คำสอน

Assunto 22: O Evangelho segundo LUCAS

[Capítulo 14-3] Se Você Quiser Seguir o Senhor, Se Prepare para Isso Antes (Lucas 14:25-35)

Se Você Quiser Seguir o Senhor, Se Prepare para Isso Antes (Lucas 14:25-35)(Lucas 14:25-35)
“Grandes multidões o acompanhavam, e ele, voltando-se, lhes disse: ‘Se alguém vem a mim e não aborrece a seu pai, e mãe, e mulher, e filhos, e irmãos, e irmãs e ainda a sua própria vida, não pode ser meu discípulo. E qualquer que não tomar a sua cruz e vier após mim não pode ser meu discípulo. Pois qual de vós, pretendendo construir uma torre, não se assenta primeiro para calcular a despesa e verificar se tem os meios para a concluir? Para não suceder que, tendo lançado os alicerces e não a podendo acabar, todos os que a virem zombem dele, dizendo: Este homem começou a construir e não pôde acabar. Ou qual é o rei que, indo para combater outro rei, não se assenta primeiro para calcular se com dez mil homens poderá enfrentar o que vem contra ele com vinte mil? Caso contrário, estando o outro ainda longe, envia-lhe uma embaixada, pedindo condições de paz. Assim, pois, todo aquele que dentre vós não renuncia a tudo quanto tem não pode ser meu discípulo. O sal é certamente bom; caso, porém, se torne insípido, como restaurar-lhe o sabor? Nem presta para a terra, nem mesmo para o monturo; lançam-no fora. Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.’”
 
 

Só Siga o Senhor Depois de Examinar Sua Fé

 
Vocês comeram bem? Eu não sei por que está chovendo tanto nessa época. Eu estou muito feliz por ver que vocês têm vivido pela fé. E também estou feliz por ver que vocês não têm enfrentado a morte. Apesar de vivermos pela, nós não sabemos quando vamos morrer, e há muitas pessoas que não são gratas pela sua vida. Vivemos melhor hoje do que vivíamos antes? Seu coração está feliz e grato pelo dia de hoje também?
Nós chegamos ontem aqui e estávamos muito cansados por causa da viagem. Mas eu estou feliz de ver todos vocês aqui neste retiro de verão para o treinamento de discipulado. E eu espero que tenhamos um tempo maravilhoso aqui aprendendo sobre a graça de Deus revelada em sua Palavra.
O Senhor nos diz no texto bíblico que lemos hoje que se alguém quiser segui-lo mas não aborrecer pai e mãe, esposa e filhos, irmãos irmãs, e sua própria vida, ele não poderá ser seu discípulo. Ele também nos diz que quem não levar sua cruz e não segui-lo não pode ser seu discípulo. Usando uma metáfora, o Senhor nos diz que se alguém quiser construir uma torre mas não calcular os custos primeiro, irá fracassar. Ele também nos diz que se um rei for fazer guerra com outro e não considerar o tamanho do seu exército primeiro, isso determinará sua vitória ou derrota na batalha. Então o Senhor conclui dizendo: “Assim, pois, todo aquele que dentre vós não renuncia a tudo quanto tem não pode ser meu discípulo. O sal é certamente bom; caso, porém, se torne insípido, como restaurar-lhe o sabor? Nem presta para a terra, nem mesmo para o monturo; lançam-no fora. Quem tem ouvidos para ouvir, ouça!” (Lucas 14:33-35). É sobre isso que trata o texto bíblico deste capítulo.
Tudo que o Senhor disse é verdade e algo muito valioso para nós. E continua sendo valioso para nós que vivemos hoje em dia. E se não crermos nestas palavras e as seguirmos, eu creio que fracassaremos justamente como está escrito aqui. Então temos que pensar como vamos levar nossa vida de fé sem vacilar e fielmente até a volta do Senhor. E além disso, temos que calcular e preparar tudo que a envolve muito bem. Nós temos muita ajuda e seremos fortalecidos se calcularmos tudo muito bem antes assim: “Será que conseguiremos levar uma vida de fé até o fim? Será que conseguiremos guardar a fé? Será que seremos mesmo discípulos do Senhor? Por que precisamos seguir e servir ao Senhor? Que diferença fará no fim se seguirmos ou não o Senhor? Além disso, qual a maneira correta de levarmos nossa vida de fé?” Nós só poderemos viver pela fé se tivermos resposta para estas perguntas.
Temos que levar uma vida de fé até o fim deste mundo, até o dia da volta do Senhor, até estarmos na sua presença. Mas para fazermos isso, já que seguimos o Senhor agora por termos recebido a remissão de pecados, temos que analisar tudo muito bem. Nós temos que levar uma vida de fé meditando e levando muito a sério o seguinte: “Já que estamos vivendo pela fé hoje, será que conseguiremos manter essa fé até a volta do Senhor, quando a Tribulação e as lutas vierem sobre nós? Será que conseguiremos fazer bem o que nos foi confiado? Será que deixaremos a igreja antes da Tribulação chegar? Será que nós seremos abandonados por Deus se não tivermos fé?”
 
