उपदेश

Assunto 27: Cartas de Deus para nós na era do coronavírus

[27-11] Em qual Evangelho devemos Crer para Alcançar Maturidade Espiritual? (Êxodo 32:25-29 (ARA))

“Vendo Moisés que o povo estava desenfreado, pois Arão o deixara à solta para vergonha no meio dos seus inimigos, pôs-se em pé à entrada do arraial e disse: Quem é do Senhor venha até mim. Então, se ajuntaram a ele todos os filhos de Levi,
aos quais disse: Assim diz o Senhor, o Deus de Israel: Cada um cinja a espada sobre o lado, passai e tornai a passar pelo arraial de porta em porta, e mate cada um a seu irmão, cada um, a seu amigo, e cada um, a seu vizinho. E fizeram os filhos de Levi segundo a palavra de Moisés; e caíram do povo, naquele dia, uns três mil homens.
Pois Moisés dissera: Consagrai-vos, hoje, ao Senhor ; cada um contra o seu filho e contra o seu irmão, para que ele vos conceda, hoje, bênção”.
 

Saudações calorosas a todos os meus colegas de trabalho! Espero e confio que este sermão os encontre bem no Senhor Jesus. Eu sei que todos os nossos colegas de trabalho estão servindo ao evangelho que purifica os pecados, com seu trabalho diligente, colocando sua fé no evangelho da água e do Espírito que o Senhor Jesus nos entregou. Todos os colegas de trabalho aqui na Coreia, incluindo eu e os companheiros santos, estão indo muito bem graças à Graça do Senhor Jesus. Apesar de estarmos enfrentando muitas dificuldades devido à COVID-19 assim como você, ainda estamos indo bem, e continuamos trabalhando incansavelmente para pregar o evangelho da água e do Espírito dado por Deus. É minha mais sincera esperança e oração que todos vocês que agora estão servindo ao evangelho do Senhor Jesus em todo o mundo também fiquem a salvo da COVID-19 e floresçam na Paz que o Senhor Jesus lhes deu.
 


Cuidado com Aqueles que Arruínam a Vinha

 
Estou feliz e alegre que hoje, em nossa Igreja estabelecida por Deus, temos pessoas como a Tribo de Levi. Mesmo hoje, ainda acontece com a Igreja de Deus lidar com o mesmo problema de idolatria que aconteceu nos dias do Antigo Testamento. Também nesta era os obreiros de Deus que creem no evangelho da água e do Espírito estão firmes para rejeitar e se opor aos falsos ensinos, e eu estou muito feliz de ver essa devoção a Deus. Eles são dignos da aprovação de Deus e também merecem Sua Graça como pessoas de fé. Deus fará com que essas pessoas continuem a viver como Seus obreiros, e Ele os abençoará para que encontrem o Senhor Jesus pela fé quando Ele retornar a esta Terra. Muitos mais obreiros de Deus surgirão em Sua Igreja para silenciar falsos ensinos como a tribo de Levi fez no Antigo Testamento.
Existem algumas pessoas que, embora crendo no evangelho da água e do Espírito, estão erradas em seus pensamentos e se opõem à Igreja de Deus. É nosso dever ensiná-los onde eles erraram. Por exemplo, algumas pessoas afirmam falaciosamente que João Batista, escrito no Novo Testamento, nasceu neste mundo sem nenhum pecado, exaltando-o muito. Isso atrapalha nosso esforço de pregar o evangelho da água e do Espírito. Tais crenças perversas estão influenciando espiritualmente os fracos. O propósito de espalhar um ensinamento tão maligno é construir suas próprias reuniões que se desvia completamente da Igreja de Deus e da verdadeira fé.
Todos nós fomos purificados dos nossos pecados com a água viva do evangelho da água e do Espírito que está fluindo na Igreja de Deus. Acredito que se as pessoas servirem fielmente ao evangelho, nosso Deus as levantará como Seus servos. Precisamos pensar por que alguns de nós estão tentando se exaltar. Devemos pensar sobre o que existe em nós que seja agradável a Deus. Todos devemos aprender a ser humildes e nos rebaixar diante de Deus.
Pedro disse na Bíblia: “Rogo igualmente aos jovens: sede submissos aos que são mais velhos… Humilhai-vos, portanto, sob a poderosa mão de Deus, para que ele, em tempo oportuno, vos exalte”. (1 Pedro 5:5-6). Desde o nosso nascimento, nascemos neste mundo como pecadores. Devido aos nossos pecados, não tivemos escolha a não ser sermos lançados no inferno de fogo, mas fomos salvos dos nossos pecados pela fé quando encontramos e cremos no evangelho da água e do Espírito dado por Deus que constitui a justiça do Senhor Jesus. Se realmente fomos salvos de nossos pecados, então não há ninguém neste mundo que tenha recebido bênçãos maiores que esta. Se encontramos, tendo nascido nesta Terra, o evangelho da água e do Espírito dado por Deus, e entendemos e cremos na purificação dos nossos pecados, então isso significa que somos salvos de todos os nossos pecados e nos tornamos filhos de Deus e Seu próprio povo, pois agora fomos retirados do reino das trevas para o reino de Deus. Aqui está uma pergunta para todos nós considerarmos: existe alguém neste mundo que recebeu maiores bênçãos de Deus do que nós?
Não quero que nenhum de vocês se afaste da Palavra escrita de Deus. É minha opinião e acredito que você está momentaneamente perdido em seus próprios pensamentos confusos e perversos da carne. Então, se você é um daqueles que acreditam, erroneamente, que João Batista nasceu neste mundo sem nenhum pecado, eu aconselho você abandonar essas crenças, e de agora em diante unir seu coração e fé com os obreiros de Deus que realizam Sua obra em Sua Igreja. Eu quero que todos vocês também desfrutem das muitas bênçãos de Deus.
No Novo Testamento, João Batista nasceu nesta Terra como filho do Sumo Sacerdote Zacarias. Como ele nasceu de seus pais, e seus pais nasceram como pecadores, é lógico que João Batista também nasceu neste mundo no mesmo estado pecaminoso como seus pais. Assim como a Bíblia diz em Romanos 3:10, “Não há justo, nem um sequer”, além de Jesus Cristo, não há absolutamente ninguém que tenha nascido neste mundo sem pecado. Pela grande providência de Deus. Todos os seres humanos são concebidos em estado pecaminoso por seus pais e nascem neste mundo como pecadores. Portanto, aos olhos de Deus nós também nascemos pecadores.
Quando voltamos para o Novo Testamento, vemos claramente que a mãe de Jesus, na carne, Maria, se revestiu do amor de Deus. Maria foi usada como instrumento de Deus, mas assim como nós, ela também nasceu neste mundo como descendente de pecadores. Maria também era pecadora como nós, mas graças à providência especial de Deus, ela foi usada como instrumento para conceber e dar à luz Jesus Cristo, o Salvador da humanidade, segundo a vontade de Deus. Em outras palavras, Maria foi usada para parte da obra de salvação – isto é, para Jesus Cristo vir a este mundo como homem e lavar nossos pecados com Seu batismo e Seu sangue na Cruz. Assim como nós, Maria também se revestiu da Graça de Deus para ser usada como Seu instrumento. E assim como nós, Maria também não era mais do que alguém que receberia a remissão de pecados crendo na verdadeira salvação do evangelho da água e do Espírito cumprida pelo Senhor Jesus.
Maria e João Batista ambos nasceram neste mundo como pecadores, mas eles também se revestiram do amor especial de Deus. Maria se revestiu da Graça de Deus, isso significa que ela nasceu para ser usada como instrumento para cumprir a especial providência de salvação. É por isso que Maria e nós viemos nos revestir do amor especial de Deus misericordioso. Maria também ficou tão agradecida por ser usada por Deus que agradeceu a Ele dizendo: “Aqui está a serva do Senhor; que se cumpra em mim conforme a tua palavra”. (Lucas 1:38).
Portanto, todos devemos nos submeter aos ensinamentos dos líderes à nossa frente e segui-los crendo na obra de Deus manifestada por meio deles. Portanto, podemos evitar ficar na fileira dos mentirosos, receber e desfrutar as bênçãos de Deus em Sua Igreja e dedicar o resto de nossas vidas a Ele como Seus preciosos obreiros. Dessa forma podemos ter certeza que não iremos desviar do caminho correto da fé na Palavra do evangelho da água e do Espírito. Sendo libertos dos nossos pecados crendo na Palavra do evangelho da água e do Espírito, devemos nos unir à Igreja de Deus, pois, isso é fundamental para pregar o evangelho. Quando você permanece na Igreja de Deus com os líderes espirituais levantados por Ele, você pode escapar dos pensamentos errôneos e perversos da carne e ser usado como instrumento de Deus. Você será capaz de viver pela fé e ser livre dos falsos ensinamentos trazidos a você por mentirosos.
Existem algumas denominações que acreditam na transubstanciação, que ensina que o pão e o vinho usados na Eucaristia são transformados na substância real do corpo e sangue de Jesus Cristo. Como eles acreditam que toda a substância do pão é transformada na substância do corpo de Jesus por intermédio da oração eucarística do sacerdote, eles atribuem um significado especial ao seu culto. A realidade, porém, é que eles estão ensinando uma grave mentira à sua congregação. A doutrina da transubstanciação nada mais é do que um ensinamento dogmático; não é do corpo e sangue de Jesus que Deus fala na Palavra escrita.
O corpo e o sangue de Jesus que a Bíblia fala, na verdade, se referem ao batismo que Jesus recebeu em Seu corpo de João Batista e ao sangue que Ele derramou na Cruz. Quando celebramos a Santa Ceia na Igreja, usamos pão e vinho em memória do batismo que Jesus recebeu de João Batista e do Seu sangue. O pão e o vinho que são usados na Eucaristia são a Palavra de Deus que manifesta a verdade do batismo pelo qual Jesus recebeu os pecados do mundo em Seu corpo e em Seu sangue. Em outras palavras, usamos pão e vinho na Santa Ceia em lembrança e afirmação de nossa fé de que quando Jesus Cristo foi batizado por João Batista, todos os pecados deste mundo foram passados para Seu corpo através de Sua cabeça. Esta é a compreensão bíblica do corpo e sangue de Jesus. Portanto, o vinho que é usado na Santa Ceia refere-se ao sangue que Jesus derramou, e significa a vida que Ele nos deu. O pão que usamos na Santa Ceia se refere ao corpo de Jesus que levou nossos pecados quando Ele recebeu os pecados da humanidade ao ser batizado por João Batista.
Portanto, nós nunca devemos pregar nenhum ensinamento falso, como exaltar João Batista, e ao invés disso pregar somente o verdadeiro evangelho da remissão de pecados de Deus, a Palavra do evangelho da água e do Espírito. Devemos tomar cuidado com aqueles que pregam falsos ensinamentos e, assim, garantir que sejamos fiéis ao nosso Deus. Fomos remidos de todos os nossos pecados crendo na verdade do evangelho da água e do Espírito diante de Deus. Nos tornamos santos aos olhos de nosso Deus. Sendo fiéis a Deus, todo nosso trabalho e devoção agora devem ser dedicados à santidade de Sua Igreja e a pregar o evangelho da água e do Espírito. Se algum de nossos irmãos crentes que vivem na Igreja de Deus está se desviando para acumular a inimizade de Deus, todos nós temos o dever de trazer esses santos de volta ao caminho certo.
Assim como há uma ordem para tudo, se alguns de nossos irmãos e irmãs pregarem qualquer ensinamento que se afaste da Palavra de Deus, os crentes no evangelho da água e do Espírito dado por Deus devem corrigir seus falsos ensinos com a Palavra de Deus e admoestá-los a voltar para Ele e Seu verdadeiro Evangelho. Se eles não aceitarem as admoestações dos servos de Deus, então o líder da Igreja de Deus deve admoestá-los. Se ainda ignorarem os ensinamentos da Igreja e insistirem teimosamente em seu próprio caminho, então devemos deixá-los ir. Se, apesar disso, eles ainda continuarem semeando confusão na Igreja - isto é, se eles continuarem pregando ensinamentos errôneos na Igreja de Deus - a Bíblia diz que devemos expulsá-los da reunião de Deus. A punição que Deus estabeleceu para essas pessoas é a expulsão. Deus está nos dizendo para expulsá-los para que não possam mais estar em Sua Igreja. Isso é para garantir que eles não se transformem em pedras de tropeço obstruindo o povo de Deus e Sua obra. No entanto, se eles perceberem seu erro e quiserem retornar, devemos perdoá-los e aceitá-los de volta ao nosso rebanho. Isso ocorre porque Deus tem o prazer de proteger Sua Igreja e seu povo dos mentirosos.
 


Nossa Fé deve Amadurecer para Benefício da Obra de Deus

 
Nesta era todos aqueles que pertencem à Igreja estabelecida por Deus vivem crendo na Palavra do evangelho da água e do Espírito, e são guiados pela direção da Igreja de Deus. Eles são fiéis a Deus e à obra de anunciar o evangelho da lavagem de pecados, o evangelho da água e do Espírito. Em outras palavras, eles estão vivendo, aos olhos de Deus, por causa das almas que serão salvas de seus pecados. Nestes tempos finais, todos os membros da Igreja de Deus devem estar atentos, confiando na Palavra do evangelho da água e do Espírito, dada por Deus. Só então todos nós poderemos viver pela fé e pregar o evangelho da remissão de pecados a todos os pecadores, que é a vontade de Deus para a humanidade.
Pela nossa fé na Palavra do evangelho da água e do Espírito, todos nós temos que parar aqueles que, tendo se infiltrado na Igreja de Deus, tentam atacar o coração dos Seus obreiros. No final, eles formarão sua própria reunião se não puderem fazer o que querem. Temos o dever de guiá-los a Deus. Nós sabemos que o objetivo deles não é proclamar o evangelho da água e do Espírito, pois eles são enganadores tentando impedir as pessoas de fé que creem na Palavra do evangelho da água e do Espírito de permanecerem na Palavra escrita de Deus. Devemos nos afastar deles. Alguns deles estão tentando demolir a fé dos amados obreiros de Deus com seus ensinamentos perversos decorrentes dos maus pensamentos de sua carne.
Todos nós que somos membros da Igreja de Deus devemos tomar cuidado com esses mentirosos, e também pela fé devemos dedicar todos os nossos esforços à obra de proclamar o evangelho da água e do Espírito, pois só assim as almas que ainda continuam no pecado serão libertas de seus pecados pela nossa fé. Ao contrário da era do Antigo Testamento, na era do Novo Testamento, devemos nos segurar e apoiar uns aos outros na Igreja de Deus por intermédio da nossa fé na Palavra do evangelho da água e do Espírito. Isso porque todos nós devemos continuar nossas vidas neste mundo com a unidade da fé crendo na Palavra do evangelho da água e do Espírito. Embora este mundo em que vivemos seja mau, estamos vivendo na comunhão do Espírito Santo, a Igreja de Deus onde o Espírito opera. Agora estamos vivendo como o próprio povo de Deus. Somos os legítimos habitantes do Reino de Deus. O Rei da Igreja de Deus e de Seu Reino é o nosso Senhor Jesus Cristo. Crendo na Palavra do evangelho da água e do Espírito, todos nós nos tornamos soldados de Jesus Cristo. Crendo nesta Palavra dita por Deus que nos abençoou para nascermos de novo da água e do Espírito, nós nos tornamos o próprio povo de nosso Senhor Jesus Cristo.
Devemos permanecer na Igreja de Deus e viver pela fé no evangelho da água e do Espírito escrito em ambos os Testamentos da Bíblia, e confiar na comunhão do Espírito Santo que trabalha na Igreja de Deus. Graças à nossa fé no evangelho da água e do Espírito dado por Deus, todos nos tornamos pessoas de fé seguindo a vontade de nosso Senhor Jesus. Por esta fé, devemos pregar o evangelho da água e do Espírito por todo o mundo como ordenado pelo nosso Senhor Jesus, viver confiando Nele até o dia em que deixarmos este mundo, e desfrutar a vida eterna através Dele. Para fazer isso, todos nós devemos nos tornar um em unidade através de nossa fé na justiça de Deus, e nunca devemos ser lentos em nos dedicar a Deus para revelar Sua Glória. O propósito da nossa vida neste mundo deve ser servir ao evangelho de Deus que cumpriu a remissão de pecados, o evangelho da água e do Espírito. Precisamos lutar pela harmonia de uns com os outros por intermédio da nossa fé no evangelho da água e do Espírito, e viver nossa fé com ações de Graças para revelar a Glória de Deus por toda a Terra. Resumindo, necessitamos viver pela fé para anunciar a Graça da remissão de pecados que nosso Senhor Jesus Cristo está oferecendo à humanidade.
 


