Mahubiri

Assunto 21: O Evangelho segundo MARCOS

[Capítulo 14-1] O Evangelho Só Poderá Ser Pregado Se Servirmos a Ele (Marcos 14:3-9)

O Evangelho Só Poderá Ser Pregado Se Servirmos a Ele(Marcos 14:3-9)
“E, estando ele em Betânia, assentado à mesa, em casa de Simão, o leproso, veio uma mulher, que trazia um vaso de alabastro, com ungüento de nardo puro, de muito preço, e quebrando o vaso, lho derramou sobre a cabeça. E alguns houve que em si mesmos se indignaram, e disseram: Para que se fez este desperdício de ungüento? Porque podia vender-se por mais de trezentos dinheiros, e dá-lo aos pobres. E bramavam contra ela. Jesus, porém, disse: Deixai-a, por que a molestais? Ela fez-me boa obra. Porque sempre tendes os pobres convosco, e podeis fazer-lhes bem, quando quiserdes; mas a mim nem sempre me tendes. Esta fez o que podia; antecipou-se a ungir o meu corpo para a sepultura. Em verdade vos digo que, em todas as partes do mundo onde este evangelho for pregado, também o que ela fez será contado para sua memória”.
 
 
Os santos que nasceram do Espírito Santo são chamados para servir ao Senhor no evangelho. E eu nem preciso dizer que todos os santos têm que fazer isso.
A passagem bíblica deste capítulo fala sobre uma mulher que ungiu Jesus com um perfume muito caro. E nela podemos ver que, quando ela derramou o perfume sobre sua cabeça e seus pés, o que Jesus admirou de fato foi sua atitude. Isso está registrado nos quatro evangelhos. Quando lemos o evangelho de Lucas ou de João, vemos a história de uma mulher pecadora que derramou um cara fragrância nos pés de Jesus, lavou-os com suas lágrimas e secou-os com seus cabelos.
Como um ato de gratidão por ter recebido de Jesus a remissão de pecados, ela derramou o perfume sobre sua cabeça para prepará-lo para seu sepultamento. Naquele momento, o fariseu que convidou Jesus pensou: “Se este fora profeta, bem saberia quem e qual é a mulher que lhe tocou, pois é uma pecadora” (Lucas 7:39). A mulher era uma grande pecadora. Ou seja, ela era uma pecadora muito conhecida na cidade. Mas Jesus disse a ele: “Eu entrei na sua casa e você nem água me deu para lavar os pés, mas ela lavou meus pés com suas lágrimas e os secou com seus cabelos. E ao fazer isso, ela me preparou para o meu sepultamento e serviu ao evangelho”. E ele disse mais: “Os que receberem a remissão de pecados farão o mesmo que ela, mas os que não a receberem me rejeitarão. Quem não nega seus pecados não pode me aceitar”.
O que o texto deste capítulo relata aconteceu quando Jesus foi convidado para comer na casa de Simão, o leproso, em Betânia. Naquela ocasião, uma mulher levou um frasco de alabastro com um perfume muito caro. (Nota: a Bíblia não diz qual o nome dessa mulher, apenas diz que era ‘uma mulher’). Ela então quebrou o frasco e o derramou sobre a cabeça de Jesus. Os fariseus, vendo nisso uma oportunidade, começaram uma discussão com Jesus.
O texto não diz: “Veio uma mulher, que trazia um vaso de alabastro, com ungüento de nardo puro, de muito preço”? Um unguento de nardo puro era muito caro. Era o valor de 300 dias de trabalho de uma mulher jovem e vigorosa. E o que você acha que aconteceu quando ela quebrou o vaso de alabastro com um perfume tão caro? Sua essência não tomou conta da casa? É fácil imaginar a cena: “Oh meu Deus! Que desperdício! Todo esse perfume usado só para ungir sua cabeça. Um ano de salário de um trabalhador comum acabou de ser desperdiçado”.
Mas essa é uma forma errada de pensar. O Senhor está nos dizendo aqui que usar nosso dinheiro com coisas invisíveis como pregar o evangelho, na adoração a ele e ajudando pessoas a receber a remissão de pecados é mais sábio do que gastá-lo cuidando do corpo, ajudando os pobres ou para curar doenças. O Senhor disse aos discípulos para honrar o que aquela mulher havia feito, dizendo: “Em todas as partes do mundo onde este evangelho for pregado, também o que ela fez será contado para sua memória”.
