សេចក្តីអធិប្បាយ

Assunto 18: GÊNESIS

[Capítulo 2-10] O Vapor é um Mau Pensamento que Busca os Desejos Carnais (Gênesis 2:4-6)

(Gênesis 2:4-6)
“Estas são as origens dos céus e da terra, quando foram criados; no dia em que o SENHOR Deus fez a terra e os céus. Toda planta do campo ainda não estava na terra, e toda erva do campo ainda não brotava; porque ainda o SENHOR Deus não tinha feito chover sobre a terra, e não havia homem para lavrar a terra. Um vapor, porém, subia da terra e regava toda a face da terra”.
 
 

Temos que Tirar a Sujeira do Nosso Coração

 
É preciso falar muito para remover a sujeira do coração. Uma pessoa precisa falar muito para que todas as coisas sujas saiam e sejam removidas de uma vez por todas do coração. Se a pessoa simplesmente ficar parada e não disser nada, a sujeira não é tirada e o veneno tóxico desta sujeira se acumula. Primeiro, ela se torna um veneno tóxico. Depois o coração da pessoa fica cheio deste veneno tóxico. Então tudo o que sai dela é este veneno. É claro que você também pode cometer alguns erros quando fala demais e recebe uma bronca por conta disso, mas a sujeira em seu coração é tirada e coisas novas começam a acontecer depois disso.
Acontece o mesmo quando se trata de um pregador. Independente de quanto conhecimento ou quantas bênçãos Deus deu a um pregador, de vez em quando coisas carnais saem dele quando ele não prega muito. Ele não pode evitar pregar superficialmente porque tenta falar da Palavra apenas por alto. Mas quando um pregador prega muito, então as coisas espirituais do coração vêm pra fora e ele pode ter uma conversa profunda e honesta com sua igreja. Então você deve pregar para uma pessoa só se não tiver muita oportunidade para fazê-lo com frequência. Você deve pregar para estas pessoas com firmeza e ousadia, mesmo quando elas disserem para você “Não pregue para mim”. Apenas diga: “Não, eu não estou pregando”, e continue pregando. Você deve pregar muito e com zelo para que todas as coisas do seu coração saiam.
Quanto à sua vida espiritual na igreja, você precisa se enturmar e também ter comunhão com outros santos para viver espiritualmente, mesmo que isso de alguma forma seja desconfortável para você. Você pode até ser repreendido por tentar fazer amizade por meio de assuntos absurdos, e talvez eles te critiquem dizendo: “Você é carnal! E reclamem: “Você não está certo”. Mas, no meio deste processo, você pode se tornar uma pessoa espiritual. É por isso que os que falam muito depois de receber a remissão de pecados crescem rápido espiritualmente. Os que falam muito põem para fora o veneno tóxico, embora também cometam erros. Se apenas deixarmos de lado aquele que não fala, e ele só venha a falar um tempo depois, vai haver muito veneno tóxico nele que de vez em quando virá para fora. Então os irmãos são fatalmente afetados quando são picados por tal veneno. É muito chocante ouvir as palavras envenenadas, e é assim que as coisas terminam.
Vocês sabem que de vez em quando eu digo coisas engraçadas. E também canto músicas populares quando prego. É assim que eu me livro da sujeira do meu coração, que eu pondo para fora a sujeira carnal que há nele. Fazendo isso, eu guardo aquilo que deveria guardar e jogo fora aquilo que deveria abandonar. Há um ditado antigo que diz: “O silêncio vale ouro”. E há um ditado coreano que diz: “Continue parado, pois assim você pelo menos chegará em segundo lugar”. Mas no mundo espiritual, você não poderá nem acabar em último lugar se você não falar nada. Mas você deve falar com cautela.
Todos nós recebemos a remissão de pecados. Todos os nossos pecados foram transferidos para Jesus Cristo no rio Jordão e levados com ele. Até mesmo os pecados que cometeremos em nossa fraqueza pelo resto de nossa vida já foram transferidos para Jesus no rio Jordão. Mas o problema é que enquanto seguimos o Senhor depois que recebemos a remissão de pecados, a sujeira e a imundície continuam vindo à tona e descobrimos que eles se tornam barreiras dentro de nós. O que é isso então? Nós não compreendemos mesmo por que isso vira uma dificuldade e por que algumas coisas parecem ir contra nosso modo de pensar, e acabamos não sabendo discernir entre o certo e o errado enquanto seguimos o Senhor. Então acabamos em um estado de exaustão.
Isso mostra que os pensamentos carnais ressurgem mesmo depois de termos recebido a remissão de pecados. Os desejos carnais continuam aparecendo. Existe ainda muito desejo que busca favorecer nossa própria carne, e precisamos entender que isso aparece fora do nosso coração. Nem tudo aquilo que surge na pessoa é bom. Então precisamos discernir quando algo é espiritual e quando é carnal, para que possamos levar uma vida espiritual saudável.
