Predigten

Assunto 13: O Evangelho Segundo MATEUS

[Capítulo 24-8] Sirva ao Senhor Com os Talentos que Ele te deu (Mateus 24:32-44)

Sirva ao Senhor Com os Talentos que Ele te deu
(Mateus 24:32-44)
“Aprendei agora esta parábola da figueira: Quando já os seus ramos se tornam tenros e brotam folhas, sabeis que está próximo o verão. Igualmente vós, quando virdes todas estas coisas, sabei que Ele está próximo, às portas. Em verdade vos digo que não passará esta geração sem que todas estas coisas aconteçam. O céu e a terra passarão, mas as Minhas palavras jamais passarão. Porém, a respeito daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos do céu, nem o Filho, mas unicamente o Pai. Como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem. Pois assim como nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca, e não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos - assim será também a vinda do Filho do homem. Então, estando dois no campo, será levado um, e deixado o outro. Estando duas moendo no moinho, será levada uma, e deixada a outra. Portanto vigiai, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor. Mas considerai isto: Se o pai de família soubesse a que hora viria o ladrão, vigiaria e não deixaria que sua casa fosse arrombada. Por isso estai vós também apercebidos, porque o Filho do homem há de vir à hora em que não penseis.”
 
 
Há 18 pessoas convidadas para a classe evangélica desse Acampamento para Treinamento de Discípulos de Inverno. Eu sinceramente espero que nosso Senhor entre em seus corações e os faça receber o evangelho. E quando orar, você deve pedir para que Deus salve as almas dos alunos da classe evangélica e também seus familiares e amigos. Antes de você chegar aqui, seus pastores disseram que toda a instalação do retiro em Injae estaria em boas condições. Mas levou somente algumas horas para descobrir a realidade. A água encanada do quarto das mulheres não congelou? Eu soube que a água congelou e não saía nada. Então, os membros da equipe tiveram uma reunião e prometemos uns aos outros fazer o melhor pelo menos daqui em diante. Eu não sei por que é tão difícil para os membros da equipe serem vistos com bons olhos por vocês. Agora devemos fazer banheiros com novas instalações no quarto das mulheres. Se Deus permitir, as instalações ficarão melhores no próximo verão. É muito bom ter um lugar espaçoso para adorar, todas as instalações do retiro ficarão melhores aos poucos. Eu espero que vocês descansem bem e ouçam as Escrituras de bom grado.
Nessa manhã, vou-lhes falar sobre quando nosso Senhor virá. O Senhor disse em Mateus 24:32-39: “Aprendei agora esta parábola da figueira: Quando já os seus ramos se tornam tenros e brotam folhas, sabeis que está próximo o verão. Igualmente vós, quando virdes todas estas coisas, sabei que ele está próximo, às portas. Em verdade vos digo que não passará esta geração sem que todas estas coisas aconteçam. O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras jamais passarão. Porém, a respeito daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos do céu, nem o Filho, mas unicamente o Pai. Como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem. Pois assim como nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca, e não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos - assim será também a vinda do Filho do homem.”
O Senhor nos falou sobre o que acontecerá quando Ele voltar. Devemos ouvir a Sua Palavra de ensinamento e admoestação. Então eu vou pregar um sermão para enfatizar Seus ensinamentos.
Primeiro, quando o Senhor virá? Vamos ver isso na passagem bíblica. O Senhor disse a Seus discípulos: “Aprendei agora esta parábola da figueira: Quando já os seus ramos se tornam tenros e brotam folhas, sabeis que está próximo o verão. Igualmente vós, quando virdes todas estas coisas, sabei que Ele está próximo, às portas.” Subentende-se nessa passagem que quando Israel recuperar seu poder, quer dizer, quando Israel recuperar seu território saberemos que o tempo da vinda do Senhor está próximo. Após crucificar Jesus Cristo na cruz, os israelitas foram espalhados por todo o mundo. Mas como está na passagem bíblica de hoje, Israel recuperou sua nação após dois mil anos. Não há nenhum caso na história da humanidade, exceto o de Israel, em que uma nação conseguiu recuperar seu território após dois mil anos.
Quando o Senhor voltará? Primeiro Jesus Cristo disse: “Aprendei agora esta parábola da figueira: Quando já os seus ramos se tornam tenros e brotam folhas, sabeis que está próximo o verão.” E Jesus também nos ensinou que “Não passará esta geração sem que todas estas coisas aconteçam.” Devemos prestar atenção para o fato de Israel ter recuperado sua terra. O fato de isso ter acontecido em 1948, significa que a Palavra de Deus que diz: “Quando já os seus ramos se tornam tenros e brotam folhas”, se cumpriu. Após Israel recuperar sua nação, ela se tornou forte com o seu renascimento. Nosso Senhor nos disse que Ele viria antes dessa nação desaparecer da face da terra. Então, observemos Israel. E veremos que Israel se tornou uma nação extremamente poderosa.
Segundo, quando o Senhor virá? Jesus disse: “Como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem.” Ele continuou: “Pois assim como nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca, e não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos - assim será também a vinda do Filho do homem” (Mateus 24:38-39). Jesus Cristo está nos ensinando que a Sua vinda será como foi nos dias de Noé.
O que significa “Como foi nos dias de Noé?” Noé, o servo de Deus, foi um símbolo dos dias de destruição. Há muito tempo atrás quando Deus julgou o mundo ao cobrir a terra com água, Ele disse a Noé tudo sobre o dilúvio. Deus teve misericórdia de Noé e de sua família salvando-os por estarem dentro da arca. O Senhor disse que a Sua vinda seria como nos dias em que todos, com exceção da família de Noé, foram destruídos. A vinda do Senhor será como os dias de Noé.
