布道

Assunto 15: A Epístola do Apóstolo Paulo aos GÁLATAS

[Capítulo 1-2] A Sua Fé Por Acaso Não é Como a dos da Circuncisão? (Gálatas 1:1-5)

A Sua Fé Por Acaso Não é Como a dos da Circuncisão?
(Gálatas 1:1-5)
“Paulo, apóstolo (não da parte de homens, nem por homem algum, mas por Jesus Cristo, e por Deus Pai, que o ressuscitou dentre os mortos), e todos os irmãos que estão comigo, às igrejas da Galácia: Graça a vós, e paz da parte de Deus nosso Pai, e do nosso Senhor Jesus Cristo, o qual se deu a si mesmo por nossos pecados, para nos livrar do presente século mau, segundo a vontade de Deus nosso Pai, a quem seja glória para todo o sempre. Amém.”
 
 
Nos tempos da Igreja Primitiva, as igrejas da Galácia estavam enfrentando muitos problemas. Havia alguns mestres nessas igrejas que estavam causando uma grande confusão. Com a intenção de judaizar as igrejas da Galácia, essas pessoas estavam propagando entre santos um evangelho completamente falso, declarando que eles fariam parte do povo de Deus apenas se fossem circuncidados. Por causa disso, muitos nas igrejas da Galácia que eram espiritualmente imaturos passaram a crer e a seguir estes falsos ensinamentos, e os efeitos contagiosos destes ensinamentos foram tão grandes que se tornaram uma terrível ameaça à Igreja.
A base dos ensinamentos dos da circuncisão, que era a fonte dos problemas espirituais das igrejas da Galácia, era o seguinte: segundo o concerto que Deus havia feito com Abraão, os seus descendentes deveriam ter a marca da circuncisão para fazer parte do povo de Deus. Por esse motivo, o Judaísmo cria piamente que ser circuncidado era o mesmo que se tornar um descendente de Abraão.
Mas na verdade, a circuncisão era um símbolo que apontava para nossa salvação, anunciando a nós como Jesus Cristo viria e removeria todos os pecados do nosso coração. Também está escrito no Antigo Testamento: “Circuncidai-vos para o Senhor, e tirai os prepúcios do vosso coração, ó homens de Judá e habitantes de Jerusalém, para que a minha indignação não venha a sair como fogo, e arda de modo que não haja quem a apague, por causa da malícia das vossas obras” (Jeremias 4:4); “Circuncidai, portanto, o vosso coração, e não mais endureçais a vossa cerviz” (Deuteronômio 10:16). Quando Deus mencionou a circuncisão física no Antigo Testamento, Ele de fato estava falando da circuncisão do nosso coração – isto é, a remissão dos nossos pecados.
Romanos 2:29 diz: “Mas é judeu o que o é no interior, e circuncisão a que é do coração, no espírito, não na letra.” Por isso, só porque algumas pessoas são circuncidadas fisicamente como um mero ritual, isso não significa que elas são realmente povo de Deus. Sendo assim, era muito importante ensinar que a fé daqueles que defendiam a circuncisão física estava errada. Isso porque muitos nas igrejas da Galácia acreditavam que a circuncisão física tinha um papel mais importante no que se refere a se tornar povo de Deus do que a fé no evangelho da água e do Espírito. Foi por isso que Paulo passou a dar testemunho do evangelho da água e do Espírito que ele cria, expondo totalmente como era inútil a circuncisão física, que na época tomou conta das igrejas da Galácia, e repreendeu aqueles que divulgavam essa fé legalista e falsa.
Assim sendo, desde o início do Livro da Gálatas, o apóstolo Paulo foi bem duro ao falar com os que defendiam a circuncisão que sua fé era diferente da dele: “Paulo, apóstolo (não da parte de homens, nem por homem algum, mas por Jesus Cristo, e por Deus Pai, que o ressuscitou dentre os mortos)” (Gálatas 1:1). Em outras palavras, Paulo deixou bem claro que não foi por ele ter sido circuncidado que ele havia se tornado servo de Deus, mas porque ele cria no evangelho da água e do Espírito.
Essa fé legalista dos da circuncisão é igual à doutrina do arrependimento que predomina no Cristianismo hoje em dia; por esse motivo, eu quero expor e repreender a fé falsa que os cristãos têm hoje e corrigi-la. Atualmente, muitos cristãos crêem na falsa doutrina das orações de arrependimento e a praticam, e por isso, eles estão caminhando em direção a sua própria morte espiritual. Aqueles que têm esse tipo de fé crêem que seus pecados diários podem ser purificados através das orações de arrependimento. Por causa disso, essas doutrinas estão desvirtuando muitas almas, e agora é a hora de nós, que cremos no evangelho da água e do Espírito, corrigirmos a fé nessa falsa doutrina do arrependimento. Somente assim eles entenderão que de maneira alguma seus pecados podem ser purificados com suas orações de arrependimento, voltarão atrás, crerão no evangelho da água e do Espírito, e receberão assim a verdadeira remissão de pecados.
Muitos cristãos hoje em dia crêem erradamente assim: “Quando eu creio em Jesus, o pecado original que eu nasci com ele por causa da minha natureza é remido, mas os pecados pessoais que eu cometer daqui por diante serão perdoados sempre que eu fizer minhas orações de arrependimento.” Essa é a essência da doutrina do arrependimento. Por isso, muitas pessoas só confiam na doutrina das orações de arrependimento ao invés de crer no evangelho da água e do Espírito dado por Deus. Porque seus olhos estão vendados, elas são incapazes de ver o erro que é a doutrina das orações de arrependimento, uma das principais doutrinas no Cristianismo.
Entretanto, os cristãos que há muito tempo vêm fazendo suas orações de arrependimento sabem que essas orações são completamente inúteis. Quando eles eram novos convertidos, provavelmente eles devem ter sentido paz em seu coração ao fazer suas orações de arrependimento, e talvez até estivessem convencidos de que seus pecados haviam sido purificados; no entanto, com o passar do tempo e conforme eles levavam sua vida de fé, eles acabaram vendo por si mesmos que seu coração ainda estava cheio de pecados. O pecado não é algo que desaparece sempre que alguém ora por arrependimento. Pelo contrário, o seu coração ainda fica cheio dos pecados que ele esperava que fossem purificados, e nenhum cristão pode negar isso.
Por isso, muitos cristãos ainda são ignorantes em relação ao evangelho da água e do Espírito, e por isso estão vivendo uma vida de escravidão presos a um falso evangelho, com seu coração cheio de pecados. Sendo assim, esses cristãos que crêem na doutrina das orações de arrependimento têm que voltar atrás o mais rápido possível, crer no evangelho da água e do Espírito, e assim receber a verdadeira remissão dos seus pecados.
 
