တရားဟောချက်များ

Assunto 24: Sermões para Aqueles que são Nossos Colaboradores

[24-41] Vá até minha família e traga uma esposa para meu filho (Gênesis 24:1-4)

(Gênesis 24:1-4)
“E era Abraão já velho e adiantado em idade, e o SENHOR havia abençoado a Abraão em tudo. E disse Abraão ao seu servo, o mais velho da casa, que tinha o governo sobre tudo o que possuía: Põe agora a tua mão debaixo da minha coxa, para que eu te faça jurar pelo Senhor Deus dos céus e Deus da terra, que não tomarás para meu filho mulher das filhas dos cananeus, no meio dos quais eu habito. Mas que irás à minha terra e à minha parentela, e dali tomarás mulher para meu filho Isaque”.
 
 

Devemos ser servos de Deus que conhecem o coração dele

 
O texto bíblico deste capítulo relata a história de como Abraão, nosso pai na fé, por já ser idoso, procurou casar seu filho Isaque. Neste texto, Abraão assim instrui seu servo que viajaria para encontrar sua futura nora: “Irás à minha terra e à minha parentela, e dali tomarás mulher para meu filho Isaque.” Sim, ele mandou seu servo mais velho ir até sua terra e à sua parentela para encontrar uma esposa para seu filho. Então por que Abraão disse isto e Deus deixou registrado? Daqui em diante iremos analisar isso juntos.
Abraão mandou seu servo fiel buscar uma esposa para seu filho. E instruiu-o assim: “Não tomarás para meu filho mulher das filhas dos cananeus, no meio dos quais eu habito. Mas que irás à minha terra e à minha parentela, e dali tomarás mulher para meu filho Isaque.” Amados irmãos, por que vocês acham que Abraão fez isso? O servo mais velho de Abraão que foi mencionado aqui era uma pessoa que conhecia bem o coração de seu senhor. Seu conhecimento era tal que só de ouvir a voz de Abraão, o servo conseguia saber o que ele estava pensando. E como vivia em sua casa há muito tempo, ele podia ler todos os pensamentos de seu senhor. Por isso Abraão enviou justamente seu velho e confiável servo à sua terra para encontrar uma esposa para seu filho. E o que tudo isso significa? Que aquele que faz a obra de Deus deve ser um servo que conhece bem seu coração.
Através deste texto bíblico, Deus está falando comigo e com você. Ele está nos dizendo que devemos verdadeiramente conhecem bem seu coração e pensamentos e nossa vida. Não devemos ser do tipo de pessoa que leva recados para Deus sem conhecer a intenção de seu coração, mas aqueles que conhecem o coração do nosso mestre e cumprimos sua vontade. Devemos ser pessoas que, através da nossa submissão, satisfazem o desejo do coração do nosso Senhor.
Qual então é o desejo de Deus para aqueles que são seus servos? Como está escrito: “Irás à minha terra e à minha parentela, e dali tomarás mulher para meu filho,” da mesma forma Deus quer que estabeleçamos suas igrejas nesta terra. Amados irmãos, Deus falou conosco através de Abraão sobre fé e a terra de Canaã, que é o céu. Por isso devemos reconhecer que ele está falando conosco através de Isaque sobre sua igreja.
Sim, é isso mesmo. O texto bíblico deste capítulo que relata como Abraão procurou encontrar uma esposa para seu filho Isaque representa a vontade de Deus de que plantemos igrejas para ele. Mas por que Isaque simboliza a igreja? Quando analisamos a vida de Isaque em toda a Bíblia, vemos que ele viveu como cavador de poços. Jacó, filho de Isaque, também continuou cavando poços e Deus está falando conosco através de Isaque e Jacó no tocante à implantação de igrejas. Onde quer que morassem, Isaque e Jacó cavavam poços. Na Bíblia, poço ou noiva significa a Igreja de Deus. Portanto, o texto bíblico no qual Abraão manda tomar uma esposa para seu filho da sua terra significa que estamos edificando igrejas para Jesus Cristo, o filho de Deus.
Mas o que Deus nos aconselha a fazer ao comparar o casamento de Isaque com o fato de edificarmos igrejas? Ele diz que não devemos tomar esposa em outras famílias, mas somente da família de Abraão, ou seja, alguém da linhagem de Abraão, alguém de sua própria parentela. O que isso tudo quer dizer? Quando formos edificar igrejas para nosso Senhor, melhor dizendo, no casamento entre Deus e seu povo, não deve haver ninguém que não tenha nascido de novo.
Deus está nos dizendo que devemos edificar igrejas para seu filho Jesus Cristo. Mas por que ele deu tanta ênfase a este assunto? Abraão disse ao seu servo mais antigo: “Irás à minha terra e à minha parentela, e dali tomarás mulher para meu filho Isaque.” Qual é a verdadeira obra que agrada ao Senhor? Primeiro, é edificar igrejas para ele. Isto posto, como devemos estabelecer a Igreja de Deus? Devemos estar casados com a família de Abraão para fazermos isso. Através desse casamento, podemos ter a linhagem pura e dar continuidade a descendentes puros para Deus.
O livro de Hebreus diz que embora haja muitos espíritos, Deus escolheu apenas um Espírito, e Jesus Cristo lhe dará filhos puros. Em outras palavras, o Senhor quer ter uma descendência pura apenas através do casamento de quem nasceu de novo. Obviamente, os filhos que nasceram assim antes eram pecadores. Mas isso acontece porque os que nasceram fisicamente não podem evitar ser pecadores. Porém, aqueles que nasceram de pais nascidos de novo certamente herdarão a fé de seus pais. Isso independente se a mãe ou o pai deles são verdadeiras pessoas de fé ou não. No texto bíblico deste capítulo, o Senhor está falando conosco da importância deste casamento puro. Por isso, não podemos esquecer que mesmo em se tratando de casamento, devemos fazer o que é certo aos olhos do nosso Deus.
 
