Проповіді

Assunto 21: O Evangelho segundo MARCOS

[Capítulo 2-4] Vamos Lançar Fora Nossos Pensamentos Carnais e Crer Segundo a Palavra de Deus (Marcos 2:23-3:6)

(Marcos 2:23-3:6)
“Certo sábado, passando ele pelas searas, os seus discípulos, caminhando, começaram a colher espigas. Os fariseus lhe disseram: ‘Vês? Por que fazem no sábado o que não é lícito?’ Mas ele lhes disse: ‘Nunca lestes o que fez Davi quando estava em necessidade e teve fome, ele e os que com ele estavam? Como entrou na casa de Deus, no tempo de Abiatar, sumo sacerdote, e comeu os pães da proposição, dos quais não era lícito comer senão aos sacerdotes, dando também aos que com ele estavam?’ Então lhes disse: ‘O sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado. Portanto, o Filho do homem até do sábado é senhor.’ Outra vez entrou na sinagoga, e estava ali um homem que tinha uma das mãos ressequida. Estavam observando-o para ver se curava no sábado, para o acusarem. Disse Jesus ao homem que tinha a mão ressequida: ‘Levanta-te, e vem para o meio’. Então lhes perguntou: ‘É lícito no sábado fazer o bem, ou fazer o mal? Salvar a vida, ou matar?’ Mas eles se calaram. Olhando para eles em redor com indignação, e condoendo-se da dureza do seu coração, disse ao homem: ‘Estende a tua mão’. Ele a estendeu, e a mão foi-lhe restaurada completamente. Tendo saído os fariseus, tomaram logo conselho com os herodianos contra ele, procurando ver como o matariam.”
 
 
Nessa manhã, baseado na parábola do vinho novo em odres velhos, eu expliquei que todos nós devemos viver pela fé segundo a Palavra de Deus. Na passagem bíblica acima, vemos que Deus está ensinando a mesma coisa. Através desse texto o Senhor está dizendo que devemos deixar de lado nossos pensamentos carnais, crer na Palavra de Deus exatamente como ela é, pensarmos nela e segui-la fielmente.
Deus disse ao povo de Israel para descansar um dia na semana, e Ele chamou esse dia – o sábado. O dia de sábado antigamente para o povo judeu era diferente do dia do Senhor como nós o imaginamos. Para eles, o sábado começava ao pôr-do-sol de sexta-feira e ia até o pôr-do-sol de sábado. Os judeus guardavam rigidamente esse Dia Sabático, por isso eles criticavam tanto quando Jesus fazia Sua obra da salvação no sábado. Como descrito na passagem bíblica de hoje, os judeus censuraram os discípulos de Jesus até por colherem espigas no sábado, e isso levantou uma grande controvérsia e discussões entre os judeus.
O trigo pode ser comido cru sem cozinhar. Ele também pode ser facilmente descascado somente esfregando-o com as mãos e assoprando a casca. Quando você remove a casca e mastiga o grão ele fica igual a um chiclete, e conforme se mastiga, seu sabor fica realmente muito bom. Os discípulos de Jesus comeram o trigo porque eles estavam com fome, mas por outro lado é também possível dizer que eles devem ter colhido o trigo com suas próprias mãos para fazer um caminho para Jesus para que Ele não fosse machucado por ele quando passasse pelo campo.
Na bíblia, o trabalho dos fariseus é sempre mostrado como um obstáculo à obra de Jesus. Portanto Jesus estava sempre cercado pelos fariseus, tanto que raramente eles não estavam presentes quando Jesus estava trabalhando. Os fariseus criam no Judaísmo segundo o Antigo Testamento e em outras Escrituras, como o Talmude. Já que eles não criam que Jesus era o verdadeiro Deus, eles estavam sempre tentando pegá-Lo usando a lei e se colocavam contra Ele. Apesar de não haver nada que incriminasse os discípulos de Jesus e Seus atos, os fariseus sempre viam Jesus e Seus discípulos como pessoas más. Então, como mostrado no texto hoje, quando os discípulos colheram as espigas e as comeram, os fariseus aproveitaram essa oportunidade para começar uma discussão, acusando os discípulos de Jesus de terem quebrado a lei que dizia que o sábado tinha que ser guardado.
 
