শিক্ষা

Assunto 16: O Evangelho Segundo JOÃO

[Capítulo 8-8] Aqueles que Nasceram de Deus e Os que Nasceram do Diabo (João 8:37-47)

Aqueles que Nasceram de Deus e Os que Nasceram do Diabo
(João 8:37-47)
“Sei que sois descendentes de Abraão. Contudo, procurais matar-me, porque a minha palavra não penetra em vós. Eu falo do que vi na presença do Pai, e vós fazeis o que ouvistes de vosso pai. Responderam eles: Nosso pai é Abraão. Disse-lhes Jesus: Se fôsseis filhos de Abraão, praticaríeis as obras de Abraão. Mas procurais matar-me, homem que vos disse a verdade que de Deus ouviu. Abraão não fez isso. Vós fazeis as obras de vosso pai. Protestaram eles: Nós não somos filhos ilegítimos. Temos um pai que é Deus. Disse-lhes Jesus: Se Deus fosse o vosso pai, vós me amaríeis, pois eu vim de Deus e aqui estou. Não vim por mim mesmo, mas foi ele que me enviou. Por que não entendeis a minha linguagem? Porque não podeis ouvir a minha palavra. Vós pertenceis ao vosso pai, o diabo, e quereis executar o desejo dele. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, pois não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, pois é mentiroso e pai da mentira. Contudo, porque vos digo a verdade, não credes em mim. Pode algum de vós acusar-me de pecado? Se vos digo a verdade, por que não credes em mim? Quem pertence a Deus ouve as palavras de Deus. O motivo por que não ouvis é que não pertenceis a Deus”.
 
 
Hoje lemos o evangelho de João capítulo 8, do versículo 37 ao 47. Nos versículos 37 e 38, Jesus diz aos judeus que não criam Nele o seguinte: “Sei que sois descendentes de Abraão. Contudo, procurais matar-me, porque a minha palavra não penetra em vós. Eu falo do que vi na presença do Pai, e vós fazeis o que ouvistes de vosso pai”. Essas de fato são palavras preocupantes. O Senhor disse aos judeus e àqueles que não criam que Ele era o Salvador: “Sei que sois descendentes de Abraão. Contudo, procurais matar-me, porque a minha palavra não penetra em vós.” O que Jesus de fato queria dizer era isso: “Eu digo a vocês que nasci de Deus Pai e fui enviado por Ele. Mas de quem vocês são descendentes realmente? Eu sei que pela carne vocês são descendentes de Abraão. Eu sei que vocês são descendentes de Abraão, que crêem em Deus e O seguem. Contudo, vocês procuram me matar porque a minha Palavra não penetra em vocês”.
Para todos que já leram os sermões da série do evangelho de João, é fácil entender isso, mas já que nem todos fizeram isso, eu vou fazer um resumo do que Jesus disse na passagem bíblica deste capítulo. O Senhor disse aos judeus que criam Nele: “Se permanecerdes no meu ensino, verdadeiramente sereis meus discípulos. Então conhecereis a verdade e a verdade vos libertará” (João 8:31-21). O Senhor salvou as pessoas do pecado, as libertou dele e deu a elas a vida eterna. Mas Ele disse que aqueles que não conhecem a Ele nem a Sua verdade continuarão escravos do pecado. Em outras palavras, o que o Senhor está dizendo é que aqueles que ainda não foram libertos por Ele jamais poderão permanecer na Casa de Deus. Ele está dizendo: “Todo aquele que peca, ou seja, todo aquele que não crê neste evangelho, é escravo do pecado, um escravo que nunca poderá entrar na Casa do Senhor. Mas aqueles que foram libertos pela verdade ganharão a liberdade para sempre e entrarão no Reino eterno de Deus. Aquele que possuem o Filho dentro de si serão libertos para sempre”. Jesus disse tudo isso.
 
 
Que Tipo de Pessoa Você é Realmente?
 