 
O que é Igual à Falsa Circuncisão da Carne nas Doutrinas Cristãs de Hoje?
 
Na Bíblia, a circuncisão física significa cortar o prepúcio do homem. Os judeus acreditavam que fariam parte do povo de Deus se fossem circuncidados. Todavia, no Novo Testamento, fazer parte do povo de Deus depende exclusivamente se cremos ou não no evangelho da água e do Espírito. O que nós temos que entender aqui é que sem dúvida alguma não importa se somos circuncidados ou não, se nós cremos no evangelho da água e do Espírito, então somos povo de Deus. Se o povo de Israel no Antigo Testamento se tornava povo de Deus ao ser circuncidado, no Novo Testamento é pela fé no evangelho da água e do Espírito então que podemos nos tornar povo de Deus.
Portanto, acreditar que alguém pode ser purificado dos seus pecados hoje em dia fazendo orações de arrependimento apenas é o mesmo que ter um conhecimento errado e uma fé falsa. Muitos cristãos estão presos a uma idéia pré-concebida de que quando se convertem, eles são perdoados de todos os seus pecados até aquele momento, mas que os pecados que eles cometem diariamente são purificados através das suas orações de arrependimento. Embora considerem a doutrina da oração de arrependimento uma verdade biblicamente correta, se eles apenas meditarem um pouco mais sobre ela, eles verão que ela é uma doutrina totalmente errada e um ensinamento que vai contra a justiça de Deus.
Repetindo, suas orações de arrependimento são totalmente inúteis e completamente falsa. Ninguém pode ter seus pecados apagados com suas próprias orações de arrependimento. Só quando alguém crê no evangelho da água e do Espírito se apegando à justiça de Deus é que ele pode ser completamente purificado dos seus pecados, e isso vale para todo mundo.
Nas igrejas da Galácia na época da Igreja Primitiva, havia aqueles que ensinavam doutrinas erradas e perigosas. Essas pessoas afirmavam falsamente que os crentes só se tornariam povo de Deus se fossem circuncidados. Até hoje, há muitos cristãos que crêem erradamente que seus pecados são apagados quando eles fazem suas orações de arrependimento. Já que eles nunca cogitaram a idéia da doutrina do arrependimento estar errada, nem uma vez sequer, eles não querem realmente que sua fé falsa seja corrigida. Eles não podem ser libertos dessa falsa doutrina justamente porque não conhecem o evangelho da água e do Espírito.
Já que muitos cristãos crêem nas falsas doutrinas cristãs criadas pelo próprio homem, eles ainda não puderam ser salvos dos seus pecados. O que você tem que entender aqui é que a doutrina do arrependimento é uma doutrina inventada, feita por pessoas iguais a você. Muitos cristãos no mundo inteiro hoje confiam na doutrina das orações de arrependimento, e por isso, ao invés de escapar dos seus pecados, seu coração continua mais cheio de pecados mesmo depois deles terem se convertido. Quando as pessoas se convertem a Jesus, elas pensam que suas orações de arrependimento farão com que elas aos poucos sejam mais puras. Melhor dizendo, elas acham que a doutrina das orações de arrependimento as levará a ter uma vida mais iluminada.
Todavia, quanto mais o tempo passa, mais elas percebem que essa doutrina das orações de arrependimento somente cega mais ainda sua alma com o pecado, até mesmo quando elas buscam ter seus pecados purificados. No final, tais pessoas acabam pecando ainda mais mesmo depois de terem aceitado Jesus como seu Salvador, tendo uma fé ainda mais hipócrita e legalista. É exatamente por causa de doutrinas assim que elas pecam e estão condenadas a perecer. Mas mesmo assim, muito poucas pessoas sabem realmente que a doutrina das orações de arrependimento está errada. E mesmo que alguém perceba vagamente que a doutrina das orações de arrependimento pode estar errada, ele não tem outra escolha senão continuar levando uma vida de fé confiando nas orações de arrependimento, já que não existe outro jeito dele resolver o problema dos seus pecados diários.
E você então? De alguma maneira, você está tentando ser perdoado dos pecados que comete todos os dias com as suas orações de arrependimento? Se está, você tem que saber que só é possível entender a Verdade de que todos os seus pecados foram completamente apagados de uma vez por todas quando você coloca sua fé no evangelho da água e do Espírito.
Não existe ninguém mais maligno para Deus do que aqueles que estão ensinando essa doutrina inútil das orações de arrependimento que não traz nenhuma esperança. Ninguém além destes são os que estão enganando as pessoas e levando-as a cair, quando ao contrário elas deveriam estar sendo salvas pela Palavra de Deus. Nosso Senhor disse: “E quem escandalizar a um destes pequeninos que crêem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma grande pedra de moinho, e fosse lançado ao mar” (Marcos 9:42). Portanto, eles têm que se voltar o mais rápido possível para o evangelho da água e do Espírito.
 