Então o que são os desejos carnais? Os desejos carnais continuam surgindo, embora o nascido de novo queira se entregar ao Senhor em pensamento e viver para ele. Mas existem momentos em que o coração transborda com o desejo de que tudo ao seu redor dê certo, assim como em ter seu próprio bem estar.
Quais são os sentimentos carnais? O primeiro deles é o egoísmo. Ao invés de buscar o bem do Senhor, ele busca o seu próprio bem. Nós já recebemos a remissão de pecados e agora vivemos no mundo assim, mas inconscientemente buscamos nosso próprio bem. Depois de recebermos a remissão de pecados, ainda buscamos nosso próprio bem. Tudo em nós busca nosso próprio bem. Aparentemente parece que vivemos para o Senhor, no entanto, somos egoístas. O ser humano é egoísta. É disso que a carne é feita.
Por outro lado, quando amamos o Senhor pelo bem de Deus e seu reino depois de recebermos a remissão de pecados, isso é espiritual. Buscar o bem do Senhor, desejar que sua vontade se cumpra e não a nossa, buscar sempre cumprir a vontade de Deus – todas estas coisas são espirituais. Ser espiritual é procurar fazer a vontade do Senhor e buscá-lo.
Nós que recebemos a remissão de pecados devemos olhar para nós mesmos. Nós somos felizes porque não temos mais pecado, pois já recebemos a remissão deles. Nós gostamos mesmo do evangelho. Mas o problema é para o que viveremos depois disso, e aqui devemos estabelecer um critério claro com o qual podemos discernir o que é espiritual do que é carnal. Deus é Espírito e nós somos carne. Então para o que devemos viver? O critério para se discernir o espiritual do carnal é se vivemos para Deus ou para nós mesmos.
Nós que nascemos de novo temos um coração que busca as coisas espirituais. Mas na realidade, inconscientemente, estamos inclinados a ter um coração egoísta e somos consumidos por pensamentos que buscam nosso próprio interesse. Vivemos neste mundo sabendo que nosso coração é tomado de pensamentos que buscam nosso próprio interesse. Como o vapor às vezes cobria a terra e outras vezes se desfazia, a preocupação conosco chega até nós que recebemos a remissão de pecados, embora queiramos viver para o Senhor. Frequentemente o vapor dos pensamentos carnais cobre nosso coração. Descobrimos que nós que nascemos de novo costumamos ficar paralisados como os que buscam o seu próprio bem ao invés de buscarmos a Deus, porque o coração egoísta continua a nos visitar. Vemos que cedemos ao egoísmo por tentarmos proteger a nós mesmos com nosso próprio poder.
Então o que é isso? Buscar nosso próprio interesse definitivamente é saber que este não é o caminho certo a seguir; mas não sabemos o que deu errado. Mas não somos totalmente desprovidos das coisas espirituais. Pelo contrário, nós também temos um coração espiritual. Nós temos o coração espiritual e seguimos o Senhor espiritualmente. Por outro lado, também temos algo carnal que busca nosso próprio bem, assim como o desejo de proteger a nós mesmos, o desejo de nos exaltar; e estas coisas costumam sempre surgir em nós.
Podemos comparar isso ao vapor na primavera. Uma fazenda que está sempre coberta com vapor não é uma boa área. As plantações sempre cobertas por um vapor fino ou onde há muita umidade não crescem muito. E por quê? É normal que a plantação não seja boa nestes lugares porque ela não recebe muita luz solar. Nossa vida espiritual fica doente quando é sempre consumida pelo nosso coração egoísta. E quando nossa vida espiritual não é saudável, ela se torna muito mais difícil porque as responsabilidades nos impõem um jugo muito pesado. Nós precisamos entender isso.
Nós os nascidos de novo que recebemos a remissão de pecados vivemos para Deus. Queremos buscar o Espírito Santo, e podemos viver espiritualmente porque o Espírito Santo habita em cada um de nós. No entanto, como não temos apenas o Espírito Santo, mas também nossa carne, o coração egoísta geralmente ressurge em nós. Então quando este coração egoísta surgir, temos que dizer: “Isso não está certo” e derrotá-lo, pois ele só aparece quando entendemos que o temos dentro de nós e que somos cheios de interesse próprio. Embora tenhamos tanto uma mente espiritual como carnal, só poderemos buscar as coisas espirituais quando vencermos os desejos carnais. Isso é certo ou errado?
Mas o problema é que às vezes vemos o vapor da carne subindo e pensamos que ele é espiritual. Cometemos um grande erro que nos leva a um grande problema que pode até nos levar para longe da luz solar quando confundimos os pensamentos egoístas com as coisas espirituais. A terra continua a mesma, mas às vezes o vapor a cobre totalmente. Isso é um vapor ou uma luz? Isso é o vapor. Isso é o pensamento de alguém. Isso é a carne de alguém. Isso é buscar a si mesmo. Mas quando a luz do céu brilha, o vapor logo desaparece e a vida volta ao seu ritmo normal. Então você precisa entender que você tem sua própria carne, que você é alguém que procura seus próprios interesses, e que seus pensamentos não passam de um vapor da sua carne que prejudicam sua vida espiritual. Este conhecimento é certamente necessário em sua caminhada espiritual.
