Bài giảng

Assunto 22: O Evangelho segundo LUCAS

[Capítulo 1-6] Deus Planejou Nossa Salvação Antecipadamente (Lucas 1:24-38)

Deus Planejou Nossa Salvação Antecipadamente(Lucas 1:24-38)
“E, depois daqueles dias, Isabel, sua mulher, concebeu, e por cinco meses se ocultou, dizendo: ‘Assim me fez o Senhor, nos dias em que atentou em mim, para destruir o meu opróbrio entre os homens.’ E, no sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, a uma virgem desposada com um homem, cujo nome era José, da casa de Davi; e o nome da virgem era Maria. E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: ‘Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres.’ E, vendo-o ela, turbou-se muito com aquelas palavras, e considerava que saudação seria esta. Disse-lhe, então, o anjo: ‘Maria, não temas, porque achaste graça diante de Deus. E eis que em teu ventre conceberás e darás à luz um filho, e pór-lhe-ás o nome de Jesus. Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai; e reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim.’ E disse Maria ao anjo: ‘Como se fará isto, visto que não conheço homem algum?’ E, respondendo o anjo, disse-lhe: ‘Descerá sobre ti o Espírito Santo, e a virtude do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra; por isso também o Santo, que de ti há de nascer, será chamado Filho de Deus. E eis que também Isabel, tua prima, concebeu um filho em sua velhice; e é este o sexto mês para aquela que era chamada estéril; Porque para Deus nada é impossível.’ Disse então Maria: ‘Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra.’ E o anjo ausentou-se dela”.
 
 

Você Conhece os Planos e a Providência de Deus?

 
Vemos no texto bíblico deste capítulo que Isabel concebeu João Batista mas escondeu sua gravidez por cinco meses. E isso tem um significado muito importante. Todos nós somos gerados no ventre de nossas mães e nascemos depois de nove meses. Jesus foi concebido exatamente seis meses após João Batista e então nasceu neste mundo. O anjo Gabriel apareceu e falou com Zacarias, pai de João Batista, quando ele realizava a função de sacerdote no santuário. Seis meses depois, ele apareceu à virgem Maria, que era noiva de José, descendente de Davi. Isso nos mostra em detalhes a preparação de Deus.
Está escrito no Antigo Testamento que Jesus Cristo viria a essa terra como descendente de Davi. Ele promoveria a união de todas as doze tribos da nação de Israel, pois não houve rei que temesse mais a Deus do que Davi. Jamais houve um rei que fosse tão íntimo de Deus, que o adorasse a andasse com ele assim. Foi profetizado várias vezes no Antigo Testamento que Jesus, o Filho de Deus, nasceria na família de Judá.
O anjo Gabriel apareceu e falou com Maria, noiva de José, descendente de Davi. Ele disse: “Salve, agraciada” (Lucas 1:28). Por que Maria era agraciada e foi abençoada por Deus? Porque Jesus Cristo viria a essa terra para nos salvar a todos do pecado através do seu corpo. Por isso que Maria foi muito abençoada entre nós. E o anjo Gabriel continuou falando com ela. Ele disse: “‘Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres.’ E, vendo-o ela, turbou-se muito com aquelas palavras, e considerava que saudação seria esta. Disse-lhe, então, o anjo: ‘Maria, não temas, porque achaste graça diante de Deus. E eis que em teu ventre conceberás e darás à luz um filho, e pór-lhe-ás o nome de Jesus. Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai; e reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim’” (Lucas 1:28-33).
Naquela época, Maria era noiva de um homem chamado José. O anjo Gabriel apareceu a ela e disse: “Salve, agraciada; o Senhor é contigo... conceberás e darás à luz um filho, e pór-lhe-ás o nome de Jesus” (Lucas 1:28, 31). João Batista também nasceu exatamente como Deus havia planejado. O ano Gabriel apareceu a Zacarias e disse: “A tua oração foi ouvida, e Isabel, tua mulher, dará à luz um filho, e lhe porás o nome de João” (Lucas 1:13). Deus preparou este dois homens para nos salvar de todos os nossos pecados.
 