A passagem bíblica deste capítulo nos traz um pergunta muito importante: “Que tipo de pessoa é você realmente?” Os judeus eram descendentes de Abraão, mas eles eram filhos de Deus realmente? Eles criam mesmo de todo coração na Palavra do Senhor que veio a essa terra como foi prometido no Antigo Testamento e na Palavra do evangelho da água e do Espírito? Embora o Senhor tenha vindo a essa terra e dito aos judeus que tinha visto o Pai, a maioria deles não acreditou Nele. Aqueles que não crêem na Palavra do Senhor são filhos do diabo. Eles só fazem o que ouvem do seu pai, o diabo.
Quando nós lemos a Palavra no versículo 44, vemos essas palavras: “Vós pertenceis ao vosso pai, o diabo, e quereis executar o desejo dele. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, pois não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, pois é mentiroso e pai da mentira”. O Senhor disse a eles: “Seu pai é o diabo. Vocês nasceram do diabo. É por isso que vocês fazem tudo que seu pai manda. O diabo é assassino desde o início, e por não haver verdade nele, ele a despreza. E quando ele fala mentira, ele fala daquilo que há em si mesmo”. Satanás foi aquele que enganou Adão e Eva. Ele fez com que eles caíssem, com que eles deixassem a Deus e os matou. Por causa dessa tentação, ele os levou a cair em pecado e os matou. Satanás os levou à morte, mas o Senhor foi Aquele que os salvou.
Quem é o Pai de todo ser vivo dessa terra, inclusive dos que são descendentes de Abraão? Quem é o seu e o meu pai? De onde viemos realmente? Eu me sinto muito grato quando eu penso em tudo isso. Tem um hino do nosso hinário que diz assim: “♪Por ser fraco e imperfeito, ♫eu só vivia cometendo pecados”. Mas embora sejamos fracos, o Senhor nos salvou com o evangelho da água e do Espírito. De onde viemos? De onde todos nós viemos?
O primeiro homem, obviamente, foi criado por Deus, mas já que todos são descendentes de Adão e Eva, que caíram na tentação do diabo, todos nós somos espiritualmente controlados por Satanás e agimos como escravos enganados por ele. Quem imaginaria que está sendo controlado pelo diabo? Do ponto de vista espiritual, felizes são aqueles que fizeram uma grande mudança em sua vida: receberam a remissão de pecados tendo um encontro com o Senhor, aceitando, entendendo e crendo de coração no evangelho da água e do Espírito, se tornando assim, filhos de Deus, e sendo transformados por entenderem que o Espírito Santo habita dentro deles.
 
 

“Vós Fazeis as Obras de Vosso Pai”