 

Todos Nós Temos que Cuidar da Nossa Fé

 
Temos que examinar a nós mesmos para ver se vamos seguir o Senhor em qualquer circunstância. O que eu estou pedindo é que vocês vejam se realmente vão seguir o Senhor em tudo que diz respeito à vida. Temos que ver se vamos fazer a vontade do Senhor também em tudo que nos agrada humanamente falando, tipo: o que nossos pais, cônjuges, filhos e irmãos querem de nós, e também o que nós queremos. Se fizermos a vontade dos outros e a nossa primeiro, não poderemos seguir o Senhor o tempo todo. O Senhor nos diz que não poderemos ser seus discípulos se fizermos a nossa vontade e o que nossos pais, cônjuges, filhos e irmãos querem que façamos.
O Senhor os leva em consideração também. Ele nos diz que se quisermos segui-lo mas também fazer as coisas segundo nosso desejo carnal, nós acabaremos perdendo nossa fé. Em outras palavras, ele nos diz que não poderemos segui-lo se nós quisermos cuidar das coisas pessoais e dos nossos familiares, que nos prendem às coisas carnais. O que ele está dizendo é que não podemos segui-lo se fizermos o que um ser humano normal costuma fazer, cuidar das pequenas coisas, ter desejo de ser aceito e ser elogiado pelos seus pais, irmãos e parentes. O que eu quero dizer é que existe alguém assim, que quer seguir o Senhor mas ser elogiado pelos seus parentes e cuidar das coisas corriqueiras, ele jamais poderá seguir o Senhor de uma maneira perfeita. Alguém assim jamais poderá ser um discípulo do Senhor.
Além disso, o Senhor nos diz que quem quer segui-lo só depois de resolver seus problemas jamais conseguirá fazer isso corretamente. Ele nos diz como devemos segui-lo depois de analisar tudo criteriosamente, como se resolvendo uma questão matemática. Ele também nos diz que alguém assim não pode ser seu discípulo e segui-lo. Então ele conclui. Ele nos diz que se quisermos deixar mesmo tudo que temos, nós poderemos segui-lo e ser seus discípulos.
Já que é assim, se alguém não seguir o Senhor, como será o seu fim então? No fim, ele o abandonará. O Senhor disse: “O sal é certamente bom; caso, porém, se torne insípido, como restaurar-lhe o sabor? Nem presta para a terra, nem mesmo para o monturo; lançam-no fora” (Lucas 14:34-35). Amados irmãos, sua vida será como o sol que perde seu sabor se vocês não seguirem o Senhor. Melhor dizendo, ele os lançará fora. A consequência de não seguir o Senhor é ser abandonado por ele.
O que o Senhor exige de nós é algo um pouco mais elevado. Mas não é algo humano e muito menos religioso. Ao contrário, ele exige que o sigamos incondicionalmente. Para ser bem direto, suas exigências parecem até radicais. Porém o que acontecerá se negligenciarmos a Palavra do Senhor? Como eu disse antes, seremos abandonados por ele. Nós desistiremos da nossa vida de fé e não estaremos mais na posição daqueles que creem no Senhor e o seguem.
Ao ouvir esta palavra, alguém pode até dizer: “Bom, por mim tudo bem, contanto que eu entre no céu. Qual o problema se eu me desviar um pouquinho? Aconteça o que acontecer, por mim tudo bem. O que importa para mim é só entrar no céu.” Mas o que eu estou dizendo aqui é que a coisa não é bem assim. O Senhor concluiu dizendo que embora o sal seja bom, ele será jogado fora se perder o sabor, assim como alguém que será abandonado pelo Senhor se deixar sua vida de fé. Veja o sal que é misturado ao fertilizante na agricultura. Você já deve ter visto galhos e folhas secas se decompondo, não é? Mas vamos dizer que alguém misturou sal a eles achando que assim dariam um excelente fertilizante. E usando tudo isso, ele fertiliza sua plantação de milho, por exemplo. Mas o que vai acontecer com o milho? Ele diria: “Isso aqui está muito salgado. Eu estou com muita sede. Eu preciso de água, de chuva, não desse fertilizante. Eu estou morrendo! Ao invés de se sentir culpado depois que eu morrer, tire este fertilizante de mim. Eu gosto de água, não de sal.” Se o milho tivesse boca, era isso que ele iria dizer.
Jogar sal nas ruas é a mesma coisa. Você acha que é bom ter sal espalhado nas ruas? Sujeira é algo natural nas ruas, mas se espalharmos sal nela, as plantas não irão crescer. Amados irmãos, imagine sal espalhando nas ruas junto à sujeira. Elas ficariam muito sujas, imundas. O sal é bom para se colocar na comida. Se jogarmos sal nas ruas, não vai adiantar nada. Na Coreia há o costume de jogar sal em alguém que parece trazer azar. Em suma, eu quero dizer a vocês que a consequência de não seguir o Senhor e não querer fazer isso é ser abandonado por ele.
Seria bom se alguém pudesse ir para o céu tendo uma vida de fé com o coração dividido, não seria? Não seria maravilhoso se pudéssemos chegar ao céu não importa o caminho que escolhêssemos? Há um ditado coreano que diz: “Não tem problema, contanto que você vá para Seul.” Isso quer dizer que os meios para se conseguir algo não é tão importante quanto o próprio resultado. Mas no que diz respeito ao caminho para o céu, tanto o processo como o resultado são importantes. Eles se misturam. Se vivermos bem pela fé todos os dias, certamente iremos para o céu e vice e versa. Portanto, nosso coração deve estar no Senhor e devemos segui-lo até o fim. E nós já temos fé em Jesus. Não seria maravilhoso se nosso coração não mudasse apesar de tudo que acontece conosco? Que preocupações nós teríamos se vivêssemos assim?
Você pode até pensar: “Eu irei para o céu, esteja na igreja ou não. E você vem me dizer que eu tenho que estar na igreja. Por que isso é tão importante?” Só que é o Senhor quem nos diz para fazer isso. Sendo assim, temos que nos preparar para isso antes.