 

Jesus Foi Preparado por Deus

 
Está escrito: “Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo” (Lucas 1:32). Jesus é o Filho unigênito de Deus Pai. Ele é o nosso Deus, o Rei dos reis. O fato de Deus ter dado a Jesus o trono de Davi significa que ele é o Rei dos reis. “E reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim” (Lucas 1:33). Jesus Cristo é o rei dos descendentes de Jacó. Ele reinará para sempre e seu poder e sua glória jamais terão fim. Eles jamais terão fim.
Muitos confiam na justiça de Deus porque sabem que não há nenhuma justiça em si mesmos. Eles recebem a remissão de pecados porque reconhecem o ministério de João Batista e de Jesus Cristo e tem fé nele. O Senhor nos salvou dos pecados do mundo porque teve misericórdia de nós, pois nós estávamos condenados ao inferno. Jesus reina eternamente sobre os que creem nele, os protege e abençoa. Foi para isso que ele veio a essa terra.
O texto bíblico deste capítulo diz: “E disse Maria ao anjo: ‘Como se fará isto, visto que não conheço homem algum?’ E, respondendo o anjo, disse-lhe: ‘Descerá sobre ti o Espírito Santo, e a virtude do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra; por isso também o Santo, que de ti há de nascer, será chamado Filho de Deus’” (Lucas 1:34-35). O anjo disse que o espírito viria sobre ela, e que Jesus seria concebido pelo poder de Deus. Então, aquele que nasceria dela seria chamado Jesus, o Filho de Deus. O Filho de Deus veio a essa terra num corpo carnal através de Maria. Então, foi Maria que gerou Jesus Cristo, que nos salvou dos pecados do mundo. Na verdade, ela foi usada para esta preciosa obra de Deus. Era disso que o anjo estava falando.
Naquela ocasião, anjo Gabriel explicou tudo para Maria em detalhes para que ela entendesse tudo muito bem e não ficasse em dúvida ou com medo. “E eis que também Isabel, tua prima, concebeu um filho em sua velhice; e é este o sexto mês para aquela que era chamada estéril; Porque para Deus nada é impossível” (Lucas 1:36-37).
E tudo isso aconteceu segundo a Palavra profética do Antigo Testamento. Gabriel revelou a vontade de Deus e tudo que ele disse se cumpriu. Maria perguntou: “Como se fará isto, visto que não conheço homem algum?” (Lucas 1:34). E o anjo Gabriel respondeu: “Aquele que vai nascer de você é santo e será chamado Filho de Deus. Isabel é idosa mas concebeu uma criança algum tempo atrás, pois nada é impossível para Deus”. Maria entendeu então a vontade de Deus. Ela a aceitou e disse: “Eu não conheço homem algum, mas creio que se Deus disse que seu Filho, que será chamado de Salvador, nascerá de mim, tudo acontecerá conforme ele disse”. Maria obedeceu pela fé então e disse: “Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra” (Lucas 1:38). E o anjo se apartou dela.
Nós somos gratos a Deus por ter preparado João Batista primeiro e depois, Maria. Foi ele que preparou nossa salvação. Maria foi muito agraciada por Deus e usada por ele. Você e eu também recebemos a remissão de pecados pela fé na justiça de Deus. E depois disso o Espírito Santo vem a nós, como fez com Maria. Assim como Jesus foi concebido no ventre de Maria, o Espírito Santo entra no nosso coração porque nós cremos no evangelho da água e do Espírito. Você e eu que hoje cremos no evangelho da água e do Espírito também fomos agraciados por Deus, como Maria.
Maria disse que era “serva do Senhor” (Lucas 1:38). Todos nós somos pequenos diante de Deus, inclusive Maria. Você e eu somos pequenos diante de Deus ou não somos? É claro que somos. O homem foi inicialmente criado à imagem e semelhança de Deus e era muito precioso para ele. Mas nós somos miseráveis agora por causa das nossas fraquezas e das transgressões que cometemos como descendentes de Adão e Eva, que caíram. Portanto, o Senhor salva pessoas miseráveis como nós dos pecados do mundo e nos torna gloriosos fazendo com que sejamos novamente filhos de Deus. Ele veio a essa terra como nosso Salvador para nos fazer felizes. Deus Pai preparou João Batista e Jesus para nos salvar dos pecados do mundo. Este é o amor de Deus. O Natal está chegando. Então, temos que saber o que Deus preparou para nos salvar e dar graças a ele por isso. Não devemos apenas vir para o culto e cantar: “♩Alegre-se o mundo. O Salvador chegou! ♬Que Toda a terra receba o seu Rei!”, sem haver uma gratidão sincera em nosso coração.
 
