Проповеди

Assunto 10: O Apocalipse (Comentários sobre o Apocalipse)

[Capítulo 12-1] A Igreja de Deus que Será Duramente Atingida no Futuro ( Apocalipse 12:1-17 )

A Igreja de Deus que Será Duramente Atingida no Futuro
( Apocalipse 12:1-17 )
“Viu-se grande sinal no céu, a saber, uma mulher vestida do sol com a lua debaixo dos pés e uma coroa de doze estrelas na cabeça, que, achando-se grávida, grita com as dores de parto, sofrendo tormentos para dar à luz.
Viu-se, também, outro sinal no céu, e eis um dragão, grande, vermelho, com sete cabeças, dez chifres e, nas cabeças, sete diademas. A sua cauda arrastava a terça parte das estrelas do céu, as quais lançou para a terra; e o dragão se deteve em frente da mulher que estava para dar à luz, a fim de lhe devorar o filho quando nascesse.
Nasceu-lhe, pois, um filho varão, que há de reger todas as nações com cetro de ferro. E o seu filho foi arrebatado para Deus até ao seu trono. A mulher, porém, fugiu para o deserto, onde lhe havia Deus preparado lugar para que nele a sustentem durante mil duzentos e sessenta dias.
Houve peleja no céu. Miguel e os seus anjos pelejaram contra o dragão. Também pelejaram o dragão e seus anjos; todavia, não prevaleceram; nem mais se achou no céu o lugar deles. E foi expulso o grande dragão, a antiga serpente, que se chama diabo e Satanás, o sedutor de todo o mundo, sim, foi atirado para a terra, e, com ele, os seus anjos. Então, ouvi grande voz do céu, proclamando: Agora, veio a salvação, o poder, o reino do nosso Deus e a autoridade do seu Cristo, pois foi expulso o acusador de nossos irmãos, o mesmo que os acusa de dia e de noite, diante do nosso Deus. Eles, pois, o venceram por causa do sangue do Cordeiro e por causa da palavra do testemunho que deram e, mesmo em face da morte, não amaram a própria vida. Por isso, festejai, ó céus, e vós, os que neles habitais. Ai da terra e do mar, pois o diabo desceu até vós, cheio de grande cólera, sabendo que pouco tempo lhe resta.
Quando, pois, o dragão se viu atirado para a terra, perseguiu a mulher que dera à luz o filho varão;
e foram dadas à mulher as duas asas da grande águia, para que voasse até ao deserto, ao seu lugar, aí onde é sustentada durante um tempo, tempos e metade de um tempo, fora da vista da serpente. Então, a serpente arrojou da sua boca, atrás da mulher, água como um rio, a fim de fazer com que ela fosse arrebatada pelo rio.
A terra, porém, socorreu a mulher; e a terra abriu a boca e engoliu o rio que o dragão tinha arrojado de sua boca.
Irou-se o dragão contra a mulher e foi pelejar com os restantes da sua descendência, os que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus; e se pôs em pé sobre a areia do mar”.
 

Exegese

Versículo 1: “Viu-se grande sinal no céu, a saber, uma mulher vestida do sol com a lua debaixo dos pés e uma coroa de doze estrelas na cabeça”.
Esta passagem nos fala da Igreja de Deus dando Glória a Ele por meio do martírio. A “mulher vestida do sol” se refere à Igreja de Deus nesta Terra, e a frase “com a lua debaixo dos pés” significa que a Igreja ainda está sob o domínio do mundo. A frase “uma coroa de doze estrelas na cabeça”, por outro lado, significa que Sua Igreja vencerá a perseguição e as ameaças de Satanás com seu martírio.
Este versículo se refere à Igreja de Deus no meio da Grande Tribulação. Sua Igreja sofrerá grandes danos de Satanás e será martirizada no fim dos tempos, mas vencerá Satanás com sua fé e será glorificada em Deus. Mesmo no tempo da Tribulação, os santos da Igreja de Deus vencerão o Anticristo e triunfarão com seu martírio pela fé no evangelho da água e do Espírito.
Os filhos de Deus que nasceram de novo da água e do Espírito certamente serão martirizados no fim dos tempos. Aqueles que já criam e serviam a Deus antes da chegada da Tribulação, e aqueles que crerão no evangelho e surgirão no meio da Tribulação terão a fé do martírio que os capacitará para permanecerem firmes e vencerem o Anticristo.
Aqueles que forem excluídos do martírio, traindo a Deus, também serão excluídos do Céu e cairão no inferno do Hades com Satanás. Devemos estar preparados para abraçar o nosso martírio com uma fé corajosa para não perdermos as nossas bênçãos eternas preparadas para nós. Temos que saber que todos os nascidos de novo enfrentarão as ameaças de Satanás. O martírio irá durar só um momento, e quando este breve momento terminar, o Reino Milenar e o Céu serão nossos.
Assim, nós devemos viver a presente era sabendo que quando o fim dos tempos chegar, seremos martirizados pela fé e através do Espírito Santo. O Espírito Santo nos dará então as palavras que devemos falar neste tempo de martírio, capacitando-nos a vencer corajosamente a perseguição e a abraçarmos nosso martírio sem trair a nossa fé.
Mesmo no meio da temível Tribulação, a Igreja de Deus ainda lutará contra Satanás e o vencerá pelo martírio. É muito claro que a Igreja receberá a sua recompensa de Deus vencendo o Anticristo com seu martírio, crendo na Palavra de Deus mesmo na última era de Satanás.

