คำสอน

Assunto 22: O Evangelho segundo LUCAS

[Capítulo 23-1] Não Choreis por Mim, Mas por Vós Mesmas e por Vossos Filhos (Lucas 23:26-38)

Não Choreis por Mim, Mas por Vós Mesmas e por Vossos Filhos(Lucas 23:26-38)
“E, quando o iam levando, tomaram um certo Simão, cireneu, que vinha do campo, e puseram-lhe a cruz às costas, para que a levasse após Jesus. E seguia-o grande multidão de povo e de mulheres, as quais batiam nos peitos e o lamentavam. Porém Jesus, voltando-se para elas, disse: Filhas de Jerusalém, não choreis por mim; chorai, antes, por vós mesmas e por vossos filhos. Porque eis que hão de vir dias em que dirão: Bem-aventuradas as estéreis, e os ventres que não geraram, e os peitos que não amamentaram! Então, começarão a dizer aos montes: Caí sobre nós! E aos outeiros: Cobri-nos! Porque, se ao madeiro verde fazem isso, que se fará ao seco? E também conduziram outros dois, que eram malfeitores, para com ele serem mortos. E, quando chegaram ao lugar chamado a Caveira, ali o crucificaram e aos malfeitores, um, à direita, e outro, à esquerda. E dizia Jesus: Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem. E, repartindo as suas vestes, lançaram sortes. E o povo estava olhando. E também os príncipes zombavam dele, dizendo: Aos outros salvou; salve-se a si mesmo, se este é o Cristo, o escolhido de Deus. E também os soldados escarneciam dele, chegando-se a ele, e apresentando-lhe vinagre, e dizendo: Se tu és o Rei dos judeus, salva-te a ti mesmo. E também, por cima dele, estava um título, escrito em letras gregas, romanas e hebraicas: ESTE É O REI DOS JUDEUS.”
 
 

Por que Devemos Chorar?

 
O que nos dá mais medo em nossa vida espiritual? Quem é nosso grande inimigo, nosso maior adversário em nossa vida espiritual? São os nossos pensamentos carnais. Frequentemente eles surgem e vêm nos assombrar. Nossos pensamentos carnais continuarão surgindo até que sejamos transformados em novas criaturas. Por isso é tão fácil darmos lugar a eles e, como resultado, acabarmos nos tornando adversários de Jesus mesmo conhecendo-o e crendo nele. E isso acontece porque não podemos pensar nas coisas espirituais quando estamos imersos em pensamentos carnais. E quando isso acontece acabamos virando as costas para Jesus porque aos poucos nossa fé vai desaparecendo e acaba morrendo. Ficamos iguais a Judas Iscariotes que traiu Jesus no fim, embora fosse um dos doze discípulos do Senhor.
A Bíblia diz: “Porque os que se inclinam para a carne cogitam das coisas da carne; mas os que se inclinam para o Espírito, das coisas do Espírito.Porque o pendor da carne dá para a morte, mas o do Espírito, para a vida e paz. Por isso, o pendor da carne é inimizade contra Deus, pois não está sujeito à lei de Deus, nem mesmo pode estar. Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus” (Romanos 8:5-8). Nós devemos saber que os pensamentos carnais ainda existem em nós e nos perturbam, mas devemos estar firmados espiritualmente. A coisa mais certa para você e eu guardarmos é o pensamento espiritual e a fé espiritual. Nos tornamos sábios quando estamos firmados espiritualmente, isto é, quando pensamos primeiro na obra espiritual. E eu também creio que só podemos viver uma vida espiritual bem sucedida quando seguimos a Deus assim.
O domingo de Páscoa acontece todo ano na primavera. Geralmente o domingo de Páscoa é o primeiro domingo depois da lua cheia, que acontece logo depois do equinócio de primavera. O domingo de Páscoa é calculado assim porque foi criado baseando-se no calendário lunar judeu. O domingo de Páscoa este ano cairá no dia 15 de abril. Hoje é 1 de abril. Os cristãos chamam a próxima semana, uma semana antes da Páscoa, como a semana da paixão, jejuam durante esta semana, pensam na paixão de Jesus e participam deste sofrimento através de algum tipo de asceticismo ou separando toda comida que eles não comem durante o jejum para dá-la aos pobres. Então eles compartilham e comem ovos cozidos na manhã do domingo de Páscoa. É assim que eles vivem com um novo coração. Embora este costume seja um ritual religioso da época, muitos pensam de forma carnal sobre ele e consideram a semana de Páscoa deprimente.
Vemos no texto bíblico deste capítulo que um homem cireneu ia passando enquanto Jesus levava a cruz e os romanos o abrigaram a levá-la para ele. Muitos naquela hora bateram no peito e se lamentaram enquanto seguiam Jesus até o Gólgota. Eles estavam chorando porque Jesus estava sendo levado para sua execução, embora não merecesse ser morto. Naquela hora nosso Senhor disse: “Não tem problema terem pena de mim. Mas chorem por si mesmos e por seus descendentes ao invés de chorarem por mim”. Ele disse: “Filhas de Jerusalém, não choreis por mim; chorai, antes, por vós mesmas e por vossos filhos” (Lucas 23:28). Naquele momento, muitas mulheres em Jerusalém seguiam Jesus e tentaram parar a execução, mas o Senhor disse que elas deveriam chorar por si mesmas e por seus filhos, ao invés de chorarem por ele. Assim está escrito na Bíblia.
Por que Jesus falou assim, já que sabia que iria morrer, que tantas pessoas gostavam dele e sentiam pena dele? Por que ele disse isso enquanto as pessoas batiam no peito e choravam por tristeza e dor pela morte que ele sofreria, ou seja, a morte que ele teria pelos pecadores deste mundo. Por que Jesus disse isso às mulheres: “Filhas de Jerusalém, não choreis por mim; chorai, antes, por vós mesmas e por vossos filhos?”
 