Vamos olhar na bíblia e ver como foi nos dias de Noé. Está escrito: “Pois assim como nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca, e não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos.” Nos dias de Noé, as pessoas só se importavam com seus desejos carnais, isto é, a vontade de comer e beber. Pode-se dizer que assim como o julgamento de Deus veio sobre os que seguiam seus desejos carnais, Ele virá com o mesmo propósito no futuro. Queridos irmãos, há alguém que não bebe nem come? Todo mundo come e bebe. Então porque o Senhor falou assim nessa passagem? Ele falou assim porque Ele virá no tempo em que as pessoas não se importarão mais com Deus, mas somente em satisfazer seus desejos carnais fazendo o que bem entenderem. Amados irmãos, quando olhamos para esse mundo, sabemos que hoje em dia é igual aos dias de Noé em que as pessoas comem e bebem, casam e se dão em casamento. Assim como a geração pecadora dos tempos de Noé chegou ao seu limite, assim acontece com esta geração. E assim como Deus julgou o mundo com água nos tempos antigos, acontecerá o mesmo em Sua segunda vinda.
Nosso Senhor disse que Ele viria quando as pessoas se importassem somente em comer e beber e satisfazer seus desejos carnais. Mas se as pessoas crerem na Palavra de Deus e honrando-O, se dedicarem totalmente a servir ao evangelho, então comer e beber será uma bênção para elas. Mas está escrito que o nosso Senhor virá pela segunda vez quando as pessoas não se importarem mais com Deus e só se preocuparem com suas próprias vidas, não se importando com as coisas espirituais, mas somente com seus desejos carnais, deixando Deus de lado e vivendo só para si mesmas.
Devemos ouvir atentamente os ensinamentos de nosso Senhor. Olhando para os sinais de nosso tempo, vemos que tudo já está pronto para a Sua vinda. Assim, devemos receber esses ensinamentos e crer que já estamos vivendo nesse tempo. Devemos prestar atenção nos avisos da Sua Palavra e guardá-los em nosso coração. Devemos gravar esses ensinamentos em nosso coração, sabendo que a situação atual indica a iminente vinda do Senhor. Devemos aceitar os ensinamentos da Palavra de Deus. Esses são os verdadeiros cristãos e o povo que crê em Deus. Devemos ser como esse povo. Não devemos somente falar da vinda do Senhor por causa dos sinais desse mundo. Devemos ouvir atentamente ao que Ele disse na bíblia. Se a Palavra de Deus diz isso, devemos aprender dessa forma, e se ela nos repreende, então devemos aceitar e crer no que ela diz. Quando olhamos para a época em que vivemos, sabemos que está acontecendo tudo o que a Palavra de Deus disse que aconteceria. Por isso devemos saber e crer em nosso coração que o tempo de Sua vinda está se aproximando rapidamente. Então é muito importante nós recebermos os ensinamentos de Sua Palavra.
Está escrito no capítulo 1 de Apocalipse que abençoados são aqueles que lêem, ouvem e guardam a palavra dessa profecia. Por ouvir essa Palavra você é abençoado e eu sou abençoado, e as pessoas que crêem e vivem pela fé também são abençoadas. Nos dias de Noé, as pessoas não perceberam o julgamento de Deus até que a água veio e as carregou enquanto elas estavam se entregando a comer, beber, casar e se dar em casamento. Esse dilúvio é o símbolo do julgamento de Deus.
Deus escolheu o dilúvio como o primeiro julgamento dos dias do Antigo Testamento, e o mundo foi julgado por ele. Quando está escrito que “não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos - assim será também a vinda do Filho do homem”, isso significa que o julgamento da Sua segunda vinda será o mesmo. Quer dizer que as pessoas estão preocupadas em comer e beber, casar e se dar em casamento não percebendo que na verdade elas irão para o inferno quando Ele voltar e julgar a todos. Por isso devemos crer no que diz essa passagem bíblica. Devemos aprender com a Palavra, e prestarmos bastante atenção se esse mundo está se tornando ou não como está escrito na passagem bíblica de hoje. Devemos examinar atentamente se o mundo está ficando como a bíblia disse que ficaria.
Quando olhamos o mundo de hoje sob a perspectiva da Palavra e seus ensinamentos, ele reflete os dias de Seu julgamento. Também podemos reconhecer, ver pela fé e crer que esse é o tempo para a Sua vinda. Nós cremos que já estamos próximos do fim dos tempos do qual disse o Senhor. Eu disse a vocês há cinco anos atrás que o tempo estava próximo. E eu sou um que está esperando por Sua vinda, enquanto vejo a situação que estamos vivendo e observo os ensinamentos de Suas palavras. Quando olho para esse tempo em que vivemos, vejo que ele já se tornou o mesmo da passagem bíblica de hoje.
O que as pessoas buscam nessa época? Hoje eu não sei quantas pessoas buscam satisfazer os desejos de sua carne. Mas há poucas que buscam a Deus. Um jornal realizou uma pesquisa: “Você crê em Deus?” e somente 45% dos coreanos responderam que sim. Isso não se compara em nada com as respostas de 90% dos americanos que disseram crer na existência de Deus. A maior parte do povo coreano tem a sua própria religião, mas a maioria deles não crê nem na existência de Deus. Nós vemos com isso que um grande número de coreanos escolhe uma religião, e acredita que ela vai resolver seus problemas humanos, mas não têm uma verdadeira fé em Deus.
As pessoas hoje em dia crêem em Deus? Elas buscam a Deus? Não, elas não O buscam. As pessoas hoje só buscam satisfazer seus desejos carnais, isto é, a vontade de comer e beber. As pessoas hoje em dia só se interessam pelas coisas da carne, mas não crêem em Deus. Por todo o mundo, as pessoas buscam desenfreadamente o que comer e beber. Como o mundo está rumando para o fim e não haverá futuro, as pessoas estão engordando de tanto comer e beber para aproveitar bem suas vidas. Os últimos dias são assim. Também era assim nos dias de Noé antes de vir o julgamento através do dilúvio. Quando Deus julgou o mundo com água, as pessoas só se importavam em comer e beber. Naquele tempo as pessoas eram terríveis e sua maldade era grande.