Versículo 2: “Que, achando-se grávida, grita com as dores de parto, sofrendo tormentos para dar à luz”.
Este verso nos fala da Igreja de Deus nas tribulações. Nos fala da Igreja inteira perseverando através das perseguições e tribulações do fim dos tempos, trazidas por Satanás. A Igreja de Deus atravessará a Grande Tribulação, o tempo da sua batalha contra o Anticristo. Os santos, portanto, clamarão pelo Senhor Jesus apenas quando eles estiverem atravessando a Tribulação. Eles irão orar: “Deus, nos dê a Sua Graça para que possamos atravessar rapidamente estas tribulações. Nos ajude diminuindo estas tribulações. Permita-nos vencer as nossas tribulações. Nos faça vencer Satanás!”.

Versículo 3: “Viu-se, também, outro sinal no céu, e eis um dragão, grande, vermelho, com sete cabeças, dez chifres e, nas cabeças, sete diademas”.
Quando Satanás aparecer na Terra no futuro, ele agirá como se fosse Deus, unirá todas as nações do mundo e as usará como instrumentos para cumprir seus propósitos. Também, ele certamente matará os santos e reinará no mundo como deus e rei.
A frase: “Eis um dragão, grande, vermelho, com sete cabeças, dez chifres e, nas cabeças, sete diademas”, nos mostra que Satanás, aquele que tira a paz, moverá sete reinos e dez nações segundo a sua própria disposição. Isso nos fala que Satanás, em sua essência, permanece contra Deus.

Versículo 4: “A sua cauda arrastava a terça parte das estrelas do céu, as quais lançou para a terra; e o dragão se deteve em frente da mulher que estava para dar à luz, a fim de lhe devorar o filho quando nascesse”.
Este verso nos fala o que Satanás faz. O Dragão se voltou contra Deus no Céu e foi lançado fora de lá. Ele arrastou a terça parte dos anjos do Céu e os levou à sua destruição com ele. Portanto, ele foi expulso da presença de Deus. Mas, mesmo nesta Terra, ele ainda tenta parar a obra do evangelho de Deus, perseguindo aqueles que creem.

Versículo 5: “Nasceu-lhe, pois, um filho varão, que há de reger todas as nações com cetro de ferro. E o seu filho foi arrebatado para Deus até ao seu trono”.
Isto nos fala que a Igreja de Deus, por ser martirizada pela fé em Jesus Cristo, será ressuscitada com Cristo e arrebatada para o Reino do Céu.

Versículo 6: “A mulher, porém, fugiu para o deserto, onde lhe havia Deus preparado lugar para que nele a sustentem durante mil duzentos e sessenta dias”.
Este versículo nos fala que Deus alimentará o Seu povo por três anos e meio neste mundo. A Igreja de Deus será alimentada e protegida por Deus por 1.260 dias antes do advento da tribulação em grande escala, e quando o tempo chegar, ela lutará contra o Anticristo e será martirizada.

Versículos 7-8: “Houve peleja no céu. Miguel e os seus anjos pelejaram contra o dragão. Também pelejaram o dragão e seus anjos; todavia, não prevaleceram; nem mais se achou no céu o lugar deles”.
Isto se refere a Satanás sendo completamente expulso do Céu.
Antes de vir a este mundo, Satanás será completamente expulso do Céu. O Diabo não poderá mais ficar no Céu. Satanás, com poder sobre o ar, senta-se tanto no ar quanto na Terra e os governa agora. Como ele será completamente expulso do Céu, nesta Terra, ele perseguirá ainda mais os santos quando os últimos dias chegarem. Satanás será então expulso e definitivamente preso no abismo e no inferno preparado por Deus.