 

Você Reconhece que a Doutrina das Orações de Arrependimento está Errada?

 
Você pode explicar exatamente por que a doutrina das orações de arrependimento está errada?
A doutrina das orações de arrependimento nitidamente está errada. Por mais que alguém faça uma oração fervorosa se arrependendo, os pecados do seu coração não podem sumir. No entanto, já que mais de 99,9% dos cristãos no mundo inteiro crêem piamente nessa doutrina, quem ousaria afirmar que a doutrina das orações de arrependimento está errada? Quem teria coragem de denunciar essa farsa e corrigi-la?
Algum tempo atrás, eu tive a oportunidade de visitar uma prisão, e lá, eu vi muitos cristãos que eram “presbíteros” e “diáconos.” Eles não tinham a mínima idéia de que seus pecados poderiam ser purificados se eles cressem no evangelho da água e do Espírito. Então, por causa da sua ignorância, muitas pessoas estavam se dedicando às suas orações de arrependimento. Embora muitos deles jurem não ter cometido crime algum, dizendo: “quando eu sair da prisão, eu jamais cometerei outro crime,” no final, eles não poderão vencer o desejo de pecar que existe em seu coração, e acabarão então cometendo outro crime e voltarão para a prisão. Os pastores hoje pregam assim: “Todos podem ser libertos do pecado.” E o que eles dizem está totalmente correto. Contudo, esses pastores são incapazes de ensinar como alguém pode ser liberto do pecado. E por quê? Porque eles mesmos não têm idéia de como ser libertos dos seus próprios pecados. Já que eles são espiritualmente cegos e ainda não receberam a remissão dos seus pecados, eles não podem levar ninguém à luz da Verdade. Nosso Senhor disse: “Disse-lhes uma parábola: Pode o cego guiar o cego? Não cairão ambos na cova?” (Lucas 6:39)
O Senhor disse que primeiro todos têm que nascer de novo crendo no evangelho da água e do Espírito. Isso porque só assim alguém pode ver o Reino de Deus e entrar neste Reino. O problema, entretanto, é que há poucos servos de Deus que pregam a Verdade do evangelho da água e do Espírito às pessoas. E por essa razão é que as pessoas não têm outra escolha a não ser se apegar às suas orações de arrependimento e levar uma vida de fé legalista, porque elas não têm como ser purificadas dos seus pecados e nascer de novo.
Elas pensam assim: “eu estou passando por esse problema porque eu não dou o dízimo,” ou, “eu não fiz minhas orações de arrependimento o suficiente e por isso ainda há pecado em meu coração. Se eu tivesse feito fielmente minhas orações de arrependimento, eu não estaria tão propenso a pecar assim.” Deste modo, as pessoas tentam resolver o problema do pecado sem ter nenhuma fé na Verdade do evangelho da água e do Espírito, e é por isso que quanto mais o tempo passa desde a sua conversão, elas se tornam ainda mais pecadoras. Elas olham para si então e ficam se perguntando porque elas se tornaram pessoas ainda mais sujas, más e hipócritas, apesar de estarem convertidas por muito tempo. É por isso que eu aconselho todos vocês a meditar de novo no evangelho da água e do Espírito e a crer nele.
 
