คำสอน

Assunto 15: A Epístola do Apóstolo Paulo aos GÁLATAS

[Capítulo 1-6] A Fé do Apóstolo Paulo e Sua Repreensão aos da Circuncisãosc (Gálatas 1:1-17)

A Fé do Apóstolo Paulo e Sua Repreensão aos da Circuncisãosc
(Gálatas 1:1-17)
“Paulo, apóstolo (não da parte de homens, nem por homem algum, mas por Jesus Cristo, e por Deus Pai, que o ressuscitou dentre os mortos), e todos os irmãos que estão comigo, às igrejas da Galácia: Graça a vós, e paz da parte de Deus nosso Pai, e do nosso Senhor Jesus Cristo, o qual se deu a si mesmo por nossos pecados, para nos livrar do presente século mau, segundo a vontade de Deus nosso Pai, a quem seja glória para todo o sempre. Amém. Admira-me que tão depressa estejais passando daquele que vos chamou na graça de Cristo, para outro evangelho; o qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam, e querem transtornar o evangelho de Cristo. Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos anunciamos, seja anátema. Assim como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo: Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema. Persuado eu agora a homens ou a Deus? ou procuro agradar a homens? se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo. Mas faço-vos saber, irmãos, que o evangelho que por mim foi anunciado não é segundo os homens. Não o recebi, nem aprendi de homem algum, mas pela revelação de Jesus Cristo. Pois já ouvistes qual foi antigamente a minha conduta no judaísmo, como sobremaneira perseguia a igreja de Deus, e a assolava. E na minha nação excedia em judaísmo a muitos da minha idade, sendo extremamente zeloso das tradições de meus pais. Mas quando aprouve a Deus, que desde o ventre de minha mãe me separou, e me chamou pela sua graça, revelar seu Filho em mim, para que o pregasse entre os gentios, não consultei carne nem sangue, nem subi a Jerusalém para estar com os que já antes de mim eram apóstolos, mas parti para a Arábia, e voltei outra vez a Damasco.”
 
 
A Base da Epístola do Apóstolo Paulo às Igrejas da Galácia
 
Quando o apóstolo Paulo escreveu sua epístola às igrejas da Galácia, os da circuncisão tinham causado uma confusão tão grande que elas estavam prestes a acabar. O coração de Paulo naturalmente ficou ansioso para repreendê-los e acabar logo com isso. As igrejas da Galácia nasceram daqueles que foram salvos dos seus pecados por crerem no evangelho da água e do Espírito pregado pelo apóstolo Paulo. Foi por causa da sua fé no evangelho da água e do Espírito que o apóstolo Paulo e os santos das igrejas da Galácia puderam ser salvos dos seus pecados. Esse evangelho da água e do Espírito é o evangelho pelo qual Jesus salvou todos os pecadores dos pecados do mundo com o batismo que Ele recebeu de João e com o sangue que Ele derramou na Cruz. Jesus foi batizado para levar os pecados do mundo sobre Seu corpo e para pagar o salário do pecado no lugar dos pecadores, porque o salário do pecado é a morte.
O que preocupava o apóstolo Paulo nas igrejas da Galácia era a influência dos da circuncisão que estava crescendo muito. A fé dos da circuncisão era assim: para que alguém fizesse parte do povo de Deus, ele não apenas tinha que crer em Jesus, mas também ser circuncidado. Os da circuncisão nas igrejas da Galácia achavam que o evangelho da água e do Espírito dado por Deus não era suficiente, e por isso diziam que eles tinham que ser circuncidados. Por essa razão, a fé dos da circuncisão era legalista, nitidamente diferente da fé que capacita todos a receber a salvação crendo somente no evangelho da água e do Espírito.
Aos olhos de Paulo, os santos das igrejas da Galácia cederam à influência dessa fé legalista. E como resultado, nas igrejas da Galácia mais e mais pessoas acabaram aceitando esses ensinamentos errados dos da circuncisão. E Paulo não podia deixar essa divisão causada pelos da circuncisão passar em branco. Então ele declarou: “Assim como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo: Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema” (Gálatas 1:9).
O apóstolo Paulo repreendeu a fé dos da circuncisão por ser uma fé falsa, porque a Verdade que ele cria era o evangelho da água e do Espírito. Em outras palavras, o evangelho que o apóstolo Paulo pregava às igrejas da Galácia era o evangelho da água e do Espírito, não a crença da circuncisão. Em Gálatas 3:27-28, nós podemos ver que a fé de Paulo era aquela que cria no evangelho da água e do Espírito descrito na Bíblia: “Pois todos vós que fostes batizados em Cristo, vos revestistes de Cristo. Desta forma não há judeu nem grego, não há servo nem livre, não há macho nem fêmea, pois todos vós sois um em Cristo Jesus.”
O apóstolo Paulo advertiu os da circuncisão que eles seriam amaldiçoados por Deus, porque o evangelho que ele cria e pregava às pessoas era o evangelho da água e do Espírito.
Ele também deixou bem claro que esse evangelho não veio de homem algum, nem foi dado a ele por nenhum homem, e muito menos foi revelado aos da circuncisão do Antigo Testamento. Ao contrário, o evangelho da água e do Espírito que Paulo cria era o evangelho da salvação que foi anunciado tanto no Antigo quanto no Novo Testamento. A fé do apóstolo Paulo era aquela que cria na salvação revelada a ele por Jesus Cristo.
Deste modo, a fé do apóstolo Paulo era bem diferente da fé dos cristãos de hoje que crêem que podem ser purificados dos seus pecados com orações de arrependimento. Os cristãos hoje em dia pensam de forma errada que podem ter seus pecados diários purificados fazendo apenas suas orações de arrependimento a Jesus. Nós temos que entender que tudo isso não passa de fé legalista, e tanto a fé dos da circuncisão como a fé daqueles que fazem orações de arrependimento é uma fé enganosa que nos leva de volta à escravidão da Lei.