 

A Igreja de Deus existe para o seu povo

 
Se formos pensar bem, até a Igreja de Deus existe para o povo do nosso Senhor. Você e eu precisamos da Igreja de Deus, e ela é necessária para o seu reino. Mas qual a razão disso? É que através desta igreja Deus faz sua obra e continua produzindo filhos puros. Deus quer viver no céu junto com seus inúmeros filhos. E ele está dizendo que esses descendentes nascem através da igreja. Então, a fim de continuar produzindo esta raça pura ou linhagem de sangue, é necessário ter uma esposa para Jesus que venha somente da família de Deus.
Nosso Senhor precisa mesmo dos membros da Igreja de Deus. Ele traz para si a pessoa que será sua esposa através de sua igreja. Mas só traz para si aqueles que realmente nasceram de novo. Se alguém ainda não nasceu de novo, ele então faz com que isso aconteça em sua vida para ter um relacionamento com ele. Sendo assim, o que nós que já estamos na igreja servindo ao Senhor devemos fazer? Devemos continuar trazendo noivas saudáveis para nosso Senhor. O texto bíblico deste capítulo fala sobre isso.
Abraão estava velho e queria que seu filho se casasse. Por que então não mandou um servo jovem ao invés de um idoso para buscar uma nora para si? Pense bem sobre isso. Um servo jovem não trabalharia mais rápido e com mais eficiência? Mas há um motivo justo para Abraão confiar essa importante tarefa ao seu servo mais velho. O motivo é que esse servo idoso conhecia muito bem o coração do seu senhor.
E isto vale para nós também. Os que receberam a remissão de pecados e estão seguindo o Senhor na igreja como este velho servo, devem se unir e levar as almas para a igreja proclamando a Palavra de Deus para elas, a fim de que essa igreja seja necessária ao Senhor. Amados irmãos, por que nós existimos? Por que precisamos da igreja depois de nascer de novo? A razão de precisarmos da igreja depois de nascermos de novo é que possamos viver para Jesus Cristo. Tanto nós como a igreja existimos para Jesus Cristo, o filho de Deus.
 
 
Por que você tem que casar com um justo?
 