 

Deus é o Deus de Justiça e Amor

 
Deus é aquele que fez uma aliança conosco e a cumpre. Ele criou o sistema sacrificial no Antigo Testamento, pelo qual o sumo sacerdote passava os pecados para a oferta de sacrifício impondo as mãos sobre sua cabeça. Ele também fazia isso no Dia da Expiação para expiar os pecados anuais do povo de Israel. E Jesus recebeu todos os pecados do homem ao ser batizado por João Batista, o representante da humanidade.
O anjo disse que “para Deus nada é impossível” (Lucas 1:37). O Senhor é fiel e sincero. Ele é fiel e justo (1 João 1:9), não mente nem age com falsidade. O Senhor cumpre tudo nos promete.
Deus disse que enviaria seu Filho unigênito a essa terra. Vamos ler Isaías 53 e ver o que disse este profeta de Deus: “Porque foi subindo como renovo perante ele e como raiz de uma terra seca; não tinha parecer nem formosura” (Isaías 53:2). Ninguém amava Jesus pela sua aparência. Mas num sentido espiritual, ele “verdadeiramente, ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputamos por aflito, ferido de Deus e oprimido” (Isaías 53:4). Ele sofreu e morreu pelos nossos pecados.
Nós temos que entender que Deus preparou João Batista e seu Filho unigênito para nos salvar de todos os pecadores deste mundo. Assim como Jesus Cristo pôde ser concebido no ventre de Maria e ela pôde ser usada na preciosa obra do Senhor por ter tido fé na Palavra que o anjo Gabriel lhe entregou, você e eu agora fomos salvos de todos os nossos pecados, nos tornamos filhos de Deus e recebemos o dom do Espírito Santo porque temos fé na justiça de Jesus Cristo e na Palavra de Deus.
Nós recebemos o dom do Espírito Santo por crermos no evangelho da água e do Espírito. O Espírito Santo não opera através de orações barulhentas, gestos estranhos ou modo de agir desvairado como fazem hoje os pastores pentecostais. A Bíblia diz: “Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para perdão dos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo” (Atos 2:38). Nós podemos receber o Espírito de Deus quando recebemos a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito. Deus primeiro preparou João Batista e só depois enviou Jesus Cristo para que ele fosse batizado a fim de nos salvar dos pecados do mundo.
Por isso, temos que entender que Jesus nasceu da virgem Maria e foi batizado por João Batista. Quando tinha 30 anos, Jesus recebeu todos os pecados do mundo quando foi batizado por João Batista. Ele recebeu todos os pecados do mundo, foi pregado na cruz e morreu ao dizer: “Está consumado” (João 19:30). Mas depois ressuscitou e voltou para o céu. Você e eu temos que guardar essas palavras e crer que Jesus nos salvou dos pecados do mundo de um modo perfeito.
Meus amados irmãos, Deus Pai é Deus. Jesus é Deus e o Espírito Santo também é Deus. Todos eles são o mesmo Deus para nós. Mas é difícil entender as pessoas entenderem isso quando não creem no evangelho da água e do Espírito. Elas podem até entender isso, mas é difícil para elas crer.
“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16). O Deus que “amou o mundo de tal maneira” aqui é Deus Pai. E ‘o mundo’ se refere a mim, a você e a toda a humanidade. O versículo acima fala do infinito amor de Deus que salvou a todos que creem em Deus Pai. Ele nos amou ao preparar seu Filho, ao enviá-lo a essa terra, enviando João Batista aqui, fazendo-o transferir nossos pecados para Jesus e com que ele os recebesse, morresse e ressuscitasse dos mortos. O amor incondicional de Deus é o amor pelo qual ele teve compaixão e nós e nos salvou. Foi com este amor que Deus nos salvou dos pecados do mundo.