Nos tempos da Igreja Primitiva, os da circuncisão eram muito ativos nas igrejas da Galácia, e esses da circuncisão eram como os cristãos hoje que estão convencidos de que podem ter seus pecados purificados com suas orações de arrependimento. Mas devemos entender que a fé nas orações de arrependimento é uma fé errada. E muitos cristãos hoje se tornaram crentes tolos por crerem que de alguma forma podem ser purificados dos seus pecados com suas orações de arrependimento. Por isso, a fé nas orações de arrependimento é uma fé desastrosa. Agora, é essencial que cada cristão entenda que insistir nas orações de arrependimento é um engano. Esse tipo de fé é algo errado e que se opõe ao perfeito amor de Deus.
Mas até agora, essa fé de que alguém pode ser purificado pelas orações de arrependimento continua na mente de todos os cristãos. Eles dizem que as pessoas têm que crer em Jesus e na Sua obra, e também crer nas orações de arrependimento. Para termos uma idéia, isso é o mesmo que a fé sem fundamento dos da circuncisão, que defendiam que alguém só poderia se tornar parte do povo de Deus se fosse circuncidado, além de crer em Jesus como seu Salvador. O problema é que esse tipo de fé ainda persiste no Cristianismo hoje em dia. A Igreja Primitiva enfrentou o mesmo problema porque, como nós sabemos, havia na Igreja aqueles que insistiam na circuncisão.
Entre os cristãos hoje, que fé está correta, daqueles que insistem nas orações de arrependimento ou daqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito? A fé que está colocada no evangelho da água e do Espírito, o evangelho pelo qual Jesus nos salvou a todos. Nosso Senhor nos deu a salvação através do evangelho da água e do Espírito que nos livrou de todos os pecados do mundo. Esse evangelho bíblico que nós estamos pregando agora para vocês é totalmente diferente do evangelho que declara que seus pecados podem ser purificados através das orações de arrependimento.
Nós temos que conhecer a Verdade da salvação de forma correta. O evangelho da água e do Espírito declara que nosso Senhor nos livrou de todos os nossos pecados ao suportar os pecados deste mundo de uma vez por todas pelo batismo que recebeu de João, derramando Seu sangue e morrendo na Cruz, e ressuscitando dos mortos. Portanto, temos que entender bem que o evangelho da água e do Espírito é a Verdade da perfeita salvação dada por Deus, e é assim que temos que crer. Esse é o único e perfeito evangelho em que não falta nada e, portanto, ele é muito diferente do pseudo-evangelho que afirma que uma pessoa pode ser purificada dos seus pecados através das suas orações de arrependimento.
O evangelho da água e do Espírito é o perfeito antítipo do sistema sacrificial estabelecido pela Lei: nos tempos do Antigo Testamento, os Israelitas recebiam a remissão dos seus pecados colocando suas mãos sobre a cabeça do animal sacrificando-o em seu lugar. E nos tempos do Novo Testamento, todos os pecadores podem ser salvos incondicionalmente por crerem no batismo que Jesus Cristo recebeu de João Batista e no Seu sangue derramado. Por esse motivo, insistir na circuncisão do Antigo Testamento ao invés de crer no evangelho da água e do Espírito, ou insistir nas orações de arrependimento nos tempos do Novo Testamento é o mesmo que não ter a verdadeira fé.
Na verdade, nós temos que saber que aqueles que insistem nas orações de arrependimento tiveram sua origem junto aos da circuncisão nos dias da Igreja Primitiva. Naquele tempo, alguns que haviam ido para as igrejas da Galácia confiavam nos atos que Jesus realizou para apagar todos os seus pecados com Seu batismo e Seu precioso sangue na Cruz, e ao invés disso diziam que eles só poderiam fazer parte do povo de Deus se fossem circuncidados depois de aceitarem Jesus como seu Salvador.
No Cristianismo hoje em dia, a maioria das pessoas crê de forma errada que os cristãos têm que fazer as suas orações de arrependimento todos os dias para ser purificados dos seus pecados. Esta é a triste, mas inegável realidade do Cristianismo hoje. Agora, a doutrina da santificação contínua e a doutrina das orações de arrependimento habitam firmemente no coração da maioria dos cristãos. Doutrinas como essas da santificação contínua e do arrependimento estão operando no coração dos cristãos de hoje, impedindo que seus olhos espirituais sejam abertos. Mas você tem que reconhecer que essas doutrinas duvidosas são afirmações sem fundamento que foram criadas pela própria mente humana. E essas doutrinas são malignas e falsas.
Sendo assim, a doutrina do arrependimento que prevalece no Cristianismo hoje é uma falsa doutrina que não vem do evangelho da água e do Espírito revelado na Bíblia. No entanto, assim como os da circuncisão, os cristãos de hoje crêem nesse engano, e dificilmente encontramos alguém que denuncie os erros dessa falsa doutrina criada pelo homem e mostre o quanto ela está errada. Já que as pessoas há muito tempo crêem que podem purificar seus pecados com orações de arrependimento, elas nem conseguem ver que tem algo errado nessa doutrina “religiosa” do arrependimento.
Todavia, o evangelho da água e do Espírito dado por Deus é o mesmo evangelho que os apóstolos Pedro e Paulo criam (1 Pedro 3:21; Gálatas 3:27). Portanto, o evangelho da água e do Espírito é o puro e perfeito evangelho da Verdade. De agora em diante, todos nós temos que aprender o evangelho da água e do Espírito com clareza, conhecê-lo, e crer nele de coração, pois esse é o único e verdadeiro evangelho que aparece na revelação de Jesus Cristo. Em outras palavras, pelo fato do evangelho da água e do Espírito ser a Verdade que consiste do batismo que Jesus recebeu de João e do Seu sangue derramado na Cruz, nós temos que aprendê-lo e crer nele. Também porque o evangelho da água e do Espírito é a Verdade onde a justiça de Deus e Seu amor são revelados de uma maneira perfeita.
 