Elas conhecem isso apenas como um mero fato histórico. As pessoas não sabem que isso é um aviso e ensinamento de Deus. Contudo, o Senhor nos ensina sobre o tempo que Ele virá através dos escritos de Mateus. Sob o ponto de vista dessa passagem bíblica, como são as pessoas de hoje? Tanto as do passado com as de hoje não estão interessadas em Deus, mas somente em comer e beber. Elas também só pensam em como irão viver, comer e beber. Através da passagem bíblica de hoje o Senhor nos ensina que o dia da Sua vinda está perto.
Terceiro, quando o Senhor virá? O Senhor disse no versículo 40: “Então, estando dois no campo, será levado um, e deixado o outro.” Ele disse que quando houver dois homens no campo, um será levado e o outro será deixado para trás. Esse campo significa tanto o coração das pessoas quanto o mundo. Há dois tipos de pessoas nesse mundo que levam uma vida religiosa. E isso significa que dentre esses dois tipos de pessoas, um será levado e o outro será deixado para trás. Nós não estamos levando uma vida de fé cristã? Os cristãos não estão preparando o campo de seu coração, tirando as pedras e plantando os ensinamentos da Palavra de Deus?
Contudo, dentre os mesmos cristãos que estão preparando seu coração, alguns serão levados enquanto outros serão deixados para trás. Ao vivermos nesse mundo, todos nós nos dedicamos a nossa religião da nossa própria maneira, apesar de termos um credo diferente. Alguns são cristãos, outros budistas, e ainda há os muçulmanos. Contudo, cada um segue sua vida de fé do seu próprio jeito, os nascidos de novo serão levados, enquanto os que não nasceram de novo serão deixados. Isso acontecerá no dia da Sua vinda.
Desta forma, devemos dar ouvidos à Palavra do Senhor e aos Seus ensinamentos. Nós mesmos temos que cultivar o campo do nosso coração e receber a perfeita redenção que é não ter mais pecados dentro dele. O que decidirá se você será levado ou não será o fato de você ter nascido de novo pelo evangelho da água e do Espírito. Antes de o Senhor voltar, devemos examinar a nós mesmos e ver se “Eu nasci de novo ou não.” Em outras palavras, devemos pensar se “Eu serei levado ou deixado para trás na vinda do Senhor?” Só porque leva uma vida de fé às cegas não significa que você será arrebatado. E não significa que você passará pelo arrebatamento só porque você capinou e preparou o campo do seu coração de maneira imprudente. Devemos aprender com a palavra da verdade. Devemos preparar o campo de nosso coração pela palavra da verdade. E devemos aceitar em nosso coração o evangelho da água e do Espírito, a Sua Palavra é que faz com que as pessoas nasçam de novo. As sementes da Sua Palavra devem cair em nosso coração, brotar e dar frutos. Devemos nos tornar pessoas que possuem a semente da Sua Palavra em nosso coração, essa palavra de salvação que nos faz nascer de novo da água e do Espírito.
E mesmo sendo óbvio que a Sua vinda está perto, há pessoas que ainda não aceitaram o evangelho da água e do Espírito, e elas devem plantar logo essa fé em seu coração. Se alguém não tem a Palavra de Deus em seu coração, deve comprá-la custe o que custar, e deve aceitá-la rapidamente se ela for dada de graça. Pois se não tiver a palavra da salvação em seu coração e não nascer de novo, ele será deixado para trás nos últimos dias. Então, você deve checar através do evangelho da água e do Espírito se você nasceu de novo, para se assegurar disso antes que o Senhor volte. Você não deve só esperar por Sua chegada, mas deve examinar a sua fé. Então, os que não tiverem a semente da fé em seu coração devem aceitar essa palavra de salvação, porém os que já possuem devem aguardar pelo Senhor dizendo sempre: “Venha, Senhor Jesus.”
Há pouco tempo atrás havia uns grupos estranhos na Coréia. Eles eram dois, a Missão Dami e a Missão Tiberias, que declaravam que o arrebatamento viria e o mundo acabaria no dia 28 de outubro de 1992. O nome da nossa missão é Missão Nova Vida. Esse nome é bem diferente dos grupos já citados. Nós somos uma “organização missionária que dá nova vida.” A Missão Dami e Tiberias criaram uma confusão ao dizer que o mundo acabaria no dia 28 de outubro de 1992. Através de seu falso ensinamento, um grande número de pessoas acreditou que o Senhor viria no dia 28 de outubro de 1992 e eles foram duramente criticados. Naquele tempo eu tinha alguma amizade com alguns membros desses grupos e eu tirei muitos de lá.
“Pastores e evangelistas! O Senhor virá no dia 28 de outubro de 1992? Vamos dizer que isso seja verdade. Então, vocês têm certeza que nasceram de novo da água e do Espírito e que serão levados aos Céus quando o Senhor voltar?”
“Eu não tenho certeza.”
Eu perguntei de novo: “Então o que farão?”
“Então eu devo me arrepender. Até a Sua vinda, devo limpar minhas vestes espirituais com o sabão do arrependimento e vestir-me com linho puro, e receber o Senhor, dizendo: “Oh meu noivo, aqui está Sua noiva.”
Eu perguntei-lhes novamente: “Até quando você vai aprontar um vestido branco impecável?”
“Eu devo prepará-lo até a vinda do Senhor.”
“Como você pode aprontá-lo?”
“Eu o preparo com orações de arrependimento.”
“Então, quando você deverá fazer as orações de arrependimento?”
“Eu farei as orações pela manhã e à noite.”
Assim são essas pessoas. Mas mesmo se o Senhor realmente viesse no dia 28 de outubro de 1992, elas não poderiam subir até a presença do Senhor. Elas não seriam levadas. O Senhor levaria uma noiva manchada de sujeira? Quem levaria uma noiva fedorenta? Quem levaria uma noiva manchada com todo o tipo de imundícia? Isso não faria sentido algum.