 

Jesus Disse: “Eu Sou o Senhor do Sábado”

 
O sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado. Por isso Jesus disse que era certo fazer o bem no sábado. Através desse texto você também deve compreender que o Senhor está repreendendo os cristãos pecadores de hoje que são iguais aos fariseus. Os fariseus não estavam levando uma vida espiritual de fé, mas somente uma vida religiosa segundo suas próprias crenças religiosas. Então eles pegavam a lei do Antigo Testamento como base para julgar a fé de alguém. Em outras palavras, eles julgavam se alguém estava levando uma vida de fé ou não guiados somente por princípios legalistas, sem se importarem com a fé propriamente dito.
No quarto dos Dez Mandamentos, Deus disse que todos deveriam descansar no sábado, incluindo o gado e os escravos. Baseados nisso, os judeus anciãos criaram leis detalhadas através do conselho especificando o que um judeu deveria fazer no sábado. Então sob o ponto de vista dos fariseus, Jesus e Seus discípulos pareciam estar sempre agindo contra as leis criadas por eles.
Mas na verdade, Jesus censurava os fariseus por serem hipócritas. Como resultado dessa censura, eles passaram a odiar Jesus mais ainda, e aproveitavam toda oportunidade para discutir com Ele e desmoralizá-Lo com seus padrões legalistas. Como os fariseus começaram a discutir sobre o sábado, Jesus contou-lhes o que Davi fez quando fugia de Saul. Naquele tempo, Davi estava com tanta fome que foi até a Casa de Deus nos dias do sumo sacerdote Abiatar, e comeu os pães da proposição que estavam dentro do Santuário. Acaso Davi desconhecia a lei, pois tanto ele como seus soldados comeram o pão da proposição, apesar de que somente os sacerdotes pudessem comê-lo? Não, é claro que não. Ele fez isso porque ele sabia que o pão da proposição foi feito para o homem, assim como o sábado foi feito para o homem. Embora a resposta de Jesus fosse bíblica e correta, os fariseus O acusaram de heresia dizendo que Ele estava ignorando a lei.
Naquele tempo, as sinagogas judaicas eram onde os judeus se reuniam para adorar a Deus, ensinar a Palavra e educar seus filhos. Numa linguagem atual, elas eram iguais às escolas, e junto com os rituais religiosos, os judeus também ensinavam seus filhos nessas sinagogas. Para mais uma vez ensinar os judeus, Jesus foi a uma sinagoga e curou um homem que tinha uma mão ressequida.
 
 