Os que nasceram de novo crendo no evangelho da água e do Espírito não se devem casar com qualquer um neste mundo. Quando lemos o livro de Esdras, ele nos ensina que casamento com gentios faz com que a fé pura não seja mantida. Como diz este livro, se alguém que crê no evangelho da água e do Espírito se casa com um ímpio, seus descendentes não herdam a genuína fé do pai ou da mãe do nascido de novo. Foi exatamente por isso que Abraão deu instruções para buscar uma esposa adequada para seu filho. Esta é a vontade de Deus. Precisamos conhecer a razão do casamento espiritual com Jesus Cristo e também da existência da sua igreja, pois tudo é por causa de Jesus. Se vocês não sabem que seu casamento é por causa de Jesus Cristo, mas acham que é apenas por vocês mesmos, então poderão ter sérios problemas. Especialmente os nossos jovens devem prestar bastante atenção nisso. O problema é que se você casar com um homem ou mulher gentia, então a sua pura fé não será passada para os seus descendentes.
Deus nos disse claramente que quer bebamos ou comamos, ou façamos qualquer outra coisa, seja tudo para a glória dele (I Coríntios 10:31). Mas se pensarmos que a Igreja de Deus existe por causa dos nossos desejos carnais, o que acontecerá? Ela será influenciada pelas paixões humanas, e não pela vontade de Deus. Por isso que devemos entender bem qual é a vontade de Deus. O motivo para Deus estabelecer a igreja foi o Senhor Jesus. Deus deseja que, o que quer que façamos, o façamos por ele. Ele deseja que façamos tudo por ele ao invés de fazer por nós mesmos; e tudo aqui inclui casamento e nossa vida diária após nascermos de novo.
 
 
Nunca tome por esposa uma das filhas dos cananeus
 
Deus fez um importante pedido a nós, sua igreja. Ele foi bem claro ao dizer no texto bíblico deste capítulo: “Para que eu te faça jurar pelo Senhor Deus dos céus e Deus da terra, que não tomarás para meu filho mulher das filhas dos cananeus.” Ele disse que de modo algum deveríamos tomar uma esposa das filhas dos cananeus por causa do seu nome. Mas o que este texto quer dizer? Que nós e a Igreja de Deus existimos para ele. Isso significa que se formos ensinados pelas pessoas deste mundo, buscarmos a carne e tomarmos posse das coisas daqui e pregarmos na igreja, isso destruirá o reino de Deus e será nocivo para nós também.
Enquanto trabalhamos ou vivemos em sociedade, há momentos em que as pessoas deste mundo atraem nossa atenção. As mulheres podem parecer muito bonitas e os homens, muito atraentes. Mas algo muito importante para Deus é conhecermos nosso coração. O Senhor diz que nunca devemos tomar uma esposa das filhas dos cananeus. E isso quer dizer que não devemos ter contato com as mulheres ou homens deste mundo ou unir nosso coração com o deles. O casamento é a união de duas pessoas, não é? Não casar o filho com uma mulher cananeia significa que não devemos nos unir às mulheres ou aos homens deste mundo.
Amados irmãos, hoje recebi um convite e visitei a Igreja Presbiteriana Grande Luz porque eles estão se mudando para outro local. Mas logo percebi mais uma vez que eles são muito diferentes de nós, como água e óleo. Então fiquei ali com um único propósito de compartilhar o verdadeiro evangelho com eles. Eu procurei com atenção para ver se havia alguma alma sincera à procura de Deus. Eu percebi que alguns pastores poderiam até se voltar para Deus. Contudo, o coração de todos os membros estava no lugar errado. Vocês e eu nunca devemos ser assim. Mesmo se voltarmos para o mundo e trabalharmos e vivermos em sociedade, não devemos dar o nosso coração a ele. Nunca devemos unir nosso coração com as pessoas deste mundo. Devemos viver para Deus, manter nosso coração nesta igreja e fazer as coisas que o agradam. Esta é a mensagem que Deus procura nos comunicar através de Abraão.
Abraão, como revelado no texto bíblico deste capítulo, desejou que os princípios que Deus designou para o povo de Israel, ou seja, para sua igreja, não fossem violados pelas regras e leis das nações gentias. Nosso pai na fé, Abraão, depois de ter um encontro com Deus, soube que eles e seus descendentes tinham que buscar sua Palavra, pois afirmou categoricamente: “Não tome uma esposa para o meu filho das filhas dos cananeus.” Deus falou a Abraão assim: “Você não deve escolher uma nora dos cananeus. Seu descendente Isaque, o que veio através da minha Palavra, é um filho meu. Portanto, você deve casá-lo com alguém da sua família, pois fazendo isso sua fé passará aos seus descendentes e continuará a linhagem de fé.”
Para ser sincero, a linhagem da família de Abraão que é citada aqui não era uma família grande ou bem conhecida. Eles eram da descendência de Arão e nem nativos da palestina eram. Mas apesar disso, eles de fato invocavam o nome do Senhor. E parece que havia uma certa porção de fé em seu coração. Deus viu essa fé e desejou que sua linhagem de fé continuasse através deles. Por isso, quando vemos todas as passagens que falam de Abraão como o pai da fé, sabemos que tanto a igreja como nós só existimos para Deus e para nosso Senhor. Se não soubermos disso em nossa vida, nós simplesmente seremos influenciados pelo mundo e pelas situações que passamos.
Ao longo da nossa vida, devemos sempre pensar qual é a vontade de Deus, o que o agrada, o que é uma vida espiritual, e o que significa sermos plenos em nosso coração. Existe ainda uma coisa que Deus quer de nós, que sejamos prósperos. Mas não é seu desejo que sejamos prósperos materialmente, porque se nossa carne estiver bem, nosso coração pode facilmente se afastar dele.
Qual é a próxima coisa que Deus quer de nós? Como ele mesmo disse a Abraão, devemos lutar para preservar nossos descendentes na fé e não nos tornar iguais às pessoas deste mundo. Deus está intimamente envolvido com os assuntos da igreja, e é ele quem a guarda. Ele está nos guardando e preservando para que tenhamos comunhão e nos casemos com pessoas da sua família. Se você não conhece muito bem a vontade de Deus e tomou uma mulher gentia para si, então você certamente se afastará da Igreja de Deus.
 