 

A Perfeita Salvação que Veio a essa Terra pelo Evangelho da Água e do Espírito

 
Nosso Senhor levou sobre Si os pecados com Seu batismo e os carregou por três anos, foi crucificado e derramou Seu sangue até a morte, ressuscitou dos mortos ao terceiro dia, e agora está assentado à destra do trono de Deus Pai. Até agora, Ele continua sendo o eterno Salvador dos crentes no evangelho da água e do Espírito. Por isso, aqueles que buscam ser libertos de todos os seus pecados podem purificá-los para sempre crendo na Verdade desse evangelho. Assim sendo, todo aquele que busca ser purificado dos seus pecados pode ser salvo de todos eles para sempre se de coração crer apenas no evangelho da água e do Espírito.
Contudo, pela doutrina do arrependimento, que é diferente do evangelho da água e do Espírito, ser uma falsa doutrina que não pode nos livrar dos pecados do mundo, por mais que hoje os cristãos façam orações de arrependimento fervorosamente, seus pecados não podem ser apagados. No final, quando eles tentam purificar seus pecados crendo somente no sangue de Jesus derramado na Cruz e nas suas orações de arrependimento, o resultado disso é uma fé inútil. É por isso que hoje os cristãos que estão tentando purificar seus pecados através das orações de arrependimento no fim não conseguem alcançar seu objetivo.
O apóstolo Paulo enfrentou muitas dificuldades quando procurou pregar o evangelho da água e do Espírito dado por Deus aos crentes daquela época. Isso porque eles já haviam sido doutrinados pelos falsos ensinamentos dos da circuncisão. Hoje, pelo fato de muitas comunidades cristãs não conhecer a Verdade do evangelho da água e do Espírito desde o começo, elas ainda acreditam nas doutrinas cristãs inúteis que vêm da própria mente humana. E mesmo que o evangelho da água e do Espírito esteja sendo pregado bem diante do seu nariz, muitos cristãos ainda não conseguem aceitá-lo. Também é muito difícil para nós pregar o verdadeiro evangelho da água e do Espírito para todos os cristãos que ainda sofrem com seus pecados intactos em seu coração.
É claro que eu entendo que, já que eles só conheceram a doutrina imperfeita do arrependimento até agora, é necessário muito tempo para que eles esvaziem suas mentes e coração. Pelo fato deles terem aprendido e crido somente na doutrina do arrependimento como a única forma de purificar seus pecados pessoais, é natural que eles se sintam desconfortáveis quando ouvem o evangelho da água e do Espírito pela primeira vez. Aqueles que ainda crêem na doutrina do arrependimento têm que esvaziar seu coração primeiro, mesmo que não seja fácil para eles fazer isso, pelo fato deles estarem presos há muito tempo a essa doutrina enganosa.
A fé de Paulo, segundo afirma Gálatas 3:27, era crer que “todos vós que fostes batizados em Cristo, vos revestistes de Cristo.” Sua fé estava posta na Verdade de que Jesus havia purificado nossos pecados com o batismo que recebeu de João e com Seu sangue derramado na Cruz. Melhor dizendo, ele cria no evangelho da água e do Espírito que podia purificar todos os seus pecados de uma vez por todas e torná-lo parte do povo de Deus. Nós também temos que ter a mesma fé do apóstolo Paulo.
A fé do apóstolo Paulo residia no fato de que Jesus Cristo nasceu nessa terra, levou sobre Si os seus pecados e os de toda a humanidade de uma vez por todas quando foi batizado por João, e derramou Seu sangue por ele. Tendo essa fé, o apóstolo Paulo confessou que havia sido batizado com Cristo, morrido com Cristo, e ressuscitado com Cristo. Assim como Paulo, nós também cremos que Jesus levou os pecados deste mundo de uma vez por todas através de Seu batismo, os levou até a Cruz, teve seus pés e suas mãos pregados nela, derramou Seu sangue e pagou o salário por todos os nossos pecados, e ressuscitou dos mortos. Essa é a única fé bíblica que merece ser aprovada por Deus. Sendo assim, você não deve ter uma fé legalista, mas, sim, colocar sua fé no evangelho da água e do Espírito.
 