 

Muitos Cristãos Ficam Deprimidos na Semana Santa

 
Ao lembrar o significado da semana de Páscoa, os cristãos se abstêm de atividades físicas do mundo, não comem comidas extravagantes e não desfrutam das delícias terrenas, levando uma vida ascética. Isso acontece porque eles normalmente que esta é a maneira certa de participar da paixão de Cristo. É claro que estas coisas também estão certas. Eu não estou dizendo que é errado considerarmos estas coisas importantes. No entanto, o que foi que o Senhor disse para você e para mim? Ele disse: “Não choreis por mim; chorai, antes, por vós mesmas e por vossos filhos”. Através desta palavra podemos pensar qual é a atitude certa para nós crentes, além de ficarmos tristes durante a semana santa.
Jesus nos diz agora: “Pense nisso. Quantos pecados você cometeu até hoje? Não é você este pecador que iria para o inferno no futuro? Não é você que iria para o inferno por causa dos seus pensamentos carnais e dos pecados que cometeu durante toda a sua vida? Não é você que seria lançado no inferno e sofreria terrivelmente? Não é você e seus descendentes que também sofreriam assim? Portanto, não seria melhor você pensar no fato de que você e seus descendentes iriam para o inferno e chorar e lamentar por isso? Por que então vocês estão chorando por mim? Eu pareço digno de pena a vocês porque estou sendo levado para o lugar da execução? Chorem por si mesmos e por seus descendentes ao invés de ter pena e se compadecer de mim. Eu sou um ser digno de pena? Eu vim a este mundo segundo a vontade de Deus e levei sobre mim os pecados do mundo ao ser batizado por João Batista. Portanto, eu vou salvar vocês ao carregar os pecados do mundo, morrendo na cruz e ressuscitando dos mortos. Então pode então vocês ficarem tristes por mim e terem pena de mim? Pelo contrário, tenham pena de si mesmos. Chorem por seus descendentes. Não está claro que vocês irão para o inferno depois de viver neste mundo? Vocês então não deveriam bater no peito e chorar para receber a remissão de pecados? É errado vocês chorarem por mim ao invés de olharem para si mesmos. Os únicos que são dignos de pena são vocês, não eu”. E isso o que o Senhor está nos dizendo aqui.
A próxima semana é a semana santa. No que devemos pensar durante a semana santa, que comemora o dia em que Jesus foi crucificado? No que os cristãos do mundo todo e nós que cremos no evangelho da água e do Espírito devemos pensar? Devemos lembrar de quantas vezes pensamos e fazemos coisas carnais e vamos contra a vontade de Deus enquanto vivemos neste mundo. Ao invés de ficarmos tristes pelo sofrimento e morte do Senhor, devemos entender que somos pessoas que merecem ir para o inferno por causa do pecado, e ficar felizes e gratos pelo fato de o nosso Senhor ter apagado todos eles ao levá-los sobre si quando morreu na cruz. Ao invés de chorar por Jesus e ter pena dele, devemos entender que ele morreu na cruz e completou nossa salvação através de sua morte porque foi batizado para levar nossos pecados sobre si. Devemos compreender isso e ser os santos que estão sempre gratos a Deus.
