คำสอน

Assunto 24: Sermões para Aqueles que são Nossos Colaboradores

[24-19] As funções de um pregador do evangelho (Mateus 13:1-23)

(Mateus 13:1-23)
“Tendo Jesus saído de casa, naquele dia, estava assentado junto ao mar; e ajuntou-se muita gente ao pé dele, de sorte que, entrando num barco, se assentou; e toda a multidão estava em pé na praia. E falou-lhe de muitas coisas por parábolas, dizendo: Eis que o semeador saiu a semear. E, quando semeava, uma parte da semente caiu ao pé do caminho, e vieram as aves, e comeram-na; e outra parte caiu em pedregais, onde não havia terra bastante, e logo nasceu, porque não tinha terra funda; mas, vindo o sol, queimou-se, e secou-se, porque não tinha raiz. E outra caiu entre espinhos, e os espinhos cresceram e sufocaram-na. E outra caiu em boa terra, e deu fruto: um a cem, outro a sessenta e outro a trinta. Quem tem ouvidos para ouvir, ouça. E, acercando-se dele os discípulos, disseram-lhe: Por que lhes falas por parábolas? Ele, respondendo, disse-lhes: Porque a vós é dado conhecer os mistérios do reino dos céus, mas a eles não lhes é dado; porque àquele que tem, se dará, e terá em abundância; mas àquele que não tem, até aquilo que tem lhe será tirado. Por isso lhes falo por parábolas; porque eles, vendo, não veem; e, ouvindo, não ouvem nem compreendem. E neles se cumpre a profecia de Isaías, que diz:
‘Ouvindo, ouvireis, mas não compreendereis,
E, vendo, vereis, mas não percebereis.
Porque o coração deste povo está endurecido,
E ouviram de mau grado com seus ouvidos,
E fecharam seus olhos;
Para que não vejam com os olhos, e ouçam com os ouvidos,
E compreendam com o coração, e se convertam,
E eu os cure.’
Mas, bem-aventurados os vossos olhos, porque veem, e os vossos ouvidos, porque ouvem. Porque em verdade vos digo que muitos profetas e justos desejaram ver o que vós vedes, e não o viram; e ouvir o que vós ouvis, e não o ouviram. Escutai vós, pois, a parábola do semeador. Ouvindo alguém a palavra do reino, e não a entendendo, vem o maligno, e arrebata o que foi semeado no seu coração; este é o que foi semeado ao pé do caminho. O que foi semeado em pedregais é o que ouve a palavra, e logo a recebe com alegria; mas não tem raiz em si mesmo, antes é de pouca duração; e, chegada a angústia e a perseguição, por causa da palavra, logo se ofende; e o que foi semeado entre espinhos é o que ouve a palavra, mas os cuidados deste mundo, e a sedução das riquezas sufocam a palavra, e fica infrutífera; mas, o que foi semeado em boa terra é o que ouve e compreende a palavra; e dá fruto, e um produz cem, outro sessenta, e outro trinta.’”
 
 
Como vai você? Eu voltei há pouco de Inje, onde estive construindo uma estufa no nosso Centro de Treinamento de Discipulado. Eu sou muito grato a Deus por termos gastado poucos recursos e esforços para construí-lo.
Hoje é quarta-feira, o último dia de abril. Então, o mês de maio começa amanhã. O tempo e as estações estão passando muito rápido, e mudando assim também.
Está escrito no texto bíblico acima: “E falou-lhe de muitas coisas por parábolas, dizendo: Eis que o semeador saiu a semear. E, quando semeava, uma parte da semente caiu ao pé do caminho, e vieram as aves, e comeram-na” (Mateus 13:3-4).
O Senhor diz que um semeador saiu a semear e que algumas sementes caíram ao longo do caminho, outras caíram em pedregais, outras entre espinhos, e outras ainda numa boa terra. E de todas as sementes que o semeador plantou, só as que caíram na boa terra deram um boa colheita. As sementes que caíram ao longo do caminho nem germinaram; as que caíram nos pedregais germinaram muito rápido, mas depois secaram; as que caíram entre espinhos não deram frutos; apenas as que caíram em boa terra deram uma grande safra.
O Senhor disse a nós que pregamos o evangelho da água e do Espírito: “Escutai vós, pois, a parábola do semeador. Ouvindo alguém a palavra do reino, e não a entendendo, vem o maligno, e arrebata o que foi semeado no seu coração; este é o que foi semeado ao pé do caminho” (Mateus 13:18-19). O que ele está dizendo é que o semeador do evangelho da água e do Espírito não terá uma boa safra se plantar a Palavra de Deus no coração que ainda não está preparado para recebê-la.
 