 
O Erro das Falsas Doutrinas
 
A razão pela qual as doutrinas cristãs hoje em dia são tão cheias de erros é porque os cristãos no mundo todo crêem em Jesus como seu Salvador, mas sem conhecer a Verdade do evangelho da água e do Espírito. Primeiro, eles crêem que seus pecados são purificados quando eles fazem suas orações de arrependimento. Esse erro vem da mesma linha do falso ensinamento que era propagado nas igrejas da Galácia muito tempo atrás, que declarava que só poderiam fazer parte do povo de Deus aqueles que fossem circuncidados. Até hoje essas pessoas ainda não conhecem o evangelho da água e do Espírito que Deus concedeu a toda humanidade, e por isso elas crêem somente no sangue de Jesus na Cruz, e adotam a falsa fé de que serão perdoadas se fizerem orações de arrependimento todos os dias. É por isso que muitos cristãos vêm para a igreja fazer suas orações de arrependimento derramando lágrimas todos os dias, tentando purificar seus pecados em vão.
Sempre que pecam, eles sempre oram assim: “Senhor, me perdoe. Eu me arrependo de todos os pecados que eu cometi semana passada. Eu sei que não deveria ter pecado, mas eu acabei cometendo vários pecados novamente. Senhor, Tu foste crucificado por mim, mas mesmo assim eu pequei. Eu estou tão envergonhado. Mas Senhor, Tu és misericordioso, e por isso eu peço a Ti que perdoe esses meus pecados também. Eu peço a Ti para que os perdoe a todos. Se Tu purificares meus pecados com o sangue da Cruz e perdoá-los, eu nunca mais pecarei de novo. Eu creio que Tu já perdoaste todos esses meus pecados, porque Tu disseste: ‘Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda injustiça.’ Amém.”
Já que é isso que os cristãos no mundo todo têm aprendido com os seus pastores – que eles serão purificados de todos os seus pecados somente se crerem em Jesus e fizerem orações de arrependimento – eles não têm outra escolha senão entender dessa forma e crer assim. E eles pensam que se forem fiéis à sua igreja, se dedicando à obra de Deus, fazendo várias orações de arrependimento, todos eles irão para o Céu. Todavia, alguém pode realmente ter seus pecados remidos fazendo orações de arrependimento?
É claro que quando alguém gasta de 5 a 10 minutos confessando todos os pecados que ele tem para confessar, pede a Deus que o perdoe, e tem em mente o precioso sangue que Jesus derramou na Cruz, pode parecer até que todos os seus pecados foram realmente purificados. Entretanto, os pecados daqueles que crêem assim nunca desaparecem, mas continuam enchendo seu coração.
Existe alguém entre vocês que pensa assim e leva uma vida com esse tipo de fé? Esse tipo de fé, contudo, não tem nada haver com a fé que crê no evangelho da água e do Espírito, e vocês têm que entender bem isso.
Todos nós temos que entender que os cristãos no mundo inteiro caíram num grande erro chamado doutrina das orações de arrependimento. Isso aconteceu porque, durante muitos séculos, os cristãos do ocidente enviaram para o mundo todo vários missionários que criam fervorosamente nessa doutrina, e como resultado, os cristãos em todo o mundo passaram a crer nessa doutrina das orações de arrependimento. Eu aconselho todos vocês que se lembrem muito bem que a única maneira de se escapar desse grande erro é tendo a fé dos nascidos de novo crendo no evangelho da água e do Espírito.
 
 
A Fé de Paulo Não Veio de Homem Algum
 
O apóstolo Paulo percebeu a corrupção espiritual que estava acontecendo entre os crentes da Galácia. É por isso que na sua carta aos santos da Galácia, desde o começo, ele teve que mostrar primeiro que tipo de fé era a sua e que tipo de fé ele havia pregado a eles. Ele deixou bem claro que sua fé “não era segundo os homens.” Em outras palavras, é isso o que ele está dizendo: “A fé que fez de mim um servo de Deus e me salvou de todos os meus pecados não veio de homem algum, e nem eu aprendi com homem algum. Minha fé vem totalmente de Jesus Cristo e de Deus Pai, e essa fé é a própria fé que crê no evangelho da água e do Espírito. E foi por essa fé que eu pude ser salvo de todos os meus pecados e fazer parte do povo de Deus.”
A fé do apóstolo Paulo não vinha de homem algum. Nas igrejas da Galácia naquele tempo, todavia, a fé que vinha de homens estava sendo muito divulgada. Essa fé afirmava: “Mesmo que os homens creiam em Jesus como seu Salvador, eles somente poderão fazer parte do povo de Deus se forem circuncidados.” Esse era um ensinamento totalmente contrário ao evangelho da Verdade, que ensinava que as pessoas só poderiam receber a remissão dos seus pecados e se tornar povo de Deus se cressem no evangelho da água e do Espírito. No entanto, muitos santos da Galácia levados pelas correntes desse falso ensinamento acabaram morrendo por causa disso.
 
