Проповеди

Assunto 9: Romanos

[Capítulo 2-2] Aqueles que Ignoram a Graça de Deus (Romanos 2:1-16)

( Romanos 2:1-16 )
“Portanto, és indesculpável, ó homem, quando julgas, quem quer que sejas; porque, no que julgas a outro, a ti mesmo te condenas; pois praticas as próprias coisas que condenas. Bem sabemos que o juízo de Deus é segundo a verdade contra os que praticam tais coisas. Tu, ó homem, que condenas os que praticam tais coisas e fazes as mesmas, pensas que te livrarás do juízo de Deus? Ou desprezas a riqueza da sua bondade, e tolerância, e longanimidade, ignorando que a bondade de Deus é que te conduz ao arrependimento? Mas, segundo a tua dureza e coração impenitente, acumulas contra ti mesmo ira para o dia da ira e da revelação do justo juízo de Deus, que retribuirá a cada um segundo o seu procedimento: a vida eterna aos que, perseverando em fazer o bem, procuram glória, honra e incorruptibilidade; mas ira e indignação aos facciosos, que desobedecem à verdade e obedecem à injustiça. Tribulação e angústia virão sobre a alma de qualquer homem que faz o mal, ao judeu primeiro e também ao grego; glória, porém, e honra, e paz a todo aquele que pratica o bem, ao judeu primeiro e também ao grego. Porque para com Deus não há acepção de pessoas. Assim, pois, todos os que pecaram sem lei também sem lei perecerão; e todos os que com lei pecaram mediante lei serão julgados. Porque os simples ouvidores da lei não são justos diante de Deus, mas os que praticam a lei hão de ser justificados. Quando, pois, os gentios, que não têm lei, procedem, por natureza, de conformidade com a lei, não tendo lei, servem eles de lei para si mesmos. Estes mostram a norma da lei gravada no seu coração, testemunhando-lhes também a consciência e os seus pensamentos, mutuamente acusando-se ou defendendo-se, no dia em que Deus, por meio de Cristo Jesus, julgar os segredos dos homens, de conformidade com o meu evangelho.”
 


Os legalistas sempre julgam as outras pessoas, enquanto eles mesmos não conseguem guardar a Lei


Vamos falar sobre a Lei. O Apóstolo Paulo disse aos Judeus que permaneciam na Lei, “Portanto, és indesculpável, ó homem, quando julgas, quem quer que sejas; porque, no que julgas a outro, a ti mesmo te condenas; pois praticas as próprias coisas que condenas. Bem sabemos que o juízo de Deus é segundo a verdade contra os que praticam tais coisas. Tu, ó homem, que condenas os que praticam tais coisas e fazes as mesmas, pensas que te livrarás do juízo de Deus?” (Romanos 2:1-3). Os legalistas pensam que eles honram corretamente a Deus. Este tipo de pessoa não crê em Deus de coração, mas com seu falso orgulho, baseado em suas próprias obras. Estas pessoas gostam de julgar os outros e são boas nisso. Contudo, enquanto elas julgam os outros com a Palavra de Deus, elas não percebem que elas são exatamente a mesma coisa que as pessoas que estão sendo criticadas, e praticam os mesmos erros.
Por exemplo, eles não guardam o Sábado, apesar de falarem para os outros para guardar de acordo com os Mandamentos de Deus. Eles falam para os outros obedecerem e guardarem a Lei, mas eles mesmos não a guardam. O Apóstolo Paulo disse para este tipo de pessoa, “Tu, ó homem, que condenas os que praticam tais coisas e fazes as mesmas, pensas que te livrarás do juízo de Deus?” (Romanos 2:3).
Os legalistas não podem ser salvos perante Deus. A Lei nunca pode nos libertar, por isso Deus irá nos julgar se a nossa vida religiosa for baseada na Lei. As vidas legalistas causam a ira de Deus. Aqueles que ainda não foram salvos têm vidas religiosas legalistas. Eles dizem para as pessoas viverem de certa forma, segundo a Lei, mas eles não deveriam dizer tais coisas hoje em dia.
Há muito tempo atrás, a maioria dos Cristãos em nosso país costumava ser dessa forma. Os ministros legalistas costumavam repreender as mulheres que faziam penteados no cabelo, dizendo que elas seriam enviadas para o inferno. Se nós estivéssemos sob a instrução dos ministros que ensinavam os membros da Igreja dessa forma, nós certamente acreditaríamos que aquelas mulheres com cabelos frisados iriam para o inferno. Isto foi algo que aconteceu há cerca de 15 ou 20 anos atrás. Se uma mulher usasse batom, significava que ela seria enviada para o purgatório, segundo os ensinamentos de tais ministros legalistas.
Estas pessoas eram legalistas. Elas fisicamente aparentavam ser santas diante de Deus; ensinando as pessoas a não usarem batom ou ter os cabelos penteados, para andar sempre gentilmente, e nem comprar ou vender bens. Estes legalistas diziam para as pessoas o que era certo e errado na visão da Palavra de Deus, enquanto eles mesmos eram hipócritas.
 