 

O que é “a semente que foi semeada em boa terra”

 
É o evangelho da água e do Espírito, que é a Palavra escrita de Deus, recebida por alguém que ouve e crê nesse verdadeiro evangelho de todo o coração exatamente como ele é. E, deste modo, ele não apenas é salvo dos seus pecados, mas dá frutos a 30, a 60 e a 100 como alguém que crê no evangelho.
O Senhor explica essa verdade da água e do Espírito usando uma metáfora e interpreta pessoalmente essa Palavra para nós. A literatura que estamos distribuindo contém o evangelho da água e do Espírito. E todo aquele que se preparar de modo correto para aceitar esse evangelho será salvo através desse livro, mas todos que não se prepararem para crer na bênção de Deus não crerão nela mesmo. Quem não sabe o que é o precioso evangelho da água e do Espírito, ou seja, o que só está interessado em crer em alguma religião desse mundo não sabe que esse evangelho é a verdadeira Palavra da salvação, até mesmo quando tomam conhecimento dele. E Satanás trabalhou no coração daqueles que não creem no evangelho da água e do Espírito e fez com que eles ficassem totalmente confusos e perdidos, a fim de que não conheçam a Palavra de Deus. Por essa razão, essas pessoas não conseguem enxergar a verdade mesmo quando encontram o evangelho da água e do Espírito e o veem com seus próprios olhos; e também não conseguem entendê-lo até quando o ouvem. Por isso que ainda não foram salvas dos seus pecados. Sendo assim, nós que somos pregadores do evangelho temos que continuar pregando a Palavra de Deus, embora não saibamos quem de fato dará uma boa safra depois de ouvir o evangelho da água e do Espírito.
Nossos pregadores estão pregando o evangelho da água e do Espírito em todo o mundo hoje, mas geralmente ficam confusos porque não sabem se alguém de fato foi salvo ou não. Alguns parecem que não vão aceitar o evangelho assim tão facilmente, mas acabam aceitando-o bem rápido; outros não aceitam mesmo o evangelho da água e do Espírito, embora façam parte da Igreja de Deus e finjam crer nele. Muitos não aceitam a Palavra de Deus em seu coração até mesmo quando ela é pregada a eles. Quando um pregador do evangelho anuncia que Jesus levou sobre si todos os pecados do mundo de uma vez por todas ao ser batizado por João Batista, todos que ouvem a Palavra de Deus podem ser salvos se a aceitarem em seu coração e creem nela.
No entanto, há muitos que não creem. E aqueles que não querem crer de coração na verdade estão sendo destruídos porque não creem no evangelho da água e do Espírito quando o ouvem, mas o interpretam à sua maneira. Por exemplo, alguns interpretam com sua mente carnal o batismo que Jesus recebeu de João Batista e dizem: “Ah, Jesus foi batizado para demonstrar humildade. Ele não foi batizado por João Batista para levar sobre si os pecados do mundo.” É assim que muitos estão interpretando o evangelho da verdade com sua mente carnal e, por isso, ele está perdendo seu poder de salvá-los. Na verdade, Jesus foi batizado por João Batista para tirar todos os pecados do homem de uma vez por todas. Mas alguns dizem: “Jesus só levou os pecados do passado. É errado dizer que ele tirou todos os pecados do mundo.” Estes não podem ser salvos dos seus pecados porque interpretam de modo errado a verdade de Deus, o evangelho da água e do Espírito.
Mas alguns não são assim e foram salvos de todos os seus pecados porque creram de coração no evangelho da água e do Espírito exatamente como ele é descrito na Palavra de Deus. Devemos crer que todos os 66 livros que compõem o Antigo e o Novo Testamento são a Palavra de Deus e a verdade. Mas alguns são contra a verdade de Deus porque não dedicam totalmente seu coração para entender a Palavra do evangelho da água e do Espírito. Por isso que vivem confusos e acabam se voltando contra a Palavra de Deus. No fim se tornam inimigos de Deus e dizem aos que creem no evangelho da água e do Espírito: “Eu acho que sua fé está errada.” É assim que o coração dos que creem no evangelho começa a duvidar. Melhor dizendo, por mais que alguém saiba que o evangelho da água e do Espírito seja a verdade, o medo e a dúvida entram no seu coração quando os outros lhe dizem: “Você crê numa heresia.”
Outros dizem depois que são salvos crendo no evangelho da água e do Espírito: “Eu recebi a remissão de pecados, mas não tenho ideia de como viverei daqui por diante. Eu tenho que encontrar uma direção em minha vida.” Estes estão propensos a levar uma vida carnal. E é por isso que não podem viver para pregar o evangelho da água e do Espírito. E também não poderão dar frutos espirituais. Para ser sincero, essas três categorias de pessoas receberam uma salvação imperfeita. Só aqueles que possuem uma boa terra foram salvos de um modo perfeito. Por isso que quando nossos pregadores do evangelho pregam o evangelho da água e do Espírito, é difícil para eles saber quem creu de modo perfeito e quem dará uma boa safra.
 