 
O que Nós Temos que Considerar Novamente?
 
Nós temos que considerar algo aqui novamente para que não haja mais nenhuma dúvida antes de prosseguirmos. E a questão aqui é se Deus nos salvou de todos os nossos pecados ao nos dar o evangelho da água e do Espírito, ou se Ele determinou que nossos pecados fossem purificados através das orações de arrependimento. A questão então é a seguinte: nós devemos crer no evangelho da água e do Espírito ou nas nossas orações de arrependimento?
Como é que nosso Senhor salvou você e eu dos nossos pecados? Devemos sempre examinar a nós mesmos para ver se realmente cremos em Jesus segundo a Palavra do evangelho da água e do Espírito. Eu peço a vocês que olhem primeiro para a como estava seu coração antes de vocês crerem no evangelho da água e do Espírito, e examinem a si mesmos. Nós temos que perguntar a nós mesmos se pecamos antes de conhecermos o evangelho da água e do Espírito ou não. O Senhor realmente apagou os nossos pecados ao nos dar o evangelho da água e do Espírito? Ou nossos pecados foram purificados pelas nossas orações de arrependimento? Se a última alternativa é a maneira pela qual nossos pecados são purificados, a salvação de Deus não vem da Sua graça, mas ao contrário, é algo que pode ser alcançado pelas nossas próprias obras. Mas a salvação de Deus é dada completamente pela Sua graça somente àqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito.
Sua fé está posta no evangelho da água e do Espírito? Ou você crê nas suas próprias orações de arrependimento? Dentre esses dois, o primeiro é o perfeito evangelho que purifica todos os nossos pecados de uma só vez quando cremos nele. Nosso Senhor levou todos os pecados do mundo ao ser batizado por João, ao derramar Seu sangue na Cruz, e assim nos salvou de todos os nossos pecados. Temos que contemplar a Verdade do evangelho da água e do Espírito e entendê-la muito bem antes de nos tornarmos crentes. Em que evangelho você crê agora? No evangelho da água e do Espírito? O evangelho pelo qual nosso Senhor apagou todos os nossos pecados de uma vez por todas é o verdadeiro evangelho da água e do Espírito.
Nós podemos ser purificados de todos os nossos pecados agora porque cremos no evangelho da água e do Espírito que nos foi dado. Todos nós podemos ter essa fé no evangelho da água e do Espírito. Nós não devemos crer nas orações de arrependimento como muitos cristãos hoje, muito menos pregar isso. Se nós realmente fomos purificados de todos os nossos pecados através das nossas orações de arrependimento, não há razão alguma para crermos no evangelho da água e do Espírito então. Mas você não pode negar que havia pecado em seu coração antes de você crer no evangelho da água e do Espírito, por mais que você fizesse orações de arrependimento todos os dias.
Contudo, você e eu agora cremos no evangelho da água e do Espírito, e somos purificados de todos os nossos pecados por crer nele. Você aprendeu o evangelho da água e do Espírito que você agora crê com as pessoas deste mundo? Ou você o recebeu do Senhor? Esse evangelho que possuímos não veio de homem algum, mas do Senhor. O evangelho da água e do Espírito que agora temos é o evangelho da Verdade da salvação que Deus concedeu a nós. Portanto, falando francamente, o evangelho da água e do Espírito não vem do homem, mas é o evangelho da salvação que vem de Deus. Agora, é através da fé no evangelho da água e do Espírito que podemos ter a própria fé que faz com que sejamos salvos de todos os nossos pecados.
Deus nos capacitou a fazer com que todos conheçam o evangelho da água e do Espírito. Em outras palavras, Ele nos concedeu o ministério da reconciliação (2 Coríntios 5:18). Nós somos gratos ao Senhor por nos fazer anunciar o evangelho da água e do Espírito no mundo inteiro sem corrompê-lo. E eu estou certo que você, da mesma forma, se alegra em saber que se tornou um pregador do evangelho da água e do Espírito.
Eu sou grato a Deus todo o tempo por ter me dado a verdadeira salvação através do evangelho da água e do Espírito. Desde que encontramos nosso Senhor através dessa Verdade do evangelho, nós nos tornamos capazes de continuar pregando o verdadeiro evangelho. Todavia, muitas pessoas me disseram: “Quem dera você deixasse de fora o batismo de Jesus quando estava pregando.” Mas eu não pude atender seu pedido. E é por isso que nós podemos pregar o evangelho da água e do Espírito dado por Deus exatamente como ele é.
Você também tem que ser muito grato a Deus por Ele permitir que você conheça o evangelho da água e do Espírito que contém Sua justiça. O evangelho da água e do Espírito que nós cremos hoje não vem de homem algum. Ao contrário, ele vem de Deus, e por isso ele é a Verdade imutável. Todos que encontraram o evangelho da água e do Espírito e creram nele são aqueles que receberam abundantes bênçãos de Deus.
Todavia, diferente do verdadeiro evangelho, o evangelho legalista veio da parte dos homens para atormentar os cristãos e fazê-los pecar. Aqueles que agora acreditam que suas orações de arrependimento são um meio de purificar seus pecados estão confundindo muitas pessoas que não conhecem Jesus de modo correto. Eles afirmam que o seu pecado original foi remido quando eles aceitaram Jesus, mas que precisam fazer orações de arrependimento todos os dias para purificar seus pecados pessoais. Eles acham que para ter uma vida de fé adequada eles precisam orar a noite inteira, jejuar, fazer diversos trabalhos voluntários, e também fazer muitos sacrifícios. Mas essa sua fé confusa é basicamente a mesma fé dos da circuncisão, porque ambas requerem certas obras humanas como um elemento para complementar sua salvação. Esse tipo de fé nada mais é do uma crença legalista, porque eles afirmam que é necessário orações de arrependimento para purificar seus pecados.
Entretanto, todo aquele que crê no evangelho da água e do Espírito que vem de Deus pode ser salvo de uma só vez pela sua fé nesse verdadeiro evangelho. Nós podemos ser salvos de todos os nossos pecados de modo perfeito porque cremos no evangelho da água e do Espírito que vem de Deus. Nós temos a prova em nosso coração de que somos salvos de uma maneira perfeita, e por isso podemos dar testemunho da nossa salvação com muito mais segurança. Sendo assim, já que o evangelho da água e do Espírito é a Verdade perfeita que nos capacita a receber a remissão de pecados, nós podemos confessar com toda convicção que não temos mais pecados, nem mesmo na nossa mente.
Eu agradeço ao Senhor por Ele nos ter dado esse perfeito evangelho da água e do Espírito, e nos capacitado para pregá-lo agora e sempre. É uma grande benção e uma glória magnífica de Deus que possamos pregar essa Verdade do evangelho no mundo inteiro. Se nós não pregarmos o evangelho da água e do Espírito, e ao invés disso pregarmos o evangelho legalista deste mundo, ninguém poderá ser salvo dos seus pecados, nem uma pessoa sequer. Se estivéssemos pregando o evangelho legalista ao invés do evangelho da água e do Espírito em todo o mundo, as pessoas ririam de nós. Seríamos desprezados e elas diriam: “Seus tolos! Nós sabemos disso por centenas de anos, e vocês vêm pregar isso agora. Quem está pregando para quem aqui?”
No entanto, cartas de agradecimento e testemunhos estão chegando dos nossos leitores do mundo inteiro, testificando como eles ouviram o evangelho da água e do Espírito, como são gratos por ele, e como foram salvos. Bem agora, no mundo todo, nós estamos pregando o evangelho da água e do Espírito que recebemos de Deus. Pelo fato de nós estarmos anunciando o evangelho da água e do Espírito que vem do próprio Deus, nós podemos pregá-lo com confiança para todas as pessoas.
 