Jesus Curou um Homem com a Mão Ressequida

 
Quando Jesus foi à sinagoga, havia um homem com a mão ressequida. Os fariseus ficavam olhando Jesus de perto para ver se Ele iria curá-lo no sábado ou não, para poder acusá-Lo. Sabendo disso, Jesus disse ao homem com a mão ressequida para ficar de pé, e então perguntou aos fariseus: “O que é lícito no sábado: fazer o bem ou o mal, salvar a vida ou matar?” Com essa questão Jesus mostrou-lhes que é errado se recusar a salvar alguém e abandoná-lo somente porque é sábado.
Quando Jesus foi questionado sobre os dois maiores mandamentos da Lei, Ele respondeu: “O principal de todos os mandamentos é: Ouve, ó Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor! Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de todas as tuas forças. O segundo é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes” (Marcos 12:29-31). Quando se busca a essência da Lei, descobre-se que amar a Deus e ao próximo é o fundamento de todas as coisas. Então quando Jesus perguntos aos fariseus se era errado salvar um homem no sábado, nenhum deles pôde responder a essa pergunta.
Então Jesus disse ao homem da mão ressequida: “Estende tua mão”, e ele assim o fez, Jesus curou a sua mão deformada. A mão ressequida foi totalmente restaurada para mexer livremente. Apesar de os fariseus terem visto este milagre com seus próprios olhos, eles começaram a conspirar com os herodianos uma forma de matar a Jesus. Eles decidiram matar Jesus porque eles não eram páreos para Ele, mesmo quando tentavam atacá-Lo com pretextos legais, eram repreendidos por serem hipócritas.
O que o Senhor está nos dizendo através dessa passagem? Ele está dizendo que aquele que quiser crer nEle deve deixar de lado seus pensamentos carnais, e seguir os pensamentos do Espírito Santo, e ainda pensar e crer segundo a Palavra de Deus. Os fariseus, os herodianos e os escribas estavam sempre prontos a conspirar contra Jesus porque eles estavam presos aos seus próprios conceitos religiosos. Devemos deixar de lado esses conceitos. Somente assim poderemos compreender claramente o Senhor e crer nEle também, e somente assim seremos salvos dos nossos pecados ao crermos no evangelho da água e do Espírito.
E entre os cristãos de hoje também existem muitos religiosos iguais aos fariseus. Mesmo hoje, podemos encontrar esses religiosos agindo como os fariseus que acusaram os discípulos de Jesus de comer trigo no sábado e O criticaram por curar um homem com a mão ressequida. Embora esses religiosos digam que crêem em Jesus, eles não podem ser salvos porque pensam da mesma forma que os fariseus.
Jesus nos salvou do nosso pecado ao vir a esta terra. Além dessa salvação, Ele nos deu a verdadeira paz, nos salvou de todos os nossos pecados e nos trouxe a verdadeira e eterna salvação. Ao nos dar paz de espírito, descanso, salvação e nos fazer Seu povo, derramando Seu Reino sobre nós, nosso Senhor nos faz viver para sempre em paz. Foi Jesus que nos abençoou assim. Ele nos salvou do pecado de maneira perfeita através do verdadeiro evangelho da água e do Espírito. Foi assim que Jesus se tornou o verdadeiro Senhor do sábado. Jesus veio a esta terra para salvar a todos do pecado, apagou o pecado de todos de uma vez por todas ao ser batizado por João Batista, levou todos os pecados desse mundo na cruz, foi crucificado e derramou Seu sangue até morrer, ressuscitou dos mortos e assim se tornou o Salvador daqueles que verdadeiramente crêem nEle. Assim o Senhor realizou totalmente a nossa salvação de todos os pecados.
Jesus Cristo está agora assentado à direita do trono de Deus. E ao enviar o Espírito Santo a esta terra, Ele está trabalhando em nós crentes do evangelho da água e do Espírito. Ele quer salvar a todos do pecado. Assim como Ele quer salvar os não cristãos de seus pecados, Ele também quer salvar os cristãos que acreditam na doutrina de suas próprias denominações, apesar de dizerem que crêem em Jesus Cristo.