Os Judeus eram dessa forma


Os Judeus eram dessa forma. Eles julgavam os Gentios com a Lei, dizendo coisas como, “Eles não conhecem a Deus e servem a ídolos. Eles estão condenados ao inferno e são pessoas brutas”. Contudo, eles mesmos amavam as coisas materiais deste mundo, juntamente com outros deuses estrangeiros que não Deus.
“Portanto, és indesculpável, ó homem, quando julgas, quem quer que sejas; porque, no que julgas a outro, a ti mesmo te condenas; pois praticas as próprias coisas que condenas.” Os Judeus julgavam os outros segundo a Lei, mas eles nunca seguiam os seus próprios ensinamentos. Além disso, aqueles que não creem na Justiça de Deus ou não têm a salvação de Jesus em seus corações, pensam que vivem exatamente segundo a Palavra de Deus, mas eles são iguais aos Judeus.
 


Os legalistas serão julgados


As pessoas das gerações mais jovens provavelmente nunca viveram vidas religiosas dessa maneira. Contudo, aqueles das gerações mais antigas provavelmente ouviram sermões baseados na Lei. Os ministros costumavam criticar aqueles que faziam penteados ou permanentes no cabelo simplesmente porque parecia obsceno. Os ministros não podem fazer tais coisas hoje em dia. Tornou-se o rótulo do criticismo há muito tempo atrás usar palavras como “os justos” ou “ser completamente santificado”. Hoje em dia, muitas pessoas usam o termo “os justos”. Isto significa que o Cristianismo mudou. Os falsos mestres não podem dizer mentiras aleatoriamente porque mesmo as suas congregações foram libertas pelo verdadeiro evangelho por meio de livros e fitas. Portanto, eles não podem falar aos seus ouvintes sem razão.
A coisa mais importante, a saber, é que os legalistas que ignoram a perfeita salvação de Jesus Cristo e que levam vidas religiosas segundo a Lei serão julgados diante de Deus.
O verso 4 fala sobre o julgamento de Deus. Vamos ler a passagem, “Ou desprezas a riqueza da sua bondade, e tolerância, e longanimidade, ignorando que a bondade de Deus é que te conduz ao arrependimento?”.  Deus irá julgar os legalistas. Irmãos, a fé legalista se opõe a Deus. Os legalistas se opõem ao amor de Deus com critérios baseados em suas próprias obras. Os legalistas ignoram o evangelho da salvação que afirma que Deus perdoou todos os seus pecados e iniquidades por meio da riqueza da Sua bondade, tolerância e longanimidade.
Aqueles que levam vidas religiosas segundo a Lei serão julgados perante Deus. Contudo, muitas pessoas levam suas vidas religiosas segundo a Lei diante da presença de Deus. Nós não devemos pensar, “Nós estamos isentos do Seu julgamento porque nós fomos salvos”. O Apóstolo Paulo disse que os legalistas não seriam salvos, mas pelo contrário, seriam derrotados e julgados. Nós devemos saber que tipo de pessoa leva uma vida religiosa segundo a Lei para que nós possamos elaborar um plano para pregar o evangelho da água e do Espírito para tais pessoas.
 