Nos países do Oriente Médio, inclusive Israel, onde a qualidade da água é ruim, o unguento é muito caro. Isso porque as pessoas têm que usar perfume para disfarçar o odor do seu corpo, pois não há água suficiente e a que existe não é de boa qualidade. Historiadores dizem que o nardo era extraído de árvores aromáticas das montanhas do Himalaia. E por serem tão raras, elas eram muito caras. Mas aquela mulher derramou um perfume muito caro sobre a cabeça de Jesus. E quando ela quebrou o frasco e derramou tudo de uma vez, o perfume que custava um ano de trabalho foi todo derramado. As pessoas que estavam ali e viram tudo acharam aqui um grande desperdício e disseram: “Para que se fez este desperdício de ungüento? Porque podia vender-se por mais de trezentos dinheiros, e dá-lo aos pobres”.
Como eu disse antes, um denário era o salário de um dia de trabalho. Para entendermos melhor, se calcularmos o que aquela mulher gastou, trezentos denários eram todo o salário de trezentos dias de trabalho duro. Todos que estavam ali com certeza consideraram aquilo um desperdício. Eles achavam que seria melhor e mais proveitoso se ela não tivesse derramado aquele perfume sobre a cabeça de Jesus, mas o tivesse vendido para dar o dinheiro aos pobres. No entanto, embora as pessoas a tenham julgado, Jesus não considerou sua atitude um ato sem sentido. Ao contrário, ele disse que ela fez algo bom e a honrou por ela tê-lo preparado para a sua morte e sepultamento. Por fim, ele disse aos seus discípulos para honrar seu ato onde quer que o evangelho fosse pregado.
 
 

O Que Significa Servir ao Senhor?

 
Algo que sempre pensamos é: “Como podemos servir ao Senhor?” Enquanto Jesus comia na casa de Simão, o leproso, uma mulher derramou um unguento muito caro sobre ele, e os fariseus e as outras pessoas que estavam ali logo pensaram nos pobres: “Esse perfume não deveria ser vendido e o dinheiro dado aos pobres ao invés de desperdiçá-lo desse jeito? Ela faria uma boa ação e os pobres seriam beneficiados com isso”. Só que seus pensamentos estavam baseados apenas em coisas humanas e terrenas. Eles julgaram aquela mulher segundo estes pensamentos.
Mas Jesus disse a todos: “Ela fez-me boa obra. Porque sempre tendes os pobres convosco, e podeis fazer-lhes bem, quando quiserdes; mas a mim nem sempre me tendes”. Jesus está falando aqui da forma mais correta e apropriada de servi-lo.
Nós podemos pensar no ‘ato de servir’ segundo a nossa visão e entendimento. Servir às pessoas é algo valoroso. E do ponto de vista humano, com certeza era algo muito importante ajudar as pessoas com 300 denários, que era o salário de 300 dias de trabalho de um trabalhador comum. Mas o Senhor nos pergunta: O que é melhor, servir às pessoas ou servir ao seu evangelho? O que é o certo a fazer? A Palavra de Deus nos ensina o que fazer.
O versículo 8 diz: “Esta fez o que podia; antecipou-se a ungir o meu corpo para a sepultura”. Isso significa que ela serviu ao evangelho com todas as suas forças. Nós temos que entender o que significa realmente servir ao Senhor. Em outras palavras, temos que meditar a quem devemos servir em nossa vida. O texto bíblico diz que as pessoas acharam que a mulher ‘desperdiçou’ aquele perfume, mas, na verdade, o que fazemos pelos outros também pode ser um grande desperdício em certos casos. Como diz um antigo ditado coreano: “Jamais cuide de um animal de cabelo escuros”. E já que todos nós, coreanos, temos cabelos escuros, isso significa que é melhor ajudar os animais do que as pessoas. Os animais sempre são gratos pelo que fazemos a eles, enquanto que as pessoas são ingratas, por mais que tenham sido ajudadas. Eu creio que esse ditado está baseado na experiência dos nossos antepassados.
