deus.
 
 

Como foram apagados todos os nossos pecados?

 
Como todos nós sabemos muito bem, Deus apagou todos os nossos pecados de uma vez por todas com a verdade do evangelho da água e do Espírito. Embora todos os homens tenham nascido como uma raça de malignos e cometem pecado até o dia que morrem, nosso Senhor foi perfeito ao se tornar nosso Salvador. Ele apagou de uma vez por todas todos os pecados do mundo ao ser batizado por João Batista, levou todos eles à cruz, foi condenado por eles ao ser crucificado, e ressuscitou dos mortos. Já que o Senhor apagou todos os nossos pecados com água e sangue quando veio a essa terra e se tornou nosso Salvador, nós recebemos a salvação crendo no evangelho da água e do Espírito, o evangelho da verdade através do qual Deus nos libertou de forma perfeita. Este é o verdadeiro evangelho que Jesus tinha em mente quando disse: “Aos homens é isso impossível, mas a Deus tudo é possível” (Mateus 19:26).
Hoje em dia muitos cristãos dizem que foram salvos através de orações de arrependimento, crendo apenas no sangue da cruz. Mas em que estes cristãos são diferentes do jovem do texto bíblico deste capítulo? Aquele rapaz foi até o Senhor e lhe perguntou: “Bom Mestre, que bem farei, para conseguir a vida eterna?” (Mateus 19:16). Os cristãos de hoje são iguais a este jovem, pois também estão tentando alcançar a vida eterna pelas suas boas obras. Mas será que estes cristãos equivocados realmente entrarão no reino dos céus só porque dizem que creem em Jesus e guardam a lei de Deus? É possível alguém entrar no reino de Deus crendo apenas no sangue de Jesus na cruz e praticando boas obras? É possível alguém ser salvo de seus pecados por crer apenas no sangue da cruz? A única coisa que Jesus fez nessa terra para nos salvar de todos os nossos pecados foi derramar seu sangue, sem ser batizado por João Batista? Não, o Senhor só pôde morrer na cruz por nós porque antes apagou todos os pecados do homem ao ser batizado por João Batista no rio Jordão. Se não tivesse tirado todos os nossos pecados ao ser batizado, o Senhor não poderia remi-los apenas derramando seu sangue na cruz.
O jovem do texto bíblico deste capítulo disse que guardava todos os mandamentos de Deus. Então o Senhor lhe disse que se quisesse ser perfeito, ele deveria vender todos os seus bens, dar aos pobres para depois segui-lo. Então temos que viver segundo a Palavra de Deus se quisermos ser totalmente salvos? A salvação só é alcançada se literalmente vendermos todos os nossos bens e seguirmos o Senhor? E aquele que não faz isso é pecador?
É assim que muitos pensam mesmo. Este tipo de gente geralmente é católica. Por exemplo, os monges católicos geralmente vendem seus bens e dão aos pobres antes de ir para o monastério. Mas eles realmente podem receber a remissão de pecados através de seus atos piedosos e dedicando sua vida a Deus? Não, é impossível alguém receber a remissão de pecados por suas próprias ações.
Mas infelizmente a maioria dos cristãos está levando sua vida de fé exatamente assim. Sua fé é a mesma do jovem do texto bíblico deste capítulo, e é assim que eles pensam: “Que bem devo eu fazer para receber a vida eterna?” Mas alguém pode ser salvo por Deus apenas levando uma vida virtuosa? Alguém pode ser totalmente purificado de todos os pecados só fazendo orações de arrependimento? Não, é claro que não!
Com que fé podemos ser purificados dos pecados que cometemos quando cremos em Jesus? Só podemos receber a purificação de todos os nossos pecados crendo no evangelho da água e do Espírito. O problema dos cristãos de hoje é que a maioria deles crê que Jesus purificará seus pecados se crerem em seu precioso sangue na cruz, e acabam incluindo suas obras a esta lista.
Porém, você precisa entender que se tentar adicionar algo mais à perfeita salvação de Deus, isso só o levará à destruição. Gênesis capítulo 40 nos dá este exemplo. O copeiro-mor e o padeiro-mor do rei do Egito ofenderam a faraó e foram presos na mesma cadeia onde estava José. Um dia, cada um teve um sonho e pediram a José para interpretá-lo. O copeiro-mor viu em seu sonho uma videira com três galhos cheios de uvas, e tinha nas mãos a taça de faraó. Ele então pegou as uvas, as espremeu na taça de faraó e lhe deu. José interpretou este sonho dizendo que em três dias faraó o honraria e devolveria seu antigo cargo. Isso quer dizer que quando usamos a pura Palavra de Deus para buscá-lo, ou seja, a Palavra do evangelho da água e do Espírito, somos abençoados com a vida eterna.
Ao ver que a interpretação de José foi boa, o padeiro-mor também lhe pediu para interpretar seu sonho. Nele, ele via três cestos brancos sobre sua cabeça com todos os manjares de faraó, mas os pássaros vinham e comiam. E ao ouvir este sonho, José profetizou que o padeiro-mor em três dias seria enforcado. Mas por que o padeiro-mor morreu assim? Porque tentou adicionar algo seu ao puro cesto branco. Isso significa que todo aquele que tenta adicionar algo à perfeita salvação de Deus será morto. Nós precisamos entender que estes três cestos brancos representam a água, o sangue e o Espírito, que compõem a perfeita salvação de Deus.
Se fôssemos criar nossa própria salvação segundo nossa mente e crer que fomos salvos de todos os nossos pecados, será que receberíamos mesmo esta salvação? Podemos ser salvos crendo apenas no sangue de Jesus na cruz? Não, isso é impossível. Afinal de contas, o Senhor não disse em 1 João 5:6-8 que purificou todos os nossos pecados pela água, pelo sangue e pelo Espírito? Confiar apenas nas doutrinas feitas por homens ao invés de ter fé no evangelho da água e do Espírito significa praticar a iniquidade. Se você ainda crê que seus pecados podem ser perdoados com orações de arrependimento, então você deve prestar atenção ao que Jesus diz em Mateus capítulo 7: “Apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade!”
 