“Vamos dizer que Ele virá tão rápido como a bíblia diz. Sim, vocês crêem na Palavra de Deus. Então, estão preparados? Vocês estão prontos para se encontrarem com Jesus Cristo? Vocês realmente nasceram de novo?” Então, eles dizem: “Sim, eu nasci de novo pelo sangue de Jesus.” Quando a bíblia fala do sangue de Jesus, é só para explicar que Ele levou os pecados do mundo através de Seu batismo. Mas há pessoas que dizem crer no sangue de Jesus sem crer em Seu batismo. Pode haver algum resultado sem causa? Essas pessoas não nasceram de novo ainda. Elas estão envergonhando o nome de Jesus e difamando os cristãos. Eu não sei se eles estão mesmo cultivando sua espiritualidade ao fazer orações de arrependimento. Contudo, essas práticas não acabaram, mas existem até hoje. Mesmo agora, há milhares de pessoas que crêem dessa forma.
“Estando duas moendo no moinho, será levada uma, e deixada a outra.” Se alguém não aceita as sementes da vida em seu coração, então todo o seu esforço será em vão. Para que é usado um bom campo? Para que serve um bom campo se não há semente para se plantar? “Meu campo é fértil, mas só cresce espinhos e erva daninha.” Então não podemos dizer que o campo é bom. Queridos irmãos, vocês já lavraram todos os seus campos. Mas a coisa mais importante é se a semente foi ou não plantada nele. Quando o Senhor voltar, somente os nascidos de novo serão levados, enquanto que os que não nasceram de novo da água e do Espírito serão deixados. Algum dia o Senhor certamente virá para nos tirar desse mundo. Conseqüentemente, você e eu temos que ter as sementes da vida em nosso coração porque Ele virá para levar somente o povo nascido de novo.
Você crê que nasceu de novo da água e do Espírito? Você possui as sementes da Palavra em seu coração? Se, como nascido de novo, você tem as sementes da Palavra, não há problema você ter algumas imperfeições. Contudo, se você não tem a semente da Palavra, é em vão você ter seu campo bem arado e um coração bom. Não adianta nada. No dia da Sua vinda, haverá dois homens arando o campo; um será levado e o outro será deixado. Assim, devemos ouvir atentamente a palavra sobre nascer de novo. E será uma grande bênção você crer no evangelho da água e do Espírito.
Todavia, nós os nascidos de novo freqüentemente encaramos esse genuíno evangelho com desprezo. Alguns de nós relegamos isso a um mero fundamento da fé. Umas pessoas vieram me perguntar: “Como você escreveu tantos livros falando sobre a mesma história e o mesmo assunto?” Os meus sermões são os mesmos? Mesmo que a semente da vida seja a mesma, há vários tipos de campo. Depende dos diferentes campos, tais como, campos doentes, campos com muitas pedras, campos certos, campos sujos, campos fracos, etc., nós devemos cultivá-los com diferentes métodos de lavrar e semear.
Amados irmãos, o evangelho da água e do Espírito que nos trouxe a salvação é o evangelho da vida. Esse é o único e verdadeiro evangelho. É o evangelho mais precioso da terra. Nós temos o evangelho da água e do Espírito em nosso coração. Como o temos em nosso coração nós o pregamos. Mas as pessoas do mundo aceitam bem o evangelho ou não? Elas não aceitam. É porque elas não acreditam facilmente em Deus. E também não aceitam esse evangelho porque nesses últimos tempos só estão preocupadas em comer e beber, e não se importam em crer em Deus. Eu não sei se os alunos da classe evangélica irão aceitar bem o evangelho nesse acampamento para treinamento de discípulos. Isso não será muito fácil. Porque ultimamente as pessoas só estão preocupadas em comer e beber. Olhemos para nós mesmos. Quantos foram ao centro ontem após o culto da noite? Como as pessoas estão preocupadas em comer e beber. E também houve muitos de vocês que trouxeram comidas deliciosas para comer com seus familiares. Vocês não têm que dá-las a mim. Eu tenho muito que comer.
Você e eu temos esse precioso evangelho da água e do Espírito. Eu agradeço a Deus por isso. Quando nosso Senhor voltar, nós os nascidos de novo, o povo que tem a palavra da vida, o evangelho da água e do Espírito, seremos levados por Ele. Mas a vida dos que não possuem essa palavra se tornará vazia. Quando era jovem, certamente você jogou na loteria doce. O dono da lotérica fazia doces em forma de aviões, trens e barcos feitos de açúcar derretido e colocava muitos bilhetes dentro de uma lata. Na nossa juventude, não conseguíamos ficar sem passar pela lotérica.
“Senhor, quantos bilhetes eu posso comprar por 10 centavos?”
“Você pode comprar três.”
“Só três? Qual é, me dá quatro.”
“Está bem, vou te dar quatro” a verdade é que todos os bilhetes vinham em branco. O dono da lotérica escrevia o que queria neles. Então se o dono da lotérica deixasse todos em branco e os colocasse na lata, ficava assim mesmo. Quando você tirava alguns bilhetes, esse estava em branco, aquele estava em branco, e uma vez ou outra você ganhava um pequeno jatinho ou um coelho, mas não um avião grande. Você não conseguia tirar um avião grande de açúcar porque o dono da lotérica não escrevia isso no bilhete. Nunca deveria acontecer de você ter que roubar o dinheiro da sua mãe para comprar todos os bilhetes. Quando eu ficava irritado, eu juntava dinheiro de qualquer maneira e comprava todos os bilhetes da loteria. Pensando que eu iria ganhar dois grandes prêmios fazendo isso, eu gastava muito dinheiro para comprar todos os bilhetes lotéricos da lata. Então eu comprava todos os bilhetes só para descobrir que não havia nenhum grande avião ali. Não havia nada mesmo. Nós chamamos isso de fraude.