Qual a diferença entre aqueles que levam uma vida de fé e os que não levam? A diferença é notória. A diferente entre eles é maior do que podemos imaginar, pois o Senhor é um Deus justo e onisciente. Que castigo está preparado para os que não obedecem à Palavra do Senhor, apesar de conhecê-la? O que acontecerá com quem recebeu um talento e o enterrou no chão? Embora saiba que o Senhor vê todas as coisas, ele enterrou o talento que recebeu e quando seu senhor voltou, ele o devolveu a ele disse: “Aqui está.” Mas o senhor o repreendeu dizendo: “Mau e negligente servo”, e lançou o servo relapso nas trevas exteriores, ou seja, no inferno. Amados irmãos, apesar de estar falando de uma maneira bem direta e clara, eu não inventei estas palavras. Ao contrário, elas são palavras do Senhor. É por isso que elas se aplicam a mim e a vocês também. O Senhor está nos dizendo que se quisermos ser seus discípulos e segui-lo, só poderemos fazer isso se nos desfazermos de tudo que temos. Mas nos desfazer do que temos não significa jogar fora tudo que possuímos. O que o Senhor está dizendo é que temos que fazer tudo que ele nos manda, e não a vontade daqueles com quem temos laços nessa terra.
O que acontecerá se fizermos a vontade deste mundo? Eu aprendi uma coisa no mundo. E o que eu aprendi é que não conseguiríamos realizar o desejo de todos neste mundo mesmo se tivéssemos dois corpos. Eu aprendi isso quando era jovem. Eu participei de muitas cerimônias em memória dos meus ancestrais quando era criança, procurava ser bom para os meus pais, me dar bem com meus amigos, respeitava muito os idosos e daí por diante. E agia assim até quando fiquei adulto.
Por exemplo, eu sempre virava as costas para ninguém me ver com um copo de bebida na mão e também não fumava na frente de ninguém para preservar minha dignidade. Quando eu era jovem, eu cuidava de tudo nas cerimônias em memória dos meus ancestrais em casa. E quando algum destes cerimoniais era na casa dos meus parentes, eu ia para lá mesmo depois da meia-noite, dobrava meus joelhos e preparava tudo para eles. Além disso, sempre que havia um casamento ou um funeral, eu estava lá. Eu dava os parabéns ou pêsames com dinheiro ou palavras. Eu fazia tudo isso.
Mas eu percebi algo quando me tornei adulto: “Estes cerimoniais nunca têm fim.” Eu também percebi algo mais, que se eu continuasse cuidando de tudo para as pessoas, isso nunca teria fim, embora tudo nessa terra tenha um fim. Além disso, eu percebi que ninguém pode cuidar dos outros sem dinheiro, e que é preciso ter dinheiro para cuidar de todas as outras coisas também–celebrações ou funerais, visitar os enfermos, fazer cerimoniais para os ancestrais e daí por diante. Aí eu pensei: “Eu tenho que ter muito dinheiro e uns doze corpos para cuidar de tudo isso.”
E depois que eu nasci de novo, eu passei a pensar muito mais sobre isso. Então eu cheguei à conclusão: “Seja como for, eu não sou bom o bastante para agir como as pessoas do mundo desejam. Se eu fizer tudo isso, se eu for ao casamento dos meus sobrinhos e sobrinhas, participar dos cerimoniais para os meus ancestrais (mesmo não dobrando meus joelhos) e daí por diante, quando eu vou ter tempo para seguir o Senhor, anunciar o evangelho, descansar em casa, fazer cultos de avivamento, pregar meus sermões e ter comunhão com meus irmãos na fé? Tudo bem. Isso é ridículo mesmo. Eu vou parar de fazer isso, tudo isso!”
Foi assim que eu me formei em fazer coisas neste mundo. Eu me formei no mundo e recebi um diploma brilhante em meu coração. Seja como for, eu só tenho um corpo, então eu resolvi ser fiel a pelo menos uma coisa: ao reino de Deus. Eu comecei a ver que deveria fazer pelo menos uma coisa–servir ao Senhor, crer nele e segui-lo, pois não poderia fazer nada mais do que isso. Eu então desisti das coisas do mundo e pensei: “Como eu posso ser reconhecido pelas pessoas do mundo, ser elogiado por elas e fazer tudo que preciso para elas?” Então o Senhor me disse: “Assim, pois, todo aquele que dentre vós não renuncia a tudo quanto tem não pode ser meu discípulo” (Lucas 14:33).
Os santos e servos de Deus enfrentam muitas dificuldades e outros problemas quando decidem seguir o Senhor. E são muitas dificuldades mesmo. No entanto, se quisermos arrumar desculpas, encontraremos muitas delas para não seguirmos o Senhor de perto. Você pode até pensar: “Minha situação é essa, então eu não posso fazer isso. Já que eu estou passando por isso, eu não posso me envolver no ministério de pregação do evangelho. Como estou enfrentando algumas dificuldades, eu não posso servir ao Senhor com meus bens materiais, com meu coração ou com minhas orações. Devido ao que estou passando, é muito difícil para mim servir ao Senhor totalmente.” Amados irmãos, se vocês querem mesmo ser discípulos do Senhor que o seguem sempre, vocês têm que deixar as coisas materiais. E como eu disse antes, é muito difícil fazer isso. Mas se vocês ficarem fazendo tudo para as pessoas neste mundo e buscarem as coisas que nele há, quando vocês terão tempo para seguir o Senhor? O que eu estou dizendo que é vocês tem que analisar bem o que devem jogar fora e o que devem manter com vocês se vocês quiserem ser discípulos do Senhor e segui-lo. Vocês precisam definir muito bem o que é importante e o que é possível ou não. Amados irmãos, o que eu estou dizendo é isso: Que forças vocês terão para fazer as coisas do mundo como encontrar seus amigos, agradar todos eles, visitar seus vizinhos, ser alguém honrado na sociedade, estar em todas as festas dos amigos e vizinhos se não seguirem o Senhor? O que eu estou dizendo é que vocês devem analisar isso tudo para ver se ainda terão forças para fazer isso tudo depois de deixar o Senhor.
É por isso que o Senhor diz que pessoas assim são como o sal que perdeu seu sabor. Melhor dizendo, quem não vive com seu coração no Senhor e diz que o segue, mas sem deixar suas intenções e desejos carnais é como o sal que perdeu seu sabor. Isso quer dizer que eles são inúteis para o Senhor assim como o mundo no fim, pois eles são como o sal que perdeu seu sabor. Gente assim não serve para pregar o evangelho.
 