Existem muitos legalistas no mundo, inclusive os Judeus

O Apóstolo Paulo não falava somente sobre o fato de Jesus ter lavado todos os pecados do mundo. Ele também falava sobre como as pessoas que levam vidas religiosas na Lei, como os Judeus, se opõem a Deus e serão julgadas. Eles ignoram o amor de Deus, através do qual Ele mostrou simpatia por nós. Eles ignoram o evangelho da remissão de pecados, que afirma que Deus levou todos os pecados do mundo, pois nós fomos dignos de pena aos Seus olhos.
Não existem muitos legalistas ao seu redor que levam vidas religiosas dessa forma? Existem muitos legalistas que acreditam que Deus não tem misericórdia pelo mundo e que Ele não lavou todos os nossos pecados. Todavia, existem alguns que aceitam o amor de Deus e são chamados “os justos” diante Dele. Existem também aqueles legalistas que ignoram a Sua Justiça e desprezam a salvação de Deus com os seus próprios pensamentos, mesmo nesse momento. Estes últimos são a maioria, e eles olham para os justos com frieza.
Eu quero que você saiba que existem muitas pessoas ao seu redor que ignoram as riquezas da bondade de Deus, da tolerância e da longanimidade, assim como os Judeus fizeram. Isto é falso ou verdadeiro? - Sim, existem muitas pessoas assim -. Um legalista despreza os outros diante de Deus. O que o legalista despreza? A perfeita salvação de Deus.
Muitas pessoas que vivem neste mundo desprezam o fato de que Jesus é o Filho de Deus, incluindo os Judeus. Os Judeus são o povo de Israel. Eles dizem, “Como Ele pode ser o Filho de Deus? Ele é apenas um dos profetas”. Eles reconhecem Jesus somente até este ponto. Os Israelitas desprezaram o Filho de Deus e bateram no rosto de Jesus com suas mãos, dizendo, “Blasfemou”. (Mateus 26:65). Eles também o desprezam agora. Os Judeus desprezam a Deus porque eles não creem em Seu filho. Pode-se entender que os Israelitas desprezaram Jesus porque eles não acreditavam Nele. Contudo, o que os Gentios legalistas desprezam? Eles desprezam as riquezas do amor e da Justiça de Deus.
 

Os legalistas vivem baseados em suas próprias obras

Em uma denominação legalista, os legalistas ensinam seus seguidores a dar a outra face quando baterem em sua face direita. Eles nunca devem ficar nervosos. Eles também são instruídos em como pregar a doutrina, a andar gentilmente, como sorrir, e outras coisas. Eles pensam que sabem tudo sobre as Escrituras e insistem que o seu pecado original foi perdoado, mas eles recebem o perdão diário pelos pecados fazendo orações de arrependimento todos os dias.
Isso também é uma fé baseada na Lei. Estas coisas também fazem as pessoas desprezarem as riquezas do amor e da salvação de Deus. Elas dizem, “Você é tão orgulhoso para dizer que não tem pecado, que você é justo, e que você recebeu o perdão por todos os seus pecados crendo que Jesus os lavou!”. Eles pensam que Deus os chamou para serem justos, mesmo eles não sendo realmente justos. Todos os legalistas creem nestas falsas doutrinas cristãs. Portanto, nós devemos nos afastar dos legalistas.
Após crer em Jesus, é legalismo receber o perdão diário pelos pecados por meio de orações de arrependimento? Ou não é? - Sim, é. - Isto deriva da Lei das obras ou não? - Sim. - Não vem da fé. As pessoas que declaram que elas vivem pelas obras da Palavra são legalistas. Existe um incontável número de pessoas como estas entre nós.
O Apóstolo Paulo recebeu a completa remissão dos pecados crendo em Jesus Cristo. Contudo, os Israelitas, que acreditavam no Antigo Testamento segundo a Lei, criam no Judaísmo. Todos aqueles que se tornaram uma destas pessoas eram legalistas ou não? Eles eram aqueles que seguiam à Lei; ensinando obras externas, por exemplo, como alguém deve andar e o que alguém deve ou não deve fazer.
Portanto, o Apóstolo Paulo culpou estas pessoas de forma amarga. Ele fez isso de uma forma correta. Os Cristãos de hoje também levam vidas legalistas segundo a Lei. Eles creem que, apesar de serem santificados pela fé, os seus pecados são perdoados diariamente quando eles oferecem orações de arrependimento por seus pecados. Eles são legalistas e sua fé reside na Lei.
Muitos pastores são bons em pregar, dizendo, “Nós somos salvos pela fé”. Contudo, eles dizem no final, “Mas nós devemos confessar o que nós pecamos e nos arrepender”. Estes pastores são legalistas. Eles dependem da sua própria obra para sua salvação, enquanto não creem ou confiam em Jesus Cristo.
Nós éramos legalistas quando não éramos salvos? - Sim, nós éramos. - Antes de nascermos de novo, nós pensávamos que boas obras poderiam nos salvar. Existem muitas pessoas neste mundo que pensam dessa forma. Deus fala para elas se arrependerem. “Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam cancelados os vossos pecados, a fim de que, da presença do Senhor, venham tempos de refrigério” (Atos 3:19). Contudo, estas pessoas não se arrependem. Como elas são obstinadas! Portanto, o Apóstolo Paulo mais uma vez fala para os obstinados.
 