 
 

Por que Existem os que Se Converteram antes de Nós e os Servos de Deus?

 
Deus é o nosso pastor, mas também precisamos de bons pastores nessa terra; e morremos quando não temos pastores justos. Quando estamos cobertos com o vapor da carne, nosso coração fica molhado. A terra fica feliz quando está molhada. É como se isso fosse bom para a terra. Mas na verdade isso mata a vegetação porque muita umidade apodrece as raízes. Ela vira um pântano e um brejo onde não pode haver vida (Ezequiel 47:11). No final, ela se torna uma terra alagada onde é impossível se plantar.
Você precisa entender que o seu pensamento não é espiritual e se livrar dele rapidamente. Como funciona a previsão do tempo? A previsão semanal do tempo é postada no jornal. Ela diz que o sol brilhará na segunda, que ficará nublado na terça e que choverá na quarta. O jornal ilustra as mudanças no tempo através de figuras. Quando vemos a previsão do tempo para a semana, podemos notar que há muitas mudanças. Não é muito comum os dias de sol ficarem assim durante toda a semana. Quando está nublado ou chuvoso, normalmente acontecem algumas mudanças no tempo.
Acontecem muitas mudanças em seu coração e em seus pensamentos também. Neste mundo, a chuva e os dias nublados às vezes são frescos e fazem algum bem, mas um dia nublado ou coberto de vapor nunca é algo bom no mundo espiritual. Isso mostra que um dia coberto de vapor carnal nunca é uma coisa boa. Os dias ensolarados, um dia com uma brisa suave e o brilho do sol é um bom dia no reino espiritual. Embora a plantação pareça muito cheia por causa do calor, ela dá fruto quando a luz do sol está forte e quente, porque é quando a fotossíntese está mais ativa. Embora haja horas em que buscamos nossos próprios interesses, e horas em que vivemos para o Senhor, como o tempo inconstante, na verdade desejamos viver para o Senhor através do Espírito Santo que habita em nós, pois nascemos de novo nele e nosso velho homem morreu na cruz com Cristo.
Mas há também os dias nublados. O dia claro pode até durar algum tempo, mas o dia nublado surge de repente mesmo quando algo dá errado. Então o dia nebuloso vem, e os dias chuvosos também. Mas precisamos entender que o vapor da carne é realmente nocivo. Aliás, podemos pelo menos orar a Deus quando chove e passamos por um problema, mas a coisa mais perigosa para nós nessa terra é o vapor. O vapor é tão nocivo que não devemos nunca permitir que ele cresça em nós. Devemos apenas lançá-lo para fora ou tirá-lo. Podemos até aceitar todas as outras coisas, mas não devemos nunca aceitar o vapor. Devemos tirar fora os pensamentos egoístas, os pensamentos carnais.
Quando um pastor ou obreiro passa a ter pensamentos egoístas e vive constantemente sendo afligido por eles, eles se tornam pessoas que passam a não ter mais nada com Deus. Como uma pessoa que nasce de novo se afasta de Deus e se torna alguém que não tem mais nada com ele? Isso acontece quando ela segue seu próprio pensamento e seu coração egoísta. Mas se alguém colocar seu pensamento na obra de Deus e viver para ele, ele poderá andar em Espírito e dar frutos nele. E ele poderá fazer isso mesmo quando suas más obras forem reveladas, pois não tem problema admitir o erro com sinceridade quando ele for apontado por outras pessoas, assim como esperar que Deus o ilumine a fim de sair deste estado. O que ele deve dizer é apenas amém e receber a iluminação de Deus com um coração puro e segui-lo com fé enquanto isso. Assim como a terra dá seu fruto sob a luz do sol, a pessoa dá frutos espirituais através do poder que Deus lhe dá, através da luz que vem do alto, e não pelo seu próprio poder. Através da obra de Deus em nós, nos tornamos pessoas espirituais e damos muito fruto. Deus dá muito fruto através de nós quando somos guiados pelo Espírito. Mas morremos inteiramente quando somos tomados por nossos próprios pensamentos e nos enclausuramos com estes pensamentos egoístas. A Bíblia diz: “Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz” (Romanos 8:6). É isso que diz a Bíblia.
Quando nosso coração não se sente realizado com algo, o vapor volta com frequência e os pensamentos carnais surgem novamente. Ele nunca para de surgir. Você não pode exterminar o pensamento carnal para que ele nunca mais surja em sua mente. Mas você precisa entender o que é errado e lançar imediatamente fora o pensamento egoísta. Você precisa se livrar dele e buscar as coisas espirituais. Você tem ou não seus próprios pensamentos?