 

Antes de pregar a Palavra de Deus para alguém, os pregadores precisam preparar a terra do seu coração

 
A primeira coisa que os pregadores da Palavra de Deus devem fazer antes de pregar é preparar a terra do coração daqueles que a ouvirão. Temos que fazer isso como um agricultor que ara a terra dura com um trator antes de começar a plantar quando chega a primavera. E nós pregadores temos que entender que também precisamos preparar o coração do nosso público antes de pregar para eles o evangelho da água e do Espírito. O Senhor diz no texto bíblico desse capítulo que a boa terra dá frutos a 30, a 60 e a 100.
Antes de pregarmos a Palavra de Deus para alguém, precisamos saber qual a situação do seu coração. Temos que fazer com que os ouvintes da Palavra entendam primeiro que tipo de semente somos, quantos pecados cometemos contra Deus, e só depois pregar o evangelho da água e do Espírito para eles. Deste modo, todos que querem ser salvos precisam saber como o coração do homem é corrompido e imundo. Temos que pregar de modo bem claro não apenas que o coração do ser humano está cheio de maldade, mas também que colocamos em prática esses pensamentos malignos. Temos que pregar isso de modo bem claro aos pecadores e fazer com que seu coração se torne uma boa terra na presença de Deus. E para fazermos isso, temos que usar a Palavra de Deus. Melhor dizendo, temos que tratar o coração dos pecadores até que eles digam: “O que posso fazer? Eu estou condenado a ir para o inferno quando morrer. Já cometi tantos pecados que não tenho como deixar de viver assim até no futuro. O que posso fazer? Eu vou para o inferno se o Senhor não me salvar.” E vocês que são pregadores do evangelho têm que dizer a eles: “Nosso Senhor já levou sobre si todos os nossos pecados ao ser batizado por João Batista no rio Jordão, quando morreu crucificado levando os pecados do mundo e ressuscitou dos mortos como nosso Salvador. O Senhor tirou todos os seus pecados ao ser batizado, os levou à cruz, foi condenado por eles, derramou seu sangue e se tornou nosso Salvador ao ressuscitar dos mortos. Ele é o nosso Salvador.”
É assim que você deve pregar a Palavra a fim de que as pessoas que a receberem sejam salvas dos pecados do mundo pela fé crendo no evangelho da água e do Espírito. Mas não é somente você que deve pregar assim, e sim todos que foram salvos do pecado crendo na verdade desse verdadeiro evangelho. Nós que cremos podemos pregar esse evangelho porque sabemos que o Senhor pode salvar a todos assim como fez conosco; o Senhor nos salvou apesar de todos os pecados que cometemos, por mais miseráveis que fôssemos; ele salvou alguém como eu e salvará você também.
Os pregadores precisam preparar plenamente o coração do seu público para pregar o evangelho da água e do Espírito. Eles precisam plantar a semente do evangelho, mas primeiro saber como está o coração das pessoas que conhecerão o evangelho antes de pregar para elas. Precisam ensinar às pessoas que elas são seres humanos que sempre pecarão. Nós que somos pregadores temos que ensinar sempre essa verdade para todo mundo, e várias vezes. Deste modo, todo aquele que receber a Palavra de Deus aceitará de bom grado essa verdade e passará a crer no evangelho da água e do Espírito. Alguns o aceitam quando explicamos a eles sobre os pecados que já cometemos e eles entendem que são mesmo como estamos dizendo, embora não reconheçam que ainda pecarão muito no futuro. E isso os impede de compreender de primeira o evangelho da água e do Espírito. Nesse caso, temos que iluminá-los para que eles entendam seus pecados dando exemplos de alguns pecados que sempre cometemos. É assim que os pregadores devem sempre pregar para preparar o coração das pessoas, até que elas entendam e concordem que são realmente pecadores que não podem escapar do inferno. Os pregadores do evangelho precisam pregar a Palavra até que as pessoas reconheçam que só poderão escapar do inferno se o Senhor salvá-las com o evangelho da água e do Espírito. Elas precisam entender que só podem ser salvas pelo Senhor por causa dos pecados terríveis que as impedem de receber a salvação. Assim, todos confessarão que são miseráveis, como fez o apóstolo Paulo: “Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta morte?” (Romanos 7:24). Só então a salvação dada pelo Senhor poderá ser plantada em seu coração de uma forma perfeita, e assim eles serão salvos e se tornarão obreiros com um ministério dado por Deus.
Até quem recebeu a remissão de pecados tem que manter seu coração puro cuidando sempre dele. Podemos ser uma terra pedregosa ou espinhosa, apesar de que nunca seremos como a semente que caiu à beira do caminho. Nosso coração pode ficar turbado devido às preocupações e lutas humanas que travamos o tempo todo. Nós temos muitas preocupações humanas, e uma delas é como vamos viver neste mundo. Por isso que nosso coração às vezes é como uma terra pedregosa. E quando cedemos às tentações desse mundo é porque não temos fé na Palavra de Deus em nosso coração. Nesses casos, sempre parece que as pessoas do mundo têm mais sabedoria em sua vida do que nós. Por isso que os pregadores também precisam pregar sobre a essência da natureza humana dos santos. Temos que levar as pessoas a entender a natureza do pecado e que tipo de raízes somos nós. A verdade é que o homem é uma semente de malignos que não pode evitar o pecado; um ser imundo, inútil, estragado, que nasceu com doze tipos de pecado, e por isso é perfeitamente adequado para ser enviado para o inferno.
Temos que pregar a Palavra de Deus para as pessoas e levá-las a entender e crer que somos seres miseráveis. Só assim elas crerão no evangelho da água e do Espírito e serão gratas por isso. Temos que ser gratos a esse evangelho porque por ele conhecemos nossa verdadeira natureza e ao Senhor por ter salvado do pecado pessoas como nós. Também temos que conhecer o evangelho da água e do Espírito e crer nele sabendo que tipo de pessoas realmente somos. Nós que somos pregadores do evangelho temos que conhecer a nós mesmos assim, crer assim e pregar assim. Só então poderemos dar frutos a trinta, a sessenta e a cem. Temos que reconhecer e confessar perante Deus, e não dos outros, que somos seres vis. Temos que reconhecer perante Deus o que sua Palavra diz que realmente somos.
Isso quer dizer que você também é um ser miserável que não comete apenas um ou dois pecados, mas muitos; e será assim até morrer. Portanto, você tem que entender que é um ser que não pode escapar da morte e da condenação eterna, e de ser lançado no inferno. Temos que entender que tipo de pessoas somos perante Deus e reconhecer isso. Temos que crer na Palavra de Deus, que nos mostra quem realmente somos.
Você sabe quem você é realmente? Você reconhece sua natureza pecaminosa? Você crê que o Senhor levou sobre si todos os nossos pecados ao ser batizado por João Batista, morreu crucificado e nos salvou de uma vez por todas ao ressuscitar dos mortos?
Nós recebemos a verdadeira salvação quando entendemos o evangelho da água e do Espírito e cremos nele. No entanto, por mais que tenhamos recebido a remissão de pecados pela fé, frequentemente damos lugar à nossa carne. Por isso que devemos sempre ouvir a verdade sobre nossa natureza através da Palavra de Deus. Também devemos sempre nos apegar a esse evangelho quando enfrentarmos dificuldades em nossa vida. Assim veremos que o Senhor nos salvou justamente porque éramos seres vis. Portanto, temos que reconhecer que somos maus e ser gratos novamente pela salvação do Senhor meditando sempre na miserabilidade do nosso ser. Nós que somos pregadores temos que levar uma nova vida crendo na justiça de Deus e que esta é a vida correta de se viver. Não há uma maneira mais abençoada de se viver do que levando uma vida de pregador.
 