 
O Evangelho da Água e do Espírito é a Maneira de Restaurar a Fé Corrompida
 
O evangelho da água e do Espírito tem uma importância muito maior do que a Reforma feita por Lutero no século XVI para voltar à Bíblia. A reforma da fé encontrada no evangelho do poder de Deus, no evangelho da água e do Espírito, é tão grandiosa que nem pode ser comparada a que Lutero realizou. O evangelho da água e do Espírito é muito maior e muito mais poderoso do que qualquer um outro. Para opor-se ao clero que estava vendendo indulgências para financiar a construção da basílica de São Pedro, Lutero pregou suas 95 teses na sua porta em protesto. Por causa desse ato, ele sem dúvidas se tornou o pioneiro da Reforma.
Todavia, ele acreditava que a salvação consistia em crer somente no sangue da Cruz e que poderia ser alcançada com orações de arrependimento. Assim como as doutrinas católicas, ele também manteve o credo no batismo infantil e na doutrina da transubstanciação. Contudo, o verdadeiro evangelho que os apóstolos criam era o evangelho da água e do Espírito, e os ensinamentos dos Reformadores eram muito diferentes desse verdadeiro evangelho. Os Reformistas apenas substituíram o sacramento católico da penitência pela doutrina das orações de arrependimento. Mas isso é completamente diferente da fé no evangelho da água e do Espírito.
O evangelho da água e do Espírito não foi criado pelo homem, mas por Deus. Por isso, esse verdadeiro evangelho jamais poderá ser mudado. Por outro lado, a fé nas orações de arrependimento foi criada pela mente humana afirmando que o pecado original é remido no momento em que pessoa aceita Jesus como seu Salvador, mas que os seus pecados pessoais são purificados sempre que eles fazem orações de arrependimento. Este é o falso evangelho daqueles que buscam a justiça humana, e é completamente diferente do verdadeiro evangelho que os apóstolos criam e pregavam.
Aqueles que crêem nesse evangelho legalista devem até ter pensado que poderiam purificar seus pecados através da sua fidelidade religiosa, mas as conseqüências do seu entusiasmo se tornaram algo vão. Eles continuam sendo pecadores por mais que façam orações de arrependimento com todo fervor. A razão pela qual essas pessoas não podem purificar seus pecados é porque elas se apegam a essa doutrina sem fundamento do arrependimento sem conhecer o evangelho da água e do Espírito. Como é que os pecados desses religiosos legalistas podem ser purificados por uma fé sem fundamento? Melhor dizendo, já que as pessoas cometem mais pecados do que seus fios de cabelo num dia, como é que seus pecados podem ser purificados de uma vez por todas? É impossível purificar os pecados de alguém com essas doutrinas religiosas feitas por homens. Nitidamente, esse evangelho legalista está levantando uma bandeira de rebelião contra a Verdade, contra o que o Senhor realizou para apagar os pecados deste mundo de uma vez por todas.
O apóstolo Paulo quis pregar o evangelho da água e do Espírito para todo mundo, e ele também quis corrigir a fé dos da circuncisão. Por isso, nós também nos alegramos ao pregar o evangelho da água e do Espírito no mundo todo. E é uma grande alegria para mim poder pregar, junto com vocês, meus colaboradores, o evangelho no mundo inteiro a partir da Igreja de Deus.
Nós estamos pregando a Palavra do evangelho da água e do Espírito no mundo todo publicando livros em várias línguas. Esse evangelho da água e do Espírito que estamos pregando tem mostrado aos nossos leitores o que é a salvação definitiva. E como resultado, testemunhos de salvação estão chegando dos quatro cantos da terra, de prisões, hospitais, escolas, e de várias pessoas. As pessoas no mundo inteiro estão nos contando como elas se sentiram motivadas ao ler o evangelho da água e do Espírito. Uma delas me enviou esse testemunho: “Eu concordo com o evangelho da água e do Espírito que vocês têm pregado, também concordo com seu método de pregar esse evangelho. O evangelho pregado por vocês é muito simples, com muita clareza, e cheio de convicção.”
Por que essas pessoas estão enviando seus testemunhos de salvação para nós? Elas dizem que é porque elas jamais haviam ouvido o evangelho da água e do Espírito até agora, mesmo se considerando cristãs por muito tempo. Elas não podiam crer na Verdade porque não tinham ouvido o evangelho da água e do Espírito, nem visto ninguém pregá-lo.
O evangelho que elas haviam ouvido desde então não era o evangelho da água e do Espírito. Já que as pessoas não tinham como conhecer o evangelho da água e do Espírito nem crer nele, elas continuavam vivendo até hoje com seus pecados intactos em seu coração. Com sua fé legalista, que é diferente do evangelho da água e do Espírito, nenhuma delas podia ser purificada dos seus pecados. Alguns teólogos dizem: “Nós fomos salvos dos nossos pecados, agora estamos passando por um processo de salvação, e seremos salvos de uma maneira perfeita no futuro.” Essa contradição não é uma conseqüência da doutrina da santificação contínua que os teólogos ensinam? Por centenas de anos desde a Reforma, os teólogos têm ensinado grandes absurdos e um evangelho duvidoso.
Mas agora, as pessoas podem entender muito bem sua própria existência, e o que é o evangelho da água e do Espírito. Elas estão dizendo: “Eu concordo plenamente com o evangelho da água e do Espírito que vocês estão pregando.” Algumas pessoas disseram: “Eu gostaria de usar seus livros que contém o evangelho da água e do Espírito para dar estudos bíblicos na minha igreja.” Outros deram esse testemunho: “Esse livro é tão claro que leva esperança até aos que estão nas prisões. Esse evangelho da Verdade os leva a receber o verdadeiro dom da salvação, e os torna mais do que dignos de entrar no Reino dos Céus. Eu sou grato a Deus por ter nos dado o evangelho da água e do Espírito, o evangelho da Verdade que sem dúvida nos tornou filhos de Deus.”
 