Quando meditamos sobre o que significa ‘servir’ e a quem devemos servir, a Deus ou aos homens, a Bíblia nos diz que a coisa certa a fazer é servir a Deus e ao Senhor sempre que for possível. Nos dias de Jesus, havia muitos pobres e as pessoas podiam muito bem ajudá-los antes de ele morrer na cruz por nós. E aquele perfume derramado sobre a cabeça de Jesus era uma preparação para seu sepultamento.
Na verdade, não temos muitas oportunidades de servir ao evangelho. Será que teremos a chance de servir ao evangelho para o resto de nossa vida? Se quisermos fazer isso, veremos que as chances disso acontecer são poucas e raras. Deus está nos dando aqui respostas muito claras das seguintes perguntas: “Como os cristãos devem servir? Já que nos tornamos filhos de Deus, a quem devemos servir, ao homem ou a Deus? Devemos servir a Deus do seu modo ou do homem?”
A ajuda às pessoas nunca terá fim. Sempre haverá condições de suprir as necessidades de quem precisa. Alguns cristãos coreanos estão enviando uma “oferta de amor” para as crianças na África estes dias, e grande é a ajuda que eles estão prestando. Mas apesar da sua ajuda, todos os dias crianças morrerão de fome nesses países. Nosso país está gastando uma quantia astronômica para prestar essa ajuda. Mas eu aposto que países ricos como os Estados Unidos estão enviando mais dinheiro do que nós. Com toda essa ajuda, por que a situação não melhorou nada? Como podemos ver, ajudar as pessoas material e financeiramente é algo inútil e sem sentido. Se nós quisermos ajudar as pessoas realmente, temos que pregar o evangelho para elas antes de tudo. Se elas pararem de adorar ídolos e os seus ancestrais e começar a servir a Deus, ao invés de fome e doenças, esses países terão fartura de alimento.
No texto bíblico deste capítulo, as pessoas pensaram nos pobres e acharam um desperdício o perfume derramado sobre a cabeça de Jesus. Mas será que foi um desperdício mesmo? Nós temos que entender que elas de fato pensaram em ajudar as pessoas e acharam tudo aquilo um grande desperdício. Só que quando servimos ao Senhor, ele sempre provê na vida do seu povo tudo que eles precisam. O que é puro desperdício é servir às pessoas. Mas há opiniões diversas sobre isso. E a opinião dos crentes é diferente da dos ímpios. Até Jesus via as coisas de um modo diferente dos fariseus. Aos seus olhos, aquela mulher fez o que é certo, pois estava preparando-o para o seu sepultamento e, assim, servindo ao evangelho. A Bíblia diz que ela serviu ao Senhor humildemente e não se importou em dar algo de valor, e sim com o evangelho que salvaria as pessoas. Os fariseus disseram que ela havia desperdiçado algo de valor, um unguento muito caro, mas Jesus disse que dá-lo aos pobres é que seria um desperdício.
Há algo que temos que entender muito bem: “O que é certo, servir ao homem ou a Deus? A quem estamos servindo agora? A quem devemos servir no futuro?” Temos que decidir a quem iremos servir como o Senhor da nossa vida.
Não podemos gastar nossas forças com coisas inúteis ou servindo ao homem, mas devemos escolher servir a alguém que de fato mereça. Mas talvez você não entenda o que eu estou dizendo e esteja se perguntando: “Por que é um desperdício ajudar os pobres? Amar não é isso?” Sim, é claro que é. Isso é um tipo de amor, mas para fazer esse tipo de caridade aos outros, é preciso ter habilidades específicas. É preciso ter algumas habilidades para ajudar as pessoas. É errado ajudar as pessoas só por ajudar. Alimentar os mendigos só por fazer pode levá-los a viver sempre mendigando. Jamais devemos dar dinheiro aos mendigos. De certo modo, devemos até desprezá-los. Quando algum mendigo entra na igreja para pedir alguma coisa, eu digo a ele com toda frieza: “Saia daqui! Se eu te der dinheiro você vai gastar com bebida. Você acha que as ofertas dos irmãos aqui são para gastar com bebida?”
Eu vou dizer a você por que eu sou duro assim com eles ao invés de ter pena e ajudá-los. E posso dar a eles dez ou vinte dólares, ou até mesmo cem ou um milhão de dólares. Eu estou disposto a ajudar alguém que queria abrir um negócio ou pôr em ordem sua vida financeira com o dinheiro que eu der a ele. Mas os mendigos gastam todo o seu dinheiro com bebida. Esse tipo de gente vai gastar tudo que você der a eles e piorar ainda mais sua situação. É por isso que não podemos ajudá-los. Mas nós fazemos isso porque nossa ajuda acaba prejudicando-os e tornando sua situação ainda pior.