 

Os que praticam a iniquidade

 
Jesus diz no texto bíblico deste capítulo que os ricos não podem entrar no reino de Deus. O que isso significa realmente? Significa que ninguém pode receber a salvação confiando em seu próprio esforço. Melhor dizendo, você nunca pode purificar seus pecados pessoais apenas com orações de arrependimento. Se Deus tivesse estabelecido uma fórmula simples para o ser humano purificar seus pecados pessoais através de orações de arrependimento, na verdade então teríamos que fazer isso toda vez que pecássemos. Mas Deus nunca disse nada sobre uma fórmula. Ele nunca disse que poderíamos purificar nossos pecados através de orações de arrependimento. Se é assim que você pensa, isso significa que você aceita uma ideia totalmente infundada. Pense em quantos pecados você comete em um mês ou num dia apenas. Agora pense em quantas orações de arrependimento você tem que fazer. Seus pecados excederão em muito suas orações de arrependimento. É simplesmente impossível fazer orações de arrependimento toda vez que pecar.
E quanto às suas virtudes? Você pode até pensar que tem que praticar o bem para alcançar a vida eterna, mas será que seria bom o bastante para estar na presença de Deus? Mesmo que tenha feito obras voluntárias no campo de refugiados em um dos diversos lugares devastados do mundo, isso o torna virtuoso? Nosso Senhor disse que devemos vender tudo que temos, dar aos pobres e segui-lo de mãos vazias. Você venderia todos os seus bens? Venderia sua casa e tudo que possui, e daria aos pobres para seguir o Senhor? Afinal de contas, foi isso que ele disse, nos mandou negar a nós mesmos e segui-lo.
Ninguém jamais pode entrar no reino dos céus confiando em seu próprio esforço. O ser humano é uma raça de malignos e precisa de um Salvador para entrar no reino dos céus. E este Salvador não é outro senão Jesus Cristo. Para apagar todos os seus e os meus pecados, Jesus Cristo veio a essa terra num corpo carnal e apagou todos os pecados do homem ao ser batizado por João Batista no rio Jordão. Depois foi crucificado pelos nossos pecados, ressuscitou dos mortos e assim se tornou nosso Salvador. Nós somos salvos crendo no que o próprio Deus fez por nós. Por mais que os cristãos de hoje creiam no sangue da cruz e façam orações de arrependimento, eles nunca poderão ser salvos de todos os seus pecados confiando em seu próprio esforço ou força. Eles nunca serão libertos de seus pecados desta forma. Jesus Cristo, o Salvador de toda a humanidade, é o único e verdadeiro Salvador que eu e você temos.
Se não crermos no batismo que Jesus recebeu nessa terra e no sangue que ele derramou na cruz, se não crermos na obra da justiça que ele fez por nós e na salvação que foi cumprida pelo amor de Deus, nenhum de nós jamais poderá ser salvo dos nossos pecados. Sem fé no evangelho da água e do Espírito ninguém pode entrar no reino de Deus. Por isso que Jesus disse que através do homem é impossível alcançar a salvação. Mas para Deus, tudo é possível. É exatamente por isso que ninguém pode receber a salvação confiando em seu próprio esforço, pois somente Deus pode nos salvar com o evangelho da água e do Espírito. O próprio Deus nos tornou completamente justos de uma vez por todas.