 

Deus quer que a linhagem da verdadeira fé continue

 
A Igreja de Deus existe por causa da vontade dele; e é ele quem traz os justos para a igreja. No entanto, se alguém não fizer a vontade de Deus e tomar uma mulher do mundo para si ou se afastar da igreja por causa de alguém no mundo, Deus certamente cortará esse ramo fora. Embora essa pessoa tenha nascido de novo, ele sem dúvida a cortará sem anestesia. Deus nos disse que devemos procurar uma mulher da sua parentela para nos casarmos com ela. Sérios problemas surgirão se não guardarmos nossa fé. Então, mesmo que você esteja envolvido com evangelismo no seu local de trabalho, seu coração não deve se unir com as pessoas de lá.
Todos que creem no evangelho da água e do Espírito fazem parte do povo de Deus. E este povo não deve unir seu coração ao das pessoas deste mundo. Embora seu corpo esteja lá, você está ali para pregar o evangelho e por causa de Jesus Cristo, não apenas por si mesmo. O mesmo serve para mim e você que estamos atualmente na igreja. A verdade é que estamos todos aqui pelo Senhor e não por nós mesmos. É isso mesmo. Tudo que pensarmos ou fizermos, tudo que fizermos na igreja não deve ser para nós, mas por ela e pelo Senhor.
Amados irmãos, o nosso coração não deve se deixar levar pelo mundo lá fora. Não devemos tomar mulher alguma deste mundo como esposa. Se continuarmos a tomar as coisas do mundo e as coisas da carne, então seremos como os que não conhecem o coração de Deus. E como é o coração de Deus? Abraão instruiu assim seu servo mais antigo: “Eu quero que meu filho, como um verdadeiro homem de fé e justo, seja bem sucedido em sua descendência.” Assim como aquele foi um desejo sincero do coração de Abraão, nosso Deus também deseja que guardemos a linhagem pura da nossa fé.
Devemos saber qual é a vontade de Deus para nós em nossa vida. Ele nos disse que devemos viver para ele; quer comamos ou bebamos, tudo que fizermos deve ser para o Senhor. Mas se nosso coração estiver inclinado para as coisas da carne e não para o Senhor, o que acontecerá então? O que eu estou dizendo é que precisamos ficar atentos ao que acontecerá se nos acostumarmos a levar uma vida próspera nesta terra. Isto é o mesmo que tomar uma esposa das filhas dos cananeus.
Pode ser até que não tomemos uma mulher gentia como esposa e nossos irmãos também não façam isso. No entanto, tomar para si uma esposa gentia não encerra o assunto. Tomar uma mulher gentia por esposa é o mesmo que desejar ser próspero e ser bem sucedido nesta terra, materialmente falando, e também que nossa vida social e nossas atividades na igreja tenham o único propósito de tornar nossa vida mais confortável.
Queridos irmãos, não se esqueçam que toda sua vida deve ser apenas para Jesus Cristo. Existimos por causa do seu nome e para expandir seu reino. Você compreende este princípio? Depois que recebemos a remissão de pecados, ter um emprego e mais estudo não deve ser nosso alvo para vencermos neste mundo. Ao contrário, devemos fazer tudo pelo nome de Jesus e expandir seu reino, pois esta é a razão de existirmos hoje.
 