Por mais que até hoje tenhamos dado graças a Deus com uma firme fé, devemos dar ainda mais graças ao celebrarmos esta época tão especial. Devemos confessar: “Tu és o Cristo, o filho do Deus vivo. Realmente tu apagaste todos os nossos pecados e te tornaste nosso Salvador. Tu nos salvaste com a água e o Espírito. Tu foste batizado, derramaste teu sangue na cruz e ressuscitaste dos mortos para nos salvar de uma forma perfeita. Tu és o nosso Rei, o Sumo Sacerdote que apagou os nossos pecados e o profeta que nos ensina toda a verdade”. Devemos crer e depender assim do Senhor, dar graças por ele nos ter salvado e confessar a fé por mil vezes se necessário for. Isso é mesmo muito proveitoso para nós. Ao invés de chorarmos pelo Senhor, ao invés de jejuarmos ao pensar na paixão de Cristo, ao invés de praticarmos o asceticismo sentindo pena do Senhor, devemos, ao contrário, pensar que o Senhor nos salvou do pecado e que ele se tornou o perfeito Salvador de todos nós que éramos miseráveis, e pela fé sermos gratos assim. Devemos mesmo ser pessoas assim. É isso o que o Senhor deseja.
Então não devemos ficar tristes só porque é semana santa. Devemos, ao contrário, dar mais graças ao Senhor por crermos nele. Devemos tornar nossa fé ainda mais firme porque o Senhor se alegra conosco quando somos pessoas que têm uma fé poderosa.
Se não tomarmos cuidado, podemos dar lugar aos pensamentos carnais e ficar deprimidos porque a semana santa está se aproximando, principalmente porque está chovendo melancolicamente lá fora. É claro que há momentos em que pensamos em outras coisas além da obra de Deus. Eu sou assim também. Mas nunca podemos nos esquecer que Jesus Cristo nos salvou de todos os nossos pecados. Na verdade, pessoas como nós não são miseráveis e falhas? No entanto, nosso Senhor nos salvou de uma forma perfeita. Vamos sempre pensar assim e gravar isso em nosso coração, meditar nisso e confessar nossa fé na presença de Deus. E por mais que confessássemos isso um bilhão de vezes, ainda assim não seria suficiente. Até irmos para o reino de Deus, não será suficiente apenas confessar: “O Senhor é o Cristo, o filho do Deus vivo”. Devemos confessar nossa fé muitas vezes ao dia, centenas de vezes ao mês assim: “O Senhor apagou todos os meus pecados de forma perfeita através do evangelho da água e do Espírito”. Nós podemos fazer a obra de Deus com a fé coreta e ir para o reino de Deus depois que fizermos isso.
Enquanto trabalho para o ministério de literatura, eu tenho interpretado e pregado a Palavra sob diferentes aspectos, mas nunca disse algo sem deixar de mencionar o evangelho da água e do Espírito. Eu devo ter esquecido de fazer isso algumas vezes enquanto pregava um sermão. Mas normalmente insiro o verdadeiro evangelho de propósito enquanto trabalho para o ministério de literatura. Eu repito isso centenas e milhares de vezes para confirmar. Eu insiro sempre isso neste e naquele livro. Quando as pessoas lerem minha pregação no livro de Romanos, elas talvez vão pensar assim: “Eu deveria ler este livro somente sob a perspectiva do livro de Romanos”. Mas eu inseri o evangelho da água e do Espírito nele também. Assim quem ler o livro poderá meditar no evangelho da água e do Espírito e entender bem o evangelho. E quando isso acontecer, as pessoas poderão pensar de forma mais verdadeira, ter a fé correta, viver com mais fé ainda na presença de Deus, olhar para si mesmas e ver o quanto são fracas, e assim dar mais graças a Deus ainda. Deste modo elas serão pessoas com a fé mais fortalecida.
 