 
Está escrito nos versículos 41 e 42: “Vós fazeis as obras de vosso pai. Protestaram eles: Nós não somos filhos ilegítimos. Temos um pai que é Deus. Disse-lhes Jesus: Se Deus fosse o vosso pai, vós me amaríeis, pois eu vim de Deus e aqui estou. Não vim por mim mesmo, mas foi ele que me enviou”.
É algo maravilhoso as pessoas receberem a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito e o Espírito Santo, o amor de Deus e de Jesus Cristo, entrar no seu coração. Pessoas assim amam a verdade. Todas elas amam seus irmãos e a Igreja.
Mas aqueles que são assim fazem a obra do seu pai. Seu pai é o diabo e sua obra é matar as pessoas. Como é a vida de um ser humano? Neste mundo temos leis, e por isso ninguém pode sair por aí matando as pessoas. Mas quando nós vemos o coração daqueles que não receberam a purificação de pecados crendo na verdade do evangelho da água e do Espírito, nós descobrimos que seu maior desejo é destruir as pessoas. Então, por terem um coração assim, ao invés de viverem em paz uns com os outros, o desejo vil de pisar nos outros e serem maiores do que os outros se sobressai instintivamente. Quando há um benefício mútuo, eles se tratam com todo carinho, mas lá no fundo eles não se importam uns com os outros. Mas os desejos malignos do seu coração jorram como uma fonte em relação àqueles que não trazem nenhum benefício a eles. Portanto, por mais que eles queiram fazer boas obras, eles não conseguem. Eles lançam os desejos malignos do seu coração contra aqueles que pensam diferentemente deles, como uma lata de lixo que cai no chão e espalha toda a sujeira. Esse é o estado espiritual daqueles que têm o diabo como pai.
Os judeus não eram ímpios. Na verdade, todos eles eram descendentes de Abraão e aguardavam a promessa de Deus. Eles eram pessoas que clamavam a Deus e confiavam tudo a Ele. Só que eles se recusaram a crer nas palavras de Jesus, que tinha vindo do Pai, e acabaram matando-O. Do mesmo modo, aqueles que passam a conhecer e crer no Senhor depois que são purificados de todos os seus pecados por meio da verdade do evangelho da água e do Espírito são justos e filhos de Deus, enquanto que os outros cristãos que há dentro do Cristianismo, que rejeitam Suas palavras, têm o coração cheio de maldade e se opõem a Deus, embora digam que crêem em Jesus e no que Ele fez. Eles estão propensos a fazer o mal a todo momento. A verdade é que o seu coração está cheio de maldade. E o que é pior ainda, eles nem têm consciência disso.
Nosso Senhor disse àqueles que se consideravam judeus: “Vocês são filhos do diabo. Seu desejo é fazer a vontade do seu pai”. Eles ficaram tão surpresos com isso e disseram com raiva que não haviam nascido do diabo e que ele não era seu pai, mas sim Deus. Mas já que Jesus conhecia o seu coração muito bem, Ele os repreendeu dizendo: “O pai de vocês é o diabo. Se vocês fossem mesmo filhos de Deus, vocês me amariam e ouviriam minhas palavras. Vocês amariam a verdade e a aceitariam. Ao invés disso, vocês procuram me matar. Na verdade, o pai de vocês é o diabo mesmo”.
As pessoas nascem neste mundo e morrem após terem tido uma vida muito parecida. Todavia, entre elas há pessoas especiais que encontraram o evangelho da água e do Espírito e creram nele. Estes que encontraram o evangelho da água e do Espírito viram que ele é verdadeiro após conhecerem a verdade. Eles são os verdadeiros filhos de Deus por terem aceitado o evangelho da água e do Espírito. Mas nós temos que entender que aqueles que não aceitam o evangelho da água e do Espírito em seu coração são filhos do diabo. Para ser sincero, esse tipo de gente me dá medo. Eles querem sempre fazer mal às pessoas, como se tivessem uma faca afiada no coração.
O Senhor pergunta a eles: “De quem vocês nasceram?” E para que eles saibam ‘de quem realmente nasceram’, o Senhor diz a eles: “Quem pertence a Deus ouve as palavras de Deus. O motivo por que não ouvis é que não pertenceis a Deus”. Mesmo ouvindo sempre a Palavra de Deus, o mal às vezes vem ao nosso coração, trazendo pensamentos que se opõem a ela. Mas apesar disso, os crentes nascidos de novo rejeitam estes pensamentos e aceitam a Palavra de Deus como ela é. Por isso, eles crescem e se tornam filhos de Deus maduros e saudáveis. Nós nascemos no pecado, e por termos crescido numa cultura dominada pelo diabo, nós sempre vivemos contra a Palavra de Deus e Sua verdade. É por isso que mesmo sem querer fazemos as obras do diabo. Você já deve ter passado por algo assim.
Quando pregamos o evangelho da água e do Espírito, nós vemos acontecer o seguinte: primeiro, todos ouvem a Palavra do evangelho da água e do Espírito. Mas quando vamos mais à fundo no Novo Testamento, explicando o evangelho de Mateus capítulo 3, eles começam a desanimar ou mostram resistência, se tornam agressivos e ficam revoltados. Você também deve ter se revoltado contra Deus e Sua Palavra da justiça ao ouvir pela primeira vez o evangelho da água e do Espírito. Nós agimos instintivamente assim quando a Palavra da verdade de Deus chega até nós porque vivíamos há muito tempo, e o tempo todo, sob o domínio do diabo. Assim como os judeus quiseram matar Jesus quando ouviram o que Ele disse, as pessoas têm o mesmo desejo e acabam se levantando contra a verdade de Deus. Meus amados irmãos, vocês já não sentiram isso no coração também? Com certeza vocês já devem ter sentido isso.