Uma pessoa tem tanto pensamentos espirituais quanto carnais. O pensamento espiritual não surge por si próprio. Ele vem da Palavra. Ele vem através do Espírito Santo quando ouvimos a Palavra. Mas quando passamos a pensar que nossos pensamentos estão certos é que começamos a ceder ao nosso próprio pensamento. Quando isso acontece, ninguém dá ouvidos aos pais da fé ou seus líderes, e tudo o que eles dizem se torna inconveniente.
Nós deveríamos ser guiados pela Palavra de Deus e buscar sua direção em nossa vida, não ceder aos nossos pensamentos. Caso contrário, seria melhor se caíssemos nas mãos de um ditador. O único que invade nosso coração quando cedemos ao nosso próprio pensamento é o diabo. É assim que ele provoca o vapor da carne. O que geralmente acontece nos filmes quando um fantasma aparece? O vapor cobre a superfície e a fumaça surge, ficando escuro e sombrio.
Não devemos buscar nossos próprios pensamentos. Eles surgem espontaneamente. Então devemos sempre afastá-los. Quando isso acontece, a luz volta a brilhar novamente. E quando deixamos a ideia de fazer algo contra a vontade do Senhor, nos tornamos pessoas de fé que esperam que ele faça algo por nós. Nós tornamos pessoas que buscam a Deus, que creem nele e o seguem, dizendo: “Deus, por favor, faça isso. Por favor, faça aquilo”. Portanto, nos tornamos pessoas que buscam a justiça de Deus.
Nosso eu e nossos pensamentos são apenas vapor. E existe tanto pensamento próprio! O vapor geralmente surge próximo à margem, em um vale profundo ou em terrenos baldios. Os pensamentos iguais ao vapor surgem do desejo de buscar algo dentro de si mesmo ou do coração egoísta. No entanto, não devemos ir atrás de nosso próprio coração. Você não deve ir atrás dos seus próprios pensamentos mesmo que eles costumem aparecer sempre. Você está entendendo?
Estes pensamentos carnais não vivem surgindo em você? E eles podem até mesmo estar surgindo agora, travando uma guerra contra o seu espírito, não é mesmo? Você está julgando com seu próprio pensamento mesmo enquanto ouve a Palavra, dizendo para si mesmo: “Isso está certo ou errado? Mesmo estando agora sendo treinado na Escola de Missões, você está pensando: “De que irei viver se a igreja plantada não for muito bem depois que eu terminar a Escola de Missões? Será que eu irei vender vegetais em um carrinho de mão? Será que poderei arrumar emprego nesta época?” Pensamentos são apenas pensamentos. Eu estou certo ou errado?
O coração daquele que não nasceu de novo é assim mesmo. Você tem um coração espiritual, mas o vapor vive aparecendo. O vapor vem da sua carne, de dentro de você. Na verdade o vapor não é grande coisa e nem mesmo constante como o solo, mas a terra nada pode fazer quando o ele a cobre. Precisamos entender logo o certo não é o vapor cobrir a terra e desfazê-lo rápido ao invés de dizermos: “Uau, ele é enorme”.
O texto bíblico deste capítulo em Gênesis 2:4-6 diz: “Estas são as origens dos céus e da terra, quando foram criados; no dia em que o SENHOR Deus fez a terra e os céus. Toda planta do campo ainda não estava na terra, e toda erva do campo ainda não brotava; porque ainda o SENHOR Deus não tinha feito chover sobre a terra, e não havia homem para lavrar a terra. Um vapor, porém, subia da terra e regava toda a face da terra.”
Deus ainda não tinha mandado a chuva, não havia ninguém cultivando a terra, e ainda não existia nenhuma árvore ou vegetação crescendo nela. Mas o que havia na terra? Apenas o vapor pairava sobre a terra e molhava sua superfície. Este é o pensamento humano. Deus ainda nem trabalhou na terra, mas a pessoa já pensa por si mesma. A pessoa cultiva as próprias flores da sua carne. Estes pensamentos são tão predominantes que eles cobrem toda a terra em um minuto apenas.
Precisamos esperar Deus para trabalhar. Mesmo que não enxerguemos nada na hora e somente uma situação difícil nos aguarde, nós os nascidos de novo devemos lançar fora nosso próprio pensamento e esperar calmamente por Deus e pela direção que a igreja nos dará. E devemos crer em Deus. Quando Deus trouxer a chuva e fazer com que a luz brilhe sobre nós, nossa terra ganhará vida e dará fruto. Devemos aguardar em silêncio. Não devemos nos cobrir com nossos próprios pensamentos.
A coisa mais fatal para a terra é o vapor. Quando uma longa chuva cai, as plantações são inundadas na água lamacenta. Quando as plantações ficam inundadas em água lamacenta por muito tempo, tudo morre porque não consegue respirar. O fruto verde também cai e morre. Eles morrem porque não conseguem respirar.