Nós temos que decidir a quem vamos servir, a Deus ou ao homem. Não podemos dizer que é sempre bom servir. Servir geralmente é algo bom, mas fazer isso de qualquer maneira nem sempre pode ser bom. Por exemplo, você terá problemas se servir a bandidos ou traficantes. Nós temos que servir àquele que merece que o sirvamos realmente. Servir de modo certo é servir a pessoa certa com o propósito certo.
Não devemos escolher um ou outro, ou seja, Deus e seu evangelho ou o mundo. Quando escolhemos servir a Deus e ao evangelho, ele é pregado e dá centenas e milhares de frutos; o que torna as pessoas muito felizes. Os pecadores recebem a remissão de pecados e uma nova vida, e os que antes estavam condenados por causa dos seus pecados passam a levar uma vida cheia de esperança. Por outro lado, por mais que ajudemos os pobres, eles sempre existirão. Os pobres existirão até o fim do mundo. Há pobreza até nos países mais desenvolvidos. A Coreia não é exceção. Algumas pessoas gastam o equivalente ao salário de um mês apenas numa refeição. Outros gastam o equivalente a um salário mensal apenas num diária de um hotel luxuoso ou numa garrafa de vinho. Qual o propósito de vida dessas pessoas? Qual o propósito de vida dos pobres e dos ricos? No mundo, o valor de uma pessoa está no seu propósito de vida.
A Bíblia diz que a mulher que derramou perfume sobre a cabeça de Jesus e serviu ao evangelho deu um grande exemplo do que é servir corretamente. Ela serviu ao Senhor da maneira mais correta que ele havia sido servido. E o mais fantástico no seu ato foi que ela usou para o sepultamento do Senhor algo que tinha muito valor para ela, que equivalia a um ano inteiro de salário. A verdade é que seu ato foi algo maravilhoso e justo.
Amados irmãos, vocês precisam decidir a quem vão servir em sua vida. A quem vocês estão servindo agora? A quem vocês estão realmente servindo? Tem gente que foi salva e faz parte do povo de Deus, mas ainda não entendeu bem o conceito de ‘servir ao Senhor’. Nós precisamos meditar sobre isso para não termos dúvidas a respeito.
A quem devemos servir? Já que recebemos a remissão de pecados, quem merece que o sirvamos? Nós devemos servir a Deus. Vocês creem nisso também? Como devemos viver nessa terra? Como deve ser a nossa vida? Nós temos que fazer de tudo para servir a Deus. Às vezes esquecemos quem devemos servir. Mas quando meditamos sobre isso, vemos que tudo que nos leva a não servir a Deus não tem valor algum, como está escrito:
“‘Vaidade de vaidades, diz o pregador,
‘Vaidade de vaidades! Tudo é vaidade.’
Que proveito tem o homem, de todo o seu trabalho,
que faz debaixo do sol?” (Eclesiastes 1:2-3).
Deus está dizendo a nós, os nascidos de novo, que servir a ele é a coisa mais importante que podemos fazer. Em outras palavras, servir ao evangelho é a coisa mais gratificante que existe. Nosso Senhor está nos dizendo que servir ao mundo é um desperdício. “Os pobres sempre estarão junto a vocês, mas eu não estarei sempre aqui. Vocês fracassarão se olharem somente para os pobres”, disse o Senhor.
Segundo um dos nossos ditados mais antigos, a pobreza é algo fora do controle até das nações. Nenhum rei ou nação pode acabar com a pobreza. Todo esforço humano para acabar com a pobreza é inútil, pois é Deus quem provê tudo que nós precisamos, como a chuva e a época certa para plantar.
 
 

Qual a Maneira Certa de Servir?

 
Há muitas pessoas que servem a seus parentes, a seus filhos ou a seu próprio povo. Por que ainda há pobreza na terra então? O texto bíblico deste capítulo nos diz por quê. Marcos 14:7 diz assim: “Porque sempre tendes os pobres convosco, e podeis fazer-lhes bem, quando quiserdes; mas a mim nem sempre me tendes”. A Bíblia diz que a vontade de Deus é que haja sempre pobres nessa terra. O ser humano jamais buscará a Deus se não for por causa das dificuldades e problemas.