Os legalistas declaram que são pecadores até à sua morte

Vamos ler Romanos 2:5, “Mas, segundo a tua dureza e coração impenitente, acumulas contra ti mesmo ira para o dia da ira e da revelação do justo juízo de Deus”. A ira de Deus será acumulada até o dia em que o justo julgamento de Deus for finalmente revelado para os legalistas.
Contudo, os legalistas são tão obstinados que eles confessariam que são pecadores diante de Deus mesmo se tivessem facas apontadas para o seu pescoço. Quando estivessem diante do perigo, eles ainda confessariam que são pecadores diante de Deus. Algumas pessoas declaram que são pecadores permanentes diante de Deus até o dia que elas morrerem. Quão obstinadas elas são. Elas dizem que são pecadoras porque elas não podem viver segundo a Palavra de Deus, mesmo crendo em Jesus Cristo.
O que Deus diz? Ele diz, “Porque você não pode viver segundo a Palavra, Eu te salvei. E tirei todos os seus pecados e o salvei”. Eles nem possuem a fé em Jesus Cristo, nem aceitam a Justiça de Deus para serem libertos do pecado. Pelo contrário, eles insistem que são pecadores até morrer, porque eles tentam se salvar pela fé nas obras e pela fé em Jesus Cristo. Eles devem saber que o tempo virá em que eles serão julgados pela sua própria fé e obras.
“Mas, segundo a tua dureza e coração impenitente, acumulas contra ti mesmo ira para o dia da ira e da revelação do justo juízo de Deus” (Romanos 2:5). O Apóstolo Paulo quer dizer, “Quão obstinados vocês são. Vocês serão julgados pelo seu coração duro e impenitente. Vocês estão acumulando à ira de Deus”. Jesus Cristo levou todos os nossos pecados, independentemente da pessoa crer ou não nisso. Portanto todos podem ser salvos de seus pecados através de Jesus Cristo. Nós fomos salvos pela nossa fé verdadeira no fato de que Jesus lavou todos os nossos pecados. Nós não poderíamos viver segundo a Lei, nos arrependendo todos os dias pelos nossos pecados para receber o perdão, pois nós voltaríamos para o Jesus das religiões dos Gentios. Nós estamos destinados a pecar até o dia da nossa morte, portanto, nós não podemos nos tornar justos pelas obras da Lei, mas pela fé no Senhor Jesus.
Você declara que você é justo até morrer diante de Deus? Ou você declara que você não pode evitar permanecer um pecador até a morte? - Nós declaramos que nós somos justos. - Isto é possível por meio de uma mera lavagem cerebral? Algumas pessoas podem dizer que isso é uma lavagem cerebral. Quem poderia cair em razão deste tipo de doutrinamento? Ninguém.
Vamos supor que alguém doutrina você todos os dias. Você iria resistir fortemente dizendo, “Por que isso? Por que aquilo?”. Grande parte das pessoas não reagiria dessa forma? Nós só cremos em algo quando nós acreditamos de coração que é verdade. Se uma pessoa tenta nos enganar, nos fazendo crer em algo que não é bíblico, usando belas palavras, tal atitude nunca funcionaria. Nem um pouco. Nós sabemos que os seres humanos são muito obstinados, mas nós nos tornamos humildes e cremos na verdade da Palavra de Deus.
 