Apesar disso, os cristãos hoje só querem conhecer e crer em Jesus segundo as doutrinas de suas próprias denominações. Os fariseus criticaram a Jesus, dizendo: “Como pode Jesus não repreender Seus discípulos por colherem as espigas e comê-las no sábado? Como pode Ele não guardar o sábado?” Da mesma maneira, os cristãos de hoje também baseiam seu julgamento nos padrões doutrinários de suas denominações, e se espantam como alguém pode ser salvo através do evangelho da água e do Espírito ao invés do sangue na cruz. Apesar de o Senhor ter levado todos os pecados do mundo de uma vez por todas ao ser batizado por João e ser crucificado por nós, esses cristãos perguntam: “Como podemos dizer que não temos pecado enquanto vivemos nesta terra?” Então eles discutem conosco, nos desafiando com uma atitude hostil. Assim como Ismael perseguiu Isaque, esses cristãos que ignoram o evangelho da água e do Espírito se opõem aos que conhecem e crêem nesse verdadeiro evangelho. Eles se colocam contra os crentes do evangelho da água e do Espírito assim porque pensam em Jesus somente com a limitação das doutrinas cristãos que eles mesmos crêem, e nos olham baseados em seus conceitos. A sua fé não está posta no evangelho da água e do Espírito, mas somente nos dogmas do cristianismo. Mas você nunca deve esquecer que essas doutrinas cristãs são feitas pelo homem, enquanto o evangelho da água e do Espírito vem da Palavra de Deus.
Quem fez todas as doutrinas cristãs governarem este mundo? Elas foram feitas pelos seres humanos. As doutrinas cristãs não foram feitas por Deus. Pelo contrário, elas foram feitas pelos próprios cristãos. Quando comparamos as doutrinas cristãs com a Palavra de Deus, vemos que elas são completamente diferentes uma da outra. Apesar disso, os cristãos de hoje consideram as doutrinas que eles mesmos fizeram um parâmetro para a salvação, e por isso eles se voltam contra Jesus e contra àqueles que crêem nEle através do evangelho da água e do Espírito. Esses cristãos pecadores perguntam aos crentes do evangelho da água e do Espírito como alguém pode não ter pecado. Quando dizemos que recebemos a remissão dos nossos pecados através do evangelho da água e do Espírito, eles nos dizem: “Vocês são hereges. A sua fé é falsa. O verdadeiro cristão alega que alguém é salvo do pecado quando crê somente no sangue da cruz”. Então quando falam para eles que alguém é salvo do pecado ao crer no evangelho da água e do Espírito ao invés do sangue da cruz, eles dizem que está errado. Mas são eles que estão errados.
Por que isso acontece? Porque esses cristãos equivocados crêem em Jesus segundo os seus próprios pensamentos e doutrinas. Por isso que sua fé está errada. Embora pareça que seus argumentos são lógicos, na verdade eles estão é errados. É através do evangelho da água e do Espírito que alguém é salvo, e por esses cristãos pecadores dizerem que isso está errado, eles agem igual aos fariseus que criticaram a Jesus por trabalhar no sábado.
É por causa da diferença da fé que os religiosos de hoje estão em conflito com Jesus, e é por isso que nas denominações cristãs de hoje, aqueles que crêem somente no sangue da cruz e aqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito estão em conflito uns com os outros. Os religiosos de hoje não crêem no evangelho da água e do Espírito porque eles não abandonaram seus próprios pensamentos carnais. Jesus é verdadeiramente o Filho de Deus, o próprio Deus e o nosso Salvador que de forma perfeita apagou todos os nossos pecados de uma vez por todas com o evangelho da água e do Espírito. Ele levou todos os nossos pecados através de Seu batismo e enquanto levava esses pecados, foi crucificado e derramou Seu sangue até a morte em nosso lugar. Ele então resuscitou dos mortos ao terceiro dia, e como Ele ainda está vivo assentado à direita de Deus Pai, Ele se tornou o Salvador de toda a humanidade. Em outras palavras, Deus apagou todos os pecados do mundo de uma vez por todas por Sua própria vontade.
Contudo, embora a maioria dos cristãos reconheça que Jesus é o Salvador, porque eles ainda são escravos de seus próprios pensamentos carnais, eles não admitem que Jesus levou todos os pecados das pessoas deste mundo de uma vez por todas ao ser batizado e derramado Seu sangue na cruz. Assim eles refutem a nossa crença, dizendo que é impossível nós dizermos que não temos pecado já que os cometemos a cada dia, tanto contra Deus quanto contra o homem. E pior, eles acusam todos aqueles que dizem estarem sem pecado por crerem no batismo de Jesus e em Seu sangue na cruz de heresia. Então eles dizem que a sua fé é a fé correta. Como isso se torna um motivo para conflitos e batalhas espirituais, no final das contas eles se tornam nossos inimigos. Mas mesmo em meio a esses argumentos, Jesus fez tudo o que tinha que fazer. Como o Cordeiro do qual João Batista falou, Ele carregou os pecados do mundo e morreu na cruz e agora Ele voltará novamente como o Senhor do julgamento.
 