E o texto bíblico continua dizendo: “Em verdade vos digo que, em todas as partes do mundo onde este evangelho for pregado, também o que ela fez será contado para sua memória” (Marcos 14:9). O ato daquela mulher, ao derramar perfume sobre a cabeça de Jesus, significa que ela serviu ao evangelho. Servir ao evangelho é o melhor que temos a fazer. Entre todos os modos de servir como: servir ao evangelho, aos pais, às outras pessoas ou aos pobres, o mais importante é o primeiro. Todos neste mundo, inclusive eu e você, servimos a alguém. Todos nós temos alguém para servir. Mas acima de tudo, devemos servir ao evangelho. Este é o serviço mais correto. Este é o serviço mais perfeito e justo. Eu vou provar isso a vocês.
Havia um grupo de evangelistas no século 17 na Inglaterra. Eles eram muito perseguidos pela principal corrente religiosa da época. Isso aconteceu na Era das Trevas, que começou com o edito de Milão. O imperador romano Constantino promulgou o edito de Milão e assim legalizou o Cristianismo. O povo de Roma então começou a crer em Jesus como sua religião oficial. Os historiadores dizem que isso foi uma grande vitória do Cristianismo contra o poder o mundo, mas isso não é verdade. A verdadeira fé se perdeu com a corrupção do verdadeiro Cristianismo e o próprio Cristianismo se corrompeu quando o Império Romano acabou. Todo aquele que ia para a igreja e confessava sua fé era tido como cristão. Ninguém se importava se a pessoa tinha realmente fé ou não. Somente poucos que se reuniam tinham a verdadeira fé. Com o passar do tempo, a igreja secular ganhou mais poder e começou a perseguir os verdadeiros cristãos, que ainda preservavam a verdadeira fé. Aqueles que viviam segundo o que diz a Bíblia foram presos e mortos.
Dentre eles estavam crianças e servos de Deus que tinham a verdadeira fé. Eles viviam na Inglaterra, pregavam o evangelho e tinham uma fé única, que era diferente da dos católicos e da Igreja Anglicana. Naquela época, quando os evangélicos vivam na Inglaterra, ela era chamada de “a nação onde o sol não se põe”. Esse país tinha tantas colônias em todo o mundo que o sol jamais se punha em alguma delas. A Inglaterra ganhava tantas guerras e enriquecia tanto que parecia que isso jamais iria acabar. Ela se tornou o país mais famoso e poderoso do mundo.
Mas a poderosa Inglaterra perseguiu os evangélicos. Mas não aguentando mais a perseguição, eles fugiram de navio para uma nova terra, ou seja, para os Estados Unidos. Daí por diante, a Inglaterra se tornou um país simples onde o sol se punha como todos os outros. Ela não venceu mais suas guerras e, por essa razão, teve que libertar suas colônias. Os Estados Unidos então se tornou o país mais poderoso do mundo, onde o sol nunca se punha.
Os cristãos fiéis viajaram da Inglaterra para os Estados Unidos. Eles passaram a viver ali e pregar o evangelho em todo o mundo. Os Estados Unidos então passou a ser o país mais poderoso do mundo. Esse país, com apenas duzentos anos de história, se tornou o país mais poderoso do mundo. Países muito antigos como a China e a Coreia não eram páreos para os Estados Unidos. A Inglaterra não era mais poderosa como ele. Até mesmo toda a Europa junta não era tão poderosa como os Estados Unidos. Até mesmo a Rússia não tinha tanto poder. E é assim até hoje.
Mas por que isso aconteceu? Embora os evangélicos não pregassem o evangelho da água e do Espírito, Deus se agradou do amor puro que eles tinham por ele e os abençoou. Deus derrama suas bênçãos sobre quem guarda a fé e prega a sua Palavra. Vocês acham difícil acreditar nisso só porque eu não dei a data e o ano exatos que isso aconteceu? Eu espero que não. Todos vocês sabem que isso é verdade. Isso é pura história.