Até hoje em dia, a mesma doutrina tem prevalecido no Cristianismo do mundo inteiro. Nós não nascemos de novo e nos tornamos povo de Deus pelas obras da Lei. Deus por si mesmo realizou Sua perfeita salvação só porque o verdadeiro Deus, Jesus, veio a essa terra pela água e pelo sangue, e remiu os pecados de toda a humanidade, a fim de que todo aquele que crê nesse evangelho nasça de novo e seja feito filho de Deus. Ter a verdadeira fé não significa crer na falsa doutrina das orações de arrependimento, que foi inventada pelo próprio homem, mas ela é alcançada quando alguém crê no evangelho da água e do Espírito. Apesar disso, muitos cristãos em todo o mundo não crêem nessa Verdade, mas ao invés disso crêem na doutrina das orações de arrependimento inventada pelo próprio homem, o que os leva a morrer espiritualmente.
Deste modo, a fé daqueles que defendem as orações de arrependimento no Cristianismo atualmente é a mesma dos da circuncisão nos tempos da Igreja Primitiva. A doutrina do arrependimento hoje, que afirma que alguém é purificado dos seus pecados ao fazer orações de arrependimento, não é uma doutrina que vem de Deus. É uma doutrina que vem de homens, e essa doutrina humana ainda continua sendo divulgada hoje em dia pelos enganadores espirituais dentro do Cristianismo. Esses impostores declaram: “Agora que eu fiz minhas orações de arrependimento, meu coração está em paz, porque eu fui purificado de todos os meus pecados.” Eles também ensinam nas suas igrejas que alguém é santificado e alcança a salvação somente se fizer orações de arrependimento todos os dias. Mas no final das contas, eles não passam de cegos guiando outros cegos, que serão todos juntos lançados no fogo do inferno.
Os cristãos atuais crêem de forma errada e não entendem que seus pecados não podem desaparecer somente com orações de arrependimento? Sim, é isso que acontece com eles. Muitos cristãos no mundo todo adotam essa falsa crença de que se eles se arrependerem de seus pecados nas suas orações, eles serão purificados desses pecados. Então, mesmo durante o culto, se tornou algo comum a igreja dedicar algum tempo às orações de penitência, e o pastor que está dirigindo o culto ler um texto chamado “a confirmação da remissão de pecados.” Mas seu pecados não podem desaparecer dessa maneira, por mais que eles façam suas orações de arrependimento fervorosamente. Todos os seus pecados só são remidos de uma vez por todas quando eles conhecem a Palavra da Verdade pela qual nosso Senhor apagou todos os nossos pecados de uma vez por todas através do evangelho da água e do Espírito.
 
 

A Maneira de Alcançarmos a Salvação de Todos os Nossos Pecados Vem do Perfeito Amor de Deus