Embora as pessoas freqüentem a igreja religiosamente e digam que crêem no Salvador, já que seus pecados continuam no seu coração, seu pai é o diabo e não Deus. E já que o diabo controla seu coração, elas não podem aceitar a Palavra de Deus quando a pregamos para elas. Elas levantam a guarda e acabam dando lugar ao mal que há no seu coração, embora a Palavra que pregamos para elas seja a Palavra da verdade. E quando perguntamos para elas: “A Palavra de Deus é verdadeira?” elas respondem: “Ela é verdadeira”. Entretanto, seu desejo de fato é contrário à Palavra. Então, quando perdem a batalha contra o mal que há nelas, elas rejeitam o evangelho que pode lhes dar a salvação. É por isso que você tem que saber muito bem se é Deus Pai quem habita nos eu coração ou não.
O livro de Atos capítulo 3 versículo 19 diz o seguinte: “Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham assim os tempos de refrigério pela presença do Senhor”. E o livro de Atos capítulo 2 versículo 38 também diz: “Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados. E recebereis o dom do Espírito Santo”.
O Espírito Santo habita no coração daqueles que crêem na verdade do evangelho da água e do Espírito realmente, porém o que habita no coração de quem se recusa a aceitar o evangelho da água e do Espírito é um espírito maligno. O Espírito Santo não pode habitar num coração cheio de pecados, porque Ele é justo e cheio de amor.
Todos nós temos que entender que o diabo habita em todo coração cheio de pecados. A Bíblia diz claramente: “Quando o espírito imundo sai do homem, anda por lugares secos, buscando repouso, e não o acha. Então diz: Tornarei para minha casa donde saí. Chegando, acha-a varrida e adornada. Então vai, e leva consigo outros sete espíritos piores do que ele e, entrando, habitam ali. E o último estado desse homem é pior do que o primeiro” (Lucas 11:24-26). Os lugares secos que são mencionados aqui se referem aos lugares onde não há ‘água’, isto é, onde não há a Palavra da verdade da água e do Espírito. Se seu coração estiver cheio do evangelho da água e do Espírito, Satanás não poderá habitar nele. Eu precisaria pregar outro sermão se fosse falar disso agora, mas isso é tudo que eu vou falar sobre este assunto para não fugir do tema principal.
Seja qual for o caso, há pecado no coração das pessoas, e é por causa disso que o diabo controla os que não aceitam a Palavra da verdade do evangelho da água e do Espírito, por mais que haja poucos pecados em seu coração e eles façam muitas orações de arrependimento. E já que o diabo habita em seu coração, eles continuam se levantando contra a verdade, matando pessoas e fazendo todo tipo de maldade. É por isso que a pergunta ‘a quem você pertence?’ é tão importante. Se não somos de Deus, somos do diabo então. O Espírito Santo habita no seu coração? Nós temos que examinar nosso coração com cuidado e com toda sinceridade com a Palavra da verdade.
Se olharmos com sinceridade para o nosso coração, nós saberemos pela Palavra se nosso pai é Deus ou o diabo. Se nós examinarmos a nós mesmos, descobriremos que somos pessoas que praticam o mal ou que evitam fazer o mal. De todo modo, quem procura sempre abençoar os outros são aqueles que têm o Espírito Santo.
Nós lemos no livro de Romanos: “A inclinação da carne é morte, mas a inclinação do Espírito é vida e paz”. Isso quer dizer que se aqueles que possuem o Espírito Santo derem lugar à carne, eles também morrerão. Se os nascidos de novo vierem a morrer, isso acontecerá por eles terem buscado a carne. E quando isso acontece, eles não pensam mais no bem dos outros e das pessoas do mundo. Eles não pensam mais em salvar as almas nem fazer a obra do Senhor. Ao contrário, eles buscam apenas seu próprio bem. Se alguém que nasceu de novo crendo no evangelho da água e do Espírito der lugar à carne, ele não poderá seguir a justiça de Deus e acabará praticando o mal. Ele só buscará satisfazer sua carne. Pessoas assim não podem ser servas da justiça.
O Senhor disse que se alguém desejasse vir após Ele, era necessário negar a si mesmo, tomar sua cruz e segui-Lo. Ele nos disse claramente que ninguém poderia ser Seu discípulo, receber Suas bênçãos neste mundo e no mundo vindouro, e ter a vida eterna se não deixasse pai, mãe e tudo mais nessa terra. Aqueles que não conseguem fazer isso e continuam vivendo para satisfazer seus desejos carnais não podem ser instrumentos da justiça. Pessoas assim acabam se levantando contra Deus, contra o evangelho, contra a Igreja, desistem de fazer a obra para salvar as almas, e no fim vivem só para satisfazer os seus desejos carnais.
 