 
Você Ainda Confia nas Suas Orações de Arrependimento?
 
Não deve haver ninguém da circuncisão no Cristianismo hoje em dia, mesmo havendo muito cristãos que ainda confiam nas suas orações de arrependimento. A fé dos que confiam nas orações de arrependimento é uma fé tola? Sim. Essa fé está baseada nas orações de arrependimento, e é incapaz de livrar as pessoas dos seus pecados. Quando comparamos o evangelho que prevalece hoje em meio à maioria dos cristãos com o evangelho da água e do Espírito, nós podemos ver claramente qual é o verdadeiro evangelho e qual é o falso. Assim sendo, o evangelho da água e do Espírito é aquele que inegavelmente se distingue desse evangelho de hoje que não existe por si só e precisa de um complemento como as chamadas orações de arrependimento.
Como, então, podemos conhecer e distinguir o verdadeiro evangelho do falso? Podemos descobrir isso quando separamos os dois e os comparamos. Quando conhecemos o verdadeiro evangelho da água e do Espírito e cremos nele, e não no evangelho que insiste nas orações de arrependimento, nós experimentamos então o que é ter os pecados do nosso coração apagados. Por outro lado, as orações de arrependimento de fato prendem os cristãos ao pecado mesmo eles crendo em Jesus, fazendo-os assim viver como pecadores o tempo todo. Portanto, está mais do que claro que as pessoas precisam do evangelho da água e do Espírito, que pode apagar todos os seus pecados de uma vez por todas. Se crermos no evangelho da água e do Espírito agora, todos nós poderemos receber a remissão de pecados, e como resultado, receberemos o dom do Espírito Santo e viveremos como justos cheios de confiança perante Deus.
Se, por outro lado, você colocar sua fé na doutrina do arrependimento, mesmo que a princípio pareça que está tudo bem, quanto mais o tempo passar, mais você ficará preso aos seus pecados, e no final acabará com muito mais pecados do que tinha antes de aceitar Jesus. Se você não crê no evangelho da água e do Espírito, e confia nas orações de arrependimento, você continuará sendo um pecador.
Existe alguém entre vocês que recebeu o Espírito de Deus como um dom antes de crer no evangelho da água e do Espírito? Alguma vez, antes de crer no evangelho da água e do Espírito, você recebeu a chama viva do Espírito Santo? Você também falou em línguas que ninguém podia entender?
Você pode até achar que tem o Espírito Santo, mas você deve se lembrar que todas essas coisas aconteceram antes de você receber o evangelho da água e do Espírito. Você pode ter tido essas experiências antes de conhecer o evangelho da água e do Espírito e crer nele. Contudo, você tem que saber que você pode ter essas experiências até nas muitas religiões pagãs que há no mundo. Por esse motivo, você não deve achar que essas experiências são uma prova da sua salvação.
Ao contrário, eu pude experimentar a verdadeira salvação e a benção de se tornar filho de Deus quando eu cri na Verdade do evangelho da água e do Espírito com meu coração. Agora, o Espírito Santo entrou em meu coração como uma pomba. E juntamente como o evangelho da água e do Espírito, o Espírito Santo habita no coração de todos os crentes e está sempre com eles. Como o Espírito Santo que habita agora em nosso coração veio pelo evangelho da água e do Espírito, Ele convenceu meu coração a pregar o evangelho da água e do Espírito em todo o mundo, e até agora Ele está me usando para fazer a obra de Deus. O evangelho da água e do Espírito é a grande Verdade que leva as pessoas a receber o Espírito Santo. Podemos ser purificados de todos os nossos pecados e recebermos o Espírito de Deus como um dom porque nós cremos nesse verdadeiro evangelho.
Meus amados irmãos, nós temos que entender o coração de Paulo. Nós temos que valorizar realmente o que o apóstolo Paulo tinha em mente quando disse às igrejas da Galácia que elas seriam amaldiçoadas se pregassem um outro evangelho, e nós temos que entender que não podemos ser purificados dos nossos pecados através das orações de arrependimento. Isso só é possível quando cremos no evangelho da água e do Espírito.
Felizmente, nós encontramos a Verdade do evangelho da água e do Espírito dado por Deus, com nossos ouvidos o ouvimos, e passamos a crer nessa grande Verdade. No entanto, algumas pessoas dizem que crêem no evangelho da água e do Espírito, mas mesmo assim continuam fazendo suas orações de arrependimento todos os dias.
Essa é uma fé confusa que não faz sentindo algum. Não há outra Verdade a não ser o evangelho da água e do Espírito pelo qual nosso Senhor nos livrou de todos os nossos pecados. E se não pregarmos esse verdadeiro evangelho da água e do Espírito, nós certamente seremos amaldiçoados por Deus.
Meu coração está muito agradecido ao Senhor. Aqueles com quem eu tenho feito a obra de Deus agora são pelo menos crentes no evangelho da água e do Espírito. Eu sou grato a Deus por me capacitar para pregar o evangelho da água e do Espírito junto com Sua Igreja, ao invés de fazer isso sozinho.
O evangelho da água e do Espírito em breve será pregado até os confins da terra. Agora, por crer no evangelho da água e do Espírito de todo o coração, todo aquele que busca a verdade receberá a perfeita remissão dos seus pecados. Agradecemos a Deus por ter nos dado o evangelho da água e do Espírito, e oramos para que esse evangelho seja pregado no mundo inteiro. Como poderíamos guardar o evangelho da água e do Espírito só para nós? Em obediência à vontade de Deus, nós queremos pregar a Verdade desse evangelho em todo o mundo. E não importa o que aconteça conosco, nós temos que preservar o evangelho da água e do Espírito para que ele não se corrompa. Assim, eu tenho certeza que poderemos pregar o evangelho da água e do Espírito no mundo todo até o Senhor voltar. Essa é a vontade de Deus. Portanto, o meu desejo e minha oração é que pensemos muito na vontade de Deus para nós, e que sejamos gratos a Ele buscando mais e mais pregar o evangelho da água e do Espírito para que a justiça de Deus seja manifestada. Eu não tenho como agradecer a Deus por Ele ter dado o evangelho da água e do Espírito para nós.
Muitos cristãos acreditam na teoria pré-tribulacionista do arrebatamento hoje em dia. Mas a teoria pré-tribulacionista do arrebatamento é uma doutrina que foge à Palavra de Deus. Os que a defendem acreditam que o Senhor e os levará antes da Grande Tribulação começar, mas só depois da Tribulação é que isso vai acontecer realmente. Já que acreditam nisso, eles estão sempre alegres mesmo que o mundo esteja ou não sendo envolvido pelas trevas, e louvam a Deus, convencidos de que irão para o Reino dos Céus. E eles louvam em tom bem alto com grande fervor, como se estivessem gritando.
Eu acho que eles louvam assim porque talvez eles achem muito difícil crer na teoria pré-tribulacionista do arrebatamento, mas mesmo assim eles insistem em acreditar nela ainda mais fervorosa e fanaticamente. Mas nosso Senhor não menciona a teoria pré-tribulacionista do arrebatamento no Apocalipse. Você tem que entender que essa teoria pré-tribulacionista é uma mentira.
 