De qualquer modo, você e eu que recebemos a remissão de pecados somos felizes porque agora é o tempo da Sua vinda. “Estando duas moendo no moinho, será levada uma, e deixada a outra.” Queridos irmãos, podemos distinguir a verdadeira fé da falsa ao examiná-la sob a Palavra de Deus. Há pessoas que de maneira vergonhosa dizem que “A minha denominação é a mais famosa no mundo inteiro e ela segue as doutrinas calvinistas.” Contudo, isso não vale de nada, mesmo se essas pessoas fossem irmãs de Calvino. No final elas serão deixadas como a mulher que estava moendo no moinho.
Há duas mulheres moendo no moinho. Elas colocam uma colher de feijão ou arroz na pedra do moinho. Se você moer os grãos com a pedra, alguns deles serão moídos. Com o som “Drrr...drr...drr...drr...” o que estiver dentro do moinho será esmagado e virá para fora. As duas mulheres estão moendo no moinho com vontade e, de repente, uma é deixada ali. Enquanto duas mulheres estão moendo no moinho, uma é levada e a outra é deixada. Amados irmãos, somente os que tiverem uma verdadeira fé e que nasceram de novo pela água e pelo Espírito, é que serão levados em Sua vinda. Vocês crêem nisso? Amém.
Há várias pessoas no mundo que se gabam, dizendo: “Nossa denominação é assim e assim, e eu sou o presidente dela.” Eu não posso evitar de rir quando ouço essas pessoas. Aqueles que não nasceram de novo dão grande ênfase a sua aparência. Contudo, os nascidos de novo não são assim. Os que não nasceram de novo se orgulham daquilo que são, de como sua denominação é antiga ou como foi feita sua tradição, etc. Mas qual é o fundamento da sua fé? À luz da Palavra de Deus, como é o seu coração? Seu coração é totalmente podre por causa do pecado.
Devemos saber como é precioso ter esse evangelho da água e do Espírito. Essa é a Palavra de Deus. Mesmo se esmagarmos nosso coração com um martelo e o moermos no moinho, ainda assim seremos o povo nascido de novo. Não importa o quanto aremos o campo do nosso coração vez após outra, nós continuaremos sendo o povo nascido de novo. Somos o povo nascido de novo que está revestido de inocência por dentro e por fora. Isso é real. Contudo, os cristãos não nasceram de novo como nós. Eles são feios e cômicos. Eles levam sua vida religiosa, mas não serão levados pelo Senhor. Como isso acontecerá? Mesmo que tenha tido uma vida religiosa desde o útero de sua mãe, e tenha ido para a escola dominical desde cedo, para a classe das crianças, adolescentes, jovens, adultos, e tenha um bonito histórico servindo como diácono, presbítero, pastor, até chegar a presidente de sua denominação, ele é igual ao general Naamã. Mesmo Naamã sendo um general, ele era evitado por todos por ter lepra. E não importa como tenha sido o ministério de alguém, se ele não tiver a palavra da água e do Espírito, o Senhor o deixará ao invés de levá-lo. Desta forma, nós sabemos como é precioso o evangelho que temos.
Todo o tempo em que estamos juntos nós falamos sobre o evangelho da água e do Espírito. Falamos sobre ele na noite passada e continuamos a fazê-lo nesta manhã. Você pode dizer em seu coração: “Isto é tão chato. Meus ouvidos estão sofrendo. Você não tem outra Palavra de Deus além dessa?” Realmente não há nada melhor que isso? Não, não há. Devemos saber que essa é a coisa mais valiosa que temos. Está escrito: “Não tenho prata nem ouro, mas o que tenho te dou” (Atos 3:6). Qual é a coisa mais preciosa que você tem? É o evangelho da água e do Espírito. Essa é a coisa mais preciosa e nossa essência mais importante. Esse evangelho da água e do Espírito salva os aleijados espirituais, as pessoas que não têm uma boa vida de fé e os pecadores que estão morrendo. Então ele é muito precioso. Verdadeiramente, o evangelho da água e do Espírito é muito precioso.
Nosso Senhor disse: “Vocês estariam preparados se soubessem o dia e a hora do fim?” Em outras palavras, devemos sempre vigiar porque o Senhor virá como nos dias de Noé. Ele disse: “Portanto vigiai, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor” (Mateus 24:42). Nós que vivemos nos dias de Noé devemos estar vigilantes pregando sempre o evangelho da água e do Espírito, e vivermos com fé que agora é o tempo da Sua vinda. Devemos saber que se esperarmos mais um pouco Ele virá, e continuar ouvindo Seus ensinamentos e recebendo-os em nosso coração, continuando fielmente com a obra que Ele nos entregou.
No capítulo 25 de Mateus, encontramos a parábola dos talentos. Vamos ler do versículo 14 ao 30 no capítulo 25 de Mateus.
“Pois será como um homem que, ausentando-se do país, chamou os seus servos e entregou-lhes os seus bens. A um deu cinco talentos, a outro dois e a outro um, a cada um segundo a sua capacidade. Então partiu. Tendo ele partido, o que recebera cinco talentos negociou com eles e ganhou outros cinco talentos. Do mesmo modo, o que recebera dois ganhou também outros dois. Mas o que recebera um foi, cavou na terra e escondeu o dinheiro do seu senhor. Muito tempo depois veio o senhor daqueles servos e ajustou contas com eles. Então, aproximando-se o que recebera cinco talentos, entregou-lhe outros cinco talentos, dizendo: Senhor, confiaste-me cinco talentos. Olha, aqui estão outros cinco talentos que ganhei com eles. O seu senhor lhe disse: Bem está servo bom e fiel. Sobre o pouco foste fiel, sobre o muito te colocarei. Entra no gozo do teu senhor. Chegando também o que tinha recebido dois talentos, disse: Senhor, entregaste-me dois talentos; olha, com eles ganhei outros dois. Disse-lhe o seu senhor: Bem está, bom e fiel servo. Sobre o pouco foste fiel, sobre o muito te colocarei. Entra no gozo do teu senhor. Mas, chegando também o que recebera um talento, disse: Senhor, eu sabia que és um homem duro, que ceifas onde não semeaste e ajuntas onde não espalhaste e, atemorizado, escondi na terra o teu talento. Aqui tens o que é teu. Respondeu-lhe, porém, o seu senhor: Mau e negligente servo, sabias que ceifo onde não semeei e ajunto onde não espalhei? Devias então ter dado o meu dinheiro aos banqueiros, e quando eu viesse, receberia com os juros o que é meu. Tirai-lhe o talento, e dai-o ao que tem dez. Pois a qualquer que tiver, será dado, e terá em abundância. Ao que não tiver, até o que tem lhe será tirado. Lançai para fora o servo inútil, nas trevas. Ali haverá choro e ranger de dentes.”