Quão obstinados os legalistas são

Quão obstinados eles são. Eles declaram que são pecadores até os últimos minutos das suas vidas. Existe muita gente que crê no judaísmo. Existem muitas pessoas entre os Cristãos de hoje que acreditam no Judaísmo ou não? - Existem muitas pessoas. - “Senhor, um pecador veio aqui. Por favor, me perdoe pelos meus pecados”. Existem muitas pessoas que declaram diante de Deus que são pecadoras porque elas olham sua fraqueza e diariamente pecam com seus próprios pensamentos, mesmo havendo um bilhão de Cristãos no mundo e dez milhões na Coreia. Estas pessoas são legalistas.
 

Os legalistas são como os Fariseus

Eu também era um legalista antes de crer no evangelho da água e do Espírito. Eu costumava pensar, “Como eu posso me tornar justo enquanto eu peco todos os dias?”. Isto não ocorre somente nos dias de hoje. Muitas pessoas que você conhece se comportam obstinadamente. Para onde estas pessoas vão, segundo a Bíblia? Elas vão para o inferno, pois elas acumularam à ira de Deus por causa da dureza e impenitência de seus corações. Os legalistas devem se arrepender de uma vez por todas para se converter enquanto eles estão neste mundo, dando graças e crendo que Jesus Cristo tirou os seus pecados.
Contudo, eles são muito obstinados para se arrependerem. Estas pessoas merecem pena. Eles não se arrependem apesar de precisarem tanto. Muitas pessoas se comportam como os Fariseus. Eles gentilmente cumprimentam as pessoas na frente da Igreja dizendo, “Como você está?”. Enquanto seguram a Bíblia embaixo do braço. Eles mantêm os seus olhos meio fechados de forma arrogante quando eles encontram as pessoas nos domingos. Eles tentam parecer mais divinos que Jesus. Quão bom seria se eles realmente fossem tão divinos dessa forma todos os dias?
Você sabe o que as esposas dos pastores legalistas dizem? Elas dizem que ficam felizes quando os seus maridos pregam um sermão no púlpito, porque eles falam de forma gentil, dizendo coisas de forma “santa e misericordiosa”. Contudo, eles mudam assim que chegam a casa. Uma vez, a esposa de um pastor legalista fez para si uma casa atrás do púlpito, levando com ela o fogão, cobertor e arroz, porque seu marido era como um rufião em casa, mas gentil quando estava no púlpito. O pastor perguntou o que ela estava fazendo ali. Sua esposa disse que ela gostava de estar ali porque ele era gentil e sua voz ficava suave atrás do púlpito, mas em casa ele mudaria e iria atormentá-la.
 