Versículo 9: “E foi expulso o grande dragão, a antiga serpente, que se chama diabo e Satanás, o sedutor de todo o mundo, sim, foi atirado para a terra, e, com ele, os seus anjos”.
No fim dos tempos, Satanás, quando for expulso do Céu e lançado nesta Terra, perseguirá e matará os santos pela última vez. Muitos santos serão martirizados pelas suas mãos.

Versículo 10: “Então, ouvi grande voz do céu, proclamando: Agora, veio a salvação, o poder, o reino do nosso Deus e a autoridade do seu Cristo, pois foi expulso o acusador de nossos irmãos, o mesmo que os acusa de dia e de noite, diante do nosso Deus”.
Satanás não será mais encontrado no Reino do Céu. Quando o fim dos tempos chegar, ele não poderá permanecer mais no Céu. É por isso que Apocalipse 21:27 nos fala que nem o que pratica abominação, nem mentira entrará no Céu.

Versículo 11: “Eles, pois, o venceram por causa do sangue do Cordeiro e por causa da palavra do testemunho que deram e, mesmo em face da morte, não amaram a própria vida”.
Quando o fim dos tempos chegar, os santos serão martirizados para defender sua fé. Quem for um santo alcançará a vitória da fé através do seu martírio de fé no fim dos tempos. Os mártires que creem no Senhor Jesus, em outras palavras, vencerão suas batalhas.

Versículo 12: “Por isso, festejai, ó céus, e vós, os que neles habitais. Ai da terra e do mar, pois o diabo desceu até vós, cheio de grande cólera, sabendo que pouco tempo lhe resta”.
Como Satanás, expulso do Céu, temporariamente tem poder sobre o mundo, ele atormentará e perseguirá os santos terrivelmente quando descer a esta Terra. Mas para os santos que serão martirizados e elevados ao ar, apenas a alegria os aguardará. Após o arrebatamento, Deus derramará as pragas das sete taças sobre toda a Terra e o mar.

Versículo 13: “Quando, pois, o dragão se viu atirado para a terra, perseguiu a mulher que dera à luz o filho varão”.
Isto se refere à perseguição dos santos que virá durante o tempo da Grande Tribulação. Os santos e o servo de Deus morrerão neste tempo quando forem martirizados, mas isso, na verdade, será a conquista de sua vitória de fé. Não haverá mais morte, sofrimento ou maldição para eles. Tudo o que restará para eles será louvar a Deus e serem glorificados para sempre no Céu.

Versículo 14: “E foram dadas à mulher as duas asas da grande águia, para que voasse até ao deserto, ao seu lugar, aí onde é sustentada durante um tempo, tempos e metade de um tempo, fora da vista da serpente”.
A Bíblia nos diz que o arrebatamento acontecerá após os primeiros três anos e meio da Grande Tribulação. Esta Palavra diz que Deus dará aos santos Sua proteção e sustento especiais em meio às pragas naturais da Grande Tribulação. Deus sustentará aqueles de nós que mantiverem a fé para que possam lutar contra e vencer Satanás com essa fé.
O fato de que agora vivemos para o evangelho da água e do Espírito se torna nosso alimento espiritual, assim como nossa pregação desse evangelho. Mesmo até que as pragas das sete trombetas desçam sobre esta Terra, continuaremos a viver nossas vidas pregando o evangelho. Por quê? Porque se não pregarmos este evangelho até o último momento de nosso martírio, muitas almas serão perdidas para o inferno. Não há outro tempo senão agora.

Versículos 15-17: “Então, a serpente arrojou da sua boca, atrás da mulher, água como um rio, a fim de fazer com que ela fosse arrebatada pelo rio. A terra, porém, socorreu a mulher; e a terra abriu a boca e engoliu o rio que o dragão tinha arrojado de sua boca. Irou-se o dragão contra a mulher e foi pelejar com os restantes da sua descendência, os que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus; e se pôs em pé sobre a areia do mar”.
Antes, Satanás matava os santos perseguindo-os e fazendo-os se afastar do evangelho. Hoje em dia, como o evangelho tem sido amplamente divulgado de várias maneiras, ele tenta matar os santos derramando o pecado e afogando-os em seu fluxo. Satanás tentou assim trazer a morte a muitos santos derramando o rio do pecado e fazendo-os beber de sua água, e aqueles que não nasceram de novo beberam toda a água desse rio do pecado. Como os santos sobreviveram e não foram mortos mesmo com esse esforço, Satanás apresentará outro método para matá-los completamente, conforme mostrado no capítulo 13.