A Maturidade da Fé é Alcançada Quando se Vive para a Proclamação do Evangelho da Água e do Espírito


Hoje, aqueles que obedecem à Igreja de Deus e Seus mandamentos são aqueles que estão em unidade com os líderes da Igreja e os santos que creem no evangelho da água e do Espírito. Através da nossa fé na Palavra do evangelho da água e do Espírito que o Senhor Jesus deu a todos nós, estamos vivendo em obediência ao nosso Senhor Jesus em unidade. Agora, não somos menos que obreiros de Deus. Como obreiros de Deus que receberam a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito dito por Deus, estamos glorificando a Deus com nossas vidas neste mundo horrível de iniquidades. Essas pessoas já receberam em seus corações o dom do Espírito de Deus crendo na Palavra do evangelho da água e do Espírito, por isso elas também podem se unir alegremente com Deus e Sua Igreja.
Vivendo nestes tempos finais, seu coração tem a evidência de fé testificando que você se tornou um com o povo de Deus através da fé no evangelho da água e do Espírito dado por Deus? Nós fomos salvos de uma vez por todas através da nossa fé na Palavra do evangelho da água e do Espírito, e a Palavra escrita de Deus e o Espírito Santo testificam que agora nos tornamos o próprio povo de Deus. Agora, todos nós fomos chamados para ser testemunhas que pregam o evangelho de Deus, o evangelho da água e do Espírito. Portanto, é justo que vivamos o resto de nossas vidas como testemunhas, unidos pela nossa fé compartilhada no evangelho da água e do Espírito. Agora somos confiados por nosso Senhor Jesus para realizar a obra de Deus.
Confiados por Deus para proclamar Seu evangelho da água e do Espírito, devemos dedicar nossas vidas a ensinar e guiar com a Palavra de Deus aqueles que não têm fé na justiça do Senhor Jesus. São os predecessores da fé que vivem tal vida, portanto, têm o dever de liderar os santos cuja fé é fraca. Chamados pela Igreja de Deus, essas pessoas pregam o evangelho da água e do Espírito e dedicam suas vidas aos santos como obreiros de Deus.
Para que isso aconteça, aqueles cuja fé está à frente dos leigos devem estabelecer o propósito de sua fé firmemente do lado de Deus. Eles são daqueles que sempre se alegram em fazer a obra de Deus. De fato, aqueles que foram criados para serem evangelistas segundo a vontade da Igreja de Deus estão vivendo uma vida que sempre agrada a Deus. No entanto, aqueles que ainda não foram levantados pela Igreja de Deus, como Seus obreiros, devem compartilhar silenciosamente a comunhão com seus predecessores da fé e viver em submissão à orientação da Igreja de Deus.
Seus predecessores da fé estão participando da corrida da fé diariamente e servindo ao evangelho da água e do Espírito diligentemente para garantir seu crescimento espiritual. Aqueles que estão à frente devem ajudar aqueles cuja fé ainda é nova para que possam permanecer firmes na Palavra do evangelho da água e do Espírito. Não devemos nos vangloriar só porque somos servos de Deus. Pela fé, todo santo deve primeiro aprender a se submeter à Palavra de Deus e viver uma vida fiel a Ele. Com o tempo, chegará o dia em que Deus exaltará aqueles cuja fé é nova. Deus disse: “Rogo igualmente aos jovens: sede submissos aos que são mais velhos; outrossim, no trato de uns com os outros, cingi-vos todos de humildade, porque Deus resiste aos soberbos, contudo, aos humildes concede a sua graça. Humilhai-vos, portanto, sob a poderosa mão de Deus, para que ele, em tempo oportuno, vos exalte”. (1 Pedro 5:5-6). Devemos todos obedecer a esta Palavra.
 


Como Descendentes de Levi, devemos Viver uma Vida dedicada pela Fé

Precisamos entender aqui que o que Deus disse na era do Antigo Testamento através de Moisés também é falado para nós que agora servimos a Deus pela nossa fé no evangelho da água e do Espírito. Deus está dizendo: “De que lado você vai ficar agora? Você vai ficar do meu lado ou do lado do meu inimigo? Quem você vai escolher entre Mim e meu inimigo? Dependendo da sua escolha, Eu vou recompensá-lo ou julgá-lo”. Porque isso é o que Deus está dizendo a todos nós que cremos no evangelho da água e do Espírito e vivemos pela fé em Deus, é imperativo que voltemos à razão e façamos a obra de Deus ao Seu lado.
Deus está nos perguntando: “Entre Mim e meu inimigo, de que lado você estará?”. Devemos estar prontos para responder a esta pergunta com a resposta certa diante de Deus. Não apenas devemos dar a resposta certa a Deus, mas nossas vidas devem corresponder com a vida de fé que nosso Deus quer que vivamos. Deus então ficará muito satisfeito conosco e trabalhará poderosamente através de nós.
Podemos, portanto, viver a vida de fé mais gloriosa na presença de nosso Deus. Enquanto continuamos com nossas vidas neste mundo, devemos nos sentar no lugar mais apropriado de fé e glorificar nosso Deus através de nossa fé na Palavra de nosso Senhor Jesus. Se agora servirmos ao nosso Senhor Jesus e ao povo de Deus com Sua Palavra, nosso Deus nos exaltará por nossa fidelidade e nos concederá todas as bênçãos do Céu. Isso certamente acontecerá se pudermos mostrar uma vida de fé que agrada verdadeiramente ao Senhor Jesus com todos aqueles que, seguindo nossos passos, devem servir ao Seu evangelho da água e do Espírito.
Exceto quando estamos dormindo, passamos todas as horas do dia servindo ao evangelho da água e do Espírito do Senhor Jesus. Desejamos seguir ainda mais a Palavra de Deus e viver nossa fé com a plenitude do Espírito que agrada ao Senhor Jesus. Se todos nós servirmos ao evangelho da água e do Espírito em um lugar onde existe a fé que agrada a Deus pelo bem de outras almas, nosso Deus se alegrará. Então receberemos as maiores bênçãos de nosso Deus neste mundo e no Reino dos Céus. Se servirmos ao evangelho da água e do Espírito com uma fé que agrada a Deus, receberemos essas maravilhosas bênçãos de Deus. Nosso Deus se alegrará por nós se dermos os frutos da fé para Seu prazer de onde estivermos. Ele estará procurando por aqueles nesta Terra que estão vivendo pela fé em Sua Palavra escrita. Sem dúvida, nosso Deus amará as pessoas de fé como você e eu, e Ele será muito feliz por nós.
 


Todos nós somos os Obreiros da Fé edificando o Reino de Deus

Para edificar o Reino de Deus e libertar os pecadores de todos os seus pecados, estamos agora trabalhando duro pela nossa fé no evangelho da água e do Espírito. Devemos seguir a vontade de Deus juntos, e todos nós também devemos estar em unidade com os membros da Igreja de Deus compartilhando a comunhão de fé. Se realmente queremos viver uma vida de fé que agrada a Deus, então, verdadeiramente, devemos não apenas ter fé na Palavra de Deus que Sua Igreja está pregando, mas também devemos seguir a orientação e nos submeter a nossos líderes da Igreja.
O que aconteceria se vivêssemos sem unir nossa fé com a fé dos líderes da Igreja que estão nos guiando? Você então cometeria todos os tipos de erros ao tentar seguir seu Senhor pela fé. A menos que você esteja unido aos líderes da Igreja, sua vida de fé enfrentará muitas dificuldades. O que, então, todos devemos fazer para ter a fé que agrada a Deus? Em primeiro lugar, devemos crer na Palavra de Deus no que os líderes da Igreja de Deus estão pregando, e por esta fé devemos unir nossos corações com a Palavra.
Para que sejamos sempre vitoriosos na fé diante de Deus, devemos não apenas ser guiados pela Sua Palavra, mas também unir nossos corações aos Seus líderes. Só então poderemos viver nossa vida cotidiana como vencedores da fé. Para viver neste mundo obedecendo à Palavra de Deus e confiando nos líderes da fé à nossa frente, precisamos ser guiados por meio da Igreja de Deus. É então que podemos nos tornar os verdadeiros obreiros da fé. Se corrermos em direção à meta da fé para pregar o evangelho da água e do Espírito dado por Deus, alcançaremos essa meta sem falhar. O Senhor Jesus nos encarregou de andar no caminho das testemunhas, e necessitamos seguir nossos líderes crendo somente na Palavra do evangelho da água e do Espírito, a Palavra de Deus.
Tal vida de fé, no entanto, não é livre de problemas. Por motivos que estão além de mim, existe uma pessoa, que diz ser meu filho, que prega descaradamente que quem não o ouvir será amaldiçoado. Alguns outros afirmam que João Batista nasceu neste mundo sem nenhum pecado. Eu quero que você entenda aqui que as afirmações de tais pessoas são pedras de tropeço para a proclamação do evangelho de Deus.
Aqueles que acreditam que João Batista, que batizou Jesus, nasceu neste mundo em um estado sem pecado, estão dizendo essas coisas porque pensam na Palavra de Deus apenas como um instrumento de sua ganância e, finalmente, caíram em um erro grave para desviar-se da Palavra de Deus. Imagine alguém perguntando: “João Batista nasceu neste mundo sem nenhum pecado?”. Tal pergunta por si mesma é um desvio da Palavra de Deus. Perguntas como essas são feitas por aqueles que querem exaltar um ser humano e adorá-lo como ídolo no lugar de Jesus. Eles estão pensando da mesma forma que muitos idólatras neste mundo.
Citando Salmos 14:1, o Apóstolo Paulo diz em Romanos 3:10-12: “Como está escrito: Não há justo, nem um sequer, não há quem entenda, não há quem busque a Deus;
todos se extraviaram, à uma se fizeram inúteis; não há quem faça o bem, não há nem um sequer”. Como a Bíblia diz claramente aqui, não pode haver uma única pessoa que tenha nascido neste mundo sem nenhum pecado.
Referindo-se a João Batista, Jesus disse: “Em verdade vos digo: entre os nascidos de mulher, ninguém apareceu maior do que João Batista; mas o menor no reino dos céus é maior do que ele”. (Mateus 11:11). O fato de Jesus dizer que João Batista é o maior entre os nascidos de mulher significa que João Batista era um ser humano como todos os outros, portanto, ele também nasceu neste mundo como um pecador. Se João Batista nascera neste mundo em um estado sem pecado, então ele teria se exaltado afirmando ser o Salvador da humanidade.
Somente Jesus nasceu neste mundo pelo Espírito Santo de acordo com a vontade do Deus Triúno e exatamente como os profetas haviam profetizado no Antigo Testamento, portanto, somente Ele poderia se tornar o verdadeiro Salvador para salvar todos os pecadores de todos os pecados do mundo de uma só vez. Isso porque somente Jesus era o próprio Deus muito antes de nascer neste mundo. Ele é o próprio Deus Santo. Em contraste, os seres humanos nascidos neste mundo são sempre pecadores, pois, herdaram o pecado de seus ancestrais.
 


Quando João Batista Recebeu a Remissão de Pecados?

Alguém aqui pode perguntar: “Quando João Batista recebeu a remissão de pecados?”. Esta pergunta é respondida por João Batista em João 1:32-34: “E João testemunhou, dizendo: Vi o Espírito descer do céu como pomba e pousar sobre ele. Eu não o conhecia; aquele, porém, que me enviou a batizar com água me disse: Aquele sobre quem vires descer e pousar o Espírito, esse é o que batiza com o Espírito Santo. Pois eu, de fato, vi e tenho testificado que ele é o Filho de Deus”. Aqui, João Batista está dizendo que quando Ele batizou Jesus Cristo, o Espírito de Deus lhe disse: “Aquele sobre quem vires descer e pousar o Espírito, esse é o que batiza com o Espírito Santo”. Então, é neste momento que João Batista passou a crer em Jesus Cristo como o Filho de Deus e o Salvador da humanidade.
Quando João Batista batizou Jesus Cristo, ele também sabia que Jesus era o Filho de Deus e o Salvador da humanidade, e é por isso que ele testemunhou depois de batizá-Lo, dizendo: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!”. (João 1:29). Porque João Batista creu que Jesus era o Filho de Deus, ele também podia crer que Ele era o Salvador deste mundo.
É porque João Batista foi criado para ser o representante da humanidade que ele pôde batizar Jesus para cumprir seu dever. João Batista, portanto, disse que quando ele batizou Jesus, ele pôde perceber pela instrução do Espírito Santo que Jesus era o Filho de Deus – isto é, Ele era o Salvador da humanidade. Então, é nesse momento que João Batista também pôde receber a remissão de pecados pela fé em Jesus Cristo como Salvador. Quando João Batista batizou Jesus, ele cumpriu seu dever como “representante da humanidade”, e, porque ele também creu que o Jesus batizado era seu Salvador, ele pôde ser salvo de todos os seus pecados.
Portanto, meus queridos irmãos e irmãs, se você encontrar alguém afirmando que João Batista nasceu neste mundo sem nenhum pecado, perceba que esta afirmação é uma falácia inventada resultante de seus maus pensamentos. Compreenda que tais pensamentos maus não são mais que mentiras absurdas destinadas a satisfazer a própria ganância da carne. Estou dizendo isso a você para livrá-lo de cair nestes pensamentos apenas para pecar e propagar a maldade.
A Igreja Católica ensina a doutrina da “infalibilidade papal”, que afirma que “o Papa não pode errar em questões de fé e suas palavras são semelhantes à Palavra de Deus”. Tal afirmação está no auge da arrogância que sai dos maus pensamentos da humanidade. Nunca devemos ser enganados por isso, pois, é um instrumento usado pelos religiosos mal-intencionados do mundo para promover sua própria ganância. Afinal, quem pode ter o poder, a autoridade, a santidade e a perfeição que se aproximam ainda mais do nosso Deus? Aqueles que dizem coisas tão más com pensamentos tão perversos, e aqueles que acreditam em tais afirmações, estão igualmente contra o Deus santo e perfeito. Os pensamentos dessas pessoas más são sempre falsos, e por causa disso todos enfrentarão o julgamento dos pecados diante de Jesus Cristo. Sem dúvida entendemos que tais pessoas más serão julgadas por Deus. Como alguém nascido neste mundo pode nascer sem nenhum pecado diante de Deus? Maria e seus pais eram todos pecadores diante de Deus, e eles também tiveram que ser purificados de seus pecados pela Graça de Deus crendo no evangelho da água e do Espírito dado por Jesus.
Se você pensa que Maria nasceu neste mundo sem nenhum pecado em seu coração, então você está elevando um ser humano à divindade, igualando a Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Em nenhum lugar está escrito na Bíblia que Maria ou João Batista nasceu neste mundo sem nenhum pecado. Aqueles que fazem esta afirmação são como as pessoas que nem percebem que estão praticando o mal em suas vidas, pois, eles, com seus pais, todos nasceram neste mundo como a semente de malfeitores. (Marcos 7:20-23). 
Davi também confessou: “Eu nasci na iniquidade, e em pecado me concebeu minha mãe”. Você e eu somos como Davi, pois, também fomos gerados em iniquidade quando nascemos neste mundo. Nós mesmos nascemos neste mundo com todos os tipos de maus pensamentos, e também sabemos que, devido a nossa natureza, podemos nos desviar e acabar ficando contra Jesus Cristo e a Igreja de Deus. Então, peço a você que abandone seus pensamentos errados e maus agora mesmo, confesse seus pecados a Jesus, e por causa disso reconheça que você mesmo está destinado ao inferno e depois receba a remissão em seu coração crendo em Deus por meio da Palavra do evangelho da água e do Espírito que lava os seus pecados.
Sempre que você encontrar alguém neste mundo que tenha caído nos maus pensamentos da carne, apesar de professar crer em Jesus, perceba que essas pessoas estão tentando se exaltar para buscar o reconhecimento dos outros. Saiba que essas pessoas más estão apenas tentando se promover. Entre os evangélicos que conheço, há um certo líder que está cometendo fraudes tanto no corpo quanto no espírito para satisfazer sua própria luxúria proveniente de seus maus pensamentos carnais. Este líder de Igreja está se saindo muito bem ao fraudar sua própria congregação. Mesmo agora, ele está alimentando sua própria concupiscência da carne fatalmente explorando sua congregação. Podemos ver que esses falsos profetas estão usando obreiros da Igreja para atacar os fracos, saqueando-os por seus bens materiais e até mesmo suas almas para satisfazer sua própria luxúria.
Por acaso, você não deseja ser como essas pessoas? Você também não está inventando bobagens, enganado por seus próprios pensamentos perversos? Você quer aprender com essas pessoas mal-intencionadas como cometer fraudes espirituais para que você também possa satisfazer a luxúria perversa de sua carne? Você pensa que será realmente feliz se satisfizer dessa forma sua luxúria? Não, claro que não! Longe disso, você acabará vivendo neste mundo como servo perverso de Satanás em vez de obreiro da justiça de Deus para o fim dos tempos, fazendo o mal a todos apenas para ser lançado no inferno.
Meus queridos irmãos e irmãs, exorto todos vocês a perceberem que a hora do retorno do Senhor Jesus não está longe. Este mundo está caminhando rapidamente para a ruína, tanto material quanto espiritualmente. Nestes tempos finais, você realmente quer passar o resto de seus dias apenas seguindo os maus pensamentos de sua carne? Ou você quer viver fielmente em obediência à vontade de nosso Deus como alguém que recebeu a purificação dos pecados crendo na justiça de Jesus Cristo, o Rei da justiça? Agora não resta muito tempo para você ser fiel ao Senhor Jesus com toda a sua fé, tempo e habilidades. Onde você então usaria sua fé e talentos? Com tão pouco tempo para nossas vidas, você e eu devemos nos dedicar à proclamação do evangelho da água e do Espírito e usar nossas habilidades, tempo e fé para realizar fielmente a obra do Senhor Jesus.
Em pouco tempo, todos nós teremos a honra de encontrar o justo Salvador que nos salvou de nossos pecados. Devemos, portanto, rejeitar a ideia de que João Batista nasceu neste mundo sem nenhum pecado, e reconhecer que somente Jesus Cristo, Deus Pai e o Espírito Santo são nosso verdadeiro Deus. Nós precisamos continuar com nossas vidas neste mundo pela fé, crendo na Palavra do evangelho da água e do Espírito de coração. Agora que somos remidos de nossos pecados crendo na santidade do Senhor Jesus e no evangelho da remissão de pecados dado por Deus, o evangelho da água e do Espírito, devemos adorar nosso Senhor Jesus, louvá-Lo e levar nossas vidas neste mundo pela fé.
 