 
O verdadeiro pregador tem que pregar a Palavra de Deus repetidas vezes
 
Podemos ver que os apóstolos de Jesus sempre pregaram a Palavra repetidas vezes. E também temos que pregar a Palavra assim, mais profundamente e por todos os ângulos.
Hoje estamos pregando o evangelho da água e do Espírito em todo o mundo através dos nossos livros de sermões; e isso tem sido muito eficaz. Por isso que muitos pastores e missionários no exterior receberam a remissão de pecados, não foi? Estamos pregando o evangelho da água e do Espírito no exterior através do nosso ministério de literatura, e nossos pregadores estão alcançando almas ao seu redor fazendo isso pessoalmente. Eles estão pregando o evangelho da água e do Espírito, mas nem todos querem ouvi-lo ou aceitá-lo. Um dos nossos parceiros no Europa recentemente me mandou um provérbio europeu que diz: “Cachorro velho não aprende truque novo.” Isso quer dizer que um cachorro velho não aprende um truque novo do seu dono porque acha que já sabe tudo. Ele usou esse provérbio como exemplo dos cristãos atuais que não conhecem o evangelho da água e do Espírito.
“Cachorro velho não aprende truque novo.” Você pode ser um cachorro velho mesmo sendo jovem ainda. E você vai ficar assim se não aprender com seus pais na fé. Um dos nossos parceiros na Europa usou um ditado para expressar de modo bom claro sua experiência. Esse pastor distribui nossos livros de sermões para as pessoas e prega o evangelho para elas, mas os cristãos de lá dizem que já foram salvos pelo sangue da cruz e, portanto, não aceitam o evangelho da água e do Espírito. Por isso que ele se refere a esses cristãos que não aceitam esse evangelho como cachorros velhos.
O Senhor veio a este mundo e levou sobre si todos os nossos pecados de uma vez por todas ao ser batizado por João Batista, não é verdade? Por isso que Jesus teve que ser crucificado e bradou: “Está consumado!” (João 19:30) e morreu derramando seu sangue na cruz. Jesus foi crucificado porque levou sobre si todos os nossos pecados ao ser batizado por João Batista. Foi assim que o Senhor no salvou de todos os nossos pecados.
Nós que somos pregadores estamos pregando essa verdade do evangelho da água e do Espírito a todos que encontramos. Mas há muitos cachorros velhos que não o aceitam, apesar de ouvirem a Palavra de Deus. Mas esses cachorros velhos que estamos falando aqui não se referem aos idosos. Qualquer um que não aceita a Palavra de Deus em seu coração é um cachorro velho. Você pode ser jovem ou adulto e ainda assim ser um cachorro velho. Você pode ser um cachorro velho não por causa da idade, mas porque não quer aprender a Palavra de Deus no coração. Aquele que não aceita nada, nem mesmo a Palavra de Deus, mas só as doutrinas que já aprendeu antes é um cachorro velho. Sendo assim, nós que somos pregadores temos que pregar a Palavra de Deus repetidas vezes até que esses cachorros velhos a entendam.
 