Nós devemos pregar o Evangelho da água e do Espírito
 
Falando francamente, eu perdi muitos momentos marcantes da minha esposa. Isto porque minha esposa diz, “A única coisa que você deve se preocupar é com o evangelho”.  Eu não posso fazer tudo da melhor forma porque eu não sou um homem perfeito. A primeira coisa que eu tenho que fazer é a obra de Deus. Em segundo lugar, eu devo tomar conta da minha casa. Em terceiro lugar, eu devo fazer as outras coisas. Esta é a minha ordem de preferência. Isto não é só porque eu sou Pastor. Eu faço isso porque eu tenho como obrigação pregar o evangelho da água e do Espírito. Eu não posso servir o evangelho após cuidar de todos os meus assuntos. Então, eu coloco muita ênfase na pregação do evangelho e tomo conta de todos os outros assuntos após pregá-lo. Eu não acho que eu poderia pregar o evangelho enquanto eu tento resolver os meus outros assuntos.
Os legalistas agem como anjos quando estão no púlpito. Eles ensinam os crentes a chorarem pelos seus pecados. Todos os legalistas deveriam receber o perdão dos pecados após crerem em Jesus, porque só assim uma pessoa pode realmente ficar feliz por não ter mais pecados. Este é o único modo de uma alma ficar realmente feliz. As pessoas pecam e fazem coisas imorais enquanto vivem, e, portanto, se alguém tem pecados em seu coração, isto seria pior do que o inferno para ela. Deus julga este tipo de pessoa.
Eu não posso deixar de dizer que muitas pessoas estão acumulando à ira de Deus. Aqueles que não se arrependem, convertem-se e nem creem em Jesus Cristo enquanto fingem ser realmente crentes, serão julgados pela ira de Deus. Eles não podem enganar a Deus. Nós não podemos enganá-Lo, se nós temos ou não a verdadeira fé Nele. Nós seremos julgados se não crermos. A ira de Deus é revelada para aqueles que não possuem fé. Eles serão queimados nas chamas do inferno. Existem muitas pessoas que serão queimadas no inferno em razão da sua descrença.
Portanto, nós devemos pregar o evangelho. Nós devemos também continuamente espalhar a Palavra de Deus. Todas as vezes que nos reunimos, nós devemos pensar no evangelho, e não em nós mesmos, mas também temos que ter um tempo para pensar nos outros. A razão pela qual nós devemos pregar o evangelho da água e do Espírito é para ajudar as pessoas a se livrarem da ira de Deus, apesar de elas nos perseguirem e desprezarem o amor de Deus.
Nós devemos saber o seguinte. Muitas pessoas entre nós receberão a ira de Deus. Nós devemos pensar cuidadosamente se nós realmente devemos testificar isso ou não, porque nós devemos fazer o nosso melhor para pregar o evangelho e continuar pregando para outras pessoas. Deus ficará satisfeito se deixarmos as pessoas serem julgadas pela Sua ira? Nós não podemos simplesmente deixar as pessoas como estão. Conhecendo bem tudo isso, nós devemos pregar o evangelho da água e do Espírito por todo o mundo.
Se há um legalista na sua família, a família inteira será julgada pela ira de Deus. O que é a ira? Nós dizemos, “Se não obedecer você irá apanhar”, quando uma criança não obedece aos seus pais. Os pais então irão bater nos filhos quando não puderem mais lidar com eles. As crianças admitem os seus erros e pedem perdão. Os pais perdoam os seus filhos porque eles são os seus descendentes. No verso 4 está escrito, “Ou desprezas a riqueza da sua bondade, e tolerância, e longanimidade, ignorando que a bondade de Deus é que te conduz ao arrependimento?”.  Contudo, até quando Deus é tolerante? Deus é tolerante até 70-80 anos nesta Terra, mas as pessoas batem em seus filhos com varas após tolerarem duas ou três vezes. Deus é tolerante conosco até o fim das nossas vidas. 
 