 

O Problema Hoje São os Religiosos que são Iguais aos Fariseus

 
O problema com o Cristianismo de hoje é que muitos pastores e seus seguidores não conhecem o evangelho da água e do Espírito. Porque eles ignoram o evangelho da água e do Espírito, eles julgam a Deus e o Seu verdadeiro evangelho baseados nas doutrinas cristãs de sua própria denominação, na qual eles crêem e confiam. Eles não somente julgam os crentes do evangelho da água e do Espírito, mas eles se opõem aos crentes espiritualmente. Embora o Senhor já tenha apagado todos os pecados deste mundo com o evangelho da água e do Espírito, eles dizem que já que eles cometem pecado em sua vida eles ainda são pecadores, e ainda tentam perseguir aqueles que dizem que se tornaram sem pecado por crer no evangelho da água e do Espírito. Eles interpretam erroneamente a bíblia ao dizer: “Embora os cristãos tenham pecado eles não são pecadores. Pelo contrário, eles são pessoas justas. Mas isso só significa que eles foram salvos por crer em Jesus; isso não significa que eles não tem pecado só porque crêem em Jesus”. E eles se opõem à Verdade, como os fariseus que foram contra Jesus enquanto Ele estava nessa terra.
No que esses cristãos que se opõem à justiça de Deus mais se baseiam é em seus próprios pensamentos carnais, que não têem absolutamente nada a ver com a Palavra de Deus. Quando eles se baseiam em seus próprios pensamentos carnais, aos seus olhos, aqueles que dizem que se tornaram sem pecado ao crer no evangelho da água e do Espírito parecem estar errados. Eles imaginam como alguém que viva nesse mundo pode dizer que não tem pecado quando ainda comete pecado a cada dia. Eles perguntam: “Como pode alguém não ter pecado mesmo crendo em Jesus como seu Salvador? Então isso significa que ele não tem que se arrepender dos pecados que comete em sua vida?” Porque eles vêem os crentes do evangelho da água e do Espírito sob esse ponto de vista, eles acabam se opondo à justiça de Deus, ao Seu verdadeiro amor e à Sua verdadeira salvação. Por isso é que eles classificam os crentes do evangelho da água e do Espírito como os gnósticos da era da Igreja Primitiva, que não consideravam nenhum erro cometido com o corpo como pecado.
Contudo, o que temos que entender claramente aqui é que a fé dos crentes do evangelho da água e do Espírito é totalmente diferente da fé daqueles que ainda não nasceram de novo. Hoje, os cristãos pecadores estão sempre se opondo aos crentes nascidos de novo. A maioria dos cristãos de hoje também nos julgam mal baseados em seus próprios pensamentos carnais.
 
 