 
A salvação que Deus nos deu está na lei da Verdade cumprida pela Sua justiça e amor. Foi por isso que Deus abriu mão dos requerimentos da Lei onde a lei de pecado era a morte, tornando-a perfeita com Sua lei do amor. Por Deus ser justo e o próprio amor, Ele nos salvou através do evangelho da água e do Espírito que cumpriu todos os requerimentos da Sua justiça e do Seu amor.
O salário do pecado é a morte (Romanos 6:23). Isso quer dizer que um pecador inevitavelmente deve receber o justo julgamento de Deus e ser lançado no inferno por causa dos seus pecados. Em outras palavras, só porque nos arrependemos com nossos lábios e confessamos diante de Deus e dos homens: “eu errei,” não significa que nossos pecados sumiram. Se nós formos dar conta dos nossos pecados de forma justa, teremos que ser castigados e morrer por causa deles.
Entretanto, por Deus ser tão misericordioso e justo, Ele mesmo veio a essa terra no corpo de um homem se chamando Jesus, e tudo isso para fazer expiação dos nossos pecados. E por esse Jesus ter apagado todos os nossos pecados com a Verdade do evangelho da água e do Espírito, Ele fez com que fôssemos purificados dos nossos pecados pela fé.
Deus Pai fez com que Seu único Filho, Jesus Cristo, aceitasse todos os pecados da humanidade de uma vez por todas através do Seu batismo, e o Senhor levou sobre Si todos esses pecados até a Cruz suportando toda a condenação. Agora, portanto, todo aquele que crê na Verdade do evangelho da água e do Espírito, pela qual Jesus apagou todos os nossos pecados completamente, pode receber de graça a remissão dos seus pecados. Em outras palavras, Deus purificou todos os pecados da humanidade com o batismo do Seu Filho e o sangue da Cruz, e Ele assim nos salvou de uma vez por todas.
Agora, todos nós podemos receber a remissão dos nossos pecados quando cremos em Jesus Cristo como nosso Salvador que veio pelo evangelho da água e do Espírito, e que apagou todos os nossos pecados de uma vez por todas. E uma vez que recebemos a remissão dos nossos pecados crendo no evangelho da água e do Espírito, mesmo que nos achemos incapazes e pequemos de novo, ainda assim podemos seguir a Deus com a alma totalmente pura confiando na nossa verdadeira salvação, colocando nossa fé nesse verdadeiro evangelho.
Eu não estou dizendo aqui que nós não cometeremos mais nenhum pecado depois de termos recebido a remissão de todos os nossos pecados. Ao contrário, por termos que viver tendo uma carne fraca para o resto de nossas vidas nessa terra, nós continuaremos a pecar mesmo depois de termos nascido de novo. Porém, ao invés de fazermos orações de arrependimento dizendo: “Pai, eu pequei novamente. Por favor, me perdoe,” com nossa fé no evangelho da água e do Espírito, nós podemos agora fazer a verdadeira confissão de fé a Deus dessa forma: “Deus, eu sou tão fraco que cometi esses pecados. Mas eu te agradeço Pai, porque quando alguém como eu deveria morrer, Seu Filho veio a essa terra, levou sobre Si os meus pecados ao ser batizado, morreu na Cruz, ressuscitou dos mortos, e assim se tornou nosso perfeito Salvador. Senhor, eu creio que Tu apagaste completamente todos os meus pecados com o evangelho da água e do Espírito, e eu sou grato a Ti por isso. E mesmo que eu seja tão incapaz assim, tudo que Tu realizaste é tão perfeito que fez de mim uma pessoa justa e sem pecado. Eu sou muito grato a Ti por teres me dado esse evangelho da água e do Espírito e me aceitado como Seu Filho. Amém.”
Mesmo que aqueles que nasceram de novo através do evangelho da água e do Espírito ainda cometam pecados, eles fazem a verdadeira confissão dessa forma, e com suas forças renovadas, podem seguir ao Senhor com uma boa consciência (1 Pedro 3:21).
Você está entendendo por que Jesus veio a essa terra, e por que Ele primeiro teve que ser batizado antes de ser crucificado? Nosso Senhor não nos salvou só por palavras. Com verdadeiras obras, Ele apagou todos os pecados do mundo através do Seu ministério da água e do Espírito. Foi assim, que de uma vez por todas, o Senhor trouxe a verdadeira salvação a todo aquele que crê nesse evangelho da Verdade. Embora todos nós tivéssemos que morrer por causa dos nossos pecados, Deus Pai nos salvou completamente de todos eles e nos livrou da destruição ao enviar Seu Filho a este mundo. Dessa forma, Deus enviou Seu Filho a essa terra porque Ele nos amou; e Jesus, por outro lado, levou sobre Si todos os pecados deste mundo recebendo o batismo de João Batista, o representante da humanidade, morreu na Cruz, ressuscitou dos mortos, e assim apagou todos os nossos pecados com justiça, tornando-nos perfeitamente filhos de Deus.
Você não deve nunca crer apenas no sangue de Jesus. Ao invés disso, você tem que entender que antes de morrer na Cruz, Jesus com justiça levou todos os nossos pecados ao ser batizado por João Batista primeiro. Foi por isso que Ele disse a João quando ia batizá-lo: “Deixa por agora, pois assim nos convém cumprir toda a justiça” (Mateus 3:15).
Não podemos apenas crer em Jesus como nosso salvador sem conhecer o evangelho da água e do Espírito de modo adequado. Deus disse que amou o mundo inteiro e por isso deu Seu Filho unigênito (João 3:16). Por causa do Seu amor, Ele apagou todos os pecados deste mundo enviando Seu próprio Filho. Portanto, a legítima obra da salvação está no fato de que Jesus recebeu os pecados da humanidade de uma vez por todas ao ser batizado por João Batista no rio Jordão, e que Ele salvou aqueles que Nele crê ao morrer na Cruz. Foi por Jesus ter aceitado todos os pecados do homem por meio do Seu batismo que Ele pôde ser crucificado e condenado por causa de todos esses pecados em nosso lugar. Quando nosso Senhor derramou Seu sangue na Cruz, Ele disse: “Está consumado!” –proclamando assim a nossa completa e perfeita salvação (João 19:30).
Quando cremos em Jesus como nosso Salvador cegamente, não podemos ser salvos. Se nós entendermos que não cremos em Jesus da forma correta – isto é, se nós reconhecermos que ainda há pecado em nosso coração mesmo que creiamos em Jesus – então descobrimos porque estamos crendo de forma errada, voltaremos atrás, e creremos no evangelho da água e do Espírito. Nós não devemos nunca permitir que nossa fé esteja totalmente nas nossas orações de arrependimento em vão. Você deve se lembrar que não pode ter seus pecados purificados através das suas orações de arrependimento. Fazer orações de arrependimento freqüentemente é o mesmo que seguir os ensinamentos dos da circuncisão.