 

Você e Eu não Podemos Evitar Pensar em Coisas Carnais

 
Eu entendo isso muito bem, pois também sou assim. Nossos pensamentos carnais nos perturbam todos os dias, e isso vem nos oprimindo até hoje. E provavelmente será assim no futuro também. Para aquele gosta de pescar, pensar sobre pescaria toma conta dele; para aquele que gosta de jogar no computador, os pensamentos sobre isso tomam conta dele; e todos estes pensamentos passam a consumi-los sem parar. Mas e você? Os pensamentos carnais não vivem rodeando você? Nós seres humanos constantemente planejamos coisas más como uma aranha tece uma teia para pegar insetos. Fazemos isso mesmo sem saber o que estamos fazendo.
Seus pensamentos são espirituais ou carnais? É suficiente nós batermos em nosso peito e sentirmos pena de Jesus, como as filhas de Jerusalém fizeram? Isso importa mesmo para Jesus? Não, não importa. Pensamentos carnais rondam nosso coração. E isso significa que nossa carne faz o que lhe é conveniente, mesmo quando não temos consciência disso. Nós mentimos com uma mente carnal, somos contra o Senhor com sua mente carnal, nos importamos apenas conosco com sua mente carnal, e fazemos outros caírem em uma armadilha com nossa mente carnal. Quando permitimos tais pensamentos carnais, devemos voltar rapidamente para a presença do Senhor. Devemos pensar nas coisas espirituais. Devemos olhar para o nosso verdadeiro eu, nem que seja cem vezes ao dia. Nós precisamos olhar para o nosso verdadeiro eu que comete tantos pecados e lembrar sempre que, através do evangelho da água e do Espírito, o Senhor salvou a você e a mim que éramos assim. Devemos constantemente fazer nossa confissão de fé. Nosso coração encontra equilíbrio, nosso corpo encontra equilíbrio e a direção da nossa fé encontra equilíbrio quando constantemente confessamos que o Senhor nos salvou mesmo com o evangelho da água e do Espírito.
Por mais que tenhamos recebido a remissão de pecados, se fizermos a obra do Senhor negligentemente, esta obra não se cumprirá. Devemos primeiro pensar na obra de Deus. Devemos fazer a confissão de fé centenas ou até milhares de vezes ao dia. Somente assim levaremos esta vida espiritual com a qual o Senhor se agrada. O que o Senhor disse? Ele disse: “Filhas de Jerusalém, não choreis por mim; chorai, antes, por vós mesmas e por vossos filhos”. Então de quem devemos ter pena? Deve ser de Jesus ou de nós? Somos seres que deveriam sentir pena de si mesmos. Embora tenhamos recebido a salvação pela fé, estamos prontos a fazer com que outros caiam numa armadilha e nós mesmos cairemos nela quando nos envolvermos em pensamentos carnais, como a presa de uma aranha em sua teia. Isso mostra que os pensamentos carnais tramam uma armadilha para fazer cair até os próprios santos e a igreja.