Amados irmãos, vocês precisam entender o quando Deus já falou da nossa salvação através dos seus servos e a planejou antes de Jesus nascer. Jesus não nasceu um dia por acaso. A Bíblia diz que ele morreria pelos nossos pecados mas também ressuscitaria; ela diz que ele é o nosso Salvador. Deus não é alguém irresponsável. Há mais de mil anos ele prometeu por meio dos seus servos que salvaria a humanidade dos pecados do mundo e cumpriu sua promessa através de João Batista e de Jesus Cristo. Ele é o Deus da verdade, vocês estão entendendo?
Deus preparou seu filho unigênito e João Batista para nos salvar dos pecados do mundo. E ele também preparou Isabel e Maria. O Senhor planejou milhares de anos atrás nos salvar do pecado. O Senhor diz em João 14: “Credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito, pois vou preparar-vos lugar”. Nosso Senhor foi preparar um lugar para estarmos com ele no futuro. Jesus foi preparar o seu reino para o seu povo porque ele é Deus.
Nosso Senhor é fiel e justo, como está escrito:
“Deus não é homem, para que minta;
Nnem filho de homem, para que se arrependa;
Porventura, diria ele e não o faria?
Ou falaria e não o confirmaria?” (Números 23:19). Ele é fiel e justo. Ele é alguém que nunca mente. Ele nos faz promessas e cumpre uma após uma. Por isso, não devemos crer em Deus como cremos em algum ídolo ou superstição. Não devemos pensar assim: “já que é assim, por que Deus nos deu uma Bíblia tão grande? Se fosse assim, uma página dela já seria suficiente para nós”. Toda a Palavra de Deus que há na Bíblia são promessas que ele nos fez, que ele cumpriu e ainda cumprirá em nossa vida no futuro. A Bíblia é dividida nessas três partes.
Eu sou muito grato. Eu não sei quantos Natais nós ainda teremos nessa terra, mas meu coração se alegra por pensar que o Senhor já está voltando. 25 de dezembro não é de fato o dia do aniversário do Senhor; nessa data se comemorava o solstício de inverno no calendário de Júlio, imperador romano, pois era aniversário de Mitra, um deus romano. Podemos dizer então que o Natal tem origem pagã. Mas todos neste mundo acham que Jesus nasceu no dia 25 de dezembro, e por isso celebram o Natal neste dia. De todo modo, é importante termos um dia no ano para comemorar o nascimento de Jesus. E meu coração se alegra e eu me sinto grato só de pensar em Jesus.
Eu me sinto bem e agradecido sempre que penso como o Senhor planejou tudo em detalhes por mim e por você. Nós pregamos o evangelho o ano todo. E o Senhor disse: “Orai sem cessar. Em tudo daí graças” (1 Tessalonicenses 5:17-18). Eu não tenho como descrever minha alegria e gratidão por tudo que fizemos este ano. Muitos pastores, missionários e leigos neste mundo receberam a remissão de pecados ao longo do ano. Nossos livros foram enviados a mais de 150 países em todo o mundo e muitos receberam a remissão de pecados. E estes vão também pregar este evangelho abençoado a todos ao seu redor a partir de agora. E eu não tenho como deixar de ser grato ao Senhor quando penso em tudo isso.