Se tornar um país poderoso onde o sol nunca se põe depende de quantas pessoas pregam o evangelho e servem a Deus. A Coreia se tornou um país desenvolvido. E as pessoas chamam esse desenvolvimento milagroso de “o milagre do rio Han”. Mas como nos tornamos tão ricos? De acordo com os economistas mais renomados deste mundo, a Coreia é um país que não tinha nada para alcançar esse desenvolvimento e ser tão rico. Nossos recursos humanos e naturais são muito parcos. Somos um país comercial e industrializado? Não, não temos indústrias e produzimos pouco. Temos recursos naturais? Não! É por isso que todos dizem que o desenvolvimento do nosso país é o milagre do século. Dizem que nosso país é único. Mas a razão de termos nos tornado um país tão rico é que havia pessoas que serviam ao verdadeiro evangelho na Coreia. E Deus abençoou nosso país por causa dessas pessoas. Vocês creem nisso?
A Bíblia diz que o que aquela mulher fez seria contado onde o evangelho fosse pregado, pois ela serviu a ele. E isso é o certo a fazer. Amados irmãos, nem toda obra é certa: somente servir ao evangelho é a verdadeira obra; o resto é desperdício.
Eu não estou dizendo que vocês não devem comer ou ajudar os outros. Vocês podem fazer outras coisas enquanto servem ao evangelho. O Senhor disse: “Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas” (Mateus 6:33). Nós temos que definir nossas prioridades no que diz respeito a servir ao Reino de Deus e a sua justiça. Uma coisa que temos que nos lembrar sobre servir ao evangelho de modo justo e correto é que devemos fazer isso enquanto vivermos. Se fizermos isso, Deus se lembrará de nós e cuidará de nós neste mundo. Quando eu digo que se vocês pregarem o evangelho vocês serão ricos e abençoados, isso pode até parecer algo simples, mas é a pura verdade. E mesmo se Deus não fizer isso, devemos sempre servir a ele e ao evangelho. Vocês estão entendendo?
Eu estou dando a vocês o segredo para o seu sucesso e de sua família; e este segredo é servir ao evangelho. Se vocês fizerem isso, nada impedirá o fluir das bênçãos de Deus sobre sua vida e vocês nunca fracassarão, não importa o que aconteça. É como um cheque com fundos. Servir a Deus é um cheque que você pode sacar quando quiser. Deus recompensa de todas as formas todos que servem a ele. Vocês podem até dizer: “Como foi que eu consegui isso, já que eu não fiz nada de bom?” Mas as bênçãos de Deus alcançam quem serve a ele e ao evangelho. Só que se vocês não servirem a Deus e a este evangelho de coração, seus descendentes não prosperarão, por mais que vocês finjam ser bons ou façam doações a orfanatos e escolas, mesmo que vocês cuidem de mendigos com todo o carinho. Vocês também estarão se autodestruindo. E isso é fato. Tudo que precisamos nos lembrar é de servir a Deus em nossa vida. Melhor dizendo, precisamos servir ao evangelho. Se vocês aprenderem a servir ao evangelho e isso se tornar o seu lema, seu sucesso é garantido.
Vocês conhecem a Holt International Children´s Service da Coreia? Essa instituição foi criada na Coreia em 1960 por Bertha e Harry Holt. O senhor Holt faleceu recentemente, e a senhora Holt adotou e cuidou de muitos órfãos e crianças mestiças depois da guerra da Coreia. Embora não tenha completado nem o ensino médio, Harry Holt era um homem de negócios muito próspero. Ele tinha uma fábrica de papel e se tornou milionário. Todos nós usamos papel higiênico, não usamos? Os americanos usavam papel higiênico muito antes de nós. Certa vez, uma fábrica de papel estava para fechar e seus donos queriam vendê-la. O senhor Holt comprou essa fábrica então, estocou bastante material para cair o preço e começou seu negócio, que logo fez muito sucesso.
Depois de sobreviver a um ataque cardíaco, ele decidiu dedicar toda a sua vida a Deus. Ele então começou um trabalho beneficente para ajudar crianças e fazer algo que valia a pena. Ele criou a Holt International Children´s Service não somente para cuidar dos órfãos, mas para pregar o evangelho também. Ele levou os órfãos coreanos para lares cristãos e os ajudou a crescer na fé. Esta era sua grande motivação. Como resultado, Deus o abençoou em toda a sua vida por causa do seu grande desejo de servir ao Senhor.