Portanto, para que os cristãos em todo mundo recebam a perfeita salvação, é necessário que eles lancem fora a falsa doutrina das orações de arrependimento e creiam no evangelho da água e do Espírito. Ao passo que todos nós cremos em Jesus como nosso Salvador, não devemos crer cegamente somente no sangue da Cruz, mas devemos crer no evangelho da água e do Espírito que Deus concedeu a todos nós, para recebermos dessa forma a remissão de pecados em nosso coração. Para sermos totalmente salvos dos nossos pecados, nós precisamos colocar nossa fé no evangelho da água e do Espírito.
Esse evangelho da água e do Espírito que agora está sendo pregado no mundo todo não é o evangelho que veio de homens. É o evangelho que veio de Deus Pai e de Jesus Cristo. Assim como o apóstolo Paulo afirma nitidamente na passagem das Escrituras aqui, o evangelho da água e do Espírito é a Verdade que vem de Deus. No entanto, os da circuncisão ensinam que os crentes têm que ser circuncidados para se tornar filhos de Deus. Essa era a doutrina que vinha de homens, que estava levando os santos da Galácia à morte.
Da mesma forma, os falsos profetas estão ensinando aos seus seguidores hoje em dia que eles podem receber a remissão dos seus pecados crendo apenas no sangue da Cruz e fazendo suas orações de arrependimento todos os dias, e por isso é imprescindível que os cristãos no mundo todo entendam o mais rápido possível como é falso esse ensinamento. E eles precisam aprender também sobre o evangelho da água e do Espírito, o evangelho que veio do próprio Deus, crer nele, e lançar fora a doutrina das orações de arrependimento que eles em vão têm crido todo esse tempo. É quando nós aprendemos o que é o evangelho da água e do Espírito, o entendemos, e cremos nele, que podemos ser cristãos nascidos de novo e o próprio povo de Deus.
Paulo diz aqui: “Graça a vós, e paz da parte de Deus nosso Pai, e do nosso Senhor Jesus Cristo.” Essa passagem demonstra que a paz de espírito é dada aos crentes por Jesus Cristo e por Deu pai como um dom da salvação através do evangelho da água e do Espírito. Agora, todos os cristãos no mundo inteiro que têm estado presos ao pecado até hoje por confiarem nas suas próprias orações de arrependimento, devem crer no evangelho da água e do Espírito e assim receber a remissão dos seus pecados e nascer novamente como filhos de Deus.
A doutrina da fé no arrependimento, que é um produto da mente humana, não pode trazer paz ao coração do homem. A doutrina das orações de arrependimento não passa de algo hipotético, uma idéia inútil inventada pelo próprio homem. Enquanto que as palavras dos enganadores soam muito doce aos ouvidos, o preço a ser pago é muito alto. Se você continuar crendo nas suas mentiras, então quando você finalmente se encontrar na presença de Deus, você não poderá mais escapar do terrível julgamento do inferno por causa dos seus pecados.
No Cristianismo hoje o evangelho da água e do Espírito, que é a Palavra de Deus, não está sendo pregado nas igrejas, mas ao invés disso o que mais se divulga é a ética humana e a doutrina das orações de arrependimento feita por homens. No fim, isso é o mesmo que divulgar as próprias idéias das pessoas. Entretanto, o Senhor nos deu o evangelho da água e do Espírito, a eterna Palavra de Deus. Você também aprendeu nos nossos livros que o evangelho da água e do Espírito é a única Verdade que vem de Deus Pai e de Jesus Cristo. Para todos vocês que ainda não puderam entender o evangelho da água e do Espírito corretamente, eu os aconselho sinceramente a ler o primeiro livro da série de crescimento cristão publicado pela nossa Missão. “Você Verdadeiramente Nasceu de Novo da Água e do Espírito?” é o título do livro. Você pode pedir este livro gratuitamente no nosso website.
Por quanto tempo os cristãos no mundo todo têm crido cegamente na doutrina das orações de arrependimento como se ela fosse a grande Verdade? Eles não têm crido de uma maneira totalmente errada, achando que seus pecados são purificados com orações de arrependimento? Na verdade, na sua ignorância em relação ao evangelho da água e do Espírito, que é o que eles realmente deveriam se importar, eles têm tido uma fé inútil no Cristianismo e se apegado a ela. O que você precisa entender aqui é que os cristãos no mundo todo têm tido uma fé legalista como os santos da Galácia, crendo em Deus através de uma falsa doutrina. Mas um problema ainda maior no Cristianismo atualmente é que muitos cristãos no mundo inteiro nem sequer conseguem ver o quanto é falsa a doutrina das orações de arrependimento.
Se seu desejo sincero é realmente crer no evangelho da água e do Espírito e nascer de novo, a primeira coisa que você tem a fazer então é se desfazer dessa fé pela qual alguém pode ser purificado dos seus pecados através das suas orações de arrependimento. Nós temos que entender que, a não ser que reconheçamos que a doutrina das orações de arrependimento é um erro e nos desfaçamos dela, nós não poderemos receber a remissão dos nossos pecados crendo no evangelho da água e do Espírito que nos foi dado por Deus.
Eu e meus colaboradores desejamos muito anunciar o evangelho da água e do Espírito no mundo inteiro. Então nós aproveitamos para explicar de forma bem clara, através dessas pregações no Livro de Gálatas, porque a doutrina das orações de arrependimento está tão errada. Isso porque somente assim os cristãos poderão se livrar das armadilhas de Satanás, crendo no evangelho da água e do Espírito corretamente, alcançando assim a verdadeira salvação. Há muito tempo atrás, assim como havia muitos que queriam subjugar a Igreja da Deus e judaizá-la defendendo a circuncisão, hoje em dia também há muitas pessoas que estão tentando transformar o Cristianismo numa mera religião do mundo, e por essa razão é que é muito importante que busquemos corrigir essa fé falsa.