  

Depois que Eu Me Converti a Jesus, Eu Ainda Pertenci ao Diabo por 10 Anos

 
Durante esse tempo, havia pecado no meu coração, mas eu cria que se eu fizesse orações de arrependimento, todos eles desapareceriam. E mesmo depois que eu tive um encontro com o Senhor pela Palavra da Verdade, o mal continuava surgindo em meu coração ainda. Como eu poderia viver assim? Embora o Senhor tenha nos dito para não nos preocuparmos com o que comer, beber ou vestir, eu só pensava nessas coisas. Se aqueles que nasceram de novo não buscarem o Senhor de todo coração pela fé, negar a si mesmos em prol da salvação dos outros e deixar as coisas deste mundo para seguir o Senhor, eles não poderão discernir os pensamentos carnais dos espirituais e no fim ficarão cativos dos seus desejos carnais.
É por isso que eu estava sempre em luta comigo mesmo. No início nem tudo ia bem. Mas apesar da minha imperfeição, eu aprendi muitas coisas como a importância da igreja, de ser um colaborador no ministério, que tipo de lugar a igreja deve ser, em que tipo de igreja o Espírito Santo faz Sua obra, como se treina obreiros e os lidera. Eu passei por um deserto, porém estava sempre preparado para ter uma vida com o Senhor, e foi por isso que eu pude me tornar o que eu sou hoje.
O que o Senhor está nos dizendo aqui não é a condição dos nascidos de novo que se tornaram filhos de Deus crendo no evangelho da água e do Espírito. Ele está nos falando daqueles que estão num estado pior do que tinham antes de terem fé no evangelho da água e do Espírito. Ele está lhes dizendo: “Vocês dizem que crêem em Deus, mas não crêem no evangelho da água e do Espírito; então, a quem vocês pertencem? Vocês são de Deus ou do diabo? Se vocês são mesmo de Deus, por que vocês não entendem o que Eu estou dizendo e aceitam isso? Será que vocês não aceitam isso porque vocês não receberam a salvação e ainda são filhos do diabo? É por isso que a pergunta ‘a quem vocês pertencem’ é tão importante. Todo aquele que pertence ao diabo deve voltar atrás e se arrepender. Se vocês fizerem isso vocês crerão em mim como Salvador e também na verdade do evangelho da água e do Espírito que eu cumpri. Aí então, vocês se tornarão filhos de Deus sendo purificados de todos os seus pecados. No entanto, se vocês não fizerem isso e continuarem seguindo seu pai, o diabo, seus desejos carnais e tudo que diz respeito a eles, vocês acabarão sendo destruídos e morrerão. Seu corpo e sua alma serão destruídos e vocês com certeza perecerão”.
Nós dizemos que cremos no Senhor e O seguimos, mas, na verdade, nós não fazemos isso realmente. Como diz a letra de um hino: “A obra que eu faço é tão pequena”. E de fato o que fazemos na obra do Senhor é muito pouco. Apesar disso, nós somos de Deus e não do diabo. É por isso que fazemos a obra de Deus, apesar das nossas imperfeições. Quando fazemos a obra do Senhor com a Igreja, Ele trabalha com ela e faz com que ela cresça dezenas e milhares de vezes mais do que nós a obra que fazemos. É por isso que somos gratos a Deus.
Meu coração se sente assim agora: eu sou grato porque, através da passagem bíblica deste capítulo, o Senhor nos leva a entender o que Ele quer dizer com essas palavras e que somos Seus filhos, apesar das nossas inaptidões humanas. Se nós não fôssemos de Deus, nós continuaríamos levando uma vida muito desregrada e os anos passariam muito rapidamente. No fim, por termos sido enganados pelo diabo, nós seríamos amaldiçoados como ele e condenados por Deus. Nós, que antes receberíamos essas maldições, nos tornamos filhos de Deus agora, temos o Espírito Santo no nosso coração, fazemos a obra que Deus nos confiou em Sua Igreja, recebemos a purificação de pecados e servimos a Ele, e nascemos de novo pela Palavra da verdade.