Amados irmãos, eu vou resumir tudo que disse até agora. Deus está nos dizendo que nosso trabalho é servir a ele e ao seu evangelho. Com essa mensagem, eu espero que vocês meditem sobre quem estão servindo até hoje e a quem servirão daqui por diante. Vocês precisam entender o que estão fazendo agora e a quem irão servir daqui por diante. Aqueles que receberam a remissão de pecados mas não sabem a quem servir, fracassarão na sua vida de fé. Se você ainda não encontrou a quem servir, a felicidade está muito longe de você. Mas se você escolher a pessoa certa para servir, sua vida de fé será próspera e feliz. E você fará coisas que trarão sobre você a bênção de Deus.
Depois que aquela mulher derramou sobre a cabeça de Jesus um perfume que valia o salário de um ano, ele disse aos discípulos para honrar seu ato onde o evangelho fosse pregado. Como eu disse antes, o preço altíssimo daquele perfume não tinha tanta importância. A Bíblia nos diz que aquela mulher serviu à pessoa certa e sabia exatamente o que estava fazendo.
E como a Bíblia se refere a ela simplesmente como uma mulher, ela era apenas alguém que vivia naquela época. A Bíblia não nos diz seu nome, o que significa que ela era uma pessoa comum. Ela era uma das mulheres que acompanhavam Jesus. Ela não era especial. Todavia, ela sabia o que era certo. Ela sabia a quem deveria servir e o que fazer o resto de sua vida.
Nós também temos que saber a quem servir. E por mais que não possamos dar nosso salário anual para Deus, mesmo que não tenhamos nada a oferecer para ele, mesmo que não tenhamos nenhuma habilidade, o mais importante é saber a quem servir e como servir a ele em nossa vida. Nós temos que escolher corretamente a quem vamos servir. Vocês estão me entendendo?
Não pensem que eu estou dizendo isso a vocês porque eu sou um pastor. Segundo a Palavra de Deus, o mesmo vale para mim e para vocês. Vocês podem até pensar que os pastores estão acostumados a dizer isso. Alguns pastores coreanos e avivalistas gostam de dizer que nosso pais foi evangelizado graças a eles. Porém, eu digo que os pastores coreanos, ao contrário, destruíram nosso país. Eles foram bons em tirar o dinheiro das pessoas, mas não disseram a elas como escolher o caminho certo e servir a Deus. Eles se preocuparam em tirar dinheiro das pessoas para depositar em sua conta bancária. Eles não as ensinaram a levar uma vida de retidão, pois só estavam concentrados em seus interesses próprios, como construir a maior igreja que pudessem. A obra desses avivalistas estava voltada para explorar os cristãos coreanos e tirar seu dinheiro.
Eu não estou dizendo isso porque sou pastor. Eu só quero que vocês saibam que servir a Deus e ao evangelho é o certo a fazer, mesmo que vocês não tenham muito dinheiro e tempo para isso. Vocês estão entendendo? Vocês poderão ser muito felizes quando entenderem isso. Mas, por outro lado, se vocês não entenderem isso, sua vida será miserável. Enfermidades e enganadores roubarão seus bens, por mais que vocês tenham enriquecido. Mas se vocês servirem a Deus, ele reconhecerá isso e sua vida será abençoada. Era isso o que eu queria dizer a vocês hoje.
Perguntem a si mesmos: “A quem eu vou servir no futuro? Eu tenho plena convicção de que servir ao Senhor é a coisa certa a fazer em nossa vida. “Será que eu tenho que tomar a direção errada só porque eu estou muito ocupado com o meu trabalho?” Eu devo me preocupar se estou servindo ao mundo e a mim mesmo e dando desculpas sem nem mesmo perceber isso. Eu estou totalmente certo de que terei uma vida de retidão e serei recompensado se servir a Deus e ao evangelho o resto da minha vida. E isso se aplica a vocês também.
Amados irmãos, a Bíblia nos mostra a maneira correta de servir através do exemplo de uma mulher. Levar uma vida de fé correta que confia em Deus e o segue depois de receber a remissão de pecados é o que significa exatamente servir a Deus. A Bíblia nos mostra que isso é o certo a fazer. Nós precisamos entender que o que Deus está nos dizendo aqui é que servir a ele é nossa prioridade, e tudo que diz respeito a nós vem em segundo lugar; isso é o certo a fazer.