 
Até hoje eu jamais preguei um sermão sem falar do evangelho da água e do Espírito
 
Há vida no evangelho da água e do Espírito. Mas há muitos que ainda não creem nele, embora temo-lo pregado repetidas vezes. Por isso que resolvemos publicar um livreto com o resumo desse evangelho para ver se conseguimos levar as pessoas a aceitá-lo. E seria maravilhoso se elas lessem esse livreto e fossem salvas, mas a realidade é outra.
De todo modo, estamos publicando livros de sermões e distribuindo-os gratuitamente a todos nesse mundo. A semente da salvação tem sido semeada e plantada em seu coração quando eles leem sobre o evangelho da água e do Espírito várias vezes em nossos livros. E quando reconhecem e creem que seus pecados foram mesmo apagados, eles são salvos. Eles reconhecem que são maus e pecadores, mas que Jesus foi condenado por seus pecados ao morrer crucificado em seu lugar. Reconhecem que o Senhor foi batizado e morreu por eles, que não podiam evitar a morte por causa dos seus pecados, e que ele ressuscitou dos mortos para salvá-los. Deste modo, a salvação do Senhor é plantada no íntimo do seu coração. Ou seja, eles passam a ser crentes na verdade. Depois se tornam pregadores e obreiros desse verdadeiro evangelho.
Então, quando um pregador anuncia o evangelho da água e do Espírito para as pessoas, ele precisa fazer isso repetidas vezes. Ele tem que fazer isso para que seu público não pense que isso é tudo que ele sabe. Mas um pregador que foi salvo de todos os seus pecados crendo no evangelho da água e do Espírito e tem o poder da fé só pode pregar sempre uma coisa: esse evangelho. Na verdade, alguém que prega assim é um pregador de poder, assim como um professor que ensina a mesma coisa todos os dias é um docente extraordinário. Para ser preciso, o poder de fato está no evangelho da água e do Espírito, e não no pregador. Podemos pregar o evangelho da água e do Espírito por vários ângulos porque ele é o verdadeiro evangelho. Como poderíamos pregar a mesma coisa repetidas vezes se o evangelho da água e do Espírito não fosse a verdade? Seria impossível pregá-lo tanto assim se ele não fosse a verdade. E, assim, tanto o coração dos pregadores como o dos ouvintes seriam magoados. No entanto, o evangelho da água e do Espírito é mesmo a verdade. E se ele de fato nos salvou de todos os nossos pecados eternamente, tanto os pregadores como os que ouvem esse evangelho também foram salvos dos seus pecados. Por isso que devemos continuar pregando o evangelho da água e do Espírito repetidas vezes, por mais que as pessoas nos chamem de ignorantes. Se pregarmos esse evangelho sem cessar, elas receberão a remissão de pecados em seu coração.
Nossos obreiros no exterior devem estar se perguntando agora se não haveria maneira melhor de pregar o evangelho da água e do Espírito. Se vocês quiserem pregar esse evangelho de forma mais resumida, é só preparar um livreto com cerca de cinco páginas. Só precisamos de cinco páginas para explicar tudo sobre os pecados do homem, a justiça e o juízo de Deus. Você não acha que se pregar o evangelho da água e do Espírito usando um livreto resumido com as respostas certas as pessoas não receberão a remissão de pecados? Seu coração não será transformado assim e elas aceitarão esse evangelho no fundo do seu coração? Quando alguém não aceita o evangelho da água e do Espírito no coração, ele só conhece o evangelho de modo intelectual, e não de fato. Por isso que seu coração fica como a beira do caminho, uma terra pedregosa e espinhosa. E essa é a razão também pela qual não podem ser salvos dos seus pecados. Alguém assim conheceu a verdade revelada no evangelho da água e do Espírito, embora ela não tenha tocado seu coração no profundo. Muitos tiveram um encontro com Jesus quando ele estava nesse mundo, mas não entenderam e não o reconheceram como o Senhor, embora tenham visto seus milagres com seus próprios olhos.
O fato é que nós que somos pregadores do evangelho temos que pregar o evangelho da água e do Espírito sem cessar. E é justamente isso que eu faço junto aos nossos irmãos e a todos desse mundo. Eu não sei como muitos dos nossos livros foram publicados em inglês até agora. Já mais de 70 títulos até hoje. Há pouco tempo eu soube que a média de páginas dos livros que publicamos até hoje é de mais de 270, e temos 740 títulos em e-book que já podem ser baixados gratuitamente. Além dos livros que publicamos até hoje, há muitos outros que ainda publicaremos no futuro. Temos que ensinar os 66 livros da Bíblia. Então teremos que publicar uma grande quantidade de livros, não é? Estamos publicando muitos livros porque nosso objetivo é pregar a Palavra de Deus a todos nesse mundo.
Alguns obreiros me perguntaram por que gastamos tanto dinheiro na publicação dos nossos livros. Nossas igrejas na Coreia estão levantando recursos num só esforço para servir ao evangelho da água e do Espírito. Eu posso fazer alguma coisa sozinho? No entanto, todos nós estamos reunindo esforços e trabalhando assim porque não podemos parar de pregar o evangelho da água e do Espírito.