Nós também morremos sufocados quando nossos pensamentos nos cobrem, mas podemos nos livrar deles, que são muito parecidos com o vapor. Se você compreender que o vapor está errado e tiver o desejo de lançá-lo fora, ele desaparecerá completamente em um segundo. E o céu limpo e azul aparecerá assim que você aceitar a Palavra. O vapor desaparece assim que a luz volta a brilhar. Ele some assim que vê a luz. O vapor desaparece quando você confia na promessa da Palavra de Deus, espera nela e aguarda o cumprimento da obra de Deus seguindo em sua direção. Podemos viver uma vida espiritual correta quando seguirmos a luz com fé e com o entendimento de que o vapor é o pensamento humano e que ele nunca está certo, mas a luz sempre está certa. Você crê nisso?
Como o mundo inteiro está passando por condições meteorológicas catastróficas, o mundo espiritual dos que receberam a remissão de pecados no mundo todo também está passando por uma estranha mudança: o fato de que eles estão sendo consumidos por seus próprios pensamentos. Eles não estão buscando a luz, pelo contrário, estão buscando seus próprios pensamentos.
Se vamos seguir o Senhor, devemos entender que nosso pensamento é o vapor, e que ele traz prejuízos terríveis para nós. Precisamos entender isso. E mesmo que pareça que ele está chegando devagar, devemos esperar pela luz, recebê-la quando ela brilhar, permanecermos fiéis, aguardar e segui-la novamente quando ela voltar a brilhar. Devemos viver deste jeito. Pelo que o justo vive? Está escrito: “Mas o justo viverá da fé” (Romanos 1:17). Os justos devem viver da fé que crê na luz. Como a terra vive? Ela vive através da luz solar. A terra não dá frutos através da luz do sol? Pelo que você vive? Você vive da Palavra que sai da boca de Deus. As escrituras dizem: “Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a Palavra que sai da boca de Deus”. Também temos que ter o pão, mas embora nossa carne viva de pão, não podemos ter uma vida espiritual quando seguimos nossos próprios pensamentos. Quando cremos na Palavra que sai da boca de Deus, ela se torna alimento para nosso espírito, nosso referencial e nossa luz que nos guiam; e assim podemos viver crendo nesta Palavra.
Embora nossos próprios pensamentos, assim como nosso eu, terem morrido com Cristo, eles frequentemente surgem. É por isso que devemos ignorá-los se quisermos seguir o Senhor até o fim. E precisamos entender que nosso pensamento não é a verdade. Embora vivamos uma vida que geralmente é escrita por nós mesmos, precisamos reconhecer que esta não é a verdade. Nada do que vem de nós é verdadeiro. Somente Jesus Cristo é a verdade; somente Deus é a verdade. Devemos reconhecer isto. Ao invés de superestimarmos a nós mesmos e pensarmos nisto o dia todo, devemos reconhecer que este pensamento não é correto, que ele é imperfeito e que não é nada, apenas algo da carne, e não do espírito.
Quem está mais propenso a seguir o Senhor fielmente? Aquele que tem mais pensamentos próprios do que o desejo de seguir o Senhor ou o que tem mais o desejo de seguir fielmente o Senhor do que ter pensamentos próprios? Aquele que não tem seu próprio pensamento, mas deseja seguir o Senhor fielmente. Aquele que “não tem seu próprio pensamento” não significa que ele “não tenha pensamento algum”. Isso significa que, embora seus próprios pensamentos surjam a todo o instante, ele os nega entendendo que eles são maus. Alguém assim é espiritual e segue o Senhor fielmente.
Por exemplo, você abandona seu pensamento se obedecer ao servo de Deus, pensando: “O evangelho deve ser pregado após prepararmos o coração das pessoas e fazê-las reconhecer seu pecado. E eu devo compartilhar na ordem o evangelho da água e do Espírito com elas, incluindo o batismo de Jesus. É assim que eu devo pregar o evangelho. O servo de Deus me ensinou a fazer isso. Então eu tenho que obedecê-lo”. Mas alguns dos aprendizes podem pensar: “Eu acho que é melhor eu pegar algumas partes do evangelho e escolher as mais fáceis quando eu for pregá-lo, porque as pessoas não o entendem muito bem, não é mesmo? Posso deixar algumas partes de fora e só pregar o ponto principal? Posso deixar de lado algumas palavras que eles possam rejeitar e só pregar aquelas mais compreensíveis?” Estes pensamentos não surgem sempre? Mas eles não estão certos. Eles certamente serão feitos em pedaços por Deus. Devemos pregar de acordo com a verdade.