Já que somos assim, precisamos entender que não somos corretos e depender somente do Senhor. Devemos crer que o Senhor levou todos os nossos pecados através de seu batismo, entender por que ele teve que derramar seu sangue na cruz, e dar graças pela obra da sua salvação. Devemos sempre dar graças com fé. Às vezes erramos e o resultado de tudo acaba sendo errado também. Se formos contra o evangelho, contra os servos de Deus, contra o povo de Deus e até mesmo contra Deus, mesmo dizendo que cremos nele, então não importa se cremos em Deus no passado ou não. Isso passa a não importar mais. Portanto, devemos sempre olhar para nós, chorar por nós mesmos e professar nossa fé na presença de Deus. Este é o único modo de sermos fiéis em nossa vida de fé.
O Senhor disse: “Porque eis que hão de vir dias em que dirão: ‘Bem-aventuradas as estéreis, e os ventres que não geraram, e os peitos que não amamentaram!’ Então, começarão a dizer aos montes: Caí sobre nós! E aos outeiros: Cobri-nos!”’ Isso acontecerá no dia em que chegar o fim. O Senhor disse: “Bem-aventuradas as estéreis, e os ventres que não geraram, e os peitos que não amamentaram!” O que esta Palavra quer dizer? Ela diz que será uma bênção para aquelas que não estiverem grávidas, para aquelas que não estiverem amamentando um filho na época em que o mundo for destruído, ou seja, para aqueles que não estiverem apegados às coisas do mundo e não fazem mais a obra do mundo.
No futuro Deus julgará os que tiverem pecado, os que forem contra ele. Como devemos viver então? Enquanto vivermos neste mundo, devemos olhar para o Senhor e seguir a ele somente. O Senhor disse para olharmos para nós mesmos, chorar por nós mesmos e ficarmos firmes com fé. O Senhor também disse: “Porque, se ao madeiro verde fazem isso, que se fará ao seco?” Como diz em sua Palavra, verdadeiramente o Senhor virá a este mundo para julgar. Aqueles que ainda põem sua esperança neste mundo são tolos e serão todos destruídos. Eles são pessoas tolas demais. Eu fico triste quando prego este sermão, e vocês também, porque este mundo certamente será destruído no futuro. É por isso que sempre que posso eu tento pregar sermões positivos. No entanto, hoje foi exceção porque eu já disse coisas tristes.
O Senhor disse que haverá muitos batendo no peito e chorando dentre os que serão julgados por ele. É por isso que ele disse que deveríamos chorar por nós mesmos e por nossos descendentes ao invés de chorar por ele. Havia uma mulher conhecida naquele tempo chamada Maria Madalena. Ela encontrou o Senhor, recebeu a remissão de pecados e começou a levar uma vida espiritual depois de compreender que Jesus era o Salvador. Um dia então, ela presenciou Jesus sendo levado até a cruz. Ela bateu em seu peito e chorou porque ela amava Jesus espiritualmente; e uma amiga sua também fez isso junto com ela. Então, quando Maria perguntou a ela porque chorava, ela disse que estava chorando porque também estava triste depois de ouvir as pessoas dizendo: “Jesus não deveria ter sido executado. Mas os judeus, principalmente o líder dos sacerdotes, os anciãos e os religiosos, incriminaram Jesus falsamente, e por isso ele está sendo executado assim”.
 