Para Crescer Nossa Fé, Devemos Olhar para o Senhor Jesus

Por que precisamos nos submeter completamente à Palavra escrita de nosso Deus? É para remover oportunidades tentadoras de seguirmos e servirmos à concupiscência dos maus pensamentos de nossa carne. Para fazer isso, precisamos ter fé na Palavra do evangelho da água e do Espírito que constitui a justiça do Senhor Jesus. Precisamos nos dedicar de todo nosso coração e esforços à proclamação do evangelho, para não nos afastarmos da fé na justiça de nosso Deus. Somos vulneráveis a sucumbir aos nossos maus pensamentos da carne e correr em direção ao mundo, devemos crer na justiça do Senhor Jesus e correr somente em direção ao Seu propósito. Nunca devemos seguir os maus pensamentos de nossa carne. E sim, todos devemos seguir a vontade do Senhor Jesus como pessoas de fé que ouvem, creem e obedecem à Palavra de Deus. Isso porque alegra o Espírito Santo e também os nossos corações poderão estar em paz se somente continuarmos vivendo neste mundo pela fé que agrada a Deus.
O Apóstolo Paulo também disse que a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne. De fato, porque nossas vidas também são movidas tanto pelo desejo do Espírito quanto pela concupiscência da carne, estamos vivendo diariamente em um campo de batalha espiritual, travando uma guerra para pregar o evangelho do Senhor Jesus. Portanto, se seguirmos os maus pensamentos de nossa carne, é inevitável que conquistemos a inimizade de nosso Senhor Jesus em nossas vidas. Os pensamentos perversos de nossa carne nos empurram, os crentes na Palavra do evangelho da água e do Espírito, a andar na direção oposta da vontade de Deus. É exatamente por isso que devemos viver de acordo com o propósito do Senhor Jesus, reconhecendo que nossos próprios pensamentos são sempre maus aos olhos de Deus.
E quanto a você? Sabe e admite que seus pensamentos carnais em sua vida diária são tão maus? Não existem muitas pessoas vivendo com essa percepção, de que seus próprios pensamentos são sempre maus. Isso porque mesmo aqueles que creem na verdade do evangelho da água e do Espírito não estão totalmente cientes do fato de que seus pensamentos carnais são sempre maus. É por causa dessa ignorância, que até mesmo os crentes no evangelho da água e do Espírito, enganados por seus próprios pensamentos malignos da carne, acabam praticando a maldade enquanto continuam suas vidas neste mundo.
Podemos ver isso acontecendo com alguns membros da Igreja fazendo alegações infundadas. Quando olhamos para o coração daqueles que causam divisão e conflito entre nós, enxergamos que suas vidas neste mundo estão apenas seguindo seus próprios pensamentos perversos e carnais ao invés de se dedicarem à proclamação do evangelho da água e do Espírito. Essas pessoas podem trazer alguma contribuição para a proclamação do evangelho da água e do Espírito? Não, claro que não! Seguir os maus pensamentos da carne não traz nenhum benefício para a obra justa de Deus que salva os pecadores de seus pecados. Os ensinamentos apresentados por essas pessoas, nada mais são do que seus próprios pensamentos malignos da carne, destinados a elevar apenas a si mesmos. Suas palavras são inúteis para seguir o verdadeiro Deus.
Vamos imaginar por um momento que esses irmãos poderão estabelecer sua própria organização missionária. Quem se juntaria a esta organização e quem seria leal aos seus ensinamentos? Certamente não o faremos! Vivendo ou morrendo, devemos ser fiéis somente a Jesus Cristo que nos libertou dos pecados deste mundo, e à proclamação do evangelho da água e do Espírito. Como nosso Senhor Jesus nos trouxe para o Reino do Filho de Deus, seremos fiéis somente a Ele, e precisamos vencer a corrida da fé confiando na Palavra de nosso Senhor Jesus. Nossos irmãos errados devem, portanto, deixar de lado seus maus pensamentos da carne e crer na Palavra do evangelho da água e do Espírito.
Agora estamos avançando em direção à vontade de Deus, dedicando todo nosso coração e nossas forças à proclamação do evangelho da água e do Espírito. Assim quando corremos em direção ao objetivo de pregar o evangelho da água e do Espírito com cada parte de nossa força, não cedemos aos nossos próprios pensamentos perversos. Podemos então também lutar e triunfar sobre nossos maus pensamentos. É nos apegando à Palavra de Deus que venceremos esta batalha contra nossos pensamentos perversos que buscam nos transformar em inimigos de Deus. É devido a nossa fé na Palavra escrita de Deus que conseguimos emergir triunfantes como vencedores espirituais. Por meio dessa fé na Palavra do evangelho da água e do Espírito do nosso Senhor Jesus, todos nós viveremos uma vida de fé, que luta contra nossos próprios pensamentos da carne. Para vivermos o tipo de vida que é sempre vitorioso crendo na Palavra de Deus, precisamos descobrir a vontade de nosso Senhor Jesus a partir de Sua Palavra, e também confiarmos nessa vontade. Todos estamos agora correndo para o objetivo, pela fé que o Senhor Jesus nos concedeu, que é o Reino dos Céus. Assim como nosso Senhor Jesus nos ordenou, devemos deixar de lado nossos maus pensamentos, e corrermos em direção ao Senhor Jesus e sermos fiéis a Ele com o único propósito de pregar o evangelho da água e do Espírito.
Somos os soldados da fé que creem na justiça de Jesus Cristo nosso Salvador. Assim, devemos admitir nossa própria maldade. Para todos nós que temos essa fé, nosso Senhor Jesus nos vestirá com a Glória de Deus e nos usará como Seus instrumentos. Jesus Cristo está se preparando para dar as bênçãos de Deus a todos nós que admitimos totalmente a maldade de nossos pensamentos carnais pela fé e seguimos o Senhor Jesus crendo somente no evangelho da água e do Espírito dado por Deus. Deus se regozija ao nos ver deixando de lado pela fé os nossos maus pensamentos em nossas vidas. À medida que negamos a nós mesmos e vivemos crendo em Sua Palavra, Deus nos abraça em Seus braços e nos mantém como vencedores da fé, mesmo nestes tempos maus. Portanto, precisamos admitir os maus pensamentos da carne e viver com a vida espiritual que Deus quer que vivamos, crendo somente na Palavra do evangelho da água e do Espírito. Visto que nossos maus pensamentos estão longe da vida que agrada a Deus, devemos lutar contra eles pela fé. Não mais vivendo de acordo com a concupiscência da carne, devemos agora viver nossa fé para o Senhor Jesus, para que Deus possa realmente se alegrar com isso.
Devemos crucificar nossos pensamentos perversos e nossos desejos mundanos, juntamente com Jesus Cristo. Nossas paixões e concupiscências foram crucificadas junto com o Senhor Jesus, pois cremos na obra justa que Jesus Cristo realizou para apagar nossos pecados - isto é, cremos que Jesus foi crucificado enquanto levava, de uma só vez, todos os pecados deste mundo ao ser batizado por João Batista. Fomos todos nós crucificados com Jesus Cristo unidos pela fé. Sempre crendo nesta verdade de que o Senhor Jesus nos libertou dos pecados do mundo de uma vez por todas através de Sua água e sangue, devemos morrer com Jesus Cristo e continuar vivendo neste mundo com Jesus Cristo.
Pela nossa fé na justiça do Senhor Jesus, precisamos vencer os maus pensamentos que saem de nossas mentes, e corrermos a corrida da fé em nossas vidas. Através do evangelho da água e do Espírito que o Senhor Jesus nos deu, recebemos pela fé a remissão de pecados. Carecemos, portanto, sempre olhar para o nosso objetivo, colocando nossa fé na justiça do Senhor Jesus, e segui-Lo fielmente. Quando seguimos a Jesus Cristo pela fé, nosso Salvador que nos libertou dos pecados deste mundo, sabemos que nosso Senhor Jesus nos protegerá e se alegrará por nós. É quando fazemos isso que podemos colocar nossos olhos na justiça do Senhor Jesus e correr em direção ao nosso destino junto com Ele confiando na Palavra do evangelho da água e do Espírito.
Muitas vezes, diariamente em nossas vidas, somos governados pelos maus pensamentos de nossa carne. Apesar disso, ainda podemos seguir nosso Senhor Jesus crendo no verdadeiro evangelho da água e do Espírito que apagou nossos pecados de uma vez por todas. Temos o dever de correr incansavelmente a corrida da fé, temendo ao Senhor Jesus e olhando para Sua exaltação e plenitude. É claro que esse tipo de fé não brota da noite para o dia, nem esse crescimento de fé é alcançado em um dia. Para que isso aconteça, nós temos que aprender a ter a fé verdadeira na Palavra do evangelho da água e do Espírito com nossos predecessores de fé. Essa fé surge quando confiamos na Palavra de Deus, a Palavra do evangelho da água e do Espírito. É quando corremos diariamente em direção à vontade do Senhor Jesus que a fé brota para suportarmos a perseguição. Podemos ser guiados por nosso Senhor Jesus, quando temos fé na Sua Palavra do evangelho da água e do Espírito que Ele nos deu. É por esse motivo que não devemos seguir os maus pensamentos de nossa carne.
Como aqueles que creem e seguem o evangelho da água e do Espírito, se algum dia nosso coração for contaminado com a maldade da nossa carne, teremos que confessar nossos pecados pela fé na Palavra do evangelho da água e do Espírito, confiando também que o Senhor Jesus apagou todos esses pecados, e devemos olhar para Ele crendo em Sua justiça com nossos corações. Entendemos que fomos curados, porque cremos, na verdade, que o Senhor Jesus já lavou e apagou todos os nossos pecados com o evangelho da água e do Espírito. Sempre olhando para a justa obra de expiação de nosso Senhor Jesus, precisamos segui-Lo e viver pela fé. Só assim poderemos ser vitoriosos. Com a nossa fé na Palavra do evangelho da água e do Espírito, dada por Deus, podemos sempre purificar nosso coração quando ele estiver contaminado por nossas transgressões. É indispensável que percebamos e acreditemos nesse fato inegável. É então que todos nós que cremos e seguimos ao Senhor Jesus podemos emergir como os verdadeiros vencedores da fé para transformar este mundo.
Todos nós podemos agradar ao nosso Senhor Jesus com a nossa fé na Palavra do evangelho da água e do Espírito. Não é este o caso? Porque cremos na justiça de Jesus Cristo, nosso Salvador, somos mais que capazes de sempre agradar ao nosso Senhor Jesus. Por meio da sua fé no evangelho da água e do Espírito, você pode vencer qualquer maldade que vem de seus próprios pensamentos e prevalecer sobre ela. Isso significa que já nos tornamos soldados da fé de Deus, portanto, dentro de todos nós precisamos ter fé em Jesus e em Sua justiça. Podemos, agora, nos tornar vitoriosos para sempre crendo em Jesus Cristo que nos libertou de todos os nossos pecados. Sempre que cairmos em fraquezas, lembremo-nos de que ainda podemos seguir o Senhor Jesus pela fé, olhando para a expiação que Jesus fez por todos os nossos pecados com Seu batismo e sangue.
Nós conseguimos ser vitoriosos em nossa guerra espiritual graças à nossa fé na Palavra do evangelho da água e do Espírito. Quando olhamos para a justiça de nosso Senhor Jesus, podemos entender por nossa própria experiência que temos a fé que nos permite segui-Lo. É somente pela nossa fé na Palavra escrita de Deus que conseguimos viver como discípulos de nosso Senhor Jesus Cristo e segui-Lo com nossos corações. De onde vem o poder da fé para nos capacitar a seguir o Senhor Jesus? Esse poder vem da fé na Palavra do evangelho da água e do Espírito que nosso Senhor Jesus nos concedeu, e é por meio dessa fé que renovamos nossas forças e saímos vitoriosos. Isso porque cremos que o Senhor Jesus purificou nosso coração com a Palavra do evangelho da água e do Espírito.
Recebemos de nosso Senhor Jesus a força para viver, sempre vitoriosamente, pela nossa fé no evangelho da água e do Espírito entregue por Deus. Sabemos que uma vida de fé tão abençoada nos permite sempre viver para a proclamação do evangelho do Senhor Jesus, e nos possibilita também realizar pela fé a obra de Deus e cumprir Sua Palavra para viver uma vida vitoriosa. Estamos vivendo como vencedores da fé porque fomos libertos de todos os nossos pecados crendo na justiça de Deus através de Sua Palavra escrita. Pela fé nos tornamos filhos de Deus não apenas na Palavra da Cruz, mas na Palavra do evangelho da água e do Espírito, e também nos tornamos o verdadeiro povo de Deus que pode cumprir a vontade do nosso Senhor Jesus. Ao crer no plano do nosso santo e misericordioso Deus e na Sua justiça, recebemos a remissão de pecados e agora podemos viver para sempre. Mesmo neste exato momento, cremos na Palavra escrita de Deus, e por causa dessa fé, podemos servir ao nosso Senhor Jesus e viver para sempre com Ele. 
Estamos agora vivendo nestes tempos finais, que Deus estabeleceu para nós, confiando em Sua Palavra. Devemos, portanto, garantir que não acabemos passando estes últimos dias como inimigos de Deus. Para fazer isso, precisamos amar à justa Palavra do Senhor Jesus firmemente e participar da Glória de Deus. Jesus Cristo agora nos deu as bênçãos da salvação através da Palavra do evangelho da água e do Espírito. Ao nos dar o verdadeiro evangelho da água e do Espírito que nos permite a purificação de todos os nossos pecados pela fé, o Senhor Jesus abençoou os crentes neste evangelho para viver uma vida cada vez mais gloriosa diante dos olhos de Deus. Agora, pelo restante de nossas vidas, daremos Glórias a Deus pela fé na justiça de nosso Senhor Jesus até irmos à presença de Deus. Viveremos nossa fé até vermos a Glória de Deus. Todos almejamos ver nosso Senhor Jesus. Para que isso aconteça, precisamos participar da Glória de Deus crendo no plano de nosso Senhor Jesus para nos glorificar. 
Porque Deus nos deu fé na Palavra do evangelho da água e do Espírito, nós todos podemos receber Suas abundantes bênçãos que são concedidas de acordo com a fé na justiça de Jesus Cristo. Diariamente precisamos da ajuda absoluta do nosso Deus, pois, devemos servir ao evangelho da água e do Espírito enquanto vivemos neste mundo independentemente de seus altos e baixos. Crendo na bendita Palavra de Deus da remissão de pecados, decidimos andar com nosso Senhor Jesus, enquanto continuamos a viver neste mundo. Nosso Deus também quer que vivamos em Sua paz e desfrutemos de Suas maravilhosas bênçãos confiando no Seu amor. 
Quão alegre seria nosso Deus, se agora estivéssemos O agradando vivendo pela fé no evangelho da água e do Espírito? É totalmente indispensável que vivamos sempre confiando na justiça de nosso Deus até chegarmos ao destino final da fé, e a fé que agrada a Deus deve ser o que define nossas vidas. Para trazer alegria ao nosso Senhor Jesus, precisamos nos apegar firmemente à Palavra do evangelho da água e do Espírito, o evangelho da remissão de pecados. Para conseguir isso, devemos ter a fé que agrada ao nosso Deus, em cada momento de nossas vidas neste mundo.
Agora nosso Deus quer abençoar sua fé e a minha. Ele abençoou você e eu com a Palavra do evangelho da água e do Espírito, e devemos dar Glórias a Ele colocando nossa fé nesta Palavra. Aqueles que receberam a remissão de pecados em seus corações crendo no evangelho da água e do Espírito não vivem como criadores de obstáculos impedindo a obra de Deus, por isso, Deus sempre os abençoa com a bendita Palavra do evangelho. 
Exercendo nossa fé na justiça de Jesus, todos passamos a viver neste mundo com um coração e uma fé que brilham. Nós nos tornamos a luz deste mundo. Como alguém que crê na Palavra do evangelho da água e do Espírito com o coração, você deve entender que agora está vivendo neste mundo com as bênçãos especiais de Deus. Estamos vivendo com alegria neste mundo porque vivemos com a Palavra do evangelho da água e do Espírito que nosso Senhor Jesus nos entregou, e sabemos pela nossa fé que o Senhor Jesus nos ama e está nos abençoando para sempre.
 