Fé é permanecer firme na verdade. As Escrituras dizem: “Mas o justo viverá da fé”, e nós realmente não podemos viver sem fé. Não podemos pregar o evangelho sem fé. Aquele que não tem fé em Deus faz a obra enquanto sopra sua própria trombeta. Mas aquele que tem fé não faz a obra de Deus desta forma. Ele compreende que os frutos serão colhidos mesmo sem ele e vive com fé, pois deixou seus próprios pensamentos de fora e não segue mais os pensamentos egoístas. Deus fala conosco sobre isso no texto bíblico deste capítulo.
Quando os israelitas estavam para sair do Egito, Deus mandou granizo com fogo por todo aquele país. Então o linho e a cevada foram atingidos, pois a cevada estava pronta para ser colhida o linho já tinha brotado. Mas o trigo e a espelta não foram atingidos, pois faziam parte das últimas plantações. Então eles continuaram crescendo depois de tanto granizo. As coisas que estavam do lado de fora se quebraram e as pessoas morriam enquanto o granizo caía, mas os brotos passaram pelo granizo e brotaram das sementes e das raízes que estavam escondidas na terra. Do mesmo modo, nós temos muitos pensamentos e eles são incansáveis.
Existem vários momentos em que você fica absorvido em seus próprios pensamentos, não é mesmo? Eu sei do que passa em seu coração mesmo que eu não viva com você, porque é a Palavra que diz isso. Então eu não tenho meus próprios pensamentos? Existem muitos pensamentos que nascem em mim também. Mas Deus os esmaga com a Palavra quando eles aparecem, embora eles acabem voltando outras vezes. Eles aparecem em sequência. E voltam todos os dias. Eles não se importam de ser esmagados e voltam todos os dias. Estes pensamentos carnais voltam repetidas vezes e são esmagados, e alguns deles acham que podem morrer no chão porque vão ser esmagados de qualquer maneira. Eles se esforçam para voltar ao nosso coração, e então ficamos como bobos sem entender nada. Uma pessoa assim não tem muita opinião própria e fala sempre sobre a mesma coisa, gagueja, diz coisas sem sentido algum e não tem opinião própria para dar, pois pessoas assim não têm pensamento próprio. A pessoa tem que ter sua opinião própria e dizer com ousadia: “Todos agora, me ouçam”! Mas um homem de fé só repete: “O Senhor nos salvou através do evangelho da água e do Espírito” porque alguém assim não tem muita opinião própria.
É claro que uma pessoa lida com diferentes tipos de assunto a cada dia, mas ela só fala do evangelho quando abre a boca porque não há nada mais santo que o evangelho. Embora ela não queira ser alguém de fé, ela precisa de algo que a mantenha porque seus próprios pensamentos não são nada; e o que faz isso é a Palavra de Deus. Existe um forte fundamento da Palavra enraizado na pessoa que a faz viver somente por ela. Ela passa a compreender que esta Palavra é o seu pensamento, que ela está certa, que ela é a sua fé, e que ela é o seu Deus, sua Luz, seu Pastor, e somente ela é boa para ela. É assim que uma pessoa se torna um homem de fé que caminha com fé. Esta pessoa faz a obra com fé.
Você gostaria de ser alguém assim? É claro que gostaria, não é? Então aquilo que sai de dentro é o eu, e o pensamento que vem do eu é o vapor. Nunca é bom para alguém ter pensamentos iguais a um vapor. Você deve lançar fora, interrompê-lo ou rejeitá-lo quando ele surgir em seu coração. Aquele que nasceu de novo precisa entender que o vapor é realmente prejudicial. O vapor não é benéfico para a terra mesmo quando ele surge da própria terra. No entanto, somos constantemente enganados e pensamos que nosso próprio pensamento está do nosso lado só porque ele vem de nós. Este é o problema. Ser enganado é o problema. Por sermos sempre enganados assim, nós temos nosso pensamento como nosso guia. Então ficamos constantemente decepcionados conosco no que diz respeito às coisas mais importantes.
As pessoas geralmente enganam a si mesmas quando seguem este tipo de vida. Elas enganam os outros e são enganadas por si mesmas. Mesmo assim não sabem o que há de errado com elas. Isso porque não perceberam que a verdade de seu próprio pensamento é falsa e também, seu inimigo. Se você simplesmente compreender isso, então tudo o que tem a fazer é rejeitá-los a cada dia, dizendo: “Não, isso está errado”. Assim você negará a si mesmo a cada momento e seguirá o Senhor com fé. Você pode se tornar esse tipo de pessoa.
Alguém pode fazer alguma coisa pela fé se não vive com fé e segue seu próprio pensamento? Não, pois assim só haverá morte. Haverá somente morte como dizem as Escrituras: “Porque a inclinação da carne é morte”. Normalmente a terra gera vida quando uma semente é plantada, mas ela perde sua força e acaba morrendo quando não há muita umidade e as plantas não são expostas a luz do sol devido ao fino vapor. A terra possui muitos recursos. Ela tem ouro, prata, aço e tantos outros minerais. Mas eles se tornam inúteis. E por quê? Eles ficam inúteis por causa do vapor.