 
Sua Amiga Pensava de Forma Errada
 
Ela não pensou que também morreria e que seria julgada na presença de Deus. O Senhor foi à cruz porque levou todos os pecados do mundo no rio Jordão. Mas dentre aqueles que choravam por Jesus, os que tinham pecado em seu coração receberiam um julgamento terrível e sofreriam eternamente. Mas eles choravam por Jesus sem saber disso. Haverá realmente um julgamento para cada pecador dessa terra. A Bíblia diz: “E, assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo” (Hebreus 9:27). Este é um princípio pré-estabelecido por Deus de que o homem morre apenas uma vez após ter nascido. Além disso, certamente haverá um julgamento depois que todos morrerem. Mas para aqueles que confessam sua fé e seguem o Senhor, há uma recompensa ao invés de um julgamento assustador.
Vamos ver a Palavra no evangelho de Lucas capítulo 23, versículos 32 a 38. Jesus recebeu a pena de morte junto com dois outros homens que foram até o Gólgota com ele. Os dois outros foram crucificados juntos com Jesus ali. Então Jesus disse: “Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem”. Então os soldados romanos repartiram suas vestes e lançaram sorte sobre ela. Os governantes zombaram de Jesus dizendo: “Aos outros salvou; salve-se a si mesmo, se este é o Cristo, o escolhido de Deus”, e puseram uma tábua acima de sua cabeça escrita em grego, latim e hebraico: “ESSE É O REI DOS JUDEUS”.
Os fariseus também zombaram dele, dizendo: “Enquanto estava vivo ele fazia coisas como perdoar e purificar os pecados de uma mulher apanhada em adultério. Olhem para ele agora”. Eles cuspiram, escarneceram e zombaram dele. Eles zombaram dele, dizendo: “Salve-se a si mesmo se você é o Cristo. Você disse que era o Rei dos reis, então salve primeiro a si mesmo. Você não deveria salvar a si mesmo já que é rei?” Jesus é o verdadeiro Rei. Jesus é o Rei dos judeus, o Rei das pessoas do mundo todo que creem no evangelho da água e do Espírito, e o Rei de toda a criação. Ele é o verdadeiro Rei. Ele é o verdadeiro Salvador. Ele foi o Sumo Sacerdote que apagou todos os pecados do homem. Jesus é o verdadeiro Rei, embora as pessoas daquela época zombassem dele.
No entanto, os que escreveram “o Rei dos judeus” quando o crucificaram estavam zombando de que ele era rei. Eles escarneciam dizendo: “Salve a si mesmo se você é rei. Como você pode dizer que é o rei dos judeus quando não consegue nem salvar a si mesmo?”
Jesus foi crucificado não porque não era o Rei dos judeus. Ele foi crucificado porque entregou a si mesmo na cruz voluntariamente para salvar você, a mim e a toda a humanidade. Isso mostra que Jesus como Rei, Salvador e Profeta deu sua própria vida para nos salvar.
Jesus fez isso porque ele é o verdadeiro Rei que amava seu povo, e não porque era fraco. Ele veio a este mundo para salvar seu povo. O Senhor disse para não nos preocuparmos porque ele sabia que ressuscitaria dos mortos em três dias. Ele entregou seu corpo na presença de Deus e foi batizado; morreu na cruz para salvar a você, a mim, e a todos aqueles no mundo inteiro que creem nele. Isso significa que o Senhor se tornou nosso verdadeiro Salvador ao entregar seu corpo.
Você crê nisso? Jesus é mesmo o Cristo. Verdadeiramente ele é o Cristo. A palavra ‘Cristo’ significa rei, sumo sacerdote e profeta. Quem é o Rei dos reis? Quem é aquele que julgará todas as pessoas deste mundo? Quem é aquele que julgará o diabo? Jesus Cristo.
 
 