Estamos pregando o evangelho da água e do Espírito sem parar através do nosso ministério de literatura enquanto Satanás tem enganado as pessoas com suas mentiras. Por isso que precisamos pregar esse evangelho de várias formas, para anular as mentiras de Satanás uma a uma. Por exemplo, quando formos pregar sobre o evangelho da água e do Espírito, temos que fazer isso no livro de Romanos; quando formos falar sobre o verdadeiro e o falso evangelho, temos que fazer isso no livro de Gálatas. É assim que devemos pregar sobre todos os assuntos da Bíblia sem cessar e por diversos ângulos. Temos que continuar pregando a verdade para refutar os ensinamentos falsos que há no coração das pessoas. Por isso que temos investido no ministério de literatura até hoje e continuaremos a fazer isso até a volta do Senhor. Muitos já ouviram o evangelho da água e do Espírito até agora porque temos investido pesado no ministério de literatura, não é verdade? Muitos pastores, missionários e até pessoas comuns estão recebendo a remissão de pecados no mundo inteiro através do evangelho da água e do Espírito. Mas você acha que esse evangelho teria chegado às regiões mais remotas de vários países se o pregássemos somente na Coreia? Isso seria impossível.
Você tem que entender que todos que creem no falso evangelho, e não no evangelho da água e do Espírito, são falsos cristãos. A maioria dos cristãos crê no falso evangelho como se fosse verdadeiro.
Estamos vivendo dias difíceis. Além disso, esses dias são de fome também. E num futuro próximo, as nações vão limitar a quantidade de alimento por pessoa. O governo permitirá que uma pessoa só compre 40 quilos de arroz por mês no mercado. Em certos países, o alimento diário das pessoas é apenas pão, mas elas terão que esperar para comprar trigo. Há culturas em que as pessoas gostam de tomar café, chá e ouvir música, mas até nisso elas têm economizado. Em alguns países, os donos de padaria estão vendendo o melhor pão para seus fregueses e comprando pão de qualidade inferior em outras padarias para si mesmos. A fome já tomou conta do mundo inteiro hoje em dia.
Eu ouvi que os coreanos estão viajando e indo para outros países ultimamente. Parece que eles são movidos pela emoção. O que define tudo em sua vida são suas emoções. Você tem que vir conhecer a Coreia. Nós sediamos a copa do mundo de futebol em 2002 com o Japão. Todos os coreanos vestiram camisas vermelhas e torceram pela nossa seleção para que o evento fosse um sucesso. Os estrangeiros ficaram impressionados quando viram a multidão de coreanos torcendo pela sua seleção. Eles ficaram maravilhados imaginando como toda a nação se vestiu de vermelho e torceu pela sua seleção na copa do mundo. Vendo pelo lado bom, foi mesmo algo maravilhoso; mas o lado ruim é que o povo coreano age muito pela emoção. Nosso povo é mesmo fantástico no que diz respeito a isso. O povo coreano pode realizar grandes feitos se forem governados corretamente, mas fará coisas terríveis se forem mal direcionados. Essa é a característica do nosso povo. Nestes dias em que o alimento está se tornando cada vez mais escasso, os coreanos têm buscado renegociar com os Estados Unidos o acordo de importação de carne. O preço do trigo e seus derivados na Coreia têm aumentado muito.
Temos vivido uma época de fome e o alimento está cada vez mais escasso. Este é o tempo em que estamos vivendo. Por isso que os que creem no evangelho da água e do Espírito hoje são mais felizes. Logo o Senhor voltará a esse mundo. Eu tenho dito isso sempre a vocês! Eu tenho dito que o mundo todo vai mudar e haverá fome e catástrofes, não tenho? E esse tempo já chegou. Em pouco tempo virá a época em que o Anticristo vai reinar em todo o mundo. E muitos serão mortos por ele. Esse tempo está muito próximo.
De todo modo, vamos pregar o evangelho da água e do Espírito até nessa época, quer vivamos ou morramos. Então virá o dia da volta do Senhor. E quando isso acontecer, os que creem no evangelho da água e do Espírito entrarão no reino do Senhor, mas os que não creem nele serão julgados e receberão a condenação eterna por causa dos seus pecados. Eles serão lançados no fogo do inferno que nunca se apaga. E não vai demorar muito para tudo isso acontecer. Mas muitos não creem nisso.
Os que creem no evangelho da água e do Espírito são felizes. E os pregadores desse verdadeiro evangelho também são. Por isso que eles têm que pregar sempre esse evangelho e lançar a semente sem desanimar. Uma pessoa nos Estados Unidos sentou no banco de um parque e começou a ler um dos nossos livros, mas como estava lendo um livro secular, achou que havia algo errado em nosso livro e o jogou fora. Mas outra pessoa passou, viu o livro, o pegou, o leu, foi salvo e nos mandou esse testemunho de como foi salvo. Vemos aqui que algumas pessoas acham que não precisam do evangelho da água e do Espírito, enquanto outras valorizam este verdadeiro evangelho e o consideram algo indispensável em sua vida. Todos nós veremos o Senhor, que virá como o Juiz. Você e eu estaremos vivos nessa época. Somos pregadores que devem anunciar a justiça de Deus.
 