 

A vida dos justos deve ser toda para Jesus Cristo

 
Nós que nascemos de novo não existimos apenas para viver para nós mesmos. Depois de nascermos de novo, nos tornamos pessoas que foram postas nesta terra temporariamente pelo nosso Senhor. Devemos ter definido este conceito em nossa mente. Se isso não estiver claro para nós, ou seja, se não houver uma definição correta em nosso coração de que devemos viver para o Senhor, nossa tendência é olhar apenas para nós mesmos enquanto estivermos nesta terra. Pense bem nisso. O que aconteceria se buscássemos apenas os desejos carnais, acumulássemos riquezas e ficássemos ricos nesta terra? O que ocuparia nossos pensamentos o tempo todo? Não seria isso? “Quanto rendimento eu teria se guardasse este dinheiro a médio prazo, e o que eu faria com ele?” Deste modo, continuaríamos a buscar outras formas de tornar nossa vida ainda mais confortável.
Há duas inclinações no coração dos cristãos que nasceram de novo. Uma delas deseja ficar perto do nosso Senhor, e a outra busca a carne para ter mais conforto. Vemos no texto bíblico deste capítulos que ter um coração que busca os confortos e as conveniências da carne é o mesmo que tomar uma esposa dos cananeus. Então, devemos arrancar esta inclinação do coração. Nós existimos nessa terra somente pelo Senhor. Vemos também que Abraão disse ao seu servo para não tomar uma mulher cananeia para seu filho. Ele disse que estaria arruinado se fosse escolhida uma mulher cananeia para seu filho. Ele sabia que se isso tirasse a honra e a exclusividade do seu filho, ele, que foi concedido pela Palavra de Deus, ficaria arruinado.
Eu tenho plena certeza que se Deus permitisse isso, esta igreja cresceria espiritualmente de forma infinita. Porém, o que acontecerá se desejarmos apenas que a igreja cresça estrutural e numericamente, ou seja, somente em coisas visíveis aos nossos olhos? Esse tipo de coração desconhece totalmente as intenções do coração de Deus, como está escrito no texto bíblico deste capítulo, quando Abraão manda seu servo “trazer uma esposa para seu filho da sua própria família.” Devemos ter um claro discernimento disto. Uma afirmação que deixa isso muito claro é: “Eu vivo para Deus e nossa igreja também. O propósito da nossa vida é viver para Deus e para Jesus Cristo.” Eu quero frisar bem isto. Vocês compreendem o que eu estou dizendo?
 
 

Você tem que voltar atrás se quiser viver para o Senhor

 
Nós temos que ter um propósito firme em nossa vida e declarar: “A minha vida é toda para Deus e para a expansão do seu reino.” Nosso coração pode até se arriscar no mundo, mas nunca deve ficar preso a ele, pois devemos sempre dá-lo ao Senhor. A inclinação do nosso coração deve ser para o Senhor, devemos buscar sempre fazer a vontade dele e trabalhar junto com a igreja para servi-lo.
Amados irmãos, a quem nossa vida pertence? E para quem devemos viver? Vivemos para Jesus Cristo. Devemos ter isso bem claro em nossa mente. Muitos cristãos param de servir ao Senhor quando começam a prosperar no mundo. E isso acontece porque eles não definiram corretamente suas metas. Não há milhares de organizações missionárias pelo mundo? À primeira vista, elas realmente parecem trabalhar segundo a vontade de Deus. Mas olhe novamente com atenção depois de um tempo. Você não encontrará conexão alguma entres eles e os que buscam a vontade de Deus. Com o tempo eles começarão a revelar que não vivem para o Senhor, mas para si mesmos ou por algum líder famoso.
Devemos meditar bastante neste assunto. Nós existimos somente pelo Senhor e por seu filho, e não para nós mesmos. Implantamos igrejas, compramos propriedades, fazemos a obra na igreja e mantemos a escola missionária, tudo pelo filho de Deus. Mas temos a consciência de que se o Senhor não estiver se agradando disso, devemos largar tudo então. Mas se ele estiver se agradando, devemos aproveitar e tomar posse disso. Sendo assim, nosso coração deve estar sempre correto perante o Senhor.
 