A Lição do Bezerro de Ouro

Eu gostaria agora que olhássemos para a lição que o bezerro de ouro na leitura das Escrituras de hoje está nos dando. Através de Moisés, a Lei de Deus foi entregue a nós que vivemos no presente momento, bem como ao povo de Israel. Naquela época, o Sumo Sacerdote do povo de Israel era Arão. Esses dois homens foram criados por Deus para atender às Suas necessidades e para cumprir seus respectivos deveres. Moisés foi alguém que viu Deus face a face e transmitiu a Palavra que ouviu ao povo de Israel em nome de Deus. Isso foi possível porque Moisés se revestiu da Graça especial de Deus para vê-lo face a face. Moisés ouviu a Palavra de Deus em Sua presença, e seu trabalho era transmitir esta Palavra ao povo de Deus. Em particular, Deus preparou Moisés para tirar o povo de Israel de seus 400 anos de escravidão no Egito e guiá-los para a terra de Canaã.
Enquanto a caminho da terra de Canaã, o povo de Israel procurou descansar um pouco perto do Monte Sinai. Naquela época, Deus chamou Moisés ao Monte Sinai. Através de Moisés, Deus queria dar Sua Lei ao Seu povo. Isso porque Deus pretendia construir Seu Reino. Então, chamado por Deus, Moisés subiu ao Monte Sinai e não desceu por 40 dias. Como resultado da ausência de Moisés, o coração do povo de Israel ficou muito perturbado.
Durante a espera do povo de Israel ao pé do Monte Sinai pelo retorno de Moisés, o vento da dúvida começou a agitar seus corações. Caindo em desespero, eles chegaram a pensar: “Moisés já deve ter morrido naquela montanha, ou então não há razão para que ele não descesse agora”. A dúvida foi se espalhando gradualmente em seus corações. Eles se perguntaram: “Não há sepulturas suficientes no Egito para que o Senhor Deus nos tenha trazido até aqui?”. À medida que esses pensamentos perversos ganhavam força entre as pessoas e as dúvidas se acumulavam em seus corações, finalmente houve sinais de um tumulto prestes a estourar. Diante de tal situação, Arão, o líder do povo de Israel na época, elaborou um esquema para tentar enfrentar a crise. Para isso concluíram que deveriam fazer um bezerro de ouro.
Arão estava enfrentando uma situação terrível como a calmaria antes da tempestade e, em sua tentativa de lidar com a crise, ele disse ao povo de Israel: “Traga seu ouro para mim”. O povo de Israel, então, deu-lhe o ouro que trouxeram com eles quando saíram do Egito, e Arão o jogou no fogo. Então moldou o ouro derretido em um bezerro e o apresentou ao povo de Israel. Vendo o bezerro de ouro moldado, os israelitas se curvaram diante dele e começaram a adorá-lo como seu deus. Eles começaram a dançar em volta do bezerro de ouro de alegria. Convencido de que esse bezerro de ouro era o deus que os havia tirado do Egito, o povo de Israel fez uma festa para ele. Eles deram uma festa selvagem, dançando e saltando ao redor do bezerro de ouro. Sua festa deve ter sido a maior festa já realizada no deserto do Monte Sinai desde a criação.
Parece ser assim que as pessoas mundanas costumam fazer ídolos para si mesmas e inventar festas para adorá-los. Geralmente fazem imagens esculpidas de que gostam, curvam-se diante delas e realizam festas dedicadas a elas em vez de Deus. Isso é idolatria, que as pessoas do mundo todo cometem, chamando e adorando algo diferente de Deus como seu deus. Diante de uma situação difícil, o coração de Arão estava sendo influenciado pelo vento predominante e cedendo a esse ambiente geral junto ao povo de Israel. Vimos que nem mesmo Arão conseguiu afastar o povo de Israel de tais pensamentos falhos e atos tolos. Ansiosos para adorar o bezerro de ouro que seus olhos podiam ver, os israelitas dançavam loucamente em um banquete e, ao fazê-lo, estavam se afastando cada vez mais de Deus.
O bezerro de ouro era realmente o Deus de Israel que havia conduzido seu povo da terra do Egito para até o Monte Sinai? Não, claro que não! Claramente, o Deus que levou todo o povo de Israel para fora do Egito até o Monte Sinai, e que abriu o Mar Vermelho para que atravessassem, era o Senhor Deus. Foi o Todo-Poderoso e misericordioso Senhor Deus que conduziu o povo de Israel do Egito até o Monte Sinai. O Senhor Deus queria ser o Deus deles.
Esse era o propósito de Deus para o povo, que Ele havia planejado em Jesus Cristo antes mesmo de criar os Céus e a Terra. Dessa forma foi que Deus criou os seres humanos, e confiou a eles este mundo. Planejando tudo de acordo com Seu propósito, Deus estava governando tudo para cumprir este propósito. Portanto, Deus queria realmente que o povo de Israel O considerasse como seu Deus, e pudesse ter Sua Lei. Deus libertou os israelitas do Egito e os conduziu ao Monte Sinai porque queria transformá-los em Seu próprio povo com Sua Lei. Guiou o povo de Israel até o Monte Sinai porque queria que vivessem em Seu Reino. O Deus do povo de Israel era de fato o Senhor Deus Todo-Poderoso.
Deus pretendia estabelecer Seu Reino nesta Terra e dar Sua Lei ao povo de Israel que seria parte deste Reino. Não entendendo este grande plano de Deus, no entanto, os israelitas estavam seguindo seus pensamentos carnais e se posicionando contra Deus. Assim, os pensamentos carnais e imperfeitos das pessoas as levam a se opor ao verdadeiro Deus e, como resultado desse pecado, elas acabam dando à luz à morte.
Blaise Pascal disse a famosa frase: “O homem é um caniço pensante”. Como diz este ditado, todos são obrigados a ter sempre seus próprios pensamentos carnais, e obrigados a seguir sua maldade, no entanto, sempre que a concupiscência da carne surgir em nossos corações e mentes, antes de tomar qualquer decisão, devemos primeiro verificar se esse pensamento está de acordo com a Palavra escrita de Deus ou se é apenas um pensamento da carne que procura satisfazer nada além de nossa própria ganância interior. Devemos também considerar se isso está ou não de acordo com a nossa fé na Palavra do evangelho da água e do Espírito, pela qual nosso Senhor Jesus trouxe salvação a todos nós. Caso contrário, acabaremos caindo em muitas ilusões e cometeremos graves erros, todos decorrentes de nossos maus pensamentos da carne. Se nos basearmos apenas nos maus pensamentos da humanidade, então iremos descaradamente contra o verdadeiro Deus que nos criou, nos fez e nos salvou de todos os pecados. Isso, então, revelaria que nossas almas pertenceriam ao inimigo, e nos tornaríamos escravos de Satanás.
Se devemos viver neste mundo como servos de alguém, é bom que vivamos como servos da justiça de nosso Deus. Se, em vez disso, você vivesse como inimigo de Deus, sua alma ficaria presa nas trevas como servo do diabo. Não é este o caso? Satanás é alguém que cria os inimigos de Deus. O diabo, através dos maus pensamentos das pessoas, cria os inimigos de Deus, é dessa forma que ele traz a morte. No entanto, o verdadeiro Deus está treinando a nós, os crentes na Palavra do evangelho da água e do Espírito, a ter fé ainda mais na Sua Palavra, para que Ele possa nos usar de forma cada vez mais valiosa como Seus servos. Nosso Deus agora está nos provendo com Sua bendita Palavra, e Ele está nos abençoando para produzirmos ainda mais frutos espirituais. 
No Antigo Testamento, o Senhor Deus queria construir Seu Reino por meio do povo de Israel e habitar com eles. Para fazer isso, o Senhor Deus teve que dar a Sua Lei e a fé Nele, ambas indispensáveis para eles. Então, Deus teve que ensinar Seu povo porque precisavam do estado de direito, e levantou Seu servo Moisés para isso. Para estabelecer o grande e belo Reino de Deus para o povo de Israel, Ele determinou Sua Lei e levantou Seu servo para essa missão. Deus abençoou Seu povo com fertilidade e abundância, para se multiplicarem muitas vezes. Assim, Deus tinha um grande plano de bênçãos para o povo de Israel, para que Ele pudesse construir o Seu Reino.
Mesmo para uma nação secular ser construída neste mundo, primeiro deve haver pessoas, haver um governante para governá-la e também haver leis pelas quais o povo seja governado. Assim como uma nação secular requer tais elementos constituintes, da mesma forma Israel também precisava para construir o Reino de Deus. Primeiro, o Reino de Deus precisava de Seu povo; também de seu Rei; e de leis para governá-lo. Só então esse Reino poderia realmente ser chamado: Reino de Deus.
Se o Reino de Deus no Antigo Testamento era a nação de Israel, então o verdadeiro Rei desta nação era o Senhor Deus. Sendo governada pelo Senhor Deus tinha que ter o povo de Deus e ter leis para governá-los. O Senhor Deus era o verdadeiro Rei da nação de Israel, e era o verdadeiro Deus de Seu povo. Como Deus de todo o povo de Israel, era inteiramente apropriado que o Senhor Deus recebesse deles toda Honra e Glória.
Também atualmente, essa verdade aplica uma lição absolutamente indispensável para nós, os crentes no evangelho da água e do Espírito: Jesus Cristo, nosso Deus, se tornou realmente nosso Rei. Vivendo na era do Novo Testamento, temos o Espírito Santo habitando em nossos corações como nosso Deus. O Espírito Santo está agora reinando sobre nós como nosso Rei, com Jesus Cristo e Seu Pai. Portanto, agora temos a Lei do Espírito em nossos corações como crentes no evangelho da água e do Espírito, e também devemos entender pela fé que nos tornamos povo de Deus. Para você e eu que cremos no evangelho da água e do Espírito, este Reino de Deus está agora no seu e no meu coração. 
O povo de Israel passou a adorar o bezerro de ouro de sua própria fabricação como seu deus, em vez do Senhor Deus que os havia tirado do Egito. Era insustentável para o povo de Israel, após cometer tal ofensa contra Deus, continuar vivendo com Sua bênção e proteção. Por eles não saberem como parar de ficar contra Deus cometendo o pecado de idolatria, Deus precisou colocar um fim nesse comportamento com Sua ira. A ira de Deus foi suficiente para pôr fim à transgressão. Portanto, o povo de Israel deveria ter percebido que bênção maravilhosa era o Senhor Deus Todo-Poderoso se tornar seu Deus, e deveria ter agradecido a Ele por isso.
Deus procurou estabelecer Seu Reino dando Sua Lei aos israelitas, mas eles não a quiseram, e isso significava problemas. Mesmo com o povo de Israel precisando absolutamente de Deus ao seu lado, eles careciam de tal conhecimento e fé. Não percebendo que o Senhor Deus era seu Rei, o povo de Israel rejeitou toda a Sua Graça, portanto, só poderiam receber as bênçãos de Deus se, arrependidos, dessem meia-volta.
 

Esta foi a Segunda Transgressão

No Jardim do Éden, criado por Deus, aconteceu a primeira transgressão. Quando Deus criou os Céus e a Terra e fez os seres humanos, permitiu que eles vivessem no Jardim do Éden. Neste jardim, Deus também permitiu que comessem de todas as árvores, exceto da árvore do conhecimento do bem e do mal. Tentados pela serpente, porém, Adão e Eva cometeram o pecado de não crer na Palavra de Deus. Descrendo da Palavra de Deus, eles pecaram comendo o fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal. Nessa ocasião a transgressão que cometeram foi o pecado de abandonar a Deus e ficar contra Ele junto a Satanás, crendo na palavra do inimigo. Porque não creram na Palavra de Deus, automaticamente ficaram contra Deus e do lado de Seu inimigo, sendo o seu primeiro pecado.
A segunda transgressão para o povo de Israel é o pecado de substituir pelo bezerro de ouro o Deus que os tirou do Egito para o Monte Sinai. Embora Deus já tivesse se tornado o Deus de Israel, eles O traíram adorando um ídolo. Acabaram substituindo o Senhor Deus pelo bezerro de ouro. Como resultado, eles se opuseram ao seu próprio Deus. Por não reconhecerem o Senhor Deus como seu Deus, enfrentaram incontáveis sofrimentos e maldições neste mundo por esse pecado de não reconhecer seu Deus.
O que obrigou o povo de Israel a fazer o que eles fizeram? Foi porque Deus, de alguma forma, não os tratou bem? Se este não é o caso, então foi porque Deus não lhes forneceu a comida de que gostavam? Se também não, então foi porque Deus não os protegeu das mãos de seus inimigos? Por que razão o povo de Israel não acreditou em Deus e O negligenciou tanto assim, como se Deus os tivesse prejudicado de alguma forma?
Longe disso, Deus não libertou o povo de Israel por intermédio de Moisés quando eles estavam sofrendo sob escravidão por 400 anos no Egito? Deus não ajudou seus ancestrais e os abençoou abundantemente com prosperidade terrena? Por que eles então se opuseram a Deus quando Ele foi tão bom para eles? O Senhor Deus era tão fácil para eles? Eles estavam tão alheios a seus erros porque Deus não os puniu? 
Assim, Deus decidiu punir o povo de Israel. Ele demonstrou para eles através de seu sofrimento que não era um Deus incapaz de se irar. Antes o povo de Israel não havia enfrentado o castigo de Deus, mas desta vez Deus os castigou até perceberem que foram abandonados por Ele. Deus mostrou claramente aos israelitas que se eles se desviassem, o castigo do pecado também os seguiria.
 