 

Eu quero falar aos nossos pregadores no exterior

 
Vocês não precisam ficar desanimados ao pregar o evangelho. Por que ficar assim ao fazer isso? Um dos nossos parceiros recebeu uma autorização que permite a ele e aos seus colaboradores distribuir livros livres de imposto em seu país. Durante o mês de maio, ele e seus colaboradores colaram cartazes nas ruas, distribuíram livros da nossa Missão, tiraram fotos do evento e nos enviaram. Não podemos distribuir nossos livros em muitos outros países gratuitamente mesmo se quiséssemos, a não ser que tivéssemos permissão do governo para fazer isso. Depois de ler um dos nossos livros, aquele cujo coração é uma boa terra passa a entender que é alguém que será condenado ao inferno, e então aceita o evangelho da água e do Espírito. Por outro lado, quem é duro de coração como um cachorro velho acha que só o sangue da cruz é a verdade, e é provável que não aceite o evangelho da água e do Espírito.
 
 

Quem são os cachorros velhos entre os cristãos hoje em dia?

 
Os cachorros velhos não são aqueles que dizem ter recebido a remissão de pecados sem aceitar o evangelho da água e do Espírito, mas crendo apenas no sangue da cruz? Ninguém é um cachorro velho por causa da idade, mas quando é teimoso e não aceita o amor de Deus. Em breve farei 60 anos. Mas eu não me considero idoso. Eu vivo hoje como se tivesse 28 anos. Até hoje, quando alguém fala de um assunto que não conheço, eu paro para aprender e presto atenção para ver se o que ele está dizendo é certo ou errado.
Os que creem apenas no sangue da cruz e rejeitam o evangelho da água e do Espírito são os cachorros velhos entre os cristãos atuais. Alguns não aceitam esse evangelho até mesmo quando tomam conhecimento dele lendo os livros que distribuímos. Há casos em que as pessoas aceitam este verdadeiro evangelho, mas a maioria o rejeita. Mas por quê? Porque acham que o evangelho em que creem é a verdade. Mas o que é a verdade? O evangelho da água e do Espírito ou o evangelho só do sangue da cruz? Por meio de que evangelho recebemos a remissão de pecados? Poderíamos ser salvos se Jesus morresse na cruz mas não tivesse levado nossos pecados? Se os pecados pudessem ser apagados assim, todos nessa terra seriam salvos!
Você tem pecado no coração se não crê no evangelho da água e do Espírito. Nós só recebemos a remissão de pecados no coração crendo no evangelho da água e do Espírito; nenhum pecado pode ser apagado crendo apenas no sangue da cruz, como afirma a doutrina cristã. Quem não crê no evangelho da água e do Espírito na verdade tem pecado, e os pecados que cometeu estão gravados no seu coração. No entanto, todos podem receber a remissão de pecados se reconhecerem que seus pecados foram passados para Jesus Cristo quando ele foi batizado por João Batista no rio Jordão. Em outras palavras, quando cremos no evangelho da água e do Espírito, quando cremos que nossos pecados foram passados para Jesus quando ele foi batizado por João Batista, todos os pecados do nosso coração são apagados para sempre. A verdade do evangelho da água e do Espírito tem esse poder, como está escrito: “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” (João 8:32).
O filho do evangelista Billy Graham veio pregar na Coreia algum tempo atrás. E pregou sobre Jesus para milhares de pessoas na praia de Haewoondae em Pusan. Ele fez o apelo e disse às pessoas que queriam aceitar Jesus que levantasse as mãos e as levou a fazer a oração de confissão para que ele entrasse em seu coração. Isso foi tudo que ele fez por aqueles pecadores desesperados que estavam lá. Esse tipo de pregador não pode pregar o evangelho da água e do Espírito.
O que significa pedir ao Senhor para entrar no coração? Qual é o verdadeiro pedido que podemos fazer ao Senhor? O verdadeiro pedido ao Senhor é que ele nos leve a conhecer a verdade do evangelho da água e do Espírito e aceitá-lo de coração. É fazer essa confissão: “Eu mereço ir para o inferno por causa dos meus pecados, mas creio que o Senhor Jesus veio a esse mundo, foi batizado por João Batista e condenado por todos os meus pecados ao morrer na cruz.” Portanto, aceitar o evangelho da água e do Espírito é o mesmo que aceitar Jesus como Senhor e Salvador. Meu desejo é que vocês recebam Jesus como seu Salvador que veio pelo evangelho da água e do Espírito.
Jesus só pode ser seu Salvador se você crer que ele veio com esse fim e levou todos os seus pecados sobre si ao ser batizado. Como Jesus poderia ser nosso Salvador se não tivesse levado todos os nossos pecados ao ser batizado e pagado o preço por eles? Como Jesus, em quem eu e vocês cremos hoje, seria nosso Salvador se não tivesse levado sobre si todos os nossos pecados e os do mundo ao ser batizado por João Batista? Pregar isso seria um absurdo. Não teria sentido algum.