Nosso Senhor está nos ensinando uma lição com essa parábola. Há algo com que aqueles que receberam a remissão de pecados devem ter muito cuidado. Aqui na parábola dos talentos, o Senhor disse que Ele deu talentos a todos os que receberam a remissão de pecados. O Senhor deu a você e a mim os mesmos talentos. O Senhor deu a cada um de nós, o talento do conhecimento, talento de tocar piano, talento de pregar o evangelho, talento de ter fé, talento de ganhar dinheiro, talento de louvar ao Senhor e servir o evangelho. Contudo, alguém que não usa esses talentos para servir ao Senhor, ou deixa a igreja e vive somente para os desejos de sua carne, é aquele que recebeu um talento.
Quando o senhor veio acertar as contas com eles, o que recebeu cinco talentos ganhou outros cinco talentos e disse: “Senhor, me confiaste cinco talentos; olha, eu ganhei mais cinco talentos com aqueles.” Então, seu senhor lhe disse: “Muito bem, servo bom e fiel; você foi fiel no pouco, eu o colocarei sobre o muito.” E aquele que recebeu dois talentos veio e disse: “Senhor, me confiaste dois talentos; olha, eu ganhei mais dois talentos com aqueles.” Então, o senhor disse a ele: “Muito bem, servo bom e fiel, você foi fiel no pouco, eu o colocarei sobre o muito.”
Veio o que recebeu um talento e disse: “Senhor, eu sabia que eras um homem duro e mau, que ceifas onde não semeaste e ajuntas onde não espalhaste. E eu tive medo e escondi o seu talento na terra. Desenterrei-o e o trouxe para o senhor. Olha, você me deu um e aqui está o que é seu.” Mas disse o seu senhor: “Lançai nas trevas exteriores o servo inútil. Ali haverá choro e ranger de dentes.” E ele o lançou nas trevas exteriores.
Queridos irmãos, há algo com que nós os nascidos de novo devemos nos preocupar. É que você não deve viver para si mesmo após ter nascido de novo. Deus deu aos nascidos de novo talentos para servi-Lo em Sua igreja. Quaisquer que sejam os talentos, Ele deu talentos a todos nós. Alguns seguem os servos de Deus e satisfazem cada uma de suas necessidades, o que é um talento. Também há irmãos e irmãs que ganham muito dinheiro e servem ao Senhor custeando o evangelho para que ele dê frutos. Deus deu vários talentos aos nascidos de novo.
Mas há algumas pessoas que não usam os talentos para servir ao Senhor, mas somente para servir a si mesmas. Essas pessoas dizem: “Senhor, eu sabia que és um homem duro, que ceifas onde não semeaste e ajuntas onde não espalhaste e, atemorizado, escondi na terra o teu talento.” Dentre os nascidos de novo há aqueles que deixam a igreja dizendo: “Ah, eu tenho essa técnica. Eu tenho esse talento. Isso é tão precioso para usar somente para o Senhor. Eu quero usar isso somente para mim mesmo.” Essas pessoas acabam deixando a igreja dizendo: “Eu tenho esse talento de ganhar dinheiro que ninguém sabe. Eu não sabia disso antes. Mas agora eu sei que sou tão talentoso nessa área, vou viver uma vida maravilhosa nesse mundo.” Essas pessoas deixam a igreja e vivem somente para si mesmas.
Contudo, o que acontecerá com essa pessoa que usa o talento dado por Deus só para ganhar dinheiro para si mesma, de modo a satisfazer seus próprios desejos? No dia da volta do Senhor, o que recebeu um talento e o enterrou no chão, dirá: “Tome aqui o seu talento. Eu não toquei em nada dele. Tome aqui seu talento inteiro. Aqui você deixou, aqui ele ficou. Você está satisfeito? Meu Senhor, como eu já recebi a salvação, estou indo para o reino dos Céus.”
Então o Senhor dirá: “Espere! Do que você está falando?” Seu coração está endurecido por sua própria justiça, e ao invés disso fala que não fez nada de errado, e que o Senhor é injusto dizendo: “Você não veio acertar as contas comigo? Você não voltou para tomar de volta o que me deu? Você não me deu nada além de um talento, certo? Você quer dizer que queria dois no lugar de um? Você por acaso é um ladrão? Eu ouvi que há muitos senhores malvados nesses dias, e quem sabe se você não é um deles? Onde poderia se achar um senhor tão mal que quer dois ao invés de um? Nem eu mesmo faço isso.” Assim, estando cheio de sua própria justiça, ele diz que não fez nada de errado e que o Senhor é que é injusto. Então o Senhor o lança nas trevas exteriores, dizendo: “Se você tivesse dado meu dinheiro aos banqueiros, você teria recebido os juros dele. Você nem fez isso e ainda enterrou todo o talento na terra.”
Ter o talento e enterrá-lo na terra significa que ele usou seu talento para si mesmo, para beber e comer. Amados irmãos, isso é verdade ou não? É sim. E chamamos esse tipo de pessoa de filho de um ladrão. Esse tipo de pessoa é intolerável. Se eu vir servos de Deus e santos que deixaram a igreja após terem recebido a remissão de pecados, usando seus talentos somente para comer e beber, eu os amaldiçôo no mesmo instante. Eu chamo essa pessoa de filho da mãe. Com o mesmo sentimento do Senhor, eu me sinto enojado com essas pessoas.