O Senhor disse que no Seu tempo voltaria para nos levar consigo. Por isso, eu tenho certeza que o Reino do Senhor virá, mas eu não sei se iremos para ele primeiro ou Ele voltará para nos levar antes disso. De todo modo, eu dou graças pela fé. Eu sou muito grato realmente. Não há nada que eu precise dizer de um modo eloqüente. Eu sou grato pelo fato de o Senhor ter nos encontrado e nos purificado completamente com o evangelho da água e do Espírito. Eu também sou grato porque Ele nos permitiu chamar Deus de ‘Aba Pai’, por Ele ter feito o Espírito Santo entrar no nosso coração ao invés de nos deixar sozinhos depois de nos salvar. Portanto, nós agora poderemos viver para sempre como aqueles que pertencem a Deus. Eu sou grato por Ele nos ter dado a graça de buscarmos a vontade do Espírito, e não os desejos carnais.
Ao concluir este sermão, eu tenho algo a dizer àqueles que realmente crêem no evangelho da água e do Espírito: vocês não devem buscar seus desejos carnais. Embora eles surjam sempre e de repente, e embora vocês tenham vontade de segui-los, seus objetivos e propósitos devem estar totalmente à parte deles. O que eu quero dizer é que se vocês realmente nasceram de novo, não creiam, sigam ou dêem lugar aos seus pensamentos. Se vocês fizerem isso, vocês acabarão sendo excluídos da igreja, morrendo e sendo destruídos. Embora muitos como nós tenham nascido de novo crendo no evangelho da água e do Espírito, todos que buscam seus desejos carnais acabarão morrendo no final. Aqueles que só buscam sua prosperidade e seu bem-estar jamais terão uma vida material boa e acabarão sendo destruídos espiritualmente.
Na Igreja de Deus, ou seja, no Reino de Deus, existem três tipos de crentes que convivem juntos: o primeiro são os justos que crêem no evangelho da água e do Espírito. O segundo são os pecadores que estão escondidos e não crêem nele. O terceiro são aqueles que servem à sua própria carne e buscam os seus desejos ao invés de servirem a Deus, embora tenham recebido a salvação crendo no evangelho da água e do Espírito. A Bíblia chama esse terceiro tipo de ímpios.
Nós encontrarmos esse três tipos de pessoas no primeiro salmo.
“Bem-aventurado o homem
Que não anda segundo o conselho dos ímpios,
Nem se detém no caminho dos pecadores,
Nem se assenta na roda dos escarnecedores.
Antes tem o seu prazer na lei do Senhor,
E na sua lei medita de dia e de noite...
Pelo que os ímpios não subsistirão no juízo,
Nem os pecadores na congregação dos justos.
Pois o Senhor conhece o caminho dos justos,
Mas o caminho dos ímpios perecerá”.
O que Deus diz aqui? O que a Bíblia está dizendo? Ele nos diz algo muito certo. A Bíblia que temos na Coréia agora é a versão revisada; ela foi traduzida em 1962 da edição chinesa da versão do rei Tiago. A nossa versão foi muito bem traduzida. Muitas pessoas e organizações já traduziram a Bíblia a fim de venderem sua versão. E elas ganham muito dinheiro fazendo isso. É por essa razão que muitas versões da Bíblia continuam lotando as prateleiras das livrarias. Até na Coréia houve um movimento recentemente que queria mudar a Bíblia de modo radical. E quando algo assim acontece, um grupo seleto de pessoas em breve vai nadar num rio de dinheiro. É por isso que muitos criam fundações fantasmas para fazer a obra, contudo, por mais que tentem, eles não poderão fazer uma versão mais grandiosa do que a versão revisada coreana.
Essa versão da Bíblia foi muito bem feita. Vamos ler os versículos 1 e 2 do capítulo 1 de Gênesis: “No princípio criou Deus os céus e a terra. A terra era sem forma e vazia; havia trevas sobre a face do abismo, e o Espírito de Deus pairava sobre a face das águas”. Você pode ver como estes versículos são precisos e se aproximam muito do original? Essa versão bíblica coreana foi muito bem feita porque é uma tradução da versão bíblica chinesa, feita em caracteres, que são ideogramas. Mas aqueles que não estão familiarizados com os caracteres chineses não a entendem muito bem. Porém, a versão coreana revisada da Bíblia que nós usamos é a versão bíblica que mais se compara às línguas bíblicas originais.
 