As pessoas em sua mente fazem o papel de agentes de Deus. A mente humana busca a justiça absoluta. Quando vamos a algum tribunal, podemos ver uma estátua da ‘deusa da justiça’ segurando uma balança. E essa balança tem o mesmo peso dos dois lados para representar a justiça. A mente humana também busca justiça procurando não pender mais para um dos lados. Mas ela jamais consegue alcançar essa justiça. Por isso que nós seres humanos fazemos tantas coisas erradas, embora nossa consciência sempre nos condene. Sendo assim, devemos crer que todos os nossos pecados foram passados para Jesus Cristo quando ele foi batizado. Jesus Cristo se torna nosso Salvador quando cremos de coração e aceitamos que ele levou sobre si todos os pecados do mundo ao ser batizado por João Batista. Ele se torna nosso Salvador quando cremos de coração no batismo que ele recebeu e no sangue que ele derramou na cruz. Mas Jesus não é o Salvador de quem não crê nessa verdade, não é? Claro que é.
Como podemos ter uma boa consciência? Se quisermos ter uma boa consciência, precisamos crer que Jesus veio a esse mundo e levou sobre si todos os nossos pecados ao ser batizado por João Batista para nos salvar deles (1 Pedro 3:21). Precisamos entender que ele foi condenado pelos nossos pecados ao morrer derramando seu sangue na cruz. Temos que crer nessa verdade, pois só assim teremos uma boa consciência perante Deus.
Muitas pessoas e pastores estão aceitando o evangelho da água e do Espírito de coração em todos os países do mundo hoje em dia depois de ler os livros de sermões que enviamos para eles. No entanto, os que creem apenas no sangue da cruz como o verdadeiro evangelho da salvação são os que ainda não aceitaram o evangelho da água e do Espírito. Eu tenho pregado a verdade para todos os pastores e teólogos do mundo inteiro. Estou escrevendo livros que contém o evangelho da água e do Espírito e enviando-os para quem quiser. Leia esses livros! O evangelho da água e do Espírito está errado? Se você acha que o evangelho que estamos pregando está errado, escreva o que pensa e envie para nós.
Hoje estamos pregando o evangelho da água e do Espírito em todo o mundo. Mas me entristece saber que há muitos cachorros velhos nas igrejas cristãs do mundo inteiro. Eu fico triste em saber que há muitos cachorros velhos nessa terra. Eles são pecadores porque não querem aprender o evangelho da água e do Espírito que o Senhor nos deu. O Senhor nos disse: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei” (Mateus 11:28).
Por que as pessoas não vão até o evangelho da água e do Espírito então, já que através dele podem ter paz em seu corpo e em sua alma, receber a remissão de pecados, ir para o céu, e se tornar filhas de Deus crendo apenas no que o Senhor fez por elas? Por que querem levar o jugo do seu pecado sozinhas? Que grande poder é esse que elas acham que têm para assumir sozinhas a responsabilidade pelos seus pecados? Temos que confiar no Senhor crendo na sua justiça. A verdadeira fé é confiar no evangelho da água e do Espírito. O caminho certo para os justos é confiar na obra que o Senhor realizou.
Nossa capacidade serve para alguma coisa? Que poder temos para não confiarmos no evangelho da água e do Espírito? A única coisa que há em nós são os pecados do nosso coração. Desde que nascemos somos pecadores e, portanto, só somos dignos de alguma coisa porque nascemos conforme a imagem e semelhança de Deus e recebemos suas bênçãos pela graça por sermos alvos do seu amor. Não podemos dizer que somos justos por nenhuma outra razão senão por crermos no evangelho da água e do Espírito.
Somos o povo mais feliz desse mundo por crermos no evangelho da água e do Espírito. Hoje somos pregadores felizes. O verdadeiro pregador só prega o evangelho da água e do Espírito, e repetidas vezes. E que mais tem um pregador a falar senão desse evangelho? E temos que pregá-lo sem cessar, até para os cachorros velhos. Eu vou transcrever esse sermão e enviá-lo aos nossos parceiros no exterior. Nós faremos todas as obras possíveis no poder do Senhor.
Estamos fazendo uma obra muito importante agora e vivendo como os verdadeiros pregadores dos últimos dias. Somos os corredores da reta final, aqueles que passarão o bastão para os últimos corredores da corrida espiritual. E há também corredores atrás de nós, que são nossos parceiros no exterior. A corrida acabará quando passarmos o bastão para nossos parceiros no exterior e eles completarem a última volta. Nós pregaremos o evangelho da água e do Espírito no mundo todo. E o Senhor virá quando acabarmos de pregar este lindo evangelho. Como descem as cortinas no final de um espetáculo, assim será o fim do mundo. O Senhor escreverá uma nova história da humanidade. E isso se tornará uma realidade por causa da sua graça. Haverá um mundo novo e glorioso. O Senhor fará novos céus e nova terra.
Você pode até dizer: “Pare de ficar falando isso; parece desenho animado.” Mas tudo isso é verdade. Deus criou todo o universo apenas com sua Palavra e também criará um novo mundo e fará de nós seus anfitriões. Vocês e eu seremos senhores do reino dos céus. Isso parece com desenho animado?
Jesus Cristo é o Deus que nos criou. E em pouco tempo, ele virá novamente a esse mundo para levar consigo os que creem no evangelho da água e do Espírito. Sabendo disso, temos que viver com esperança no coração. Vocês estão entendendo? Temos que viver como pregadores fiéis e não desanimar. Temos que saber qual é o nosso papel hoje e permanecer firmes na fé na justiça de Deus.