 

Você deve Reconhecer Jesus Cristo como seu Deus

Você está vivendo agora na era do Novo Testamento, mas também deve mostrar seu temor a Deus reconhecendo Jesus Cristo como seu Deus e crendo Nele. Só assim você pode viver pela fé na Palavra de Deus como alguém que se tornou um de Seu povo deve viver, receber Suas bênçãos enquanto continua com sua vida neste mundo e habitar na Igreja de Deus. Seu relacionamento com Jesus Cristo nunca deve estar em apuros. Exorto você a construir um relacionamento forte com Jesus Cristo, para que possa receber em seu coração a remissão de pecados que Ele está oferecendo e desfrutar da Sua paz e bênçãos em sua vida.
Jesus Cristo é o Messias e o próprio Deus. Por que, então, o povo de Israel se recusou a acreditar em Jesus, o expulsou e se opôs tanto a Ele? Por que eles estão ignorando tanto a Jesus Cristo mesmo agora, como se Ele não fosse o seu Messias Deus? O Deus Triúno, que criou todo o Universo, é justo e misericordioso; Ele é o Deus justo e poderoso que libertou a humanidade do pecado. Nosso Senhor Jesus Cristo é o Deus de todo o Universo, e Ele é o Messias para toda a humanidade. Ele é o Deus que está oferecendo à humanidade misericórdia, amor e Graça. Você não pode deixar de acreditar no 'status' divino de Jesus como nosso Deus justo, caso contrário você perderá sua vida. Porque Jesus Cristo é um Deus misericordioso e gracioso, Ele é o Deus justo que concede Sua Graça a quem é digno de recebê-la, e traz Seu julgamento a quem merece ser condenado por Ele. Todos nós nunca devemos esquecer a justiça de Deus.
Assim cheio de justiça e misericórdia, Jesus Cristo quer se tornar o Deus do povo de Israel. Por que, então, eles se recusam a acreditar no amor misericordioso de Jesus Cristo, seu Messias, de forma tão ingrata? Por que eles estão vivendo como crianças imaturas com seus corações contra o Messias? Qual a razão de o povo de Israel se recusar a acreditar e aceitar que o misericordioso Jesus Cristo é o Messias por quem estão esperando? Eles não deveriam crer que Jesus Cristo, o Messias, é o seu Deus, e agradecer e confiar neste Deus? O povo de Israel deve se arrepender de seu pecado de rejeitar Jesus Cristo como seu Deus, e de se recusar a crer até hoje que Jesus Cristo, o Rei dos reis, é o Deus que retornará a esta Terra e julgará os inimigos. Eles devem perceber que não estão recebendo seu Messias como seu Deus porque o espírito maligno em seus corações os mantém cativos com seus pensamentos perversos.
Está escrito em Marcos 7:21-23: “Porque de dentro, do coração dos homens, é que procedem os maus desígnios, a prostituição, os furtos, os homicídios, os adultérios,
a avareza, as malícias, o dolo, a lascívia, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura.
Ora, todos estes males vêm de dentro e contaminam o homem”. O povo de Israel não é diferente do que está descrito nesta passagem, e é por isso que eles não receberam seu Messias até hoje. Seus corações e mentes estão completamente saturados de maus pensamentos. Desde o dia em que nasceram de seus pais neste mundo, eles também nasceram imbuídos de pensamentos maus e, portanto, devem confessar e admitir a Deus os pecados malignos que cometeram de acordo com seus pensamentos vis. Todo o povo de Israel deve reconhecer que desde o dia em que nasceram de seus pais neste mundo, todos nasceram contaminados pelo pecado. Portanto, eles devem buscar a misericórdia de Deus em Jesus Cristo, o Messias, e devem aceitar Dele o amor misericordioso de Deus. Ninguém menos que Jesus Cristo é o Messias deles.
Os seres humanos pensam sempre no mal e fazem o mal precisamente porque seu coração e sua mente estão saturados de maldade desde o dia em que nasceram neste mundo. Por conseguinte, os seres humanos devem admitir o seu verdadeiro eu, que são uma semente de malfeitores. Como pode alguém fazer o bem quando todos os seres humanos nada mais são do que montes de pecados? Como alguém pode amar? É precisamente por esta razão que todos os seres humanos devem admitir o seu verdadeiro eu, e que as suas vidas estão cheias de pensamentos maus; e procurar regressar desta maldade; e mesmo quando for difícil fazer isso, ainda poderão viver crendo de todo o coração no evangelho da água e do Espírito, no evangelho da remissão dos pecados, e na misericórdia e Graça de Deus. É quando os ímpios aceitam a Graça de Deus e vivem pela fé que podem verdadeiramente viver uma vida piedosa da fé que Deus quer que eles vivam.
Quão estúpido e tolo é para o povo de Israel adorar o bezerro de ouro em vez de Deus, quando todos eles nasceram como uma semente de maldade e precisavam da misericórdia de Deus? Não é tal comportamento o que se esperaria dos oponentes de Jesus Cristo, o Deus Todo-Poderoso? Quão tolo e vergonhoso é para o próprio povo de Deus se envolver em tal comportamento? Deus quer dar ao Seu povo todas as bênçãos do Céu que são reservadas para os justos neste mundo, então, por que eles substituiriam o Deus misericordioso por seu próprio ídolo? Por que eles são incapazes de agradar a Deus crendo em Sua grande misericórdia quando Deus os escolheu pessoalmente, veio procurá-los e se tornou seu Deus?
Quando olho para o povo de Israel, vejo que eles também nasceram neste mundo com uma natureza fundamentalmente má, e é por isso que estão se entregando a tais depravações. Portanto, eles também devem ser salvos de seus pecados agora aceitando e crendo em Jesus Cristo, o Messias da humanidade, como seu Deus. Eles devem entender que todos nós somos capazes de purificar nossos corações da maldade e viver corretamente como o povo de Deus deve viver porque estamos cumprindo a Palavra do evangelho da água e do Espírito que Jesus concedeu à humanidade.
 

Jesus é o Próprio Deus que Merece ser Recebido por este Mundo

O Deus da humanidade, Jesus Cristo, procurou ser o Deus do povo de Israel e também dos gentios. Da perspectiva do povo de Israel, todos neste mundo que não eram judeus eram gentios. Para essas pessoas receberem Jesus Cristo como seu Deus, elas também tiveram que aceitar Sua obra de salvação em seus corações, crendo que Ele era o Filho de Deus e o Salvador da humanidade. Todas as pessoas deste mundo tiveram que ser libertas de seus pecados crendo no dom da salvação que este Deus, Cristo, deu a elas através da Palavra do evangelho da água e do Espírito para apagar os pecados da humanidade. Deus Pai queria transformar em Seu próprio povo todos aqueles que cressem na salvação da remissão dos pecados alcançada por meio do sacrifício de Seu Filho. Portanto, nós tivemos que aceitar em nossos corações a obra justa da remissão de pecados que Jesus Cristo, o Filho de Deus, cumpriu de uma vez por todas ao ser batizado nesta Terra e derramar Seu sangue na Cruz.
Para o povo de Israel, parece estranho que nós, os gentios, sejamos abençoados por nos tornarmos povo de Deus crendo na Palavra do evangelho da água e do Espírito com a qual nosso Senhor Jesus apagou todos os nossos pecados. Hoje, nós podemos ser abençoados para nos tornarmos povo de Deus somente se tivermos fé no evangelho da remissão de pecados que nosso Senhor Jesus Cristo nos deu—ou seja, a Palavra do evangelho da água e do Espírito. No entanto, ainda podemos ver que inúmeras pessoas estão sofrendo, tendo caído em religião inútil em sua tentativa fútil de obter a bênção de se tornar o povo de Jesus Cristo. Ao invés de aceitar a Palavra do evangelho da água e do Espírito que Jesus Cristo, o Filho de Deus, cumpriu nesta Terra para apagar seus pecados, eles estão se agarrando apenas à Cruz e se devotando a Jesus Cristo com todas as suas forças.
As pessoas hoje não podem ser libertas de seus pecados, não importa quanta oferta, sacrifício e trabalho árduo dediquem a Jesus Cristo. É inteiramente de acordo com Seu próprio caminho que o Senhor Jesus completou a obra de salvar a humanidade do pecado. Este caminho de salvação era para o Senhor Jesus vir a esta Terra e pessoalmente levar todos os pecados ao ser batizado por João Batista aos 30 anos, para que Ele pudesse libertar todos os pecadores de seus pecados. Tendo assim carregado os pecados do mundo, o Senhor Jesus foi à Cruz e recebeu toda a condenação dos pecados da humanidade através de Sua crucificação. A humanidade deve parar de pensar e agir como se a salvação fosse alcançada apenas na Cruz, abandonar tais ideias religiosas e crer que o Senhor Jesus os salvou de seus pecados de uma vez por todas através da Palavra do evangelho da água e do Espírito segundo o Seu caminho e a verdade que Ele cumpriu. Só então é possível receber a remissão de pecados. A humanidade deve agora compreender que a remissão dos pecados alcançada por meio da obra da água e do sangue de Jesus Cristo está no plano de Deus, e eles devem aceitá-la em seus corações pela fé. Só se o fizerem, poderão evitar opor-se a Jesus Cristo e não O poderem aceitar nos seus corações, mesmo quando Ele está bem à sua porta.
 


O que Significa Aceitar Jesus em Nossos Corações como Nosso Salvador?

Significa que devemos crer e aceitar a verdade de que Jesus, tendo vindo a esta Terra, encarnado em carne de homem através do corpo de uma mulher, levou todos os nossos pecados de uma vez por todas ao ser batizado por João Batista. Que cremos em Jesus Cristo significa que devemos viver pela fé na justiça de Deus. A “justiça de Deus” refere-se à obra de salvação que o Senhor Jesus realizou nesta Terra para salvar a humanidade de seus pecados – isto é, refere-se ao batismo que Ele recebeu de João Batista e ao corpo que Ele entregou na Cruz – e nossa salvação depende inteiramente de nossa fé nesta obra que o próprio Senhor Jesus cumpriu para nos salvar de nossos pecados.
É crendo na obra do evangelho da água e do Espírito que nosso Senhor Jesus cumpriu por nós, e assim aceitando em nossos corações o batismo de Jesus e Seu sacrifício na Cruz, é que nós O recebemos como nosso Salvador. Para nos tornarmos verdadeiramente o povo de Deus, devemos crer que Jesus Cristo, que veio a esta Terra para salvar os pecadores, nos libertou de todos os pecados deste mundo de uma vez por todas através da Sua Palavra do evangelho da água e do Espírito. Em outras palavras, podemos dizer que recebemos o Senhor Jesus somente se crermos de todo o coração na Palavra do evangelho da água e do Espírito que o Senhor Jesus cumpriu por nós.
Ao crer no batismo de Jesus Cristo e em Seu sangue, nos atos de amor que Ele realizou há muito tempo por nós, os pecadores, podemos agora receber a bênção de nos tornarmos o povo santo de Deus. Jesus Cristo é o Deus Salvador que remiu todos os nossos pecados de uma vez por todas através do batismo que Ele recebeu no Rio Jordão e do sangue que Ele derramou na Cruz. Agora devemos crer nesta verdade com nossos corações. 
Deus Pai está agora nos falando sobre o batismo pelo qual Seu Filho levou todos os pecados da humanidade de uma vez por todas. Este batismo que Jesus recebeu no Rio Jordão é a verdade que agora lava os pecados que estão em nossos corações. Jesus levou os pecados deste mundo através do batismo que recebeu de João Batista, e este evento fala da remissão dos nossos pecados. É absolutamente indispensável para nós crermos que nosso Deus abençoou todo aquele que crê no batismo de Jesus e no sacrifício que Ele fez na Cruz para sermos purificados de todos os pecados de uma vez por todas e receber a verdadeira salvação pela fé na justiça de Deus.
 


Que Tipo de Fé Precisamos Para o Nosso Crescimento Espiritual?