 
Nosso coração deve estar nas coisas espirituais
 
Devemos buscar os desejos da carne ou o que agrada a Deus? Entre estas duas inclinações do coração, definitivamente devemos buscar ter um coração espiritual. Temos que dar lugar aos desejos da carne, que só quer ser saciada, ou levar uma vida espiritual para que prosperemos de forma a glorificar a Deus? Não devemos buscar a prosperidade material. Melhor dizendo, a Igreja de Deus não deve existir para si mesma ou orar para ser próspera materialmente. Amados irmãos, temos que orar a Deus para ficarmos ricos a qualquer custo nesta terra? Não. Ao invés disso, devemos orar para que sejamos abençoados financeiramente para que possamos servir de modo integral ao evangelho e sem tantos obstáculos, com intuito de vivermos para o seu reino. Não devemos orar pela prosperidade material para que possamos viver apenas com conforto nesta terra.
Estamos vivendo para Deus e para a proclamação do evangelho da água e do Espírito, ou para o evangelho e para nós mesmos um pouquinho também? Podemos levar uma vida dupla para sermos bem sucedidos e satisfazermos nossa carne? Devemos ter uma definição clara do que queremos. Deus nos disse para buscar primeiro o reino de Deus e sua justiça, e todas as coisas nos seriam acrescentadas. Isto significa que se trabalharmos pela expansão do reino de Deus e fizermos aquilo que o agrada, ao invés de buscarmos nosso próprio conforto, Deus proverá de forma satisfatória tudo aquilo que precisarmos. Se sabemos que existimos para Deus e que devemos viver para servi-lo, então não devemos buscar a segurança material. Nós temos um coração espiritual e carnal. Então devemos buscar a prosperidade espiritual ou carnal? Embora não possamos ver nosso coração com os nossos olhos, há coisas que fazem bem para ele. Para sermos prósperos espiritualmente, devemos ter um coração que, com fé, busca a Deus.
Entre buscar as coisas carnais e as espirituais, eu creio que devemos escolher seguir as coisas espirituais. Eu estou dizendo que nosso desejo de ser ter um coração correto perante Deus e viver segundo sua vontade. Amados irmãos, vocês entendem isso? Não devemos viver em busca das coisas carnais, e sim entregando nosso coração a Deus a cada dia.
 
 