O Sábado Deve Ser Guardado Espiritualmente

 
Jesus disse: “O Filho do homem até do sábado é Senhor”. Quando o Senhor veio a esta terra, Ele aceitou os nossos pecados ao ser batizado, foi crucificado até a morte e ressuscitou dos mortos e através disso nos salvou. E depois que ressuscitou e ascendeu aos Céus Ele voltará novamente. Ele enviou o Espírito Santo a esta terra e deixou a Palavra de Deus para nós. Através dessa Palavra, nós sabemos e cremos que Jesus apagou todos os nossos pecados com a verdade da água e do Espírito. Então todos estão sem pecado. Não há mais pecado no mundo porque Jesus levou todos os pecados deste mundo ao ser batizado por João Batista.
Então isso não significa que todos os que não crêem em Jesus também estão sem pecado? Não, não é assim que acontece. Porque essas pessoas não crêem em Jesus e não conhecem a Verdade, elas permanecem com pecado. Por outro lado, nós crentes do evangelho da água e do Espírito não temos pecado porque nós conhecemos e cremos neste verdadeiro evangelho, e cremos que Jesus apagou todos os nossos pecados, morreu na cruz e nos trouxe de volta à vida. E porque Jesus de fato apagou todos os nossos pecados, nós agora não temos pecado, pois cremos nessa Verdade.
Dizer que uma maçã tem gosto de maçã é óbvio; afinal de contas, que outro gosto teria uma maçã senão gosto de maçã? Da mesma forma, a nossa declaração de que não temos pecado também é evidente: nós não temos pecado porque a Palavra de Deus diz que o Senhor apagou todos eles com o evangelho da água e do Espírito.
Mas porque as pessoas têm pensamentos carnais, elas não podem entender os crentes do evangelho da água e do Espírito. Elas dizem: “Pelo menos alguns de vocês que crêem no evangelho da água e do Espírito ainda cometem pecado. Então como vocês podem dizer que estão sem pecado? Isto não está errado então? Por isso essa declaração é falsa e herética”. Assim como os fariseus do tempo de Jesus acusaram os discípulos de colher as espigas e comê-las no sábado, também esses religiosos de hoje acusam aqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito de hereges.
Você precisa entender claramente o motivo de Deus ter instituído o sábado. Ele nos deu o sábado para que pudéssemos lembrar e adorar a Jesus por Sua justa obra da salvação que apagou todos os nossos pecados, e não para receber bênçãos só por guardar esse dia, literalmente falando. No Antigo Testamento Deus disse várias vezes que a pessoa seria abençoada se guardasse o sábado. Mas temos que compreender isso no sentido espiritual. Isso significa que devemos guardar a fé de que o Senhor apagou todos os nossos pecados sob toda e qualquer circunstância. Somente aqueles que guardam essa fé em seu coração serão abençoados por Deus, e é sobre estes que o Espírito Santo desce e trabalha.
É por esse motivo então que os pensamentos carnais dos cristãos de hoje estão completamente errados. A não ser que eles deixem de lado seus pensamentos carnais, eles acabarão se opondo a Jesus e nunca serão salvos, mesmo crendo em Jesus como seu Salvador, pregando corretamente e dizendo que vivem para o Senhor.
É por isso que Jesus disse que se alguém quiser segui-Lo, deve negar a si mesmo, tomar a sua cruz para depois segui-Lo. Aqueles que não conseguem negar seus pensamentos carnais não conseguem seguir ao Senhor. A pessoa deve negar seus pensamentos carnais, pôr seus pensamentos em coisas espirituais, e crer na Palavra de Deus baseada no fato de que o Senhor apagou todos os seus pecados pelo evangelho da água e do Espírito. Do mesmo modo, todos devem se apegar à Palavra de Deus e seguir a Jesus pela fé como fez Abraão. Somente esse tipo de pessoa pode seguir a Jesus. Fora isso, todos os demais se tornarão inimigos de Jesus como os fariseus e herodianos. E infelizmente, há muitas pessoas assim nesta terra.
Em Marcos capítulo um Jesus levou os pecados do homem ao ser batizado por João Batista, e no capítulo dois Ele falou assim com um paralítico: “Filho, perdoados estão os teus pecados”. Então, usando vestidos e odres velhos como ilustração, o Senhor disse para nós deixarmos de lado nossos pensamentos carnais e o conhecimento secular e pensarmos e crermos exatamente conforme diz a Sua Palavra. Nos últimos versículos de Marcos capítulo dois, vemos Jesus conversando com os fariseus sobre o sábado, mas essa discussão não foi iniciada por Jesus. Viajando por várias cidades Jesus falou somente das boas novas e fez boas obras, mas os fariseus estavam tentando começar uma briga.
Os fariseus são os cristãos pecadores de hoje que não conhecem o evangelho da água e do Espírito. Esses cristãos, mesmo falando que crêem em Jesus, estão perseguindo os amados crentes. Os cristãos estão perseguindo outros cristãos acusando-os de heresia. Apesar de nossos ensinamentos estarem biblicamente corretos, eles são diferentes de sua doutrina denominacional; por isso eles cegamente nos acusam de hereges. Arbitrariamente eles acusam de heresia qualquer um que seja diferente deles. Enquanto isso acontece entre cristãos do mundo todo, isso é particularmente mais grave nas igrejas da Coréia. Se alguém fala e crê segundo o que a bíblia realmente diz ao invés de crer segundo as doutrinas denominacionais, ele é acusado de heresia. Muitos cristãos fazem isso hoje, assim como os fariseus que acusaram Jesus de violar o sábado, buscando matá-Lo. Já que esses cristãos não negam seus pensamentos carnais e não crêem no evangelho da água e do Espírito através do qual Jesus salvou a humanidade, todos eles irão para o inferno. Isso é o que Jesus está nos dizendo através da passagem bíblica de hoje.
Na verdade, o que Jesus estava mesmo dizendo era: “Você deve deixar de lado seus pensamentos carnais. Você deve saber e crer naquilo que Eu lhe disse. Eu vim a esta terra para que você pudesse entender que Eu, o Filho de Deus que vim em forma humana, tenho o poder para remir o pecado de todos. Filho, você recebeu a remissão dos seus pecados. Levanta e anda”. Essa Palavra não foi dada a ninguém mais além de nós. Assim Jesus nos remiu de todos os nossos pecados. Ele tem o poder e autoridade para remir todos os nossos pecados. E Ele apagou o pecado de todos neste mundo. Ele remiu todos os pecados do homem, e todo o pecado daqueles que crêem no que Ele fez por eles.
 