 

As Pessoas Acham que São Justas

 
Naturalmente, todos são uma geração de malignos. Algo mais impuro e nojento do que uma lata de lixo é o coração do homem. Em sua essência, o coração humano é algo imundo demais.
“Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas,
E incorrigível. Quem o conhecerá?” (Jeremias 17:9)
Todavia, o Senhor veio a nós, “os impuros”, e purificou totalmente nossos pecados imundos com o evangelho da água e do Espírito. Ele veio a essa terra, tirou nossos pecados de uma vez por todas quando foi batizado por João Batista, condenado na cruz em nosso lugar, e ressuscitou dos mortos, nos salvando assim. Foi assim que o Senhor se tornou nosso Salvador por livre e espontânea vontade. E quando nós aceitamos a Palavra de Deus e temos fé nela, nós nos tornamos filhos de Deus e o Espírito Santo passa a habitar no nosso coração. Nós temos que chamar o Deus santo de aba Pai, pois nos tornamos Seus filhos depois que recebemos a remissão de pecados e o Espírito Santo como um dom. Agora não somos mais “impuros”. Nós somos os limpos, os puros. Nós somos honrados. Nós somos Seus dignos obreiros. É isso que nós somos.
Já que nascemos de novo, não devemos buscar os desejos da carne, pois se fizermos isso, nós não teremos como evitar a destruição. Eu espero que todos vocês não se esqueçam que os pensamentos carnais levam à morte. A Bíblia diz: “O dom gratuito de Deus é a vida eterna, em Cristo Jesus nosso Senhor” (Romanos 6:23). Há pensamentos espirituais assim como há pensamentos carnais. Há aqueles que verdadeiramente nasceram de novo assim como aqueles que ainda não nasceram de novo. E no que diz respeito ao evangelho, há o evangelho nominal assim como o evangelho da água e do Espírito.
Quando a verdade aparece, tudo é separado. É por isso que o capítulo 1 de Gênesis fala de separação: no primeiro dia, a luz e a escuridão foram separadas. No segundo dia, as águas acima do firmamento e as água abaixo dele foram separadas. No terceiro dia, Deus disse: “Apareça a porção seca”, e a terra seca e as águas se separaram. No quarto e no quinto dia foi a mesma coisa. E até hoje, Deus está separando Seus filhos dos filhos do diabo.

Eu sou muito grato a Deus por nos ter feito Seus filhos e espero que todos sejam salvos dos seus pecados. O meu mais sincero desejo é que todos neste mundo deixem de ser escravos do diabo.