Deus preparou o fogo do inferno para os legalistas

Será o fim quando o Senhor Jesus pegar uma vara em suas mãos. Deus preparou uma fornalha ardente para os legalistas, que contém rochas derretidas e enxofre. Deus ressuscita os mortos em corpos imortais com a sua ira. Deus faz com que seus corpos sejam imortais para que eles sintam dor eternamente, e Ele os coloca na fornalha ardente que nunca se apaga. A ira de Deus os ressuscita em corpos eternos e os faz sofrer eternamente. Eles nunca morrem queimados, mesmo se eles estiverem muito quentes e disserem, “Pai Abraão, tem misericórdia de mim! E manda a Lázaro que molhe em água a ponta do dedo e me refresque a língua, porque estou atormentado nesta chama”. (Lucas 16:24).
Nós devemos pregar o evangelho da água e do Espírito para eles porque está claro que eles serão julgados. A razão pela qual nós temos que pregar o evangelho para os legalistas entre nós, apesar de sermos perseguidos e desprezados, é para salvá-los de ira e destruição. Você entende por que nós fazemos o nosso melhor? Por que nós estamos interessados em salvar outras vidas, e por que nós gastamos a maior parte das finanças da Igreja no ministério de literatura? Nós poderíamos estar ricos se nós gastássemos o dinheiro somente em nossa Igreja. Nós poderíamos comer e viver muito bem.
Contudo, muitos recursos materiais são necessários para espalhar o evangelho da água e do Espírito pelo mundo. Você sabe por quê? Porque deste modo, outras pessoas podem ser salvas. Portanto, nós nos dedicamos a pregar o evangelho da água e do Espírito por todo o mundo. Se nós não fizéssemos isso, os outros poderiam receber o perdão dos pecados?
Se nós não tivéssemos pregado o evangelho para você, você seria salvo? Não, você não seria. Todos nós fomos legalistas antes de sermos nascidos de novo. Nós tínhamos pecados porque nós pensávamos que críamos em Jesus. Nós teríamos perecido neste mundo se nós não tivéssemos ouvido estas boas novas.
Nós podemos simplesmente deixá-los ir para o inferno e perecer? Não, nós não podemos. Nós não podemos deixá-los ir para o inferno porque nós conhecemos o evangelho do Senhor Jesus e a Sua salvação. Nós sabemos quem irá para o inferno e quem irá entrar no Reino do Céu. Portanto, nós nos preocupamos com eles, oramos e pregamos as boas novas. A razão pela qual nós seguramos as finanças e gastamos tanto dinheiro com este ministério é pelo seguinte: salvar uma alma é melhor do que obter qualquer coisa neste mundo.
A razão pela qual nós pregamos o evangelho da água e do Espírito com tolerância e persistência, apesar de sermos desprezados e perseguidos, é para salvar as almas daqueles que estão caminhando para o julgamento da ira de Deus.
Você pode pensar, “Seria melhor você escrever livros sobre o verdadeiro evangelho e espalhá-los pelo mundo como folhetos”. Nós faríamos isso se fosse uma boa forma de pregar o evangelho. Contudo, como isso não funciona, nós frequentemente tentamos todas as formas possíveis e continuamos orando.
Nós, os pregadores do evangelho da água e do Espírito, não estamos tentando pregar o evangelho para ganhar algo. Pregamos o evangelho para salvar almas, porque sabemos que todos os pecadores certamente irão para o inferno. Contudo, muitos legalistas neste mundo, realmente perseguem suas luxúrias mundanas, enquanto estão orgulhosos da sua devoção ao Cristianismo. Nós devemos entender a razão de ensinar o evangelho verdadeiro aos legalistas.
Nós também devemos saber por que Deus nos mandou guardar o sábado nos Dez Mandamentos, e por que aqueles que não guardam o sábado caminham para a morte. O sábado significa o evangelho da água e do Espírito que diz que Jesus lavou todos os nossos pecados. Nós devemos ter em mente que Jesus lavou todos os nossos pecados. Nós também devemos pregar o evangelho pela fé no Senhor Jesus, que inclui o fato que o Senhor Jesus levou todos os pecados do mundo.
Parece que eu saciei o meu ressentimento com os legalistas durante este sermão. Mas nós devemos perdoar e ser tolerantes com eles. Eles estão destinados ao inferno se nós ficarmos com as bocas fechadas. Nós, os pregadores do evangelho, não podemos permitir que os legalistas nos desprezem com seu dinheiro ou lancem a sua influência carnal sobre nós.
 

Nós devemos pregar o evangelho da água e do Espírito para nossas famílias e para outras almas

Nós devemos pregar o evangelho para todos. Nós sabemos que todas as almas são tão preciosas quanto às dos membros da nossa família. Nós devemos considerar as outras pessoas preciosas porque todos nós somos os mesmos perante Deus.
Eu não posso deixar de falar da verdade da salvação sempre que eu prego porque as almas estão indo para o inferno. Nós devemos salvá-las do inferno. Nós devemos pregar o evangelho da água e do Espírito para as nossas famílias e amigos, pregar com livros e orar pelas coisas que nós precisamos. Nós devemos pregar o evangelho por diferentes métodos. Nós preparamos uma festa quando uma alma retorna. Nós ganhamos almas sempre que temos um encontro de avivamento para pregar o evangelho. Algumas vezes, as pessoas retornam para o mundo apesar de nós termos pregado o evangelho para elas. Então, nós ficamos cheios de tristeza. Mas no fim, nós pregamos o evangelho sem sentir qualquer desapontamento.
Eu quero que você saiba de uma coisa hoje. Lembre-se do fato de que existem muitos Cristãos legalistas ao nosso redor e que nós devemos pregar o evangelho para eles. Eles fingem guardar a Lei, mesmo não podendo evitar o pecado diário, e eles pensam que podem receber o perdão por seus pecados do dia a dia oferecendo orações de arrependimento.
Eles rejeitam o evangelho da água e do Espírito que diz que Jesus Cristo já levou todos os nossos pecados. Eles pensam que Jesus levou apenas o nosso pecado original, excluindo os nossos pecados diários, porque eles não conhecem a verdadeira remissão dos pecados. Aqueles que não conhecem a salvação da verdade são chamados legalistas. Nós devemos salvá-los de seus pecados pregando para eles o evangelho da justiça de Deus.