 

Jesus Disse ao Enfermo para Levantar e Andar

 
Jesus nos permitiu levantarmos de nossa vida espiritualmente aleijada, fazermos a obra de Deus pela fé e receber as Suas bênçãos em nossa vida também pela fé. Jesus tem mesmo esse poder e Ele já nos concedeu essas bênçãos.
O problema é a fé dos cristãos de hoje. Embora Jesus seja o Filho de Deus Pai, Ele veio a esta terra em forma humana segundo a vontade do Pai, levou todos os pecados da humanidade ao ser batizado por João Batista, morreu na cruz, ressuscitou dos mortos e assim cumpriu totalmente a nossa salvação; esses cristãos não reconhecem a salvação que Jesus cumpriu por nós, nem reconhecem a Jesus como o Filho de Deus. Já que eles não reconhecem nem que Jesus é mesmo Deus o Criador, o Salvador. . .que situação problemática temos aqui! Do mesmo modo, os fariseus também causaram muitos problemas e sofrimentos a Jesus. Mas ao invés de desistir deles, Jesus andou no meio deles mostrando e explicando quem Ele era realmente. Por isso mesmo entre os fariseus, algumas pessoas voltaram atrás em seu pensamento. Um deles foi um homem chamado Nicodemos.
Se Jesus visse os cristãos de hoje crendo somente no sangue da cruz, o que Ele diria? Muitos deles crêem que Deus os predestinou para ser Seu povo mesmo antes de nascerem, enquanto a outros predestinou para irem para o inferno. Quando Jesus vê esses cristãos crendo nessas falsas doutrinas, Ele fica triste. Isso é o que essa passagem bíblica de hoje está dizendo. Embora pareça que o Senhor esteja falando somente para os fariseus e herodianos daquele tempo, na verdade Ele está falando aos fariseus espirituais de hoje, como se esses cristãos não cressem mesmo em Deus. Eles crêem em Deus, mas o problema é que eles não crêem segundo a Palavra do Senhor, pois não deixaram de lado os seus pensamentos carnais.
Preste bem atenção nisso. Só porque é sábado não é certo salvar uma vida, colher as espigas e comê-las se estiver com fome? Ou está certo passar fome só para guardar literalmente o sábado? Você deveria descansar no sábado, mas como você pode descansar se estiver com fome? Você conseguiria cochilar com o estômago vazio? Você teria alguma energia? Não, você não consegue dormir quando está com muita fome. Se você ficar muito estressado durante o dia, ou muito preocupado ou com muita fome, você não consegue dormir à noite.
Hoje é o Dia do Senhor. O sábado foi mudado para o Dia do Senhor. Nós dizemos que esse é o Dia do Senhor porque esse é o dia em que o Senhor ressuscitou. Vamos dizer que tivéssemos que deixar de fazer todas as nossas refeições e ficarmos famintos só para guardar o Dia do Senhor. Eu seria o primeiro a me recusar a fazer isso. Você também não ficaria chateado? Não há nenhum motivo para alguém ficar com fome neste dia.
Por que Jesus nos deu a Lei ao vir a esta terra? Ele veio a esta terra para nos trazer a salvação, nos dar paz, nos abençoar, nos salvar perfeitamente de todos os nossos pecados, e nos fazer filhos de Deus. Por isso devemos compreender essa grande providência e crer nela. Deus apagou todos os nossos pecados com o evangelho da água e do Espírito, nos fez Seus filhos e Seu povo, nos permitiu fazer a obra da justiça enquanto vivermos nesta terra, e nos deu o direito de desfrutarmos de Suas riquezas e glória no futuro. Temos que crer nisso. Devemos crer no que Deus fez por nós.
Mas devemos fazer mais algumas considerações quando ao guardar o sábado. Precisamos pensar sobre o fundamento do sábado, e o motivo principal dele ser guardado. É um ato religioso guardar o sábado ao pé da letra e considerar os que não o fazem como hereges?
Para os judeus, o sábado vai desde o pôr-do-sol de sexta-feira até o pôr-do-sol de sábado. Eles não devem fazer nada no sábado. A Lei diz que até os animais devem descansar. Falando claramente, eles não devem nem usar a eletricidade. Mesmo os não cristãos não devem usar a eletricidade. Eles devem até evitar de cozinhar. Entre os Adventistas da Coréia, os pastores costumam discutir se eles devem ou não apagar as luzes durante o culto. Alguns dizem que para guardar o sábado, eles não deveriam acender as luzes, enquanto outros dizem que se fosse o caso, eles não iriam nem acender vela alguma também. Durante o domínio colonial japonês, muitos pastores da Igreja Adventista foram mortos por recusarem a se curvar diante dos deuses xintoístas. Documentos históricos mostram que pastores de outras denominações também foram martirizados por recusarem a se curvar diante dos deuses xintoístas mesmo com ameaça de morte, a fim de guardarem a Palavra ao pé da letra. Sob o ponto de vista carnal, essas pessoas são dignas de respeito.
Houve um famoso pastor na Coréia honrado por ser um santo. Durante o domínio colonial do Japão, ele antes tinha sido um professor no que hoje é a Coréia do Norte. Mas quando ele se tornou pastor, ele foi forçado a se curvar diante dos deuses xintoístas. Como os japoneses o ameaçaram de prendê-lo e deixá-lo sem comida até morrer, ele cedeu à pressão e se curvou diante dos deuses. Todos pensavam que esse pastor jamais iria se curvar diante de nenhum deus, mas ele confessou com sua própria boca que tinha feito isso. E ele descreveu a si mesmo como um homem com muitos pecados. Mas pelo menos esse pastor era um homem sincero. Afinal de contas, poucos agüentariam se recusar a se curvarem diante dos deuses xintoístas sob circunstâncias tão terríveis. É claro que a coisa mais sábia a fazer é permanecer fiel e se recusar mesmo, mas isso não é algo fácil de se fazer.
Existiu uma mulher cristã que também foi duramente perseguida e presa por fazer campanha contra os deuses xintoístas. Quando a Coréia foi libertada do domínio japonês, ela foi solta da prisão e escreveu dois livros, um chamado Se Eu Perecer, e o outro chamado Se Eu Perecer, Eu Viverei. Em um dos livros ela escreveu sobre como os guardas a deixavam passar tanta fome que todos os seus dentes e unhas chegaram a cair. Eles só traziam comida estragada aos prisioneiros, mas ela ficava muito grata até por isso. Após sua soltura, ela trabalhou como evangelista por um tempo, e depois ela se casou com um pastor Batista que tinha uma igreja nos Estados Unidos. Depois disso, ela foi convidada muitas vezes para voltar à Coréia para dar seu testemunho, e ela conta que quando ela decidiu como Ester abraçar a morte se fosse preciso, Deus a libertou. E mostrando como ela não tinha mais unha, ela disse que viveu pela fé, embora muitos pastores coreanos tenham falhado nessa área e cedido aos japoneses. Por isso ela é muito respeitada pelos coreanos cristãos.