Embora o povo de Israel se chamasse povo de Deus, eles trocaram seu Deus pelo bezerro de ouro. Eles fizeram isso por que não precisavam de Deus? No entanto, apesar de cometerem tal pecado, poderiam ser chamados de povo do Reino de Deus porque Abraão era seu antepassado. Então, eles foram chamados de povo de Deus mesmo assim quando pecaram. Abraão se tornou o pai da fé diante de Deus crendo em Sua Palavra. Mesmo que o povo de Israel, seus descendentes, continuassem a pecar, eles ainda podiam receber a remissão de pecados pela fé porque tinham rituais de sacrifício pelos quais podiam ser purificados de seus pecados. Eles se orgulhavam de chamar o Senhor Deus de seu Deus, mas acabaram O traindo com o bezerro de ouro. Eles são realmente o povo de Deus?
Seus atos errôneos de idolatria foram suficientes para provocar a ira de Moisés. Como eles substituíram seu Deus por ouro terreno, eles mereciam enfrentar Sua ira. No entanto, porque eles ainda eram o povo de Deus, eles podiam encontrar Sua misericórdia. Isto porque o Filho de Deus veio a esta Terra por eles e resolveu os pecados deste mundo levando-os em Seu corpo através do Seu batismo e derramando Seu sangue na Cruz. Aos olhos de Deus, o povo de Israel e os gentios mereciam ser amaldiçoados por Ele por seus pecados. No entanto, graças ao ato de justiça de Jesus Cristo, eles foram mais que capazes de receber a remissão de pecados e as bênçãos de Deus crendo em Seu amor.
Por que, então, tantas pessoas ao redor do mundo são tão ingratas, embora Jesus Cristo seja seu Salvador e queira conduzi-las? Por que eles estão ofendendo a Deus substituindo-O por algo tão insignificante como um bezerro de ouro? Isso tudo porque eles não têm fé em Deus, Seu amor e Sua justiça.
Na era do Antigo Testamento, o povo de Israel poderia ser liberto de todos os seus pecados se apenas reconhecesse Jesus Cristo o Messias como seu Deus e O seguisse com seus corações. Eles foram mais que capazes de viver com o amor abundante, bênçãos e proteção de Deus. Se eles percebessem que Jesus Cristo era o Messias que esperavam, poderiam ter sido abençoados e remidos de todos os pecados que cometeram por desobedecer a Deus. Para os israelitas, era natural que o Senhor Deus fosse o Deus de Israel e seu Rei, e, com o início do Novo Testamento, eles poderiam ter recebido a abundante misericórdia de Deus se apenas entendessem e acreditassem que Jesus Cristo era o Messias por quem estavam esperando.
Por que, então, o povo acabou sendo tão tolo de forma tão trágica? Por que eles falharam em receber seu Messias como seu Deus, quando Jesus Cristo, o Filho de Deus, veio a esta Terra para construir o Reino de Deus, ser o Rei de Israel e cuidar de Seu povo? Por que eles ainda não são capazes de aceitar Jesus Cristo como seu Deus e Salvador? Todos eles deveriam aceitar pela fé o plano de Deus cumprido através de Jesus Cristo, seu Messias. Isso porque Jesus Cristo planejou construir o Reino de Deus para o povo de Israel como seu Messias. No entanto, porque falharam em O aceitar como seu Messias, acabaram traindo seu Deus misericordioso. Mesmo agora, Deus está admoestando o povo de Israel a receber Jesus Cristo. Apesar disso, o povo de Israel ainda continua vivendo em oposição a Deus, alheio ao Seu plano cumprido através de Jesus Cristo. Ignorante do plano de Deus, o povo de Israel pode ser chamado coletivamente de um povo inteiramente obtuso.
Também na era atual do Novo Testamento, há algumas pessoas que, mesmo após entrarem na Igreja de Deus e crerem no evangelho da água e do Espírito, acabam permanecendo como inimigas de Deus, recusando-se a servir a este evangelho e tentando se colocar acima de Sua Igreja. Hoje, essas são as pessoas que pensam que sua fé é melhor que a fé de seus irmãos e irmãs. Em vez de dedicarem seus corações à proclamação do evangelho da água e do Espírito, eles seguem seus próprios pensamentos malignos da carne e, como resultado, acabam embarcando no caminho da perdição. Há também algumas pessoas que perdem suas bênçãos dadas por Deus para outra pessoa. Tais pessoas devem reconhecer e crer que Jesus Cristo, quando veio a esta Terra limpar os pecados da humanidade, carregou os pecados de todas as pessoas deste mundo de uma vez por todas ao ser batizado por João Batista, e assim se tornou o bode expiatório igualmente como nos tempos do Antigo Testamento.
Porque o povo de Israel falhou em reconhecer seu Messias, eles acabaram perdendo as bênçãos de Deus para os gentios. Os gentios agora podem receber a bênção de se tornar povo de Deus crendo na Palavra do evangelho da água e do Espírito, e que Jesus Cristo é o Salvador da humanidade. Hoje, não apenas os gentios, mas também o povo de Israel deve crer de todo o coração nesta verdade que Jesus Cristo purificou os pecados deste mundo de uma vez por todas com a Palavra do evangelho da água e do Espírito. Nós também temos que admitir toda a nossa maldade diante do Messias, nosso Senhor Deus, e, em simultâneo, confessar a verdadeira salvação crendo que Jesus Cristo remiu os pecados da humanidade de uma vez por todas por meio do evangelho da água e do Espírito. Quando cremos de todo o coração em Jesus Cristo, nosso Messias, e na Palavra do evangelho da água e do Espírito que Ele anunciou para nós, podemos ser libertos de todas as nossas transgressões. Assim, Jesus Cristo, nosso Senhor, deu a Palavra do evangelho da água e do Espírito a todos os que vivem nesta Terra, e Ele está exortando todos a crerem nela.
Temos que entender que Jesus Cristo reuniu aqueles que creem no evangelho da água e do Espírito, e os fez o povo de Deus. Deus quer que todos nós conheçamos e creiamos no mistério do evangelho da água e do Espírito, que é a verdade da remissão de pecados escondida no plano de salvação estabelecido por Deus e em Sua providência. Ele também quer que nós preguemos, através da nossa fé no evangelho da água e do Espírito, este evangelho da salvação por todo o mundo. Agora Deus está nos admoestando a entender que somos os abençoados que pertencem ao plano de Deus, e a dar Graças a Ele em nossas vidas. Portanto, queremos viver em ação de Graças ao nosso Deus, crendo no verdadeiro evangelho da água e do Espírito entregue pelo nosso Messias.
Todas as nossas vidas são abençoadas por receber a ajuda de Deus de acordo com o Seu tempo, pois sabemos e cremos que Jesus Cristo é nosso Messias. É totalmente importante para nós estarmos conscientes deste fato através da fé. Então eu peço a você que entenda agora que cada um de nós que crê na Palavra do evangelho da água e do Espírito é um componente do Reino de Deus, para crer em nosso Senhor Jesus, O Messias, e através da fé receber e desfrutar as bênçãos de Deus em sua vida desde agora até a eternidade. Peço que você creia na Palavra do evangelho da água e do Espírito do Senhor Jesus, e saiba que somos os santos que creem em nosso Deus como nosso Messias. Vamos todos viver uma vida que glorifique a Deus, acreditando que cada um de nós é um componente essencial do Reino de Deus – isto é, nos tornamos o povo de Deus. Como povo de Deus, todos nós também somos Seus soldados convocados por Ele.
De fato, a Igreja de Deus agora é Seu Reino nesta Terra, pois cremos em Jesus Cristo nosso Messias e em Sua Justiça. Graças ao nosso Messias, a Igreja de Deus agora está cheia de incontáveis tesouros celestiais. A água viva do evangelho da água e do Espírito está sempre fluindo na Igreja de Deus, saciando a sede de inúmeras almas. A Igreja de Deus é como o oásis mais abençoado deste mundo. No entanto, algumas pessoas que se tornaram santas crendo na Palavra do evangelho da água e do Espírito estão seguindo os maus pensamentos de sua carne, e acabam deixando a Igreja de Deus enquanto procuram viver por conta própria. Isso é tão tolo! Eles são como pessoas que voluntariamente abrem mão dos tesouros que Deus deu à Sua Igreja. Se aqueles que se tornaram o povo de Deus deixassem agora a reunião de Sua Igreja, eles não apenas seriam vítimas de mentirosos, mas suas almas também sofreriam de sede espiritual e viveriam uma vida amaldiçoada. Eles devem entender que só podem viver com bênçãos se permanecerem na Igreja de Deus, onde flui a Palavra do evangelho da água e do Espírito, dada pelo Messias, mesmo que seja apenas um pequeno grupo.
Se você sair da reunião da Igreja de Deus, mesmo que seja um de seus pequenos grupos, você será como um sem-teto, incapaz de obter qualquer alimento espiritual. Assim sua alma ficará espiritualmente faminta, pois você não será capaz de se alimentar da Palavra de vida dada a tempo por Deus e, por fim, sua alma morrerá de sede. Aqueles que se tornaram povo de Deus só conseguem viver se alimentarem a alma do pão, pela fé, que o Espírito Santo fala sempre que precisam na Igreja de Deus. Todos vocês podem viver neste mundo somente se permanecerem na Igreja de Deus e se alimentarem da Palavra de Deus, o pão da alma, pela fé. A sua alma não vive agora com fome, incapaz de conseguir qualquer alimento espiritual? Você não está agora perecendo por sua falta de fé na Palavra de nosso Messias? Ao continuar com sua vida nesta Terra, você deve ser alguém que tenha autoestima espiritual aos olhos de Deus. Por que, então, você quer deixar a Igreja de Deus e desistir de Suas bênçãos?
Ter uma autoestima espiritual significa viver com um coração espiritualmente satisfeito. Essa vida de autoestima é uma bênção que flui quando seu coração se realiza crendo na Palavra do evangelho da água e você prega este evangelho aos outros apesar de enfrentar as dificuldades da vida. Onde você pode encontrar esse senso de autoestima que vem de pregar o evangelho da água e do Espírito e servir ao Messias, e onde você pode viver uma vida tão nobre? Você pretende deixar a Igreja de Deus, Seu povo e sua reunião como se estivesse jogando fora um par de sapatos velhos e gastos? Você realmente sabe o que significa deixar a Igreja de Deus? Se você se afastasse da Igreja de Deus, seria o mesmo que deixar o Reino de Deus e todas as Suas bênçãos. Se você, alguém que se tornou um santo, deixasse a Igreja de Deus e seus companheiros santos, a partir de então você não teria nada a ganhar em sua vida, e apenas uma vida amaldiçoada o esperaria nos próximos dias.
Quando você permanece na Igreja de Deus e partilha tranquilamente a comunhão com os seus irmãos e irmãs através da sua fé na Palavra do evangelho da água e do Espírito, é então que a sua vida é abençoada por receber pequenos pedaços da Graça espiritual dada por Deus. Você não percebe que viver na Igreja de Deus crendo no evangelho da água e do Espírito é viver a vida mais abençoada? Se você se afastar silenciosamente da reunião da Igreja de Deus, acabará vivendo em maldições, pois se afastará da comunhão espiritual da fé e da Graça de Deus. Para se alimentar da Palavra da vida que agora flui da Igreja de Deus, deve recorrer aos livros espirituais que contêm o pão da vida fornecido pela Missão Nova Vida, e deve construir uma relação estreita com os seus companheiros crentes que partilham a mesma fé. Como você recebeu a remissão dos pecados crendo no evangelho da água e do Espírito, deve entender que esses livros são o pão da vida que com antecedência foi preparado para você.
O que você deve entender é o seguinte: se você crer na Palavra do evangelho da água e do Espírito, não pode deixar a Igreja de Deus, e viva pela fé em união com a Igreja onde você reside. Ao fazer isso, se alimente do pão da vida oferecido na reunião da Igreja de Deus e, assim, nutra sua alma enquanto continua com sua vida. Também deve se unir aos obreiros de Deus em Sua Igreja. Dessa forma você pode viver sob a proteção e Graça de Deus, receber as bênçãos que Ele está oferecendo, cumprir o mandamento do Senhor Jesus nesta Terra pela fé e viver uma vida de fé digna e satisfatória.
Parece que você ainda não compreende o quão doloroso é deixar a Igreja de Deus e não poder mais beber a água da vida que flui dela. Assim como seu corpo murchará sem água, assim também as almas dos justos murcharão, a menos que meditem diariamente pela fé na Palavra da água e do Espírito, a Palavra de Deus. A orientação do Espírito Santo está assegurada no coração dos santos, que se alimentam diariamente da Palavra do evangelho da água e do Espírito que flui da Igreja de Deus.
Precisamos saber que se nós realmente nos tornamos povo de Deus ouvindo atentamente a Sua Palavra do evangelho da água e do Espírito e crendo nela de todo o coração, então necessitamos nos reunir na Igreja de Deus e permanecer com Seus santos. Agora devemos aceitar em nossos corações, as orientações e admoestações que nossos predecessores da fé na Igreja de Deus estão oferecendo, e assim nutrir nossa fé. Se você os rejeitar, sua alma morrerá de fome em meio a uma escassez espiritual, pois, não haverá o pão da Palavra. No final, você será vítima dos mentirosos do mundo e passará a se alimentar da comida corruptível dos mentirosos, e como resultado você dará o fruto da maldade.
A Palavra de Deus pregada por algumas pessoas, na verdade, contém ensinamentos venenosos que são prejudiciais aos ouvintes. Se os ouvintes simplesmente absorverem tais ensinamentos sem perceber que são venenosos, e fizerem isso não apenas uma ou duas vezes, mas continuamente, suas almas adoecerão e, por fim, perecerão. Portanto, se você agora foi tirado do meio dos pecadores para o lugar dos justos crendo no evangelho da água e do Espírito, você deve viver alimentando-se constantemente do pão espiritual que está sempre fluindo da Igreja de Deus. O alimento da vida é como a água viva para a sua alma, e você deve se encher crendo na Palavra do evangelho da água e do Espírito. À medida que você pela fé se alimenta da Palavra de Deus todos os dias e todos os anos através da Igreja, um dia, de repente, você descobrirá que se tornou uma pessoa espiritual.
Aqueles que não se afastam da Igreja de Deus e vivem pela fé são como aqueles que vivem sempre em meio às bênçãos de Deus. Se realmente cremos que Jesus Cristo é nosso Deus, então devemos reconhecer a Igreja de Deus crendo na Palavra do evangelho da água e do Espírito, e também reconhecer a fé dos líderes que pregam a Palavra para nós.
O povo de Israel pecou contra Deus porque seus corações não se apegaram pela fé à Palavra de Deus. Eles se desviaram porque não acreditavam que os servos de Deus estavam transmitindo Sua Palavra. No entanto, muito pior do que qualquer outra transgressão foi que eles não creram de coração em Jesus Cristo, seu Salvador, e se afastaram de seus líderes que os guiavam. Eles não confiavam em seus líderes. Ao acreditar no bezerro de ouro moldado no fogo como seu deus, o povo de Israel estava pedindo as maldições do Senhor Deus. Eles eram como as pessoas de hoje que deixam a Igreja de Deus e caminham, por sua própria vontade, para a destruição.
O povo de Israel deveria pelo menos ter acreditado que Jesus Cristo, que apareceu na era do Novo Testamento era o Messias por quem estavam esperando. Eles deveriam ter percebido que o Senhor Deus era seu Deus, e também precisavam do olho da fé para reconhecerem em suas vidas que Jesus Cristo era seu Messias. Se eles ainda estão vivendo como cegos sem esse olho de fé, eles devem orar a Deus. Nós, também, devemos orar a Deus para dar-lhes os olhos da fé para conhecerem e crerem que Jesus Cristo é o seu Salvador tão esperado. Espiritualmente falando, o povo de Israel ainda está para nascer. Não creio que estejam inexoravelmente destinados a serem totalmente abandonados por Deus por não reconhecerem Jesus Cristo como o Messias por quem esperavam. Acredito que chegará o dia em que eles também se ajoelharão diante de seu Deus Messias e confessarão sua fé, dizendo: “Senhor, Tu és o Cristo e o Filho do Deus vivo”.
O povo de Israel não acredita que Jesus Cristo é o Senhor Deus, mas creio que há razão para isso. Eu posso ver que escondido, atrás de sua recusa em crer em Jesus Cristo como seu Messias, está o plano de Deus para salvar os gentios de todos os seus pecados. À medida que cremos na Palavra de Deus, podemos ver que tudo o que acontece neste mundo tem o plano detalhado de Deus escondido por trás. Podemos perceber que Deus tinha um plano profundo para nos trazer a remissão de pecados através de Jesus Cristo, nosso Messias, e que Ele nos abençoou para vivermos uma vida gloriosa.
Nesta era do Novo Testamento, é imperativo que percebamos e creiamos que o propósito de Deus para a era do Antigo Testamento era edificar Sua Igreja através de Jesus Cristo, o Messias da humanidade. Podemos ver que para o Senhor Deus construir Sua Igreja na era do Antigo Testamento, primeiro precisava haver Seu povo, essas pessoas precisavam dos estatutos de Deus e também precisavam do Deus Salvador. Isso porque Deus estava preparando a salvação de cada pecador do pecado através de Seu Filho Jesus Cristo.
A Bíblia também nos ensina que na era do Novo Testamento, o Deus Triúno criou um plano majestoso para que Jesus Cristo se tornasse não apenas o Deus do povo de Israel, mas também o nosso Deus, os crentes no evangelho da água e do Espírito. A Escritura nos faz saber que a reunião da Igreja de Deus, a Lei do Espírito e os santos que creem em Jesus Cristo como seu Deus são todos essenciais. Nos dias que virão, o povo de Israel também perceberá que Jesus Cristo, o Messias da humanidade, é o próprio Deus por quem eles estiveram esperando todo esse tempo. Para eles perceberem que são o povo santo de Deus, eles devem alcançar a fé na Palavra do evangelho da água e do Espírito. Quando eles entenderem isso, eles receberão as bênçãos especiais de Deus.
Eles também devem alcançar a fé para aceitar em seus corações e crer em Jesus Cristo retornando a esta Terra como seu Deus. Todos os seres humanos devem crer que Jesus Cristo, o próprio Deus, nos deu a remissão de pecados e a vida eterna por meio do evangelho da água e do Espírito. Todos nós que vivemos neste planeta Terra devemos crer que Jesus Cristo é o Salvador por quem estamos esperando. Nós devemos conhecer e crer no evangelho da água e do Espírito que constitui a justiça de Deus, e pela fé neste evangelho, nós podemos nos tornar povo de Deus.
Doravante, devemos dedicar o resto de nossas vidas à Glória de Deus e viver nossa fé. Vivendo no século 21, você e eu ainda continuamos a pecar, mas Jesus Cristo veio nos buscar, e Ele remiu todos os seus e os meus pecados de uma vez por todas através da Palavra do evangelho da água e do Espírito. Devemos alcançar a fé que nos salva crendo nesta verdadeira Palavra do evangelho da remissão de pecados. Foi para se tornar seu Deus e meu Deus que Jesus Cristo veio a este mundo procurando por nós como o Salvador que apagou nossos pecados, e foi para este propósito que Ele nos deu o evangelho da água e do Espírito. Então vamos todos receber bênçãos eternas crendo em Jesus Cristo que veio pela água e pelo Espírito como seu e meu Deus.
Como as pessoas do Antigo Testamento, você também pretende acreditar no bezerro de ouro como seu deus e rejeitar Jesus Cristo, o verdadeiro Salvador e Messias da humanidade? O povo de Israel e todos, em todo o mundo, devem agora crer que Jesus Cristo é o Rei dos reis que veio buscá-los como o Salvador da humanidade. Então, vamos todos crer na justiça de Jesus Cristo e entrar juntos no Seu Reino de Glória. Você e eu devemos alcançar a fé para crer que o Salvador da humanidade, Jesus Cristo, é o verdadeiro Deus Salvador que nos livrou de todas as nossas transgressões. Agora, para todos nós entrarmos no Reino de Deus, que Jesus Cristo preparou para nós, temos que crer no evangelho da água e do Espírito, que o Senhor Jesus nos deu; e é minha mais sincera esperança e oração que todos nós nos revestiremos da Glória de Deus por esta fé.
Você não deve rejeitar a justiça de Jesus Cristo, nosso Rei dos reis, e sim aceitá-Lo em seu coração como seu Salvador e seu verdadeiro Deus. Jesus Cristo lavou todos os seus e os meus pecados com o evangelho da água e do Espírito, e eu oro pelas bênçãos de Deus para você, para que você possa aceitar esta verdade do evangelho da salvação em seu coração, crer nela e receber o direito de se tornar filho de Deus e viver para sempre. Ao aceitar Jesus Cristo em nossos corações como nosso Deus e nosso Salvador, podemos agora receber e desfrutar as bênçãos de Deus para alcançar a vida eterna.
 