Agora, todos nós temos que entender a influência maligna dos falsos profetas e ensinar o evangelho da água e do Espírito corretamente. Agora que já nascemos de novo, não podemos mais ficar parados vendo os falsos profetas pregando doutrinas inúteis para várias pessoas e levando todas elas para Satanás, mas temos que levar as pessoas a Cristo com o evangelho da água e do Espírito. Nós não podemos deixar de dar testemunho do evangelho da água e do Espírito. Devemos proclamar esse evangelho em alta voz, para que todo aquele que deseja retornar para Deus e receber a remissão dos seus pecados possa de fato nascer de novo crendo no evangelho da água e do Espírito. Deste modo, vários cristãos no mundo todo crerão no evangelho da água e do Espírito, nascerão de novo, e serão obreiros de Deus. E juntamente conosco, eles se tornarão mensageiros que levarão a brilhante luz do evangelho da água e do Espírito ao seu povo, àqueles que estão oprimidos e sofrendo por causa do pecado.
Meus amados irmãos, crer que alguém pode receber a remissão de pecados crendo somente no sangue da Cruz e fazendo orações de arrependimento é o mesmo que adotar uma fé completamente falsa. Vocês têm que entender que essa falsa doutrina cristã tem sua origem nos falsos ensinamentos dos da circuncisão. Se até o fim vocês tentarem purificar seus pecados crendo na doutrina das orações de arrependimento, confiando nela e fazendo suas orações de arrependimento todos os dias, vocês então nunca poderão deixar de ser pecadores até o dia da sua morte. Se vocês crêem em Jesus assim, então quanto mais vocês crerem em Jesus, mais seu coração estará cheio de pecados, e vocês não terão outra escolha a não ser se tornar cristãos legalistas que, assim como os fariseus, são santos apenas exteriormente.
Podemos proclamar o evangelho da água e do Espírito com tanta coragem assim simplesmente porque esse evangelho é a grande Verdade. Nós temos que dar testemunho em todo o mundo de que a fé do apóstolo Paulo e a nossa não nos foi dada por homem algum, nem através de homem algum, mas é a fé que está posta no evangelho da água e do Espírito. Foi por isso que ele destacou tanto aqui o quanto os ensinamentos dos da circuncisão estavam errados, porque afirmavam que os crentes só poderiam fazer parte do povo de Deus através da circuncisão. E Paulo também está declarando que somente o evangelho da água e do Espírito é Verdade que não veio de homem algum, mas direto de Deus Pai e de Jesus Cristo.
A Bíblia diz: “Guarda, o que resta da noite?” (Isaías 21:11) Ele está nos perguntado porque as trevas espirituais tomaram conta deste mundo. Por que o Cristianismo não consegue crescer no mundo inteiro hoje? Dizem que nos países cristãos do ocidente, na Europa e nos Estados Unidos, o número de budistas tem crescido muito rapidamente. Por que isso está acontecendo? Porque o Cristianismo hoje em dia está anunciando a fé falsa pela qual uma pessoa pode ser purificada dos seus pecados fazendo suas orações de arrependimento. E tudo isso porque o próprio Cristianismo está pregando algo que é uma grande inverdade. Isso porque essa doutrina não pode apagar o pecado que há no coração dos crentes. É por isso que a fé dos cristãos se tornou algo tão desolador também, e como sua fé acabou perdendo toda a autoridade, eles agora vivem abatidos e desmotivados, incapazes de dar a volta por cima e sem nenhuma honra mesmo diante dos não-cristãos.
Por lamentar essa triste realidade dos cristãos hoje, onde eles estão sendo afligidos com a falsa doutrina das orações de arrependimento e não podem se livrar dela, eu passei a publicar essas pregações em Gálatas. A minha oração e mais sincero desejo é que através deste livro, os cristãos em todo o mundo possam entender que a doutrina do arrependimento não pode ser encontrada na Palavra de Deus, mas é um ensinamento legalista que tem a mesma origem nos ensinamentos dos da circuncisão, um falso ensinamento que vem de homens.
Existe alguém entre vocês que crê em Jesus mesmo ainda sendo pecador, e tem sua fé na doutrina do arrependimento? Meu conselho é que todos vocês agora conheçam o evangelho da água e do Espírito e creiam nele, para que vocês sejam libertos de todos os seus pecados. Todos nós que nascemos de novo temos que pregar esse evangelho da água e do Espírito no mundo inteiro para que todos recebam essa benção. É por isso que todos nós somos servos de Deus que crêem no evangelho da água e do Espírito. Se nós não proclamarmos o evangelho da água e do Espírito, todos no mundo então continuarão sendo incapazes de receber a remissão dos seus pecados, e por causa disso, eles serão lançados no fogo do inferno. Sendo assim, nós seremos totalmente culpados se as pessoas no mundo todo não puderem ser salvas dos seus pecados porque não ouviram o evangelho da Verdade. Independente se elas vão dar ouvidos ao o evangelho da água e do Espírito ou não, ainda assim é nossa obrigação pregá-lo. Deste modo, temos que despertar a todos neste mundo para que eles saibam que a remissão de pecados não pode ser alcançada por nenhuma oração de arrependimento, e também temos que pregar o evangelho da água e do Espírito. Eu oro para que Deus capacite e abençoe a todos nós que estamos servindo ao evangelho agora.
O evangelho que nos foi dado pelo Senhor é mais do que capaz de apagar todos os nossos pecados exatamente porque esse é o perfeito evangelho que foi cumprido pela justiça de Deus e pelo Seu amor. Porque o Senhor é justo, Ele levou sobre Si os nossos pecados através do Seu batismo no rio Jordão, não deixando para trás nenhum pecado sequer – pequeno ou grande, cometido contra Deus ou contra os homens – e pagou o preço por todos esses pecados com Seu sangue derramado na Cruz.
Antes de fazer com que Seu Filho fosse crucificado, em outras palavras, Deus Pai fez com que Ele primeiro recebesse todos os pecados do homem ao ser batizado por João Batista. Ele fez isso porque só assim os pecados de toda a humanidade seriam apagados com justiça. Dessa forma, nosso Senhor foi batizado para receber os pecados do mundo, para levá-los até a Cruz e pagar todo o salário por eles derramando Seu sangue ao morrer, e ressuscitando do mortos; e hoje, por meio dessas três obras, Ele se tornou o Salvador de todos nós que cremos no evangelho da água e do Espírito.
O meu mais sincero desejo é que através desse livro, todos vocês possam ser abençoados sendo libertos dessa armadilha de Satanás chamada de doutrina do arrependimento, recebam a remissão dos seus pecados através do evangelho da água e do Espírito, e nasçam de novo como filhos de Deus. Aleluia!