 

Deus Nos Falou do Evangelho da Água e do Espírito Desde o Início

 
Muitos cristãos, crendo na Palavra de Deus cegamente, dizem o seguinte hoje: “O que diz a Bíblia? ‘Abraão creu em Deus, e isso lhe foi imputado para justiça.’ Isso aconteceu mais de 400 anos antes de Deus dar a Moisés detalhadamente os estatutos do sistema sacrificial. Abraão então não foi imputado para justiça por crer na Palavra de Deus incondicionalmente?”
Então, quando perguntados se é realmente necessário crer no batismo de Jesus, eles insistem teimosamente que não há problema algum se eles só crerem no sacrifício de Jesus. Mas essa afirmação nada mais é do que aquilo que dizem os tolos que não têm absolutamente nenhuma compreensão da salvação providenciada por Deus. A Bíblia fala do evangelho da água e do Espírito desde o começo até o final em termos bem claros. Desde os dias de Adão e Eva, Deus disse que se alguém pecasse, ele teria que oferecer sacrifício a Deus para pagar o salário do pecado com seu sangue e sua morte. Em obediência a essa vontade de Deus, Abel ofereceu sua oferta dos primogênitos das suas ovelhas, e da sua gordura. E o Senhor respeitou Abel por causa da sua oferta, mas Ele não respeitou Caim por causa da sua oferta. E por quê? Porque Caim quis chegar diante de Deus à sua maneira, enquanto que Abel obedeceu a Ele. Mais tarde, Deus deu ao Seu povo o sistema sacrifical do Tabernáculo. Na época do Tabernáculo, Deus disse que o pecador deveria por sua mão sobre a cabeça do holocausto, para que este fosse aceito a favor dele, para a sua expiação (Levítico 1:4).
Quando Deus prometeu a Abraão: “Multiplicarei os vossos descendentes como as estrelas dos céus, e lhes darei toda esta terra, de que tenho dito, para que a possuam por herança eternamente,” e como sinal dessas duas promessas, Deus mandou Abraão oferecer uma novilha de três anos, uma cabra de três anos, um carneiro de três anos, uma rola e um pombinho a Ele. Isso significa que Ele já estava requerendo sacrifícios pelo pecado. E através da imposição de mãos, todos tinham que passar seus pecados para os animais do sacrifício que eram oferecidos como oferta pelo pecado, oferta queimada, oferta pacífica; e como oferta de sangue esses sacrifícios eram oferecidos a Deus. Finalmente, quando Deus deu ao Seu povo o sistema sacrificial, Ele deu em detalhes os estatutos de como os pecados seriam expiados: o pecador tinha que passar seus pecados impondo suas mãos sobre a cabeça de um animal sem mancha e oferecer seu sangue e sua gordura a Deus como sacrifício a Ele no Tabernáculo. Isso nos mostra que, no Antigo Testamento também, o povo de Israel era remido dos seus pecados pela fé, através da imposição de mãos e da oferta do sacrifício e do sangue derramado.
Deus estava nos dizendo, em outras palavras, que todo aquele que agora vive nos tempos do Novo Testamento não deve ignorar o batismo que Jesus recebeu de João quando confessar Jesus como seu Salvador. Mas é claro que eles têm que crer também no sangue de Jesus na Cruz. Se você crer somente no sangue da Cruz, sem entender a verdade que Jesus levou sobre Si os pecados da humanidade de uma vez por todas ao ser batizado por João, sua fé então será como um boxeador socando o ar. Esse tipo de fé não pode levar as pessoas a ter uma fé correta em Jesus e a receber a remissão completa dos seus pecados, porque eles ainda permanecem intactos em seu coração.
Muitos cristãos hoje em dia crêem no que eles chamam de evangelho, mas que não é a Verdade da grande salvação. Eles não estão em Jesus Cristo porque crêem não na Verdade da água e do Espírito, mas em outro evangelho. Alguns deles acreditam que foram remidos de todos os seus pecados por crer apenas no sangue de Jesus na Cruz. Mas falando francamente, eles não podem negar que seus pecados ainda continuam intactos em seu coração. Deus disse que nos salvou do pecado dessa geração maligna com Seu perfeito evangelho. Os cristãos verdadeiros de hoje não crêem que Jesus veio apenas por um meio evangelho, isto é, o evangelho apenas do sangue da Cruz. Ao contrário, eles crêem que é pela água, pelo sangue, e pelo Espírito que o Senhor veio a este mundo (1 João 5:4-7). Nós temos que nos tornar crentes no evangelho da água e do Espírito.
Se o Senhor nos salvou totalmente dessa geração maligna, então está claro que Ele nos salvou dos nossos pecados não pelas orações de arrependimento, mas pelo evangelho da água e do Espírito. Se alguém está procurando outro caminho a não ser o evangelho da água e do Espírito, ele está cometendo um grande erro. Jesus Cristo veio a essa terra para salvar dos seus pecados os pecadores deste mundo, e Ele fez isso de uma vez por todas pelo evangelho da água e do Espírito. Ao receber o batismo no Seu próprio corpo pelos nossos pecados, morrer na Cruz e ressuscitar dentre os mortos, Ele nos deu a verdadeira salvação. Agora, recebemos o dom do Espírito Santo e fomos libertos de todos os nossos pecados e da condenação porque cremos no evangelho da água e do Espírito. Sendo assim, nós temos que entender muito bem e sem nenhuma dúvida que nos tornamos filhos de Deus crendo no evangelho da água e do Espírito.
Está escrito em Romanos 2:28-29: “Não é judeu o que o é exteriormente, nem é circuncisão a que o é exteriormente na carne. Mas é judeu o que o é no interior, e circuncisão a que é do coração, no espírito, não na letra, e cujo louvor não provém dos homens, mas de Deus.” Isso significa que nós temos que ser circuncidados espiritualmente porque somos povo de Deus.
Então, qual é o tipo de fé nos leva a ser circuncidados espiritualmente por Deus? É a fé de que o Senhor foi batizado por João Batista para levar nossos pecados de uma vez por todas sobre Seu próprio corpo, derramou Seu sangue por nós, e nos salvou dessa forma. Quando nosso Senhor foi batizado por João, todos os nossos pecados foram passados para Jesus. É crendo nessa Verdade que somos circuncidados espiritualmente. Quando nós cremos que Jesus Cristo aceitou todos os nossos pecados com o batismo que Ele recebeu de João, podemos ser circuncidados espiritualmente e nos tornarmos descendentes de Abraão. Quando colocamos nossa fé na Palavra de Deus, nós podemos ser circuncidados espiritualmente. Nós nos tornamos realmente filhos de Deus quando cremos no evangelho da água e do Espírito.
Muitos cristãos hoje em dia não entendem a promessa da circuncisão espiritual, e por causa disso se dedicam às orações de arrependimento mesmo crendo em Jesus Cristo. Eles fazem isso porque a fé que possuem é uma fé legalista. A fé sensata e espiritual que Deus nos deu é aquela que crê que Jesus apagou nossos pecados com a verdade do tecido azul, púrpura e carmesim de linho fino retorcido feitos sob medida para o Tabernáculo. Na época do Novo Testamento, o Senhor nos revelou a Verdade da salvação através do evangelho da água e do Espírito. Ele levou sobre Si os nossos pecados e os apagou de uma vez por todas. E agora, todo aquele que crê na Verdade desse evangelho pode realmente receber a verdadeira salvação de Deus.
Nós temos que nos manter distantes daqueles que tentam usar a Palavra de Deus somente para satisfazer seus desejos carnais. Por estarem cheios de desejos carnais, eles se apegam cegamente às suas orações de arrependimento, mesmo tendo o evangelho da água e do Espírito bem diante dos seus olhos. Algumas pessoas tentam dominar os outros em nome de Deus. Mas Deus cegou espiritualmente a mente dessas pessoas que são carnais e falsas diante Dele, a fim de que elas não possam encontrar esta Verdade da salvação tão facilmente. O evangelho de Deus é como um tesouro que alguém escondeu no campo. Deus não quer estar com aqueles que desobedecem ao evangelho da água e do Espírito. Ele quer encontrar aqueles que, através da grande Verdade da salvação, reconhecem Sua Palavra que diz: “Foi para sua salvação que o Filho de Deus foi batizado e derramou Seu sangue na Cruz.”
 