Uma vez ela apareceu em um determinado programa cristão americano, dando o mesmo testemunho de como ela desafiou as autoridades japonesas guardando o sábado enquanto estava na prisão, e que foi quase morta por isso. Mas diferente dos coreanos, a reação dos americanos foi fria. Eles ficaram impressionados pelo seu testemunho, pensando que os cristãos coreanos também eram esquisitos por tentarem guardar tanto assim o sábado.
Além dessa evangelista, muitos outros também foram presos na Coréia por manterem essa postura de guardar o sábado, e dentre eles havia o diácono Chudal Bae, de quem provavelmente você já ouviu falar. Durante a Guerra da Coréia as tropas norte-coreanas mandavam Bae varrer o quintal no dia de sábado. Ele recusou-se, apesar deles ameaçarem atirar nele. Bae então disse-lhes: “Atirem em mim se quiserem! Eu jamais irei violar o sábado, por isso não vou varrer o jardim com essa vassoura”. Então a tropa norte-coreana ficou zangada e o amarrou em uma árvore, ameaçando-o: “Agora nos responda: você irá varrer o jardim mesmo sando sábado, ou nós atiraremos em você?” Mas Bae ainda falou: “Eu prefiro que atirem em mim. Eu guardarei o sábado não importa o que aconteça”. Então eles o mataram.
Depois do fim da Guerra da Coréia, todos os refugiados voltaram para casa. Eles ficaram tão inspirados ao ouvir sobre a morte desse jovem que o fizeram diácono depois de sua morte. E quando os diversos pastores viajavam pelo país para pregar nos encontros de avivamento, eles diziam ao povo para imitarem o diácono Bae. Alguns costumam tomar seu exemplo para exortar a igreja, dizendo que enquanto o diácono Bae foi morto por guardar o sábado, muitos cristãos estavam ocupados naquela hora se divertindo para valer.
É claro que a coisa certa a fazer no Dia do Senhor é adorar a Deus, mas você pode faltar ao culto de domingo por uma boa razão – por exemplo, se alguém da sua família for hospitalizado com uma grave doença, você não precisa vir à igreja. Mas de forma alguma isso quer dizer que você está violando o sábado. Muitos cristãos são escravos de crenças totalmente enganosas. Os pecados de alguém são realmente apagados quando ele crê somente no sangue da cruz? As pessoas podem acreditar que o Senhor derramou o Seu sangue e morreu por elas e por gratidão elas podem perdoar aqueles que as ofenderam. Mas o que elas devem fazer a respeito dos pecados que elas cometem depois de crerem em Jesus? Os pastores dizem que elas só têm que oferecer orações de arrependimento, mas isso resolve mesmo o problema do pecado? Os seus pecados são realmente purificados? Eles dizem: “Jesus não lavou os pés de Pedro? Ele não disse: ‘Se eu não te lavar, não tens parte comigo’? Então não é verdade que os nossos pecados são purificados todos os dias pelas orações de arrependimento?”
Mas foi isso que o Senhor quis dizer quando falou: “‘Se eu não te lavar, não tens parte comigo’” (Joao 13:8)? O sujeito aqui é o Senhor. O Senhor tinha que lavar os pés de Pedro. Isso significa que Jesus levou até os pecados futuros de Pedro ao ser batizado, morrer na cruz, ressuscitar dos mortos, se tornando assim o Salvador de Pedro. Já que Pedro era imperfeito, ele cometeria pecado mesmo depois da morte e ascensão de Jesus, e Ele não teria apagado esses pecados, e Jesus e Pedro não teriam nada a ver um com o outro.
O problema é que os cristãos de hoje interpretam esse texto segundo seus próprios pensamentos carnais. Eles interpretam essa palavra baseados em suas próprias doutrinas cristãs, e esse é o maior problema. Eles continuam interpretando mal a bíblia porque eles avaliam tudo sob a ótica das doutrinas cristãs. Por isso é indispensável que você deixe de lado os seus próprios pensamentos. Você também deve jogar fora os ensinamentos que recebeu da sua denominação. O que é tão importante sobre esses ensinamentos denominacionais para que você interprete a bíblia baseado neles? As denominações não significam nada. Uma vez que você conheça e creia na Palavra de Deus, o evangelho da água e do Espírito, certamente você compreenderá outras coisas também. Antes de nascer de novo, você pode ter interpretado a passagem bíblica de hoje de uma outra forma, pensando que era certo guardar literalmente o sábado, mas se você ler a bíblia depois de crer no evangelho da água e do Espírito e for guiado pelo Espírito Santo, você pode perceber que tudo aquilo que aprendeu antes é totalmente diferente.
Os cristãos pecadores somente podem ser salvos se deixarem de lado seus pensamentos carnais e crerem no que Jesus fez por eles, que é o evangelho da água e do Espírito. A não ser que confessem ao Senhor: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo” (Mateus 16:16). Então devemos crer em Jesus Cristo que veio pela água e pelo sangue. Somente quando crermos em Jesus Cristo que veio pela água, sangue e Espírito que poderemos verdadeiramente alcançar a nossa salvação, nos tornarmos filhos de Deus, fazermos a obra da justiça e desfrutarmos da glória de Deus.
Por isso que os cristãos devem jogar fora seus próprios pensamentos carnais. É possível aqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito se prenderem aos seus próprios pensamentos, mas eles devem deixar esses pensamentos de lado e se agarrarem à sua fé, pois isso é o que a Palavra de Deus está dizendo e o que os nossos predecessores na fé estão ensinando. Embora alguém pense que é uma pessoa totalmente íntegra, isso é só uma ilusão. Quando uma pessoa espiritual conversa com essas pessoas, o estado de seu coração cheio de pecado é revelado na hora.
Alguns podem até dizer: “Você é o único homem instruído aqui? É só você que crê em Deus?” Mas o que você precisa entender é que aqueles que são espiritualmente instruídos são muito diferentes daqueles que são carnalmente instruídos. Cada vez que você deixa de lado os seus próprios pensamentos, a imundície carnal é lavada e você se torna uma pessoa espiritual e também alguém instruído espiritualmente. Em outras palavras, o que o Senhor está nos dizendo é que nós podemos ser salvos e seguirmos a Ele ao invés de nos rebelarmos contra Ele, se tão somente lançarmos fora os nossos pensamentos carnais e crermos na Palavra de Deus exatamente como Deus disse.
Os cristãos do mundo também devem deixar de lado suas doutrinas denominacionais e seus próprios pensamentos carnais e sinceramente crerem no evangelho da água e do Espírito e assim, alcançarem a salvação. Aqueles de nós que fizerem isso devem ser muito gratos por não se tornarem inimigos de Deus. A Palavra de Deus diz que uma vez que se é salvo, todos os problemas que você enfrentar serão facilmente resolvidos se você ouvir aos sermões e ensinamentos de seus predecessores na fé e seguir a sua orientação pela fé. Então com toda a certeza, você também se tornará uma pessoa espiritualmente íntegra.