Houve luz quando Deus disse: “Haja luz”, e ele iluminou a terra e tirou todo o vapor que cobria a sua superfície. Quando recebemos a Luz, devemos crer que somente ela é a verdade, que somente a Palavra de Deus é a verdade. Deste modo então receberemos a sabedoria de Deus. Torne-se tolo para o mundo e Deus o exaltará. Deus abateu os que eram arrogantes no mundo, mas exaltou os que se fizeram de tolos por amor a ele. Ele exaltou José e Davi. Nós só seremos valiosos quando compreendermos que o vapor é prejudicial e nosso inimigo.
 
 

Poderemos ser Fiéis na Vida Espiritual se Compreendermos esta Verdade

 
Quando vocês entenderem que a verdade é que o pensamento de alguém é prejudicial como o vapor, vocês começarão a levar uma vida que vale a pena e é espiritualmente confortável. Então, antes de vocês terminarem a Escola de Missões e se formar, compreendam que o vapor é muito nocivo. Se vocês não compreenderem esta verdade antes de se formar na Escola de Missões e terminá-la apenas recebendo a remissão dos pecados, todos vocês irão morrer. Vocês precisam entender que vocês, vocês mesmos, são o vapor. Somente Deus é a luz, e vocês são o vapor. Vocês entendem isso? Jesus disse que aquele que quiser segui-lo deve negar a si mesmo. E vocês devem negar seu próprio pensamento porque ele, na verdade, é o vapor.
O vapor é verdadeiramente nocivo para nós, e é por isso que o Senhor está fala sobre ele. Quando seu próprio pensamento surgir, você precisa entender que ele é o vapor. Enquanto você não compreender que o seu próprio pensamento é o vapor, você não poderá viver pela fé.
A Bíblia diz: “Um vapor, porém, subia da terra e regava toda a face da terra”. Na Terra, o vapor constantemente cobria o chão e o vento soprava o tempo todo. A Terra tem quatro estações, mas quantas estações tem o mundo espiritual? Ele tem oito estações (Gênesis 8:22). Isso significa que as estações mudam duas vezes no reino espiritual. Geralmente o vapor sempre aparece. Devemos aceitar e suportar as coisas pelas quais temos que passar, por exemplo, o frio e o calor, o dia e a noite, mas nunca devemos aceitar e reconhecer que o vapor é amigável. O vapor também aparece no inverno, certo? Ele não tem uma estação específica. E é muito perigoso quando o vapor vem no inverno por causa das doenças respiratórias. Nós precisamos entender isso durante nossa caminhada espiritual. Devemos entender que o pensamento de alguém se torna inimigo de Deus quando o vapor aparece. O diabo trabalha com o vapor. Onde eu disse que o fantasma aparece nos filmes? Ele aparece em meio ao vapor. O fantasma feminino também aparece quando o vapor cobre totalmente o chão. O diabo trabalha em meio ao vapor. A forma não aparece, mas ele trabalha no pensamento da pessoa. E o que as pessoas usam quando elas vêm contra nós incitadas pelo diabo? Elas vêm contra nós com seu pensamento. Elas não vêm contra nós com seu próprio pensamento? Elas nos julgam e vêm contra nós com seu pensamento. É por isso que consideramos nosso pensamento nosso inimigo. Nosso próprio pensamento é nosso inimigo, mas ele também é inimigo de Deus.
O pensamento de alguém é extremamente mau. Quando seus próprios pensamentos surgirem, analise-os com objetividade e honestidade por um momento. Então você passará a entender que o que ele busca é totalmente oposto a Deus, que não tem nada a ver com o evangelho, e que ele só busca seu próprio bem estar. Isso mesmo. Mas quando você não compreende que seu pensamento é mau, você apenas busca seus próprios interesses. Você busca apenas os desejos da carne. O Senhor nos diz para não nos preocuparmos com o que haveremos de comer, de beber e com o que nos vestiremos, porque somos de fato seres humanos que só pensam nas coisas carnais, por mais que tenhamos nascido de novo. O Senhor disse: “Mas buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas” (Mateus 6:33). Você pode viver com prosperidade se viver só para Deus; mas viverá miseravelmente caso se apegue só a si mesmo. Portanto, para viver fielmente pela fé depois de receber a remissão de pecados e alcançar a fé na salvação, você primeiro deve tirar o vapor.
O que aconteceria se este mundo fosse completamente coberto de vapor? Toda a vegetação não daria fruto algum porque a terra não receberia a luz do sol enquanto o fino vapor cobrisse o chão, não é mesmo? O que aconteceria se não houvesse a luz solar? Haveria apenas a escuridão, certo? E todos os organismos vivos morreriam também. Deus nos diz através do fenômeno natural que o vapor é nosso inimigo.