Jesus é o Deus que se Revelou a Todos

 
Cristo é o próprio Deus, que trouxe a remissão de pecados a todos os pecadores através da Palavra do evangelho da água e do Espírito que Ele cumpriu. Ele teve o prazer de se revelar a nós através do batismo que recebeu e do sangue que derramou em Sua vida. Jesus Cristo é o Deus da humanidade, e Ele é o verdadeiro Salvador que liberta a humanidade de todos os pecados.
Junto com Deus Pai e o Espírito Santo, Jesus Cristo é o Deus que criou este mundo. Ele é o próprio Deus que, através do batismo que Ele recebeu pessoalmente de João Batista e do sangue que Ele derramou na Cruz enquanto levava os pecados do mundo, completou a obra de salvar todos os seres humanos pecadores de todos os pecados deste mundo de uma vez por todas. E Jesus Cristo nos abençoou para crermos de coração que Ele é o “Deus Salvador que ama a humanidade”.
A Bíblia diz: “Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que creem no seu nome”. (João 1:12). A maneira de recebermos o poder de nos tornarmos filhos de Deus é receber pela fé a remissão de pecados para alcançar a salvação, crendo que nosso Senhor Jesus Cristo veio a esta Terra e carregou todos os pecados da humanidade com Seu batismo e sangue de uma só vez. Alcançamos a salvação pela fé, aceitando que Jesus Cristo é o Salvador que também suportou a condenação dos nossos pecados. Receber o Senhor Jesus é aceitar em nossos corações, pela fé, toda a obra da Justiça que o Senhor Jesus realizou ao vir a esta Terra. Também significa aceitar Jesus Cristo em nossos corações como nosso Deus e nosso Salvador. Isto é o que significa “receber” o Senhor Jesus.
Hoje, existem algumas pessoas que, apesar de crerem no evangelho da água e do Espírito, não estão do lado de Deus, mas rejeitaram a Sua vontade e continuam com suas vidas sendo dominadas por seus próprios pensamentos malignos. Eles estão vivendo tragicamente e lamentavelmente como cativos de seus próprios pensamentos perversos. Mesmo que eles creiam no evangelho da água e do Espírito, ainda querem viver do lado da humanidade ao invés do lado de Deus. Arão sabia muito bem que o Senhor Deus era o Deus de Israel, mas ainda assim falhou em impedir que o povo de Deus pecasse. Se Arão tivesse tentado impedir o povo de Israel de pecar, eles não teriam substituído Deus pelo bezerro de ouro. Hoje, porque cremos em Jesus Cristo que veio pelo evangelho da água e do Espírito como nosso Salvador e nosso Deus, todos nós podemos viver por essa fé. Ao crer na justiça de Deus, recebemos a remissão de pecados e a vida eterna.
O povo de Israel que escapou do Egito sob a orientação de Moisés, nos tempos do Antigo Testamento, viveu como os peregrinos que vivem atualmente trilhando o difícil caminho do deserto nesta Terra. Portanto, era totalmente necessário que o povo de Israel vivesse confiando e crendo no Senhor Deus. No entanto, os israelitas acreditavam que haviam se tornado o povo de Deus, não por causa dessa fé, mas pela fé de seus ancestrais. Na realidade, eles não eram mais que praticantes da religião mundana, não sendo verdadeiros crentes.
Atualmente muitos cristãos que professam crer em Jesus também vivem apenas como praticantes religiosos que são praticamente ateus, pois, não conheceram pessoalmente a justiça de Jesus Cristo. Porque eles só se compadeceram da fraqueza da humanidade sem conhecer a Palavra do evangelho da água e do Espírito, passaram a crer em Jesus como seu Salvador como qualquer outro seguidor da religião mundana, por isso sua fé é altamente problemática. Já que em sua carne todos os seres humanos seguem a concupiscência do mundo e a maldade de seus próprios pensamentos, mesmo que professem crer em Jesus como seu Salvador, na realidade, eles acabam rejeitando a verdade de que o Senhor Jesus apagou todos os seus pecados com a Palavra do evangelho da água e do Espírito. Isso acontece porque todos eles confiam na religião deste mundo e na maldade de seus pensamentos carnais.
É por isso que Deus está nos dizendo: “Não adore nenhum ídolo diante de mim”. E Deus está dizendo a todos nós: “Não sirva a nenhum deus além de mim”. No entanto, a maldade de nossos próprios pensamentos permeia nossas vidas, então como estamos realmente vivendo diante de Deus? Não nascemos todos com os doze ingredientes do pecado em nossos corações e mentes desde o dia em que nascemos, e não estamos vivendo com esses pecados? É exatamente por isso que cometemos tantos pecados enquanto vivemos neste mundo, todos decorrentes de nossos maus pensamentos. Às vezes desobedecemos deliberadamente a Deus e fazemos o que Ele nos ordenou que não fizéssemos. Estamos muito mal-acostumados a seguir nossos maus pensamentos para cometer muitos pecados. Assim, porque seguimos nossos pensamentos perversos naturalmente e entregamos nossos corações aos nossos ídolos, estamos cometendo muitos pecados contra Deus em nossas vidas.
Vamos considerar o dinheiro aqui, que todos precisamos para continuar vivendo neste mundo. Embora o dinheiro seja essencial para as pessoas ganharem a vida neste mundo, ele não é mais precioso do que Deus. No entanto, algumas pessoas confiam mais no dinheiro do que em Deus. Mas, o que acontece quando as pessoas se tornam gananciosas por dinheiro seguindo seus maus pensamentos? Uma vez que ficamos gananciosos, é inevitável que sigamos o dinheiro mais do que ao nosso Deus. Então isso constitui idolatria diante de Deus.
À medida que continuamos com nossas vidas neste mundo, há momentos em que pecamos contra Deus. Sempre que pecamos contra o nosso Deus, devemos refletir sobre o batismo que o Senhor Jesus recebeu no Rio Jordão para levar nossos pecados e o sangue que Ele derramou na Cruz, e devemos crer neles de coração. Sempre que pecamos, somos compelidos a lembrar da justiça de Jesus Cristo, nosso Salvador. A obra justa de nosso Senhor Jesus Cristo está nos guiando à fé, e podemos ser absolvidos de nossos pecados crendo na Palavra do evangelho da água e do Espírito que nosso Senhor Jesus nos deu. Passamos a viver valorizando e confiando em Jesus Cristo, nosso Senhor, mais do que qualquer coisa neste mundo. Nosso Senhor Jesus está mostrando a nós que já recebemos a remissão de pecados pela nossa fé na Palavra do evangelho da água e do Espírito que Ele nos deu.
Cometemos muitos pecados enquanto vivemos neste mundo difícil. Sempre que pecamos contra Deus, podemos mais uma vez nos lembrar que o Senhor Jesus remiu todos os nossos pecados ao confessarmos nossa fé no evangelho da água e do Espírito dado por Deus. Devemos viver crendo no amor de Deus e no evangelho da água e do Espírito que Ele nos deu. Como aqueles que creem na remissão de pecados que nosso Senhor Jesus nos deu, devemos confessar nossa fé em Sua justiça e segui-Lo. Tentados por este mundo a pecar, cometemos transgressões diariamente, mas nosso Senhor Jesus lavou nossos pecados com a Palavra do evangelho da água e do Espírito, então devemos confessar nossa fé neste evangelho todos os dias de nossas vidas. Sem isso, não podemos manter nossos corações limpos nem por um dia. Cometemos tantos pecados em nossas vidas que eles não podem ser ignorados, então devemos confessá-los e olhar para o Senhor Jesus que nos torna perfeitos. É então que podemos ser limpos para sempre. E devemos admitir ao Senhor Jesus que não conseguimos deixar de viver uma vida imperfeita e ficar destituídos de Sua Glória.
Portanto, é ainda mais importante olharmos para o nosso Senhor Jesus e O seguirmos colocando nossa fé no evangelho da água e do Espírito dado por Deus e no amor de nosso Senhor Jesus. Confiando na Palavra do evangelho da água e do Espírito que o Senhor Jesus nos deu, devemos crer que Ele remiu todos os nossos pecados de uma vez por todas com a água e o sangue, e devemos correr em direção à meta de nossas vidas confiando na justiça de Deus. É uma obrigação para o nosso coração sempre meditar na Palavra do evangelho da água e do Espírito em que já cremos, e é quando fazemos isso que podemos viver nesta Terra como justos crendo em nosso Messias. Sempre que todos nós meditamos no evangelho da água e do Espírito dado por Deus, nossa fé fica ainda mais forte; e sempre que confessamos nossos pecados confiando na justiça de Jesus Cristo nosso Salvador, a Palavra do evangelho da água e do Espírito que Jesus Cristo nos deu, o evangelho que purifica nossos pecados, brilha ainda mais em nossos corações. É assim que nos gloriamos na justiça de nosso Senhor Jesus e saímos vitoriosos na corrida da fé que estamos correndo para Ele.
Todos precisamos continuar vivendo neste mundo, e só podemos viver se confessarmos nossos pecados confiando e olhando para Jesus Cristo, que sempre nos aperfeiçoa. Devemos olhar assim para a justiça de nosso Senhor Jesus, pela fé, porque sempre que caímos em nossas fraquezas, esse Senhor que nos salvou está sempre vivo. Podemos ser aperfeiçoados fixando nossos olhos no Senhor Jesus, porque Ele lavou completamente todos os nossos pecados de uma vez por todas. O Senhor Jesus, que nos fez perfeitos, está em nossos corações e, portanto, todos podemos viver energicamente confiando Nele devido a nossa fé. Quando olhamos para nosso Deus através da nossa fé em Jesus Cristo e na Palavra do evangelho da água e do Espírito, podemos ver nesta Palavra que nossos pecados já desapareceram e estamos brancos como a neve. Graças à nossa fé no evangelho da água e do Espírito que purificou nossos pecados, podemos continuar experimentando a misericórdia de Deus enquanto vivemos neste mundo. Então, nós agradecemos ao Senhor Jesus pelo fato de que agora podemos viver nossa fé e proclamar o evangelho da água e do Espírito que sempre agrada ao nosso Deus. Nosso Senhor Jesus nos fez perfeitos, e olhando para Ele através do evangelho da água e do Espírito, podemos realmente experimentar a salvação perfeita. Louvamos ao Senhor Jesus por nos abençoar colocando as bênçãos de Deus em nossas vidas.
Portanto, é Jesus Cristo, nosso Salvador, que é absolutamente indispensável para nós e em quem podemos confiar enquanto vivemos neste mundo. Assim como o verdadeiro Deus para o povo de Israel era o Senhor Deus, na era do Novo Testamento, para os israelitas e para nós, o verdadeiro Messias nosso Deus é Jesus Cristo. Vivemos neste mundo cometendo transgressões, mas Ele veio nos buscar através da verdade do evangelho que purifica os pecados, carregou nossos pecados ao ser batizado por João Batista e nos salvou ao derramar Seu sangue na Cruz. Verdadeiramente, Jesus Cristo é o Messias dos crentes.
Enquanto estava neste mundo difícil, Jesus Cristo preparou a Palavra do evangelho da água e do Espírito para a salvação de todos os pecadores, e esta Palavra é a verdadeira Palavra de salvação que remiu todas as nossas transgressões. Pela fé na Palavra do evangelho da água e do Espírito que purifica os pecados, nós conseguimos receber nossa remissão eterna de pecados de uma vez por todas. Jesus Cristo que veio a esta Terra é o Deus que concedeu a salvação a nós e ao povo de Israel. Nesta Terra e no Céu, Jesus Cristo é o Deus Salvador de todos os crentes no evangelho da água e do Espírito.
Assim como Jesus Cristo, que veio a esta Terra por nós, era o Deus dos pais da fé como, Abraão, Isaque e Jacó, na época do Antigo Testamento, agora é o Deus daqueles que creem na Palavra do evangelho da água e o Espírito. Se o Senhor Deus era o Deus dos pais da fé no Antigo Testamento, atualmente no Novo Testamento, Jesus Cristo é o verdadeiro Deus de salvação para todo aquele que crê na Palavra do evangelho da água e do Espírito. Ele é o verdadeiro Deus da salvação que apagou os pecados deste mundo de uma vez por todas com o Seu batismo e o sacrifício de Seu sangue. Tendo vindo para apagar os pecados da humanidade, é legítimo que Jesus Cristo seja o Deus daqueles que creem no batismo que Ele recebeu e no sangue que derramou. Também para o povo de Israel, Jesus Cristo é o verdadeiro Deus Salvador. Esta é a verdade de todas as verdades, pois, é certo que agora Jesus Cristo é o Deus de todos nós que cremos na Palavra do evangelho da água e do Espírito.
No entanto, muitas pessoas, inclusive o povo de Israel, não consegue reconhecer e nem crer em seu próprio Messias que veio a esta Terra através do evangelho da água e do Espírito, e ao invés disso O rejeitam. São incapazes de reconhecer quem é Jesus Cristo, o Messias da humanidade que veio para salvar os pecadores de seus pecados. Hoje, agora que nos tornamos povo de Israel, espiritualmente falando, Aquele para quem devemos olhar é Jesus Cristo. Isso porque Jesus Cristo é o Messias daqueles que agora creem na Palavra do evangelho da água e do Espírito. Todos precisamos viver pela fé, reconhecendo a honra que é conhecer e crer em Jesus Cristo, nosso Deus. Nunca devemos esquecer o fato singular de que Jesus Cristo, em quem cremos, é nosso Deus.
Embora Jesus tenha vindo à procura de todos os que vivem neste mundo como seu Salvador, inúmeras pessoas ainda não O aceitaram como seu Messias. Devemos reconhecer Jesus Cristo como nosso Salvador, e também devemos crer Nele com nossos corações e louvá-Lo em nossas vidas. Ao prosseguirmos com nossas vidas, devemos nutrir de todo o coração nossa fé em Jesus Cristo, as bênçãos da salvação que Ele nos deu e as promessas celestiais que Ele nos fez. Cremos na Graça da salvação que Jesus Cristo nos deu, e nunca devemos deixar essa nossa fé em vão.
Na época do Antigo Testamento, houve um tempo em que o povo de Israel caiu na idolatria, abandonando o Deus em que acreditava desde os dias de seus antepassados. Enquanto enfrentavam algumas dificuldades por um curto tempo, eles perderam seu Deus assim como perderam a razão. Nunca devemos nos permitir cair em descrença assim. Pelo contrário, devemos crer que Jesus Cristo veio nos buscar como o Messias, crer na Sua justiça e na remissão de pecados que Ele cumpriu de uma vez por todas, e agradecê-Lo com essa fé. Temos ainda mais motivos para crer na Palavra escrita de Jesus Cristo e em Sua obra justa, louvá-Lo, agradecê-Lo e viver pela fé.
É essencial entendermos que enquanto estamos nesta Terra, e também na eternidade, devemos viver crendo no evangelho da água e do Espírito que nosso Senhor Jesus nos deu. Aqui conseguimos entender que ficar contra o nosso Deus, não crendo em Seu amor, nem que Ele é nosso Messias, é o mais grave de todos os pecados que poderíamos cometer contra Deus. O povo de Israel, incapaz de reconhecer que Jesus Cristo é seu Deus Messias, O rejeitou e continua vivendo neste pecado. Tais pessoas não podem deixar de viver como pecadores diante de Deus; eles estão vivendo como inimigos de Deus; e estão trazendo tristeza a Jesus Cristo, seu Salvador. Eles devem se converter e crer em Jesus Cristo como seu Deus. Só assim eles podem se revestir do amor de Deus que o Messias está oferecendo.
Hoje, tendo vindo para a humanidade, através do evangelho da água e do Espírito, Jesus Cristo é o Deus eterno para todos aqueles que aceitam em seus corações a remissão de pecados, realizada pelo Messias. Mesmo neste exato momento, Jesus Cristo está salvando todos os pecadores desta Terra de todos os pecados do mundo e os guiando para o Reino dos Céus. Portanto, vindo nos buscar pelo evangelho da água e do Espírito, agora Jesus Cristo quer se tornar nosso Salvador. Então, por que desejaríamos permanecer pecadores, nos recusando a crer Nele com nossos corações? Espiritualmente falando, aqueles de nós que creem no evangelho da água e do Espírito, hoje receberam a justiça de Jesus Cristo, por isso nos tornamos o povo de Deus. 
Jesus Cristo é agora nosso Deus e nosso Messias, e nunca devemos rejeitá-Lo com base em nosso próprio julgamento e nossos próprios pensamentos perversos da carne. Se as pessoas não crerem que Jesus Cristo, que veio a esta Terra pelo evangelho da água e do Espírito, é o seu Salvador, e ao invés disso se tornarem Seus inimigos, elas acabarão fracassando, pois, sua vida de fé nesta Terra será completamente destruída. Eles devem se converter e crer na Palavra do evangelho da água e do Espírito junto conosco, pois, de outra forma, no final, perecerão.
 

A Nossa Fé está Agora Firme com a Palavra de Deus?