 

Eu Estou Dizendo Isso Mas Entendo Suas Limitações

 
Eu sei minhas limitações e as suas também. E eu não estou dizendo que suas limitações é que prejudicam sua vida de fé; ao contrário, o que eu estou falando é da mente cauterizada, ou seja, que nosso coração não pode estar nas coisas do mundo. Nosso coração não pode estar inclinado às coisas do mundo. Se isso acontecer, não serviremos para o Senhor nem para o reino de Deus. E quando isso acontece, nos tornamos pessoas que não servem para nada neste mundo, e seremos assim até o fim. Quem não deixa tudo que tem não pode seguir o Senhor de modo correto. O que acontecerá se nossos obreiros e irmãos que seguem o Senhor vierem para a igreja com outra postura? Há muitos cristãos que não nasceram de novo, levam uma vida de fé com o coração dividido e não estão no Senhor. E eles não analisam, por assim dizer, o resultado que trará sua vida de fé e dizem, como na música de Chico Buarque: “O que será, que será?” Enfim, o que eu estou dizendo é que não podermos ter esse tipo de atitude se quisermos seguir o Senhor. Temos que fazer esta confissão: “Eu vou deixar tudo que eu tenho e minha ganância para seguir totalmente ao Senhor. Embora eu não seja perfeito no mundo e aqui na igreja, e tenha muitos defeitos, eu vou seguir o Senhor apesar disso tudo porque ainda sou alguém que recebeu do Senhor a remissão de pecados. Eu vou ser um discípulo do Senhor.” Portanto, temos que escolher que lado vamos ficar e rejeitar o outro. Temos que escolher entre sermos discípulos do Senhor ou servos do mundo.
 
 