No entanto, a maior parte dos cristãos de hoje, sem contar os ímpios, são iguais ao jovem rico descrito no texto bíblico deste capítulo. Embora aquele rapaz dissesse que cria no Senhor e vivia piedosamente segundo os mandamentos de Deus, para Jesus ele era um hipócrita. Então, ele era um pecador destinado ao inferno, alguém que precisava entender desesperadamente a obra da salvação de Deus.
Quando Jesus Cristo veio a essa terra, ele levou todos os nossos pecados sobre seu próprio corpo ao ser batizado por João Batista, o representante de toda raça humana, para nos tornar perfeitos. E depois de levar todos os pecados do mundo sobre seu corpo, ele foi condenado por todos eles na cruz. Com isso, para nos tornar perfeitos, o Senhor salvou a todos nós que cremos na verdade do evangelho da água e do Espírito. Este é o verdadeiro amor da salvação que Deus nos mostrou. É o poder do evangelho da água e do Espírito. O Senhor nos salvou de uma vez por todas com a água, o sangue e o Espírito. Ele nos salvou não apenas com a água, mas com a água e o sangue (1 João 5:6). Todos nós devemos entender o evangelho da água e do Espírito e crer nele de todo o coração. Precisamos crer no que Deus fez por nós. Devemos crer que embora a salvação seja impossível ao homem, para Deus tudo é possível. Também devemos crer que ele nos salvou de todos os nossos pecados com o evangelho da água e do Espírito. Só então poderemos ser salvos de todos os nossos pecados.
Eu quero dizer algo aos cristãos de todo o mundo: Vocês nunca poderão ser salvos confiando na fé legalista que têm agora. Não há sequer uma pessoa que consiga entrar no reino dos céus assim. Se continuarem agarrados a essa fé errada, nenhum de vocês poderá ser salvo dos seus pecados. Nenhum pastor, seja famoso ou não, poderá entrar no reino dos céus dessa forma. Foi com o evangelho da água e do Espírito que o Senhor nos salvou, e não apenas com seu sangue na cruz. Não importa como sua vida tenha sido virtuosa, suas próprias obras nunca poderão lhes salvar de todos os seus pecados. E vocês também não poderão ser salvos de todos eles confiando apenas no sangue da cruz. Pelo contrário, vocês só poderão ser salvos se crerem no amor de Deus e confiarem no que ele fez tanto da água como pelo sangue de Jesus Cristo. Portanto, só não tem pecado quem crê que a salvação é alcançada através do batismo de Jesus e do seu sangue na cruz.
Vocês e eu agora temos o verdadeiro pão da vida conosco. Como disse o Senhor, está totalmente claro que para o homem a salvação é impossível, mas para Deus tudo é possível. Foi o próprio Deus quem nos salvou. Enquanto que por nossos próprios esforços nunca poderíamos receber a remissão de pecados, o Senhor no-la deu através do evangelho da água e do Espírito. Graças ao amor de Deus e a verdade da sua salvação, nós nos tornamos perfeitos no evangelho da água e do Espírito. E é confiando neste evangelho que damos graças a Deus.
Aleluia!