Enquanto você continua com sua vida de fé diante de Deus, você deve examinar se o centro do seu coração acredita ou não na Sua Palavra. É hora de nos perguntarmos se realmente cremos na Palavra de Deus escrita como ela é, e examinar a nós mesmos. Podemos então ver que às vezes somos revelados como servos de Deus, e outras vezes somos expostos como pessoas insuportavelmente indolentes diante de Deus. Embora agora creiamos na Palavra do evangelho da água e do Espírito, e estejamos servindo a este evangelho em nossa vida pela fé, ainda devemos ponderar sobre como Deus nos vê, se O agradamos ou provocamos Seu ódio; e devemos estar diante de Deus confiando em Sua Palavra e não em nós mesmos. Todos nós devemos continuar com nossas vidas neste mundo pela fé na Palavra escrita de Deus. Caso contrário, seremos abominados e abandonados por Deus.
Portanto, nós, os justos, devemos desejar agradar ao Espírito Santo que habita em nossos corações, e ansiar por seguir Sua vontade. Se estamos sempre firmes na Palavra escrita de Deus, então isso significa que estamos andando com o Espírito Santo em nossas vidas. Se, ao contrário, não nos apegarmos à Palavra de Deus em nossos corações e seguirmos nossos pensamentos carnais, seremos aprisionados por nossos pensamentos ao invés da Palavra de Deus, e nossas vidas acabarão caindo no pântano de nossa própria luxúria. Portanto, para escaparmos de nossos pensamentos carnais, precisamos nos aproximar da Palavra escrita de Deus, da orientação do Espírito Santo e dos líderes da Igreja de Deus.
Para se aproximar da Palavra de Deus, há vários passos necessários a serem dados. Primeiro, precisamos ler a Bíblia diariamente, mesmo que seja só um pouquinho. Segundo, precisamos ouvir atentamente os servos de Deus que creem e pregam o evangelho da água e do Espírito, para que sua fé seja suprida pelo pão da vida diariamente. Terceiro, precisamos dedicar nossas vidas a servir a Deus em íntima comunhão com Seus obreiros que estão realizando Sua obra. Fazer a obra de Deus, aqui, significa apoiar a proclamação do evangelho de Deus, e também trabalhar com nossos irmãos santos para pregar o evangelho.
Agora que nascemos de novo crendo no evangelho da água e do Espírito, andar com o Espírito de Deus deve ser tão natural quanto respirar para nós. Para que isso aconteça, devemos estar em unidade com os líderes da Igreja. Isso porque o Espírito Santo trabalha com aqueles que creem na Palavra de Deus, a seguem e a obedecem em unidade. Portanto, unam seus corações com os servos de Deus caminhando à sua frente e não parem de realizar a obra de Deus. Vendo que seu coração está em unidade com os servos de Deus, o Espírito Santo então o guiará para o caminho certo. Se você está agora do lado do inimigo, você acabará pertencendo ao diabo e enfrentará todos os tipos de dor e sofrimento trazidos a você por Satanás, portanto, você deve escapar dessa vida rebelde colocando sua fé na Palavra de Deus.
 

Como Devemos Viver pela Fé diante de Deus?

Claro, devemos crer na Palavra escrita de Deus, e de acordo com esta nossa fé, precisamos admitir que nós mesmos temos pensamentos carnais que são essencialmente maus. Devemos também continuar vivendo neste mundo pela fé que nos salvou dos nossos pecados, crendo na Palavra do evangelho da água e do Espírito, que nos abençoou para nascermos de novo como justos dentre os pecadores. Seremos, então, capazes de viver nossa fé para o prazer de Deus. Mesmo que nossos atos possam ser pequenos diante de Deus, o centro de nossos corações deve seguir, pela fé, Sua Palavra escrita. Todos nós devemos agora continuar vivendo neste mundo presente pela nossa fé na Palavra escrita de Deus. Se agora desejamos viver como Deus quer que vivamos, então devemos crer e seguir Sua Palavra que é pregada por Seus obreiros que estão na Igreja estabelecida por Deus nesta Terra.
Isso ocorre porque nosso Deus não nos julga com base em nossos atos da carne. Se agora crermos de todo o coração na verdade do evangelho da água e do Espírito escrito no Antigo e no Novo Testamento, e trabalharmos para pregar o evangelho de Deus com nossos corações unidos com aqueles que estão à nossa frente, então nosso Deus se alegrará por você e por mim. Deus o usará como Seu obreiro mais do que adequadamente, e ficará satisfeito com você. Assim acontece porque o Espírito Santo que habita em nossos corações nos julga com base na fé que temos na Palavra de Deus no interior de nossos corações.
Se nosso coração deseja viver nossa fé na Palavra do evangelho da água e do Espírito, a Palavra escrita de Deus, o Espírito Santo se alegrará por nós. Embora possamos andar no vale da sombra da morte, nosso Deus nos livrará. Embora possamos falhar, Deus nos guiará ao caminho da justiça por causa do Seu nome. Nós cremos que Jesus Cristo que veio a esta Terra pelo evangelho da água e do Espírito é nosso Deus Salvador. Como crentes na Palavra do evangelho da água e do Espírito, nós estamos pregando e servindo este evangelho de Deus, e nosso Deus está nos abençoando.
Portanto, devemos seguir a Palavra escrita de Deus, e precisamos estar em união com nossos irmãos santos, que creem e seguem a Palavra do evangelho da água e do Espírito. Pela nossa fé na Palavra de Deus escrita no Antigo e no Novo Testamento, devemos seguir nosso Senhor Jesus e também viver uma vida abençoada, onde somos guiados pelo Espírito Santo que habita em nossos corações. Vendo nossa fé no evangelho da água e do Espírito, o Espírito Santo se alegra ao descobrir que somos seguidores da Palavra de Deus. Deus nos transformou, crentes no evangelho da água e do Espírito, em Seus obreiros que seguem Sua Palavra, e Ele se agrada de ver nossa fé sendo exercida.
O Deus em que cremos nos faz conhecer que tipo de Deus Ele é. Ele se alegra ao ver que todos nós cremos no evangelho da água e do Espírito e entraremos no Reino dos Céus. Portanto, é imperativo que nos aproximemos da Palavra escrita de Deus e de Seus servos, pois somente assim podemos ser guiados pelo Espírito Santo. Seguindo a orientação do Espírito Santo, poderemos pregar, pela fé e por todo o mundo, a Palavra do evangelho da água e do Espírito que nosso Senhor Jesus nos deu. Até então, como aqueles que creem e seguem a verdadeira Palavra que nos abençoou para nascermos de novo da água e do Espírito, devemos entender que seguir a vontade de nosso Senhor Jesus é a própria orientação do Espírito Santo.
Podemos ver que aqueles que professam crer no Senhor Jesus de acordo com seus maus pensamentos têm seus corações perdidos devido a seus próprios pensamentos maus. Precisamos perceber que quando nossos corações ficam escuros, estamos deixando o Espírito Santo habitando em nossos corações, desconfortável. Também podemos ver que quando nossos corações estão nas trevas, estamos rejeitando a orientação do Espírito Santo. Com nossos corações rejeitando a orientação do Espírito Santo, não podemos agradar a Deus. Pelo contrário, nossos corações se encherão apenas de tristeza.
Para seguirmos nosso Senhor Jesus pela fé, primeiro devemos receber a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito, a Palavra de Deus escrita na Bíblia, e devemos nos submeter à orientação de nossos predecessores da fé. Devemos perceber que não podemos ser guiados pelo Espírito Santo se nos apegarmos aos nossos maus pensamentos. Mesmo que todos nós estejamos realizando a obra de Deus, não estamos necessariamente todos vivendo pela orientação do Espírito Santo na mesma medida, e existem graus de diferenças mesmo quando se trata de uma vida de fé tão nobre. Assim, você deve reconhecer que existem líderes antes de você que estão guiando os santos da Igreja na vontade de Deus. Guiados pelo Espírito Santo em seus corações, esses líderes estão vivendo para a Glória de Deus.
 

O que é viver corretamente pela fé?

Nós devemos viver crendo de coração na Palavra do evangelho da água e do Espírito escrito nos dois Testamentos da Bíblia. Devemos viver em submissão à orientação do Espírito Santo que habita em nossos corações. Também temos que entender que em todos nós que recebemos a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito que nosso Senhor Jesus nos deu, o Espírito Santo habita no coração. O Espírito Santo é o Deus que opera de acordo com a Palavra escrita. Assim, sabemos que todos nós podemos realizar a obra que traz alegria ao nosso Deus. Em outras palavras, Deus nos fez saber que Ele está sempre conosco, os crentes na Palavra do evangelho da água e do Espírito. O Espírito Santo habitando em nossos corações devido a nossa fé está nos deixando saber através da Palavra de Deus que Ele está conosco. Sabemos que estamos andando com nosso Deus neste mundo difícil pela nossa fé em Sua Palavra. Mesmo que nossa carne seja imperfeita em todos os sentidos, ainda somos capazes de agradar ao Espírito Santo e segui-Lo pela nossa fé na Palavra de Deus escrita em ambos os Testamentos das Escrituras.
Para fazer isso, devemos unir nossos corações e fé com a Igreja de Deus e seguir sua orientação. O que significa unir nossa fé com a Igreja aqui? Significa viver nossa fé crendo na Palavra de Deus pregada através de Sua Igreja, submetendo-nos à vontade de Deus que é transmitida aos crentes no evangelho da água e do Espírito, e unindo nossos corações com nossos predecessores da fé.
Com meus colegas de trabalho cujos corações estão agora em união com a Igreja de Deus, eu posso cumprir meu dever de pregar o evangelho da água e do Espírito pela fé. Sou muito grato ao meu Deus por ter esses cooperadores participando da obra de proclamar o evangelho pela fé, e meu coração também se alegra. Agradeço ao meu Deus por me dar esses colegas de trabalho. A obra de Deus não é algo que é feito apenas por certas pessoas. Em vez disso, a obra de Deus pode ser realizada em unidade por todos aqueles cujos corações agora têm fé na Palavra do evangelho da água e do Espírito. Não importa quem você seja, se você recebeu a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito que nosso Senhor Jesus nos deu, e se você quer seguir a orientação do Espírito Santo, então você pode servir ao Senhor Jesus. Quando se trata de pregar o evangelho da água e do Espírito, todos nós podemos participar dessa obra juntos.
Guiados pelo Espírito Santo e habitando na Igreja de Deus, nós, os crentes na Palavra do evangelho da água e do Espírito, estamos cumprindo fielmente nosso dever de expandir o Reino de Deus neste exato momento. Em todo o mundo há agora incontáveis obreiros de Deus que creem no evangelho da água e do Espírito e estão trabalhando para pregar este evangelho de Deus. Eles estão pregando o evangelho, bem como apoiando seu ministério. Com esses obreiros que são guiados pelo Espírito Santo, devemos proclamar a verdade de Deus em unidade. O Espírito Santo então nos dará força e fé para permanecermos com nossos colaboradores, para que possamos ser usados como Seus instrumentos para expandir o Reino de Deus. Além disso, porque Deus ama Seus obreiros, Ele os atende sempre que oram e supre todas as suas necessidades onde quer que estejam. Sei muito bem que o Senhor Jesus ama Seus obreiros e os está abençoando. Crendo na Palavra do evangelho da água e do Espírito escrito em ambos os Testamentos das Escrituras, buscamos seguir o Senhor Jesus por esta fé, e juntos nos dedicamos à causa da missão mundial para construir o Reino de Deus.
Sabemos que há muitas pessoas no mundo inteiro que precisam da Palavra do evangelho da água e do Espírito e estão pedindo nossa ajuda. Podemos levar essas pessoas ao Senhor Jesus que está oferecendo a salvação para elas. Também podemos proclamar nosso Senhor Jesus Cristo e Sua justiça para aqueles que vivem fora do Seu Reino. Estamos trabalhando com os santos salvos para guiar todas as pessoas do mundo, que são descendentes de Adão, para a água e o Espírito.
Você está vivendo sua fé para agradar ao Senhor Jesus, seguindo Sua orientação através de sua fé na Palavra escrita de Deus e no evangelho da água e do Espírito? Para nós, os crentes no evangelho da água e do Espírito, agora existem muitas almas ao redor do mundo a quem precisamos pregar este evangelho. Cumpriremos fielmente este nosso dever diante de Deus, seguindo a orientação do Espírito Santo e dedicando nossas vidas ao ministério do evangelho para a alegria do Senhor Jesus. Nunca devemos perseguir prestígio e poder como as pessoas do mundo e nem devemos nos transformar em objetos do ódio de Deus como essas pessoas.
Mesmo em nossa reunião, existem algumas pessoas que, apesar de professarem crer na Palavra do evangelho da água e do Espírito do Senhor, não estão fazendo a obra que agrada a Jesus Cristo. No entanto, eles também virão a crer verdadeiramente no evangelho da água e do Espírito e terão fé para realizar a obra de Deus conosco. Portanto, devemos fortalecer nosso coração com nossa fé na Palavra do evangelho da água e do Espírito, e devemos cumprir, por meio dessa fé, a tarefa que o Senhor Jesus nos confiou para pregar o evangelho. Para isso, devemos ser fiéis ao Senhor Jesus confiando no evangelho da água e do Espírito que O agrada.
Ao enfrentarmos aqueles que se opõem a Deus, devemos estabelecer em nossos corações a seguinte determinação: “Ainda que você seja contra a obra de Deus, nós cremos no evangelho da água e do Espírito escrito na Bíblia, e nós serviremos a este evangelho e o proclamaremos pela fé em todo o mundo, pois esta é a vontade de Deus”. Com esse tipo de fé, devemos deixar para o Senhor Jesus lidar com aqueles que se opõem à vontade de Deus. Porque Deus nos deu tal meta de fé, devemos unir nossos corações com aqueles que estão caminhando à nossa frente e viver em unidade por essa fé. Tendo levantado a meta da fé no Espírito Santo, você e eu agora estamos vivendo de acordo com esta meta. Como os peregrinos da fé caminhando para o Reino dos Céus, todos nós devemos viver com tal disposição de fé.
Aqueles cujos corações são guiados pela Palavra de Deus e pelo Espírito Santo devem ver crescer seu desejo de conhecer a vontade de Deus e viver pela fé em Sua Igreja e, portanto, poderão realizar ainda mais a obra de Deus. Com o passar do tempo, haverá mais e mais pessoas de fé que seguem a orientação do Espírito Santo, como o sol nascendo do leste. Essas pessoas verão sua fé crescer mais e viverão como grandes obreiros de Deus. Quanto mais de nós viermos a pertencer ao Espírito Santo, traremos, exatamente como devemos sendo pessoas de fé, alegria a Deus com nossa fé em Sua Palavra escrita. Aqueles de nós que têm esse tipo de fé são invencíveis para as pessoas do mundo. Sempre vivendo nossa fé na Palavra para o prazer do Senhor Jesus, traremos alegria a Deus. Nós somos os justos que sempre viverão como servos de Deus diante de Sua Palavra.
Agora estamos vivendo neste mundo sem esperança, mas com a orientação de nosso Senhor Jesus e do Espírito Santo. O Espírito Santo se regozija por estarmos sempre cumprindo o evangelho da água e do Espírito e trabalhando com o Senhor Jesus, e nos guiará pelo caminho que agrada a Deus. Permanecendo pela nossa fé no evangelho da água e do Espírito que nos salvou de todos os nossos pecados de uma vez por todas, sempre viveremos uma vida vitoriosa pela nossa fé no Senhor Jesus. Somos muito gratos ao Senhor Jesus por nos abençoar a viver uma vida de fé. Damos toda Honra, Glória, Graças e Louvor ao Deus Triúno e ao nosso Senhor, Jesus Cristo, que se tornou nosso Salvador.
Como alguém que crê na Palavra escrita de Deus, agora você está servindo a Sua obra ao lado de nosso Senhor Jesus, que é o Pastor da Igreja de Deus e o Espírito Santo. Porque Deus olha para a sua fé e para o Seu discernimento, você deve viver pela fé de acordo com a Palavra de Deus. Até hoje, corremos nossa corrida crendo na Palavra do evangelho da água e do Espírito, e é graças à orientação da perfeita Palavra de Deus e do Espírito Santo que chegamos até aqui. Sabendo tudo sobre nossas circunstâncias e nossa fé, o Senhor Jesus nos protegeu ainda mais, e nos abençoou e nos guiou até aqui.
Quando o Senhor Jesus julgar nossa fé, sem dúvida julgará com base se vivemos ou não de acordo com a Palavra de Deus e a orientação do Espírito Santo. Para aqueles de nós que trabalhamos em união com a Igreja de Deus que constitui o Seu Reino de acordo com nossa fé no evangelho da água e do Espírito, nosso Senhor Jesus dará Sua Graça e bênçãos celestiais para desfrutar.
Como Juiz final, nosso Senhor Jesus julgará nossa fé e nos dará recompensas ou punições dependendo do fruto de nossa vida de fé. Deixando para Deus decidir sobre todo julgamento e padrão, queremos viver o resto de nossas vidas colocando nossa fé no Senhor Jesus até terminarmos nossa corrida lindamente. Guiados pelo Senhor Jesus e inspirados pelo Espírito Santo, viveremos o resto de nossas vidas servindo à proclamação do evangelho até retornarmos ao nosso Senhor Jesus. Nós iremos viver com Jesus Cristo, o foco de toda vida de fé, e nosso Senhor Jesus conduzirá Seu povo ao Seu Reino e estará conosco. Damos todas as nossas Graças a Deus com nossa fé. Amém! Aleluia! O Senhor Jesus nos chamará de Seus servos leais por vivermos por tal fé, nos elogiará por nosso trabalho árduo e nos abençoará para sempre para vivermos no Reino dos Céus. Crendo na Palavra da promessa que nosso Senhor Jesus nos deu, viveremos com a esperança de que as promessas que Deus nos fez serão cumpridas. Amém!