Quem é Discípulo do Senhor Busca a Sua Justiça

 
Os discípulos do Senhor são aqueles que buscam a sua justiça até o fim. Os que deixam os valores do mundo e buscam a justiça do Senhor podem segui-lo até o fim, apesar das suas limitações. E eles farão isso mesmo. Eles serão fortalecidos e receberão bênçãos e poder do Senhor. Por exemplo, quando os nascidos de novo têm contato e se relacionam com as pessoas do mundo, eles fazem isso melhor do que qualquer um. Já que vivem muito bem, quando brincam de alguma coisa, eles fazem isso com dedicação e dizem: “Isso é tão bobo. Mas faço isso só por diversão.” Mas a verdade é que muitos que não são assim não podem seguir o Senhor nem ser útil para ele neste mundo. Na verdade, não há nada de útil nestas pessoas; elas sem dúvida são inúteis à Igreja de Deus assim como são para o mundo. Elas também não têm utilidade alguma no que se refere à pregação do evangelho. Amados irmãos, comparado ao sal, algo inútil é como sal insípido, sua cor é branca, mas não serve para nada. É como se fosse um sal falso. E que utilidade teria um sal assim? Embora tenhamos que ser como o sal, se formos assim não conseguiremos dar sabor às coisas. E então também não teremos valor algum.
Nem todos são inúteis para o evangelho, mas também nem todos podem servir a ele e seguir o Senhor. Quem é muito útil para o evangelho é aquele que leva uma vida de fé e persevera para ser um discípulo do Senhor. Todos que querem ser servos deste mundo, que não abrem mão do que possuem, das coisas materiais, dos desejos materiais e da avareza, e não seguem o Senhor não servem para nada. E são inúteis na igreja também. Melhor dizendo, todo aquele que vem para a igreja, participa do culto, mas faz tudo de qualquer jeito e desperdiça seu tempo não tem valor algum. Pessoas assim só causam problemas na igreja, pois se alteram com qualquer coisa. Eles reclamam de tudo dizendo que isso e aquilo está errado. E quando não dizem nada, eles também não abrem a boca para pregar o evangelho e ainda falam mal dos obreiros e servos de Deus. Eles dizem: “Já que nossa igreja é tão pequena, por que vocês trabalham tanto assim? Vamos só pedir algo gostoso para comermos. Nós não precisamos trabalhar tanto assim. Vamos pedir uns sanduíches. Não tem problema algum termos um tempo assim juntos.” E quando os servos de Deus pregam para eles dizendo que eles também precisam pregar o evangelho no mundo inteiro para que as pessoas recebam a remissão de pecados, eles dizem: “O quê? Vocês estão malucos? Eu mal tenho dinheiro para comer e vocês querem que eu o gaste com o evangelho?” Pessoas assim não servem para nada em lugar algum.
É claro que muitos são assim porque não têm sabedoria espiritual. Basicamente, mesmo depois de um ano os novos convertidos ainda não têm sabedoria. E durante este período, precisamos entender suas ações sem sentido, procurando entender que eles não têm sabedoria porque são como crianças. Mas se eles continuarem dizendo e fazendo as mesmas coisas depois de três anos, nós podemos dizer que eles fizeram isso porque ainda estão perdidos. Já que só conhecem a si mesmos, eles precisam ser ainda mais tratados. E aqueles que fazem isso depois de dois anos de conversão? Estes são neutros, ou seja, neutros no gênero. Neutro não é algo que descreve algo que não é definido. Embora eu fique sem jeito de falar sobre isso, algumas pessoas fazem operação de mudança de sexo. Alguns são esquisitos e nem se parecem com homem ou mulher. E nos sentimos mal quando estamos perto deles, pois quando vemos alguém assim de longe nem dá para saber o que ele é de fato.
Amados irmãos, será que não tem problema algum nós sermos inúteis na igreja ou entre o povo de Deus? Estará tudo bem se formos abandonados por Deus? Claro que não! Será que não tem problema se formos tirados da preciosa obra de Deus? Claro que tem. Será que Deus vai ter que tirar de nós a obra de salvar almas?
Vamos analisar por alguns instantes agora por que temos que examinar nossa vida de fé com base no que Jesus disse. Ele disse: “Ou qual é o rei que, indo para combater outro rei, não se assenta primeiro para calcular se com dez mil homens poderá enfrentar o que vem contra ele com vinte mil?” Vamos dizer que entramos em guerra e temos dez mil soldados, mas o inimigo tem vinte mil. Mesmo assim temos que lutar. Então temos que ver o que vamos fazer. Se dois países entrarem em guerra, eles têm que fazer tudo para vencê-la. Ambos os lados precisa calcular muito bem se poder vencer e se vai lutar ou não. Neste caso, alguém tem que tomar uma decisão, não é? E esta decisão é entrar numa guerra ou não.
Mas se algum dos países decidir entrar na guerra sem antes se preparar, ele a perderá com certeza e todos irão morrer. Então, depois de calcular tudo, se não for algo viável, ele tem que enviar uma delegação e pedir condições de paz enquanto a guerra ainda não começou. É assim: “Precisamos mesmo lutar? É melhor não lutarmos um contra o outro. Quais são os seus termos? Nós queremos isso e aquilo. Vamos negociar.” Assim, ambos os lados fazem um compromisso que é benéfico para todos. É assim que uma negociação é feita.
O Senhor nos diz que temos que negociar com ele. “Se vocês quiserem me seguir, já que nasceram de novo, vocês têm que calcular os resultados agora. Deixem as coisas do mundo que não são importantes.” “Se vocês quiserem me seguir, vocês precisam analisar se vão buscar as coisas do mundo ao mesmo tempo. Vocês precisam ver se vão buscá-las ou não. E se vocês verem que não conseguirão seguir a ambos, você terão que desistir de tudo que diz respeito a vocês, ou seja, as coisas do mundo.” Nós temos que fazer isso. O que eu estou dizendo é que temos que voltar para o Senhor que nos deu tudo e servir a ele deixando tudo que não nos traz bem, felicidade ou bênção alguma. Eu estou dizendo que temos que ser discípulos do Senhor. Se não formos, seremos abandonados por ele porque aos seus olhos seremos inúteis.
Temos que entender bem o que o Senhor está dizendo aqui. Mas talvez haja aqueles que dizem assim: “Bom, sendo útil ou não, eu já recebi a remissão de pecados e tenho certeza de que tudo que preciso fazer é vir para a igreja. Então por que você continua trazendo exortações tão pesadas? Nisso eu já estou confuso. Então só tenho que continuar fazendo o que já venho fazendo. Fazer o que eu tenho feito no mundo já é tão difícil. Siga o seu caminho que eu sigo o meu. É isso.” Por isso, eu quero dizer algo a vocês e a mim também: temos que preparar tudo antes de seguirmos o Senhor. Eu quero que vocês analisem bem isso e então escolham que decisão tomar, seguir o Senhor ou as coisas do mundo que agradam vocês.