Essas pessoas terão um terrível final no fim dos tempos. A bíblia fala sobre isso diversas vezes. Há muitas mensagens sobre isso. Há pessoas que só usam seus talentos para si mesmas. E elas deixam a igreja dizendo: “Como já nasci de novo, eu não preciso mais da igreja. Eu realmente nasci de novo. Eu tenho a firme convicção de que nasci de novo. Então não me diga para fazer isso ou aquilo. Alguma vez você já me deu um prato de arroz, então porque está me dizendo para fazer isso e aquilo? Por que você está desprezando o meu caráter? Por que você está metendo o nariz nos meus negócios? Eu não sou o tipo de pessoa que vá servir você. Eu não sou um homem nobre. Eu também nasci de novo. Você não é o único que nasceu de novo; então não me diga para fazer isso ou aquilo. Eu tomarei conta de mim mesmo.”
Ele serve ao Senhor agindo assim e deixando a igreja? Amados irmãos, você e eu podemos servir ao evangelho somente estando na Igreja de Deus. Se alguém deixar a igreja, passará então a viver pela carne. Pessoas que vivem assim são indignas. Mesmo que tenha nascido de novo, é alguém sem valor. Como seres humanos, somos indignos sem o Senhor. Se não fizermos a obra do Senhor, somos seres totalmente sem valor. Quando usamos nossos talentos para servir o Senhor e para o bem do evangelho, então somos frutíferos e valiosos e mantemos esses valores. Se não somos assim, nos tornamos pessoas inúteis. Essas pessoas não servem para nada. Elas valem alguma coisa? Para que serve um homem que só usa o seu dinheiro para si mesmo, para comer e beber em bons lugares?
Eu nunca andei de ônibus turístico, mas eu o vi sacudindo. “Ué, esse ônibus é estranho. Por que ele está sacudindo?” Quando olhei dentro dele, vi umas mulheres dançando uma música. “O que elas estão fazendo? Elas são loucas?” Eu não sei como elas conseguiam dançar num corredor medindo menos de 60 cm. Como o corredor do ônibus era estreito! Naquele pequeno corredor as pessoas dançavam, cantavam e bebiam até chegarem ao seu destino. Quando o ônibus chega na parada, as pessoas vão ao banheiro e voltam para brincar novamente. Há milhares de pessoas assim.
É claro que você e eu temos muitas alegrias. Quando eu pedi para alguns membros da nossa equipe dançarem no outro dia, eles eram muito bons de dança. Alguns até dançaram a dança do robô. Aquilo se parecia mesmo com uma dança. Você já viu a dança que as dançarinas fazem ao som do saxofone? Eu só tinha visto essas danças nos filmes, mas eu imaginava que nossos obreiros poderiam fazê-las também. Eu exclamei dizendo: “Você tem um corpo bem flexível apesar de ser gordo. Como o seu corpo pode ser tão flexível?” Todos ficaram surpresos também. É bom ser assim. Como é bom dançar de alegria, se livrar do stress e fazer uma dieta. Não tem problema fazer essas coisas, o problema é quando a pessoa não serve o evangelho e só busca os desejos carnais.
Todo aquele que não serve ao Senhor nem vive para o evangelho é um ladrão, um filho-da-mãe, e um sem-vergonha. Não tem problema você se divertir, se alegrar e comer uma boa comida. Mas você deve ter em mente que além de você se divertir e comer muito, você deve servir ao Senhor também. Não é um problema você deixar de servir ao Senhor para fazer essas coisas? Não é um problema você deixar a igreja e não servir ao Senhor? Queridos irmãos, não devemos ser como essas pessoas. O Senhor nos ensina a não nos tornamos como elas. Amados irmãos, devemos aceitar esse ensinamento. Você deve aceitá-lo em seu coração.
Contudo, apesar dessa palavra, alguns saem da igreja dizendo: “Essas palavras são suas. Você acha que eu vou para o inferno já tendo recebido a salvação? Não se preocupe. Eu tenho muita fé para entrar no Reino dos Céus. Eu posso viver minha vida e cuidar de mim mesmo muito bem, mesmo se você não ligar para mim. Mesmo saindo da igreja, eu servirei o evangelho depois de ganhar muito dinheiro. Só me dê algum tempo. E espere até eu ganhar algum dinheiro. Sempre que tenho uma oportunidade, eu falo sobre o evangelho. Eu sou assim mesmo. Por isso eu servirei o evangelho e o pregarei muito bem. Não se preocupe. Eu seguirei melhor se levar uma vida religiosa sozinho. Eu acho que você está tornando isso pior. Então, não se preocupe. Nos veremos. Estou indo embora.” Como essa pessoa viverá uma vida de fé?
Amados irmãos, não devemos nos tornar maus. Quem são os maus na Igreja de Deus? Nós geralmente falamos uns para os outros: “Você é tão mau e carnal”, contudo, os verdadeiros maus são os que saem da igreja. Só de pensar em levar uma vida de fé sozinho, já é um mal. As pessoas que agem assim são ainda piores. Há um lugar para nós além do rio Jordão, mas infelizmente há pessoas que não poderão se encontrar conosco nesse lugar. Naquele dia você verá muitos amigos que estavam na igreja com você, mas você não encontrará ninguém. Não importa quantas vezes você chame por eles, não haverá resposta alguma. E quando você olhar na escuridão, ele estará lá chorando. Queridos irmãos, isso pode acontecer. Essa é a Palavra de Deus.
O Senhor nos salvou e nos deixou nesse mundo para servirmos o evangelho. Então, se não servirmos o evangelho, o Senhor nos olhará e nos verá como sendo piores que o mal. O Senhor olha para essas pessoas más que estão tentando reaver sua salvação. Há muitas ocasiões em que você se sente tão imperfeito e cansado que diz: “É bem melhor eu sumir da igreja. Os irmãos e as irmãs servirão a Deus melhor se eu desaparecer. É melhor eu sumir.” Mesmo que haja momentos que eu também pense assim, a razão para eu não deixar a igreja é a Palavra de Deus, que me chama de mau e que irá me lançar nas trevas se eu fizer isso. O motivo pelo qual eu não vivo sossegado em um chalé na montanha sem servir o evangelho, é a Palavra de Deus. Por causa dessa Palavra eu não posso fazer isso. Então mesmo sendo imperfeito, eu sirvo ao Senhor ficando na igreja.