Eu disse que você deveria falar muito. Você também deve dar seu testemunho na igreja. A quem você deve mostrar as coisas más que estão dentro de você? Você deve fazer isso com aqueles que não receberam a remissão de pecados. Quando alguém que não recebeu a remissão de pecados faz algo contra mim, eu vou para o quarto e o amaldiçoo sem parar, dizendo: “Seu idiota estúpido, imbecil”, e por aí vai. Mas logo depois começo a dizer: “Independente de qualquer coisa, você não é o único que merece ser amaldiçoado. Basicamente, o ser humano é assim. Eu sou fraco também”. Então eu chego à conclusão que Deus confiou o evangelho a mim, mesmo eu sendo uma pessoa tão má. E passamos a conhecer a nós mesmos através destas experiências. Na verdade, podemos pregar o evangelho porque somos maus. Não poderíamos pregar o evangelho se fôssemos anjos. Podemos pregar o evangelho porque somos estas pessoas más.
Você entendeu tudo sobre o vapor? Seu espírito se torna muito mais puro quando você entende que seu pensamento é o vapor. Você cresce forte espiritualmente e seus olhos se abrem para o mundo da fé. Você passa a entender o que é espiritual. Precisamos entender corretamente o que é vapor. Somente assim poderemos finalmente levar uma vida espiritual nos dias que virão. Embora não precisássemos entender isso se não tivéssemos que levar uma vida espiritual depois de recebermos a remissão de pecados, precisamos entender que nossos pensamentos são nossos inimigos e inimigos de Deus também, porque na verdade nós temos que viver pela fé nos poucos dias que estão por vir.
Quando eu olho para mim mesmo, eu posso ver o vapor surgindo constantemente em meu coração. Eu acabaria morrendo se aceitasse todo o vapor que vem como uma fumaça grossa. Eu acabaria morrendo se seguisse tudo o que surge em mim. Eu preciso ignorar as coisas que surgem em mim. Estes pensamentos surgem mais e principalmente depois que recebemos a remissão de pecados. Provavelmente enfrentamos todas as coisas com fé após recebermos a remissão de pecados. Nos enchemos de alegria e dizemos: “Eu viverei apenas para o Senhor”. No entanto, acabamos ficando espiritualmente estagnados quando o tempo passa após recebermos a remissão de pecados. Por que ficamos estagnados? Precisamos entender que nossa própria aparência é terrível e nosso eu não pode ir muito além disso. Acabamos percebendo que somos um horroroso caminhão de lixo. Somos igual a um caminhão de lixo cheio de excrementos; o pior é que não podemos seguir em frente porque há um abismo à nossa frente; não podemos ir a lugar nenhum porque o que está dentro dele é muito pesado. E é por isso que ele fica estagnado.
Por que ele fica estagnado? Porque o vapor é muito espesso. Mas o caminhão de lixo se torna o carro mais luxuoso quando entendemos e cremos que o vapor é nosso inimigo. O caminhão de lixo vira o carro mais luxuoso, começa a rodar calmamente e seu andar parece suave a partir do momento que entendemos que o vapor é nosso próprio pensamento. E você está nesta situação agora.
Assim que você recebeu a remissão de pecados, você dirigi seu carro por 250 km por hora. Mas depois de dirigir um pouco, você descobre que o silenciador está entupido e que a fumaça está entrando dentro do carro; o motor começa a bater, o carro não se move direito e tudo está prestes a parar. É nesta situação que você está. Mesmo assim, toda esta bagunça vai acabar se você apenas reconhecer, saber e crer que você mesmo e seu pensamento são inimigos de Deus e eles são maus. Aí você vira um Audi sedan de 8 válvulas. Você se transforma num carro luxuoso que serve Uma Pessoa importante.
O caminhão de lixo só pode carregar excrementos, certo? Embora nós, os caminhões de lixo, tenhamos recebido a remissão de pecados, precisamos ser transformados no carro mais luxuoso e voar. Agora devemos voar pelo ar. Devemos negar a nós mesmos e crer na Palavra de Deus e voar alto em direção à luz, ao céu azul. Isso é fé.
Você jamais deve se esquecer disso durante sua vida. De agora em diante, você deve se unir à igreja, pregar e servir o evangelho com fé. Eliseu encontrou uma mulher preciosa quando foi à região de Suném. Ela o serviu com comida e abrigo, então ele perguntou àquela mulher o que ela queria de Deus, a fim de que ele orasse a ele em seu favor. Então ela respondeu: “Eu habito no meio do meu povo” (2 Reis 4:13). Como o testemunho daquela mulher, se unir à igreja e viver pela fé é uma bênção para aquele que nasceu de novo.
Todos são totalmente livres quando se tornam homens de fé. A vida espiritual correta é vivida através do Espírito, e não da carne. É por isso que você também se sente livre, certo? Nós realmente fazemos a obra porque somos livres. Mas mesmo tendo liberdade, nós somos o tipo de pessoa que faz fielmente a obra que temos que fazer. Nós triunfamos sobre a carne neste mundo mesmo que às vezes pareça que estamos perdendo a batalha.