Alguns podem dizer: “Eu até quero servir ao Senhor, mas sou muito fraco para servi-lo.” Mas é normal titubearmos agora. Só que vamos deixar de lado por um minuto a carne que nos faz titubear. O mais importante é que nossa mente e coração não titubeiem. Se nosso coração titubear, seremos abandonados. Se nossa mente titubear e for fraca, cedo ou tarde deixaremos a igreja e nunca mais voltaremos. E também seremos pessoas sem utilidade alguma até no reino de Deus. E é isso o que o Senhor diz a alguém assim: “Você é um ser humano inútil.” E assim ele será reprovado. Mas mesmo sabendo disso, às vezes damos lugar à carne e pensamos assim: “Todos nós somos santos. Então, por favor, aceite minha fraqueza, não fique me dizendo não toda hora e tente estar ao meu lado sempre que puder até o Senhor voltar.” Mas o Senhor vai separar essas pessoas e dizer: “Vocês não servem para nada. Apesar de ter vindo a essa terra por vocês, deixado minha glória no céu, sido batizado, tirado todos os seus pecados, morrido e ressuscitado dos mortos para salvá-los, vocês não têm utilidade alguma para mim. A verdade é que eu sou seu Salvador, mas eu os vomitarei da minha boca porque vocês são inúteis.”
O Senhor não espera nada de pessoas inúteis assim; destes que vão para a igreja com o coração duro e nem examinam a si mesmos. Nós temos que analisar tudo pelo menos uma vez tendo entendimento da Palavra de Deus. Depois que nascemos de novo, temos que analisar, pelo menos uma vez, que caminho é o certo a seguir. Como eu disse antes, o Senhor nos disse que devemos decidir se vamos lutar ou procurar a paz calculando tudo detalhadamente, mesmo se formos lutar contra vinte mil soldados tendo apenas dez mil. Quando seguimos o Senhor também temos que fazer as coisas calculando tudo antes para seguirmos o que foi planejado. O que eu estou dizendo é que devemos calcular tudo muito bem e então seguir o Senhor. Os que seguem o Senhor sem calcular nada antes podem parecer resolutos, mas é isso o que ele diz para eles: “Vocês não são nada. Vocês na verdade são meus inimigos. Vocês podem ter se achegado a mim, mas são meus adversários, meus inimigos.” E é assim que devemos tratá-los também.
Estes jogam para os dois lados; em outras palavras, são agentes duplos. Agentes duplos são tratados como pessoas desprezíveis. Até hoje vemos agentes duplos sendo capturados na Alemanha unificada e em outras nações. Por quê? Porque antes da unificação havia nestes países muitos que estavam engajados em atividades secretas. Eles são mesmo cidadãos da Alemanha unificada, mas independente de que lado estavam, da Alemanha Oriental ou Ocidental, se forem capturados serão acusados por seus crimes. Apesar de que não há como acusar estes espiões, não importa de que lado estavam. Seria estranho acusá-los por seus crimes depois da unificação já que muitos ativistas políticos estão sendo libertados. No entanto, os que foram espiões duplos estão sendo acusados por seus crimes. As pessoas que não estão de um lado nem de outro são as mais perigosas.
Amados irmãos, o que eu estou dizendo é que vocês têm que calcular tudo muito bem para escolher que lado vão estar. Mas seja qual for, calcule tudo antes de escolhê-lo. Um corpo não pode se separar em dois, mas o coração pode ter todo tipo de coisas. O que eu estou dizendo é que depois de calcular tudo, vocês têm que buscar o que é bom para vocês. Vocês estão entendendo?
Calculem o resultado que terá sua vida de fé. Se vocês não fizerem isso, vocês ficarão aborrecidos quando o Senhor voltar e dirão: “Eu vivi de maneira errada.” E quando vocês disserem isso, o Senhor dirá de uma forma bem vulgar: “Vocês estão de sacanagem comigo. Sua boca só pode estar cheia de merda para vocês falarem isso. Vocês ainda não são merda nenhuma. Vocês ainda não estão prontos.” Mas vocês acham que é só isso que ele vai fazer? Ele também os separará do seu povo. O Senhor odeia tocar em pecadores que são imundos como fezes, e por isso ele dirá: “Ei, você! Não diga mais bobagens e venha aqui. Vá para o fogo que nunca se apaga. Você disse que não me conhece. Então eu também não te conheço.” Apesar de termos nascido de novo, se o Senhor disser que não nos conhece, é isso o que vai acontecer. Amados irmãos, se vocês não calcularem tudo muito bem antes e buscarem as coisas do mundo, é isso o que vai acontecer.
Vocês sabem por que muitos não conseguem voltar para a igreja depois que a deixam? Eles não receberam a remissão de pecados? Por que eles são assim? Eles não conseguem, antes de tudo, porque são fracos. Eles ficam com dúvida se podem voltar ou não e têm medo de não serem aceitos. Eles não podem voltar porque sua fé é fraca. No entanto, há os que voltam pela fé, sabendo que embora sejam mesmo falhos, o Senhor é seu Salvador e esta igreja é de fato sua igreja. A segunda razão que os impede de voltar para a Igreja de Deus é que eles convivem com seus inimigos por muito tempo. E isso faz com que eles pensem como eles. Já que vivem entre seus inimigos, eles acham que eles são seu povo e que seu país é o seu país. É por isso que eles nos consideram pessoas más quando nos veem. E eles pensam assim de nós: “Esse pessoal não vale nada. É gente da pior espécie.” Seus olhos pegam fogo e eles nos veem como seus inimigos. Eles veem nossos irmãos e servos de Deus não são como seus amigos, mas como pessoas que estão procurando prejudicá-los e matá-los. Essas pessoas são tidas como aquelas que foram cegadas por espíritos malignos e possuídas por demônios. Assim como quando usamos lentes vermelhas, tudo fica vermelho, e quando usamos lentes azuis, tudo fica azul, quando alguém é possuído por demônios, ele vê o povo de Deus e a Igreja de Deus como inimigos. É por isso que eles não conseguem voltar. Qual o resultado disso então? Eles são literalmente abandonados.
O que fez o homem que recebeu um talento? O que ele fez depois que cavou o chão com uma pá e disse: “Ah, Senhor, tu me salvaste. Obrigado?” Ele enterrou o evangelho da salvação. Alguém pode até dizer: “Eu vou cair em desgraça se pregar este evangelho. Se eu pregá-lo, meus irmãos serão muito duros comigo; todos os meus familiares serão duros comigo, meus irmãos, meus pais, meus filhos e minha esposa.” Então, quando recebe a remissão de pecados, ele a mantém segura cavando o chão com uma pá, enterrando o evangelho nele, o cobrindo com sujeira e tapando bem. E ele o entregará ao Senhor quando ele voltar. Ele vai tirá-lo do chão e dizer: “Eis aqui.” Porém o Senhor lhe dirá: “O que você fez esse tempo todo? Por que você o deixou apodrecer assim?” E ele responderá: “Você é um descarado. Você está querendo muito de mim só porque me deu uma coisinha, a salvação. Bom, se você me salvou dizendo que era de graça, foi de graça então, e isso é um presente. Só que agora você está me pedindo demais. Você parece um ditador e é muito rígido. Eu sou grato a você por ter me salvado, e é por isso que eu estou diante de você agora depois de guardar seu evangelho a salvo.”