Eu faço a obra que Deus me confiou com todos os talentos que Ele me deu. O Senhor está nos dizendo através da parábola dos talentos, como devemos viver até a Sua vinda. Apesar de você e eu sermos imperfeitos, devemos mesmo assim ficar na igreja. Quando vivemos dessa maneira, o Senhor nos dá todo o poder e os talentos para servi-Lo, mesmo nós sendo imperfeitos. O Senhor nos dá talentos para servi-Lo. Se você quer servir ao Senhor materialmente, Ele lhe dará talentos para você fazê-lo. Quando Ele nos dá os talentos, nós podemos servi-Lo. Não podemos dar o que não recebemos. Não é a vontade do Senhor que demos aquilo que não temos. Então, até a vinda do Senhor, assim como nos dias de Noé, devemos aceitar Seu ensinamento e fazer a Sua obra com fé. Devemos fazer Sua obra com os talentos que Ele nos deu, quer alguém goste ou não, se ele é frutífero ou não. Devemos continuar fazendo a obra com zelo, fé e lealdade, não importa se ela é grande ou pequena.
Em nosso coração, não devemos ter preocupações carnais com nossa vida e pensarmos: “Isso é tudo o que eu tenho. Como eu poderei viver se dedicar todos os talentos que tenho ao Senhor? Então o que restará para mim?” Amados irmãos, não há nada com o que se preocupar. Se você deseja servir ao Senhor, Ele irá providenciar mais talentos. Isso quer dizer que Ele lhe dará a habilidade para servi-Lo. É fácil servir ao Senhor com o que se tem, mas quando não se tem nada, você fica ansioso. Nessa hora, se você tiver fé e orar, Ele suprirá todas as suas necessidades. E há talentos dentro de você que Deus já te deu. Há talentos que o Senhor já te deu, mas você não consegue usá-los porque ainda não os descobriu e não os desenvolveu pela fé. No caso de você ainda não ter os talentos, o Senhor dará a você talentos novos. Há momentos que o Senhor pede para você fazer essa ou aquela obra. Dentre essas obras, há coisas que você nunca fez na vida. E há coisas para as quais você não tem aptidão. Mas quando você tenta fazer essas coisas na igreja, você verá que o Senhor te dará os talentos para fazê-las.
Queridos irmãos, estamos vivendo os dias de Sua vinda. Por isso o Senhor nos disse para estarmos vigilantes. Devemos mesmo estar vigilantes. Devemos ficar na igreja em todas as situações; devemos continuar fazendo a obra com sinceridade com os talentos que nos foram dados, e crermos nas palavras de Deus. Como disse Pedro: “Não tenho prata nem ouro, mas o que tenho te dou” (Atos 3:6), devemos crer que o Senhor deu a você e a mim o presente mais precioso de todos, isto é, o evangelho da água e do Espírito, e devemos pregar esse evangelho com fé. Devemos crer que recebemos o precioso evangelho da água e do Espírito do Senhor, e que Ele já nos deu os talentos para servi-Lo. Até aquele dia, devemos pregar esse genuíno evangelho com fé para as pessoas que não o conhecem, a fim de prepará-las para a segunda vinda do Senhor.
Essa missão, esse mandamento de Deus, foi dado a você e a mim. Assim, você e eu temos que viver pela fé, aceitando os Seus ensinamentos em nosso coração. Apesar de as pessoas estarem preocupadas somente com o que comer e beber, e nós também comemos e bebemos, devemos aceitar em primeiro lugar os ensinamentos do Senhor. E devemos crer também. E vivermos com essa fé. Temos que fazer isso. O mundo está ficando cada vez mais com as características dos dias de Noé. O mundo está se tornando como nos dias de Noé. Quem pode dizer que esses dias não são como os dias de Noé? Mesmo que eu não tenha dado exemplos mais específicos como esse tempo é parecido com os dias de Noé, você conhecerá a realidade através dos jornais, revistas e televisão. Por isso eu não falo mais sobre esse assunto.
Agora é o tempo da volta do Senhor. Eu espero que você receba esse ensinamento. Queridos irmãos, vocês crêem nesse ensinamento? Sim. Eu espero que vocês creiam mesmo nessa admoestação. E espero que vocês aceitem essa advertência de Deus e vivam nessa fé, não deixando a igreja até o dia da Sua volta.
Somente os que nasceram de novo acreditam que esse tempo é o tempo da volta do Senhor. As pessoas do mundo estão agitadas casando, se dando em casamento e construindo casas. Isso é porque elas não crêem que o dia da Sua volta está às portas. Elas se esforçam em vão, pois não crêem que o mundo acabará. Mas nós os justos não devemos nos esforçar em vão. Eu quero fazer o que for preciso, pois essas pessoas certamente precisarão do Senhor. Se há algo para ser feito pelo Senhor e pelo evangelho, eu farei sem dúvida alguma.
Contudo, eu não quero que ganhemos dinheiro ou façamos casas somente pelo nosso desejo carnal. Não é pela riqueza e prosperidade terrena que os nascidos de novo ganham dinheiro, compram e cuidam de suas necessidades diárias. Todas as nossas atividades são para o Senhor. Eu espero que vocês se empenhem em ganhar dinheiro. Não importa o que vocês façam, quer comam ou bebam, eu espero que mesmo sendo imperfeitos, vocês vivam para o Senhor e fiquem dentro da igreja. Eu espero que mesmo sendo imperfeitos, vocês usem os talentos que o Senhor lhes deu e vivam com fé. Vocês entenderam isso? Eu espero sinceramente que vocês vivam com fé. Eu creio em nosso Senhor. Eu sou grato a Deus. Amém.