Não dê tanta importância a crescer na vida

 
Quando olho para aqueles que há pouco tempo nasceram de novo porque receberam a remissão de pecados e estão vindo à nossa igreja, a maioria deles parece se preocupar com este mundo. E estas são algumas de suas preocupações: “Como vou fazer para viver? O que irei comer? Como vou ter conforto na vida? Como posso levar uma vida segura?” Esse tipo de preocupação sempre vem sobre aqueles que nasceram de novo há pouco tempo. Mas quando isso acontece, eles devem meditar muito nisso. Estes recém-nascidos de novo devem pensar da seguinte forma: “Qual é a vontade de Deus para mim? Ele me salvou para quê? Por que ele me salvou e me pôs na igreja?” É da vontade de Deus que eles tenham este tipo de pensamento? Pensar assim: “Como posso viver neste mundo tendo conforto e respeito?” é o mesmo que ter pensamentos carnais. E o que acontecerá com eles se continuarem neste caminho, sem deixar seus desejos carnais? Eles serão como Ismael, que se afastou de Deus. Eles são desviados.
Nós devemos estar totalmente seguros e não ter um coração que deseja que prosperemos e sejamos bem sucedidos nesta vida. Mas devemos ter um coração que agrada a Deus, fazer a obra que faz bem à nossa alma e agrada o filho de Deus. Devemos ter uma verdadeira comunhão com aqueles que receberam a remissão de pecados recentemente. Quando olhamos para o coração dos irmãos de nossa igreja, podemos dizer que as coisas carnais entraram nele. Principalmente os que nasceram de novo há pouco tempo possuem esta vontade de ser bem sucedidos na vida, materialmente falando. Eles não sabem o que os irmãos mais antigos pensam e não reconhecem o valor do que seus pais na fé dizem. Por isso seu coração é atraído pelo que é aparente por fora e pelas coisas carnais que seus olhos veem. Temos que orar por essas pessoas e ter uma verdadeira comunhão com elas. Aqueles que foram salvos antes deles devem em primeiro lugar fazer as obras que agradam a Deus e procurar estar mais próximos delas. E nunca se esqueçam de uma coisa: jamais devemos procurar ser prósperos materialmente.
Depois que nascemos de novo, não é mais importante para nós jejuar ou praticar o asceticismo. O mais importante para nós é buscar a prosperidade da nossa alma. Devemos ter um coração que anseia viver para a vontade de Deus. Nosso coração não se deve deixar levar pelo desejo de sermos bem sucedidos na vida.
Quando lemos o texto bíblico seguinte ao deste capítulo, vemos o servo idoso de Abraão trazendo sua futura nora. Assim com foi instruído por Abraão, este servo de confiança foi até sua parentela e trouxe uma esposa para seu filho. Ele poderia ter trazido uma mulher de qualquer família e enganado Abraão, que já estava avançado em dias, mas não fez isso.
Então, quem este servo idoso de Abraão está representando? Ele representa a nós que estamos na Igreja de Deus. O Senhor está nos ensinando aqui como nosso coração deve ser para servi-lo. Assim como Abraão instruiu seu servo mais antigo, dizendo: “Não tome uma esposa para o meu filho das filhas dos cananeus” ele também nos diz: “Vocês não devem tomar uma esposa das filhas dos cananeus e viver nesta terra para a carne que perece.” Fiquem atentos a isto. Se realmente buscarmos a Deus pela fé, Deus então proverá tudo que precisarmos para viver.
 
 
Se realmente nos esforçarmos para salvar outras almas, o Senhor certamente proverá todas as coisas para nós, inclusive as materiais
 
O Senhor diz no evangelho de Mateus: “Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas” (Mateus 6:33). Se não buscarmos as coisas deste mundo, se nosso coração procurar salvar as almas ao invés de buscar ser bem sucedido na vida; se buscarmos a Deus pela fé e seguirmos o caminho que lhe agrada; então ele proverá tudo neste mundo para nós. Mas o que acontecerá se não obedecermos à sua Palavra, mas buscarmos as coisas deste mundo? Perderemos todas as coisas preciosas de Deus. Por isso que Deus, a fim de nos dar muito mais neste nesse mundo, incluindo mais prazer e felicidade, nos ensina a buscar a ele em primeiro lugar. Devemos seguir e buscar a vontade de Deus por Jesus Cristo e pelo nosso próprio bem. Se obedecermos à vontade que Deus está nos direcionando, não somente nosso coração e alma serão prósperos, mas ele também proverá todas as demais coisas em nossa vida. Amados irmãos, vocês creem nisso?
Fazer as coisas para o Senhor é fazer para nós mesmos. Alguns de vocês são membros do nosso grupo missionário para a evangelização no local de trabalho. Vocês estão pregando o evangelho no seu ambiente de trabalho. Eu peço que vocês realmente façam tudo por Deus e por Jesus Cristo. Quer estejam na escola missionária, no trabalho ou na sociedade, eu peço que vocês vivam o resto da vida totalmente para Jesus Cristo. Vocês e eu existimos por Jesus Cristo. Mas não basta sabermos disso de cor; temos que crer de coração, praticar em nossa vida, guardando o precioso coração que Deus nos deu e vivendo de acordo com a vontade dele. Eu oro para que vocês guardem esta lição importante no coração e vivam de acordo com ela.