 
O Que é a Verdadeira Circuncisão Espiritual?
 
Quando os Israelitas ofereciam sacrifício a Deus pelos seus pecados, a primeira coisa que eles tinham que fazer era impor suas mãos sobre a cabeça do animal para passar seus pecados para ele. Ao fazer isso, eles podiam realmente se livrar dos pecados do seu coração. Por isso, a circuncisão da fé para nós é conhecer a Verdade do evangelho da água e do Espírito e crer nela. Deus ordenou que Abraão fosse fisicamente circuncidado, dizendo: “Quando completarem oito dias, todos os machos serão circuncidados, nas vossas gerações.” Um menino com 8 dias de nascido era tão jovem que seu prepúcio ainda era avermelhado. Eles pegavam então esse menino e circuncidavam seu prepúcio. Se algum varão do povo de Israel não fosse circuncidado, ele então não faria parte do povo de Deus. Assim, cada Israelita, mesmo seus escravos trazidos de longe, tinha que ser circuncidados depois de 8 dias de nascido. Por isso é que podemos ver na Bíblia que Jesus foi levado ao Templo e circuncidado 8 dias depois de ter nascido.
Já que a Bíblia diz que “circuncisão é a que é do coração” (Romanos 2:29), a verdadeira circuncisão espiritual é receber a remissão de pecados no coração, não ser circuncidado fisicamente. “Nossos pecados foram passados a Jesus Cristo. Jesus Cristo levou sobre Si todos os pecados do mundo de uma vez por todas ao ser batizado por João” – crer nisso é o mesmo que ser circuncidado espiritualmente. A não ser que creiamos no evangelho da água e do Espírito, nós nunca poderemos ser filhos de Deus (João 1:3-7). Todo aquele que provar a sua fé no evangelho da água e do Espírito é um filho de Deus, assim como a promessa que Deus fez a Abraão através da circuncisão. Ele prometeu: “Todo aquele que não for circuncidado não fará parte do povo de Deus, mas em todos que forem circuncidados, até mesmo em seus escravos trazidos dos gentios, a circuncisão será um sinal de que eles pertencem ao povo de Deus.”
Por ess motivo, se nosso coração foi espiritualmente circuncidado – isto é, se temos fé no evangelho da água e do Espírito – nós somos povo de Deus então; da mesma forma, se não tivermos fé no evangelho da água e do Espírito, então não somos povo de Deus. Por isso, quando Deus procura ver se fomos espiritualmente circuncidados ou não, Ele olha se nós cremos ou não no evangelho da água e do Espírito, e é baseado nisso que Ele decide se somos Seu povo ou não. Deus não nos julga pelas nossas obras, mas, sim, baseado na nossa fé. É por isso que nós temos que crer no evangelho da água e do Espírito para sermos filhos de Deus. Nós podemos receber o dom da salvação crendo no evangelho da água e do Espírito.
Entretanto, muitas pessoas hoje ainda são ignorantes em relação à verdade da circuncisão espiritual, e acabam crendo que podem ter seus pecados purificados pelas suas orações de arrependimento. E elas afirmam que recebem o perdão pelos seus pecados todos os dias fazendo orações de arrependimento, por causa da sua fé no sangue de Jesus. Mas esse tipo de fé é a fé dos enganadores que só buscam satisfazer sua ganância.
Você crê que Jesus levou sobre Si seus pecados de uma vez por todas ao ser batizado? Foi porque Jesus levou todos os nossos pecados de uma só vez ao ser batizado por João que nós pudemos ser purificados de todos os nossos pecados crendo nesse evangelho da Verdade; se Jesus não tivesse levado sobre Si nossos pecados com Seu batismo, eles nunca poderiam ser apagados. Se não cremos no evangelho da água e do Espírito, então por mais que creiamos fervorosamente em Jesus como nosso Salvador, nossos pecados simplesmente não podem ser apagados.
A prova de que todos nossos pecados foram apagados é que Jesus foi batizado por João Batista. Foi porque Jesus levou sobre Si os nossos pecados primeiro através do Seu batismo que Ele pôde então ser crucificado e suportar toda condenação do pecado. E o desejo de Deus é que encontremos essa Palavra que nos dê essa certeza no coração.
O que é que nosso Senhor nos diz no capítulo 6 de João? “Ele diz: Eu sou o pão da vida. Aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim jamais terá sede” (João 6:35). E Ele diz novamente: “Pois a minha carne é verdadeiramente comida, e o meu sangue é verdadeiramente bebida. Quem come a minha carne, e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele” (João 6:55-56). A fim de se tornar verdadeiramente comida e bebida, nosso Senhor teve que ser de fato batizado por João Batista, derramar Seu sangue, e trazer a salvação a todos nós que cremos nessa Verdade. Já que Jesus disse “que quem come a minha carne, e bebe o meu sangue tem a vida eterna,” temos que crer nesses dois elementos do evangelho da água e do Espírito, isto é, no Seu batismo e no Seu sangue na Cruz.
Jesus levou nossos pecados ao ser batizado por João. Nossos pecados então foram passados a Jesus Cristo (Marcos 3:15; João 1:29; 1 Pedro 3:21). E ao levar esses pecados sobre Si morrendo na Cruz em nosso lugar por causa deles, Jesus salvou você e eu de toda a condenação do pecado. Sendo assim, é pela nossa fé em Jesus Cristo e no evangelho da água e do Espírito que fomos salvos de todos os nossos pecados.
Meus amados irmãos, eu não acho que esteja certo vocês abandonarem aqueles que são teimosos e insistem que podem ser purificados dos seus pecados fazendo apenas suas orações de arrependimento. Isso porque se vocês os abandonarem, eles serão condenados pela sua própria consciência e pelo próprio Deus. Os cristãos que insistem nas orações de arrependimento se opõem tanto aos crentes no evangelho da água e do Espírito que eles serão julgados por Deus por causa dos seus pecados. Mas eu mesmo não quero discutir com eles. Eu só quero dizer a eles: “Ah é! Então quer dizer que vocês só crêem nas suas orações de arrependimento! Vocês têm mesmo certeza que seus pecados foram purificados com essas orações? Podem crer no que vocês quiserem! Mas eu estou deixando bem claro aqui que ainda há pecado no seu coração, não estou? Então se ainda há pecado em seu coração vocês não têm como evitar de ir para o inferno por mais que creiam fervorosamente em Jesus como seu Salvador.”
Muitos cristãos obstinadamente se recusam a aceitar o amor incondicional de Deus que está no evangelho da água e do Espírito. Mas nós já ensinamos a eles tudo para que eles sejam purificados dos pecados deste mundo através da Verdade do evangelho da água e do Espírito. O que eles têm que fazer então? O que mais podemos dizer a eles? Temos que esperar que eles voltem atrás e retornem para o verdadeiro evangelho!
Deus não disse que está tudo bem se crermos ou não no evangelho da água e do Espírito. Só existe há uma maneira de recebermos a remissão dos nossos pecados e entrar no Reino dos Céus: a fé. E esse é o caminho que nos leva a caminhar pondo nossa fé na salvação de Deus que Jesus nos deu – isto é, crendo que Jesus levou sobre Si nossos pecados ao ser batizado por João, derramou Seu sangue na Cruz, ressuscitou dentre os mortos, e assim salvou de todos os nossos pecados do mundo todos nós que cremos. Nosso Senhor tem o poder de purificar o coração dos crentes no evangelho da água e do Espírito. É assim que Ele leva para o Reino dos Céus todos os crentes no evangelho da água e do Espírito.
Fora deste evangelho da água e do Espírito, ou através de qualquer outra fé, como a fé nas orações de arrependimento, é impossível recebermos a remissão dos nossos pecados e entrarmos no Reino dos Céus. Somente colocando nossa fé no evangelho da água e do Espírito de coração é que podemos ser filhos de Deus e entrar no Céu. Por outro lado, aqueles que não crêem no evangelho da água e do Espírito, mas ao invés disso crêem nas suas orações de arrependimento, não podem entrar no Reino dos Céus. Imagine o que vai acontecer se você tentar purificar os seus pecados com suas orações de arrependimento, ao invés de crer no evangelho da água e do Espírito. Você pode fazer o que quiser, mas seus pecados ainda continuarão os mesmos, e ninguém que tem pecado pode entrar no Reino dos Céus.
Você e eu cremos no evangelho da água e do Espírito e estamos pregando esse evangelho agora. No evangelho da água e do Espírito nos confortamos uns aos outros e somos gratos uns aos outros. O fato de sermos a Igreja de Deus já é motivo suficiente para sermos totalmente gratos, e quando colocamos nossa fé no evangelho da água e do Espírito, nós conseguimos levar uma vida de retidão nesses tempos do fim. Pelo fato do Senhor ter salvado você e eu dos nossos pecados nessa geração maligna, é pela nossa fé na Verdade que vencemos o mal deste mundo, e como justos continuamos a levar uma vida vitoriosa. Já que fomos salvos de todos os nossos pecados crendo no evangelho da água e do Espírito, não podemos viver fazendo o que bem entendemos, seguindo o mundo fora da Igreja de Deus. Como verdadeiros crentes no evangelho da água e do Espírito, nossa fé não deve ser acomodada como a dos mentirosos que dizem que podem purificar seus pecados com suas orações de arrependimento.
O mundo tem mudado muito rápido nestes dias. Deus nos disse que no final dos tempos “muitos correrão de uma parte para outra, e o conhecimento se multiplicará” (Daniel 12:4). Essa passagem não está mostrando a realidade que vivemos hoje em dia? Nesses últimos dias, nós temos que guardar o evangelho da água e do Espírito, e guardá-lo pela fé, para que nós possamos viver todos os dias pela fé na Palavra de Deus. Assim como os sacerdotes do Antigo Testamento mantinham sempre acessa uma luz dentro do Tabernáculo, nós temos que guardar nossa alma nessa luz colocando nossa fé no evangelho da água e do Espírito todos os dias.
Nós temos que lutar nossas batalhas espirituais pela fé que mantém nossa condição de filhos de Deus, a fim de que não sejamos maculados por essa geração maligna. E pondo nossa fé no evangelho da água e do Espírito como o dom da salvação, nós temos que agradecer a Deus por Ele ter permitido que nos tornássemos Seus Filhos e vivêssemos pela fé. Embora o tempo passe bem rápido e nossa carne fique cada vez mais velha e fraca, nosso zelo em servir ao evangelho da água e do Espírito não pode acabar; por outro lado, mais cooperadores ainda que receberam a remissão dos seus pecados têm que se levantar no mundo inteiro.
Está escrito: “Pois nele se descobre a justiça de Deus de fé em fé, como está escrito: O justo viverá da fé” (Romanos 1:17). Nós podemos receber a remissão dos nossos pecados crendo no evangelho da água e do Espírito, e da mesma forma crescendo como um povo de fé meditando nesse verdadeiro evangelho. Nós temos que viver crendo no evangelho da água e do Espírito com ainda mais firmeza, porque o dia da volta do Senhor está muito próximo.
Nessa geração maligna, Deus salvou você e eu dos pecados deste mundo, e Ele fez de nós Seus próprios filhos. Por causa disso, nós rendemos toda nossa gratidão a Ele.