Jesus Fala aos Cristãos Pecadores e aos Muitos Religiosos que Sentiam Pena Dele

 
Jesus quer que choremos por nós mesmos e não por ele. Aqueles que não receberam a remissão de pecados e não creem no evangelho da água e do Espírito que o Senhor lhes deu, os que não creem em Jesus e não lançam fora seus pensamentos carnais devem chorar por si mesmos agora. Eles têm que fazer isso porque serão lançados no fogo eterno se não seguir o Senhor com fé, se não voltar a ter pensamentos espirituais até o dia que o Senhor retornar e não confessar sua fé no Senhor. Portanto, eles devem bater em seu peito e chorar agora por si mesmos e por seus descendentes.
Jesus é o verdadeiro Profeta. Ele nos ensinou todas as coisas. Jesus nos ensinou a reconhecer que somos pecadores e como recebemos a purificação dos pecados. O Senhor disse: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Os que creem em mim jamais serão destruídos e receberão a vida eterna. Ninguém vem ao Pai senão por mim”. O Senhor nos ensina tudo em sua Palavra. Portanto, devemos crer agora com nosso coração e seguir ao Senhor com ação de graças.
Nós acabaremos morrendo se só dermos lugar aos nossos pensamentos carnais, dizendo: “Para mim chega, pois já recebi a salvação”. Precisamos entender que nenhum ser humano pode sempre viver com fé. Devemos professar nossa fé a cada dia e a cada momento seguir ao Senhor. Assim como vocês, eu também preciso fazer isso. Eu não quero que vocês sejam julgados depois de levar uma vida de fé errada e morram. Eu não quero que vocês sejam aqueles que acabam morrendo por seguir pensamentos carnais, aqueles que se viram contra Deus. Não há realmente muitos que seguira para a destruição depois de levar uma vida espiritual assim? Para ser sincero, eles eram iguais a nós, mas ficaram assim porque deram lugar aos seus pensamentos carnais.
Se Jesus já se tornou nosso Senhor, então ele é o nosso Senhor eterno. Jamais devemos pensar assim: “Você já se tornou meu Senhor uma vez, mas eu gostaria de esquecer você um pouco. Vamos nos encontrar depois do arrebatamento”. Se você seguir o Senhor por algum tempo mas depois se afastar dele, você se tornará seu inimigo. Se você só segue seus próprios pensamentos carnais, não fique na igreja de Deus e não se ajunte com os obreiros de Deus, pois só a morte o espera. Só haverá destruição para você. Assim como Judas, seria melhor alguém assim nunca ter nascido.
Satanás está tentando pôr muitas coisas em seu coração agora. Você sabe disso, não é? Mas isso não importa. Pense em si mesmo. Se você por acaso cedeu aos pensamentos carnais, pense em quantas maldades você está fazendo, quanto mal você está tramando e se arrependa. Agora mesmo dê graças ao Senhor que o salvou apesar de você ser assim e siga-o imediatamente. Você só tem que desejar continuamente seguir o Senhor com fé e manter sua mente nas coisas espirituais, embora você seja falho. Você tem que ser assim. É uma arrogância pensar: “Eu fiz o possível em minha vida espiritual. Eu sei o que fazer mesmo que você não fale nada comigo. Eu posso fazer tudo o que você faz”. Esse tipo de arrogância é o caminho da destruição que leva à morte.
Você e eu devemos nos encontrar com o Senhor depois de vivermos com fé e sempre confessarmos esta fé. Devemos ser o apoio para salvar a alma das pessoas. Você já viu uma árvore antiga? Mesmo que o interior dela esteja podre, sua parte exterior continua viva. Novas mudas e folhas brotam dela. Quando chegamos perto de um pinheiro, podemos ver milhares de pinheiros pequenos crescendo das sementes que caíram dele mesmo. Há muito tempo eu comprei uma pequena árvore de ginko biloba e a plantei. E esta árvore começou a dar fruto depois de três ou quatro anos e muitas outras árvores de ginko biloba começaram a brotar daquela raiz. Muitas outras árvores brotaram quando plantamos apenas uma árvore só e cuidamos bem dela e do terreno ao seu redor. De uma só árvore podemos ganhar mais de vinte árvores.
Então quantas árvores espirituais podemos conseguir a partir de cada um de nós? Quantas pessoas podemos salvar? Cada um de nós pode salvar algumas centenas de pessoas? Nós podemos salvar algumas centenas de milhares de pessoas? Cada um de nós pode salvar centenas de milhões de pessoas. Cada um de nós salvará centenas de milhões de pessoas. Eu estou dizendo que cada um de nós salvaria muitas pessoas se apenas uma seguisse ao Senhor até o fim com uma fé assim.
Você deve estar pensando: “Quem receberia a salvação através de alguém como eu, já que sou assim?” Isso não é verdade. O Senhor trabalha através de você e salva a muitos quando você o segue com fé. Esta é a incrível obra do Senhor. É o Senhor quem faz isso, não sou eu nem você. Eu dou graças ao Deus que nos usa desta forma tão preciosa.