Como você acha que o Senhor se sente com isso? A árvore tem que crescer para ter ramos, e seus ramos tem que crescer para dar frutos. Mas o Senhor arrancará esses frutos e os dará para outra pessoa, dizendo: “Eu quero que você tenha ainda mais na vida eterna, e que você faça a obra do evangelho para que sua recompensa seja ainda maior.” E ele também dirá: “Tire esse imbecil daqui e o mande para as trevas exteriores.” É isso o que vai acontecer.
Quem é abandonado não pode voltar para a igreja. Quantos desejam voltar para sua cidade natal mas não podem? Vocês conhecem a canção popular ‘Green, Green Grass of Home’, não conhecem?
‘Minha cidade natal não mudou nada
Quando eu desço do trem
Lá estão meu pai e minha mãe me esperando
Olho e vejo Mary correndo ao longo da estrada
Cabelos loirinhos e lábios de cereja
É bom tocar a grama verde de casa, bem verde’.
Letras assim são muito tocantes. E o que entendemos aqui é que quem a escreveu estava preso. E a letra ainda diz assim: ‘Então eu acordo e olho ao redor, vejo frias paredes cinzas ao meu redor e percebo que sim, eu estou sonhando’. Isso é o bastante para enlouquecer alguém. Todos têm uma cidade natal. É o lugar onde nascemos, onde crescemos e vivem todos que nos são mais chegados. E quando passamos por uma situação que não podemos voltar para lá, sentimos muita saudade dela. Não é horrível quando não podemos visitar nosso país ou nossa terra natal? O mesmo acontecerá conosco espiritualmente se não pudermos voltar para a igreja.
Quando alguém tenta pregar este evangelho sozinho neste mundo depois de deixar a igreja, ele é tratado como inimigo. O mundo olha para ele como se fosse seu inimigo. “Esse cara é um idiota. Nós somos os únicos que podem pregar a Palavra, e ele ainda está fazendo isso sozinho. Esse cara é uma piada.” Eu sei que minhas palavras podem parecer duras, mas não minha intenção. As pessoas dizem palavras duras que podem até matar alguém. Amados irmãos, vocês conhecem as palavras que podem ferir as pessoas, não conhecem? É isso que eu estou falando, palavras que tem um alvo certo. São palavras duras e sem piedade como A Espada do Dragão Verde da Lua Crescente usadas por Guan Yu, um personagem do Romance dos Três Reinos. Espadas como esta são tão espessas que é preciso mais de um dia para afiá-las. Leva tempo para afiá-las. E por que eles fazem isso? Para destruir o exército inimigo. Eles estão sempre afiando a ponta da espada. Até os que são do evangelho serão considerados inúteis e abandonados se quiserem buscar o Senhor sem calcular tudo antes.
Não temos outra escolha senão seguir o Senhor pela fé. E todos precisam entender isso pela fé. Caso contrário, acabarão morrendo. Eles morreram aos poucos ao longo da sua vida. E podemos ver claramente seu futuro: “Você está morrendo agora porque é assim, mas isso logo vai acabar.” Apesar de sabermos disso tudo, não há nada que possamos fazer. Amados irmãos, a fé é algo pessoal. Por que seríamos pessoas inúteis? Por que não faríamos os cálculos antes? Nós poderemos ser bons discípulos do Senhor e levar uma vida digna recebendo suas bênçãos se o seguirmos depois de termos calculado bem tudo e escolhido o caminho certo a seguir.
Mas se tentarmos viver sem fazer os cálculos primeiro, nós seremos dia e noite contaminados com a bebida do mundo. Apesar de vivermos no mundo, não podemos ter parte com ele, e sim lutar contra ele a fim de não sermos alguém inútil para o reino de Deus. Caso contrário, não teremos nenhuma utilidade para Deus. O que eu quero dizer é que jamais devemos ser alguém assim. Sigam o Senhor só depois de fazer os cálculos primeiro. Temos que segui-lo pela fé. Não sabemos como será o dia de amanhã. Por vezes eu fico pensando e acho que até alguns pastores deixarão a igreja quando vier a Tribulação. Só restarão poucos pastores e obreiros na igreja. O que acontecerá depois é algo muito sério. E quando eu vejo nossos pastores fazendo a obra hoje, eu tenho muitos exemplos disso. Sempre que eu penso nisso, meu coração se endurece e eu não aceito de modo algum sua fé dividida. A verdade é que eu fico louco nessas horas.
Eu não tenho tempo nem forças para ficar olhando para trás e para minhas limitações ao lidar com as pessoas deste mundo, pois eu não lido apenas com alguns poucos, mas com toda a população mundial. Então eu vejo que se deixar os crentes que têm um coração dividido fazer isso, como eu disse antes, o resultado com certeza não será bom. Ao olhar tudo pelos olhos da fé e calcular tudo pela fé também, eu posso ver como tudo vai acontecer realmente. É muito óbvio. Eu estou dizendo que isso vai acontecer por causa das suas falhas, mas porque não foram feitos os cálculos antes de seguir o Senhor, ou seja, sem considerar no coração que caminho seguir. Se eu deixar vocês fazerem o que quiserem, eu tenho certeza que o resultado não será nada bom. Vocês até que estarão bastante ocupados, mas não poderão ser discípulos do Senhor. Vocês não serão pessoas a quem o Senhor poderá usar com alegria de coração. Vocês acham que isso não vai acontecer?
Amados irmãos, vocês precisam seguir o Senhor com determinação se quiserem mesmo fazer isso. Queira gostem ou não, vocês têm que escolher fazer isso depois de calcular tudo. Apesar de serem falhos, o Senhor os ajudará a segui-lo até o fim. Ele lhes dará seu amor e suas bênçãos. Vocês viverão na força do Senhor. Mas se vocês o seguirem sem calcular tudo primeiro, nem uma vez sequer, vocês pararão no meio do caminho quando algo der errado. Isso acontece com quem não faz os cálculos primeiro. Quem mais tem medo é aquele que não calcula tudo antes. E os ignorantes são os mais medrosos. Vocês não têm ideia de como isso é perigoso.
Os cálculos da fé têm ser feitos muito bem. Mas é claro que também temos que calcular bem as coisas materiais. Fazer algo sem calcular antes é perigoso, muito perigoso mesmo. É mais perigoso que o comunismo. Vocês estão seguindo o Senhor, mas já fizeram bem os cálculos antes? Vocês estão seguindo-o, mas já fizeram bem os cálculos pelo menos uma vez? “Bom, eu costumava calcular tudo antes, mas por que preciso fazer isso agora? Como dizem por aí, o que é bom é bom? Eu acho que a melhor coisa é a ‘compatibilidade’.” Vocês fazem suas escolhas assim também? Como vocês sabem, Cheonan é uma cidade histórica que fica na região central da Coreia. Todas as grandes rodovias do sul da Coreia convergem para esta cidade. Então ela é famosa desde a antiguidade e conhecida como ‘Cheonan Central’. Dali se leva a muitos lugares. No passado então os viajantes costumavam ficar ali vários dias, o que fez prosperar muito a cidade. Mas era preciso calcular tudo muito bem antes de escolher que caminho tomar. Até algo simples assim tinha que ser bem calculado antes. Mas apesar dos cálculos da fé, será que não tem problema se não calcularmos bem antes de seguirmos o Senhor?
 
 

Só Nos Tornamos Discípulos do Senhor Se Calcularmos Bem Antes

 
Mas se calcularmos mal, acabaremos fracassando e sendo pessoas totalmente inúteis. Então temos que fazer a escolha certa analisando bem se queremos seguir o Senhor. Já é meio dia e eu acho que vai ficar cansativo se eu continuar. De todo modo, vocês entendem o que quero dizer, não é? Eu já calculei o meu tempo, não é verdade? E todos vocês sabem como fazer cálculos, não sabem? Eu só espero que não haja nenhum tolo entre vocês que fará guerra contra vinte mil soldados tendo apenas mil. Eu só espero que não haja nenhum tolo entre vocês que desistirá de seguir o Senhor por achar que o que possui não é algo tão valioso assim.
Se vocês juntarem tudo que possuem não é algo valioso? O quanto ganhamos quando seguimos o Senhor? Vocês têm que calcular isso muito bem. Vocês têm que aprender como calcular tudo muito bem. Há muitos que não sabem fazer estes cálculos. Mas digo novamente, não se impressionem com o que eles sabem calcular muito bem me termos carnais, pois eles são muito ruins em fazer cálculos espirituais. Como chamamos esse tipo de gente? Nós os chamamos de tapados, imbecis. Eu acho que há muitos que não sabem calcular muito bem principalmente entre os jovens. Eu acho que os jovens hoje em dia não são muito bons em matemática. E eu não sei como eles irão para a faculdade sendo tão incompetentes. Só que há muitas faculdades hoje em dia com o nível muito baixo que recebem estes alunos. Na verdade, ninguém aprende muito na faculdade. Contanto que alguém se saia bem na escola, ele vai se dar bem na sociedade. Há pessoas que foram para a faculdade cheios de pompa, mas acabaram perdendo dinheiro. Eles saíram com um diploma, mas não encontraram nenhuma serventia para ele.
Eu tenho alguns amigos que são professores universitários, mas como eu disse, com a queda no padrão das faculdades, muitos estão deixando o emprego. Eles desistem cedo da sua profissão, pois acham que não vale mais a pena ensinar alguém. Eu estou dizendo que tenho amigos que deixaram o giz e o quadro negro e abraçaram a Bíblia com todas as duas forças. O que eles fizeram foi algo fora do comum. Por serem professores, eles sabem calcular tudo muito bem. Mas muitos hoje em dia não sabem calcular assim. Eles começam a trabalhar numa empresa depois de quatro anos de faculdade com um salário mensal de cerca de 1.500 reais. Depois disso, eles conseguem ganhar de 2.500 a 4.500 mil reais no máximo. E ao que parece, muitos deixam de viver para ganhar isso. A estes nós chamamos de idiotas. Quem não sabe calcular leva as pessoas que estão sob sua direção a sofrer muito. As irmãs aqui que querem um noivo precisam encontrar um irmão que seja bom em calcular. Mas se ele não for, mande-o embora. Mesmo que um irmão pareça bobo e não seja muito atraente fisicamente, se ele for rápido em calcular, ele fará bem o seu papel. Procurem um homem assim. E o mesmo vale para os irmãos. Quando vocês procurarem uma irmã, se tudo que ela souber fazer é andar bonitinha e calcular tudo muito bem pelo lado carnal, mas não souber calcular pelo lado espiritual, cuspa na cara dela. Vocês não podem se relacionar com alguém assim. No entanto, se ela souber calcular bem pelo lado espiritual, você pode dizer: “Uau, ela é maravilhosa. Eu achava que ela só era bonita por fora, mas agora vejo que ela também é bonita por dentro.” Quando vocês encontrarem uma irmã assim, casem com ela na mesma hora.
Meu Deus, já que a hora do almoço está perto e o tempo está passando rápido, vocês devem estar pensando: “Por que ele não acaba logo?” Quando eu estou com vocês, eu quero compartilhar tudo que está em meu coração. Isso é maravilhoso quando todos nós estamos juntos aqui. Mas, por outro lado, eu estou preocupado com alguns de vocês. Eu me preocupo e às vezes penso assim: “Meu Deus, todos eles estão morrendo. O que eu devo fazer então? Se eu deixá-los por um segundo que seja, eles simplesmente morrerão. Por que eu não ensino a eles como calcular então? Se eles puderem calcular bem, eles ficarão firmes na sua fé no Senhor.” Embora pareça soberbo, eu penso assim às vezes.
Amados irmãos, o Senhor gosta de quem sabe calcular bem. Quem não sabe calcular não vale nada. Por mais que seja forte, bonito e cheio de virtudes, quem não sabe calcular, isto é, quem tem a mente cauterizada não pode ser muito usado pelo Senhor. O mesmo acontece no reino de Deus. Eu acho que lá só haverá pessoas inteligentes. Mas eu não estou falando dos que são inteligentes humanamente, mas espiritualmente. Vocês estão entendendo? Eu espero que todos vocês irmãos sejam muito bons em calcular.